Issuu on Google+

Inspirar Tecnologia que auxilia a educação de cegos dá prêmio a Fernando Botelho Prime Saber

PÁG 2

@mundoprime

www.mundoprime.com.br

12 a 26 de novembro de 2012 - Edição 14 | Ano 1 - Distribuição dirigida, especializada e gratuita. Venda proibida.

Conectar

Nasa fecha com Skype em Sala de Aula e dará aula de missão espacial

8

FOTOS: REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO

4

Curtir

Chegam ao país 15 navios para abrir o verão em alto mar

10

Experimentar

Pesquisa da Universidade de Chicago conclui que os “nerds” ganham menos?

5

Empreender

Vai trabalhar como temporário? Então conheça os seus direitos

SEIS EM CADA DEZ UnIVERSItÁRIOS QUEREM

EMPREEnDER

Semana Global do Empreendedorismo mobiliza aqui no Brasil 1,7 milhão de pessoas, em eventos para inspirar, conectar e capacitar Empreendedorismo é apontado como opção de carreira por 60% dos 6.215 estudantes e professores de 46 universidades brasileiras em todo

o país entrevistados pela Endeavor, entidade sem fins lucrativos que realiza, de 12 a 18 de novembro, em 124 países, a Semana Global do Empreende-

dorismo. Aqui, ela deve mobilizar 1,7 milhão de pessoas em mais de 2.000 eventos para inspirar, conectar e capacitar jovens PÁGs. 6 e 7 e adultos.

11

Estar à frente

Quer estudar medicina na Rússia? Universidade de Kursk seleciona brasileiros


2 Inspirar

Criatividade

Rodrigo Araújo, professor que ensina história com games e cartuns, vence o Prêmio Educadores Inovadores da Microsoft na categoria Conteúdo.

FOTO: REPRODUÇÃO

12 a 26 de novembro de 2012

Tecnologia auxilia educação de cegos A partir das próprias dificuldades, sociólogo cria software inclusivo Da Redação Fernando Botelho, 42, nunca deixou a cegueira atrapalhar a sua vida. O problema se estabeleceu na adolescência, em decorrência de uma retinose pigmentar. Dedicado, ele estudou sociologia na Universidade Cornell e fez mestrado em relações internacionais e comércio exterior na Universidade de Georgetown, ambas nos Estados Unidos. Também morou em sete países. Para ir tão longe, contou sempre com a melhor tecnologia disponível. Há dois anos, desenvolveu uma solução informatizada, de baixo custo, para pessoas que convivem com diferentes tipos de deficiências visuais. Essa história começou mais precisamente em 2006, quando Fernando deixou seu trabalho como consultor da Unctad/WTO (Organização Mundial de Comércio da Conferência das Nações Unidas para Comércio e Desenvolvimento), em Genebra, na Suíça, voltou para o Brasil e começou a trabalhar no programa hoje chamado de F123. Trata-se de um software de licença livre, voltado a cegos e pessoas com visão subnormal em geral, que

inclui sistema operacional, aplicativos (para e-mail, processador de textos, de planilhas, entre outros), além de tecnologias assistidas, como leitor de tela e teclado virtual. E o melhor: a ferramenta completa pode ser armazenada em um pen-drive, de tal forma que o usuário consegue carregá-la para toda parte e utilizá-la em qualquer máquina, ganhando completa autonomia.

Ferramenta completa cabe num pen-drive e pode custar a partir de US$ 20 a licença

“Vi que, se me concentrasse na área da cegueira, poderia fazer a diferença, e isso por causa da minha experiência anterior, minha formação. Descobri também que não estava diminuído por trabalhar nessa área, não precisava me envergonhar”, recorda. O F123 se apropria de tecnologias existentes, barateando-as e tornando-as acessíveis. Prova disso é que o programa custa apenas 8% do preço do software que hoje é líder de mercado nessa área. A sigla F123, que bati-

zou o recurso, também nomeia a organização que oferece três plataformas de atuação: cursos presenciais, oficinas e cursos à distância. Todas elas envolvem ONGs parceiras e capacitam estudantes e instrutores que podem ou não ter habilidades com informática. O foco principal são crianças e adolescentes que, tendo acesso desde cedo à tecnologia, podem sair do ciclo de exclusão imposto pela deficiência. Além disso, o dispositivo amplia a chance de inserção no mercado de trabalho ‒fator especialmente importante, já que 53,8% de pessoas com todos os tipos de deficiência, no Brasil, hoje, estão desempregadas. Desde que abriu sua empresa, em 2010, Fernando atingiu cerca de 700 pessoas. Seu perfil levou-o a conquistar o Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro 2012. Mais informações: www.folha.com.br/empreendedorsocial

FOTO: NA LATA

E x pedie n t e Editora Mundo Prime Rua Heitor de Morais, 231 - Pacaembu CEP 01237-000 - São Paulo - SP - F.:11 3078-2900 Editora: Patrícia Trudes da Veiga - MTB 15.158 Dpto. Comercial: Valter Pedrozo comercial@mundoprime.com.br Editor de arte: Magno Cavalcanti Santos Assistente de arte: Candido Ferreira

Impressão: Folha Gráfica Prime Saber é uma publicação da Editora Mundo Prime (www.mundoprime.com.br). É proibida a reprodução de textos e fotos publicadas, mesmo citando a fonte, sem a expressa autorização assinada pelos diretores da publicação. Os artigos e matérias assinadas são de responsabilidade exclusiva de seus autores.


VESTIBULAR 2013/1. FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO

MUITO MAIS, POR MUITO MENOS QUALIDADE E APRENDIZADO NA PRÁTICA

VOCÊ PODE ESTUDAR DE GRAÇA! 600 BOLSAS DE ATÉ

CURSOS A PARTIR DE

100

320

%

R$

ADMINISTRAÇÃO • CIÊNCIAS CONTÁBEIS • DIREITO

SUPERIOR NO CORPO DOCENTE

Professores selecionados através de banca didática, avaliação de títulos e experiência profissional.

VESTIBULAR UNIFICADO

SUPERIOR NA METODOLOGIA

Aqui você estuda e se desenvolve com apoio da utilização de estudos de casos, jogos empresariais, visitas técnicas e oportunidades de estágio.

PROVA 24/11

SUPERIOR NA MATRIZ CURRICULAR

Atualizada, garantindo a qualidade da formação dos alunos através das mais modernas práticas do mercado.

WWW.FADISP.COM.BR

& 3061.0212 UNIDADE PINHEIROS RUA JOÃO MOURA, 313 (próximo à Av. Rebouças)

UNIDADE REPÚBLICA

RUA BASÍLIO DA GAMA, 77 / 81

(Ao lado da estação República do Metrô)

facebook.com/alfafadisp @alfafadisp

*VALOR DE 320,00 REFERENTE AOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATUTINO, PELO PROJETO BOLSA MÉRITO/SOCIAL. CONFIRA O REGULAMENTO NO SITE. OS REFERIDOS VALORES SÃO VÁLIDOS SOMENTE PARA AS MATRÍCULAS NO 1º PERÍODO DO 1º SEMESTRE/2013, REALIZADAS ATÉ A DATA DE 05.03.2013. A DIFERENÇA DO VALOR NORMAL DA MENSALIDADE NA PRIMEIRA FAIXA PARA CADA CURSO SERÁ SUPORTADA POR BOLSAS DE ESTUDOS A SEREM CONCEDIDAS PELAS FACULDADES ALFA / FADISP NO ATO DA MATRÍCULA E MEDIANTE CONTRATO. O BENEFICIÁRIO DA BOLSA DE ESTUDO DEVERÁ SE COMPROMETER A RENOVAR SUA MATRÍCULA SEMESTRALMENTE ATÉ O FINAL DO CURSO, CONFORME CONTRATO ENTRE AS PARTES.


12 a 26 de novembro de 2012

Rede social Winwe, integrada a Facebook e Google Maps, incentiva troca de habilidades, serviços e créditos entre usuários: www.winwe.com.br

FOTO: NASA

FOTO: ISTOCK

4 Conectar

Colaborativa

nasa fecha com Skype na Sala de Aula Alunos poderão fazer contato com engenheiros e especialista da agência Da Redação Há 43 anos, a tecnologia permitiu que o homem deixasse sua marca na Lua. Até hoje, só outros 12 sortudos conseguiram caminhar por lá. E o que não faltam são pessoas curiosas e encantadas sobre o que se passa nessas viagens. Agora imagine poder tirar as dúvidas sobre a construção dos foguetes e o funcionamento das estrelas com alguém que realmente tenha vivenciado isso tudo? O Skype na Sala de Aula

(Skype in theclassroom, em inglês), programa criado no ano passado para agregar professores e alunos do mundo inteiro, fechou, neste mês,

Uma das primeiras aulas ensinará a projetar uma missão espacial mais uma parceria. Agora, o Centro de Aprendizagem Digital da Nasa permitirá que alunos e professores do mundo inteiro façam contato

com seus engenheiros e especialistas. Uma das primeiras aulas que será transmitida com o novo parceiro é a Mission Patch Design (Desenho do Roteiro da Missão, em livre tradução), que já conta com 65 pessoas cadastradas, entre as quais 15 serão escolhidas. Durante a aula, os estudantes vão aprender a projetar um pacote de missão espacial, entender a preparação para a decolagem de um foguete e vão descobrir como é trabalhar e viver no espaço.

Apesar da preferência para as escolas dos Estados Unidos, também podem participar escolas internacionais, desde que estejam envolvidas

em um projeto com alguma dessas instituições norte-americanas. Com informações do Por Vir (www.porvi.org.br)

O QUE MAIS A PLAtAFORMA OFERECE Mas essa é apenas uma das várias opções de cursos que já circulam dentro do Skype na Sala de Aula. Há quem esteja oferecendo aula de culinária e música, cobrando por isso. E também há quem procure trocar conteúdos e aulas, como pro-

fessores que queiram colocar sua turma de alunos em contato com outras turmas, de cidades, culturas e países diferentes para enriquecer o aprendizado. A plataforma funciona basicamente como uma rede social de crowdlearning.


12 a 26 de novembro de 2012

Pódio

O Brasil é o terceiro maior contratante de trabalho temporário do mundo (965 mil), atrás dos EUA (2,58 milhões) e África do Sul (967 mil).

empreender 5

Vai trabalhar como temporário? Da Redação

Começou o período de contratações temporárias para atender o aumento de demanda provocado pelas festas de final de ano. Nesta época, o crescimento de vagas temporárias é de 30%, principalmente nas áreas de serviços, lazer e indústria. De acordo com a Lei 6.019/74, a contratação só pode ser feita através de empresa de mão de obra temporária.

“A empresa não pode contratar o trabalhador temporário diretamente visto que a legislação prevê a contratação através de empresa interposta, sob pena de ser considerado o contrato de trabalho por tempo indeterminado”, explica a advogada trabalhista Carolina Casadei Nery Melo, da de Crivelli Advogados Associados. Com isso, o trabalhador temporário será empregado da empresa de mão de obra temporária.

O temporário tem assegurado todos os direitos previstos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), tais como jornada de oito horas remuneradas e horas extras com acréscimo de 50%; férias proporcionais, em caso de dispensa sem justa causa ou término normal do contrato de trabalho temporário; repouso semanal remunerado; adicional por trabalho noturno; décimo terceiro salário; Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS; Seguro

de Acidentes de Trabalho, além de benefícios e serviços da Previdência Social. No entanto, o temporário não tem direito ao seguro desemprego nem aos 40% da multa sobre o montante do FGTS ou aviso prévio. Desde setembro, com as novas súmulas do Tribunal Superior do Trabalho, está garantido o direito à estabilidade para trabalhadoras, em contrato temporário, que ficarem grávidas.

FOTO: REPRODUÇÃO

Então conheça os direitos assegurados pela Consolidação das Leis de Trabalho


6 especial

De 2008...

A Semana Global do Empreendedorismo começou no Brasil em 2008 com 753 atividades, 466.600 pessoas e 77 países participantes.

FOTO: DIVULGAÇÃO

12 a 26 de novembro de 2012

Seis em cada dez universitários

Homens tendem a ser mais empreendedores do que as mulheres, revela pesquisa Da redação Empreendedorismo é apontado como opção de carreira por 60% dos estudantes e professores de 46 universidades brasileiras em todo o país. A pesquisa “Empreendedorismo em Universidades Brasileiras”, realizada pela Endeavor, organização internacional sem fins lucrativos que promove o empreendedorismo de alto impacto, ouviu 6.215 universitários. Ele revela que os homens tendem a ser mais empreendedores do que as mulheres: 67,5% manifestaram o desejo de abrir o próprio negócio.

Endeavor ouviu 6.215 estudantes e professores de 46 universidades brasileiras em todo o país Mas apenas 38,1% afirmaram que dedicam algum tempo estudando como iniciar um novo projeto, e somente 24,4% economizam dinheiro para esse fim. Ter emprego remunerado em empresas recém-criadas ou em estágio inicial também pode contribuir para o desempenho do futuro empreendedor: 70% dos entrevistados que já tiveram experiências

como essas relataram estar mais confiantes. O empreendedorismo vive um momento muito bom no Brasil, e não só entre os estudantes. “Os universitários são atores essenciais nesse movimento”, afirma Amisha Miller, gerente de Pesquisa e Políticas Públicas. “Essa tendência é interessantíssima, e nossa pesquisa mostra que não só os universitários e as universidades veem o empreendedorismo com bons olhos, mas também seus pais.” A pesquisa também aponta que 62,8% dos pais dos universitários possuem um negócio próprio, e a opinião deles é considerada “importante” ou “extremamente importante” para 60,2% dos universitários. Mas abrir uma empresa não é algo simples ou rápido. “Para ter sucesso na carreira, é preciso estudar, ler bastante, ter contato com diversos empreendedores, buscar informação sobre como iniciar um negócio, participar de organizações estudantis, além de estagiar em start-ups”, destaca Amisha. Entre as conclusões da pesquisa está o fato de que os universitários brasileiros são “extremamente confiantes” em relação às suas capacidades pessoais, mas

se sentem inseguros sobre os conhecimentos técnicos necessários para abrir uma empresa. “É preciso acreditar em si próprio, mas também é essencial se preparar para empreender”, complementa.


FOTO: DIVULGAÇÃO

12 a 26 de novembro de 2012

...a 2011

No ano passado, o movimento englobou 2.429 atividades por todo o país, com 1.652.200 pessoas e 120 países participantes.

especial 7

querem abrir o próprio negócio Empreendedorismo está em evidência nas universidades Professores de 46 universidades brasileiras responderam a um questionário que apontou que o empreendedorismo está em evidência nas instituições de ensino superior: 76,1% oferecem alguma disciplina de empreendedorismo na graduação, porcentagem bem maior que a média mundial, que é de 24,8%. No entanto, esses cursos são de iniciação ao empreendedorismo: 69,6% das universidades analisadas disseram oferecer cursos de “Introdução ao empreendedorismo”, e 63%, de “Criação de empresas”. Para atrair um número cada vez maior de alunos, as instituições estão

proporcionando atividades mais práticas aos alunos: 89,1% recebem palestrantes convidados a falar sobre empreendedorismo, sendo que a média mundial é de 71,4%. E 43,5% das universidades entrevistasdas promovem visitas e/ou excursões focadas em empreendedorismo e pequenos negócios. Para Amisha Miller, é preciso aprofundar e disseminar o ensino do empreendedorismo no Brasil. “Os cursos de educação empreendedora ainda são muito superficiais e concentrados nos cursos mais próximos ao tema, como administração”, destaca. Ainda que a educação empreendedora nas uni-

versidades esteja avançando, apenas 39,7% dos estudantes afirmaram que já cursaram uma disciplina ligada a empreendedorismo. A confiança do aluno em empreender está ligada diretamente à participação de cursos de empreendedorismo durante o período da graduação. Diferente do resto do mundo (71,1%), as universidades do Brasil ainda não tem tradição de receber recursos externos, onde apenas 34,8% apresenta tal fonte de receita. Somente 4,3% recebem investimento para contratação de professores doutores e pesquisadores, quando, no mundo, esse número é de 15,8%.

SEMANA GLOBAL VAI ATÉ O DIA 18

ÇÃO

RODU S: REP

FOTO

A Semana Global do Empreendedorismo é o maior movimento empreendedor do mundo. Durante sete dias no mês de novembro, pessoas e organizações no mundo inteiro promovem atividades para inspirar, capacitar, conectar e engajar pessoas com espírito empreendedor. Entre os dias 12 e 18 de novembro, milhares de atividades serão realizadas no Brasil e em outros 123 países para inspirar pesso-

as e explorar o potencial de empreendedores. Grandes competições, discussões com especialistas, palestras inspiradoras, mobilização nas ruas e pequenos eventos de networking envolverão empreendedores, estudantes, curiosos, entusiastas, mentores, empresários e investidores. Todos engajados na missão de transformar o Brasil em um país mais empreendedor. Criada em 2008 com o

apoio do ex-primeiro ministro britânico GordonBrown e outra lideranças mundiais, a semana vem crescendo ano a ano. São mais 24 mil organizações parceiras e 37 mil atividades realizadas em todo o mundo. No Brasil, a Semana Global mobiliza mais de 1,7 milhão de pessoas a partir de uma rede de 540 parceiros por todo o país. Acesse a programação em www.semanaglobal.org.br


8 Curtir

Recorde

Os 17 transatlânticos que percorreram a costa brasileira por sete meses na última temporada (2011/2012) transportaram 805.189 pessoas em 386 roteiros.

FOTO: SHUTTERSTOCK

12 a 26 de novembro de 2012

Aberta temporada de verão em alto-mar Da Redação Está aberta a temporada de cruzeiros marítimos. Até abril do ano que vem, os 15 transatlânticos que percorrerão a costa brasileira devem levar a bordo 762 mil pessoas em 280 roteiros de viagem, segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar). Com uma temporada mais curta, a oferta será 15% menor se comparada aos 894 mil leitos disponíveis nos sete meses de 2011/2012. “Para 2012/2013, aumentamos a duração dos roteiros. Vínhamos com temporadas repletas de minicruzeiros, com duração de 3 a 5 noites, mas percebemos que o turista brasileiro prefere passar mais tempo a bordo”, explica Ricardo Amaral, presidente da Abremar.

Transatlânticos que vão percorrer a costa brasileira devem levar a bordo 762 mil pessoas em 280 roteiros “Por isso esticamos as saídas e agora teremos menos viagens, porém mais longas, com média

Capitais do Sul? Praias do Nordeste? Ou uma esticada aos países vizinhos? Escolha sua viagem de navio

FOTOS: DIVULGAÇÃO / REPRODUÇÃO

BRASIL É 5º PAÍS EM CRUZEIROS MARÍTIMOS de sete noites.” Estarão na costa brasileira os navios Costa Fascinosa, Costa Favolosa, Costa Fortuna, Costa Serena, Grand Celebration, Grand Holiday, Grand Mistral, MSC Fantasia, MSC Magnifica, MSC Musica, MSC Orchestra, Pullmantur Empress, Pullmantur Sovereign, Pullmantur Zenith e Splendour of the Seas

O Brasil já é o quinto colocado no ranking mundial do mercado de Cruzeiros Marítimos. Pelos dados da CLIA (Cruise Lines International Association), o país perde em número de passageiros apenas para os Estados Unidos, que transportou 10 milhões de cruzeiristas em 2011, Inglaterra, com 1,5 milhão, Alemanha (1,2 milhão) e Itália (889 mil).

De acordo com a Abremar, 805.189 cruzeiristas foram transportados na última temporada, que teve início em outubro de 2011 e terminou em maio deste ano.

“Teríamos potencial para crescer ainda mais, não fosse o Custo Brasil, que tem deixado nosso país menos competitivo”, afirma Ricardo Amaral


12 a 26 de novembro de 2012

FOTO: REPRODUÇÃO

Estágio

Goodyear, fabricantes mundial de pneus, está com inscrições abertas para estágio até o dia 18: www.goodyear.com.br, seção Trabalhe Conosco.

estar à frente 9

Rússia seleciona estudantes de medicina Da Redação A Aliança Russa de Ensino Superior começou o processo de entrevistas com brasileiros interessados em cursar medicina na Universidade Estatal de Kursk, na Rússia. São 20 vagas abertas para estudantes com fluência em inglês e que já concluíram ou estão para concluir o Ensino Médio. A seleção dos candidatos, que se estende até o dia 15 de novembro, inclui reunião com os pais

e análise do histórico escolar.

Ao voltar para o Brasil, Diploma Único de Estudos Superiores da Europa deve ser validado Kursk é uma cidade de custo de vida baixo e esse é um dos principais motivos pelos quais muitos estudantes estrangeiros têm procurado a instituição para con-

seguir um diploma médico europeu. Atualmente mais de 250 alunos brasileiros estão matriculados na instituição. A duração do curso é de seis anos, e o aluno tem direito a seguro médico, tutoria acadêmica e moradia universitária. Paga R$ 7.000 por ano. Ao voltar para o Brasil, o estudante submete o diploma adquirido ao processo de reconhecimento em uma universidade brasileira, um procedimento padrão para qualquer brasileiro que faça

graduação em centros de ensino estrangeiros. Desde 2010, o chamado Diploma Único de Estudos Superiores da Europa, do qual a Rússia faz parte, passou a valer conforme o Tratado de Bolonha. Seu objetivo é facilitar a mobilidade dos estudantes e profissionais do ensino superior da Europa. Os interessados devem se inscrever pelo site www.aliancarussa.com. br ou pelos telefones 113854-2513, 3854-2514 e 3854-2515.

FOTO: REPRODUÇÃO

Para cursar a Universidade Estatal de Kursk, aluno paga R$ 7.000 por ano, incluindo moradia

“com o curso certo, vou ocupar vagas de empregos em setores carentes de profissionais capacitados.” João, Administração E mais: • Seu material didático é interativo e vem em um tablet*, sem custo, para você aprender e compartilhar. Disponível para Direito, Engenharias, Gastronomia e Administração. • Mais de 40 anos de experiência em mais de 70 unidades em todo o Brasil. • FIES**: estude agora e só pague depois de se formar.

Na Estácio, você encontra os cursos que fazem sucesso no mercado de trabalho

vestibular inscrEVA-sE Já

www.estacio.br

0800 282 3231

*O tablet será entregue em comodato após a renovação da matrícula para o 2º período a ser cursado em 2013.2, exclusivamente para os novos alunos dos cursos presenciais de Direito, Engenharias e Arquitetura em todo o Brasil; Gastronomia (BH/RJ/SP), Hotelaria (RJ), Administração (CE/GO/PA/Santo André/Cotia), que ingressarem em 2013.1. A extensão aos demais cursos e localidades está sob estudo. Regulamento no site www.estacio.br. **A amortização do financiamento só é paga após a conclusão do curso: durante o curso são pagos somente os juros do financiamento. Consulte a lista dos cursos e unidades elegíveis ao FIES, bem como os pré-requisitos e as demais condições para financiamento no site www.estacio.br/fies.


12 a 26 de novembro de 2012

10 experimentar

Manual do Mundo

Vídeos ensinam, de forma simples, experimentos práticos de ciências: www.youtube.com/user/iberethenorio

nerds ganham menos, diz pesquisa Universidade de Chicago entrevista 10 mil pessoas e conclui que alunos populares ganham mais Da Redação

“Nunca subestime um nerd, pois um dia você pode pedir emprego a ele.’’ A frase de Bill Gates, um dos gurus dos nerds, deve estar emoldurada no quarto de muitos jovens pelo mundo, em meio aos quadrinhos, pôsteres de filmes, alguns discos de vinil e muitos videogames. Para se juntar ao time, o premiado cineasta Steven Spielberg contou em entrevista recente ao programa “60 Minutes” que sofria de “bullying” na escola “por sua aparência nerd. Mas será que os nerds são mesmo bem sucedidos como seus ídolos? Uma pesquisa realizada na Universidade de Chicago surgiu como um Darth Vader –vilão da

série Star Wars– na vida dessas pessoas. Foram analisados 10.000 homens que terminaram o Ensino Médio no ano de 1957. E o resultado surpreendeu. A galera que foi popular na escola ganha hoje até 2% a mais do que os que eram considerados nerds.

Empregadores valorizam capacidade de se comunicar e interagir com um grupo E mais: aqueles que não eram tão populares, mas alcançaram seus 15 minutos de fama

nos últimos instantes do colégio, têm hoje salários até 10% maiores do que os nerds. Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores distribuíram, no ano de 1975, questionários onde os pesquisados deveriam dizer quais eram seus três melhores amigos na época. Os nomes mais citados subiam degraus no ranking de popularidade dos pesquisadores; os menos lembrados foram considerados nerds. Depois, foram avaliados também os ganhos profissionais

de cada um deles nos 35 anos seguintes. Entre outras análises realizadas no estudo, está a ideia de que parte da popularidade dos estudantes não estava ligada ao baixo rendimento escolar, como poderia se pensar. Os populares atraiam outras pessoas por sua inteligência, pela capacidade de ter bons resultados e aos mesmo tempo facilidade para se comunicar. É aqui que está a explicação para o fenômeno dos salários. Essas qualidades encontradas nos alunos populares são as mesmas que são mais valorizadas no mercado de trabalho. A capacidade de se comunicar e interagir com um grupo, combinada com um nível de inteligên-

cia moderado é tão importante para os empregadores quanto uma grande capacidade para realizar uma tarefa restrita. Mas, antes de largar o videogame e tentar fazer mais amigos, vale ressaltar que a pesquisa analisou estudantes de mais de quatro décadas atrás. Hoje, essa dinâmica está um pouco diferente, que o digam Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, e Larry Page, um dos fundadores do Google, além de todo time do Vale do Silício. Um dos exemplos mais recentes é uma matéria do “Wall Street Journal”, que diz que grandes empresas buscam nerds dentro das universidades e oferecem salários de até US$ 100 mil anuais para que eles abandonem os estudos.

Com informações do Por Vir (www.porvir.org.br)


29 de outubro a 4 de novembro de 2012 4 a 17 de junho de 2012

curtir 11



Prime Saber Edição 14