Page 1

a v ú e Cabr

in focco Mateus Solano o bom moço e pai

dedicado que está roubando a cena na pele de um vilão

NESTA EDIÇÃO:

• moda • beleza • receitas • turismo

Casa

horta de temperos dá toque especial às receitas

Morar bem

cozinhas que aliam praticidade, eficiência e beleza

Motor

a adrenalina do off road

Saúde

alie-se ao esquadrão anti-infarto e proteja o seu coração

ESPECIAL PAIS lições de companheirismo e de responsabilidade


sumÁRIO

Esta edição traz textos e depoimentos que ressaltam a importância dos laços de cumplicidade entre pais e filhos

Moda Dicas de Beleza Dicas Pais Danuza Leão Os Desafios de Ser Pai e Mãe Pai Companheiro Entrevista: Mateus Solano Temperinho Caseiro

Quer temperos fresquinhos na hora de cozinhar? Basta criar uma horta caseira. É fácil e você ainda garante um toque especial à sua comida


Receitas para um Churrasco Especial Cozinha: Beleza e Funcionalidade Escritório: Cadeiras Cheias de Estilo Cuide da Saúde do Coração Universo Off-Road Proteja a saúde de seu coração com controle do peso, alimentação equilibrada e exercícios físicos

Curiosidades

O ator Mateus Solano fala sobre o sucesso de seu personagem Félix, em “Amor à Vida”, e também sobre trabalhos no teatro, vida em família e paternidade Capa Mateus Solano: Estevam Avellar / TV Globo


na boca

do povo

Expediente

EDITORIAL

• Editada pela empresa: A Voz do Jacaré Editora Ltda Rua Maranhão, 144 – Cabreúva/SP • Diretor Responsável Milton Flávio de Paula • Gerente Comercial Maria Emília Mendes • Jornalista Responsável Fabiane Cardoso de Sá MTB: 027806 • Editora Chefe Tania Luísa Denardi • Arte Finalista Marcelo de Jesus Mina • Estagiária em Jornalismo Luana Corte Moreira • Fotografia Fábio Bueno • Atendimento Gabriela de Lima Domingos • Distribuição e Logística Fredy Henrique de Paula • Tiragem 3 mil exemplares • Impressão Quatrocor Gráfica e Editora

Estamos mais uma vez na boca do povo. Afinal chegamos nas bancas e aos milhares de leitores com mais uma edição da Cabreúva In Focco. A cada edição temos mais e mais satisfação em realizar este projeto. Nossos amigos, leitores e anunciantes também vibram com a chegada da In Focco, uma revista que veio para ficar. Nesta edição homenageamos os pais pela importante data. Também abordamos tendência, moda, beleza, arquitetura, saúde, turismo, sociais entre outros temas. Leia, curta e divulgue a In Focco você também.

• Projeto Gráfico CM&N Central de Marketing e Negócios • Para anunciar: (11) 4529-5233 (11) 4529-3189

Boa leitura Flávio de Paula

úva

in focco

Cabre

A revista Cabreúva In Focco não se responsabiliza pelos conceitos emitidos em artigos assinados, bem como pelas informações ou conteúdo dos anúncios publicados. A reprodução total ou parcial do conteúdo desta obra é expressamente proibida sem prévia autorização.

Juntos informando cada vez mais

Fale conosco: avozdojacare@superig.com.br/cabreuvainfocco@gmail.com


MODA elas

jeans +jeans

Divulgação - Olook

Divulgação - Via Marte

Camisa La Martina Glamour - www.glamour.com.br

Em 1990, usar jeans com jeans era uma mania mundial, mas em 2000 essa combinação foi deixada de lado e passou a ser considerada um deslize de estilo. Porém, como já estamos acostumados, a moda vai e vem e agora a união está em alta novamente. Para quem ainda não se acostumou a fazer uma combinação monocromática, a dica é usar uma das peças em jeans color, opção que fica moderna e equilibrada. A mistura de jeans com jeans também pode ser feita com acessórios, por exemplo, um vestido jeans com um tênis de lavagem diferente é uma ótima pedida.

Colar Espaço Fashion Glamour - www.glamour.com.br Top Cavalera Glamour - www.glamour.com.br

Conheça os modelos que prometem arrasar neste inverno! • Ankle Boot e bota de cano médio: elas pedem opções menos volumosas e podem ser excelentes para quem busca parecer mais longilínea. Para criar esse efeito, alie a cor da bota com a cor da peça que estiver na perna. Para quem preferir usar esse tipo de calçado com as pernas de fora, procure modelos com tons próximos ao da sua pele. •B  ota com barra dobrada: como já vem com volume acima do salto, use esse modelo com peças sequinhas, como as calças mais justas e meias-calças, ou mesmo com as pernas de fora. • Coturno: esse famoso representante do militarismo não impede que sua pegada mais agressiva seja combinada com vestidos e produções mais leves. Se preferir os modelos mais delicados, opte pelos de cano médio. •W  estern: sabe aquela bota que tem um traço country, mas que pede que seu look fuja ao de um cowboy? Exatamente, composta com vestidos soltinhos, flores e calças skinny, a Western traz à tona o boho-chic e é muito bem-aceita neste inverno. Use-a com vestidos fluidos ou por dentro das calças justas, vale até um cabelo volumoso ou uma trança “desgrenhada”.

Divulgação - Via Marte

Divulgação - Olook

botas

Blusa So Lovely Glamour - www.glamour.com.br

gata de

alto

clero!

Um pouquinho de cruz ali, um pouquinho de cruz aqui e pronto, já está lançado o maior hit deste inverno. Exatamente, a cruz está em alta, digamos que nos Alpes da moda do inverno 2013. Ela pode ser vista em estampas de calças, camisas e, principalmente, em anéis, brincos, colares e cachecóis. Tem muita gente dando uma repaginada naquele terço bonito de pedraria da vovó e unindo vintage à tendência, o que, sem dúvida, é certeza de sucesso! A cantora e atriz Demi Lovato já aderiu à moda, assim como outras celebridades, portanto, aproveite a dica e produza looks com maxicolares de cruz e crucifixo e proteja-se contra a falta de estilo!


MODA eles

g. Fotosite Takahashi/A 13 - Zé Inverno 20 ion Rio nder - Fash Foto: Auslä

Foto: Ellus - SPFW Inverno 2013 - Zé Takahashi/Ag. Fotosite

Foto: Osklen - SPFW Invern o 2013 - Zé Tak ahashi/Ag. Fot osite

inverno

masculino

Este é um inverno em que os homens poderão escolher entre uma grande variedade de peças. À disposição deles estão paletós com cortes e acabamentos precisos, mas com um mix de texturas para dar um toque de ousadia ao visual. Golas levantadas, tricô, jeans, calças um pouco mais curtas, padronagem xadrez e peças sobrepostas podem ser aderidos com sucesso. Com relação aos tecidos, entre as apostas estão o linho, a sarja, o veludo, o moletom e o tradicional couro. A paleta de cores da estação para a moda masculina conta com preto, grafite, azul escuro e verde-militar. Gelo, cinza e a até o vermelho intenso também estão entre os tons que prometem aquecer os homens durante o período mais frio do ano. Aproveite o leque de possibilidades e lance mão do que mais combina com você. Inspire-se, pois o inverno é um misto de requinte e ousadia!

APLICATIVOS FASHION Conheça quatro aplicativos, compatíveis com iPhone, iPod touch e iPad, capazes de auxiliar os homens quando o assunto é estilo: • How to tie a tie: este é um aplicativo funcional para homens que buscam vestir-se bem, mas que ainda se atrapalham quando o assunto é dar o nó na gravata. Ele ensina a fazer desde o nó mais simples até os mais complicados. •H  ugo Boss: além de vídeos e fotos das coleções e dos bastidores da grife Hugo Boss, o aplicativo mostra como ficaria uma peça do seu guarda-roupa com uma roupa da marca. Basta tirar a foto com o seu Iphone e submetê-la ao aplicativo. Que tal? • Be Speak Personal Stylist: ele oferece conselhos personalizados do especialista Alan Flusser, de acordo com o tipo físico e outras características do usuário, como cor dos olhos, dos cabelos, da pele, formato do rosto, etc. Flusser é conhecido por ter concebido o guarda-roupa de Michael Douglas para o filme “Wall Street” e também foi elogiado por seu trabalho em produções como “Perfume de Mulher”, com Al Pacino. •C  ool Guy: ideal para homens desorganizados, permite ordenar o guarda-roupa masculino através de categorias. Basta tirar fotos de cada item do armário para o aplicativo classificar as roupas, organizando-as e ajudando a combiná-las. É possível ainda criar looks e compartilhá-los com amigos para colher opiniões, além de receber notícias sobre atualidades, como da Fox News, e matérias de revistas e blogs masculinos de moda.


beleza

boas dicas à mão

o loiro ideal Profissionais afirmam que existe uma tonalidade de loiro ideal para cada cor de pele, confira algumas dicas para conquistá-lo: •P  ele negra: o loiro-dourado deve ser a aposta daquelas mulheres que possuem um tom de pele mais puxado para o vermelho. Quando a pele for mais acinzentada, as escolhas devem levar em consideração as tonalidades de loiro-acobreado. Já o loiro-bege cai bem para aquelas com tom de pele mais amarelado. •M  orenas claras e médias - morenas claras com olhos mais escuros devem investir no loiro-champanhe ou acinzentado. As médias casam perfeitamente com o loiro-médio e o mel, pois possuem cabelos naturalmente escuros. •P  ele branca: esta aceita tons que vão do loiro-claro ao ultraclaro. Quem quiser apostar em mechas platinadas pode deixar a raiz um pouco mais escura. Mulheres com peles mais rosadas e que possuam cabelos naturalmente loiros harmonizam perfeitamente com os claríssimos.

Os aplicativos (apps) também podem dar uma mãozinha para as mulheres que se preocupam com a beleza e o bem-estar. Eles são ideais para quem não abre mão das facilidades dos smartphones. Aproveite as opções e baixe o que mais combina com você: • My Fitness Pal: ele ajuda na dieta, calculando as calorias e nutrientes ingeridos para compor com seus exercícios físicos; •W  hole Foods Market Recipes: nele, é possível consultar receitas com base nos alimentos que você tem na sua despensa. O app pode dar opções do que fazer com os ingredientes; • Pocket Yoga: oferece 27 sessões, com três níveis de dificuldade de ioga, com exemplos ilustrativos e registro do seu processo de evolução; • Closet Virtual: ao fotografar as suas roupas, ele auxilia nas combinações, até você encontrar a ideal. Praticamente um personal stylist a seu dispor; • Woman Log: Acompanha seu ciclo menstrual e o controla para você; • Meu Horóscopo: fornece informações para quem não fica sem as previsões astrológicas; • MakeUp: te ajuda a decidir a maquiagem ideal; • Diário da Noiva: indicado para as futuras noivas, o aplicativo trata de tendências, gastos, vestidos, beleza, cerimônia, festa e até lua de mel; • App Guia da Cozinha: receitas novas e rápidas para qualquer momento; • Vogue e Style.com: revelam as últimas novidades da moda.


beleza

garras de fora! As unhas postiças atraem mulheres de todas as idades e ainda carregam o status de “arma de sedução infalível”. Mas alguns erros de aplicação e retirada podem comprometer a saúde das naturais. É essencial grudá-las sempre com cola específica para unhas, por isso não utilize aquelas colas de adesão instantânea, com alta resistência. Tenha cuidado ao remover as postiças, para não retirar também a camada de proteção superficial da unha natural e enfraquecê-la. Tomados os devidos cuidados, as postiças podem durar até um mês. Durante este período o esmalte pode ser trocado tranquilamente, basta usar removedor. Saiba, então, como agir no momento da aplicação: • Antes de colar as unhas postiças, providencie a limpeza das unhas naturais. Isso porque qualquer oleosidade ou produto que esteja sobre elas pode afetar a aderência da cola; • Coloque uma pequena quantidade de cola na unha postiça e comece a colar da ponta das naturais em direção à raiz. Para ficar bem aplicada, deslize a postiça sobre a unha natural até alcançar a cutícula. Outra orientação: fique atenta para não deixar bolhas de ar entre unhas, caso contrário, a umidade que ali se alocar pode favorecer o surgimento de fungos.

creme anticelulite Associados à alimentação correta e a uma atividade física regular, os produtos anticelulite dão aquele toque especial que o corpo tanto precisa. Em geral, são formulados com substâncias que auxiliam na quebra das moléculas de gordura. Cafeína, centelha asiática, rutina, flavonoides, vitaminas C e A, retinol e Gingko biloba são alguns dos componentes que estimulam a circulação sanguínea e linfática. Vale ressaltar que a forma de aplicar o produto também interfere na sua eficácia. Fazer uma massagem enquanto espalha o creme aumenta a circulação, facilitando ainda mais a penetração desses componentes. Os cremes podem ser ótimas ferramentas de auxílio, mas é preciso adotar um estilo de vida saudável para que melhores resultados sejam obtidos: • A reeducação alimentar é importante em casos de sobrepeso, pois a obesidade está relacionada com uma piora da celulite; • Pratique atividade física para queimar calorias e evitar o acúmulo de gorduras; • Consuma de dois a três litros de água por dia. Isso estimula a função renal e ajuda a eliminar as toxinas; • Mantenha o controle emocional, pois o estresse ocasiona desequilíbrio em todo o organismo; • Evite fumar. O cigarro prejudica a circulação do sangue, retém toxinas e dificulta a oxigenação dos tecidos; • Modere o sal, ele aumenta a retenção de líquidos no organismo.


especial pais

cuidado ao

negociar Não se esqueça: nunca negocie o inegociável! É natural que as crianças se sintam atraídas por tudo que veem pela frente, mas esta característica deve ser conduzida com muito cuidado. É importante dizer “não” . A criança deve ser educada com a consciência de que as coisas não caem do céu e tudo que se adquire é feito por meio de esforço. Também é indispensável deixar claro que as pessoas são mais importantes que a conquista material, e estar rodeado, por aquelas que a amam, é muito mais valioso! Em algumas situações, é aceitável negociar com os filhos como, por exemplo, mais 15 minutos no parque de diversões ou que a guloseima será a última do dia. Porém, prometer presentes em troca de comportamentos desejados deixa de ser uma lição saudável. É preciso que seu filho cresça sabendo que nem sempre irá ganhar prêmios pelo que fizer. Ensine que as atitudes têm valor em si e não deixe que seus méritos se transformem em uma mera relação de troca.

aproveite

o tempo juntos Pais que têm longas jornadas de trabalho precisam investir na qualidade do pouco tempo desfrutado com os filhos. Passar o dia inteiro com a criança não é melhor do que passar pouco tempo, o que dita o benefício é a forma como é conduzido e aproveitado o período de convivência. Neste momento, a dedicação é fundamental. Desligue o celular, dê toda a sua atenção à criança e faça algo em parceria, como montar um quebra-cabeças, contar uma história e conversar sobre a rotina dela, inclusive na escola. Esta atitude também é ideal para identificar problemas que possam estar acontecendo com seus cuidadores ou coleguinhas de aula. Uma vez estabelecida, a relação de amizade e cumplicidade só tende a evoluir.

pai

exemplar É fundamental que os pais sejam exemplo daquilo que esperam de seus filhos. Ou seja, se deseja que seu filho seja gentil, responsável e educado, o adulto deve ser modelo de inspiração. A psicologia infantil mostra que as crianças costumam seguir os pais e a conduta deles é um fator determinante no lapidar da personalidade e caráter delas. Para obter sucesso, é muito mais importante, por exemplo, não mentir e alimentar-se adequadamente, exercitando as lições, do que dizer à criança que não se pode mentir ou impor que ela deva comer determinados alimentos. O modelo também se aplica para estimular o gosto pela leitura. Ler diante dos filhos deixa claro que a atividade é prazerosa. Portanto, lembre-se: educar uma criança, às vezes, exige educar-se em comunhão, pois todo comportamento exposto irá refletir na sua formação. Aja com carinho e responsabilidade sempre!


especial pais

compartilhe

poder

Alguns homens gostam de separar sentimentos baseados no gênero, ou seja, a mãe irá dar carinho enquanto o pai irá disciplinar. A atitude desagregadora afeta de forma negativa o lar. O ideal é que exista total empenho do pai a fim de manter uma relação saudável e igualitária com a esposa. Compartilhe poder com a mãe do seu filho e seja também um transmissor de amor e carinho.

colabore

na gravidez Papais de primeira viagem precisam saber o quanto é importante seu auxílio durante a gravidez da esposa. O primeiro passo é ser paciente e entender que ambos estão vivendo um momento de transformações. Além disso, os hormônios da gravidez provocam significativas mudanças de humor na mulher. Portanto, seja carinhoso à medida que o corpo de sua parceira muda e os sintomas da gravidez se intensificam. As mulheres se sentem felizes e valorizadas quando seus parceiros são participativos: seja interessado, pesquise nomes para o bebê e leia sobre o assunto para que possam dividir conhecimento. Outra iniciativa indispensável que, em geral, fica a cargo dos homens, nesse período, é a de organizar as finanças. Ter um filho custa caro e, além de cuidar das despesas pontuais da nova fase, também é importante começar a pensar no futuro do recém-chegado e poupar para que, um dia, vocês possam oferecer tudo o que sonharam para ele!

pais para sempre

O divórcio é um momento de crise para todos os envolvidos, já que envolve o fim de uma relação e a necessidade de nutrição de uma nova, que requer cooperação entre os pais: a relação coparental. Esta relação pode ser inicialmente difícil de alimentar, pois ainda podem haver mágoas entre as partes. Mas ambos devem cuidar para que as batalhas não sejam mantidas, nem deixar em segundo plano o bem-estar dos filhos e o próprio. Portanto, é preciso entender que ser pai (e mãe) é para sempre e que este desafio, uma vez assumido, após a separação, passará por novos aspectos. Lembrem-se: quanto mais conflitos e pressões envolverem a criança, mais negativo será o impacto e mais graves as consequências em seu desenvolvimento. Garanta ao filho que os pais continuarão gostando dele e cuidarão da mesma maneira que antes. Pois, independentemente do que tenha acontecido com o casal, os pais continuarão a ter um papel muito importante na vida da criança!


danuza leão

or, uma m a or p e, qu ia iz d os n E do, pois mulher deve fazorertatunte na vida nada é mais imp

É autora de vários livros, entre os quais Na Sala com Danuza 2 (ARX) e Quase Tudo (Cia. das Letras)

lembrando-me de

meu pai

Acordei pensando em meu pai. Não é todo dia que a gente se lembra dos que já se foram; e, de alguns, quando a gente lembra, não dá para falar, porque ainda dói muito. Mas um dia você acorda lembrando-se de alguém que significou muito na sua vida, mas que, na época, você não sabia, só foi saber depois. Não sou muito de datas, mas durante anos lembrei-me do dia do seu aniversário, do dia de sua morte; o tempo foi passando e fui aos poucos me esquecendo desses dias. E, pensando bem, lembrá-lo no dia do seu aniversário, da sua morte, não tem nenhuma importância. Tanto não tem que, hoje, que não tem nada a ver com essas datas, acordei lembrando muito dele. Desde que éramos pequenas, volta e meia, eu e minha irmã ouvíamos nosso pai falar, um pouco brincando, um pouco a sério: “vocês não me dão valor, não escutam o que eu digo, um dia vocês vão ver que eu tinha razão”. É claro que entrava por um ouvido e saía pelo outro, e ele, felizmente, não percebia. Talvez depois que as pessoas morrem

tenhamos uma tendência a idealizá-las, e é exatamente o que sinto pelo meu pai. Mais do que uma questão de inteligência, ele teve, desde cedo, o dom de saber o que era a vida; sem ilusões, guardando mesmo assim um lado muito poético dentro dele. O que, aliás, nos confundia muito. Quando falava no amor, era de um lirismo total; quando ainda jovem, foi eleito Príncipe dos Poetas Capixabas, teve seus poemas publicados em Vitória, onde morávamos, e tinha até o físico de um poeta - um pouco no gênero Castro Alves. E nos dizia que, por amor, uma mulher deve fazer tudo, pois nada é mais importante na vida. Mas veja como era complicado ser sua filha: logo que me casei, não existiam telefones no Rio. Ou você comprava - e era um bem que se declarava no Imposto de Renda - ou se conseguia por meio de pistolão. Como meu marido era dono de um jornal, não foi difícil conseguir um, e meu pai disse logo que o telefone tinha que ser no meu nome, pois se alguma coisa acontecesse, tipo o casamento não dar certo, o telefone seria meu. Ora, como compreender um pai com posições tão

diferentes? Quando pedi que ele me explicasse como poderia me dar conselhos tão opostos, ele, sem nenhuma paciência, disse “ah, mas será que vocês não entendem? Mas não faz mal, um dia vocês vão entender”. Como ele tinha razão. Era como se ele tivesse nascido sabendo onde a vida ia nos levar, como se tivesse o dom de prever o futuro; por experiência ou um dom muito especial e raro, sabia onde iríamos parar com nossas escolhas, nossos casamentos, nossos amores. E bem que tentou nos explicar como é a vida, mostrando que, em circunstâncias exatamente iguais, uma hora se deve agir de um jeito, na outra de outro jeito, mas isso é difícil de explicar - e de entender. Talvez por saber demais, a vida para ele foi muito pesada. Ah, meu pai sabia das coisas. O que eu não daria para sair hoje com ele para almoçar, comermos aquela moqueca de lagosta de que ele gostava tanto e falar de tudo que aconteceu em todos esses anos, depois que ele se foi. Do quanto ele tinha razão em tudo que me dizia; que saudade de você, meu pai.


11 de agosto

dia dos

Pais

A revista Cabreúva In Focco homenageia todos os pais pelo seu dia

Wagner da Silva, 25 anos, é pai de Anna Clara, 4 anos.

Rubens Marcussi, 68 anos, com as filhas Sueli, Márcia e Simone.

O pai Ilson Godoi, 48 anos, com seu filho Gregory Godoi, 15 anos.


11 de agosto

Pai Edvan Souza da Silva, 38 anos, com os filhos Lucas Vinícius Souza da Silva, 11 anos, e Matheus Henrique Souza da Silva, 4 anos.

O pai Marinho Barbosa Filho, 40 anos, com seus dois filhos Marinho Barbosa Neto, 15 anos, e Lucas Alves Barbosa, 4 anos.

Marcos Kleber, 41 anos, é pai de Natália Cardoso Queiroz, de 5 anos.

Amauri Aparecido Santi, 48 anos, e sua filha Karina Zumbini Santi, 17 anos.

Luís Cláudio Augusto, 36 anos, com sua filha Rafaela Augusto, 10 anos. E Marcos Aparecido Augusto, 34 anos, com sua pequena Sophia Mariane de Souza Augusto, 1 ano e 2 meses.


desafios

Homens acumulam papel de pai e mãe e assumem, sozinhos, a tarefa de cuidar dos filhos

DOIS Em

UM Eles são verdadeiros super-heróis, desmistificam o tradicional modelo de família que conhecemos e provam que os homens são capazes de muitas conquistas. Popularizados como “pães”, os pais que unem o papel de pai com o de mãe são cada vez mais comuns em nossa sociedade. Os motivos que levam a este acúmulo de funções são diversos: morte, separação e adoção, fazendo com que esses homens assumam sozinhos os cuidados com os filhos.


desafios

“Criei minhas filhas, sozinho, por muitos anos e tive que aprender muito sobre renúncias e amor”

lições Confira seis lições da psicoterapeuta reichiana e psicóloga Frinéa Souza Brandão, para os “pães” de plantão:

Adalberto Velho

Trocar fralda, preparar a comida, dialogar sobre relacionamentos com os adolescentes, escolher roupa, sapato e se atentar às obrigações referentes à saúde e à escola são atividades, geralmente, associadas ao papel da mãe, mas que, muitas vezes, precisam ser cumpridas por eles. Aos “pães” de primeira viagem, a psicoterapeuta reichiana e psicóloga Frinéa Souza Brandão dá a dica: “faça uma agenda de rotinas da criança e não saia dela, principalmente no que tem a ver com a alimentação e medicamentos”.

Novos cenários, novos desafios Estamos diante de um cenário de sociedade moderna, em que a mulher conquistou sua independência e a ocorrência de divórcios é muito maior, tornando comum o aumento de pais que arcam sozinhos com a educação dos seus filhos. A educadora Valéria Thomazini conta que percebe a dificuldade dos pais, principalmente, no sentimento de culpa pela separação e na própria insegurança, implícitos no ousado desafio. “O bom é que a guarda compartilhada e a diminuição do litígio ajudaram bastante na qualidade do convívio. Hoje, o fim do casamento não significa mais que os filhos sejam declarados inimigos dos pais, como ocorria em muitos casos”, ressalta a educadora. Adalberto Velho, 42 anos, é “pãe” de Vanessa, de 16 anos, e Ana Luiza, de 8. Ele assumiu a criação das meninas após o término de dois de seus relacionamentos. “Criei minhas filhas, sozinho, por muitos anos e tive que aprender muito sobre renúncias e amor. Hoje conto com a ajuda da minha mãe e sei o quanto ser flexível e dialogar é importante.”

A morte é um triste episódio que também pode levar ao novo modelo familiar. Vivian Avallone, de 16 anos, e sua irmã Thaís, de 17, são criadas apenas pelo pai, já que Solange, a mãe, faleceu em 2007. “Em cada idade da criança sem a mãe, aparece uma demanda diferente, desde roupas até levar para uma balada. Mas eu não me deixo abater e busco sempre orientar Vivian e Thaís. Substituir a presença da mãe é praticamente impossível, mas eu sempre procuro educar da melhor forma”, relata o pai Messias Avallone. Quando se trata de meninas a serem criadas por homens, podem surgir inconvenientes, já que algumas garotas se sentem constrangidas em falar determinados assuntos com os pais ou vice-versa. Para diminuir essa barreira, segundo Valéria, é preciso que, desde cedo, o pai esteja ciente que sua garotinha crescerá e a proximidade e carinho estabelecidos serão determinantes para que acompanhe de perto esse processo.

• Disciplina: o ideal é só levar trabalho para casa em situações de emergência. Nesses casos, providenciar ocupações para a criança como convidar um amiguinho, apresentar brinquedos com os quais ela possa brincar sozinha e filmes; • Socialização: formar uma rede social com outros pais da mesma escola é muito importante. Para isso, é bom dedicar um certo tempo para ir a festinhas de aniversário e aceitar convites para levar o filho à casa de outras crianças; • Cuidados com a alimentação: nunca substitua uma comida saudável por hambúrguer e biscoitos. Isso ajuda a estabelecer uma relação de maior confiabilidade com o seu mundo social e o do seu filho. A criança se sente mais protegida, mais cuidada e isso é exteriorizado no seu comportamento; • Cuidados com a higiene: fundamental, principalmente na hora de dormir. Dê importância à limpeza corporal, higiene bucal e roupas de cama limpas. Com relação às questões de saúde, cuidado para não exigir da criança um comportamento saudável quando ela está se sentindo mal. Também não a medique sem orientação médica; • Conforto não é descuido: você pode optar por roupas confortáveis, mas atenção para que não sejam descuidadas; • Amor: independente da idade, abrace muito seus filhos. Amados, eles serão mais felizes e a relação, mais saudável.


sociais


sociais


COMPORTAMENTO

Relação de companheirismo entre pai e filho fortalece vínculos de confiança e favorece a comunicação

em boa

companhia A construção de relacionamentos exige muita dedicação, principalmente quando se trata de pais e filhos. Ambos irão passar por diversos períodos ao longo da vida e precisam desenvolver afeto e afinidade para que o amadurecimento - deles e da relação aconteça de forma saudável. Lucas Rezende, psicólogo e especialista em programação neurolinguística, acredita na importância do companheirismo. “Especialmente durante o período da infância e da adolescência, o jovem pode sentir-se muito inseguro com relação a si mesmo e suas escolhas pessoais. Assim, o pai que acompanha seus filhos em atividades, desde que faça isso com sinceridade, está se comunicando indiretamente e reforçando laços.” O psicólogo aponta que a união só tende a fortalecer os vínculos de confiança, inclusive tornando mais franco e disponível o canal de comunicação entre o pai e seus filhos, criando oportunidades de diálogos para abordagens mais naturais em temas sensíveis, como sexo e drogas. Rafael Pacheco, 28 anos, pai de Rafinha, 2 anos, reforça que quer estar perto do filho sempre que for possível. O jovem pilo-


COMPORTAMENTO

to acredita que ambos já dividem uma paixão em comum, pois o pequeno já demonstra muito afeto por aviões. “Independente da sua inclinação profissional, serei sempre seu maior incentivador.”

Um amor mais que especial... Filhos com necessidades especiais tendem a exigir um pouco mais de atenção dos pais, pois, para garantir o bem-estar de seus amados, muitos optam por acompanhá-los em suas atividades. “Por muitas décadas, os próprios pais fizeram parte de um cenário onde, por orgulho e vaidade, negavam-se a reconhecer a condição de seus filhos e assim negavam-lhe também a condição fundamental - e constitucional - de dignidade da pessoa humana. Felizmente hoje, a sociedade mobiliza-se, ainda que, pouco a pouco, para ampliar a discussão e encorajar os pais a participarem mais ativamente da inserção, desde cedo, de jovens com necessidades especiais”, salienta Rezende. De acordo com o especialista, os ganhos deste esforço vêm de todos os lados. Por um lado, a sociedade, que evolui no campo moral e mostra ser coerente com seus próprios princípios. Por outro lado, os pais, que se desafiam para adaptar sua rotina às atividades de seus filhos, conquistando também uma

vitória pessoal. E, finalmente, os próprios filhos, que são nutridos com uma boa dose de genuíno carinho e amor familiar, o que só faz aumentar sua autoestima e cria um ambiente propício para estimular diversas habilidades e potenciais latentes. José Carlos Medeiros é pai de três filhos, duas crianças e um adolescente, sendo que o mais velho apresenta necessidades especiais, levando Carlos a acompanhar mais de perto as atividades do garoto. “Quando ele era criança, eu sempre participava das recreações com ele, pois, quando estava exposto a novos aprendizados, eu preferia estar junto para garantir que tudo corresse bem”, conta. Para ele, é fundamental dividir momentos de lazer com os três. Mesmo trabalhando muito, ele considera o domingo um dia de total dedicação aos filhos. “Em fases diferentes, eles apresentam necessidades diferentes. Às vezes, preciso brincar como uma criança durante o dia e conversar como um adulto durante à tarde. É preciso flexibilidade e muito amor.”

Adolescência x convívio É muito comum que os conflitos que nascem na adolescência sejam dilemas que põem o jovem a pesar “devo acreditar nos meus pais ou ouvir o que meus amigos dizem? “. Por-

A ideia não é abrir mão de seu papel de orientador e sim tornar a relação mais equilibrada

tanto, se não houver uma sintonia familiar, é evidente que a escolha do jovem o levará sempre ao caminho oposto àquele pretendido pelos pais. “O ideal, nesta fase, é que o pai deixe de lado aquela velha conversa conservadora, até por que o mundo mudou e muitos dos conselhos que serviram para ele certamente não se aplicam mais aos seus filhos nesta etapa da vida”, explica o psicólogo. Então, o que fazer? O neurolinguista indica que, por mais difícil que pareça, falar menos e ouvir mais é um excelente começo. Em uma roda de amigos, o jovem pode expressar-se sem o medo de ser censurado ou ouvir “um conselho que é o melhor para ele”, e é isso que falta em muitos lares, uma escuta despretensiosa e presente por parte dos pais. A ideia não é que o pai e a mãe abram mão de seu papel fundamental enquanto orientadores, e sim que tornem a relação mais equilibrada com os filhos. Do contrário, haverá sempre uma parte hipócrita: em que os pais tentam apontar o caminho da perfeição - e que eles mesmos não seguiram - ou dos filhos, tentando buscar aprovação a qualquer custo.


ENTRETENIMENTO

CURIÓ A paixão de Marcos há 32 anos O empresário de Cabreúva Marcos Gonçalves de 47 anos, há 32 anos, tem fascinação pelo canto dos curiós. Além de ter sua criação de aves, ele e mais dois amigos de Jundiaí (Gildo e Juliano) irão viabilizar o “Criatório Japi”, onde será feito o manuseio dos curiós, um grande sonho do empresário. “Tenho fascinação por esta maravilhosa ave, em minha juventude tive um curió Canto Paracambi (Mateiro). Ele era meu companheiro. Em todos os lugares em que ia, estava eu, minha gaiola e meu curió, sempre com o pássaro em punho. Meus familiares e os de minha esposa

já sabiam desta dedicação e sempre dispunham de um cantinho para meu curió, desta maneira passei parte de minha juventude”, conta Marcos. Segundo Marcos, o curió sendo uma ave canora, sua expressão (canto) faz o mais leigo verificar de onde vem aquele ruído. Seu canto tem notas comparadas às notas de um violino. Para gerar uma ave com bom canto, é preciso ter boas matrizes de genética definidas e apuradas para este propósito (canto). O preço de uma ave curió varia entre R$ 15 e R$ 20 mil, e algumas raridades

podem chegar ao valor de R$ 80 a R$ 120 mil, segundo o criador. “É difícil tentar quantificar a paixão que temos por esta ave sensacional, pois há um envolvimento tão grande para conseguir-se aves com boa aptidão canora, que pequenos detalhes podem diferenciar o certo do errado no desenvolvimento de uma ave”, explica. “Devo ressaltar que todos aqueles que queiram trabalhar com animais de nossa flora, precisam antes ir ao órgão competente, o Ibama ou em uma Associação para verificar as necessidades para a criação”, alerta Marcos.

apae cabreúva 15 anos de história pelo Sr. José Carlos dos Santos Bustos. As atividades visam contribuir para o desenvolvimento global dos atendidos, proporcionar oportunidades e experiências capazes de ampliar a autonomia e melhorar sua

qualidade de vida, objetivando sua inclusão e a defesa de seus direitos. Os atendimentos são direcionados para bebês, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual, múltipla ou autismo. Fotos: Divulgação

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Cabreúva completou 15 anos, no dia 27 de maio. Inicialmente idealizada para o atendimento de 27 crianças, hoje conta com cerca de 200 atendidos, e é presidida

APAE visita o jornal


criatividade e estilo de vida

o lar de

Maurício e Raquel Não tem como não notar a decoração no lar do casal Maurício José da Silva e Raquel Aparecida Romanatto, que é caseiro do Centro de Lazer e Cultura Sílvia Covas, no Vilarejo, em Cabreúva, há 12 anos. Os dois moram com os filhos Allan Jonathan, 11 anos, e Alex Lucas, 2. As paredes externas e internas da resi-

dência são repletas de objetos: carrinhos, telefones antigos, brinquedos, discos de vinil, óculos, máscaras, rádios antigos, e até peles de cobras. Segundo Raquel, tudo começou quando Maurício decorou toda a sala com objetos que ganhou de amigos. “Tem até toalhas de banho na parede, mas quando não dava

mais para colocar nas paredes da sala, ele começou a pendurar os objetos na parte externa e no quintal”, conta Raquel. Com muita criatividade, o casal guarda os objetos que fizeram parte da história da família, como os sapatinhos dos filhos. “Tudo tem um valor sentimental”, diz Maurício.


Foto: Estevam Avellar / TV Globo

entrevista

mateus solano O bom-moรงo que dรก vida a um vilรฃo cheio de carisma


entrevista

Por Ester Jacopetti

E

le é boa-praça, bom pai, bom marido, queridinho da turma, e do tipo que abre a porta do carro. Inteligente, talentoso e educado, Mateus Solano colhe os bons frutos de Félix, o vilão da vez, que vem

roubando a cena em “Amor à Vida”. “Todos os movimentos do Félix são para agradar ou esfregar na

cara do pai que ele é muito bom”, diz o ator sobre seu personagem na novela das nove. A seguir, confira entrevista completa com Mateus Solano. No bate-papo, ele fala mais sobre novela, teatro, vida em família e paternidade

Como tem sido o processo de construção de Félix? Para cada personagem que faço, tento buscar uma diferença total e absoluta, porque acho que ninguém é igual. Desse ponto de vista, acho que ele (Félix) é tão diferente quanto o Mundinho (“Gabriela”) era do Miguel ou do Jorge (“Viver a Vida”) ou do Arnaldo (“Do Tamanho do Mundo”), que estou interpretando no teatro. A orientação sexual de Félix é bem perceptível, pela forma como ele age. Ele tem esse casamento de fachada, convencional - homem, mulher, filho e tal. Ele tem essa vontade de poder e de ser diretor do hospital. Ele é um cara sem escrúpulos. Ambicioso, tenta se tornar o acionista majoritário do hospital que pertence ao pai e vai passar por cima de tudo e de todos para conseguir. A irmã dele é o grande problema, porque é o xodó do pai e provavelmente o hospital vai ficar para ela. Seu personagem é um gay enrustido. Ele não se assume por medo da repressão ou sente a necessidade de mostrar virilidade para conquistar o poder? A questão dele é com o pai, que apesar de não ser contra homossexual, não gostaria que o filho fosse. É como muitos e muitos pais que a gente vê por ai. O pai fez a parte dele, no sentindo de tentar

arquitetar a vida do filho, encaminhar para o convencional. Todos os movimentos do Félix são para agradar ou esfregar na cara do pai que ele é muito bom. Ele é muito bom no que faz como marido, como tudo que o pai queria que ele fosse. Ele queria, na verdade, que o pai acordasse e percebesse que ele é melhor que a irmã. Mas ele é movido por insatisfação ou sentimentos de injustiça, por inveja, sentimentos mesquinhos... Sobre a questão da maldade, você comentou que está lendo “O Efeito Lúcifer”... Este é um superlivro. Na verdade, ainda estou lendo, mas está complicado porque é tanto roteiro... Mas é um barato porque ele mostra como uma parte nossa é má, da mesma forma que existe a outra que é boa. Nós temos as circunstâncias sociais, da vida de cada um, que levam a alimentar o monstro que há

dentro de nós ou o altruísta que existe dentro da gente. E, no caso do Félix, essa maldade já existia desde pequeno. Existem algumas cenas com a avó dele, em que ela fala sobre as maldades que ele fazia quando era criança. Mas isso tudo foi alimentado por essa rejeição do pai, o excesso de mimos da mãe e por esta questão dele ter que esconder a homossexualidade que é visível. Para você, como é lidar com a sua maldade? Como você a controla? Sou um cara, digamos, do bem, um cara de paz. Mas sei da existência da maldade. Eu lido com ela através dos meus personagens. Acho a profissão de ator uma grande catarse neste sentido. A gente se põe no papel de outras pessoas e acaba exercitando outros lados nossos, que são reprimidos pela sociedade. Grande parte do carisma de um vilão vem daí. A gente

“Para cada personagem que faço, tento buscar uma diferença total e absoluta, porque acho que ninguém é igual”


Em caso de emergência acesse: vovô.com

homenagem

ao melhor

pai e avô

Acreditamos que todas as crianças do mundo mereciam ter um avô como Roberto Zettler, carinhosamente chamado pelas filhas e netas por Beto. Beto é daquele pai e avô que faz de tudo para ser prestativo e faz tudo com o coração. Quem está de fora percebe até um certo “abusinho” por parte das três netas Penélope, Katherine e Giovanna que em tudo apelam para o socorro do avô, desde irem à aula, até na hora do gostoso churrasco, que, aliás, Beto faz com esmero. Beto é casado com Elizabeth Antunes Zettler há 37 anos e teve duas filhas: Tatiane e Camila.

Uma vida de muita luta Roberto ficou órfão de mãe muito cedo. Criado pelo pai em época de crise aprendeu a driblar situações adversas para sua sobrevivência com apenas 11 anos. Aprendeu o ofício da tapeçaria e ao lado do pai trabalhou até o ano de 2000, época em que devido a uma doença veio para Cabreúva realizar tratamento médico a convite do genro Georgios Kordoutis. Infelizmente, o destino já havia traçado o seu caminho e após quatro anos de sua estadia em Cabreúva (sua nova morada) falece seu genro Georgios Kordoutis. Desde então, Beto passou a ser o ‘Pai’ das netas (filhas de Georgios e Tatiane) Penélope e Katherine. Beto é este homem simples, correto, amigo, bem humorado, sempre tem palavras de otimismo e pronto para ajudar.

Vovô Beto ladeado pelas netas Penélope, Giovanna e Katherine

“Feliz Dia dos Pais! Você é meu pai, meu amigo, meu sócio, companheiro de luta, irmão e meu porto seguro. É fonte de minha inspiração.” (Tati)


entrevista Alguns países estão regulamentando o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Você acredita que com isso o preconceito irá diminuir? A questão da aceitação ou não do homossexual aparece agora porque temos uma grande liberdade na internet, de dizer o que a gente acha, fóruns são montados, tem a questão da globalização... As pessoas têm opiniões que podem ser lidas. Não acho que este é um momento diferente, a única diferença é que agora se fala mais sobre essas coisas. O preconceito sempre existiu. Agora, se ele vai diminuir, isso eu não sei. Deixo para a história dizer.

Em “Amor à Vida” como Félix Foto: Zé Paulo Cardeal / TV Globo

diz “bom dia”, “boa noite”, “com licença” o dia inteiro. Em casa, liga a televisão e vê aquele cara dizendo aquelas barbaridades que, às vezes, a gente gostaria de dizer, mas coloca um cadeado na boca e acaba não dizendo. Muita coisa fica engasgada na garganta da gente, somos impedidos de falar para não perder o emprego, o amigo, perder isso ou aquilo. O carisma do vilão vem desse lugar. O ator sempre quer ser odiado quando interpreta um vilão. Como acha que o público vai receber esse seu novo trabalho? Eu não vou às ruas, fico o dia inteiro no Projac e depois volto para casa. Mas fico sabendo através dos meus colegas, falando muito do Twitter e tal. Depois de muito tempo, fui dar uma olhada no Twitter e fiquei muito feliz de ver a repercussão positiva do personagem. As pessoas falam rindo que estão odiando. É um ódio dúbio, é um amor e ódio na verdade, porque tem muito humor, e elas gostam. A tendência do personagem é cada vez soltar mais pinta. Muitas vezes, eu penso que talvez esteja dando pinta demais, mas já relaxei quanto a isso. Acho que tem

uma teatralidade, que permite ao Félix dizer algumas coisas. Um dos fatos que as pessoas comentam é que a emissora dificilmente mostrará o beijo entre duas pessoas do mesmo sexo. Esse fato pode acontecer nesta novela? Aliás, você toparia fazer uma cena dessas? Estão até colocando bastante no Youtube, agora, uma cena de um beijo gay que eu fiz em um filme chamado “Novela das Oito”. É uma cena muito bonita. Agora, na televisão, essa novela trata a questão da homossexualidade com muita normalidade, de uma forma que ainda não foi vista, eu acho. Se o beijo gay acontecer, certamente será da mesma forma que o beijo heterossexual, sem nenhuma forma de preconceito, sem nenhum alarde.

Essa não é a primeira vez que você trabalha ao lado da atriz Bárbara Paz. É mais fácil dividir a cena com quem já conhece? Essa é a terceira vez que trabalhamos juntos. Com certeza é mais fácil, e essa é a grande vantagem que um grupo de teatro leva em cima de um elenco de teatro. Elenco é aquele povo que se junta para fazer a peça e depois se separa. Um grupo vai trabalhando, vai se conhecendo, desenvolvendo linguagem, e o trabalho vai enriquecendo. Em “Maysa – Quando fala o coração”, você interpretou o compositor e produtor musical Ronaldo Bôscoli. Seu personagem atuou como grande vilão na minissérie, e, na vida real, a passagem dele na vida da cantora foi breve. Mas Manoel Carlos optou por aumentar sua participação. Como foi pra você? Bôscoli foi o vampiro emocional de cantoras como Elis Regina, Nara Leão e da própria Maysa. Ele foi um dos criadores

“Fiquei muito feliz de ver a repercussão positiva do personagem. As pessoas falam rindo que estão odiando. É um ódio dúbio”


entrevista da Elis como a conhecemos. Ele falava para ela colocar a voz para fora. Em “Maysa” descobri que sabia fazer televisão. Percebi que conseguia transportar a qualidade que busco no teatro, de onde venho, para a TV. Foi uma descoberta muito importante. O Bôscoli chegou na hora certa em minha vida. Meu objetivo foi entender o que o Jayme Monjardim queria daquele papel e deu certo. Encaixei a minha figura na lembrança que cada um tem dele.

O texto desta peça foi escrito por sua mulher, Paula Braun. Como tem sido essa relação, esse processo? Tem sido muito bom. Era uma questão para mim, porque a gente já acorda, toma café, dorme junto. Trabalhar, não sabia como ia ser. Tem sido muito bom saber que isso pode unir a gente ainda mais.

Você está no espetáculo “Do Tamanho do Mundo”, interpretando Arnaldo, um homem que acorda e não consegue caminhar. Como é esse personagem? O problema logo passa, mas abre um vácuo na vida dele. Então, ele começa a repensar o valor das coisas e as necessidades. De repente, não sabe o que vale a pena na vida dele, o que é verdade, o que não é. Ele começa a questionar tudo.

Com a chegada de um filho, as pessoas afirmam que se tornam melhores. Seus sentimentos e atitudes mudaram? Eu gosto de falar e usar a minha peça como exemplo. O Arnaldo (personagem) acorda um belo dia e não consegue andar. É um mal súbito que logo passa, mas que abre um buraco dentro dele. E, a partir daí, começa a ver as coisas como se estivesse vendo o mundo pela primeira vez. E, a partir deste novo olhar, ele começa a questionar as escolhas dele, o desejo e os valores que ele dá para as coisas. Eu comparo isso com o momento em que voltei da maternidade com a Flora. Não era o mesmo Rio de Janeiro. Não tem como descrever. Acho que todas aquelas frases clichês começam a fazer todo o sentido.

Foto: Bob Paulino / TV Globo

Como tem sido acompanhar o crescimento da sua filha Flora, que está com 2 anos? Tem sido ótimo! Tudo tranquilo.

Mesmo com pouca idade, os pais colocam os filhos em atividades como balé, inglês, espanhol. Você vê um problema ou acha positivo para o crescimento da criança? Vejo como algo positivo, porque a infância é um lugar em que temos que colocar em um monte de coisas, até para saber o que escolher lá na adolescência. É uma das fases mais estimulantes da vida, e a criança precisa ser estimulada. Eu já passei por cursos de judô, natação, vôlei, basquete, violino, musicalização. Fui muito estimulado. O fato de o meu pai ser diplomata possibilitou conhecer vários lugares pelo mundo. Tudo isso abriu a minha cabeça. E tudo que eu puder dar de abertura para minha filha, e não de fechamento, vou querer dar. Muitos dos problemas que a gente vê

de intolerância hoje em dia são por ter pessoas com cabeça fechada. Opiniões conclusivas, definitivas, sobre as coisas. Eu sou mais da pergunta: “será que pode ser?”. Gosto de uma frase do Sócrates: “Só sei que nada sei”. Existe uma discussão em torno de bater ou não na criança. O que você pensa a respeito desse assunto? Como você normalmente age em situações envolvendo limites? Cada um deve saber como educar o seu filho. O mais importante é isso que eu falei, de mostrar para criança que nada é definitivo, tudo é criativo. Você ajuda a cuidar da Flora? Troca fraldas, coloca para dormir? Claro! Eu sou o pai. Flora é 50% eu! Quando você está de folga, o que mais gosta de fazer? Andar de bicicleta e curtir os amigos em casa.

Jogo Rápido O que o sucesso lhe ensinou? O sucesso mais me incentiva a continuar, ir em frente, do que me ensina alguma coisa. Não sei responder essa pergunta. É meio vago isso... O que é o sucesso? O sucesso de glamour não ensinou nada! Se for a fama, ela só me ensina a ter cuidado com ela. Para você, um domingo perfeito é: É aquele que vem depois do sábado, é absolutamente perfeito. Já o dia que vem depois do domingo não é exatamente bom... (risos) Que estilo de mulher mais lhe atrai? A minha! Uma característica marcante em você: Sou muito alto, eu tenho 1,90m. O que nunca imaginariam sobre você? Vão continuar sem imaginar... Do que você tem medo? Do futuro... Não, do futuro não. Tem uma frase do Gilberto Gil que diz “Não tenho medo da morte, mas de morrer sim”. O que mais te dá prazer? Censurando!


eventos

Festa Julina 2013 agita Cabreúva A Festa Julina da Prefeitura, realizada pela Secretaria Municipal de Cultura, aconteceu nos dias 6, 7 e 8 de julho nas Praças Comendador Martins e da Cultura. A festa ficou lotada nos três dias. Teve muita comida típica e várias atrações como a Banda São Roque, apresentação da dupla Cabreúva e Cabreuvinha, feira de artes e artesanato e

o Projeto Jeca, com exposição do acervo e projeção de filmes do Mazzaropi. Houve show das duplas Zé Rodrigo e Roberto, Fredy e Filipe, Alex e Renê, Higor e Jonathan e a da Orquestra de Viola Caipira, Gui Zicatti, Marianna Nunes, Fe Batista, além da dupla Deuber e Leandro, que apadrinhou a convidada Syang.

Cabreuvanas destacam-se no Concurso

Garoto e Garota Estudantil 2013 Vitória Bergamini Guerra, 6 anos, e Beatriz Sayuri Kohatsu, 7, são as duas estudantes de Cabreúva classificadas no Concurso Garoto e Garota Estudantil 2013, pelo manager Sandro Bergamo da agência Fetiche Models, parceira do jornal A Voz do Jacaré e da revista Cabreúva In Focco. Vitória estuda na escola Mário Faccioli no Centro, e é filha de Maira Angélica Bergamini e Arnaldo Gomes de Souza Guerra. Já Beatriz estuda no Colégio Anglo e é filha de Débora Zamora Kohatsu e Osmar Kiyoharu Kohatsu. No concurso, mais de 700 inscritos participaram da pré-seleção do Garoto (a) Estudantil 2013, que ocorre na cidade de Salto, onde 32 estudantes cabreuvanos participaram.


CASA

TEMPERINHO caseiro Monte seu jardim de ervas e descubra o prazer de ter uma horta em sua própria casa O procedimento não precisa ser complexo, assim como os gastos podem ser flexíveis, mas os benefícios, estes sim, são inúmeros. Uma horta caseira pode favorecer o contexto familiar de diversas maneiras, é o que revela a paisagista Catarina Menucci. “É possível montar uma horta orgânica de forma criativa, em qualquer espaço, por menor que seja, desde que haja sol.” Ambientalista e fundadora da ANC (Associação de Agricultura Orgânica de Campinas), Catarina acredita no poder de produzir e manipular os alimentos. “O ato estimula a conexão com a natureza, o aprendizado da importância de saber produzir o próprio alimento e remédio.” Ela ainda aponta que a atividade permite momentos de extremo prazer, relaxamento e contemplação. “Acompanhar os ciclos da natureza promove entendimento e equilíbrio”, completa Catarina.

Com foco na qualidade que a horta pode agregar à alimentação, a designer de interiores e paisagista Joice de Souza Carvalho defende a sua importância. “A horta fornece bem-estar à família, pois esta irá ingerir alimentos que, sem receber produtos químicos, tornam a alimentação saudável e variada.” Jorge Luís de Lima é um homem apaixonado pelo universo gastronômico e, há pouco mais de quatro meses, montou uma horta no jardim de sua casa. Sem muitos gastos e com muita criatividade, o espaço, além de produtivo, ainda proporciona uma atmosfera rústica que contribui com a decoração da área. “Foi uma atitude de sucesso que enriqueceu nossa alimentação, aliás, depois que eu a implantei, duas pessoas que vieram a minha casa ‘roubaram’ a ideia e fizeram o mesmo”, comenta, divertindo-se.


CASA

“Acompanhar os ciclos da natureza promove entendimento e equilíbrio” Catarina Menucci

Características do local Joice explica que o local onde será inserida a horta precisa ser de fácil acesso, com, no mínimo, cinco horas de sol, voltado para o norte ou leste, com saída de água bem próxima e livre de encharcamento. Em alguns espaços é necessária, ainda, uma barreira contra o vento. “A horta perto do espaço gourmet deixa os temperos sempre à mão do cozinheiro e agrega status à decoração.” Quando produzida diretamente no solo, é preciso que haja análise dos aspectos físicos, químicos e biológicos, pois o mesmo precisa estar rico em matéria orgânica. A especialista indica o uso de produtos que possam enriquecer o solo, trazendo os nutrientes necessários para implantar uma horta orgânica.

O que é preciso para montar uma horta em casa? Confira o passo a passo orientado pela paisagista Joice de Souza Carvalho e mãos à obra: • Primeiramente, saiba que não é preciso um grande quintal para começar uma horta orgânica em casa. Um vaso apenas já é o suficiente para dar início ao processo; • Opte por vasos cerâmicos, com altura de 30 cm, pois existem plantas como capim-cidreira, manjericão, alecrim, sálvia e pimenta, que precisam de maior profundidade; • Mudas orgânicas pedem jardineiras plásticas: 15 cm é a altura ideal para as plantas rasteiras como salsinha, coentro, cebolinha e orégano. A floreira de plantas rasteiras deve ter vários furos para promover o escoamento da água;

• Tenha em mãos pá, manta bidim, terra orgânica, argila expandida e pedra, para garantir sucesso no plantio; • Para iniciar, jogue uma camada fina de argila expandida dentro da jardineira, pois ela garante que a umidade esteja na dose certa, evitando que a terra se encharque e prejudique o sucesso da sua empreitada; • A segunda camada deve ser de manta bidim, que tem a função de filtrar a água, preservando os nutrientes que irão alimentar as plantas; • Em seguida, faça uma camada de terra orgânica nos 2/3 restantes do vaso. Regularize a superfície, sem compactá-la demais, de forma a permitir que a água escoe facilmente; • Feito isso, retire o torrão da muda do plástico e o enterre. Mas cuidado para não compactar demais a terra. Conforme for enterrando os torrões, complete a jardineira com mais terra; • É possível cultivar uma horta mista com as plantas rasteiras. Ao plantar a muda, complete com mais terra; • Após finalizar a horta, o vaso deve ficar em local que receba luz e ser regado diariamente. No caso das plantas rasteiras, que não gostam de muita água, verifique com o dedo, a umidade da terra; • Dica: para preservar a horta, a cada três meses, realize uma manutenção e faça o controle de doenças e pragas. Espécies como a salsinha, por exemplo, requerem a troca de muda a cada três florações. Nessa época, faça a adubação de cobertura superficial, espalhando sobre a terra uma mão de húmus de minhoca ou esterco de vaca.

dicas Confira dicas de temperos que agregam benefícios à saúde e são fáceis de cultivar, apontados pela ambientalista Catarina Menucci: • Alecrim: importante tônico cardíaco, também auxilia rins, trata dor de cabeça e serve como antidepressivo; • Cebolinha: possui função digestiva e estimulante; • Coentro: atua no estômago, auxilia a digestão, trata artrite e reumatismo, além de ser sedativo; • Manjericão: trata dor de cabeça nervosa, gastrite, serve para gargarejos contra aftas, aumenta a produção de leite materno e é antibactericida; • Sálvia: antioxidante, restauradora da pele e cabelos, além de ser um tempero saboroso.


comportamento

exemplo de

amor ao próximo Há dez anos, Maria Conceição Christofolette Furtoso, 69 anos, faz a alegria de muitas crianças carentes no Natal. Ela doa centenas de bonecas, bichinhos de pelúcia e carrinhos, junto com seu marido José Martinho Furtoso, 70 anos. O casal conserta os brinquedos usados, que encontram nos lixos ou recebem de conhecidos, deixando-os novinhos para serem doados. Tudo começou quando Maria Conceição morava em Santo André e durante as caminhadas encontrava bonecas jogadas na rua ou em lixos. Ela levava para casa e as recuperava costurando, lavando e confeccionando roupas novinhas, com

muito carinho. No Natal, Maria e José enviavam as bonecas para creches e Pastorais, para serem distribuídas para as crianças carentes. Há três anos em Cabreúva, o casal continua esse lindo trabalho. Em um dos quartos da casa no Vilarejo, o casal mantém as bonecas arrumadas e em perfeito estado para serem entregues às crianças carentes cabreuvanas. Maria Conceição dedica-se às bonecas e bichinhos de pelúcia, e José arruma os carrinhos. “Estou juntando as bonecas, que já chegam a cerca de 80, prontinhas para serem doadas no Natal. Até lá, vamos aumentar esse número”, diz Maria.


receitas Fonte: Divulgação Camil

churrasco especial Deliciosas carnes assadas requerem preparo especial e merecem acompanhamento à altura. Confira receitas capazes de transformar sua refeição em banquete, com dicas que vão do prato principal à sobremesa.

arroz

com espinafre e gorgonzola

costelinha

Dica: a costelinha de porco pode ser feita em um só pedaço, para isso deve ser colocada em um espeto grande de churrasco.

Preparo: Aqueça o óleo e refogue a cebola até murchar. Acrescente o Arroz Camil, refogando-o demoradamente. Junte a água fervente e tempere com o sal. Tampe a panela e cozinhe em fogo brando por cerca de 15 minutos ou até a água secar e o arroz ficar cozido. Desligue o fogo e acrescente o espinafre, a manteiga e, por fim, o queijo. Misture para que os ingredientes fiquem bem distribuídos e sirva a preparação salpicada com mais queijo gorgonzola.

Rendimento: 4 porções

Rendimento: 4 porções

Fonte: Cozinha Nestlé/Peter Michel

no espeto

Ingredientes: • 1 quilo de costelinha de porco • Suco de 1 limão • 1 colher (sopa) de Maggi Gril Preparo: Em um refratário, tempere as costelinhas de porco com o suco de limão e o Maggi

Ingredientes: • 1 colher (sopa) de óleo • 1 cebola pequena picada • 1 xícara (chá) de Arroz Camil (200 g) • 2 xícaras (chá) de água fervente (cerca de 500ml) • Sal a gosto • 1 xícara (chá) de espinafre cozido e refogado • 2 colheres (sopa) de manteiga • Meia xícara (chá) de gorgonzola picado (60g) • Gorgonzola picado a gosto.

Gril. Coloque a carne em um espeto e leve para assar, até dourar bem.


receitas

Fonte: Divulgação Receita União

Fonte: Cozinha Nestlé/Sheila Oliveira

Ingredientes: • 1 e meia xícara (chá) de shitake (cerca de 200g) • 1 picanha pequena (cerca de 1,2 quilo) • 1 colher (sopa) de Maggi Gril • 1 e meia xícara (chá) de minicebola (cerca de 200g) • 1 e meia xícara (chá) de batatas bolinhas cozidas (cerca de 200g) • 1 abobrinha em rodelas

Picanha

Preparo: Retire os cabinhos dos shitakes. Em um recipiente, coloque-os de molho em água por cerca de 20 minutos. Escorra a água, pique e reserve. Em uma grelha, doure a picanha e polvilhe o Maggi Gril. Vire-a várias vezes, até atingir o ponto desejado. Na mesma grelha, doure o shitake, as minicebolas, as batatas e a abobrinha. Sirva acompanhado da picanha.

nA GRELHA

Dica: a picanha também pode ser servida em tirinhas, como tira-gosto. Rendimento: 10 porções

Calda de Frutas Vermelhas • 1 xícara (chá) de frutas vermelhas (120g) • 3 colheres (sopa) de açúcar refinado União (60g)

VERRINE

DE RICOTA

com calda de frutas Ingredientes: Creme de Ricota • 2 caixas de creme de leite (400g) • 2 colheres (sopa) de suco de laranja (30ml) • 2 xícaras (chá) de ricota fresca (300g) • Meia xícara (chá) de açúcar refinado União (80g) • 2 colheres (chá) de raspas de laranja (4g) Calda de Ameixa • Meia xícara (chá) de ameixas-pretas sem caroço (75g) • 3 colheres (sopa) de açúcar refinado União (60g) • Meia xícara (chá) de água (100ml)

Preparo: Creme de Ricota No liquidificador, bata todos os ingredientes até formar um creme homogêneo. Distribua nos copos, deixando livre um espaço de 2 cm até a borda. Reserve na geladeira por cerca de 2 horas. Sirva gelado com as caldas. Calda de Ameixa Pique as ameixas em pedaços pequenos, misture com o açúcar e a água, e leve ao fogo brando por cerca de 15 minutos ou até formar uma calda encorpada. Utilize fria. Calda de Frutas Vermelhas Misture as frutas com o açúcar e leve ao fogo brando por cerca de 5 minutos ou até formar uma calda encorpada. Utilize fria. Dica: utilize as frutas vermelhas de sua preferência (morango, framboesa, amora, mirtilo). Rendimento: 8 porções


música Foto: Divulgação

banda são roque 96 anos

A história da Banda São Roque, inicia-se em 1917 com a criação da “banda dos italianos”, formada apenas por descendentes italianos que moravam na cidade. Porém, como haviam muitos músicos que queriam participar da banda, foi criada, então, por volta de 1922, a Orphelina Municipal de Cabreúva, considerada a primeira banda cabreuvana. Em 1926, Giosépe Facioli, Roque Alfredo Rebollo, Toniquinho, Luiz Maleiro e outros fundaram a gloriosa Corporação Musical São Roque. Os principais maestros da Corporação Musical São Roque foram: Giosepe Facioli, Luiz Maleiro, Vicente Rebollo. Atualmente, a Corporação Musical São Roque possui uma grande participação de jovens cabreuvanos, seja na banda ou em sua administração. Hoje, o maestro é Sr. José Benedito Venâncio (popular Quito) que é sobrinho de Vicente Rebollo. A Corporação Musical São Roque apresenta-se todos os meses no coreto da Praça Comendador Martins, no Centro de Cabreúva.


PROJETO

CHARMOSAS

E FUNCIONAIS Bons layouts deixam as cozinhas belas e práticas até mesmo nos espaços mais compactos

A cozinha da arquiteta Anna Novaes possui granito preto São Gabriel nas bancadas, por ser um material cuja cor é fácil de combinar e tem grande durabilidade no uso diário, pois não mancha. Os armários são de MDF com revestimento em laminado melamínico (fórmica), na cor fendi brilhante, que é tendência atualmente. Os eletrodomésticos são de aço inox, que conferem ao ambiente um aspecto mais contemporâneo

A cozinha é, sem dúvida, um dos ambientes de destaque da casa. Devido a sua importância e funcionalidade, há itens que não se pode deixar de atender no momento de projetá-las. “Considere o tamanho do local, o estilo de vida de quem vai utilizar, ou seja, se prefere forno elétrico ou a gás, se faz questão de lava-louça, se precisa de geladeira grande, de pia com duas cubas, de freezer, de muito armário, todas estas questões são consideráveis”, diz a arquiteta Anna Novaes. Ela salienta que é fundamental que o ambiente seja totalmente operacional e indica a montagem de um bom layout para facilitar a vida de quem vai utilizá-la. “O ideal é que tudo esteja à mão. Existem alguns limitadores que determinam como será o layout da cozinha como, por exemplo, os pontos hidráulicos, de gás, que nem sempre podem ser alterados, principalmente quando se trata de apartamento”, explica. A arquiteta Andréa Parreira lembra que ter ou não empregada também é um fator importante no momento da criação do projeto. “O ideal é saber quais são os desejos e necessidades de quem irá utilizar o espaço.”

Cozinhas compactas Quando se tem espaço, tudo fica mais simples. A questão é como não deixar faltar nada em um lugar pequeno. Anna reforça que espaços compactos requerem mais atenção, pois precisam acomodar vários itens e ainda serem funcionais. Mas recorda que todo bom resultado começa no estudo do layout. E explica que algumas estratégias podem amenizar a sensação de encolhimento como, por exemplo, usar menos in-


formações de acabamento, ou seja, apostar em cores lisas, peças sem muitos detalhes, para deixar o ambiente mais agradável. Quando as propostas das cozinhas se diferem, as necessidades que se apresentam também são outras. A arquiteta, urbanista e designer de interiores Faten Kamel Soueid orienta sobre como proceder em diferentes casos: • Cozinhas familiares: é bastante provável que venham a ter um fluxo maior, ou seja, exigem um espaço maior. Ao projetá-la é importante pensar na sujeira que será feita por conta da rotina familiar e pensar em alguns truques que serão de grande ajuda no futuro. Por exemplo: evitar pisos claros ou pontas e outros elementos que possam oferecer risco às crianças. Também é indicado dar atenção aos armários e às divisões que os pequenos terão pouco ou mais acesso; • Cozinha para casais novos: dependendo da rotina do casal, é provável que o ambiente seja pouco usado, podendo ser menor e mais objetivo. Em geral, as cozinhas dos apartamentos estão sendo projetadas menores e com abertura para a sala (estilo americano), com um balcão que pode substituir a mesa do almoço. Este pode ser um espaço moderno e minimalista, vai depender dos planos

Andréa Parreira também propôs o máximo aproveitamento de espaço, criando uma atmosfera harmoniosa para o ambiente

A arquiteta Faten Kamel Soueid abriu a cozinha para a sala de jantar, pois eliminar a parede que existia deixa o ambiente mais espaçoso e moderno. Ainda para dar amplitude, preferiu porcelanato claro no piso e escolheu a mesma tonalidade para os armários de MDF e a bancada

futuros e da personalidade de ambos; • Cozinha de solteiro: esta também tende a ser menos usada no dia a dia: tomar um café, preparar um lanche, enfim, são as necessidades que o solteiro deve exigir do local. O ideal é pensar em algo que não produza muita sujeira e com baixa complexidade; Cozinha de restaurantes: o ambiente in-

dustrial nem sempre precisa ser espaçoso, vai depender muito do projeto adotado. Mas deve ser muito bem pensado, levando em consideração a demanda, quantos profissionais irão dividir o espaço, qual o tipo de preparo e quantos aparatos e eletrodomésticos vão estar presentes. Um projeto bem feito, principalmente neste caso, irá determinar o sucesso do estabelecimento.


acontece

No dia 22 de junho, a Fox Model Agency, parceira do jornal A Voz do Jacaré e da revista Cabreúva In Focco, promoveu a segunda edição do Cabreúva Fashion, no Clube Atlético Cabreuvano. Um lindo desfile de moda, realizado com apoio da Prefeitura Municipal de Cabreúva, Secretaria de Cultura em parcerias com lojistas do município, que exibiram os

Foto: Fábio Bueno

cabreúva fashion Desfile recebe elogios em sua 2ª edição mais diversos modelos de suas coleções outono/inverno. Centenas de pessoas prestigiaram o evento, que contou com a participação de Denis Mamprin, o “Ricardão”, do Melhor do Brasil (Record), que arrancou suspiros das mulheres presentes com seu charme e elegância. Parabéns aos organizadores Enrike Rosa e Roney Dias.

proerd é a solução Lutando contra as drogas e ensinando a dizer NÃO! O Programa Educacional de Resistência às Drogas – Proerd - já formou milhares de crianças de 9 a 12 anos em Cabreúva. O programa tem como objetivo ensinar técnicas de prevenção e combate às drogas para a garotada do município, além de

incentivar o respeito e o amor próprio. O curso é ministrado por dois policiais militares, que já se tornaram amigos das crianças e merecem todo o respeito e carinho da população: o soldado Carlos Eduardo Garcia e o soldado Luiz Vecchia.

Miss Brasil Infantil 2013 Mirele Amaral destaca-se no concurso A cabreuvana Mirele Amaral, 11 anos, moradora do bairro Colina da Serra, de Cabreúva, vem escrevendo sua história nas passarelas. Ela participou do concurso Miss Brasil Infantil 2013 em Florianópolis (SC), e ficou em 2º lugar como 1ª Princesa, vencendo mais de 20 candidatas de todo país.

Feliz e realizada, Mirele agradece a todos os amigos e parceiros que a ajudaram nessa caminhada. “Obrigada aos meus pais pelo carinho, ao Fernando Duarte, André do teatro, a Rose Ateliê e todos que torceram por mim”, diz Mirele, que já assinou um contrato com uma agência de modelo.

Foto: Divulgação

Na foto ao lado: Vecchia, o mascote do Proerd e Garcia


1

DECORAÇÃO

escritório

cheio de estil 3

2

Além de gerar conforto, as cadeiras também são capazes de acrescentar estilo e inovação ao ambiente de trabalho. Trabalhar contornado por elementos e cores estimulantes torna a atividade mais criativa, além de proporcionar motivação e bem-estar. Confira as opções e inspire-se dando novos ares ao escritório.

6

4 5

7

9 8

1. Poltrona Sênior, em jacarandá maciço e couro original, da década de 60, da Thomaz Saavedra Escritório De Arte. Por R$ 6.000,00 2. Poltrona Vintage de design Vico Magistretti, produção Rosenthal, da Kcase. Preço sob consulta, www.kcase.com.br 3. Cadeira Prouvé, com tachas decorativas, da Oficina Inglesa. Preço sob consulta, www.oficinainglesa.com.br 4. Cadeira Executiva, da Tok&Stok, indicada para espaços office e home office com atmosfera urbana e despojada. Por R$ 359,00 5. Poltrona Vintage de design Gregori Warchavchik, da Kcase. Preço sob consulta. 6. Way Cadeira Home Office, da Tok&Stok, com design moderno e atmosfera jovial. Por R$ 298,00 7. Ceo Cadeira Executiva Alta, da Tok&Stok, disponível em cores variadas. Por R$ 795,00, www.tokstok.com.br 8. Longarina Esteirinha, com dois lugares e mesa de apoio, modelo de 1968, da Thomaz Saavedra Escritório De Arte. Por R$ 8.000,00, www.thomazsaavedra.com.br 9. Cadeira Sundbrak fabricada em Merisier e acabada em Leblon. Da Oficina Inglesa, preço sob consulta. (Preços consultados em junho/julho. Alguns valores estão sujeitos a alteração)


Foto: José Cassio Venâncio

De bem com a vida

Cachorros Eles alegram vida de aposentado O aposentado José Ramos de Oliveira, de 75 anos, morador do Jacaré, em Cabreúva, chama a atenção de quem passa pelas ruas do bairro. Ele é dono de quatro cachorros: Pintado, Lilica, Sheik

e Bárbara, sendo que três deles adoram passear puxando carrinhos criados por Sr. José, há cerca de três anos. Para enfeitar suas criações, ele usa vários brinquedos como um lagarto e um jacaré de

borracha, e até uma avé calopsita pega carona com os animais. Segundo Sr. José, os cães adoram sair às ruas com seus carrinhos, mas só o cão Pintado não se adaptou ao divertido passeio. “O Pintado não gosta dos carrinhos, então ele segue atrás, só observando”, comenta. A esposa de Sr. José, Dona Natalina, também adora e ajuda a montar os carrinhos, que são a atração do bairro Jacaré.


saúde

Forme seu esquadrão anti-infarto com controle do peso, boa alimentação, atividade física e abandono do tabagismo

coração

protegido

O coração, como os demais órgãos do corpo, precisa de sangue arterial, rico em oxigênio, para funcionar normalmente. A interrupção do fornecimento de sangue, para esse órgão, ocorre quando existe alguma obstrução em uma das artérias que nutrem o músculo cardíaco, as artérias coronárias. Quando isso acontece, estamos diante do infarto do miocárdio, também conhecido como ataque cardíaco. O cardiologista Rafael Munerato explica que a falta de sangue interrompe imediatamente o suprimento de oxigênio e nutrientes e leva à danificação do

músculo cardíaco. Segundo o médico, a maior parte dos infartos é causada pela obstrução de uma artéria coronária devido à formação de um coágulo em cima de uma placa de aterosclerose (doença inflamatória crônica). Esta placa tende a se formar, preferencialmente, nas artérias de pessoas com os fatores de risco como hipertensão, colesterol elevado, diabetes, obesidade, exposição ao tabaco, sedentarismo, entre outras complicações. Dentre os principais sintomas do infarto está a dor fixa no peito, que pode variar de fraca a muito forte, ou um ardor no

peito, muitas vezes, confundido com azia. Esta dor pode irradiar-se pela mandíbula, ombros ou braços, mais frequentemente do lado esquerdo do corpo. Suor, náuseas, vômito, tontura, ansiedade, agitação e sensação de morte iminente também podem estar entre os indícios da doença. O cardiologista aponta que um estilo de vida saudável pode ser a maneira mais eficaz de prevenir o infarto. “A prevenção é feita através do controle do peso, alimentação balanceada, atividade física regular, controle dos níveis pressóricos, redução do açúcar e


saúde

Fonte: Drauzio Varella, médico oncologista, cientista e escritor

infarto Recomendações • Ao surgirem os primeiros sintomas, procure socorro imediatamente. Não dirija e evite andar ou carregar peso mesmo que a dor seja mínima; • Se estiver com alguém que apresente sintomas de infarto por mais de dez minutos, não perca tempo: procure socorro urgente. Mantenha a pessoa aquecida e calma. Salvo orientação médica em contrário, não lhe dê coisa alguma para beber ou comer; • Desde que a pessoa consiga engolir sem dificuldade e não seja alérgica ao medicamento, faça-a tomar dois comprimidos de aspirina (ácido acetilsalicílico) imediatamente; • Se a pessoa desfalecer, verifique sua respiração e seu pulso. Na ausência desses sinais vitais, inicie imediatamente os procedimentos adequados de recuperação cardiopulmonar, mantendo-os até que o socorro chegue. Não tente transportar a pessoa desfalecida. Coloque-a em posição confortável, levemente inclinada, e afrouxe suas roupas; •N  ão se iluda com a aparência de sintomas de azia intensa, pois eles podem indicar, na verdade, alterações cardíacas importantes; • Transmita confiança ao infartado e evite entrar em pânico.

do sal na dieta regular, abandono do tabagismo e controle dos níveis de colesterol.”

Dieta preventiva A sigla Dash, em inglês, significa Dietary Approach to Stop Hypertension, que em português pode ser traduzida para “abordagens dietéticas para o controle da hipertensão”. Trata-se de uma dieta, nascida em 1997, baseada em preceitos científicos com impacto significativo sobre a pressão e que pode reduzir a mortalidade por infarto em até 30%. “Os efeitos desta dieta foram acompanhados em um estudo muito bem feito e seus resultados foram publicados numa das melhores revistas médicas do mundo, a New England Journal of Medicine. A relevância disto é a credibilidade das respostas geradas. Ou seja, de modo simplificado, a Dash recomenda uma dieta com baixo teor de gordura total, saturada e colesterol, maior consumo de frutas,

legumes e verduras e derivados de leite com baixo teor de gordura. Na prática, é estimulada a ingestão de grãos integrais, peixes, aves e sugerida a redução da carne vermelha, doces, alimentos gordurosos e com altos teores de sódio”, comenta Munerato. Segundo ele, análises mostraram que, em duas semanas, pacientes que seguiram esse tipo de alimentação já haviam alcançado redução dos níveis da pressão arterial e que esta se mantinha ao longo dos meses. Além disso, a dieta ajudou no controle do peso e diminuiu os marcadores de riscos cardiovasculares. Especialistas ainda elencam, entre os pontos fortes da Dash, um papel na prevenção de tumores, especialmente o de intestino, mas ainda faltam estudos que legitimem esse potencial. Porém, o programa alimentar criado nos Estados Unidos há 14 anos e encarregado de “desarmar bombas” nos vasos sanguíneos promove um significativo contra-ataque à hipertensão.

A dieta Dash recomenda o consumo de baixo teor de gordura total, derivados de leites magros e maior ingestão de frutas, legumes e verduras


acontece

Garoto e Garota Odilon Evento foi um sucesso! No dia 8 de junho, a Escola Estadual Prefeito Antônio Odilon Franceschini, no Vilarejo, em parceria com a Agência Fox Modells, realizou o Concurso Garoto e Garota Odilon, no Sílvia Covas, com o objetivo de arrecadar dinheiro para aumentar o muro da escola e a segurança dos alunos. O evento arrecadou R$ 4 mil com a venda dos ingressos. Os alunos vencedores foram, no feminino: 1º Kathleen Almeida da Silva, 13 anos; 2º Graciane Andrade Nunes e 3º Ingrid Schaene dos Santos Oliveira. No masculino: 1º Matheus de Paula Caputo, 16 anos; 2º Leonardo Cardoso Nascimento e 3º Vinicius do Nascimento Alves Eugenio.

Os vencedores Kathleen e Matheus, ao lado do diretor da escola Odilon, Valdir Oliveira

músicos de

cabreúva

gravam DVD inédito

Higor e Jonathan

Orquestra de Viola Caipira

Durante os shows realizados na Festa Julina 2013, a Secretaria de Cultura de Cabreúva iniciou o Programa de Valorização dos Talentos Cabreuvanos. Ao invés de pagar um cachê pela apresentação das bandas, a Secretaria realizou a gravação de um DVD, material audiovisual de altíssima qualidade, que poderá contribuir para que os músicos possam alavancar suas carreiras. Fredy e Filipe, Higor e Jonathan e a Orquestra de Viola Caipira gravaram o material durante a festa.

Fredy e Filipe


motor

universo

Off-road Um estilo que promete emoção e muita lama

Se você é apaixonado por adrenalina, certamente já ouviu falar em práticas off-road, que em português significa “fora da estrada”. Esta é uma atividade de aventura, que apresenta carros e motos desafiando locais desprovidos de estradas pavimentadas e de difícil locomoção. Superar as dificuldades de acesso e transposição impostas pela natureza na forma de lama, pedras, erosões, subidas e descidas íngremes, neve, alagamentos

e outros agravantes é a grande mania destes apaixonados. Joice Mara Machado Borges participa de competições de rally há dois anos e também acaba de lançar um jornal voltado a este universo, o Fatos Off Road, para expor seu amor pela atividade. “O rally completa o meu gosto pelo autocontrole, domínio e liberdade. Chegar a lugares poucos explorados e de difícil acesso me deixa cada vez mais encantada pelo esporte”, completa.


Superar as dificuldades de acesso e Modalidades O off-road pode ser praticado por condutores de motos, veículos 4x4, jipes, caminhonetes e demais veículos apropriados, portanto existem diversas variantes. Caio Lopes, atual campeão da Copa de Verão de Motocross 2013, em três categorias, explica que, basicamente, as modalidades podem ser caracterizadas nas seguintes linhas: • Circuito Indoor: realizada em circuito fechado, essa modalidade conta com obstáculos artificiais que vão desde curvas a buracos e atoleiros. O estilo dos desafios deixa a prova semelhante ao motocross, apesar de ser praticada com carros; • Rally Cross Country: para quem prefere obstáculos naturais, essa é a opção. E não se engane: as estradas de terra que oferecem terrenos acidentados e enlameados não desanimam quem espera alta velocidade. Toda a competição é monitorada por postos de controle; • Rally de velocidade: sabe aquele carro que você nunca espera encontrar em uma disputa? Nesta modalidade são os “carros de passeio” que entram na competição, após passarem por uma preparação mecânica e estrutural; • Raid: nesta modalidade, conta-se pon-

transposição impostas pela natureza é a grande mania destes apaixonados tos por tempo. Por isso, a velocidade média dos veículos é fundamental para determinar o vencedor; • Expedição: com duração que pode passar de um dia, reúne grupos de jipeiros que partem em rotas predeterminadas que permitam algo próximo a um passeio de aventura; • Enduro de velocidade: esta é outra modalidade que se assemelha ao motocross, mas com percurso mais amplo. Normalmente os pilotos largam em baterias, com duração média de uma hora cada; • Enduro FIM: um verdadeiro teste de habilidade e resistência. Aqui, o piloto precisa até mesmo saber consertar seu veículo, pois é proibida a ajuda de mecânicos durante a prova. Além disso, deve enfrentar dias de prova, em trilhas de longas distâncias. A contagem de pontos é baseada nos tempos de cada dia (existem casos de competições que duram apenas 24 horas), assim, nem sempre quem passa primeiro a linha

de chegada, vence. É chamado de FIM por conta dos padrões da Federação Internacional de Motociclismo; • Enduro de regularidade: adaptado para prática no Brasil, nada mais é que a versão tupiniquim do rally de regularidade para motos. Com o uso de planilhas que determinam a velocidade média, os participantes precisam ser ágeis na aceleração e no raciocínio; • Motocross: com obstáculos naturais que lançam os pilotos a longas distâncias do chão, as pistas largas permitem a participação de vários competidores que largam todos juntos. Permite a participação de competidores novatos ao lado daqueles mais experientes; • Supercross: inspirada no motocross, mas com pistas menores, baterias mais curtas e obstáculos artificiais que privilegiam os saltos. Assim os pilotos precisam ter um bom preparo físico; • Trial: grandes saltos em uma prova disputada em espaços pequenos e que requerem o competidor longe do chão.


moda

Desfile do funss

‘arrasou’ no Centro Com o objetivo de mostrar a ótima qualidade e quantidade de roupas doadas na Campanha do Agasalho 2013, a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Cabreúva, Mariangela Antunes Martin organizou um lindo desfile no dia 29 de junho, no centro da cidade.

Este ano, o Fundo Social arrecadou mais de 11 mil peças de roupas e 1,5 mil pares de sapatos. O prefeito Henrique Martin e a primeira-dama Mariangela prestigiaram o evento. O desfile contou com a ajuda de profissionais da Fox Model Agency e da Fatec Cabreúva, que prepararam os modelos.

Mariangela Antunes Martin e Henrique Martin prestigiaram o evento

Fotos: Fábio Bueno


turismo nacional

domingos O simpático município localizado no estado do Espírito Santo, aproximadamente 42 quilômetros distante de Vitória, é conhecido como “Cidade do Verde”, por contar com bastante mata atlântica. Domingos Martins é banhado por muitos recursos de água e seus principais rios são os braços Norte e Sul do rio Jucu. A cidade também possui clima ameno, ou seja, frio para os padrões brasileiros, o que contribui para sua belíssima paisagem. Em 2008, foi eleita pelos internautas do site Viaje Aqui a cidade mais

romântica do Brasil, com 31.77% dos votos. Cercada de belezas naturais, recebeu o status de terceiro melhor clima do mundo. O local agradável preserva traços da cultura ítalo-germânica, conta com diversas opções de lazer, cultura, turismo e entretenimento. Um dos destinos mais visitados é o Parque Estadual de Pedra Azul, que apresenta uma área de 1.240 hectares de floresta. Localizada a 10 quilômetros da Sede (Campinho), a cachoeira Cascata do Galo também encanta turistas com

Foto: Renato Alcantara

martins sua queda d’água de 70 metros, além de ser muito procurada para a prática de esportes radicais. Outra preciosidade é a Reserva Kautsky, conhecida como Pico Eldorado, que agrega 300.000m² de mata atlântica preservada pela família Kautsky. No pico, é possível avistar Vitória e Vila Velha em alguns pontos. Essas e outras belezas, como a Serra da Boa Vista, permitem fotografias deslumbrantes e fazem de Domingos Martins uma cidade espetacular. Encante-se!

bento gonçalves

Vinícola

Localizada na Serra Gaúcha, a 125 quilômetros de Porto Alegre, Bento Gonçalves é uma cidade contornada por vales e montanhas e que seduz seus visitantes. O local guarda forte referência dos costumes e tradições dos imigrantes italianos, que chegaram à região há 125 anos. Em Bento Gonçalves estão inseridas belas paisagens serranas e os passeios mais atrativos da região. Com cerca de 100 mil habitantes, a cidade cada vez mais se aprimora para oferecer, aos milhares de turistas que a visitam anualmente, estrutura e serviço de qualidade. Com temperaturas tipicamente europeias, que chegam a até três graus negativos no inverno, o destino é capaz de proporcionar um espetáculo magnífico da natureza. Os vales desenhados de parreirais no verão, o tom bucólico do outono, as manhãs cobertas de geada no inverno e o apaixonante colorido da primavera produzem belíssimas paisagens. O cenário romântico da serra, o bom vinho e a famosa gastronomia são heranças que fazem justiça às raízes italianas. Conheça e se apaixone!


turismo internacional

orlando Situada no estado norte-americano da Flórida, Orlando é capaz de transformar contos de fadas em realidade. A cidade, uma das mais visitada do mundo, é um destino perfeito para famílias, com ou sem crianças. A Disney World, o Kennedy Space Center, o Universal Studios e o SeaWorld dão a Orlando o status de “mundo dos sonhos”, onde a diversão é ininterrupta. Mas há muito mais. Museus, passeios de balão e esportes provam que a cidade está preparada para receber e privilegiar seus visitantes. Outlets com várias marcas conhecidas também podem agradar no momento das compras. O ideal é programar, pelo menos, uma semana para desfrutar todas as atrações. A cidade, que vai muito além de um sonho tipicamente infantil, promete fortes emoções e memórias inesquecíveis. Surpreenda-se!

bariloche San Carlos de Bariloche é uma cidade da Argentina, localizada na Província de Rio Negro, junto à Cordilheira dos Andes, na fronteira com o Chile. Trata-se de um dos destinos preferidos tanto dos praticantes de esqui como daqueles que buscam belas paisagens e se sentem atraídos pelo teleférico, que exibe campos nevados e cenários apaixonantes. Embora atraia muitos turistas no inverno, a cidade também oferece diversos passeios durante todas as épocas do ano. Rafting no

Rio Manso e caminhadas no Parque Nahuel Huapi são algumas das possibilidades. A hotelaria local também encanta, pois conta com ótima estrutura e deliciosos espaços gourmets capazes de oferecer o tradicional fondue de queijo, trutas da região e o famoso chocolate quente de Bariloche. Estando lá, não deixe de conhecer o complexo de pistas de Cerro Catedral, que possui 120 quilômetros de percursos. O local é um prato cheio para os esquiadores e também para quem deseja

conhecer o esporte. Existem mais de 30 meios de elevação, capazes de transportar até 35 mil esquiadores por hora, que podem se alimentar em diversos quiosques espalhados pelo espaço. O serviço inclui muitas atrações como escola de esqui, aluguel de equipamentos, pista de obstáculos, caminhadas na neve, tobogãs e teleféricos. Outros roteiros que conquistam são as travessias nos lagos andinos, como explorar o Nahuel Huapi com catamarãs e outras embarcações.

Foto: guillebot

Cerro Catedral


ANÚNCIO


ANÚNCIO


almanaque

CACAU VALIOSO

SEM MANCHAS Não é de hoje que o cacau é supervalorizado: ele já foi tido como moeda para os Maias, povo nativo da América Central. Além de ser utilizado para fazer o “tchocolath”, uma bebida usada em rituais sagrados, as sementes do fruto tinham função de moedas. No passado, 400 delas formavam um “zontli”, enquanto que o possuidor de oito mil sementes tinha um “xiquipilli”. Para se ter uma ideia dos valores, um coelho era o equivalente a oito sementes e um escravo era adquirido por cem unidades.

X

CERVEJA BIFE Acredita que um copo de cerveja possui a mesma quantidade de calorias de um bife? Pois bem, a afirmação é verdadeira. A barriga saliente dos bebedores de cerveja faz parecer que a bebida é altamente calórica, mas ela contém 70 calorias – a mesma quantidade encontrada em um bife saudável. A questão é que ninguém consome dez bifes em uma refeição, mas muitos ingerem, tranquilamente, dez copos de cerveja.

Manchar a roupa ou qualquer outro tecido nem sempre é motivo de desespero, existem algumas dicas que podem ser verdadeiras soluções em determinadas situações. Confira! • Batom: neste caso, esfregue com sabão de coco, após ter deixado a roupa de molho no leite quente; • Bebida alcoólica: é indicado lavar o tecido com água fria ou usar álcool absoluto (95º), encontrado em farmácias de manipulação; • Café: lave com água fervente e aplique, sobre a mancha, glicerina líquida, deixe agir no local por mais de meia hora; • Ferrugem: faça uma mistura de vinagre de vinho branco com suco da metade de um limão e coloque sobre a parte manchada; • Gordura: a mancha mais temida exige um tecido umedecido em benzina e aplicado sobre o local. Depois, é só lavar; • Grama: apenas faça uma esfregação com álcool; • L ápis de cera: esfregue um pano úmido com pequena porção de creme dental; • Tinta de caneta esferográfica: utilize algodão embebido em álcool canforado; • Vinho tinto: antes de lavar a roupa, coloque sobre a mancha loção de barbear, com a ajuda de um chumaço de algodão. Só lave a roupa depois de alguns minutos.

milho Você sabia que os benefícios do milho vão além do seu valor nutricional? Sim, dele são obtidos muitos produtos: cola fina para ser usada em selos e envelopes, óleo comestível e também matéria-prima para fabricar tintas, tecidos, papel e até materiais substitutos da borracha, além de sabão, álcool e pólvora sem fumaça.


almanaque

COMO PARAR

Sim, o requeijão catupiry surgiu no Brasil. Ele foi inventado pelo casal de imigrantes italianos Mário e Isaíra Silvestrini, em 1911, na estância hidromineral de Lambari, em Minas Gerais. Outra curiosidade: a palavra catupiry tem origem tupi-guarani e significa “excelente”.

é nosso!

O CATUPIRY

POR QUE o bocejo é CONTAGIOSO? Não é possível saber exatamente o motivo deste contágio, aliás, esse é um grande mistério para muito estudiosos. Mas algumas teorias buscam explicar o fenômeno. Na Finlândia, foi feito um estudo sobre o cérebro que confirma que a ação de contágio é em parte inconsciente. A pesquisa sugere que, no bocejo, ocorre a desativação de uma parte do hemisfério esquerdo do cérebro. Outros estudos apontam que ele seria uma forma primitiva de comunicação entre indivíduos da mesma espécie, para sinalizar mudanças no ambiente. E o repasse de estímulo seria a maneira de afirmar o recebimento da mensagem. Cientistas da Universidade de Birkbeck, em Londres, mostram ainda que o ato de bocejar está associado à habilidade das pessoas de demonstrarem empatia entre elas. Independentemente do motivo, uma coisa é certa, bocejar é uma delicia!

O SOLUÇO?

O soluço é caracterizado por reflexos do nervo vago, provocados por irritações neste, geralmente vindo de distúrbios digestivos. Existem técnicas simples capazes de interrompê-lo, confira: • Respire em um saquinho de papel: a ação estimula o dióxido de carbono no corpo, fazendo com que o organismo trabalhe para se livrar dele, “esquecendo” o soluço; • Coloque um pouco de açúcar na língua: como o nervo vago se estende sob a língua, colocar um pouco de açúcar sobre a parte de trás dela estimula o nervo. Dessa forma, ele passa a ter uma prioridade para atender, buscando responder a esse estímulo gerado; • Tampe os ouvidos: parece loucura, mas o nervo também atende os ouvidos, então, ao tampá-los, mais estímulo é injetado no nervo; • Assuste-se: esta é a ação clássica e realmente faz sentido, pois um bom susto funciona como uma inundação de sensações para o nervo vago, o que pode favorecer a interrupção do soluço. Mas cuidado: em alguns casos, o soluço crônico pode indicar uma doença mais grave como insuficiência renal, câncer, entre outras. Fique atento!


movimento

Cabreuvanos também ADEREM às manifestações

Manifestantes pedem o fim da cobrança de pedágio na Dom Gabriel Os cabreuvanos não ficaram de fora das manifestações que ocorrem em todo o país e saíram às ruas para reivindicar o fim do pagamento do pedágio, cujo valor é de R$ 5,70, considerado abusivo pela população, principalmente por quem trabalha ou estuda na região. As manifestações concentraram-se no Boulevard do Jacaré e percorreram as ruas, em diferentes dias. Nos dias 21 e 23 de junho, os manifestantes chegaram até a praça de pedágio na Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, no Km 78, e pararam as pistas nos dois sentidos, pacificamente. Faixas

e cartazes criativos fizeram a diferença durante as passeatas.

Polícia usa bombas de efeito moral e bala de borracha contra manifestantes No dia 5 de julho, a Polícia Militar precisou usar bombas de efeito moral e balas de borracha para dispersar um grupo de cerca de 100 pessoas, que protestava contra o pedágio da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, em Cabreúva. Os manifestantes fecharam a Avenida São Paulo e quando tentaram avançar para a Dom Gabriel, policiais militares, incluindo

a Tropa de Choque de Sorocaba, que acompanhavam a manifestação, fecharam o acesso. Um pequeno grupo persistiu e os policiais reagiram com bombas de efeito moral e balas de borracha para dispersá-lo. Algumas pessoas ficaram feridas e foram levadas ao PS do Jacaré. Outras duas pessoas foram detidas e levadas à delegacia de Cabreúva. Elas foram ouvidas e responderão em liberdade por desacato. Manifestantes disseram que os policiais utilizaram de violência, sem nenhuma necessidade, uma vez que o protesto era pacífico.


SUCESSO E INOVAÇÃO A Revista In Focco, é uma revista publicada pelo jornal a Voz do Jacaré, e circula na cidade de Cabreúva e região. Sua linha editorial é extremamente atual, fazendo uma conexão do que acontece na região com o mundo, pautada por matérias jornalísticas regionais, variedades, moda, tendências, comportamento, turismo, casa (arquitetura & decoração), gastronomia, coluna social, matérias de cunho social e muito mais. Além do conteúdo, a revista procura estar sempre buscando novas atratividades aos leitores e consequentemente o retorno aos anunciantes. A Revista In Focco possui a licença de imagem de atores da Rede Globo em sua capa em todas as suas edições, aumentando ainda mais a sua gama de leitores. Com ideias inovadoras e arrojadas, a editora traz para a cidade de Cabreúva e região uma nova mídia, com conteúdo e anunciantes que buscam novas oportunidades e novos negócios. Anuncie você também, e amplie os horizontes de sua empresa. • Formato da revista: Aberto: 38 x 27cm Fechado: 19 x 27cm | Lombada quadrada (Hot Melt). • Periodicidade: Bimestral • Tiragem: 3 mil exemplares

• Medidas dos anúncios (Comprimento x Altura) • Página inteira 19x27cm • Meia página 19x13cm

Página 03 R$ 1.400,00

Contra capa R$ 1.700,00

Página interna miolo Página inteira R$ 1.200,00

Página interna miolo Meia página R$ 750,00

Pagamento em até 2 vezes no cheque, ou boleto para 10/09 e 10/10.

ANUNCIE

Email: vanessa@vrayes.com.br Telefones: (11) 4591-1627 | (11) 97308-0982

Última página R$ 2.000,00

Revista Cabreúva In Focco  

Revista Cabreúva In Focco representação comercial VRayes