Page 1

34567

N.° 2 2017

Você vai aceitar O MELHOR PRESENTE DE DEUS? CELEBRAÇÃO DA MORTE DE JESUS  11 DE ABRIL DE 2017


O QUE VOC Ê ACHA? Qual é o melhor presente que Deus nos deu? A Bíblia diz: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito.” — João 3:16. Esta revista explica por que Deus mandou Jesus à Terra para morrer por nós e como nós podemos mostrar que valorizamos esse presente. VOCÊ VAI ACEITAR O MELHOR PRESENTE DE DEUS?

s

3 Um presente sem igual 4 Por que esse presente é tão importante? 6 Você vai aceitar o melhor presente de Deus?

Gostaria de receber mais informações ou ter um curso bíblico gratuito em sua casa? Acesse www.jw.org ou escreva para um dos endereços abaixo.

TAMBÉM NESTE NÚMERO BRASIL: ´ Testemunhas de Jeova Rodovia SP-141, km 43 ´ Cesario Lange, SP, 18285-901 PORTUGAL: ´ Testemunhas de Jeova Apartado 91 P-2766-955 Estoril

10 EM BUSCA DA LIBERDADE NO PASSADO E NO PRESENTE

Para uma lista completa de enderecos ¸ em ´ outros paıses, acesse www.jw.org/pt/contato.

r

8 SERÁ QUE MINISTROS RELIGIOSOS PRECISAM FICAR SEM SE CASAR?

Como o sacrifício de Jesus pode servir como “resgate por muitos”?

13 SER GENEROSO FAZ BEM! 16 O QUE A BÍBLIA DIZ?

(Acesse ENSINOS BÍBLICOS PERGUNTAS BÍBLICAS RESPONDIDAS.)

34567

˙

Esta publicação não é vendida. Ela faz parte de uma obra educativa bíblica, mundial, mantida por donativos. Para fazer um donativo, acesse www.jw.org. A menos que haja outra indicação, os textos bíblicos citados são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.

Vol. 138, No. 4 2017 PORTUGUESE (Brazilian Edition)

Circulação de cada número: 61.651.000 Disponível em 297 IDIOMAS

ESTA REVISTA, A Sentinela, honra a Jeová Deus, o Governante do Universo. Consola as pessoas com as boas novas de que o Reino celestial de Deus em breve acabará com toda a maldade e transformará a Terra num paraíso. Incentiva a fé em Jesus Cristo, que morreu para que pudéssemos ter vida eterna e que já está governando como Rei do Reino de Deus. Esta revista, publicada sem interrupção desde 1879, não é política. Adere à Bíblia como autoridade.

´ A Sentinela, numero 4, marco ¸ de 2017. ´ A Sentinela e publicada mensalmente (com um ´ numero adicional em janeiro, marco, ¸ maio, julho, setembro e novembro) pela Watchtower Bible and Tract Society of New York, Inc., Wallkill, New York, ˜ ´ U.S.A., e pela Associac¸ ao Torre de Vigia de Bıblias ´ ˜ e Tratados, Cesario Lange, Sao Paulo, Brasil. 5 2016 Watch Tower Bible and Tract Society ˜ of Pennsylvania e Associac¸ ao Torre de Vigia de ´ Bıblias e Tratados. Todos os direitos reservados. Impressa no Brasil.


MATÉRIA DE CAPA

Um presente sem igual JORDAN segura com carinho um apontador de lápis em formato de navio. Aos olhos de outros, não passa de um simples apontador. Mas esse objeto está entre as coisas que Jordan mais valoriza. Ele explica: “Quando eu era pequeno, ganhei esse apontador de um senhor chamado Russell, que era amigo da minha família.” Depois que Russell morreu, Jordan ficou sabendo que no passado ele tinha ajudado muito seu avô e seus pais. Jordan diz: “Quando fiquei sabendo o quanto Russell ajudou minha família, esse pequeno presente passou a ter muito mais valor pra mim.” Como essa história mostra, mesmo que um presente não tenha muito valor para alguns, ele pode ser muito valioso para quem o ganhou e se sente grato. Em João 3:16, a Bíblia fala de um presente que todos nós ganhamos, um presente que não tem preço. As palavras desse texto são bem conheA SENTINELA N.° 2 2017

cidas: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.” Um presente que pode nos dar vida eterna! Será que existe algo melhor do que isso? Infelizmente, alguns não dão o devido valor a esse presente. Só que, para os verdadeiros seguidores de Cristo, ele é muito “precioso”. (Salmo 49:8; 1 Pedro 1:18, 19) Mas por que Deus deu a vida de seu Filho como presente para o mundo? O apóstolo Paulo responde: “Por meio de um só homem o pecado entrou no mundo, e a morte por meio do pecado, e desse modo a morte se espalhou por toda a humanidade.” (Romanos 5:12) O primeiro homem, Adão, desobedeceu a Deus de propósito. A punição pelo seu pecado foi a morte. E a morte atingiu todos os descendentes de Adão, ou seja, todas as pessoas na Terra.

3


“O salário pago pelo pecado é a morte, mas a dádiva que Deus dá é a vida eterna por Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Romanos 6:23) Para livrar os humanos da morte, Deus enviou seu Filho, Jesus Cristo, à Terra. Jesus entregou sua vida perfeita em favor do mundo. Esse sacrifício é chamado de “resgate” e, por causa dele, todos os que mostram fé em Jesus vão viver para sempre. — Romanos 3:24. Ao falar das bênçãos que Deus dá por meio de Jesus, o apóstolo Paulo disse: “Graças sejam dadas a Deus por Sua indescritível dádiva.” (2 Coríntios 9:15)

Realmente, não existem palavras para descrever esse presente maravilhoso. Mas, de todos os presentes que Deus nos dá, por que o resgate é o mais impressionante? Por que podemos dizer que ele é diferente de todos os outros presentes de Deus? E como podemos mostrar que damos valor ao resgate? Os próximos artigos vão falar sobre isso. Você vai gostar de ver as respostas da Bíblia a essas perguntas.1 1 Jesus, por vontade própria, “entregou a vida por nós”. (1 João 3:16) Mas, visto que o sacrifício dele era parte da vontade de Deus para a humanidade, estes artigos se concentram no que Deus fez para nos dar o resgate.

Por que esse presente é tão importante? O que faz com que um presente seja muito importante para você? Talvez você pense em quatro fatores: (1) quem deu o presente, (2) por que a pessoa deu o presente, (3) do que a pessoa teve que abrir mão para dar o presente e (4) como o presente satisfez uma necessidade que você tinha. Pensar nesses fatores pode nos ajudar a dar mais valor ao resgate — o melhor presente que Deus nos deu.

QUEM DEU O PRESENTE? Alguns presentes são importantes porque foram dados por alguém que admiramos ou por uma pessoa importante. Em outros casos, o presente é bem simples, mas foi dado por alguém da nossa família ou por um bom amigo. Foi assim com o presente que Jordan ganhou de Russell, mencionado no artigo anterior. Como isso se aplica ao resgate? Primeiro, a Bíblia diz que “Deus enviou o seu Filho unigênito ao mundo para que ganhássemos a vida por meio dele”. (1 João 4:9) Ninguém é maior que Deus. Isso faz do resgate um presente muito va-

4

lioso. O Salmo 83:18 diz sobre Deus: “Tu, cujo nome é Jeová, somente tu és o Altíssimo sobre toda a terra.” Nunca vamos ganhar um presente de alguém mais importante do que Deus! Além disso, Deus é “nosso Pai”. (Isaías 63:16) Em que sentido? Foi ele quem nos deu a vida. Ele também cuida de nós, assim como um pai dedicado cuida dos seus filhos. Chamando seu povo de Efraim, Deus disse: “Não é Efraim um filho precioso para mim, um filho amado? . . . Minhas emoções estão agitadas por causa dele. Eu certamente terei compaixão dele.” (Jeremias 31:20) Deus sente o mesmo pelos seus servos hoje. Ele não é apenas o nosso Criador todo-poderoso; é também nosso leal Amigo e Pai. Não concorda que só isso já é um grande motivo para darmos muito valor aos presentes de Deus? A SENTINELA N.° 2 2017


POR QUE A PESSOA DEU O PRESENTE? Alguns presentes são importantes porque foram dados não por obrigação, mas por amor. Quem dá um presente de coração não espera receber nada em troca.

Deus nos deu o seu Filho porque nos ama. A Bíblia diz: “Por meio disto se revelou o amor de Deus em nosso caso: Deus enviou o seu Filho unigênito ao mundo.” Com que objetivo? “Para que ganhássemos a vida por meio dele.” (1 João 4:9) Será que Deus fez isso por obrigação? De jeito nenhum! O “resgate pago por Cristo Jesus” é um presente que Deus nos deu por “bondade imerecida”. — Romanos 3:24. Por que o resgate é um ato de “bondade imerecida” da parte de Deus? A Bíblia diz: “Deus recomenda a nós o seu próprio amor, por Cristo ter morrido por nós enquanto ainda éramos pecadores.” (Romanos 5:8) Então, foi por amor que Deus quis ajudar humanos fracos e imperfeitos, sem esperar nada em troca. O amor de Deus é algo que não merecemos, algo que nunca conseguiríamos retribuir. Esse presente foi o maior ato de amor de toda a história.

DO QUE A PESSOA TEVE QUE ABRIR MÃO? Alguns presentes são importantes porque a pessoa teve que abrir mão de alguma coisa para nos dar o presente. Quando alguém faz um sacrifício para poder nos dar algo, aquilo se torna muito es-

pecial para nós. Deus nos “deu o seu Filho unigênito”, a pessoa que ele mais amava. (João 3:16) Por bilhões de anos, enquanto Deus criava o Universo, Jesus traA SENTINELA N.° 2 2017

balhou com seu Pai e era “a sua maior alegria”. (Provérbios 8:30) Jesus é o “Filho amado” de Deus, “a imagem do Deus invisível”. (Colossenses 1:13-15) O relacionamento de Deus com seu Filho é o laço mais forte que já existiu entre duas pessoas. Apesar disso, Deus “nem mesmo poupou o seu próprio Filho”. (Romanos 8:32) Jeová abriu mão do seu melhor por nós. Nenhum outro presente lhe custou tão caro.

UM PRESENTE QUE SATISFAZ NOSSA MAIOR NECESSIDADE Alguns presentes são importantes porque satisfazem uma necessidade que temos. Por exemplo, imagine que você precisa urgentemente de um tratamento médico, mas não tem condições de pagar por ele. Daí, alguém paga esse tratamento, que salva sua vida. Você ficaria muito grato, não é verdade? Não tem preço que pague um presente desses! “Assim como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos receberão vida.” (1 Coríntios 15:22) Todos nós viemos de Adão. Por isso, sem a ajuda de Deus, não podemos escapar das doenças e da morte, ter uma posição limpa diante dele ou ser seus amigos. O Salmo 49:7, 8 explica: “Nenhum deles pode jamais remir um irmão nem dar a Deus um resgate por ele (o preço de resgate . . . estará sempre além do alcance deles).” Então, como simples humanos, não conseguimos salvar a vida de ninguém, nem mesmo a nossa. Precisamos desesperadamente de ajuda, afinal não temos condições de pagar o preço do resgate. Se Deus nos deixasse na mão, não teríamos nenhuma esperança. O amor de Jeová por nós é tão grande que ele pagou o “tratamento” que precisávamos. Assim, por meio de Jesus, “todos receberão vida”. Como a morte de Jesus fará isso? A Bíblia diz: “O sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.” Então, se tivermos fé nesse sacrifício,

5


poderemos receber o perdão de pecados e a vida eterna. (1 João 1:7; 5:13) E nossos parentes e amigos que já morreram? O que o resgate fará por eles? “Visto que a morte veio por meio de um homem, a ressurreição dos mortos também vem por meio de um homem [Jesus].” — 1 Coríntios 15:21.1 O sacrifício de Jesus é o melhor presente que já recebemos porque foi dado pela pessoa mais importante do Universo. Além disso, ninguém nunca abriu mão de algo tão valioso. Jeová Deus fez isso porque nos ama muito. E esse presente satisfez a nossa maior necessidade: sermos livrados do pecado e da morte. Então, não há dúvidas: nenhum presente tem tanto valor quanto o resgate. 1 Para saber mais sobre a promessa de Deus de ressuscitar os mortos, veja o capítulo 7 do livro O Que a Bíblia Realmente Ensina?. Esse livro, publicado pelas Testemunhas de Jeová, está disponível no site jw.org.

w

Para saber mais sobre a morte de Jesus e como ela pode beneficiar você, assista ao vídeo Lembre-se da morte de Jesus, no site jw.org. Veja em PUBLICAÇÕES ˛ VÍDEOS. Ou escaneie o código ao lado.

Você vai aceitar o melhor presente de Deus? “O amor do Cristo nos impele . . . Ele morreu por todos para que os que vivem não vivessem mais para si mesmos, mas para aquele que morreu por eles.” — 2 Coríntios 5:14, 15.

QUANDO ganhamos um bom presente, devemos mostrar gratidão. Certa vez, Jesus curou dez homens que tinham uma doença terrível, que na época era incurável. Um desses homens “voltou, glorificando a Deus em alta voz”. Jesus disse: “Todos os dez foram purificados, não foram? Então, onde estão os outros nove?” (Lucas 17:12-17) Que lição isso nos ensina? É muito fácil esquecer as coisas boas que outros fizeram por nós. O resgate não se compara a nenhum outro presente. É de longe o melhor presente que alguém já

6

deu. Então, como você pode mostrar gratidão a Deus? Conheça a pessoa que deu o presente. O resgate não dá vida eterna automaticamente a todos os humanos. Veja o que Jesus disse numa oração a Deus: “Isto significa vida eterna: que conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e àquele que tu enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Imagine que alguém lhe dissesse que uma pessoa salvou sua vida quando você era criança. Você não ficaria com vontade de conhecer essa pessoa e de saber por que ela salvou A SENTINELA N.° 2 2017


você? Jeová Deus nos deu o resgate, um presente que pode salvar a nossa vida. Ele quer que você o conheça e também que seja amigo dele. A Bíblia incentiva: “Acheguem-se a Deus, e ele se achegará a vocês.” — Tiago 4:8. Mostre fé no resgate. “Quem exerce fé no Filho tem vida eterna.” (João 3:36) O que significa ‘exercer fé’? Significa que precisamos fazer alguma coisa para mostrar que temos fé. (Tiago 2:17) O que precisamos fazer? Quando alguém lhe dá um presente, você precisa estender a mão e aceitar o presente. Do mesmo modo, você precisa fazer a sua parte e aceitar o resgate. Como? Aprenda como Deus quer que você leve a vida. Daí, faça o que ele diz.1 Ore a Deus pedindo perdão e uma consciência 1 A melhor maneira de conhecer a Deus e ser amigo dele é por estudar o livro que ele nos deu, a Bíblia. Como você pode fazer isso? Fale com uma Testemunha de Jeová ou acesse nosso site: jw.org.

A SENTINELA N.° 2 2017

limpa. Ao orar, confie no que o resgate vai trazer para os que exercem fé: um futuro eterno de paz e tranquilidade, em que nada vai nos faltar. — Hebreus 11:1. Assista à Celebração da morte de Jesus. Para nos ajudar a ter em mente a importância do resgate, Jesus falou que deveríamos relembrar a sua morte todo ano. Ele disse: “Persistam em fazer isso em memória de mim.” (Lucas 22:19) Este ano, as Testemunhas de Jeová vão celebrar a morte de Jesus na terça-feira 11 de abril, após o pôr do sol. Essa reunião dura cerca de uma hora e inclui um discurso explicando por que Jesus morreu e como o resgate nos ajuda agora e no futuro. Ano passado, uns 20 milhões de pessoas em todo o mundo assistiram à Celebração. Nós convidamos você para assistir a essa reunião e mostrar que aceita o melhor presente que Deus nos deu. ˇ

7


Será que ministros religiosos precisam ficar sem se casar? MUITAS religiões em todo o mundo exigem que seus líderes religiosos mantenham o celibato, ou seja, fiquem sem se casar. É o caso da Igreja Católica Romana, de várias igrejas ortodoxas, do budismo e de outras religiões. Mas muitas pessoas acham que o celibato é a causa dos escândalos sexuais recentes envolvendo ministros de várias religiões. Por isso, surge a questão: A Bíblia exige que os ministros religiosos cristãos fiquem sem se casar? Para responder a essa pergunta, vamos analisar primeiro a história do celibato. Depois, vamos ver o ponto de vista de Deus sobre esse assunto. HISTÓRIA DO CELIBATO

De acordo com a Encyclopædia Britannica, celibato é “o estado de uma pessoa que não se casa e

que não tem relações sexuais, geralmente por ser um ministro religioso ou um devoto”. Em 2006, o papa Bento XVI disse em um discurso que o celibato é “uma tradição que começou há muito tempo, perto da época dos apóstolos”. Mas na verdade o celibato não era um costume dos cristãos do primeiro século, o tempo dos apóstolos. Naquela época, o apóstolo Paulo até avisou os cristãos sobre homens que fariam “enganosas declarações inspiradas” e ‘proibiriam o casamento’. — 1 Timóteo 4:1-3. No segundo século, igrejas que depois formaram a Igreja Católica Romana começaram a praticar o celibato. De acordo com o livro O Celibato e as Tradições Religiosas,1 isso ocorreu por influência de “uma onda de abstinência sexual que surgiu no Império Romano”. 1 Tttulo original: Celibacy and Religious Traditions.

Jesus visitou e curou a sogra de Pedro. — Mateus 8:14, 15; Marcos 1:29-31


Nos séculos seguintes, o celibato de ministros religiosos passou a ser defendido em concílios, ou reuniões, da Igreja. Além disso, para os chamados “Pais da Igreja”, as relações sexuais tornavam impuros os ministros religiosos e não combinavam com suas responsabilidades. Mesmo assim, a Encyclopædia Britannica diz que “até o décimo século, muitos padres e também alguns bispos eram casados”. O celibato de ministros religiosos virou regra depois dos Concílios de Latrão, realizados em Roma nos anos 1123 e 1139. Antes, padres casados faziam testamentos passando propriedades da Igreja para seus filhos. Com o celibato, a Igreja evitaria a perda de poder e de riquezas. Até hoje a Igreja Católica Romana defende o celibato. O QUE DEUS PENSA SOBRE O CELIBATO

A Palavra de Deus, a Bíblia, deixa bem claro o que ele pensa sobre o celibato. Em Mateus 19:12, Jesus falou de pessoas que, assim como ele, ficaram solteiras “por causa do Reino dos céus”. O apóstolo Paulo também falou de cristãos que seguiram seu exemplo e ficaram solteiros “pela causa das boas novas”. — 1 Coríntios 7:37, 38; 9:23. Mas Jesus e Paulo não estavam dizendo que os ministros religiosos estavam proibidos de se casar. Jesus disse que ficar solteiro era um “dom” que nem todos os seus discípulos tinham. E, quando Paulo escreveu sobre “os que nunca se casaram”, ele admitiu: “Não tenho ordem da parte do Senhor, mas dou a minha opinião.” — Mateus 19:11; 1 Coríntios 7:25, nota. A Bíblia também mostra que, no primeiro século, vários ministros cristãos eram casados, inclusive o apóstolo Pedro. (Mateus 8:14; Marcos 1:29-31; 1 Coríntios 9:5) E Paulo, levando em conta o ambiente imoral que havia em Roma, escreveu que o superintendente casado devia ser “marido de uma só esposa” e ter “os filhos em sujeição”. — 1 Timóteo 3:2, 4. A SENTINELA N.° 2 2017

Esses casamentos não eram celibatários, ou seja, sem relações sexuais. Sobre intimidades sexuais, a Bíblia diz claramente: “O marido dê à esposa o que lhe é devido.” Ela também diz que os casais não devem ‘privar um ao outro do que é devido’. (1 Coríntios 7:3-5) Assim, fica claro que Deus não exige que ministros religiosos fiquem sem se casar. PELA CAUSA DAS BOAS NOVAS

Já que o celibato não é um requisito, por que Jesus e Paulo falaram bem da decisão de ficar solteiro? Porque quem é solteiro talvez tenha mais oportunidades de pregar as boas novas. Os solteiros têm menos ansiedades do que os casados. Assim, eles podem dar mais de si mesmos na obra de Deus. — 1 Coríntios 7:32-35. Veja o exemplo de David, que deixou um bom emprego na Cidade do México e se mudou para o interior da Costa Rica, para ensinar a Bíblia a outros. Será que ser solteiro ajudou David a fazer essa mudança? Ele diz: “Claro que sim! Foi um desafio me adaptar a uma nova cultura e a uma vida mais simples. Mas eu só tinha que cuidar de mim mesmo, então a adaptação foi mais fácil.”

“Não importa se a pessoa é casada ou solteira, se ela der seu melhor pra Jeová Deus, ela vai ser feliz.” — Claudia Claudia é uma cristã solteira que se mudou para outra região para ajudar na pregação das boas novas. Ela diz: “Eu amo o serviço que faço para Deus. Minha fé e minha amizade com Deus ficaram mais fortes porque eu vejo que ele cuida bem de mim.” Ficar solteiro ou se casar é uma decisão pessoal. Claudia diz: “Não importa se a pessoa é casada ou solteira, se ela der seu melhor pra Jeová Deus, ela vai ser feliz.” — Salmo 119:1, 2. ˇ 9


Gravura de escravos capturados no Egito antigo

O comércio de escravos da África para as Américas era um negócio lucrativo

Em busca da liberdade no passado e no presente Prometeram para Esperanza1 um trabalho na Europa como cabeleireira. Mas, quando chegou lá, ela foi espancada por dez dias e recebeu ameaças contra sua família, que tinha ficado no seu país de origem. Por fim, ela foi obrigada a se prostituir. A dona da casa de prostituição exigiu que Esperanza pagasse uma dívida de mais de 40.000 euros. Para isso, Esperanza tinha que ganhar de 200 a 300 euros por noite.2 Ela diz: “Muitas vezes pensei em fugir. Mas eu tinha medo do que poderiam fazer com minha família. Eu estava num beco sem saída.” Assim como Esperanza, cerca de 4 milhões de pessoas são escravas do comércio internacional do sexo. Quase 4 mil anos atrás, José, um jovem de 17 anos, foi vendido por seus irmãos. Ele acabou se tornando servo na casa de um homem importan1 O nome foi mudado. 2 Na época, a dívida era equivalente a mais de 100.000 reais. Esperanza teria que ganhar cerca de 500 a 750 reais por noite para pagar a dívida.

10

te no Egito. No começo, José não foi maltratado, como Esperanza foi. Mas, depois de um tempo, a esposa do seu senhor tentou fazer sexo com ele, e ele se recusou. Ele foi acusado injustamente de tentar estuprá-la e foi mandado para a prisão, onde ficou acorrentado. — Gênesis 39:1-20; Salmo 105:17, 18. Tanto José como Esperanza foram escravos e vítimas do tráfico de pessoas — José, uns 4 mil anos atrás; Esperanza, no século 21. Essa é uma prática antiga que só visa o lucro e trata as pessoas como objetos. A GUERRA E O COMÉRCIO DE ESCRAVOS

A história mostra que as guerras eram a maneira mais fácil de conseguir escravos. Por exemplo, existem relatos de que, depois de uma guerra contra Canaã, o Faraó Tutmés III, levou 90 mil prisioneiros. Os egípcios escravizaram esses prisioneiros e os colocaram para trabalhar em minas, construir templos e abrir canais. A SENTINELA N.° 2 2017


Image 5 PRILL/Shutterstock; The Old Print Shop/Kenneth M. Newman; UN PHOTO/Jean Pierre Laffont

Milhões ainda trabalham como escravos

O Império Romano também conquistou muitos escravos por meio de guerras. Às vezes, esse era o único objetivo das guerras. Acredita-se que, no primeiro século, metade dos habitantes de Roma eram escravos. Em geral, os escravos do Egito e do Império Romano eram muito maltratados. Um escravo que trabalhava nas minas romanas não costumava viver mais que 30 anos. Nos séculos à frente, a situação não ficou melhor. Entre os anos 1500 e 1800, o comércio de escravos da África para as Américas foi um dos negócios mais lucrativos da época. A Unesco calcula que entre 25 milhões e 30 milhões de homens, mulheres e crianças foram tirados de sua terra e vendidos como escravos. Milhões morreram na viagem pelo Atlântico. Olaudah Equiano, um escravo que sobreviveu à travessia, disse na época: “Os gritos das mulheres e os gemidos dos que estavam morrendo criavam uma cena de horror quase inacreditável.” Infelizmente, os horrores da escravidão não ficaram no passado. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho, cerca de 21 milhões de homens, mulheres e crianças ainda trabalham como escravos, recebendo pouco ou nenhum paA SENTINELA N.° 2 2017

gamento. Eles trabalham na indústria têxtil, em minas, em fábricas de tijolos, em casas de prostituição e em propriedades particulares. O trabalho escravo é ilegal. Mesmo assim, parece que essa prática só está aumentando. A BUSCA PELA LIBERDADE

Por causa do tratamento cruel, muitos escravos lutaram para conseguir liberdade. No ano 73 antes de Cristo, o gladiador Espártaco e outros 100 mil escravos se rebelaram contra Roma, mas a rebelião não deu certo. Pouco antes de 1800, escravos na ilha caribenha de Hispaniola se rebelaram contra seus senhores. Os terríveis maus-tratos que esses escravos sofriam nas plantações de cana-deaçúcar provocaram uma guerra civil que durou 13 anos. Essa guerra levou à formação da nação do Haiti, em 1804. Mas, sem dúvida, a libertação de escravos mais impressionante da história ocorreu quando os israelitas saíram do Egito. Uma nação inteira foi libertada, talvez 3 milhões de pessoas. E os israelitas mereciam essa liberdade! A Bíblia diz que no Egito eles viviam “em condições difíceis, com todas as formas de escravidão”. (Êxodo 1:11-14)

11


Libertado de uma escravidão diferente Alonso foi vítima de outro tipo de escravidão. Quando ainda era adolescente, ele se tornou escravo das drogas. Alonso era viciado em cocaína e heroína. Ele diz: “Pra comprar drogas, eu comecei a cometer crimes e virei traficante. Cheguei a ficar internado em quatro clínicas de reabilitação, mas não conseguia me libertar. Por fim, fui preso e fiquei quatro anos na cadeia.” Alonso foi escravo das drogas por 30 anos. Então, ele começou a estudar a Bíblia com as Testemunhas de Jeová.

Certa vez, um faraó até mandou matar bebês israelitas para que a população parasse de crescer. — Êxodo 1:8-22. A libertação dos israelitas foi diferente porque o próprio Deus agiu a favor deles. Ele disse a Moisés: “Sei muito bem quanto estão sofrendo . . . Vou descer a fim de livrá-los.” (Êxodo 3:7, 8) Até hoje, os judeus comemoram a Páscoa todo ano, lembrando a data em que saíram do Egito. — Êxodo 12:14. O FIM DE TODA ESCRAVIDÃO

A Bíblia diz que “com Jeová, nosso Deus, não há injustiça” e que ele não muda. (2 Crônicas 19:7; Malaquias 3:6) Jeová mandou Jesus à Terra para “proclamar liberdade aos cativos . . . , para dar livramento aos esmagados”. (Lucas 4:18) Em que sentido Jesus libertaria os escravos? Ele foi enviado para libertar as pessoas da escravidão ao pecado e à morte. Jesus disse: “A verdade os libertará.” (João 8:32) De muitas maneiras, a verdade que ele ensinou continua libertando as pessoas. — Veja o quadro “Libertado de uma escravidão diferente”. O que aconteceu com José e Esperanza? Será que Deus os ajudou a se libertar da escravidão? Sim, mas de maneiras diferentes. Você pode ler a

12

O que ele aprendeu da Bíblia tocou seu coração e lhe deu forças para vencer o vício. Ele diz: “Foi muito difícil vencer a guerra contra as drogas depois de tantos anos. Mas Jeová Deus me ajudou.” — Salmo 55:22. Ele também diz: “Minha esposa ficou muito feliz de ver como eu mudei. As drogas estavam acabando com a minha vida. Não tenho palavras pra agradecer a Jeová por me ajudar a me libertar do vício. Sem a ajuda dele, eu ainda seria escravo das drogas. Ou pior, talvez eu já estivesse morto.”

história de José na Bíblia. O relato em Gênesis capítulos 39 a 41 é emocionante. E a luta de Esperanza pela liberdade também nos deixa impressionados. Esperanza foi expulsa do país onde estava e foi para a Espanha. Lá ela conheceu as Testemunhas de Jeová e começou a estudar a Bíblia. Ela estava decidida a endireitar a vida e, para isso, arrumou um emprego. Também convenceu sua ex-patroa a baixar o valor das parcelas que tinha que pagar para quitar sua dívida. Um dia, Esperanza recebeu uma ligação da sua ex-patroa, que queria cancelar a dívida e pedir perdão por tudo o que tinha feito. Por quê? Ela também tinha começado a estudar a Bíblia com as Testemunhas de Jeová. Esperanza disse: “A verdade nos liberta de maneiras incríveis!” Jeová ficou triste ao ver o sofrimento dos escravos israelitas. Ele também fica triste com as injustiças que muitas pessoas sofrem hoje. Para acabar com todas as formas de escravidão, a sociedade humana vai precisar passar por uma grande mudança. Deus promete que essa mudança está bem próxima: “Há novos céus e uma nova terra que aguardamos segundo a promessa dele, e nesses morará a justiça.” — 2 Pedro 3:13. ˇ A SENTINELA N.° 2 2017


Ser generoso faz bem! “O ÔNIBUS pode seguir, mas o chinês fica!” Alexandra ouviu essa frase quando estava dentro de um ônibus, esperando para cruzar a fronteira entre dois países da América do Sul. Ela desceu do ônibus para ver o que estava acontecendo. Daí, viu um rapaz chinês tentando explicar sua situação. Só que ele não falava quase nada em espanhol. Alexandra se ofereceu para ser intérprete. Ela sabia chinês porque era de uma congregação de língua chinesa das Testemunhas de Jeová. O homem disse que era um residente legal do país, mas que tinha sido roubado e estava sem dinheiro e sem documentos. De início, o guarda não acreditou e até achou que Alexandra estava envolvida com tráfico de pessoas. Por fim, ele entendeu a situação, mas cobrou do pobre chinês uma multa de 20 dólares por estar sem documento. Já que o rapaz não tinha dinheiro na hora, Alexandra pagou a multa para ele. Ele ficou sem palavras para agradecer e disse que ia devolver para ela mais do que 20 dólares. Ela explicou que não queria recompensa e que ficou feliz em ajudar porque essa era a A SENTINELA N.° 2 2017

(Atos 20:35) E a ciência comprova isso! Alguns pesquisadores descobriram que ser generoso faz bem. Vamos ver em que sentido. “QUEM DÁ COM ALEGRIA”

coisa certa a fazer. Daí, ela deu ao homem algumas publicações bíblicas e o incentivou a estudar a Bíblia com as Testemunhas de Jeová. Todos nós ficamos felizes de ouvir histórias sobre pessoas que são generosas até com desconhecidos. Sem dúvida, pessoas de todas as religiões, e até as que não têm religião, fazem coisas parecidas com o que Alexandra fez. Mas e você? Costuma fazer o que pode para ajudar as pessoas? É interessante que Jesus disse: “Há mais felicidade em dar do que em receber.”

Os fatos mostram que pessoas generosas geralmente são mais felizes. O apóstolo Paulo falou de cristãos que tinham feito donativos para ajudar irmãos na fé que estavam em dificuldades. Então, ele escreveu que “Deus ama quem dá com alegria”. (2 Coríntios 8:4; 9:7) Paulo não disse que eles deram porque eram pessoas felizes. Na verdade, foi o contrário: eles ficaram felizes porque puderam dar alguma coisa para seus irmãos. A ciência confirma que isso acontece. De acordo com um estudo, quando uma pessoa dá algo a outra, isso “ativa áreas do cérebro ligadas à satisfação, ao apego social e à confiança, fazendo a pessoa se sentir mais leve”. Em outro estudo, “os participantes ficaram mais felizes quando deram dinheiro a alguém do que quando gastaram o dinheiro em benefício próprio”. Você já se sentiu frustrado por não ter condições de dar tanto quanto gostaria? Na verdade, todo mundo pode sentir a alegria que vem de dar. A quantia não precisa ser alta. O importante é ter a motivação certa. Uma Testemunha de Jeová 13


SER GENEROSO É CONTAGIANTE

enviou um donativo para os editores desta revista. Junto com o donativo, ela mandou a seguinte mensagem: “Todos esses anos eu só pude fazer donativos bem pequenos no Salão do Reino. Mas Jeová Deus sempre foi muito mais generoso comigo do que eu fui com ele. . . . Poder enviar esse presente me deixa muito contente. Obrigada!” É claro que ser generoso envolve mais do que dar dinheiro. Existem muitas outras coisas que podemos dar a outros. SER GENEROSO É BOM PARA A SAÚDE

A Bíblia diz: “O homem bondoso faz bem a si mesmo, mas a pessoa cruel faz mal a si própria.” (Provérbios 11:17) Ser generoso é uma forma de bondade. Pessoas bondosas dão a outros de seu tempo, sua energia, sua atenção e assim por diante. Isso traz muitos benefícios. Um dos mais importantes é que contribui para a nossa saúde. Pesquisas mostram que pessoas que se oferecem para ajudar outras costumam ter uma saúde melhor. Elas têm menos doenças e são menos deprimidas. Ser generoso faz bem até para pessoas que têm doenças crônicas, como esclerose múltipla e aids. Um estudo com alcoólatras em tratamento mostrou que, quando eles fazem 14

Ser generoso faz bem para você e para outros

coisas para ajudar outras pessoas, ficam muito menos deprimidos e têm menos recaídas. Por que ser generoso faz tão bem? Acredita-se que a generosidade desperta “sentimentos de compaixão, apego, amor e bondade, diminuindo assim sentimentos negativos”. Também reduz o estresse e a hipertensão. Um estudo com viúvos mostrou que os que ajudavam outras pessoas se recuperavam mais rápido da depressão. Assim, não restam dúvidas: ser generoso faz bem!

Jesus incentivou seus seguidores: “Pratiquem o dar, e lhes será dado. Derramarão na dobra da sua roupa uma boa medida, comprimida, sacudida e transbordante. Pois, com a medida com que vocês medem, medirão a vocês em troca.” (Lucas 6:38) Quando você é generoso, é mais provável que as pessoas demonstrem gratidão e também sejam generosas. A generosidade cria um espírito de cooperação e amizade entre as pessoas. Pesquisadores que estudam os relacionamentos perceberam que “quem sempre age pensando nos outros incentiva as pessoas a fazer o mesmo”. Na verdade, “simplesmente ler sobre grandes gestos de bondade ajuda as pessoas a ser mais generosas”. De acordo com um estudo, “cada pessoa pode influenciar dezenas, ou até mesmo centenas, de outras pessoas, algumas que ela talvez nem conheça”. Em outras palavras, um simples ato de generosidade pode fazer uma pessoa querer ajudar outra, até que uma comunidade inteira é beneficiada. Você não gostaria de viver num lugar assim? O mundo seria muito melhor se mais pessoas fossem generosas. A SENTINELA N.° 2 2017


Veja o que aconteceu na Flórida, Estados Unidos, depois que um furacão causou muitos estragos. Um grupo de Testemunhas de Jeová se colocou à disposição para ajudar as vítimas. Enquanto esperavam a chegada de materiais para consertar uma casa, eles notaram que a cerca de um vizinho tinha sido danificada. Daí, se ofereceram para consertá-la. Um tempo depois, o vizinho escreveu uma carta para a sede mundial das Testemunhas de Jeová, dizendo: “Eu nunca vou esquecer tudo o que vocês fizeram. Vocês estão entre as melhores pessoas que eu já conheci.” Ele ficou tão grato que fez um donativo generoso para o que chamou de “trabalho maravilhoso” das Testemunhas de Jeová. IMITE O MAIOR EXEMPLO DE GENEROSIDADE

Uma pesquisa revelou algo muito interessante: “Parece que a tendência de ajudar outros nasce com o ser humano.” O estudo disse que as crianças “agem pensando nos outros, mesmo antes de aprender a falar”. Por quê? A Bíblia tem a resposta. Ela diz que os humanos foram criados “à imagem de Deus”, ou seja, temos dentro de nós qualidades que vêm de Deus. — Gênesis 1:27. A SENTINELA N.° 2 2017

A generosidade cria um espírito de cooperação e amizade

O nosso Criador, Jeová Deus, tem qualidades maravilhosas, e uma delas é a generosidade. Ele nos deu a vida e tudo o que precisamos para ser felizes. (Atos 14:17; 17:26-28) A Bíblia nos ajuda a conhecer nosso Pai celestial e a saber qual é a vontade dele para nós. Esse livro fala de um grande presente que Deus nos deu para que tenhamos felicidade no futuro.1 (1 João 1 Para saber mais, veja o livro O Que a Bíblia Realmente Ensina?, publicado pelas Testemunhas de Jeová e disponível no nosso site: jw.org. Acesse PUBLICAÇÕES ˛ LIVROS E BROCHURAS.

4:9, 10) Jeová é o maior exemplo de generosidade, e você foi criado à imagem dele. Assim, dá para entender por que ser generoso, como Deus, faz bem para você e deixa Jeová feliz. — Hebreus 13:16. Lembra da Alexandra, mencionada no início do artigo? O que aconteceu depois? Uma pessoa que também estava no ônibus disse que Alexandra nunca mais ia ver de novo seu dinheiro. Mas a verdade é que, quando eles chegaram na cidade de destino, o chinês encontrou alguns amigos e devolveu os 20 dólares para Alexandra. Além disso, ele seguiu a sugestão de Alexandra e começou a estudar a Bíblia. Três meses depois, ela foi a um congresso de língua chinesa das Testemunhas de Jeová, no Peru. Ela ficou muito feliz de encontrar esse rapaz lá. Para retribuir o que Alexandra tinha feito, ele convidou para o seu restaurante Alexandra e os que tinham ido com ela para o congresso. Ser generosos e ajudar as pessoas dá muita alegria. E a alegria fica ainda maior se você, por ser generoso, ajudar alguém a aprender sobre Jeová, que é a fonte de todo presente perfeito. (Tiago 1:17) Você está sentindo a alegria de ser generoso? ˇ 15


O QUE A BÍBLIA DIZ?

Será que estamos nos “últimos dias”?

Como será o nosso futuro?

O que você acha? ) Sim ) NTo

O que alguns dizem Alguns acham que a Terra e todos os que vivem aqui vão ser destruídos. Outros têm esperança de que as coisas vão melhorar. O que você acha?

) Talvez

O que a Bíblia diz “Nos últimos dias haverá tempos críticos, difíceis de suportar.” (2 Timóteo 3:1) Quando comparamos as profecias da Bíblia com o que está acontecendo, fica claro que estamos nos “últimos dias”. O que mais podemos aprender da Bíblia? ) Haveria também guerras, fome, terremotos e epidemias. — Mateus 24:3, 7; Lucas 21:11. ) Nos últimos dias, as pessoas perderiam os valores morais e espirituais. — 2 Timóteo 3:2-5.

O que a Bíblia diz “Os justos possuirão a terra e viverão nela para sempre.” — Salmo 37:29. O que mais podemos aprender da Bíblia? ) No fim dos últimos dias, Deus vai acabar com toda a maldade. — 1 João 2:17. ) A Terra vai ser transformada num paraíso. — Isaías 35:1, 6.

Quem sobreviver aos últimos dias vai viver em um paraíso na Terra

IDIOMA _________________________________________________________________________________________________

Eu gostaria de receber o livro ´ O Que a Bıblia Realmente Ensina?

O Que a Bíblia Realmente Ensina?. Para saber mais sobre os “últimos dias”, veja o capítulo 9 desse livro, publicado pelas Testemunhas de Jeová. Também disponível no site jw.org.

NOME ____________________________________________________________________________________________________ ENDEREÇO ___________________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________________________

s

n o

Arquivos gratuitos para download desta revista e de revistas anteriores

íblia disponível p Bon-line em mais de 130 idiomas

Acesse www.jw.org ou capture o código

wp17.2-T 161117

Veja a lista de endereços na página 2.

A sentinela n 2 2017