Issuu on Google+


Sumário Esportes Ficha Técnica Capa/Criação: Grupo WB Comunicação Foto: Carlos Rayzaro/Cedida A imagem do Pôr do Sol foi feita a partir da Orla Fluvial com vista para a Ponte “Hélio Serejo” sobre o Rio Paraná, venceu o concurso do “Fantástico” em 2014 e é o “Pôr do Sol mais bonito do Brasil”. O resultado projetou a cidade para o país e exterior. Agradecimento: Carlos Rayzaro e Alessandro Alves/C&A Comunicação

26 - Presidente Epitácio está entre os dez lugares mais perfeitos no mundo para curtir o Pôr do Sol

16 - Florais de Bach podem te ajudar a cumprir as promessas para 2016 18 - A Roda da Vida e o Life Coaching 20 - Tio Marcos: um coração cheio de filhos

40 - Copa Portal Bueno/Colégio São Paulo de Futsal é sucesso 42 - Ciclismo: Benefícios para o corpo e mente

32- Fotos da galera no Luau do Bora Bora

46 - Show da Disney enche os olhos do público em Venceslau 48 - Anny Carvalho mostra trabalho de arte para o mundo 50 - Lar Aconchego funciona como família temporária há 13 anos em Venceslau

54 - Dez dicas para manter os cabelos saudáveis durante o verão 56 - É tempo de renovar 58 - A explosão do verão 60 - Dicas de make para o verão

62 - O que esperar para a economia em 2016? 70 - Aposentados e pensionistas do INSS têm benefícios reajustados em 2016 72 - Selaria Yndu comemora 27 anos em Presidente Venceslau

78 - Passar o Brasil a limpo

76 - Conheça a história de um Papai Noel por acaso

36 - Cozinhar é uma arte e um ato de amor para Ivone Beloni

79 - Entenda o que é bruxismo 84 - Saiba como ocorre o desenvolvimento da linguagem infantil

88 - Direito à convivência familiar

10 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Expediente

J

á se passaram os primeiros dias de 2016. É impressionante a velocidade do tempo. Entramos em um novo ano e com ele destacamos a quinta edição da Revista Foco. Fechamos o primeiro ano da publicação, e partimos para o segundo com muitos planos e objetivos. Este é sem dúvida o pensamento de todo ser humano nos primeiros dias de um novo ciclo. Planejar, sonhar, e buscar realizar. E como é bom recomeçar e ter esperanças de um novo tempo. Sabemos que existem dificuldades no caminho, mas acreditar é o primeiro passo para vencer. Esta é a mensagem que escrevo para mim e para todos nós que temos ideais para este ano novo. Esta edição destaca 90 páginas de muitas boas histórias. Na capa, Presidente Epitácio sendo apresentada como um dos dez lugares mais perfeitos do mundo para curtir o pôr do sol. É sem dúvida algo a ser valorizado na região. Nas páginas de Comportamento, destacamos como os Florais de Bach podem te ajudar a cumprir as promessas para 2016. A editoria Negócios e Finanças aborda matéria com o professor e economista Eder Canziani sobre as expectativas para a economia no Brasil neste ano.

CNPJ 19.899.613/0001-30 R. Davina Leal Pereira, 282 Jd. Arantes - Presidente Venceslau/SP Fone: (18) 3272 1625 Email: grupowbcomunicacao@gmail.com

Direção Geral: Wagner Bueno Direção de Arte e Diagramação: Grupo WB Comunicação Direção de Fotografia: Cristiano Fernandes Assistente de Fotografia: Thamires Figueiredo Santos Publicidade: Grupo WB Comunicação Assistente de jornalismo: Aline Camargo Diagramação: Yasmin Eloá Oliveira Jornalista Responsável:

A arte, educação e cultura estão presentes nas páginas desta publicação, com destaque especial para as fotos do espetáculo apresentado pela Academia Corpo & Cia em Presidente Venceslau e o talento da Anny Carvalho que já levou sua arte para exposições internacionais.

Nathália Augusto Oliveira Bueno

Temos aqui matérias de gente que sonha, luta e realiza. Desejo que ao menos uma dessas histórias seja motivo de inspiração para sua vida.

Marabá Paulista.

Obrigado. Boa leitura. Feliz 2016. Wagner Bueno Diretor Geral 12 | Revista FOCO | fevereiro 2016

MTB: 49.518/SP Tiragem: 1500 exemplares Circulação: Presidente Venceslau, Presidente Epitácio, Santo Anastácio, Presidente Prudente, Piquerobi, Caiuá,

Produção:


Comportamento

Florais de Bach podem te ajudar a cumprir as promessas para 2016

Se você nunca consegue cumprir suas promessas realizadas na virada do ano, está na hora de descobrir quais são os sentimentos que o impedem e tratá-los com os Florais de Bach, que auxiliam a equilibrar as emoções

S

e você sempre faz uma listinha de promessas que pretende cumprir no ano seguinte e, no mesmo dia, se chateia por não ter conseguido cumprir a lista do ano anterior, não se preocupe: você está entre os milhões de pessoas que se comprometem a realizar coisas que nunca conseguem. Mas, por que é tão difícil cumprir as promessas que você faz para si mesmo? “Porque você pode prometer muitas coisas ao mesmo tempo e não ter foco. Quem tem objetivos deve começar com os atingíveis e ir aumentando o grau de dificuldade aos poucos”, ensina a terapeuta floral Maria

Florais de Bach são essências extraídas de plantas e flores. São totalmente naturais, podem ser tomadas por pessoas de todas as idades e não possuem contraindicação. A chave para receitar o floral é justamente reconhecer como a pessoa está se sentindo e verificar qual essência corresponde com o estado de espírito detectado pelo médico inglês Edward Bach ao criar o sistema, na década de 30. Trata-se de uma terapia complementar, não dispensando tratamentos médicos tradicionais quando há doenças envolvidas. No total, são 38 essências, ministradas em ‘gotinhas’ que ajudam as pessoas a

Crab Apple, Cherry Plum e Chestnut Bud. “É um kit muito popular na Inglaterra, uma combinação preciosa para quem deseja controlar os desejos compulsivos alimentares”, explica. O Crab Apple é um floral indicado para que a pessoa aceite sua aparência e não se sinta impura, convivendo bem com suas imperfeições. É uma força na autoestima. Já o Cherry Plum é indicado quando você sente medo de perder o controle de sua dieta e no simples fato de ser contrariado, tende a compensar na comida. Cherry Plum o ajuda a pensar e agir racionalmente. Para completar o Eating Kit, o Chestnut Bud vem ajudá-lo a não repetir os mesmos erros. Isso porque há pessoas que vivem em dieta eternamente. Elas já sabem como se alimentar corretamente e como escapar das armadilhas alimentares, mas parecem não aprender com suas experiências, sempre cometem os mesmos erros. Chestnut Bud as auxiliará a não repetir as mesmas falhas, ajudando a seguir adiante e alcançar um nível de vida melhor. 2) Promessa: “Iniciarei e manterei atividade física constante”

Aparecida das Neves, que também é formada em Psicologia. A terapeuta floral diz que querer tudo de uma só vez é o que mina nossas energias. Ela fala que a motivação para buscar o cumprimento das promessas pode estar no tratamento dos sentimentos que o levam a abandoná-las. “A maioria das pessoas que conheço comprometem-se a frequentar uma academia ou a realizar atividades físicas constantes no ano que se inicia. Porém, elas logo abandonam esse objetivo porque se sentem exaustas, abatidas e sem energia. Os Florais de Bach podem tratar esses sentimentos para que elas tenham mais disposição e encarem a atividade, cumprindo a promessa”, exemplifica. 16 | Revista FOCO | fevereiro 2016

administrar as pressões emocionais do diaa-dia e as que surgem motivadas por alguma situação específica – perdas, traumas, etc. Com as emoções em ordem, é possível ter um corpo saudável, livre de qualquer mal. Aqui, Maria Aparecida das Neves fala sobre algumas promessas comuns para o início do ano e como os Florais de Bach podem tratar dos sentimentos que levam as pessoas a descumpri-las: 1) Promessa: “Emagrecerei”

Segundo a terapeuta floral, trata-se da mais comum das promessas – e uma das mais sabotadas. Para quem precisa de ajuda, existe uma formulação chamada de ‘Eating Kit’, composta pelos Florais de Bach

Você é daqueles que pagam o plano anual da academia e vão apenas um mês? Por que isso acontece? Se o problema é exaustão, o floral Olive pode ajudá-lo a ter mais energia e disposição. É alguém que o desvia do seu objetivo, fazendo com que você realize outras atividades na hora em que deveria exercitar-se? Aprenda a dizer não com o floral Centaury. 3) Promessa: “Mudarei minha vida profissional”

Seja a conquista de um emprego, a mudança de carreira ou algo relacionado à vocação, quem quer cumprir uma promessa ligada à vida profissional precisa de foco. O floral Clematis permite ter um comportamento mais presente, objetivo e atento, mantendo os pés firmes no chão para tomar atitudes de responsabilidade


graves. Para começar, é importante tomar a decisão de querer livrar-se do vício. O floral Cerato o ajuda, porque trabalha na insegurança e na falta de confiança em suas próprias decisões. Depois, é importante também saber dizer não às tentações e aos que tentarão sabotar sua luta, oferecendo um cigarro, um chocolate (sim, a comida pode ser um vício) ou uma dose de álcool. Para não repetir os mesmos erros, use o floral Chestnut Bud. 5) Promessa: paciência”

na vida. Já Wild Oat ajuda a descobrir a verdadeira vocação, enquanto Wild Rose o tira do conformismo de achar que as coisas são como são e o faz lutar com mais atitude. Também é importante, neste processo, usar o floral Larch, porque ele é indicado para pessoas com falta de confiança em suas atitudes e opiniões. É ideal para quem tem sentimento de inferioridade e o disfarça usando-se do recurso da falsa modéstia, ou seja, ele admira os outros, mas não acredita que é

capaz de vencer e prefere ficar onde está. 4) Promessa: “Me libertarei de um vício”

Vício é um hábito repetitivo que causa algum prejuízo à pessoa. Os Florais de Bach podem ajudá-lo a enfrentar a luta contra o vício de maneira mais tranquila, já que trata dos sentimentos que o levam a repetir essa ação nociva. Mas, os Florais não agem sozinhos e são complementares a outras terapias, principalmente em casos

“Terei

mais

Alguém no carro da frente demora a sair quando o semáforo abre e você buzina, irritado. Seu filho leva um tempo a mais para raciocinar na hora da lição de casa e lá vem bronca! Você só não xinga seu chefe para não perder o emprego mas, se você é o líder, não tem a menor paciência com a ‘lerdeza’ da equipe. É, amigo, você realmente precisa ter mais paciência – até para preservar sua própria saúde. Com raciocínio rápido, os impacientes geralmente se irritam com quem não consegue acompanhá-las. O floral Impatiens é indicado para pessoas que não têm paciência com as demais.


Por Marcela Pereira

Comportamento

A Roda

A

Empresária e Mastercoach

da Vida e o Life Coaching

proveitando o início de um novo ano, vamos pensar no que realmente se quer? Muitas vezes temos em mente justamente o que não queremos, como por exemplo: não quero fumar mais, não quero mais o peso que tenho, não quero mais esse emprego. Mas você sabia que existem técnicas para mudar isso e assim garantir que no final do ano você terá alcançado tudo que sonhou? O Life Coaching nos ajuda com ferramentas e técnicas que utilizam a escrita para materializar nossos planos. Assim saberemos aquilo que realmente queremos, como por exemplo, uma vida saudável, respirar melhor, mais dinheiro... A grande dica é pegarmos a situação atual, ou seja, olhar a sua realidade nos diversos campos e imaginar o que seria a situação ideal, como chegamos ao final de 2015 e como queremos e o que queremos ter conquistado ao final de 2016. Dentre todas as ferramentas existentes no Life Coaching, uma que utilizamos bastante chama-se Roda da Vida. Consiste em um círculo dividido em doze fatias, e a cada uma dessas fatias é atribuída uma área da vida, como: Família, Relacionamento Amoroso, Vida social, Hobbies e Diversão, Plenitude e Felicidade, Espiritualidade, Saúde 18 | Revista FOCO | fevereiro 2016

e Disposição, Desenvolvimento Intelectual, Equilíbrio Emocional, Realização e Propósito, Recursos Financeiros e por fim Contribuição Social. Trazendo essas doze áreas da vida nós temos condições de classificarmos, ou seja, dar notas (de 0 a 10) de nossa satisfação nessas áreas e o quanto estamos nos dedicando a cada uma delas. Obtendo esse conhecimento, seremos capazes de avaliar a situação atual e sabermos em quais áreas é preciso aumentar a satisfação. Se a nota não for dez em determinada área, o que é preciso realizar para que no final de 2016, essa área em questão tenha nota 10, fazendo com que a roda da vida tenha harmonia? Para ampliar a “nota” de determinadas áreas, fazendo com que todas as áreas tenham equilíbrio, temos que gerar ideias e intenções em todas nossas escolhas diárias. Não podemos nos dedicar a somente uma área como, por exemplo, o trabalho. Se uma pessoa se dedica só ao trabalho e o perde, ela pode até ter as áreas equilibradas, mas ao perder a principal fonte de satisfação, ela poderá precisar de muito tempo para recuperar o equilíbrio emocional, por isso é fundamental ter foco de objetivos em todas as áreas. Não vamos nos prender a desculpa clássica de que estamos cansados. Ainda

podemos fazer de tudo para começarmos 2016 de forma segura e feliz. Limpe, libere espaço em casa, tire de sua vida tudo aquilo que não te deixa seguro. Vamos começar de forma material, nos libertando de tudo que não nos deixa absolutamente seguros, para depois então conseguimos nos libertar de emoções que não nos fortalecem. Sempre nos surpreendemos com a quantidade de coisas que temos em casa que tem associação com a quantidade de emoções negativas que guardamos dentro de nos. Vamos abrir espaço para o que é novo, nos libertar do que ainda nos prende a emoções passadas ou situações de dor. As pessoas bem sucedidas têm uma habilidade especial, que todos nós podemos conseguir: não estão sempre apagando incêndios e sabem o que querem por que param para pensar. Crie um espaço para pensar, desenhe sua roda da vida, crie um plano, pense em tudo que vai trazer felicidade em 2016. Nossas escolhas de hoje vão influenciar os próximos anos de nossas vidas, portanto, vamos começar a estabelecer novas habilidades agora e pelo menos 8 metas prioritárias, que é o que certamente todos temos condições de realizar durante um ano. E que 2016 seja grandioso!


Esporte


Tio Marcos: um coração cheio de filhos Mais de três décadas dedicadas a cuidar, zelar e dar carinho às crianças

Por Aline Camargo Foto: Cristiano Fernandes

S

ão mais de 30 anos de dedicação a um incontável número de crianças em idade estudantil. A vida não lhe deu filhos de sangue, mas com certeza os deu de coração. Marcos Pardini, 50, mais conhecido como Tio Marcos pelos seus milhares de “filhos”, é inspetor de alunos em Presidente Venceslau, muito querido na história da escola Joaquim Rodrigues Batata, ‘Batatinha’. Em 1984 foi aprovado em concurso municipal e logo começou a atuar com as crianças na escola. É o encarregado de cuidar delas quando estão dispersas, e educar sem ser mandão e repreender sem ser rude. “São quase 500 crianças sob minha responsabilidade atualmente, porém, cada um tem sua personalidade e preciso me desdobrar para lidar com elas”, conta. Tio Marcos desenvolve um trabalho especial e é reconhecido pelos pais dos alunos. “Sempre tive boa relação e fui muito transparente com eles. Procuro repassar tudo o que acontece com seus filhos e eles dão liberdade na função de repreender

20 | Revista FOCO | fevereiro 2016

quando necessário. Isso é muito importante. E criamos um vínculo. Sei o que acontece com cada família e isso me ajuda a cuidar de cada um na sua particularidade”, explica. Os três filhos do pedagogo e professor Afonso Celso Rodrigues de Carvalho já foram “filhos” do Tio Marcos “Há seis anos que frequento a escola com meus filhos. E o Tio Marcos sempre foi uma segurança para eles e também para mim. Eu, como pai, não queria um lugar onde passassem a mão na cabeça deles, mas que soubessem educar e se preciso repreender também. Do portão pra dentro, eu transfiro meu poder de pai pra ele. Faço isso com a maior tranquilidade e confiança. A palavra que traduz o nosso sentimento por ele, como pais, é gratidão. Deus o colocou aqui para cuidar das nossas crianças e fomos os sortudos deles terem essa figura em suas vidas”, afirma Afonso. A escriturária Marilda de Souza, que está há 23 anos na escola, funcionária mais antiga do “Batatinha” depois de Marcos, é testemunha da dedicação do inspetor.

“Não tenho palavras para descrevê-lo. Dedicado, carinhoso e atencioso com todos ao seu redor. Uma pessoa de muito amor. Tem um coração que não cabe no peito. Um grande amigo que a vida me deu”, conta. Em um momento de sua vida, Marcos tentou buscar outra profissão. “Tentei, mas todo mundo me falava que eu não ia passar em concurso algum porque meu lugar era na escola. E olha aí, já são quase 32 anos ao lado dessa criançada, e lembro-me de todos. Desde os que hoje já estão adultos, aos que cuido hoje. Revê-los, tendo sucesso na vida, é a coisa mais gratificante pra mim”, conta sorrindo. Quando fala em aposentadoria, Tio Marcos não sabe como vai ser, mas a saudade é coisa certa. “Vou sentir muita falta do barulho deles, do afeto e amor que eles têm por mim. Já sinto saudade dos que já estão grandes. Cada um, à sua maneira, deixou uma marca em mim. São e serão todos meus filhos para sempre”, finaliza emocionado.


Mulher Turismo sob o comando de Pamela Peters apresenta as melhores viagens de 2015

A

jovem Pamela Melchert Peters, 23, comanda atualmente a Mulher Turismo em Presidente Epitácio, empresa de turismo que começou a atuar na cidade e região no ano de 1995. Na época Alice Peters iniciou as atividades com o transporte de alunos para o centro universitário de Presidente Prudente, mas surgiu a procura e a necessidade de expandir o atendimento com pacotes de viagens e serviços de turismo. Em 2002 a empresa também passou a atuar na cidade de São Paulo, e por um curto período ficou desativada em Presidente Epitácio. Em 2013, a Mulher Turismo reabriu as portas na cidade epitaciana com os pacotes da empresa CVC e sob o comando da Pamela. “Sempre busco oferecer o melhor para o cliente, e o trabalho da Mulher Turismo é marcado pela sinceridade acima de tudo, com vantagens reais para quem procura nosso atendimento”, disse Pamela. A interatividade da empresa por meio das redes sociais é uma de suas marcas. Semanalmente, Pamela faz postagens na internet com as fotos de clientes em viagens pelo Brasil e mundo. “Seleciono as fotos para mostrar a satisfação das pessoas que são atendidas por nossa empresa em viagens que tornam os momentos inesquecíveis”, diz a empresária. Nesta edição da Revista Foco, a Mulher Turismo apresenta algumas das centenas de fotos dos turistas curtindo uma viagem especial no ano de 2015.

18. 3281 8609 Mulher Turismo com viagens nacionais, internacionais, fretamentos, vendas de passagens aéreas, excursões e aluguel de carro. 22 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Retrospectiva de viagens Mulher Turismo 2015 Por Pamela Peters

BRUNA E BINHO

Na foto, Bruna Shaienny e Fawzer Nassro. O destino é Salvador / BA, que reúne inúmeras atrações para todos os gostos: praias e belezas naturais, locais históricos que remetem ao início da colonização brasileira, muita música, gastronomia típica, religiosidade, capoeira, além de possuir o maior carnaval do mundo. Sobre o casal, são super alegres, adoro atendê-los, trocamos experiências e o final de cada agenciamento sempre vem acompanhado daquele sorriso no rosto, sinal de satisfação. Obrigada por serem tão fieis à agência e espero continuar agenciando várias viagens inesquecíveis para vocês!

CLODOALDO E ROSANGELA

O destino é Porto de Galinhas/PE. Não é a toa que foi eleito o melhor destino de praia do Brasil, por dez vezes. Além de abrigar as famosas piscinas naturais de águas transparentes, tem cenário composto por estuários, mangues, areia branca e coqueirais. Sobre o casal, são uns amores e clientes da agência há muitos anos. É um prazer enorme poder atendê-los e fazer parte da viagem de vocês.

VIAGEM DOS AMIGOS

Na foto : Cida Ricco, Elizabeth Mascari , Cida Gomes, Denerval Mascari , entre outros. O destino : Cruzeiro Pullmantur. Um destino com a maior comodidade e glamour, onde o que menos importa é a conta no final da viagem, pois tudo é incluso! À essa turma maravilhosa, o meu muito obrigada por todos os anos estarem com a Mulher Turismo. Vocês são muito importantes para nós!

ELIZANGELA, LUCIANA E SONIA

O destino é o Cruzeiro Pullmantur. Um destino muito bem escolhido e que eu tenho certeza que foi inesquecível! À vocês, o meu muito obrigada pela confiança e por sempre nos consultar. É um prazer imenso tê-las no catálogo de clientes da agência, pois o carinho por vocês é enorme!

GIBA E CRIS

Na foto , Giba e Crislaine Maia, o destino é Porto de Galinhas / PE. O destino mais procurado por amantes de uma bela praia e de um visual incomparável. Sobre o casal, obrigada pela confiança e estarei sempre aqui para realizar muitas outras viagens inesquecíveis para vocês. Revista FOCO | fevereiro 2016 | 23


Retrospectiva de viagens Mulher Turismo 2015 Por Pamela Peters

ERINALDO EM ARACAJU

Na foto: Erinaldo Depieri , o destino é ARACAJU - SE. A capital do Sergipe é o lugar certo para curtir uma praia tranquila. A paisagem natural convidativa do Cânion do Xingó e um legado cultural muito interessante estão à sua disposição em Aracaju, endereço de uma das festas juninas mais famosas do Brasil. Sobre o cliente, o meu muitíssimo obrigada pela confiança de sempre!Além de cliente, um amigo e super querido!

IRLEI EM MARAGOGI O destino é Maragogi/AL. Ao chegar na paradisíaca Maragogi, no Norte de Alagoas, você entenderá o porquê a região é conhecida como Caribe Brasileiro. O mar calmo e praticamente transparente, os coqueiros ao vento e as famosas piscinas naturais formam o cenário perfeito para aproveitar as férias com tranquilidade. Sobre a cliente, amo fazer parte das suas viagens, sempre buscando destinos fascinantes e minha maior alegria é saber que consegui suprir suas expectativas. Obrigada pela confiança!

GUILHERME E SIMONE

O destino é Natal /RN. Com o sol brilhando praticamente o ano todo, Natal é a escolha perfeita para as férias. A cidade foi abençoada com natureza exuberante, com suas praias, lagoas e dunas, além de prédios históricos e cartões-postais conhecidos no país inteiro, como o Morro do Careca e o Forte dos Reis Magos. Ao casal, o meu muito obrigada pela confiança de sempre, casal apaixonado, que ama viajar e conhecer as maravilhas que esse mundo tem a nos oferecer.. .e sempre agenciados pela Mulher Turismo!

MIEKA NA ARGENTINA

O destino é Buenos Aires na Argentina. É uma das cidades mais visitadas pelos brasileiros, não apenas pela proximidade geográfica, mas também por guardar encantos que se multiplicam em cada canto da capital argentina. A arquitetura europeia dos edifícios, cafés com mesinhas nas calçadas, shows de tango, parques e bairros coloridos, dão charme especial à cidade. Sobre a família, é um prazer enorme agenciar cada detalhe da viagem de vocês, e saber que cada viagem é uma superação e que vocês voltam sempre querendo mais. Obrigada pela confiança!

FAMILIA EPISAT

Na foto, Fabio, Melissa e filhos. O destino é Fortaleza /CE, a cidade tem praias e atrações para todos os gostos. Aproveite também a badalada avenida Beira-Mar e programe-se para visitar lugares mais distantes, como Jericoacoara e Canoa Quebrada . À família, o meu muito obrigada pela confiança e fidelidade de sempre. É um prazer imenso atendê-los e poder proporcionar viagens inesquecíveis para vocês. 24 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Retrospectiva de viagens Mulher Turismo 2015 Por Pamela Peters

FAMILIA FREDI

O destino é Fortaleza /CE. A capital do Ceará mistura a rotina agitada de grande metrópole a costumes típicos de uma região que vive em harmonia com o mar. A cidade é rodeada por pequenos municípios e vilas de pescadores responsáveis por oferecer inúmeras opções de passeio fora das areias, como atrações culturais, compras e gastronomia. À família, o meu muito obrigada pela confiança. Aguardo vocês para agenciar muitas outras viagens inesquecíveis.

GI E DU

Gislaine e Clodoaldo. O destino é Porto Seguro/ BA. É fácil entender porque eles amam Porto Seguro. São 85km de um litoral deslumbrante, cercado por recifes que formam piscinas naturais e proporcionam mergulhos inesquecíveis.

HEIDI E RENATO

O destino é Campos do Jordão - SP. Um local super romântico e para quem curte um bom foundue - o que é a cara desse casal apaixonado, que eu tenho o prazer de agenciar viagens. O meu muito obrigada pela confiança e pela fidelidade de sempre! Vocês são muito queridos por nós.

DORA E FAMÍLIA

Na foto, Dora, Didi, Duda e Kauana e o destino é Maceió/ AL. Dona da orla mais bonita do nordeste, impressiona com o mar cristalino que assume tons verdes e azuis conforme a maré. Sobre a família, clientes fieis e queridas. A cada agenciamento, mais experiências adquiridas e mais afetividade conquistada. Obrigada por sempre escolherem a Mulher Turismo!

CRISTIANE E EDUARDO

Os simpáticos Cristiane, Eduardo e a filha Maria Eduarda. O destino: Salvador/BA, terra de muitos encantos, muito acarajé e axé. Sobre a família, tornaram-se grandes clientes e agradeço a confiança deles na agência. Isso é o que nos motiva a fazer o melhor sempre! Obrigada pela preferência.

18. 3281 8609 Av. Pres. Vargas, 70-54, Pres. Epitácio - SP Revista FOCO | fevereiro 2016 | 25


Capa

O Pôr

do Sol mais bonito do Brasil é um dos dez mais bonitos do mundo

Presidente Epitácio aparece em top 10 mundial como destino para ver pôr do sol Presidente Epitácio é sem sombra de dúvidas um atrativo para os visitantes da região e outras localidades do país. A cidade é banhada pelo Rio Paraná, o segundo maior rio sul-americano, com 4.880 quilômetros de extensão. Epitacianos e visitantes podem desfrutar das belezas naturais do município e apreciar o pôr do sol no Parque O Figueiral ou na Orla Fluvial, além das ilhas e locais para a prática de esportes náuticos. O município de pouco mais de 43 mil habitantes ficou conhecido em todo o país pelo título de “O pôr do sol mais bonito do Brasil”, após vencer concurso idealizado pelo programa dominical Fantástico, da Rede Globo, em 2014. Foram mais de quatro milhões de votos e a foto que mostra o sol se pondo atrás da ponte Hélio Serejo, que liga os estados de Mato Grosso do Sul 26 | Revista FOCO | fevereiro 2016

e São Paulo, foi a mais votada. O autor da foto é Carlos Rayzaro, um publicitário que junto com seu amigo e sócio Alessandro Alves de Souza, tem o hobby de fotografar o pôr do sol quase que diariamente em vários lugares da cidade. Após o título conquistado no Fantástico, Presidente Epitácio ganhou mais um presente: foi considerada pelo Site Guia da Semana, da capital paulista, como um dos 10 lugares mais perfeitos do mundo para assistir um belíssimo pôr do sol. Uma honra para a única cidade brasileira destacada no guia, que traz também paraísos como Cable Beach (Austrália), Sunset Cliffs (Estados Unidos), Taj Mahal (Índia), Sunshine Helicopters (Grand Canyon, Estados Unidos), Piazzale Michelangelo (Itália), New York Harbor (Estados Unidos), Key West (Estados Unidos), Oia (Grécia) e

Clifton Beaches (África do Sul) - Veja fotos na página ao lado. Presidente Epitácio está entre as 29 cidades do Estado de São Paulo consideradas Estâncias Turísticas, sendo privilegiada com uma bela praia de água doce. É destino requisitado por pescadores - amadores e profissionais, que aproveitam para pescar tucunarés e apreciar a paisagem exuberante. Quem frequenta a Orla Fluvial pode caminhar por seus sete quilômetros de extensão às margens do rio, andar de bicicleta na ciclovia, ou ainda curtir os clubes sociais, esportivos e náuticos que a cidade oferece. Presidente Epitácio é um orgulho para seus moradores e para toda a região, que agora pode contar com um dos 10 lugares mais perfeitos do mundo para assistir um belíssimo pôr do sol.


Clifton Beaches - África do Sul

Conjunto de quatro praias paradisíacas de água clara e areia branquinha que fica na Cidade do Cabo, o local reúne casas de milionários. O pôr do sol parece uma explosão de fogos de artifício, de tão bonito que é.

Oia - Grécia

Oia Castle fica na ilha de Santorini. O pôr do sol é muito famoso por lá e os lugares para assisti-lo são disputadíssimos. É um dos cartõespostais de Santorini.

Piazzale Michelangelo - Itália Key West - Estados Unidos

Essa ilha fica próxima a Miami, no estado da Flórida. O cenário de praias e paisagens incríveis faz da ilha um alvo de muitos turistas. O pôr do sol é considerado um dos mais bonitos e o local tem toda uma celebração para assistir.

Sunshine Helicopters (Grand Canyon) - Estados Unidos

Para acompanhar esse pôr do sol, é preciso ser bem corajoso. O passeio, que sai de Las Vegas, é a bordo de um helicóptero que viaja pelo Grand Canyon e o ápice é assistir a despedida do sol literalmente no ar.

New York Harbor - Estados Unidos

O famoso porto de Nova York tem alguns barcos ou navios com programação especial para assistir o pôr do sol. Um deles é o Sunset Sails. Imagina ver um lindíssimo pôr do sol com a Estátua da Liberdade ao seu lado?

Localizado em Florença, essa praça é considerada como o melhor local para ver a cidade de maneira panorâmica. O pôr do sol visto da praça é belíssimo e lá também ficam expostas algumas réplicas de obras de Michelangelo.

Taj Mahal - Índia

Uma das 7 maravilhas do mundo, o Taj Mahal e toda sua arquitetura de outro planeta consegue ficar ainda mais bonito quando o pôr do sol acontece.

Sunset Cliffs - Estados Unidos

Na cidade de San Diego, esse é um local perfeito para a prática do surfe. O Sunset Cliffs é um parque que dá uma visão ao turista da costa inteira da cidade. Dono de uma paisagem impressionante, o pico é um dos lugares mais incríveis para assistir ao pôr do sol.

Cable Beach - Australia

Outra praia famosa para ver o espetáculo. Uma das possibilidades é assistir fazendo um passeio com camelos. Diferente e incrível! Revista FOCO | fevereiro 2016 | 27


Língua Portuguesa

Roraima (pronúncia)

O incêndio supostamente criminoso, no norte do País, deixou no ar muita poluição e uma incerteza cruel provocada por alguns repórteres (sobretudo os da Rede Globo) quanto à pronúncia de Roraima. As vogais que precedem consoantes nasaladas, se tônicas, têm a pronúncia fechada, no português brasileiro: paina, plaina, andaime, Rivaina, Elaine, etc. Daí ser procedente a pronúncia “rorãima”. Apesar da informação de grande utilidade, há três pontos que precisam ser ponderados: a) Os taurepangues, ianomâmis, macuxis e uapixanas (principais tribos da região norte do País), por terem dificuldades de articular sons nasais,

pronunciam o nome do estado “roraíma”. b) O dicionário Aurélio, no verbete roraimense, não fica em cima do muro, e registra, entre parênteses, a pronúncia [ãi]. c) Segundo o eminente filólogo e notável gramático Evanildo Bechara, membro da ABL, as letra m e n, quando aparecem na sílaba seguinte, podem ou não nasalar as vogais anteriores, o que abona ambas as pronúncias: rorãima e roráima. Ante o exposto, recomenda-se a pronúncia “rorãima”, por ser usada em quase todo o Brasil, enquanto “roráima” é um modo de falar restrito ao norte do País e nas transmissões jornalísticas, quase que exclusivas, da Rede Globo.

Matéria de autoria do prof. J. Milton Gonçalves. O escritor é membro da Academia de Letras do Brasil e vice-presidente da AVL (Academia Venceslauense de Letras).

30 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Gente em Foco

O

LUAU DO BORA BORA

dia 26 de dezembro foi de muita festa em Presidente Epitácio com o primeiro Luau do Bora Bora. Gente bonita de toda região marcou presença e o agito terminou só quando amanheceu o dia. Quem foi adorou a animação e os organizadores já planejam uma segunda edição. As fotos foram registradas por Edcarlo Fernandes do site Tribo Vibe e cedidas para a Revista Foco.

32 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Gente em Foco

Por Cristiano Fernandes

Taynná e Thiago celebraram em dezembro de 2015 o casamento em Presidente Venceslau com uma bela festa no salão do Coroados Tênis Clube. Belíssima decoração, convidados especiais e ótimo serviço de buffet. Os momentos foram eternizados por Cristiano Fernandes Fotografia.

Taynná ao lado de Thiago e os pais Carlos Roberto Canata Becker e Maria de Lurdes Canata Becker

34 | Revista FOCO | fevereiro 2016

Thiago e esposa com os pais Santo Antônio Faria e Helena Fix


Receita de Família

Cozinhar é uma arte e um ato de amor para

Ivone Beloni

Ela transmite em suas receitas todoo carinho pela família e amigos Por Nathália Oliveira Fotos: Cristiano Fernandes

C

omida de vó é sinônimo de refeição caprichada, com um tempero especial e é sempre feita com muito carinho. É exatamente essa a impressão que a família de Ivone Paes Beloni, de 71 anos, têm ao chegar em sua casa. O dom da cozinha é herança de sua mãe, dona Cássia (já falecida), que ensinou à filha truques e segredos da boa culinária, mesmo que em um simples feijão com arroz. Casada com o senhor Adilvo Beloni há 46 anos, tem três filhos: Cláudio, Luciane e Renato. O casal mora em Venceslau há 36 anos e gosta da casa sempre cheia. Para Dona Ivone, como é chamada, é um prazer receber a família e amigos, que aproveitam para saborear seus quitutes e o bom papo que acompanha as refeições. Filha caçula de cinco irmãs, ela cozinha desde jovem e acredita que a culinária além de funcionar como terapia, é uma forma de demonstrar amor. “Gosto de cozinhar, de inventar e inovar na cozinha. É sempre muito bom cozinhar para minha família e amigos. Fico muito feliz quando as pessoas gostam do que preparei, pois é feito com muito amor e elas podem sentir isso”, diz. Dona Ivone é conhecida em toda cidade pelo carisma e por suas mãos de fada na cozinha. Não há quem resista às suas delícias: filhos, netos, vizinhos e amigos. Como toda reunião de família é marcada por um prato especial que não pode faltar nos momentos de confraternização, na casa dos Beloni não poderia ser diferente. 36 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Entre tantas receitas, a especialidade da dona Ivone são as tortas salgadas e uma em especial é unanimidade na família: a quiche de abobrinha. Quando os filhos e netos, que residem no Estado de Goiás, vem visitar o casal, dona Ivone já sabe que é hora de pôr literalmente as mãos na

massa e preparar a quiche tão requisitada. Cláudio, o filho mais velho, diz que tudo o que a mãe prepara é maravilhoso, mas a quiche marcou vários momentos felizes em família, por isso é a preferida e a mais pedida quando todos se reúnem. Mais do que alimentar o corpo,

a comida tem o poder de registrar lembranças gustativas que podem durar uma vida inteira e ser passadas de geração em geração. Comida de vó tem um poder ainda maior, e é essa a deliciosa sensação que se tem ao provar as receitas da dona Ivone Beloni.

Quiche de Abobrinha Ingredientes: Massa

600gr de farinha de trigo 300gr margarina 80% lipídeo em temperatura ambiente 2 ovos Uma pitada de sal Água gelada até dar o ponto firme (tem que desgrudar da mão)

Recheio

2 colheres (sopa) de margarina 1 cebola média picadinha 1 talo de alho poró picadinho 200gr de cogumelos cortados em lâminas 3 abobrinhas médias raladas 2 colheres (sopa) de trigo ½ caixinha de creme de leite

Cobertura

1 ovo batido com ½ caixinha de creme de leite Uma pitada de sal Pimenta do reino à gosto

Preparo:

Junte todos os ingredientes da massa. A água gelada deverá ser acrescentada por último e aos poucos, até dar o ponto firme, que desgrude das mãos. Reserve.

Revista FOCO | fevereiro 2016 | 37


Esporte

1ª Copa Intermunicipal Portal Bueno / Colégio São Paulo é sucesso

Partida final foi marcada por entrega dos jogadores

Competição teve pela primeira vez em Venceslau a participação de uma mulher na arbitragem

A

Por Eduardo Maduro Fotos Ricardo Fernandes

pós anos fechado para reforma, o Ginásio Municipal de Esportes de Presidente Venceslau teve sua reinauguração no mês de novembro de 2015 com a disputa da 5ª Copa de Basquete do Estado de São Paulo. Dias depois, o local voltaria a receber uma competição de futsal. Organizada pela Secretaria de Esportes, Recreação e Turismo de Presidente Venceslau (Sert-PV), a 1ª Copa Intermunicipal Portal Bueno/Colégio São Paulo reuniu 12 equipes do Oeste Paulista, sendo três venceslauenses, com rodadas entre os dias 26 de novembro à 20 de dezembro de 2015. Na partida final, as equipes Delta Raça Paulicéia e Viveiro Coroados/Venceslau protagonizaram um jogo de nervos e mostraram toda a qualidade que lhes credenciaram chegar ao fim da competição. Com o apito final, a equipe venceslauense sagrou-se campeã, após vencer por 6 a 2, e levou para casa R$ 4 mil em dinheiro, além de troféus e medalhas. Já o time de Paulicéia embolsou R$ 1,5 mil e também ganhou troféus e medalhas. Os destaques do campeonato também receberam premiação em dinheiro. O artilheiro da competição, Kaique Aguiar, do time Viveiro Coroados/Venceslau, marcou 11 gols e foi premiado com R$ 300, além de um troféu. O goleiro menos vazado da competição, Bruno Diniz, do time Delta Raça Paulicéia, recebeu a mesma premiação após sofrer apenas 18 gols em seis partidas. Na primeira edição da competição, foram formados três grupos com quatro 40 | Revista FOCO | fevereiro 2016

equipes cada. Participaram os times Delta Raça Paulicéia, Mameviti/Marabá Paulista, Super Onze/Lojão do Amigo Bonfim/Happy Hour, Juventude Santo Anastácio, Droga Santos/Paulicéia, Montreal de Prudente, Michigan de Prudente, Joga Samba Futebol Clube de Epitácio, Goela Panorama, Detonautas/D2/Portal da Transparência/ Epitácio, Red Bull Haras Boa Esperança/ Venceslau e Viveiro Coroados/Venceslau. Os times jogaram entre si nas primeiras rodadas, sendo que os dois primeiros de cada grupo se classificaram. Para completar as oito equipes para as quartas de final, os dois melhores terceiros colocados também passaram de fase. Já nas primeiras rodadas, centenas de pessoas aproveitaram a oportunidade e acompanharam os jogos com entrada franca. O público cresceu a cada rodada. Na partida final, o Ginásio ficou perto de sua lotação máxima, contando com a presença de cerca de duas mil pessoas, o maior público registrado desde a reabertura do ginásio municipal. A Copa Portal Bueno/Colégio São Paulo de Futsal contou com o apoio do Lojão do Amigo Bonfim, Vereador Raphael do Fórum, Sindicato da Alimentação de Presidente Prudente, Deputado Estadual Ed Thomas, Vereador Vandeir de Novaes e Prefeitura de Venceslau. Por conta da repercussão na região, os organizadores e patrocinadores realizarão neste ano a 2ª edição do evento esportivo, que tem tudo para se tornar tradicional no Oeste Paulista.

Banda Juquinha Rodrigues animou público antes do jogo

Viveiro Coroados / Venceslau sagrou-se campeão

Organizadores, patrocinadores e autoridades durante a final

Equipe Delta Raça de Paulicéia ficou com o segundo lugar


Esporte

Ciclismo traz

benefícios para o

corpo e mente Esporte conquista adeptos na região

Por Aline Camargo Foto: Cristiano Fernandes

U

Cleyton chegou a perder 07Kg com a prática do esporte

ma distração que faz bem ao corpo e à mente. É por esse motivo que o ciclismo faz tanto sucesso entre todas as faixas etárias, de ambos os sexos. São pessoas que montam em suas bicicletas com o objetivo de exercitar o corpo e amenizar o estresse do dia a dia. Em Presidente Venceslau é possível observar vários grupos de amigos que pedalam quase que diariamente. O cenário preferido são as estradas de terra, que exigem dos praticantes maior condicionamento físico e disciplina, além de proporcionar a contemplação de paisagens que não seria possível em outro esporte. Cleyton Cristóvão de Matos, de 40 anos, começou a pedalar há cerca de dois anos e dali em diante nunca mais parou. Foi aos poucos, sem equipamento adequado e por fim tomou gosto pelo esporte. “Comecei por influência de amigos que já praticavam. Não possuía uma bicicleta específica, mas comecei com o que tinha. Pedalei em cidades diferentes, via pessoas mais velhas que eu pedalando e aquilo me motivou. Hoje o ciclismo faz parte da minha rotina. A gente 42 | Revista FOCO | fevereiro 2016

brinca que é um esporte sem saída. Quem entra, não quer sair”, conta. Cleyton chegou a perder sete quilos depois que entrou para o esporte e diz que melhorou sua qualidade de vida. “Além da perda de peso e uma maior resistência física, o meu sono hoje é outro. Acordo sempre disposto, consigo dormir bem, mesmo depois de um dia cansativo de trabalho”, relata. Há ainda aqueles que levam a modalidade mais a sério. É o caso do ciclista venceslauense Thiago Machado, que no ano de 2015 decidiu se dedicar ao esporte e já reúne seis troféus que conquistou em competições diversas, em diferentes cidades por onde passou. “Entrei no esporte há uns três anos, mas foi no início desse ano que comecei a me dedicar a nível de competição. Hoje faço treinamentos de montain bike (modalidade de ciclismo na qual o atleta deve fazer vários percursos com obstáculos e irregularidades) seis vezes na semana, intercalando com a academia, além de ter mudado completamente a minha alimentação a fim de preparar o meu corpo especificamente para as provas que participo”, conta.

Quem pretende iniciar o esporte precisa estar disposto a investir. Uma bicicleta mais simples custa em média R$ 1 mil, enquanto que as utilizadas em competições (confeccionadas em fibra de carbono, elas são mais leves, pesam cerca de 10kg e chegam a ter até 30 marchas) custam pelo menos R$ 10 mil, além dos equipamentos de segurança, como capacete, luvas, roupas apropriadas, óculos, sapatilhas, entre outros. “Para pedalar precisa estar equipado. Há muito desgaste por ser um esporte de constante movimento. Por isso o material certo é essencial, principalmente de proteção, ainda mais na terra, onde a queda às vezes é inevitável. Por isso é importante a pessoa que começa no ciclismo ir aos poucos conhecendo o esporte para ver se vale a pena investir”, aconselha o ciclista. O esporte no Brasil cresceu muito nos últimos anos. Muitas cidades têm promovido encontros ciclísticos que envolvem não só atletas praticantes assíduos, mas também famílias e turmas de amigos que usam o ciclismo como diversão. Em Presidente Epitácio existem


grupos organizados que também praticam a modalidade, um deles é Bike Clube Bad Boys. Um dos integrantes é o empresário José Éttore Fredi que é adepto ao esporte há alguns anos e participa de percursos de longa distância em diferentes regiões do país. O grupo tem verdadeira paixão pelo ciclismo, e atua na modalidade MTB, e percorrem estradas de terra na região. Ao menos duas vezes por semana a turma se reúne para o treino e chegam a pedalar 40 Km, e aos sábados pedalam distâncias de até 80 quilômetros. O objetivo de quem é adepto ao esporte é atrair mais pessoas para a modalidade e

incentivar a prática do pedal para uma vida mais saudável. Copa ABD

No dia 06 de março de 2016, Presidente Venceslau irá sediar a Copa ABD de Montain Bike, competição tradicional entre os ciclistas de todo o país. O campeonato possui doze etapas e uma delas será em terras venceslauenses. O evento deve reunir aproximadamente 300 atletas de várias regiões, entre profissionais e praticantes do cicloturismo, e promoverá grande movimentação econômica na cidade.

(Foto: Arquivo pessoal/cedida)

Dicas para ciclistas iniciantes • Escolha um capacete que se adeque perfeitamente à sua cabeça e dê preferência às cores claras • Se for pedalar durante a noite, utilize flash (luz traseira) conectado à bicicleta ou cinto e roupas com refletores • Não abra mão dos equipamentos de segurança (capacete, óculos, luvas, sapatilhas, roupas confeccionadas com “coolmax”, que absorve rapidamente o suor e melhora o desempenho e bermudas acolchoadas) O empresário Zé Fredi percorre longas distâncias em estradas pelo Brasil (Foto: Arquivo pessoal/cedida)

• Se for pedalar na cidade, utilize as ciclovias ou ciclofaixas; quando não for possível, pedale pelo acostamento ou na faixa de rolamento, sempre no mesmo sentido de circulação • Obedeça as legislações de trânsito: lembre-se que a bicicleta é um veículo • Mantenha a hidratação com água e isotônicos e se for pedalar longas distâncias, faça refeições leves e balanceadas, levando no alforje frutas e lanches naturais • O uso do protetor solar é indispensável

Bike Clube Bad Boys agita modalidade em Presidente Epitácio (Foto: Arquivo pessoal/cedida)

• Quando for frear bruscamente, deslize o quadril para a parte de trás do selim. Com isso a traseira da bicicleta ficará no chá e você evitará ser jogado por cima do guidom Revista FOCO | fevereiro 2016 | 43


Esporte

Por Renato Azevedo

Formado em Educação Física Especializado em Treinamento Resistido e Funcional

Bumbum sarado para o verão

Os glúteos são formados por vários músculos: • Glúteo Máximo • Glúteo Médio • Glúteo Mínimo • Gêmeo Superior • Obturatorio Interno • Piriforme • Obturatorio Externo • Gêmeo Inferior • Quadrado Femoral

Mas os músculos realmente ativados nos exercícios de musculação e que tem resultado no que se refere à estética, são basicamente o glúteo máximo e o médio. O músculo glúteo máximo é ativado e participa dos movimentos de extensão e rotação lateral do quadril. Já o glúteo médio, participa dos movimentos de flexão e adução e rotação medial do quadril. Estudos científicos feitos através de eletromiografia, realizados por pesquisadores na Universidade de Belmont, nos Estados Unidos, explicam a ativação dos glúteos com exercícios. Esses estudos são feitos com base nos exercícios de Agachamento em uma perna (Afundo), Leg Press, Extensão de Quadril (Glúteo 4 Apoios) e outros. 44 | Revista FOCO | fevereiro 2016

Os resultados comprovaram oque já sabemos há tempos: o agachamento completo promoveu o maior recrutamento do glúteo máximo, cerca de 33% em media. Já o popular glúteo 4 apoios ficou em último lugar, com apenas 12% de ativação. O Stiff teve uma ativação de 28% e o Leg Press, 19%. O afundo ou avanço, além de ter um grande recrutamento do glúteo máximo, teve resultado no médio também. Constatamos que o agachamento é um dos melhores exercícios para os glúteos, tanto máximo quando médio. Mas isso só acontece quando a execução do exercício é realizada com grande amplitude, ou seja, descendo o máximo possível (o que chamamos Bumbum no Calcanhar). No agachamento parcial, a ativação do glúteo máximo é de 17%, já no “meio” agachamento ou agachamento em 90%, a ativação chega a 28% e no agachamento total fica em 35%. Conforme Caterisano (2002), a ativação do glúteo no movimento de agachamento completo é maior até do que a do quadríceps. Resumindo, quanto maior a amplitude de movimento com carga correta para uma execução até a falha ou próximo dela, maior será a ativação dos glúteos. Dica para este verão: se deseja glúteos bem desenvolvidos, use e abuse dos exercícios com peso livre, como agachamento, stiff, levantamento terra ou afundo sempre com grande amplitude. Converse e procure sempre um profissional qualificado para avaliar seu caso e suas potencialidades e limitações para este tipo de movimento, desta maneira é possível traçar um treino mais eficiente. Bons treinos!


Educação e Cultura

Show da Disney enche os olhos do público em Venceslau Festival de Dança da Academia Corpo & Cia reuniu centenas de pessoas Por Wagner Bueno

U

m verdadeiro espetáculo foi apresentado pela Academia Corpo & Cia no último mês de dezembro em Presidente Venceslau. A vigésima segunda edição do Festival de Dança atraiu mais de dois mil expectadores nas duas noites da apresentação. O público formado por pessoas de toda região se emocionou com o desempenho dos participantes que apresentaram as danças e figurinos com o tema o Show da Disney. Efeitos especiais, som, iluminação, coreografias e todos os detalhes do espetáculo estiveram impecáveis nas apresentações de Jazz, Balé Clássico, Sapateado, Street Dance e Balé Clássico Livre, e proporcionaram momentos luxuosos para o público. Confira algumas fotos do festival.

46 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Academia Corpo & Cia está há mais de 24 anos em Presidente Venceslau. Com um espaço amplo e climatizado, oferece aulas de Ballet Clássico, Jazz, Sapateado e Street Dance para crianças, jovens e adultos. São inúmeros os benefícios que a dança proporciona para o corpo e para a mente, como a melhoria do processo de aprendizagem, alimentação do lado sensorial integrado, estímulo da cognição, atenção e atividades motoras, assim como ajuda a libertar as tensões internas, melhorar a memória e o equilíbrio e contribui, sobretudo, para a autoconfiança. Em 2015 a academia inovou com o curso de Zumba Fitness Adulto que estimula a queima de calorias, melhora a coordenação motora, autoestima, músculos firmes, sistema cardiovascular, vida social, evita a perda óssea e todo mundo pode dançar! O local possui espaço Fitness direcionado ao público feminino de todas as idades, com aulas em grupo ou individuais, sempre planejadas de acordo com as especificidades de cada aluna. A escola se apresenta em diversas áreas sociais da cidade e região, bem como participa de inúmeros festivais por todo o país e conquistou prêmios importantes, como o 3º lugar, no “Brasil Tap Jazz” - Festival Internacional de sapateado e Jazz de Curitiba (SC) com jurados e concorrentes de diversos países. Foi classificada por dois anos consecutivos para participar do Festival Passo de Arte de Indaiatuba nas seletivas do Dança Ourinhos. Participou por seis anos do Festival de Joinville, considerado o maior festival de dança do mundo. Ganhou diversas vezes os prêmios de melhor escola, melhor grupo, melhor coreógrafo, melhor bailarina e melhor figurino nos festivais nas cidades de Presidente Prudente, Marília, Bauru e Ourinhos, vale ressaltar que tudo consta nos arquivos da escola.

Revista FOCO | fevereiro 2016 | 47


Educação e Cultura

Anny Carvalho mostra trabalho de arte para o mundo Por Eduardo Maduro Fotos: Cristiano Fernandes

E

m cada tela, um sentimento. Em cada trabalho de Anny Carvalho, uma parte da própria vida. A artista plástica venceslauense de 26 anos teve em 2015 um excelente ano para a carreira. Em outubro, Anny foi convidada pelo presidente da Zarco Academy Of Arts International, Manuel Barata, para fazer parte da lista de artistas residentes da entidade, que tem como objetivo divulgar o trabalho artístico de seus integrantes em todo o mundo. Ter suas telas expostas em outros países, no entanto, não é novidade para a venceslauense. Formada em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 2011, ela viveu uma experiência inesquecível no ano final de sua graduação. Após pintar o quadro “A busca do amor”, que apresenta borboletas dançando sobre um fundo com versos de Vinícius de Moraes e Luís de Camões, a artista contou com a ajuda da marchand Ana Maria Barreto para enviar sua obra para análise da comissão do Museu do Louvre, o mais visitado em todo o mundo, com sede em Paris. Após ser selecionado, o quadro entrou em exposição. “Foi incrível. Às vezes me pergunto como fui parar lá. Saí de Venceslau para buscar algo que é visto como incerto, mas acreditava muito naquilo que fazia”, conta Anny. A artista não só acreditava como também já sabia desde a infância que seguiria o caminho artístico em sua vida. “Eu 48 | Revista FOCO | fevereiro 2016

faço pinturas desde os 11 anos, mas o interesse pela arte começou antes. Após minha primeira aula com uma professora especializada, voltei para a casa encantada e comentei com a minha mãe que queria ser artista quando crescesse”, revelou. Anny fez em 2015 no Prudenshopping a exposição de seu trabalho mais recente, que possui forte influência do expressionismo abstrato, movimento artístico que surgiu nos Estados Unidos no período posterior à Segunda Guerra Mundial. As telas trazem emoções da artista, que trabalha com a intensidade das cores e movimentos para tocar o espectador. “Independente da classe social, nível de escolaridade ou região, a arte foi feita para todos e pude notar que muitas pessoas aqui gostam do novo e estão de mente e coração abertos para todo tipo de arte. Quando alguém se identifica ou sente algo diante do meu trabalho, já é sensacional.”, afirma Anny. Se o ano que se passou foi bom, 2016 promete ser tão bom quanto. Em março, será lançado o livro “Arte brasileira na contemporaneidade”, da Editora Ornitorrinco, que reúne diversos artistas brasileiros, dentre eles a venceslauense. Cada profissional terá o espaço de quatro páginas no livro, sendo uma para o perfil e o restante para exposição de obras. A edição será bilíngue - português/inglês - e estará disponível em livrarias de todo o país, além de também poder ser lido através da internet (e-book).

Exposições 2011

Galeria Bahiarte - Janeiro de 2011 a Junho de 2013 - Londrina - Brasil Casa Conceito - Setembro de 2011 - Londrina - Brasil SNBA Salon Du Carrousel Du Louvre Dezembro de 2011 - Paris - França 2012

Marcelo Neves Art Gallery - Janeiro de 2012 até 2015 - São Paulo - Brasil 2013

Fifht Expo Art IAPAJ - Julho de 2013 Gunma - Japão Exposição individual “My Way” Cheers Pub - Novembro de 2013 - Londrina Brasil 2014

Sixth Expo Art IAPAJ - Junho e Julho de 2014 - Gunma - Japão e Ilha da Madeira - Portugal 2015

Women in Art - Março de 2015 - Nova York - Estados Unidos Exposição individual “About me. For you.” Prudenshopping - Setembro de 2015 - Pres. Prudente - Brasil


Educação e Cultura

Lar Aconchego funciona como família temporária há 13 anos em Venceslau

A instituição acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social Por Aline Camargo

D

esde 2003 instalado em Presidente Venceslau, o Lar Aconchego oferece um serviço de acolhimento constitucional para crianças e adolescentes na faixa etária de 0 a 17 anos. Atualmente, são 12 crianças atendidas que estão em situações onde há negligência dos pais e vulnerabilidade social. A porta de entrada de crianças e adolescentes na instituição é por meio do Conselho Tutelar e do Poder Judiciário. Elas não são acolhidas por questões de comportamento ou abandono, mas são retiradas das suas famílias por medidas de segurança e proteção. “Muitas pessoas confundem e acham que eles foram 50 | Revista FOCO | fevereiro 2016

abandonados ou que recebem medidas punitivas. E não é isso. Elas são afastadas da família quando o Conselho e Judiciário entendem que estão em situação de risco e sendo privadas de seus direitos”, conta a Assistente Social da instituição, Ariele Rodrigues Jerônimo. A instituição é uma casa como outra qualquer. Possui quartos, sala de televisão, banheiro, cozinha, área de lazer e como uma casa comum também possui alguém para cuidar dos menores. São quatro “mães sociais”, que trabalham como plantonistas e executam o papel de uma mãe de verdade. Dão banhos, arrumam os quartos, dão broncas, fazem comida e cuidam das

necessidades básicas de cada criança. As crianças vão para a escola, participam de projetos, passeiam, etc. Ficam ali até uma determinação judicial dizer que elas podem voltar para o cunho familiar ou ir para onde quiserem após completarem 18 anos. Segundo Ariele, alguns deles entendem a situação em que estão. “Eles podem sofrer os piores momentos, mas sempre preferem ficar com a família. Pelo menos num primeiro momento. Depois acabam acostumando, por terem contato com outras crianças e tudo mais. Aí acabam não querendo retornar para a família”, explica. As crianças passam por um acompanhamento psicológico, onde


são atendidos particularmente por um profissional. De acordo com a coordenadora da instituição, Lídia Amorim de Oliveira Santos, dos 12 acolhidos, cinco estão há quase dez anos na instituição. “O acolhimento deveria ser temporário, segundo o Estatuo da Criança e do Adolescente (ECA). Deveriam ficar até no máximo dois anos. Mas na prática é diferente, então o Lar se tornou a casa definitiva deles, pois a justiça não vê a possibilidade de retornarem às famílias. Até completarem 18 anos ficam sob nossa responsabilidade”, relata. Muitas dessas crianças já foram colocadas para adoção, mas sem sucesso. Alguns anos atrás, ocorria uma maior existência do “apadrinhamento afetivo”, que era a possibilidade das crianças serem adotadas temporariamente por famílias da cidade. “Antigamente, muitas famílias as levavam para casa. Davam presentes, alimentação ou levavam para passear. Isso ainda é possível hoje em dia, mas de um tempo pra cá não ocorre. Inclusive já discutimos no fórum a possibilidade de realizar um

cadastramento de pessoas da cidade que tenham interesse em apadrinhar as crianças. Porém, é preciso realizar um processo de triagem com atendimentos com assistente social e psicóloga”, conta. Para disponibilizar uma vida de qualidade aos institucionalizados é preciso apoio financeiro. E isso é feito por meio de subsídios municipais, estaduais e doações. Cada criança acolhida recebe uma subvenção municipal mensal. O local também tem apoio estadual para pagamento da equipe técnica e demais funcionários e a ajuda que a comunidade realiza por meio de doações de todo tipo de material. “Todo e qualquer tipo de doação é bem vinda”, afirma Lídia. Nova sede

Atualmente a instituição funciona em um prédio alugado, mas em meados de junho de 2015, a prefeitura municipal cedeu um terreno para a construção de uma sede mais ampla e adequada. Ainda não há previsão de início dessas obras, pois é necessário investimento para compra de materiais.

Diante disso, mais uma vez, a entidade conta com o apoio de toda a comunidade a fim de concretizar esse projeto, com a aquisição de materiais de construção, como tijolos e cimento ou qualquer tipo de doação. República

Aos egressos do Lar Aconchego de 18 a 21 anos, a instituição está com um projeto para 2016, com apoio de recursos federais, onde haverá uma segunda modalidade de acolhimento chamada república. “Como existem esses jovens que não voltarão para suas famílias até os 18 anos, ao completarem maior idade podem ir para esse novo lar para não haver um desligamento total. É uma forma de disponibilizar uma casa temporária até eles conseguirem um emprego e se sustentarem, por exemplo”, explica a Assistente Social Ariele. Ela ainda fala que aqueles que possuem famílias podem retornar quando quiserem, já que completaram 18 anos. Mas alguns não têm para onde ir e esse local será para acolhê-los até seguirem um caminho próprio.


NÓS ACREDITAMOS O Concurso de Bolsas em 2015 atraiu centenas de alunos nas unidades do Colégio São Paulo. Oportunidade de educação de qualidade com bolsas de até 100% para os melhores alunos nas provas.

Alunos do Colégio São Paulo de Presidente Epitácio participaram em 2015 da Feira de Ciências.

Dia das Mães foi marcado por apresentações, teatros e musicais.

Educação e esporte andam de mãos dadas no Colégio São Paulo. Desta forma, a unidade de ensino passou a apoiar o projeto do basquete de Presidente Venceslau, e a equipe feminina participou dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo.

O Colégio São Paulo busca ensinar o aluno para a vida e prepará-lo para o mercado de trabalho. Nesse sentido, é que os alunos participaram em 2015 da Feira de Profissões em Presidente Prudente.

Professor valorizado, é professor motivado. Homenagem ao ‘Dia do Professor’.

Em Presidente Venceslau, o Dia dos Pais foi comemorado no Colégio São Paulo com a presença de alunos, familiares e professores.

A educação é promovida com alegria e interatividade dos alunos com diversas atividades.

O Arraiá do Colégio São Paulo envolve cada vez mais a comunidade e garante muita diversão para alunos, familiares e professores.

Alunos do Colégio São Paulo tem a oportunidade do desenvolvimento na música com a fanfarra que reúne bailarinas e instrumentistas. 52 | Revista FOCO | fevereiro 2016


NA MAGIA DA EDUCAÇÃO Equipe de professores do Colégio São Paulo de Presidente Epitácio

Juramento de colação de grau das alunas do terceiro médio em 2015

Professores do Colégio São Paulo de Presidente Venceslau

Formatura da turma do 9º ano de 2015

Baile dos formandos de 2015

Formandas do Colégio São Paulo 2015

Formandos do 5º ano 2015

E o retorno das aulas em 2016 foi marcado por muita alegria

Em 2016 o Colégio São Paulo amplia estrutura com novo prédio em Presidente Venceslau e inauguração da nova unidade na cidade de Dracena. Revista FOCO | fevereiro 2016 | 53


Moda e Beleza

Dez dicas para manter os cabelos saudáveis durante o verão

O

cuidado com os fios sempre aumenta com a chegada do verão. Sol, areia, vento, cloro: essa combinação é perfeita para danificar os cabelos e deixá-los com aspecto ressecado. A água do mar e o cloro das piscinas são os principais vilões das madeixas, deixando sem brilho e alterando a cor. A Revista Foco dá dicas valiosas para aproveitar o verão sem medo de ser feliz e conquistar aquele bronzeado incrível e com os cabelos impecáveis.

Cuidados para manter os fios lindos e sedosos no verão 1) Antes de cair nos prazeres do verão é importante passar no salão e realizar uma boa hidratação. Este cuidado ajuda a selar os fios e dificulta a entrada dos raios solares; 2) É fundamental utilizar produtos com proteção solar - antes e depois de entrar na água; 3) Leve uma bombinha com água, condicionador ou creme hidratante. A cada banho de mar, retire a umidade com uma toalha e borrife a mistura; 4) Sempre que seus cabelos estiverem com areia, evite penteá-los para que os grãos não promovam uma esfoliação nos fios. O correto é deixar, temporariamente, a areia no cabelo e retirá-las no chuveiro ou durante o banho de mar; 5) Nada de levar chapinha e secador na viagem - esses acessórios não combinam com verão; 6) Prender o cabelo molhado é um erro grave. Facilita a proliferação de fungos; 7) Invista em creme hidratante, condicionador e xampu de qualidade - suas madeixas merecem; 8) Durante o verão, lave os cabelos todos os dias para evitar o acúmulo de resíduos; 9) Use chapéu ou boné para proteger os fios; 10) Beba muita água, pois ajuda na hidratação natural dos fios. 54 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Moda e Beleza

É tempo de renovar Aposte nas estampas geométricas Elas estão super em alta e podem valorizar e definir seu corpo. O que acho mais legal nesta estampa é que as combinações de cores são muito amplas e na maioria dos casos, por mais diferentes que elas sejam, ainda assim ficam bacanas. Cuidado ao usar as estampas: as com fundo ou cores mais escuras afinam o corpo e as cores muito vibrantes aumentam o volume. As estampas geométricas prometem ser o hit da estação. Outra opção é mesclar com peças lisas. Óculos de sol Quem é que consegue ficar sem óculos de sol hoje em dia? Estamos em uma estação bastante quente, com um “sol para cada um”. Não é pra menos que os modelos são os mais diversificados e deixam a gente doida na hora de escolher o melhor. Vale a dica: para o rosto redondo, prefira armações quadradas ou retangulares; rosto quadrado pede armações redondas e ovaladas; para o rosto triangular, escolha estilo aviador ou com a parte de baixo ovalada e para o rosto redondo opte por modelos redondos ou retangulares. T-shirts Elas se tornaram febre da estação e podem ser usadas tanto em uma ocasião especial quanto no dia-a-dia. Uma dica bem legal é usá-las por dentro de um short ou saia de cintura alta e para completar o look, jogar um blazer por cima. Essa combinação dará um up no seu visual. Para usar com jeans, existem duas regrinhas básicas para manter a proporção entre camiseta e calça. Se a calça for justa demais, use uma camiseta mais folgada. Se a camiseta for justinha, opte por uma calça com uma modelagem mais folgada, como a de costura reta ou flare. Combinar a estampa da camiseta com outra parte do look pode ser uma boa ideia e dará um diferencial no seu visual.

56 | Revista FOCO | fevereiro 2016

Por Karoline do Carmo Durante Empresária


Moda e Beleza

Por André Laurentino

Consultor de Imagem/Vitrinista

A explosão do verão

C

om o vai e vem de todas as tendências e a moda cada vez mais sofisticada, as novidades que pretendem dominar o ano de 2016 estão bem antenadas em uma estação com explosão de cores e estilos. Lembrando que tudo que aparece em alta nas grandes passarelas, pode sim invadir as ruas, sem ser de uma forma exagerada, apresentando o look da forma correta e ideal. Para aquelas que não querem errar com a estação primavera/verão 2016, a aposta está em algumas tendências aqui sugeridas. Para quem é fã do estilo Boho dos anos 70, pode comemorar! Ele continua em alta, trazendo junto à estação a invasão das batas, mangas evasês, muito cropped, macaquinhos, rendas, franjas e bordados com linhas coloridas. A moda Navy também promete voltar com tudo, com as cores e o romantismo de laços e laçarotes, estampas em diferentes estilos, e claro, as flores. A cartela de cores está bem diversificada, no entanto, umas das maiores apostas são o branco, cru e cores em tons pastel. Apostando um pouco na cor da estação, marrom, laranjas, pink, tons cítricos e flúor são boas escolhas. Sobreposições e recortes vazados também são ótimas opções para estação. Então, fique atenta a tudo que está por vir.

Ficha Técnica: Fotos: André Laurentino Looks: H Store 58 | Revista FOCO | fevereiro 2016

Calçados: A+ Calçados Modelo - Mylena Berner


Moda e Beleza

Dicas de make para o verão

A

ntes que nós, mulheres vaidosas, comecemos a enfrentar problemas nessas semanas, vamos deixar uma coisa combinada entre nós: maquiagem no verão não precisa ser um dilema. Com alguns truques, conseguimos burlar o suor, acabar com a oleosidade, acertar a dobradinha base x bronzeado e até usar maquiagem na praia sem exagero. Só é cafona não usar protetor e voltar da praia toda vermelha, certo?! Como fazer para a maquiagem durar mais, apesar do suor e do calor? A durabilidade da maquiagem começa na lavagem do rosto ou no banho. O sabonete deve ser adstringente, com PH neutro e de preferência, líquido (como já falamos na edição anterior), como o nosso da linha H2O. Além disso, a pele precisa estar bem tonificada e tratada. Para tratar, a palavra de ordem é hidratação: se a sua pele é seca, hidrate normalmente (neste caso a linha a H2O é bem completa). Se é uma pele mais madura, hidrate com um lifting ou usando algum creminho anti-idade. O primer também é importante para a durabilidade da maquiagem e para um melhor resultado. Quem prefere as sombras em pó, pode optar também pelo Fixador de sombras ou o Eyelid Primer específico para a pálpebra. Se for sair de dia, não se esqueça de usar maquiagens contendo FPS, como a linha Solar com a base bastão com FPS 30 e o pó com FPS 50. Mas eu começo a ficar bronzeada muito rápido e não sei qual

60 | Revista FOCO | fevereiro 2016

cor de base usar! O correto é você ter sempre dois tons de base em casa: um para a sua pele natural, no inverno; e outro tom mais escuro para usar no alto verão, quando sua pele está mais bronzeada. No começo do verão, quando você está nos primeiros tons do seu bronze, sua pele está em uma transição: nem muito clara, nem muito escura. Você pode misturar as duas bases até atingir o tom ideal da pele e uniformizar o bronzeado. Usar make muito escuro no alto verão é over? O preto é básico. Fica bem em todo mundo e os pretos com pigmento de brilho ficam lindos a noite! Não pode ter medo! Mas é bom prestar a atenção em alguns detalhes para a maquiagem não ficar pesada demais: no verão, é bacana esfumar bem, para que o preto não fique tão pesado. E se você achar muito forte, opte pelos tons de cinza, grafite ou marrom escuro. Tudo bem usar maquiagem na praia, certo? Maquiagem na praia não é pecado, não principalmente se for para cobrir a olheira da festa da noite anterior! Se, nos primeiros dias, você não quiser chegar lá com aquele bronze de paulistano, aposte na Meia de Seda que é uma base para o corpo, para deixar a pele com uma cor mais legal. Batom é sempre bem-vindo pelo FPS, mas prefira as cores mais neutras e evite os vermelhos fortes. E abuse da máscara: mulher não pode sair de casa sem!


Negócios e Finanças

O que esperar para a economia em

2016?

Economista ouvido pela Revista Foco acredita que Brasil terá ano difícil

Estamos num período de muita corrupção e o fato de operações como a Lava Jato ainda estar em andamento e longe de ser concluída, acaba sendo negativo” Eder Canziani

Por Aline Camargo

O

ano de 2015 não foi nem de perto um bom momento para a economia, principalmente para os brasileiros, pois foi marcado por forte pressão dos preços. A inflação oficial bateu patamares históricos. Setores como alimentação, gasolina, energia, água, entre outros, tiveram aumentos. Sem falar do dólar, que registrou altas absurdas, ultrapassando os R$ 4 e deixando qualquer um de cabelo em pé. E para este ano, a previsão ainda não é das melhores. De acordo com o professor de economia da Universidade do Oeste Paulista, Eder Canziani, em 2016 não há muito que mudar, pelo menos em a curto prazo. “Só é possível uma mudança se o panorama econômico apresentar melhorias. Estamos num período de muita corrupção e o fato de operações como a Lava Jato ainda estar em andamento e longe de se concluída, acaba sendo negativo já que ela tem o papel de fazer uma limpa no panorama de pessimismo em relação ao governo. E atualmente passamos por uma crise que 62 | Revista FOCO | fevereiro 2016

compromete toda a parte orçamentaria do Brasil”, explica. O crescimento da economia se faz por meio do desenvolvimento e equilíbrio, porém, é preciso recursos. “Estamos com o orçamento deficitário e tudo pode ser resolvido se o governo cortar seus próprios gastos. Quem não entende do assunto acha que o país cresceu. Houve um crescimento no PIB, mas não teve estrutura para manter e a tendência é recuar ainda mais, gerando mais desemprego. É preciso um desenvolvimento sustentável para conservar o avanço obtido”, diz o economista. Em 2015 ainda houve inflação de demanda, momento em que o gasto é maior que a produção, o que culmina na alta dos preços dos produtos, além da inflação de oferta, onde os preços de bens aumentam sem haver o consumo. Diante disso, segundo Canziani, muita gente está com medo deste ano que está apenas no início. Para ele, o cenário faz com que as pessoas realmente enxerguem a crise e diminuam seus gastos. “As pessoas estão mais amadurecidas quanto

a situação atual, mas ninguém vai parar de consumir. Isso é fato. O que não pode é fazer as coisas contando com um futuro promissor. É essencial pensar sempre onde cabe o orçamento e acompanhar de perto o desenvolvimento da economia, seja bom ou ruim. É preciso estar preparado”, conta. Para o economista, é difícil fazer uma previsão para 2016. “Precisamos saber o que o novo ministro da economia, Nelson Barbosa. vai fazer, mas acredito que teremos um período obscuro. As únicas informações que estão surgindo são do governo. E de 55 promessas feitas, apenas cinco foram cumpridas no setor econômico. O país vai sair deste governo, na melhor das hipóteses, endividado”. A previsão de melhora é a partir de 2017, pois este ano reserva as consequências obtidas em 2015. “É preciso entrar o ano com o pé no chão. E 2017 vai depender do que 2016 vai nos trazer e o que o governo vai fazer para tentar superar essa fase ruim para de fato acreditarmos numa melhora”, finaliza.


Negócios e Finanças

Edmarcio Cuschenier comemora sucesso da i9 Imobiliária Por Wagner Bueno Foto: Cristiano Fernandes

O

empresário Edmarcio Cuschenier, 35, decidiu em meados de abril de 2014 montar o próprio negócio e criou a i9 Imobiliária em Presidente Venceslau. Prestes a completar dois anos de atividades, ele está satisfeito com os resultados obtidos no mercado e acredita no sucesso em 2016. “Tenho como meta sempre o crescimento e trabalho com determinação para alcançar os objetivos. Muitos falam em crise, mas prefiro falar de trabalho”, diz. Proprietário e corretor responsável da imobiliária, Edmarcio descobriu que o mercado imobiliário venceslauense comportava uma nova empresa para o setor e implantou a filosofia de humanizar as relações comerciais. “Busquei a eficiência para o atendimento e nesse sentido, oferecemos uma estrutura confortável para nossos clientes, com ambiente climatizado, ampla sala e fomos a primeira imobiliária a trabalhar com a divulgação em site próprio e ainda a pioneira em trabalhar com seguro fiança, entre outras vantagens”, diz. Com o desenvolvimento de uma relação de confiança com os clientes, Edmarcio tem trabalhado com proprietários de prédios antigos no centro comercial venceslauense e apresentado as vantagens de revitalizar os locais para novas locações. “Este trabalho tem apresentado um ótimo resultado e diversos prédios que estavam esquecidos na área comercial, hoje estão locados para grandes empresas com uma estrutura física moderna. O que faço é mostrar aos proprietários desses imóveis que compensa investir na modernização, o que inclusive, valoriza mais o comércio venceslauense”, afirma. A i9 Imobiliária trabalha para proporcionar segurança também para locador e locatário de imóveis comerciais e residenciais. “Temos um relacionamento que tem na base a confiança e digo sempre que a conquista de nossos clientes é o nosso compromisso.” Com o objetivo de oferecer melhores serviços no mercado, Edmarcio participou recentemente de um curso de avaliador imobiliário e está cadastrado no Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci) sob o número 16.928. Diante de um novo ano que surge, Edmarcio não hesita em dizer que será um tempo de sucesso para o mercado imobiliário. “A expectativa até o fim deste ano é de 100% de crescimento, acredito nisso, e a chave do sucesso é acreditar e trabalhar para alcançar as metas” finaliza. A i9 Imobiliária está cadastrada no CRECI com o número 26266-J. 64 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Negócios e Finanças

Henrique é casado com Rosemeire Silva Lima Prado, com quem tem três filhos

Henrique Prado investe em loja para público masculino

Empresário quer expandir negócios na região Por Wagner Bueno Foto: Cristiano Fernandes

C

ada ano que passa, crescem as vendas do segmento de moda masculina. Os dados referentes a 2015 ainda não estão fechados, mas os números de 2014 apontam que houve um aumento de 4,5% nas vendas, uma alta maior do que o comércio de peças focadas para o público feminino, cujo crescimento ficou na casa de 3,7%. A consultoria de mercado Euromonitor International aponta em estudo que o mercado de menswear deve contribuir com U$ 40 bilhões de dólares na economia global até 2019. De olho nesse público, que busca uma melhor aparência pessoal, é que o empresário venceslauense José Henrique Lima Prado, 66 | Revista FOCO | fevereiro 2016

32, decidiu investir na abertura de uma loja especializada em moda masculina em Presidente Venceslau. “Eu sempre trabalhei com roupas voltadas para o setor masculino. Durante 12 anos fiz representação comercial para grandes marcas e viajei o Brasil inteiro com os produtos, além disso, fui supervisor comercial de uma rede de lojas da moda masculina”, disse Henrique, que em novembro de 2014 inaugurou a loja Prado. Após abrir o próprio negócio, ele comemora o sucesso obtido na cidade venceslauense e desenvolveu a própria marca de roupas, sapatos e acessórios para atender a linha menswear. “Tenho peças como ternos, camisetas e outras, que levam

a marca Prado. É garantia que passo para os clientes de que as peças são exclusivas com o melhor preço e qualidade garantida”, fala. Com experiência no ramo, Henrique aponta para o investimento que irá transformar a Prado em uma rede com lojas na região. “Tenho esse sonho, de expandir os negócios e levar a loja para outras cidades da região para atender com estilo e elegância o público masculino e apresentar as tendências da moda para o segmento”, afirma o empresário. A Loja Prado em Presidente Venceslau já se modernizou e está instalada em prédio confortável e climatizado na avenida D. Pedro II, 234, região central da cidade.


Negócios e Finanças

Casal Boaretti investe em salão de festas em Presidente Venceslau

Galpão Fest possui capacidade para até 400 pessoas

E

Por Wagner Bueno

m outubro de 2015 o casal venceslauense José Boaretti e Aurelina da Costa Ataíde Boaretti, realizou um sonho ao inaugurar o Galpão Fest em Presidente Venceslau. Com estrutura ampla e arejada, o salão é destinado para abrigar eventos em geral. Aurelina é conhecida carinhosamente como Lelé e se aposentou há cerca de quatro anos, após trabalhar no funcionalismo público estadual por 37 anos. Mas ao invés de desfrutar da aposentadoria e descansar, ela resolveu investir no salão de eventos e continuar trabalhando. “Sempre gostei de trabalhar e mesmo depois da aposentadoria não conseguiu ficar parada, então busquei realizar o sonho de ter um espaço para festas e eventos. Me sinto muito feliz com esse projeto no alto dos meus 71 anos”, conta. O local escolhido fica a quatro quilômetros do centro de Presidente Venceslau em estrada rural no Jardim Morada do Sol, e oferece um ambiente com tranquilidade, ampla área verde, salão com beleza rústica e capacidade para abrigar até 400 pessoas. Lelé cuidou de cada detalhe da construção do Galpão Fest. “Temos um salão moderno e quem faz festas aqui economiza na decoração, porque o ambiente é bem aberto, com lustres, iluminação especial noturna, o Serviço

que deixa qualquer evento mais bonito”, fala. O salão possui treze banheiros, sendo 01 para portadores de necessidades especiais, seis para mulheres e seis para homens. A cozinha é equipada com freezers, fogão industrial, geladeiras e armários. O bar conta com ampla churrasqueira e o salão oferece até aparadores para buffet. Segundo Lelé, a estrutura do Galpão Fest ainda deve receber novos ajustes. “Existe o projeto para a construção de uma piscina e quiosques para o público. O que buscamos é oferecer o melhor para nossos clientes usufruírem de um ambiente com muito conforto e praticidade.” O casal construiu a vida em Presidente Venceslau e possui dois filhos. Wagner Ataíde Boaretti é buco maxilo facial e implantodontista na cidade de Campo Grande, e Washington Ataíde Boaretti é engenheiro agrônomo do Incra em Andradina. “Tenho meus filhos todos formados e no trabalho, um deles até brinca e diz que eu deveria aproveitar a aposentadoria, mas o que desejo mesmo é seguir com as atividades. O trabalho me faz muito bem”, diz Lelé. Ela reforça o convite para as pessoas conhecerem o salão. “Estamos com ótimas datas para festas e o importante é o cliente ver o espaço que temos para oferecer”, afirma.

O Galpão Fest está instalado na estrada para a chácara Santa Cecília (Entrada pelo prolongamento) no Jardim Morada do Sol. Informações pelo telefone (18) 3271 3777 ou (18) 99170 3280. 68 | Revista FOCO | fevereiro 2016


Negócios e Finanças

Aposentados e pensionistas do INSS têm benefícios reajustados em

O

s mais de 28 milhões de aposentados, pensionistas e segurados do INSS que recebem auxílio previdenciário, começaram 2016 com os benefícios reajustados. Os valores foram corrigidos a partir de janeiro, mas os beneficiários só perceberão o aumento em fevereiro, quando recebem o pagamento referente à competência 01/2016. O salário mínimo vigente para este ano é de R$880,00. A proposta orçamentária previa a elevação para R$ 870,99 e o reajuste ficou em 11,28%, acima da inflação oficial. O teto da Previ-

2016

dência subiu de R$ 4.663,75 para R$ 5.189,82. Para quem recebe acima do piso, o aumento foi baseado na inflação acumulada entre janeiro e dezembro de 2015. Beto Répelli, do Escritório Vencesprev, explica que para chegar ao índice da correção, é levado em conta a inflação acumulada do ano anterior acrescida à variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores. Aumentando o teto previdenciário do INSS para R$ 5.189,82, as outras faixas salariais também sofrerão reajustes a partir de fevereiro.

Veja como fica a tabela com as faixas salariais atuais e reajustadas Quem recebe um salário mínimo

70 | Revista FOCO | fevereiro 2016

R$ 788,00 vai para R$ 880,00

Um mínimo e meio

R$ 1.182,00 vai para R$ 1.320,00

Dois mínimos

R$ 1.576,00 vai para R$ 1.760,00

Dois e meio

R$ 1.970,00 para R$ 2.200,00

Três mínimos

R$ 2.364,00 para R$ 2.640,00

Quatro mínimos

R$ 3.152,00 para R$ 3.520,00

Teto

R$ 4.663,75 para R$ 5.189,82


Negócios e Finanças

Carlinhos celebra os 27 anos da

Selaria Yndu

Loja é referência na moda country regional Por Wagner Bueno Foto: Cristiano Fernandes

C

arlos Emanuel Zambrano Fernandes, 51, natural de Presidente Prudente, não havia imaginado que ao chegar a Presidente Venceslau com 12 anos de idade estaria destinado a construir uma história de sucesso em solo venceslauense. Filho de família portuguesa, Carlinhos, como é conhecido na cidade, veio morar com o avô José Fernandes Ferreira, com o objetivo de se dedicar aos estudos. Após concluir o ensino médio, formouse em técnico agrimensor, mas trabalhou por muitos anos na extinta Construtora Coroados como desenhista arquitetônico.

“Fiz muitos desenhos para os principais engenheiros e arquitetos da construção civil venceslauense e participei na década de 80 do período das grandes construções de obras na cidade”, lembra. Aos 23 anos de idade, Carlinhos casou e seis meses depois pediu demissão da construtora para montar o próprio escritório e continuou a atender os projetos de construções na cidade. “Eram tempos de muito serviço na área, mas no final dos anos 80 o cenário começou a ficar estranho para o setor da construção em Presidente Venceslau”, conta. Foi o vizinho do avô que mostrou para

Loja está localizada no mesmo local desde a fundação. Foto de 1991 (Arquivo pessoal) 72 | Revista FOCO | fevereiro 2016

Carlinhos aquele que seria o negócio de sua vida. Um rapaz fabricava selas para montarias e um dia fez a proposta para Carlinhos entrar com uma parceria no projeto. “Ele me disse para investir na compra de material para a produção de selas e ele entrava com a mão de obra. Depois de prontas, eu e ele saíamos para fazer as vendas e repartíamos o lucro”, recorda. Com os projetos de desenhos arquitetônicos em baixa, Carlinhos decidiu investir nas selas e no final de 1988 idealizou montar um espaço para produção e vendas. “Era fevereiro de 1989 quando saiu a inscrição e eu estava autorizado a abrir a loja. Contratei

Prédio tinha paredes de madeira e loja comercializava apenas selas. Foto de 1991 (Arquivo pessoal)


o rapaz que fazia selas e mais uns funcionários e começamos a produzir e vender para atender a região”, disse. Foi assim que surgiu a Selaria Yndu, que em 2016 completa 27 anos de fundação em Presidente Venceslau. O prédio continua instalado no mesmo local. “O terreno de esquina era o fundo do quintal do avô da minha esposa, que na época funcionava na frente o extinto armazém Casa Maia.” As paredes de madeira com o passar dos anos foram trocadas por alvenaria, e a loja passou a produzir e atender clientes não só da região, mas também de diversas regiões do país. “Fiz muitos amigos ao longo desses anos e sei que as selas que fizemos aqui foram vendidas para vários estados brasileiros. Conheço um cliente da cidade mineira de Teófilo Otoni que comprava selas em grandes quantidades para revender, e os produtos ficaram famosos pela qualidade”, afirma. Em março de 1991, Carlinhos foi assunto de reportagem publicada no jornal O Estado de São Paulo, um dos principais do país. Ele havia desenvolvido um projeto de armações para selas em fibra de vidro, que rapidamente conquistou o mercado brasileiro. “Fomos pioneiros neste projeto e chegamos a produzir cerca de 400 armações por mês para atender o mercado, tamanha aceitação do produto em fibra no lugar da madeira na armação, que proporcionava mais leveza e conforto para o cavaleiro.” Com o passar do tempo, a Selaria Yndu agregou novos produtos e se especializou na moda country com camisas, chapéus, bonés, cintos, fivelas, botas, calças e acessórios, e tornou-se referência para os amantes do estilo na região. Carlinhos comemora a trajetória de sucesso e diz que o segredo para vencer está na perseverança. “Quando olho e vejo tudo o que já passei, entendo que não é fácil construir a história de uma loja desta forma. Comecei sem ter muitos recursos, sem experiência no ramo de sela e no comércio, mas consegui vencer com muita determinação e esse é o segredo, acreditar sempre”, afirma.

Carlinhos e suas selas foram tema de matéria do jornal O Estado de S.Paulo em 1991


Negócios e Finanças

Gleison Rodrigues conquista sucesso com talento e simpatia

Gleison fez sucesso no programa de Gisele Gontijo na TV Band

O professor de educação física busca unir esporte, mente e espiritualidade. Por Wagner Bueno Foto: Cristiano Fernandes

Gleison durante palestra motivacional empresarial em Santa Catarina

Gleison atua em atividades do Circuito Sesc de Artes. Em 2013 esteve com a cantora Paula Lima

Gleison ao lado do amigo e colaborador Ivan Jayme em Navegantes/SC

Gleison durante a Campamento Recreativo em Curitiba com amigo Rick 74 | Revista FOCO | fevereiro 2016

G

leison Rodrigues Ribeiro, 45, é professor de educação física formado pela Unesp de Presidente Prudente em 2000. Ele escolheu a profissão por ser apaixonado pelo esporte, especialmente pelo basquete. Antes de ser professor, Gleison trabalhou na função de serviços gerais na Etec de Presidente Venceslau, e batalhou para alcançar a formação acadêmica. Com perseverança e determinação, concluiu o curso e logo começou a atuar na área educacional em escolas públicas e particulares, além de ministrar aulas de ginástica em academias. A motivação pelos estudos nunca parou e Gleison buscou a pós-graduação na área de recreação, lazer, e treinamento desportivo pela Unopar de Londrina. “Acredito que em qualquer área é necessário sempre buscar a atualização pelo conhecimento”, disse. Bem relacionado, carismático e talentoso, Gleison passou a se destacar na profissão e tornou-se pessoa conhecida em território regional com participações em eventos especiais. É voluntário de projetos sociais e ligado aos movimentos carismáticos da Igreja Católica. “Onde posso ajudar, eu ajudo”, diz. Ele já participou de programas de TV como o ‘Super Útil’, em que foi convidado a apresentar dicas de exercícios e atividades físicas como aliados para combater vários problemas de saúde, como hipertensão e obesidade, além de ser importante como válvula de escape para quem está constantemente estressado. O vídeo com a entrevista no programa foi reproduzido na internet pelo site Uol, e Gleison começou a ministrar palestras e treinamentos em diferente regiões do país.

Ele afirma que o tema da atividade física deve ser amplamente divulgado como fator para aliviar o estresse. “Não somos uma máquina, temos que ter o equilíbrio em nossas atividades. O ideal é caminhar pelo menos 40 minutos por dia para manter o corpo e a mente em ordem. Mas existe uma série de exercícios que podem ser feitos em casa e até mesmo no trabalho e que aliviam a tensão”, disse o professor, que é um dos sócios mantenedores do Colégio Venceslauense. Além de desenvolver o trabalho na área do esporte, Gleison é palestrante motivacional e desenvolve o trabalho em eventos e capacitação empresarial, onde mostra a importância do trabalho em grupo e a valorização do ‘eu’ nas pessoas. “Cada um tem o seu valor e importância dentro de um grupo, e por mais simples que isso possa parecer, as pessoas precisam trabalhar esse sentimento e certeza dentro de si. É necessário entender e acreditar que todos nós temos um valor único perante Deus”, destaca. Ele palestrou em Curitiba, Piçarras e outras cidades da região sul do país. Gleison ressalta que redes sociais atrapalham o desenvolvimento social e esportivo do ser humano. “Gastamos muito tempo nessas ferramentas da internet, deixamos de praticar esportes, de nos relacionar com as pessoas e acabamos doentes. Quanto mais tecnologia, menos humanização. Hoje nos esquecemos do poder reparador que possui o abraço, o poder do toque, porque estamos acostumados e viciados com o mundo digital”, fala. Nas palestras, Gleison trabalha com dinâmica cooperativa aliada com a espiritualidade. “Precisamos nos exercitar, nos desenvolver, mas acima de tudo, precisamos nos voltar a Deus”, finaliza.


Quanto mais tecnologia, menos humanização. Hoje nos esquecemos do poder reparador que possui o abraço” Gleison Rodrigues


Papai Noel por acaso Por Aline Camargo Fotos: Cristiano Fernandes

76 | Revista FOCO | fevereiro 2016

E

m meados de 1978, uma oportunidade não planejada fez com que Sidney Silveira, de 55 anos, se tornasse uma figura significativa na vida de muitas crianças. Ele substituiu um amigo que trabalhava como Papai Noel em uma loja de Presidente Venceslau e, desde então, Sidney é visto todo fim de ano com os trajes do bom velhinho. São mais de 30 anos vestindo a clássica roupa vermelha e distribuindo o espírito natalino por onde passa. Com o apoio da família - esposa e dois filhos - o Papai Noel Sidney já visitou toda Presidente Venceslau e também cidades da região. Quando o mês de dezembro chega, ele não para. Muitas pessoas, entidades, escolas e empresas o convidam para participar de confraternizações, principalmente com crianças. “É um trabalho que faço com muito carinho e amor. Ver o rosto das crianças diante da figura do Papai Noel não tem preço. Onde chamam a gente vai. E em cada lugar dou e recebo carinho”, conta. Apesar de desempenhar o papel de Papai Noel em todo o mês de dezembro, os dias 24 e 25 são os mais importantes para ele. No dia 24, Sidney é procurado por muitas pessoas para que ele faça a entrega de presentes durante as ceias de família. “As pessoas me ligam e pedem para o Papai Noel ir até suas casas e entregar os presentes às crianças. Então, a gente monta um roteiro e vai passando de casa em casa”, explica. Para isso, conta com a ajuda da filha e da esposa, que recebem as ligações, anotam os endereços, combinam de pegar os presentes e depois saem pelas ruas da cidade atendendo as famílias.

Após essa maratona, Sidney conta que todo ano faz uma parada certa, em um local especial: a Santa Casa. Lá, ele visita a pediatria, a ala dos enfermos e distribui doces, carinhos e um pouco de atenção aqueles que passam o Natal no hospital. “É algo que não abro mão. Todo ano, eu e minha esposa fazemos questão de ir lá, é algo que me faz bem”, fala. O dia 25 é ainda mais especial e o que faz seu trabalho valer a pena. Neste dia, pela manhã, ele se veste novamente com a roupa vermelha e sai por bairros carentes da cidade, distribuindo doces para aquelas crianças que não tem a representação “física” do natal em suas casas, com família reunida e mesas fartas, mas que, com certeza, sabem o significado que a data tem. E receber a visita inesperada do Papai Noel simplesmente as faz vibrar e se entregar aquele instante mágico. “É nessa hora que me sinto realizado. A gente percorre tanto lugar, vê tanta coisa ruim, que apenas o sorriso de uma criança ao receber uma bala da minha mão, faz tudo valer a pena”, conta. O Papai Noel venceslauense faz questão de realizar a ceia de natal com sua família após entregar os presentes. “Nós, eu e minha irmã, crescemos vendo ele fazer o Papai Noel. É algo que meu pai construiu ao longo dos anos e nós sempre acompanhamos. Ele nunca deixou de lado a família, em todo Natal ele ceia com a gente depois de fazer a entrega dos presentes”, conta o filho Valdney Nakai Sadao Silveira. Ser Papai Noel e levar momentos de alegria às crianças já faz parte da essência da pessoa que Sidney se tornou. Sobre até quando irá fazer esse trabalho, ele não hesita em dizer que será até quando puder. “Faz parte de mim. Vou fazer isso até o dia em que Deus me chamar. Todo ano mando um grãozinho de areia lá pra cima. Quando chegar lá vai ter uma casa me esperando”, diz. Ele finaliza dizendo que a sensação, após encerrar seu papel como o bom velhinho, é a de dever cumprido.


Política

Passar o Brasil a limpo

C

omeça 2016 e renasce a esperança no coração dos brasileiros: Que a economia reencontre seu rumo; Que o pesadelo do desemprego acabe; Que a corrupção seja contida com a responsabilização e condenação dos responsáveis por desvios bilionários do dinheiro público e, logicamente, a recuperação do que for possível dos valores desviados. Tirar Dilma do Governo deixou de ser uma questão político-partidária ou ideológica. É uma questão de justiça criminal. Processar e condenar Lula e seus seguidores que se apropriaram do dinheiro público é obrigação da justiça. Tirar Cunha e Renan da presidência da Câmara e do 78 | Revista FOCO | fevereiro 2016

Senado é vital para resgatar a dignidade do Congresso, além de cassar dezenas de deputados e senadores. Isso é crucial ao país. Sou apenas 01 voto entre 513, mas farei meu papel e vou honrar a confiança de meus eleitores. Não aceitei e não aceitarei cargos, emendas ou qualquer vantagem para trair os brasileiros. O governo está oferecendo tudo para os deputados e senadores, mas a pressão das ruas será muito maior. Dia 13 de Março vamos sair às ruas e dizer NÃO à corrupção. NÃO ao banditismo político que se apropriou do Brasil. Major Olimpio.


Saúde

Dr. Vallentim Grion

CRO 85690 - Cirurgião Dentista Especialista em Implantes Dentários Membro da Academia Brasileira de Osseointegração Cirurgião Credenciado por Banco de Tecido Ósseo Cirurgião Credenciado pelo Sistema Nacional de Transplantes Diretor da Clínica Grion Odontologia

Entenda o que é Bruxismo

B

ruxismo é uma desordem funcional que se caracteriza pelo ranger ou apertar dos dentes durante o dia ou, mais comumente, durante o sono. Causas

Os médicos ainda não entendem completamente as causas que levam ao bruxismo. As possíveis razões físicas ou psicológicas para esse distúrbio podem incluir sensações de ansiedade, estresse, raiva, frustração ou tensão. Alinhamento anormal dos dentes superiores e/ou inferiores (má oclusão). Outros problemas do

sono, como a apneia do sono. Resposta à dor de ouvido ou dor de dente (principalmente em crianças). Refluxo do ácido estomacal para o esôfago e para a boca. Efeito colateral incomum de alguns medicamentos psiquiátricos, tais como certos antidepressivos. Alguns fatores podem contribuir para o bruxismo, como estresse ou ansiedade, idade (Bruxismo é comum em crianças ), tipo de personalidade (agressiva, competitiva ou hiperativa) aumentam o risco de bruxismo, uso de cigarro, álcool, cafeína e drogas.

Sintomas de Bruxismo • Ranger ou apertar os dentes: às vezes tão alto que pode despertar uma pessoa que estiver dormindo ao lado • Dentes achatados, fraturados, lascados ou soltos • Esmalte dental desgastado, expondo camadas mais profundas do dente • Aumento da sensibilidade dentária

Entre as especialidades que podem diagnosticar bruxismo estão a clínica médica, odontologia, e psiquiatria. O diagnóstico de bruxismo costuma ser feito por meio da observação clínica pelo dentista. Tratamento de Bruxismo

Os principais objetivos do tratamento são reduzir a dor, evitar danos permanentes aos dentes e reduzir o ranger ao máximo. Uma placa pode ajudar a reduzir o travamento. Converse com um dentista sobre a melhor placa para seu caso.

• Dor na face • Dor na mandíbula • Dor que se sente como se fosse uma dor de ouvido mas que na verdade é resultado de bruxismo • Dor de cabeça • Recuos de língua Expectativas

O bruxismo não é um transtorno perigoso. No entanto, pode causar dano permanente aos dentes e dor desconfortável na mandíbula, dores de cabeça ou dor de ouvido. Por essa razão, é importante procurar um dentista e buscar, em conjunto a ele, a melhor forma de tratamento. Prevenção

Reduzir o estresse e gerenciar a ansiedade podem reduzir o bruxismo em pessoas propensas à condição. Outras possíveis causas de bruxismo nem sempre podem ser prevenidas.


Saúde

Hidratação após exercícios

É

chegado o fim de ano e com ele a busca pela saúde aumenta, seja pela promessa de dietas para emagrecer, seja pelas academias lotadas em busca de um físico melhor. A verdade é que o verão nos remete a cuidar mais do nosso corpo, mas os cuidados extras que o verão exige muitas vezes são esquecidos; por exemplo: a necessidade de uma hidratação correta, antes, durante e após os treinos. Durante a prática de exercícios, o corpo dissipa o calor produzido para o ambiente, regulando a temperatura do organismo através da transpiração, o que gera uma perda de água e eletrólitos (sódio, potássio, cálcio, magnésio e cloro). A média da taxa de sudorese é 500ml/hora e pode chegar até 2000ml/ hora em climas quentes. A composição média do suor é a seguinte: • Sódio (Na) 1000 mg/L • Cloro (Cl) 1000mg/L • Potássio (K) 300mg/L • Cálcio (Ca) 30mg/L • Magnésio (mg) 3 mg/L O sódio perdido resulta em uma reidratação incompleta e favorece o aparecimento de câimbras durante a prática do exercício. Ocorre um prejuízo no desempenho quando o indivíduo desidrata em 2% do seu peso corpóreo e perdas maiores que 6% podem levar 80 | Revista FOCO | fevereiro 2016

a uma exaustão por calor, coma e até morte. Por isso é essencial a reposição rápida e completa do balanço hídrico. Uma insuficiente ingestão, má absorção ou uma alta perda, causa redução no trabalho muscular. O carboidrato é o substrato mais importante utilizado durante o exercício anaeróbico de alta intensidade e durante as primeiras duas horas de exercício aeróbico. Quando os níveis de glicose caem abaixo dos fisiológicos normais, o desempenho diminui rapidamente. A manutenção da glicose para os músculos deve prolongar o desempenho e retardar a fadiga, por isso a ingestão de carboidratos antes, durante e após o exercício pode melhorar o desempenho atlético. Opte por uma alimentação balanceada, dirigida para o treinamento específico que irá praticar, a fim de suprir as necessidades que serão exigidas. Existem também no mercado os repositores eletrolíticos, conhecidos como isotônicos, que dão uma resposta rápida e bem eficaz. O consumo dessas bebidas apresentou um crescimento expressivo nos últimos anos. Mas é bom reforçar que essas bebidas contêm alto índice de sódio e pacientes com insuficiência renal, hipertensão ou tendência a desenvolver pedras nos rins, devem evitar consumi-las, sendo sempre aconselhável consultar um médico e/ou nutricionista.


Saúde

O que aumenta meu

gasto calórico?

Q

uando o objetivo é emagrecimento, já é sabido que vários fatores deverão ser analisados, ou seja, não existe “um” fator mágico para tal solução. Um destes fatores será a prática dos exercícios físicos e o quanto o mesmo irá contribuir em gasto calórico elevado ao longo do dia. O EPOC (consumo de oxigênio pósexercício) é uma variável muito relevante para análise sobre o gasto calórico. Ou seja, o EPOC expressa o que o exercício físico poderá influenciar no aumento do consumo de oxigênio pós-exercício e, mesmo após sua interrupção, o consumo de oxigênio permanece elevado por um determinado período, aumentando o gasto calórico. Esta variável aponta que quanto maior a magnitude e duração do EPOC, 82 | Revista FOCO | fevereiro 2016

mais efetivo será o exercício em aumentar o gasto calórico diário. Um estudo compara essas características do EPOC em três maneiras diferentes de exercícios: 1 - Exercício resistido (ER) 2 - Exercício aeróbio com intensidade constante (EAC) 3 - Exercício aeróbio intermitente de alta intensidade (EAI) Os pesquisadores equiparam as sessões de treino em duração e gasto calórico (EPOC foi analisado após 12 e 21 horas do final das sessões). Resultados

As sessões de ER e EAI permaneceram elevadas significativamente no gasto calórico em relação ao gasto de repouso na avaliação de 12 horas. No ER, o gasto calórico permaneceu maior que o repouso após 21horas. Em suma, ER e

EAI apresentaram resultados superiores aos observados após o EAC. O estudo apontou que, somandose o gasto calórico da sessão de treino com o EPOC, ER e EAI supostamente são mais significativos que EAC para elevar o gasto calórico diário. Os resultados demonstraram que antes da sessão de treino, o gasto energético em repouso dos indivíduos era de 1910 kcal e após 22 horas de uma única sessão de Treinamento Resistido de Alta Intensidade (HIRT) os indivíduos tinham um gasto energético de repouso de 452 kcal a mais, ou seja, 2.362 kcal. O estudo também apontou que, durante o período de 22 horas após o treinamento, os indivíduos oxidavam mais gorduras, isso foi constatado pelo menor QR (0,82 pré-exercício e 0,79 - 22 horas após o exercício).


Por Michelle Marques

Saúde

Fonoaudióloga CRFa 19621 Rua Duque de Caxias 851, centro - Fone: 3271 2291

Saiba como ocorre o desenvolvimento da linguagem infantil

Q

uando um casal recebe o resultado de gravidez, vários sentimentos surgem associados a uma grande expectativa sobre o bebê que está a caminho. Após o nascimento, os pais aguardam por todas as fases, como a primeira mamada, a interação, o primeiro sorriso, o começar a engatinhar, andar e é claro, o falar. A linguagem é definida como a capacidade de comunicação dos indivíduos. Cada criança tem um ritmo diferente e desde os primeiros meses de vida, tenta imitar o que vê nos adultos, como sorrisos, movimentos com a boca, e com os sons não é diferente, a criança aprende observando. O balbuciar dos bebês indica o primeiro passo da aquisição da linguagem e tem início aproximadamente aos seis meses de idade. O bebê parece brincar com os sons que emite repetindo diferentes sílabas. Nessa 84 | Revista FOCO | fevereiro 2016

fase os bebês estão experimentando todos os tipos de sons. As primeiras palavras aparecem por volta dos doze meses de idade, (papá, mamã, dá, qué). Essa fase define o uso do corpo e da linguagem na comunicação, sendo fundamental para que não haja falhas e um possível atraso no desenvolvimento. A criança apresenta intenção comunicativa, produzindo onomatopeias (auau, bibi, miau). No segundo ano as crianças deverão adquirir todas as vogais. Começam a juntar sílabas diferentes para formar palavras, identificam as partes do corpo e nomeiam figuras. Começam a surgir as primeiras frases, com 2 ou 3 palavras. Aos quatro anos de idade, ela elabora frases de 5 a 6 palavras, reconhece cores e formas geométricas, conta histórias sem ajuda. Já aos cinco anos a criança define objetos, usa corretamente os principais

tempos verbais (passado, presente e futuro) e ocorre à finalização da aquisição fonêmica: a criança fala as palavras no padrão adulto. Os pais tem um papel importante no desenvolvimento da fala; cabe a eles estimular as crianças. Narrar o que irá fazer, ler histórias e brincar com a criança, são formas de apresentar o mundo tornando o aprendizado prazeroso. É importante o adulto fornecer o modelo correto das palavras, procurando falar da forma mais natural possível, mantendo contato visual e evitando infantilizar a voz falando no diminutivo e em tons mais finos, procurando mostrar mais naturalidade falando de forma simples, destacando os nomes e objetos e repetir sempre que houver necessidade. Lembrando sempre de não exigir da criança algo que ela não está habilitada a fazer, podendo gerar frustração e omissão da comunicação oral.


Por Dra. Liléa Fernanda Gonçalves Répelli

Saúde

Dermatologista CRM: 125-598

Dra. Liléa apresenta o tratamento Escleroterapia Estética

O que é escleroterapia ?

A escleroterapia, também chamada de “aplicação” ou até mesmo de “queimar vasinhos” é um procedimento médico realizado para o tratamento de vasos sanguíneos dilatados ou mal formações, ou seja varizes nos mais diversos tamanhos. Na maior parte dos casos tem o objetivo estético. Como é feita a escleroterapia ? É um tratamento sem necessidade de cirurgia, e, portanto, feito em consultório médico. Os “vasinhos” são tratados com a aplicação de medicamentos esclerosantes nas veias alteradas, obstruindo o fluxo sanguíneo. Essas veias, doentes não são necessárias para a circulação, o sangue busca veias mais saudáveis para percorrer. Ao obstruir esses vasinhos, o aspecto estético das pernas melhora. A escleroterapia será eficaz e não deve ser feita quando os vasinhos estão conectados as veias varicosas, suas nutridoras. Nesses casos, a microcirurgia deve ser indicada. O tratamento é doloroso?

Geralmente a dor é pequena ou ausente, com boa tolerância dos pacientes. Qual o tempo de recuperação e os cuidados?

Após as sessões de escleroterapia pode-se ter vida normal, podendo voltar ao trabalho na mesma hora. É muito importante que o paciente siga as orientações de pós escleroterapia do médico, que podem variar de acordo com a técnica utilizada e calibre de veia tratada. O médico irá lhe dizer quando você pode retornar as atividades físicas, período sem tomar sol, uso de meias elásticas, cremes ou remédios necessários. Vasinhos voltam?

A recidiva pode ocorrer, pois tratamos a consequência, e não a causa da doença. Após o tratamento é normal a recidiva parcial em 1-3 anos, variando com o paciente e sua doença. E os vasinhos do rosto e de outras partes? As causas podem ser outras, porém o tratamento é semelhante. No rosto, o tratamento com laser ou termocoagulação é o mais eficaz. Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões varia muito entre os pacientes. Impossível 86 | Revista FOCO | fevereiro 2016

precisar, dependendo da quantidade de vasos, expectativa de melhora, resposta ao tratamento, tolerância à dor, assiduidade e adesão às orientações pós escleroterapia. Alguns vasos desaparecem, outros diminuem e outros não respondem. Por isso é necessário novas sessões. Os intervalos entre as sessões devem ser em média de 15 dias. Efeitos colaterais esperados:

Ardência, coceira leve no local durando 12-24hs, pequenos hematomas por 3-15 dias. Efeitos colaterais indesejáveis:

Alergias, coágulos nos pequenos vasos (que devem ser puncionados), hiperpigmentação local (rara), ulcera (rara). Cuidados gerais:

Não se expor ao sol sem proteção até o desaparecimento completo dos sinais (15-45 dias) e utilizar protetor solar; Depilação, Massagem, Atividade Física são permitidos após 12h ou 24h, cada caso, é um caso; Faixas elásticas e meias elásticas - em caso de veias maiores podem ser necessárias. Conclusão:

Por tratar-se basicamente de um procedimento estético, a não realização não implica em agravos maiores a saúde. Para tratamento de dor nas pernas ou veias maiores, a solução é passar por uma avaliação com o cirurgião vascular.


Educação e Cultura

Por Instituto Conhecer

Somos

o que lemos

O

ser humano nasce oco. Vazio de ideias, pensamentos e posicionamentos. Alguns dizem até que as crianças são o retrato da pureza e nós os corrompedores disso na medida em que as educamos. É certo que a informação de qualidade no tempo apropriado, pode fazer toda a diferença no ser humano que será formado em seguida, mas isso está longe de ser algo fácil, ainda mais na era digital com essa carga brutal de informações, na sua grande maioria, focada apenas no consumo. Se somos o que lemos, sensato seria cultivar o hábito em casa, desde pequeno, e usar as mesmas facilidades para mostrar aos nossos pequenos o caminho das pedras. No muro das lamentações sempre haverá quem escore

na desculpa do custo dos livros e desconhece o conteúdo da biblioteca da própria escola onde seus filhos estudam sem imaginar a quantidade de diversão e conhecimento a disposição dos alunos. Conhecemos escolas com acervos maiores que a própria biblioteca municipal, com o trânsito diário do “empresta - devolve”, uma de suas maiores marcas. O conhecimento é o caminho para a liberdade. Quando o raciocínio tem onde buscar informações para então criar premissas, o resultado sempre será a alegria do crescimento individual, a liberdade na multiplicação das ideias. Mentes criativas sempre precedem uma boa carga de informação que se acumula para, na hora certa, acabar transformada em algo novo para aquele indivíduo - algo chamado conhecimento. Revista FOCO | fevereiro 2016 | 87


Jurídico

Por Paula C. Fluminhan Rena

Advogada e Coordenadora Regional do IBDFAM SP/PP

Direito à convivência

familiar

O

direito à convivência familiar é assegurado por lei, artigos 226 e 227 da Constituição Federal. Ao falarmos sobre o direito à convivência familiar, talvez não atentasse a proporção de que tal direito é abrangido e o caos que acarreta no ser humano que dele é retirado. “Dentre tais direitos podemos assinalar como um dos mais importantes, e por via de consequência, mais debatido, o direito fundamental à convivência familiar, entendida esta com a maior abrangência possível, principalmente no que concerne ao convívio com ambos os progenitores e com suas respectivas famílias” (Wlademir Paes de Lira | Data de publicação: 07/09/2015/ ARTIGO Responsabilidade civil na alienação parental, uma análise nos sistemas jurídicos / IBDFAM). Com tantas inovações no direito de família, deparamos com várias formações de núcleos familiares, estes formados através das pessoas em busca de sua felicidade, com mais autonomia e liberdade para escolher sua forma de construir seu núcleo familiar, um vínculo formado por afeto e afinidades. As pessoas têm a liberdade para escolher a formação de seu núcleo familiar, mas também têm responsabilidades, o respeito ao princípio da dignidade da pessoa humana, não podendo se esquecer que os demais membros que construíram e integram estas famílias também tem o direito à convivência com esta. A eficácia e a aplicação imediata dos direitos e garantias fundamentais (art, 5º,§ 1º, da CF) são de suma importância, pois garantem plena proteção e efetividade aos membros da família atual, não dependendo de qualquer normal regulamentadora. Como leciona Rolf Madaleno: “no direito de família é de substancial importância a efetividade dos princípios que difundem o respeito e a promoção da dignidade humana e da solidariedade, considerando que a família contemporânea é constituída e valorizada pelo respeito a plena liberdade e felicidade de 88 | Revista FOCO | fevereiro 2016

cada um de seus componentes, não podendo ser concebida qualquer restrição ou vacilo a este espaço constitucional da realização do homem em sua relação sócio-familiar.” (DIMAS MESSIAS DE CARVALHO, DIREITO DAS FAMILIAS, ed. Saraiva, 4ª edição, pag. 490) Assim, com a dissolução deste núcleo familiar, há de se ter em mente que, os demais membros não podem sofrer com o fim da relação conjugal, pois acabam atingindo as crianças, adolescentes e os idosos com o fim da convivência familiar. “Merece destaque que a medida tem sido aplicada inclusive no caso da convivência entre avós e netos. De acordo com o Tribunal gaúcho, a “avó tem o direito de exercer a visitação em relação à neta e esta tem o direito de receber o afeto avoengo, estreitar laços de convivência familiar e ampliar a convivência social, não sendo propriedade dos pais, mas pessoa titular de direitos, que merece ser respeitada, bem como de ter uma vida saudável e feliz” (CONRADO PAULINO DA ROSA, NOVA LEI DA GUARDA COMPARTILHADA, ed. Saraiva, pag. 133). A convivência familiar e a dignidade da pessoa humana andam de mãos dadas, assim não podemos restringir que as crianças e adolescentes tenham horários determinados para conviver com seu genitor que não vive sobre o mesmo teto, conhecido como “direito de visitas”. E com muita estranheza, visitar alguém que sempre conviveu, que estava presente no cotidiano do lar, e agora somente poderá passar algumas horas determinadas, devido aos pais entenderem não ser possível mais conviver conjuntamente. Tal fato acarreta a perda da convivência na relação com os pais e os demais parentes, ocasionando um distanciamento lento e gradativo, até acarretar a completa ruptura dos laços de afetividade entre a família que não vive sobre o mesmo teto. Gosto sempre de lembrar que o meu ou seu direito, acaba quando começa o do outro, assim, não posso privar o cotidiano destas crianças e adolescentes com seus pais e sua família,

por entender que não é mais possível a vida em comum entre o casal. O direito à convivência familiar vai muito além, pois a ruptura deste relacionamento é conjugal e não parental, o direito da convivência com seus familiares é protegida por lei, pois as crianças e adolescentes necessitam de cuidados, orientação, educação, criação e assistência familiar, sempre pensando no melhor interesse do menor. Desta forma, manter o cotidiano destas crianças e adolescentes com seus pais e familiares vai mais adiante, pois elas não necessitam somente de água e comida para sobreviver. Devemos cultivar o afeto, os laços com seus familiares de uma forma concreta, eficaz, proporcionando um desenvolvimento sadio e atendendo as necessidades psíquicas destas crianças e adolescentes. “O direito à convivência familiar constitui, portanto, um direito fundamental da criança e do adolescente, sujeitos de direitos, de conviver em família. A convivência solidifica os laços afetivos da criança, reforçando os vínculos com a família materna e paterna, e recebendo todos os cuidados necessários à pessoa em desenvolvimento, valorizando e assegurando sua dignidade, o que não é possível obter com mera visitação. Prevalece, assim, o melhor interesse e proteção integral dos filhos” (DIMAS MESSIAS DE CARVALHO, DIREITO DAS FAMILIAS, ed. Saraiva, 4ª edição, pag. 497.). Lembramos que o abando afetivo são buracos, feridas causadas que muitas das vezes não conseguimos tampar ou cicatrizar com o decorrer do tempo; o abraço que não foi dado, a lembrança que foi esquecida, o almoço que não existiu. Quando retiramos estes momentos de qualquer membro familiar, causamos um verdadeiro afronto ao princípio do melhor interesse da criança, do Estatuto do Idoso e da dignidade da pessoa humana, visto que as frustações, angústias e distanciamentos acarretados nos relacionamentos familiares, estes persistirão pelo resto da vida.



Revista Foco - fevereiro 2016