Issuu on Google+

+ HI-LOWMANTIC HOT PARADISE FETICHISMO VISUAL HOMESTYLE ESMOLA FOTOGRÁFICA

MODA NA MÚSICA E VICE-VERSA

NOSTALGIA FASHION UM BARQUINHO A DESLIZAR NO MACIO AZUL DO MAR

MAG #04

deusa DO AR, DO FOGO, DA ÁGUA E DA TERRA


Blumenau-SC

www.ralamoca.com.br


criação • fotografia • edição

w w w.estudioblaze.com.br


EDITORES

COLABORADORES WAZAP MAG #04

EDU BELTRAMINI FABI CENCI

TEXTO

DIRETOR DE FOTOGRAFIA EDU BELTRAMINI edu@wazapmag.com DIRETORA DE CRIAÇÃO FABI CENCI fabi@wazapmag.com EXECUTIVA DE CONTAS ALINE BONI aline@wazapmag.com MARKETING

ANDREAS PETER ANDRESSA ALVES ANTÔNIO MARASKI CÁSSIA GUERRA CLEITON PROFETA HENRIQUE UHLMANN JULIANA LEVANDOSKI MONICA POSSEL NATÁLIA VICENTINI PAULO MENDES RENATA CECHINEL SAMANTHA BERNARDO SUH RIEDIGER TAÍS MENDES LUCENA YASMIN CHIDEN

EVANDRO ALVES evandro@wazapmag.com REDAÇÃO MARIANA SPADACCI

TRATAMENTO DE IMAGEM

GUILHERME CARLOS SCHÄFFER (BLAZÉ) TEFA BARBIERI ILUSTRAÇÃO CAMILA SCHMITT FERNANDA WACHHOLZ RAEL BRIAN

STYLING

CAPA foto EDU BELTRAMINI styling GUILHERME ALBINNO E RENATA LOPES beleza ALAN PIRES modelo ANA NAZARO

DISTRIBUIÇÃO BALNEÁRIO CAMBORIÚ BLUMENAU BRUSQUE GASPAR FLORIANÓPOLIS ITAJAÍ ITAPEMA JARAGUÁ DO SUL JOINVILLE

+ Todos os direitos reservados. Fica expressamente proibida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia do conteúdo editorial. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade dos autores e não refletem a opinião da revista. + EMAIL contato@wazapmag.com + WEBSITE www.wazapmag.com + FACEBOOK www.facebook.com/wazapmag + TWITTER www.twitter.com/wazapmag + ENDEREÇO Daniel Pfaffendorf, 85, sl 07, Blumenau, SC

FELIPE BROCKVELD FERNANDA ISENSEE NASARIO GUILHERME ALBINNO RENATA LOPES THAIS BAADER

BELEZA JESSICA CIQUELA ALAN PIRES

MODELO ANA NAZARO JESSICA BENDER JÔNATAS CASTRO


EDITORIAL DE UM LADO A INCÓGNITA, DO OUTRO A CERTEZA. DE UM LADO A CIÊNCIA, DO OUTRO A RELIGIÃO. CHEGAMOS À ESTAÇÃO DO CÉU AZUL, DO CORPO MORENO, DO SORRISO DESCANSADO E DA ESPERANÇA POR UM NOVO ANO DE PAZ. O VERÃO NOS PERMITE PASSAR DOS LIMITES E VIVER MOMENTOS ATÍPICOS. A ROUPA É FRESCA, E A BRISA TAMBÉM. A MODA PERMITE SER, SENTIR E AGIR COM A LEVEZA DOS MATERIAIS QUE ENFATIZAM O NOSSO ESTILO. PROPOMOS ALGO DIFERENTE NESTA EDIÇÃO: A LIBERDADE DE EXPRESSÃO DIANTE DESTE QUE PROMETE SER O ÚLTIMO VERÃO DE TODOS OS TEMPOS. TROUXEMOS À TONA A MÍSTICA BELEZA DA MULHER BRASILEIRA, REPRESENTADA POR DUAS MODELOS QUE, AO MESMO TEMPO EM QUE APRESENTAM CARACTERÍSTICAS FÍSICAS TOTALMENTE DISTINTAS, EQUIVALEM-SE NO JEITINHO BRASILEIRO DE SER. EM ALGUMAS DAS PÁGINAS QUE SUCEDEM ESTA CARTA, ENCONTRA-SE, TAMBÉM, UM PROTÓTIPO MASCULINO ALMEJADO POR TANTAS MULHERES: “MORENO ALTO, BONITO E SENSUAL”. E JÁ QUE ESTAMOS NA EDIÇÃO DE VERÃO, APROVEITAMOS PARA DESEJAR A TODOS UM ÓTIMO ANO NOVO, CHEIO DE REALIZAÇÕES. E APROVEITAMOS PARA AGRADECER ÀQUELES QUE ESTIVERAM CONOSCO NESTE ANO, QUE, APESAR DE SER O NOSSO PRIMEIRO, FOI MUITO INTENSO. BOAS FESTAS E ATÉ BREVE! EDU BELTRAMINI E FABI CENCI

REPLY TWITTER @cerbrindes: Com minha @wazapmag na mão! Parabéns! A festa foi ótima e a revista é um sucesso! ;)

@GregoryMartins: Essa semana peguei a minha @wazapmag Um conteúdo lindo e um trabalho ótimo de toda equipe!

@thiagoguenther: A @wazapmag está de parabéns. Dá primeira a última página a revista está demaais.EXCELENTE trabalho pessoal! TO ORGULHOSO

@julianodorow: @wazapmag bonitona a nova edição! :) Parabéns, gente.

BLOG Enara Tomio Td que é mto bom da água na boca né? Então é isso…a 03 esta deliciosaaa!!!! Bjkasss!

@henriqueuhlmann: Um monte de dica boa de música na @wazapmag 03. O que eu não tenho já vou por pra baixar!

EMAIL Fernanda Mikoseit Adoro de paixão meus parabéns.

@giuliazi: @wazapmag cada vez melhoooooor (:

@williantavares_: @wazapmag Mandaram bem demais na nova cara do site / yeah


COLABORADORES RENATA CECHINEL

CÁSSIA GUERRA

ANTÔNIO MARASKI

ANDRESSA ALVES

Renata é produtora de moda, pupila

Sob os dizeres de seus pais “vive

Consultor de moda e imagem, atua

Profissional de Educação Física

de Atena, eterna historiadora. Tem 22

criando moda”, idealizou e colocou

em Florianópolis na própria loja que

encantada com as várias facetas

anos mas já sonha com lindos cabelos

no ar o portal WeFashionYou.com

leva seu nome e é especializada no

humanas, por isso, sempre atuou com

brancos, harpa ao pé da cama, chaves de

e, paralelo a isso, é redatora da

“evening wear”. Sempre curtiu moda e

pessoas de distintas faixas etárias e

ouro e simbologias no corpo. Na Wazap,

empresa Fresta, com publicações para

seus diversificados segmentos.

nas mais diversas possibilidades de sua

Renata não discorre sobre tendências de

Imaginarium, Lez a Lez, RVB Malhas.

moda e comportamento, ela cria rede de

Inclina-se drasticamente à coolhunter,

lembranças e atemporalidade.

stylist, poeta & empresária. E, no fim,

Seu blog: www.prefirochampagne.com

tudo se encaixa.

JULIANA LEVANDOSKI

CAMILA SCHMITT

HENRIQUE UHLMANN

MONICA POSSEL

Consultora e produtora de moda, Ju

Formanda em Foreign Trade alucinada

Estudante de design, Henrique trabalha

É pós-graduanda em Design de

é parceira da Wazap desde a edição

pelo surrealismo, inventa desenhos do

com desenho de mobiliário sob

Interação e bacharel em Design Gráfico.

#2, onde foi responsável pelo editorial

universo dos sonhos, com seres oníricos

medida dando vida a ambientes sem

Criadora do projeto MODAnaMÚSICA e

“Fetishism”. Super fashionista, fala sobre

e lúdicos. Te convida a se perder nessa

personalidade. Hiperativo e viciado

blog homônimo, que hoje é parceiro

seus gostos e sua paixão por moda no

dimensão.

em café, passou a infância brincando

da MTV e Swatch na plataforma

blog “A LIST” (julevandoski.blogspot.com)

e criando com Lego para, mais tarde,

MTVPlayground.

e nesta edição ela fala sobre “TREND”.

descobrir que tudo a sua volta -

www.modanamusica.com

profissão.

arquitetura, fotografia e moda - pode ser objeto de criação.

PAULO MENDES

ANDREAS PETER

JESSICA CIQUELA

RAEL BRIAN

Estudante de Publicidade e Propaganda,

Filho de um Eslovaco, mas prefere o samba.

Extremamente louca por tudo que

Trazendo heranças do punk rock e do

designer gráfico e editor do blog

Filho de uma carioca, mas prefere a neve.

se refere a maquiagem, aprendeu a

skateboard, RaelBrian utiliza a colagem

FashionBoyz.com. Entusiasta das redes

Das recordações de infância, playmobil e

amar e a executar esta arte. Executa

como suporte, utilizando de uma

sociais e ávido por novos projetos e

monareta. Skate na veia, arte no coração,

com muito amor e dedicação todos os

forma suja os mais diversos materiais

desafios - não gosta de ficar parado e ver

amigos pelo mundo e com algumas

trabalhos, esperando sempre aprender

encontrados na rua e em velhos sebos.

o mundo parado -, palavras: coletividade e

histórias para contar. Decora seu espaço

muito mais da arte de embelezar as

Com foco no retrato suas obras são uma

empreendedorismo. É um dos responsáveis

com móveis pés palito, cartazes de cinema

pessoas!

desconstrução/construção de rostos na

pelo projeto Coletivo Prisma.

e fotos de lugares por onde caminhou.

qual transparecem uma visão critica e

Publicitário de formação, documentarista

sarcástica sobre a sociedade.­­

por opção e contestador por natureza.


NATÁLIA VICENTINI Completamente apaixonada por livros e questionadora compulsiva. Se o mundo não apresenta soluções, ela busca - com

SAMANTHA BERNARDO

GUILHERME CARLOS SCHÄFFER

Professora e estudante de Letras que

Passou a infância brincando com a antiga

não cria caso ao se deparar com erros

câmera fotográfica de seu bisavô, mas nunca

ortográficos. Bem humorada e com

imaginou que isso um dia seria seu trabalho

poucas ambições, ultimamente tem

e sua paixão. Formado em Publicidade e

encontrado a felicidade em pão de mel

Propaganda, iniciou sua carreria como editor

e em conversas despretensiosas. Sempre leu muito e escreveu pouco, e agora já se sente a vontade para dividir suas verdades particulares.

SUH RIEDIGER Trabalha com moda há 10 anos, formada no ramo pela Universidade enquadra o time do Programa Evidência

satisfeita em se tornar uma Jornalista

com seu quadro sobre o tema, é

na metade de 2012, pratica no curso de

blogueira do Diário do Salto Alto,

Direito o lado racional do ser humano pra

fashionista, consultora de imagem e

acalmar suas indagações passionais.

ainda modelo nas horas vagas!

TEFA BARBIERI

É estudante de jornalismo da PUCRS

Designer formada, editora de imagens, apaixonada pelo universo da fotografia, design e arte. Quer conhecer o mundo

do Grupo Bandeirantes de Comunicação,

e suas facetas, apenas com uma

em Porto Alegre. Amante de artes

mochila nas costas.

plásticas e skate, tenta sempre vincular

designer de moda acredita que moda é

Há um ano é sócio do Estúdio Blazé.

YASMIN CHIDEN e produtora do telejornal Band Cidade,

Autêntica e com personalidade forte, a

certificado em Design Specialist pela Adobe.

Regional de Blumenau, hoje ela

um sorriso no rosto - as próprias. Não

FERNANDA WACHHOLZ

fotográfico a cerca de 5 anos e atualmente é

as duas referencias nas suas atividades, explorando ao máximo a maneira de

FELIPE BROCKVELD E FERNANDA ISENSEE NASARIO

transmitir o que lhe é vivido.

O designer e a hairstylist, Felipe

www.tefabarbieri.tumblr.com

Brockveld e Fernanda Isensee Nasario,

uma maneira subjetiva de se expressar.

respectivamente, vividos em terra

Admiradora de cinema, música, literatura

blumenauense, integram-se num duo

e arte em geral. Adora estar nas baladas,

de produção e styling e reverberam suas

observar comportamentos, viajar para

dores e amores na moda. Aspirantes a

lugares que a inspire e que possa conhecer

paquitas, vivem na turbulência do mundo

pessoas. Formada em estilismo pelo Senai,

da arte, moda e música.

está concluindo o curso de moda da FURB.

TAÍS MENDES LUCENA Publicitária, redatora da agência Escala,

ALAN PIRES

Metra de Blumenau.

É Fashion beauty artist. Assina campanhas para Colcci, Coca-Cola, Havan e outras. Trabalha tambem em eventos de moda por todo Brasil como o SPFW. Adora liberdade para criar e é

GUILHERME ALBINNO E RENATA LOPES Foram os responsáveis pelo styling do editorial de capa desta edição. Um cenário paradisíaco, com uma equipe tão profissional, não poderia ter tido outro resultado. Renata e Guilherme são sucintos ao afirmarem que as suas maiores inspirações encontram-se na música, na arte, na história e principalmente, no mundo da moda.

apaixonado por beleza.

THAIS BAADER Apaixonada por moda, segue as tendências a risca. Adora pesquisa e criação. Em seu blog htolook.blogspot. com posta novidades relacionadas a moda. participante do SCMC(Santa

CLEITON PROFETA

Catarina Moda Contemporânea) diz

É diretor e compositor do Circus

que foi uma experiência maravilhosa

Musicalis. Compôs várias trilhas para

para sua carreira.Atualmente estuda e

dança, teatro e cinema. Possui uma loja

trabalha com moda.

de instrumentos musicais e passa o dia envolvido com o que mais ama: música.


24 36

ÍNDICE 12 CONCEPT 13 BEAUTY 14 MODA NA MÚSICA E VICE-VERSA 16 MODA PARA AS CLASSES ABCDÁRIO 18 UM BARQUINHO A DESLIZAR NO MACIO AZUL DO MAR 21 ILUSTRAÇÃO | CAMILA SCHMITT 22 FAZENDO MODA 24 EDITORIAL | HI~LOWMANTIC 32 JANELA INDISCRETA DA MODA: EXIBICIONISMOS & VOYEURISMOS FASHION 34 ILUSTRAÇÃO | FERNANDA WACHHOLZ 36 EDITORIAL | DEUSA 48 MIX AND MATCH, BABY 49 TREND 50 FAST AND FURIOUS AND FASHION 52 EDITORIAL | HOT PARADISE 62 ESMOLA FOTOGRÁFICA 63 RELEITURAS QUE IMORTALIZAM 64 FETICHISMO VISUAL 66 HOMESTYLE

52 68 WE LIKE! 70 CACHÊ MAIOR PARA O PÚBLICO 72 MAIS DO MESMO 73 ILUSTRAÇÃO | RAEL BRIAN 74 UM DIA O MUNDO ACABA 75 ILUSTRAÇÃO | RAEL BRIAN 76 LER E NÃO TER A VERGONHA DE SER FELIZ 78 PROJETO VERÃO PRA VIDA TODA 79 APOCALIPSE NOSSO DE CADA DIA 80 BONS DRINKS 82 MAKING OF


wazapmag .com WAZAP Mag

@wazapmag

As fotos de Rick Genest, clicadas por Zee  Nunes e com styling de Daniel  Ueda, para a revista Mag!, fizeram o maior sucesso em nosso site.

EVOLUÇÃO CONSTANTE: atualizamos o layout do blog da WAZAP Mag para que a leitura fique cada vez mais dinâmica e de qualidade. Essa é a primeira de muitas mudanças que estamos planejando para o próximo ano.

O Site Acesso Social juntamente com o fotógrafo Márcio Napoli e o maquiador Pietro Fernandes promovem a segunda edição do Concurso de Beleza CATHARINA MODEL. Após o sucesso na primeira edição e a revelação da modelo Joice Tambosi, vencedora do concurso, buscamos mais uma vez a modelo ideal para viajar a Argentina com toda nossa equipe para fotografar um ensaio de alta qualidade. A ganhadora do concurso também será fotografada por nós da WAZAP em um editorial exclusivo. As inscrições iniciam dia 20 de dezembro a 20 de janeiro pelo site www.acessosocial. com.br. Participe!

Mostramos o trabalho de Clovis Truppel - um ativista da arte, ou artvista - como ele mesmo se chama. Sua linguagem é figurativa e algumas de suas obras são chamadas de geografia fracto-facial, imagens desconstruídas, que em sua essência ainda contém na imagética os traços que identificam sua origem, ou seja, o rosto da pessoa retratada. Vale a pena conferir na íntegra o seu trabalho.

ASSISTA AOS VÍDEOS DOS EDITORIAIS DA WAZAP MAG #04. Acesso o Qr-code ao lado e surpreenda-se com o que preparamos pra você.


CONCEPT MODA

Fotos divulgação

Personalidade e atitude são características da mulher Dudalina, que buscou inspiração em Saint-Tropez para este verão.

Sob o olhar da estilista Carolina Schramm, a Wezen, marca blumenauense de moda feminina, levou a modelo Jéssica Alana para o litoral catarinense e capturou cenas lindas, como esta. Tico Sahyoun, diretor criativo da Mandi & Co, levou os modelos Fabiana Semprebom, Amanda Brandão, Martin Mica e Mihaley para um cenário perfeito: Trancoso, na Bahia. A grife explorou com maestria os rios, mangues, falésias e tribos indígenas do local.

O verão de Jorge Bischoff, grife de sapatos, bolsas e acessórios que traz em sua essência a influência natural, o romance dos anos 40 e a ousadia dos anos 70.

A coleção de verão da Damyller, inspirada nos anos 70 e fotografada em Bodie, na Califórnia, traz muitos vestidos e saias longas, além de pantalonas que surgem com o jeans clarinho, na versão Ligth Denim e oferece caimento perfeito para estas peças.

Larissa Schmidt, fotografada por Edu Beltramini no centro histórico de Laguna, estampou a campanha Resort 2012 da blumenauense Nakisska, que veste mulheres elegantes no Brasil inteiro. 12 | WAZAP


MODA

BEAUTY PREPARE-SE PARA A ESTAÇÃO EM QUE AS PESSOAS MAIS NOS OBSERVAM. APOSTE NAS CORES, APAREÇA!

Pó Translucent Pressed Power, da linha de maquiagem Shiseido

Linha de esmaltes Dior Vernis, com uma incrível riqueza de tons

Nova linha de batons da Yves Saint Laurent: Volipté Sheer Candy

Kit de mini pincéis Les Minis de Chanel, são 6 pincéis para rosto, olhos e lábios, dentro de uma bolsinha exclusiva. Linha Nativa SPA do Boticário reformulada. Novos Desodorantes de Colônia com composições exclusivas. 13 | WAZAP


MODA

MODA NA MÚSICA E VICE-VERSA POR MONICA POSSEL

14 | WAZAP


MODA

O que é moda na música? Durante algum tempo, com pesquisas, conversas e amizades, procurei descobrir como a moda estava inserida na música, e vice-versa. Olhando meus amigos, pessoas diferentes nas ruas, movimentos, cenas e shows descobri que um não vive sem o outro. Foi aí, então, que conheci alguns termos, os quais fizeram grande diferença para minhas pesquisas, estudos e paixões. Tribos urbanas, um termo cunhado pelo sociólogo francês Michel Maffesoli em 1988, o qual diz respeito aos grupos originados nas grandes metrópoles, tais como: punks, góticos, headbangers, rappers, hippies entre muitos outros. A partir daí, conhecendo seus significados, pude perceber o quanto a moda é importante neste meio. A moda ou a vestimenta reflete aquilo que você é, e na maioria dos casos acontece inconscientemente. Ou seja, a moda é um meio para uma mensagem, que esta pode ser verdadeira ou não. Você já se pegou olhando alguém que estava com um modelito extremamente extravagante na rua e pensou: “essa aí só pode ser uma...”? Ou passou por perto de uma pessoa de chinelos, roupas rasgadas e cabelo desajeitado e pensou: “esse com certeza é um...”? Você não precisa se sentir mal por, em algum momento, ter pensado assim, o importante é ressaltar que a moda nos remete a uma informação. Mas como disse, essa informação pode não ser verdadeira. Maffesoli explica que as pessoas se vestem para demonstrar aquilo que são ou não, e até o que pretendem ser. Dessa forma, querendo conquistar algum tipo de espaço, um grupo ou um meio. Por isso a moda está totalmente ligada às tribos urbanas. Para se caracterizarem como diferentes da sociedade e do meio que vivem, usam e abusam da vestimenta e criam novos personagens, estes que são seguidos pelos seus admiradores, assim formando um novo grupo. Um exemplo é Harajuku, uma rua famosa de Tóquio, no Japão, conhecida por reunir várias tribos urbanas, como Gothic Lolita, Visual Kei, entre outras. Outra tribo que é fortemente caracterizada pela sua vestimenta é a dos góticos. Vestidos e sobretudos pretos, coturnos, crucifixos, entre outros símbolos, são acessórios básicos dessa tribo urbana.

A moda das passarelas, tendências e afins pode ser encontrada nas tribos urbanas, fortes inspirações para as coleções. No último Fashion Rio Verão 2012, pudemos constatar a grife Auslander, do estilista e diretor criativo Ricardo Bräutigam, surgir com uma coleção totalmente inspirada na tribo da Geração Y (Digital Youth, Millennials ou Globalists), esta que ouso chamar de tribo, pois traz pra si informações de diversas outras tribos. Outro ponto interessante do desfile foi a trilha sonora, que trouxe elementos das mais variadas tribos musicais, com um set list que continha R.E.M, Franz Ferdinard, Roxette, Dio, Beatles e Guns N’Roses, resumindo, assim, o conceito da tribo Geração Y. E na música? Como os artistas musicais e bandas se inspiram para compor seus figurinos? Nestes últimos meses pude acompanhar de perto - devido a uma parceria entre o blog MODAnaMÚSICA e o MTVPlayground - uma plataforma crossmedia que a Swatch e a MTV britânica criaram para proporcionar a interação entre moda e música. Conversando com estilistas de várias celebridades musicais, como Lady Gaga, Katy Perry, entre outros, percebi que mesmo as tops buscam nos movimentos e nas cenas undergound estilo para seus figurinos. Alex Noble é o estilista que criou a jaqueta de couro usada por Gaga no seu último clipe, Judas. Ele não é nada convencional, até porque para criar uma peça para Gaga deveria, ao menos, ter um pezinho na loucura (e isso não é uma crítica!). Ele era um artista novato quando Gaga o chamou para criar para ela, foi assim que Noble conseguiu seu espaço no mundo da moda londrino, indo desfilar na maior semana de moda, a London Fashion Week. Assim como outros estilistas, suas referências para compor estilos de bandas e artistas são as ruas, onde as tribos estão criando e inovando. Dá para perceber também que hoje não existe mais uma top model com característica forte para se tornar ícone de inspiração para as pessoas, mas sim, podemos afirmar que a

Fotos divulgação

grande influência na moda de hoje é o meio musical, que moda e música são parceiras e estão irreversivelmente ligadas. Lembra de Amy Winehouse? Qual foi a menina que não apareceu nas ruas com aquele topete típico? 15 | WAZAP


MODA

MODA PARA AS CLASSES ABCDÁRIO Que as semanas de moda mundo afora lançam as tendências

criado junto à H&M uma coleção quando ainda nem se falava

mundiais todo mundo sabe, certo? E que para adquirir aquela

muito em parcerias do gênero (daí o título de guru). Por estes

peça-desejo, o must-have da temporada e sair dando rasante

trópicos já consumimos Oscar Metsavath (Osklen), Cris Barros,

pelas ruas, fica um pouco difícil se você não for Anna Wintour.

Pedro Lourenço, Maria Bonita Extra e até Stella McCartney por

Mas a nossa realidade e condição de consumo das principais

um preço bem mais acessível do que suas principais coleções

e melhores labels estão começando a mudar. Isso porque estão

desfiladas no calendário de moda.

se tornando cada vez mais comuns as grandes parcerias entre

Em novembro, uma parceria de peso, que também promete

maisons e redes de fast-fashion, os grandes magazines onde

ficar para a história da moda, será lançada lá fora. Novamente

costumamos “garimpar” peças a cada temporada para elaborar

pela H&M (a que mais pega pesado no quesito parcerias), a

looks hiper atuais.

aposta da vez é a Versace - coordenada pela platinada Donatella.

O boom principal destas parcerias foi quando a maison

Juntas celebram o sucesso do casamento fast-fashion+maison

francesa Lanvin não só ocupou as araras da loja de

mais aguardado por fashionistas do mundo todo, que, por uma

departamentos americana H&M, como virou notícia em 98%

pechincha, terão acessos às peças com o DNA da marca.

da blogosfera especializada em moda. Esta foi apenas uma

Quem vive em meio à moda, ou ao menos transita pelo

deixa para outras parcerias surgirem, pois, logo depois, vimos

conteúdo digital do gênero, tem observado a frequência

a marca que consagrou o zigue-zage, Missoni, se juntar à

destas parcerias. O que nos leva a pensar que as grifes, diante

Target, conhecida pelos seus low prices. Nem precisamos dizer

da crise econômica, estariam querendo se popularizar – ainda

que foi sucesso absoluto, né? Os mais de 400 itens oriundos

de forma elitizada - ou dar acesso aos consumidores que não

desta relação fashion - que variaram de nécessaires a bicicletas

têm a possibilidade de carregar suas sacolas com freqüência.

- ganharam até uma pop-up store para abrigar toda a coleção.

Estranhezas à parte e a princípio de tudo, isso se denomina

Outro momento importantíssimo, que celebrou com um

globalização da moda, ou ainda high-fashion, em um período

lado, digamos, paternal essa história de mixar o luxo com

em que a moda e seus principais meios se veem em grande

o popular, foi quando o Kaiser - guru e uma espécie de pai

evidência no mundo. Grifes que já vem atuando no mercado

da moda, Karl Lagerfeld, que está a frente da eterna Chanel -

há séculos e precisam se manter no temido mercado atual, de

resolveu desenvolver peças para a Macy´s. Esta foi sua segunda

uma maneira ou outra, se sentem ameaçadas e buscam outros

experiência com fast-fashion, pois em 2004, Karl já havia

meios de se posicionar neste segmento que inspira e exala luxo.

16 | WAZAP

Fotos divulgação

POR ANTÔNIO MARASKI


MODA

Popularizar a marca não é o intuito destas parcerias de sucesso, mas sim a repercussão que gera este tipo de união - parcial de bens - em se tratando de lucros ($). O mais legal, além de manter a essência da marca, é que os estilistas ou grifes que assumem a responsabilidade de fazer parcerias prezam pelo critério de qualidade. Tá certo que existem adaptações que reduzem boa parte do custo-benefício da elaboração das peças, mas não podemos ter o mesmo senso crítico que temos ao adquirir suas peças independentes. Tanto que a coleção H&M+Lanvin, resultou no maior índice de devoluções dos últimos tempos, graças ao acabamento atribuído às roupas. Pequenos detalhes à parte, sabemos que em uma série limitada e inusitada destas, não estamos adquirindo uma peça para a vida inteira – o que logo associamos quando usamos o termo grife -, mas sim uma peça de fashionista-colecionador, aquela que lhe permitiria apenas babar em frente á vitrine da respectiva maison se tivesse cifrões – e qualidade- a mais para montar looks incríveis usando seu estilista idolatrado. A moda foi lançada, o sucesso está garantido e, para o final deste ano, podemos aguardar nomes como André Lima, Juliana Jabour, Martha Medeiros, Huis Clos e Maria Garcia se unindo à Riachuelo, rede varejista nacional de moda acessível, para celebrarem o final do ano juntos e em grande estilo - seu closet agradece! Pode soltar a Becky Bloom que existe em você, afie o cartão de crédito, leve a quentinha pra enfrentar a fila e garanta um verão (que corre à boca pequena ser o último dos tempos – OMG!) com peças incríveis por aquele precinho camarada. Montagem completamente high-low é a proposta para um verão único e exagerado, se fôssemos levar teorias científicas e metódicas ao pé da letra. Anna Dello Russo é a figura inspiradora da temporada, até porque ela já garantiu e desfilou seu modelito Versace+H&M antes de todos nós, mortais; porém, com a ousadia que só a it-editora consegue reproduzir com garbo e elegância. The last Summer is high fashion, bebê!

17 | WAZAP


MODA

UM BARQUINHO A DESLIZAR NO MACIO AZUL DO MAR RELEMBRE CONOSCO OS MOMENTOS MAIS MARCANTES DE VERÕES PASSADOS POR RENATA CECHINEL Antes mesmo de o homem pisar na lua, em 1969, o

pensando no início das aulas - ou pelo menos na compra do

cinema já nos revelava uma visão do futuro através de

novo material escolar. Durante o verão, queria fazer o maior

obras como “Metropolis” e “2001 - Uma Odisseia no Espaço”.

castelo de areia do mundo, construir uma casa na árvore e

Porém, já no século XXI, percebemos que Fritz Lang e Stanley

nunca ser achado no pique-esconde. Provavelmente seu pai

Kubrick não estavam tão certos quanto ao nosso estilo de

cismava em gravar seus melhores momentos, inclusive você

vida atual, considerando que ainda não fomos controlados

usando roupa de banho trash, colocando o baldinho sujo na

pelos “computadores-robôs”.

boca e correndo pelado na praia. São ótimas lembranças para

Ao que tudo indica, antes de termos a oportunidade de desfilar por aí com um modelo tecnológico à la Hussein

se recordar da época em que você nem entendia as músicas do É o Tchan e adorava descer na boquinha da garrafa.

Chalayan, veremos o fim do mundo acontecer ano que vem,

Para falar a verdade ainda está cedo para considerarmos

em pleno mês de verão! Não sei quanto a vocês, mas neste

nossa infância glamourosa, precisamos de mais tempo

dia pretendo estar em uma praia exótica, bebendo Margaritas

para vê-la com olhos de quem aprecia a arte dos anos 20

e escutando muito Chá-chá-chá! Brincadeiras à parte, se esta

ou a música dos anos 60. Se os anos 80 voltaram com certa

for realmente a última temporada de sol, mar e pouco pano,

força, os 90 estão engatinhando, tentando adquirir status

pretendo fazer dela a melhor.

de nova tendência cult. Recente ou não, antes de grandes

Chega de seguir tendências fracas. Está na hora de

explosões e meteoros caírem na Terra, gostaria de recordar

valorizar o que é atemporal e dar mais importância à nostalgia.

momentos e sentimentos vividos, especialmente na época

Talvez não seja desta vez que curtiremos aventuras espaciais

da ingenuidade de verão. Imagens, aromas, sabores... Língua

usando maiô sexy metalizado estilo Barbarella, ou vestindo as

roxa do picolé de carrinho, cheiro de massinha da Estrela,

estruturas geométricas da próxima coleção de verão do Pedro

coleção de conchinhas, Rifocina e Merthiolate no machucado,

Lourenço (ou será da Glória Coelho, ou Reinaldo Lourenço?),

Donkey Kong no Super Nintendo, gosto de biscoitinhos Turma

mas quem sabe seja tempo de relembrar a infância, olhar

da Mônica, assistir O Mundo de Beakman, pirulito chupeta,

para um passado certo e não para um futuro vago. Pegue suas

camisão com shortinho de lycra, Kinder Ovo por 50 centavos,

antigas fotos, aquelas de quando a mamãe usava permanente,

dedo babado de Push Pop, rabo de cavalo de lado... Era tudo

Reebok branco de botinha era luxo e vinha com cheirinho

muito simples, sem bares, bebedeiras e paixões.

de chiclete, ficar bronzeado sem pegar sol era simples, fazer

O desafio para este verão é fácil: Antes de sair por

cover das Spice Girls ou dos Backstreet Boys era atestado de

aí fazendo bundalelê, relembre junto com a Wazap seus

popularidade no colégio, e assistir Blossom depois do almoço

momentos gostosos na praia, comédias levinhas e looks

era a sobremesa favorita. Vamos criar um verão totalmente

indiscretos que sua mãe vestia em você (e só ela achava

retrofit com o melhor das nossas lembranças.

bonito!). Viva mais uma vez estas lembranças e pense no

Na época em que você ainda usava conjuntinho e o seu cachorro levava o nome de alguma celebridade teen da Nickelodeon, aposto que seu pai vestia camisa floral havaiana e sua mãe tinha Lady Di como inspiração. Seu irmão, primo ou vizinho era praticamente um componente da banda Nirvana e as meninas mais velhas usavam barriga de fora e saia college tipo Alicia Silverstone. Naqueles tempos você nem sabia o que era color blocking, mas já usava melissinha com meia (ambas coloridas). Dezembro era o mês mais esperado, porém, antes mesmo das férias acabarem você já estava em euforia

18 | WAZAP

quanto valeu a pena estar aqui!


Nosso leitor Diego Batista de Blumenau enviou uma foto com seus pais que, coincidentemente, fazem 25 anos de casados em dezembro de 2011. A foto da família é de 1993.

Nossa executiva de contas, Aline Boni e sua irmã, Andréia Boni Hostin, em Penha, no verão de 96.

MODA

Suh Riediger nos enviou essa foto de quando ela tinha 5 anos de idade e usava óculos de sol com lente espelhada. Foco para o maiô listrado e o milho, super característico.

Nossa colaboradora Andressa Alves em dois momentos: primeiro (na página ao lado) em 1986, e nesta segunda foto com a irmã, em 1987, ambas tiradas em Navegantes/SC.

19 | WAZAP


MODA

Nossa colaboradora Natália Vicentini exibindo seu sorriso e seu maiô color blocking.

O stylist do editorial de capa da edição #03 da WAZAP, Rafael Althoff, mandou uma foto sua, de seus irmãos e seu pai, num momento “estamos fazendo nosso super castelo de areia”.

O inesquecível verão de 2000, da família Alves e Bastos.

A modelo ruiva do editorial Hi-lowmantic desta edição, eviou sua foto de um verão não muito distante. Na foto, Jessica Bender aparece ao lado de seu primo. Observem que ela fez uma pose e fixou seu olhar num determinado ponto pra fazer carão. Top desde pequena!

20 | WAZAP


ilustração POR CAMILA SCHMITT | www.wix.com/cahh_schmitt/cadrawme


MODA

FAZENDO MODA

SUH RIEDIGER LANÇA UM DESAFIO PARA AS LEITORAS DA WAZAP: REINVENTE A SAIA LONGA. A moda é assim: lança uma tendência e todos usam até cansar, depois disso a tendência vai sendo trabalhada e novas propostas são criadas. Assim foi com a saia longa. Hit absoluto da estação, ela continua em cena e repaginada: estampada, com babados e agora com renda, formando uma transparência nada vulgar e extremamente estilosa.

FAÇA VOCÊ MESMA!

MATERIAIS:

* Saia curta (de preferência alguma que você já tenha); * 1 metro de renda; * Linha; * Agulha; * Tesoura.

Passo 1: Coloque a renda na sua frente para

Passo 2: Agora, no cós da saia vamos começar a

medir a altura e a largura. Depois é só cortar.

costurar a renda. Dê pontos pequenos por dentro.

Passo 3: Para que a saia não fique justa

Passo 4: Depois de

é preciso formar pequenas pregas. É só

fazer isso ao redor do

dobrar o tecido e costurar.

cós inteiro da saia, é hora de unir a lateral; se a sua renda for mais fechada, como a

minha,

basta

costurar, mas se ela for mais vazada, dá para usar cola para tecido. Passo 5: Para dar um toque

mais

bonito,

reproduza os desenhos na barra da renda cortando-os ao redor.

22 | WAZAP

PRONTO! Agora você tem a saia da página ao lado, fácil e rápido de fazer.


MODA

DICA

Você pode usar a saia com uma t-shirt, como a Suh vestiu na foto acima, mas pode também usar à noite, compondo um look mais festa.

23 | WAZAP


Hi-

low man tic fotografia Edu Beltramini e Fabi Cenci tratamento de imagem Tefa Barbieri styling Felipe Brockveld e Fernanda Isensee beleza Jessica Ciquela modelo Jessica Bender (Nova Estrela)


Pรกgina anterior Blusa Gripa Saia Calvin Klein Sapato Le Lis Blanc Brinco e Pulseira Taggas Pantalona Grippa Blusa Le Lis Blanc Sapato Calvin Klein Brinco e Cinto Calvin Klein Pรกgina ao lado Blusa Billbao Saia Gripa Toca Acervo


Vestido Le Lis Blanc Brinco Taggas


Chap茅u Gabriela Lenzi Mai么 Morena Bakana Xale Le Lis Blanc Brinco e Pulseira Taggas


Agradecimento Quintal Im贸veis


MODA

JANELA INDISCRETA DA MODA:

EXIBICIONISMOS & VOYEURISMOS FASHION POR CÁSSIA GUERRA Para a geração y, tão acostumada a pensar à frente, pode

a nossa noção atual de roupa e essas acima citadas. Antes as

parecer chato um tema que, por obrigatoriedade, se inicia em

peças protegiam o corpo, o escondiam; hoje a moda trata de

séculos, milênios, antes da sociedade de moda se firmar. Porém,

traduzi-lo escancarando pele e ossos: é fato que queremos ver

quando a conversa ruma à noções e desejos do império do

e ser vistos.

efêmero, como o conhecemos hoje, o interesse surge.

O indivíduo moda interpreta papel de voyeur e exibicionista,

Parece banal falar que a primeira função que o homem

tudo junto e misturado. É o mix and match do comportamento

enxergou na roupa era a de proteção do corpo. Também parece

humano, pode-se assim dizer. Dessa noção, a moda tomou

óbvio o fato de que se migrou para a ideia de cobrir-se pelo

o erotismo para si e cada vez mais o nu se vê presente em

pudor. Só que não tão explícito assim está a relação entre

passarelas, editoriais e fashion videos. É o corpo gritando ser o

32 | WAZAP


MODA

motivo de todo esse ensaio de vaidades. Dito isso, vale a pena

nomes por trás das câmeras? Você os sente como voyeur das

citar o trabalho clicado pela fotógrafa norte-americana Nicole

próprias situações criadas por eles, além de o simples ato de

Anne Robins, para o blog Ben Trovato (http://bentrovatoblog.

divulgação dos trabalhos ser exibicionismo. É ou não é?

com). The Virgins é uma janela - indiscreta, como diria Hitchcock - onde modelos exibem-se, são observados e observam. Sexualidade à flor da pele. Peitos aparentes em tecidos transparentes e colantes, pernas idem; corpos contorcendo-se em excitação. É a pura expressão do desejo que temos ao consumir moda, e, talvez, um retrato de nós mesmos como espectadores e exibicionistas. O trabalho de Nicole é um exemplo atual do “nu voyeur e exibicionista” da moda, assim como os cliques de

“WHEN THEY WILL STOP STARING? PLEASE DO NOT STOP” “QUANDO ELES VÃO PARAR DE FICAR OLHANDO? POR FAVOR, NÃO PAREM”

Henrik Purienne e Nirrimi Hakanson. O primeiro, cuja temática quase sempre gira em torno de uma “pagação” de peitinho; e a segunda, cuja fotografia ilustra corpos em destaque, sempre.

O fato é que queremos os olhos voltados para nossa direção,

De uma leva mais antiga de artistas que mudaram as noções de

mas isso – confessemos - dá medo, mas também é fascinante.

corpo de moda, podemos citar Nan Goldin, a qual tem como forte

E a gente se questiona pedindo que não pare, e continuamos a

característica de sua autoria exatamente o assunto em questão:

nos enfeitar em espelhos. Incrível o comportamento humano e

corpos. E quer saber o que é mais interessante entre todos esses

as conclusões tiradas de voyeurismos fashion, não?

Fotos divulgação

33 | WAZAP


ilustração POR FERNANDA WACHHOLZ


deusa DO AR, DO FOGO, DA Ă GUA E DA TERRA

fotografia Edu Beltramini e Fabi Cenci

tratamento de imagem Guilherme Schäffer

styling Guilherme Albinno e Renata Lopes beleza Alan Pires

modelo Ana Nazaro


Pรกgina anterior Camisa Miss Valentina para Villa Chic Glamour Hot pants Santa Flor para Villa Chic Glamour Sandรกlia Schutz para Marta Maria Colares Pedra e Prata Vestido Al Mare


Vestido Al Mare Sandรกlia Schutz para Marta Maria


Saia Iorane para Villa Chic Glamour Biquini Cassia Mallmann Colares Pedra e Prata


Vestido Iorane para Villa Chic Glamour Cinto Villa Chic Glamour Colar e anel Pedra e Prata


SaĂ­da de Praia Luciano Navarro Biquini Cassia Mallmann Anel Pedra e Prata


Vestido Marta Maria Colar e anĂŠis Pedra e Prata


Vestido Nakisska Anel Pedra e Prata


Camisa TourneĂŠ Cinto Villa Chic Glamour Colar Pedra e Prata


TREND

MODA

MIX AND MATCH, BABY POR JUH LEVANDOSKI

Levanta a mão aí quem já ouviu falar que o mundo acabará em 2012. Tá, isso pode ser sim uma baboseira, afinal de contas não é a primeira vez que passamos por especulações como essa. Várias datas já nos foram dadas, mas ainda estamos aqui (ufa!). E se desta vez não for uma especulação? E se esse for realmente o nosso último verão? Como esta é uma coluna de moda (lê-se fashionista), pense bem: o que faríamos com todos os prints, todas as cores e todas as texturas que temos no nosso armário? A resposta é clara: Mix and match, baby! Mix and Match nada mais é do que mesclar e combinar (sim, combinar!) peças de diferentes tendências

num

mesmo

look. Atualmente,

Marguerita Missoni tem dado aula sobre o

Marguerita Missoni (abaixo) mostrando que sabe tudo de Mix and match.

MIX AND MATCH NADA MAIS É DO QUE MESCLAR E COMBINAR (SIM, COMBINAR!) PEÇAS DE DIFERENTES TENDÊNCIAS assunto, mesclando os inconfundíveis ziguezagues da sua família com tudo o que está em voga. Outra que faz isso com maestria é a linda Blair, do blog Atlantic Pacific. Elas fazem tudo parecer tão harmônico. Mas não tem segredo, bom senso é a chave de tudo e, é claro, personalidade para segurar a produção. E pense bem: ninguém quer acabar seus dias como mero desconhecido, então não passe despercebido daqui pra frente, pois cada ocasião pode ser a última para arrasar.

48 | WAZAP

Fotos divulgação


MODA

TREND O jeans apresenta-se em calças e camisas com lavagens com aspecto rústico, desgastado, detonados com puídos e rasgos nas articulações. É uma peça coringa no guarda roupa masculino, aparece em tons diferenciados, com textura, silhuetas e cortes inovadores.

Fotos divulgação

MODA MASCULINA MAIS DEMOCRÁTICA E MENOS TRADICIONAL. CONCEITO, SOFISTICAÇÃO E CASUALIDADE

Camiseta masculina Ps Be Case, disponível para compra no recém lançado e-commerce da marca: www.psbecase.mercadoshops.com.br

As camisetas e regatas tradicionais vêm renovadas, confeccionadas em malha e bem soltas. As calças coloridas continuam com seu espaço, mas, um pouco mais curtas e com as barras dobradas. As estampas novas e diferentes ganharam espaço, como as geométricas e os desenhos estilizados. A cartela de cores também está bem ousada, além das cores tradicionais como preto, cinza, grafite. 49 | WAZAP


Fotos thesartorialist.com

MODA

FAST AND FURIOUS AND FASHION , ´ A MODA ESTÁ ACESSÍVEL A UM MAIOR NUMERO DE CONSUMIDORES, AS INFORMAÇÕES SENDO CADA VEZ MAIS DISSEMINADAS; A AGILIDADE DAS FAST-FASHION E O FUTURO DAS MARCAS. O QUE ESPERAR DESSA NOVA DINÂMICA NO MERCADO DA MODA? POR PAULO MENDES

50 | WAZAP


MODA

VERSACE PARA H&M

Quem diria que Versace estaria à venda em uma loja de departamentos ou que Stella McCartney produziria uma coleção para uma fast-fashion brasileira? Há pouco tempo, comprar em lojas de departamentos era considerado quase heresia, o fim do mundinho fashion. A visão estritamente comercial e a ideia de que os consumidores não aceitavam tão rapidamente as grandes tendências foram levadas ao chão quando deu-se conta de que, em um mundo globalizado, a moda já estava muito mais disseminada do que se imaginava, então os responsáveis pelos grandes magazines de moda começaram a convidar nomes da elite da moda mundial para a criação de suas coleções especiais. H&M e Zara já são experts nisso lá fora, e aqui no Brasil C&A e Riachuelo estão apostando todas as fichas nas grandes colaborações. O foco dessas marcas são os públicos com renda inferior, a tão comentada nova classe média (aqui no Brasil), que tem as mesmas informações que as classes mais altas da pirâmide, mas não possuem renda para obter tais bens de consumo. Além disso, existe a oportunidade de grandes estilistas chegarem às mãos de um número maior de consumidores. Comenta-se muito o papel dos blogueiros e de suas presenças na fila A dos grandes desfiles internacionais. Podemos dizer que são eles quem tiram as informações da cena fashion e espalham para o mundo de uma forma mais didática. Com isso, mais e mais pessoas estão recebendo informações e, assim, criando uma nova dinâmica no mercado. Tudo o que chega ao mercado hoje foi pensado há, no mínimo, um ano. Quem vive, vê, pesquisa moda e está envolvido bem antes com essas tendências também anseia por consumir aquilo que viu nas passarelas. É aí que as fast-fashion entram com tudo. Aliando agilidade e informação, esses magazines dispõem as tendências bem antes que outras marcas e por um preço muito menor. Mas o que pode ser considerado o fim do mundo para algumas marcas - e uma queda de lucro -, também pode ser visto como uma forma de inovar, dar um passo à frente na hora da criação e, quem sabe, conquistar novos mercados. A palavra da ordem talvez seja inovação, e, claro, buscar diferenciar-se no mercado, buscando novos nichos que ainda não são atendidos e que possam vir a gerar grandes lucros para as empresas. Todos esses fatores aliados à qualidade mudariam o mercado, mas tudo isso só funciona com uma mudança de visão, é preciso que as empresas abram suas mentes. Não há mais espaço para os velhos paradigmas. Claro que não podemos esquecer que as empresas buscam lucro, e que, comercialmente, algumas peças são mais vendidas que outras; mas assim como há mercado para as camisas pólo também há para as camisetas de caveira. E tudo isso podendo coexistir organicamente: o básico e o diferenciado.

TUDO O QUE CHEGA AO MERCADO HOJE FOI PENSADO HÁ, NO MÍNIMO, UM ANO. QUEM VIVE, VÊ, PESQUISA MODA E ESTÁ ENVOLVIDO BEM ANTES COM ESSAS TENDÊNCIAS TAMBÉM ANSEIA POR CONSUMIR AQUILO QUE VIU NAS PASSARELAS. Por mais que ainda convivamos com homens usando pochete, tudo caminha para que no futuro mais e mais homens estejam dobrando as barras de suas calças e – quem sabe? - saindo de casa carregando uma bolsa masculina. Às vezes esses sinais de “fim do mundo” são um alerta, e que o fim não é, necessariamente, um fim ou o declínio de uma marca, e sim uma oportunidade de mudança, de mudar seu comportamento e visão nesse mercado novo. Estamos vivendo uma fase de transição na qual essa nova dinâmica já começa a ser delineada. 51 | WAZAP


HOT PARADISE fotografia Edu Beltramini e Fabi Cenci tratamento de imagem Tefa Barbieri styling Thais Baader modelo J么natas Castro


Página anterior Calça Coca-Cola para Moving Camiseta Armadillo para Cenário Homem Camisa e cinto Damyller Bermuda Redley para Cenário Homem Camisa Xadrez Coca-Cola para Moving Boné e cinto Calvin Klein


Camiseta Calvin Klein Calça Levi’s Óculos Chilli Beans


Bermuda Damyller Rel贸gio e 贸culos Chilli Beans


Bermuda e camiseta Damyller Cinto Calvin Klein Chinelo Colcci


Camiseta M.Officer Camisa Xadrez e cinco Damyller Calรงa Redley para Cenรกrio Homem Sapato Colcci


Camiseta Damyller Camisa Xadrez Levi’s Cinto Calvin Klein Bermuda Coca-Cola para Moving Sapato Armadillo para Cenário Homem Relógio e óculos Chilli Beans


ARTE

ESMOLA FOTOGRÁFICA Olhar aguçado, criatividade, bom senso e multiplicidade são algumas das características que definem um bom fotógrafo de moda hoje. Além de exercer com maestria seu trabalho na direção de modelos, noções de iluminação e espaço, o fotógrafo atual não pode limitarse a viver num pequeno espaço. É necessário buscar inspiração naquilo que temos de mais profundo na nossa imaginação. Recentemente, o fotógrafo Humberto Furtado provou que faz jus a todas essas características ao embarcar num avião que o levou à África. Com o intuito de registrar a atemporalidade e as singulares características físicas do país e de seus habitantes. Humberto chegou a comprar uma bicicleta, a fim de explorar as estradas que o levariam a diferentes cidades, porém, a venda do seu meio de locomoção se fez necessária a partir do momento em que ele percebeu estar sendo limitado por ela, não podendo clicar com rapidez os momentos com que se deparava. Por que a África? Nós não sabemos – e acreditamos que nem ele mesmo saiba – mas, com certeza, essa é uma ideia que o Humberto alimenta há anos, simplesmente pelo fato de poder agregar ainda mais valor ao seu olhar.

“A DIFERENÇA ENTRE UM VIAJANTE E UM TURISTA: O TURISTA NÃO SABE ONDE FOI E O VIAJANTE NÃO SABER PARA ONDE VAI” www.esmolafotografica.tumblr.com

62 | WAZAP


ARTE

RELEITURAS QUE IMORTALIZAM POR ANDRESSA ALVES

Interessante como a humanidade procura sempre evoluir através de criações, construções e descobertas cada vez mais futurísticas e cibernéticas. Mas ainda bem que essa regra não se aplica a tudo. O balé tem nas coreografias mais antigas as suas mais belas criações. Essas são chamadas balé de repertório, nas quais artistas e autores consagrados são imortalizados por meio de releituras ou representações de suas obras. O Ballet Coppélia, por exemplo, é um balé cômico-sentimental, com coreografia original de Arthur Saint-Léon, libretto de Saint-Léon e Charles Nuitter, e música de Léo Delibes. Baseia-se numa história de E.T.A. Hoffmann, intitulada “Der Sandmann”, publicada em 1815. Sua estreia foi em 1870, na Ópera de Paris, e passará por uma releitura na cidade de Blumenau, Santa Catarina, em Dezembro deste ano. A história traz vibrações, muitas cores e personagens, tratando de temas cotidianos, porém originais, como o amor, o

Esta fantástica peça será interpretada por

ciúme, a curiosidade, a mentira, o perdão e principalmente os sonhos.

bailarinas da Master Ballet Cia. de Dança Rita

A obra é centralizada em Dr. Coppélius, um criador de bonecas, a boneca

Albuquerque - que desenvolve este trabalho

Coppélia e o casal Swanilda e Franz. A trama desenvolve-se por meio de

desde 2008, em Blumenau - e por bailarinos

curiosidades como a de saber o que há de tão misterioso na casa de Coppélius

convidados de outras companhias. Conceituada,

até a descoberta de suas criações - que nada mais são do que bonecas. No

esta escola de balé possui como idealizadora

desenrolar da história muitas revelações e celebrações encantam o público.

uma eterna bailarina e estudiosa do assunto: Rita de Albuquerque, que possui uma trajetória profissional intensa e cheia de conquistas. Segundo Rita, suas maiores conquistas são os prêmios obtidos por suas alunas em diversos festivais e competições de dança, prova da evolução constante do seu trabalho. A filosofia da Master Ballet e Cia. de Dança Rita Albuquerque é Fotos: Jaciara Battellini

acreditar na superação e na evolução individual na Arte do Balé.

Mais informações sobre este espetáculo no blog: www.ciaritaalbuquerque.blogspost.com 63 | WAZAP


ARTE

FETICHISMO VISUAL LUCAS CUNHA ADMITE QUE PASSOU POR DIFERENTES ÁREAS ARTÍSTICAS, ATÉ DECIDIR APROFUNDAR SUA EXPERIÊNCIA FOTOGRÁFICA POR UMA NECESSIDADE DE REGISTRAR O QUE LHE É BELO. AOS 24 ANOS, LUCAS TEM SEU PONTO DE VISTA REGISTRADO POR DIVERSAS CAMPANHAS PUBLICITÁRIAS, SEM DEIXAR DE PRODUZIR OS RECORTES DO TEMPO E DE SUA CRIATIVIDADE EM ESPAÇOS QUE ELE JAMAIS POSSUIRÁ NOVAMENTE. POR YASMIN CHIDEN A tarde do feriado de finados ainda estava ensolarada no

Assim que cheguei, Lucas fechou as janelas de um

centro de Porto Alegre. Quando cheguei ao apartamento onde

trabalho que estava concluindo - uma possível nova campanha

se encontrava meu entrevistado, fui recebida com simplicidade,

publicitária-, afirmando que era um conteúdo secreto e que, até

um pouco de timidez e um possível receio. Essa foi a segunda

a sua divulgação, não poderia ser apresentado a ninguém que

vez que encontrei formalmente Lucas Cunha, a primeira foi

não estivesse trabalhando nele. Perfeito. Ética profissional é

quando lhe fui apresentada numa exposição coletiva de artistas,

sempre ética profissional. Retomando a conversa, pude conhecer,

no hotel Blue Tree Towers, onde uma grande fotografia me

de maneira amigável, a essência dos seus trabalhos, sempre

chamou a atenção: uma figura feminina com uma máscara de

observando a necessidade que ele possui de expressar o que lhe

luta livre mexicana e as mãos e corpo cobertos por uma curiosa

é belo, simétrico ou que lhe traga algum significado. “O bonito

coloração rosa-chiclete, de nome La Mistica, tinha a assinatura

vem dos elementos da sua própria vivencia” – afirmou. Então todo

dele. Sentada no sofá dentro do seu quarto, pude reencontrar

aquele diálogo começou a fazer um pouco de sentido. Quando

a imagem que me fez marcar o seu trabalho para sempre, e o

começou a dizer suas preferências, parte que se conclui o porquê

Lucas estava ali, totalmente disposto a falar sobre a arte de fazer

dos seus trabalhos, inclui-se las luchas libres mexicanas, filmes

fotografia e that’s it.

junkie, a dor e a exposição de ferimentos e uma visão apocalíptica

64 | WAZAP


ARTE

e envolvente de como o profano pode se tornar divino. Desse jeito

limitada experiência fotográfica, que sairíamos pelo centro da

percebe-se o olhar divertido do artista ao transformar objetos

cidade. Como já era noite, poderíamos ter resultados interessantes.

considerados violentos em figuras que pretendem instigar uma

Com uma máscara na mão (uma das diversas que ele possui no seu

visão redentora sobre arte.

acervo de materiais) saímos em direção à Catedral Metropolitana

Lucas ainda destacou um ponto coerente na maneira de se

de Porto Alegre, ou Igreja Mãe de Deus (popularmente conhecida),

fotografar hoje em dia: a necessidade maior de que se tem de

e assim que acertamos as configurações da minha Nikon d3100

registrar o momento do que senti-lo realmente, sem perceber que

começamos a marcar aquele dia que havia se passado, dessa vez

o instante que se bate a foto é um fragmento que já não pertence

com o artista posicionado na frente da minha lente.

mais a uma linha de tempo e não se vê: “fotografar é não ver, pois

Voltando ao apartamento onde se encontravam meus

o momento exato que você fotografa você não vê, que é quando

pertences, já estava sentindo saudade do enigmático artista

seu obturador fecha. Então se você viu aquela imagem, você não

que ainda me deixou inúmeras dúvidas sobre a sua visão de

fotografou”.

pensamento, mas nenhuma sobre fotografia. As fotos selecionadas

Apesar dos cargos distintos, a missão de registrar essa

para ilustrar a entrevistas foram os únicos recortes do tempo já

entrevista ficou aos meus cuidados, e para ilustrá-la, pensei muito

perdido no espaço, do dia que passei conversando com Lucas

no que poderíamos fazer que tivesse um gancho com a edição da

Cunha e - pode parecer fetichismo (e acho fielmente que sim) -

revista, que é o apocalipse. Sem saber direito o que queria, decidi

que toda vez que eu olho para elas eu sinto próximo o tempo que

juntamente com Lucas, que foi bastante paciente com a minha

passamos e que não teremos novamente.

65 | WAZAP


HOMESTYLE COMPROU SEU APARTAMENTO E TEM AGORA A DIFÍCIL TAREFA DE DECORÁ-LO? CALMA, NÃO É NADA DESESPERADOR, NÓS TROUXEMOS ALGUMAS DICAS POR HENRIQUE UHLMANN

66 | WAZAP

Fotos decorativehomeinterior.com

ARTE


ARTE

Criar, mudar, agir. Que tal começar de dentro pra fora? Da sua casa para o mundo. Um lugar que, independente da tendência ditada pela moda, deve ser acolhedor, confortável e inspirador, cheio de beleza e estilo. Sem esquecer do mais importante: tem que ter a sua cara. O que torna tudo mais fácil é que não existem regras. Você pode misturar à vontade. O importante é dar ao espaço sua personalidade. Desde o estilo cosmopolita dos lofts nova-iorquinos, com conceitos de ambientes que se integram e se complementam com os tons cinzas industriais, até o jeito de morar escandinavo, com a sobriedade e energia das madeiras e seus tons sóbrios, mas sempre com um toque de cor. Pra não errar, escolha tons neutros para o mobiliário e dê vida à sua decoração com flores e plantas. Brinque com objetos e cores vibrantes, e use o truque do papel de parede: traz alegria para qualquer ambiente. Não precisa tirar muito do que já tem, ou melhor, não tire nada, apenas dê continuidade. Parta do meio, reforme e aprimore. Um bom espaço de circulação é essencial para a harmonização do ambiente. E não esqueça de manter a funcionalidade: sofás continuam sendo os bons sofás, armários para abrigar as diversas coisas que acumulamos, gavetas para empilhar os papéis que conquistamos, e por aí afora... A lista não tem fim.

Anda precisando de algumas inspirações? Use peças garimpadas que trazem consigo uma história. Aqueles livros antigos? Empilhados tornam-se mesas de apoio. O velho sofá aposentado ganha vida com revestimento em um novo tecido, e aquela antiga mesa de costura de sua avó ou bisavó? Ah, ela torna-se uma excelente mesa de trabalho. O importante é seu ambiente não se perder de você mesmo. Além de fácil e barato, tudo ganha um tom poético. Ouse e aproveite. Divirta-se!

67 | WAZAP


Fotos divulgação

ARTE

68 | WAZAP


ARTE

69 | WAZAP


COTIDIANO

CACHÊ MAIOR PARA O PÚBLICO POR CLEITON PROFETA

Não é novidade que o mercado fonográfico vem mudando

(15 mil para o fã que produzir o melhor videoclipe para sua nova música “Eu Quero Ser feliz Agora”, com júri formado por Paulo Mendonça - diretor geral do Canal Brasil, Paulo Fontenelle - diretor de cinema e TV, Paloma Duarte entre outros) e mais 15 mil para o clipe que tiver mais acessos no Youtube. Grande sacada, né? Para facilitar, pode-se utilizar qualquer recurso áudio visual. De câmeras de celular a full HD; de animação a fotografia. Para fãs e não-fãs com um pouco de sorte e talento pode ser uma experiência produtiva. Para o artista é uma nova opção de divulgação, e o melhor: sem pagar para a corrupta indústria. Participa do concurso quem quer, acessa o vídeo no Youtube quem quer. É a democratização do jabá! Para saber mais: www.oswaldomontenegro.com.br/concurso

à velocidade da luz. E, por incrível que pareça, até o conceito de “jabá” vem sendo modificado. Para quem não sabe o que é “jabá”, uma breve explicação: no início dos anos 40, executivos de gravadoras, como Leonard Chess (que você pode ver no maravilhoso filme Cadillac Records), começaram a oferecer suborno para convencerem radialistas a tocarem músicas de negros nas rádios. Ao serem tocadas nas rádios as músicas viravam sucessos imediatamente. Isso edificou todo o esquema do mercado fonográfico, esquema que logo migrou para toda a imprensa, programas de auditório, trilhas de novelas e tudo mais o que você puder imaginar. Portanto, caros amigos, sinto em dizer por ser a mais tocada ou coisa parecida, esse prêmio nada mais é que fruto de um jabá. Não é segredo, não é teoria, nunca foi feito de forma obscura, apenas - como a maioria das coisas do mundo - passa despercebida pela maioria das pessoas e, logicamente, essas pessoas que não percebem são as que mais consomem os produtos ditados pelo tal jabá. Mas isso é outra história. No meu texto anterior sobre o Kaiser Chiefs, relatei o conceito de rentabilizar o esforço dos fãs. E, prestando atenção, deixando para trás emissoras de tv e rádios, vendendo o peixe sem atravessadores. O cantor, compositor, instrumentista, diretor de teatro e cinema e bebedor compulsivo de Coca-cola Zero Oswaldo Montenegro está oferecendo 30 mil reais em prêmios 70 | WAZAP

Fotos divulgação

vi que muitos artistas têm promovido concursos na internet,


COTIDIANO

MAIS DO MESMO POR ANDREAS PETER

Profecias e meteoros. Pestes e a bomba nuclear. Wall Street e a crise na Europa. O mundo já esteve à beira do caos muitas vezes, agora é 2012. Novamente o fim pode estar próximo. O meu e o seu fim. O fim do planeta Terra. Existem várias teorias para o fim do mundo. Muitas pessoas visualizam o céu vermelho, se abrindo, ou uma imagem adorada sorrindo e um campo de flores loteado pelo dinheiro. Há quem veja o fim do mundo como a conta que o planeta está cobrando pela passividade do homem em relação aos crimes ambientais que se cometem contra ele. Há também os ufólogos - não nos esqueçamos dos ufólogos! Algumas pessoas não têm opinião sobre o assunto. Outros tantos não têm opinião sobre quase nada, repercutem apenas o que a mídia de massa lhes oferece. Não importam os motivos, apenas creem na invasão dos mares, arranhacéus despencando, estátuas debaixo d’água, e até mesmo o Cristo Redentor sucumbe diante de forças da natureza ou da imaginação de Hollywood. Existem também os que não estão nem aí para esse papo de calendário Maia e fim do Mundo. Preferem o campeonato brasileiro e o horário de verão, afinal, se em 2014 tem copa do mundo e Deus é brasileiro, o mundo não pode acabar no ano que vem!

O FIM DO MUNDO NÃO É O FIM DO MUNDO

seus olhos arregalados, chupando pirulitos coloridos. Os fanáticos acreditam que serão salvos por alguma divindade, e que o homem pagará, finalmente, por seus pecados. Para muitos, esse ciclo representa conscientização, mudanças, responsabilidades, ideias e ações. Dividir esforços na busca por um planeta sustentável, que reinventa suas indústrias, investe em formas renováveis de energia e preserva os recursos naturais. Uma nova fase onde as pessoas compreendam que os 70% da água potável do mundo, destinada a irrigação de campos de soja que viram ração animal, farão falta num futuro muito próximo. Que existem muitos filmes que abordam a questão ambiental, que são tão importantes para a informação e inteligência do ser humano quanto os blockbusters de Roland Emmerich são para o entretenimento e a indústria da mídia.

DIVIDIR ESFORÇOS NA BUSCA POR UM PLANETA SUSTENTÁVEL, QUE REINVENTA SUAS INDÚSTRIAS, INVESTE EM FORMAS RENOVÁVEIS DE ENERGIA E PRESERVA OS RECURSOS NATURAIS. Um novo ciclo onde as NOSSAS ações cidadãs e sustentáveis

A estação do sol chegou. Calor, roupas leves, chinelos, brisa,

sejam rotineiras e descomplicadas. Trocar os carros pelas bikes

cerveja e amigos à beira do mar. Ou, talvez você prefira o frio e

e prestar atenção no debate sobre o novo Código Florestal são

a neve em cenários bucólicos, se tiver condições para isso. De

bons exemplos.

qualquer maneira, suas merecidas férias. Uma pausa antes de

Então, se todos fizerem sua parte e o mundo não acabar,

começar um novo ano, de novos projetos, objetivos e batalhas.

chegará o verão de 2012, e quem sabe você esteja novamente

Um novo ciclo, como no calendário Maia.

curtindo suas férias, contemplando o planeta maravilhoso em

Para os pessimistas esse ciclo é derradeiro. Já alguns neomodernos aguardam passivamente o fim do mundo com 72 | WAZAP

que vive e curtindo sua cervejinha à beira-mar. Só não esqueça do protetor solar.


ilustração POR RAEL BRIAN | www.raelbrian.blogspot.com


COTIDIANO

UM DIA O MUNDO ACABA AINDA TEM TEMPO PRA ESCOLHER O QUE TE FAZ BEM! POR NATÁLIA VICENTINI

Começo citando um trecho do compositor Luiz Vicentini, que é meu pai: “se o fim do mundo é amanhã eu tenho que acordar bem cedo, amigo. Fazer em 24 horas o que não fiz nos meus 36 anos”. Saber viver é, talvez, a tarefa mais difícil do ser humano. Não basta acordar, escovar os dentes, bater a maçã e a aveia no liquidificador e vestir um sorrisinho amigável quando entra no escritório pra encarar as 8 horas diárias. O legal, o interessante mesmo é acordar todos os dias para o último dia da sua vida. Acordar de bem consigo mesmo porque você quer fazer de todos os dias, dias especiais, e não porque as obrigações te fazem levantar da cama. Não precisamos de nenhum Nostradamus fazendo previsões sobre o fim do mundo e nos alertando que ele pode chegar. Não é necessária nenhuma teoria, um dia o mundo acaba mesmo. Pra mim, pra você. O que nos diferencia é somente o tempo que vai levar pra que isso aconteça. Por isso é que sou obrigada a lembrar de Renato Russo, quando ele diz que “é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”. Na verdade não há mesmo. Talvez o amanhã não exista, talvez o dinheiro nunca seja o suficiente para comprar o apartamento dos sonhos – mas sair do aluguel para um lugar que você possa chamar de seu já é também uma grande conquista; talvez você não fale mais com uma pessoa que você ama porque em um momento de fraqueza e raiva ela teve um “piripaque” e resolveu falar tudo aquilo que você não queria ouvir. Mesmo assim, se valer a pena, insista. Poucas pessoas no mundo valem realmente a pena. Se você conhece alguém que te entende com os olhos, que se encanta com as coisas simples da vida e que te ama sem pedir nada em troca, agarre-a com força. Não deixa ela ir pra longe. Nem tudo que é nosso volta. Hoje eu acordei, sacudi a poeira – aquela que de tanto tempo parada fica até grossa, sabe? – e resolvi fazer mudanças radicais na minha vida. O que vale é estar o tempo todo reinventando, para reinventar uma vida melhor, para reinventar o bem. Larguei um emprego que me dava muito dinheiro por um estágio que vai me dar mais tempo para ser feliz. Troca justa? Eu achei que sim. Sempre que a escolha for justificada pela felicidade, sim. Eu acho justo. Resolvi trocar notinhas verdes a mais na minha carteira por um abraço mais demorado nos amigos, por mais dias de sol, mais amor no coração, menos cabelo branco, mais leveza no dia a dia. Se o mundo acabar no final deste verão ou daqui a mil anos vou estar com um sorriso no rosto. O que amanhã. E nas encruzilhadas da vida escolher o que te faz bem. 74 | WAZAP

Fotos divulgação

importa é estar vivendo muito intensamente o ontem, o hoje e o


ilustração POR RAEL BRIAN | www.raelbrian.blogspot.com


COTIDIANO

LER E NÃO TER A VERGONHA DE SER FELIZ Fotos divulgação

UM DESABAFO SOBRE O PRECONCEITO LITERÁRIO POR SAMANTHA BERNARDO

Quantos livros você já leu este ano? Quantos deles foram

Ver um jovem - que vive mais que ninguém a era da

por obrigação e quantos foram por desejo? Vivemos em um

internet – com seu computador desligado e de olhos vidrados

país onde o hábito da leitura é muito fraco, encontrar alguém

em um livro é muito esperançoso. Só é triste saber que muita

que lê por livre e espontânea vontade não é fácil.

gente vai desdenhar todo esse feito por ele estar lendo um

Há muito tempo se fala sobre a importância da leitura, e

livro da moda, inclusive seus professores que, ao invés de

o governo federal vem criando vários projetos para incentivar

apoiar o jovem leitor, tem a coragem de dizer “vai ler um livro

crianças, jovens e adultos a entrarem no universo literário.

decente!”. O que esse professor não sabe, e as pessoas que

Que ler é bom e faz bem todos já sabem. O que poucos sabem

torcem o nariz para os best-sellers também não, é que isso

é que ler o que quiser é melhor ainda.

forma leitores. Quem leu todos os livros de Harry Potter não

Na escola nos empurram os clássicos: Machado de

vai querer parar por aí, vai querer ler mais, conhecer mais e

Assis, José de Alencar, Eça de Queiroz, entre outros finados.

um dia - quem sabe - terá maturidade suficiente para desfrutar

VOCÊ CORRE O RISCO DE PERDER AMIGOS EM CERTOS GRUPOS SE FALAR QUE É LEITOR DE PAULO COELHO, SIDNEY SHELDON E QUE AMA LER LIVROS QUE VIRARAM FILMES DE HOLLYWOOD.

de um clássico do Machado de Assis, por exemplo. Para os adultos a história é outra. Tem muita gente que lê autores difíceis, não entende nada e sai por aí dizendo que o livro é ótimo só para ganhar a imagem de intelectual. Do outro lado, tem aquele cara que leu Marley e eu, se sentiu verdadeiramente tocado pelo livro e é visto como um alienado. Você corre o risco de perder amigos em certos grupos

Longe de mim querer desmerecer esses grandes autores,

se falar que é leitor de Paulo Coelho, Sidney Sheldon e que

mas quando se tem 15 anos eles não passam de grandes

ama ler livros que viraram filmes de Hollywood. Ora, que

chatos que precisam detalhar em três páginas o vaso de

bobagem! Se Paulo Coelho não agrada a crítica, ele pode

flores no canto da sala. Adolescentes são imediatistas, cheios

muito bem agradar (e agrada mesmo!) milhares de pessoas.

de energia, vão entender mais tarde que as três páginas

Falar mal de um autor pode ser um direito seu, mas falar mal

dedicadas ao vaso têm seu valor. Eles querem linguagens e

de quem lê esse autor, não.

histórias dinâmicas e - o principal - querem se encontrar nas

O preconceito literário é tão ignorante quanto qualquer

histórias, se identificar com os personagens. É aí que entram

outro tipo de preconceito. Ler é importante. Prazer na leitura

as sagas como Crepúsculo, Harry Potter, O Diário da Princesa,

é mais importante ainda, e quem julga o que é bom ou ruim é

entre outros best-sellers juvenis.

o leitor, por isso deixo o recado: Vá ler o que quiser!

76 | WAZAP


FILME

SE NÃO NÓS, QUEM? DIRETOR Andrés Veiel ELENCO August Diehl, Lena Lauzemis, Alexander Fehling, Thomas Thieme Alemanha Drama Alemanha Ocidental, início dos anos 60. Bernward Vesper e Gudrun Ensslin são colegas de faculdade que iniciam um relacionamento amoroso. Apaixonados pela palavra escrita, eles resolvem fundar uma editora. A primeira publicação é um antigo trabalho do pai de Bernward, um polêmico autor nazista. O livro logo é atacado, mas Bernward defende a habilidade como escritor do pai, mesmo com o peso de seu passado. Não demora muito para que ele passe a também questionar a participação do pai no Terceiro Reich de Adolf Hitler.

LIVRO

AMOR FORA DE HORA KATARINA MAZETTI 2011 “Um Lugar Impossível Para o Encontro Perfeito”. Uma jovem mulher, amante dos livros, e um rapaz do interior se esbarram repetidamente no cemitério. Um local completamente inusitado para um encontro. Certo dia, um sorriso nasce nos lábios dos dois e eles ficam deslumbrados um pelo outro. É o início de uma paixão irrefreável. Com um romantismo agitado e um humor revelador, este livro combina o choque de culturas com uma história de amor terno e desenfreado.

MÚSICA

SIGUR RÓS E VERSÃO DE LUXO Islândia Posr-Rock e Experimental Lançado oficialmente em novembro, “INNI“, o novo álbum ao vivo, marca o retorno do Sigur Rós, que estava parado desde o seu último álbum de estúdio, o ótimo ”Með suð í eyrum við spilum endalaust” de 2008. O novo lançamento inclui também um documentário de 75 minutos de duração que mostra o último show da banda em 2008, antes de seu hiato indefinido. O novo albúm conta com uma vesão especial e limitada, onde acompanha dvd, cds, vinis com efeito de luz e fotografias. www.sigur-ros.co.uk


Fotos divulgação

COTIDIANO

PROJETO VERÃO PRA VIDA TODA

MODA MESMO É TER SAUDE, POR ANDRESSA ALVES

Sabe quando não nos olhamos no espelho e temos certeza de que estamos bem em todos os aspectos (seguros,

sabemos pelo menos o básico do que “devemos ou não” fazer para obter um estado de saúde básico.

bonitos, altivos...)? Pois é, isso quase nunca acontece porque

Já que também depende de nós – não exclusivamente

estamos tão influenciados pelo poder da mídia em nos impor

de nós, pois o Estado, através de políticas públicas de saúde,

padrões de beleza e moda que não nos damos mais conta de

tem grande responsabilidade em sua promoção, prevenção

quem somos nós.

e recuperação – podemos começar agora mesmo por adotar

Pode parecer piegas, mas descobrimos que a beleza

pequenas mudanças em nosso estilo de vida. Algumas

é relativa - e fica em segundo plano - se não estiver

modificações na dieta, como o consumo de alimentos

acompanhada com o fato de termos saúde. Cientificamente

saudáveis, o hábito de manter alguma atividade física de

saúde tem diversas definições, porém, cada um de nós tem um

lazer, praticar exercícios físicos, abandonar vícios - como

conceito próprio para a palavra, pois a ligamos a uma gama

fumar - e diminuir o consumo de álcool, manter uma postura

de fatores que somente através de nossas individualidades

ereta, tomar corretamente medicamentos e assim por diante.

conseguimos enumerar e considerar o resultado: tenho

Você não precisa abandonar drasticamente nada do que

saúde ou não. Apesar de estar muito associada à ausência de

costuma fazer, ou adotar todas as mudanças da noite para o

doenças (pelo senso comum), já se tem como definição mais

dia. Afinal, tudo o que for gradual e realizado com prazer tem

abrangente o bem estar físico, mental e social, determinado

mais sucesso de se tornar realidade e passar a ser seu novo

por condições biológicas, sociais, econômicas, culturais,

estilo de vida.

educacionais, políticas e ambientais, por exemplo. Com a difusão da comunicação através de mídias diversas, todos

78 | WAZAP

Dê o primeiro passo. E não esqueça que moda mesmo é ter saúde!


Foto divulgação

COTIDIANO

APOCALIPSE NOSSO DE CADA DIA POR TAÍS MENDES

Não faz muito tempo, eu (re)descobri a Maitena, uma

no seu cronograma, todo e qualquer evento casual e inesperado

cartunista argentina. Descobri o sentido absoluto de tudo

pode ser caracterizado como o fim do mundo: vozes elevadas e

que ela satiriza. É o tipo de humor que você se encontra, os

em desacordo, excessos de calorias, dúvidas existenciais sobre o

homens debocham, ou não entendem, e faz as mulheres se

que vestir, cachorro doente, empregada que falta, mãe que mora

olharem com ar de cumplicidade pura, do tipo ”eu sei o que

longe, cachorro muito doente, janta que queima, amiga que

você está passando, colega”. É o humor dos relacionamentos.

toma decisões estranhas e espera seu aval, texto atrasado para

Todos eles. Conflitos com você mesma, sua mãe, sua irmã,

a revista... enfim!

seu namorado, possível pretendente ou relacionamentosério-não-rotulado-via-facebook.

Reflexão

que,

Catástrofes, apocalipses e juízos finais à parte, a verdade é

quando

que minha querida Maitena tem muito sobre o que falar, porque

vem dos outros, é capaz de arrancar boas risadas, mas que

o sexo dos cromossomos XX é capaz de transformar qualquer

quando acontece com a gente parece não ter graça nenhuma.

gota d’água em oceano. Não que isso seja uma desvantagem. De

Sabe quando vem à sua cabeça uma situação idiota e você

forma alguma. Poder mergulhar em emoções, questionamentos

caracteriza “na hora foi engraçado”? Nos relacionamentos

e relacionamentos como se não houvesse amanhã é uma coisa

também é assim, só que ao avesso. Algo do tipo “na hora foi

nossa. E nós agüentamos, queremos assim. Tanto é que, mesmo

como o fim do mundo”. A verdade é que não foi e você está

depois de desmoronar, afundar e entrar no mais alto nível de

aqui para contar e dramatizar a história com acentos na voz e

desespero, vamos abraçar e pedir desculpas por aquela briga

pausas descontroladas, entre um gole e outro de chope, para

sem sentido, comer outro pedaço de bolo, receber elogios

tentar parar de rir. Quando chegamos a uma fase da vida

pela roupa, querer adotar mais um cachorro, ligar para a mãe

mais “adultinha” e tudo à sua volta conspira para uma rotina

avisando que no fim de semana ela vai ter visita, perceber que

necessária, na qual até o descanso está prontamente planejado

sua amiga tinha mesmo razão e colocar um ponto final no texto. 79 | WAZAP


COTIDIANO

VODK A CRYSTAL HEAD Você pode até não beber, mas se curte caveiras vai morrer de desejo por essa vodca. E não pense que isso é “blasfêmia”, afinal, a empresa que a produz pensou primeiro no desenvolvimento da garrafa (que levou dois anos para ficar pronta) e só depois no líquido que iria enchê-la, tá? A vodca que habita esse crânio é feita com água glacial do Canadá, destilada 4 vezes e não contém absolutamente nenhum aditivo, ou seja, é pura, pura e deve ser bem saborosa. A Crystal Head não está à venda no Brasil, mas é facilmente encontrada nos Duty Frees.

CHAMPAGNE MOËT ROSÉ Champagne Moët Rosé Impérial Personalizada Jeroboam 3000ml, customizada à mão com Swarovski Elements. As garrafas Moët Personalizadas são perfeitas para surpreender neste fim de ano, na festa de Réveillon, em aniversários, casamentos, noivados, premiações, presentes corporativos ou qualquer celebração que peça um toque pessoal e exclusivo.

BAKON Vodca Bakon, da destilaria americana Black Rock Spirits, tem realmente sabor de bacon! Muito usada na elaboração de coquetéis, embora pareça mais fácil colocá-la no seu hambúrguer.

80 | WAZAP

YAMAZAKI Mais caro do Japão, Single Malt é uma virgem de 50 anos. O Yamazaki de 50 anos de idade é um dos uísques mais caros do planeta. O lote inteiro é composto por apenas 150 garrafas, cada uma com 700 ml. Para deliciar uma dose dele em casa é preciso desembolsar $12.892,00. O uísque é de uma profunda cor âmbar, quase bronze, e, supostamente, tem um sabor frutado forte.

BOMBAY SAPPHIRE Considerado atualmente como o melhor gim do mundo, o Bombay Sapphire conquistou os apreciadores da bebida inglesa não somente pela qualidade e sabor excepcionalmente equilibrado, mas também pela hipnotizante garrafa azul translúcida e brilhante na cor de uma safira. Para celebrar um natal animado foi lançada uma Edição Limitada desenhada por House of Hackney. Por £ 35 ($ 55) você pode apreciar o melhor gim que existe.

CHIVAS REGAL A marca de uísque escocês Chivas Regal encomendou ao ilustrador nova-iorquino Dan Funderburgh o design de uma caixa especial para ser lançada no período de festas. A marca não divulgou o valor da bebida na embalagem comemorativa, porém o uísque 12 anos na caixa convencional de papelão custa R$ 99,90, no Brasil.

Fotos divulgação

BONS DRINKS


82 | WAZAP



WAZAP Mag #04