Page 1

Título Original: The Divine Revelation of Deliverance Copyright © 2007 por Whitaker House Publicado de acordo com a Whitaker House ISBN: 978-85-99664-38-4 Todos os direitos reservados © à Editora Propósito Eterno Categoria: Libertação - Batalha Espiritual


Diagramação e editoração: Editora Propósito Eterno Tradução: Daniela Valente Revisão de Texto: Sônia Ribeiro Alves Primeira Edição: Agosto de 2008 Capa: Editora Propósito Eterno Todos os direitos são reservados. Deverá serpedida a permissão por escrito à Editora Propósito Eterno para usar ou reproduzir qualquer parte deste livro, exceto por breves átações, criticas, revistas ou artigos. Baxter, Mary K.; Bloomer, George G. A Divina Revelação da Libertação / Mary K. Baxter; George G. Bloomer / Rio de Janeiro:Editora Propósito Eterno, 2008. ISBN: 978-85-99664-38-4 1. Libertação 2. Guerra Espiritual 3. Vida Cristã 4. Portas do Inferno 5. Mary K. Baxter 6.1 Título

PROPÓSITO ETERNO EDITORA www.propositoeterno.com.br contato@propositoeterno.com.br

O que estão dizendo sobre o ministério de Mary K. Baxter... Temos sido abençoados pelo ministério de Mary Baxter em nossa igreja... Centenas de pessoas têm sido salvas e cheias do Espírito Santo, e outras tantas curadas e libertas. —Winford Walters, pastor, Elyri a, Ohio Mary Baxter tem sido uma enorme bênção em nossa família cristã. Através de suas pregações, muita gente tem sido salva e liberta, e um grande número de desviados está rededicando sua vida a Deus... Creio que seus testemunhos escritos mudarão a vida de inúmeros descrentes e fortalecerão a fé de muitos crentes a respeito do céu e do inferno. —Jason Alvarez, pastor, Orange, New Jersey Mary Baxter já pregou em nossa igreja diversas vezes e muitos foram salvos e curados.... Seu ministério tem tocado muitas vidas no reino de Deus. —Gladys Boggs, esposa de pastor, Houston, Texas


Sumário Prefácio..........................................................................9 Introdução (Mary K. Baxter)...........................................11 Introdução (George G. Bloomer)....................................15 1. Atacados Pelas Portas do Inferno..............................19 2. Engano Demoníaco...................................................29 3. A Quem Você Servirá?...............................................43 4. Guardando a Confissão de Fé....................................55 5. Reconhecendo e Contra-Atacando as Táticas Demoníacas..................................................................65 6. Libertando-se da natureza carnal............................. 89 7. Libertação Através da Guerra Espiritual....................115 8. Libertação Através da Oração...................................129 9. Libertação Através da Palavra...................................151 10. Jesus, Nosso Libertador.........................................159 Sobre os Autores.........................................................169 Referências

bíblicas

extraídas

da

Nova

Versão

Internacional e da Edição Contemporânea Atualizada (ECA). Para dar louvor, honra e glória a Deus, este livro é dedicado ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo Prefácio JESUS NUNCA PROMETEU que nossa vida seria desprovida de desafios e provações. Alguns de nossos desafios provêm de Deus a fim de testar nossa fé e aperfeiçoar nosso caráter. Em outros momentos, nossas provações são uma tática definitiva do inimigo para fazer-nos baixar a guarda e tropeçar nos fundamentos da Palavra de Deus. Em geral, muitas das


dificuldades que encontramos no mundo natural são na verdade uma manifestação do confronto entre o Reino de Deus e o reino das trevas travado no reino espiritual invisível. Por exemplo, muito freqüentemente, os membros do corpo de Cristo e da sociedade em geral sofrem em silêncio lutando contra práticas habituais descontroladas, inconscientes das raízes que conduzem seu comportamento, ou seja, das forças malignas invisíveis do inferno que procuram diariamente influenciar suas decisões e perspectivas. As vezes, quando essas forças não conseguem afetar nosso

comportamento,

elas

buscam

estratégias

mais

inteligentes, como atacar nossos familiares ou outras pessoas próximas a nós com o intuito de invadir a pureza dos nossos pensamentos e desviar-nos do nosso chamado em Cristo. Além disso, maldições hereditárias podem continuar nas famílias por décadas devido a influências demoníacas territoriais que estabeleceram domínio sobre alguns grupos de pessoas. E por isso que devemos verdadeiramente aprender a exercer nossa autoridade e poder espiritual. A única maneira de interromper esses ciclos tóxicos é tomar autoridade sobre eles por meio de Cristo e lutar contra eles vigiando através da oração e da Palavra de Deus. Independente dos ataques que soframos, quando permanecemos firmes na fé e usamos o conhecimento

e

as

armas

espirituais

que

Deus

nos

disponibiliza, podemos contra-atacar os ataques do inimigo contra nós e nossos familiares. Quando estamos armados com a divina revelação de quem somos em Cristo, torna-se cada vez mais impossível para as forças malignas prevalecerem sobre nós, mesmo em meio a tormentas e adversidades. Aqueles que desenvolvem um relacionamento íntimo com Deus através de Cristo raramente são atingidos pelos ataques


de Satanás. Sempre que surge um ataque, eles estão prontos para orar e buscar ao Senhor; e os anjos de Deus estabelecem guarda para protegê-los durante seu processo de libertação. Independente das circunstâncias, Jesus nos assegura que temos poder, através do Seu nome, para perseverar em tempos de provação e vencer cada ataque que o inimigo lança contra nós para nos abater. Nosso desejo é capacitá-lo com conhecimento a respeito do domínio de Satanás e da poderosa libertação em Deus, através de Jesus Cristo, disponível a todo aquele que crer. Introdução por Mary K. Baxter EM MEU PRIMEIRO LIVRO, A Divina Revelação do Inferno, escrevi como o Senhor mostrou-me diversas visões do inferno que transformaram minha vida e revelaram-me a realidade daquele lugar horrível. Quando Jesus me levou em minha jornada ao inferno, Ele disse: — Chegará o dia em que você poderá revelar as coisas que mostro a você. Desde então, tenho tido visões do miraculoso poder de Deus em ação e o que acontece nos bastidores do reino espiritual. Descrevi muitas dessas visões em meus livros anteriores. Deus me comissionou pelo Seu poder para revelar essas coisas ao corpo de Cristo. Também devo compartilhar esses encontros magníficos com aqueles que não conhecem Jesus como Senhor e Salvador, para que possam recebê-lO na excelência do Seu poder. O ministério de libertação manifesta-se através de uma variedade de dons que o Senhor entregou ao corpo de Cristo. Meu dom em particular é em sonhos e visões. As visões são a


forma pela qual Deus nos permite ter vislumbres de um mundo miraculoso governado por Seu poder absoluto. Deus tem usado as visões e revelações que tenho compartilhado para quebrar as amarras do diabo, derrubar as fortalezas demoníacas e libertar os cativos para uma vida de salvação e plenitude. UM ENCONTRO DIVINO Depois de revelar meus sonhos e visões em meu primeiro livro, comecei a viajar extensivamente compartilhando esses encontros divinos e encorajando homens e mulheres a virem a Jesus Cristo. Foi durante essas viagens que o divino propósito de Deus fez com que os meus caminhos e os do bispo Geoge Bloomer se cruzassem. Desde então, temos ministrado juntos em muitas ocasiões pelo poder de Deus e muitos foram libertos de anos de tormento, cativeiro e domínio demoníaco. Considero

nosso

encontro

divino

porque

Deus,

conhecendo os dons que o Espírito Santo havia distribuído a nós dois, viu que se completariam ministerialmente. Por anos, Bloomer tem sido notado por sua forte ênfase em entregar a Palavra de Deus sem hesitação. Quando ministramos juntos, o poder do ministério de ligar e desligar no nome de Jesus tem se mostrado uma poderosa realidade (ver Mateus 16:19; 18:18). REVELAÇÕES PARA HOJE

As pessoas precisam tão desesperadamente de libertação e de um entendimento mais claro do poder de Deus que isso nos levou a expor as táticas de Satanás e as proezas das trevas neste livro. A Divina Revelação da Libertação revelará diversos encontros e visões reais — alguns de anos atrás, outros mais recentes — que o Senhor me permitiu compartilhar agora com as pessoas de todo o mundo. Explicamos a realidade das portas do inferno sobre a Terra (ver Mateus 16:18), que são vias de


ataque demoníaco, e que também são usadas para transportar as almas perdidas a uma eternidade sem Deus. O mais importante é que compartilharemos como vencer os ataques demoníacos através do nosso Libertador, o Senhor Jesus Cristo. Oramos para que muitos dos que se encontram opressos pelo inimigo experimentem a liberdade espiritual. RECONHECENDO OS ARTIFÍCIOS DE SATANÁS

Muitos dos sofrimentos que experimentamos hoje nos são infligidos pelo inimigo, que busca destruir nossa confissão de fé. As revelações que recebi de Deus nos ajudarão a estarmos cientes das artimanhas de Satanás. Com esse conhecimento, podemos corretamente invocar o poder de Jesus Cristo para vencer as armadilhas ocultas ou invisíveis que tem nos aprisionado. Essas

armadilhas

são

estabelecidas

pelas

forças

demoníacas de Satanás. A cada demônio são designadas certas tarefas a serem cumpridas na Terra com o propósito de promover o reino profano e destruidor do "príncipe deste mundo" (ver João 12:30; 14:30; 16:11) — o reino do diabo na Terra. Não estamos impotentes contra esses ataques, mas devemos compreender sua presença a fim de destruir sua existência. Deus nos deu livre arbítrio para tomarmos nossas próprias decisões e ainda assim o diabo procura usar nossa mente, vontade, emoções e corpo contra nós mesmos e a favor de sua "glória" corrompida. Nossas decisões não precisam ser controladas pelas influências manipuladoras de Satanás, pois independente de como lutamos contra o medo, a ira, a lascívia, os vícios ou a dor, nossa vontade de invocar o nome do Senhor ainda permanece. Ele nos responderá se esperarmos nEle,


continuarmos a buscá-lO diligentemente em oração, confiando em Seu Espírito e agindo de acordo com Sua Palavra. Jesus

prometeu

que

as

portas

do

inferno

não

prevaleceriam contra a igreja — sobre os que conhecem a Deus e O receberam como Senhor e Salvador pessoal. "E também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mateus 16:18 - ECA). Tenho orado contra as fortalezas demoníacas e testemunhado, bem diante de meus olhos, a mão miraculosa de Deus libertar muitas pessoas. Tenho visto muitos serem curados de dores físicas e libertos de possessões e opressões demoníacas. EXPONDO SATANÁS E A NATUREZA PECAMINOSA

Com toda a autoridade e poder que Deus disponibilizou ao corpo de Cristo, o cristão não precisa mais sofrer com nada que não esteja de acordo com a vontade de Deus. E por isso que eu e o bispo Bloomer cremos que não só esse é o momento certo, mas também imprescindível expor as mentiras que têm mantido muitos aprisionados, assim como revelar as maneiras estabelecidas por Deus para se escapar dos domínios de Satanás e da natureza pecaminosa. Deus nos deu poder para falar a Palavra

Deus nos responderá, se confiarmos nEle.

contra as forças demoníacas e a elas só restará à opção de fugir (ver Tiago 4:7). "O Senhor conhece quem lhe pertence" (II Timóteo 2:19). Ele fez uma aliança com todos que invocam o nome de Jesus e, através dessa aliança, temos a autoridade para repreender o inimigo quando somos atacados por forças malignas e de sermos libertos quando somos levados cativos por suas artimanhas.


Deus também nos deu o poder da ressurreição de Jesus para vencer nossa natureza pecaminosa, que declara guerra contra a natureza e o Espírito de Deus em nós. Oramos para que você descubra a porta que o conduzirá à libertação e que as amarras das trevas que o têm mantido preso sejam quebradas. Conforme os obstáculos do inimigo são revelados e as obras da natureza pecaminosa são expostas, podemos aprender a andar na liberdade e na plenitude que Deus estabeleceu para nossa vida. —Mary K. Baxter

Introdução por George G. Bloomer Há anos tenho pregado sobre libertação, revelando aos que estão sendo oprimidos seu direito de viver em liberdade pelo poder de Deus. Já dormi nas selvas da África, preguei nas florestas das Filipinas, ministrei na índia e vi mulçumanos e hindus entregarem a vida a Cristo. Já estive em viagens de resgate com a Cruz Vermelha e vi coisas que poderiam atormentá-lo pelo resto da vida. Vi fenômenos inexplicáveis no Haiti, como levitações e mortos andando no mercado três dias depois do funeral. Vi rostos contorcendo-se e ouvi vozes saírem da boca de uma pessoa sem que sua língua sequer se mexesse. Hoje, entendo que todos os estudos, viagens e coisas horríveis que vi e experimentei foram para um momento como este. Tudo isso me possibilitou contribuir com este livro, que explica como o poder de Deus liberta os cativos das mãos de Satanás. À medida que ler A Divina Revelação da Libertação,


você descobrirá como libertar-se dos cativeiros e fortalezas que o inimigo estabeleceu em sua vida. ASSUMA SUA POSIÇÃO ESPIRITUAL

Hoje, mais do que nunca, há uma necessidade urgente no corpo de Cristo de se entender que os cristãos podem ter total domínio sobre tudo o que os mantêm cativos. Não podemos mais permanecer sentados passivamente apenas assistindo a tudo. Devemos assumir agora mesmo a posição espiritual que temos contra o destruidor que luta contra o povo de Deus. Deus ordenou à humanidade dominar sobre tudo na face da Terra (ver Gênesis 1:26-28) e também deu aos cristãos autoridade sobre Satanás, em nome de Jesus (ver, por exemplo, Lucas 9:1). Para que ativemos nosso direito como filhos de Deus, no entanto, precisamos entendê-lo e aplicá-lo através de Sua Palavra. Se não tivermos conhecimento da autoridade que possuímos, não seremos capazes de invocá-la quando nos depararmos com as dificuldades e provações da vida. É minha responsabilidade, como líder no corpo de Cristo, revelar a verdade tanto em relação ao insidioso engano do reino satânico quanto em relação à maravilhosa verdade da libertação de Deus. Ainda assim, a decisão de sermos libertos depende somente de nós. Não devemos mais tolerar as influências demoníacas em nossa vida; em vez disso, devemos aprender a dominar as forças malignas que têm tentado nos subjugar! UMA REVELAÇÃO DE PORTAS E CHAVES Essa mensagem sobre domínio é claramente apresentada em uma conversa entre o Senhor Jesus e Seu discípulo Pedro. Pedro respondeu à pergunta que Jesus propôs a Seus discípulos: "Quem os outros dizem que o Filho do homem é?". Pedro respondeu: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo" (Mateus


16:13, 16). Jesus lhe disse que essa verdade só poderia ter-lhe sido revelada pelo Pai. Então Jesus equipou Pedro com uma verdade que asseguraria para sempre sua posição espiritual na glória:

Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus. (Mateus 16:18-19 - ECA, ênfase acrescida) Pedro recebeu a divina revelação de que existem portas do inferno e de que Jesus lhe daria as chaves — conceitos, idéias, autoridade, entendimentos, visões e o poder de ligar e desligar — para prevalecer sobre elas. A implicação aqui é de que o inferno não começa no abismo, mas que poderia haver portas, ou portais, do inferno sobre a Terra. Mais que isso, qualquer coisa que ligamos ou desligamos na Terra é, respectivamente, ligada ou desligada no céu. O que é feito na Terra pode afetar diretamente o reino celestial. Talvez você esteja pensando: Então, você está me dizendo, bispo Bloomer, que acredita que haja portas para o inferno na Terra? Sim, acredito. Acredito nisso de duas maneiras. Não somente há portas reais e invisíveis para o inferno na Terra que transportam as almas perdidas para o lugar de tormento, como também há "portas" sensoriais em nossa vida que o diabo usa para seus planos contra nós. Em outras palavras, ele usa nossos sentidos — visão, audição, tato, olfato e paladar — para tentar nossa

natureza

pecaminosa

e

manipular

nossa

mente,

redirecionando nossos desejos e decisões para longe da vontade de Deus. Quando nos entregamos à tentação e permitimos que Satanás manipule nossa mente, podemos


envolver-nos em práticas pecaminosas e destrutivas, como imoralidade

sexual,

ganância,

orgulho,

ódio, vícios e ocultismo.

O diabo usa

Por causa dos ataques do inimigo e da natureza pecaminosa em guerra contra o Espírito de Deus em nós, as Escrituras nos dizem como devemos pensar e sobre o que

nossa visão, audição, tato, olfato e paladar para tentar-nos.

devemos pensar: Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus. (Filipenses 2:5) Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente

ou

digno

de

louvor, pensem nessas coisas.

(Filipenses 4:8) AUTORIDADE SOBRE O PODER DO INIMIGO Jesus entende nossas tentações como seres humanos, pois Ele mesmo foi tentado aqui na Terra, apesar de nunca ter pecado.

"Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado." (Hebreus 4:15). Jesus também sabe como é experimentar o ataque direto do inimigo e como vencê-lo (ver, por exemplo, Mateus 4:1—11; Lucas 22:39^-2). Quer o diabo use nossa natureza pecaminosa contra nós através de tentações ou nos ataque diretamente, precisamos apegar-nos fortemente à nossa profissão de fé.


Quando fazemos isso, a força e o poder de Jesus nos salvarão e libertarão de todo poder do inimigo. Jesus disse: Eu vi Satanás caindo do céu como relâmpago. Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes fará dano. Contudo, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque seus nomes estão escritos nos céus (Lucas 10:18-20, ênfase acrescida) —George G. Bloomer Capítulo 1 Atacados Pelas Portas do Inferno UMA CRESCENTE ATIVIDADE DEMONÍACA era meados dos anos 70 quando Jesus revelou-me os horrores do inferno, as táticas que Satanás usa para tentar destruir a humanidade e como as pessoas precisam ser libertas desses ataques. Jesus alertou-me de que os ataques de Satanás na Terra cresceriam conforme mais demônios do inferno fossem liberados para causar rebelião e destruição. Hoje, estamos vendo os efeitos desses crescentes ataques em nosso mundo. Têm ocorrido mais pecados e mais desastres do que nunca. Temos visto furacões, inundações, tsunamis e guerras (ver Mateus 24:6-8). Muitas pessoas estão enfrentando intensos ataques espirituais em sua vida e na de seus familiares. PARA TEMPOS COMO ESTE Recentemente, li algumas das profecias que fui escrevendo ao longo dos anos e fiquei impressionada quando percebi que muitas delas haviam se cumprido sem que eu ao menos percebesse. Lembrei-me de como o Espírito do Senhor, nos


anos 80, começou a conduzir-me e guiar em toda verdade (ver João 16:13). Enquanto refletia sobre isso, buscando a Deus diligentemente, comecei a entender o propósito de todas as minhas anotações, feitas ao longo dos anos. Deus estava preparando-me para o que estou fazendo hoje. Ele estava preparando-me para compartilhar divinas revelações com as pessoas e assegurar-lhes de que elas possuem poder, através de Jesus Cristo, para permanecer firmes e vencer os persistentes obstáculos que as impedem de avançar na vida. Deus quer que coloquemos meros pensamentos "religiosos" sob nossos pés e construamos um relacionamento sólido com Jesus Cristo, baseado na fé e na confiança em Deus — um relacionamento que nos permitirá vencer todos os ataques do inimigo. Com este livro, começo uma jornada em que revelarei algumas coisas que ainda não divulguei em meus livros anteriores. É pela fé que sou capaz de compartilhar as visões que Deus me mostrou. Tais fatos e verdades foram guardados até o presente momento porque o mundo não poderia recebê-los antes. Quero compartilhar com você o que Deus tão graciosamente compartilhou comigo. É muito importante entender o momento em que estamos vivendo a fim de que a vontade de Deus possa manifestar-se em nossa vida. PODER SOBRE AS PORTAS DO INFERNO Duas semanas antes do Natal de 2006, o Senhor me disse que queria que eu entrasse em jejum, explicando que seria de grande benefício para mim. Eu estava sozinha em casa e tinha tempo disponível para orar, estudar e meditar na Palavra, e buscar ao Senhor. Essa oportunidade deixou-me empolgada


porque amo a Palavra de Deus. Eu acreditava que Deus cumpriria o que havia dito que faria durante esse período (ver Salmo 1:1-3). As vezes, quando estamos em meio a uma guerra espiritual através de jejum e oração,

oramos

sem

cessar.

Mesmo

quando dormimos, estamos totalmente na presença do Senhor. Sentimos dores de parto porque Deus quer que o Espírito

E importante entender o momento atual para que a vontade de Deus se manifeste.

Santo Se mova através de nós e nos entreguemos completamente a Ele dizendo: "Eis-me aqui. Usa-me". Conforme nos submetemos a Deus em oração, o Senhor nos traz revelações que só poderiam ser conhecidas através do reino espiritual. Alguns dias antes do Natal, então, enquanto estava orando e buscando ao Senhor intensamente, vi-me tomada por uma visão. Vi a Terra e nela havia um buraco gigante. Eu sabia que era uma porta do inferno — a qual explicarei detalhadamente mais tarde — pois Deus havia me treinado na área da guerra espiritual. Desse buraco, saíam centenas de figuras enormes com cerca de quatro metros de altura e que pareciam pingüins transparentes. Enquanto orava ao Senhor, Ele disse: — Invoca-me no dia da tribulação, e Eu a libertarei. Comecei a dizer: — Deus, em nome de Jesus, não entendo isso, mas irei invocá-lO, independente do que sejam essas coisas. Vi a mão de Deus descer e percebi como era enorme — tinha quase a metade do tamanho da Terra. Dos Seus dedos saíam rios de fogo. As chamas atingiam o grande buraco do qual saíam as figuras hediondas, semelhantes a pingüim, em


direção à superfície terrestre, transformando-as em cinzas. Lemos em Malaquias: "Depois esmagarão os ímpios, que serão como pó sob as solas dos seus pés, no dia em que eu agir", diz o SENHOR dos Exércitos. (Malaquias 4:3) As cinzas das figuras começavam a ser levadas pelo vento e o Senhor disse: — Estou destruindo os poderes malignos. Eu assisti ao Senhor queimar milhões deles. Então concluí que Deus estava interrompendo algum tipo de ataque do inimigo contra nós com a intenção de trazer doenças e outras atividades demoníacas. Isso não significa que as figuras simbolizavam doenças, mas foi o que discerni dessa visão em particular. Mais tarde, naquele mesmo dia, recebi um telefonema de uma profetiza. Ao compartilhar com ela o que havia visto na visão, ela informou-me que aquilo tinha sido um aviso de Deus a respeito da gripe aviária. Comecei a orar para que o Senhor trouxesse libertação porque sabia que Deus responderia a meu pedido e atenderia ao desejo do meu coração. Aprendi a obedecer a Deus e a fechar as portas do inferno sempre que o Senhor as revelava a mim em visões. Enquanto continuava orando, pedi ao Senhor que fechasse essa porta. Vi a Terra tremer e testemunhei a mão de Deus colocar uma grande tampa, que parecia de ferro, sobre o buraco. Então vi anjos enormes descendo com chaves e correntes e trancando a passagem para o inferno. Comecei a alegrar-me no Senhor, dizendo: — Obrigada, Jesus! O Senhor nos ama tanto. Honra e majestade pertencem a Ti, Senhor. Coloco toda minha confiança em Ti!


JESUS E NOSSO LIBERTADOR Esse incidente ilustra somente um dos ataques de Satanás contra a humanidade nos últimos tempos. As portas do inferno estão atacando-nos, mas Jesus pode libertar a nós e aos nossos amados. Devemos saber que estamos em batalha e quem é o nosso Libertador a fim de que possamos lutar efetivamente contra essas forças do mal. Muitas pessoas na Terra estão sendo enganadas e podem cair nas armadilhas de Satanás, o diabo, e se não lhes falarmos da salvação e da libertação através de Cristo. Devemos retornar à verdade da morte de Cristo por nós na cruz e da nossa necessidade de redenção através do Seu sacrifício. Satanás deseja destruir cada pessoa na Terra de todas as maneiras possíveis, no entanto, a misericórdia do Deus Altíssimo provê libertação para você e eu de todas as forças espirituais que nos atacam. Apesar de vivermos

em

um

período

de

A misericórdia de Deus nos providenciou a libertação.

grande

tribulação e engano espiritual, também temos um grande Libertador, que nos prometeu: "Clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará" (Salmo 50:15). O diabo usa uma variedade de artifícios e métodos para evitar que as pessoas venham a conhecer e amar a Deus e para impedir que aqueles que já O conhecem e amam vivam uma vida frutífera para Ele. Ele pode atacar-nos diretamente, ou pode instigar nossa natureza pecaminosa a fazer o trabalho para ele. Estou muito preocupada porque vejo as pessoas caindo nas armadilhas do inimigo, sem saber, e sem conseguir encontrar a salvação através de Cristo. Também vejo cristãos desanimando, perdendo a esperança e abandonando a fé por causa

das

provações,

tentações

e

tribulações

que


experimentam. Isso me deixa alarmada porque pude ver o ódio mortal que o inimigo tem contra a humanidade e o destino que aguarda os que morrem sem o Senhor. Por isso, imploro a você que aprenda o quanto antes a libertação que Deus lhe garantiu e aplique-a em sua vida. Jesus disse:

Eu sou o que vivo; fui morto, mas estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do inferno. (Apocalipse 1:18-ECA) Tudo o que estou compartilhando com o corpo de Cristo e com as pessoas em geral através deste livro, em relação às portas do inferno, é o que Deus quer que seja revelado ao mundo. Este é o tempo para que essas verdades sejam expostas a cristãos e não-cristãos, a todo aquele que as receber e entender seu significado. UMA MENSAGEM DE LIBERTAÇÃO Deus tem uma mensagem de libertação para nós e chamou-me para entregá-la ao mundo. Durante minhas viagens, certa vez eu estava em um país estrangeiro para pregar o Evangelho e recebi um convite para jantar com a esposa do presidente daquela nação. No entanto, havia agendado, antes mesmo da minha chegada, pregar sobre o inferno em um lugar que ficava a duas horas de distância. Assim, depois de receber o convite para o jantar, tive de tomar uma

decisão:

cancelar

o

que

havia

sido

agendado

anteriormente ou comparecer ao jantar com a esposa do presidente e entregar-lhe uma copia do meu livro. Decidi enviar à primeira-dama um exemplar autografado do meu livro e prosseguir com o que já estava agendado. Fui e preguei às pessoas com amor e muitas almas foram salvas. Então retornei ao meu quarto para descansar durante a noite. Onde eu estava todos trancavam as portas e soltavam os


cachorros para proteger a propriedade e seus bens devido ao grande número de assaltos na região. Eles tinham cães de guarda para proteger tudo o que tinham. Eu estava realmente preocupada porque havia ouvido rumores de que, umas duas semanas antes da minha chegada, havia pessoas trazendo bombas para a cidade. Por volta da meia-noite, ouvi tiros e pensei: Oh, meu Deus! Estourou uma guerra! Vou morrer aqui onde ninguém me conhece e longe da minha família. — Senhor, precisas ajudar-me! - implorei. Continuando a orar, tive uma paz no coração que excede todo entendimento humano (ver Filipenses 4:6-7). Fiquei ouvindo milhares de tiros e não tinha a menor idéia do que estava acontecendo. Os cães latiam sem parar e concluí que se tentasse sair eles me devorariam; então permaneci quieta na segurança do meu quarto. Sentada no aconchego dos meus aposentos, continuei pensando em todos os rumores que circulavam — que estava para estourar uma guerra e que bombas seriam detonadas — então me preparei para morrer. Coloquei toalhas nas janelas para que ninguém pudesse ver-me lá dentro e desliguei todas Deus me chamou para levar Sua mensagem de libertação ao mundo.

as luzes. Ao espiar pela janela, pude ver rajadas de tiros cruzando a noite escura. Fiquei ali sentada, fazendo minhas orações e, ao olhar as horas, vi que estava quase amanhecendo. A qualquer instante, eles irão entrar e matar-me, eu pensava. No entanto, continuava tendo paz em meu coração.

De repente, em um dos cantos do quarto, uma luz brilhante apareceu na parede. Ela deu algumas voltas e então parou. Eles lançaram um míssil aqui!, pensei.


Quanto mais assustada eu ficava, mais a luz parecia transformar-se em uma grande chama, e vi o que parecia ser um arbusto em chamas. Então entendi! Foi isso o que Moisés viu — a sarça ardente! Essa sarça (ou arbusto) tinha aproximadamente de 1,5 metros de altura e estava ardendo em chamas. Dirigi-me até ela, passei a mão pelo fogo e consegui tocar uma folha. Parecia uma folha de carvalho, com de 1,5 cm de espessura de puro ouro. Que lindo!, pensei. Fiquei tão deslumbrada que me esqueci dos tiros ao olhar o arbusto, então comecei a adorar e louvar a Deus. Olhando para meus pés, eu disse: — Senhor, estou sem sapatos. O Senhor disse a Moisés para tirar os sapatos porque ele estava pisando em terra santa. Senhor, estou aqui para Te ouvir (ver Êxodo 3:2-5). Continuei olhando para o arbusto e relatando a Deus todos os meus problemas. De repente, tudo ficou quieto e emanou poder da planta direto para mim, fazendo-me cair para trás. Lembro-me de rastejar e esforçar-me para subir até a cama. Olhei novamente para o arbusto e orei de todo coração: Querido Deus, 0 que queres que eu faça? Levantei-me da cama, avancei contra aquela força e fiquei em pé em frente ao arbusto outra vez e tentei falar com Deus com todo o coração, mente e voz. O efeito dessa experiência me deixou tão assustada que pulei para a cama, cobri-me até a cabeça e desmaiei! Na manhã seguinte, os pássaros estavam cantando, os cachorros ainda latiam e os tiros continuavam, mas percebi que estava viva. Então, ouvi homens prendendo os cachorros. Pulei da cama, abri a janela e gritei: — O que está havendo? Por que tantos tiros? Estourou uma guerra?


Um homem caiu na gargalhada. — Por que o senhor está rindo? - perguntei. — E Dia das Mães - ele explicou - e aqui neste país soltamos tiros da meia-noite até o meio-dia para celebrar as mães pelo nascimento de seus filhos. Mas por que razão ninguém me disse isso? - pensei. Enquanto as pessoas tentavam confortar-me, os tiros continuavam e permaneci muito abatida. Alguns minutos depois, ouvi um caminhão estacionar em frente à residência; a moça que havia sido minha intérprete veio e disse que tinha uma mensagem do Senhor para mim. — Eu estava lavando louça quando o Senhor falou comigo -ela começou a compartilhar. — Ele me disse para entregar-lhe uma mensagem, mas primeiro devo perguntar-lhe uma coisa: Ele apareceu para você nesta noite? Eu estava tão assustada que respondi: — Talvez... meio que... pode ser que.... sim, Ele apareceu. — Você desmaiou, certo? - ela perguntou. — Sim... desmaiei. — A mensagem é: Deus lhe entregou as chaves do reino e, assim como fez com Moisés, será com você. Você é Sua libertadora neste tempo, escolhida para libertar as pessoas das mãos do diabo e levar essa mensagem por toda a Terra, para que muitos sejam libertos. Você deve fazer o que o Senhor lhe chamou para fazer e não deve temer homem algum. Ele quer que você tenha bom ânimo e compartilhe essas histórias em diversas nações. Apesar de minha aflição em relação aos tiros ter sido apenas um mal-entendido, Deus usou tal circunstância para orientar-me em relação à minha vida e meu ministério. Ele


mostrou-me que estaria comigo e que eu não deveria temer o que outros dissessem ou fizessem. Comecei a chorar e louvei ao Senhor. Agradeci à intérprete pela mensagem e ela ficou muito feliz por ter obedecido à voz de Deus e me dito tudo aquilo. Continuei a louvar a Deus e a esperar em Sua promessa. Tive muitas experiências como essa que nunca havia contado a ninguém, mas

chegou

compartilhar experiências

o mais

tempo das

miraculosas

de

minhas e

sobrenaturais. Relato essas histórias

Deus uso minhas circunstâncias para orientar-me em relação à minha vida e meu ministério

em obediência a Deus e de acordo com a direção do Espírito Santo. Devemos saber que Deus é verdadeiramente capaz de trazer-nos libertação, segundo Sua Palavra. UM EXÉRCITO FORTE E DESTEMIDO Estamos vivendo um tempo em que muito mais demônios têm saído das portas do inferno e invadido a atmosfera terrestre causando engano em larga escala. No entanto, em meio a tudo isso, Deus tem um exército formado por Seu povo que luta pela verdade — um exército de cabeça erguida que prega santidade e justiça para resgatar indivíduos e famílias. Com este livro, espero convocar mais pessoas para esse exército que não teme o diabo, mas que entende que Satanás está lutando uma batalha perdida. Jesus tem as chaves da morte c do inferno e a cada engano do diabo para tentar destruir-nos Ele nos dará instruções para contra-atacar as investidas do maligno. Quando aprendemos as táticas de Satanás, devemos sempre lembrar-nos de que Jesus tem poder para vencer tudo o que vier contra nós e qualquer coisa que


viermos a enfrentar, permitindo-nos ter total vitória sobre o inimigo. Há

grandes

tribulações

na

Terra,

mas

o

Deus

Todo-Poderoso quer fechar as portas do inferno e deseja que você se engaje nessa batalha contra os seres das trevas. Capítulo 2 Engano Demoníaco Neste capítulo, descreverei com mais detalhes alguns dos ataques que estão vindo contra diversos lugares do mundo, assim como a profundidade dos enganos e tormentos que Satanás lenta infligir-nos. Veremos o quanto precisamos do nosso Libertador, que nos dá autoridade para vencer todo o poder do inimigo. O MUNDO ESTÁ SENDO ENGANADO INSENSÍVEIS AOS PERIGOS DEMONÍACOS Há três maneiras principais pelas quais o inimigo engana o mundo atualmente. Primeiro, entre as pessoas que estão consultando um "poder superior" em busca de respostas para as crises da vida, há uma crescente curiosidade por misticismo, religiões orientais e ocultismo. Através desses meios, muitos estão sendo atraídos para o reino demoníaco, controlado por Satanás, inconscientemente. A televisão e outras mídias têm romantizado a magia e os poderes demoníacos a ponto de não serem mais considerados tabus para quem estiver interessado pelo ocultismo; tornou-se uma mania. As pessoas não percebem que essas coisas operam em detrimento do seu bem-estar espiritual. A sociedade tem se tornado insensível aos perigos de se abraçar o reino dos demônios, e as pessoas


estão cada vez mais abrindo suas casas e seu coração às influências satânicas e impuras. O diabo toma vantagem de qualquer oportunidade disponível para introduzir falsas doutrinas na mente dos que estão em uma busca espiritual de paz ou de um poder superior. É dessa forma que as pessoas se envolvem em seitas e adoração ocultistas, por exemplo, ou mergulham em um comportamento degradante. A maioria dos seus parentes e amigos não entende como seus entes queridos se deixam enganar por falácias religiosas tão óbvias. A pessoa enganada não tem a menor idéia de que o que ela considera um "acréscimo" espiritual é, na verdade, uma tática do diabo para propagar falsas doutrinas e engano espiritual em sua vida, levando-a à destruição. O apóstolo Paulo advertiu sobre os perigos de se

Devemos proclamar

a

liberdade que as pessoas podem encontrar em Jesus Cristo.

adorar falsos deuses ou qualquer coisa que se exalte acima do conhecimento do Deus vivo e verdadeiro (ver II Coríntios 10:4-5). Ainda assim, a adoração de falsos deuses e ídolos continua a correr solta no mundo. Aqueles que conhecem a Deus e Seu Filho Jesus Cristo devem assumir posição contra a manipulação

do verdadeiro evangelho da

salvação através de Cristo, pois falsos evangelhos estão afastando muita gente de Deus em vez de conduzi-las à Sua presença. Devemos tomar a iniciativa de ajudar as pessoas a entender o que lhes acontece quando se submetem à influência de principados, potestades e poderes do mal invisíveis que procuram destruí-las. Devemos proclamar a liberdade que elas podem encontrar no Senhor Jesus Cristo. Se não fizermos isso,


não só elas continuarão cativas nas mãos do inimigo como, também, experimentarão uma horrível eternidade no inferno. Devemos alertar as pessoas sobre o juízo de Deus antes que seja tarde demais. Não somos capazes de compreender plenamente o significado do que Jesus conquistou na cruz para salvar o mundo da destruição. O evangelho do Senhor Jesus Cristo deve ser proclamado para que todas as pessoas sejam libertas. FALTA DE REVERÊNCIA A DEUS Segundo, multidões estão morrendo e indo para o inferno por não possuírem reverência a Deus e não saberem de Sua existência. Cada vez mais o diabo está tentando retratar Deus como um personagem fictício em vez de permitir que as pessoas vejam quem Ele é de fato — o Criador e Sustentador da nossa vida. As Escrituras nos dizem: "Pois nele vivemos, nos movemos e existimos" (Atos 17:28). Ao mesmo tempo, Satanás está tentando ocular a realidade do inferno para que ela pareça ficção científica, proveniente da imaginação de escritores criativos, em vez do lugar horrível que na verdade é. Realmente acredito que se as pessoas tiverem reverência a Deus elas se tornarão cada vez mais conscientes de seus atos e compreenderão o preço inestimável da vida eterna oferecida através de Jesus Cristo, não mais se submeterão às vozes demoníacas. CONFUSAS E VIVENDO NA IMORALIDADE Terceiro, Satanás está camuflando e diluindo o evangelho de Jesus Cristo com o propósito de seduzir as pessoas por meio de imoralidades e vícios. Os jovens de hoje, em especial, têm visto muita contaminação; sua mente está tão poluída com impiedades disfarçadas de moralidade que lhes é difícil


diferenciar a verdade de Deus do engano. O diabo apela para suas vulnerabilidades, atraindo-os para um mundo de idolatria e engano que corrói a espiritualidade saudável e leva à autodestruição. Ele manipula a inocência juvenil para promover suas

falsas

doutrinas

comportamentos

nocivos.

pressionando Cada

vez

e mais,

romantizando o

conteúdo

depravado de muitos programas de televisão revela a obra demoníaca liberada para influenciar os que perderam o temor do Senhor. Nada parece proibido; as pessoas estão cada vez mais propensas a agir de acordo com os apelos pervertidos ou lascivos da natureza carnal. Essa atitude cultural tem deixado nossos lares suscetíveis a uma degradação moral além do que podemos imaginar, com a promiscuidade sendo vista como um estilo de vida normal, em vez de um caminho para a degradação e a destruição. Por exemplo, imagine que um rapaz cristão conheça uma linda jovem na faculdade. Com o desenrolar do relacionamento, ela lhe pergunta: "Quer vir à minha casa e conhecer meus pais?". Ele concorda, mas ao chegar lá, fica constrangido. Ele vê duas mulheres e pergunta à namorada: "Onde está seu pai?". Ela responde: "Esta mulher é meu pai, o marido da minha mãe". O jovem fica tão perturbado que vai para casa e chora diante do Senhor: "O que posso fazer, Deus? O que posso dizer para ajudar essas pessoas?". Os desafios que nossos jovens enfrentam nos dias de hoje são ainda mais exigentes e ostensivos do que os das gerações anteriores; esses desafios se agarram a eles como uma luva, e a libertação de que tanto precisam só pode ser alcançada em Cristo. AS PORTAS OU PORTAIS DO INFERNO Devemos realmente entender as causas demoníacas por trás de muitos dos problemas pessoais e sociais que


enfrentamos hoje.

Ao mesmo tempo,

devemos ter total convicção de que há vitória completa em Jesus Cristo. Em alguns

dos

meus

livros

anteriores,

descrevi como Cristo apareceu para

A promiscuidade é vista como algo normal em vez de um caminho para a destruição.

mim e mostrou-me, através devisões e revelações, as profundezas do inferno e a paz e a alegria do céu. Ele me levou a uma jornada de três horas por noite durante trinta dias até as entranhas do planeta para mostrar-me o julgamento que o Pai havia decretado para a rebelião e o pecado. Ele também me mostrou visões das "portas do inferno", fonte de grande parte dos ataques demoníacos de hoje. Essas experiências são tão incrivelmente reais que pude alcançar e tocar as imagens conforme Ele as revelava a mim. Jesus me levou ao que, a princípio, pareceu-me ser um redemoinho de areia que misturava luzes diferentes e cores como marrom e branco. Depois de observar melhor, no entanto, percebi que essa imagem que parecia com um tornado não se deslocava, estava presa à Terra por um gancho. Havia muitas dessas figuras circulares; algumas eram transparentes, enquanto outras opacas e balançavam para frente e para trás muito lentamente. Essas portas do inferno saíam da Terra e se estendiam pela galáxia. Jesus explicou: "São as portas do inferno. Irei levá-la por uma dessas portas até o inferno". Ao descermos por uma das portas, Cristo me lembrou de que em Suas mãos estava um molho de chaves. Eram as chaves da morte e do inferno que Ele havia tomado das mãos do diabo. Em Apocalipse 1:17-18, Jesus disse: "... Eu sou o primeiro e o último. Sou Aquele que Vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo sempre! E


tenho as chaves da morte e do Hades". Não devemos temer Satanás porque Jesus já conquistou a vitória sobre ele. Por dentro dessa porta do inferno, que parecia um túnel, havia uma rede cinza transparente. Por trás da rede, estavam muitos demônios, alguns deles grudados na parede, enquanto outros se aproximavam e gritavam comigo. Havia aberturas no topo do túnel. Alguns dos demônios que vi nessa porta tinham cerca de quatro metros de altura e a forma de baratas gigantes. Havia também figuras na forma de enormes aranhas que se moviam e tinham uma aparência extraordinariamente sinistra. Outras criaturas possuíam rostos com cerca de 60 cm de largura, com um nariz longo e pontudo, além de caldas com o formato de garfo na extremidade e asas que lhes permitia voar. Elas tinham cascos com garras afiadas como navalhas que podiam rasgar qualquer um em pedaços e vermes rastejavam em suas asas. Essas eram algumas das figuras demoníacas mais grotescas que já vi. Nessa porta do inferno, havia também um odor horrível de enxofre demoníaco misturado a um cheiro de lama e outro, pior ainda, de carne queimada. Ao descermos pela porta, Cristo me disse que chegaria o dia em que esses seres malignos seriam liberados sobre a Terra para cumprir as ordens do diabo. Faz bastante tempo que Jesus me mostrou o inferno, mas, como escrevi antes, nos últimos anos, cada vez mais o pecado tem transbordado em nosso mundo e, por isso, tenho boas razões para

crer

que

esses

espíritos

abomináveis foram soltos do inferno e estão atacando as massas. A REALIDADE DO INFERNO

Não devemos temer Satanás porque Jesus já conquistou a vitória sobre ele.


A realidade de Satanás, dos demônios e do inferno está escrita nas Escrituras. Jesus disse que há um "fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos" (Mateus 25:41). O inferno foi preparado para o diabo e os anjos que o seguiram em sua rebelião a Deus. Por isso, uma vez que Satanás também induziu as pessoas a se rebelarem e o seguirem, muita gente que não ama nem serve a Deus — que continua auto-indulgente, seguindo seus próprios caminhos, rejeitando os mandamentos de Deus e o perdão através de Cristo — acabará lá também (ver Mateus 25:14-46). As Escrituras se referem a seguir nossos próprios caminhos, em vez dos caminhos de Deus, como fazer as "obras da carne". Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus. (Gálatas 5:19-21) Repetindo, o inferno não foi feito para as pessoas, muito menos para as que servem a Deus. (Por favor, entenda que os bebês não vão para o inferno, nem as crianças pequenas. Jesus é misericordioso e Deus continua a proteger os inocentes.) No entanto, devido à rebelião da humanidade e seu pecado contra o Criador, o inferno aumentou e abriu espaço para receber a alma humana (ver Isaías 5:11-15). Muitos que desprezaram ao Senhor Jesus em vez de recebê-10 enquanto estavam vivos na Terra agora residem no inferno. Outros estão lá por terem cometido faltas terríveis e nunca se arrependido. Jesus fez as seguintes declarações, dentre outras, sobre a realidade do inferno:


Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno. (Mateus 10:28) E tu, Cafarnaum, erguer-te-ás até os céus? Serás abatida até o inferno. Se em Sodoma tivessem sido feito os milagres que em ti se operaram, ela teria permanecido até hoje. Porém eu vos digo que no dia do juízo haverá menos rigor para os de Sodoma, do que para ti. (Mateus 11:23-24 - ECA) A

realidade

do

inferno

é

inexplicável.

Quando

a

testemunhei em minhas visões, tudo o que pude sentir foi medo e morte ao meu redor. Graças a Deus que Jesus estava comigo e consolava-me a "não temer". Ele lembrou-me de que eu poderia compartilhar essas visões com pessoas por todo o mundo e, por causa delas, muitas almas seriam salvas. O PREÇO DE SE REJEITAR A JESUS

SEM MAIS OPORTUNIDADE DE ARREPENDIMENTO Falei com outros que também se depararam com as portas do inferno e lembrei-me das descrições que tiveram ao descer o túnel. Sentiam de fato como se espíritos malignos estivessem tentando alcançá-los ou agarrá-los. Esses mesmos espíritos malignos faziam fortes ameaças, tais como "Temos você agora", "É tarde demais", "Nós te enganamos", "Você poderia ter O inferno náo foi feito para

as

pessoas,

muito

menos para as que servem a Deus.

escolhido a Jesus!" Quando rejeitamos a Jesus, convidamos para nossa vida a contaminação do pecado e um futuro de tormento. Não nada há

pior do que andar entre os mortos no inferno. As almas ali têm consciência do fato de que a vida continua na Terra e de que tiveram a chance de arrepender-se antes de serem condenadas a esse lugar eterno e horrendo. Ainda posso lembrar-me dos


gritos dos mortos ecoando nas trevas, juntamente com o choro de arrendimento — seu lamento e a compreensão de que estavam queimando no inferno. Meu coração se partiu por causa deles e clamei: - Senhor, como posso ajudá-los? O que posso dizer-lhes? Pensei na ignorância das pessoas em relação ao juízo de Deus e comecei a refletir com mais clareza sobre essa jornada ao inferno e na necessidade de ser bastante específica e precisa sobre o que Deus estava mostrando-me a fim de transmitir da melhor forma possível essa verdade ao mundo. CASTIGO DE FOGO Quando as pessoas na Terra rejeitam o Evangelho e morrem sem Jesus, os demônios agarram-nas, enrolam com correntes e arrastam pelas portas até o inferno. Lá, eles as arremessam de um rochedo em um vale de fogo, onde ficam aprisionadas. Muitas almas são lançadas nesse vale de fogo antes de serem jogadas em seus lugares de julgamento, em compartimentos diferentes do inferno. Os compartimentos do inferno têm níveis variantes de fogo — uns mais quentes que outros. Cada compartimento representa certas leis de Deus que foram quebradas. Se você foi um assassino, então é colocado em um compartimento com todos os assassinos. Se foi um mentiroso, é colocado junto com todos os mentirosos, e assim por diante. As almas nesses compartimentos serviram em vida à sua natureza carnal, em vez de servirem a Deus, e escolheram não arrepender-se. MEDO E PERDA Ao viajar com Jesus pelas portas do inferno, um medo sobreveio-me e senti como se tudo em mim e tudo o que eu


tinha de mais valor tivessem sido arrancados de mim — meu amor, minha casa, minha família. E o pior sentimento que você pode imaginar. A NECESSIDADE DE SANTIDADE Ao descermos pela porta do inferno, cobras gigantes, ratos enormes e muitos espíritos malignos fugiam da presença do Senhor. Quando entramos em um determinado lugar, as cobras assobiaram para nós enquanto os ratos soltaram guinchos, todos fazendo sons ameaçadores. Víboras enormes e sombras tenebrosas nos cercavam por todos os lados. Jesus era a única luz no ambiente e eu permanecia perto dEle. Havia demônios e diabretes ao longo de todo o túnel. Eu sabia que esses seres malignos tinham a capacidade de se tornar invisíveis aos olhos humanos porque eu os vi subindo à superfície para cumprirem as ordens de Satanás. Percebendo o medo que eu sentia desse lugar sujo e tenebroso, Jesus disse: — Não temas. Logo chegaremos ao fim. Tenho muitas coisas para mostrar-lhe. Venha, siga-me. As cobras rastejavam atrás de nós e um cheiro de podre impregnava o lugar. As cobras lá eram gordas e arredondadas — com aproximadamente de 1,2 m de diâmetro e 7,5m de comprimento. Vi o que parecia um monte escuro de estrume que oscilava para cima e para baixo, como se respirasse, com um mau cheiro que tomava o ar, e espíritos malignos em todos os lugares. O medo impregnava o ambiente e eu sabia que ainda havia muita coisa que eu tinha de ver, mas Jesus me dava paz. Ele me dizia: — Logo estaremos no centro do inferno. O centro do inferno parecia ter mais de 25 km de altura e as entranhas do inferno pareciam ter 5 km de diâmetro.


Lembrei-me das palavras de Jesus, de que Ele estava mostrando-me tudo isso para que o mundo soubesse que são reais. Havia uma seção no inferno para as almas que haviam feito grande maldade contra o Senhor e Seu povo. Feiticeiros, mulheres e homens cruéis que não haviam se arrependido encontravam-se em celas. O mal e o pecado eram seus deuses. O Senhor disse-me: "Sejam santos, como Eu sou santo. Façam o bem e arrependam-se em Meu nome. Eu sou a Porta. Se queres ser perfeito, venha e Me siga" (ver I Pedro 1:16; João 10:7— 9; Mateus

19:21).

Tive

total convicção de que deveria

andar

em

Se tropeçarmos, o Senhor nos receberá se nos arrependermos.

santidade perante o Senhor e que se, por acaso eu tropeçasse, Ele estaria pronto para receber-me se eu me arrependesse, pois pertencia a Ele. FORÇAS DEMONÍACAS LIBERADAS DO INFERNO Além de o inferno ser um lugar de castigo para aqueles que rejeitam a Deus, é também de onde os espíritos malignos saem para atacar-nos. Quando Jesus me levou ao inferno, Ele explicou que, em determinados momentos, Satanás dá ordens e os espíritos demoníacos são liberados na atmosfera para ir à Terra e outros lugares. Hoje, muitas das portas do inferno emergem do centro da Terra, para onde as forças demoníacas são enviadas para cumprir as ordens do diabo. Pode ter certeza de que tudo isso é bastante real. Estamos lutando batalhas espirituais, como as que lemos no livro de Daniel (ver Daniel 10). Lembro-me tão bem das guerras que vi no mundo espiritual contra os espíritos sedutores que vêm destruir-nos. Implorei:


— Oh, Deus, por favor, ajude-nos a não cairmos nas mãos dessas forças sedutoras e nos caminhos do mal. Entristeceu-me ver o senhor do mal enviando forças demoníacas à Terra para espalhar seu engano. ENGAJADOS EM UMA GUERRA ESPIRITUAL FERRENHA Apesar de esses poderes demoníacos serem abomináveis e fortes, Jesus é muito mais forte, Ele é o nosso Libertador. Jesus me disse que as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja (Mateus 16:18). Por isso é tão importante pregar essa mensagem de libertação a todos. Devemos aprender a confiar totalmente em Jesus como nosso Libertador, amarrar as forças demoníacas e liberar as bênçãos de Deus em nome de Jesus. Estamos engajados em uma batalha espiritual que deve ser pelejada com armamentos sobrenaturais de Deus, através do Seu poder. Somente Deus pode dar-nos vitória sobre Satanás, o "príncipe das potestades do ar" (Efésios 2:2), os dominadores das trevas e as hostes espirituais da maldade nas regiões celestiais. Efésios 6:11-12 (ECA) nos admoesta: Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Devemos engajar-nos na guerra espiritual não somente por nós mesmos, mas pelas multidões que estão sendo enlaçadas pelo diabo. Em Mateus 18:21, Pedro pergunta quantas vezes devemos perdoar as ofensas do nosso irmão. Jesus responde: "Eu lhe digo: Não até sete, mas até setenta


vezes sete " (versículo 22). O perdão é a natureza de Deus, pois Ele é misericórdia e graça. Jesus nos exorta a oferecer o mesmo amor que Ele nos deu aos outros. Devemos restaurar os que se afastaram de Deus c trazer para Seu reino aqueles que ainda não O conhecem. Precisamos ajudar a libertar as pessoas dos ataques e controle de Satanás. Algo que me incomoda muito é pensar que muitos estão indo para o inferno porque não temem a Deus de forma saudável e não receberam a salvação. Como vimos, muitos estão abertamente convidando o inferno para sua vida ao abraçar o comportamento ímpio e demoníaco do mundo. Os demônios oprimem e possuem as pessoas, usando-as como vasos para realizar seus atos malignos. Quando eu estava com Jesus no inferno, pensei: Essas portas do inferno precisam ser fechadas porque o inimigo está vomitando todo tipo de força maligna na Terra, como a pornografia e a destruição de casamentos, lares e crianças. Escrevi este livro como uma ferramenta para expor as obras das trevas, revelar sua origem e dar esperança aos cativos ao saberem que podem ser libertos pelo poder de Deus. Coisas abomináveis saem do inferno quando Satanás lhes dá ordens para vir à Terra. Espíritos malignos estão vagando por aí, procurando a quem possam devorar (ver I Pedro 5:8) e pessoas estão entregando-se a essas forças malignas. No entanto, Deus está alertando-as a pararem com o mal que estão praticando e voltar-se para o Senhor Jesus Cristo antes que seja tarde demais. Você pode utilizar-se de qualquer filosofia que queira para minimizar a realidade e o perigo de práticas impuras, mas a verdade continua a mesma. Devemos assumir essa verdade e deixar de ter lealdade com qualquer grupo de pessoas que cria


justificativas para viver uma vida corrompida e degradante. Na Bíblia, o Senhor fez chover fogo sobre Sodoma e Gomorra por terem rejeitado totalmente Seu caminho, e as Escrituras nos dizem que o julgamento final virá sobre todos os que habitam a Terra (ver, por exemplo, I Pedro 4:5; Apocalipse 20:11-15). Jesus prometeu: "Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória." (Mateus 24:30). Devemos esperar por Jesus, crendo que Ele voltará para julgar o mundo: "... Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos por sua manifestação e por seu Reino " (II Timóteo 4:1). DOUTRINAS DESTRUIDORAS VINDAS DE DEMÔNIOS Não se engane. Estamos em uma guerra contra o mal. Trata-se de uma guerra crucial pela vida de milhares de pessoas. Estamos batalhando contra doutrinas de demônios que vêm ao nosso mundo enganar a todos.

O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos, que têm a consciência cauterizada. (I Timóteo 4:1-2) Essas doutrinas nos ensinam mentiras e hipocrisia, para não crermos na Palavra de Deus, e tentam depreciar a verdade e o poder que governam do céu. Elas nos dizem que podemos comportar-nos da maneira que quisermos porque Deus habita em nós e "compreende". Essas falsas doutrinas sugerem que Deus simplesmente buscará outra maneira e que devemos aceitar os ensinos que contradizem Sua Palavra. Algumas até dizem que não existe Deus.


Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos. (Mateus 24:24) Enquanto Satanás

vem roubar

para e

matar, destruir,

Jesus vem para nos dar vida.

Aqueles que promovem falsas doutrinas às vezes respaldam suas afirmações

com

falsos

sinais

e

maravilhas que não provêm de Deus.

São espíritos sedutores que se manifestam a fim de promover a propaganda demoníaca. Há uma hora em que você precisa ouvir a verdade e ser liberto. Essa hora é agora. Aprenda a verdade do evangelho, não somente por você mesmo, mas também por aqueles que estão sofrendo sob o jugo de doutrinas cie demônios e que precisam da libertação de Deus. Lute contra o diabo e saiba que você tem poder sobre ele em nome de Jesus. Temos de crer que Jesus é Senhor e que Sua misericórdia alcançará todos que estão sendo enganados. Enquanto Satanás vem para matar, roubar e destruir, Jesus vem para dar vida, e vida em abundância (ver João 10:10). REMOVENDO A DÚVIDA EA DESCRENÇA Através da Palavra de Deus, vemos o Senhor remover a dúvida e a descrença enquanto manifesta Seu grande poder. Ele fará o mesmo por nós hoje. Em I Reis 18, lemos como Deus enviou Seu profeta, Elias, para expor o poder inferior do deus Baal. Elias disse ao povo de Israel, que adorava esse falso deus: Então vocês invocarão o nome do seu deus, e eu invocarei o nome do SENHOR. O deus que responder por meio do fogo, esse é Deus. Então todo o povo disse: "O que você disse é bom ". Elias disse aos profetas de Baal: "Escolham um dos novilhos e preparem-no primeiro, visto que vocês são tantos. Clamem


pelo nome do seu deus, mas não acendam o fogo ". (I Reis 18:24-25) Em vão, os seguidores de Baal invocaram seu deus. Mas quando Elias invocou o nome do Senhor em relação ao Seu sacrifício, não houve mais dúvida sobre quem era o Deus vivo e verdadeiro: Então o fogo do SENHOR caiu e queimou completamente o holocausto, a lenha, as pedras e o chão, e também secou totalmente a água na valeta, (versículo 38) Assim como Deus derrotou Baal, Ele contínua a derrotar falsos deuses e doutrinas de demônios nos dias de hoje. A Palavra e o poder de Deus são extraordinários e grandes demais para serem compreendidos por nossa mente humana. Podemos aceitar essa verdade ou rejeitá-la, mas exorto-os a dar ouvidos e receber a Palavra de Deus; ela cumpre o que diz e realiza o que promete. Devemos remover nossas dúvidas e descrenças, permanecer no ofício da Palavra de Deus, pregar Sua Palavra e lembrar o diabo que ele é derrotado pelo sangue do Cordeiro. A Palavra de Deus é muito maior do que qualquer ataque que o inimigo tente armar para destruir-nos. É por isso que devemos deixar as murmurações e lamentações e de ter medo — reações freqüentes diante de problemas — e armar-nos com o arsenal que Deus nos dá para combatermos o bom combate da fé! Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos. Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o


amor, a perseverança e a mansidão. Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado e fez a boa confissão na presença de muitas testemunhas.

(I

Timóteo 6:9-12, ênfase acrescida) Capítulo 3 A Quem Você Servirá? nesses tempos de guerras espirituais cada vez mais intensas, somos convocados a tomar uma decisão. Assim como o povo de Israel teve de escolher entre o Deus vivo e o falso deus Baal, cada um de nós deve escolher entre o reino de luz do Senhor e o reino de trevas do diabo. Serviremos a Deus ou ao diabo? Ou por fidelidade ao inimigo sucumbirmos às suas mentiras c aos apelos da carne em detrimento ao nosso relacionamento com Deus? O Senhor constantemente revela a mim Seu desejo de ver os cativos libertos. Deus não quer que ninguém vá para o inferno e é por isso que Ele comissionou-me para compartilhar as profundas revelações que me mostrou no Espírito e dedico-me intensamente em alertar as pessoas para que se voltem para Deus. Devemos compreender a natureza e as implicações de nossas escolhas: estamos escolhendo entre a ferocidade do inferno e o seu oposto o amor de Deus. Deus deseja manter-nos próximos a Ele sob Seus cuidados. Deus não é um ditador cruel que se volta contra nós esperando

que

pequemos

para,

então,

simplesmente,

lançar-nos no lago de logo. Ele nos diz em Sua Palavra que não enviou Jesus para condenar o mundo, mas para redimi-lo. "Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele" (João 3:17). Deus deseja que recebamos o dom da vida eterna por


meio do arrependimento ali aves de Cristo e que continuemos a segui-10 todos os dias da nossa vida. A quem você entregará sua fidelidade: a um Deus de amor ou a um diabo cheio de ódio? Como você passará a eternidade: vivendo uma vida abundante com seu amoroso Criador ou sofrendo um castigo terrível nas mãos de Seu inimigo? Deus nos ama e respeita tanto a ponto de não impor a Si mesmo ou Seus dons a nós, permitindo-nos fazer uma escolha. No livro de Josué, a segunda geração de israelitas foi exortada a tomar uma decisão importante. Pelo mesmo decreto que Ele falou através de Josué aos israelitas, o Senhor apresenta-nos as opções: "escolham hoje a quem irão servir" (Josué 24:15). A Palavra de Deus é clara: Deus nos ama tanto que nos permite escolher aceitar O Seu amor.

Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a ume

desprezará

o

outro.

(Mateus 6:24) A quem você está servindo agora? Quem é o seu "deus": dinheiro, sexo, vícios, trabalho ou até mesmo a família? Aquilo que é capaz de receber sua atenção e fidelidade mais do que Deus torna-se seu deus. Satanás, então, usa essas coisas para impedi-lo de ouvir a Palavra do Senhor e levá-lo ainda mais fundo nas profundezas das trevas. O diabo sabe que se encher sua mente com os cuidados deste mundo, você terá menos discernimento nas questões espirituais e estará mais inclinado a uma constante entrega à natureza carnal. E por isso que a Palavra do Senhor nos instrui a manter nossa mente focada em todo tempo em Deus: Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de


excelente

ou

digno

de

louvor, pensem nessas coisas.

(Filipenses 4:8) AS CONSEQÜÊNCIAS DA QUEDA DA HUMANIDADE Imagine, por um momento, que você esteja vivendo em uma completa utopia no Jardim do Eden, assim como o primeiro casal na Terra experimentou. Sua sede é saciada pela pura água drenada do rio do Eden. Sua fome é satisfeita pela comida cultivada no jardim de Deus, enquanto se pode descansar sob as árvores colocadas estrategicamente para abrigo do Sol. Enquanto isso, você é ninado pelas suaves canções entoadas pelas hostes celestiais, cujas letras são extraídas da Palavra de Deus e a melodia pulsa direto do coração do Pai. Lá se tem um senso de propósito e satisfação completos em se realizar a obra de Deus no mundo que Ele criou especialmente para a humanidade, feita à Sua imagem. Quando comparamos esse cenário com os conflitos que existem no mundo hoje, vemos que a rebelião e a queda causaram uma enorme perda para a humanidade. Ainda assim, Deus

preparou

um caminho

para que

os

homens

se

reconciliassem com Ele. Considere os seguintes trechos das Escrituras:

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:16) Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não levando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação. (II Coríntios 5:19) Enquanto o diabo enganou os primeiros humanos e promoveu sua queda (ver Gênesis 3), e continua a enganar a raça humana, o Senhor nos providenciou uma saída. Nunca foi


intenção de Deus que sofrêssemos por estarmos desassociados da Sua presença. Apesar de o pecado nos ter separado do Senhor, nosso arrependimento e submissão através de Cristo restabelecem-o relacionamento com Deus. Quando Deus se torna nosso Pai através de Jesus Cristo, tornamo-nos herdeiros de Deus, que nos concede acesso a Ele e a Seu reino. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temerem, mas receberam o Espírito que os adota como filhos, por meio do qual clamamos: "Aba, Pai". O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos

dos

seus

sofrimentos,

para

que

também

participemos da sua glória. A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados. (Romanos 8:14-17, 19) A NATUREZA DE DEUS X A NATUREZA DO DIABO O amor, o perdão e a graça de Deus contrastam totalmente com o mal absoluto de Satanás. O inimigo deseja enganar e atormentar as pessoas. Quando fui levada ao inferno vi muitos demônios

com

faces

distorcidas,

eles

estavam

sempre

zombando das almas condenadas dizendo: — Vocês podiam ter escolhido Jesus, mas nós os enganamos. Então soltavam gargalhadas macabras. Repetidas vezes, vi esses espíritos zombadores atormentando as almas. Alguns lançavam fogo sobre elas, enquanto outros vinham até a entrada de suas celas e as queimavam ainda mais. Em uma das


partes do inferno, vi diversas vezes cobras gigantescas rastejando enquanto cuspiam fogo de forma assustadora. Também vi o diabo e, em alguns momentos, ele fazia os demônios tomarem a forma humana e os enviava à Terra, atribuindo-lhes tarefas a serem realizadas e, se falhassem, ele os expunha às pessoas. Essa é a natureza do diabo. Ele não é fiel a nada nem a ninguém, nem mesmo aos seus canais propagadores de engano. Apesar da verdade acerca dos horrores do inferno precisar ser revelada, devemos entender, de uma vez por todas, que esse lugar terrível não precisa ser o nosso destino. Por causa do amor de Cristo por nós, Ele morreu na cruz — tomando sobre Si o castigo que merecíamos. Ele tomou as chaves do inferno e da morte, nos salvou e nos deu o dom da vida eterna com Ele, para que não experimentemos tal tormento. QUE VOZ VOCÊ OUVIRÁ? No Jardim do Eden, os ouvidos humanos estavam totalmente sintonizados à voz de Deus. Na queda da humanidade, no entanto, Adão e Eva buscaram o conhecimento do bem e do mal, presumindo que poderiam ser iguais a Deus. Eles tornaram-se sábios aos seus próprios olhos, preferindo ignorar a sabedoria e a onisciência de Deus. Foi então que os ouvidos da humanidade sintonizaram-se com as seduções do diabo. Desde o momento em que a humanidade rejeitou a Deus, todo ser humano tem nascido em pecado e em "iniqüidade foi formado" (Salmo 51:5). Já se perguntou, por exemplo, por que nunca é necessário ensinar uma criancinha a ser mal-educada? Ela automaticamente sabe o que fazer para meter-se em confusão. O que ela precisa é aprender a fazer o certo a fim de


agradar os pais. Da mesma forma, temos de aprender que temos um Pai que nos ama e que deseja sinceramente o melhor para nós. A princípio, podemos em alguns momentos não querer seguir os conselhos do nosso Pai, mas no fim perceberemos que Ele sabe o que é certo e que Suas intenções são sempre livrar-nos do mal. Deus sabe como cuidar daqueles que Lhe pertencem. Todos os seres humanos são pecadores por natureza e o pecado gera a condenação. Os sentimentos de indignidade associados à condenação costumam impedir as pessoas de voltar-se para Deus em busca de restauração. A sensação de estar

condenado

sobrevêm

aos

que

não

são

cristãos

verdadeiros, mas lambem os cristãos que caem, sentem culpa e não acreditam que possam ser restaurados a Deus. Ainda assim, repito, Deus é misericordioso e não fica parado,

simplesmente

esperando

que

pequemos

para

lançar-nos fora. Sua graça, derramada através de Seu Espírito, dá-nos a oportunidade de vir até Ele em busca de perdão, sabedoria e força. Devemos ouvir o que Deus tem para nós e não sermos enganados pelo inimigo, que mente para nós dizendo que jamais poderemos ser perdoados e retornarmos a Deus. As pessoas que constantemente agem de acordo com a própria vontade, sem consultar a Deus a respeito de nada e sem vir a Ele em arrependimento, são as mais perigosas no mundo. QUAIS SÃO SUAS VERDADEIRAS INTENÇÕES? Deus não olha o exterior, mas nos julga de acordo com as imenções do coração (ver I Samuel 16:7). Podemos esconder nossos pecados das outras pessoas, mas não podemos escondê-los de Deus. Nem podemos esconder dEle as verdadeiras intenções do nosso coração. Ele não pode ser


enganado. Há um monge budista na China que morreu e testemunhou a deslealdade do inferno. Ele testificou como, apesar de seu corpo físico estar morto há três dias, seu espírito estava muito alerta. No inferno, a terrível situação daqueles que adoraram ídolos e falsos deuses, e rejeitaram a Jesus, lhe foi revelada. Ele impressionou-se ao ver que muitos dos grandes mestres da antiguidade estavam lá, condenados ao inferno devido a suas falsas doutrinas e descrença em Cristo. Foi permitido que o monge voltasse à vida e quando ele despertou em seu caixão — para grande espanto dos que estavam em seu funeral — deu testemunho, mas ainda assim, muitos preferiram não crer. O Evangelho tem sido pregado diversas vezes, mas milhares continuam a amar seu estilo de vida mais do que amam e reverenciam a Deus. Se eles voltarem-se para Deus e confiarem em Sua proteção, verão mudanças significativas em sua vida e na daqueles que amam. Deus incumbiu-me de revelar o amor de Cristo para que você possa escapar das garras do inimigo e ser cheio com a plenitude de Deus. Hoje, você pode possuir o poder de Deus em sua vida enquanto experimenta paz, amor e alegria no Espírito Santo. A DECISÃO É SUA Eu estava clamando pelas almas certo dia e orando com um profeta quando tive a visão de um vale. Havia montes de imundície em certos locais, com mãos e gritos saindo deles. Quando as mãos emergiam da sujeira, eu via algo negro saindo delas, assim como do coração dessas pessoas. O Senhor me dizia: "Quero que as almas sejam salvas". Quando tive a visão do inferno, Jesus mostrou-me o significado do arrependimento e de voltar-se para Ele. Agora, mais do que nunca, Deus está


chamando as pessoas de volta a Ele para que se arrependam de seus pecados. Sua graça, por meio do sangue de Seu filho, nos purificará. Sua misericórdia não tem fim e Seu amor está sendo derramado a nós hoje. Estes são momentos de trevas nos quais precisamos de Jesus como nunca antes. Preciso fazer tudo o que puder para que esta geração tenha consciência das suas opções em relação ao seu destino eterno. O Senhor disse aos israelitas: "Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam " (Deuteronômio 30:19). Deixo claro que Deus não força Seu amor a nós, mas coloca-nos diante de duas opções: vida ou morte, bênção ou maldição. Ele deixa a decisão em nossas mãos e não nos pressiona a nada. "Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigénito de Deus" (João 3:18). Aconselho a você que escolha a vida, para que as bênçãos de Deus sejam derramadas não somente sobre você, mas sobre seus descendentes também. Jesus derramou Seu sangue na cruz porque conhecia Seu destino. Ele sabia que Se alegraria em salvar multidões de almas perdidas e proporcionar-lhes a vida eterna. Sabia que ressuscitaria dos mortos e que retornaria ao Deus nos dá duas opções: vida ou morte, bênção ou maldição.

Pai celeste para interceder por Seu povo.

Tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. (Hebreus 12:2)


Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, aproximam-se de Deus, pois vive sempre para interceder por eles. (Hebreus 7:25) Deus nos ama tanto que entregou Seu único Filho para salvar-nos da condenação eterna. Por favor, não considere isso de forma leviana. E momento de voltarmo-nos para Deus. Precisamos aprender da Sua graça e misericórdia eternas e o quanto Ele deseja que nos purifiquemos através do sangue do Seu filho e da Sua justiça. Sim, você pode cair algumas vezes; porém, se perseverar em buscar ao Senhor fervorosamente e com um coração sincero de ser conduzido por Ele nos caminhos da justiça, poderá levantar-se novamente. Se você continuar a estender a mão para Jesus, começará a ver Sua perfeita vontade, autoridade e poder manifestos em sua vida, como nunca antes. Pois ainda que o justo caia sete vezes, tornará a erguer-se, mas os ímpios são arrastados pela calamidade. (Provérbios 24:16, ênfase acrescida) VOCÊ PODE SER SALVO Como receber a salvação e permanecer no poder e na proteção de Cristo? Primeiro, as Escrituras nos dizem o seguinte:

Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. (Romanos 10:9, ênfase acrescida) A salvação começa com uma confissão. Basicamente, o que você acredita em seu coração sairá pela sua boca; assim, o que você confessa, revela o que está em seu coração. O que você está declarando atualmente sobre sua vida que é contrário à confissão de fé em Cristo e permite que você permaneça em uma situação ruim? Que crenças você tem em seu coração que


mantêm você afastado de Deus? Quaisquer que sejam, livre-se delas e creia na Palavra de Deus. Confesse com sua boca que Deus ressuscitou Jesus dos mortos. Creia de todo coração e você será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação. (Romanos 10:10) Você não pode confessar com sua boca até que primeiro creia no Senhor Jesus Cristo em seu coração. E por isso que a salvação nunca pode ser forçada a ninguém, ela é um ato de livre e espontânea vontade de render-se à vontade e aos propósitos de Deus. O que reside em seu coração molda suas crenças. Isso significa que quanto mais você receber a Palavra de Deus em seu coração, mais sua fé será edificada. "Conseqüentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo" (Romanos 10:17). Se você continuar a confessar a Palavra de Deus, como conseqüência de um desejo sincero de servi-10, acabará vendo a manifestação dos frutos em seus lábios. Assim, sempre que você for tentado a falar algo negativo devido aos problemas que estão surgindo em sua vida, em vez disso, confesse a Palavra de Deus e atenha-se à sua confissão de fé.

Como diz a Escritura: "Todo o que nele confia jamais será envergonhado". (Romanos 10:11) Milhares de almas no inferno sentem vergonha pelos atos que cometeram, os quais as levaram à morte eterna. Como cristão, no entanto, independente do que ameace expor suas vulnerabilidades e conflitos, enquanto continuar a crer e a buscar a face de Deus, você não será envergonhado. Certa estava

vez,

eu

orando

Quanto

mais

você

recebe

a

Palavra de Deus em seu coração, mais sua fé será edificada.


vários dias por muitas pessoas queum cativeiro espiritual quando tive uma visão, na qual vi os céus abertos e carruagens saindo. Havia um anjo grande e poderoso em cada uma das carruagens, e vinham à Terra para ajudar as pessoas em cativeiro e libertá-las. As carruagens iam em direção às famílias pelas quais estive orando para que fossem libertas. Minha oração é que se você estiver em um cativeiro espiritual, então rejeite as artimanhas de Satanás, pois você também tem poder sobre elas em nome de Jesus. Os demônios tremem diante do nome de Jesus e fogem diante da Sua presença. Costumo comparar nosso relacionamento com Deus a muitos navios que constituem o mar espiritual da nossa existência. Deus é o Capitão de todos eles, e nós somos os passageiros que nos lançamos nessa viagem com alegria e felicidade. Um navio representa nosso relacionamento com Deus, o qual Ele nos permite desfrutar quando chegamos a conhecer nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Outro navio representa nossa adoração, no qual nos é permitido adentrar os compartimentos mais sagrados dos aposentos do Capitão. Enfatizo que Deus não se afasta de nós quando cometemos algum ato errado. Em vez disso, se nos arrependemos, Ele abre as portas para que tenhamos acesso à Sua presença por causa do sacrifício do Seu Filho Jesus Cristo por nós. Dessa forma, podemos restabelecer nossa posição espiritual com Ele. E imprescindível que eu transmita uma mensagem clara do amor de Deus e do Seu desejo de ver você salvo. Quando você se arrepende de todo coração diante do Deus Todo-Poderoso, reconhece suas lutas diante dEle e que precisa de libertação em nome de Jesus, Ele o ouvirá — onde quer que esteja — e o libertará.


Muitas pessoas erram ao pensar que, primeiro, precisam vencer as coisas erradas em sua vida para então submeter-se a Deus e servi-lO. O melhor a fazer é entregar seu coração a Jesus Cristo agora mesmo, arrepender-se dos seus pecados e permitir que Ele o purifique. Jesus foi levado à cruz para salvá-lo da condenação eterna. RECEBA A OFERTA DE MISERICÓRDIA DE DEUS Muitas almas que, neste momento, estão no inferno ouviram

o

evangelho,

mas

rejeitaram

sua

verdade.

Basicamente, escolheram o inferno ao não crerem em Jesus Cristo e não lhe entregarem plenamente seu coração e mente. Você compreende o que é a condenação eterna? Em minhas visões, vi que o inferno é um lugar de perturbações e tormentos no qual as almas estão condenadas para sempre. As almas no inferno anseiam por uma morte final para livrarem-se da dor e da tortura, mas isso nunca acontecerá. Elas clamam por refrigério e misericórdia, mas ninguém liga. Os demônios vêm e as apunhalam enquanto profanam coisas horríveis como: "Se não calar a boca, queimaremos você mais ainda". Vi ratos espancando almas, que gritavam: "Socorro! Tirem-nos daqui!". Os gritos dos mortos são inimagináveis e o odor de podridão é esmagador. Jesus veio ao mundo para salvar-nos disso, é por essa razão que o convido a arrepender-se dos seus pecados e pedir a Cristo para entrar em seu coração, salvar sua alma e o purificar. Não temos a promessa de vida na Terra amanhã porque ninguém sabe o dia em que vai morrer ou quando Cristo retornará. A extensão do amor de Deus é além de toda compreensão

humana.

Sua

misericórdia

e

graça

são

derramadas mesmo aos que cometem as mais terríveis ofensas,


mas depende de cada um receber Sua oferta de arrependimento e render sua vida completamente a Deus através de Cristo. Deus quer que você saiba que Ele tem grande misericórdia e que Suas mãos estão estendidas para você hoje. Se você ainda não é cristão, ou se é um cristão que está lutando contra a incredulidade e contra as coisas deste mundo, há libertação para você em Jesus Cristo. Volte-se para Ele, confie nEle e renda sua vida totalmente a Jesus.

[Jesus disse:] Todo aquele que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais Deus tem grande rejeitarei. (João 6:37)

misericórdia e Ele está chamando-o agora mesmo.

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para

perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. (I João 1:9) Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, a alma e o corpo de vocês sejam preservados irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Aquele que os chama é fiel, e fará isso. (I Tessalonicenses 5:23-24, ênfase acrescida) Capítulo 4 Guardando a Confissão de Fé AS Escrituras ensinam que a vontade de Deus é que permaneçamos irrepreensíveis e que sejamos luz para o mundo — revelando Seu amor, graça e poder. Para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo, retendo firmemente a palavra da vida. Assim, no dia de Cristo eu me orgulharei de não ter corrido nem me esforçado inutilmente. (Filipenses 2:15-16)


Há muitas verdades e princípios que precisamos seguir para guardar nossa confissão de fé e brilhar em meio a este mundo tenebroso. RECONHEÇA SEU INIMIGO Quando recebemos a Cristo como Senhor e Salvador, devemos estar cientes de que há um reino maligno e invisível cujo propósito é enganar-nos para que retornemos ao nosso velho estilo de vida. Podemos não querer lidar com essa realidade, mas ignorá-la não a torna menos real ou faz com que desapareça. Se quisermos mais de Deus e permanecer nEle, temos de continuar a caminhada de fé sem desistir diante dos desafios que se levantam. Nessas horas, a única saída é dobrar os joelhos em oração e buscar a Deus. Recordo-me de um momento de dificuldade em particular. Eu estava esforçando-me para que meu primeiro livro, sobre o inferno, fosse publicado e, por diversas razões, eu estava extremamente desencorajada. Não tinha dinheiro para concluir o projeto e estava muito abatida, dizendo a mim mesma: "Vou pegar este livro e jogá-lo em um rio. Não há como publicá-lo". Um dia, decidi jogar os manuscritos em um rio e largar tudo. Quando já estava dormindo, e até sonhando, senti algo segurando meu tornozelo; olhei ao redor, mas não havia ninguém. De repente, fui transladada do quarto e vi-me flutuando nas galáxias, observando a Terra. "Oh, meu Deus! O que fiz?", pensei sozinha. Então comecei a arrepender-me: — Senhor, sei que este livro é obra do Espírito Santo! Por favor, perdoe-me! Então ouvi uma voz dizer: — Quem é você para temer o homem? Filha, Eu lhe dei a divina

Se

quisermos

mais de Deus, não devemos desistir diante dos desafios.


revelação do inferno e você deve ir adiante e compartilhar com outros a realidade do que lhe mostrei. Você também deve transformar isso em filme no devido tempo. Enquanto ouvia a voz de Deus e tremia, olhei para minha esquerda e vi uma enorme bola de fogo. Dentro das chamas, vi o contorno de um rosto, que parecia moldado com ferro. Fogo saía de seus olhos e era lançado no universo. Sua mandíbula era como ferro e, quando sua boca se abriu, veio tanto fogo lá de dentro que dei um grito. Novamente, Deus me disse: — Quem é você para temer o homem, criado por Mim? Ele é como um gafanhoto aos Meus olhos. Levá-la-ei de volta à Terra e você cumprirá a Minha vontade. Você não jogará em um rio o que Eu lhe dei. Quero que o livro seja publicado. E com isso, estava de volta à minha casa, exaltando e louvando o Senhor. Fiquei muito assustada com o que vi, apesar de saber que era o Senhor. Pensei comigo mesma: "Quem somos nós para manipular Deus?". Precisamos ser sinceros e verdadeiros com Ele. Se você está em pecado, diga a Deus que é um pecador. Se estiver fazendo as coisas de forma errada, diga a Deus que está errado e peça que Ele lhe instrua a mudar. Deus se importa com as decisões que tomamos e Se compromete a ajudar-nos a fazer as escolhas certas quando buscamos sua orientação. TORNE-SE ESTÁVEL NA FÉ Você deve tornar-se estável na fé. Deus pode enviar pessoas para orar com você e colocar-se na brecha a seu favor, mas você deve também orar sozinho. Além disso, deve encontrar uma boa igreja que creia na libertação e no poder do Espírito Santo. Não sou capaz de descrever a magnitude da importância de estar em uma igreja com um pastor que


realmente se importa com sua alma e torná-lo ralo, do jeito que a mente carnal gosta. Você também deve ler a Bíblia por conta própria. Ela é sua principal arma para destruir o reino do diabo. É uma arma que você pode usar para amadurecer sua fé e tornar-se sábio em relação às artimanhas de Satanás e as bênçãos de Deus. Quando somos confrontados pela guerra demoníaca do reino de Satanás, estaremos mais bem equipados para mantermos nossa libertação se estivermos recebendo uma contínua

revelação

da

verdade

referente ao poder de Deus. Aquele que tem a justiça de Cristo também tem o direito de reinar com Deus para sempre. O

A

Bíblia

principal destruir diabo.

é

arma o

reino

sua para do

diabo sabe disso, e é por essa razão que ele o tenta para falar de tudo, exceto a Palavra de Deus sobre sua vida. O diabo sabe que é na sua confissão de fé que habita o poder e o sustento da vida. Assim, para guardar sua confissão de fé, contra-ataque as táticas de Satanás falando a Palavra de Deus. Foi isso o que Jesus fez quando foi tentado pelo diabo depois de jejuar e orar por 40 dias. Quando o diabo veio tentá-10, Ele rebateu com as Escrituras. Os maiores erros que as pessoas cometem quando confrontadas com as tentações de Satanás são: (1) entregar-se à tentação oferecida pelo diabo, e (2) perder tempo tentando argumentar com o diabo quando poderiam exercer autoridade sobre ele. Não adianta tentar convencer o diabo da sua força espiritual. Elejá conhece o poder de Cristo que habita em você, e é por isso que se utiliza de táticas enganosas de distração para impedi-lo de usar esse poder contra ele. Em vez disso,


"submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês. (Tiago 4:7). Contra-ataque o engano com a verdade da Palavra de Deus. MANTENHA-SE ESPIRITUALMENTE ALERTA E FORTE As Escrituras nos exortam a por em ação a nossa própria salvação com "temor e tremor": Assim, meus amados, como sempre vocês obedeceram, não apenas na minha presença, porém muito mais agora na minha ausência, ponham em ação a salvação de vocês com temor e tremor, pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele. (Filipenses 2:12-13) Por que o versículo 12 inclui as palavras "com temor e tremor"! Acredito que Deus quer que entendamos que há um preço por se viver um estilo de vida sem regras e cuidados e morrer sem arrependimento. Com todo o amor, a alegria e a paz que Deus nos oferece, não há justificativas para que O rejeitemos. As pessoas desviadas de Deus costumam dizer coisas como: "Estou cansado de igreja! Vou fazer o que quero e quando quero". Nunca devemos amar uma instituição a ponto de nos afastarmos de Deus quando somos magoados por ela. A amargura é um ataque demoníaco estrategicamente projetado pelo inimigo para levá-lo a criar ressentimento contra Deus. Nada nem ninguém deve ser tão importante para nós a ponto de tornar-se forte o suficiente para ameaçar nossa estabilidade espiritual com Deus. O ódio e a falta de perdão são forças destruidoras provenientes das portas do inferno para aniquilar nossa confissão de fé e afastar-nos o máximo possível da vontade de Deus. Pense nisso! Que melhor local há para se desenvolver contendas entre os cristãos que a igreja? A igreja local é o lugar


onde

os

cristãos

passam

a

maior

parte

do

tempo.

Aperfeiçoamos nossa vida e educamos nossos filhos na igreja. E onde buscamos ajuda em meio a crises. Grande parte da nossa vida

é

investida

ali.

Então,

por

que

deveríamos

surpreender-nos quando o inimigo usa a igreja, que deveria fortalecer-nos, para expor nossas fraquezas e usá-las contra nós? O diabo quer que o mundo olhe para a igreja e veja divisão para que as pessoas se convençam de que é melhor permanecer o mais afastado de Deus possível. Há uma armadilha do inimigo na qual, infelizmente, muitos membros e até mesmos líderes cristãos costumam cair. Assim como existe um céu bastante real que Deus gostaria que todos nós víssemos, também há um lugar muito real chamado de inferno no qual o diabo gostaria de ver-nos condenados para sempre. Assim como o diabo continua a usar diariamente aspectos da nossa vida para afastar-nos da vontade de Deus, os demônios no inferno riem das almas que são conduzidas pelas portas do inferno. Essas portas invisíveis estão sedentas por almas e farão de tudo para cumprir seus propósitos de engano. A igreja deve trazer-nos força, mas o inimigo usa para expor nossas fraquezas. CONCENTRE-SE NO QUE E ESSENCIAL A fim de permanecermos espiritualmente alertas e fortes, devemos também concentrar-nos nestes três aspectos da nossa caminhada com Cristo, pois os julgamentos de Deus a nosso respeito serão baseados no seguinte: 1. Na verdade da Palavra de Deus. 2. Na crença e confissão do nosso coração. 3. Nas ações que seguem nossa confissão. GUARDE A VERDADE DA PALAVRA DE DEUS


Primeiro, guarde a verdade da Palavra de Deus porque, independente do quanto o mundo mude, ela continuará a mesma:

De fato, eu, o SENHOR, não mudo... (Malaquias 3:6) A relva murcha, e as flores caem, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre. (Isaías 40:8)

A verdade é a essência da tua palavra, e todas as tuas justas ordenanças são eternas. (Salmo 119:160) Mas a palavra do Senhor permanece para sempre. (I Pedro 1:25) Que verdade devemos crer sobre a salvação? Romanos 10:9 revela: "Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo" (ênfase acrescida). Devemos saber que a salvação vem somente através de Cristo. Hoje, mais do que nunca, devemos manter-nos firmes contra as fortalezas demoníacas e conhecer, sem sombra de dúvida, em quem cremos e no que cremos. Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo. (Colossenses 2:8) Da mesma forma, sempre que estiver em dúvida sobre como reagir em determinada situação, você pode medir suas ações de acordo com a Palavra de Deus. As ordenanças na Palavra de Deus servem como um mapa, não só para conduzir-nos à salvação, mas, também, para orientar-nos em nossa vida diária sobre como viver de acordo com a Sua vontade. Elas nos ensinam como sermos boas esposas ou bons maridos, como tratar nossos filhos e nossos pais, e como evitar sermos enganados pelas artimanhas de Satanás. Em nossa


própria força, muitas das coisas pelas quais passamos na vida parecem intransponíveis. Ainda assim, nada é impossível para os que crêem em Deus, em Seu amor e poder (ver Marcos 9:23). Quando sinceramente nos voltamos para Ele em oração, Deus nos ouve e envia-nos ajuda. Por isso, devemos fazer o melhor possível para obedecer a Deus em tudo o que Ele nos ordena. CRER DE TODO CORAÇÃO Segundo, certifique-se de que você crê de todo coração, ou seja, que crê com sinceridade. Independente do quanto afirmemos estar alinhados com Deus, é a condição do nosso coração que determina a veracidade das nossas confissões. Como já vimos, crer e confessar são vitais para a salvação: Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação. (Romanos As provações da vida parecem instransponíveis,

10:9-10) Podemos confessar ter fé em Cristo

com

nossos

lábios

o

mas para Deus

quanto quisermos, mas se a Palavra

nada é impossível.

nosso coração, nossa confissão não

de Deus não estiver habitando em será genuína. E ainda teremos de

enfrentar nossos erros durante o julgamento de Deus. ... Não considere sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O SENHOR não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o SENHOR vê o coração. (I Samuel 16:7) Em geral, julgamos a vida espiritual de uma pessoa baseados no que vemos. No entanto, Deus vê além da aparência física e olha diretamente o coração. O profeta Samuel


quase cometeu um erro ao olhar somente a aparência externa para escolher o rei de Israel da casa de Jessé, baseando-se somente na estatura física dos filhos de Jessé. No entanto, Deus logo o corrigiu, fazendo com que Samuel olhasse além do porte físico dos mais velhos e enxergasse a Davi, o caçula, como o futuro rei de Israel. Quando Deus julga, Ele vê o coração. PERMITA QUE SUAS AÇÕES CONFIRMEM SUA CONFISSÃO Terceiro, certifique-se de que suas ações confirmam sua confissão. Somos justificados pela fé, mas também devemos realizar boas obras como uma evidência externa da nossa fé. Lembre-se de que nossas obras não podem salvar-nos, porém não podemos dizer que temos um relacionamento verdadeiro com Jesus se não Lhe obedecemos e não praticamos as boas obras que Ele nos chama a fazer. Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos. (Efésios 2:10)

... Para que os que crêem em Deus se empenhem na prática de boas obras. Tais coisas são excelentes e úteis aos homens. (Tito 3:8) Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta. (Tiago 2:26) Não basta confessar Jesus como Senhor; devemos esforçar-nos conscientemente para cumprir Sua vontade e praticar boas obras. Devemos olhar para as coisas do alto, não para as coisas terrenas (ver Colossenses 3:1-2). Nossa vida deve estar "escondida com Cristo em Deus" (versículo 3). Devemos nos "revestir do novo [homem], o qual está sendo renovado em conhecimento, à imagem do seu Criador [Jesus]" (versículo 10).


Deus nos dá fé (ver Romanos 12:3) para que cumpramos Sua boa vontade. Deus deve estar em primeiro lugar em nossa vida; devemos tratar os outros com o amor de Cristo e demonstrar compaixão, graça e perdão, conforme o Senhor e Salvador nos concede tais dons. VIVER PELA FÉ Por fim, é necessário nos lembrarmos de que Cristo é o único e verdadeiro Juiz. Nunca devemos questionar a salvação de ninguém (nem mesmo a nossa) baseados nas lutas que a pessoa vive. Cada um de nós tem um relacionamento único com Cristo por meio do qual Ele determina Seu juízo final. Paulo escreveu em Romanos 14:4: "Quem é você para julgar o servo alheio ? E para o seu senhor que ele está em pé ou cai. E ficará em pé, pois o Senhor é capaz de

Devemos tratar os outros com compaixão, graça e perdão, sob a capacitação de Deus.

o sustentar". Isso não quer dizer que Deus, de vez em quando, tolere um estilo de vida pecaminoso. Se você está em meio ao pecado, a graça de Deus está disponível a você para que o abandone. No entanto, se insistir, estará quebrando os mandamentos de Deus. Não se engane em achar que você nasceu de novo e irá para o céu se continuar a pecar sem arrepender-se. Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus o protege, e o Maligno não o atinge. (I João 5:18) Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. Se afirmarmos que estamos sem


pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. (I João 1:6-8) A graça de Deus está disponível a nós. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça" (I João 1:9). Além do mais, Deus deu a cada um de nós uma medida de fé; devemos fortalecer nossa fé de acordo com Sua Palavra e ativar essa fé para permanecermos em Sua justiça. Por isso, pela graça que me foi dada digo a todos vocês: Ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, ao contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu. (Romanos 12:3) Conseqüentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo. (Romanos 10:17) O justo viverá pela fé. (Romanos 1:17) Capítulo 5 Reconhecendo e Contra-Atacando as Táticas Demoníacas Deus não quer que estejamos cativos nas mãos do inimigo e em suas armadilhas. Temos um Deus que nos ama tanta que providenciou um caminho de liberdade em nome de Jesus Cristo e através do Seu sangue. Ele verdadeiramente quer libertar você das garras de Satanás. Por isso, Deus quer que você compreenda a realidade do engano demoníaco e as táticas associadas às portas do inferno — e como contra-atacá-los. O Senhor é um Deus maravilhoso e carrega você em Seus braços através de qualquer dilema que se apresente em sua vida. Quando você sabe quem é em Cristo Jesus, nada pode detê-lo — nem mesmo os enganos de Satanás que vêm para


roubar, matar e destruir (ver João 10:10). Repetindo, por isso é de vital importância que você esteja debaixo de uma autoridade espiritual que ensine os princípios bíblicos, uma vez que grande parte do mundo hoje rejeita os ensinos de Jesus Cristo. Há verdades sobre o reino das trevas e sobre a guerra espiritual que você precisa aprender para que reconheça e frustre os ataques de Satanás. INFLUÊNCIAS SATÂNICAS Do cidadão comum às figuras mais proeminentes da sociedade, ninguém — sem o poder de Deus — está imune às influências das forças manipuladoras de Satanás. O inferno está cheio de engano, seduções e maldades. Até mesmo os demônios não confiam uns nos outros, pois são todos mentirosos. O diabo não fará nada que nos beneficiará, mas travará guerra espiritual contra nós com o propósito de destruir-nos. As dificuldades que você enfrenta neste momento em sua vida podem não ser batalhas humanas, mas sim fortalezas espirituais erguidas por forças demoníacas para distraí-lo e desanimá-lo, com o objetivo de levá-lo a abandonar sua herança real como rei e sacerdote no Reino de Deus. Jesus nos garantiu essa herança e devemos guardá-la. No livro do Apocalipse, levemos que [Jesus] nos constituiu reino e sacerdotes para servir a seu Deus e Pai. (Apocalipse 1:6) Tu [Jesus] os constituíste reino e sacerdotes para o nosso Deus, e eles reinarão sobre a terra. (Apocalipse 5:10) Não permita que o inimigo roube o que Deus tem lhe dado. HOSTES ESPIRITUAIS DA MALDADE NAS REGIÕES CELESTIAIS A verdade invisível que todos devemos entender é que a maldade espiritual governa sobre vários territórios. Se os


dominadores do mal não forem derrubados, governarão sobre tudo o que estiver sob sua influência demoníaca nesses territórios. Em uma visão, vi forças demoníacas pairando sobre um determinado estado americano. Eram criaturas gigantescas — talvez com 4,5 metros de altura — assentadas em sete enormes tronos de concreto, todos em um círculo, resmungando entre si. Elas tentavam imitar a poderosa voz de Deus, que soa como as muitas águas (ver Apocalipse 1:15; 14:2); sei disso porque Deus já havia me permitido ouvir Sua voz quando me levou ao céu, e reconheci que, apesar dessa voz contrária ser muito parecida com a que ouvi, certamente não era a mesma. — Parece a Minha voz, não é, filha? - disse-me o Deus vivo e verdadeiro, que continuou explicando: — Esses são os príncipes das potestades do ar, os dominadores das trevas, as hostes espirituais da maldade nas regiões celestiais assentados nas regiões espirituais acima da Terra. Eles causam caos na vida das pessoas e dominam a mente dos que se submetem a suas influências demoníacas. Quero que você veja isso, que compreenda e relate ao mundo. Explique a todos os Meus filhos que, em nome de Jesus, eles possuem autoridade e poder para derrubar esses reinos malignos. Logo comecei a entender a realidade e a necessidade da armadura espiritual sobre a qual Paulo escreveu em Efésios 6. Paulo

nos

exortou

a

estarmos

sempre

revestidos

espiritualmente para a batalha a fim de contra-atacarmos os ataques e as fortalezas demoníacas.

Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste


mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes. (Efésios 6:11-12 - ECA) Quando eu estava pronta para orar, o Senhor me lembrou: — O que você desligar na terra, será desligado no céu; e o que ligar na terra será ligado no céu (ver Mateus 16:19; 18:18). Assuma o domínio sobre essas coisas e amarre-as. Ordene que caiam de seus tronos, em nome de Jesus e pelo sangue de Jesus Cristo. Jesus disse que, se crermos nEle, poderemos chegar a realizar aqui na Terra obras até mesmo maiores que as dEle, pelo poder do Espírito Santo: "Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai" (João 14:12). A medida que Deus nos revela o reino das trevas, podemos verdadeiramente exercer nosso poder para prevalecer sobre cada ataque demoníaco. Acho maravilhoso Deus ter-nos concedido Seu poder — não para que sejamos exaltados, mas para que exaltemos o Senhor Jesus Cristo. Conforme formas

vi

malignas

essas se

manifestarem sobre seus tronos de concreto, soube

Deus

nos

concedeu

Seu

poder, o qual exalta o Senhor Jesus Cristo.

que muitos seriam enganados na Terra, então comecei a orar a Deus e a louvá-lo pela libertação que Ele nos traz. Depois vi um grupo de anjos descendo do céu e cercando os demônios, prendendo-os com correntes e arrancando-os dos tronos. Um por um, eles caíam dos seus tronos conforme os anjos de Deus os arrastavam para fora. Os anjos bradavam e louvavam o Senhor em nome de Jesus Cristo. Através do sangue de Jesus e em Seu nome, podemos derrotar todos demônios. No boliche, o objetivo é derrubar os


pinos que estão alinhados no fim da plataforma. Ao lançarmos a bola em direção aos pinos, pode ser que ela caia na esteira lateral, não derrubando pino algum. No entanto, o objetivo é atingir o pino que fica na frente, a fim de que ele caia e derrube também todos os outros pinos. É assim que vejo a guerra espiritual contra os demônios. Se lidarmos com os espíritos malignos diretamente, atingindo-os com o nome de Jesus Cristo, eles cairão e fugirão porque não podem contra o nome de Jesus e o sangue que Ele derramou a nosso favor. Vejamos agora alguns elementos-chave para reconhecer os ataques espirituais. OPERAÇÕES DE DEMÔNIOS ENGANO POR MEIO DE FALSOS ENSINOS Como escrevi no capítulo um, o diabo usa a estratégia do engano para capturar as pessoas e destruí-las; e uma das formas de enganar é por meio de falsos ensinos. Não é coincidência, que haja tantos livros e outros materiais disponíveis, atualmente, sobre como "alcançar seu pleno potencial". Estamos sendo ensinados a ouvir nossa "voz interior", ignorando a voz de Deus. Isso não quer dizer que não devamos, continuamente, buscar aprender mais sobre nós mesmos, sobre o mundo que nos cerca e aprimorar nossa vida. No entanto, grande parte dos ensinos da cultura popular nega a realidade de Deus e da Sua Palavra, promovendo uma suposta superioridade da humanidade, do intelecto humano e das próprias habilidades "espirituais" latentes do homem.

Devemos

tomar

cuidado

para

não

comprar

esses

conceitos, baseados em opiniões falhas da humanidade caída e não na verdade da Palavra de Deus.


Sempre que deixamos de reconhecer a voz de Deus ou confundimos a voz do diabo como se fosse a voz de Deus, os demônios

se

deleitam

com

nossa

ignorância.

Quando

inclinamos nossos ouvidos à voz do diabo, estamos colocando em risco nossa herança espiritual, assim como Adão e Eva perderam sua herança para o diabo quando deram ouvidos a suas mentiras no jardim do Éden. Satanás quer enganá-lo para que se afaste de sua posição espiritual usando táticas de manipulação e intimidação. Ele se aproveita do fato de que as pessoas estão buscando a Deus para oferecer-lhes um tipo de piedade que, na verdade, não tem nenhum poder (ver II Timóteo 3:5). Nos últimos dias, muitos ensinos surgirão disfarçados de conselhos puros de Deus. Seremos apresentados a todos os tipos de doutrinas que procuram abrir nossa mente para receber falsos evangelhos. E por isso quea verdade e sabedoria de Deus são uma fonte vital para os que já crêem como, também, para os que procurando Deus. Devemos ser capazes de discernir os falsos ensinos do verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo. Nossa herança não são as Reconhecendo a voz de Deus, não aceitamos as falsificações do diabo.

portas do inferno, mas a vida eterna.

O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos

dos

seus

sofrimentos,

para

que

também

participemos da sua glória. (Romanos 8:16-17) A seguir, algumas diretrizes que nos ajudarão a perceber a diferença entre a verdade bíblica e o engano.


4. O ensino diz que a salvação só pode ser encontrada em Jesus Cristo? Hoje, somos inundados com ensinos sobre todo o tipo de "deuses" e "profetas" através dos quais supostamente encontramos verdade e salvação. Alguns desses enganos até promovem o conceito de que nós mesmos somos "deuses" ou "deusas". Se o ensino encoraja o endeusamento ou adoração de qualquer um que não Deus-Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo; então não se trata do verdadeiro Evangelho. Além disso, se uma pessoa afirma ser o Cristo, então apresenta um evangelho falso (ver, por exemplo, Atos 4:10-12; Jeremias 10:11-12; Mateus 24:4-5). 2. O ensino afirma que Jesus nasceu de uma virgem, viveu sem pecado, morreu por nossos pecados e ressuscitou em corpo? Todo ensino que contradiz qualquer uma dessas doutrinas bíblicas se trata de um evangelho falso (ver, por exemplo, Isaías 7:14; Hebreus 4:15; I Coríntios 15:3-4). 3. O ensino nega a realidade do corpo físico do homem ou do espírito eterno do homem? O homem consiste de corpo, alma e espírito; e o espírito humano é eterno. "Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo" (Hebreus 9:27). Depois que morremos, não reencarnamos como outro ser humano ou um animal. Nosso destino eterno é determinado para sempre pelas decisões que tomamos aqui na Terra (ver, por exemplo,1 Tessalonicenses 5:23; II Coríntios 5:1; Mateus 25:31^16; Marcos 16:16). 4. O ensino declara saber a data do fim do mundo? Se o ensino faz tal declaração, não se trata do autêntico Evangelho de Cristo, pois Jesus disse que ninguém sabe o dia ou a hora do Seu retorno (ver, por exemplo, Mateus 24:36; 25:13). ATACANDO A VULNERABILIDADE DAS PESSOAS.


Outra operação dos demônios é atacar a vulnerabilidade de cristãos e não-cristãos. Quando fui levada ao inferno, vi grupos de demônios conversando; estavam agrupados em número de 12 a 20 demônios. O maior demônio de cada grupo dava ordens aos demais para que as cumprissem na Terra. Vi um grupo de dez demônios menores cuja missão era ir à Terra, a um determinado estado americano, e causar destruição na vida dos membros da família de um poderoso casal temente a Deus. Vi os demônios discutindo sobre um determinado pastor. Eles haviam sido incumbidos de atacar o primo desse pastor para que o pastor se afastasse da vontade de Deus; a ordem era provocar acidentes na vida do primo. — Quero que vocês causem acidentes e problemas porque esse pastor não está vigiando nem orando, nem mesmo lê a Bíblia. Ele não está coberto com a Palavra de Deus, então quero que exponham uma área de sua vida. Os demônios riram e gargalharam e mal podiam esperar para cumprir a missão. Eles ofereciam recompensas aos outros demônios para que causassem ainda mais baderna. Enquanto estava ouvindo isso, escutei o demônio maior (com cerca de três metros de altura) dizer a um grupo: — Sua missão é causar um caos total e secar suas finanças. Vocês são "o homem forte" e causarão muitas divisões nos casamentos dessa família, o que também irá distrair o pastor (ver, por exemplo, Mateus 12:29). Eles advertiam uns aos outros que o pastor poderia ficar preocupado com seu primo e começar a orar. — Ele tem poder em nome de... o nome que não gostamos de dizer... ele tem poder nesse nome para expulsar vocês, mas se fizerem tudo rapidamente, antes que ele tenha tempo para


discernir e orar, poderemos provocar crises devastadores que prevalecerão sobre essa família. O tal pastor não sabia que tudo isso estava sendo tramado e arquitetado com o objetivo de arruinar sua família. Ele não sabia que deveria orar e começar a buscar o Senhor diligentemente. Todavia, os anjos de Deus ouviram o plano e anjos protetores

foram

enviados.

Enquanto

as

estratégias

demoníacas estavam sendo elaboradas, Deus já tinha um plano em operação para enviar um grupo de anjos com o propósito de proteger tanto àquele indivíduo quanto à sua família. Deus é maravilhoso! Ele sabe tudo o que o diabo está fazendo, e como enviar socorro a partir do Seu santuário (ver Salmo 20:1-2). Se você ler o livro de Salmos, perceberá que Ele fez isso diversas vezes. Assim como eles tentaram fazer contra a vida daquele pastor, as operações demoníacas vêm para causar destruição e problemas em sua vida de forma tão avassaladora que você só era tempo de concentrar-se nas situações que começam a surgir. Eles fazem de tudo para tentar impedi-lo de orar diligentemente e permanecer em fidelidade e obediência a Deus. Por exemplo, eles podem fazer com que seu carro quebre ou que sua conta de luz aumente além do compreensível, justamente quando você está tentando levantar dinheiro para quitar a hipoteca da casa. Essas presenças malignas tentam atacar tudo com o que lidamos no mundo natural a fim de destruir nosso espírito. Os demônios atacarão crianças e adultos vulneráveis. Por exemplo, se uma criança está sendo abusada sexualmente, ou de alguma outra forma, ela costuma


ter tanto medo e tormento em seu coração e mente, que os espíritos demoníacos a mantém em um estado de perturbação ou baixa auto-estima por toda a vida. Felizmente, ela poderá ser liberta através da graça de Deus e em nome de Jesus. É sobre isso que trata a libertação: libertar os cativos. Outra área vulnerável é a falta de entendimento, de grande parte das pessoas, acerca da verdadeira natureza da guerra espiritual. Elas acham que se trata de algo raro ou dramático, então deixam o assunto de lado. Ou ficam discutindo sobre a verdadeira essência da guerra espiritual, e não percebem que todos nos deparamos com guerras espirituais praticamente todos os dias. Os ataques do diabo contra os cristãos e não-cristãos são implacáveis porque ele deseja manter-nos afastados do Pai celestial. Há guerras invisíveis ocorrendo

nas

regiões

celestiais

das

quais

somos

participantes

Devemos perceber que todos nos deparamos com guerras espirituais todos os dias.

ativos,

mesmo

sem

perceber.

Por

exemplo, você já prometeu a si mesmo: "Amanhã, vou jejuar"? Mesmo

que

você

esteja

acostumado

a

não

tomar

café-da-manhã, quando você acorda na manhã do seu jejum, está tão faminto que já está com um pão com manteiga na mão antes que perceba que havia prometido oferecer sacrifício a Deus naquele dia. Esse tipo de circunstância não costuma ser coincidência. O diabo usará qualquer vulnerabilidade que encontre para criar uma brecha em sua devoção a Deus. Durante um jejum, ele pode tentá-lo com comida; em tempos de escassez financeira, ele bombardeia sua mente com o temor de contas não pagas; na enfermidade, ele pode intensificar sua dor; e na tristeza, pode causar opressão. LEVANDO A TOMAR DECISÕES ERRADAS


Outro truque do inimigo é usar seu apetite pelas coisas terrenas para fazê-lo comprometer ou negligenciar sua posição espiritual com Deus por meio de decisões frívolas. Tomar uma decisão ruim baseada em desejos terrenos, no entanto, não somente pode afetar negativamente sua família, trabalho ou status

econômico

como

também

pode

devastar

seu

relacionamento com o Senhor. Quando você for tentado a tomar uma decisão baseada em motivações que não sejam bíblicas, reconheça que sua saúde espiritual está em jogo. Busque a orientação de Deus em oração e consulte Sua Palavra quando for tomar decisões. Não pense somente nas conseqüências materiais de suas decisões, mas também nas conseqüências espirituais. Às vezes, tomamos decisões negativas que mudam o rumo da nossa vida simplesmente porque não prestamos atenção à voz de Deus. Quando o Senhor fala é por um propósito específico; então sempre tire tempo para ouvir o que Ele tem a dizer. Nunca se torne ocupado demais com a vida a ponto de não ter mais tempo para ouvir a voz de Deus. As portas do inferno não devem ser a força dominadora por trás da tomada de decisão de nenhum cristão. Quando você tira tempo para conhecer a Deus, também é capaz de experimentar o domínio que Ele lhe deu sobre a terra por meio do Espírito Santo e do nome de Jesus, e as portas do inferno não prevalecerão contra você. ENCORAJANDO AS PESSOAS A REAGIR DEFORMA ERRADA ÀS CRISES DA VIDA O inimigo também quer que alimentemos emoções descontroladas para que venhamos a reagir às crises da vida de acordo com esses sentimentos, em vez de agir de acordo com a Palavra de Deus. Por exemplo, em meio a uma crise, a pior coisa


que você pode fazer é reagir ou tomar uma decisão séria enquanto estiver irritado ou nervoso. A raiva é o parque de diversões do diabo e ele a usará totalmente para seu proveito. Muitos dos que se tornam cegos com a ira ficam com um enorme remorso depois que se entregam a essa emoção potencialmente venenosa, dizendo: "Não sei o que me deu para fazer aquilo!". Sempre reserve tempo para sair de uma situação fora de controle, em vez de tentar resolvê-la sem a ajuda de Deus. Lembre-se do que diz as Escrituras: "Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apazigúem a sua ira antes que o sol se ponha, e não dêem lugar ao Diabo" (Efésios 4:26-27). Podemos irar-nos em determinadas situações, mas não devemos pecar por causa da ira, buscando vingança ou guardando rancor. Não devemos dar ao diabo brecha alguma pela qual ele poderá operar em nossa vida. PRENDENDO AS PESSOAS POR MEIO DE FORTALEZAS ESPIRITUAIS Outra atribuição das forças demoníacas é afetar nosso comportamento por meio de "fortalezas". Como costuma ser definida, uma fortaleza é um forte ou uma barreira de proteção que as pessoas constroem para manter os inimigos fora. Nosso inimigo é o diabo, porém o inimigo do diabo é tudo o que pertence a Deus e à verdade; ele tenta criar fortalezas em nossa vida para impedir que Deus e a verdade reinem em nós. As fortalezas satânicas podem ser manifestadas na forma de "maldições hereditárias", pois são fortalezas que costumam estar sob determinado nome ou uma doença ou problema em particular,

como

abuso

ou

vício.

Essas

fortalezas

são

transmitidas dentro das famílias e podem datar dos tataravôs ou até mesmo antes.


Mais uma vez digo que, as forças demoníacas podem tentar amarrá-lo em determinada área a fim de impedir que o Espírito de Deus e Suas bênçãos se manifestem plenamente em sua vida. Amarrar significa prender bem forte. Se as fortalezas nunca forem confrontadas por alguém maduro espiritualmente, que saiba tomar autoridade sobre elas, podem tornar-se forças residentes do mal que obstinadamente recusam-se a entregar seu domínio. Por exemplo, quando alguém se "amarra" à pessoa errada em um casamento e se torna um com ela, passa então a absorver grande parte das características negativas do cônjuge. Os demônios territoriais podem ter o "direito" de amarrá-lo em determinadas áreas da vida devido às maldições hereditárias que têm contaminado sua família ao longo dos anos — a menos que você as quebre por meio do nome e do sangue de Cristo, que levou a culpa por elas para que você fosse liberto. Assim, você tem de tomar autoridade sobre as fortalezas através de Cristo para que possa experimentar a libertação. A menos que você as expulse, elas continuarão a contaminar sua vida e das futuras gerações. CONTRA-ATACANDO OS ATAQUES E AS FORTALEZAS DEMONÍACAS Satanás recusa-se a entregar o seu governo sobre este mundo sem uma luta estratégica. Podemos contra-atacá-lo e a suas hostes pelo nome e sangue de Cristo, pelo poder da Palavra de Deus e vivendo de acordo com os caminhos do Senhor. A seguir estão algumas das maneiras pelas quais podemos nos proteger das fortalezas e travar a guerra espiritual. VIVER SOBA PROTEÇÃO DE DEUS


Para ser protegido de fortalezas e outras artimanhas de Satanás, devemos viver em um lugar de segurança construído pelo Arquiteto Mestre — o Senhor Jesus Cristo. A cobertura que Ele nos dá é (1) capaz de sustentar-nos e (2) forte o suficiente para impedir o inimigo de penetrar em nossa confissão de fé. Esse lugar seguro tem seu fundamento edificado sobre o verdadeiro Evangelho da salvação através de Jesus Cristo, o Verbo vivo de Deus. Conforme a graça de Deus que me foi concedida, eu, como sábio construtor, lancei o alicerce, e outro está construindo sobre ele. Contudo, veja cada um como constrói. Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo. (I Coríntios 3:10-11) Agora que vocês purificaram a sua vida pela obediência à verdade, amor sincero,

visando fraternal

ao e

amem

Podemos contra-atacar Satanás pelo Sangue de Cristo e a Palavra de Deus.

sinceramente uns aos outros e de todo o coração. Vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente. (I Pedro 1:22-23)Sempre que sua base espiritual se torna instável, é porque você está misturado-a com elementos estranhos. Cheque o que está contaminando sua fundação. Você está dando ouvidos à vozes erradas, seguindo maus conselhos ou duvidando do poder da Palavra de Deus? Seu Mestre Arquiteto entende a necessidade de ter uma estrutura que possa protegê-lo de furacões e tempestades — as provações da vida. Seu forte possui muros resistentes erguidos pelo Mestre Arquiteto para ajudar a sustentá-lo. As lições da vida nos ensinam que devemos


colocar-nos sob a

proteção desses fortes durante os

períodos de turbulência! Esses muros de proteção somente podem ser removidos pelas mãos de Deus. Ele pode fazer isso temporariamente, como fez com o patriarca Jó, para cumprir Seus propósitos, e depois Ele mesmo restaurou a proteção. No entanto, se removermos os muros de proteção por conta própria, através de negligência espiritual ou orgulho, isso pode levar toda a estrutura ao colapso — conosco dentro. Novamente, estrategicamente

esses para

muros sustentar

foram a

estabelecidos

estrutura

da

nossa

existência e manter-nos próximos a Deus. Ele quer falar conosco e habitar nos lugares mais íntimos da nossa existência pessoal. Ele usa esses momentos para transmitir-nos sabedoria divina antes de sermos enviados ao mundo para enfrentar os elementos demoníacos que desejam peneirar-nos como trigo (ver Lucas 22:31-32). E por isso que o Salmo 91:1-2 é uma revelação tão poderosa: "Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao SENHOR: 'Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio'". Nessa passagem, o salmista revelou a onipotência de Deus. Não importa onde estamos ou que tipo de fortalezas demoníacas vem contra nós, Deus sempre está lá para dar-nos a vitória. Não há lugar para as trevas quando a luz de Deus brilha e revela Seu maravilhoso poder de libertação (ver Salmo 139:7-12). Não devemos temer os ataques do inimigo, pois nem se comparam ao poder de Deus que reside em nós através do Seu Espírito. Amados, não creiam em qualquer espírito, mas examinem os espíritos para ver se eles procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo. Vocês


podem reconhecer o Espírito de Deus a deste modo: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne procede de Deus; mas todo espírito que não confessa Jesus não procede de Deus. Esse é o espírito do anticristo, acerca do qual vocês ouviram que está vindo, e agora já está no mundo. Filhinhos, vocês são de Deus e os venceram, porque aquele que está em vocês é maior do que aquele que está no mundo. (I João 4:1-4) Lembre-se das palavras confiantes e confortadoras do rei Davi: Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem. (Salmo 23:4) Davi não temia a morte porque sabia que ela não era páreo para Deus. Quando seu opositor Golias apareceu, mesmo sendo uma figura tão grande que tampava o sol, nada impediu que Davi atingisse seu inimigo na cabeça. Ele entendia que tudo parece maior nas sombras e estava tão destemido que chegou a advertir Golias de sua iminente morte. Como Davi havia passado

tempo

Todo-Poderoso,

nos ele

lugares

não

secretos

deixou

com

intimidar-se

o

Deus

por

esse

confronto demoníaco público (ver I Samuel 17). SABER QUE CRISTO JÁ OBTEVE A VITÓRIA "Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes" (Efésios 6:12). Hoje, grande parte dos combates "profissionais" são pré-determinados e o favorito avança ao resultado. De forma similar, os combates espirituais que lidamos já foram pré-determinados por Deus. Quer você saiba ou não, a batalha na qual você se encontra neste momento é "viciada"; ou seja, aos olhos de Deus, você já


venceu a luta por causa da vitória completa de Cristo sobre o diabo — contanto que você permaneça espiritualmente forte e confie nEle. Devemos reconhecer que somos os favoritos para vencer porque pertencemos ao Vencedor. Aquele que pratica o pecado é do Diabo, porque o Diabo vem pecando desde o princípio. Para isso o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo.. (I João 3:8) Quando ele subiu em triunfo às alturas, levou cativos muitos prisioneiros, e deu dons aos homens. (Efésios 4:8) Para sermos eficientes na guerra espiritual, precisamos saber quem somos em Cristo. Se você nasceu de novo, então é Seu filho, pertence a Ele e Cristo já conquistou a vitória para você. Quando pertencemos a Deus, mesmo quando parece que estamos

sendo

nocauteados

e

que

estamos

perdendo,

podemos saber que já estamos usando o cinturão do vencedor porque Cristo destruiu todas as obras do diabo. MANTER RELACIONAMENTO COM O PAI CELESTIAL Adquirimos conhecimento para derrotar o diabo através do nosso relacionamento com Deus no Espírito. Relacionar-se com Deus significa reconhecê-lO em todos os nossos caminhos. Às vezes, Deus permitirá que enfrentemos dificuldades, que Ele sabe que serão vencidas somente por Seu Espírito, para que aprendamos a confiar nEle. Também descobri que Deus, algumas vezes, permite que sejamos

apanhados

experimentemos

as

por

tempestades

turbulências

para

menores

e

proteger-nos

de

tempestades maiores que, de fato, têm o potencial de "matar-nos". Além disso, as tempestades em nossa vida podem ser

permitidas

por

Deus

durante

um

período,

para

preparar-nos para o que nos aguarda mais adiante. O "inferno" pelo qual você está passando neste exato momento pode ter o


propósito de fortalecê-lo com sabedoria para enfrentar futuras crises. Em Atos 27, o apóstolo Paulo estava em um barco em direção a Roma, onde deveria testemunhar diante de César. O Espírito Santo lhe disse que estava vindo uma tempestade que destruiria o barco, mas que todos a bordo seriam resgatados. Da mesma forma, em nossa vida, diante de uma "tempestade", Deus nos prepara de antemão, e se nos firmarmos em Sua Palavra, passaremos ilesos por ela. Deus chamou e preparou você para que, independente dos ventos turbulentos que ocorram em sua vida, você aprenda e amadureça com eles, em vez de ser destruído. Ao adorarmos nosso Pai fiel em meio às tempestades da vida, podemos flutuar através das adversidades. Ele é Senhor sobre a tempestade, assim como é o Senhor da colheita (ver Marcos 4:35-41). Ele é a força em nossa vida (ver Salmo 27:1). BUSCAR EM PRIMEIRO LUGAR O REINO DE DEUS Para evitar ser enlaçado pelos cuidados do mundo e tornar-se espiritualmente fraco, não se preocupe com os bens materiais que você possui ou não. Tire seus olhos daquilo que é natural e confie em Deus para supri-lo enquanto você busca Seu Reino em primeiro lugar em sua vida. Jesus disse: Portanto, não se preocupem, dizendo: "Que vamos comer?" ou "Que vamos beber?" ou "Que vamos vestir?" Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. (Mateus 6:31-33) Ao confiar em seu Pai celestial, Sua presença virá e descansará sobre você. Mas se confiar em si mesmo e nos outros mais do que em Deus, Ele poderá primeiro repreendê-lo e então lembrá-lo: "Eu determinei todos os dias da sua


existência. Já defini os seus propósitos. Se quiser saber o que fazer, pergunte-Me". Desenvolva um estilo de vida que busca em primeiro lugar

o

Reino

e

Se você nasceu de novo, então é um filho de Deus e Cristo já conquistou a vitória para você.

todas as suas necessidades serão supridas. Aplique a palavra de Romanos 4:17 e creia em Deus, que "chama à existência coisas que não existem, como se existissem'' Expresse o que você quer de acordo com Sua Palavra, escreva e declare que assim será. MANTER A FE EM DEUS Quando o diabo decide que quer destruí-lo, ele pode lembrá-lo constantemente de falhas ou quedas do seu passado para desencorajá-lo e fazer com que desista do seu futuro. Lembre-se sempre de que sua saúde espiritual depende de você manter a fé em Deus, mesmo se sua fé parecer pequena demais para você. Ao fazer isso, entenda que é difícil permanecer perto de Deus se você está constantemente cercado de pessoas não comprometidas com Ele. CONFIAR NAS PROMESSAS DE DEUS Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. (Efésios 6:10) Quando você estiver sob ataque demoníaco, pode ser que as pessoas o chamem de fracassado ou digam que você não tem fé o suficiente, simplesmente porque não entendem que você está sob ataque. Ainda assim, você pertence a Deus e Ele cumprirá Sua promessa de libertar e purificar sua mente. O apóstolo Paulo escreveu: Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, a alma e o corpo de vocês sejam preservados


irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Aquele que os chama éfiel, e fará isso. (I Tessalonicenses 5:23-24) Tudo que você será capaz de alcançar e conquistar espiritualmente deve-se à força de Deus que habita em você. Independente de qual seja a crise, saiba que "todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Romanos 8:28 -ECA). Deus é revelado fortemente em meio a crises. Quando você chegar ao outro lado de um problema, poderá contemplar tudo pelo que passou e perguntar: "Como consegui passar por isso?". A força de Deus se aperfeiçoou durante seus momentos de maior fraqueza (ver II Coríntios 12:9). PERMITIR QUE A PALAVRA DE DEUS O SUSTENTE Você deve estar preparado com a verdade e o poder da Palavra de Deus, para que possa estar firmado em Sua justiça e guerrear contra as fortalezas demoníacas do reino de Satanás. Se você declarar a Palavra de Deus sobre sua vida, Ele se comprometerá

em

acompanhá-lo

até

que

saia

das

tempestades. Utilize-se do poder de confessar a Palavra de Deus e observe Seu poder de operar milagres começar a ser revelado em sua vida. Confesse: • "Sou a justiça de Deus." (ver II 5:21.) • "O sangue de Jesus cobre minha casa." (ver Êxodo 12:13; Atos 16:31.) • "Nenhuma arma forjada contra mim prosperará." (ver Isaías 54:17.) • "Tudo posso naquele que me fortalece." (ver Filipenses 4:13.) Imediatamente depois de fazer essas confissões, os demônios podem tentar impedir que as bênçãos de Deus e as


palavras positivas de fé declaradas por você se manifestem em sua vida. Se for esse o caso, você deve continuar a "ficar firmes contra as ciladas do Diabo" (Efésios 6:11) e lembrar-se de que Deus já declarou palavras infalíveis sobre sua vida. Não só você irá ao céu quando morrer, mas também experimentará o céu na terra ao permitir que a vontade de Deus seja feita em sua vida agora, como já é feita no céu (ver Mateus 6:10; Lucas 11:2). Mesmo que você coma o pão da adversidade e beba da água da aflição, a Sua divina Palavra o sustentará. Deus diz que irá conduzi-lo pelo caminho certo, (ver Isaías 30:20-21.) Jamais acredite que Deus simplesmente o deixou à mercê o diabo. TRAVARA GUERRA ESPIRITUAL PELO PODER DE DEUS Devemos sempre nos lembrar de que não há nada que possamos fazer por nossas próprias forças para contra-atacar os ataques satânicos em nossa vida; somente Deus pode. Deus, algumas vezes, derrubará fortalezas antes mesmo que cheguemos a reconhecer que precisam ser derrubadas. Em outras vezes, Ele quer que as reconheçamos e derrubemos pelo Seu poder. As armas com as quais lutamos não são humanas; ao contrário, são poderosas em Deus para destruir fortalezas. Destruímos argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levamos cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo. (II Coríntios 10:4-5) A chave para a guerra espiritual neste versículo está na frase "poderosas em Deus ". Por exemplo, eu nunca aconselho expulsar demônios sem antes se certificar de quem você é em Cristo. Se os demônios não reconhecerem sua autoridade no mundo spiritual, e você tentar expulsá-los de alguém, eles tentarão destruir você e a pessoa possuída (ver, por exemplo, Atos 19:13-


17). Você nunca deve colocar a vida de outra pessoa em perigo dando uma de herói em uma situação sobre a qual não possui o menor controle. Confessar a Palavra de Deus revela Seu poder de operar milagres em sua vida. Jesus nunca lutou contra os demônios. Ele simplesmente lançava uma palavra e os expulsava (ver, por exemplo, Mateus 8:16). Ele podia fazer isso porque andava na autoridade do Pai. Você não pode ser intimidado pelo horror das portas do inferno, pois Mateus nos lembra de que todo poder no céu e na terra foi dado a Jesus (ver Mateus 28:18). Se o Espírito de Deus reside em você, então você tem poder através de Cristo Jesus para ir contra principados, potestades e dominadores deste mundo tenebroso, e para expulsá-los em Seu nome. No livro de Judas, lemos que quando Moisés morreu, Deus disse ao arcanjo Miguel para enterrar o patriarca. Ainda assim, o diabo saiu à procura do corpo de Moisés, aparentemente, para poder controlar os filhos de Israel. Miguel não perdeu tempo em "fazer acusação injuriosa" contra o diabo, mas simplesmente lhe disse: "O Senhor o repreenda!" (Judas 9). E sempre uma péssima idéia discutir com o diabo. Se fizer isso, estará entregando a vitória a ele, pois não é capaz de derrotá-lo

com as

armas

humanas

do

discurso

e

da

argumentação. Devemos seguir o exemplo do arcanjo Miguel ao travar uma guerra espiritual - repreender Satanás em nome de Jesus para derrubar qualquer fortaleza que ele possa usar para tentar aprisionar-nos. Ao amadurecemos na fé, o Senhor nos ensinará a nos revestirmos de toda a armadura de Deus


Conforme

amadurecemos

na

fé,

também

devemos

aprender a revestir-nos de toda a armadura de Deus para contra-atacar as estratégias do inimigo. Em Efésios 6:11, lemos: "Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo". Então o Senhor nos ensina sobre como nos revestirmos para a batalha: Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo. Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz. Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno. Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. (Efésios 6:13-17, ênfase acrescida) A armadura de Deus inclui ... • Verdade • Justiça • Preparação • Fé • Salvação Sua armadura espiritual o protegerá e seu treinamento na guerra espiritual o guiará à medida que batalhar contra as táticas do inimigo. CONFIAR NA GRAÇA DE DEUS Quando estamos fracos, a graça de Deus entra para dar-nos a força que precisamos para vencer. Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza (II Coríntios 12:9)


Deus está totalmente ciente das artimanhas do inimigo. Ele compreende a guerra espiritual que, freqüentemente, travamos a fim de assegurar nossa posição espiritual. Assim, através da Palavra de Deus, Ele nos dá as instruções apropriadas sobre o que devemos fazer quando estamos fracos e como nos sustentarmos nEle para ficarmos fortes. Deus sempre ouve quando falamos. No entanto, o diabo induz-nos a acreditar que, por termos pecado, Deus não quer ouvir nada do que temos a dizer. Inúmeras pessoas deixaram de servir a Deus por anos com a seguinte desculpa: "Vou servir a Deus quando endireitar minha vida". Se você esperar até que se sinta digno para servir a Deus, então provavelmente nunca irá servi-LO. Deus é tão maravilhoso que, apesar da Sua soberania, Ele nos lembra: Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade. (Hebreus 4:15-16) Muitas verdades significativas são reveladas nesses versículos, eliminando qualquer mentira acusadora do inimigo. Nunca devemos pensar que Deus não compreende o que estamos vivendo ou que não é capaz de dar-nos a solução. Hebreus 4 nos diz o seguinte: 1. Cristo Jesus foi tentado "em tudo", assim como nós somos tentados. 2. Apesar de Jesus ter sido tentado, Ele permaneceu "sem pecado". Por isso, em Jesus, temos o poder para vencer nossa


natureza pecaminosa e tudo o que nos mantêm cativos. "Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição. Pois sabemos que o nosso velho homem a foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado; pois quem morreu, foi justificado do pecado". (Romanos 6:5-7). 3. Quando pecamos, o Senhor não deixa de comunicar-Se conosco. Em vez disso, Ele nos convida a recebermos Sua graça para encontrar "ajuda no momento da necessidade ". I João 2:1 diz: "Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo ". Mais uma vez, sempre que você sentir que precisa afastar-se de Deus por causa do pecado, é porque está dando ouvidos às acusações mentirosas do diabo. No jardim do Eden, a primeira coisa que Adão e Eva fizeram depois de comer o fruto proibido foi esconder-se de Deus (ver Gênesis 3:6-10). Hoje, as pessoas ficam em casa no domingo pela manhã e se recusam a ir à igreja porque também estão escondendo-se de Deus. No entanto, Deus sabe de todas as coisas. Ele sabia que Adão e Eva haviam conversado com o diabo no jardim do Eden, assim como sabe quando nós "conversamos" com o diabo — ouvindo suas mentiras, permitindo que ele nos engane e seguindo suas sugestões. Em vez de rejeitar-nos quando caímos, Deus nos restaura a comunhão com Ele através da graça da salvação e do perdão em Cristo quando vamos a Ele. A graça de Deus não apenas nos restaura, mas também nos impede de pecar. Independente do que possa ter feito, se você correr até Deus em vez de afastar-se dEle, o fardo de manter-se longe do pecado


torna-se mais leve quando você coloca sobre si o jugo de Cristo. Jesus disse: Venham

a

mim,

todos

os

que estão

cansados

e

sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. (Mateus 11:28-30) Nunca fique tão obcecado com o que não é capaz de fazer a ponto de deixar de celebrar tudo o que Deus tem feito por você. Deus está totalmente ciente do ódio que o inimigo tem por você, principalmente quando você decide servir ao Senhor de todo coração. O ódio do diabo, no entanto, é inofensivo se comparado ao amor de Deus por você. Aqueles que estão em um relacionamento com o Senhor não vivem a vida de acordo com o medo e a dúvida, mas entendem que quando assumem o compromisso de permanecerem fiéis a Ele, o Senhor supre todas as suas necessidades "de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus" (Filipenses 4:19). VOCÊ PODE PREVALECER SOBRE AS PORTAS DO INFERNO Apesar das portas do inferno serem bastante reais, você não precisa sucumbir a elas. Os ataques do inferno não prevalecem sobre os que conhecem a Deus. A hesitação que sentimos ao avançar em um relacionamento com Deus, vem do fato de estarmos conscientes da responsabilidade que o mesmo exige — a responsabilidade de viver para Ele e contra-atacar as obras do diabo através da guerra espiritual. Conseqüentemente, estagnamos nosso próprio crescimento quando nos afastamos do Único com o poder de libertar-nos do que tem nos mantido cativos e limitados. O diabo usa a intimidação

para

A graça de Deus não somente nos restaura, mas também nos impede de pecar.


impedir que você acesse o poder que Deus já lhe deu, dizendo que não pode fazer determinadas coisas quando Deus mesmo já disse que você pode fazer tudo por intermédio de Cristo Jesus (ver Filipenses 4:13). O diabo tenta convencê-lo de que você é fraco e incapaz de resistir a ele e a seus ataques, quando Deus mesmo já disse: "Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês" (Tiago 4:7). Ele usa táticas e ameaças assustadoras que fazem você pensar que irá para o inferno por causa das lutas secretas que vive, quando Deus mesmo disse: "Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza" (II Coríntios 12:9). Ele afasta muita gente da igreja e neutraliza seu poder espiritual em potencial através de Cristo, levando-as ao engano de crerem em outros deuses quando Deus disse: "Nunca adore nenhum outro deus" (Êxodo 34:14). Devemos estar cientes de todas as táticas do diabo e de suas sutis insinuações, enquanto permanecemos firmados em nosso relacionamento com Deus e na verdade da Sua Palavra. Dessa forma, podemos contra-atacar os esquemas de Satanás e conquistar a plena vitória sobre ele. Capítulo 6 Libertando-se da Natureza Carnal VlMOS QUE HÁ PORTAS DO INFERNO literais pelas quais os descrentes e não arrependidos são conduzidos a uma eternidade de condenação. No entanto, há também outras "portas" que conduzem às pessoas ao inferno. São os caminhos do viver carnal e egoísta que conduzem as pessoas a um estilo de vida de destruição física e espiritual e, por fim, ao castigo eterno. Satanás usa "as vontades da nossa carne" (Efésios 2:3) como forma de manipular-nos, então sua voz torna-se uma influência predominante em nossa vida, no lugar da voz de


Deus.

Não

conseguimos

ouvir

a

Deus

quando

somos

controlados pelos apetites carnais. As Escrituras descrevem muitas das obras da carne, nascidas de desejos pecaminosos: Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus. (Gálatas 5:19-21) A natureza pecaminosa controla aqueles que ainda não conhecem a Cristo. Mas também podem ser uma armadilha para os cristãos. É em guerra contra a nova natureza do Espírito que os crentes recebem a salvação. Paulo escreveu em Romanos: No íntimo do meu ser tenho prazer na Lei de Deus; mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros. Miserável homem que eu sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, com a mente, eu próprio sou escravo da Lei de Deus; mas, com a carne, da lei do pecado. Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte. (Romanos 7:22-8:2) O remédio para a vida de acordo com a natureza pecaminosa é este: "Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne" (Gálatas 5:16). Se vivemos e andamos no Espírito, podemos vencer nossos desejos pecaminosos, fechar as "portas" que levam à destruição e herdar o reino de Deus.


Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja. A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz; a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à Lei de Deus, nem pode fazê-lo. Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus. Pois se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão, porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. (Romanos 8:5-8, 13-14) A natureza pecaminosa quer satisfazer os desejos carnais, então devemos fazer todo o possível para vencer nossa natureza

pecaminosa.

Jesus

disse:

"Se

alguém

quiser

acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá; mas quem perder a sua vida por minha causa, este a Devemos morrer para os desejos

salvará"

terrenos e levar a cruz de Cristo diariamente.

derrubar os desejos

9:23-24).

(Lucas Devemos

carnais e terrenos e levar a cruz de Cristo todos os dias. Devemos morrer diariamente para as obras da carne para que possamos reinar com Cristo pela eternidade.

Morrer diariamente significa que devemos continuamente permitir que a vontade de Deus prevaleça sobre os desejos da carne em nossa vida. Isso não significa que não teremos lutas e desafios, mas, simplesmente, que pelo fato de Cristo ter colocado tudo debaixo de Seus pés, temos poder, através dEle,


para derrotar todo inimigo que tente aniquilar-nos — incluindo nossa natureza pecaminosa e as forças demoníacas que tentam incitar-nos a ceder a elas. Repetindo, as portas do inferno não podem prevalecer contra você se souber quem é em Cristo Jesus. AS TRES TENTAÇÕES DO DIABO Para aprender a vencer a natureza carnal, devemos começar na ver como Jesus derrotou a tentação: Então Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo. Depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. O tentador aproximou-se dele e disse: "Se és o Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães ". Jesus respondeu: "Está escrito: 'Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus'". Então o Diabo o levou à cidade santa, colocou-o na parte mais alta do templo e lhe disse: "Se és o Filho de Deus, joga-te daqui para baixo. Pois está escrito:" 'Ele dará ordens a seus anjos a seu respeito, e com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra'". Jesus lhe respondeu: "Também está escrito: 'Não ponha à prova o Senhor, o seu Deus'". Depois, o Diabo o levou a um monte muito alto e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e o seu esplendor. E lhe disse: "Tudo isto te darei, se te prostrares e me adorares". Jesus lhe disse: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: 'Adore o Senhor, o seu Deus, e só a ele preste culto'". Então o Diabo o deixou, e anjos vieram e o serviram. (Mateus 4:1-11) O diabo usa três tentações principais contra Jesus, e esses mesmos

três

ingredientes

venenosos

ele

utiliza

para

enganar-nos a fim de arruinar nossa vida hoje: (1) apetite, (2) imprudência ou autodestruição e (3) materialismo ou ambição


doentia, Observemos de forma geral essas três áreas e então vejamos como elas atuam mais especificamente em nossa vida. A TENTAÇÃO DO APETITE O diabo sabia que depois de jejuar por 40 dias, Jesus estaria com forne. Ele usou essa oportunidade para jogar com as necessidades físicas básicas de Jesus, tentando-O para que deixasse de confiar em Seu Pai Celestial e satisfizesse sua fome à maneira do diabo, Ele tentou controlar Jesus instigando-O a saciar Sua vontade sozinho, sem precisar que o Pai enviasse anjos para ministrá-L0. Você nunca deve seguir os conselhos do diabo ou obedecer no que ele diz, principalmente depois de sair de um jejum. Nesse momento, seu espírito está especialmente aberto para receber do mundo espiritual e você não quer ser contaminado por forças malignas que buscam sua destruição. Em vez de suprir suas necessidades de acordo com seus apetites carnais, viva de acordo com o exemplo de autocontrole de Jesus e confie em Deus. Jesus disse a Satanás: "Está escrito: 'Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus'" (Mateus 4.4). A TENTAÇÃO DA IMPRUDÊNCIA OU AUTODESTRUIÇÃO Satanás depois tentou Jesus para que se jogasse do alto de uma torre, dizendo que Deus O protegeria. Hoje, o diabo continua a tentar-nos para que nos autodestruamos, ou a encorajar-nos a viver vidas desregradas e imprudentes, ou oprimindo-nos a ponto de desejarmos tirar nossa própria vida. Jesus frustrou essa tentação dizendo ao diabo: "Também está escrito: 'Não ponha à prova o Senhor, o seu Deus'" (Mateus 4:7). Não devemos viver de forma imprudente ou perigosa, com a falsa crença de que Deus nos protegerá independente do que fizermos. Além disso, se estamos sendo oprimidos e tentados a


ficar deprimidos ou com tendências

suicidas, devemos

depositar nossa confiança em Deus e em Seu amor.

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações. (II Coríntios 1:3-4) A TENTAÇÃO DO MATERIALISMO E DA AMBIÇÃO DOENTIA Por fim, o diabo tentou barganhar com Jesus sobre coisas que já pertenciam a Ele através do Pai, dizendo: "Tudo isto te darei, se te prostrares e me adorares". Jesus deixou claro ao diabo que essa não era uma barganha que Ele estaria disposto a aceitar: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: 'Adore o Senhor, o seu Deus, e só a ele preste culto'" (Mateus 4:10). Sempre que lhe forem oferecidos poder, influência ou riquezas, em troca da sua alma, saiba que é um preço alto demais a ser pago e caia fora. Também, lembre-se de que as decisões e as escolhas que fazemos hoje acerca conduta exemplar,

do nosso comportamento tem o

potencial de

afetar por completo a vida de outras pessoas. Se você está compartilhando com alguém sobre o amor de Deus, não quer que essa mesma pessoa o veja desfrutando de um estilo de vida pecaminoso. Em geral, a única imagem de Deus que um indivíduo pode ter é aquela refletida através de suas ações. Assim, não é somente para seu próprio bem, mas pelo bem dos outros,

que

você

deve

manter-se

em

um

profundo

relacionamento com Deus e resistir aos desejos da natureza pecaminosa. Se você está compartilhando com alguém o amor de Deus, deve ter uma as armadilhas da natureza pecaminosa


As tentações de satisfazer os desejos do apetite, do viver imprudente e de ter o sucesso do mundo em detrimento da vida eterna com Deus, podem ser vistas nas muitas armadilhas e comportamentos destrutivos nos quais as pessoas caem hoje. Entre essas armadilhas estão à sensualidade, o materialismo, o orgulho e procurando fuga e alívio por meio de indulgências nocivas. Por que as pessoas tornam-se cada vez mais presas pela natureza pecaminosa? Vejamos as diversas "portas" do inferno que precisamos vigiar em nossa vida. A PORTA DA SENSUALIDADE Uma porta do inferno que afasta as pessoas de sua base moral é o poder de atração da sensualidade. Nossos sentidos são uma das áreas mais vulneráveis da nossa vida, por isso o diabo os invade e tenta atrair-nos a todo o tipo de comportamento impuro. Satanás sabe que botões apertar para causar as reações que deseja. Em minhas visões do inferno, vi que demônios riam dos que haviam sido enganados. Riam porque sabiam que o inferno estava esperando por eles, e porque é um lugar de tormento, onde não há amor, alegria, paz ou compaixão — apenas tormentos. Com a revolução sexual dos anos 60, as portas da degradação sexual foram claramente reveladas, mesmo que já existissem desde o início da História. Na Bíblia, vemos exemplos de imoralidade sexual nos moradores de Sodoma e Gomorra, cujas paixões distorcidas lhes custou à existência, e em Amnon, o filho de Davi, que estuprou a própria irmã (ver Gênesis 18:20-19:26; II Samuel 13:1-19). Hoje, a imoralidade sexual tem se tornado cada vez mais um estilo de vida em nossa cultura, deixando de ser reconhecida como uma força opositora à qual devemos resistir.


O engano de Satanás é como uma praga que começa a manifestar-se em alguns indivíduos e então se espalha para aniquilar comunidades inteiras. Judas, fazendo referência a Sodoma e Gomorra, escreveu: De modo semelhante a estes, Sodoma e Gomorra e as cidades em redor se entregaram à imoralidade e a relações sexuais antinaturais. Estando sob o castigo do fogo eterno, elas servem de exemplo. (Judas 7) As cidades

pessoas se

dessas

entregaram

auto-indulgência.

à

Enquanto

Satanás procurava a quem

O diabo usará todos os métodos para impedir os crentes de realizarem a obra de Deus.

pudesse devorar, eles provaram serem as presas perfeitas, não lhe oferecendo qualquer resistência e não lhe dando qualquer motivo para fugir. Eles eram o terreno perfeito para produzir contendas, atos perversos e ilegais — atributos que ele usou em seu próprio benefício até que, por fim, foram todos destruídos por sua insolência. O diabo usará todos os métodos necessários para aprisionar os não crentes e impedir os crentes de realizarem a obra de Deus. Ele apresenta o que é apelativo aos olhos, diz coisas que agradam aos ouvidos e seduz-nos para que satisfaçamos a carne com o que Deus nos proibiu tocar. O que aconteceu depois que a serpente enganou Eva no jardim do Eden através dos sentidos e do orgulho dela? "Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso, desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido, que comeu também (Gênesis 3:6, ênfase acrescida). O diabo apelou aos sentidos de Eva para que ela satisfizesse os apetites da sua alma e do seu corpo com o que


Deus havia proibido. Satanás sabe que se fizer-nos ver através dos seus olhos e distrair-nos o suficiente, poderá seduzir-nos a partilhar de tudo o que Deus nos advertiu a rejeitarmos. Considere o seguinte relato do bispo Bloomer: Há algum tempo, quando eu estava fora, pregando, de repente deparei-me com uma tentação pouco familiar, pois nunca havia sido alguém que assistia à pornografia, mesmo antes de conhecer a Deus e aceitá-lO como Senhor e Salvador. Todavia, durante uma viagem ministerial, vi-me em um quarto de hotel percorrendo os canais da televisão quando ouvi uma voz interior sugerindo-me que assistisse a um filme erótico. Apertei o botão do menu e comecei a passar pelas opções. Era como se eu estivesse sendo tomado por alguma força. Ao mesmo tempo, senti-me constrangido, então fechei as cortinas e tranquei a porta. Ninguém estava no quarto comigo, mas ainda assim eu sabia em meu coração que era algo errado. Para garantir que o que eu fosse fazer permanecesse "em segredo", liguei para o quarto dos meus assistentes para certificar-me de que ninguém estava vindo ao meu quarto. Então, abriram-se as portas do inferno e eu estava a poucos momentos de penetrar no mundo da pornografia e não tinha idéia do que me puxava para lá. O canal de menu surgiu com 30 opções diferentes de títulos

pornográficos

que

podiam

ser

escolhidos:

"Donas-de-casa Maliciosas", "Garotas para Diversão", "Amantes Lésbicas" e "Dois Caras e uma Garota". Ainda assim, nenhum dos títulos despertou meu interesse, então, de repente, vi um com o título "Chocolate Sexual" e pensei: "Gosto de chocolate!". Surgiram mais informações... U$39.99. Quando vi o preço, as portas imediatamente se fecharam. Talvez porque eu seja


econômico, mas não podia ver-me pagando quase 40 dólares por algo assim. Quando acordei do transe, decidi descobrir o que estava acontecendo no hotel. Liguei para a recepção e perguntei: — Que tipo de convenção vocês tiveram no hotel recentemente? — Ontem foi o último dia da Convenção Gay - respondeu o recepcionista. Finalmente, tudo ficou claro! Ainda havia resquícios naquele quarto. Se eu não fosse disciplinado com dinheiro, certamente teria aberto uma porta para uma série de armadilhas

caso

tivesse

apertado

aquele

botão

do

controle-remoto, e teria penetrado no nocivo mundo da pornografia. Deus sabe como obter nossa atenção tempo suficiente para mostrar-nos uma rota de fuga. Maldições não vêm sem uma causa. Há um propósito nas coisas que passamos e nem sempre as maldições existem por culpa nossa. Algumas vezes, trata-se de uma maldição hereditária que tem se fortalecido durante anos sem que ninguém tome autoridade sobre ela e interrompa sua existência. Ainda assim, definitivamente, há algo que podemos fazer

para

destruí-lo

e

impedi-lo de assumir o controle sobre

nossa

vida

(ver,

por

exemplo, Salmo 50:15; Tiago 4:7).

Deus sabe como obter nossa

atenção

tempo

o

suficiente para mostrar-nos uma rota de fuga.

A sensualidade pode criar uma falsa sensação de realidade. Por exemplo, duas pessoas do mesmo sexo que decidem juntar-se em um relacionamento íntimo ainda precisam recorrer ao plano original de Deus para ter um filho. O óvulo de uma mulher deve ser fertilizado pelo esperma de um


homem para encher a terra com filhos. Infelizmente, muitas pessoas tendem a usar os planos de Deus somente quando isso lhes é conveniente. Depois disso, costumam fazer as coisas à sua própria maneira, mesmo quando isso vai contra os mandamentos de Deus e perverte a verdade de Deus. Lemos em Romanos:

Porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se. (Romanos 1:21) Quando o coração está em trevas, ele gera sua própria verdade, independente de quem isso magoe ou prejudique ao longo do caminho. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis. (Romanos 1:22-23) Quando você cria sua própria verdade, acaba criando seus próprios ídolos. Você deixa de confiar na provisão de Deus e cria ilusões pré-fabricadas como formas de se satisfazer.

Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si. (versículo 24) Deus criou os sentidos e quando eles são utilizados de forma apropriada, são dons maravilhosos que nos permitem desfrutar do mundo que Deus criou e dominá-lo. No entanto, devemos estar alertas aos desejos e armadilhas que envolvem sensualidade. A tentação é algo real e é uma tática do inimigo. Quando você se sente tentado a envolver-se em atos imorais ou ilícitos, tire tempo para buscar a força de Deus até que tenha


passado. Pode ser que você precise de um cristão maduro para orar com você em concordância contra as tentações. Repreenda o diabo no nome de Jesus, invoque o sangue de Jesus sobre sua vida, busque a Deus diligentemente e preencha a atmosfera da Deus é o Doador de todas as coisas boas e devemos seguir Sua orientação em tudo.

sua vida com um espírito de louvor. A PORTA DO MATERIALISMO

Outra porta para o inferno é o materialismo. Apesar dos bens materiais não serem errados ou maus em si, dar ênfase exagerada a eles pode ser espiritualmente mortal: Pois nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos. Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados

e

nocivos,

que

levam

os

homens

a

mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos. Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão. Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado e fez a boa confissão na presença de muitas testemunhas. (I Timóteo 6:7-12) Deus costuma suprir nossas necessidades de bens materiais

e

nosso

domínio

sobre

o

mundo

inclui

a

administração de recursos físicos. Há práticas e atividades diárias que envolvem a busca de bens materiais nas quais devemos engajar-nos para sustentar nossa família e manter nosso lar. Lidamos com o mundo material para conquistar certos

sonhos e aspirações, os quais envolvem trabalho,


carreira, negócios e assim por

diante.

Deus

quer que

desfrutemos dos dons que Ele nos deu e que sejamos abençoados materialmente. No entanto, Satanás quer que abramos mão do domínio que Deus nos deu seduzindo-nos com o materialismo e outros desejos. Por isso, nunca devemos perder de vista o fato de que Deus é o Doador de todas as coisas boas, e devemos seguir Sua orientação em tudo o que fizermos. Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai. (Colossenses 3:17) Meus amados irmãos, não se deixem enganar. Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, que não muda como sombras inconstantes. Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade, a fim de sermos como que os primeiros frutos de tudo o que ele criou. (Tiago 1:16-18). Infelizmente, costumamos trabalhar incansavelmente para realizar nossos desejos e, então, pedimos a que Deus nos abençoe, em vez de consultá-lO antes. Ao buscamos realizar nossas metas e aspirações sob a orientação de Deus, nossa prioridade deve ser inspirar a outros com nossas ações, para que vejam claramente o Espírito Santo manifestando-se em nosso caráter. Além disso, mesmo que alcancemos as riquezas terrenas e o

ganho

material,

ainda

precisaremos

da

sabedoria

e

orientação divina para alcançar tudo o que Deus tem para nós, de acordo com Sua boa vontade.

O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus. (Filipenses 4:19, ênfase acrescida).


O livro de Lucas apresenta uma parábola bem descritiva sobre certo homem rico, que estava mais preocupado com suas riquezas do que em dar ouvidos à Palavra do Senhor. Havia um homem rico que se vestia de púrpura e de linho fino e vivia no luxo todos os dias. Diante do seu portão fora deixado um mendigo chamado Lázaro, coberto de chagas... (Lucas 16:19-20) Mais uma vez, digo que você não pode julgar o verdadeiro nível da natureza espiritual de uma pessoa e sua autoridade baseado em sua aparência.

...este ansiava comer o que caía da mesa do rico. Até os cães vinham lamber suas feridas. Chegou o dia em que o mendigo morreu, e os anjos o levaram para junto de Abraão. O rico também morreu e foi sepultado. No Hades [inferno], onde estava sendo atormentado, ele olhou para cima e viu Abraão de longe, com Lázaro ao seu lado. (vv. 21-23). Infelizmente, muitos na Terra estão consumidos por seus desejos por bens materiais e só quando chegarem ao inferno é que despertarão para ver a dimensão de seu engano espiritual. Então, [o rico] chamou-o: "Pai Abraão, tem misericórdia de mim e manda que Lázaro molhe a ponta do dedo na água e refresque a minha língua, porque estou sofrendo muito neste fogo". Mas Abraão respondeu: "Filho, lembre-se de que durante a sua vida você recebeu coisas boas, enquanto que Lázaro recebeu coisas más. Agora, porém, ele está sendo consolado aqui e você está em sofrimento". (Lucas 16:24-25) Quando o homem rico percebeu que não havia saída, ele implorou a Abraão que enviasse Lázaro de volta à Terra para advertir seus irmãos para que ouvissem a Palavra do Senhor e assim não sofressem o mesmo destino. Abraão lembrou o homem rico de que se seus irmãos não ouviram a Moisés e aos


profetas

de

Deus,

muito menos ouviriam a

alguém

que

ressuscitou dos mortos

Nunca pense que você tem o suficiente na vida para não depender mais de Deus.

(ver versículos 27-31). Deus enviou pessoas por toda a Terra para espalhar as boas novas do evangelho de Jesus Cristo e depende de cada um que ouvir a Palavra, dar atenção ao que Deus diz pelos que foram estrategicamente colocamos por Ele em seus caminhos. Nunca devemos tornar-nos obcecados com as riquezas materiais a ponto de negociarmos nossa alma eterna por isso! "Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?" (Marcos 8:36). Nunca pense que você tem o suficiente na vida para não depender mais de Deus. Como vimos no capítulo anterior, devemos buscar a Deus em primeiro lugar e tudo mais nos será acrescentado. "Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas" (Mateus 6:33). Você pode tornar-se tão consumido pelos cuidados do mundo que não mais deseje ouvir o que Deus tem a dizer sobre o mundo e suas falsas promessas. Essa é uma mentalidade muito perigosa de se abraçar. A tática do diabo é fazer com que sua mente fique tão inundada pela busca por riquezas e materialismo que o medo de não ter essas coisas torna-se prioridade sobre sua busca pelo Reino de Deus. O homem rico na parábola de Lucas 16 se tornou tão embriagado com a segurança de suas riquezas que não tinha tempo para Deus. Quando percebeu as conseqüências do seu erro, já era tarde demais. As riquezas materiais não significam nada sem Deus. Estou certa de que o homem rico ficaria feliz em trocar todas as suas riquezas por mais uma chance de


arrependimento, de servir a Deus e ajudar os pobres. Isso não significa que Deus espera que vivamos na pobreza, mas que devemos reconhecê-lO em todos os nossos caminhos. Ainda que prosperemos, não significa que estamos dando as costas a Deus e recusando a ouvir o que Ele tem a dizer. Em vez disso, estamos refletindo sua abundante generosidade e natureza doadora. Quando recebemos Jesus como Senhor da nossa vida e obedecemos a Seus mandamentos, prosperaremos de forma que Deus se lembre de nós tanto na vida quanto na morte. Não sericos

precisamos para

tomados

sermos pelo

materialismo e confiar mais

nos

Se você confia nos recursos terrenos e não na provisão de Deus, então cairá diabo.

nas

armadilhas

do

recursos

terrenos do que na provisão de Deus. Se você não confia na provisão de Deus, pode cair na armadilha do diabo. Lemos em Números 13 que Deus prometeu aos filhos de Israel a terra I de Canaã antes mesmo de Moisés enviar homens para espiar a terra. Quando os espias deram seu relatório ao povo, em vez de se regozijarem com a abundância da Terra Prometida, a maioria deles deu uma avaliação que, como resultado, semeou medo e dúvida na mente dos israelitas. É vital confiar na provisão de Deus, em Seu proceder. Não precisamos viver em meio à miséria e dificuldades, correndo atrás das coisas terrenas, quando Deus já prometeu que, se confiarmos em Sua provisão, teremos tudo o que precisamos. Ponha sua fé em prática e simplesmente receba. Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova", diz o SENHOR dos Exércitos, "e vejam se não vou abrir as comportas


dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las. (Malaquias 3:10) Portanto, não se preocupem, dizendo: 'Que vamos comer?' ou 'Que vamos beber?' ou 'Que vamos vestir?' Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. (Mateus 6:31-33) Todos os espias, com exceção de Josué e Calebe, "Entramos na terra à qual você nos enviou, onde manam leite e mel! Aqui estão alguns frutos dela. Mas..." (Números 13:27-28, ênfase acrescida). Quando Deus nos faz uma promessa, Ele nunca usa a palavra mas para restringir Suas bênçãos. Os espias ficaram assustados com as cidades protegidas por muros e seus fortes habitantes: "Mas o povo que lá vive é poderoso, e as cidades são fortificadas e muito grandes" (versículo 28). Eles se esqueceram do fato de que Deus já havia lhes dado a terra. Tudo o que precisavam fazer era seguir as instruções do Senhor e tomar posse do que Ele havia prometido a eles. Em vez disso, sentiram que tinham de confiar em seus próprios recursos, que eram insuficientes. Você precisa distinguir entre a voz de Deus e as mentiras e enganos do diabo. Ouça como Deus ouve, veja como Deus vê. Quando Deus diz que a vida eterna é sua, creia nEle. Da mesma forma, quando Ele diz que lhe deu domínio sobre a terra e que Ele suprirá suas necessidades, creia nEle e não permita que as vozes contrárias do reino de Satanás venham enchê-lo de dúvida e incredulidade. A PORTA DO ORGULHO E DA AUTO-SUFICIÊNCIA


Uma terceira porta é a do orgulho intelectual e da auto-suficiência religiosa. Como discutimos anteriormente, muitas pessoas hoje estão abraçando todo tipo de falsas ideologias e filosofias. Essas sutis doutrinas demoníacas nos ensinam a viver sem Deus e a confiarmos em nós mesmos em relação a tudo o que precisamos. O orgulho de Satanás e o desejo de elevar-se acima do seu Criador, com o propósito de viver para si mesmo de acordo com seus próprios padrões, fez com que ele caísse da glória. Ele nos engana para que nos entreguemos às mesmas tentações, como fez com Adão e Eva. Satanás, há muito tempo, vem promovendo seu produto chamado de "Crie Sua Própria Verdade" ou "Não Há Verdade Absoluta". Essa doutrina diz: "Rejeite a vida que Deus planejou para você e, em vez disso, crie seu próprio cosmos". Quanto mais aceitamos sua doutrina, mais permitimos que o engano nos inunde e leve-nos à incredulidade, à imoralidade e a mais mentiras. Satanás sempre salpica uma pitada de verdade em seu veneno para que você o engula. Ele diz o que você quer ouvir e o que o faz sentir-se bem no momento. No entanto, tenha certeza que por baixo dessa embalagem agradável há um fundamento instável, apenas esperando para desmoronar-se sob sua mentira, enterrando você com ele. Um relato bastante claro da profundeza dos enganos de Satanás é descrito no livro de Judas: E, quanto aos anjos que não conservaram suas posições de autoridade mas abandonaram sua própria morada, ele os tem guardado em trevas, presos com correntes eternas para o juízo do grande Dia. (Judas 6) Esses anjos tinham tudo o que precisavam em "suas posições de autoridade"— até que Satanás veio e os enganou. Seu estado original consistia da presença de Deus e Suas obras


e feitos miraculosas. Era um estado que lhes foi entregue pelo próprio Rei — mais valioso que prata ou ouro. Mesmo assim, abandonaram essa habitação em troca de engano e morte. Como puderam ser tão facilmente enganados pelas artimanhas de Satanás? Eles simplesmente pararam para ouvir o que o diabo tinha a dizer e voluntariamente permitiram que as mentiras de Satanás penetrassem em seus ouvidos e em sua vontade, então sucumbiram ao mesmo destino que o diabo — tornando-se desprovidos das coisas de Deus, expulsos da Sua habitação e sob Sua condenação. O plano do diabo é espalhar sua doutrina satânica para que fiquemos presos no mesmo destino que ele e os anjos caídos. Uma passagem de Isaías 14 nos permite ver como Satanás gabou-se de sua rebelião e planos malignos: Você, que dizia no seu coração: "Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo". Mas às profundezas do Sheol você será levado, irá ao fundo do abismo! (Isaías 14:13-15) Em vez de alcançar à impossível e inimaginável façanha de tornar-se como o Altíssimo, Satanás foi derrotado por Deus, tornou-se uma desgraça pública e foi lançado no inferno. Nunca permita que o diabo penetre em seus ouvidos; não permita que ele o desvie do caminho que Deus estabeleceu para a sua existência. Sua herança é um estado concedido pelo Pai com tudo o que você pode vir a precisar na vida: "O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus" (Filipenses 4:19). Não há necessidade de se buscar nada mais. Tudo o que você


precisa já lhe foi suprido em Cristo. Você nunca deve permitir que nada que ouvir o afaste da verdade de Deus. Se você abraçar a falsa doutrina de "criar sua própria verdade", que atualmente circula em nossa cultura, isso será algo muito perigoso para sua existência. A verdade pode ser

A herança do Pai para você contém tudo o que você precisará na vida.

descoberta somente pela busca da Palavra de Deus e é através dela que você aprenderá Seus caminhos e Sua vontade para sua vida. Paulo escreveu aos Gálatas:

... O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo. Mas ainda que nós ou um anjo dos céus pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! (Gálatas1:7-8). Nossa salvação eterna depende de conhecer e seguir a verdade do Evangelho de Cristo e devemos estar bem certos sobre quem e no que cremos. O Evangelho de Jesus Cristo não é para fazer cócegas nos ouvidos das pessoas; mas, sim, para revelar a verdade de Deus. "E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará" (João 8:32). A verdade nos liberta da exposição das mentiras de Satanás e não há nenhuma verdade no diabo (ver versículo 44). Ele deseja criar uma falsa imagem da verdade em sua mente para que você desperdice sua vida tentando cumpri-la. Ainda que as portas do inferno nunca prevaleçam contra os princípios da Palavra de Deus, busque os caminhos de Deus e aprenda Sua verdade a fim de descobrir e colocar esses princípios em prática. Tenho comigo a firme promessa de Jesus Cristo de que se permanecermos firmados na rocha que Ele


estabeleceu para nós, o inimigo nunca alcançará vitória sobre nós. A PORTA DAS CONCESSÕES IMPURAS Outra porta para o inferno é a busca de fuga e alívio na vida por meio de concessões impuras. Vimos que quando passamos por momentos difíceis, o inimigo costuma usar nossas vulnerabilidades contra nós. Em vez de nos voltarmos para Deus nesses momentos, podemos ser tentados a buscar conforto através de coisas como relacionamentos doentios e consumo de substâncias nocivas. As vezes, vemos essas coisas como uma automedicação quando, na verdade, o problema só pode ser resolvido por meio da intervenção divina e de uma mudança no estilo de vida. O perigo do álcool e das drogas é que são substâncias que podem alterar o comportamento. Beber em excesso, por exemplo, entorpece a mente das pessoas e leva-as a fazerem escolhas erradas ou a revelar segredos que deveriam continuar guardados. Por afetar a capacidade de julgar, isso apaga todo autocontrole, tornando a vítima suscetível a humilhações e perigos

ainda

Incontáveis

maiores

histórias

comprometeram

seus

devido

são

à

falta

relatadas

princípios

de e

de

consciência.

indivíduos

entregaram-se

que à

imoralidade sob a influência do álcool. A influência do álcool não leva em conta o bem estar das pessoas amadas, dos amigos ou de qualquer outra vítima inocente. Uma vez ativados os efeitos em quem bebe, ele pode estender-se sobre a vida de todos que estão próximos da pessoa alcoolizada. Como tanta gente pode ignorar o perigo de uma mente alterada e da porta de degradação do álcool? As estatísticas em relação a seus devastadores efeitos sobre a humanidade são estarrecedoras, ainda que o consumo de


álcool ainda não seja percebido como uma séria ameaça à sociedade. Considere os seguintes dados sobre os Estados Unidos: • O consumo de álcool gasta cerca de 184,6 bilhões de dólares por ano com custos com saúde, negócios e processos criminais. • O consumo de álcool causa cerca de 75.000 mortes por ano. • Em 1997, 40% dos condenados por estupro e ataques sexuais disseram que bebiam quando praticaram seus crimes. • Em 2002, mais de 70.000 estudantes entre 18 e 24 anos foram vítimas de abuso sexual ou estupro por pessoas alcoolizadas. • O álcool faz parte de 28% dos suicídios em crianças entre 9 e 15 anos. • Cerca de 480.000 crianças são maltratadas por um adulto com problemas com álcool que deveriam estar cuidando delas." Satanás adoraria deixar sua mente debilitada em vez de sóbria e alerta aos seus ataques (ver Tito 2:11-13), e o álcool é um de seus "portais" para a infelicidade sobre a Terra. Infelizmente, mesmo na igreja, as pessoas usam certos versículos bíblicos para justificar o alto consumo de álcool, tais como: "Não continue a beber somente água; tome também um pouco de vinho, por causa do seu estômago e das suas freqüentes enfermidades" (I Timóteo 5:23). No entanto, qualquer coisa feita em momentos de lazer, que tenha o potencial de alterar o comportamento de uma pessoa a fim de levá-la a perder o controle de seus sentidos, é algo sobre o qual ela deve disciplinar-se. 1 Nota: As estatísticas sobre o consumo de álcool são derivadas das seguintes fontes: "Estimativas Atualizadas dos Custos Econômicos do Consumo de Álcool nos Estados Unidos: Estimativas, Métodos Atualizados e Dados", Departamento Americano de Saúde e Serviços


Humanos,

Dezembro

de

<http://pubs.niaaa.nih.gov/publications/

economic-2000/

alcoholcost.PDF> 10 de julho de 2007; <http://www.msnbc.msn.com/id/ 6089353> 10 de julho de 2007; "Álcool, Crime e o Sistema Judiciário Criminal", L. Greenfield e M. Henneberg, "Álcool e Crime: Pesquisa e Prática para Prevenção", XII Conferência de Política do Álcool: Washington,

DC,

11

a

14

de

junho

de

2000;

<http://www.niaaa.nih.gov/

AboutNIAAA/AdvisoryCouncil/CouncilMinutes/min4-02.htm> 10 de julho de 2007; Tegan A. Culler, "O Veneno Interior", Children's Voice, uma publicação da Liga Americana do Bem-Estar

das

Crianças,

Novembro/

Dezembro

de

2003

<http://www.cwla.org/articles/cv0311 poison.htm> 10 de julho de 2007; Colaboração, Coordenação e Cooperação: Ajudando Crianças Afetaas por Pais Viciados e Violência Familiar (Nova Iorque: fundação Filhos de Alcoólicos, Inc.), 1996.

O real perigo da tolerância ao consumo de substâncias nocivas é que as pessoas podem sacrificar seu relacionamento com o Deus vivo. Há desviados no inferno que já serviram ao Senhor, mas retornaram ao cativeiro do seu antigo estilo de vida. Conheço muita gente, por exemplo, que tinha problemas com a bebida, mas que se converteu e foi liberta do vício por algum tempo, mas depois se sentiu tentada a sair novamente com seus antigos amigos para beber. No momento dessa sedução, quando se entregaram à tentação, muitas acabaram sofrendo acidentes, foram presas, perderam o emprego e até foram condenadas. Em situações assim, as pessoas são tentadas a sentir-se fracassadas e abandonam a fé. Enquanto isso, o diabo pára para rir porque acredita que sua missão em relação a elas foi cumprida. Há um espírito mentiroso no mundo que diz que você não pode se libertar do cativeiro do consumo de substâncias nocivas. O espírito de religiosidade lhe diz que uma vez tendo cometido uma ofensa, você está condenado ao inferno. Nada disso é verdade. Você pode vencer essas coisas e Deus ainda estende Sua mão a você. O Homem chamado Jesus, que derramou Seu sangue a seu favor, tem mais poder para


libertá-lo do álcool, do adultério, da fornicação, da mentira e de todos os pecados da carne do que você é capaz e imaginar. "Portanto, ele [Jesus] é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, aproximam-se de Deus, pois vive sempre para interceder por eles." (Hebreus 7:25) Independente do que passemos na vida, ainda podemos ser salvos através de Jesus Cristo, pois Ele não veio para condenar-nos — fato tão eloqüentemente confirmado por Ele em João 3:17: "Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele". Ele não veio para destruir-nos, mas para dar-nos vida, e vida em abundância (ver João 10:10). Essa é a verdade da Palavra de Deus. O Filho de Deus não veio para apontar nossos erros e condenar-nos, mas para revelar que a vida eterna está disponível a todos que a receberem, a todos que se arrependerem e receberem Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Devemos reconhecer que quando nos deparamos com adversidades, o diabo nos tentará a recorrermos a meios ilícitos para que nossas necessidades sejam supridas. Em vez de inclinarmos nossos ouvidos a Deus em busca de entendimento e compreensão, costumamos ouvir, sem demora, o conselho dos que não possuem qualquer divina revelação a respeito da nossa vida e das nossas circunstâncias. Devemos parar de enfatizar o que nossos olhos naturais conseguem ver e permitir que o Espírito de Deus revele o que está verdadeiramente acontecendo nos bastidores do mundo espiritual. Deus rebate o que vemos no mundo natural com as confortadoras palavras de II Coríntios 5:7: "Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos ". Em geral, é a complexidade da nossa vida e nossa falta de entendimento sobre isso que nos


metem em problemas. Nossa confusão pode ser resolvida no instante em que a substituímos pela voz e pela sabedoria de Deus. Se dermos ouvidos à sabedoria de Deus, Ele promete dar-nos entendimento. ... Saibam que eu sou Deus!... (Salmo 46:10) Se der ouvidos à sabedoria e inclinar o coração para o discernimento. (Provérbios 2:2) Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. (Tiago 1:5) Náo há absolutamente nenhuma luta que você enfrente que Deus náo entenda. E não há nada que afete sua vida física, mental ou emocionalmente - que impeça Deus de dar a você uma divina revelação para vencer essa situação. Ele compreende nossas aflições e lembra-nos disso em Hebreus 4:15:

"Pois

não

temos

um

sumo

Não há absolutamente nenhuma luta que você esteja enfrente que Deus não entenda.

sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem vecado ". Não precisamos entregar-nos a concessões impuras em busca de alívio para o medo e para a dor. Sempre que nos sentirmos afligidos pelo que vemos, ouvimos, cheiramos, provamos ou tocamos, Deus, na verdade, já nos providenciou uma rota de fuga (ver I Coríntios 10:13). O Senhor sabe o que fazer para solucionar qualquer conflito que tente nos impedir de desenvolver um relacionamento saudável com Ele. "Àquele [Deus] que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós" (Efésios 3:20).


Deus pode superar qualquer coisa que você seja capaz de pensar ou imaginar. VENCENDO A TENTAÇÃO E A NATUREZA PECAMINOSA O diabo não apenas quer destruir sua confissão de fé, mas também quer destruir você — tanto na vida quanto na morte. Como já vimos, ele usa a natureza pecaminosa descontrolada das pessoas como um de seus canais de destruição. Entregar-se aos pecados da carne pode destruir-nos física e espiritualmente. No entanto, independente do quão forte as garras do inimigo o estejam segurando, você pode ser liberto de tudo em nome de Jesus. Em minha caminhada com Cristo, aprendi que se formos honestos e verdadeiros com Deus em relação a nossas lutas, Sua misericórdia reinará em nós. "Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade" (João 4:24). O apóstolo Pedro escreveu: "Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar" (I Pedro 5:8). Nunca se torne um alvo fácil para o diabo. Isso significa que você nunca deve tornar-se tão embriagado pelo ambiente natural a ponto de negligenciar a guerra espiritual necessária para assegurar sua posição espiritual diante de Deus. Satanás sabe que não pode destruí-lo a seu bel-prazer, pois ele tem de andar ao redor procurando a oportunidade perfeita para devorá-lo. Se você vigiar em relação à sua posição espiritual diante de Deus, porém, quando o diabo tentar encontrar essa oportunidade, nada achará a seu respeito. Em vez disso, continuará esperando o melhor momento para possuí-lo, oprimi-lo e até mesmo matá-lo, mas o poder de Deus que reside em você apresentará a ele um sinal indicando que deve permanecer afastado!


As vezes, leva-se tempo para crescer espiritualmente e aprender a viver e andar pelo Espírito em vez de pela natureza pecaminosa. A tentação é algo real, assim como os poderes demoníacos. É por isso que Deus costuma trazer pessoas à nossa vida para orar por nós e ajudar-nos a vencer as situações que estão nos mantendo cativos. Precisamos ajudar uns aos outros para frustrar os ataques do inimigo e vencer os desejos da natureza pecaminosa. O que, neste momento, está separando você de Deus? Será uma busca insaciável por riquezas, um emprego que você idolatra, relacionamentos ruins, sensualidade, sentimentos de condenação, vícios, uma mentalidade negativa, orgulho ou auto-suficiência? Independente do que seja, você não deve postergar a sua reconciliação com Deus por causa disso. Lembre-se de que quando Jesus encerrou seu jejum de 40 dias, o diabo fez tudo o que estava em seu poder para tentar afastá-10 do Seu relacionamento com o

O que, neste momento, está separando você de Deus?

Pai, e ele ainda usa essa mesma tática hoje. Ele oferece tudo em que consegue pensar para alimentar nossos apetites carnais e afastar-nos de Deus e dos Seus caminhos. Ele prometerá o mundo a você — em troca da sua alma. As pessoas que vivem para agradar à sua natureza carnal não podem herdar o Reino de Deus e enfrentarão o castigo eterno. Os indivíduos no inferno vêem os resultados de suas concessões terrenas e as mentiras nas quais acreditavam, começam a descortinar-se e a revelar a profundidade do engano deles.


Mentiras sedutoras, tais como "Não há inferno... não tema a Deus... faça o que lhe dá prazer... Deus entende" vêm direto do poço do inferno. Essas mentiras abalam sua reverência a Deus, convencendo-o a rejeitá-10 e ignorar Seu vindouro julgamento. O diabo certifica-se de que os que estão vulneráveis a sua voz tenham mais prazer nas coisas da carne do que nos mandamentos de Deus. E por isso que choro e clamo pelas almas — e oro para que eles prestem atenção ao que diz a Palavra de Deus: Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus. Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos. Não ofereçam os membros do corpo de vocês ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros do corpo de vocês a ele, como instrumentos de justiça. Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da Lei, mas debaixo da graça. (Romanos 6:11-14) Por que serviríamos aos desejos temporais e corruptos da carne enquanto estamos aqui na Terra e então morrer e ir para o inferno? Pense no que você está fazendo. Mude sua forma de pensar e a maneira como vive agora mesmo e volte-se para o Deus vivo que implora a você que pare de viver segundo sua natureza carnal. Creia no que o Espírito está dizendo às igrejas: "Arrependa-se, povo Meu, e volte-se para o Deus vivo. Ele os purificará". DEUS NUNCA NOS ABANDONARÁ Há muitas armadilhas em relação à natureza pecaminosa. Cada um de nós tem suas dificuldades, mas Deus nos deu poder para vencê-las. É sobre isso que o Evangelho trata. Você


precisa aprender que, se cair, Deus é capaz de levantá-lo e mostrar Seu amor a você, assim como um pai mostra seu amor ao seu filhinho. Quando você tem um bebê recém-nascido, você o ama, protege e cuida dele; conforme a criança cresce, você fica atento quando ela aprende a engatinhar e andar. Quando ela tropeça, às vezes bate a cabeça e logo começa a chorar, mas você a traz para perto de si e a conforta. Da mesma forma, Deus nunca abandonará você (ver Hebreus 13:5). Independente das circunstâncias, Ele está comprometido com o seu bem-estar quando você O busca fervorosamente por libertação. As muitas visões que tive são um testemunho verdadeiro do Seu poder e determinação em ajudar-nos a enfrentar qualquer desafio. Capítulo 7 Libertação Através da Guerra Espiritual No ÚLTIMO CAPÍTULO, VIMOS COMO é importante viver pelo Espírito e não permitir que a natureza pecaminosa controle nossa vida. Manter as rédeas sobre a natureza pecaminosa não somente preserva nossa posição diante de Deus, mas também nos permite estar espiritualmente alertas e preparados para a guerra espiritual. Como vimos nos capítulos anteriores, estamos lutando contra forças demoníacas cuja missão é destruir-nos. Em minhas visões, vi exércitos de demônios no inferno e, assim como as forças armadas do mundo têm diferentes graus e patentes, há também patentes entre as forças demoníacas militantes, como tenentes, cabos e soldados rasos. Vi muitos deles em posição de atenção, esperando por ordens, com dentes afiados e asas quebradas, e um odor horrendo exalava deles; também tinham poder para mudar de forma.


Também vi muitos demônios e forças malignas em um lugar que parecia uma arena no inferno. Alguns deles tinham dentes, outros tinham cabelos, e ainda alguns tinham calda como de um macaco e outros eram grandes como um urso. Alguns demônios tinham cerca de 3 metros de altura e possuíam a forma de víboras com grandes presas saindo da boca, gritando entre si. Na frente deles se encontrava um demônio ainda maior e mais poderoso segurando algumas anotações; ele dava ordens a demônios menores. Havia também demônios que recebiam ordens do próprio Satanás e causavam caos na vida de pessoas e em determinados lugares da Terra. Quando vi essas coisas, ouvi a voz do Senhor me lembrando: — O que você ligar na terra é ligado no céu. E o que desligar

na

desligado

terra,

no

céu

é (ver

Mateus 16:19; 18:18). los de

virem

à

Pensei:

Temos

de

amarrar

os

demônios para cancelar suas missões e impedi-los de virem à

"Precisamos desligar (ou amarrar) esses demônios para impedi-los de vir à Terra e para cancelar suas missões. Para amarrar as forças malignas através da guerra espiritual, devemos manter as seguintes diretrizes essenciais em mente. VIVER NA AUTORIDADE QUE CRISTO NOS DEU Primeiro, devemos viver na autoridade que Cristo nos deu. Jesus deixou-Se ser torturado e morrer na cruz para conquistar a vitória sobre o diabo e para dar-nos acesso a Sua autoridade aqui na Terra. Marcos 16 revela o poder e autoridade do cristão em nome de Jesus, incluindo a autoridade sobre as forças das trevas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer


será condenado. Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados. (Marcos 16:16-18) Aqueles que crêem no Senhor Jesus Cristo... • recebem salvação eterna. • possuem a autoridade de Jesus para expulsar demônios. • tornam-se cheios com o Espírito Santo e podem falar em línguas celestiais ("novas línguas") para comunicar-se com Deus e interceder pelos outros. • recebem a autoridade para vencer os ataques que fazem com que outros sucumbam a enfermidades ou morte. • são instrumentos de cura. Jesus instruiu a Seus discípulos: "Curem os enfermos, ressuscitem os mortos, purifiquem os leprosos, expulsem os demônios. Vocês receberam de graça; dêem também de graça " (Mateus 10:8). Com a autoridade que recebemos em nome de Jesus, ganhamos também o dom de libertar os cativos das mãos de Satanás. O diabo odeia o nome de Jesus Cristo e detesta quando invocamos esse nome para libertar porque sabe que será derrotado. Devemos submeter-nos a Deus e crer sem sombra de dúvidas que Jesus é real e que tem autoridade no céu e na terra se pretendemos eficazmente travar uma guerra espiritual. DESENVOLVER COMPAIXÃO PELOS CATIVOS NAS MÃOS DE SATANÁS Segundo, devemos ter o coração cheio de misericórdia e compaixão de Deus pelos que estão sendo oprimidos nas mãos do inimigo. Lemos nas Escrituras:


O SENHOR é misericordioso e compassivo, paciente e transbordante de amor. O SENHOR é bom para todos; a sua compaixão alcança todas as suas criaturas. (Salmo 145:8-9) Ao

anoitecer

foram

trazidos

a

ele

[Jesus]

muitos

endemoninhados, e ele expulsou os espíritos com uma palavra e curou todos os doentes. E assim se cumpriu o que fora dito pelo profeta Isaías: "Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças. (Mateus 8:16-17) Quando Jesus estava entrando no barco, o homem que estivera endemoninhado suplicava-lhe que o deixasse ir com ele. Jesus não o permitiu, mas disse: "Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você". (Marcos 5:18-19) O Senhor está profundamente preocupado com os cativos e precisamos ter a mesma compaixão por eles para libertá-los em Seu poder. Se não tivermos compaixão e não fizermos nada para ajudar aos outros, o que faremos quando estivermos diante do Senhor e Ele perguntar: — Onde estão as almas que você levou a salvação? Onde estão os que você libertou da opressão de Satanás em Meu nome? Onde estão os afligidos por enfermidades pelos quais você orou ara que fossem curados? Você não poderá dizer: "Senhor, eu tinha medo de falar de Ti ara os outros" ou "Não deu tempo" ou "Realmente não me importei com o bem-estar dos outros". Deus nos dá dons e enche-nos com Seu santo poder para atrairmos pessoas a Ele e tirá-las das cadeias que as prendem. Como embaixadores de Cristo, devemos carregar a cruz manchada de sangue e revelar o sacrifício de Cristo a favor do mundo e o Seu desejo de libertar as pessoas. A igreja deve espalhar Palavra de Deus e revelar o amor de Cristo. Além do


mais, Nunca devemos permitir que a guerra que enfrentamos nos impeça e espalhar as boas novas do evangelho. Por exemplo, um dos alvos do inimigo é a nossa vida financeira. Uma fortaleza demoníaca pode vir contra nossa estabilidade financeira para impedir-nos de espalhar a Palavra para os destituídos. Devemos posicionar-nos contra essa fortaleza e continuar a alcançar os necessitados. Deus quer que estejamos cientes das forças demoníacas e sedutoras do inferno que operam sobre a Terra e como elas tentam controlar as pessoas para que sucumbam a suas sugestões. Como mencionei no capítulo anterior, os demônios farejarão

as

demoníaco

leva-as

normalmente estivessem

vulnerabilidades a

das

fazerem se

mentalmente

sóbrias. Duas áreas de ataque com as quais me

pessoas.

coisas

Deus

nos

que dá

O

engano

não

fariam

dons

e

enche-nos com Seu santo poder para atrairmos pessoas para Ele.

deparei são a depressão e os pensamentos suicidas. Devemos aprender a identificar esses ataques para que ministremos a outros, e a nós mesmos. COMPAIXÃO PELOS QUE SOFREM DE DEPRESSÃO As pessoas costumam desenvolver depressão como resultado de mágoas, rejeições, tristezas e sofrimento. Jesus conhece a dor dessas emoções e os estragos que elas causam sobre a mente das pessoas. Ele mesmo sofreu a dor da rejeição e do sofrimento, mas venceu qualquer tentação de sucumbir à depressão. Ele tomou sobre Si nossos sofrimentos e tristezas, levando o peso deles por nós na cruz. Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de dores e experimentado no sofrimento. Como alguém de quem


os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima. Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças; contudo nós o consideramos castigado por Deus, por Deus atingido e afligido. (Isaías 53:3-4) Você precisa repreender a depressão em nome de Jesus e crer que Deus o libertará. Às vezes, você precisa do apoio da fé de outro cristão maduro para sustentá-lo em oração para derrotar essa fortaleza demoníaca em sua mente. Não permita que o inimigo traga depressão sobre você. Ao longo dos anos, tenho orado ao Senhor para que muitas pessoas sejam libertas e de fato tenho testemunhado o poder de Deus chacoalhá-las com uma folha de papel quando foram libertas. Então peço ao Senhor para reconstruir e restaurar sua mente. COMPAIXÃO PELOS QUE POSSUEM PENSAMENTOS SUICIDAS Demônios suicidas saíam do inferno e pousavam nos ombros

das

pessoas

sussurrando

mentiras:

"Mate-se...

ninguém ama você... ninguém se importa com você". Nunca me esquecerei do dia em que estava ministrando em um culto em Chicago quando o Espírito Santo me mostrou um demônio de psicose maníaco-depressiva (ou transtorno bipolar). Um jovem veio até mim e disse: "Blasfemei contra o Espírito Santo". Olhei para ele e pensei: Ele não deve ter nem 30 anos. Pergunto-me há quanto tempo é salvo e o que tem dito. Eu já havia pregado a Palavra de Deus e estava orando pelas pessoas, então o Senhor me disse: — Ouça o rapaz novamente. O jovem continuou falando:


— Você pode orar para que eu não vá para o inferno? Sei que estou indo para lá porque blasfemei contra o Espírito Santo. Imediatamente, o Espírito Santo me deu a sabedoria de perguntar a ele quantos anos tinha quando se converteu. Ele respondeu: — Foi há apenas dois anos, com 28 anos. — Bem, quantos anos tinha quando blasfemou contra o Espírito Santo? — Eu tinha 12 anos - ele respondeu. — Querido, como pode ter blasfemado contra o Espírito Santo se nem O conhecia na época? - perguntei. Então prossegui explicando: — No mundo de hoje, muitas pessoas amaldiçoam, praguejam e fazem todo o tipo de perversidade antes de nascer de novo. Depois que recebem a Cristo, às vezes elas precisam de ajuda para serem libertas e, em outras, o Senhor simplesmente as libertará das forças enganadoras. O Senhor realmente ama você e não entendo como você pode ter blasfemado contra Ele aos 12 anos de idade quando você foi salvo há apenas 2 anos depois. O jovem explicou algumas circunstâncias da sua vida quando, de repente, meus olhos se abriram para o mundo espiritual e vi algo verde sentado sobre sua cabeça, com a forma de um objeto redondo com quatros braços de cada lado. Lembro- me de notar que aquela coisa tinha os olhos que estavam fixamente voltados para mim. Balancei a cabeça e orei em meu coração: "Jesus, o que é aquilo?" O Senhor respondeu:


- E um demônio de psicose maníaco-depressiva. Essa coisa tem estado com ele desde mentindo

os

12

anos,

para

ele,

seduzindo-o e dizendo-lhe

Depois de nascerem de novo, algumas pessoas ainda precisam de libertação.

coisas que não são verdade. Olhei novamente e vi quatro anjos em volta do rapaz. Um tinha uma corrente, outro uma espada, outro a Bíblia e o último um pergaminho. Então o Senhor me revelou: — Vou libertar este homem esta noite. Você Me verá libertá-lo para encorajar outras pessoas. Aprendi que praticamente tudo que me acontece é para encorajar o povo de Deus. Então pedi ao rapaz que fizesse comigo a "Oração do Pecador" para arrependimento e para reafirmar seu compromisso com Deus. Orei por ele e, de novo, vi esse ser maligno sentado sobre sua cabeça; ele tinha boca e estava rosnando para mim. Suas mãos eram extremamente magras e ele tinha um dedo em torno da testa do rapaz, um sobre seus olhos, outro sobre sua boca e um sobre seu pescoço. O Senhor me disse para libertar aquele homem do espírito da psicose maníaco-depressiva em nome de Jesus. Comecei a orar: — Em nome de Jesus, você força imunda de psicose maníaco-depressiva, ordeno que liberte este rapaz em nome de Jesus! Quando ordenei que a força maligna o soltasse, o rapaz começou a chacoalhar para cima e para baixo. Um dos anjos prendeu as quatro mãos do demônio e, quando o puxou de cima do rapaz, outro anjo o envolveu com correntes e vi o seguinte versículo escrito:


Eu lhe darei as chaves do Reino dos céus; o que você ligar na terra terá sido ligado nos céus, e o que você desligar na terra terá sido desligado nos céus". (Mateus 16:19) Conforme continuei a ordenar que aquela força demoníaca soltasse o rapaz e fosse enviada para os "lugares áridos" em nome de Jesus (ver Mateus 12:43; Lucas 11:24), os anjos começaram a levá-la embora. O rapaz então caiu no chão, chacoalhando e tremendo. O Senhor me disse para orar por sua restauração, devido ao dano que o demônio havia causado a ele. Orei em nome de Jesus, conforme a direção do Senhor. Momentos depois, o homem levantou-se do chão balançando a cabeça. Seus olhos estavam bastante claros e bonitos quando ele por fim disse: — Sinto-me bem. Sinto com se algo tivesse soltado da minha cabeça. — Filho, foi isso mesmo - respondi. — Deus o libertou do demônio da psicose maníaco-depressiva. Comecei a orar pela restauração do seu cérebro e da sua alma, em nome de Jesus, e exerci a fé de que o Senhor o restauraria plenamente. FIRMADOS DURANTE OS ATAQUES DEMONÍACOS Por fim, precisamos ficar firmes durante os ataques demoníacos e mostrar aos outros como podem fazer isso também. Há muita gente no mundo que se sente angustiada e não sabe o que fazer ou como libertar-se desses ataques do diabo. Em sua peça, Um Demônio em Meu Quarto, o bispo Bloomer revela, de forma dramática, o encontro real com espíritos malignos que muitas pessoas experimentam. Da mesma forma, muita gente entra em contato comigo e escreve-me cartas implorando: "Mary, por favor, diga-me o que


está acontecendo! Ouço vozes à noite e sinto puxarem meu corpo. O que faço?" Se você está experimentando algo assim, tente não sucumbir nos espíritos malignos, mas saiba que o poder de Deus é aperfeiçoado em sua fraqueza (ver II Coríntios 12:9). E tempo de ouvirmos a enorme graça que Deus tem para nós. E tempo de saber que somente o nome de Jesus faz os demônios fugirem e que o sangue do Cordeiro nos protege. Assim como o Senhor era um muro de fogo ao redor de Jerusalém, Ele também o cercará com Sua glória e poder

e

nenhuma

arma

forjada do inimigo contra você prosperará (ver Zacarias

O nome de Jesus faz os demônios fugirem e o sangue do Cordeiro nos protege.

2:4-5; Isaías 54:17). Lembre-se das seguintes verdades durante os tempos difíceis para que você não sucumba às vozes enganadoras dos espíritos sedutores. SAIBA QUE DEUS ESTÁ COM VOCÊ Mesmo quando você se sentir sozinho, saiba que Deus sempre está com você. Pois Ele mesmo tem dito: ... Nunca o deixarei, nunca o abandonarei." (Hebreus 13:5) Se eu subir com as asas da alvorada e morar na extremidade do mar, mesmo ali a tua mão direita me guiará e me susterá. Mesmo que eu diga que as trevas me encobrirão, e que a luz se tornará noite ao meu redor, verei que nem as trevas são escuras para ti. A noite brilhará como o dia, pois para ti as trevas são luz. (Salmo 139:9-12) SAIBA QUE DEUS AMA VOCÊ O amor de Deus é incondicional. Ele o ama apesar das dificuldades que você esteja enfrentando no momento e está


esperando e desejoso de recebê-lo quando você clamar o Seu nome. O SENHOR lhe apareceu no passado, a dizendo: "Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atraí. (Jeremias 31:3) Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigénito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:16) Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. (Romanos 5:8) Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: "Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro ". Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. (Romanos 8:35-39) Clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará. (Salmo 50:15) RECONHEÇA QUE A PALAVRA DE DEUS É VERDADEIRA E impossível Deus mentir. Se Ele fez uma promessa a você, Ele a cumprirá. Deus não é homem para que minta, nem filho de homem para que se arrependa. Acaso ele fala, e deixa de agir? Acaso promete, e deixa de cumprir? (Números 23:19). A verdade é a essência da tua palavra, e todas as tuas justas ordenanças são eternas. (Salmo 119:160)


Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. (João 17:17) Você não precisa ser intimidado pelas provocações das ameaças satânicas contra sua vida. Quando você aprender a verdade contida na Palavra de Deus, irá tornar-se menos suscetível aos constantes ataques do diabo. Leia e memorize as promessas de proteção e de libertação de Deus e aplique-as em sua vida. Sempre que encontro pessoas temerosas quanto aos ataques do inimigo, eu lhes instruo: "Apenas diga ao diabo que você já está morto em Cristo Jesus e que continua a morrer diariamente para as coisas do mundo para adorar e servir ao Deus vivo" (ver Romanos 6:4; Gálatas 2:20). Você precisa estudar a Palavra de Deus para mostrar-se aprovado diante do Senhor e para lembrar ao diabo quem você é em Cristo Jesus (ver II Timóteo 2:15). Mesmo na morte, a vitória pertence aos que conhecem a Deus e são chamados de acordo com Seu propósito divino (ver Romanos 8:28). NÃO DESISTA! Deus disse que os tempos de tribulação viriam nos últimos dias (ver, por exemplo, Mateus 24:6-7; II Timóteo 3:1-5) e parte meu coração quando dizemos a Deus que iremos servi-10, mas acabamos desistindo e retornando aos antigos caminhos por causa da apatia, da culpa e do medo. Nossos momentos de tribulação não devem impedir-nos de servir a Deus ou de travar guerra espiritual contra o inimigo. Se você está passando por lutas, não desista! Arrependa-se e volte-se para Deus, e Ele o ajudará. Quando invocamos Jesus nos momentos de tribulação, Ele envia muitos anjos poderosos a nosso favor para libertar-nos da mão do inimigo. Às vezes, eles se colocam ao nosso redor,


olhando por nós, mas também entram em guerra e lutam batalhas por nós, colocando correntes ao redor dos demônios e levando-os embora. Eles enviam fogo de suas espadas, depois do que a Palavra de Deus é escrita no ar. Esses anjos são realmente muito poderosos e Deus os envia para ministrar a nós, os herdeiros da salvação. Os anjos não são, todos eles, espíritos ministradores enviados para servir aqueles que hão de herdar a salvação? (Hebreus 1:14) Em visões, tenho visto carruagens saírem do céu, guiadas por anjos, que continuamente vêm resgatar-nos quando buscamos a Deus fervorosamente em oração. Esses anjos de guerra têm uma aparência ameaçadora e estão concentrados no propósito de cumprir a vontade de Deus. Eles possuem mandíbulas de ferro c olhos de fogo. Suas vestes são feitas de metal e de ferro, assim como de outros materiais que não consegui identificar. Eles usam capacetes, estão adornados com vestes de guerra e lutam ferozmente contra os demônios a nosso favor. Esses anjos do Senhor vão por toda a Terra, com enormes espadas de fogo, com as quais cortam a presença maligna e os poderes das trevas. Quanto mais cremos em Deus, mais as hostes espirituais lutam contra o diabo a nosso favor. Quanto mais estudamos e aplicamos a Palavra de Deus, mais elas são enviadas. Não desanime, pois "a alegria vem pela manhã" (Salmo 30:5). O que aprendi e ainda estou aprendendo

Quanto

mais

crermos

em

Deus, mais as hostes celestiais lutam a nosso favor.

sobre os anjos é o quanto eles são reais e poderosos, e como Deus às vezes nos permite vê-los.1


Há muitos anos, meu filho teve uma febre muito alta e eu estava orando fazia dias para que aquela febre fosse embora. Deitei-me ao lado dele em sua cama e, quando estava orando por ele, coisas estranham começaram a ocorrer. Uma luz brilhante apareceu no quarto e, nesse círculo de luz, havia o rosto de um anjo com um cabelo lindo. A única forma que consigo descrever sua cor é comparando-a a uma cenoura brilhante. Ele também segurava uma espada e, quando olhei para meu filho, Deus abriu meus olhos para ver o espírito de febre sobre ele. Ele estava enrolado sobre meu filho como uma lagarta preta; tinha um olhar ameaçador e de determinação voltado para o rosto do anjo. O anjo apontou a espada em direção ao corpo do meu filho e, ao fazê-lo, ordenou que o espírito de febre fosse embora. Então a coisa soltou meu filho e enrolou-se na espada do anjo. O anjo levantou a espada e saiu pela janela. Imediatamente, meu filho ficou livre da febre. Vi anjos trabalhando para transmitir a Palavra de Deus e, creia em mim, Sua Palavra nunca falha. Deus quer que você saiba que detém o poder para mudar suas circunstâncias através do nome de Jesus e invocando Seu poder sobre toda circunstância que ameaça sua vida. Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado e fez a boa confissão na presença de muitas testemunhas. (I Timóteo 6:12) Você nunca receberá os benefícios da guerra que ocorre nas regiões celestiais desistindo constantemente das coisas de Deus. 1

Para aprender mais sobre os anjos e como eles atuam, leia o livro A Divina Revelação dos Anjos de

Mary Baxter (Editora Propósito Eterno).

Você tem de lutar e permanecer fiel a Deus para preservar a vida eterna porque o inimigo fará todo possível para impedir


que você a tenha. Aonde quer que vá e independente do que passe na vida continue buscando o Senhor e Ele revelará uma resposta para as suas necessidades. Capítulo 8 Libertação Através da Oração Quero agora discutir sobre a oração intercessória, uma poderosa arma na libertação. Paulo nos deu a seguinte exortação: "Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos" (Efésios 6:18). Quando

Deus

me

permite

ver

as

manifestações

sobrenaturais, às vezes vejo demônios sobre os ombros ou pernas das pessoas, ou sussurrando em seus ouvidos. Os demônios nem sempre possuem as pessoas, apenas as oprimem. Pelo fato de muitos não terem sido ensinados a orar e a rejeitar as influências demoníacas, não sabem como lutar contra elas. Neste capítulo, quero ajudá-lo a entender como orar para que você e outros sejam libertos. ANDE CONFORME SEU CHAMADO Um dos dons que Deus me deu é o dom de compaixão e amor. Depois que tive as visões do inferno, nunca mais fui a mesma. A princípio, eu não entendia a força-motriz por trás da profundidade dos terríveis pecados que as pessoas cometem. Hoje, quando oro por alguém, posso ardentemente sentir dores de parto (Gálatas 4:19) por ele para que seja liberto pelo poder de Deus, porque possuo a revelação necessária associada à sua necessidade de libertação. Possuo o chamado de Deus para agir conforme Ele me ungiu e diligentemente exorto outros a fazer o mesmo — a andar conforme o chamado que Deus tem para a vida de cada um.


Milhares

em

nosso

mundo

estão

morrendo

como

conseqüência do cativeiro e pecado das pessoas. Sei que Deus quer trazer uma mudança na Terra. Devemos permitir que o Pai saiba o quanto O amamos pela maneira como amamos os outros, Quando você estava passando por necessidade — espiritualmente perdido, lutando contra algum vício, doente ou sem respostas — quem orou por você? Quem se colocou na brecha por você? Quem queria ver você vitorioso? O Espírito do Senhor estava persuadindo as pessoas para interceder a seu favor. Da mesma forma, você também precisa interceder por outros. Quando você é chamado por Deus, não pode mais seguir a nultidão. Deus não quer imitadores, quer que você seja guiado e ensinado por Seu Espírito. Algumas pessoas preferem tampar os ouvidos à Palavra de Deus, fechando os olhos para Suas visões espirituais e endurecendo o coração, porque receber a verdade e assumir responsabilidade também significa ter de mudar e fazer as coisas à maneira de Deus. A mudança pode ser algo bastante inconveniente para nosso estilo de vida e para a maneira como estamos acostumados a fazer as coisas; mas apesar

disso,

Deus

exige

que

mudemos.

Devemos

arrepender-nos do nosso egoísmo e retornarmos aos pés da cruz. Talvez você não se sinta digno ou capaz de interceder pelos outros. Repetindo, ainda que você possa tropeçar algumas vezes e cair em sua jornada de fé, isso não significa que você deva afastar-se de Deus

Quem se colocou na brecha por você? Da mesma forma, você precisa interceder por outros.

e desistir. Você pode ter feridas e contusões em sua caminhada, mas se estender a mão a Deus, Ele aliviará sua dor com Seu


bálsamo de cura vindo do céu. Independente do que você esteja passando neste momento, Deus tem uma resposta para aliviar cada uma de suas aflições. Ele sabe de todas as coisas e pode proporcionar-lhe uma solução pacífica. Clame ao Senhor e Ele tornará você um vencedor, capaz de levantar-se acima de tudo o que está tentando derrubá-lo. Então você também poderá ministrar a outros. Devemos crer em Deus e abandonar nossas dúvidas e medos. Devemos crer que Deus é o nosso refúgio e que, se pecarmos, ainda podemos ir a Ele em arrependimento e receber o perdão através de Cristo (ver I João 1:7-9). Se Ele tiver que podar-nos de novo, que assim seja. O Senhor nos disciplina por causa do Seu amor eterno por nós e porque está comprometido em salvar nossa alma e a das outras pessoas. Por isso, arrependa-se, tenha comunhão com Deus e permita que Ele purifique seu coração. Busque-o fervorosamente em oração, como a seguinte: Senhor, creio que tenho vitória através de Cristo sobre todas as áreas da minha vida. Arrependo-me dos meus pecados [relacione-os] e peço que o Senhor cubra-me e toda minha casa com Teu sangue e com Tua Palavra para que nenhuma arma forjada contra nós prospere. Mantenha-me próximo a Ti; ensina-me e guia-me no dia de hoje. Em nome de Jesus, amém. Esse tipo de oração, juntamente com a oração do Pai-Nosso, é o que peço que as pessoas orem quando vêm a mim atrás de conselho sobre ataques espirituais. Faça essas orações todos os dias para que se tornem parte da sua caminhada diária com Deus.


O PODER DA ORAÇÃO Quando você orar, lembre-se de que Jesus tem todo poder e autoridade (ver Mateus 28:18). Devemos colocar essas influências demoníacas debaixo dos Seus pés, em Seu nome (ver Salmo 8:6; 110:1; I Coríntios 15:25-27). Tive visões de pessoas orando e suas orações subiam como raios de luz e, ao chegarem ao trono, tomavam a aparência de palavras escritas e Deus as mandava de volta à Terra na forma de resposta. Quando estivermos nesse estado de alerta, em oração, o inimigo será obrigado a recuar, pois se torna impossível para ele penetrar a barreira de proteção levantada pela oração. Os demônios fogem e relatam ao diabo: "Não pudemos atacá-los por causa dessa barreira de oração". Recebi visões em que isso acontecia literalmente. Ao ver as pessoas orando, testemunhei uma barreira circular de fogo surgindo para proteger famílias inteiras. Permita-me apresentar-lhe outro exemplo do poder da oração. Havia um garotinho que eu costumava ministrar e encorajar no Senhor. Eu lhe disse:

Quando

estamos

em

estado de alerta, em oração, o inimigo é obrigado a recuar.

— Querido, se você estiver com problemas, invoque o nome de Jesus Cristo. Mal sabia eu que, duas semanas depois, esse rapazinho sofreria um acidente de carro. Ele estava sentado no banco de trás quando o carro saiu da estrada e caiu no rio. O carro afundou, e demorou cerca de 15 minutos para que tirassem ele e os outros passageiros do veículo. Infelizmente, dois jovens morreram, mas esse garotinho milagrosamente sobreviveu. No hospital, depois que os médicos colocaram uma sonda em seu estômago, ele pôde dizer:


— Lembrei-me do que a Sra. Mary Baxter disse: Invocar o nome de Jesus. Quando estávamos no carro, fiquei orando: "Jesus, me salva!" e foi como se uma bolha de ar se formasse em torno da minha cabeça e pude respirar. Lembro-me de respirar até que me tiraram de lá e sei que isso só foi possível devido ao nome de Jesus. Já ouvi muitas histórias sobre o poder da oração em nome de Jesus. ORAÇÃO CONTRA AS PORTAS DO INFERNO Anos atrás, tive uma visão de uma das portas do inferno enquanto estava viajando para pregar no estado da Pensilvânia. Havia um lugar na floresta onde adoradores do diabo praticavam rituais com símbolos no chão e todo tipo de atividade demoníaca. Um grupo nosso, todos cristãos, foi ungir a área porque um homem estava apavorado com as atividades demoníacas que ocorriam lá. Tínhamos óleo para unção, abrimos a Bíblia e pedimos que Deus enviasse Seu exército de anjos para fechar essa porta do inferno. Conforme orávamos, a terra sacudiu e o chão começou a afundar. Então vi os anjos de Deus vindo e colocando uma

Creio na Palavra viva de Deus, sobre a qual me firmo contra os ataques de Satanás.

corrente e uma tranca sobre a entrada que levava à porta do inferno. Sofremos um ataque demoníaco depois dessa oração, de forma que o carro que dirigíamos ficou preso sobre um cano de esgoto quebrado. Fazia muito frio e, quando o cano quebrou, espirrou esgoto em cima do carro todo. Continuei lembrando as pessoas que se tratava apenas de uma resposta do inimigo, que estava tentando perturbar-nos depois de cumprirmos a vontade do Senhor.


Depois que você faz a obra de Deus, o inimigo tenta bombardeá-lo com problemas que farão você perguntar-se se estava ou não fazendo a vontade de Deus. Mas a Bíblia nos assegura que o que ligarmos na terra será ligado no céu, e o que desligarmos na terra será desligado no céu. Nenhum de nós sofreu qualquer dano com o incidente e depois de tirarmos o carro do encanamento quebrado, pudemos ver que foi apenas mais uma distração satânica para tentar afastar-nos do milagre que ocorreu depois da nossa intercessão. Creio na Palavra viva de Deus, então nos firmamos nela e nos alegramos com o fato de que as portas do inferno não poderiam usar essa tentativa suja para prevalecer contra nós. "As portas do inferno não prevalecerão" não é um clichê; é a Palavra viva de Deus, a qual testemunhei operar inúmeras vezes em minhas viagens ministeriais. Em outra ocasião, quando estava pregando em outro estado, recebi um telefonema de uma mulher perguntando: — Já que você está pregando sobre as portas do inferno, poderia, por favor, vir à minha casa e ungir meu jardim e orar comigo porque meu marido enlouqueceu? — Como ele enlouqueceu? - perguntei. — Ele acredita que existem alienígenas que o transportam para fora de casa e fazem coisas horríveis com ele em sua nave. — É mesmo? - respondi curiosa. Então pedi que algumas pessoas fossem comigo orar por aquela moça. Ao entrar em sua casa, senti um odor horrível e imediatamente lhe perguntei: — Mas que cheiro é esse? — Venha, vou mostrar-lhe - ela respondeu. A moça abriu uma porta de correr no fundo da casa e lá em seu quintal havia pelo menos 5 cm de camada de fezes de cachorro espalhada em um grande círculo.


— Todos os cães da vizinhança vêm até minha casa e se aliviam em meu quintal - ela explicou. Eu lhe disse para dar-me uma garrafa de óleo de oliva e imediatamente comecei a orar. Andei ao redor do grande círculo com fezes de cachorros e comecei a invocar o Senhor para que fechasse essa porta do inferno e interrompesse os ataques do inimigo contra a família dela. Ao orar, o chão afundou cerca de 20 cm. De repente, tive uma visão de anjos vindo e selando aquela porta do inferno, trancando-a com uma corrente e começaram a cantar o hino de vitória. — Querido Deus - eu disse - as portas do inferno são mesmo reais! Comecei a entender que sempre que Deus me ungia para orar por algum território ao visitar outras cidades, eu podia ver o fogo de Deus descendo e destruindo as forças malignas de Satanás. Então comecei a prestar mais atenção nas cidades pelas quais viajava e tive visões de Deus estendendo Seu braço e queimando as trevas, o que me deixava muito contente. Eu orava: "Deus, precisamos de um avivamento. Precisamos avivar as pessoas e elas precisam ter a mente livre da mentalidade do diabo e renovada com a mente de Cristo". ORAÇÃO POR LIBERTAÇÃO DO CATIVEIRO Recentemente, eu e alguns intercessores entramos em profunda oração e dores de parto (Gl 4:19) para que o espírito de vício em drogas fosse amarrado em nome de Jesus na vida de determinada pessoa. Orávamos por ela continuamente, pois havíamos tido o privilégio de conhecer essa pessoa querida e sua trágica situação nos deixou sensibilizados. Era uma pessoa muito preciosa que tinha a reputação de trabalhar duro e ganhar um bom salário. No entanto, um dia, fiquei sabendo que ele estava envolvido com drogas e vivendo nas ruas. Isso tocou


meu coração tão profundamente que intercedemos e clamamos por ele porque parecia que não

tinha

mais

qualquer

controle sobre sua vida e havia perdido

todo

o

muita

gente

que

precisa saber que há uma saída. Deus pode libertá-las.

respeito

próprio. Em determinado ponto, quase desistimos de orar por ele, mas não o fizemos. Eu sabia que tinha de continuar intercedendo — não apenas por ele, mas também por muitos outros que estavam enfrentando essa mesma força demoníaca. Meu coração ficou profundamente quebrantado por causa do consumo de drogas em massa e da quantidade de crianças que morriam ou eram presas por causa disso. Há muita gente que precisa saber que existe uma saída, que o Deus Todo-Poderoso pode libertá-las do demônio das drogas. Conheço muitos pais que têm filhos nas drogas, e isso é de partir o coração. As pessoas estão tão magoadas que precisamos de uma cura em massa das profundas feridas resultantes do consumo de drogas. Certa noite, às seis horas, eu estava em profunda intercessão com dores de parto no Espírito por esse homem e outros presos nas drogas e, enquanto orava, de repente, sobreveio-me um peso no espírito, acompanhado por um pesar por esses jovens. O Espírito de Deus veio sobre mim e só pude fechar os olhos e continuar intercedendo com dores de parto. Mais tarde, lembro-me de ir pegar um copo d'água e, quando olhei o relógio, percebi que já era meia-noite, mas eu ainda não me sentia livre do peso para que as almas fossem salvas. Quando o Senhor colocar um peso sobre você para se pôr na brecha e orar por determinadas coisas, Ele lhe dará o dom do poder do Espírito Santo de ver no mundo espiritual e orar até que o peso vá embora.


Continuei orando e, quando fui novamente refrescar-me, percebi que já eram três da manhã, mas o Espírito ainda me impelia a continuar orando. Comecei a citar a Palavra de Deus e a confiar nas promessas de Deus que nos fortalecem, tais como "Clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará" (Salmo 50:15). Há libertação no nome de Jesus Cristo. Em fé, apliquei à situação toda Escritura que me era entregue pelo Espírito Santo e decretei a vitória pelo poder de Deus (ver Jó 22:28). Às seis da manhã, pude ver o sol surgindo por entre os montes. Meu corpo estava exausto, mas sentia a alegria do Senhor. Orei pelo poder de Cristo Jesus para que Deus atendesse a essa oração. De repente, tive uma visão poderosa. Os céus se abriram e dois ou três anjos estavam do lado de fora dos portões celestiais, segurando folhas de papel com listas de nomes de pessoas aqui da Terra. O anjo do Senhor me permitiu entender que se tratava de pessoas pelas quais eu e outros intercessores estávamos orando e que estavam cativas nas drogas e em toda sorte de vícios. Vi os portões do céu se abrindo e por eles saíam anjos de guerra montados em cavalos ou guiando carruagens, anjos com cerca de 9 metros de altura com mandíbulas de ferro e olhos de fogo. Todo seu corpo era adornado com uma bela armadura feita de latão, cobre e ouro. Em suas laterais, havia espadas do tamanho de um homem das quais saíam chamas de ambas as extremidades. Esses anjos guerreiros recebiam ordens para vir à Terra e libertar as pessoas. Quando vi a beleza desse exército, comecei a bradar e a louvar a Deus. Da maneira como pareciam, eles podiam entrar em quaisquer trevas. Percebi que o mundo precisava conhecer o exército de Deus — o exército chamado para libertar-nos no dia da tribulação.


Depositei minha confiança em Deus e então tive uma visão de diferentes partes da Terra. Pude penetrar em guetos, parques e lares e vi tudo à cores; como se cenas de um programa de televisão estivessem sendo exibidas bem diante dos meus olhos. Cenas de pessoas com problemas começaram a aparecer diante de mim: algumas estavam em becos, sendo espancadas; outras estavam bêbadas e caíam no chão; outras estavam em casa sofrendo com desentendimentos. Vi um garoto próximo a uma lata de lixo em um beco e alguém o agredia violentamente com

um

cassetete.

Ele

foi

deixado

deitado

no

chão,

inconsciente. Não queria que ele morresse e percebi que o homem que o estava espancando estava possuído por demônios. Quando se testemunha uma situação devastadora assim, alguém pode perguntar: "Como posso sequer começar a orar?" Você ora pela vontade de Deus e para que o Espírito Santo fale através de você para que as palavras certas sejam declaradas. Então, você se entrega a Deus e permite que Seu Espírito ore através de você à medida que crê e confia nEle. Ele é o Rei dos reis e Senhor dos senhores, e quando o Senhor libera uma Palavra, também trabalha diligentemente para cumpri-la. Conforme essa imagem ia embora, vi um agrupamento de anjos chegar de repente à Terra. Eles penetravam em cidades, ruas, parques e lares e pude ver pessoas envolvidas por formas negras semelhantes a macacos. Os anjos rasgavam as mãos dessas criaturas demoníacas e as cremavam. Conforme os anjos

arrancavam

essas

figuras

das

pessoas,

estas

chacoalhavam e tremiam enquanto ocorria sua libertação. Os anjos as tocavam e elas caíam de joelhos, orando e chorando sob a unção de Deus.


Outras imagens demoníacas apareceram na forma de ratos ou cobras. Pude ver um anjo baixar a mão em direção ao beco e os demônios foram cremados, ficando apenas cinzas. Ao ver isso, comecei a alegrar-me porque Deus estava me mostrando Seu poder de libertação e lembrando-me de que se nós invocarmos o Senhor e colocarmo-nos na brecha, em oração, para que as pessoas sejam libertas de seus pecados, Ele nos enviará ajuda do Seu santuário. O Senhor continuou a mostrar-me exemplos do Seu poder em ação. Por exemplo, um homem estava sentado ao lado de um balcão de bar bebendo. Os anjos arrancaram um demônio do seu ombro, outro da sua lateral e um terceiro demônio de sua boca. O homem começou a balançar a cabeça, incrédulo, perguntando-se: — O que está havendo comigo?

O

que

está

havendo comigo? Quando

Quando você orar, peça ao Espírito Santo para falar através de você as palavras corretas.

ele colocou os pés fora do bar, o poder de Deus o atingiu. Ele começou a chorar e caiu de joelhos implorando a salvação. As forças demoníacas o haviam impedido de entregar-se por completo a Jesus Cristo, mas agora ele estava livre. O Senhor me revelou: — Você está vendo Meu poder de libertação através da oração. Continuei a observar pessoas sendo libertas pelos anjos nas ruas. Via sombras escuras sobre as pessoas e figuras sombrias em suas pernas e os anjos arrancavam essas criaturas das pessoas, que chacoalhavam a cabeça e tremiam enquanto eram libertas. Essa visão continuou por horas e o Senhor disse: — Haverá uma poderosa libertação na Terra. Espere e verá.


É maravilhoso ver o Senhor libertando os cativos. O Senhor me impeliu a escrever a visão e falar sobre ela. Ele queria que eu enfatizasse o fato de que Ele é o nosso Libertador e que nunca devemos deixar de ter esperança na oração, em pedir que Jesus intervenha. Quando vi a Palavra de Deus em ação, comecei a compreender a extrema necessidade de orar e ordenar aos espíritos malignos que soltem os cativos. Precisamos entender que Deus pode mudar o coração e salvar a alma de qualquer pessoa, pois Ele Se importa demais conosco. Nas semanas seguintes do meu ministério, viajei e preguei sobre o inferno e sobre o que Deus havia me mostrado, jovens rapazes e moças vieram até mim na mesa de livros ou no altar da igreja onde eu ministrava e compartilharam comigo seus testemunhos, similares a este: "Há poucas semanas, fomos libertos e curados pelo poder de Deus. Saí do bar muito bêbado, mas de repente fiquei sóbrio, dobrei os joelhos e recebi o Senhor". Repetidas vezes esses testemunhos foram relatados. Quero que o mundo saiba que há esperança em Jesus Cristo. Ele é o nosso Curador e Libertador e mostrou-me visões de Sua Palavra libertando os cativos quando o povo de Deus se coloca na brecha e forma uma barreira de proteção ao redor das pessoas por quem ora. Devemos continuar orando e crendo que o Deus TodoPoderoso pode libertar-nos em nome de Jesus. O SENHOR é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é o meu rochedo, em quem me refugio. Ele é o meu escudo e o poder a que me salva, a minha torre alta. (Salmo 18:2) ORANDO CONTRA AS FORÇAS INVISÍVEIS


Sinto-me abençoada por ter tantas manifestações do mundo espiritual, ainda que isso aconteça somente quando o Senhor assim o permite. Certa vez, eu estava me lamentando pelos pecados das pessoas porque elas pareciam não ter a menor reverência a Deus, debochavam dEle. Durante esse período, estive buscando a Deus por respostas referentes a determinadas questões. Ao sair do hotel em que estava hospedada no começo da noite, comecei a observar as pessoas que passavam. Eu não tinha de pregar naquela noite em particular e o Senhor me disse: "Observe". Ele abriu meus olhos para ver um demônio andando a 60 cm de alguém e falando com ele. O Senhor mostrou-me outra pessoa em uma bicicleta que tinha um demônio sentado em seus ombros. Vi pessoas mancado com demônios enrolados em suas pernas. Havia demônios envolvendo os braços de outras pessoas que usavam ataduras. O Senhor me disse que o inimigo havia feito tudo aquilo. Ele havia causado aflições, mágoas e sofrimentos. Então o Espírito do Senhor me instruiu, dizendo: — Filha, ore por essas pessoas. Voltei ao hotel e orei por elas. Por vários dias, ao anoitecer, pude observar esses espíritos em aeroportos. Ao longo do ano, em visões que iam e vinham, vi essas coisas muitas vezes, e continuava a orar. As pessoas não tinham consciência de que espíritos malignos estavam lhes causando aflições. Elas não podiam vê-los; nem eu podia vê-los sempre, exceto quando o Senhor me permitia observá-los no Espírito. Em um culto na igreja em que eu estava ministrando, o Senhor revelou-me uma pessoa e chamei-a para orar por ela. Quando estava intercedendo a seu favor, Deus me permitiu testemunhar sua completa libertação bem diante dos meus


olhos, enquanto o homem era liberto do cativeiro que havia controlado sua vida até então. Por muitos anos, esse jovem esteve aprisionado por fortalezas demoníacas, mas, em um piscar de olhos, o Espírito do Senhor o libertou. Deus me deu o dom de curar as pessoas ao orar por elas e pude testemunhar milagres em todos os lugares, principalmente em outros países. Já vi inclusive Deus criar novas células cerebrais (em alguém que havia sofrido traumatismo craniano. - esta parte não tem no original). Certa vez, orei por uma garotinha que estava tão doente que nem conseguia levantar a cabeça. O Senhor mostrou-me uma serpente enrolada em seu pescoço e instruiu-me a orar no Espírito Santo. Ao orar, vi anjos arrancando o espírito demoníaco dela. Então pedi a Deus que restaurasse os músculos do seu pescoço para que ela pudesse novamente levantar a cabeça. Em outras ocasiões, vi um espírito maligno sobre o intestino de uma pessoa e, quando o expulsei, ela foi curada. Ou via uma mancha escura sobre o pulmão de alguém, que na verdade era um espírito de enfermidade grudado ali e que foi expulso em nome de Jesus. Somente através do nome de Jesus e da Sua misericórdia que Ele me revela essas coisas para que eu possa ajudar os outros. Muitas pessoas nem suspeitam de que sofrem de doenças e enfermidades provenientes das portas do inferno com o propósito de roubar, matar e destruir (ver João 10:10). E por isso que o poder de ligar e desligar deve ser ensinado e praticado com o poder e a autoridade no nome de Jesus. Uma das visões mais memoráveis que tive envolveu a cura de um garotinho de dez anos, há muitos anos. Esse garoto era o melhor amigo do meu filho na época. Ele era diabético e às


vezes eu tomava conta dele. Em determinado momento, ele ficou gravemente doente e entrou em coma diabético. Sentada ao

lado

do

leito

da

criança

no

hospital,

eu

orava

constantemente por ela; jejuando também. De repente, Deus abriu meus olhos para ver que em cima de sua cabeça estava o contorno do que parecia ser um escorpião transparente, com os tentáculos cravados na criança e abocanhando a sua cabeça. Ao continuar a orar e repreender o diabo, o Espírito do Senhor falou comigo e disse: — Irei ensiná-la a orar

contra

essa

situação. Este é um

O poder de ligar e desligar no nome de Jesus deve ser ensinado e praticado.

demônio de diabete; é um espírito maligno em forma de escorpião enviado ao mundo para destruir as pessoas. Eu dei a você autoridade sobre o poder desse escorpião. Ao ver aquilo, tive consciência da crueldade daquela força demoníaca. Eu não sabia nada sobre esse espírito maligno, mas comecei a orar pela vida, pelo poder e pelo sangue de Jesus. Pedi a Deus, em nome de Jesus, que removesse aqueles tentáculos da criança e para que o demônio a deixasse em paz. Ao fazer isso, o quarto ficou repleto de anjos. Eles tinham um pergaminho e a Palavra de Deus e começaram a soltar os tentáculos. Observei essa grande libertação ocorrendo sobre o garotinho e comecei a louvar a Deus. Quando removeram o escorpião de cima dele, vi os anjos envolvendo-o com correntes e removendo-o através da janela — para os "lugares áridos" (ver Mateus 12:43; Lucas Olhei de volta para a criança e ela chacoalhou a cabeça e saiu do coma. O Senhor disse: — Agora ore por restauração — para restaurar o nível de açúcar no sangue e para que o pâncreas seja curado.


Ele estava me instruindo quanto ao que fazer e como orar por aquela criança. Eu estava exultante por ter sido escolhida para orar por ela e vê-la sair do coma. Quando as enfermeiras entraram, continuei orando em silêncio e agradecendo a Deus pelo milagre que havia ocorrido. .... Eu sou o SENHOR que os cura. (Êxodo 15:26) Outra visão que tive a respeito do reino das trevas ocorreu há muitos anos. Durante um período em que havia estado em bastante oração, o Senhor me arrebatou e mostrou-me as galáxias. Ele me mostrou o príncipe das potestades do ar e como os demônios impedem a resposta às nossas orações, como lemos no livro de Daniel (ver Daniel 10:1-14). Ele começou a revelar-me a necessidade de termos um plano estratégico para incorporar a oração em nossa vida. Se não sabemos como orar, devemos pedir a Deus que nos ensine. Jesus nos abençoou para termos domínio em Seu nome e começarmos a ver a manifestação desse domínio quando o buscarmos fervorosamente em oração. Se não sabemos como orar, devemos pedir a Deus que nos ensine.

Em uma das minhas visões de anjos

lutando

contra

forças

demoníacas, parecia que alguns anjos haviam sido derrotados e tiveram de acorrentar a si mesmos com suas

próprias correntes. Comecei a observar isso e a orar e, por meses, dediquei-me a uma profunda intercessão. Enquanto orava, tive uma visão desses anjos diante dos meus olhos. Alguns estavam tentando lutar por nós e proteger-nos, mas estavam sendo atacados pelo maior demônio que já vi e uma batalha ferrenha era travada entre os espíritos demoníacos e os anjos de Deus. Comecei declarar a Palavra do Senhor conforme o Espírito Santo me direcionava.


Meses depois, eu estava em outro período de profunda intercessão, com dores de parto; eu e outro pastor estávamos compartilhando a Palavra de Deus quando, de repente, a seguinte visão se tornou forte e evidente. Parecia uma enorme colméia com diversos compartimentos pairando sobre a Terra, e os demônios selavam algo dentro de cada um desses compartimentos. Estarrecida, pensei: "Deus, o que é isso?". Continuei a orar e a declarar a Palavra do Senhor, clamando para que Deus trouxesse libertação. Então

vi

anjos

vindo

e

despedaçando

aqueles

compartimentos elados, resgatando os anjos que haviam sido capturados pelas forças demoníacas. O Senhor libertou os anjos que haviam estado em guerra contra o diabo, enquanto outro grupo de anjos, mais fortes e poderosos que os primeiros, veio para destruir as forças demoníacas. Devemos perceber que estamos lutando contra forças poderosas, mas que temos a vitória em nome de Jesus se perseverarmos em oração. O SEGREDO PARA A ORAÇÃO RESPONDIDA Deus me permitiu testemunhar muitas coisas lindas através do Espírito Santo. Muitos anos antes de eu começar a compartilhar minhas visões do inferno e dos anjos, o Senhor apareceu para mim e fui arrebatada no espírito. Ele me mostrou várias cidades e bairros, e enquanto Ele lançava bolas de fogo sobre elas, começava um avivamento em cada uma dessas localidades. Certa vez, eu estava em uma determinada cidade orando por um mover do Espírito Santo naquele lugar. Em uma visão, vi as ruas da cidade e seus terrenos montanhosos e, por entre os montes, a glória radiante de Deus fluía como um rio — um rio vivo que se movia lentamente por entre as colinas e as árvores.


Então ele fluiu por certas casas e, em cada uma delas, rompeu um grande avivamento. As pessoas dormiam em suas camas e os anjos vinham e as acordavam; fazendo-as pular da cama e começar a orar. No entanto, vi outras pessoas que permaneciam dormindo enquanto os anjos tentavam acordá-las. Os anjos então batiam em suas portas, mas ninguém respondia. Todavia, vi um grande avivamento vir sobre a cidade e louvei ao Senhor. Deus quer que oremos para que a salvação, o avivamento, a libertação e a cura percorram a nação e o mundo. O segredo para testemunhar milagres não é tão segredo assim, simplesmente exige fé em Deus de que Ele fará o que você lhe pede em seu momento de necessidade. As Escrituras nos dizem que depois que Jesus viajou de Betânia para Jerusalém, Ele estava muito faminto e, ao ver uma figueira à distância, dirigiu-Se a ela, mas descobriu que não havia frutos em seus ramos. Jesus imediatamente amaldiçoou a figueira: "Ninguém mais coma de seu fruto" (Marcos 11:14). Na manhã seguinte, quando Jesus e Seus discípulos passaram pela figueira, Pedro estava espantado por perceber que ela havia secado, chamando a atenção de Jesus ao fato: "Mestre! Vê! A figueira que amaldiçoaste secou!" (versículo 21). Pedro estava surpreso, mas Jesus não estava nenhum pouco espantado. Ele sabia que Sua palavra era verdadeira e incapaz de falhar no cumprimento do que Ele ordenara. Jesus simplesmente respondeu a Pedro: "Tenham fé em Deus" (versículo 22). E prosseguiu lembrando Pedro que todos os que crêem possuem esse mesmo poder (ver versículos 23-24.) Quando acreditamos em Deus de todo coração, nossa fé é capaz de mover montanhas. Quer você esteja orando por si ou por outros, não deve permitir que nada abale sua fé em Deus,


pois se o fizer, bloqueará todas as suas orações e retardará a libertação. Jesus respondeu: "Eu lhes asseguro que, se vocês tiverem fé e não duvidarem, poderão fazer não somente o que foi feito à figueira, mas também dizer a este monte: 'Levante-se e atire-se no mar', e assim será feito. E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão". (Mateus 21:21-22) POR QUE HÁ ORAÇÕES NÃO RESPONDIDAS? Além da falta de fé, há outras razões para que as orações não sejam respondidas, incluindo as seguintes: O TEMPO ESTÁ ERRADO Independente do quanto creia, se não for o tempo de Deus, você não verá a manifestação do seu pedido e precisará esperar até que Deus decrete que é o tempo de trazer sua resposta a existência. E durante esse período de espera, no entanto, que muitas pessoas se frustram e desistem, mesmo quando estão às portas de ver a realização dos milagres que tanto precisam. Deus nem sempre revela a resposta imediatamente, mas isso não significa que a oração não foi respondida. Quando Jesus amaldiçoou a figueira, foi somente na manhã seguinte que Pedro percebeu que ela havia secado; no entanto, a árvore já estava condenada a ficar seca no momento em que Jesus liberou a palavra. Novamente, mesmo que você não esteja vendo a resposta às suas orações, isso não significa que a promessa de Deus não se cumprirá. Continue crendo, independente

do

que

no

mundo

natural,

e

logo

testemunhará a manifestação física do seu pedido. "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos" (Hebreus 11:1). FALTA DE PERDÃO PARA COM OS OUTROS


Ao longo da Palavra de Deus, o Senhor nos adverte quanto aos impedimentos que impomos a nós mesmos quando guardamos rancor em relação a outros e não perdoamos. Portanto, eu lhes digo: Tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá. E quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial lhes perdoe os seus pecados. (Marcos 11:24—25) Antes de vermos a plena manifestação da glória e do poder de Deus, devemos "nos livrar de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve" (Hebreus 12:1) — inclusive a amargura e a falta de perdão. ORAÇÃO COM DESÂNIMO Se não oramos intensamente, ou oramos desanimados, não devemos esperar receber. ... A oração de um justo é poderosa e eficaz. (Tiago 5:16) Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. (Romanos 12:12) COMO ORAR Muitas pessoas querem saber como devem orar. Não é a duração da oração que importa. Jesus disse: "E quando orarem, não fiquem sempre repetindo a mesma coisa, como fazem os pagãos. Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos" (Mateus 6:7). Em vez disso, é a qualidade da oração que prende a atenção de Deus. Jesus nos ensinou a entrar na presença do Pai através de cinco elementos essenciais da Sua oração modelo, que se tornou conhecida como o Pai-Nosso. 1. Adoração: "Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome" (versículo 9). 2. Orar a vontade do Pai: "Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu" (versículo 10).


3. Pedir que o Pai supra as nossas necessidades: "Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia" (versículo 11). 4. Arrependimento/Perdão: "Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores" (versículo 12). 5. Santidade: "Enão nos deixes caírem a tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém" (versículo 13). É igualmente importante manter vitais

esses em

componentes

mente

Para

estar

preparado

para a batalha, devemos estar em um firme com Deus.

quando

estamos em guerra espiritual. Guerrear espiritualmente é tomar autoridade sobre o que quer relacionamento que esteja mantendo você ou objeto da sua intercessão cativo. Não é a eloqüência ou a emoção que invoca a unção e o poder de Deus, mas a sua capacidade de adentrar na presença de Deus por meio de vigília em efetiva oração. A unção de Deus despedaça todo jugo (ver Isaías 10:27). Deus nos exorta a não entrarmos na guerra espiritual de forma imprudente, mas a nos prepararmos de maneira adequada para a batalha. "Não se precipite em impor as mãos sobre ninguém e não participe dos pecados dos outros. Conserve-se puro" (I Timóteo 5:22). "Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo" (Efésios 6:11). Aqueles que estão preparados para a batalha são os que estão em um relacionamento firme com Deus, revestidos da armadura espiritual e que têm a unção do Espírito Santo. Esses são os que conseguem resistir diante dos enganos de Satanás, os que fecham as portas do inferno e libertam os cativos. O PAPEL DO JEJUM NA GUERRA ESPIRITUAL


Por fim, devemos entender que pode ser que precisemos jejuar, além de orar, quando estamos em guerra espiritual por libertação. Certa vez, quando os discípulos de Jesus Lhe perguntaram por que não conseguiram expulsar um demônio, Ele lhes respondeu: "Mas esta espécie só sai pela oração e pelo jejum" (Mateus 17:21). Além de orar e estudar a Palavra de Deus, jejuar é parte vital da experiência cristã. Durante um jejum, o espírito do homem torna-se mais sensível à voz do Senhor, de maneira especial, através da restrição alimentar. Negar a carne através do jejum pode ajudar-nos a manter a pureza e o poder do nosso relacionamento com Deus. Em geral, ouvimos mais de Deus e aprendemos mais sobre Ele e Seus caminhos através do jejum do que por qualquer outro meio. Jesus nos ensinou a maneira apropriada de jejuarmos: Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto afim de que os outros vejam que eles estão jejuando. Eu lhes digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto. E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará. (Mateus 6:16-18) Sem dúvidas, apesar de nosso corpo físico parecer fraco quando jejuamos, nosso espírito é fortalecido e torna-se mais próximo de Deus. O jejum intensifica a fé do crente e o capacita ainda mais com o poder para combater as hostes malignas nas regiões celestiais. Mesmo Jesus tendo derrotado o diabo a nosso favor, o jejum pode dar-nos o vigor espiritual necessário para andarmos na vitória que o Senhor conquistou para nós.


Jejuar não somente abre nosso espírito para ouvir a Deus, mas também é um ato de adoração. Abrir mão da comida para aproximar-se do Senhor é um sacrifício íntimo que damos a Ele e o qual Deus aceita graciosamente. Quando jejuamos, no entanto, devemos também estar preparados para desafios, pois podemos experimentar a resistência da carne e do inimigo. As vezes, também parece que quanto mais buscamos a Deus, mais ataques se amontoam contra nós. Por exemplo, pode ser que ocorra uma batalha interior

para

manter

o

sacrifício

enquanto

ouvimos,

simultaneamente, a voz de Deus. Você já percebeu, por exemplo, que quando entramos em jejum, mesmo que estejamos acostumados a comer pouco, não paramos de pensar em comida? Pode ser também que experimentemos outras distrações ou interrupções. Devemos estar cientes desses desafios e preparados para eles. O propósito do jejum não é mostrar aos outros o quanto somos espirituais. Ele só é um verdadeiro sacrifício quando nossas motivações estão colocadas no lugar certo. Ainda que nosso sacrifício seja feito a Deus em secreto, Jesus disse que o Pai nos recompensará abertamente. COLOCANDO-SE NA BRECHA Realmente creio no poder da oração através do Espírito Santo e no nome de Jesus. Nem sempre sabemos orar, mas se buscarmos a Deus de todo coração e orarmos a Ele no Espírito, então o Espírito nos fará interceder segundo Sua vontade, que nunca falha em nossa vida. Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os


corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus. (Romanos 8:26-27). Podemos orar e jejuar pela libertação dos nossos parentes e amigos. Em Sua justiça, Deus deseja salvar toda a nossa casa, pois foi isso que Ele prometeu: "Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa" (Atos 16:31). Quando nosso coração é puro diante do Senhor, e quando invocamos Seu nome nos colocando na brecha por outros, Ele destruirá as forças demoníacas que os atacam. Podemos exercer domínio sobre todas as forças das trevas e ordenar a elas que soltem as pessoas. Podemos tomar autoridade sobre o "homem forte" (ver, por exemplo, Mateus 12:29), derrubando-o e colocando-o sob nossos pés em nome de Jesus. E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão. (Mateus 21:22) Capítulo 9 Libertação Através da Palavra AlNDA QUE VIVAMOS EM TEMPOS DE TRIBULAÇÃO e que muita gente seja oprimida pelo inimigo, decidi o seguinte: independente do que façam a geração presente e a futura, irei pregar a verdade acerca da Palavra de Deus tão intensamente que todos saberão — tanto os que estão buscando a verdade quanto os que ainda vivem em rebelião — como escapar das artimanhas de Satanás. A Palavra de Deus tem o poder para libertar os cativos: Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração. (Hebreus 4:12)


A VERDADE DA PALAVRA O LIBERTARÁ Quanto mais damos atenção à verdade de Deus nas Escrituras e a recebemos como um componente aplicável em nossa vida, mais os espíritos malignos fugirão e abrirão caminho para que as bênçãos de Deus venham a nós. Já vi os anjos de Deus destruindo os espíritos malignos quando estes tentavam vir contra os filhos de Deus. O Senhor cuidará de nós se invocarmos o sangue de Jesus e clamarmos o nome de Jesus sobre nossa vida. Guarde a Palavra de Deus em seu coração e a paz que excede todo o entendimento o envolverá. Independente de que armas demoníacas sejam forjadas contra você, quando sabemos como repreender o diabo no nome de Jesus, essas armas não prosperarão. Vou dar uma ilustração disso. Um jovem estava sendo atormentado por um demônio que aparecia em seu quarto desde criança. Em seu primeiro ano de faculdade, ele encontrou um grupo de pessoas falando sobre orbes (esferas), que são bolas translúcidas de luz que costumam aparecer em

lugares

Guarde a Palavra de Deus em seu coração e a paz que excede todo o entendimento o envolverá.

"assombrados". Esse grupo lhe disse que espíritos "bons" apareciam a pessoas à noite para dar-lhes essas orbes e que em 2012 haveria uma mudança no reino espiritual a favor deles. Descobri que essa forma de doutrina está sendo apresentada por todo o mundo, e trata-se de um cronograma demoníaco abastecido por forças demoníacas. Um senhor cristão orou para que esse jovem universitário fosse liberto das influências dessas fortalezas demoníacas. Depois de orar, o demônio que visitava o jovem desde a infância se manifestou outra vez, para dar-lhe uma orbe. No


entanto, quando a orbe entrou em seu quarto, dessa vez, ele a repreendeu de acordo com a Palavra de Deus para que fosse liberto. Como ele já conhecia a verdade e a havia recebido em seu coração, a Palavra de Deus imediatamente o libertou.

E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. (João 8:32). Muitos dos nossos jovens estão envolvidos em doutrinas e rituais satânicos, achando que não há problema algum em entrar em contato com espíritos demoníacos, uma vez que muitos dos seus amigos fazem o mesmo. No entanto, trata-se de um engano proveniente das portas do inferno. Quer você se considere uma bruxa "boazinha" ou "má", isto é uma abominação a Deus, pois as bruxas e os feiticeiros procuram invocar demônios para lançar todo tipo de maldição sobre os outros, dando-lhes ordens de acordo com a sua vontade. O Deus Todo-Poderoso está expondo esse tipo de coisa hoje porque quer que você saiba que Sua Palavra o ajudará em todas as situações — inclusive a libertá-lo de qualquer envolvimento satânico e derrubar as fortalezas que o tem limitado por anos, revelando a verdade. REVELANDO A VERDADE Quando Deus chama alguém de profeta do Senhor, a pessoa deve passar por vários momentos de provação, os quais devem ser testes de obediência ou testes que por fim revelarão a verdade e o poder da Palavra de Deus. Em todas as situações, a pessoa deve crer na Palavra de Deus, independente das circunstâncias que a cercam. Depois que Deus me chamou e colocou-me no ministério, passou um tempo antes dEle revelar-me a inequívoca realidade do inferno. Mas depois desse tempo, eu tinha periodicamente a visão de um dragão. A cada ano, por 16 anos, durante um


período de profunda oração e intercessão (com dores de parto), essa imagem aparecia e eu sabia que havia uma guerra ferrenha sendo travada. Um relato de uma grande luta envolvendo um dragão com sete cabeças é registrado no livro do Apocalipse. Ele descreve como os anjos de Deus lutaram contra o dragão, que estava deitado esperando para devorar o filho da mulher prestes a dar à luz. As Escrituras descrevem a vitória sobre esse grande dragão, revelando a proteção de Deus, Suas muitas bênçãos e como Jesus cuida do inocente (ver Apocalipse 12:1-11). Em minhas visões do dragão, a besta tinha dentes peçonhentos como uma serpente, mas com calda como a de um dragão. Suas sete cabeças eram conectadas a longos pescoços que se estendiam pelas galáxias. Cheguei à conclusão de que o dragão com as sete cabeças representa os falsos ensinos contra nosso Senhor e Salvador e a guerra que vivemos na tentativa de liberar a Palavra de Deus a Seu povo. Em profunda intercessão contra as falsas religiões e os falsos ensinos contrários à Palavra de Deus, tive parte dessa visão e comecei a entender que o dragão representava os sete maiores reinos que vieram contra a Palavra de Deus. Orei no Espírito Santo, repreendendo o poder das trevas e ligando e desligando. Ao fazer isso, anjos enormes vieram do céu e amarraram a besta com fortes correntes; foi uma guerra tremenda. De repente, a visão desapareceu. Quando eu vi o dragão nas regiões celestiais, seu pescoço estava esticado para atacar algum aspecto do meu ministério. Eu sabia que era o "príncipe das potestades do ar", o dominador dos demônios das trevas e as hostes espirituais da maldade nas regiões celestiais (ver Efésios 2:2; 6:12). Entendi, através da revelação de Deus, que


essa era a guerra a qual Ele se refere nas Escrituras, e que devemos usar o nome de Jesus para amarrar o diabo e colocar essas coisas debaixo dos nossos pés. O Espírito Santo começou a ensinar-me a guerrear contra esse ataque do inimigo. Os ataques contra o meu ministério sempre pareciam manifestar-se semanas antes de eu ter essa visão

da

guerra

que

era

travada nas regiões celestiais. Eram obstáculos que vinham através de finanças, doenças ou

outras

situações.

A Palavra de Deus pode libertá-lo das fortalezas que o tem prendido por anos.

Ainda

assim,

conforme

nos

posicionávamos e proclamávamos a Palavra do Senhor, pude ver a Palavra de Deus em ação. Pude de fato ver Seus anjos vindo e lutando por nós, e um livro aberto do qual vinha a Palavra do Senhor, transformada em uma espada de dois gumes.

Os

anjos

incessantemente,

lutavam

contra

prendendo-as

forças com

demoníacas

correntes

e

conduzindo-as a lugares escuros. Quando busquei o conselho do Senhor a respeito dessa visão, logo depois tive outra que novamente incluía o dragão de sete cabeças. Vi o mundo e um par de escalas da justiça e a extremidade de uma delas era atacada por uma grande serpente. Parecia que havia um desequilíbrio na escala e eu não sabia quem a estava sustentando. Ao observar melhor, percebi que era o diabo quem segurava a escala. Ao buscar a face do Senhor, entendi que o inimigo estava trazendo falsos equilíbrios e enganos a nossa vida porque sua missão é espalhar mentiras e hipocrisia. O diabo está trazendo muitas coisas para a nossa vida com o propósito de desequilibrar as escalas da justiça em nós e eu sabia que tinha de orar para amarrá-lo e trazer libertação.


DESVENDANDO O ENGANO Como

vimos

principalmente

no

nas

capítulo

gerações

um,

mais

muitas

novas,

pessoas,

estão

sendo

engolfadas pelas influências profanas das falsas religiões. Esses falsos ensinos são apresentados como auto-ajuda, autoconhecimento e meios para se experimentar a plenitude pessoal; porém, o resultado final é um amplo engano. Algumas falsas doutrinas ensinam que não precisamos de Deus

e

que

auto-realização

tudo está

o

que

dentro

precisamos de

nós.

buscar Outras

para

a

doutrinas

baseiam-se em imagens físicas, feitas pelo homem, como sua fonte

de

realização;

ensinando

a

adoração

de

ídolos.

Novamente, tudo o que prenda mais sua atenção do que Deus é um objeto de adoração. Muitas pessoas estão sendo enganadas por ensinos de doutrinas satânicas, mas Deus é bastante claro em relação à sua visão de adoração de ídolos. Nunca adore nenhum outro deus, porque o SENHOR, cujo nome é Zeloso, é de fato Deus zeloso. (Êxodo 34:14) Servimos a um Deus que não permitirá que nada nem ninguém receba a adoração que somente a Ele é devida. Independente de quantas doutrinas possamos estudar e que promovam outros deuses, o Senhor deixa bastante claro que não devemos adorar "nenhum outro deus". Rejeitar esse mandamento é dar as costas a seu Criador e Salvador. Viver sem Deus traz um desequilíbrio à vida das pessoas que somente pode ser corrigido através do arrependimento e do recebimento do Senhor Jesus Cristo como Senhor e Salvador. O dragão com as sete cabeças luta contra a verdade da Palavra de Deus, mas o Senhor é Vitorioso. Como embaixadores do evangelho (ver II Coríntios 5:20), devemos declarar a verdade de Deus e engajar-nos na guerra espiritual para


ordenar que o diabo solte as pessoas. A fim de ajudar as pessoas a virem a Cristo, devemos combater os falsos ensinos. Esses ensinos nunca nos falarão sobre nascer de novo e raramente nos advertem em relação a comportamentos negativos ou revelam que se invocarmos o nome do Senhor, Ele nos salvará. São ensinos que escondem o fato de que independente do que tenhamos feito o amor de Deus nos alcançará, curará e libertará; que o Deus Todo-Poderoso está disponível para confortar-nos, guiar-nos e direcionar-nos. Se tão somente invocarmos o Seu nome, Ele responderá. Ele nos ama e quer que sejamos libertos das mãos do diabo. Em minha visão do dragão de sete cabeças e da escala da justiça, vi os anjos de Deus lutando contra Satanás com suas espadas. Vi a Palavra de Deus em ação e os anjos tomavam a escala das mãos do diabo. Quando a seguravam, vi algo sobre uma das extremidades que se assemelhava a uma esfera e, ao ver mais de perto, percebi que era o planeta Terra. Então, vi os anjos rasgando uma porta redonda sobre o planeta e por ela passou a mão do Senhor e arrancou raízes profundas que tinham todo o tipo de pecado e perversões pendurados nelas. Toda malignidade que você é capaz de imaginar estava grudada nessas raízes que o Senhor puxava do centro da Terra. Deus estava destruindo os sete principais reinos dos falsos deuses. Essa guerra contra o dragão e sua derrota foram extremamente vitais para o bem-estar espiritual do povo de Deus. Ouvi o Espírito do Senhor dizer que há sete principais poderes do mal que lutam junto com esse dragão. Então comecei a orar e exercer domínio sobre eles; ordenei que fossem amarrados e que tudo o que estivessem tentando destruir fosse liberado em nome de Jesus. Uma intensa batalha estava sendo travada contra a manipulação e o pecado na Terra


— contra roubo, mentira, assassinato, corrupção, adultério, fornicação, ódio, amargura e todo tipo de malignidade. Isso

realmente

me

comoveu porque sabia que Deus estava lutando essa batalha.

Ele

queria

Servimos a um Deus que não permitirá que nada roube a adoração que Lhe é devida.

restaurar o coração dos pais aos filhos e dos filhos aos pais (ver Malaquias 4:6; Lucas 1:17). Era emocionante saber que Deus estava batalhando a nosso favor. Eu sabia que o desequilíbrio da escala representava os falsos deuses erguidos sobre a Terra para ensinar mentiras. Vi as escalas da justiça começarem a balançar e soube que Deus estaria intervindo sobre esta Terra para trazer de volta a verdade e os milagres que nos foram roubados. Estou muito feliz por permitir que o mundo saiba que os poderes das trevas são obrigados a obedecer ao poder do nome de Jesus e do Seu sangue derramado. Capítulo 10 Jesus, Nosso Libertador A FÚRIA DE SATANÁS NO FIM DOS TEMPOS Assim como há um lugar real chamado de inferno, também há um lugar real chamado de céu. As portas de cada lugar conduzem a conseqüências bastante diferentes. As portas do inferno conduzem a tormentos, dores e horrores eternos. De forma contrária, as portas do céu levem à justiça, paz e alegria. Conduzem à cidade celestial, a qual não necessita do sol porque a luz de Deus a ilumina e revela sua glória (ver Apocalipse 21:23). Cada uma das doze portas do céu é feita de uma linda pérola e dão as boas vindas aos filhos de Deus à cidade de ouro (ver versículo 21).


Enquanto ainda temos tempo, devemos aceitar à provisão de Deus de salvação e perdão através de Cristo. Os que recusam a oferta de Deus e ainda estiverem vivos no fim dos tempos experimentarão terror, tanto na Terra quanto no inferno. Durante uma das minhas visões do inferno, Jesus disse: — Quero mostrar a você o que atingirá a Terra quando a Igreja tiver sido levada. Chegará um tempo em que Deus removerá a Igreja da Terra e levará Seu povo para estar com Ele. Com a retirada da Igreja, as restrições do Espírito Santo ao inimigo e suas forças também serão removidas (ver, por exemplo, I Tessalonicenses 4:15-16; II Tessalonicenses 2:1-12). Então Satanás derramará toda sua fúria sobre o mundo, antes do retorno de Cristo. Nessa visão, o Senhor me deu um vislumbre de como será a fúria do inimigo neste final dos tempos. Ao caminhar com o Senhor, ouvi um som horrível. Paramos, eu olhei e vi um grande túnel abaixo, redondo e encurvado, parecendo um metrô. Bem longe, no fim do túnel, pude ver fogo vindo em nossa direção, barulhento como um trem. Quando o fogo estava cerca de cinco metros de nós, de repente parou. As chamas cobriam um objeto e, ao ver com mais atenção, percebi que era uma cobra gigantesca, maior do que uma locomotiva. Ela abriu sua boca e uma língua enorme se esticou, chegando perto de mim e do Senhor, mas parou e recuou para a larga abertura do túnel. Então se aproximou mais um pouco e novamente recuou, com chamas saindo de sua boca e sibilando. — Oh, meu Senhor! - perguntei. — "O que é aquilo?" — Esta serpente será liberada sobre a Terra quando Minha igreja for recolhida - Ele respondeu.


Ao ver isso, pensei: "Precisamos nos arrepender de nossos pecados e voltarmo-nos para Cristo mais intensamente do que nunca". Precisamos preparar-nos por meio das boas novas do evangelho e advertir às pessoas a respeito dessa fúria vindoura antes que seja tarde demais para elas. Deus não quer que o engano do diabo conduza as pessoas à morte eterna. Temos de ser sábios em relação às artimanhas de Satanás e entender que há um preço a ser pago por uma morte sem arrependimento diante de Deus. Mesmo que sempre passemos por lutas e desafios

na

vida,

nunca

devemos

permitir

que

essas

dificuldades nos assustem a ponto de desistirmos do nosso amoroso Pai celestial. "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus" (Efésios 2:8). A salvação é um dom de Deus, mas não é só isso que Deus nos dá, Ele também nos capacita a perseverarmos através da Sua graça. Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, a alma e o corpo de vocês sejam preservados irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Aquele que os chama é fiel, e fará isso. (I Tessalonicenses 5:23-24) Nossa fé é o que nos salva, mas não salvamos a nós mesmos — é Cristo quem nos dá a salvação. Deus não nos deixa a nossa própria sorte depois que recebemos a salvação. A Palavra de Deus nos assegura de que, em todas as provações, Ele já preparou-nos uma saída, (ver I Coríntios 10:13). O JULGAMENTO FINAL DE DEUS Em uma visão, vi milhões de pessoas diante do trono de Deus. Todas as tribos e nações estavam lá e vi os anjos separando as pessoas. Vi livros de registros sendo trazidos diante do Senhor e anjos subindo e descendo da Terra — uma visão que tive diversas vezes. Tratava-se de uma visão do fim


dos tempos e do julgamento de Deus, como lemos nas Escrituras:

Depois vi um grande trono branco e aquele que nele estava assentado. A terra e o céu fugiram da sua presença, e não se encontrou lugar para eles. Vi também os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono, e livros foram abertos. Outro livro foi aberto, o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros. O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o Hades a entregaram os mortos que neles havia; e cada um foi julgado de acordo com o que tinha feito. Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. Aqueles cujos nomes não foram encontrados no livro da vida foram lançados no lago de fogo. (Apocalipse 20:11-15) Deus nos providenciou libertação da morte eterna através do sacrifício de Jesus Cristo a nosso favor. Precisamos responder à verdade de Deus e voltar ao caminho estreito de quem O segue. Deus quer que saibamos que Ele nos ama e está pronto para perdoar-nos. DOIS REINOS — DUAS ESCOLHAS Oro para que haja um novo despertar no corpo de Cristo e para que todos nós percebamos que Jesus é de fato real. Ele está voltando para buscar uma igreja sem ruga, sem mácula e sem mancha, que reinará com Ele para sempre (ver Efésios 5:27; Apocalipse 5:10; 22:5). Nesse meio tempo, Ele quer que experimentemos os poderosos milagres de Sua paz sobre a Terra e que libertemos outros das garras de Satanás. Mesmo que o reino das trevas sempre tente imitar e competir com o reino de Deus, existem grandes diferenças


entre os dois reinos que continuamente se sobressaem. O Reino de Deus é o reino da vida, da luz e do amor. O reino de Satanás é o reino da morte, das trevas e do ódio. Deus sempre nos permite conhecer nossas opções e dá-nos o direito de decidir se escolheremos o caminho do inimigo — que conduz à morte — ou o Seu caminho — que conduz à vida. Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam. (Deuteronômio 30:19) Qual caminho você escolherá? Será que já escolheu viver com o sincero compromisso de seguir a Cristo e consagrar Sua vida a Ele em santidade? Você se juntará a Ele na guerra espiritual e levará libertação aos cativos? Quero encorajar todos os que escolherem seguir o Senhor, principalmente neste final dos tempos, dizendo-lhes que são vencedores no nome de Jesus e que podem até experimentar os ataques do inimigo, mas são capazes de tornarem-se espiritualmente fortes para a batalha. TORNE-SE ESPIRITUALMENTE FORTE PARA A BATALHA Quando estamos envolvidos em guerra espiritual, é essencial entender o que significa ter um relacionamento apropriado

com

Jesus

Cristo.

Muitos

cristãos

sofrem

frustrações porque se sentem incapazes de derrotar o diabo quando

ele

massacra

sua

vida

com

intimidações

e

condenações. Podemos vencer as estratégias do inimigo se soubermos que temos autoridade como filhos de Deus e que somos co-herdeiros com Cristo (ver Romanos 8:17). Somente deixaremos de ser libertos se escolhermos abrir mão dos nossos direitos espirituais.


FORTE CONTRA A INTIMIDAÇÃO Uma das estratégias do diabo é causar conflitos a ponto de sermos forçados a render-nos antes de nos darmos conta da autoridade que temos para derrotá-lo. Os espíritos demoníacos são enviados em várias missões contra nós por causa da nossa fé em Cristo. É por isso que os que crêem verdadeiramente em Deus costumam enfrentar provações mais tenazes que os outros. Parece ser uma dificuldade atrás da outra, pois a estratégia das forças demoníacas é pressionar-nos a ponto de voluntariamente abrirmos mão da nossa confissão de fé e da nossa confiança em Deus. Não caia nessas táticas enganosas. Independente de quantos ataques o diabo possa tentar lançar contra você, não sucumba a eles. Deus é fiel e não permitirá que passemos por nada que não sejamos capazes de suportar. Quando a pressão de determinada luta torna-se pesada demais, Ele proverá uma saída. Quando vivemos um relacionamento adequado com Jesus Cristo, andando em Sua salvação e autoridade, Ele nos fortalece quando estamos fracos e capacita-nos para a guerra, livrando-nos das portas do inferno. Através de Jesus Cristo, temos o poder para derrotar toda oposição que o inimigo envia contra nós. E nossa herança como crentes em Cristo Jesus andar em liberdade e poder e termos vitória sobre as artimanhas do diabo. Independente do quanto sejam intensos seus ataques, lembre-se de que nenhuma arma forjada contra nós prosperará:

"Nenhuma arma forjada contra você prevalecerá, e você refutará toda língua que a acusar. Esta é a herança dos servos do SENHOR, e esta é a defesa que faço do nome deles", declara o SENHOR. (Isaías 54:17)


Submeta-se continuamente à vontade de Deus e nunca permita que sua vida seja conduzida pelo medo das ameaças do diabo. No livro de I Reis, vemos que a perversa rainha Jezabel perseguiu o profeta Elias porque ficou enfurecida com a notícia de que ele havia matado os falsos profetas que ela enviara. Então Jezabel enviou um mensageiro para entregar a seguinte ameaça a Elias: "Que os deuses me castiguem com todo o rigor, se amanhã nesta hora eu não fizer com a sua vida o que você fez com a deles" (I Reis 19:2). Apesar de ter visto grandes prodígios e milagres do Senhor, essa ameaça consumiu Elias e ele fugiu para o deserto a fim de salvar sua vida, onde se encostou a um pé de zimbro e pediu para morrer (ver versículos 3-4). Mesmo quando fugimos apavorados, contudo, Deus sabe como encontrar-nos e restaurar nosso juízo. Mais tarde, Elias se encontrava escondido em uma caverna quando o Espírito do Senhor veio e lhe perguntou: "O que você está fazendo aqui, Elias?" (versículo 9). Onde Deus o encontrará se fugir apavorado? Os piores lugares para se fugir são os tenebrosos confinamentos dos nossos antigos hábitos — o nosso antigo estilo de vida. A coisa A coisa mais segura a se fazer em tempos de incerteza é correr em direção a Deus.

mais segura a se fazer em momentos de incerteza é correr em direção à voz de Deus

para

receber

conhecimento, sabedoria e força para viver a vida, e vivê-la em abundância (ver João 10:10). Assim, da mesma forma como Satanás ordena às portas do inferno para que destrua sua família, suas finanças, sua mente, sua saúde e até mesmo sua fé, você deve exercer a autoridade de contra-atacar suas artimanhas malignas pondo a Palavra de


Deus em prática. O Espírito de Deus nos falará em "uma voz calma e suave" (I Reis 19:12 - ECA), como fez com Elias, e nos dará instruções para alcançarmos a vitória, principalmente quando nos entregamos ao Senhor através de jejum e oração. Deus nem sempre nos fala como um trovão; mas costuma ser de forma bem mais sutil. Por exemplo, pode ser que você esteja com a mente distante ao dirigir do trabalho para casa e, acidentalmente, entra em uma curva errada e assim decide seguir um caminho alternativo para chegar a sua casa. Depois, você descobre que o motorista de um grande caminhão esqueceu-se de frear e atravessou o cruzamento pelo qual você normalmente passaria e bateu em um muro. Deus permitiu que sua mente vagasse por alguns instantes para que você respondesse à Sua indicação de entrar na curva errada. Na hora, você pensou que havia sido um simples erro; porém, mais tarde, alegrou-se ao descobrir que Deus protegera sua vida de uma tragédia. FORTE CONTRA A CONDENAÇÃO Outra estratégia do diabo é a acusação e a condenação. Quando ele avança para aplicar-lhe uma condenação injusta, ele já sabe que está indo além dos seus limites (ver Apocalipse 12:10-11). Assim, seu truque é enganá-lo para que você se renda diante de suas ameaças horrendas. Quando o diabo vomita uma série de acusações contra você, saiba que elas são imediatamente desconsideradas porque Jesus já Se entregou pelos nossos pecados. "O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai" (Gálatas 1:4). Em Romanos 8:1, Paulo escreveu: "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo


Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito". Quando confessamos os nossos pecados e mantemo-nos firmes em nosso relacionamento com o Senhor, Ele nos legitima e

fortalece-nos

para

que

possamos

ser

apresentados

"irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo " (I Coríntios 1:8). VIVA EM LIBERTAÇÃO E EM VITÓRIA Por fim, devemos reconhecer que não há somente um método de se conduzir a guerra espiritual e obter libertação a ser aplicado em todas as circunstâncias. Às vezes, a guerra espiritual simplesmente significa manter-se firme contra o engano. Em outras, significa permanecer em silêncio e confiando em Deus enquanto a tentação se frustra quando você não se entrega a ela. Às vezes, significa passar uma noite em intercessão expulsando demônios. A questão é que não há uma forma específica de travarse guerra espiritual, mas o que importa é a eficiência com que você persevera na batalha, segundo a orientação do Espírito Santo, a fim de fazer o que é mais adequado para cada situação em particular. Mesmo que os métodos de guerra espiritual variem, as seguintes diretrizes e princípios o conduzirão em direção à libertação e à vitória: • Conheça seu Deus e certifique-se de que o diabo sabe que você conhece mesmo a Deus. • Reconheça os tempos em que vive e entenda que os ataques do diabo aumentarão contra os que pertencem a Deus. • Entenda que o diabo sempre faz com que sua situação pareça pior no natural do que ela é no Espírito. Não permita que meras manifestações temporais façam com que você desista. Peça a Deus que lhe dê entendimento e discernimento


espiritual. "Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno" (II Coríntios 4:18). • Entenda que você tem autoridade através de Cristo Jesus e que não precisa ter medo de exercer essa autoridade a fim de alcançar a libertação. • Entenda que você precisa aplicar a Palavra de Deus em todas as situações da sua vida e invocar Suas promessas. • Saiba que não precisa viver o resto da vida preso a maldições hereditárias e que possui o poder para quebrar todas as maldições em sua vida e ser liberto pelo poder de Deus. • Reconheça que não é em seu poder que você trava a guerra espiritual, mas que é pelo Espírito de Deus que você caminha em autoridade com manifestação de sinais (ver Zacarias 4:6; Marcos 16:20). • Saiba que ainda que sua luta seja no reino espiritual (ver Efésios 6:12), a batalha já foi vencida para você se crer na vitória e na provisão de Cristo! Se você crer no Senhor Jesus Cristo e pedir que Ele entre em seu coração, Ele ouvirá o seu clamor e correrá para libertá-lo. UMA ORAÇÃO PARA TOTAL LIBERTAÇÃO Jesus proclamou na Palavra de Deus:

Também lhes digo que se dois de vocês concordarem na terra em qualquer assunto sobre o qual pedirem, isso lhes será feito por meu Pai que está nos céus. Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles. (Mateus 18:19-20) Você permite que eu e o bispo Bloomer concordemos em oração por sua completa libertação?


Pai, oramos agora, em nome de Jesus, para que a pessoa que está segurando este livro seja tocada pelo poder de Deus. Concordamos que sua vida seja transformada agora e que toda maldição hereditária que o(a) prenda seja destruída em nome de Jesus. Oramos para que todo jugo seja arrancado do pescoço dessa pessoa e que ela desfrute a liberdade em sua vida através de Jesus Cristo. Pai, toca o coração desse(a) leitor(a) para que ele(a) sinta o amor de Cristo como nunca antes. Que ele(a) não ande mais com medo, mas que o espírito de coragem do Senhor ressurreto esteja nele(a). Permita que essa pessoa se veja através dos Teus olhos e que a unção que despedaça todo jugo se torne uma parte constante de sua existência espiritual. Oramos, querido Deus, para que o Senhor libere Teus anjos para proteger, guardar e conduzir essa pessoa no caminho da justiça. Liberta essa pessoa dos cativeiros secretos que estão estagnando sua vida espiritual, física e mental e o seu bem-estar emocional. Permita que Teu auxílio e Teu poder sejam parte da vida dessa pessoa, hoje e sempre, em nome de Jesus. Amém. Lembre-se sempre de que Jesus é o seu Libertador! Quanto a mim, sou pobre e necessitado, mas o Senhor preocupa-se comigo. Tu és o meu socorro e o meu libertador; meu Deus, não te demores! (Salmo 40:17) O SENHOR é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é o meu rochedo, em quem me refugio. Ele é o meu escudo e o poder que me salva, a minha torre alta. (Salmo 18:2) E não nos deixes cair em a tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém. (Mateus 6:13).


Sobre os Autores mary k. baxter Mary K. Baxter nasceu em Chattanooga, Tennessee. Quando ainda muito jovem, sua mãe lhe ensinou sobre Jesus Cristo e Sua salvação. Aos 19 anos, Mary teve seu novo nascimento. Em 1976, enquanto Mary estava vivendo em Belleville, Michigan, Jesus apareceu para ela em forma humana, em sonhos, visões e revelações. Desde então, ela recebeu muitas visitações do Senhor. Durante essa visitas, Ele lhe mostrou as profundezas e os níveis de tormentos das almas perdidas no inferno. Ela também recebeu muitas visões, sonhos e revelações do céu, dos anjos e do final dos tempos. Em um dado momento, Jesus apareceu para ela todas as noites por 40 dias. Ele lhe revelou os horrores do inferno e as glórias do céu, dizendo-lhe que essa mensagem é para todo o mundo. Mary foi ordenada pastora em 1983 e pastores, líderes e santos do Senhor têm respeito e admiração por ela e pelo seu ministério. O mover do Espírito Santo é evidente em todas as suas reuniões e muitos milagres já ocorreram nelas. Os dons do Espírito Santo com demonstrações de poder são manifestos em suas ministrações conforme o Espírito Santo a direciona e capacita. Mary ama ao Senhor com tudo o que tem — com todo seu coração, mente, alma e força. Ela é uma dedicada serva do Senhor e deseja, antes de tudo, ser uma ganhadora de almas para Jesus Cristo. Do seu ministério, sediado na Flórida, ela continua a viajar pelo mundo, contando sua história do inferno e das visitações reveladoras que recebeu do Senhor. Para agendar eventos, por favor, contate:


Evangelist Mary K. Baxter P.O. Box 121108 Clermont, FL 34712 e-mail: MBaxter90@clf.rr.com

GEORGE G. BLOOMER O autor best-seller George G. Bloomer é nativo do Brooklyn, Nova Iorque. Hoje, morando em Durham, Carolina do Norte, com sua esposa e duas filhas, ele é o fundador e o pastor sênior do ministério Bethel Life nas cidades de Durham e Goldsboro, Carolina do Norte. Atualmente, Bispo Bloomer não somente pastoreia, mas também pode ser ouvido falando a universitários e jovens por toda a nação americana a respeito de seus muitos desafios e como podem incorporar métodos de sábias tomadas de decisão na edificação de sua vida diária. Ele conduz muitos seminários sobre relacionamentos, finanças e controle de estresse. Independente do tema, seu ministério leva uma mensagem de libertação das forças opressoras que atrapalham nosso crescimento. Ele também preside como bispo as reuniões internacionais da C.L.U.R.T. (Come Let Us Reason Together Aprendendo Juntos), um encontro internacional de igrejas em busca de relacionamentos e cobertura. Como autor renomado, Bloomer já publicou diversas obras, dentre elas Confrontando o Abuso de Autoridade (Editora Propósito Eterno) e continua a viajar extensivamente pela nação entregando uma mensagem de libertação e impacto na vida de milhares para Cristo. Além disso, seu programa de televisão em rede nacional, Exercendo Autoridade, pode ser assistido semanalmente. Para agendar eventos, por favor, contate:


George G. Bloomer Bethel Family Worship Center 515 Dowd St. Durham, NC 27701 www.bethelfamily.com.br

Livros que transformação sua vida:


Conheรงa os Produtos da Dra. Rebecca Brown


Profile for walderice e Reginaldo

A divina revelação da libertação mary k baxter  

A divina revelação da libertação mary k baxter  

Advertisement