Page 1

BISS

BOLETIM INFORMATIVO SENAI SUZANO ESCOLA “LUIS EULALIO DE BUENO VIDIGAL FILHO”

Jun./Jul./Ago. 2012 Ano I - no. I

biblioteca124@sp.senai.br

APRESENTAÇÃO O Boletim Informativo SENAI Suzano, BISS, nasce com a missão de integrar-se às atividades didáticopedagógicas da escola “Luis Eulalio de Bueno Vidigal Filho”. É um recurso informacional, em princípio, dedicado aos docentes, que contará com um “Espaço do Aluno”, através do qual serão expostos resultados de propostas/temas feitos aos discentes. O BISS é um espaço de livre expressão, conforme preconiza o Art. 5º. da Carta Magna1: liberdade de pensamento, de crença, de acesso à informação, dentre outros, desde que não viole direitos e moral de terceiros e/ou instituições em esfera pública ou privada. O material aceito para este boletim (texto, charge, desenho, etc) pode ser de caráter técnico, científico, didático, informativo, filosófico, de humor... Os textos podem estar em prosa ou em verso. Todos os colaboradores estão, portanto, convidados a participar, sugerir e criticar. As seções, ora propostas (“Espaço Didático-Pedagógico”, “Dica”, “Em Pauta”...), podem ser mutáveis. O Boletim Informativo SENAI Suzano enquadra-se nos critérios da “Disseminação Seletiva da Informação” (DSI): No âmbito da Biblioteconomia, disseminar é levar ao conhecimento do usuário os documentos novos recebidos pela biblioteca ou, em sentido mais amplo, divulgar entre os leitores as publicações relevantes e atuais para que possam, através da atualização constante, aprimorar o seu desempenho em suas atividades profissionais. Documento novo é aquele material relevante ao qual o usuário ainda não teve acesso e documento relevante é aquele material classificado pelo usuário como sendo de seu interesse, independente do formato que este possa apresentar. (STRONG, 2004, p. 5, grifos nossos)2.

O BISS, adicionalmente, é um clipping com notícias e informações concernentes ao universo em que atuam os profissionais da Escola SENAI “Luis Eulalio de Bueno Vidigal Filho”: a educação. BRASIL. Constituição (1988). Constituição [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988. Disponível em:

1

<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm>. Acesso em: 20 jun. 2012. STRONG, R. M. R. Implantação do serviço de Disseminação Seletiva da Informação na biblioteca do Tribunal de Justiça do

2

Estado do Rio de Janeiro. 2004. 61 f. Monografia de Conclusão de Curso (Pós-Graduação em Administração Judiciária)-Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2004. Disponível em: <http://portaltj.tjrj.jus.br/c/document_library/get_file?uuid=ff6cf418-ae98-47d1-9e9a77807314ce8a&groupId=10136>. Acesso em: 20 jun. 2012.

EM PAUTA Espaço dedicado aos assuntos abordados e decisões tomadas em reuniões de gerência e em reuniões de equipe escolar da Escola SENAI “Luis Eulalio de Bueno Vidigal Filho”. Seguem, neste número, apenas pautas, decisões e comunicados da reunião de EE que aconteceu no dia 26/06/12: • Mesa de tênis de mesa / pingue-pongue ficará entre a rampa que liga os blocos A e B e o estacionamento de motos. O terreno será aplainado e coberto para comportar esta atividade; • Visita à Olimpíada do Conhecimento pelas escolas públicas em 14/11/12. Acertada a logística: dia 14, escolas públicas; 15, 16 e 17/11 são os alunos da escola SENAI de Suzano (CAI, CT e entidades parceiras do SENAI). As escolas ficarão encarregadas de selecionar os alunos que visitarão a Olimpíada, no Anhembi; • Em julho começará uma turma a mais de Mecânico de Usinagem (CAI), ou seja, serão duas turmas de 1º. Termo de Mecânico de Usinagem; • Terá início, também, a segunda turma de Técnico em Eletromecânica do período noturno.


ESPAÇO DO ALUNO Este espaço tem o objetivo de incentivar a criatividade, a pesquisa e a leitura do aluno através de temas que serão propostos para elaboração de redações. Um livro, uma música, uma pintura, uma escultura, uma fotografia, uma personagem... os temas poderão ser livres ou “fechados”. Haverá uma comissão julgadora e formas de premiação estão em estudo.

VELHO, NA BOA... “Velho, na boa...” será um espaço para aprendizado, reflexões e fonte de inspiração. Esse nome anuncia uma palavra amiga, de quem quer ajudar, não de quem aborda com uma crítica destrutiva ou vazia. Com dois temas, um de crítica/instrução e outro de reflexão/inspiração, o leitor será servido com um conteúdo relevante para a vida profissional e edificante para a vida pessoal. Serão aceitas sugestões de temas, mesmo que o colaborador não autorize a sua identificação. Para começar as críticas/instruções, nenhum assunto é mais oportuno para ser tratado do que a expressão que dá o título a esta seção: “velho, na boa...”. Na verdade, essa é uma versão melhorada da quase marca registrada “véi, na boa” que tanto está se vendo no Facebook, às vezes, sem o acento e até sem a vírgula. Peço licença aos profissionais da Língua Portuguesa, já que esta não é a minha área de formação. Neste momento, eu só quero resgatar um pouco do que aprendi na escola para justificar a minha observação. Bem, para que a expressão fique correta, ainda falta mais uma correção: “velho, numa boa...”. “Na”, que é a junção entre a preposição “em” e o pronome definido “a”, é aplicável quando o pronome definido “a” se refere a algum objeto conhecido. Como nesta oração não há objeto, usa-se o pronome indefinido “uma”. Portanto, juntando-se “em” com “uma” fica “numa”. Mas, se há ainda uma correção a ser feita, por que, então, não fazê-la? Simples, porque o resultado descaracterizaria a expressão original. “Velho, na boa...” ainda lembra “véi, na boa” e dá a conotação de ironia desejada. Já “velho, numa boa...” fica intelectual demais... Como reflexão/inspiração, chamo a atenção para a necessidade de preservar o ambiente familiar. Todos precisamos ter bons relacionamentos para podermos ser felizes e sermos bem sucedidos. De todos os relacionamentos que temos, sem dúvida, os mais importantes são os com os nossos familiares. Portanto, seguem alguns aspectos muito importantes que devem ser observados nos relacionamentos entre pais e filhos: Aos filhos, dar ouvidos ao que os pais ensinam, obedecendo-os e honrando-os (consulte Êxodo 20:12; Deuteronômio 5:16; Provérbios 1:8; 6:20; 10:1; 11:29; 15:20; 17:25; 19:26; 20:20; 23:22 e 30:17); Aos pais, ensinar e disciplinar os filhos com amor e sabedoria para que não fiquem irritados e nem desanimados, conduzindo-os a uma conduta reta (consulte Provérbios 13:24; 22:6; Mateus 12:33; Lucas 6:43 e 44 e Colossenses 3:21). Marcelo Victor Orientador de Prática Profissional


ESPAÇO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO A passagem do tempo dificilmente é sentida pela maioria das pessoas. Apenas em alguns momentos que nos damos conta de que alguns bons anos já se passaram desde que fizemos algo. Às vezes, essa constatação vem de maneiras diferentes e em momentos mais inusitados. Há alguns meses, deparei-me com uma criança de três anos de idade, filho de um amigo, jogando em um tablet. O garoto demonstrava uma familiaridade tão grande com o aparelho que me dei, imediatamente, conta de que os anos se passaram rapidamente e eu não senti. Confesso que fiquei com vergonha de dizer que não sabia como usar o aparelho. Como educador, não pude deixar de pensar na escola e como ela deve se adaptar ao tempo. Hoje, como professores, enfrentamos um grande desafio: ensinar a geração que nasceu no universo da tecnologia, que se desenvolve a uma velocidade maior do que conseguimos acompanhar. O que fará o menino que vi brincando com um tablet daqui a dez anos? Será que ele entenderá os assuntos que lecionarei, da mesma maneira que eu entendia, quando estiver na escola? Provavelmente, não. O modo de aprender tem uma relação direta com o meio em que estamos inseridos. Como docentes, precisamos ser mais velozes em nos adaptar às mudanças de uma sociedade que se reinventa cada vez mais, em menos tempo. Isso demanda constantes estudo e planejamento. O plano de aula que usei, há dois anos, não pode ser o mesmo que uso hoje, pois alguma coisa mudou, seja em mim ou nos meus alunos. É preciso inovar sempre para ser um bom educador. Senão, continuaremos a nos surpreender com a passagem do tempo. Etiano da Silva Lima Filho Coordenador Pedagógico

NOTÍCIAS Bullying contra menores pode resultar em quatro anos de prisão3 Brasília – O grupo que discute o texto do novo Código Penal decidiu hoje (28) tipificar como crime a prática de bullying - ato de agredir fisicamente ou verbalmente algum menor de idade, de forma intencional e continuada. O crime foi classificado como "intimidação vexatória" e poderá resultar em até quatro anos de prisão quando o autor for maior de idade. Quando o agressor tiver menos de 18 anos, o bullying será considerado ato infracional e, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, o autor receberá medidas socioeducativas, como prestação de serviços, acompanhamento e internação. Para que o crime seja tipificado, é preciso ficar provado que houve sofrimento da vítima a partir de uma pretensa superioridade do autor da violência. O grupo também decidiu criminalizar a prática de stalking, que é perseguir alguém com ameaça à sua integridade física ou psicológica, invadindo sua privacidade ou liberdade. Classificado de “perseguição obsessiva ou insidiosa”, o crime pode resultar de dois a seis anos de prisão. 3

ZAMPIER, D. Bullying contra menores pode resultar em quatro anos de prisão. Agência Brasil, Brasília, 28 maio 2012. Justiça.

Disponível

em:

<http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-05-28/bullying-contra-menores-pode-resultar-em-quatro-anos-de-prisao>.

Acesso em: 15 jun. 2012. Reprodução autorizada sob licença Creative Commons.


EVENTOS Programação Aniversário de 30 Anos da Escola SENAI “Luis Eulalio de Bueno Vidigal Filho”: DIA 01/08 (MANHÃ)

8h ­– Recepção/Credenciamento 8h30 – Abertura – Diretor CIESP Histórico da Escola – Profº Silvério 9h – Palestra: “POR QUE ALGUMAS EMPRESAS CHEGARAM À EXCELÊNCIA DE FORMA SÓLIDA E DURADOURA E OUTRAS NÃO” Palestrante: Ricardo V.B. Gonzales – Gerente de Marketing e Treinamento - Empresa Mitutoyo Sul América Ltda 10h:15 – Entrega de brindes aos convidados, depois haverá sorteio de outros itens 10h:30 –Visitação aos ambientes da Escola – Convidar ex-funcionários DIA 01/08 (TARDE)

DIA 02/08 (MANHÃ E TARDE)

15h:30

10h:30 e 16h:00

– Comemoração com os funcionários

– Comemoração com alunos (CAI + CT)

Brinde para todos (Dancing Ball)

– Bolo/refrigerantes...

Alunos dispensados às 15h:30 Brinde especial para funcionários com 20 anos de unidade SENAI Suzano – Coffee break

*Alunos da FIC = + 200 alunos... Palavra do diretor – Montagem do telão – Histórico/escola

– Vídeo - fotos dos funcionários no telão *2 depoimentos ... – Condução - Profº Silvério

DICA A dica deste primeiro número do BISS é o Veduca: <http://veduca.com.br/>. Um site que traz aulas das principais instituições de ensino e pesquisa do mundo (MIT, Harvard, Yale, UCLA, Berkeley, dentre outras), legendadas em português, com acesso gratuito. De Comunicação a Medicina, de Arte a Engenharia. O site trabalha com colaboradores voluntários que fazem as traduções das aulas, mas nem todas estão traduzidas. Basta clicar em uma área do conhecimento (no fim da página) para ser redirecionado para a lista de vídeos. Os que estão legendados têm uma bandeira brasileira no canto superior direito.

BISS - Boletim Informativo SENAI Suzano  

É um recurso informacional, em princípio, dedicado aos docentes, que contará com um “Espaço do Aluno”, através do qual serão expostos result...