Page 1

Vale do Araranguá, Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016 | Circulação Semanal na Região da Amesc | R$ 1,50 | Ano 04 | Edição 177

“Elas venceram” Durante todo o mês de outubro o país se mobiliza e adere ao Outubro Rosa, campanha que visa alertar sobre o câncer. Em Araranguá, encontramos duas guerreiras que nos relatam duas histórias diferentes, mas em comum a fé e superação

Págs. 4 e 5

www.facebook.com/jornalvozdosul Segurança Homem é condenado a mais de 9 anos por estupro Página 2

Saúde Meninos de 12 e 13 anos receberão vacina contra HPV em 2017 Página 5

ingressos com preços imperdíveis, confira!

Araranguá

Consulte a programação no site:

www.arcoplex.com.br


2

GERAL

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

Ventos causaram destelhamentos em Jacinto Machado Enquanto no interior houve queda de árvore e destelhamento de um galpão, secretaria de Saúde também sofreu pequenos danos devido ao vendaval do fim de semana Jacinto Machado Embora o mau tempo do fim de semana não tenha causado grandes estragos na região do extremo sul catarinense, pequenos estragos chegaram a ser registrados em Jacinto Machado, principalmente devido aos ventos fortes. Queda de árvore e destelhamentos foram relatados à Defesa Civil municipal, que se manteve em alerta para a necessidade de atendimento emergenciais, caso houvesse necessidade. Entre os municípios

frequentemente atingidos pelo alto volume de chuvas que causam alagamentos e deixam comunidades isoladas, Jacinto Machado não sofreu grandes prejuízos com a passagem do mau tempo deste fim de semana. A Defesa Civil municipal registrou apenas dois incidentes causados por fortes ventos, que causaram dois destelhamentos e a queda de uma árvore. Um dos destelhamentos

Polícia Militar de Araranguá presente no projeto “A Praia é Nosso Pico” No sábado à tarde policiais militares se uniram no mutirão de limpeza no Morro dos Conventos Morro dos Conventos Na tarde de hoje, 18, o subcomandante do 19º Batalhão de Polícia Militar de Araranguá, major Maike Adriano valgas, recebeu na sede do Batalhão o coordenador do Projeto “A Praia é Nosso Pico”, Giovani Pereira da Rosa.

Na ocasião, o senhor Giovani agradeceu a proatividade e parceria firmada entre a Polícia Militar e o Projeto. Sendo que na tarde de sábado, 15, policiais militares do 19º BPM, além de garantir a segurança para a realização do evento, também se uniram ao mutirão de limpeza na praia de Morro dos Conventos, e juntamente com a comunidade e entidades retiraram resíduos, deixando a praia mais limpa e preservada.

Motorista embriagado bate em veículo estacionado Polícia Militar de Araranguá prende mais um homem por embriaguez ao volante Araranguá Na noite de segunda-feira, dia 17, por volta das 21h06min, uma guarnição da Polícia Militar de Araranguá foi acionada, via Central de Operações da Polícia Militar (COPOM - 190), para atender uma ocorrência de acidente de trânsito no centro do município. No local, a guarnição policial militar constatou que o condutor do veículo Citroen/Picasso, identificado como O.S., de 47

anos, colidiu em outro veículo que estava estacionado, e que “O” estava em visível estado de embriaguez. Após consulta, os policiais militares também constataram que o condutor estava com o direito de dirigir suspenso. “O” recusou-se realizar o teste do etilômetro, sendo que assumiu ter ingerido bebida alcoólica, mas que não sabia onde estava e nem como ocorreu o acidente de trânsito. Diante dos fatos, o veículo foi removido, “O” recebeu voz de prisão e foi encaminhado à central de polícia para procedimentos cabíveis.

foi registrado na localidade de Água Branca, onde parte do telhado de um galpão foi arrancado e arremessado a vários metros de distância, dada a força do vento. “Sobre as telhas foram postas algumas pedras, justamente na tentativa de impedir que fossem arrancadas. A distância em que uma dessas pedras foi jogada demonstra que houve um forte deslocamento de ar naquela

localidade”, explica o agente de Defesa Civil de Jacinto Machado, Bráz Pereira Moro. Na mesma região, uma árvore chegou a ser derrubada em virtude da força dos ventos. Na área urbana do município, parte do telhado do prédio da secretaria municipal de Saúde foi arrancada, causando transtornos na clínica de fisioterapia. Os problemas foram rapidamente sanados com a colocação de uma lona e, na segunda pela manhã, com a reposição das telhas quebradas. Ao longo desta terça, de acordo com o CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), choveu em torno de 15mm em Jacinto Machado, a mesma previsão para esta quarta-feira no município.

Homem é condenado a mais de 9 anos por estupro O homem de 33 anos foi condenado a pena de 9 anos e 4 meses de reclusão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado Araranguá Na tarde desta terça-feira, dia 18, agentes da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá prenderam o araranguaense FÁBIO

Seberino Silvério, de 33 anos, por força de ordem de prisão, sentença condenatória definitiva, expedida pelo juízo da 1ª Vara Criminal de Araranguá. Conforme o delegado Jorge Giraldi, Fábio foi condenado a pena de 09 anos e 04 meses de reclusão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado pela prática do crime de estupro de vulnerável.

Idoso é agredido pelo próprio filho Polícia Militar de Araranguá prende homem que agrediu seu pai. Fato ocorreu no bairro Mato Alto Araranguá Na noite de segunda-feira, 17, por volta das 20h59min, uma guarnição da Polícia Militar de Araranguá foi acionada, via Central de Operações da Polícia Militar (COPOM - 190), para verificar uma ocorrência de vias de fato no bairro mato Alto. No local, a vítima V.F.L., de 71 anos, relatou aos policiais militares que foi agredido pelo seu

Colunistas e colaboradores: Bianca Goulart, Sabrina Boff, Pauli Duarte, Tiago Almeida, Natália Silveira,* Os colaboradores não possuem

vínculo empregatício com o jornal.

por Tiago Almeida

tiagoborgesalmeida@hotmail.com

De cara nova

Consolidada há mais de 10 anos no mercado como a mais tradicional e uma das maiores agências de turismo do sul do estado, a MA&Na Turismo da empresária Naracélia Saviato, ganhou sua tão sonhada sede própria. Mais moderna e espaçosa, a nova sede vem para prezar pelo conforto e pelo bom atendimento – marca registrada há mais de uma década – e se firma como uma das opções mais inteligentes no quesito “assessoria de viagem”, pois a Ma&Na trabalha minuciosamente desde o embarque até o retorno do cliente, que, diga-se de passagem nem pode ser chamado assim, tendo em vista que todas as pessoas que entram na agência se sentem da família, o novo endereço continua na Rua Caetano Lummertz, porém agora no número 1228. A coluna Empreendedorismo em Pauta parabeniza o trabalho árduo de toda a equipe comandada pela Nara e deseja cada vez mais sorte e claro, muitas viagens!

ACIVA promove Sessão de Negócios

Já pensou em divulgar os seus produtos e serviços em pouco menos de três horas para dezenas de pessoas? A ACIVA e o Sebrae pensaram nisso e, em conjunto, irão promover a Sessão de Negócios, que ocorre no próximo dia 26. Das 19h às 22h, empresários e profissionais liberais terão a oportunidade de divulgar seus negócios para todos os demais participantes. “Esta é uma oportunidade única para quem busca networking e a prospecção de novos negócios, clientes e fornecedores”, ressalta o agente de relacionamento com o associado da ACIVA, Fernando Sabino. O evento é aberto para não associados, porém os valores são especiais para as empresas associadas à entidade. “A inscrição para sócios custa apenas R$ 50,00. Já para os demais, o valor é de R$ 100,00”, afirma. Para maiores informações, os interessados podem procurar a sede da ACIVA, ou entrar em contato pelo telefone (48) 3522-0973.

Outubro rosa da azul

filho R.L., de 41 anos, sendo que este ao chegar em casa começou a agredi-lo com tapas no rosto, vindo a causar um corte e sangramento no nariz. A vítima foi agredida mesmo estando com seu braço quebrado e impossibilitado de se defender. “R” ainda agrediu seu irmão R.S.L., de 34 anos, pois este tentou defender seu pai. “R” estava bastante alterado psicologicamente devido ao uso de drogas e resistiu à abordagem. Diante dos fatos, “R”, recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Central de Polícia para procedimentos cabíveis.

EXPEDIENTE

Editora Chefe: Carla Costa Reportagens: Natália Silveira Direção de Arte: Fernando Becker

Empreendedorismo em Pauta

Fale Conosco Fone: (48) 3524-5064 Redação: redacaovozdosul@gmail.com Circulação: Região da Amesc

Uma simpática ação da Azul linhas aéreas em alusão ao Outubro Rosa – mês oficial do combate e prevenção do câncer de mama – tem deixado todos surpresos, neste mês, todos os uniformes de pilotos e aeromoças e até de dois aviões foram trocados do tradicional azul para o rosa, bonita homenagem!

Itaú Unibanco

O Itaú já era gigante por si só antes de se fundir com o Unibanco e formar uma das maiores instituições financeiras do hemisfério sul, na semana passada anunciou mais uma aquisição ao seu capital: cerca de 710 milhões de operações de varejo do Citibank, operações estas que são na sua totalidade, negócios voltados a pessoas físicas, incluindo todos os empréstimos, depósitos, cartões de crédito, agências, gestão de recursos e corretagem de seguros. O Citigroup anunciou antecipadamente que já planejava vender essa fatia de operações no Brasil, como também deve, nos próximos meses, se desfazer de operações na Argentina, Venezuela e Colômbia.


RELIGIÃO

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

Espiritualidade Brasil nos trilhos?

Dom Walmor Oliveira de Azevedo Arcebispo de Belo Horizonte Colocar a sociedade brasileira nos trilhos sob os parâmetros da justiça social e do desenvolvimento integral é um caminho complexo. Por isso, todos os cidadãos devem buscar se envolver no necessário processo de discernimento relacionado à Proposta de Emenda Constitucional 241 (PEC 241). Em pauta, estão importantes definições que vão impactar nossas vidas ao longo de duas décadas. Imagine o que significa vinte anos para o país. Podem ser décadas de avanços rumo ao desenvolvimento integral, um caminhar promissor para todos, especialmente para quem é mais pobre. Mas, é preciso atenção para a permanente ameaça de se seguir na direção oposta, com a multiplicação dos vergonhosos cenários de miséria e exclusão já presentes no país. Por isso, a escolha dos rumos com a PEC 241 merece uma mobilização nacional, que contemple análises e discussões, envolvendo os mais diversos atores: economistas, especialistas e movimentos da área social, igrejas, universidades e, de modo particular, o parlamento brasileiro, que a partir do voto, fundamentado nas necessárias ponderações, indicará o passo a ser dado. Não se pode, imprudentemente, apoiar ou definir escolhas que, se equivocadas, pesarão crucialmente sobre os ombros de todos - mais perversamente atingindo os excluídos. Isso não significa deixar de investir nos ajustes e readequações que são necessários, adotando lógicas de gestão capazes de extinguir as dinâmicas que garantem certas regalias a determinadas classes, grupos e indivíduos, privilégios que estão na contramão da equidade e da justiça social. O Governo Federal e o Parlamento têm o dever de encontrar, criativamente, saídas para as crises e apresentar

soluções para os graves problemas enfrentados pela nação brasileira. Evidentemente, isso não é tarefa fácil e exige complexas ponderações para não se perder as conquistas alcançadas na Constituição Cidadã de 1988, marco para o início do pagamento de dívidas sociais históricas. Em um momento tão determinante para o futuro, nada de precipitações. São esperadas análises e um amplo processo de escuta da sociedade para que os mecanismos escolhidos, diante da necessidade de se colocar o Brasil nos trilhos, não ameacem, irreversivelmente, a vida de todos, principalmente a vida de quem já sofre. Assim, oportuno é sublinhar que as mudanças propostas não podem ser justificadas e definidas apenas pelas avaliações do ponto de vista econômico. É preciso considerar e buscar intervir, de modo mais profundo, no tecido cultural brasileiro, habituado a funcionar nos trilhos dos privilégios e das regalias. Nesse sentido, a PEC 241 não pode ser, simplesmente, fruto da interlocução entre Executivo Federal e o Parlamento. Sua análise e discussão têm que se tornar um fato político e social mais amplo, permitindo o envolvimento dos segmentos todos da sociedade. É preciso haver debates entre especialistas, de diferentes áreas, e também uma convocação do povo, por diversos modos, para uma ampla mobilização nacional, de modo a criar entendimentos. Restringir a definição de uma diretriz que terá impacto nas próximas duas décadas à Praça dos Três Poderes em Brasília é algo desrespeitoso e temerário. Afinal, não se pode definir o futuro de um país sem análises e clarividências capazes de incluir, junto com a busca pela regulamentação e limitação dos gastos públicos, outros graves desafios que precisam ser enfrentados. Não bastam as afirmações políticas, em tom de promessa acalentadora, diante de mecanismos que podem

3

Natália Silveira mara-nata.blogspot.com youtube.com/canalmaranatavlog natisilveiravlog@gmail.com

Retribuindo em amor

funcionar, mais uma vez, como guilhotina destinada aos mais pobres e indefesos. Esses mecanismos precisam ser configurados a partir dos parâmetros da justiça social. Entre os pares envolvidos na ampla discussão que o momento politico requer está a Igreja Católica, cujo tom de voz deve estar sempre em sintonia com as orientações do Papa Francisco. O magistério e a singularidade pastoral de Francisco impulsiona essa instituição bimilenar a contribuir com a construção de uma sociedade justa e solidária. Por isso, antes de qualquer elogio ou apoio apressado, embora sempre reconhecendo e dialogando com os interlocutores e agentes da sociedade pluralista, particularmente nos âmbitos governamentais, a Igreja recorda o que pede o Papa Francisco, em sua Exortação Apostólica Alegria do Evangelho: não à economia da exclusão, não à idolatria do dinheiro, não a um dinheiro que governa em vez de servir. No cumprimento de sua tarefa missionária, a Igreja está atenta às transformações

vividas pela humanidade, às singularidades próprias da realidade brasileira. Reconhece tudo o que contribui para o bem-estar das pessoas, nos âmbitos da saúde, educação, da comunicação e em tantas outras áreas. Mas também é, diante das graves situações sociais e políticas, porta-voz de quem vive precariamente. Cada vez mais, crescem o medo e o desespero no coração de inúmeras pessoas. A alegria de viver, frequentemente, se desvanece por falta de respeito à dignidade humana, pelo crescimento da violência e da desigualdade social. Urge reverter a fonte desses males, a cultura do descartável. Isso inclui avaliar medidas necessárias, ponderar suas consequências, contemplando a exigência de não se correr o risco de acertar de um lado, mas, por outro, favorecer o aumento da vergonhosa exclusão. Somente com o fim da exclusão de quem vive nas periferias de todo tipo é que se pode constituir um verdadeiro projeto capaz de colocar o Brasil nos trilhos.

Tendo meu tempo com Deus, lendo a palavra que Ele nos deixou como herança, teve um versículo que muito me chamou a atenção. Estava sentada na cama, chamei minha irmã e li em voz alta pra ela com tom forte: “Amem uns aos outros com todas as forças e com um coração puro.” (1 Pedro 1:22), em seguida larguei um “Senhor, nos ensina a amar dessa maneira porque, realmente, é muito difícil”. Logo depois fui trabalhar e enquanto rolava o mouse pela timeline do Facebook, me deparei com um vídeo em que colocaram uma câmera na coleira de um cachorro de rua pra saber como era o dia a dia de um bicho que não tem onde morar. Uma lágrima escorreu pelo meu olho e meu coração apertou ao assistir àquelas cenas. Fiquei chocada com a falta de amor das pessoas pelos animais. Engraçado que eu pedia para Deus me ensinar a amar ao outro com toda minha força e com um coração puro, mas não vi nenhum gesto de carinho e amor naquele vídeo. Quando Pedro fala em amar o irmão, bem como amar o próximo, não é só uma dica dele, mas um mandamento. Eu vejo pessoas cheias de ódio no coração, desejando o mal umas para as outras sendo que tudo que Deus nos ensinou foi o amor. A maior prova de amor foi dada por ele. Um Pai que deu seu único filho pra morrer na cruz por amor às pessoas cheias de pecado, egocêntricas. Cheias de si. Somos pecadores, pecamos todos os dias, mas Deus está sempre ali, disposto a nos dar Sua mão, perdão, colo e amor. Não existe amor maior que o do Pai Celestial. “Sem porquê, nem razão nos ama e mesmo que não corresponda, Ele nos ama. Nada importa ou conta, ama porque ama”. Mas... De que formas retribuímos esse amor? Odiando nosso irmão? Maltratando os animais como vi no vídeo? Deus nos dá seu terno amor e tratamos as pessoas como se elas fossem nada? Eu acredito que Deus não fala somente em amar seres humanos, mas também os seres vivos. O amor é o sentimento mais puro e verdadeiro que podemos sentir por alguém. E não é de paixão que estou falando. É de amor. É passar por um mendigo na rua e lembrar que ele é filho do mesmo Pai que nós, é ver um cachorrinho bebendo água na poça e lembrar que foi o nosso Criador que também o criou. Transmita a compaixão em amor. Transmita amor com felicidade. O amor não espera nada em troca, apenas ame. Ame, ame e ame. Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados. (1 Pedro 4:8)


4

GERAL

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

A vida após o câncer Após o diagnóstico de câncer, mulheres contam como foi o período de descoberta, tratamento e qual a importância da prevenção

Fotos: Natália Silveira

Araranguá Natália Silveira Uns perdem cabelo, outros caem a imunidade, outros ficam muito debilitados. Esses, são alguns sintomas de quem tem câncer, doença que faz com que as células do corpo humano tenham um crescimento desordenado, invadindo tecidos e órgãos, podendo se espalhar para outras regiões. Segundo o INCA, mais de 100 doenças estão ligadas a esse conjunto. Em alguns casos, o câncer pode vir de forma benigna, mas é na maligna que a pessoa com doença cancerígena passa a ter um acumulo de tumores, sendo que na maioria das vezes não tem cura, apesar de existir tratamento. Outubro chegou e com ele trouxe a Campanha de Prevenção ao Câncer de Mama, que é um dos que só mulheres podem contrair. A descoberta da doença nem sempre é tranquila, mas esse não foi o caso de Terezinha Neves, que foi diagnosticada em 2009 com a enfermidade. Durante esse período, ela trabalhava no Hospital Regional de Araranguá e relembra que estava muito doente naquela época. Apesar de não ser uma pessoa muito cuidadosa quanto a realização de exames e preventivos, começou a sentir muita dor e fraqueza, que a levaram a buscar por exames e consultas, porém, por não descobrir o que a afetava, o médico deu um período de licença para que ela pudesse fazer todos os exames necessários. “Preventivos eu costumava fazer, mas de mama não. É de toque, mas o nódulo que eu tinha era bem em meio ao mamilo, então não tinha como perceber”, explicou. Então se dirigiu a Unidade Básica de Saúde, fez todos os exames e nada foi descoberto. Quando foi realizar o preventivo, então a enfermeira perguntou se ela gostaria de fazer um exame de toque. “Eu respondi que não tinha nada na mama, mas ela insistiu e eu aceitei. Na hora ela identificou um nódulo no seio e disse que estava bem grande, que de repente eu não tinha identificado por estar bem no meio”, contou. A médica que na época a atendeu na Unidade Básica de Saúde, fez o

Gerusa Fogaça detalha sua luta contra a doença encaminhamento do exame de mamografia para a Unidade Central de Saúde Bom Pastor, mas a aconselharam que realizasse o ultrassom particular. “Nunca achamos que vai acontecer com a gente. Então fiz o ultrassom e na mesma hora o médico me pediu para ir urgente no Bom Pastor para fazer a mamografia, já que o exame teria resultado num nódulo grande. Ele disse que teria que ser urgente e que não poderia ser três meses depois, pedindo urgência”, relembrou. Mas, além do câncer de mama, existem outros 100 tipos. Foi um desses tipos que Gerusa Fogaça foi diagnosticada em julho 2008. Por ser acostumada a fazer exames preventivos e toque. Nessa data, após uma dor súbita no abdômen e quando iria urinar, sentia que trancava a urina. Na época pensou que “a bexiga teria caído”, foi então que procurou o dr. Elmerson, já que sempre usou o SUS para o acompanhamento da saúde da família, onde seu primeiro atendimento foi na Unidade Básica de Saúde através de exames de rotina, que deram tudo certo. Porém, o médico alegou que nada seria. Naquele ano ela estava mais tranquila que os outros. Então no dia 13 de julho de 2008 foi diagnosticada com câncer de bexiga. A descoberta Em seguida fez a biópsia e foi onde veio o resultado. “Nem passava pela minha cabeça que daria positiva. Quando fui pegar o exame, fui sozinha, porque não sou muito estressada então nem imaginei que poderia dar algo ruim. Entrei no consultório do Dr. Elmerson,

oncologista, ele disse assim ‘é Terezinha, infelizmente tu tens câncer’. Quando ele disse assim, eu gelei, flutuei, naveguei, fui nas nuvens e voltei, mas tentei me controlar apesar da minha carne tremer toda. Aparentemente eu não estava em pânico”, relembrou. O médico então comunicou que teria que fazer um mastectomia radical, ou seja, tirar toda a mama, fazer também radioterapia e quimioterapia. “Eu sempre tentei ser forte e controlar as emoções. Mas quando cheguei em casa, contei para meu marido e ele entrou em pânico. Aí chorei. Mas disse que choraria só no dia e não choraria mais. Só que eu disse ‘minha vida está na mão de Deus’”, relatou. Já Gerusa, descobriu através da ginecologista Cristina, após sentir uma dor nas costas. Ao examinar, acreditou que seria uma infecção urinária, porém pediu um check-up e fazer um ultrassom de abdômen total para ver como estava o útero. “Foi então que a médica me atendeu no outro dia mesmo já diagnosticando o tumor na bexiga e que eu precisava procurar um urologista. Então ela agendou com o dr. Rafael Conti, então quando chegou 30 de julho eu já estava preparada para a cirurgia”, disse. Segundo ela, a sensação de quando descobriu foi de muita paz. “Eu fiquei tranquila. Não tive reação de medo, angustia e creio que esse domínio foi por conta da minha fé e a certeza que eu estava no cuidado de Deus. Não passou pela minha mente que iria morrer, fui sofrer em todos esses dois anos e meio de cirurgias, eu não tinha tristeza, tinha paz. Creio que com essa situação,

dependendo da agressividade, como o que passei, que era um carcinoma e em 30 dias reincidia, fazia a quimioterapia, voltava a fazer um novo exame e ele estava lá novamente”, relatou. O tratamento Para Terezinha, o tratamento foi complicado, já que precisou primeiro passar pelo processo da cirurgia, onde ela passou muito mal. Foram dois anos de tratamento e cirurgia. A quimioterapia é uma vez por mês e para ela foi uma experiência nada boa. “A quimio é horrível. Perdi todo meu cabelo, a gente fica frágil. Só quem passa por isso sabe. Tu ficas debilitada, a imunidade baixa muito, a gente sente muito enjoo, não conseguia ter fome, porque todos os cheiros me enjoavam. Dá dor de cabeça, nos ossos. Só não dói o fio de cabelo, porque tu não tens mais cabelo para cair”, brincou ela. Ela também relembra que

mesmo em meio a todo processo nunca se desesperou, sempre sentiu muita paz, mas que o tratamento é muito doloroso. “Quando ia para fazer a quimio ficava meio triste porque já sabia que se ia fazer era para ficar ruim depois e não boa”, afirmou. A radioterapia também foi outro processo difícil para ela, já que passou por 36 sessões diárias. Todo o tratamento foi realizado via SUS, sendo encaminhada para Criciúma por não ter o processo no município de Araranguá. Gerusa foi operada sete vezes em dois anos e meio até que o câncer fosse extinguido. “Eles sabiam que o futuro seria tirar os órgãos. Depois, foi ficando difícil o tratamento, porque a bexiga já estava cansada de ser manipulada. Voltando da 5ª cirurgia, tomei um calmante para relaxar e não contei para minha família, porque é muito tenso ficar de sonda, depender da família para tudo. Mas não percebi da gravidade do que tinha feito e essa sonda parou de funcionar, causando uma retenção urinária, provocando quase meu óbito. Aí fui pra emergência do HRA”, relatou. As cirurgias, foram realizadas uma em Araranguá, três em Criciúma e a última em Florianópolis, sendo que essa fazia 17 anos que não era mais feita no Estado, por ser de alto risco. Foi então que retiraram a bexiga, porque o câncer se deu tão rápido, que ele estava subindo para a ureter e se espalhando para os demais órgãos. “Nunca tive dor. Tinha o desconforto da sonda, a dor emocional, e os rins que sofriam bastante pela pressão de ficar deitada e essas coisas. Era uma dor normal de cirurgia, era medicada direto”, relatou.

O tratamento era feito com quimioterapia e medicação. “A quimio é muito melindrosa, porque essa quimio do câncer de bexiga era feita pelo ureter. Então uma vez por semana você tinha que colocar uma sonda, injetar todo o liquido dentro da bexiga e depois passar duas horas, 20min em cada posição, de frente, de lado e de costas para que esse líquido rodasse toda a bexiga”, detalhou. O tratamento também contou com uma alimentação mais saudável, onde ela passou a comer mais grãos, tomar suco de graviola e tudo que os médicos receitavam de química, ela tinha um acompanhamento naturalista. “Nós queríamos mesmo um tratamento que pudesse fazer o diferencial, então fomos atrás de receitas naturais. Claro que a fé fez a diferença, mas a própria Bíblia diz que a fé sem obras é morta. Então tínhamos fé e fomos atrás das obras. Continuei com todas as atividades normais. Inclusive, pessoas foram curadas de câncer enquanto eu orava por elas. Porque eu acredito que a fé um alicerce na vida do ser humano. A paz que eu sentia nesse tempo todo, fazia com que as pessoas quisessem entender, foi de auto-ajuda”, comentou. Todo o tratamento foi realizado também pelo SUS e ela continua com tratamento fixo, tomando bicabornato de sódio todos os dias pela manhã e à noite, para manter o pH da bexiga estabilizado, já que não possui mais músculos. Além disso, o acompanhamento anual com urologista também continua. O apoio da família “Eu tive muito o apoio da

Terezinha Neves, que foi diagnosticada em 2009 com a doença relata sua batalha


GERAL minha família, que naquele momento foi muito importante para mim. Sempre levei tudo na brincadeira. Esteticamente é horrível te olhar no espelho e ter ver mutilada. Sem roupa fica feia, mas com prótese nem aparece. Porém nem penso e me estresso muito com isso”, disse Terezinha. O marido de Terezinha, José Tarcísio Pereira, comentou que quando falava-se em câncer, já logo imaginava-se o enterro. “Eu pensava nisso, porque o câncer é assim, tu não pensas na solução, pensa no pior, que é a morte. A família sofre mais que o canceroso, às pessoas mesmo se assustam com a doença na tua família, te exclui das atividades por conta disso”, relembrou. A Gerusa, na época, sentia a aflição da família, do marido e das filhas. “Mas eu não tinha desespero, que é um lado que toda mulher tem quando passa por esse tipo de situação. Eu tive paz, procurando o por quê do que tinha acontecido”, lembrou. “Foi de grande valia nesse momento de dor ter filhos. A minha filha Melissa foi incansável nos hospitais, dormindo ao meu lado, ajudando com os curativos, suportando o meu choro e acordando de manhã me vendo angustiada e sofrendo. Ela ficou dois anos e meio a meu serviço e creio

que ela será recompensada como filha”, contou. A prevenção Terezinha também comenta que se tivesse o costume de fazer os exames teria descoberto antes e não teria chegado ao ponto de retirar a mama. “Se eu fosse mais caprichosa, como hoje sou, se eu tivesse feito os exames seguidamente eu poderia ter evitado, já que quando descobri estava num grau mais avançado do câncer”, lamentou. “Quando passei por isso tentei ser forte, acho que o mais importante para quem está passando por isso é não focar no problema e viver a cada dia, agradecendo a Deus pela vida. Um dia, com câncer ou sem todo mundo vai morrer, a fé em Deus também nos ajuda bastante a enfrentar a doença”, aconselhou ela. Para Gerusa, por sempre trabalhar com o público e atendendo uma classe que precisa desse atendimento, sempre orienta as mulheres que cuide do seu corpo, alimentação e, principalmente, em fazer o preventivo. “A gente descobre que muitas coisas poderiam ser evitadas se a gente ouvisse o pai e a mãe. O que descobrimos nesse tempo é que a alimentação está muito misturada com químicos, então quando

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

mais partir para uma alimentação natural, melhor. Eu aprendi nesse tempo de enfermidade a comer verduras. A quimio ajuda, mas você tem que mudar alguns hábitos também”, falou. Ela também comenta que o câncer está ligado também ao emocional. “Ele vem por conta de algumas situações, então também fui em busca de autoajuda. A gente tem alguém que é o Espírito Santo de Deus, então fui fazer uma busca do que estava em desalinhamento, como falta de perdão, colocar as mágoas em lugar certo, liberar pessoas e vem muitas coisas na mente que possam ter afetado nosso lado emocional. A gente absorve muito. Temos que aprender a lidar com isso para não pegarmos essa dor para nós. Se você tiver um diagnóstico, busque por alguém que possa te ajudar espiritualmente, como um pastor ou conselheiro, não que ele vá te ditar regras a seguir, mas ele será um bom ouvinte para que possa abrir seu coração e descobrir que existe cura”, afirmou. Gerusa relata que aprendeu muito com o sofrimento que o câncer proporcionou. “Façam seus autoexames, seus auto preventivos. Tenho duas filhas e sempre falo para elas irem atrás, procurar ver o que está acontecendo. Hoje me sinto

um milagre. Realmente, essa bexiga que foi construída dentro de mim é um mecanismo milagroso. O meu sistema reprodutor foi todo retirado, mas a vagina e ureter permaneceram. Só foi retirado o útero, ovários por questão de segurança. Mas se eu não fosse uma mulher que fizesse prevenção eu teria morrido em um curto período, já que eu não sentia dor e não tinha sintoma algum, podendo levar a óbito”, aconselhou. “Aconselho que toda mulher busque a Deus, para que isso traga saúde e equilibro emocional. Ria muito e viva cada dia como se fosse seu último, de bem com a vida, de bem com as pessoas, não guardando mágoa e retendo perdão, estando sempre atento aos mínimos detalhes, se apaixonando pelas pequenas coisas. Brigando menos e suportando mais. Pedindo desculpas, licença, por favor, obrigada. Esse mês estou fazendo 57 anos, que é o mês do meu milagre, é o mês da minha ressureição, é o meu mês. Foi o mês que recebi notícias boas e ruins. Foi o mês que perdi minha alegria, que era meu esposo. Outubro para mim é meu segundo aniversário, viva seus dias com intensidade. O câncer me fez uma pessoa melhor, mais humana, a dar valor aos pequenos gestos”, finalizou.

Outubro Rosa Como todos os anos, a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) juntamente ao Governo do Município, através da Secretaria Municipal de Saúde, organiza um mês voltado à prevenção ao câncer de mama e esse ano não é diferente. Essa é uma data comemorada nacionalmente. Em Araranguá, a Igreja Matriz está iluminada de rosa fazendo jus ao movimento. Segundo a presidente da RFCC, Clarice Roglio de Oliveira, o objetivo da Rede é a prevenção. “Queremos que a mulher consiga ter o diagnóstico precoce, porque tudo que é descoberto antes tem mais chances de cura. Ele não tem como prevenir, mas se fizer todos os exames necessários como o autoexame, algumas mulheres conseguiram perceber cedo que tinham o nódulo e se dirigiram ao médico para orientar melhor. Nosso papel é incentivar a prevenção. Nunca é cedo demais para fazer os preventivos. Hoje em dia, quem se cuida, pode ter certeza que está a salva do câncer”, explicou e aconselhou. A programação deste ano teve caminhada, missa, palestras. Na noite de ontem, dia 18, o Núcleo da Mulher Empreendedora da Aciva recebeu palestra da Rede Feminina de Combate ao Câncer. Já hoje, dia 19, haverá palestra no Center Shopping com o médico mastologista Gustavo.

Conselheiros tutelares araranguaenses Meninos de 12 e 13 anos receberão participam de capacitação vacina contra HPV em 2017 Temas relacionados à garantia de direitos são ministrados pelo facilitador Paulo Vendelino Kons.

Foto Divulgação

Araranguá

Araranguá A capacitação para Conselheiros Tutelares do município iniciou hoje, terça, dia 18, e termina nesta quarta, em Araranguá. O treinamento é promovido pela Prefeitura de Araranguá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA). Neste primeiro dia, o encontro ocorreu no auditório do Colégio Murialdo, durante a manhã e tarde, com a programação ampliada aos atores do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) contemplando trabalhadores das redes municipal e estadual de ensino, rede municipal de saúde, membros dos conselhos municipais e organizações da sociedade civil. O evento tem como facilitador Paulo Vendelino Kons, coordenador do Grupo de Proteção da Infância e Adolescência

O anúncio da inclusão dos adolescentes no esquema vacinal foi feito pelo Ministro da Saúde na última semana

(Grupia), de Brusque. Ele também foi conselheiro tutelar por quatro mandatos, ex-conselheiro estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, e ex-presidente da Associação Catarinense de Conselheiros Tutelares. Para o presidente do CMDCA Araranguá, Marcos Tramontin Serafim, a capacitação é uma oportunidade de proporcionar formação continuada e qualificada aos conselheiros tutelares do município e também aos membros da rede que atuam no sistema de garantia de direitos a crianças e adolescentes. “A avaliação é positiva, pois espaços de formação como esse é uma forma de relembrar as ações que já são feitas como a fundamentação dos direitos

básicos pertinentes às crianças e adolescentes. Quanto mais qualificado o atendimento, mais eficiente será a ação das políticas públicas para quem mais necessita”, declara. Ainda de acordo com o presidente, a capacitação termina hoje, a partir das 8h30min, com trabalhos mais práticos e realizados dentro da própria sede do Conselho Tutelar. “O facilitador desta capacitação tem uma bagagem muito grande no q tange as questões práticas. O Paulo Vendelino Kons tem muitas informações e orientações que podem ser dadas aos conselheiros naquilo que os competem em suas funções. Com certeza será uma troca de informações interessante para aperfeiçoar ainda mais no cotidiano dos profissionais”, acrescenta o presidente do CMDCA.

O Setor de Imunização da gerência de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá recebeu informação da Secretaria de Estado da Saúde, de que a partir de janeiro de 2017, estarão inseridos no calendário vacinal dos adolescentes as vacinas contra HPV para os meninos, além da vacina contra meningite C para ambos os sexos. O HPV é transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. Em 2017 serão vacinados os meninos de 12 e 13 anos; em 2018 de 11, 12 e 13 anos; em 2019 de 10 a 13 anos e a partir de 2020 de 9 a 13 anos de idade. As doses serão ministradas com intervalo de seis meses, conforme o esquema já usado para as meninas. Em Santa Catarina,

5

cerca de 120 mil meninos serão vacinados contra o HPV já no próximo ano. Segundo o enfermeiro Nilo Humberto de Souza, do setor de Imunização da ADR Araranguá, as meninas de 14 anos que ainda não receberam a primeira ou segunda dose também poderão ser vacinadas, além dos meninos e homens de 9 a 26 anos que vivem com HIV (necessário apresentar prescrição médica). O anúncio da inclusão dos adolescentes no esquema vacinal foi feito pelo Ministro da Saúde na última semana. A ampliação do acesso à vacinação, que é uma ação da atenção básica, pode impactar na alta complexidade, com

Foto Divulgação

a redução dos casos de câncer, reduzindo a propagação do vírus. Já a ampliação da vacina contra meningite C para os adolescentes, de ambos os sexos que possuem entre 9 a 13 anos, ocorrerá gradativamente entre 2017 e 2020. No próximo ano, serão incluídos adolescentes de 12 a 13 anos e, a cada ano, será acrescida nova faixa etária em ordem decrescente. Atualmente esta vacina é dada aos três, cinco e reforço aos 12 meses de idade. O objetivo é reforçar a eficácia da vacina meningocócica C, uma vez que, com o passar dos anos, pode haver diminuição da proteção após a imunização, que acontece na infância.


6

DECORAÇÃO

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

Sua Casa, Seu Estilo Sabrina Boff Schwalb da Silva Arquiteta e Urbanista redacaovozdosul@gmail.com

Decoração com vasos de plantas simétrica ou seguir uma linha mais despojada e orgânica, com vasos de vários tamanhos e dispostos da maneira que forem encaixando melhor. Reparem que, quando dispostos em linha reta e rente ao muro, servem de barreira visual.

Fotos divulgação

Os vasos são usados como elemento decorativo há muito tempo desde os tempos romanos onde eram utilizados para guardar especiarias e azeite, mesmo nesta altura era comum decorar os vasos e coloca-los em lugares de destaque como elemento decorativo. Os vasos são versáteis e podem ser colocados em todas as divisões da casa desde a cozinha, passando pelo wc e terminando na sala e no quarto e claro nas varandas e jardins. Existem modelos de diferentes cores, tamanhos e materiais e podem ser preenchidos com flores, plantas, pedras, bolas, velas, ou seja, permitem imensas combinações. É sempre bom lembrar que plantas são ótimas alternativas para melhorar qualquer decoração e nós já cansamos de falar isso por aqui. Seja na fachada da sua casa, no quarto, no banheiro, na sala ou na cozinha, em todos os ambientes elas são

super bem vindas. Flores e folhagens são ótimas para dar vida e cor para qualquer que seja o ambiente. Sem mencionar que as plantas ainda podem ser úteis, pois podem ser ervas frescas para quem curte cozinhar, além de melhorarem significativamente a qualidade do ar da sua casa! 1. Varandas e fachadas Nas varandas ou fachadas, você pode seguir uma linha mais certinha e escolher vasos iguais, colocando-os de maneira

2. Sala Na sala, os vasos de planta preenchem bem mais do que um cantinho vazio. Dependendo do tamanho, eles podem ganhar um destaque único. Mas cuidado, se sua sala é pequena, obedeça sua escala e aposte em vasinhos menores. Aqui, se as plantas puderem ficar perto de uma porta ou janela, melhor, se não, escolha plantas que se adaptem bem com pouca luz natural. 3. Quarto Se você dispõe de muita luz natural no seu quarto, os vasos grandes são para você! É claro, sempre obedecendo à escala do seu espaço. Contudo, se seu quarto não dispõe de muito espaço nem de muita luz natural, não desanime! As mesinhas de cabeceira são ótimas para colocarmos vasinhos. 4. Cozinha Na cozinha, a bancada, o

nicho ou a prateleira servem para receber seus vasinhos. Se a sua intenção é plantar ervas aromáticas, o ideal é que seus vasinhos fiquem bem próximos à janela, pois esse tipo de planta costuma precisar de bastante luz. 5. Banheiro No banheiro não tem regra nem segredo, onde você quiser colocar está valendo! No entanto, aqui, você precisa de plantas que aguentem umidade e calor. Ideias para decorar vasos Vasos com conchas Ideal para a decoração de uma casa junto da praia, encha metade de um vaso com areia e termine com conchas ou preencha metade de um vaso com pedras brancas e coloque um buzio, uma concha ou uma estrela-do-mar. Vasos com apenas uma flor Escolha um vaso de vidro transparente alto, coloque pedras, pedras gotas de água ou papel seda no fundo e termine com uma orquídea, um jarro, um copo de leite.

Vasos com velas Pode escolher um vaso transparente ou de cor ou não e colocar uma ou mais velas ou colocar água e velas flutuantes ou então colocar no fundo areia e colocar a vela por cima. Ideias não faltam no que toca à decoração com vasos, o importante é escolher os que

melhor combinam com o resto da decoração para não ficarem deslocados.


GERAL Fazendo Diferença por Bianca Goulart bianca_goulart@hotmail.com

Simplicidade “Chegar no horário. Não responder a provocações. Controlar o ego. Fazer check-ups periódicos. Não mentir. Não protelar. Evitar pessoas muito complicadas. Ouvir música. Manter os amigos por perto. Não desistir ao ouvir o primeiro “não”. Desistir ao ouvir o quinto “não”. Pagar as contas em dia. Produzir. Não levar tudo para o lado pessoal. Não se sentir ofendido por mais de 10 minutos. Atender os próprios desejos. Consertar o que está dando defeito. Ser gentil. Não fofocar demais. Terminar o que começou. Não fingir. Persistir. Manter o bom humor. Cumprir os deveres antes de se liberar pra farra. Não pirar” (Martha Medeiros) Começamos a coluna e a semana de um jeito simples e leve. Que possamos interiorizar as palavras de Martha Medeiros e levar os dias na simplicidade de ser...

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

7

Dicas Fashion Pauli Duarte

Graduada em Design de Moda pela UDESC Pós-Graduada em Gestão da Produção do Vestuário pela UNISUL Proprietária do atelier de peças exclusivas Pauli Duarte Professora do curso de Design de Moda da UNISUL pauline_gduarte@hotmail.com

Clientes lindas e seus vestidos exclusivos...

Linda Miss A coluna destaca também mais uma vez esta menina linda: Ágata Jaques! Ela vem se destacando cada vez mais por sua beleza e levando o nome de Balneário Arroio do Silva por aí a fora. Neste último fim de semana ela foi eleita Vice Miss Brasil 2017. No total Ágata já conquistou cinco títulos: Miss Balneário Arroio do Silva 2016; 2ª Princesa Universe SC 2016; Princesa Miss RS 2016; Miss Globo Infantil 2017; e Vice Miss Brasil Sul Infantil 2017. Em Julho de 2017 ela estará disputando Miss Brasil em Curitiba Representando o Balneário Arroio do Silva e Santa Catarina. Parabéns, lindona!

Oportunidade Para quem busca oportunidade de emprego, há vagas sendo anunciadas. Em Arroio do Silva a Império Confecção está com vagas disponíveis para costureira. O salário base é de R$1.300,00. Quem tiver interesse pode comparecer no SINE do município, localizado em sala anexo à prefeitura, com documento de identidade, CPF e carteira de trabalho. O horário de atendimento é das 12h às 18h.

Pizza solidária

Cada uma do seu estilo hoje trouxe as clientes que brilharam com seus exclusivos e falar um pouco de cada vestido, como foi escolhido o modelo, detalhes até a finalização. Tayana – A cor sugeria por sua amiga Noiva, foi o marsala (bodô), a partir da amostra da gravata que tinha a mesma cor, escolhemos os tecidos, Shattung do lado fosco para a saia, e o corpo em tule illusion rebordado em renda com pedraria e sem pedraria. O objetivo era ter um decote nas costas e como se fosse de um lado apenas o vestido. Vivian Rocha – Mãe da

nossa Noiva Laís, o objetivo era trabalhar com cor forte, de início pensamos em azul marinho, mas logo encontramos o tom exato que queríamos. A renda foi aplicada no corpo, e o decote em V ( o decote em V fica ótimo para todos os tipos de corpo) foi rebordado em cristais e vidrilhos. Marília – A cor sugerida pela noiva foi o azul marinho, então de acordo com a amostra escolhemos os tecidos, o objetivo era ter um vestido leve, e clássico. Com um lindo decote nas costas fizemos um vestido rebordado em pérolas tingidas e cristais, para dar o brilho na medida certa.

Fátima – Mãe de noivo, procuramos fazer um vestido alinhado e ao mesmo tempo clássico, com uma cor que não chamasse muita atenção. Escolhemos o nude/dourado, e a renda para tornar o modelo ainda mais clássico. O brilho ficou pelo tecido, shanttung e também pela pedraria na renda. Joise – Com a missão de ser madrinha em um casamento na Paraíba, a Joyse desejava um vestido leve ao mesmo tempo marcante. o casamento era um club na beira da praia e a cerimônia começava no final de tarde, então fizemos uma saia Foto divulgação

Que tal dar uma mãozinha pra levar os adolescentes que fazem aulas de Valores Humanos na Casa da Fraternidade para um passeio super legal no final de ano? Para angariar fundos os alunos vão realizar a “Noite da Pizza Solidária” com o apoio da Padaria Escola Pão Fraterno. Para ajudar é simples... basta encomendar a pizza no valor de R$15,00 e retirar quentinha no dia 21 de outubro das 18h às 20h30 na Casa da Fraternidade. Se desejar pode reservar a pizza congelada e retirar em horário comercial também. Os sabores são: Calabresa, Frango, Portuguesa, Brigadeiro.

“Opte por aquilo que faz seu coração vibrar, apesar de todas as consequências.” Osho

plissada (fica lindo e alonga), com uma cor alegre rosa pink, e rebordamos os detalhes em tom grafite para realçar e modernizar. Janaína – Sua amiga e noiva sugeriu a cor Rosa para as madrinhas, poderia ser qualquer tom. Escolhemos o rosa pink, a ideia era fazer um vestido delicado e ao mesmo tempo clássico. O tecido escolhemos chiffon com seda, e a modelagem saia godê com corpo estruturado. A manga tipo princesa foi criada na prova e adoramos o efeito. Nos adoramos ver nossas clientes brilhando e arrasando com seus exclusivos!!!!


8

CONTRA-CAPA

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

Brasil F.C levanta a taça de Campeão do Municipal de Futebol em Ermo A desição aconteceu neste domingo e Brasil F.C venceu nas penalidades a equipe Cadore/Maracujá Darolt Região Na tarde de domingo, dia 16, o Brasil F.C venceu a equipe do Cadore/Maracujá Darolt nas cobranças de penalidades máximas pelo placar de 4x2 após empate no tempo normal pelo placar de 1x1, assim levantando a Taça Claudio de Melo Pires. Destaque da partida ficou por conta do Goleiro Jefferson Daminelli

(Jefinho) da equipe do Brasil F.C que defendeu duas penalidades. A competição teve como artilheiro o atleta da equipe do Brasil Ricardo Milanez (Zebrinha), Goleiro Menos vazado o atleta da equipe do Cadore Eires Simão, E atleta revelação o atleta da equipe do Morrinho F.C Luan Ferraz. A competição foi organizada pelo Departamento Municipal de Esportes de Ermo, que agradeceu a todos envolvidos na organização da competição, equipes participantes e a família do homenageado Claudio Pires.

Foto divulgação

Pelo acesso, Ruan encara duelo contra o líder da Série B como final: “É jogão” Volante conta que Criciúma está focado e treinando forte para vencer o Atlético-GO no estádio Heriberto Hülse; partida está marcada para a noite de sábado, às 19h30 Criciúma Na sétima colocação na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro e com o acesso como principal objetivo da temporada, o Criciúma terá um compromisso difícil pela frente. Na noite do próximo sábado, às 19h30, o Tigre vai

receber o Atlético-GO, o líder da competição, e buscar a vitória diante da torcida carvoeira. Com 46 pontos, a diferença para o Avaí, o quarto colocado, é de cinco pontos. Para o volante Ruan, o confronto será um jogão. Em entrevista coletiva, o jogador de 21 anos revelou que vai encarar a partida contra o Dragão como se fosse uma final. “É um jogo bom, jogão, vai ser um jogo corrido. A equipe está se dedicando ao máximo nessa semana, trabalhando forte, vamos encarar como uma final. Cada jogo

encaramos como uma final para conseguir o acesso”, explicou. Sem poder contar com Barreto, que está lesionado e não tem previsão de recuperação, o técnico Roberto Cavalo deve, mais uma vez, montar a equipe titular do Criciúma com Ruan no meio-campo. Pronto para mais esse desafio, o volante avaliou a estreia na Série B deste ano, contra o Bragantino, e disse que a chance será importante para manter o ritmo e mostrar o seu futebol. “Eu me senti bem, estava treinando firme, até porque

estava há dois meses sem jogar, mas procurava treinar forte para quando tiver uma oportunidade fazer um bom jogo. Quando ela veio eu procurei aproveitar ao máximo dentro de campo”, finalizou. Para conseguir a meta, o Criciúma aposta no fator casa como o diferencial da equipe nas rodadas finais. E o primeiro desafio diante da torcida será contra o líder do campeonato, o Atlético-GO. A bola rola entre catarinenses e goianos no sábado, 22 de outubro, às 19h30, no Heriberto Hülse. *Fonte: Globo.com

Roth monta Inter com Andrigo e só com três titulares para pegar o Santos Danilo, Ernando e Alex são os escolhidos. William apenas corre no gramado Porto Alegre O Inter preservará jogadores para o Gre-Nal. Na chuvosa tarde desta terça-feira, dia 18, veio a confirmação. Apenas Danilo Fernandes, Ernando e Alex estarão em campo dos titulares contra o Santos para buscar a vaga às semifinais da Copa do Brasil. O objetivo de Celso Roth era realizar um trabalho com os portões fechados no Beira-Rio. O tempo, entretanto, frustrou

os planos do treinador, que comandou um coletivo no Centro de Treinamentos do Parque Gigante. E montou o time com as oito alterações. Eduardo será improvisado na lateral direita, já que William – que mais uma vez não treinou – se recupera de um procedimento cirúrgico após o soco desferido por Anderson em sua boca. De touca, o lateral correu ao redor do gramado com a bola. No meio-campo, Alex será mantido para dar a cadência e liderar a equipe. O capitão está fora do Gre-Nal porque levou o terceiro cartão amarelo na vitória

por 2 a 1 sobre o Flamengo no domingo passado. Eduardo Sasha e Aylon formaram o ataque. Marcelo Lomba e Anselmo estão fora porque já atuaram pela Copa do Brasil por Bahia e Joinville, respectivamente. O goleiro trabalhou no campo anexo, enquanto o volante correu com Rodrigo Dourado e Vitinho. Os titulares trabalharam com Danilo Fernandes; Eduardo, Alan Costa, Ernando e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, Andrigo e Alex; Eduardo Sasha e Aylon. Os reservas atuaram com Keiller; Rak, Paulão, Leandro Almeida e Artur; Jair, Anderson,

Valdívia, Seijas e Gustavo Ferrareis; Brenner. Como perdeu na Vila Belmiro por 2 a 1, precisa vencer por 1 a 0 ou a partir de dois gols de diferença para confirmar vaga às semifinais. Caso derrote o Peixe por 3 a 2 ou outro escore acima com um de diferença garante os paulistas. Se devolver o 2 a 1, a decisão será nos pênaltis. O jogo Local: Beira-Rio, em Porto Alegre Data e horário: quarta-feira, às 19h30 (de Brasília). Escalação provável: Danilo Fernandes; William, Leandro

Almeida, Eduardo e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, Marquinhos, Anderson e Valdívia; Eduardo Sasha Desfalques: Ariel, Fernando Bob, Nico López, Marcelo Lomba

e Anselmo Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhaes - (RJ), auxiliado por Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ).

Ramiro fala em jogo “inteligente” para o Grêmio conseguir classificação Meio-campista será titular contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, e repete discurso de que se não levar gol, time gaúcho sai classificado da arena do time paulista Santos O jogo com o Palmeiras tem ares de partida do ano para o Grêmio. E não é à toa. Voltando para o dia 6 de janeiro, na reapresentação do elenco

para a atual temporada, a promessa era de conquistas em 2016. A última chance para romper o jejum de títulos gremista é com a Copa do Brasil. E as quartas de final desta quarta, na Arena Palmeiras, às 21h45, torna-se determinante para isso. O pedido de Ramiro é por um jogo inteligente na casa do Verdão. Mesmo que o rival possa usar os reservas, a qualidade do time de Cuca é elogiada. E a postura sempre ressaltada é de que, se não levar gols,

o Grêmio volta classificado de São Paulo. “Acho que o caminho é mais ou menos esse. Fizemos uma boa partida em casa, temos certa vantagem, mas não podemos nos acomodar. Temos que jogar da mesma forma, como um time que quer vencer, mas nós sabemos que se não tomar gol a gente sai classificado. Temos que usar inteligência e fazer um jogo maduro”, explicou o meio-campista Ramiro.

Com a vitória por 2 a 1 em Porto Alegre, o Grêmio pode até perder para o Palmeiras, se marcar dois gols ou mais, que se classificará para as semifinais. A chance de conquistar um título na temporada faz o Tricolor colocar a Copa do Brasil como prioridade – no Brasileirão, poupou os titulares no empate com o Santos, no último domingo. “O objetivo é sempre esse (ser campeão), quando se entra numa competição é para vencer. Temos aí

cinco jogos para um título, mas temos que pensar jogo a jogo, pensar primeiro no Palmeiras”, completou o volante. Nos dois treinos em Santos, Renato não indicou o time que enfrentará o Palmeiras. A tendência é que repita a equipe da vitória sobre o Atlético-PR, na última quinta, com Bruno Grassi; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan.

Jornal Voz do Sul - 177  

Edição 177 - Araranguá/SC

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you