__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

9 772236 033008

86 ISSN 2236-0336

Ano 6 - Edição 86 - Abril/2018

NAB Show 2018

Novos formatos para uma indústria em reinvenção Fluxo de trabalho HDR do seu jeito. Todos querem menos trabalho e mais fluidez em suas produções ao vivo. É assim que a Grass Valley lidera com soluções HDR, com câmeras versáteis e preparadas para qualquer situação como a série LDX 82, parte do único fluxo de trabalho de produção ao vivo que permite a captura de HDR nativo do seu jeito e compatível com todo o nosso portfólio. Quer tudo isso em seu fluxo de trabalho de produção ao vivo? Visite-nos no estande

SL106. Junte-se à conversa

Copyright 2018 Grass Valley Canada. Todos os direitos reservados. As especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.


//////////// A melhor imagem

De produções de cinema

Até eventos sociais

Câmera 4k Panasonic. A melhor imagem sempre. De grandes produções a eventos sociais. VARICAN LT

VARICAN PURE

UX90/UX180

DVX 200

As câmeras 4K oferecem mais do que imagem; elas provocam uma revolução em suas produções. Versáteis e fáceis de manusear, são indicadas para todo os tipos de filmagens: de grandes produções a eventos sociais, você sempre terá a garantia da melhor filmagem. Descubra o que mais a Panasonic pode fazer pela sua empresa. Acesse nosso site e redes sociais.

www.panasonic.com/br

panasonic.br

EVA 1

AC30

Revendas:

@PanasonicBrasil

53989-002_B2B_ANUNCIO_BROADCAST_PANASONIC_2018_230x310mm.indd 1

4/18/18 11:44 AM


A indústria está realmente encolhendo? Usualmente quando volto da NAB costumo buscar mentalmente qual foi a tecnologia ou tendência que se destacou como tônica do evento aquele ano. Pode parecer simples, mas é uma tarefa que exige boas horas de reflexão, levando em conta a quantidade enorme de informação condensada de diferentes setores do mercado de mídia que se recebe em cinco dias. Em 2018, porém, ainda no final do último dia do evento eu já tinha a impressão de que o que marcaria era o repetido discurso de diversas fabricantes de que a indústria estava encolhendo. Não é um discurso normal de se ouvir em um evento de mercado onde os profissionais adoram se gabar dos números que fizeram no último ano e celebrar um mercado vibrante, criativo e, acima de tudo, rico. Afinal de contas, quando se está diante de uma audiência global de seus clientes e potenciais clientes, não se deve deixar transparecer qualquer sinal de fraqueza sob a pena de perder alguma grande venda ou projeto para uma concorrente que pareça mais saudável. Mas, seria esta preocupação legítima ou um exagero conservador das empresas? Para descobrir isso é preciso buscar compreender a mente de quem de fato sustenta a indústria: o anunciante. De acordo com o Global Insights, uma pesquisa realizada pela agência inglesa Zenith Media anualmente que traça um panorama das tendências dos investimentos em publicidade, o gasto em publicidade ao redor do mundo têm crescido uma média de 4% ao ano e deve continuar assim pelo menos até 2020, com Estados Unidos e China liderando o ranking de ‘gastadores’ com quase 50% do total do crescimento mundial. O total do consumo de mídia também vem em um crescente. Enquanto que as pessoas consumiam algo como 70 horas de mídia por mês em 2012, no ano passado este número chegou a 76 horas. O problema é que grande parte deste crescimento está nas horas gastas com internet, mais especificamente com navegação em smartphones. Da mesma forma que o consumo mobile cresceu mais de 20% no último ano, a televisão aparece com um número negativo pela primeira vez, registrando uma queda de 1,6% que deve seguir para 1,8% em 2019. É aqui que as preocupações da indústria estão. Apesar de a televisão ainda ser a mídia mais consumida no mundo, responsável por 37% do tempo, a internet já está na casa dos 31% e, por conta desta tendência de crescimento versus queda, puxa praticamente todo o investimento de novas receitas em publicidade. Não é de se espantar que as fabricantes e desenvolvedoras do mercado estejam buscando ofertar produtos para fora do broadcast tradicional. O futuro dos próprios clientes, as emissoras, está em conseguir entrar nas plataformas de internet para tentar buscar o crescimento sustentável continuo para os próximos anos, mas há um outro fator bastante preocupante para o futuro da mídia. Quando se fala de crescimento da receita de publicidade em internet, é comum imaginar que é preciso criar soluções de entrega OTT, portais com serviços dedicados a nova geração de consumidores, etc. Porém, há uma enorme concentração de para onde estas receitas vão nas novas mídias que não acontecia nos meios tradicionais. Mais de 96% de todo o dinheiro investido em publicidade digital está concentrado unicamente em 5 empresas: as Americanas Google, que sozinho representa quase metade do total e Facebook, e as 3 chinesas Baidu, Alibaba e Tencent. Não é mais questão de “se” a verba dedicada à televisão vai migrar para a internet, é questão de “quando” e o risco que as emissoras estão correndo é de este dinheiro sair do broadcast tradicional e ir direto para uma destas cinco empresas. Se as plataformas de distribuição de mídia não estiverem extremamente bem consolidados, e já, é exatamente isso que vai acontecer. Portanto, mais do que ter a consciência que a indústria esteja encolhendo, é preciso estar preparado para oferecer um produto pronto para fazer frente às gigantes de tecnologia.

Ano 6 • N° 86 • Abril de 2018

Redação Coordenador Editorial

Flávio Bonanome flávio.bonanome@vpgroup.com.br Editor Internacional

Antonio Castillo acastillo@panoramaaudiovisual.com Arte Flávio Bissolotti flavio.bissolotti@vpgroup.com.br Comercial Gerentes de Contas

Alexandre Oliveira alexandre.oliveira@vpgroup.com.br Colaboradores Gustavo Zuccherato

Presidente & CEO Presidência e CEO

Victor Hugo Piiroja victor.piiroja@vpgroup.com.br Financeiro Rodrigo Gonçalves Oliveira rodrigo.oliveira@vpgroup.com.br Atendimento Jessica Pereira jessica.pereira@vpgroup.com.br

Panorama Audiovisual Online www.panoramaaudiovisual.com.br Tiragem: 16.000 exemplares Impressão: Gráfica57

Flávio Bonanome Coordenador Editorial Al. Madeira, 53, cj 92 - 9º andar - Alphaville Industrial 06454-010 - Barueri – SP – Brasil +55 11 4197-7500 www.vpgroup.com.br PanoramaAV

PanoramaAVBR


P4

>>

Sumário

06 Nab Show 2018 Nossa análise do principal evento de tecnologia tendências para o segmento broadcast do mundo

Nesta Edição 12 Avid Empresa anuncia plataforma de nuvem por demanda

22 Blackmagic Nova Pocket Cinema Camera 4K e DaVinci Resolve 15

14 Chyronhego Integração total com Unreal Engine

24 Riedel Communications Aapresenta nova linha de paineis inteligentes

16 Ross Video Empresa anunciou uma série de produtos 12GSDI e IP

18 Alliance Technologies

24 Glookast Lança o Glooport media|flex para Avid Nexis

Apresenta-se como uma nova empresa de Soluções de Engenharia e fornecimento de Produtos

26 Panasonic

18 Grass Valley

28 ARRI

expõe portifólio completo com soluções SAM

Apresenta sistema de câmera de grande formato

20 Sony

30 Canon

Lança três novas câmeras

anuncia câmera C700 FF com sensor Full Frame

12 Lançamentos:

Anuncia câmera de estúdio AK-UC4000

32 Tudo que foi novidade na NAB 2018

10P Muito mais do que 10 Perguntas


A Sony apresenta uma solução ideal para produção ao vivo em 4K / HD, oferecendo operação eficiente e expandindo as aplicações no mercado Broadcast, além da criação de conteúdo para produção. A nova câmera portátil HD HXC-FB80 é equipada com três sensores CMOS ExmorTM Full-HD de 2/3 de polegada para fornecer excelente sensibilidade (F13 @ 50 Hz e F12 @ 59,94 Hz no modo 1080) com uma relação sinal/ruído típica de -60 dB. Esse sensor de imagem permite que a câmera seja configurada com flexibilidade, conforme necessidade, e você pode usar uma ampla gama de formatos de saída. A recém desenvolvida plataforma 3G aprimora as capacidades da HXC-FB80 no processamento de sinais de 1080/50P e 59,94 59,94P, ao mesmo tempo em que mantém baixo consumo de energia. Além disso, em combinação com a unidade de controle de câmera 4K / HD HXCU-FB80, a HXC-FB80 oferece capacidade de expansão útil, incluindo upscale de 4K e Suporte HD-HDR (no padrão HLG - Hybrid Log-Gamma)* para uma solução preparada para o futuro. O software opcional de Controle Remoto HZC-RCP5 (baseado em PC) também está disponível para composição de sistema de aplicação mais simples. * Suportado com a HXC-FB80 e o HXCU-FB80. O suporte HD-HDR requer atualização de firmwar ONDE COMPRAR: REVENDAS AUTORIZADAS SONY BRASIL


P6

>>

Reportagem

NAB 2018 em Análise: Um mercado em busca por disrupção Com discursos divergentes sobre a atual situação do mercado, a NAB 2018 marcou por conta de novas ideias e produtos mesmo dos fabricantes mais tradicionais. Por Flávio Bonanome

O

final de semana que segue a NAB sempre é de um misto de descanso e reflexão. Após cinco intensos dias correndo atrás das principais novidades do evento, e após retornar para o Brasil, é sempre bom tirar este tempo para colocar os pés de molho e tentar organizar os pensamentos sobre tudo que vi em termos de tecnologia, tendências e até mesmo algumas fofocas de bastidores. Apesar de um pouco cedo para afirmar, tive a impressão de que a NAB 2018 foi mais “fraca” em termos gerais. Houve menos anúncios de tecnologia, menos eventos em casinos sumptuosos e até mesmo menos empolgação nos sempre bem alinhados discursos de vendas das empresas. De fato, esta foi a primeira NAB que ouvi empresas afirmarem que o mercado broadcast está encolhendo e talvez a diminuição de ritmo tenha a ver com este prognóstico. Mas claro que, mesmo com um ritmo menor, um evento da magnitude da NAB traz sempre uma enorme quantidade de novidades e aqui compilo algumas das primeiras impressões do que deve marcar a feira este ano.

Produção Ao Vivo Bastava chegar no pavilhão pela entrada norte para saber que este ano veríamos algumas novidades em robótica. Logo no átrio que divide o North Hall do Central Hall havia uma espécie de performance que permitia aos visitantes dançarem junto com o braço robótico Atom da MAG-Z com um estabilizador Ronin 2 da DJI acoplado, gerando conjunto incrível de imagens com movimentos de câmera que eram exibidas em um telão. Outra empresa que exibia alguma performance robótica era a Nikon, com um estande inteiro dedicado à este tipo de solução. Além de braços automáticos dançantes, a empresa exibia uma solução de câmeras robóticas capazes de rastrear jogadores em campos de futebol usando a tecnologia de geração de estatísticas da Chyron-Hego. Apesar de rudimentar, a solução permite produzir transmissão esportiva sem a presença de operadores de câmera in-loco, algo que, após alguma evolução, deve tornar-se a menina dos olhos dos fluxos de trabalho de produção remota.


| Plataforma All-in-one para Produções Ao Vivo. Imagine um Sistema de Produção all-in-one que combina a performance de um grande switcher com o impacto visual de gráficos em 3D, acesso imediato a servidores de vídeo e alta qualidade de áudio – com a confiabilidade e a estabilidade de equipamentos independentes. Switcher Real

CARBONITE | O switcher de produção é o coração de qualquer produção ao vivo. Graphite inclui o poder de produção de um Carbonite – o switcher de médio porte mais popular do mundo – construído em um hardware dedicado (PCIExpress Card).

www.rossvideo.com/graphite

www.rossvideo.com/graphite

GC Real

XPRESSION | Gráficos podem transformar uma produção e Graphite vem equipado com o melhor. Xpression, sistema de grafismo da Ross, é utilizado pelas maiores produções de Hollywood, Instalações Esportivas e redes de tv. Graphite também inclui XPression Clips – ferramenta que adiciona a funcionalidade de um vídeo servidor ao XPression.

Mixer de áudio real

RAVE | Vídeos incríveis necessitam de áudios tão bons quanto. Graphite vem com com mixer de áudio digital de 28 canais com painel de conexão, opcional, tanto para linha quanto microfone com especificações muito interessantes e baixo nível de distorção.


P8

>>

Reportagem

Alias, falando em produção, esta foi a primeira NAB em que o ATSC 3.0 estava realmente homologado e claro que todas as empresas envolvidas no fluxo de trabalho broadcast estavam apresentando alguma coisa que pudesse tomar vantagem do novo padrão de TV Digital. Esta tendência puxou um pouco mais da prioridade das desenvolvedoras para uma visão centrada nos Estados Unidos, onde o sistema deve entrar no ar em breve, algo um pouco frustrante para o resto do mundo, mas plenamente compreensivo. Outro padrão em pleno funcionamento também pela primeira vez nesta NAB foi o protocolo 2110 da SMPTE que cria as normativas para padronização do transporte de audiovisual por IP. Lançado oficialmente em setembro do ano passado, o 2110 já colocou todas as fabricantes sob compliance nestes seis meses, algo muito positivo na consolidação de soluções para um futuro IP que nos é prometido desde 2012. No mundo dos gráficos as tendências de tecnologia de realidade aumentada continuam de vento em polpa, agora com uma integração cada vez maior entre as fabricantes e as desenvolvedoras de Game Engines. Tomar partido das capacidades de renderização em tempo real das ferramentas criadas para video-games deixou de ser hype para se tornar norma e veremos isso cada vez mais real no segmento. A integração de gráficos com processamento de big-data para gerar estatísticas em tempo real também esteve presente em quase todas as fabricantes do setor. Claro que também começaram a aparecer avanços em termos de contribuição ao vivo de forma mais econômica. Enquanto empresas focadas em internet como Hivision e Aspera continuam a promover seus protocolos de transporte de vídeo super velozes via internet pública, as fabricantes de conectividade, leia-se LiveU, Teradek, Dejero, etc, passam a apostar em tecnologias híbridas entre comunicação satelital e internet, usando satélites como verdadeiros HotSpots para transportar vídeo usando redes IP super rápidas, claro, a custos bem mais atrativos do que a locação por hora de transponder.

o lançamento de sua primeira câmera Full-Frame, a Alexa LF, a empresa está apostando também em um novo bocal de lentes batizado de LPL, maior em relação ao já tradicional PL. A ideia é que o Mount seja adotado como padrão pela produção de cinema da mesma forma que a empresa fez o PL ser em tempos passados. Claro que apostar que todas as casas de locação estarão felizes em trocar todo seu parque de lentes é algo bastante ousado e vai depender muito de convencer os diretores de fotografia que o resultado final vale a pena. Por hora, adaptadores estarão em alta. A Canon também focou seus anúncios em uma câmera Full-Frame

Produção cinematográfica No que diz respeito à produção para dramaturgia um dos principais pontos ficou por conta da dama de prata do setor em si, a Arri. Com

Robótica foi a aposta da DJI e da Nikon, com automatização cada vez mais em alta


P 10

>>

Reportagem

para cinema, a C700FF, mostrando que a demanda pro mais profundidade de campo parece em alta no setor. Houve atualizações nas Sony Venice e Panasonic EVA, fechando assim o quarteto das atuais vedetes da cinematografia de alto orçamento. Já na gama dos colegas Movie Makers, a BlackMagic anunciou uma nova versão da sua Cinema Pocket Camera que pessoalmente muito me atraiu. Apesar de muitos dos nossos seguidores nas redes sociais terem reclamado do design do produto, suas features de gravação em 12Bit, slots de cartão SD e CF, mount MFT, conexão de áudio XLR com Phantom Power e a incrível capacidade de gravar direto para uma memória Flash de Estado Sólido via USB-C, e claro o preço de 1.200 dólares, fazem dela uma provável campeã de vendas assim que chegar as lojas em setembro.

Mercado Acredito que as principais novidades da NAB este ano estiveram de fato no que diz respeito ao futuro das empresas do setor. Principalmente por conta de ser o primeiro evento em que duas gigantes do broadcast, Grass Valley e SAM, apresentariam-se sob o mesmo guarda-chuva da Belden. Com a aquisição anunciada em fevereiro, houve pouco tempo para uma real integração entre as duas empresas e era comum encontrar os representantes de vendas no estande ainda com anotações sobre quais produtos estavam posicionados para cada segmento. Uma coisa que ficou bem clara para todos é que a Belden não repetiria erros do passado (leia-se integração Grass Valley + Miranda) e deixaria os produtos da SAM terminarem seu ciclo de vida útil normalmente antes de eliminar a marca. Além disso, para empolgação de uns e preocupação de outros, os executivos da empresa afirmaram que ainda estão dispostos a investir 400 milhões de dólares em outras aquisições de empresas até o fim do ano... o que nos leva ao próximo tópico: Imagine Communications. Cotada por todas as fofocas de mercado como uma das aquisições que a Belden faria no começo do ano, a empresa apresentou-se ainda sob propriedade das mesmas pessoas, mas anunciou uma divisão estratégica entre sua área que lida com gerenciamento de receita e a que desenvolver playout e redes. O CEO da empresa, Tom Cotney, afirmou que os investimentos todos deveriam ir para o que ficou conhecido como AdTech, deixando um pouco de lado a área de Playout e Redes, o que já leva a crer que talvez a separação seja uma prepara-

Tim Shoulders, CEO da Grass Valley: US$400 milhões em aquisições até o fim de 2018

ção para vender o segmento menos privilegiado pelas verbas. Como menção honrosa nesta seção, não podia deixar de citar a ação de cordialidade entre duas concorrentes: Riedel a Clear-Com, que comemorava seus 50 anos no evento. Para celebrar a data, Thomas Riedel, CEO da empresa que leva seu nome, atravessou o Central Hall com um enorme bolo de aniversário que foi entregar pessoalmente aos executivos da Clear-Com, uma ação divertida, cordial e que mostra que ainda há espaço para um pouco de risadas na indústria broadcast.

Presença Brasileira Para finalizar este artigo de primeiras impressões, vale destacar que a presença de brasileiros no evento voltou ao seu normal. Após uma NAB 2017 com pouquíssimos profissionais do Brasil, a edição 2018 do evento trouxe de volta a grande quantidade de pessoal de emissoras, produtoras, integradoras e distribuidoras circulando pelo evento. Um grato retorno. Em termos de representatividade, a Rede Globo, mais uma vez, fez sua presença bastante forte. Seja anunciando uma nova parceria com a fabricante Rohde&Schwarz para a troca de seus transmissores na Grande São Paulo, seja com diversos de seus profissionais apresentando papers no congresso, com destaque para a produção do Carnaval 2017 em 8K HDR 120p e mixado em Dolby Atmos com produção remota. Havia também demos de produtos da emissora em Realidade Virtual, no estande da Intel e da produção Deus Salve o Rei no estande da Dolby.

Não pare por aqui Durante os cinco dias de evento a Panorama Audiovisual realizou uma extensa cobertura de todas as novidades e tendências. Se quiser mais detalhes sobre as soluções que abordei aqui, ou as que não tive espaço para fazê-lo, acesse nosso portal especial em http://especial. panoramaaudiovisual.com.br. Você também pode ver por demanda as diversas entradas ao vivo que fizemos para nossa Fan Page no Facebook (https://www.facebook.com/panoramaavbr/). Nas próximas páginas você confere um resumo em termos de equipamentos e novas tecnologias que foram apresentadas durante o evento. PA


TER UM CONVIDADO NO AR Não precisa ser complicado

Entrevistas com Qualidade, fácil de Configurar Para mais informações, visite www.comrex.com/opal/video

SAVANA COMUNICAÇÕES - Telefone: 21 2512.9888 | www.savana-comunicacoes.com.br


P 12

>>

Reportagem

Avid anuncia plataforma de nuvem por demanda

O novo CEO Jeff Rosica em ação no ACA pela primeira vez no novo cargo

C

M

Y

CM

MY

CY

C

om o novo produto chamado Avid On Demand, os usuários agora podem tomar partido de capacidade de máquina virtual, inteligência artificial, computação cognitiva e deep learning em ambiente totalmente baseado em browser Agora com Jeff Rosica apresentandando-se pela primeira vez como CEO da Avid, a empresa realizou sua conferência de imprensa que precede a NAB com diversas novidades em produtos. Os lançamentos, divididos em três frentes com software, hardware e plataforma de nuvem, mostraram uma organização no lineup da companhia, outrora um pouco confuso para os menos aficionados nas soluções da empresa. Abrindo a apresentação, o executivo falou sobre os desafios da velocidade com que a tecnologia têm transformado o seguimento de mídia. “ Nestes trinta anos de indústria, vivi grande parte das transformações que ela passou, do analógico para digital, da baixa para alta definição, e sempre foram acontecendo uma por vez. Agora os desafios enfrentados pelo mercado de tem se apresentado sempre ao mesmo tempo”, comentou. Rosica também abordou as recentes mudanças de mercado que colocaram empresas de setores diferentes ao de mídia dentro da produção e distribuição sobretudo nos mercados OTT. “Tenho a impressão que hoje todo mundo está entrando no negócio um do outro”, explicou.

Na linha 2018, também composta pelos três softwares, a grande novidade ficou por conta do anúncio do novo preço para a assinatura do Media Composer, agora custando menos do que US$ 20/mês. Por fim foi anunciada a linha Ultimate, também composta pelos três aplicativos, que apresenta todas as antigas funções opcionais como padrão dentro sua licença. Os valores não foram anunciados. Em termos de hardware, foi anunciado em duas novas unidades da linha Artist de interfaces de vídeo. A primeira delas chamada de Artist|DNxID 4K. Outra novidade é a Artist|DNxIP, versão diminuta da interface. Por fim foi, anunciado uma nova linha de consoles de mixagem para a família S6L, batizada de Unified Platform. Trata-se de um sistema

Produtos Em termos de lançamentos, a empresa começou anunciando uma reformulação na linha de software. Agora são três frentes para sua suíte de produção composta por Sibelius, Media Composer e Pro Tools agora divididos em linha First, 2018 e Ultimate. Como primeira novidade foi anunciado a versão first do Sibelius, uma opção gratuita do software de notação musical profissional da marca. Desta forma a linha First, que já possuía versões do Pro Tools e Media composer, fica completa com três softwares.

A nova linha de consoles S6L

CMY

K


anuncio_panorama_r7_final.pdf 1 27/04/2018 12:19:44

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K


P 14

>>

Reportagem

modular composto por superfícies de controle, unidades de engine e de I/O com três novos modelos cada, que podem ser usados em qualquer combinação para criar sistemas de mixagem e pós-produção de áudio entre 16 e 192 canais com 16, 24 ou 48 faders.

Nuvem O principal destaque em termos de produtos, porém, ficou por conta da área de nuvem trabalhada pela Avid. Com o novo produto chamado Avid On Demand, os usuários agora podem tomar partido de capacidade de máquina virtual, inteligência artificial, computação cognitiva e deep learning para implementar inúmeras aplicações no ambiente totalmente baseado em browser. Dentre as plataformas apresentadas estava o gerenciador de con-

teúdos e fluxos de trabalho chamado Editorial on Demand e uma biblioteca compartilhada, batizada de Shared Library on Demand, permitindo acessar os arquivos de mídia por qualquer lugar para realizar inclusive a inserção de meta dados em tempo real automaticamente. O serviço é totalmente flexível e cobrado por demanda, havendo inclusive um painel de controle onde é possível ver o quanto está sendo consumido, como uma espécie de taxímetro. A empresa também anunciou o novo aplicativo que, supostamente, permitiria que seus usuários pudessem comunicar-se entre si e colaborarem em projetos soft remotamente. Porém, durante a apresentação do sistema, os responsáveis da empresa não mostraram as funcionalidades, deixando uma dúvida se estão realmente disponíveis para os usuários em curto prazo. PA

Chyronhego anuncia integração com Unreal Engine A companhia fez o debute na NAB 2018 com várias novidades de produtos e a apresentação do novo CEO, Marcos Lopez, que anteriormente chefiava a Grass Valley

O novo CEO da Chyronhego, Marco Lopez

A

Chyronhego fez o debute na NAB 2018 com várias novidades de produtos e a apresentação de um novo CEO. Marcos Lopez, que anteriormente chefiava a Grass Valley, apresentou-se pela primeira vez como novo executivo chefe da empresa e tratou de conversar com a imprensa dando uma visão geral das áreas de atuação da Chyronhego, uma postura tranquilizadora para o mercado, deixando claro que entende o negócio da empresa, independentemente das recentes trocas de executivos. Em termos de produtos a principal novidade foi a integração das ferramentas de renderização em tempo real da Epic Games dentro do ecossistema Chyronhego. Agora, todas as ferramentas de cenários virtuais funcionam em integração completa com o Unreal Engine, permitindo grande capacidade na criação de cenários com um poder de realismo. De acordo com os executivos da empresa, a integração oferecida é diferente do que outras empresas do mercado já estão oferecendo. “Estamos falando de uma integração total, dando aos

usuários todo o poder da Unreal em uma interface já conhecida sem necessidade de alterações em seus fluxos de trabalho”, explicou Jesper Gawell CMO da companhia. Outra novidade foi a versão 3.0 da plataforma gráfica Prime Graphics que trouxe três grandes atualizações em funcionalidades. A primeira trata-se de suporte para vídeos até 16 K, pensado para video wall dentro dos estúdios de produção. Além disso, a ferramenta agora suporta saída em HDR e está funcionando em compliance com protocolo 2110. Por fim, como destaque final, a empresa apresentou uma parceria com o Nikon para criar uma plataforma de produção de esportes automatizada por dados. Em outras palavras, câmeras robóticas capazes de seguir os um atleta em campo usando as ferramentas de estatísticas da Chyronhego, o que pode ser interessante tanto para produções de alto padrão como recurso adicional com uma criação de fluxo de trabalho totalmente automatizado, pensado para ligas esportes de menor expressão. PA


P 16

>>

Reportagem

Ross Video segue a trilha híbrida entre IP e SDI Empresa anunciou uma série de produtos que trafegam tanto no mundo 12GSDI como IP

S

em sombra de dúvida a mais animada conferência de imprensa da NAB sempre é a da Ross Video, seja pelo enorme carisma do CEO David Ross ou pela sempre presente grande quantidade de novidades. Para 2018 não foi diferente, o executivo subiu ao placo e, após a habitual ‘prestação de contas’ em que revelou que a empresa está indo para seu 26º ano seguido de crescimento continuo, apresentou grandes novidades tanto no segmento de produção ao vivo IP como para SDI. A primeira delas foi o anúncio do novo switcher tudo em um Carbonite Black Solo 13, uma unidade de produção com 13 entradas e 6 saídas no mesmo formato dos demais membros da mesma família. Outro destaque ficou por conta da linha Gator, uma série de produtos de processamento de sinal definidos por software que incluem frame synchronizer com multicanal, branding e keying, funcionando em velocidades de 270 MB/s e 12G/s. Outra novidade ficou por conta da versão 8.0 do Acuity que agora traz floating 3D DVEs, conversão WCG HDR 2020 nas placas de entradas e saídas e diversas adições em termos de controles cus-

tomizados solicitados pelos usuários. Já na família Open Gear a novidade ficou por conta do novo OGX, um sistema definido por software que preocessa UHD em 12G SDI e IP agora com 53% mais capacidade e maior potência de refrigeração. O sistema também traz leds luminosos no chasis que podem ser programados para servirem como aviso aos operadores, como por exemplo, ficar vermelhos na eventualidade de uma queda de sinal. Finalizando a apresentação, David Ross trouxe ao palco um protótipo que ainda está sendo trabalhado pela Ross Video. “Hoje é como se os roteadores do mundo IP estivessem nos levando de volta ao tempo que os roteadores SDI faziam nada além de rotear sinal. Está na hora de termos roteadores IP inteligentes e pensados para broadcast”, explicou o executivo. Seguindo esta linha, Ross apresentou o Ultrix IP, um sistema de roteamento compacto, aos mesmos moldes do Ultrix tradicional SDI, mas que agrega funcionalidades como Sync Frame, SDI-IP Bridge, conversão, etc. O produto ainda está em desenvolvimento e devemos ouvir falar mais dele durante o IBC. PA


P 18

>>

Reportagem

Alliance Technologies apresenta-se como uma nova empresa de Soluções de Engenharia e fornecimento de Produtos Segundo os Fundadores da Alliance, as atividades da empresa já iniciam-se em Abril de 2018

E

m um momento em que a crise econômica parece ter murchado a hegemonia das grandes integradoras do país, a Alliance Technologies faz seu debute propondo-se como uma empresa diferente. Capitaneada por Fredy Litowsky e Mauricio Belonio, dois veteranos da indústria tendo experiência em clientes e fornecedores, a nova empresa pretende aliar solidez à sua oferta de produtos e serviços. Esta suposta solidez começa pelas próprias marcas escolhidas para representar: Riedel Communications e Ross Video. A primeira, de origem alemã, é uma das líderes globais em tecnologia para Intercomunicação e Roteamento de Sinais. A Alliance tem como missão dar continuidade ao trabalho iniciado pela antiga equipe Riedel local, levando a empresa à novas conquistas. A fabricante reforçou presença no território brasileiro, tendo inclusive realizado uma série de eventos de tecnologia em fevereiro no país. Apostando em um acordo de distribuição exclusiva, a Alliance foca

em trabalhar com projetos e abre caminho para aplicações de grande porte, sobretudo transmissão esportiva, onde a Riedel reina absoluta. Já no caso da Ross Video não há exclusividade. A empresa, que atua diretamente no mercado brasileiro de forma direta e com alguns integradores, terá agora também o suporte da Alliance para vendas e serviços. Em outras palavras, todo tipo de empresa de mídia que atue com produção ao vivo, das cabeças de rede às OTTs dos clubes de futebol, torna-se potencial cliente para a Alliance. Vale destacar a vantagem estratégica de trabalhar com uma fabricante que orgulha-se de ser fiel à suas origens e continua sob a mesma direção há 44 anos em um momento de incerteza gerado pelas aquisições e fusões de várias concorrentes tradicionais da indústria. Segundo os Fundadores da Alliance, as atividades da empresa já iniciam-se em Abril e a data deve ser marcada pela oportunidade de aliar o lançamento da empresa com a realização da NAB 2018. PA

Grass Valley expõe portifólio completo com soluções SAM pela primeira vez Com dois espaços reservados e um discurso de que as aquisições devem continuar, empresa tomou pra si o protagonismo da NAB 2018

G

lenn Pennycook, presidente de Enterprise Solutions Platform do grupo Belden abriu a conferência de imprensa da Grass Valley fazendo uma recaptiulação dos principais pontos dos negócios nos últimos anos. Enquanto que a Belden registrou em 2005 uma receita de 1,2 bilhões de dólares, em 2017 esta cifra chegou a 2,3 bilhões, com um crescimento de seu EBITDA de 9,5% para 18,2%. A otimização destes resultados se devem por um lado a diversificação das áreas de negócios (no caso broadcast, destacando a compra da Miranda e da Grass Valley) e uma forte aposta em P&D que em 2017 atingiu a cifra de 134 milhões de dólares. “A compra da SAM permitirá a nossos clientes navegar com maior segurança e certeza em um mercado saturado, ao mesmo tempo que poderemos acessar novas regiões geográficas”, explicou Pennycook a respeito do assunto que todos queriam ouvir Tim Shoulders, CEO da Grass Valley tomou a palavra para apresentar as inúmeras soluções que estarão em demonstração pelos próximos dias na NAB, explicando a existência de diversas áreas diferentes em seu estande: distribuição de conteúdos, produção de notícias, roteadores de sinais e produção ao vivo.


P 20

>>

Reportagem

Na NAB 2018 a Grass Valley destaca soluções de transição virtua;izadas e em nuvem para todas as necessidades dos broadcasters, apresentando a nova iTX Flex, sua proposta de plataforma de playout automatizada em nuvem. Agora as soluções de entrega de conteúdo da Grass Valley e SAM se combinam, e os clientes tem acesso a uma ampla seleção de soluções que se ajustará às necessidades de qualquer operação, independnetemente do tamanho proposto ou necessidade comercial.

Entrega de Conteúdo Encabeçada pela inovadora iTX Flex, a linha completa de soluções de entrega de conteúdo será o principal foco da Grass Valley em Las Vegas. A iTX Flex oferece orquestração de reprodução em nuvem mediante microsserviços comercializada como SaaS. A iTX Flex utiliza um motor de reprodução de software robusto e completo com controle e monitoramenteo por meio de uma interface de usuário HTML5 baseada em navegador.

A iTX funciona em SD, HD ou UHD com grande suporte HDR. Os motores de reprodução trabalham em IP (SMPTE 2110, 2022-6 e 2022-2) e SDI ou um híbrido de ambos. No que diz respeito a iTX On-Demand, o sistema aborda especificamente a preparação de vídeo sob demanda (VOD) e aposta nos ativos de televisão de uma forma que reduz drasticamente os custos operacionais e o tempo que o conteúdo leva em plataformas VOD. Para automatización de reproducción multicanal y multipantalla Grass Valley seguirá apostando por Morpheus. Admite el control de cientos de dispositivos de hardware, incluidos los dispositivos over-the-top (OTT), ya sea que el flujo de trabajo sea in situ, virtualizado o alojado en múltiples instalaciones. Morpheus puede controlar ICE para una solución de emisión completamente integrada. No que diz respeito à respeito a redes e roteamento, vale destacar o sistema de processamento IP GV Node e o novo IQUCP25/50, uma solução para processamento definido por software com capacidades 12G IP. PA

Sony lança três novas câmeras

F

igurando entre os eventos mais aguardados da NAB, a conferência de imprensa da Sony para a NAB 2018 foi realizada este domingo no próprio estande da companhia que, mais uma vez, trazia como grande atração a gigantesca tela C-LED onde eram exibidos os vídeos demos dos equipamentos da marca. E, conforme dito pelos próprios porta-vozes da marca, “se não houver lançamentos de câmeras não é NAB”, a fabricante anunciou três novo modelos para sua linha de captação. A primeira novidade é a versão Mark II da câmera FS5 que agora traz uma sistema de coloração aprimorado, diversos modos de High Frame Rates, saídas RAW e filtros ND eletrônicos variáveis e automáticos. Em termos de imagem, a câmera faz 4K HDR em até 120 fps, e agora trabalha também com o que a Sony chama de “Instant HDR”, uma funcionalidade para trabalhar com a ima-

gem diretamente processada com HDR nos modos HGL/BT.2020. Outra novidade ficou por conta de novas câmeras handheld da linha PXW, a Z280 e a Z190. A primeira é uma câmera 4K HDR com sensor de 3 chips 1/2 exmor R CMOS, com capacidade de gravação interna em 50p e 60p em 10 bit 4:2:2. O modelo tem uma lente acoplada com zoom óptico de até 17 vezes, reconhecimento facial, autofoco, controle remoto por smartphone e filtros ND eletrônicos. Já a PXW Z190 é uma versão mais simples, com sensor 4K de 1/3 Exmor R CMOS com capacidades 50p/60p em 4:2:2. Possui lentes com até 25x de zoom, reconhecimento facial, autofoco em um corpo bastante diminuto e ergonômico pensado para ENGs. Por fim, a Sony exibiu uma demo de um gravação realizada durante o carnaval no Brasil, em parceria com a Rede Globo feita em 8K HDR com 120 usando as câmeras UHC-8300. PA


ISTO SIM

é comunicação sem fio

TS

• • • • • • • • • •

PE N NG

5

Até 10 Beltpacks por Antena Capacidade do sistema para 100 Antenas e 100 Beltpacks ”Best-in-class” em clareza de voz ”Touch&Go” registro de Beltpack Microfone e autofalante embutidos para o modo Walkie-Talkie Integração com Smartphone via Bluetooth Beltpack com Design ergonômico e robusto Visor com Gorilla Glass legível a luz do sol Antenas descentralizadas em rede IP AES67 Integração perfeita com a matrix de intercom Riedel Artist

DI

PATE N

BOLERO INTERCOM SEM FIO

www.riedel.net


P 22

>>

Reportagem

Blackmagic anuncia nova Pocket Cinema Camera 4K Outra novidade foi a atualização do DaVinci Resolve para a versão 15

A

brindo a programação oficial da NAB, a Blackmagic Design realizou sua já tradicional conferência de imprensa apresentando dois grandes lançamentos para o mercado de produção e algumas atualizações em sua linha ao vivo. Dentre os destaques estão a versão 15 do Davinci Resolve e a nova Pocket Cinema Camera 4K. Começando pelos software de produção, a nova versão 15 tem como grande destaque a presença da suite de videografismo 3D Fusion integrado dentro do DaVinci. Parte da suite de produção da Blackmagic, o Fusion é uma ferramenta voltada para a criação de animação, efeitos e até mesmo títulos 3D que agora entra dentro do Software e permite integração em tempo real com a timeline de edição sem necessidade de renderização. Outras novidades da nova versão são uma nova forma de visualização estilo Browse dentro da área de correção de cores, novos efeitos de áudio dentro da platafomra fairlight (para resolver a falta de integração com plug-ins de terceiros) e diversas correções de Bugs. O software continua gratuito.

Pocket Cinema 4K Extramente aguradada pela comunidade de videografos, a Pocket Cinema 4K é mais nova câmera Mirrorless da Blackmagic que vem para brigar diretamente com as linhas Alpha da Sony e GH da Panasonic. Trata-se de um produto de dimensões reduzidas, capaz de caturar em 4K 60FPS, com um sensor MFT com 13 stops de range dinâmico e iso até 25.600. Até aqui, nada de muito diferente das demais concorrentes do mercado, mas o que chama atenção é a questão de conectividade. Em termos de áudio, além da porta Jack de 3,5” padrão para microfones, há também conexão micro XLR com capacidades de phatom power, além de uma porta para monitoração com fones de ouvido. Outro destaque é a conexão USB-C que permite à câmera não só gravar nos cartões CF e SD, mas também conectar-se a um flash drive convencional externo e gravar direto na raiz, permitindo um workflow extremamente veloz para descarregar o clipe diretamente para dentro da linha de tempo do DaVinci. Por fim, a Pocket Cinema ainda possui uma saída HDMI tamanho padrão. O produto deve estar disponível a paritr de setembro e vai custar US$ 1.295 e vem incluso uma licença do DaVinci Studio Pro. PA


4SI_0001_E_AF_Anuncio MAGO_21x28cm.pdf

1

3/19/18

7:35 PM


P 24

>>

Reportagem

Riedel Communications apresenta nova linha de paineis inteligentes Sistema RSP-1232 HL traz interface de usuário multi-touch e novo conceito de controle

C

om direito à encenação de praxe realizada pela marca a Riedel realizou sua conferência de imprensa da NAB com bom humor e trazendo três novidades para o setor de intercom e roteamento de sinal. Durante a apresentação, o CEO da empresa, Thomas Riedel estourou cadeados de uma maleta secreta, ao melhor estilo filme de espionagem, para revelar o novo painel de controle inteligente da marca batizado de RSP-1232 HL. O novo painel é o primeiro da família 1200 de Smart Pannels e possui uma tela multi-touch, 32 alavancas de chaveamento híbridas, capacidade de rodar apps e pensado para se adaptar aos workflows já implementados hoje. Foram dois anos de desenvolvimento até chegar à interface de alavancas com cada uma delas tendo integrados um encoder que garante controle sobre os parâmetros das mesmas localizações onde estão as teclas. O equipamento traz o conceito de Grupos Lógicos, o que permite ao usuários escolher cores para cada um dos rótulos de teclas ou aos aneis de LED que ficam envolta das mesas. Cada rótulo tem um nome principal de 8 caracteres e um sub-título com 16 catacteres, além de ícones definidos pelo usuário. O sistema também traz um mecanismo de sinalização que deixa claro o atual estado do canal: microfone aberto, fechado, Beep de entrada, etc. Em termos de conectividade o painel funciona tanto com AES3 como com SMPTE 2110-30 (AES67), além de incluir falantes estéreo, microfone incorporado, USB, bluetooth e NFC.

Outras novidades ficaram por conta da evolução Stand Alone do sistema de intercom Bolero, que agora traz antena, Base Station e Matriz tudo em um único chassis. Cada unidade comporta uma rede de até 10 belt packs que é configurada com um único toque. Já na linha MediorNet a novidade foi a inclusão de suporte para SMPTE-2110 e AES 67. PA

Glookast cria hub de mídia flexível A empresa acaba de lançar o glooport media|flex para Avid Nexis, uma camada de armazenamento compartilhado totalmente integrada ao Avid Nexis que permitiu criar o hub de mídia flexível

A

Glookast, desenvolvedora de soluções de fluxo de trabalho MXF para transmissão, produção de teatro e continuidade de negócios anunciou o lançamento do glooport media|flex para Avid Nexis, na NAB Show 2018. Trata-se de uma camada de inteligência de armazenamento compartilhado totalmente integrada ao Avid Nexis para criar um hub de mídia flexível. O novo mídia flex para Nexis é baseado na mesma tecnologia e serviços distribuídos da família glooport, mas otimizado para uso com o Avid Nexis. É a primeira camada de inteligência de armazenamento compartilhado que aborda a maior parte dos problemas comuns de fluxo de trabalho e operacionais enfrentados na ausência de uma plataforma de gerenciamento de ativos, assim como os desafios associados ao aumento do dinamismo dos fluxos de trabalho de produção e pós-produção. Projetado especificamente para o Avid Nexis,

o media|flex pode ser instalado a partir de um único servidor e permite vários trabalhos simultâneos. Como membro da Avid Alliance Partner, a Glookast mantém forte relacionamento de colaboração com a Avid que remonta aos anos 1992, quando a CIS [detentora da marca Glookast] deu início à parceria com a companhia. “Fomos um dos primeiros a entrar no Alliance Partner da Avid e hoje trabalhamos em sociedade no mundo inteiro”, afirma Guilherme Silva, CEO da Glookast. Essa proximidade permite que a empresa ofereça uma série de benefícios aos usuários da Avid, incluindo fluxos de trabalho aprimorados e economia de tempo e custo. Além do lançamento de soluções como o glooport media|flex para a Nexis. Com a solução, as possibilidades de fluxo de trabalho aumentam, incluindo transcodificação em um codec mezzanine ao ingerir, parking


CHEGANDO A NAB 2018

ADQUIRIR PRODUZIR MELHORAR DISTRIBUIR

NDI ® END-TO-END WORKFLOWS Visite NewTek no Booth SL5016 Mover conteúdo em toda a sua rede é simples, rápido e intuitivo com o NDI®.

• Adquira vídeo com a câmera NDI ® PTZ e a família de produtos Connect. • Produza em IP com TriCaster ® TC1 e NewTek IP Series. • Adicione gráficos sofisticados com servidor de gráficos IP NewTek-Vizrt. • Em seguida, distribua com apenas um clique do mouse MediaD com MediaDS.

© 2018 NewTek, Inc. Todos os direitos reservados. NDI, TriCaster, 3Play, TalkShow, Video Toaster, LightWave 3D e Broadcast Minds são marcas registradas da NewTek, Inc. MediaDS, Connect Spark, LightWave e ProTek são marcas registradas e / ou marcas de serviço da NewTek, Inc.


P 26

>>

Reportagem

em um nearline, recuperar apenas o que você precisa, ingerir simultaneamente no OP-Atom e OP1a (permitindo edição no Media Composer e no Premiere ), outgest de conteúdo estacionado e transcodificação durante a distribuição para várias plataformas. “Esta edição da NAB está sendo especial, além de novas versões de software, estamos apresentando novas soluções”, destaca Silva. Ele se refere à nova integração ISV para prover aceleração na transferência de arquivos para todos os usuários das soluções da Glookast. Agora, as aplicações que tiram partido dos produtos Glookast, da captura de banda base e ingest de arquivos aos serviços de mídia em parking, retrieving e transcoding poderão contar com a tecnologia de transferência de arquivos da FileCatalyst. Os usuários passam a ter capacidades de implantar soluções integradas em qualquer produto Glookast, já que a integração em si é

realizada pelo novo media|gateway da Glookast, uma plataforma de conectividade baseada em plug-ins. As soluções da Glookast são divididas em duas famílias de produtos. A família Gloobox automatiza controles e padroniza captura de banda base e IP, bem como ingest baseado em arquivos. A família Glooport de serviços baseados em clusters de carga balanceada oferece ingest de arquivos locais ou remotos, media parking e recuperação, transcodificação e funções saída de arquivos por meio de watch folders e integrações de APIs para uma variedade de plataformas diferentes. Ao integrar o FileCatalyst Direct, uma suite de aplicações clinete-servidor que acelera transferência de arquivos ponto-a-ponto à velocidades de até 10 Gbps, os usuários Glookast poderão tomar partido dos benefícios de uma tecnologia de transferência rápida para agilizar seus fluxos de trabalho e maximizar a eficiência. PA

Panasonic anuncia câmera de estúdio AK-UC4000 A AK-UC4000 grava em 4K e HDR, com resolução nativa de 4.4K e tem capacidade de 240 fps

N

o ano em que comemora o seu centenário, a Panasonic participa da NAB 2018 com o lançamento da câmera AK-UC4000 e ainda anuncia a novidade de que a Netflix certificou a câmera EVA para suas produções de vídeo. A AK-UC4000 grava em 4K e HDR, com resolução nativa de 4.4K e tem capacidade de 240 fps – que será introduzida através de uma

atualização de software ainda neste ano. Tem sensor maior de 4/3 de polegada, Quad link SDI, saída 12G padrão e opcionalmente oferece a placa IP. Apresenta ainda a função de slow motion, tanto para estúdio quanto para unidades móveis, uma característica importante para a transmissão de eventos esportivos, com até quatro opções de movimentos.


Reportagem << Centro de Produção ao Vivo com NDI Além da nova câmera, a Panasonic apresenta a linha de PTZ com versão NDI (Network Device Interface), em uma parceria com a NewTek, desde HD até 4K. O AV-HLC100 é um switcher de 1 ME, controlador de câmera remota com capacidade de sobreposição de gráficos. A solução combina streaming/gravação e uma função de mixer de áudio para atuar como hub para uma operação, de uma pessoa, de streaming ao vivo. Lembrando que o NDI é um protocolo de vídeo sobre IP aberto criado pela NewTek. “O cliente pode optar por comprar a câmera já com o protocolo inserido no equipamento ou fazer um upgrade de firmware e passar a trabalhar com NDI também”, explica Sérgio Constantino, gerente de vendas Brasil, em entrevista AO VIVO para a Panorama Audiovisual na FanPage da revista no Facebook.

EVA1 2.0 Firmware upgrade Falando em firmware, a câmera EVA de resolução 5.7K foi lançada no IBC 2017 e também recebeu uma atualização. O EVA 2.0 é uma atualização de firmware gratuita que permite a gravação com todos os formatos I-Frame e saída de dados brutos em 5.7K. Porém, o maior atrativo mesmo foi a certificação da Netflix que incluiu a EVA no grupo de soluções utilizadas pela plataforma para produção de vídeo. “Essa atualização é muito importante porque possibilitou a gravação em RAW na saída da câmera, então a gente pode colocar gravadores externos para captar 4K nativo e continuar gravando com o cartão SD internamente, com compres-

P 27

são. Além disso, permitiu que a câmera fosse homologada pela Netflix, sendo escolhida para a produção de conteúdo de plataforma”, ressalta Constantino. Outra solução que passou por atualização é o switcher da linha 2ME. A nova versão permite trabalhar com mídia sobre IP, eliminando o hardware convencional em detrimento de uma interface IP que possibilitar trabalhar com outros conteúdos. Segundo Constantino, essa mudança revela a visão de futuro da Panasonic para esse equipamento.

Reposicionamento da empresa Na última edição da NAB, Constantino concedeu uma entrevista à equipe de reportagem da Panorama Audiovisual na qual ele afirmava o reposicionamento da empresa, resultado da mudança na forma como se apresentava ao mercado broadcast. Neste ano, um banner comemorativo aos 100 anos da empresa chamou a atenção no estande. “Para nós é motivo de orgulho trabalhar em uma empresa tão longeva no mercado, que está sempre se reinventando e inovando. Já faz alguns anos que a gente vem observando empresas globais e hoje a gente leva muito em consideração a questão do cross-selling e a integração entre diferentes departamentos, o que possibilitou que em 2017 criássemos a Media Entertainment, especializada em soluções focadas nas necessidades dos clientes. Isso acabou promovendo uma visão diferente para a empresa, abrindo novos mercados para diferentes departamentos”, explica Constantino. PA

Expandido a Excelência IP Celebrating 50 Years of Intercom Innovation

A Placa E-IPA A Placa E-IPA é a placa AES-67 e SMPTE-2110 com maior densidade do mercado. Entregar 64 canais de áudio de baixa latência e intercomunicação via IP para o Eclipse-HX significa flexibilidade absoluta na sua produção. Tudo que você precisa para expandir para a próxima fase das soluções IP está aqui. Junte-se à nós.

www.clearcom50.com

www.clearcom.com

SAVANA COMUNICAÇÕES - Telefone: 21 2512.9888 | www.savana-comunicacoes.com.br


P 28

>>

Reportagem

ARRI apresenta sistema de câmera de grande formato A câmera ALEXA LF, as lentes ARRI Signature Prime e a montagem LPL compõem o sistema com sensor de grande abertura e compatível com produtos já existentes da marca

A

ARRI apresentou um sistema de grande formato que compreende a câmera Alexa LF, as lentes Signature Prime, a montagem para lentes LPL e o adaptador PL-to-LPL, na NAB Show 2018. Embora tenha sido anunciado como um sistema que promove o uso do sensor com grande abertura, também é compatível com as lentes, os acessórios e fluxos de trabalho já existentes. O sensor ALEXA LF grava 4K nativo, assim os cineastas podem explorar a estética de grande formato, mantendo a colorimetria natural do sensor ALEXA, com adequação para fluxos de trabalho HDR e WCG. Diferentes modos de sensor cobrem qualquer requisito de entrega e formatos de gravação, incluindo o formato ProRes e ARRIRAW sem compressão e não criptografado de até 150 fps. “A câmera ARRI Alexa LF [grande formato] é a primeira da marca com o sensor full frame e com o novo bocal LPL [large PL]. Com o sensor, a imagem fique mais próxima do que um olho humano é capaz de enxergar. Embora a profundidade de campo seja menor, o sensor permite também trabalhar com resoluções maiores e com isso, a ARRI rompe a barreira do 4K, alcançando o 4.5K. A câmera tem comando de foco, zoom e íris, além de transmissão de imagem e look, totalmente sem fio. Assim o set de filmagem fica completamente clean, sem cabo pelo chão”, explica em detalhes, Mário Janini, responsável pela ARRI no Brasil, em entrevista AO VIVO para a Panorama Audiovisual na FanPage da revista no Facebook. “O sensor full frame e o bocal LPL são o futuro das câmeras de cinema.”

Lentes Junto com a câmera ALEXA LF foram lançadas 16 lentes de grande formato ARRI Signature Prime, com variações de 12 mm a 280

mm, equipadas com a nova montagem de lentes LPL. Os Signature Primes tem precisão óptica e produzem imagens orgânicas que suavizam o aspecto de grande formato. Um rápido T-stop de T1.8 facilita a profundidade de campo superficial e a queda suave do foco, gerando maior presença no quadro. “O set de lentes Signature Prime é feito à mão dentro das especificações ARRI. A empresa ouviu seus clientes para criar lentes com formato menos sharp, que mostram uma imagem soft, com contraste altíssimo. Parece anamórfico, mas não é, enfim, tem que ver para entender”, esclarece Janini. A nova montagem LPL tem um diâmetro mais largo e uma profundidade focal de flange menor, permitindo que as lentes da linha Signature Primes e os futuros lançamentos de grande formato sejam pequenos e leves, com um T-stop rápido e bokeh agradável – uma combinação de recursos que não seria possível com a lente PL (modelo antecessor). A LPL também estará disponível para outras câmeras ARRI e está sendo licenciada para fabricantes de lentes e câmeras de terceiros. Embora a câmera, as lentes e montagens sejam novas, todas são compatíveis com as lentes já existentes PL. O adaptador PL-to-LPL oferece compatibilidade com todas as lentes de montagem PL, seja Super 35 ou full frame. Ele se conecta de forma segura ao suporte da lente LPL sem ferramentas, permitindo que as equipes troquem rapidamente entre lentes PL e LPL no set. “Mesmo utilizando um adaptador, é possível iluminar os cantos da imagem”, afirma Janini. A ALEXA LF oferece os mesmos fluxos de trabalho versáteis que outras câmeras ALEXA. Os arquivos Look da ARRI podem ser usa-

O s

S a l

A S S


Otimize a performance de streaming em redes instáveis SRT é um protocolo de transporte de vídeo e tecnologia de infraestrutura Open Source que otimiza a performance de vídeo em redes instáveis com streams seguros e fácil travessia de firewall, levando a melhor qualidade de vídeo para as piores redes. A Haivision tem orgulho de ser a desenvolvedora original do protocolo SRT e fundadora do Projeto SRT Open Source para transmissão de vídeo de baixa latência. Junte-se ao movimento de streaming de vídeo Open Source que mais cresce. haivision.com/SRT


P 30

>>

Reportagem

dos e toda a gama de ferramentas de software de fluxo de trabalho da marca suportará imagens de grande formato ALEXA. Além disso, os metadados da lente podem ser gravados a partir de lentes LDS-1, LDS-2 ou / i.

Iluminação O destaque entre os paineis está no modelo S360, que veio completar a linha SkyPanel, segundo Janini. “É um softlight que começou

no UCS60, com dois painéis de LED. Depois veio o S30 com um painel de LED. Aí surgiu o S120 com quatro painéis, abertura de luz e suavidade maiores. E agora o S360 completa a linha como se tivesse 12 paineis dentro dele.” Outra novidade nessa área está no SkyPanel Firmware 4, com novos recursos focados em DMX. Embalado com dez novos recursos, expande as capacidades do SkyPanel, incluindo controle de cor, de luz do motor DMX, efeitos adicionais, etc. PA

Canon anuncia câmera C700 FF com o novo sensor Full Frame A C700 tem modo over sample de 5.9K para 4K, oferecendo mais detalhes e qualidade de imagem infinitamente superior a última versão da câmera

A

primeira grande novidade da Canon é a C700 FF que agora está com novo sensor Full Frame de 38.1 mm x 20.1 mm e possibilita a gravação interna de vídeo 4K/60P por meio de oversampling. Oferece ampla faixa dinâmica de mais de 15 stops e uma ampla gama de cores que excede o padrão de transmissão da próxima geração ITU-R BT.2020. Além disso, o sistema de autofoco da Dual Pixel CMOS AF permite que a C700 FF realize ajustes de foco de alta precisão com diversos estilos de disparo, mesmo em situações que exigem foco altamente preciso. Essa câmera vem de uma versão Super 35 de dois anos atrás de um ano atrás, uma versão PL com sensor global shutter. “Se você tem uma versão Super 35 consegue fazer a troca do bloco do sensor e transformar a C700 em full frame, tanto PL ou EF, além da versão global shutter. Com o sensor maior, é possível utilizar lentes como a de 20 milímetros, que também é lançamento”, explica Nieto. Ela permite gravar RAW até 5.9K através do gravador da códex que é proprietário para C700. “Tem um modo 4K que é um over sample de 5.9K para 4K, oferecendo mais detalhes e qualidade de imagem infinitamente superior a última versão da câmera.” Outras características bacanas dessa câmera são a possibilidade de uso de lente anamórfica – que vem da versão anterior, e o viewfinder com resolução FullHD, que surpreende pela qualidade da imagem. O preço ex-work da câmera C700 versão Full Frame no Brasil, só o corpo, custa 33 mil dólares. Com controle lateral e viewfinder, sai 38 mil dólares. Cinco mil de diferença da versão anterior.

Novas lentes A Canon acaba de lançar sete lentes. A nova lente para a linha de Cinema é a CN-E20 mm T1.5 L F. O destaque do lançamento é o comprimento focal fixo de 20mm totalmente manual para câmeras 4K, que garante desempenho óptico. A nova lente atinge resolução adequada para qualidade 4K e foi projetada para aprimorar a qualidade de câmeras que possuem sensores Full Frame 35 mm. Também possui um diafragma de abertura de 11 lâminas e um número T1 de 1.5 e atinge características de borrão natural e suave. Para a linha de broadcast são quatro modelos novos, três deles portáteis e um box, a CJ24ex7.5B, a CJ14ex4.3B e a CJ18ex7.6B, e a box

66x. “Todas podem ser utilizadas em câmeras de transmissão 4K, aliás, cobrindo muito bem o 4K nas bordas, que é um ponto crítico de aberração cromática e uma série de outros efeitos indesejados que as nossas lentes não apesentam”, esclarece Nieto. As novas lentes empregam tecnologia de design óptico e fazem uso de materiais como fluoreto e vidro Ultra-low Dispersion (UD) para obter desempenho óptico 4k em toda a faixa de zoom. Além disso, apoiam uma gama de cores definida pelas normas de transmissão ITU-R BT.20203, fornecendo níveis de correção de aberração cromática. O peso das lentes é um detalhe importante também, segundo Nieto, o modelo 24x tem cerca de 1.300 kg. “É um kit completo de todos os ranges, desde grande angular até teleobjetiva, todas com bocal EF cobrindo o sensor Full Frame”, enfatiza Nieto.

Novos monitores Desde 2014, a Canon tem uma linha de display 4K. Começou com 30 polegadas e hoje são três modelos de 24 polegadas, dois deles com mil nitis e um com 600 nitis, além de dois modelos de 17 polegadas. Na NAB Show 2018, a Canon está lançando o DP-V2421, de 24” e o DP-V1711, de 17”. O primeiro possui mil nitis, entrada de vídeo 12G-SDI para 4K 60p com um cabo só, fornecendo alto brilho e contraste, ideal para reproduzir conteúdo 4K/HDR em estúdios de transmissão. Já o monitor de 17 polegadas, o DP-V1711, também possui entrada 12G-SDI para 4K em um cabo só, porém com design compacto que não só facilita o transporte para gravações externas, mas também é ideal para uso em ambientes onde o espaço é limitado, como em estúdios e unidades móveis. Ele vem de fábrica com 300 nitis, mas é possível fazer um upgrade para chegar nos 600 nitis em uma assistência técnica. Ambos suportam os padrões da indústria, como o Hybrid Log-Gamma, um padrão HDR de transmissão, e a Quantificação Perceptual (PQ), um padrão HDR para produção e distribuição de vídeo. Também suportam os log gammas da Canon: o Canon Log, o Canon Log 2 e o Canon Log 3. Possuem várias funções para a confirmação da imagem HDR, incluindo um monitor waveform, que exibe o nível de luminância dos sinais de entrada e a função color false. Isso faz com que os monitores sejam mais eficientes ao reproduzirem imagens HDR. PA


P 32

>>

10 Perguntas

Muito mais que 10 Perguntas Confira as entrevistas feitas com executivos do setor durante a NAB 2018

D

urante a NAB Show 2018, a equipe da Panorama Audiovisual pode conversar com diversos especialistas em tecnologia, chefes de desenvolvimentos e executivos das principais desenvolvedoras e fabricantes do setor. Foram tantos bate-papos de alto nível, que seria um desperdício selecionar somente um para a

sessão deste mês. Por isso, publicamos todas elas em nosso website, algumas em vídeo, outras em texto, para que você não perca nenhum momento. Abaixo, um verdadeiro Menu para você escolher o que quer ver primeiro. PA

Jeff Rosica - CEO da Avid Conversamos com o novo CEO da Avid que assumiu a empresa após a turbulenta saída de Louis Hernandez Jr. no começo do ano. Rosica falou sobre o que muda na estratégia da empresa e também sobre o que a Avid pensa de suas concorrentes.

Rich Redmond - CPO da Gates Air Rich é um dos principais nomes quando se fala de tecnologia para transmissão por ar. Em nosso bate-papo, falamos sobre adoção do ATSC 3.0 em outras partes do mundo e novos modelos de negócio que uma transição de padrão de TV Digital podem gerar para um futuro próximo.

Karen Jaworski - Product Marketing Consultant da Aspera Conversamos com a representante da inovadora empresa de propriedade da IBM sobre como a tecnologia de transmissão em alta velocidade por IP, Machine Learning e Inteligência Artificial vão colaborar para o futuro da distribuição de mídia.

Dan May - Presidente para as Américas da BlackMagic Design O jovem executivo falou um pouco da estratégia por trás dos novos produtos da empresa, como é o posicionamento da Blackmagic para o broadcast e a filosofia de tentar fazer os profissionais trocarem de equipamento como trocam de Gadget.

David Ross - CEO da Ross Video Sempre bem humorado, o CEO da Ross Video conversou conosco sobre sua nova linha de produtos IP e como o futuro da produção ao vivo estará cada vez mais focado em soluções virtualizadas.

Jim O’Neil - Analista da OOyala Especialista em distribuir informação independente de seu produto, Jim O’Neil nos recebeu para falar sobre como a tecnologia pode ajudar empresas a reduzir custos na produção de conteúdo ao automatizar algumas das principais tarefas do fluxo de trabalho.


churchtechexpo.com.br

Imperdível!

Anhembi São Paulo

Informação: contato@vpgroup.com.br +55 (11) 4197-7500 +55 (11) 97563-2030

4ª Feira Internacional de Tecnologia, Inovação, Infraestrutura e Soluções para Templos e Igrejas

2018

Organização

13 A 15 DE JUNHO

Mídias oficiais


P 34

>>

Programe-se!

Agenda Acompanhe aqui o roteiro com as melhores sugestões de congressos, festivais, exposições, mostras, cursos, treinamentos e eventos do mercado audiovisual.

9 a 11 de maio Semana ABC

Evento aberto ao público, sem necessidade de inscrição, com entrada franca – retirada de senha uma hora antes de cada mesa, até a lotação da sala. As mesas serão transmitidas para a área externa. A Semana ABC é uma realização da ABC – Associação Brasileira de Cinematografia, com correalização da Cinemateca Brasileira. Durante a Semana, além das mesas de debates, há um espaço de exposição de equipamentos e serviços, aberto das 9h às 20h30. Já confirmaram presença as seguintes empresas e instituições: Arri, Canon, Cinecam, Cine Society, Dcine, Disk Films, Electrica, Fuji, Locadora, Lumatek, Monstercam, Panasonic, Sindcine, Sony e Zeiss. Local: Cinemateca Brasileira - SP http://abcine.org.br

23 a 25 de Maio AES BRASIL EXPO

Promovida pela AES (Sociedade de Engenharia de Áudio), entidade representante da instituição americana fundada em 1948, congrega os principais profissionais, empresas e acadêmicos do ramo em suas atividades, incluindo o mercado de vídeo, iluminação e instalações especiais. O evento, considerado o maior encontro da América Latina no seu segmento, é realizado anualmente em São Paulo,em parceria com a FRANCAL FEIRAS. O evento AES BRASIL EXPO tem quatro vertentes: Convenção, Congresso, Exposição e Demonstração. www.aesbrasilexpo.com.br

14 a 18 de Setembro IBC 2017

Considerado uma versão europeia da NAB Show, o IBC reúne em Amsterdam os líderes da indústria de radiodifusão, broadband e produção audiovisual. Mais de 1000 estandes apresentam um panorama completo do mercado. www.ibc.orgOperação em Mesas DigitaisTodo último final de semana de cada mês, o IAV promove o curso. Operação em Mesas Digitais. Indicado para profissionais de áudio interessados em ampliar seus conhecimentos e dominar a operação dessas mesas. O curso explora a infinidade de recursos disponíveis, através de um método prático exclusivo que desmistifica sua utilização. www.iav.com.br

24 a 26 de Outubro CAPER

A CAPER SHOW é um evento reconhecido internacionalmente e convoca, a cada ano, mais de 6 mil diretores, profissionais, técnicos, docentes estudantes relacionados com a indústria audiovisual da Argentina e América Latina. Durante o evento se realizam apresentações técnicas, acadêmicas e os que participam como palestrantes são referência na indústria audiovisual. Local: Buenos Aires -AR www.caper.org.ar

13 a 15 de Junho de 2018 Church Tech Expo A Church Tech Expo reúne o melhor das tecnologias de áudio e vídeo para templos, igrejas, locais de pregação e adoração. Exposição, palestras técnicas e workshops cobrem os segmentos de sonorização, mixagem, captação em vídeo, projeção, gravação, edição e transmissão. Em 2015, o evento reuniu 90 expositores, representando mais de 200 companhias, e mais de 7 mil visitantes. Participe e conheça o que há de mais inovador no setor. Aprenda com exemplos práticos como ampliar e otimizar as suas instalações ao lado dos principais fornecedores, integradores, consultores do mercado nacional e mundial. Entenda como e onde investir para ampliar o alcance de sua mensagem. O evento é destinado a líderes e representantes de religiões, membros de ministérios, equipes técnicas e de projeto, operadores de áudio e vídeo, e todos os envolvidos com áudio, vídeo e iluminação em templos e igrejas. O Congresso Church Tech Expo 2015 teve 100 de programação e recebeu 80 palestrantes em 65 sessão. Os temas centrais são: Integrando Áudio, Vídeo e Luz; Acústica e Inteligibilidade; Sistemas de PA e Sonorização; Produção de Apresentações Musicais; Mixagem e gravação; Seleção e configuração de microfones; Produção HD Ao Vivo; Implantação e Vantagens do Live Stream; Integração com Switcher e Robótica; Projeção e Processamento de Vídeo; Integração com Mídias Sociais; Infraestruturas baseadas em IP; Digital Signage Aplicada; Projetos de sucesso; Automação de Processos e Eventos; Desafios da Iluminação. www.churchtechexpo.com.br

13 a 15 de Junho de 2018 PANORAMA SHOW O mais importante latino-americano dedicado às tecnologias de Produção Audiovisual e Broadcast será realizado no São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes), em São Paulo. Serão três dias de exposição e congresso dedicados ao aperfeiçoamento profissional, debate sobre tecnologias e promoção de negócios. Os temas-chave do congresso são soluções para produção e distribuição de áudio e vídeo em TV, cinema, novas mídias, publicidade, animação e games. Em 2015 o evento reuniu 7000 visitantes, incluindo mais de 1000 congressistas, que participaram de 65 sessões de debate e workshops. www.panoramaaudiovisualshow.com.br


ENLARGE YOUR VISION

A NOVA CÂMERA DE GRANDE FORMATO

A ARRI apresenta um sistema completo de grande formato que cumpre e supera os requisitos das produções modernas, oferecendo liberdade criativa sem precedentes. Com base em uma versão 4K ampliada do sensor da ALEXA, o sistema compreende a câmera ALEXA LF, as lentes ARRI Signature Prime, o bocal para lentes LPL e o adaptador PL para LPL. O sistema também oferece compatibilidade total com lentes, acessórios e workflows existentes.

www.arri.com/largeformat ARRI Brasil | Av. Ibirapuera, 2907 - Cj. 421 – Moema | São Paulo – SP | Tel. (11) 5041-9450 | arribrasil@arri.com

1802_ARRI_ALEXA LF Ad_PT_Panorama_F.indd 1

2/15/18 1:05 PM


Profile for VP Group

Panorama Audiovisual 86  

A revista Panorama Audiovisual e o site - www.panoramaaudiovisual.com.br - são dedicados aos técnicos, engenheiros, gerentes e diretores de...

Panorama Audiovisual 86  

A revista Panorama Audiovisual e o site - www.panoramaaudiovisual.com.br - são dedicados aos técnicos, engenheiros, gerentes e diretores de...

Profile for vp_group
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded