Page 1

Manual de integração de treinamento


Manual de integração de treinamento

Treinamento Operacional – Diretoria de RH Rua dos Lavapés, 463 – Cambuci 01519-000 - São Paulo - SP

Gerência de Treinamento Operacional Sergio Fesneda

Administração Denis Germino Elisaldo de Melo Patrícia Saline Valdir Lopes

Elaboração técnica Ana Rita Ramos Angela Chagas Joana Costa Samuel Braz

Projeto gráfico e editoração Michel de Oliveira Rodolfo Justino

São Paulo, setembro de 2007.

C:\Documents and Settings\m095856\Desktop\Apostia de integração de treinamento.doc


"Ninguém educa ninguém, ninguém se educa sozinho, os homens se educam em comunhão." Paulo Freire


Sumário 1

Introdução___________________________________________ 1 1.1

2

3

4

5

6

Definição ..................................................................................................................... 1

Apresentação da empresa _______________________________ 2 2.1

Missão coorporativa .................................................................................................. 2

2.2

Missão da AES Eletropaulo....................................................................................... 2

2.3

Visão coorporativa..................................................................................................... 2

2.4

Visão da AES Eletropaulo ......................................................................................... 2

2.5

Valores empresariais ................................................................................................. 3

2.6

Valores da AES Eletropaulo...................................................................................... 3

2.7

Compromisso da AES Eletropaulo com os diversos públicos ............................. 4

2.8

Órgãos reguladores ................................................................................................... 5

Normas coorporativas da Segurança do trabalho _____________ 6 3.1

Política de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho Grupo AES no Brasil ........................................................................................................................... 6

3.2

16 Regras de segurança............................................................................................ 7

Código de ética _______________________________________ 9 4.1

RECOMENDAÇÕES GERAIS..................................................................................... 9

4.2

Limites de atendimento em campo pelo eletricista operacional......................... 10

APEX – Excelência em performance_______________________ 11 5.1

Ciclo de atividades do PDCA .................................................................................. 12

5.2

Treinamentos APEX................................................................................................. 13

BBS - Segurança Baseada no Comportamento AES Brasil ______ 15


1

Introdução

1.1

Definição Este manual tem o objetivo de fornecer informações coorporativas ao profissional da AES Eletropaulo como parte integrante dos demais manuais técnicos inclusos em treinamento. As informações aqui descritas são oficiais da empresa e deverão ser integralmente conhecidas e cumpridas pelo funcionário em todas as relações profissionais existentes desde o treinamento até a sua interação e desenvolvimento no local de trabalho.

1


2

Apresentação da empresa

2.1

Missão coorporativa Qual o nosso negócio? Quem é o cliente? O que tem valor para o cliente? A Missão corporativa deve responder a estas perguntas aparentemente simples , porém as mais difíceis que uma corporação terá que responder. Exemplo: "O propósito da EMPRESA, S.A. é atender de maneira honrosa as necessidades da comunidade, oferecendo produtos e serviços de qualidade superior a um preço justo e fazê-lo de modo a obter um lucro adequado para possibilitar crescimento da empresa como um todo e com isso fornecer a oportunidade para que nossos funcionários e acionistas alcancem objetivos pessoais razoáveis." A missão deve ainda ser definida em termos de necessidades e não produtos.

2.2

Missão da AES Eletropaulo “Satisfazer a sociedade por meio da prestação de serviços e soluções em energia, atuando de maneira segura e socialmente responsável".

2.3

Visão coorporativa Qualquer empresa espera reconhecimento de seus clientes enquanto produtora de bens e serviços. Com a AES Eletropaulo isso não é diferente, o que é chamado de “visão”, é, em outras palavras, o modo que a empresa espera ser vista pelos seus clientes e pela sociedade.

2.4

Visão da AES Eletropaulo “Ter o reconhecimento da sociedade como marca líder no setor".

2


2.5

Valores empresariais É um conjunto de ações prioritárias que direcionam todos os funcionários a tomar decisões de acordo com os princípios da organização. Os valores éticos especificam a maneira como a empresa administrar os seus negócios e consolidam as relações com fornecedores, clientes e outras pessoas envolvidas.

2.6

Valores da AES Eletropaulo Segurança: Nós iremos sempre colocar a segurança em primeiro lugar – em relação ao nosso pessoal, contratados e integrantes das comunidades que atendemos. Integridade: Nosso pessoal é honesto, confiável e fidedigno. A integridade está no centro de tudo o que fazemos – como conduzimos nossas ações, como desempenhamos nosso trabalho e como interagimos uns com os outros e com todas as partes envolvidas. Nosso pessoal é confiável com relação ao seu compromisso e para colocá-lo em ação. Compromisso: Nós temos um compromisso com as partes envolvidas. Nós queremos contribuir positivamente com a sociedade (é preciso esclarecer qual é o compromisso e as ações a serem implementadas para cumpri-lo). Excelência: Nós queremos ser os melhores em tudo o que fizermos. Desempenhar atividades e fornecer serviços de alta qualidade e confiáveis aos nossos clientes. Auto-realização: Nós queremos que nosso pessoal goste de seu trabalho, apreciando a auto-realização proporcionada por fazer parte de um time de sucesso que faz a diferença. Nós trabalhamos porque o trabalho nos faz sentir realizados, úteis e motivados. E quando isso deixar de ser assim, nós iremos mudar o que fazemos ou como nós fazemos as coisas.

3


2.7

Compromisso da AES Eletropaulo com os diversos públicos Compromisso com os Clientes ƒ ƒ

Atingir a excelência na prestação de serviços por meio de atendimento classe mundial Inovar continuamente para melhorar a qualidade dos nossos produtos e serviços

Compromisso com os Colegas ƒ ƒ ƒ ƒ

Trabalhar de modo seguro sempre e em todos os lugares Tratar todos com justiça e respeito Compartilhar idéias e aprendizagens para que todos na empresa possam se beneficiar e evoluir Dar o máximo para cumprir com as nossas responsabilidades

Compromisso a Comunidade ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ

Nós prestamos um serviço de primeira necessidade e fazemos isso de forma exemplar Lutar continuamente para melhorar nosso desempenho ambiental Ajudar nossas comunidades a crescerem economicamente Usar os recursos mundiais de modo sensato Melhorar a qualidade de vida das pessoas que atendemos

Compromisso com os Acionistas ƒ ƒ

Ser aberto, transparente na prestação de contas e responsável Agregar valor à imagem e ao capital investido

Compromisso com os Fornecedores e Parceiros ƒ ƒ ƒ

Tratar todos com justiça e respeito Garantir um ambiente de trabalho seguro Ajudar nossos fornecedores a serem bem sucedidos, mas exigir os mais altos níveis de desempenho por parte deles

Compromissos pessoais ƒ ƒ ƒ ƒ

Desenvolver e crescer Trabalhar com segurança Atingir a excelência em tudo o que fazemos Equilibrar nossas ações de forma a viver em harmonia, principalmente com aqueles com quem trabalhamos, nossa família e amigos.

4


2.8

Órgãos reguladores ANEEL Tem por finalidade regular e fiscalizar a produção, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica, em conformidade com as políticas e diretrizes do Governo Federal; CSPE É a Agência reguladora e fiscalizadora dos serviços de energia elétrica em São Paulo, criada pelo Governo do Estado e aprovada pela Assembléia Legislativa; ONS MAE O Operador Nacional do Sistema Elétrico é uma entidade de direito privado, criada em 26 de agosto de 1998, responsável pela coordenação e controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica nos sistemas interligados brasileiros.

5


3

Normas coorporativas da Segurança do trabalho A Segurança do Trabalho é a principal prioridade da AES Eletropaulo. Os principais objetivos da Diretoria de Segurança e Medicina do Trabalho – SESMT podem ser assim relacionados: ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ

3.1

Manter monitoramento constante dos indicadores de Segurança e Saúde e Meio Ambiente; Criar medidas corretivas e preventivas; Definir padrões e procedimentos de segurança; Prevenir acidentes; Evitar doenças ocupacionais e passivos ambientais; Implementar programas;

Política de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho Grupo AES no Brasil Prevenção: Atuar com foco na prevenção de acidentes, incidentes, doenças ocupacionais, danos ambientais e poluição. Responsabilidade Social: Ter como objetivo prioritário das ações o benefício às comunidades com as quais o Grupo AES se relaciona. Conscientização: Assegurar que seus colaboradores e parceiros estejam informados, conscientizados e capacitados, motivando-os a assumir uma postura adequada para evitar e atuar em situações de risco a saúde, a segurança e em potenciais impactos ambientais decorrentes de suas atividades. Melhoria Contínua: Planejar, projetar e desenvolver suas atividades aprimorando continuamente a performance das operações, monitorando, de forma pró-ativa, indicadores de saúde ocupacional, segurança do trabalho e meio-ambiente, e aplicando tecnologias, processos e insumos que minimizem os riscos ao trabalhador e impactos ao meio ambiente, visando a saúde e a segurança dos colaboradores, das empresas parceiras e da comunidade.

6


Respeito aos Recursos Naturais: Usar de forma racional e sustentável os recursos naturais necessários aos processos sob responsabilidade da AES no Brasil. Gerenciamento de Emissões: Mitigar os impactos decorrentes de suas atividades, reduzindo suas emissões para o meio ambiente e para o ambiente de trabalho, buscando soluções econômicas e tecnicamente sustentáveis. Fornecedores e Contratados: Atuar em parceria com seus fornecedores e contratados, orientando-os e estabelecendo critérios para o atendimento aos requisitos de saúde, segurança e meio ambiente, na prestação de serviços. Comunicação: Fomentar programas de conscientização, educação ambiental, saúde e segurança, junto á comunidade na qual está inserida, apoiando o desenvolvimento de projetos que atendam as expectativas das partes interessadas e manter uma comunicação aberta e permanente através da divulgação de suas práticas e desempenho Compromisso com a Legislação: Operar e manter todas as Unidades, garantindo o cumprimento da Legislação aplicável a saúde, segurança e meio ambiente, bem como o atendimento a outros requisitos pertinentes a suas atividades.

3.2

16 Regras de segurança 1.

Só execute serviços de manutenção em rede primária, subestações e linhas de transmissão que forem previamente planejados e programados junto ao COD ou COS.

2.

Confira, antes de sair, se todos os EPI’s, EPC’s, ferramentas, equipamentos e veículo estão em ordem e em condições seguras. O uso de EPI’s e EPC’s é obrigatório.

3.

Sinalize o canteiro de forma adequada seguindo a norma de segurança.

4.

Antes de iniciar o serviço, o responsável em campo deve fazer um planejamento detalhado e documentado das atividades. O planejamento deve apontar todas as situações de risco e as formas de controle. Se durante a atividade a equipe encontrar uma situação não prevista, deve parar e refazer o planejamento de segurança. Nunca pule etapas ou desrespeite as normas de segurança

5.

Durante toda a atividade, o trabalhador de solo ou de apoio deve acompanhar atentamente o serviço do eletricista executante, verificando se ele está seguindo o planejamento e os procedimentos. Quando isso não acontecer, deve ordenar a imediata interrupção dos trabalhos.

7


6.

Só inicie a execução de serviços programados e de emergência na rede primária, subestações e linhas de transmissão após obter a autorização do COD ou do COS

7.

Nunca inicie a execução de um serviço com desligamento no sistema elétrico sem antes efetuar o teste de ausência de tensão, o aterramento temporário e sem estar utilizando todos EPI’s e os EPC’s necessários. O trabalho deverá sempre ser realizado entre pontos aterrados e sinalizados.

8.

Nunca energize ou desenergize um trecho do sistema elétrico sem antes solicitar a autorização do COD ou COS. Para a energização de qualquer instalação, é obrigatório que todos os membros da equipe estejam afastados da rede, mas dentro do alcance visual do responsável em campo.

9.

Antes da execução de serviços em linha viva, providencie o bloqueio do religamento automático dos disjuntores ou dos religadores automáticos.

10. Sempre posicione corretamente a escada. Nunca deixe de amarrá-la, cruzando a perna no degrau enquanto executa esta atividade. Sempre ancore o cinturão de segurança antes de iniciar qualquer serviço em altura. 11. Em caso de dúvida, sempre peça orientação ao responsável imediato ou à sua chefia. Não tenha medo ou vergonha de pedir esclarecimentos ou ajuda aos seus companheiros. 12. Nas atividades de linha viva à distância, sempre utilize bastões isolantes. Mesmo em linha desenergizada, é proibida a colocação de porta-fusíveis sem o uso do bastão isolado e EPIs apropriados. 13. As atividades de linha viva e linha desenergizada não devem acontecer simultaneamente no mesmo serviço. 14. Não é permitido subir em escadas carregando materiais e equipamentos. Deve ser utilizado conjunto de carretilha, corda, gancho, sacola de ferramentas ou dispositivos apropriados. 15. A chefia imediata (coordenador, gerente e diretor) deve ser avisada imediatamente em caso de qualquer acidente. O coordenador ou superior imediato deve acompanhar o acidentado ao atendimento médico. 16. Durante toda a execução do serviço, evite brincadeiras ou distrações, visando manter adequada concentração nas atividades.

8


4

Código de ética O código de ética empresarial é um instrumento criado para orientar o desempenho de empresas em suas ações e na interação com seu diversificado público. Para a concretização deste relacionamento, é necessário compreensão do mesmo por seus funcionários. Se cada empresa elaborar seu próprio código, especificando sua estrutura organizacional, a atuação dos seus profissionais e colaboradores poderá orientar-se por ele. O sucesso da empresa depende das pessoas que a compõe, pois são elas que transformam os objetivos, metas, projetos e até mesmo a ética em realidade. Por isso é importante o comprometimento do indivíduo com o código de ética. O Código se destina a reger, como exigência de emprego, as ações de todos que trabalham na AES, incluindo os funcionários das subsidiárias e afiliadas da AES. O Código aborda os seguintes tópicos: ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ

4.1

Cumprimento deste Código, Leis, Normas e Regulamentos; Conflitos de interesse e Oportunidades para a Empresa; Qualidade das Divulgações de Informações Públicas; Proteção e Uso Adequado dos Ativos da Companhia; Proteção de Informações Exclusivas e Confidenciais; Divulgação de Informações Privilegiadas e Estratégicas; Negociação Justa; Interação com oGoverno; Cumprimento das Leis de Repressão ao Abuso do Poder Econômico; Normas de Segurança e Ambiente; Respeito Mútuo e Manutenção de Registros.

RECOMENDAÇÕES GERAIS Se não tiver certeza, PERGUNTE Se você tiver quaisquer perguntas ou dúvidas sobre a ética, legalidade de uma ação ou decisão de negócio, pergunte. Há vários recursos de ajuda à sua disposição para discutir suas preocupações, antes de tomar uma decisão ou providência. Além disso, você deve entrar em contato com o Departamento Jurídico ou de Compliance se não

9


conseguir resolver suas preocupações. Eles irão auxiliá-lo a tomar a decisão final ou a tomar as providências mais adequadas. Informe qualquer violação sem temor de represálias. Todos os funcionários da AES Eletropaulo deverão informar delitos ou violações cometidos por outros. Essas informações são bem-vindas, porque ajudam a você, a seus colegas e a nossa companhia. Você pode informar quaisquer violações sem temor de retaliação. Nunca faça concessões Nossos valores e nosso código de ética nunca devem ser objeto de concessões resultantes de pressão financeira, ou outras. Tolerância Zero A adesão aos nossos valores e ao código de ética é obrigatória por parte de todo o funcionário da AES Eletropaulo. As violações a algum destes itens não serão toleradas. O funcionário da AES Eletropaulo que violar ou desconsiderar os valores ou o código de ética que foi estabelecido estará sujeito a ações disciplinares que poderão incluir até a demissão.

4.2

Limites de atendimento em campo pelo eletricista operacional É de extrema importância que o nosso eletricista atenda com muita qualidade o nosso cliente, mas algumas informações são importantes para que nenhuma interação além do necessário ocorra entre os nossos eletricistas de campo e os clientes da empresa, para evitar desconforto e maiores problemas. Entre as descrições integrantes do código de ética, algumas situações mais comuns são descritas como não permitidas sujeitas a punições sérias. ƒ ƒ ƒ

Solicitar ou aceitar propina de qualquer natureza pela realização das tarefas em campo específicas ou não de um cliente usuário; Adentrar em residência particular do cliente sendo que o limite de fornecimento e atendimento encontra-se na caixa de medição particular também conhecida como padrão de entrega. Realizar reparo em instalações particulares, residências, empresas e demais unidades de consumo atendidas pela Eletropaulo, quer seja em caráter provisório ou definitivo, em troca ou não de gratificações.

10


5

APEX – Excelência em performance Toda a empresa possui internamente o que se chama de “uma fábrica escondida”, isto é, pequenos processos que não agregam valor e qualidade aos nossos serviços e que acabam consumindo tempo dos colaboradores da empresa e outros recursos que poderiam ser utilizados para outros investimentos e/ou processos. Como forma de tentar eliminar estes “desperdícios”, focar em melhoria contínua e ainda aprender com os próprios erros, a AES Corp, no início de 2006, realizou o lançamento mundial do APEX cujo nome é uma abreviação de AES Perfomance Excellence, ou, em português, AES Excelência em Performance. O APEX consiste em esforços mundiais organizados em todos os níveis da corporação para a redução de custos de não-qualidade e aproveitamento de oportunidades de aumento de receita, através de uma abordagem sistêmica para busca da melhoria contínua dos processos do negócio. Ou seja, Ferramentas básicas de administração são utilizadas como forma de resolver problemas do dia a dia da organização proporcionando: ƒ ƒ ƒ

Eficácia – O problema realmente foi resolvido; Eficiência – O problema foi resolvido com o máximo de produtividade e o mínimo de custo; Efetividade - O problema não voltará a ocorrer.

O APEX não é um programa ou um projeto que possui um início e um prazo para terminar. É uma metodologia que pode ser aplicada em diversos processos para a sua melhoria contínua, ou em outras palavras, uma oferta de ferramentas que ajudam às pessoas da AES produzirem os resultados e efetivamente a resolverem problemas Quando este tipo de aprimoramento contínuo se torna parte da maneira diária como uma empresa conduz seus negócios, então esta empresa realmente é uma Organização que Aprende.

11


5.1

Ciclo de atividades do PDCA Para estruturar o APEX foi escolhido o “ciclo PDCA”, idealizado por Shewhart e divulgado por Deming, quem efetivamente o aplicou no Japão após a guerra. Por isso é também chamado “ciclo de Shewhart” ou “ciclo de Deming”, e tem por princípio tornar mais claros e ágeis os processos envolvidos na execução da gestão, dividindo-a em quatro principais passos – Plan (Planejar) – Do (Desenvolver) – Check (Conferir) – Act (Alinhar/Agir). É aplicado principalmente nas normas de sistemas de gestão, mas pode ser aplicado em qualquer pequena atividade e deve ser utilizado em qualquer empresa de forma a garantir o sucesso nos negócios. O conhecido PDCA, na administração, nada mais é do que um ciclo sugerido para a realização de todas as fases de resolução de um problema. Podemos dividi-lo da seguinte maneira como ilustra a figura 1

Act

Plan

(Agir Corretivamente)

(Planejar)

Check

Do

(Verificar)

(Executar)

Ciclo PDCA: Ciclo do Melhoramento Contínuo ou Ciclo de Deming

Figura 1

A figura 2 mostra exatamente quais os passos que temos que tomar a fim de utilizar corretamente a ferramenta e tornar possível o sucesso do programa.

12


1 9

1

Identificar o Problema

2

Observar e conhecer o problema

3

Identificar causa

4 5

Definir plano de ação e forma de controle Preparar implantação

6

Desenvolver implantação

7

Avaliação dos resultados

8

Adequação e realinhamento

9

Normalização e aprendizado

2 3 8 4

5 7 6 Figura 2

5.2

Treinamentos APEX O sistema de treinamento APEX é baseado no programa de Graduação por Faixas, portanto é feito em vários níveis para possibilitar aos funcionários a ascenção entre as cinco diferentes faixas. A mudança ocorre através de uma combinação entre aprendizado e prática (treinamento + execução de projetos). 1º - Treinamento e-learning - disponibilizado no ambiente WEB para formar colaboradores com conhecimentos básicos sobre o APEX e o ciclo PDCA. 2º - Treinamento de 08 horas - curso presencial ministrado por multiplicadores certificdos APEX, e que introduz as ferramentas da qualidade possibilitando a participação dos funcionários em projetos APEX; 3º - Treinamento de 16 horas - curso presencial ministrado para formação de novos multiplicadores. Estão aptos a cursar este treinamento os funcionários que já tenham passado pelos treinamentos anteriores e concluído pelo menos um projeto APEX com todos os 9 passos ou três projetos APEX mais simples seguindo apenas os 04 passos básicos (Plan-Do-Check-Act).

13


14


6

BBS - Segurança Baseada no Comportamento AES Brasil Um novo jeito de fazer segurança que, através da motivação e do comprometimento de todos com o comportamento seguro, busca a melhoria contínua em segurança. O que é avaliado no BBS? O COMPORTAMENTO das pessoas durante a execução das atividades. Por que um programa Comportamental baseado na Segurança? ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ

90% dos acidentes de trabalho são motivados por atitudes e comportamentos inseguros e não relacionados com o conhecimento, experiência, procedimentos e tecnologia; Reforçar o conceito de “parceiro de vida” – Confiança mútua, co-responsabilidade dos atos e busca da integridade física das equipes de trabalho; Disseminar a idéia de Cuidado Ativo; Desenvolver um processo de melhoria continua na busca da excelência em segurança; Necessidade da AES em exercitar um jeito novo de trabalhar e atender ao seu primeiro valor: SEGURANÇA.

15


16


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________


1-MANUAL DE INTEGRAÇÃO DE TREINAMENTO  

Manual de integração de treinamento Administração Projeto gráfico e editoração Elaboração técnica Ana Rita Ramos Angela Chagas Joana Costa S...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you