Issuu on Google+

Rua Estilac Leal, 1614 esq. com Almirante Barroso - centro

3054-5573 Toledo, de 03 a 10 de março de 2011 - Ano 2 - nº 84

DOM FRANCISCO

PITÁGORAS

POLÍTICA E GENTE

VALDIR PAGLIARINI

BRUNO RADUNZ

WANDERLEY GRAEFF

Nos deparamos com sentimentos de perplexidade diante de certas realidades desagregadoras dos valores do nosso tempo. Onde encontrar a via correta? Em quem colocar a nossa confiança? Não vejo outra saída, a não ser o que a Igreja nos oferece ao proclamar as maravilhas de Deus.

Dono de um dos melhores textos da região, Pitágoras da Silva Barros discorre sobre mais um cidadão que deixou marcas. Elcídio Pizetta, que chamavam de Egídio, comandava o Bar Antártica com maestria, fundou o Supermercado Rosa e o Rosa Hotel.

Toledo vive dias de especulações de nomes para a sucessão municipal; Rainer Zielasko descarta hipótese para 2012; Lodi e Carollo são nomes citados; namoro firme com casamento à vista entre PMDB e PT; Ferroeste não aconteceu por falta de interesse do governo.

Mensagens nos alegram e têm o poder de fazer com que nos sintamos com o “coração radiante” - gosto de compartilhá-las. Eles são como presentes, que nos enchem de alegria e ao mesmo tempo nos mostram que vale a pena continuar no caminho do bem.

Beto Niedermeyer recebeu um seleto grupo de pessoas nas obras do Allmayer de Cascavel; “Aprendizado no Esporte” é o título do livro de “Sérgio “Boi” Herkert; gaúchos têm visão da beleza de Toledo e do ritmo de novas construções.

Toledo prestes a contar com linhas aéreas para Curitiba com a Sol; O Rotary Clube de Toledo Integração promove nova edição do Jantar Árabe; empresa do interior toledano vai atuar no segmento de água mineral.

PÁGINA 02

PÁGINA11

PÁGINA 02

PÁGINA 02

PÁGINA 11

PÁGINA 12

>> ASSOCIATIVISMO | NOVO PRESIDENTE QUER AMPLIAR FILIAÇÕES

Meta de Lodi é contar com 50% das empresas toledanas na Acit Manter a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) no ritmo de atividades que a consolidou entre as mais destacadas entidades empresariais paranaenses e ampliar de 39% para 50% o índice de empresas filiadas, são alguns dos objetivos do seu novo presidente. O industrial Walmor Francisco Lodi foi eleito em assembleia geral ordinária na última terça-feira (1º), sucedendo ao engenheiro civil Eduardo Della Costa, para mandato de um ano. PÁGINA 03

Política

Presidente Walmor Lodi, ex-presidente Eduardo Della Costa e vice Edésio Agostinho Reichert

Evento petista: solidariedade a Welter e discurso pela convergência das oposições

Evento do PT dá força a Welter e evidencia união das oposições

Cooperados compareceram em grande número à assembléia realizada em Toledo

Primato fecha ano com sobras e projeta investimentos em 2011

PÁGINA 10

Campanhas de prêmios da Acit incluem carro para o Dia das Mães PÁGINA 03

Acit inaugura novo espaço de treinamento PÁGINA 10


02

Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

OPINIÃO POLÍTICA & GENTE Tempo de especulações Toledo vive dias de muitas especulações quanto a possíveis nomes para a disputa da sucessão do prefeito José Carlos Schiavinato. Nomes de empresários que poderiam assumir uma eventual candidatura surgem a cada dia. O presidente da Faciap, Rainer Zielasko, tratou de dar logo um fim na boataria, ao afirmar categoricamente que o seu mandato na entidade empresarial é de dois anos e que o cumprirá integralmente. “No futuro, a história poderá ser outra”, diz. Rainer se desfiliou do Democratas quando surgiu a sua candidatura à Faciap. Nomes Outros nomes do meio empresarial têm sido comentados nos bastidores. Entre eles, os de dois integrantes da diretoria da Acit: o presidente Walmor Lodi e o tesoureiro Edson Carollo (foto). Ambos são apontados como lideranças muito atuantes na sociedade e com preparo suficiente para uma missão de tamanha envergadura. PT-PMDB: reaproximação Depois de um longo relacionamento que se estendeu por vários períodos eleitorais, PT e PMDB se divorciaram no pleito municipal de 2008 e agora ensaiam um novo casamento. Beto Lunitti (PMDB) e Elton Welter (PT) foram candidatos a prefeito, concorreram entre si numa mesma faixa do eleitorado e entenderam que, fragmentada, a oposição não é páreo para ninguém.

Mensagem O registro exclusivo do Viver Toledo mostra o presidente da Faciap, Rainer Zielasko e o deputado estadual Duílio Genari, numa das salas do Castelo do Batel, quando o empresário lia a mensagem com votos de congratulações da Assembleia Legislativa, de autoria do parlamentar toledano, pela sua ascensão á liderança da classe empresarial paranaense. Ferroeste O governador Beto Richa tem se empenhado pessoalmente no assunto e dito que a ampliação da Ferroeste não aconteceu por absoluta falta de interesse do governo paranaense. Em resumo: o povo da região Oeste passou todo o tempo do mandato do ex-governador Roberto Requião engabelado também sobre essa questão. Planos É preocupante a debandada de médicos dos planos de saúde. Em várias cidades do Estado, está ocorrendo o descredenciamento em massa dos profissionais da saúde, que alegam que os valores repassados pelos planos são irrisórios.

Beto Lunitti (PMDB) e Elton Welter (PT)

Noivado O processo de reaproximação das duas siglas projeta um novo casamento que pelo jeito deverá se configurar em 2012. A mais sintomática sinalização da reconciliação entre os dois principais partidos oposicionistas em Toledo foi dada por ocasião de evento regional promovido pelo Partido dos Trabalhadores. Nele, se viu um clima de total camaradagem, com a participação de filiados do PMDB. Pelo que se nota e desde que as vaidades pessoais não sejam colocadas em prática, 2012 antevê um novo tempo para as oposições.

Mensagem “Senhor editor. Brilhante o artigo - aliás, como todos desta fenomenal galeria de articulistas (D. Francisco, Valdir, Mayara, Bruno, Wanderley e outros) que detem o nosso Viver Toledo - “O último playboy de Toledo”, de lavra de nosso estimado Pitágoras da Silva Barros, outra “fera” quando tratamos dos grandes “escribas” da nossa Toledo! Como filho de grande escritor, ainda que autodidata – Oscar Silva -, ratifica com presteza que “filho de peixe, peixinho é. Parabéns. Ingo, com esse porte, realmente se encaixa integralmente no texto criado e escrito pelo grande Pita, que hoje abraça outras searas e, pela sua verve, tenho certeza, será ótimo pastor a conduzir ovelhas desgarradas, ao seu verdadeiro aprisco. Um grande abraço e sucesso ao novel periódico. Edir V. Locatelli – advogado”. Mensagem do PT “O Partido do Trabalhadores - Diretório Municipal de Toledo, vem através deste agradecer a esse importante órgão de comunicação toledano pelas várias divulgações do evento regional do Partido em parceria com o dep. Welter realizado na última sexta feira, que teve a presença de

por Wanderley Graeff | wanderley@vivertoledo.com.br

aproximadamente 400 lideranças da região, bem como da senadora paranaense, a petista Gleisi Hoffmann. A condição de senadora mais votada em Toledo com quase 42 mil votos, remete a nossa senadora uma responsabilidade muito grande com a nossa cidade como ela mesmo afirmou. Neste sentido, e para o bem comum, todos os esforços precisam ser na continuidade desta aproximação, o que foi inteligentemente entendido por esse órgão. Um grande abraço. Valtair Apolinário, presidente do PT de Toledo”. Ponte A senadora Gleisi Hoffmann (PT) assegurou em Toledo, onde participou do evento petista, que está trabalhando com muito ânimo neste início de mandato no Congresso Nacional. “Estou me interando com o Senado para o processo de organização da equipe e quero fazer uma ponte direta com o Paraná, afinal estou em Brasília para defender os interesses dos paranaenses”, disse.

O QUE DISSERAM “O Paraná da perseguição, das bravatas e da inconseqüência ficou no passado”. Beto Richa, governador do Estado, sobre o seu relacionamento com prefeitos de partidos da oposição

“O Rainer é um empresário qualificadíssimo que possui todas as condições para cumprir o papel esperado da federação”. Idem, sobre o novo presidente da Faciap

“O setor produtivo não quer benesses. Queremos igualdade de condições, isonomia competitiva, infraestrutura e gestão pública austera, com metas e resultados, uma máquina pública menor, menos cara e mais eficaz”. Rainer Zielasko, sobre o que a Faciap espera do governo

“A entidade tem uma credibilidade muito forte, com pessoas que se dedicam ao que realizam. Portanto, estou tranqüilo quanto ao andar da entidade. Espero fazer uma boa gestão neste próximo mandato”. Walmor Francisco Lodi, novo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Toledo

D. FRANCISCO BACH Bispo da Diocese de Toledo

VALDIR PAGLIARINI Professor vjpagliarini@yahoo.com.br

O Espírito Santo revela o caminho A oração é pura receptividade à graça de Deus, amor em ato, comunhão Não são raras as vezes em que nos deparamos com sentimentos de percom o Espírito que habita em nós e nos conduz através de Jesus, na Igreja, plexidade diante de certas realidades desagregadoras dos valores do nosao nosso Pai celeste. Na força do seu Espírito, Jesus está sempre presente so tempo. Onde encontrar a via correta? Em quem colocar a nossa confiannos nossos corações, esperando serenamente que nos acomodemos em ça? Não vejo outra saída, a não ser o que a Igreja nos oferece ao proclamar silêncio junto dele para ouvir a sua voz, permanecer no seu amor e receas maravilhas de Deus, convidando todas as nações e povos a abraçar a fé, ber a “força que vem do Alto”, uma força que nos habilita a esperança e a nova vida em Cristo. a ser sal e luz para o mundo. Precisamos que o fogo do amor de Deus desça sobre os Na sua Ascensão, o Senhor ressuscitado disse aos nossos corações e nos encha, a fim de nos unir cada vez seus discípulos: “Sereis minhas testemunhas (... ) até aos mais ao Senhor e à sua Igreja e enviar-nos, como nova geração de apóstolos, a levar o mundo a Cristo. As palavras O poder do espírito confins do mundo” (At 1, 8). A força do Espírito Santo não se limita a iluminar-nos e a consolar-nos; orienta-nos tamde Cristo ressuscitado continuam eficazes: “Recebereis o Santo é o poder de bém para o futuro, para a vinda do Reino de Deus. Que poder do Espírito Santo que virá sobre vós” (At 1,8). Tais Deus. É o poder do palavras são dirigidas a todos aqueles que receberam o mesmo Espírito que magnífica visão de uma humanidade redimida e renovadom da nova vida no Batismo e acolheram o Espírito de pairou sobre as águas da. São Lucas diz-nos que Jesus Cristo é o cumprimento Deus nos seus corações. no princípio da criação de todas as promessas de Deus, o Messias que possui em plenitude o Espírito Santo para comunicá-lo à humaniO poder do espírito Santo é o poder de Deus. É o poder e que, na plenitude dade inteira. A efusão do Espírito de Cristo sobre a humado mesmo Espírito que pairou sobre as águas no princípio da criação e que, na plenitude dos tempos, levantou Je- dos tempos, levantou nidade é um penhor de esperança e de libertação. Esta Jesus da morte. força pode criar um mundo novo, pode “renovar a face da sus da morte. É o poder que nos conduz, a nós e ao nosterra” (cf. Sl 104, 30). so mundo, para a vinda do Reino de Deus. Como fonte da Uma nova geração de cristãos, revigorada pelo Espírito nossa vida nova em Cristo, o Espírito Santo é também, de e inspirada na fé, é chamada a contribuir para a edificamodo profundamente verdadeiro, a alma da Igreja, o amor ção dum mundo onde a vida seja acolhida, respeitada e que nos une ao Senhor e entre nós e a luz que abre os cuidada amorosamente, e não rejeitada nem temida como uma ameaça e nossos olhos para verem as maravilhas da graça de Deus ao nosso redor. consequentemente destruída. Uma nova era em que o amor não seja amA força do Espírito não cessa jamais de encher de vida a Igreja. Através bicioso nem egoísta, mas puro, fiel e sinceramente livre, aberto aos ouda graça dos sacramentos, esta força alimenta o espírito e nos atrai e aprotros, respeitador da sua dignidade, um amor que promova o bem de todos xima cada vez mais da fonte da nossa verdadeira vida, que é Cristo. No ene irradie alegria e beleza. Uma nova era na qual a esperança nos liberte da tanto esta força, a graça do Espírito, não é algo que possamos merecer ou superficialidade, apatia e egoísmo que mortificam as nossas almas e enconquistar; podemos apenas recebê-la como puro dom. O amor de Deus venenam as relações humanas. O Senhor pede-nos que sejamos profetas pode propagar a sua força, somente quando permitimos. Só então nos será deste novo tempo, mensageiros do seu amor, capazes de atrair as pessopossível consentir-lhe que acenda a nossa imaginação e plasme os nossos as para o Pai e construir um futuro de esperança para toda a humanidade. desejos mais profundos. Eis o motivo por que é tão importante a oração.

Do fundo do baú Do “Panelão” do Yara Country Clube nos anos 90, equipe que contava, entre outros com Irineu Flores, Nelson Minosso, Augustinho Clivati, Adroaldo, Ernani Della Costa, Luiz Carlos Balcewicz e Valdir Berticelli; Luiz Carlos Barroso, Mauro “Butim” Maiorki, Neuri Refatti, Toni, Airton Frasson e Edio Sipp.

EXPEDIENTE

Projeto gráfico: Grécia Comunicação - www.grecia.ppg.br

Editora Viver Toledo Ltda. CNPJ 10.995.596/0001-60 Rua Santos Dumont, 4110, Sl 07 – Vila Industrial CEP 85904-450 Toledo - PR Fones: (45) 3054-0444 - 3054-0333 vivertoledo@vivertoledo.com.br

Diretor e Editor Wanderley Graeff wanderley@vivertoledo.com.br Diretor Comercial Alex Donega alex@vivertoledo.com.br

Pedi a Deus Sempre que recebo e-mails tanto, é comum deixarmos de reque se destacam, pelas mensa- alizar uma só ação que nos faça gens, que nos alegram e têm o sentir próximos de Deus. Quanpoder de fazer com que nos sin- tas vezes deixamos o dia passar, tamos com o “coração radiante”, sem pensarmos uma só vez que gosto de compartilhá-las. Eles seja, na bênção que estamos resão como presentes, que nos cebendo. Os dias vêm e vão e a enchem de alegria e ao mesmo grande parte das pessoas, setempo nos mostram que vale a quer percebem que estão sempena continuar no caminho do pre recebendo uma nova oportubem. nidade de ser melhor. Este último, a que me refiro, E Deus, em sua infinita bonnos alerta para darmos o devi- dade, continua a nos falar: Sê do valor às pequenas coisas que como o oásis. Dá tua água aos nos cercam, com sedentos. Quanas quais convivetas pessoas têm mos. E às ações sede! simples, mas fei- A superproteção dos Mas essa sede tas de coração, não cessa com pais em relação aos que a natureza água, nem com nos oferece, dia- filhos é um veneno os prazeres do riamente. Exem- para a educação. As sentido e muiplos vivos da pre- crianças aprendem to menos com sença de Deus o acúmulo de a comportar-se em nossas vidas, bens materiais. em sociedade em todos os moSomente as paao conviver com mentos. lavras de vida outras pessoas, O texto diz aseterna que Ele sim: pedi a Deus principalmente com nos ensinou e os próprios pais. instruções para os exemplos que viver na Terra. E deixou, serão caDeus disse: Sê pazes de saciar como a Lua, que essa sede. Sabemos o brilha na obscuridade, mas submete-se à Luz quão difícil é sermos oásis!... Isto por que, na maioria das maior. Que exemplo simples e belo vezes, o nosso ego fala mais. Só nos é dado por Deus, diariamen- olhamos para nós mesmos e mate! O brilho da Lua deixa a noite tar a sede dos outros implica domenos escura. E mesmo quando ar-se. Então, resta-nos vivermos não a vemos, ela está lá, na noite, que representa a nossa luta como o rio, que caminha e dá cadiária, os sacrifícios que faze- minho. Caminheiros que somos, temos que seguir, ora mansos mos, as dores que suportamos. Ele disse também: Sê como o como um riacho, ora profundos dia, que chega e parte, sem que- e silenciosos, mas sempre com a certeza de que estamos cumrer dar nas vistas. Quantas oportunidades nos prindo nossa missão de rio… Não deixemos nunca de pedir são oferecidas todos os dias… temos sete dias na semana; vinte a Deus, instruções para viver na e quarto horas num dia. E no en- Terra! Gerência Administrativa Luciane Graeff lucianegraeff@hotmail.com Depto Comercial - Vendas Ana Maria Bellocchio

Equipe Karine Graeff Wanderley Graeff Jr. Mayara Martan Bruno Marcos Radunz Diagramação Lídio Ricardo


Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

03

CIDADE >> ASSOCIATIVISMO | NOVO PRESIDENTE QUER AMPLIAR FILIAÇÕES

Comércio

Meta de Lodi é contar com 50% das empresas na Acit

Fundo de Promoções define campanhas de prêmios

A nova diretoria da Acit

Detalhe da reunião que debateu as campanhas promocionais do comércio toledano

A partir de março serão retomadas as promoções das empresas integrantes do Fundo de Promoções, da Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit). As duas primeiras campanhas promocionais são alusivas à Páscoa e ao Dias dtas Mães. De acordo com a diretora de Comércio, Francielle Rezzadori de Souza, o objetivo a cada ano é ampliar as premiações. No ano passado, as empresas do Fundo de Promoções investiram cerca de R$ 200 mil nas campanhas. A primeira ação deste ano terá cunho institucional e será desenvolvida junto às

Integrantes da nova diretoria e conselheiros da gestão 2011-2012

Manter a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) no ritmo de atividades que a consolidou entre as mais destacadas entidades empresariais paranaenses e ampliar de 39% para 50% o índice de empresas filiadas, são alguns dos objetivos do seu novo presidente. O industrial Walmor Francisco Lodi foi eleito em assembleia geral ordinária, terça-feira (1º), sucedendo ao engenheiro civil Eduardo Della Costa. Lodi tem como vice-presidente o empresário Edésio Reichert, da Fial Indústria de Fios. Para Della Costa, presidir a Acit foi uma experiência rica pela qualidade das pessoas envolvidas em sua diretoria.

Sobre Walmor Lodi, resumiu: “foi um vice participativo, desses que todo presidente merece ter.” Lodi estabeleceu como uma das metas de sua gestão alcançar 50% das empresas toledanas filiadas à entidade. Hoje, o índice é de 39%, o que já é muito acima da média nacional. Lodi assegurou que atuará na Acit com o mesmo empenho emprestado ao Sicoob Oeste. Ele assumiu a cooperativa de crédito há seis anos com déficit de R$ 100 mil e cerca de mil cooperados, passando para um movimento de cerca de R$ 100 milhões, 6,6 mil cooperados e valores agregados à comunidade de cerca de R$ 40 milhões.

Premiação para Dia das Mães terá automóvel

Política

Evento do PT dá força a Welter e evidencia união das oposições O Partido dos Trabalhadores realizou evento regional em Toledo na última semana. A senadora Gleisi Hoffmann, prefeitos, vereadores e lideranças da região participaram do evento, incluindo dirigentes de outras siglas. No evento ficou mais evidente a união das oposições toledanas na construção de um projeto para as eleições de 2012. A senadora Gleisi Hoffmann jogou uma ducha de água fria na questão do Aeroporto Regional do Oeste, ao afirmar que o projeto não será prioridade neste ano, uma vez que a União está focando os aeroportos de cidades sedes e sub-sedes para a Copa 2014. “Não gastaríamos nossa energia e tempo por algo que não conseguiríamos”, disse. Sobre o imbróglio envolvendo o mandato de Elton Welter na Assembleia Legislativa, Gleisi disse que “fiquei impactada negativamente com a posição de alguns juízes. Se o juiz quer legislar ele tem que ir pedir voto pro povo, o que não pode é um juiz querer mudar a legislação que está vigorando desde 1940, em que damos o mandato a suplentes de coligação e não de partido”. Ela criticou a posição do presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni, que não teve a firmeza que do presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Maia, que não empossou o suplente de partido e sim manteve o de coligação. A mesma linha de raciocínio seguiu o deputado federal Zeca Dirceu. “No momento das eleições, valem as coligações, e quando há a diplomação, também valem essas coligações, inclusive o Tribunal Regional Eleitoral emitiu um diploma para o Duílio Genari, para o El-

ton Welter e todos os outros suplentes. E aí depois uma pequena ação judicial, faz com que as coligações e as suplências não tenham mais validade. Acho isso uma decisão equivocada da Justiça”, disse. “Nunca tive tanta solidariedade ao meu lado. Não tenho dúvida de que vai permanecer a vontade do eleitor de que quem recebe mais votos é o que exerce o mandato e a ordem de classificação da eleição foi referendada pela Justiça Eleitoral e fui diplomado por isso. Então acredito que em questão de alguns dias voltarei à Assembleia Legislativa, até porque nossos argumentos utilizados junto ao Tribunal de Justiça não foram nem avaliados”, afirmou Elton Welter. Welter salientou que desde o final do processo eleitoral no ano passado assumiu a tarefa de trabalhar intensamente para unificar as oposições da cidade. “Farei de tudo e abdicarei de qualquer vaidade pessoal e espero que as demais lideranças também façam isso. Temos que construir um projeto em conjunto para que a oposição esteja unida e fortalecida, e procurar achar um método adequado para decidir quem encabeçará a chapa”, assegurou. Para o presidente do diretório peemedebista, Beto Lunitti, PMDB e PT se encaminham para uma parceria forte em 2012. “E não estamos construindo ambiente somente para o PT e o PMDB, mas para outros partidos da oposição, fortalecendo uma aliança e promovendo um grande debate no nosso município. Queremos trazer à exposição todas as questões que envolvem uma administração pública, propor tudo o que precisa, ir pro debate e levar isso à opinião pública”.

empresas associadas. “Pretendemos motivar as empresas a homenagear seus clientes, no dia 15 de março, Dia do Consumidor.” Na seqüência virá a campanha Sonho de Páscoa, que pela primeira vez terá sorteio de prêmios e será realizada de 15 de março a 27 de abril. Serão sorteados um televisor 40 polegadas, três computadores, três câmeras fotográficas e cestas de Páscoa aos vendedores. Esta campanha terá a parceria do NossoCard e os clientes que comprarem com o cartão ganharão cupons em dobro.

Evento petista contou com a participação de lideranças de outros partidos

Alento a Welter na véspera do carnaval Na terça-feira, o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ricardo Lewandowski, deu um alento a Welter ao afirmar que suplentes de coligações, e não dos partidos, devem assumir as vagas de deputados licenciados. “Tenho muita tranquilidade em afirmar que a vaga deve ser dada para o suplente das coligações. Embora elas [as coligações] se extinguem ao final das eleições, seus efeitos se projetam no tempo”, afirmou o presidente do TSE.

Denominada “Caminhão da Mamãe”, a promoção alusiva ao Dia das Mães acontecerá no período de 25 de abril a 11 de maio. O sorteio será no dia 18 de maio. Será sorteados um veículo zero quilômetro, dois fogões de quatro bocas, duas geladeiras, três microondas, dois home theater e dois televisores de 32 polegadas. Também haverá prêmios aos vendedores indicados nos cupons sorteados.

Lançado o blog das promotorias da Comarca de Toledo A página eletrônica de informações do Ministério Público da Comarca de Toledo foi lançada na última semana. “O objetivo é aproximar o MP da imprensa e consequentemente da sociedade, uma vez que a imprensa é um grande canal de comunicação democrático”, resumiu o promotor de Giovani Ferri. O trabalho no Ministério Público em Toledo é intenso, contabilizando em 2010 cerca de 10 mil processos, atendimento a quase 2.300 pessoas e realização de aproximadamente 260 reuniões. Cerca de 1.300 inquéritos policiais tramitaram e mais de 600 inquéritos civis envolvendo patrimônio público, saúde pública, meio ambiente, defesa do consumidor, entre outros. Para Giovani Ferri, evidencia-se que com o crescimento demográfico de Toledo, já se faz será necessária uma mobilização da sociedade para reforçar o quadro de promotores. “Hoje somos seis promotores, mas já precisaríamos de mais dois. Isso é decorrente do crescimento vertiginoso de Toledo. E eu sempre digo que à medida que a cidade cresce,

crescem os problemas. Isso vem atrelado ao desenvolvimento”. Para o promotor, o lançamento da página eletrônica vem com o objetivo de mostrar para a sociedade o trabalho que está sendo desenvolvido. “Muitas vezes o cidadão não sabe que um problema que foi resolvido em seu bairro, ou na sua rua, enfim, no seu meio de convívio, teve a ação de um promotor de justiça. E queremos levar nosso trabalho ao público e fazer esse canal de comunicação com a imprensa, reforçando o papel democrático da instituição que é a imprensa”. Para o promotor Sandres Sponholz, o blog é uma maneira de informar a sociedade a respeito das atividades realizadas pelas Promotorias de Justiça, “além de prestar contas do trabalho feito pelo Ministério Publico em Toledo, e também para que as atividades sejam repercutidas na sociedade, para que as pessoas tenham mais consciência em relação aos seus direitos e deveres, pois as atividades do MP são preventivas e repressivas e a sociedade em geral tem o direito de conhecer as maneiras corretas de agir”.


04

Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

BOA MESA Água Doce Cachaçaria: o melhor da comida regional brasileira

Ambiente aconchegante para todas as idades

Penha e Gilberto Marassi

12

Ambiente aconchegante, cardápio irresistível, drinks deliciosos. Esses são alguns atrativos da Água Doce Cachaçaria. O restaurante, que integra uma rede com 90 casas espalhadas por todo o Brasil, serve pratos típicos regionais como escondidinho, bolinho de carne de sol, feijão tropeiro, arroz carreteiro, caldo de feijão, entre outros. O serviço de bar é um dos mais completos da cidade, pois além de cervejas, sucos e refrigerantes, a casa é especialista em coquetéis, com um cardápio de bebidas amplo e variado para atender todos os gostos. A casa abre de terça à sába-

do, a partir das 18h00, com serviço a la carte, e aos domingos ao meio dia. Nas noites de terça-feira, a opção é o buffet da “Família Escondidinho”, com cinco opções do prato: camarão, carne de sol, frango, calabresa e quatro queijos. Na quinta-feira, tem a “Quinta Mineira”, com o melhor da comida típica de Minas Gerais com cerca de 20 pratos quentes e mais 20 tipos de saladas. Aos domingos, na hora do almoço, a Água Doce Cachaçaria serve um completo buffet, com comidas mineiras e outros pratos com peixes, carne suína, filé mignon, etc. SERVIÇO

COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DO OESTE - SICREDI OESTE PR CNPJ n.º 76.059.997/0001-17

Água Doce Cachaçaria Avenida Parigot de Souza, 3377. Fone 3379-1034

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DE DELEGADOS O Presidente da Cooperativa de Crédito Livre Admissão do Oeste – SICREDI Oeste PR, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 14 do Estatuto Social e o art. 9º do Regulamento do Programa Pertencer, convoca os senhores delegados que nesta data somam 34 (trinta e quatro), para se reunirem em ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DE DELEGADOS a ser realizada no dia 18 de março de 2011, às 18:00 (dezoito) horas, no Salão de Inverno do Olinda Park Hotel, localizado na Rodovia PR 182 km 02, na cidade de Toledo, Estado do Paraná, em primeira convocação, com a presença de 2/3 (dois terços) dos delegados; em segunda convocação, às 19:00 (dezenove) horas, com a presença da metade dos delegados mais um, e, em terceira e última convocação, às 20:00 (vinte) horas, com a presença de no mínimo 10 (dez) delegados, para deliberarem sobre a seguinte

Ganhe prêmios incríveis à sua escolha. A cada R$ 25.000,00 em compras, ganhe 10.000 pontos

ORDEM DO DIA Reforma e consolidação do estatuo social Cooperativa, compreendendo os seguintes dispositivos:

Toledo-PR, 02 de março de 2011 Cirio Kunzler Presidente

COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DO OESTE - SICREDI OESTE PR CNPJ n.º 76.059.997/0001-17 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE DELEGADOS O Presidente da Cooperativa de Crédito Livre Admissão do Oeste – SICREDI Oeste PR, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 14 do Estatuto Social e o art. 9º do Regulamento do Programa Pertencer, convoca os senhores delegados que nesta data somam 34 (trinta e quatro), para se reunirem em ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE DELEGADOS a ser realizada no dia 18 de março de 2011, às 18:15 (dezoito e quinze) horas, no Olinda Park Hotel, localizado na Rodovia PR 182 - Km 02, na cidade de Toledo, Estado do Paraná,, em primeira convocação, com a presença de 2/3 (dois terços) dos delegados; em segunda convocação, às 19:15 (dezenove e quinze) horas, com a presença da metade dos delegados mais um, e, em terceira e última convocação, às 20:15 (vinte e quinze) horas, com a presença de no mínimAo 10 (dez) delegados, para deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA 1. Prestação de contas relativas ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2010 compreendendo: a) relatório da gestão; b) balanço dos dois semestres do correspondente exercício; c) demonstrativo das sobras ou perdas; d) parecer do Conselho Fiscal; e) parecer da auditoria.

para trocar por prêmios no Multiplus Fidelidade, inclusive passagens aéreas.* *Promoção válida para compras realizadas de 1 de janeiro a 31 de março/2011. Consulte regulamento completo no site www.todeschinisa.com.br/multiplus.

art. 2º §1º - adequação de redação art. 14, § 2º- substituição do termo “interessados” por “associados”; art. 17, I – adequação de redação; art. 28 § 1º - adequação de redação; art. 35 - caput - retirada do termo anualmente; art. 35 § 3º - alteração do prazo do mandato do Conselho Fiscal; Art. 46 – adequação de redação; Art. 47 – Adequação de redação; Alteração da Sigla SICREDI (maiúsculo) para Sicredi (minúsculo) em todos os artigos que fizerem referência a sigla

Personalize seus ambientes. E deixe a vida acontecer.

2. Destinação das sobras.

www.todeschinisa.com.br/multiplus | 0800 979 0210

3. Eleição dos componentes dos Conselhos Fiscal. 4. Fixação do valor dos honorários, gratificações e benefícios para o Presidente e Vice-Presidente e das cédulas de presenças dos membros dos Conselhos de Administração e Fiscal.

10x com o 1º pagamento para 60 dias

5. Destinação dos recursos advindos do Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social. 6. Outros assuntos de interesse do quadro social (caráter não deliberatório).

Visite uma loja exclusiva e faça um orçamento!

Toledo-PR, 02 de março de 2011

Cirio Kunzler Presidente TOD12579011-Folheto_Multiplus_A5.indd 1

12/13/10 10:40:31 PM


Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

05

EMPRESAS & NEGÓCIOS >> COMÉRCIO | LOJA ATUA EM NICHO DE MERCADO

Recanto do Gaúcho é especializado em produtos tradicionalistas No centro de uma região colonizada em sua grande maioria por gaúchos, Toledo conta com uma empresa especializada em produtos tradicionalistas. O Recanto do Gaúcho é o único empreendimento do gênero na região, contribuindo para que os cidadãos do Oeste do Paraná mantenham acesas as chamas do tradicionalismo com toda a indumentária que é uma marca indelével dessa extraordinária cultura, que coleciona admiradores em todo o território nacional. Os proprietários Beto e Anelise do Prado são gaúchos de Ijuí e se encontram em Toledo já há oito anos. “Toledo é uma cidade com grande número de gaúchos e adeptos à cultura e à tradição gaúcha, como o churrasco e o chimarrão. E a população vem buscar isso em nossa loja, por isso, estamos satisfeitos com o resultado”, comenta Anelise. Participando ativamente das manifestações culturais

da região, o Recanto do Gaúcho tem marcado presença nos rodeios artísticos. “Recentemente o pessoal de Toledo conquistou o título nacional no rodeio em Triunfo. Estamos acompanhando os eventos na região, participaremos da Feira Shopping esse ano. Estamos aumentando nossas fronteiras para atender ao público de regiões onde não tem lojas desse gênero”, diz a proprietária. Produtos “Nós até brincamos que em nossa loja, o gaúcho não fica sem assistência, pois tudo o que precisa ele tem”, acrescenta. Segundo ela, “estamos sempre melhorando a nossa oferta de produtos, buscando o que o cliente pede, . Estamos sempre trazendo novidades e ainda temos sempre disponíveis os itens tradicionais, como o chinelo, a alpargata, a guaiaca, a bombacha, a bota, o chapéu, o lenço. Temos ainda uma linha completa de mateiras, que é

A loja disponibiliza produtos para qualquer ocasião, de forma que o Recanto do Gaúcho já está se tornando uma referência em presentes masculinos. “É um presente difícil de encontrar, uma vez que o homem tem uma particularidade no gosto. Aqui temos várias opções para presentes, como placas para quiosques e churrasqueiras, aventais para churrasco, espetos, porta-espetos, facas, gamelas, kits completos para churrasco”, acrescenta Anelise. Ela convida o leitor para uma

visita ao estabelecimento, onde sempre tem chimarrão à disposição. “Se não tiver chimarrão, o cliente pode colocar um cadeado na porta”, brinca. “Trabalhamos com uma erva especial, vinda do Rio Grande do Sul, de uma marca que não é encontrada nos supermercados”, completa. O Recanto do Gaúcho apresenta ainda uma novidade, disponibilizando CD’s e DVD’s dos maiores cantores do Rio Grande do Sul. São excelentes títulos à disposição dos adeptos.

Loja tem localização privilegiada, na Barão do Rio Branco, principal via comercial da cidade

uma peça de couro artesanal, térmicas revestidas em couro, cuias coquinho, que é uma cuia diferenciada e porta erva. Enfim, todo o necessário para montar a mateira que é o kit de chimarrão que o pessoal carrega no ombro. Além disso, dispomos de bombas de chimarrão

e tererê especiais, que são bastante higiênicas”.

SERVIÇO Recanto do Gaúcho Artigos gauchescos Rua Barão do Rio Branco, 1625 Fone (45) 3278-1115

Recanto do Gaúcho é loja especializada em produtos do vestuário tradicionalista

Jan/2011

Anelise Weich do Prado e Graciele do Prado: atendimento cortês é marca do empreendimento

Loja é referência em presentes masculinos

Conte com o crédito do Sicredi para não aposentar os seus planos.

Créditoresponsável responsável Pessoal • • • •

Até 48x para pagar; Parcelas debitadas automaticamente, podendo variar de acordo com o benefício da aposentadoria; Simples e rápido, na medida de suas necessidades; Toda a força e tranquilidade para quem quer continuar crescendo.

Consulte o seu gerente e informe-se sobre a disponibilidade e os prazos das melhores opções de crédito para você. Use essa força a seu favor. A disponibilidade está condicionada à análise de crédito ao associado. SAC Sicredi - 0800 724 7220 / Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria Sicredi - 0800 646 2519.

sicredi.com.br


06

Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

EDITAIS DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA PELO MÉTODO INDIRETO Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR CNPJ/MF nº 76.059.997/0001-17

Resultado do exercício Ajustado Resultado do exercício Ajustes ao resultado do exercício Provisão para operações de crédito Depreciações e amortizações Baixas do ativo diferido, imobilizado e intangível (Reversão) Provisão para passivos contingentes Apropriação com projetos tecnológicos Resultado da equivalência patrimonial e incremento Absorção de dispêndios pelo FATES Variação de Ativos e Passivos (Aumento) Redução em direitos junto a participantes de sistemas de liquidação (Aumento) Redução em créditos vinculados (Aumento) Redução em operações de crédito (Aumento) Redução em outros créditos e outros valores e bens (Redução) Aumento em outras obrigações ATIVIDADES OPERACIONAIS - Caixa Líquido Proveniente/ (Aplicado) (Aumento) Redução em aplicações interfinanceiras de liquidez (Aumento) Redução em títulos e valores mobiliários Aquisição de Investimentos Aquisição de Imobilizado de Uso Aplicações no Intangível ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS - Caixa Líquido Proveniente/ (Aplicado) Aumento (Redução) em depósitos Aumento (Redução) em relações interfinanceiras passivas Aumento (Redução) em relações interdependências passivas Aumento (Redução) em obrigações por empréstimos e repasses Integralização de capital Baixa de capital Juros ao Capital Próprio Destinações ao FATES Distribuição de Sobras ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS - Caixa Líquido Proveniente/ (Aplicado)

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Ao findarmos mais um exercício social queremos prestar contas aos Senhores Associados dos resultados obtidos, bem como das atividades e ações desenvolvidas no exercício de 2010 na Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR. 1. Situação Econômico-Financeira e Patrimonial Seguindo os principais balizadores do cooperativismo, em especial a “transparência na gestão”, esclarecemos aos nossos associados a situação econômico-financeira e patrimonial da Cooperativa, onde buscamos voltar o nosso trabalho para o crescimento e expansão.

2. Gerenciamento de Riscos O Sistema SICREDI considera o gerenciamento de riscos prioritário na condução de suas atividades e negócios, adotando práticas em absoluta consonância com os preceitos do Acordo de Basiléia II. Dessa maneira, possui uma diretoria especializada nesse gerenciamento – a Diretoria de Economia e Riscos do Banco Cooperativo SICREDI. Entre os principais riscos gerenciados pela instituição, destacam-se o operacional e o de mercado, cujas estruturas são apresentadas a seguir.

01/07 a 31/12/2010 2.939 303 2.636 2.089 209 84 254 2.530 1.509 (139) (906) (1.261) 3.327 5.469 695 (10) (47) (467) 171 11.372 (4.508) 235 1.057 1.435 (498) (50) 9.043

01/01 a 31/12/2010 6.057 1.003 5.054 4.109 470 508 (15) 142 (71) (89) (1.626) (7) 31 (1.216) (2.346) 1.912 4.431 777 (866) (382) (467) (938) 17.933 (258) 235 (2.794) 2.982 (762) (50) (713) 16.573

14.683 25.761 40.444

20.066 20.378 40.444

AUMENTO/DIMINUIÇÃO LÍQUIDA DE CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA Caixa e equivalente de caixa no início do período Caixa e equivalente de caixa no fim do período

I - Risco Operacional A gestão do risco operacional consiste no processo de identificação, avaliação, monitoramento e controle dos riscos causados por falhas em processos, pessoas, tecnologia e fatores externos ligados às três primeiras origens. É uma atividade regulamentada pela Resolução CMN 3.380/2006. A estrutura sistêmica responsável por esse gerenciamento é a área de Risco Operacional do Banco Cooperativo SICREDI, que elabora as políticas e diretrizes aplicadas e seguidas por todas entidades filiadas ao SICREDI – Centrais, Cooperativas Singulares, Empresas Ligadas e Banco.

01/01 a 31/12/2009 7.732 2.455 5.277 3.392 397 1.286 (49) 648 (222) (175) (2.791) 14 (149) (3.190) (1.114) 1.648 4.941 2.691 (1.483) (306) (16) 886 (2.295) (3.807) (54) 3.370 3.152 (799) (673) (89) (332) (1.527) 4.300 16.078 20.378 valores em milhares de Reais

As notas explicativas são parte integrante das Demonstrações Contábeis

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO

O relatório anual de risco operacional da Cooperativa foi gerado em dezembro de 2010, tendo sido avaliado e homologado pelo Conselho de Administração de cada entidade. A partir de então, as estratégias de tratamento e mitigação de riscos são controladas pela Gerência de Risco Operacional do Banco Cooperativo SICREDI.

Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR CNPJ/MF nº 76.059.997/0001-17

II - Risco de Mercado A gestão dos riscos de mercado consiste no processo de identificação, avaliação, monitoramento e controle, conduzidos através da adoção de limites consistentes com as estratégias de negócios, de políticas e processos de gestão e de metodologias voltadas a sua administração e à alocação de capital econômico compatível. A atividade de gerenciamento dos riscos de mercado é regulamentada pela Resolução CMN 3.464/2007. A estrutura sistêmica responsável por este gerenciamento é a área de Análise Econômica e Riscos de Mercado do Banco Cooperativo SICREDI S.A.. A referida área elabora as políticas e diretrizes aplicadas a todas as entidades filiadas ao Sistema SICREDI - Centrais, Cooperativas Singulares, Empresas Ligadas e Banco.

SALDOS EM 1º DE JANEIRO DE 2009 Distribuição de sobras Integralizações de capital Baixas de capital Realização de reservas Resultado do exercício social Destinação ao FATES - Estatutária Destinação para reserva legal Juros ao capital próprio (-) Imposto de renda sobre juros ao capital próprio SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009

10.637 331 2.148 (799) 673 (101) 12.889

RESERVAS DE SOBRAS Legal 3.302 40 980 4.322

SALDOS EM 1º DE JANEIRO DE 2010 Distribuição de sobras Integralizações de capital Baixas de capital Resultado do exercício social Destinação ao FATES - Estatutária Destinação para reserva legal SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010

12.889 710 2.272 (762) 15.109

4.322 552 4.874

DESCRIÇÃO

III - Risco de Crédito A gestão do risco de crédito consiste no processo de identificação, avaliação, monitoramento e controle dos riscos decorrentes das operações de crédito realizadas pelas instituições financeiras. No Sicredi o gerenciamento do Risco de Crédito é realizado por uma estrutura centralizada e pelas áreas e colegiados locais.

CAPITAL SOCIAL

SOBRAS ACUMULADAS 332 (332) 2.455 (89) (980) (673) 713

TOTAL 14.271 (1) 2.148 (799) 40 2.455 (89) (101) 17.924

713 17.924 (713) (3) 2.272 (762) 1.003 1.003 (50) (50) (552) 401 20.384 valores em milhares de Reais

As notas explicativas são parte integrante das Demonstrações Contábeis

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 NOTA 01 – CONTEXTO OPERACIONAL A Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR, é uma cooperativa de crédito singular, filiada à Cooperativa Central de Crédito do Paraná - Central Sicredi PR. Instituição financeira não bancária, autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil, que iniciou as suas atividades em 30/08/1981 e tem por objetivos principais: i) Desenvolver programas de poupança, de uso adequado do crédito e de prestação de serviços, praticando todas as operações ativas, passivas e acessórias próprias de cooperativas de crédito; ii) Prestar, através da mutualidade, a assistência financeira aos associados em suas atividades específicas; iii) Atuar na formação educacional de seus associados, no sentido de fomentar o cooperativismo. A execução das atividades obedece ao disposto na legislação pertinente, assim como aos atos regulamentares oficiais, ao estatuto social, e às normas internas do Sicredi. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2010

NOTA 02 – APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR CNPJ/MF nº 76.059.997/0001-17

2010

ATIVO

2009

2010

PASSIVO

DESCRIÇÃO DAS CONTAS

As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, considerando as Normas Brasileiras de Contabilidade, especificamente aquelas aplicáveis às entidades cooperativas, as disposições das Leis nº 4.595/1964 e nº 5.764/1971, e as normas e instruções do Conselho Monetário Nacional e Banco Central do Brasil, apresentadas conforme o Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional – COSIF.

2009

DESCRIÇÃO DAS CONTAS

CIRCULANTE DISPONIBILIDADES (NOTA 17) TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS E INSTRUMENTOS FINANCEIROS DERIVATIVOS Carteira Própria (Provisões para Desvalorizações)

96.398

80.355

1.415

1.155

CIRCULANTE

94.359

77.603

DEPÓSITOS Depósitos à Vista

68.013 19.683

50.080 14.853

-

777

-

1.000 (223)

RELAÇÕES INTERFINANCEIRAS Pagamentos e Recebimentos a Liquidar Depósitos no Banco Central Créditos Vinculados Centralização Financeira - Cooperativas (NOTA 17)

39.178 10 117 22 39.029

19.395 2 170 19.223

RELAÇÕES INTERFINANCEIRAS Repasses Interfinanceiros (NOTA 09)

OPERAÇÕES DE CRÉDITO (NOTA 04) Operações de Crédito (Provisão para Operações de Crédito de Liquidação Duvidosa)

51.342 54.240 (2.898)

57.095 59.951 (2.856)

OUTROS CRÉDITOS Rendas a Receber Diversos (NOTA 05) (Provisão para Outros Créditos de Liquidação Duvidosa)

2.235 1.265 1.399 (429)

1.318 364 1.115 (161)

OUTROS VALORES E BENS Outros Valores e Bens (NOTA 06) (Provisões para Desvalorizações) Despesas Antecipadas (NOTA 07)

2.228 2.289 (167) 106

615 664 (191) 142

19.901

16.560

NÃO CIRCULANTE REALIZÁVEL A LONGO PRAZO OPERAÇÕES DE CRÉDITO (NOTA 04) Operações de Crédito (Provisão para Operações de Crédito de Liquidação Duvidosa) OUTROS CRÉDITOS Diversos (NOTA 05) (Provisão para Outros Créditos de Liquidação Duvidosa) PERMANENTE INVESTIMENTOS (NOTA 08a) Outros Investimentos IMOBILIZADO DE USO ( NOTA 08b) Imóveis de Uso Outras Imobilizações de Uso (Depreciações Acumuladas) INTANGÍVEL (NOTA 08c) Outros Ativos Intangíveis

TOTAL DO ATIVO

14.163

11.628

12.929 15.395

10.010 12.044

(2.466)

(2.034)

1.234 1.235 (1)

1.618 1.619 (1)

Depósitos Interfinanceiros

159

-

46.666 1.505

35.182 45

19.077 19.077

19.840 19.840

235 235

-

OBRIGAÇÕES POR EMPRÉSTIMO (NOTA 10) Empréstimos no País - Outras Instituições

1.646 1.646

4.103 4.103

OUTRAS OBRIGAÇÕES Cobrança e Arrecadação de Tributos e Assemelhados Sociais e Estatutárias Fiscais e Previdenciárias Diversas (NOTA 11)

5.388 29 540 307 4.512

3.580 15 602 298 2.665

Depósitos a Prazo Outros Depósitos

RELAÇÕES INTERDEPENDÊNCIAS Recursos em Trânsito de Terceiros

Os pronunciamentos emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), que não foram aprovados pelo Banco Central do Brasil até 31 de dezembro de 2010, não foram considerados na preparação das demonstrações contábeis. A Demonstração do Fluxo de Caixa está sendo elaborada de acordo com o CPC 03, sendo assim foi efetuada a reclassificação dos grupos de Aplicações Interfinanceiras de Liquidez, Títulos e Valores Mobiliários que no semestre anterior estavam classificados em Atividades Operacionais passando a ser classificados no grupo de Atividades de Investimento. Na mesma forma ocorreu para os grupos de Depósitos, Relações Interfinanceiras Passivas, Obrigações por Empréstimos e Repasses sendo transferidos do grupo de Atividades Operacionais para Atividades de Financiamentos. Esta reclassificação não altera valores dos grupos de contas contábeis, apenas os sub totais dos grupos de Atividades Operacionais, Investimentos e Financiamentos.

NOTA 03 – RESUMO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS a) Apuração do resultado Os ingressos e os dispêndios, assim como as receitas e as despesas, são registradas mensalmente de acordo com o regime de competência, que estabelece que os ingressos e os dispêndios e as receitas e despesas devam ser incluídas na apuração dos resultados dos períodos em que ocorrerem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente de recebimento ou pagamento, alocados de forma proporcional de acordo com os montantes do ingresso bruto de ato cooperativo e da receita bruta de ato não-cooperativo, quando não identificados com cada atividade. b) Operações ativas e passivas

NÃO CIRCULANTE

1.556

EXIGÍVEL À LONGO PRAZO RELAÇÕES INTERFINANCEIRAS Repasses Interfinanceiros (NOTA 09) OBRIGAÇÕES POR EMPRÉSTIMO (NOTA 10) Empréstimos no País - Outras Instituições

1.388

1.556

1.388

1.556 1.556

1.051 1.051

-

337 337

5.738

4.932

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

20.384

17.924

3.873 3.873

3.171 3.171

1.398 12 3.237 (1.851)

1.761 12 3.349 (1.600)

CAPITAL SOCIAL (NOTA 14) De Domiciliados no País (Capital a Realizar) RESERVAS DE LUCROS SOBRAS OU PERDAS ACUMULADAS

15.109 15.462 (353) 4.874 401

12.889 13.260 (371) 4.322 713

467 467

-

116.299

96.915

As operações ativas e passivas com encargos pré e pós-fixados são registradas pelo valor principal, com acréscimo dos respectivos encargos incorridos, inclusive atualização monetária, observada a periodicidade da capitalização contratual. c) Operações de crédito e Provisão para créditos de liquidação duvidosa As operações de crédito são demonstradas ao custo acrescido dos rendimentos auferidos. A atualização das operações de crédito vencidas em até 60 dias é contabilizada em receitas de operações de crédito, e a partir do 61º dia, em rendas a apropriar. As operações classificadas como nível “H” permanecem nessa classificação por seis meses, quando então são transferidas para prejuízo contra a provisão existente e controladas, por cinco anos, em contas de compensação, não mais figurando no balanço patrimonial.

A provisão para perdas com operações de crédito é fundamentada na análise das operações e leva em consideração a conjuntura econômica, a experiência passada, os riscos específicos e globais das carteiras, considerando os critérios de provisionamento, definidos pelo BACEN nas Resoluções CMN 2.682/1999 e 2.697/2000. d) Permanente Os investimentos estão demonstrados ao custo de aquisição.

TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO

116.299

96.915

O imobilizado de uso está demonstrado ao custo de aquisição corrigido monetariamente até 31 de dezembro de 1995. A depreciação do imobilizado de uso é computada pelo método linear, com base nas taxas anuais mencionadas na Nota 8, item “b”, que levam em consideração a vida útil-econômica dos bens.

valores em milhares de Reais As notas explicativas são parte integrante das Demonstrações Contábeis

O Intangível está representado por investimentos em tecnologia para desenvolvimento de softwares que já estão em uso pela cooperativa, bem como investimentos para aquisições de imobilizado na Confederação, sendo amortizado conforme os critérios e na mesma proporção utilizada pela Confederação. e) Demais ativos circulantes e não circulantes realizáveis a longo prazo

DEMONSTRAÇÃO DE SOBRAS OU PERDAS

Demonstrados pelos valores de realização, incluindo, quando aplicável, os rendimentos e as variações monetárias “pro rata” dia incorridos e as variações cambiais, deduzidos das correspondentes provisões para perdas ou ajuste ao valor de mercado e rendas a apropriar.

Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR CNPJ/MF nº 76.059.997/0001-17

DESCRIÇÃO DAS CONTAS INGRESSOS E RECEITAS DA INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA Operações de Crédito Resultado de Operações com Títulos e Valores Mobiliários Resultado das Aplicações Compulsórias DISPÊNDIOS E DESPESAS DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA Operações de Captação no Mercado Operações de Empréstimos e Repasses Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa RESULTADO BRUTO DA INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA OUTROS INGRESSOS E RECEITAS/DISPÊNDIOS E DESPESAS OPERACIONAIS Ingressos e Receitas de Prestação de Serviços Rendas de Tarifas Bancárias Dispêndios e Despesas de Pessoal Outros Dispêndios e Despesas Administrativas Dispêndios e Despesas Tributárias Resultado de Participações em Coligadas e Controladas Outros Ingressos e Receitas Operacionais - Nota 15 Outros Dispêndios e Despesas Operacionais RESULTADO OPERACIONAL

ATO COOPERATIVO

2º semestre 2010 ATO NÃO COOPERATIVO

Exercício findo em 31 de dezembro de 2010 ATO NÃO TOTAL ATO COOPERATIVO COOPERATIVO

TOTAL

Exercício findo em 31 de dezembro de 2009 ATO NÃO ATO COOPERATIVO TOTAL COOPERATIVO

8.406 8.300 103 3

1 (1) -

8.406 8.301 102 3

16.870 16.837 27 6

(3) 4 (7) -

16.867 16.841 20 6

16.989 16.412 573 4

11 13 (2) -

17.000 16.425 571 4

(4.814) (2.085) (640) (2.089)

(32) (32) -

(4.846) (2.085) (672) (2.089)

(9.290) (3.641) (1.540) (4.109)

(93) (9) (84) -

(9.383) (3.650) (1.624) (4.109)

(8.582) (3.474) (1.458) (3.650)

(92) (16) (73) (3)

(8.674) (3.490) (1.531) (3.653)

3.592

(32)

3.560

7.580

(96)

7.484

8.407

(81)

8.326

(3.590) 959 594 (2.459) (2.619) (9) 2.359 (2.415)

543 862 (113) (247) (68) 164 (55)

(3.047) 1.821 594 (2.572) (2.866) (77) 2.523 (2.470)

(7.152) 1.726 1.187 (4.261) (5.342) (23) 3.970 (4.409)

1.021 1.611 (216) (540) (107) 71 358 (156)

(6.131) 3.337 1.187 (4.477) (5.882) (130) 71 4.328 (4.565)

(6.550) 953 1.621 (3.684) (6.785) (17) 5.642 (4.280)

776 1.431 1 (193) (604) (124) 222 233 (190)

(5.774) 2.384 1.622 (3.877) (7.389) (141) 222 5.875 (4.470) 2.552

2

511

513

428

925

1.353

1.857

695

RESULTADO NÃO OPERACIONAL

(29)

(1)

(30)

(71)

(36)

(107)

55

(50)

5

RESULTADO ANTES DA TRIBUTAÇÃO SOBRE LUCRO

(27)

510

483

357

889

1.246

1.912

645

2.557

-

(180) (108) (72)

(180) (108) (72)

-

(243) (143) (100)

(243) (143) (100)

-

(102) (56) (46)

(102) (56) (46) 2.455

IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL Provisão para Imposto de Renda Provisão para Contribuição Social SOBRAS OU PERDAS DO EXERCÍCIO SOCIAL

(27)

330

303

357

646

1.003

1.912

543

RESULTADO DE PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS

330

(330)

-

646

(646)

-

543

(543)

-

SOBRAS OU PERDAS DO EXERCÍCIO SOCIAL

303

-

303

1.003

-

1.003

2.455

-

2.455

DESTINAÇÕES Juros sobre o Capital Próprio Fates Reserva Legal - Estatutária

-

-

-

602 50 552

-

602 50 552

1.742 673 89 980

-

1.742 673 89 980

SOBRAS OU PERDAS A DISPOSIÇÃO DA AGO

-

-

-

401

-

401

713

-

713

valores em milhares de Reais As notas explicativas são parte integrante das Demonstrações Contábeis


Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

07

EDITAIS

Submetida na execução de suas atividades apuradas conforme a legislação correspondente a cada risco

PARECER DO CONSELHO FISCAL PARECER DO CONSELHO FISCAL

Toledo / PR, 11 de fevereiro de 2011.

Na qualidade de membros do Conselho Fiscal da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR e no exercício das atribuições legais e estatutárias, examinamos o Relatório da Administração as Demonstrações Contábeis Toledoe/ PR, 11 de fevereiro de 2011. compreendendo: Balanço Patrimonial, Demonstração de Sobras ou Perdas, Demonstração das Mutações do Patrimônio Demonstração dodo Fluxo de Caixa, Notas Explicativas e demais e odo Respectivo Parecer dos Auditores PARECER DO CONSELHO FISCAL NaLíquido, qualidade de membros Conselho Fiscal da Cooperativa de Créditodemonstrativos, de Livre Admissão Oeste - Sicredi Oeste PR e no Independentes, documentos estes relativos ao exercício socialofindo em 31da deAdministração dezembro de 2010. exercício das atribuições legais e estatutárias, examinamos Relatório e as Demonstrações Contábeis

PARECER DO CONSELHO FISCAL

compreendendo: Balanço Patrimonial, Demonstração de Sobras ou Perdas, Demonstração das Mutações do de Patrimônio Com base nos nossos exames e no Parecer da Auditoria Independente, emitido pela Confederação Nacional Auditoria / PR, 11 deassociados. fevereiro de 2011. Líquido, Demonstração do Fluxo de Caixa, e demais demonstrativos, Respectivo Parecer dos Auditores Cooperativa (CNAC), somos da opinião de Notas que asExplicativas mencionadas demonstrações merecemeToledo ao aprovação dos Independentes, documentos estes relativos ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2010. Toledo / PR, 11 de fevereiro de 2011. Na qualidade membros do Conselho Fiscalda da Auditoria Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Nacional Sicredi Oeste PR e no Atenciosamente, Com base nosdenossos exames e no Parecer Independente, emitido pela Confederação de Auditoria exercício das(CNAC), atribuições legais e estatutárias, examinamos o Relatório da merecem Administração e as Demonstrações Contábeis Cooperativa somos da opinião de que as mencionadas demonstrações a aprovação dos associados. Na qualidade de membros do Conselho Fiscal da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR e no compreendendo: Balanço Patrimonial, Demonstração de Sobras ou Perdas, Demonstração das Mutações do Patrimônio exercício das atribuições legais e estatutárias, examinamos o Relatório da Administração e as Demonstrações Contábeis Líquido, Demonstração do Fluxo de Caixa, Notas Explicativas e demais demonstrativos, e o Respectivo Parecer dos Auditores compreendendo: Atenciosamente, Balanço Patrimonial, Demonstração de Sobras ou Perdas, Demonstração das Mutações do Patrimônio Independentes, documentos estes relativos ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2010. Líquido, Demonstração do Fluxo de Caixa, Notas Explicativas e demais demonstrativos, e o Respectivo Parecer dos Auditores Com base nos documentos nossos exames e relativos no Parecer da Auditoria peladeConfederação Nacional de Auditoria Independentes, estes ao exercício socialIndependente, findo em 31 deemitido dezembro 2010. Cooperativa (CNAC), somos da opinião de que as mencionadas demonstrações merecem a aprovação dos associados. Com base nos nossos exames e no Parecer da Auditoria Independente, emitido pela Confederação Nacional de Auditoria Cooperativa (CNAC), somos da opinião de que as mencionadas demonstrações merecem a aprovação dos associados. Nelson Otavio Minozzo Atenciosamente, Conselheiro Atenciosamente, Nelson Otavio Minozzo Conselheiro

Delvo Baldin Conselheiro Delvo Baldin Conselheiro

Nelson Otavio Minozzo Conselheiro Nelson Otavio Minozzo Conselheiro

Orlandino Mariussi Conselheiro Orlandino Mariussi Conselheiro

RELATÓRIO DE AUDITORIA SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

Ao Conselho de Administração, Administração e Cooperados da Delvo Baldin Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR Orlandino Mariussi Conselheiro Conselheiro Toledo - PR Delvo Baldin Orlandino Mariussi Conselheiro Conselheiro Prezados Senhores: Examinamos as demonstrações contábeis da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste Sicredi Oeste PR, que compreendem o balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2010 e as respectivas demonstrações de sobras ou perdas, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas. Responsabilidade da administração sobre as demonstrações contábeis A administração da Cooperativa é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração de demonstrações contábeis livres de distorção relevante, independentemente se causada por fraude ou erro. Responsabilidade dos auditores independentes Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante. Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis da Cooperativa para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles internos da Cooperativa. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinião. Opinião Em nossa opinião, as demonstrações contábeis acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Oeste - Sicredi Oeste PR em 31 de dezembro de 2010, o desempenho de suas operações e os seus fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, aplicáveis às instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. Porto Alegre (RS), 11 de fevereiro de 2011.

Julçara Analice dos Santos Pereyra Contadora - CRC- RS 36908/O-5 S - PR CNAI 1987


08

Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

SOCIAL

Cine Panambi (45) 3378-4774 PROGRAMAÇÃO DE 04/03 a 10/03/2011

L´Marca: bom gosto e elegância em moda maior

RANGO (ESTREIA NACIONAL) Do mesmo Diretor de Piratas do Caribe Ação, Aventura, Animação.Dublado. Classificação livre. Diariamente: 15h30 e 19h30 CAÇA ÀS BRUXAS Aventura, Drama,

Fantasia. Classificação indicativa 12 anos. Sessões: Diariamente: 21h30 ZÉ COLMEIA O FILME Animação, Comédia, Família. Dublado. Classificação indicativa Livre. Sessões: Diariamente: 16h00 e 19h40 O TURISTA Ação, Drama, Suspense. Classificação indicativa 12 anos. Sessões: Diariamente: 21h20

A loja L´Marca, no Shopping Panambi, é o endereço certo para as mulheres que primam por bom gosto e qualidade em se tratando de moda maior. Só na L´Marca é possível encontrar roupas em tamanhos especiais com qualidade, conforto e elegância no tamanho certo. São blusas, camisões, leggings, calças, bermudas e vestidos das linhas esporte, esporte fino e festa, além de acessórios. “Trabalhamos com roupas de qualidade para oferecer moda, beleza, conforto e elegância para as pessoas que necessitam usar moda maior e ao mesmo tempo não abrem mão do bom gosto. Na nossa loja, os modelos do padrão normal também podem ser encontrados em tamanhos maiores, que vão do 42 ao 56”, explica a empresária Carmelita Rohden, que está à frente da L´Marca desde o ano 2000.

Officium: novidades em moda masculina e feminina As mais destacadas novidades em moda jovem masculina e feminina podem ser encontradas na Officium, no Shopping Panambi. A loja é ponto certo para quem procura moda atual, com qualidade, bons preços e prazos de

pagamentos. A Officium também tem acessórios, como bolsa, cintos, carteiras, bonés e bijuterias.

SERVIÇO Officium Moda masculina e feminina Shopping Panambi Fone (45) 3378-4133

Loja Centro (45) 3277-1012 Loja Shopping Panambi (45) 3055-2012

www.voelumiar.com.br


Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

SOCIAL

“Há pessoas que buscam a felicidade longe quando ela está tão perto.” (J. Maran)

ALEX DONEGA

Douglas Buettner, Fernando Zilch, Deborah Frasson, Angela Sartori, Andressa Ritter, Calixto Kuhn e Wanderlei Hoffmann ambos Agência PROPGRÉCIA em ritmo de festa devido a fusão das agências Prop e Grécia.

Bom ano Promotores de Justiça no lançamento do blog das promotorias: Andréia Cristina Bagatin, Ildemar Moreira da Cruz, Giovani Ferri, Kátia Kruger e Sandres Sponholz

Empresários Gilberto Marassi e Beto Niedermeyer, deputado Élio Rusch e chefe da Regional de Saúde, Dieter Seyboth, na Rádio Guaçu

Investimentos Para este ano a Primato planeja a implantação do Primato Restaurante e Cafeteria, modernização das unidades agropecuárias e abertura de novas. Alem disso, pretende implantar a segunda linha de produção da indústria de rações, implantação de unidade própria de recebimento de cereais, ampliação do Primato Supermercado e arrendamento de lojas.

09

A Primato realizou no dia 19 de fevereiro sua Assembléia Geral Ordinária no auditório La Salle. A cooperativa fechou o ano de 2010 com 11,5% de participação acionária na Central Frimesa, alcançou a marca de 100 milhões de vendas e um resultado de 2,3 milhões. A cooperativa fecha seu ano com 2.023 cooperados, atuando comercialmente em mais de trinta municípios no estado do Paraná.

alex@vivertoledo.com.br


10

Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

GERAL >> COOPERATIVISMO I R$ 100 MI EM VENDAS E 11,5% DA FRIMESA

FATOS EM FOTOS Primato fecha ano com sobras e projeta vários investimentos em 2011 Faciap

Da Assessoria A Primato fechou o ano de 2010 com alcançou a marca de mais de R$ 100 milhões em vendas, resultado de R$ 2,3 milhões e 11,5% de participação acionária na Central Frimesa. Os dados foram apresentados na Assembléia Geral Ordinária, realizada no dia 19 de fevereiro no Auditório La Salle, em Toledo, contando com a participação de 215 cooperados, num total de 365 convidados presentes. As sobras de 2010 foram integralizadas na conta capital dos associados, em partes diretamente proporcionais à produção comercializada, à aquisição de mercadorias, produtos e serviços efetuados no exercício. Na assembleia foi realizada a prestação de contas relativa ao exercício de 2010, que compreendeu o relatório da ges-

Ilmo Welter, diretor presidente da Primato: bom 2010 e perspectivas positivas para 2011

tão, demonstrações contábeis, parecer do Conselho Fiscal, parecer da Auditoria Independente, campanhas e eventos realizados em 2010. Ainda, foram eleitos para o pleito de 2011 os conselheiros fiscais titulares: Clarindo Mazzarollo, Leoni Heck Frantz Arnold e Nelson Otávio Minozzo; e como suplentes, Elai-

ne Decker Lawich, Inês Maria Kunz Kuhn e Milton Dionízio Wendpap. Agradecimento Segundo o diretor presidente da Primato, Ilmo Werle Welter, “o apoio, a confiança e trabalho de todos os cooperados, clientes, colaboradores, fornecedores, imprensa e instituições financeiras, fez com que todos desafios fossem superados. Todas as atividades atualmente estão positivas. Criar relações de consumo todo dia mais inteligentes é a missão da Primato. Queremos que os nossos cooperados e clientes sintam prazer em negociar com a Primato. Obrigado por serem os fatores e a origem do sucesso da nossa Primato Cooperativa Agroindustrial”. Atividades Seguindo o plano de atividades de 2010, a Primato inaugurou seu primeiro supermercado, um novo ramo de atividade para a cooperati-

va, e reinaugurou a unidades agropecuárias de Guaraniaçu e São Pedro, esta remodelada com o novo sistema de auto-atendimento, nova estrutura e novo mix de produtos. Para encerrar o ano, em dezembro de 2010, a Primato ainda distribuiu um total de R$ 100.000,00 aos seus cooperados no Programa Fidelidade. Planejamento 2011 A cooperativa fecha seu ano com 2.023 cooperados, atuando comercialmente em mais de trinta municípios no estado do Paraná. Para 2011 a Primato planeja a implantação do Primato Restaurante e Cafeteria, modernização das unidades agropecuárias e abertura de novas unidades, início da segunda linha de produção da indústria de rações, implantação de unidade própria de recebimento de cereais, ampliação do Primato Supermercado e arrendamento de lojas.

A imprensa de Toledo deu um show de cobertura da posse da nova diretoria da Federação das Associações Comerciais e Empresarias do Estado do Paraná. O diretor-geral do Viver Toledo, Wanderley Graeff, cobriu para o jornal e para a Rádio Guaçu, com transmissão ao vivo. Confira nas fotos:

Ministro Paulo Bernardo anunciando que governo federal apoia projeto da Ferroeste até o Mato Grosso do Sul.

Acit inaugura novo espaço de treinamento A Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit) inaugurou uma nova sala de treinamentos no piso térreo do Edifício Centro Comercial Comunitário de Toledo (CCCT), onde funciona a sede da entidade. A sala conta com miniauditório, com capacidade para 45 pessoas e é dotada de toda estrutura para treinamentos e eventos, com tela de projeção, multimídia, poltronas confortáveis com apoio para pranchetas e sanitários, inclusive para portadores de necessidades especiais.

Jefferson Nogarolli, presidente da Companhia Sulamericana de Distribuição anunciando para março abertura do supermercado da rede em Toledo.

O novo espaço tem objetivo de ampliar atendimento dos associados no setor de treinamentos

Sebrae faz lançamento de programa focado na qualidade Novas turmas do Programa Sebrae Gestão da Qualidade PSGQ) estão sendo formadas na região Oeste. Desenvolvido pelo Sebrae, com o apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), o Programa tem como foco na gestão da qualidade. Empresários de Toledo,

Cascavel e Foz do Iguaçu tiveram a oportunidade de conhecer o PSGQ em eventos realizados nas três cidades. O programa já auxiliou centenas de empresários de micro e pequenas empresas da região a gerenciarem seus negócios com excelência, nos mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DO PARANÁ COMARCA, MUNICIPIO E DISTRITO DE TOLEDO RUA ALMIRANTE BARROSO1 1713 - CENTRO O senhor SÉRGIO PAZZOTI LAURINDO, ofi cial do cartório de registro civil de pessoas naturais, no uso de suas atribuições (art. 1527), FAZ SABER, a quem interressar, que as pessoas a seguir nominadas requereram suas habilidades para casarem-se civilmente perante este Cartório, apresentando os documentos exigidos pelo art. 1.525, I a IV, do Código Civil Brasileiro.

variados segmentos. Até o ano passado, mais de 270 empresas concluíram o PSGQ, que tem como objetivo principal estimular a mudança de hábitos de gestão, com foco na busca pela excelência em qualidade e melhoria dos resultados das empresas. “O Programa é intenso,

com duração média de dez meses e soma mais de 120 horas, entre treinamentos em grupo e consultorias individuais. É, sem dúvida, um marco na trajetória empresarial dos participantes”, salienta a consultora do Sebrae/PR em Cascavel, Kellen Oliveira.

Empresário Marcos Cezar Sanches comemorando a ascensão do toledano Rainer Zielasko ao mais alto posto do empresariado paranaense.

Vice-prefeito Lúcio de Marchi foi a missão à Colômbia e Peru Renato Rocha Loures, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), confiante de que Rainer irá imprimir uma nova dinâmica de trabalho na Faciap e ressaltando que entidades são parceiras em várias iniciativas.

SE ALGUÉM souber de impedimento ou causa suspensiva, oponha-o na forma do art. 1529 do Código Civil. DADO E PASSADO nesta cidade e comarca de toledo-pr, aos 12 dia 04 do mês de março de 2011. (ass.) Sérgio Pazzoti Laurindo - Oficial

O vice-prefeito Lúcio de Marchi participou da missão de prefeitos da região Oeste do Paraná ao Peru e Colômbia, organizada pelo Sebrae em parceria com a Amop. De acordo com o prefeito de Jesuítas e presidente da Amop, Aparecido José Weiller Junior, a avaliação é positiva. Além de conhecer programas focados ao desenvolvimento regional, das micro e pequenas empresas e das pequenas propriedades agrícolas, os prefeitos oestinos tiveram oportunidade de acompanhar parcerias público-privadas que existem nos dois países visando projetos de desenvolvimento com inclusão social.

Amilton Stival, vice-presidente da Federação Paranaense de Futebol, transmitindo a confiança numa boa campanha do Toledo na Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense.


Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

ESPECIAL

11

LEITURAS DA MADRUGADA “A vida é um sonho.” (Herbert Richter)

BRUNO RADUNZ

brunoradunz@ibest.com.br

Allmayer

Jair Vergutz

O empresário Beto Niedermeyer recebeu um seleto grupo de pessoas, recentemente, em Cascavel. Na oportunidade, amigos toledanos e cascavelenses do empreendedor tiveram a oportunidade de conferir como está o andamento das obras da nova loja do Allmayer Supermercado, que impressionam pelas dimensões

Em minha última estada no Rio Grande do Sul, tive o prazer de reencontrar um amigo de longa data, Jair Vergutz, que é comerciante e vereador na cidade de Dr. Maurício Cardoso e que possui diversos parentes em nossa cidade. Aproveitamos para atualizar os assuntos, saboreando uma deliciosa cerveja Polar no Balneário Londero, lugar muito aprazível às margens do Rio Uruguai.

PITÁGORAS DA SILVA BARROS Professor aposentado, ex-vereador e missionário.

Pizetta, o barman que deu certo Dr. Wilson: - Olha, Egídio, eu estou a par, mas você tem que entender que agora existe aqui um Poucas pessoas de Toledo co- planejamento urbano, e ao menos nheceram o Elcídio Pizetta, e os por agora sua pretensão não podeque o conheceram o chamavam de rá ser viabilizada. Elcídio: - Muito bem! Então vou Egídio. Aliás, afora seus parentes, ninguém sabia o seu nome certo, construir o meu sonho em outra ciaté porque ele parecia não gostar dade. Vou pra Foz do Iguaçu onde não existe este tipo de proibição. dele. E se foi muito “p” da vida. Filho do seu Germano, ele era irO Edílio Ferreira estava por ali e mão da Elcide e o mais velho dos homens (Nivaldo e Moacir “Cava- comentei com ele sobre o assunlão”) e comandava o Bar Antárti- to. Ele me respondeu que o Egídio ca com maestria, principalmente tava fazendo jogo, mas que não quando demonstrava habilidade iria embora, pois tinha investido em lavar os copos e, principalmen- muito aqui. Falei depois com o Elcídio e ele te, preparar os “sundaes” e batidas naqueles copos de alumínio me confirmou que estava mesmo bonitos, imitando o Elvis Presley de partida. Ia tentar a sorte em Foz. Foi lá, viu, voltou, pegou suas coiem um dos filmes inesquecíveis, como o “Saudades de Um Praci- sas e após repartir seus haveres nha” e “Férias em Acapulco”. Era com os irmãos, seguiu seu rumo nosso ídolo antes mesmo do nas- para a terra das Cataratas, onde venceu. Lá já estava o Wádis Bencimento do Tom Cruise. A gente saía das aulas de refor- venutti - outro grande irmão meu ço do La Salle, no meio da tarde, já bem estabelecido. Seus parentes ficaram por aqui, e íamos ao bar (onde hoje é a Loja Brasil) para comer um lanche e ou- com exceção do Moacir que consvir as inúmeras novidades que ele truiu um grande hotel no Mato – sempre ligado nas notícias – nos Grosso e onde vive muito bem. repassava com seu jeito gostoso e Em Foz construiu o grande e belíssimo 4 estrelas “San Rafael afetuoso de nos tratar. Um dia ele me disse que estava Hotel”, bem no centro da cidacansado daquele serviço e só não de, com mais de duzentos aparlargava porque era muito rentável, tamentos e suítes, piscina, restaurante e muitas mas que assim coisas belas. que pudesse faria Venceu e tamalgo diferente... E bém convenceu, fez! Primeiro, conA gente saía das tornando-se uma venceu a família a aulas de reforço das pessoas mais montar o melhor do La Salle e importantes da mercado da époíamos ao bar para cidade, havendo ca: o Supermercado Rosa. Deu comer um lanche e presidido o Sindicerto. Aí, sempre ouvir as inúmeras cato dos Hotéis e cluirrequieto e sennovidades que ele Restaurantes, bes de serviço e tindo como poucos as necessi- nos repassava com outros importanseu jeito gostoso tes institutos, sendades de Toledo, instalou o Hotel e afetuoso de nos do convidado para dar pareceres soRosa, única altertratar. bre assuntos de nativa ao Palace relevância para o Hotel e ao Mondesenvolvimento te Sion, porque o do município. resto era só penNunca guardou mágoas de ninsão. Botou um preço competitivo e dotou o hotel de muito conforto, guém e quando meu pai, minha ficando com a maior clientela dos mãe e o Dr. Wilson partiram desta vida, lamentou comigo e choraviajantes e turistas. Não queria parar por aí. Sonha- mos juntos pelas perdas. E nossas va em construir o primeiro grande conversas sempre foram frequenedifício da cidade. Para mim fala- tes, porque eu sempre me hospeva que enquanto Toledo não cres- dei naquele ótimo hotel, onde nós cesse para cima, para o alto, não toledanos nos sentimos em casa. conheceria verdadeiro progresso, E o Elcídio foi se juntar a eles há porque ficava à sombra de Cas- cerca de um ano atrás, mas é lá cavel, que naquele tempo tinha o no seu hotel que sempre pretendemajestoso edifício da Comercial, rei me hospedar, pois o afeto para com cerca de seis andares (enor- conosco continua com o Fabiano, seu primogênito, que toma conta me para os oestinos). Então resolveu construir um novo do lugar com igual competência, hotel. O prefeito na época era o Dr. própria dos Pizetta. Certa vez nós conversávamos soWilson Carlos Kuhn, mas quem dava as cartas era o Marny Hoff e bre nossa juventude em Toledo e o pessoal técnico do Serfhau, que o relembrei sobre sua habilidade acabava de concluir o plano urba- com as misturas no copo de alumínístico da cidade. Eu assessorava nio, e ele me disse: - Sou um baro prefeito no gabinete e assisti a man que deu certo. Um grande praça o meu amigo todo o diálogo entre Elcídio e o Dr. “Egídio”. Pena que se foi fora da Wilson. Foi mais ou menos assim: Elcídio: - Dr. Wilson, eu protoco- hora combinada, ainda na casa lei um pedido para a construção de dos sessenta. Deve estar lá no céu um edifício de onze andares, mas alegrando a velha guarda toledana. Com toda certeza! ele foi indeferido... Pitágoras da Silva Barros

Beto Niedermeyer, Luciano Schmidt e Toninho Trento Filho

Robson Giollo e Clóvis Polachini foram conferir o estágio das obras do Allmayer Supermercado de Cascavel

Livro Ultimando preparativos para o lançamento do seu primeiro livro, o professor Sérgio Herckert, o popular “Boi”, que já definiu o título. Será “Aprendizado no Esporte”, onde relata suas experiências como professor e ex-atleta profissional.

Moacyr Scliar O Brasil perdeu recentemente uma das suas grandes expressões literárias: o escritor gaúcho Moacyr Scliar, membro da Academia Brasileira de Letras, autor de mais de 70 livros e um ícone no Rio Grande do Sul. Foi lhe concedido por três vezes o prêmio Jaboti, a maior premiação literária do país. Faleceu aos 73 anos de falência múltipla de órgãos.

Chile Em sua viagem para Machu Pichu, o toledano Décio Holsbach ficou impressionado com a comuna de São Pedro de Atacama. Localizada a 2.400 m de altitude é um lugar ímpar numa região inóspita como o Atacama, sendo o vilarejo denominado de oásis e constituindo-se num centro turístico de grande expressão.

Úrsula Padilha, Marília “Tika” Vanzzo, Mareli Vanzzo, Néia Vargas e Dani Rodrigues em encontro de amigos no ToledãoT

“A mulher foi feita da costela do homem, não dos pés para ser pisada, nem da cabeça para ser superior, mas sim do lado para ser igual, debaixo do braço para ser protegida e do lado do coração para ser amada.” (Maomé)

Dia Internacional da Mulher TABELIONATO WALMIR GRANDE


12

Toledo/PR • 03 a 10 de março de 2011

SOCIAL

“Não se trata do ambiente; não se trata dos acontecimentos de nossas vidas, mas do significado que damos a estes acontecimentos - como os interpretamos - que formata quem somos hoje e quem nos tornaremos amanhã.” (Anthony Robbins)

WANDERLEY GRAEFF

Deputado Elton Welter, senadora Gleisi Hoffmann, prefeito José Carlos Schiavinato e deputado federal Zeca Dirceu, no Encontro Regional do PT

No batizado de Pedro Graeff Martinazzo, Fernando e Maria Cecília Martinazzo, Padre André Kasper, Karine, Pedro e Beto, Karin e Wanderley Graeff Júnior

wanderley@vivertoledo.com.br

Júnior Destefeni, Paulo Almeida e João Sperotto na posse da diretoria da Faciap, no Castelo do Batel, em Curitiba

Sol

Ao que parece é questão de dias o anúncio oficial do início das atividades da Sol Linhas Aéreas no Aeroporto Luiz Dalcanalle Filho. O empresário Marcos Solano apresentou a lideranças regionais um projeto para tornar viáveis dois voos diários com Curitiba. Na avaliação do prefeito José Carlos Schiavinato e do ex-presidente da Acit, Eduardo Della Costa, é possível chegar a um entendimento com a empresa.

Presidente da Faciap, Rainer Zielasko com o presidente da Unicred Pioneira do Paraná, médico Orley Alvaro Campagnolo

Bruno Radunz recebeu bela agenda histórica da Caixa, do gerente geral Celso Loch

Rápidas - Adilson Teixeira vive a reta final de seu mandato na presidência do Yara, enquanto curte a fase de aposentadoria da Caixa - Bruno Radunz voltou reenergizado das férias, na bucólica Dr. Maurício Cardoso-RS, sua cidade natal, situada às margens do Rio Uruguai. - A indústria toledana Laticínios Pereira, de Novo Sobradinho, prepara o lançamento de sua água mineral. César Wanderlei Almeida da Luz assumiu a área de Marketing do Grupo Pereira Brasil, holding que congrega outras duas empresas. - A banda Terceira Dimensão anima o baile deste sábado (05) no Clube Olímpico. Ingressos a R$ 15 – elas R$ 10,00, até às 23h. No domingo tem Grupo Renascer, às 15h e Banda América do Sul, às 21h30; segunda (07): Garotos do Fandango, às 23h; e terça (08), Grupo lembrança às 14h e Alma Latina às 22h. - A 1° Exposição da Mulher Pioneira Toledana fica aberta durante todo o mês no Museu Histórico Willy Barth

Jantar Árabe

O Rotary Clube de Toledo Integração está preparando a terceira edição do Jantar Árabe. Será no dia 16 de abril, no Green Hall, num espaço novo, maior e com atrações como o show da dançarina Karla Tem Tem. Os convites já estão à disposição com os integrantes do clube de serviços, a R$ 30,00.

MATRICULE-SE JÁ O que sempre foi

PERFEITO agora está

SENSACIONAL

3277-2109 Centro 3277-0748 Lago


84ª edição Jornal Viver Toledo