Page 1

#16

Grandes obras da literatura

Abel Pedro • Artista Anônimo • Fabio Dino • Fex Guilherme Borges • Matheus M. Franco • Rafael Menicucci • Stx


Participam desta ediテァテ」o ABEL PEDRO HTTPS://TWITTER.COM/ABELPEDROFG

ARTISTA ANテ年IMO

FABIO DINO HTTP://FOLKSHQ.COM.BR/

FEX HTTP://WWW.VARDOMIRICES.COM.BR/

?


GUILHERME BORGES HTTP://WWW.CARAQUEDESENHA.COM.BR/

MATHEUS M. FRANCO HTTP://WWW.RAPOSAALADA.COM/

RAFAEL MENICUCCI HTTP://CENSORECREATIF.BLOGSPOT.COM.BR/

STX HTTP://WWW.TOONSFERA.COM.BR/


FEX

4


MATHEUS M. FRANCO

5


GUILHERME BORGES

6


7


Fabio Coala

ista

v Entre

N

esta edição entrevistamos alguém que dispensa apresentações, mas que é impossível ser falado sem se mencionar pelo menos alguns dos seus “predicados”, vamos falar com o responsável por uma das campanhas mais rápidas se não a mais rápida do Catarse, pai do Monstro, do Caco e da maldita Segunda-Feira, com vocês Fabio Coala.

8


POR ABEL PEDRO

WC² - Como você começou a desenhar? Sempre teve influencia dos quadrinhos? Fabio Coala- Desenho desde que me lembro. Gostava muito de desenhar animais, mas acho que comecei a me empolgar a desenhar com o contato com as revistinhas da Turma da Mônica e Nosso Amiguinho. WC² - Desde que o site surgiu muitas series tem sido criadas, dentre elas temos o MHDM e mesmo o Monstro que agora vai se tornar uma Graphic Novel através do financiamento colaborativo que o Catarse e seus fãs proporcionaram, qual foi a sensação de ter esse material tão bem aceito, ainda mais numa plataforma que ao mesmo tempo serve pra medir a confiança dos fãs no seu trabalho? FC - O site nasceu com o Caco e Auréolos, que já haviam sido publicados em jornais, e com as mentirinhas e o MHDM, criados exclusivamente para o site. O Monstro existia em algumas páginas escritas. A ideia era fazer um livro, mas ficou na gaveta até que um dia resolvi experimentar uma história mais “séria” no site. O retorno dos leitores superou minhas expectativas e acabei incluindo no site um dia para “tirinhas especiais” e Monstro participou de muitas delas. Pensei muito antes de resolver lançar o projeto no catarse pois exigia muita confiança, as pessoas pagariam e só receberiam o livro muitos meses depois, além de usar parte do dinheiro ser pra me manter durante os meses dedicados ao projeto. Lembro que no final de semana anterior ao lançamento, eu e a Sra Coala decidimos quanto valia a pena completar do valor quando chegasse aos últimos dias do projeto. Nem sei nem descrever o que senti quando o projeto alcançou o objetivo em pouco mais de 24hs.

9


WC² -Ainda sobre séries e MHDM. Você pretende lançar um fim para essa história, ou pelo menos uma ligação entre esse passado de bullying e o futuro apocalíptico do personagem, talvez mesmo uma HQ explicando como o mundo acabou?

WC² - Seu traço também se desenvolveu de forma muito qualitativa nesse período desde a criação do site, mesmo marcas registradas como os personagens sem braço do inicio foram modificados e hoje você formou um traço super característico que é inconfundivelmente seu. O que te levou a mudar e desenvolver o que você produz hoje?

FC - Já pensei nisso. É que tenho que dar uma reestruturada no MHDM. Pois muita gente gosta, mas os “compartilhamentos FC - No começo eu tinha pouco tempo pra dele são baixos”. Até nisso o coitado sofre me dedicar ao site. Tinha um emprego longe de casa e perdia muito em trânsito. Os Bullying.. braços, que ainda “arranco” vez ou outra, era uma característica que por vezes parecia mais um defeito ou preguiça, que propriamente um estilo. Desenhar é treino e repetição. Ter mais tempo para o site melhorou isso. O contato com outros artistas, a troca de ideias, as leituras de HQs... tudo somou.


WC² - Muita gente sabe que você foi bombeiro durante um tempo, e que isso influencia mesmo em series de comédia quanto nas mais “tristes” como o Monstro. Quando resolveu largar a carreira de bombeiro e se dedicar somente ao desenho, como foi o inicio? FC - Na verdade ser bombeiro era um sonho de infância. Ser super-herói. Eu já desenhava, cursava Publicidade e Propaganda, quando surgiu a oportunidade. Foi um período essencial na minha vida. Sem dúvida o melhor em aprendizado, relações humanas, visão de mundo... Enfim, sem isso o Monstro não existiria. Chegou um momento que eu tive que repensar a vida e decidir se eu seria bombeiro para o resto da vida ou se ainda queria desenhar e contar histórias. Foi uma decisão muito difícil, mas não havia como conciliar os dois.

WC² - Algum tempo atrás você se tornou membro do Café com HQ, essa experiência tem rendido ótimos programas (apesar dos atrasos nas edições), isso tem trazido algum tipo de influencia para você? FC - Na verdade, desde que conheci a galera do Café, trocamos ideias e isso me influenciou muito. Participava com uma certa frequência dos programas e foi só uma coisa de oficializar, acho. Mas fiquei muito feliz de poder contar com o título oficial.

11


12


WC² - Como tem sido o apoio dos fãs durante o período de criação e desenvolvimento da GN Monstro? Eles tem se mostrado mais compreensivos ou ainda cobram muito as HQ’s de sexta, visto que produzindo um trabalho maior, nem sempre dá pra se produzir algo daquela escala? FC - Foi super de boa. Dei uma afastada da internet. Tinha horários pra entrar na net e dar um alô. Mas sempre mantinha o pessoal atualizado sobre o andamento, só não contava os problemas pra não desesperar ninguém. Nunca fui muito cobrado pelas tirinhas, na maioria das vezes é ‘tô com saudade do personagem tal, mas consegui manter as atualizações diárias e, em momento de loucura, fazer algumas HQs bem complexos (risos)

WC² - Por ultimo gostaria de fazer uma propaganda ou convidar o pessoal para quem não conhece ir visitar seu site (o que acho difícil existir no caso do publico dessa revista), ou mesmo para ir ao FIQ comprar sua HQ? FC - Bom, o Mentirinhas continua lá, firme e forte com posts diários (menos no domingo porque a Sra. Coala não deixa) e a Graphic Novel do Monstro está à venda no site, juntamente com o Monstrinho de pelúcia. Obrigado


RAFAEL MENICUCCI

14


ARTISTA ANテ年IMO

15


STX

16


17


Capa do livro “O Mágico de Oz”

Profile for Wilberto Charmoso

Wc 16  

Edição 16 da revista online WC² com tema Grandes Obras da Literatura.

Wc 16  

Edição 16 da revista online WC² com tema Grandes Obras da Literatura.