Page 1

Página-1

Quarta-feira, EDIÇÃO06 de Setembro de 2017

357

Viva a Independência!

EDITOR-CHEFE: JODI TANAKA • IBIÚNA 06 DE SETEMBRO DE 2017 • COM O POVO E A VERDADE • EXEMPLAR R$ 1,00

206ª Festa de Nossa Senhora das Dores segue até o dia 17 As celebrações em homenagem a 206ª Festa em Louvor a Nossa Senhora das Dores começaram no último sábado, dia 02, com o jantar dançante no Ibiúna Clube de Campo e segue até o próximo dia 17. Até o dia 14, na Paróquia Nossa Senhora das Dores, a partir das 19 horas, acontece a tradicional novena. Já no dia 15, feriado municipal, às 10 horas, acontece a missa dos Festeirinhos, na Paróquia.

SOS Itupararanga doa embarcação à Patrulha Náutica

Já às 18h, do mesmo dia, acontece a procissão de Nossa Senhora das Dores e, em seguida, missa na Praça da Matriz (campal). No domingo, dia 17, às 15 horas, bingo em prol à Festa no Salão Paroquial Nossa Senhora das Dores. A organização está sob responsabilidade do Padre Benedito Cesário e contará com a participação especial da Banda Lira Unense.

Festa em Louvor a Nossa Senhora das Dores

José Gomes (Linense)

Dia 15 de setembro deste ano Ibiúna vai comemorar a 206ª festa em louvor a Padroeira Nossa Senhora das Dores. Criada a Freguesia de Una, em 29 de agosto de 1811, a Paróquia do povoado foi então instalada no segundo sábado do mês de setembro de 1812. Na ocasião, Nossa Senhora das Dores foi aclamada Padroeira da Freguesia de Una, atual Ibiúna. Neste

ano, de 2017, a comunidade Católica tem mais motivos para prestigiar e participar dos festejos em homenagem a Nossa Senhora das Dores. A Igreja Matriz, além da pintura e do novo piso de granito, recebeu novos bancos com mais conforto para uso dos fieis. A Capela do Santíssimo foi reformada e a Casa Paroquial foi recuperada e reformada e ainda um telão será instalado. Tudo isso graças ao empe-

nho e trabalho do padre Benedito Aparecido Cesário, que assumiu a Paróquia de Nossa Senhora das Dores em 02 de agosto de 2015. Na festa da Padroeira de Nossa Senhora das Dores é esperado também a presença do Bispo Diocesano de Osasco, Dom Frei João Bosco Barbosa de Souza. “Que Nossa Senhora das Dores continue abençoando o povo ibiunense!”

Obras iniciam no Laval e Vila Pitico A Prefeitura deu início às obras de recapeamento das ruas da Vila Pitico, Laval I e II (Joaquim Gabriel Soares, Travessa Soares e Projetada A, B, C, e D). Após o término da implantação de caixas para realizar a ligação da rede de esgoto nas casas dos bairros, parceria realizada com a Sabesp, a empresa DNP Terraplanagem e Pavimentadora Foresto iniciou os serviços de recapeamento. “Conversamos com os munícipes dos bairros porque muitos não tinham caixas para a rede coletora de esgoto. Para não perder o recurso, fizemos licitação e a compra de mais caixas. A Prefeitura está realizando a implantação desses ma-

Levefort, mede 5,30 metros, possui um motor de 60 cavalos, recebe cinco ocupantes e vai auxiliar a Patrulha nos trabalhos realizados na Represa de Itupararanga. Página 03

Prefeito promete obras no Bairro da Cachoeira

Página 04 teriais nas casas”, disse o prefeito. A obra vai contemplar além do recapeamento, pavimentação e sinalização viária. A benfeitoria será realizada graças a um convênio do município

com o Governo Federal, por meio de uma emenda parlamentar de R$ 410 mil da deputada federal Bruna Furlan (PSDB), solicitada ainda em 2013 pelo vereador Ismael Pereira (PMDB).

Vereadores aprovam projeto que cria Bolsa Ajuda para desempregados A Prefeitura de Ibiúna irá disponibilizar 150 vagas de bolsa ajuda para desempregados há mais de nove meses e que estejam residindo em Ibiúna há, pelo menos, dois anos. Em troca, devem trabalhar em frentes emergenciais e fazerem cursos de captação. As vagas serão por seis meses (prorrogáveis pelo mesmo período) apenas àqueles que comprovarem as duas exigências. O projeto denominado de Programa Emergencial de Auxílio ao

Para retomar o projeto da Patrulha Náutica na Represa, a ONG SOS Itupararanga doou uma lancha para a equipe da Patrulha da Guarda Civil Municipal. A embarcação é da marca

Desemprego (PEAD) foi aprovado por unanimidade dos vereadores. Das 150 bolsas, 100 serão destinadas a homens e 50 a mulheres. Estes receberão auxílio financeiro de um salário mínimo, mais cesta básica e auxílio transporte, e terão cursos de qualificação, além de ter tempo e orientação para procurar uma ocupação trabalhista formal. Em caso de número de alistamento superior ao número de vaga, a preferência – segundo o projeto

de Lei – será definida mediante aplicação dos seguintes critérios, pela ordem: 1) Pessoa que possuir maiores encargos familiares; 2) mulher amparo de família; 3) maior tempo de desemprego; 4) sorteio. A jornada de trabalho estabelecida será de seis horas por dia, quatro dias por semana, sendo que haverá um dia para que o bolsista faça um curso de qualificação profissional e tenha tempo durante para procurar trabalho formal.


Página-2 EDITORIAL

Quarta-feira, 06 de Setembro de 2017

Independente de Portugal, mas dependente de corruptos

Enquanto o país se prepara para o descanso do feriado que registra a sua independência – conquistada há 195 anos –, o noticiário nacional nos deixa em dúvida se a proclamação de D. Pedro tornou o nosso país independente totalmente ou, apenas, das interferências portuguesas. Por que, a cada dia, com novas denúncias, operações policiais e da justiça, entre tantas outras “descobertas”, a percepção é de que o Brasil continua dependente, não de uma nação europeia, mas de políticos, empresários e juízes corruptos que transformaram a nossa Republica em um lamaçal de obscuridades e de desvios morais. Uma imagem divulgada esta semana, as vésperas da data que marca a nossa ‘independência’, onde milhões de reais, em espécie, foram encontrados em bolsas e malas num apartamento ligado ao ex-ministro de Estado, Gedel Vieira Lima (PMDB), provou que, de fato, o nosso país pode ser independente de nações estrangeiras, mas o desenvolvimento da qualidade de vida dos brasileiros continua dependente, e prejudicado por isso, de pessoas a quem são confiadas a responsabilidade de zelar pelo nosso patrimônio, mas que, contrário disso, transferem à propriedade delas riquezas que são de todos nós. E, por isso, faltam recursos para a saúde pública, para a educação e para muitos outros setores, como os investimentos em infraestrutura que garantiriam empregos para uma nação com mais de 13 milhões de desempregados. Quanto aos corruptos e corruptores, certamente, o Brasil continua dependente. Para a independência dos portugueses, foram cerca de três séculos, de meados de 1500 para 1822. Agora, quanto aos depravados aos quais somos dependentes, o processo de independência precisa partir de todos nós, que estamos insatisfeitos, infelizes e indignados com tamanho desrespeito que as autoridades de nosso país têm tido com o nosso patrimônio, com o dinheiro público e com a nossa honra. Por isso, nós, brasileiros, temos pela frente um novo caminho a percorrer em busca da independência. Dessa vez, contra um sistema político falido, que nos torna vítima de opressores. Estamos em busca de novas independências! Uma boa leitura a todos e até a próxima edição.

Feira da Saúde e caminhada ciclística No próximo dia 23 de setembro, sábado, a Igreja Adventista do Sétimo Dia realizará uma feira com atendimento em saúde na Praça da Matriz. A ação vai contar com análise de glicemia, aferição da pressão arterial, teste físico, massagem ante estresse e muito mais. Todo atendimento será gratuito. A feira acontece das 13 às 16 horas. Já no domingo, dia 24, a instituição realizará o Passeio Ciclístico da Primavera, das 8 às 12 horas, com saída também da Praça da Matriz. Para se inscrever e receber a camiseta do projeto, o interessado deve levar dois litros de leite ou 05 quilos de alimento não perecível – que se-

rão doados a Casa de Santa Rita (asilo). Serão premiados os que tiverem a bicicleta mais enfeitada, a equipe mais animada, o ciclista da melhor idade e o menor ciclista (acima de 5 anos). As inscrições podem ser feitas no WTR Seguros (com o Joel), na Travessa Siqueira Campos, 15 - 1º and, também na na Bikenexs, na Rua Coronel Salvador Rolim de Freitas, 188 (tel.: 3248-2135) ou ainda na Loja DuRafa Calçados, na Rua XV de Novembro. A Bikenexs alugará bicicletas para o evento. Para ganhar a camiseta as inscrições devem ser feita até o dia 12 deste mês.

Setembro Amarelo: uma luta pela vontade de viver! Ana Cristina Piletti O Dia de Combate ao Suicídio é mundialmente comemorado em 10 de setembro e inspirou a criação do denominado setembro amarelo no Brasil. Neste mês, uma série de eventos e atividades são realizadas com o objetivo de informar a sociedade sobre os riscos do suicídio e estimular medidas de prevenção e combate. Mas, por que este assunto tem merecido tanta atenção? Embora considerado um problema de saúde pública, o suicídio ainda é um tema tabu na sociedade. Em outras palavras, um assunto delicado, alheio as convenções sociais e, portanto, tratado de maneira velada pelas famílias e pessoas que sofrem com os seus efeitos. De acordo com dados da Organização Pan-Americana da Saúde ligada à Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS, 2016), a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio no mundo. E, no período entre 2002 e 2014, a taxa de suicídio aumentou em quase 10% no Brasil (BBC Brasil, 2017). Contudo, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos de acordo com a OMS (Portal Setembro Amarelo, 2017). Na

mídia, o debate prosperou após o lançamento do seriado 13 Reasons Why e o jogo Baleia Azul. O primeiro é uma história fictícia de uma garota que tira a própria vida e o segundo é um jogo real propagado pelas redes sociais que incentiva o participante ao suicídio. Para os especialistas, este tipo de série ou jogo não são as verdadeiras causas para o suicídio. No entanto, eles podem servir de gatilho para que alguém tire a sua própria vida. O suicídio pode estar relacionado a eventos traumáticos, tais como o fim de um relacionamento amoroso, ter sido vítima de bullying, tragédia na família entre outros. De acordo com o psicólogo e pesquisador David Myers, muitas vezes, está associado ao abuso de álcool e drogas. O risco também é maior entre pessoas que sofrem de depressão. Ainda, segundo pesquisador, um terço dos que se matam já haviam tentado o suicídio anteriormente. De maneira geral, são pessoas que se encontram em situação de profundo sofrimento. Myers destaca que o “suicídio não é necessariamente um ato de hostilidade ou vingança, pode ser tão-somente uma manei-

Obras de reforma do prédio da Prefeitura serão iniciadas A Prefeitura informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o Paço Municipal passará por reformas, devido a uma forte chuva que provocou o desabamento de parte do teto do Gabinete há alguns meses atrás. O prédio do Paço em período de fortes chuvas contava com goteiras, vazamentos em vários setores, além de apresentar riscos de desabamentos futuros. Diante do ocorrido, a Prefeitura ocupou salas da Galeria, localizada na Rua XV de Novembro e no Shopping. A Secretaria de obras realizou

DIRETORA: Júlia Tanaka JORNALISTA RESPONSÁVEL E REVISOR GERAL: Carlos Roberto Marques Junior - MTB 84.493/SP CONSULTORIA. JURÍDICA: Delícia Fernandes dos Santos ARTE: Marcelo Martins DIAGRAMAÇÃO: Carlos Roberto Marques Junior CONS. REDAÇÃO: José Gomes (Linense), Ana Cristina, Claudino Piletti e Luiza Pontes

estudo para ampliar o espaço do Paço Municipal com a construção vertical de um ou dois andares, mas o projeto não foi concluído porque a estrutura existente não suporta o peso. A reforma será realizada por meio de uma carta convite, onde o máximo permitido para obras e reformas é de R$ 150 mil. Os serviços de reforma serão realizados pela empresa Engez Construções. O prefeito João Mello (PSD) já assinou a ordem de serviço para início das obras. A previsão para ficar pronto em 6 meses.

A DMINISTRAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO: Jornal VOZ DE IBIÚNA Rua Peru, 20 - Ibiúna - SP - CEP: 18150-000 TELEFAX.: (15) 3241-1325 www.jornalvozdeibiuna.com.br REDAÇÃO: Rua Peru, 20 - Ibiúna - SP IMPRESSÃO: Gráfica Atlântica TIRAGEM: 10.000 exemplares T. ACUMULADA: 3.514.000 exemplares

As matérias assinadas são de inteira responsabilidade dos autores.

ra de desligar uma dor persistente”. Enfim, o suicídio é um dos piores males do século XXI, pois retrata a desesperança do ser humano perante a vida. Apesar de poucos dos que falam em suicídio ou têm pensamentos suicidas completem o ato, muitos dos que o fazem já falaram sobre isso. Por isso, é necessário ouvir as pessoas, estar atento aos sinais que podem indicar um pedido de socorro e procurar apoio de psicólogos e profissionais especializados. A oportunidade de ajudar aqueles que não suportam a dor só se abre àqueles que conseguem enxergar o sofrimento alheio. Daí a necessidade de conhecer e debater mais sobre o assunto na família e na sociedade.

Falecimento K a s u y o Nakayama, 69 anos, faleceu no último dia 30 de agosto, vítima de doença de causa indeterminada. Deixa marido, dois filhos, noras, netos e muitos amigos. Durante a vida, conquistou muitas amizades com sua espontaneidade e desprendimento ao ajudar o próximo com alegria e otimismo que era sua marca pessoal. A família Nakayama agradece as manifestações de carinho e solidariedade recebido de familiares e amigos.

Agressão aos professores: a solução está na escola? Professora Luiza O cenário educacional brasileiro sofre de muitas deficiências e atualmente uma delas tem chamado mais a atenção da sociedade: as constantes agressões físicas, morais e psicológicas que professores de todo o país sofrem em sala de aula. Vivemos a realidade dos valores marginalizados e direitos ignorados. Não se trata apenas dos direitos adquiridos como funcionários (públicos ou privados), mas sim dos direitos adquiridos como seres humanos. O desamparo nessas situações é alarmante: de um lado o governo ignora totalmente o fato de termos esses profissionais tão expostos a essa violência e contribui ainda mais com esse descontrole superlotando as salas de aula, o que torna quase impossível conter toda a indisciplina, o desrespeito e as agressões. Em contrapartida, as famílias alienam-se a realidade e preferem abrir mão de suas responsabilidades, culpando as autoridades e até mesmo a própria escola pelos atos de seus filhos. Fecham os olhos para a grande verdade de que tudo isso se dá pela falta de valores que o sujeito deveria carregar, lembrando ainda que esses valores a serem pra-

ticados na escola (e em todos os lugares) são ensinamentos do seio familiar. A solução para essa triste realidade definitivamente não está na escola, que assim como o professor está tão coagida pelos direitos da criança e do adolescente e pelo descaso dos órgãos competentes. Mas, o que fazer então? Dessa forma, chamo a atenção de nossos políticos, daqueles que compõem o legislativo de nossa sociedade para que se criem “dispositivos disciplinares”, ou seja, leis que façam valer as obrigações que todo sujeito na condição de estudante deve ter perante seus professores. Enquanto as leis não estiverem a favor dos professores, nada nem ninguém o estará. Não queremos mártires, queremos respeito!

A ética na sala de aula

Diante do fato de alunos estarem agredindo professores nas salas de aula, VOZ de IBIÚNA sugere aos mestres, professores, pais e alunos – a leitura do livro “A Ética na Sala de Aula”, de autoria da professora Maria da Glória Costa Ribeiro Piletti. “O tema tornou-se onipresente: no trabalho, na política, na medicina, nos esportes, na educação, nas relações familiares e nas demais relações

interpessoais. O livro trata das relações pessoais na sala de aula, local onde passamos diversos anos de nossa vida: alguns como alunos, outros como alunos e professores. Talvez a sala de aula seja, hoje, um dos poucos espaços públicos onde se pode estabelecer relações de amizade e solidariedade”. O livro está disponível nas livrarias Loyola ou pelo site: www.livrarialoyola.com.br.


Página-3

Quarta-feira, 06 de Setembro de 2017

Patrulha Náutica recebe doação de embarcação da SOS Itupararanga Buscando dar continuidade ao projeto da Patrulha Náutica na Represa de Itupararanga, no último dia 25 de agosto, o prefeito João Mello (PSD) assinou o termo de formalização da doação de uma lancha para a equipe da Patrulha da Guarda Civil Municipal (GCM), cedida pela ONG SOS Itupararanga. A embarcação é da marca Levefort, mede 5,30 metros, e possui um motor de 60 cavalos, recebe cinco ocupantes e vai auxiliar a Patrulha nos trabalhos realizados na Represa. Em 2013, o projeto capacitou 27 guardas civis que receberam habilitação, por meio de treinamento com a Marinha do Brasil e capacitação com a Polícia Ambiental. O presidente da ONG, João Rodarte, disse que “uma das preocupações é a preservação do meio ambiente e a represa é a parte mais importante no que diz respeito à atração turística e de beleza da cidade”. Assinalou que “com a contribuição, a GCM estará preparada com um instrumento de trabalho

Claudino Piletti

Prefeito João Mello e presidente da ONG, João Rodarte, exibem termo de doação

bastante ágil para ajudar a fiscalizar o meio ambiente em torno da represa”, destacou. “A lancha é a única na região da Itupararanga, graças à parceria da entidade na forma de doação desse importante recurso e que sua utilização pela Guarda Municipal vai contribuir de modo importante para a fiscalização relacionada a desmatamentos, poluição e também na área da segurança”, enfatizou o prefeito João Mello no seu discurso.

O barco também vai operar no apoio aos trabalhos científicos de pesquisas realizadas pela Universidade de São Paulo (USP), em coletas de amostras de água para análises e em outras situações. “Nós vamos atuar não só em relação a crimes ambientais, combatendo a caça e a pesca predatórias, mas também orientando os banhistas e os donos de embarcações”, destacou o comandante da Guarda Civil Municipal, Marcelo Godinho.

Bailarinos ibiunenses foram Cioeste promove para Estados Unidos e Suíça Fórum de Gestão em Barueri

Breno, Nadja e Giulianna

Júlia Tanaka Os bailarinos Giulianna Casaburi e Breno Camargo se despediram do público ibiunense no Anfiteatro do Centro Olímpico com belas apresentações de Ballet Clássico e Contemporâneo na Gala de Despedida, onde foram aplaudidos de pé pelas autoridades municipais, familiares, professores, amigos e convidados. Nadja foi a primeira professora de Ballet de Giulianna e Breno, e disse estar muito emocionada, feliz pelo profissionalismo, sucesso de ambos e fez questão de idealizar

Há malas que vem para o bem

esta Gala de Despedida juntamente com Raquel, mãe da bailarina Giu. Afinal, “eles já embarcaram para os Estados Unidos (Giulianna) e Suíça (Breno), por méritos onde irão obter novas experiências profissionais”, disse Nadja ao VOZ. O prefeito João Mello parabenizou os bailarinos ibiunenses pelas apresentações, destacou a eficiência da professora Nadja que ensinou os primeiros passos do Ballet. Sente-se muito orgulhoso que ambos irão propagar a cidade de Ibiúna para os Estados Unidos, Europa e desejou aos talentosos bailarinos muito sucesso!

Boas práticas de impacto municipal na gestão pública. Este foi o foco do Fórum Gestão Municipal de Impacto) (FGMI) realizado pelo Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo), na última quarta-feira (30/08), em Barueri. O prefeito João Mello (PSD) esteve presente no evento acompanhado do secretário municipal de Educação, Paulo Dias do Carmo. O evento contou com a participação de 30 prefeitos e a abertura foi do vice-governador Márcio França (PSB). Dentre os palestrantes, esteve o cientista político Luiz Felipe D´Ávila. O prefeito ibiunense participou dos debates na área de educação e falou sobre os desafios e projetos para promover e valorizar a educação na cidade. Informou que 70% da população se localiza na área rural, tem três mil quilômetros de estradas e 1.058 km2 de extensão territorial e 74 escolas. Como os demais prefeitos, mencionou a falta de recursos para investir nos mais diferentes setores.

Há malas que vem para o mal. São aquelas que rolam por aí, clandestinamente, com dinheiro roubado, propinas, muamba, drogas, etc. Às vezes, uma dessas malas é descoberta e, seus donos, presos. Exemplo disso tem sido, recentemente, a mala com 500 mil reais de propina transportada por sua excelência o deputado Rodrigo Rocha Lores. Dizem que o dinheiro era para o presidente Temer. Compete à justiça dar um jeito de verificar. Mas, no país do “jeitinho”, até a justiça tem certa dificuldade de dar esse jeito. Os nossos corruptos é que deram um jeito de criar nova técnica – ou será arte? – de colocar dinheiro da propina numa mala. O empresário Adir Assad, suspeito de ter pago 1,7 bilhões em propina, explicou: “A gente não colocava mais de R$ 150, 170 mil por mala. Fazia tipo uma lasanha, colocava uma fiada de roupa, uma de dinheiro aí ia tudo para o avião” (Folha de S.Paulo, 13/08/2017). Assim, só para esse “pequeno” roubo, rolavam por aí umas 10 malas. Quantas terão rolado com os muitos bilhões roubados? Com tanta mala desviando o dinheiro dos nossos impostos, sem contar as malas sem alça que elegemos e, agora, temos que carregar, tendemos a ser pessimistas em relação ao nosso país. Mas, em

meio a tanta mala que vem para o mal, eis que surgem as que vem para o bem. Há, entre outras, aquela do denominado “homem da mala azul.” Trata-se do educador Maurício Leite, de 63 anos, nascido no Pantanal, no Mato Grosso, que há quase 40 anos leva livros para crianças de comunidades longínquas, áreas rurais e aldeias indígenas nas Américas e África. Mostrando uma mala azul de madeira, decorada com adesivos de países pelos quais já passou e recheada de livros, ele afirmou: “Hoje, já perdi a conta de quantas malas espalhei pelo mundo. Elas estão em todos os países de língua portuguesa. Na minha última viagem à África, levei 40 malas com 2400 livros. (Folha de S.Paulo, 18/05/2017). Explicou que monta cada mala pensando em quem vai ler as histórias. E, confessou: “Um brilho no olho de uma criança com um livro toca o meu coração e faz ver que todo o caminho, desde a primeira mala, valeu a pena.” (Idem) Mas, o que toca o coração da maioria dos nossos políticos, não é o brilho no olho de uma criança com um livro. São, antes, malas com dinheiro. Se, como disse o escritor Monteiro Lobato (1882-1948), “um país se faz com homens e livros”, é urgente que haja menos malas com dinheiro roubado e mais com livros.


Página-4

Quarta-feira, 06 de Setembro de 2017

Apresentação de Orquestra Jovem de Metais emocionou público no CCEI No dia 26 de agosto (sábado), a Orquestra Jovem de Metais e Percussão de Ibiúna apresentou seu terceiro concerto no Centro Cultural e Esportivo de Ibiúna (CCEI). O espetáculo apresentou repertório variado, com o melhor de Roberto Carlos, passando por James Bond e Michael Jackson. Na apresentação do rei do pop, a Banda exibiu o musical Através do Tempo, um medley do arranjador Michael Brown, escrito para banda sinfônica, incluindo grandes sucessos da carreira de Michael. Um dos diretores da Orquestra, o professor Luiz Francisco Vieira Ruivo, agradeceu a presença de todos e desejou uma boa apresentação aos instrumentistas. O pre-

Prefeito promete obras no Bairro da Cachoeira Segundo Prefeitura, início do trecho da estrada da Cachoeira vai receber obras de recapeamento, calçada lateral e iluminação

feito João Mello (PSD) parabenizou os organizadores e disse que a municipalidade fará de tudo para apoiar a cultura no município. O prefeito também prometeu apoiar a Orquestra Jovem. Já o maestro Alexandre Piccirilo, em seu discurso antes do

concerto, destacou a apresentação dos músicos que participam há, apenas, três meses da orquestra e já fizeram uma exibição especial no concerto. Ele também agradeceu enfaticamente todos os patrocinadores que tornaram possível a realização do evento.

A Prefeitura Municipal realizará serviços de melhorias de infraestrutura no Bairro Cachoeira nos próximos meses. Os moradores da estrada da Cachoeira pedem por melhorias no trajeto, principalmente com o aumento das pessoas que passaram a morar no conjunto “Minha Casa, Minha Vida”. O trecho inicial da estrada será contemplado com obras de recapeamento até a entrada do Bairro Dois Córregos e implantação de calçada lateral (da ponte até o Condomínio Residencial Cachoeira). A obra será realizada com recursos de uma emenda parlamentar do deputado federal Herculano Passos (PSD) no valor de R$

550 mil. O local também receberá projeto de iluminação, melhoria que será realizada com recursos próprios da Prefeitura. A obra irá percorrer um trecho de 840 metros e está em fase de licitação para, segundo a assessoria de Imprensa da Prefeitura, em breve ser iniciada. O prefeito João Mello (PSD), acompanhado do vice-prefeito Valdemar Cardoso (Sdd) e do secretário de Obras, César Petrucelli, estiveram no local para conferir o trecho que será realizado à obra. “Estamos trabalhando para levar mais qualidade de vida à população, além disso, sabemos que os bairros estão carentes de infraestrutura”, disse o prefeito.

Prefeitura fará parceria com Itesp para regularizar imóveis

João Mello participou do 1º Encontro da Rede Hospitalar Metropolitana Com o objetivo de discutir e organizar a Rede Hospitalar Metropolitana (RHM), buscando fortalecer e organizar os serviços especializados nos hospitais das cidades de médio e pequeno porte, foi realizado no dia 25 de agosto o 1º Encontro da Rede Hospitalar Metropolitana com iniciativa da Diretoria Regional de Saúde (DRS) – da Secretaria Estadual de Saúde do Estado de São Paulo, representada pela Dra. Silvia Maria Ferreira Abrahão. O encontro contou com o apoio dos deputados Vitor Lippi (federal PSDB) e Maria Lúcia Amary (estadual - PSDB). O prefeito João Mello (PSD), acompanhado da secretária municipal de Saúde, Dra. Huda Siqueira, participaram do encontro e destacaram a importância dessa integração da saúde para a região metropolitana de Sorocaba. O próximo passo da Rede Hospitalar

vou a celebração do convênio para a regularização fundiária de duas mil propriedades em Ibiúna. O convênio deverá ser assinado em breve, por meio da Secretaria de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania. Segundo o prefeito, a administração está fazendo um estudo para apontar a área a ser objeto de diagnóstico fundiário e futuros trabalhos de regularização. A regularização fundiária garante segurança jurídica, pois elimina conflitos pelo uso e posse de imóveis, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico das comunidades atendidas. Após a regularização, o cidadão pode acessar financiamentos e melhorar a estrutura física do imóvel, o município também é beneficiado pela possibilidade de melhorar o planejamento urbano.

João Mello, dra. Silvia, dra. Huda e Vitor Lippi

Metropolitana será definir como será feito o investimento por meio das emendas parlamentares do governo federal, de autoria do deputado Vitor Lipppi, além do apoio da deputada estadual Maria Lúcia Amary junto ao Estado. A expectativa é de que seja realizado um investimento inicial de R$ 30 milhões nos próximos três

Palestrante publica livro que conta sua luta para abandonar as drogas O palestrante Hélio Rodrigues escreveu, recentemente, o livro “Memórias de um exDrogado”, onde conta um pouco de sua história e de como abandonou o vício, após perder tudo o que possuía. Hélio tem contado sua experiência em casas de recuperação e outros locais para ajudar a

Os secretários municipais de Desenvolvimento Urbano, Marco Mello, de Governo, Jonas de Campos, e de Negócios Jurídicos, Antonio Carlos Peres Arjona, estiveram reunidos na sede da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), com o diretor executivo, Marco Pilla, e o diretor-adjunto de Recursos Fundiários (Darf), Gabriel Veiga, para tratar da celebração de um novo convênio na regularização fundiária urbana de cerca de 2 mil unidades habitacionais no município e a retomada dos trabalhos iniciados pelo Itesp no município que foram interrompidos. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, na última semana, o prefeito João Mello (PSD) foi informado que o Conselho Curador da Fundação Itesp apro-

dependentes a abandonar o vício. “O drogado pensa que manda na droga, mas é a droga quem manda no drogado”, diz o autor. O livro pode ser adquirido pelo site: www.memoriasdeumexdrogado.com.br ou pelo site da editora Raridade (www.editorararidade.com.br).

anos, por meio de emendas parlamentares, além de um aumento do repasse estadual na área da saúde. Participaram da reunião, representantes de Sorocaba, Votorantim, Araçoiaba, Boituva, Cerquilho, Capela do Alto, Cesário Lange, Ibiúna, Iperó, Itapetininga, Itu, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo, São Roque, Tatuí e Tietê.

Desafio 2017 Bolsas de até 100% de desconto para estudantes que cursam: 5º e 9º ano do Ensino Fundamental em 2017 e 2ª serie do Ensino Médio em 2017. Inscrições a partir de 5 de se-

tembro ou pelo site www.objetivoibiuna.com.br ou pessoalmente no Colégio Objetivo. Aproveitem! R. Raimundo Santiago, 110 – (15) 3248-9540.

Ed 357  
Advertisement