Issuu on Google+

Aterramento temporário, Rede primária, Rede secundária e Iluminação pública


Aterramento temporário, Rede primária, Rede secundária e Iluminação pública

Treinamento Operacional – Diretoria de RH Rua dos Lavapés, 463 – Cambuci 01519-000 - São Paulo - SP

Gerência de Treinamento Operacional Sergio Fesneda

Administração Denis Germino Elisaldo de Melo Patrícia Saline Valdir Lopes

Elaboração técnica Ana Rita Ramos Angela Chagas Joana Costa Samuel Braz

Projeto gráfico e editoração Michel de Oliveira Rodolfo Justino

São Paulo, junho de 2007.

R:\Treinamento Tecnico\SEGMENTOS\AÉREO\CONSTRUÇÃO E MANUTENÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA (CMRDA)\APRESENTAÇÕES\ATERRAMENTO TEMPORÁRIO.ppt


"Ninguém educa ninguém, ninguém se educa sozinho, os homens se educam em comunhão." Paulo Freire


Aterramento temporário, Rede primária, Rede secundária e Iluminação pública

Objetivo Conhecer os procedimentos operacionais para a instalação e retirada do conjunto de aterramento temporário na rede de distribuição aérea primária, rede secundária e iluminação pública, de acordo com a MPT DAP 011, e as “16 regras de segurança”.

2

1


Portas para um acidente Pontos em desacordo com os procedimentos de segurança: ƒ Planejamento documentado não cumprido; ƒ Check-list não cumprido; ƒ Aterramento no circuito secundário não realizado; ƒ Aterramento no circuito de iluminação pública não realizado; ƒ Teste de ausência de tensão não realizado.

3

Regra de segurança nº 7 da Eletropaulo “Nunca inicie a execução de um serviço com desligamento no sistema elétrico, sem antes efetuar o teste de ausência de tensão, o aterramento temporário e sem estar utilizando todos EPI´s e os EPC´s necessários. O trabalho deverá sempre ser realizado entre pontos aterrados e sinalizados.”

4

2


Aterramento temporário Tipos: Primário e secundário Função: Dispositivo de proteção coletiva (EPC), que visa proteger os eletricistas contra correntes que possam circular pelo circuito (primário e secundário), mesmo este estando desligado fisicamente, sendo seu uso obrigatório. Finalidade: Curto-circuitar as fases com o neutro. Inspeção visual: Defeitos nas conexões, molas e travas e oxidação. Limpar os grampos do conjunto de aterramento periodicamente com escova de aço, para garantir uma boa conexão. Em caso de atuação do conjunto de aterramento, o mesmo deverá ser inutilizado; Acondicionamento: Sacolas apropriadas 5

Equipamentos de proteção individuais obrigatórios Uniforme, capacete de segurança, botina de segurança, óculos de segurança, cinto de segurança, luva de cobertura, luva de borracha e mangote isolante (de acordo com a classe de tensão da rede).

6

3


Aterramento temporรกrio

7

Aterramento temporรกrio Aterramento primรกrio

8

4


Aterramento primรกrio Aterramento secundรกrio

9

Aterramento secundรกrio

10

5


Procedimentos para serviços programados ƒ Realizar o “Planejamento Documentado”: ƒ Verificar em campo condições da rede e do meio físico; ƒ Definição dos pontos de trabalho; ƒ Definição dos aterramentos (primário, secundário e IP) na planta (projeto); ƒ Dimensionamento dos recursos humanos e materiais. ƒ Inspecionar EPI´s, EPC´s, ferramentas, equipamentos e veículos; ƒ Verificar condições psicológicas e físicas da equipe.

Procedimentos em campo ƒ Estacionar, calçar o veículo, sinalizar via e canteiro de trabalho; ƒ Preenchimento da APR (Análise Preliminar de Risco), definindo o responsável pela instalação dos aterramentos; ƒ Realizar outros procedimentos de acordo com a atividade que será executada.

11

Procedimentos operacionais (fonte: MPT DAP 011)

Passo 1 Após cumpridos os procedimentos iniciais: ƒ Conferir pontos de trabalho e de aterramentos indicados na planta; ƒ Planejar instalação dos conjuntos de aterramentos temporários nos postes adjacentes. Nos casos em que não seja possível, será instalado, a pelo menos, 3,5 m do ponto de trabalho.

12

6


Procedimentos operacionais (fonte: MPT DAP 011)

Passo 2 ƒ Preparação do conjunto do aterramento primário para instalação:

13

Procedimentos operacionais (fonte: MPT DAP 011)

Passo 3 ƒ Confirmar tensão nos condutores a serem aterrados: com o detector de tensão, efetuar verificação de ausência de tensão em cada fase, certificando-se que o circuito encontra-se desenergizado.

14

7


Procedimentos operacionais (fonte: MPT DAP 011)

Passo 4 ƒ Recebimento do material para a aplicação.

< Secundário

Primário >

15

Procedimentos operacionais (fonte: MPT DAP 011)

Passo 5 ƒ Aterrar circuito: fixar o grampo de aterramento ao condutor neutro ou ao neutro geral. Na ausência deste, a ligação deverá ser efetuada nas prumadas ou com uso de trados.

16

8


Procedimentos operacionais (fonte: MPT DAP 011)

Passo 6 ƒ Conectar grampos restantes nas fases existentes ƒ O conjunto de aterramento deverá permanecer na rede ou circuito durante toda a execução da tarefa. ƒ Trabalhar sempre entre aterramentos. Primário >

< Secundário

17

Procedimentos - Pontos fundamentais (fonte: MPT DAP 011)

Retirar conjunto – Passos inversos da Instalação. Retirar conjunto de aterramento temporário: executar a retirada do conjunto de aterramento de forma inversa a de sua instalação, ou seja, desconectar as extremidades do conjunto ligadas aos condutores das fases existentes e desligar a extremidade ligada ao condutor neutro ou neutro geral da rede, prumadas ou trados.

Primário >

< Secundário 18

9


Estribo removível ƒ Utilização de ferramenta especial para redes secundárias com cabos isolados.

19

Procedimentos - Instalaç Instalação do conjunto de aterramento em rede isolada (fonte: MPT DAP 011) ƒ Para instalação no conjunto do aterramento em rede isolada é utilizada o estribo removível.

ƒ O estribo deve ser instalado no conector de 4 saídas utilizando o orifício específico.

20

10


Procedimentos - Instalaç Instalação do conjunto de aterramento em rede isolada (fonte: MPT DAP 011) ƒ O estribo pode ser rosqueado no orifício da saída do ramal de ligação quando não existir o orifício específico; ƒ Conectar grampos do conjunto de aterramento temporário secundário no estribo, repetir o procedimento para outros conjuntos de aterramentos em todos os pontos necessários.

21

Procedimentos - Instalaç Instalação do conjunto de aterramento em rede isolada (fonte: MPT DAP 011)

22

11


Aterramento temporário em redes de distribuição aérea compacta (spacer cable) Estribo de Espera: Acessório utilizado para possibilitar a instalação do conjunto de aterramento temporário na Rede de Distribuição Aérea Compacta e também utilizado para conectar o grampo de linha viva para ligação dos equipamentos na rede de distribuição aérea.

23

Aterramento temporário em redes de distribuição aérea compacta (spacer cable) Estruturas tipo Fliyng Tap Para as estruturas tipo flying-tap, num raio mínimo de verificação de 150 metros do cruzamento primário devem ser instalados estribos de espera em cada fase primária, dependendo dos arranjos encontrados na rede de distribuição aérea.

24

12


Aterramento temporário em redes de distribuição aérea compacta (spacer cable)

25

Fatores que podem energizar uma linha acidentalmente ƒ Descarga atmosférica; ƒ Indução eletrostática; ƒ Toque de condutor energizado; ƒ Tensão induzida (Exemplo: Circuito próximo a linhas de transmissão); ƒ Erros de manobras em circuitos; ƒ Retornos de energia por geradores ou ramais de entrega ligados indevidamente em circuitos secundários diferentes.

26

13


Fatores que podem energizar uma linha acidentalmente ƒ Uma tensão secundária gerada por um retorno acidental se transformará em tensão primária através do transformador.

ƒ O funcionamento dos transformadores é baseado no princípio de que a energia elétrica pode ser transferida eficientemente pela indução mútua de um enrolamento a outro de acordo com o número de espiras.

27

Realimentação O enrolamento é chamado primário quando recebe alimentação de uma fonte de corrente. È chamado secundário quando alimenta uma carga, ou simplesmente, quando em seus terminais aparece uma tensão PORTANTO... O transformador poderá aumentar ou diminuir uma grandeza elétrica de acordo com sua característica. No caso de uma energização acidental no circuito secundário as bobinas do transformador se inverterão. O que é primário passa a ser secundário e vice versa.

28

14


Conceitos gerais Em desligamento primário deve-se abrir as EPs, BCs, ETs, inclusive as de iluminação pública, entre pontos de trabalho, a fim de se evitar o energizamento acidental pelo secundário; No caso de ramal de consumidor ligado no poste da ET, ou no poste onde será executado o serviço, o mesmo deverá ser desconectado ou aterrado (sempre isolar as pontas dos condutores). O circuito (primário, secundário e iluminação pública) só estará desligado após ser testado e aterrado; O aterramento somente poderá ser retirado após certificar-se de que não existam eletricistas trabalhando no circuito.

29

15


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________


______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________



14-MANUAL DE ATERRAMENTO TEMPORÁRIO (SLIDES)