Issuu on Google+

XV CAMPEONATO DE FUTEBOLSOCIETY DO LOBEIRÃO 2010 - “Regulamento” DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Art. 1º Fica instituído pela organização o XV Campeonato de Futebol Society do Lobeirão no Bairro Residencial Santanense cidade Itaúna - MG Art. 2º Este regulamento é o conjunto das disposições que regem o XV Campeonato de Futebol Society do Lobeirão no ano de 2010 Art. 3º As equipes que participarão deste Campeonato serão consideradas conhecedoras deste regulamento no que diz respeito aos seus direitos e deveres. Art. 4º É de competência da organização, elaborar, interpretar e fazer cumprir o presente regulamento e resolver os casos omissos. Art. 5º É de competência dos responsáveis pelas equipes fazer com que seus atletas conheçam este regulamento. DOS OBJETIVOS Art. 6º São objetivos do XV Campeonato de Futebol Society do Lobeirão: I. Congraçar os atletas e a população de Itaúna e adjacências; II. Valorizar a prática esportiva como forma de qualidade de vida; III. Oportunizar a integração, a socialização e o lazer da população por meio do esporte; IV. Contribuir, arrecadando verbas, com a Associação Comunitária do Bairro e também para a construção da Igreja do Sagrado Coração de Maria do Bairro Residencial Santanense, que tem como Matriz a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus do Bairro Santanense. Dos Participantes Art. 7º Poderão participar do XV Campeonato de Futebol Society do Lobeirão todas as equipes que se inscreverem e cumprirem as regras de inscrição; Art. 8º As equipes deverão ser formadas por 18 atletas de qualquer idade sendo obrigatório começar a partida no horário marcado com 08 atletas e podendo encerrar a partida com 05 atletas; Art. 9º Toda equipe poderá inscrever atletas até o final da primeira fase, não podendo de forma alguma trocar jogadores pelo motivo que for. Art. 10º Toda equipe deverá se apresentar no campo de jogo, uniformizada e apresentar 02 bolas em boas condições para a partida. § PRIMEIRO: A equipe mandante tem a preferência na escolha da cor do uniforme que irá usar; § SEGUNDO: As equipes são responsáveis por buscar bolas alçadas fora do campo; § TERCEIRO: Não será permitido usar chuteiras de trave e não é permitido jogar descalço; DAS INSCRIÇÕES Art. 11º As inscrições serão feitas mediante preenchimento da ficha de inscrição fornecido pela organização e deverão ser devolvidas independentemente se estiver totalmente preenchida ou não no dia do congresso técnico. Art. 12º O Congresso Técnico será realizado no dia 02 de Setembro (Quinta-Feira) às 19h30min na sede da Associação Comunitária do Bairro Residencial Santanense na Rua Raul Soares esquina com Rua Azurita para o sorteio das equipes e o pagamento das taxas. Art. 13º Nas fichas de inscrição deverão, obrigatoriamente, constar: nome do atleta, bem como o nome, endereço e telefone de contato do responsável pela equipe. § ÚNICO: Não serão aceitas as inscrições que não tiverem assinatura dos atletas e dos responsáveis pela equipe. Art. 14º Poderão ser feitas no mínimo 09 e no máximo 18 inscrições de atletas por equipe. Art. 15º Cada atleta só poderá se inscrever em uma equipe. Se ocorrer inscrição de um mesmo atleta em equipes diferentes, o mesmo será eliminado do campeonato. Art. 16º Poderão inscrever atletas nas equipes até o final da 1° Fase nos seguintes casos: I. Complementar o número máximo de atletas permitidos em cada equipe; § PRIMEIRO: A inscrição complementar poderá ser efetuada até uma hora antes de cada jogo da equipe; § SEGUNDO: Em hipótese alguma serão aceitas inscrições de atletas complementares e substituições de atletas fora das condições estabelecidas. Art. 17º Para a inscrição será necessário apresentar a ficha de inscrição, devidamente preenchida e assinada, e efetuar pagamento da taxa no valor de R$ 420,00 (quatrocentos e vinte reais) por equipe, no dia do congresso técnico. § PRIMEIRO: A taxa de inscrição será para cobrir despesas oriundas do campeonato. § SEGUNDO: O não cumprimento do Art. 17º não habilitara a equipe a participar do campeonato “ATENÇÃO, NÃO SERÃO ABERTAS EXCEÇÕES PARA NENHUMA EQUIPE”. DAS FORMAS DE DISPUTA E DO JOGO: Art. 18º A forma de disputa será: 1º Fase ou Fase Classificatória: As 18 equipes participantes foram divididas em 03 grupos tendo seis equipes em cada grupo e classificando-se três melhores equipes para as quartas de final. As duas piores equipes classificadas em 3º lugar farão 02 jogos para definir qual equipe terá o direito de ir para as quartas de final; 2º Fase ou quartas de final: O melhor 3º colocado enfrenta o 1º colocado do grupo 01, o 2º colocado do grupo 01 enfrenta 1º melhor do grupo 02, o vencedor do jogo 46 enfrenta o 1º melhor do grupo 03 e o 2º colocado do grupo 02 enfrenta o 2º colocado do grupo 03 em jogos de ida e volta; 3º Fase ou Semi-Final: Sistema mata-mata (02 jogos) jogando o vencedor do jogo 48 X vencedor do jogo 49 e o vencedor do jogo 47 X vencedor do jogo 50 4ª Fase ou Fase Final: vencedores dos confrontos jogando no Sistema mata-mata (02 jogos). § ÚNICO: As equipes com melhor campanha nas fases vão para as próximas fases com a vantagem do empate, para isso são contados os pontos e os critérios de desempate conforme os Artigos 21º e 22º deste regulamento até a fase final. Art. 19 Os jogos serão disputados em 02 tempos de 30 minutos tendo entre os tempos um intervalo de 05 a 10 minutos (por conta da arbitragem), ficando autorizado à substituição livre. Art. 20 Os horários dos jogos serão cumpridos de acordo com a tabela oficial do campeonato, tendo uma tolerância de 15 minutos apenas no primeiro jogo. DO SISTEMA DE PONTUAÇÃO PARA CLASSIFICAÇÃO NO GRUPO Art. 21º Para efeito de classificação na 1ª Fase, 2ª fase, 3ª fase e 4ª serão contados: a) 03 Pontos por Vitória b) 01 Ponto por Empate DAS FORMAS DE DESEMPATE: Art. 22º Em caso de empate para classificação aplicar-se-á em todas as fases o seguinte critério de desempate: a) Menor número de cartões sofridos; b) Maior número de vitórias; c) Confronto direto; d) Maior saldo de gols; e) Maior número de gols marcados; § ÚNICO: Em relação ao critério disciplinar será classificada a equipe que possuir a menor pontuação referente à soma de todos os cartões. Os cartões possuem os seguintes pesos:

1. 2. 3.

Amarelo um ponto; Azul dois pontos; Vermelho três pontos.

DAS PENALIDADES: Art. 23º São passíveis de punição todos aqueles que, direta ou indiretamente, estiverem ligados ao campeonato e que provocarem distúrbios, antes, durante e depois das disputas. Art. 24º A Comissão Organizadora designará um Delegado de Jogo que fará relatórios sobre o andamento das partidas, sendo este relatório considerado como oficial para qualquer eventualidade junto à organização. § ÚNICO: Se forem detectadas irregularidades, entre elas Facilitação de Resultados, o relatório feito pelo Delegado do Jogo será apresentado á organização para análise e devidas punições. Art. 25º Na 7º (sétima) falta cometida em cada tempo pela equipe e nas subseqüentes, serão cobrados tiros livres;


Art. 26º Com relação as penalidade, os critérios utilizados serão os seguintes: a) 01 Cartão Amarelo suspenso por 2 minutos, cronometrados, na partida em questão; b) 01 Cartão Vermelho suspenso de uma partida posterior c) 01 Cartão Azul suspensão da partida em andamento, para a substituição será necessário, esperar 02 (dois) minutos cronometrados, este cartão azul terá peso de amarelo para futuras suspensões: Ex. o jogador recebe um azul numa partida na próxima partida recebe amarelo este jogador estará suspenso por uma partida, se o jogador recebe um cartão amarelo e um azul, este jogador estará automaticamente suspenso na próxima partida. d) 02 Cartões Amarelos suspensão da partida posterior a que recebeu o segundo cartão amarelo; e) 2° Cartão Vermelho suspensão por duas partidas posteriores a que recebeu o segundo cartão vermelho. Art. 27º Na 2ª Fase quartas de final serão anulados os cartões amarelos recebidos nas fases Classificatórias. § ÚNICO: Se o atleta receber o 2° cartão amarelo na ultima rodada da fase classificatória, o mesmo terá que cumprir suspensão automática na partida posterior da equipe. Art. 28º Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. Art. 29º Caso haja agressão ou mesmo tentativa por parte dos jogadores, técnicos, massagistas e qualquer componente de uma equipe e o fato for relatado em súmula, os infratores poderão ser eliminados do campeonato em andamento. Art. 30º Componentes das equipes, árbitros, auxiliares e pessoas físicas ou jurídicas que cometerem faltas disciplinares no transcurso da competição dentro da jurisdição da sede dos jogos e infringirem este Regulamento estará sujeitos às sanções previstas neste e no Código Brasileiro de Justiça Desportiva - CBJD. DO W.O. Art. 31º Haverá tolerância de 15 (quinze) minutos para a primeira partida, para as demais não haverá tolerância. Art. 32º Caso haja atraso, a partir do cronômetro acionado pelo juiz, a equipe perderá por W.O. Art. 33º Será considerada derrotada por W x O a equipe em que no momento de iniciar a partida não apresentar um número mínimo de 08 (Oito) atletas em condições de jogo. Art. 34º Em caso de W.O. a) A equipe será eliminada do Campeonato; b) Todos os resultados dos confrontos com a equipe causadora do W O, na fase em andamento, serão mantidos e quem ainda não jogou com a equipe causadora do W.O. ganhará 03 pontos; § PRIMEIRO: As equipes e atletas que causarem o W O estarão automaticamente eliminadas dos torneios do lixão e lobeirão por 03 (três) anos, salvo os atletas que comparecerem no campo para o jogo e os que apresentarem em 48 horas atestado de trabalho ou médico, depois de decorridos estes três anos de suspensão; § SEGUNDO: A equipe que der W O por falta de atletas no banco de reservas antes de completar 02 terços da partida, perderá a partida em questão pelo placar mínimo 01 X 00, mesmo se a equipe estiver ganhando. DOS PROTESTOS Art. 35º Os protestos sobre qualquer atleta ou indício de infrações da regra oficial, ou regulamento dos jogos serão apresentados à Comissão Organizadora e resolvidos pela Junta Disciplinar Desportiva – JDD. Art. 36º A Junta Disciplinar Desportiva será composta por: • 02 (dois) Profissionais de Educação Física • 01 (um) Advogado Art. 37º Os recursos deverão ser entregues, digitados ou datilografados no primeiro dia útil após o término da partida em questão, até às 19h00min ao Sr. Edson Pinheiro Silva – fone: 8806 0316. § PRIMEIRO: Para cada recurso encaminhado a JDD, a equipe impetrante deverá fazer um depósito caução no valor de R$ 50,00 (cinqüenta reais) em favor da Organização Geral, para custeio de despesas com a JDD, (conta corrente 31675-X, agência 0425-1 do Banco do Brasil – Edson Pinheiro Silva). § SEGUNDO: O recurso somente poderá ser encaminhado com a assinatura do representante legal da equipe envolvida. (representantes inscritos na ficha de inscrição) § TERCEIRO: Transcorrido o prazo indicado, não haverá direito a protesto. Art. 38º Cabe a Comissão Organizadora, após a apresentação do recurso, convocar a JDD e comunicar a outra parte envolvida, no período máximo de 12 (doze) horas após o recebimento do recurso. Art. 39º A documentação necessária para recurso junto a JDD por parte de alguma equipe ou atleta deverá constar de: a) Relatório do árbitro; b) Relatório do representante oficial que estiver no local; c) Relatório da parte interessada Art. 40º Caberá exclusivamente ao reclamante a apresentação das provas que reclamar. Art. 41º Não será permitido o protesto de terceiros, ou seja, só é permitido às partes que estiverem diretamente envolvidas; exceto nos casos em que terceiros tenham sido prejudicados diretamente pelo resultado da partida. Art. 42º Os protestos ou recursos decididos pela JDD serão irreversíveis e imperativos, não cabendo quaisquer novos recursos. DOS REPRESENTANTES PERANTE JDD Art. 43º Será permitido a presença durante os julgamentos, 01 (um) responsável de cada equipe envolvida, que seja devidamente cadastrado na ficha de inscrição e o Réu, se o julgamento envolver a Comissão Organizadora o representante será um dos componentes da mesma em questão. Art. 44º Para qualquer caso disciplinar serão aplicadas às normas constantes neste regulamento e no Código Disciplinar da JDD ou CBJD. Art. 45º Qualquer tipo de agressão física ou moral será punido conforme Código Disciplinar. § ÚNICO: Estas punições podem variar desde advertência à eliminação deste e de futuros campeonatos DAS PREMIAÇÕES: Art. 46º Receberão premiação as equipes Campeã, Vice-Campeã e 3º Colocada assim como o(s) Artilheiro(s) e Goleiro(s) menos vazado(s). Art. 47º Será considerado artilheiro o atleta que marcar maior número de gols durante a competição e defesa menos vazada aquela que obtiver a menor média na relação gols sofridos / número de jogos. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS: Art. 48º A organização e o órgão máximo deste campeonato devendo ser aceitas e respeitadas as decisões dela indicadas. Art. 49º As equipes deverão usar obrigatoriamente: camisetas, calção (da mesma cor ou tonalidade semelhante) e meiões (da mesma cor ou tonalidades semelhantes). Art. 50º As camisas deverão ser iguais e numeradas de forma visível nas costas os goleiros deverão apresentar camisetas diferentes da equipe de linha, e no caso de dois goleiros estes deverão usar camisetas com números diferentes; Art. 51º Fica proibido o uso de chuteiras de Futebol de Campo. Art. 52º Só poderão ser usados tênis ou chuteiras de Futebol Society. Art. 53º Cada equipe jogará com 8 (oito) atletas sendo 7(sete) na linha e o goleiro. Art. 54º A Comissão Organizadora não se responsabilizará por qualquer tipo de incidente biofísico, decorrente da prática esportiva no campeonato, relacionadas a patologias congênitas ou adquiridas de qualquer natureza (acidentes ocorridos por atletas ou ocasionados a terceiros em qualquer fase da competição). Art. 55º A arbitragem será realizada por autoridades designadas pela Organização da Competição, não cabendo qualquer restrição ou veto pelos participantes. Art. 56º Em caso de chuva forte que impeça a partida, para evitar lesões dos atletas, os jogos marcados serão cancelados automaticamente, e serão remarcados pela Organização para uma nova data. Art. 57º Compete somente a Comissão Organizadora, interpretar, zelar pela execução e resolver os casos omissos deste Regulamento. Art. 58º Todo atleta deverá obrigatoriamente assinar a súmula em todos os jogos da competição o atleta que entrar no jogo sem ter assinado devidamente a súmula será punido com cartão amarelo. Art. 59º O escanteio deverá ser cobrado com os pés e será validado o gol olimpico. Art. 60º Serão acatadas todas as deliberações retiradas do Congresso Técnico, não cabendo reclamação às equipes que não participarem. Art. 61º Ressalvadas as sanções de natureza regulamentar aqui expressamente processadas e previstas, as infrações disciplinares serão processadas e julgadas na forma estabelecidas do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) e CBDF (Código Brasileiro Disciplinar de Futebol). Art. 62° Os atletas que forem pegos trocando de roupa fora dos vestiários serão punidos com suspensões em jogos.


Regulamento Lixão e Lobeirão 2010