Page 1

FUNÇÔES CORTICAIS SUPERIORES A escrita é apenas uma das expressões cognitivas mais complexas do ser humano.

Blá, blá, blá?

Pensar, Raciocinar, memorizar, compor, falar, entender a linguagem ou a musica, escrever, ler, cantar, tocar instrumentos musicais, etc


A Resolução CFP Nº 002/2004, que regulamenta a Neuropsicologia como especialidade em Psicologia, foi publicada no Diário Oficial da União - DOU do dia 05 de março de 2004. Isso quer dizer que o Título de Especialista em Neuropsicologia agora poderá ser concedido ao psicólogo que comprovar prática profissional, for aprovado em concurso público de provas e títulos ou concluir curso de especialização credenciado pelo CFP.


• 7000 anos atrás, pessoas faziam orifícios no crânio dos outros na tentativa de curar (processo chamado de trepanação), com idéias de “permitir uma porta aos maus espíritos”. • Médicos do Egito antigo – acreditavam que o coração era a sede do espírito e das memórias e não o encéfalo compreende o cérebro, cerebelo e tronco encefálico, também chamado hoje de Sistema Nervoso Central (SNC).


• Hipócrates (469-379 a.C) – considerado o pai da medicina ocidental, acreditava que o encéfalo não estava apenas envolvido com sensações mas também era a sede da inteligencia. • Aristóteles (384-322 a.C) – possuia a crença de que o coração era depositário das funções intelectuais. • Império Romano – Galeno (130-200 d.C) – concordava com a idéia de Hipócrates e usava de cérebros de ovelhas para estudo e comparação. Esses cérebros haviam espaços vazios chamados de ventrículos e havia um fluido. Com isso, criou a teoria dos quatro fluidos ou humores (eram 4 espaços), sensações eram registradas e começavam os movimentos pelo movimento dos humores. Essa idéia prevaleceu por 1.500 anos.


• Nos séculos XVII e XVIII – percebeu-se a presença das substâncias branca e cinza – responsável por levar e trazer informações para a cinzenta já que era ela, a branca que tinha ligações com os nervos do corpo. • Percebeu-se então a presença de sulcos, o que poderia iniciar a localização cerebral.


• Final do sec. XVIII percebeu-se que: • Dano no encéfalo pode causar desorganização das sensações, movimentos, pensamentos, podendo levar a morte; • O encéfalo comunica-se com o corpo através dos nervos; • O encéfalo tem partes distintas identificáveis e que provavelmente executam diferentes funções; • O encéfalo opera como uma maquina e segue as leis da natureza.


Alvorecer da Neuropsicofisiologia Cérebro: órgão da atividade mental Processos mentais complexos Funções corticais superiores Atividades Cognitivas Faculdades mentais Idade Media As faculdades mentais estariam localizados nos três ventrículos cerebrais e não no tecido nervoso.


Teoria localizacionista sobre as funções mentais no cérebro

Franz J. GALL: médico alemão, foi o primeiro “localizacionista” de funções cerebrais. Sugeriu um mapa frenológico que indicariam a localização de diferentes faculdades no cérebro. Achava que a conformação do crânio tinha correlação como desempenho de determinadas faculdades.


PAUL BROCA (1891): médico e anatomista francês, foi o primeiro a descrever uma correlação positiva entre sintomas e lesão cerebral. Mostrou que a afasia motora está associada à lesão do terço posterior do giro frontal esquerdo inferior e sugeriu que essa área é o “centro para as imagens motoras das palavras” e que a sua lesão causa, invariavelmente, esse tipo de afasia.

KARL WERNICKE (1873): psiquiatra alemão, mostrou que a lesão no terço posterior do giro temporal superior esquerdo causava um tipo de afasia porem do tipo sensorial. O paciente não compreendia as palavras faladas.

KLEINST (1934): descriçao de uma serie de sintomas causados por ferimentos a bala em diferentes regioes cerebrais.


HUGHLINGS JACKSON: se opôs a tendência localizacionista estrita defendendo a idéia de que a organização dos processos mentais complexos depende de vários níveis de processamento. Seus seguidores propuseram que a idéia de que não depende de uma única área estrita mas do conjunto da atividade cerebral.

Alekxandr R LURIA: formalizou a idéia de sistemas funcionais do cérebro. Haveria três sistemas funcionais básicos que trabalham juntas: Unidade para regular o tono ou a vigília Unidade para obter, processar e armazenar informações Unidade programar, regular e verificar a atividade mental Organização cortical e hierárquica: Áreas Primárias (projeção): recebem impulsos da periferia ou os enviam para ela; Áreas secundárias (de projeção-associação) cujas informações são processadas ou programadas; Áreas terciárias (ou de sobreposição) realizam as funções integrativas.


• Esta nova ciencia de correlacionar o tamanho da cabeça a traços de personalidade foi chamada de FRENOLOGIA

“A consciência não é uma propriedade geral de todas as regiões do cérebro” Carlson, 2002


Imagens funcionais do cĂŠrebro (PETscan)


Cérebro Primitivo Córtex liso

Cérebro Complexo Sulcos e giros

Aumento das áreas associativas corticais


ORGANIZAÇÃO GERAL DO CÓRTEX


CORTEX CEREBRAL CLASSIFICAÇÃO ANATÔMICA Sulcos, giros e lobos CLASSIFICAÇÃO FILOGENÉTICA Arquicórtex (hipocampo) Paleocórtex (uncus e parte do giro-parahipocampal) Neocortex (todo o resto) CLASSIFICAÇÃO ESTRUTURAL (citoarquitetura) Isocortex (seis camadas) = neocortex Alocortex (nunca tem seis camadas) = paleo e arquicórtex CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL Áreas de projeção (primarias) Sensitiva Motora Áreas de associação Secundarias (unimodais) sensitivas e motoras Terciárias (polimodais) Principais funções do córtex

Projeção sensorial e Cognição Planejamento e iniciação de movimentos voluntários Processos mentais complexos (pensamento, raciocínio) Compreensão e expressão da linguagem Memória e Aprendizagem Experiências emocionais e motivacionais


LOBO PARIETAL OPERAÇÕES DE CÁLCULO (ESPACIAL – SIMBÓLICO)

LOBO FRONTAL ANÁLISE DOS DADOS LOBO HIPÓTESES TEMPORAL PLANO DE RESOLUÇÃO MEMORIZAÇÃO

LOBO OCCIPITAL

ANÁLISE FONOLÓGICA COMPREENSÃO

SUPONHAMOS QUE VOCÊ FEZ UMA COMPRA E NA HORA DE PAGAR, VOCÊ DEU UMA NOTA DE 100 REAIS E O COMERCIANTE LHE VOLTOU 15 REAIS DE TROCO. QUANTO GASTOU NA COMPRA?


Como ocorre o conhecimento sobre as coisas? A neuroanatomia das atividades mentais superiores: Gnosia e Praxia


GNOSIA: capacidade de percepção e identificação das informações que chegam as áreas sensoriais associativas Agnosias visual, auditiva, etc PRAXIA: capacidade de executar os movimentos planejados voluntários. Apraxias Afasia


As informações visuais corticais primárias são transmitidas as outras regiões corticais.

Onde?

O quê?


Percepção dos objetos Via Ventral: reconhece o que são os objetos

V1: Via visual primaria; V2: Via visual secundaria, etc

Acromatopsia (visão sem cor): lesão restrita no lobo occipital medial: perda da percepção às cores sem perder qualquer acuidade (Um antropólogo em Marte). Não conseguem mais nem imaginar ou se lembrar da cores.


AGNOSIA VISUAL Agnosia visual aperceptiva: acuidade visual normal mas incapaz de reconhecer corretamente as formas dos objetos.

Região anterior do Lobo temporal

Agnosia visual associativa: acuidade visual normal (copiam objetos) mas incapaz de desenhar um objeto quando solicitado. É como se não conseguissem mentalizar o objeto ainda que saiba para que serve. Prosopagnosia Forma de agnosia visual em que o paciente sabe que está vendo uma face mas não sabem dizer de quem.

Córtex infero-temporal

Região posterior do lobo temporal


Percepção Espacial Via Dorsal: identifica onde e como os objetos se encontram

Através da área V5 as informações chegam ao córtex parietal associado com a percepção espacial. Sitio que elabora imagens mentais dos objetos tridimensionais, mediante instruções verbais. Sindrome de Balint: Ataxia ótica (não consegue alcançar o objeto ), apraxia ocular (não consegue esquadrinhar visualmente o ambiente) e simultanagonosia (só vê um objeto de cada vez)


ASSIMETRIA FUNCIONAL DO CÓRTEX Lateralidade


Oh! Como é lindo! Engenhoso!!! É o mais puro estado de arte da natureza...

Trata-se da vista superior de um cérebro humano. Lá está os hemisférios direito e esquerdo.

Individuo destro

Hemisfério Direito

Hemisfério esquerdo


Os dois hemisférios cerebrais são funcionalmente assimétricos

ESQUERDO: “ 2+2 = 4 " DIREITO : “2+2 = Dois patos na lagoa "

ESQUERDO: responsável pelo pensamento lógico "A chuva é a água evaporada dos mares e rios que se condensa nas nuvens e cai na terra.“ DIREITO: responsável pela criatividade. “Ah, ah, as nuvens estão espirrando!"


Cérebro esquerdo: lê as palavras Cérebro direito: vê as cores


Assimetria das funções corticais A assimetria relaciona-se apenas as áreas corticais associativas. Pacientes epilépticos graves que sofreram a separação cirúrgicas do corpo caloso revelam a existência de assimetria funcional.

O corpo caloso é a principal comissura que realiza as integrações inter-hemisfericas.

Há também assimetrias anatômicas


Linguagem


Deixa comigo!

Três dias antes .... Diogo recebeu uma mensagem falada da Gabi:

relacionada com expressão da fala

(O Diogo é destro)

Diogo, a picanha é por sua conta! Não se esqueça, hein!

Ondas mecânicas

Cóclea

Núcleos cocleares

...

Córtex auditivo

relacionada com a compreensão da fala


Na véspera do churrasco Diogo recebeu uma mensagem escrita

Caraca... Que chata!

Diogo, não se esqueça de trazer a picanha amanhã! Ass. Gabi

Retina

Nevo óptico (II)

NGL (tálamo)

Córtex Visual

Relacionado coma a compreensão da leitura


Áreas de Wernicke e de Broca

Área de Wernicke

Área de Broca

Interpretação da linguagem falada, escrita e tateada Função interpretativa Geral

A área de Broca situa-se anteriormente a área motora primária que controla a face, lábios e a língua. É responsável pela EXPRESSÃO da linguagem falada. Aqui as palavras a serem pronunciadas serão formadas

Área associativa auditiva. Compreensão da linguagem falada.

Giro angular: transforma as palavras ouvidas, lidas e tateadas em um único código de linguagem.

Intima associação com a área de Wernicke


Linguagem humana O nosso ouvido está afinado com a freqüência da fala humana. Nenhuma espécie se iguala aos seres humanos quanto a capacidade de modular a intensidade e a freqüência de sons e produzir tantos padrões de linguagens faladas. São mais de 10.000 línguas e dialetos!! Além de falar o ser humano prima pela produção musical. A compreensão da linguagem falada depende de um mecanismo de audição e de percepção igualmente complexos. Para aprender a falar é necessário repetir o som, compreender o seu significado e em seguida, ser utilizado na construção da sua própria comunicação.

A articulação das palavras envolve o planejamento da seqüência de movimentos necessários a emissão da voz e envolve o recrutamento de núcleos motores que comandam a musculatura facial, a língua, as cordas vocais na laringe, a faringe e os músculos respiratórios. Cordas vocais: fibras elásticas que se distendem ou se relaxam pela ação dos músculos da laringe que se contraem voluntariamente.


Ouvindo palavras conhecidas: atividades bilateral em torno do sulco lateral

Ouvindo palavras sem sentido

Córtex parietal inferior, giros angular e supramarginal, córtex frontal inferior lateral inferior, córtex temporal superior e região da face de M1.

Imagens de ressonância magnética funcional


Onde está a outra metade? Anton Raederscheidt pintor alemão que sofreu um AVC o causou uma lesão no lobo parietal direito, cujo sintoma foram revelados em suas obras. Veja a evolução de seus auto-retratos após a lesão. O paciente ignora a existência da metade oposta do seu próprio corpo e simplesmente deixa de lavá-la, vesti-la. Ao vê-lo ou tocá-lo insiste em dizer que “não lhe pertence”. Ignora também a existência do mundo a sua esquerda.


Cérebros divididos (Split Brain): secção completa do corpo caloso

O paciente enxerga o garfo e descreve-o corretamente.

O paciente vê o garfo, reconhece-o, aponta-o corretamente (mão esquerda) mas não consegue dizer o que é. CONCLUSAO IMPORTANTE: o controle da linguagem falada situa-se no hemisfério esquerdo


A via olfatoria projeta-se homolateralmente ao respectivo córtex olfatório. O paciente detecta e percebe a informação sobre o aroma da flor que está sendo cheirada com a narina direita e será capaz de encontrar com a mão esquerda o objeto correspondente. Será capaz de fazer o mesmo com a mão direita??


Teste de Wada Método para determinar o lado dominante do cérebro Antes da anestesia, o paciente conta números falando e com os dedos dedos da mão direita Se o anestésico fizer o paciente parar de contar com os dedos e através da fala, significa que esse é o lado dominante do cérebro.


O Esquerdo controla os movimentos do lado direito do corpo e o Direito, o lado esquerdo. Ambos os hemisfĂŠrios estĂŁo interligados por conexĂľes inter-hemisfericas e operam de maneira coordenada] a) Corpo caloso (900milhoes de fibras) b) Comissuras anterior c) Comissura do hipocampo ham coordenadamente


FUNCOES ESPECIFICAS

FUNCOES GLOBAIS HEMISFERIO ESQUERDO

HEMISFERIO DIREITO

Analise do campo visual D

Analise do campo visual E

Fala, Escrita

Prosódia

Identificação de pessoas

Reconhecimento da Categoria pessoas

Identificação de objetos e animais

Reconhecimento da categoria objetos

Compreensão da linguagem

Compreensão musical

Leitura

Compreensão prosódica

Relações Espaciais quantitativas

Relações Espaciais qualitativas

neuro  

aula interessante

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you