{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

vivermagazine

vivermagazine

VIVER

1


2

VIVER

vivermagazine.com


ÍNDICE

vivermagazine.com | Fevereiro 2020

14

IMIGRAÇÃO EUA vão mandar de volta para o México brasileiros que tentam atravessar ilegalmente fronteira

18

BEM-ESTAR Já ouviu falar em pílula nutricosmética?

6 GUIA PARA NOVOS IMIGRANTES parte 2

Se você pegou a edição de janeiro da Viver Magazine, então você já sabe que teremos uma série de artigos relacionados aos direitos e deveres do imigrante que se tornou cidadão americano ou que possui status de residente permanente.

24 22

SAÚDE Coronavirus - o que é, quais os sintomas e como prevenir!

vivermagazine

vivermagazine

DATAS

28

36

Trabalho

Mundo

32

40

Tecnologia

Cinema 18

34

49

Pesquisa

Agenda

VIVER

3


EDITORIAL

Happy Valentine's Ao mesmo tempo que o mundo ficou curiosamente mais interessante nos últimos anos, também ficou muito assustador pois, a cada dia aparece alguém com um talento inusitado, uma personalidade assustadora ou encantadora, ou, de audácia incomum. Eu sempre achei que o mundo precisava de pessoas mais efusivas e apimentadas, com mais senso de humor. Mas confesso que entre 1980 e 2020 o salto nesse sentido foi extremamente grande.

Dilla Campos Publicadora vivermagazine vivermagazine

EDIÇÃO E PUBLICAÇÃO Edilânia Bento vivermagazine@gmail.com DIREÇÃO DE ARTE / PROJETO GRÁFICO Saulo Oliveira / S2dm.com contact@s2dm.com COLUNISTAS Dilla Campos Maitê Hammound (Psicóloga) Tracie Kincle (Advogada) Fernanda Hottle (Advogada) Daniel Ortiz (Advogado) REVISÃO Eliania Bento COLABORADORES Alex Campos Kamilla Oliveira Consulado Geral do Brasil em Atlanta Cesar Restrepo (Empreendedores Latinos) FOTOGRAFIA Dilla Campos Indy Zanardo Juliana Frary

De uma hora para outra o mundo se encheu de gente corajosa, engajada e altruísta. Pessoas que se envolvem e arriscam suas vidas por causas que elas abraçam. Isso não é ruim, ao contrário, é muito bom. Mas, desperta em mim algumas curiosidades. Eu gostaria de saber, por exemplo, se por trás de todo esse engajamento politicamente correto dos jovens de hoje em dia tem amor de verdade. Amor pelo outro, amor pela família, amor por esse mundo que nossos netos herdarão, amor por tudo o que nós, antiquados e ultrapassados, tentamos proteger até os dias de hoje. Será que tem nobreza no meio das convicções desses jovens que já nascem protestando? O amor é a cereja do bolo de toda causa, sem ele tudo perde o brilho, fica desestimulante e perde a vida. O amor é o que faz o nosso coração girar a chave do preconceito, da ingratidão, da mudança de pensamento. O amor pelo lugar e pelas pessoas é o que nos incentiva a sermos melhores, o que mantem o nosso olhar sempre para frente, com um alvo certo. Estou torcendo muito para que os filhos dos nossos filhos tenham aprendido com seus pais, a valorizar o que realmente importa, o amor. Pais que ensinam os filhos a amar, fazem desses filhos, pessoas melhores para o mundo. Pois muito mais importante do que deixar um mundo melhor para os filhos, é deixar filhos melhores para o mundo. No mês de fevereiro celebramos o Valentine’s Day, corações e mensagens de amor invadem nossos celulares, televisão e, no rádio, as músicas românticas nos transportam para diferentes lugares em nossas memórias. Presente e passado são visitados em nossos corações. Alguns cheios de saudades, outros de expectativas. Mas o mais importante, é que mesmo em meio à toda essa diversidade, a gente ainda consiga se comunicar, mesmo que seja só com a linguagem do AMOR! Happy Valentine’s Day Dilla Campos

PARA ANUNCIAR 770.953.4250 vivermagazine@gmail.com www.vivermagazine.com DISTRIBUIÇÃO All Metro Atlanta Area GDL Distribution & Logistics, LLC Phone: (678) 887-2391 Joanita Bonilla

4

VIVER

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

5


CAPA

GUIA PARA

NOVOS IMIGRANTES

Parte 2

Se você pegou a edição de janeiro da Viver Magazine, então você já sabe que teremos uma série de artigos relacionados aos direitos e deveres do imigrante que se tornou cidadão americano ou que possui status de residente permanente. Se você não perdeu o primeiro artigo dessa série, você ainda pode ver online, através do nosso site: vivermagazine.com. São artigos com informações importantes e dicas que esclarecerão suas dúvidas e lhe deixarão consciente da postura que você deve ter como cidadão americano e principalmente, você conhecerá muito mais sobre esse País maravilhoso te acolheu e lhe permitiu que fosse a sua nova casa. Vamos em frente?

Seus Direitos e Responsabilidades como Residente Permanente Como residente permanente,você deverá considerar os Estados Unidos como o seu lar, bem como respeitar e obedecer às leis do país. Ser residente permanente também significa ter novos direitos e responsabilidades. Ser residente permanente é um privilégio, não um direito. O Governo dos Estados Unidos pode revogar sua situação de residente permanente sob determinadas condições. É necessário manter a sua situação de residente permanente se você quiser viver e trabalhar nos Estados Unidos e tornar-se cidadão algum dia. Nesta seção, você aprenderá o que significa ser residente permanente e como manter sua situação de residente permanente.

Seus Direitos e Responsabilidades

Sua conduta como residente permanente terá repercussão no futuro, quando você quiser tornarse cidadão americano. O processo de tornar-se cidadão americano é 6

VIVER

denominado “naturalização”.

Como residente permanente, você tem direito a: •

Viver permanentemente em qualquer lugar dos Estados Unidos.

Trabalhar nos Estados Unidos.

Ter propriedades nos Estados Unidos.

Frequentar escolas públicas.

Solicitar carteira de motorista em seu estado ou território.

Ingressar em determinados setores das Forças Armadas dos EUA.

Obter benefícios da Previdência Social, Renda Suplementar da Previdência e benefícios do Medicare, se tiver direito.

Requerer cidadania americana, após ter cumprido todos os requisitos.

Solicitar vistos para que o esposo/ esposa e filhos não-casados possam viver nos Estados Unidos.

Sair e regressar aos Estados Unidos, sob determinadas condições. Como residente permanente, você deve:

Obedecer a todas as leis federais, estaduais e locais.

Pagar impostos de renda federal, estadual e local.

Registrar-se junto ao Selective Service (Serviço de Seleção das forças armadas dos EUA), se for do sexo masculino com idade entre 18 e 26 anos.

Manter seu status imigratório.

Portar sua comprovação de situação de residente permanente todo o tempo.

Comunicar seu novo endereço online cada vez que mudar-se, pela Internet ou por carta para o USCIS, no prazo de 10 dias a contar da data da mudança.

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

7


O Que Você Pode Fazer Como residente permanente, você tem muitos direitos e liberdades. Em contrapartida, tem também algumas responsabilidades. Uma responsabilidade importante é estar envolvido em sua comunidade. Você deve também aprender sobre a cultura, história e governo Americano. É possível fazer isso participando de cursos de educação para adultos ou lendo os jornais locais.

Os residentes permanentes recebem um Cartão de Residente Permanente (Formulário I-551) como prova de seu status de residente legal dos Estados Unidos. Algumas pessoas chamam esse documento de “Green Card.” Se estiver imigrando para os Estados Unidos e for admitido como residente permanente, você deve pagar a Taxa de Imigrante USCIS. Você deve pagar essa taxa online através do Sistema Eletrônico de Imigração USCIS (USCIS ELIS) em www.uscis.gov/ uscis-elis. Por favor, note que você não receberá seu Cartão de Residente Permanente até que você tenha pago a Taxa de Imigrante USCIS. Se você se tornou um residente permanente ajustando seu status enquanto você estava nos Estados Unidos, você paga apenas a taxa administrativa do formulário I-485, a Solicitação para Registrar a Residência Permanente ou Ajustar Status, e não a Taxa de Imigrante USCIS. Caso você seja um residente permanente com 18 anos ou mais, é necessário portar comprovação de seu status imigratório. Você deve mostrá-lo a um oficial de imigração ou agente policial se lhe for solicitado. O seu Cartão de Residente Permanente pode ser válido por 10 anos, e você deve renová-lo antes de vencer ou se o seu nome mudar. Para substituir ou renovar o seu Cartão de Residente Permanente, você deve apresentar o Formulário I-90, Solicitação para Substituição do Cartão de Residente Permanente. Para apresentar o Formulário I-90 é necessário pagar uma taxa. Você pode obter este formulário em www. uscis.gov ou ligando para o Disque Formulários USCIS, 1-800-8703676. Se for residente permanente 8

VIVER

condicional (CR) através de casamento ou empreendedorismo, você recebeu um cartão com validade de dois anos. Não utilize o formulário I-90 para solicitar uma extensão ou renovação do seu status. Em vez disso, você deve solicitar a retirada das suas condições antes do vencimento do seu cartão. Veja a página 19 para obter instruções sobre como retirar as condições de sua situação de residente permanente. O Cartão de Residente Permanente mostra que você pode viver e trabalhar nos Estados Unidos. Você também pode usar o seu Cartão de Residente Permanente para retornar aos Estados Unidos depois de viajar para o exterior. Caso permaneça fora dos Estados Unidos por mais de 12 meses, você precisará apresentar documentação adicional para retornar aos Estados Unidos como residente permanente.

Como Manter a Situação de Residente Permanente

Após ter obtido a situação de residente permanente, você continuará a ser um residente permanente, a menos que seu status seja alterado conforme previsto nos termos da lei de imigração dos EUA. Uma maneira de perder a situação

de residente permanente é por abandoná-la. Você abandona a sua situação de residente permanente ao deixar os Estados Unidos para viver no exterior permanentemente, com a intenção de abrir mão da sua situação de residente permanente. Sua conduta vai demonstrar sua intenção real. Há algumas coisas que você pode fazer para diminuir a possibilidade de que o Governo dos Estados Unidos determinem que você abandonou seu status: •

Não sair dos Estados Unidos por um período prolongado de tempo, a menos que as circunstâncias demonstrem que sua viagem é por um motivo temporário (por exemplo, para frequentar uma escola, ter um emprego temporário ou cuidar de um membro da família). Se você ficar ausente por um ano ou mais, você não pode usar seu Cartão de Residente Permanente para entrar nos Estados Unidos.

Se acontecer algo que atrase o seu retorno, esteja preparado para explicar as razões para o atraso.

Declarar imposto de renda federal, estadual e, se for o caso, local.

Registrar-se junto ao Selective Service (Serviço de Seleção) se for do sexo masculino com idade entre 18 e 26 anos.

Fornecer o seu novo endereço ao USCIS em até 10 dias, cada vez que se mudar. vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

9


Preserve Documentos Importantes Mantenha os documentos importantes que tiver trazido de seu país de origem em um lugar seguro. Tais documentos incluem: o passaporte, a certidão de nascimento, a certidão de casamento, a certidão de divórcio, diplomas que demonstrem que concluiu o ensino médio ou superior, bem como certificados que demonstrem que você possui capacitação ou formação especial.

Mantenha seu Status Imigratório

Alguns imigrantes acham que podem viver no exterior e manter a sua situação de residente permanente, enquanto desde que retornem aos Estados Unidos pelo menos uma vez por ano, mas esta suposição é incorreta. Viajar para os Estados Unidos uma vez por ano pode não ser suficiente para manter seu status. Residentes permanentes podem viajar para o exterior dos Estados Unidos, e uma viagem temporária ou breve geralmente não afeta a sua situação de residente permanente. Se você deixar o país por muito tempo ou indicar de outra forma que você não pretende fazer dos Estados Unidos sua residência permanente, o Governo dos Estados Unidos pode determinar que você abandonou a sua situação de residente permanente. Isto também pode ocorrer se você fizer uma viagem que seja de seis meses a um ano, se houver evidência de que você não pretendia fazer dos Estados Unidos a sua residência permanente. Você pode usar seu Cartão de Residente Permanente como um documento de viagem para retornar aos Estados Unidos se você não ficou no exterior por um ano ou mais. Se você acredita que ficará fora dos Estados Unidos por mais de 12 meses, deve solicitar uma autorização de retorno antes de sair do país, apresentando o Formulário I-131, Solicitação de Documento de Viagem. O Formulário I-131 exige o pagamento de uma taxa. Você pode obter o formulário I-131 em www.uscis.gov ou através do Disque Formulários USCIS em 1-800-870-3676. 10

VIVER

A autorização de retorno tem validade de até dois anos. É permitido mostrar a autorização de retorno no ponto de entrada, em vez do visto ou Cartão de Residente Permanente. A autorização de retorno não lhe garante a entrada nos Estados Unidos quando de seu regresso, mas ajuda a provar que você está retornando de uma visita temporária ao exterior. Se você quiser obter informações adicionais sobre viagens internacionais como residente permanente, visite www.uscis.gov. Saiba que — independentemente de você ter abandonado a sua situação de residente permanente ou não — você está sujeito a uma inspeção completa da imigração como candidato para admissão a qualquer momento que tenha estado no exterior por pelo menos 181 dias, ou em outras situações especificadas na lei de imigração.

Declare Imposto de Renda Como residente permanente, é preciso apresentar declarações de imposto de renda junto ao Internal Revenue Service (IRS) (Receita Federal) e o departamento tributário estadual, local ou de sua cidade, se necessário. Caso não apresente declaração de imposto de renda no período em que viver fora dos Estados Unidos, por qualquer período de tempo, ou se disser que é “nãoresidente” em sua declaração de imposto de renda, o Governo dos Estados Unidos pode determinar que você abriu mão de sua situação de residente permanente.

Registre-se junto ao Selective Service (Serviço de Seleção)

Todos os homens com idade entre 18 e 26 anos devem se registrar junto ao Selective Service (Serviço de Seleção). Os homens que obtiveram o seu visto de imigrante ou ajustaram seu status nessa idade podem ter sido automaticamente registrados junto ao Selective Service. Se assim for, você deve ter recebido informações pelo correio declarando que você está registrado. Se você não tiver certeza se está registrado, fale com alguém do Selective Service que possa verificar seu registro. Você também pode verificar no website do Selective Service em www.sss.gov. Ao se registrar, você declara ao governo que está disponível para servir nas Forças Armadas dos EUA. Atualmente os Estados Unidos não têm alistamento militar obrigatório, mas homens entre as idades de 18 e 26 ainda são obrigados a se registrarem. A não ser que assim o desejem, residentes permanentes e cidadãos americanos não são obrigados a servir nas forças armadas. O registro pode ser feito em qualquer agência dos correios dos EUA ou pela internet. Para se registrar junto ao Selective Service pela internet, visite o Selective Service System em www.sss. gov. Para falar com uma pessoa do Selective Service, ligue 847‑6886888. Esta ligação não é gratuita. Pode-se também obter informações no website do USCIS em www.uscis.gov.

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

11


12

VIVER

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

13


IMIGRAÇÃO

Por: Mariana Sanches - BBC News Brasil em Washington

EUA vão mandar de volta para o México brasileiros que tentam atravessar ilegalmente fronteira O governo Donald Trump publicou uma portaria em que notifica que os brasileiros que forem pegos pelo serviço de fronteira tentando entrar nos Estados Unidos pelo México serão enviados de volta ao México para esperar pela resposta a um eventual pedido de asilo ou outros procedimentos migratórios em território mexicano.

I

sso significa que os brasileiros foram incluídos no Protocolo de Proteção do Imigrante (MPP na sigla, em inglês), um programa criado no começo de 2019 com forma de reduzir o número de imigrantes ilegais no país, uma das principais bandeiras políticas de Trump. "O Departamento de Segurança Interna começou a processar migrantes brasileiros para retornar ao México sob os Protocolos de Proteção aos Migrantes (MPP). O 14

VIVER

número de brasileiros que chegaram à fronteira sudoeste triplicou apenas no ano passado. Os Estados Unidos continuam trabalhando com seus parceiros na região, assim como em outros países, para conter o fluxo de migração irregular para os Estados Unidos", afirma o documento, ao qual a BBC News Brasil teve acesso. Agora, brasileiros que se entreguem ou sejam encontrados pelos serviços de Controle de Fronteira americanos serão enviados de volta ao México

para aguardar a avaliação pela Justiça Americana de seu pedido de entrada. Pelo protocolo, os imigrantes brasileiros agora deverão permanecer no México enquanto durarem os procedimentos legais, o que pode levar vários meses. Quando chegar a hora de comparecer perante um juiz de imigração dos EUA, os solicitantes de asilo devem viajar de volta ao ponto de entrada da fronteira, onde serão transportados sob custódia pelos americanos. Ao final da audiência, retornam ao México, para vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

15


esperar a resposta final ou uma próxima data no tribunal. Até o mês de janeiro, brasileiros pegos na fronteira podiam ser detidos para processo de deportação ou receber uma notificação com data para comparecer ao juizado de imigração, e acabavam liberados dentro do território americano. Na prática, a grande maioria deles começava uma nova vida e jamais aparecia diante do juiz. Funcionários do departamento de controle de fronteiras afirmaram à BBC News Brasil que a convocação para o juizado funcionava como uma "notificação para desaparecer", para os brasileiros. Agora, sem ter acesso ao território americano, eles esperam que o fluxo de imigrantes brasileiros diminua drasticamente. Até então, o programa era destinado apenas aos imigrantes de países da América Central — Guatemala e El Salvador, principalmente. No México, os imigrantes ilegais têm enfrentado as dificuldades de viver em uma área dominada por cartéis de narcotráfico e a falta de trabalhos e recursos para se manter no país. Os EUA pressionam desde o fim do ano passado as autoridades mexicanas para que aceitassem brasileiros em seu país. O México não queria abrigar nacionais que não falem espanhol, mas acabou cedendo. Dados do Homeland Security Department apontaram que cerca de 20 mil brasileiros cruzaram a fronteira terrestre ilegalmente no ano fiscal de 2019. É mais do que cinco vezes o número de 2018. Em dezembro, de acordo com dados obtidos pela BBC, essa tendência se manteve: quase 1,5 mil brasileiros foram encontrados na fronteira. "O fato de os brasileiros agora fazerem parte do programa mostra que o Departamento, juntamente com seus colegas mexicanos, sempre procurou expandir o programa de maneira segura e responsável. O MPP tem sido um elemento crucial 16

VIVER

do sucesso do Departamento em lidar com a crise em curso, proteger a fronteira e acabar com a captura e liberação. O MPP continua sendo a pedra angular dos esforços do Departamento para restaurar a integridade do sistema de imigração dos EUA e aliviar o grande volume de pedidos pendentes de asilo. Nossa nação é mais segura por causa do programa", afirma o documento do departamento de segurança doméstica americano. O Brasil também tem sido pressionado a facilitar a deportação de cidadãos do país e tem aceitado acelerar esses trâmites. Há uma semana, um avião com cerca de 100 brasileiros deportados saiu dos EUA em direção à Belo Horizonte. "Lamento que brasileiros que foram buscar novas oportunidades lá fora voltem deportados. Lamento, mas é a política e temos que respeitar a soberania de outros países", afirmou o presidente Jair Bolsonaro sobre o assunto. O Itamaraty afirmou por meio de nota que foi apenas notificado dessa alteração no tratamento aos brasileiros pelos americanos e que até o momento nenhum brasileiro enviado de volta ao México pediu ajuda ao Consulado no país. "A aplicação dos Protocolos de Proteção ao Migrante (MPP) a brasileiros apreendidos na fronteira sul dos EUA foi comunicada ao governo brasileiro pelas autoridades imigratórias estadunidenses", diz a nota.

no território daquele país pelo tempo estabelecido pela legislação mexicana", conclui a nota. Desde que assumiu a presidência, há um ano, Jair Bolsonaro reorientou a política externa brasileira para tratar os EUA como aliado prioritário e preferencial. Como parte dessa resolução, os americanos passaram a não mais precisar de visto para entrar no Brasil, o que quebrou o princípio de reciprocidade historicamente seguido pelo Itamaraty no tema. Bolsonaro também passou a endossar as posições americanas sobre Irã, Palestina e Cuba, e facilitou a importação de trigo e etanol americano ao país. Washington, no entanto, dá sinais trocados de apoio ao Brasil: endossou recentemente a entrada do país na OCDE, o que não tinha feito na oportunidade anterior, embora Bolsonaro já tivesse pedido ajuda a Trump, não liberou o comércio de carne brasileira em território americano, ameaçou impor tarifas sobre o aço do Brasil após acusar o governo de desvalorizar artificialmente o real — medida de que recuou. O endurecimento das medidas contra brasileiros imigrantes ilegais é um novo capítulo dessa aproximação entre os dois líderes.

Brasileiros em situação de emergência no México devem contatar o consulado-geral do Brasil, que fica na capital Cidade do México. "Aquele consulado não relatou pedido de assistência consular por parte dos brasileiros enviados para Ciudad Juárez (uma das cidades fronteiriças com os EUA com maior fluxo de brasileiros). Trata-se de brasileiros que ingressaram regularmente no México e que poderão permanecer vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

17


BEM-ESTAR

Já ouviu falar em pílula nutricosmética? Para quem deseja evitar doenças e prevenir o envelhecimento, seguir uma alimentação equilibrada é o método mais recomendado pelos médicos. Isso porque as vitaminas e os minerais contidos nos alimentos ajudam a combater os radicais livres, moléculas que degeneram as células sadias do nosso organismo. No entanto, o fato é que a maioria das pessoas não consomem a quantidade necessária de nutrientes capaz de oferecer proteção total. É aí que entra o papel das pílulas nutricosméticas.

Pílula nuticosmética são cápsulas ricas em vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos e proteínas que visam repor possíveis deficiências e cuidar da beleza. Dessa forma, além de nutrir o corpo, combatem os radicais livres que são responsáveis por acelerar o envelhecimento da pele, fornecem nutrientes para a produção de colágeno e elastina, e fortalecem unhas e cabelos. Ao 18

VIVER

repor possíveis deficiências de vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos e proteínas dentro do corpo, o efeito pode ser visto por fora, pois problemas estéticos como rugas, unhas fracas, queda de cabelo e flacidez são visivelmente melhorados. É o conceito da beleza de dentro para fora. Cada pílula atua com uma diferente função, sendo utilizadas para

combater os radicais livres, estimular a produção de colágeno, para manter a pele firme e retardar a flacidez. Além desses benefícios , alguns nutricosméticos agem repondo proteínas que contribuem para o fortalecimento das unhas e dos cabelos e no tratamento contra a celulite. Outras são responsáveis pela preparação da pele à exposição de raios solares, evitando queimaduras e mantendo o bronzeado por vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

19


somente produtos que tenham sido autorizados para comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Somente esse reconhecimento garante que o produto tem a eficácia anunciada, uma vez que a autorização só é permitida após a realização de estudos de eficácia e segurança realizados por laboratórios independentes de pesquisa clínica em cosmético. Confira alguns exemplos de pílulas: Reduzir rugas, manchas e flacidez Inneov Fermete: Torna a pele mais firme, lisa e radiante. Protege sua pele contra a ação dos radicais livres, responsáveis pelo processo do envelhecimento celular. Fortalecer cabelos e unhas Innéov Nutri-Care: Reforça e protege a fibra capilar contra as agressões, de dentro para fora, melhora o ressecamento, diminui a quebra e a fragilidade do fio.

mais tempo. Existe até as pílulas antigorduras que ajuda a acelerar o metabolismo e, assim, diminui medidas. Mas, para reduzir pra valer o peso na balança, é necessário associá-la à dieta e ginástica. As pílulas nutricosméticas podem ser ingeridas por tempo indeterminado, mas sempre com orientação médica. Os efeitos, por serem progressivos, surgem em média a partir do primeiro mês, sendo muito mais visíveis a partir de 3 meses. Fazer exames necessários para saber quais são as deficiências nutricionais que estão comprometendo a sua beleza é fundamental. Essa análise afasta o risco de sobrecarregar o organismo com o uso inadequado de alguma substância. Por exemplo: na queda de cabelo, quando ela está relacionada a outros fatores que não a deficiência nutricional, as cápsulas não ajudarão em nada. Por isso, se 20

VIVER

você está tomando as cápsulas e não está vendo resultado é porque seu organismo não está precisando de tal nutriente. Utilizar um nutricosmético para cuidar da pele e outro para o cabelo, por exemplo, não é proibido. As cápsulas podem ser associadas, desde que com orientação médica, para evitar ingerir um tipo de nutriente em excesso, sem necessidade. Os nutricosméticos não substituem os cremes, tratamentos estéticos e nem dieta. Eles tem em sua composição vitaminas e minerais que ajudam a complementar a alimentação, agindo como um suplemento e assegurando a ingestão de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. Na hora da compra, é preciso estar atento à procedência do produto. O consumidor deve adquirir

Proteger contra o sol e manter o bronzeado Imedeen Tan Optimizer: É um produto inovador que possui propriedade antioxidante e auxiliar no bronzeamento da pele. Rico em licopeno, vitamina C e E. Combater gordura localizada e reduzir celulite Fit Belt, Nutricé: Potencializa a queima de gordura, favorece a manutenção do metabolismo acelerado por mais tempo e auxilia na redução de peso. Realmente é tentador poder tomar uma pílula que tem efeitos antioxidantes, mas saiba que elas não fazem milagres. Suplementação nutricional sem dieta adequada tem suas propriedades comprometidas, pois há benefícios que só conseguimos com a combinação de determinados alimentos em suas formas naturais. A associação com uma dieta variada e equilibrada com hábitos de vida saudáveis é a receita ideal para a obtenção do efeito desejado. vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

21


SAÚDE

Por: Vanessa Sardinha dos Santos, Professora de Biologia / brasilescola.uol.com.br

Coronavirus – o que é, quais os sintomas e como prevenir! • Dificuldade respiratória; • Falta de ar; • Febre. Em casos de síndromes respiratórias mais graves, podem ocorrer insuficiência renal e até mesmo morte.

Prevenção do coronavírus Para se prevenir de doenças causadas por coronavírus, as principais medidas são:

Coronavírus são uma família de vírus, conhecida há muito tempo, responsável por desencadear desde resfriados comuns a síndromes respiratórias graves, como é o caso da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers). A transmissão desses vírus pode ocorrer de uma pessoa para outra por meio do contato próximo com o doente. Recentemente, um novo tipo de coronavírus foi descoberto, o 2019nCoV, o qual tem causado mortes e também bastante preocupação. Vale salientar que os coronavírus são vírus zoonóticos, ou seja, podem ser transmitidos entre o ser humano e outros animais. Porém, isso não ocorre com todos os coronavírus, sendo conhecidos alguns tipos que circulam apenas entre os animais. Coronavírus é uma família de vírus que apresenta tipos capazes de desencadear infecções respiratórias graves. Sintomas de doenças causadas pelos coronavírus • Tosse; 22

VIVER

• Evitar contato próximo com pessoas que apresentam infecções respiratórias; • Lavar bem as mãos; • Evitar tocar os olhos, nariz e boca sem ter higienizado as mãos; • Evitar compartilhamento de objetos de uso pessoal, tais como copos e talheres; • Evitar contato com animais doentes; • Cozinhar bem ovos e carne.

Síndromes respiratórias agudas graves causadas por coronavírus

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) são duas ocorrências graves causadas pelo coronavírus. A Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) foi identificada pela primeira vez na China, em 2002. Essa doença espalhou-se rapidamente e causou a morte de mais de 800 pessoas. A epidemia global da doença foi controlada em 2003. Os sintomas da Sars são febre, tosse e dificuldade respiratória, evoluindo rapidamente para insuficiência respiratória. Não há casos da doença desde 2004. Hoje se sabe que a transmissão da doença apresentava relação com gatos selvagens que continham o vírus.

A Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) foi identificada pela primeira vez na Arábia Saudita, no ano de 2012. Os sintomas são semelhantes aos de outras doenças causadas por coronavírus, ou seja, febre, tosse e falta de ar. Alguns pacientes também relataram sintomas gastrointestinais. Hoje se sabe que o vírus ligado à Mers tinha nos dromedários um importante reservatório. Esses animais eram, portanto, os transmissores da doença.

Coronavírus (2019-nCoV)

O 2019-nCoV, identificado na China, é um novo tipo de coronavírus. O 2019-nCoV é o coronavírus mais recentemente descoberto. Ele foi isolado no dia 7 de janeiro de 2020 e detectado primeiramente na cidade chinesa de Wuhan. Antes dessa identificação, a China já havia informado a Organização Mundial de Saúde, no dia 31 de dezembro de 2019, da ocorrência de uma pneumonia de causa desconhecida. A primeira morte ocorrida em decorrência desse novo vírus aconteceu no dia 11 de janeiro de 2020 e, até o dia 24 de janeiro, já haviam sido contabilizadas 26 mortes e mais de 900 casos confirmados em todo o mundo. Inicialmente, acreditou-se que a doença era transmitida apenas de animais para humanos. Entretanto, após o aumento do número de casos, descobriu-se que a transmissão poderia ocorrer também de uma pessoa para outra. Os sintomas da infecção causada pelo novo coronavírus são: febre, dificuldade respiratória, tosse e falta de ar. Os casos mais graves podem evoluir para insuficiência renal e síndrome respiratória aguda grave. vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

23


DATAS

Dia dos Namorados O Dia dos Namorados, ou dia de São Valentim, celebra-se a 14 de fevereiro. Você conhece os motivos dessa data? Sem problemas, a gente conta pra você, pois, mais romântico do que o amor que está no ar nesta altura é a origem dessa comemoração. 5. Faça uma montagem de fotos Escolha as melhores fotografias que vocês têm juntos, as mais simbólicas e que representem os momentos mais importantes da vossa relação. Na verdade, o que mais importa é que a outra pessoa entenda que você lembrou da data e quis celebrar com ela, de alguma forma.

A história do Dia de São Valentim remonta ao século III d.c. O Imperador romano Cláudio II proibiu os casamentos, para assim angariar mais soldados para as suas tropas. Um sacerdote da época, de nome Valentim, desrespeitou este decreto imperial, realizando casamentos. O segredo foi descoberto e Valentim foi preso, torturado e condenado à morte. Executado no dia 14 de fevereiro do ano de 269, a data deu origem ao dia dos namorados. Antes de morrer, porém, Valentim conseguiu enviar e receber algumas cartas ainda na cela, o que originou a troca de cartões, os chamados "valentines". Legal não é mesmo? E você, já sabe o que vai fazer no Dia dos Namorados? Se ainda não encontrou o programa ideal para o Dia dos Namorados e procura uma atividade barata, temos 5 Ideias simples que a sua 24

VIVER

cara-metade vai adorar! 1. Faça um piquenique Na hora de almoço, vá buscar a(o) sua(seu) namorada(o) e surpreendaa(o) com um piquenique à beira mar ou num parque verde. 2. Prepare uma refeição gourmet Pesquise receitas em livros de culinária ou blogues e ponha mãos à obra. Brinde ao amor com um bom vinho. Vai ver que o seu trabalho vai valer a pena. 3. Alugue uma moto ou uma bicicleta De moto ou de bicicleta, o importante é buscar a sua cara-metade para um romântico passeio até um local emblemático para os dois. 4. Escreva uma mensagem muito romântica Inspire-se com as palavras mais lindas e coloque na mala da sua amada ou, por exemplo, no casaco do seu amado, uma linda mensagem de amor.

Que bom seria se tivéssemos pelos menos “4 dias do amor” por ano, quem sabe assim o romantismo voltaria a ser algo mais desejado entre mulheres e homens. Hoje em dia, nem mesmo as mulheres estão a procura de muito romantismo. Parece que os valores e as expectativas estão mudando. Mas, a verdade é que sem o amor, nenhum relacionamento prevalece forte e inabalável. E a expressão desse sentimento tão nobre é sempre romântico, mas nem todos gostam de demonstrar romantismo, por uma questão ignorante de achar que isso e sinônimo de fraqueza. O amor é o mais nobre de todos os sentimentos e por isso, não há motivos para constrangimentos em expressá-lo. O amor é magnífico, sublime, capaz de mudar o ser humano, capaz de transformar nossas vidas e por isso, precisamos cultivá-lo, exercitar o dom de amar diariamente, como se fossemos à academia, mas em forma de atitudes com quem amamos. Exercitar o amor só nos traz benefícios, só faz a gente crescer, portanto, não pare nunca de surpreender o seu amor, com flores, chocolates e beijos apaixonados. Happy Valentine’s Day!! vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

25


26

VIVER

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

27


TRABALHO

Um ‘tinder’ para unir mulheres e empresas A plataforma SheWorks! ganha o prêmio Equals in Tech 2019 por diminuir a desigualdade entre homens e mulheres. Assim funciona em uma das regiões mais desiguais do mundo a Silvina Moschini quando ela era só uma garota. O prêmio que acaba de receber reconhece projetos inovadores para reduzir a desigualdade entre homens e mulheres através da tecnologia. Com o apoio do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID), empresas como Facebook, Microsoft e Google participam dessa iniciativa junto com as Nações Unidas para cumprir com a Agenda de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

C

onta Silvina Moschini (Argentina, 47 anos) que um aplicacativo como o Tinder foi a inspiração para criar a plataforma que conta com 20.000 usuárias e que acaba de lhe render um prêmio internacional. Para ter acesso ao app, é preciso criar um perfil e fazer uns testes. "Funciona como os apps de paquera. As empresas pesquisam os perfis e tudo é uma questão de matches. É um jogo", brinca. "E há mais possibilidades de encontrar companheiros de trabalho ou de vida com 20.000 mulheres do que só com 28

VIVER

quatro". A empreendedora criou há dois anos e meio SheWorks! Academy, uma plataforma de educação online para mulheres que oferece treinamento em economia digital para a inserção no mercado de trabalho. O projeto funciona em 65 países e acaba de receber o prêmio EQUALS in Tech 2019. "Filha, você pode ser princesa, astrofísica, engenheira ou o que quiser. Mas, se for princesa, tem que ser daquelas que constroem castelos", disse o pai

A princesa que queria construir castelos também quis resolver um mistério. "Não entendia por que as mulheres abandonavam o mercado por uma falta de flexibilidade e conciliação familiar. 51% abandonam a profissão ao ter filhos e ter que escolher entre família e trabalho. Pensei que era um paradoxo no mundo atual, onde todo se move com tecnologia", explica Moschini. Assim, para resolver este "absurdo" problema, ele oferece um sistema de trabalho transparente e remoto para todas, com ou sem filhos, nas grandes cidades ou num povoado no meio da Argentina. A plataforma educa quem não tem a sorte de nascer numa cidade cheia de possibilidades ou recursos para ir à universidade. "Fazemos uma análise profunda de dados para saber do que o mercado precisa e preparamos as mulheres para isso", acrescenta a especialista. Graciana Ricci, especialista em mercado de trabalho do BID, destaca a necessidade de oferecer a todo mundo as mesmas habilidades e de apoiar particularmente aqueles grupos vulneráveis, entre os quais estão as mulheres que não têm oportunidade de acesso a uma educação digital. "O que mais nos vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

29


"Contratrar mulheres deveria ser o foco de todo negócio" preocupa são os grupos atrasados que não puderam apreender a utilizar a tecnologia. Abrem-se novas oportunidades e é necessário que as latino-americanas saibam também vender-se ao resto do mundo e no novo mercado", diz Ricci. Sempre perguntavam o mesmo a Maricruz Tabbia: “Tem filhos?”. Ela respondia que sim, uma criança pequena. “E como pretende cuidar dela enquanto estará trabalhando?" Sempre perguntaram o mesmo a Maricruz Tabbia (Argentina, 34 anos) . "Tem filhos?". Ela respondia que sim, uma garotinha. “E como você pretende cuidar dela enquanto trabalha? Tem alguém para cuidar dela?". Ela foi perseguida com esse interrogatório em cada entrevista que fez. "Eles nunca me ligaram novamente e eu sei que é porque eu tinha acabado de ter um bebê", argumenta. Tabbia vive em uma pequena cidade "onde há mais vacas do que pessoas", diz com humor. Eu nunca sonhei ser capaz de trabalhar em recursos humanos em empresas como Pepsi e Mastercard enquanto moro neste pequeno ponto no mapa chamado Franck. “É verdade que sinto falta do aspecto social do escritório, mas adoro poder trabalhar com minha filha sentada ao meu lado, poder levá-la para a escola e estar presente no seu dia. E, acima de tudo, poder escolher onde moro”, conclui. Na Colômbia, o desemprego de mulheres com menos de 25 anos é de 24,1%, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Natalia Vargas mora em Bogotá e tem 24 anos. Ela só teve uma experiência de trabalho antes de usar a plataforma Moschini. Nesse trabalho, ela foi forçada a usar um 30

VIVER

uniforme e não podia desenvolverse como profissional ou como pessoa. "Fiz um trabalho de rotina e, embora nunca tenha me sentido discriminada por ser mulher, me senti marginalizada por ser jovem", diz ela. Ela fez fotocópias, trabalhou das oito às cinco sentindo-se inútil porque, como ela diz, "era mais importante parecer fazer do que realmente fazer alguma coisa". A trabalhadora, agora especializada em marketing e redes sociais, diz que os homens de sua antiga empresa tendiam a limitá-la e que as mulheres no SheWorks! a fazem crescer. Sua família não entende o conceito. "Mas eles estão errados, porque agora faço as coisas e ajudo", conclui. Yyannu Cruz, especialista em desigualdade de gênero do BID, assegura que em alguns países a diferença de gênero aumentou. A principal preocupação destacada pela especialista é que as mulheres de seu continente trabalham apenas em operações de rotina e, portanto, destinadas à automação. "A tecnologia irá substituí-las. É necessário melhorar suas capacidades digitais para que não fiquem fora", explica ela. Cruz insiste que as mulheres não tiveram acesso a treinamento adequado e em harmonia com o desenvolvimento da tecnologia. "Precisamos quebrar os estereótipos de que as mulheres não são tão boas quanto os homens no mundo digital. SheWorks! É uma iniciativa que entra nessa dinâmica, é o caminho a seguir", conclui. O caminho para acabar com a diferença de gênero A diferença salarial na América Latina é um dos principais desafios para alcançar a equidade de gênero. Esse índice pode chegar a 30%, segundo especialistas que participaram do Fórum Econômico das Mulheres (WEF) em agosto passado. A Argentina entra nessa linha com 27,5%, enquanto a média mundial não excede 19% e a Espanha

não chega a 15, segundo os últimos dados da OIT. "Estamos negociando pior porque temos a síndrome da impostora", diz Moschini. Para ela, seu "Amazon de talentos femininos" romperá as fronteiras, impactará o mercado e reduzirá essa profunda lacuna. O segredo desse sucesso, diz ela, é a transparência dos dados. “Pouco a pouco, será mais fácil lutar pelo que é nosso, porque temos evidências. Não valerá mais a pena sequer entrar em debates”, diz. A mulher tirava xerox, trabalhava de 8h às 17h se sentindo inútil porque, segundo relata, “era mais importante fingir do que realmente fazer algo” Tabbia, que trabalha com Moschini há mais de cinco anos, viu muito mundo, como diz, e ouviu muitos comentários. "No meu dia a dia, continuo vendo que o homem é priorizado para posições de liderança e que eles sabem negociar seus salários melhor do que nós", diz. Ela também lembra como muitas vezes um homem é priorizado antes de uma mulher. “Ela é excelente, mas você já viu? Está grávida. Melhor um homem ”, é um dos comentários repetidos contra os quais ela luta. Um dos filmes favoritos da empresária à frente do SheWorks! é Hidden Figures, de Theodore Melfi (2016), e ela o utiliza como base para argumentar. “Nesse trabalho fantástico, fica claro que não tínhamos lugar em reuniões ou no mercado de trabalho. Agora todos temos que agir, inclusive os homens, para que não seja mais necessário falar sobre isso. Nós estudamos, lutamos e avançamos, mas as regras sociais ainda estão lá atrás. É preciso um pouco mais de tempo”, conclui.

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

31


TECNOLOGIA

O perigo dos carregadores USB em espaços públicos Hackers podem usar as conexões para roubar dados pessoais do usuário e instalar programas maliciosos no celular.

Conselho Geral de Ordens Oficiais de Engenharia Informática da Espanha, confirma que “o impacto desse risco é muito elevado. Segundo ele, “a ameaça e a consequente recomendação são similares às do uso de WiFi públicos: não utilizá-los, já que não sabemos quem são os outros usuários e com que finalidade usam esse meio compartilhado”. A empresa Kaspersky Lab confirma a existência da ameaça, mas não considera que esteja disseminada. Daniel Creus, analista de segurança da companhia, diz que, embora “[o problema] não seja generalizado, é importante levá-lo em conta porque pode ser considerado um vetor de infecção e, portanto, uma ameaça”.

Como se proteger A possibilidade de ficar sem bateria é um dos maiores temores de qualquer pessoa, mas o risco de carregar o aparelho é alto. Como evitá-lo? • Não utilize as portas USB. Pode parecer óbvio, mas é a primeira recomendação de todos os especialistas: não usar esses conectores públicos, apesar da sua conveniência e por mais que você precise de bateria; Chegar ao quarto do hotel após uma longa viagem e começar a procurar as tomadas para carregar os diversos aparelhos é algo que já se tornou rotina para a grande maioria. Nesse sentido, encontrar (sobretudo no exterior) um carregador USB na parede pode ser como descobrir um oásis no deserto. Conectores desse tipo evitam a dor de cabeça de lidar com as diferentes tomadas de cada país, mas os especialistas voltam a advertir sobre o seu perigo: eles podem ser uma porta de acesso para os hackers. E a ameaça é real. Embora seja um perigo já conhecido e abordado pelos especialistas, o Ministério Público de Los Angeles (Estados Unidos) lançou 32

VIVER

um alerta público pedindo aos cidadãos que evitem a todo custo usar os conectores USB de hotéis e aeroportos, devido à séria possibilidade de serem vítimas do ciberataque conhecido como juice jacking. Através dessa técnica, os hackers podem roubar diretamente do celular os dados pessoais do usuário. E inclusive instalar programas maliciosos que poderiam registrar conversas e todas as atividades realizadas no dispositivo.

Impacto Elevado Estamos diante de um alerta exagerado ou a ameaça é real? Fernando Suárez, presidente do

• Leve o carregador. As versões modernas ocupam pouco espaço e evitam que você precise recorrer a portas USB em espaços públicos; • Use baterias portáteis. As conhecidas como powerbanks são um salva-vidas para muito viajantes e sempre serão mais recomendáveis que um USB público; • Apague o celular durante a recarga. Se realmente não houver outra opção a não ser carregá-lo usando portas USB, a McAfee recomenda desligar o aparelho para minimizar riscos e evitar que haja tráfego de dados durante o processo. vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

33


PESQUISA

O câncer está em ascensão em todo o mundo No ritmo atual, alerta a OMS, o número de casos pode aumentar em 60% nas próximas duas décadas, com os países em desenvolvimento como as principais fontes de novos casos. estimativas anunciadas para 2018, excluíram certos tipos de câncer de pele. Corrigindo essa diferença entre as duas análises, dizemos na IARC, o número de casos para 2018 seria de 17 milhões, portanto o aumento da incidência seria de cerca de 20% entre 2012 e 2018. Ou um aumento no número de casos uma taxa duas a três vezes maior que o crescimento da população mundial no mesmo período. No entanto, essa estimativa deve ser tomada com cautela, pois nenhum cálculo de incidência ajustado na estrutura etária da população mundial permite, no relatório da IARC, comparar rigorosamente a situação descrita em 2012 e em 2018. o câncer atingiu 9,6 milhões em 2018.

O câncer continua a se espalhar pelo mundo, mas melhores medidas de prevenção podem desacelerar seu curso e salvar centenas de milhares de vidas a cada ano, especialmente nos países em desenvolvimento e emergentes. Essas são, em essência, as principais mensagens de dois volumosos relatórios divulgados na terça-feira, 4 de fevereiro, pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC). 34

VIVER

A primeira observação é a de um aumento acentuado na incidência de câncer em todo o mundo. Segundo o relatório da IARC, 18,1 milhões de novos casos foram diagnosticados em 2018 em todo o mundo. A agência não produz uma comparação com os dados de seu relatório anterior, entregue em 2014 e com base nos valores estimados para o ano de 2012. Eles indicaram um número total de novos casos de câncer de 14 milhões, mas , diferentemente das

Um em cada cinco antes dos 75 anos Os maiores riscos por vir dizem respeito aos países mais emergentes e de baixa renda do que aos países mais desenvolvidos, onde a mortalidade tende a estagnar ou diminuir nas principais formas da doença. Segundo a OMS, "se as tendências atuais continuarem, o mundo experimentará um aumento de 60% nos casos de câncer nas próximas duas décadas. O número de novos casos aumentará mais nos países de baixa e média renda, com as menores taxas de sobrevivência. " A partir de hoje, de acordo com a OMS, um em cada cinco será atingido pelo câncer antes da idade de 75 anos e que a doença é a primeira ou a segunda causa de mortalidade prematura - ou seja, entre 30 e 69 anos - em 134 dos 183 países analisados ​​pela IARC. vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

35


MUNDO

www1.folha.uol.com.br

Portugal acaba com vistos gold para quem comprar imóveis em Lisboa e no Porto Programa será mantido apenas para propriedades no interior do país.

O

Parlamento de Portugal aprovou nesta quarta-feira (5) duas medidas que afetam diretamente os estrangeiros de alto poder aquisitivo interessados em viver e investir no país. Os deputados decidiram limitar os chamados vistos gold –autorizações de residência para quem compra imóveis de pelo menos 500 mil euros (cerca de R$ 2,34 milhões)– a regiões no interior do país, excluindo deste regime as propriedades nas cidades portuguesas mais valorizadas: Lisboa e Porto. O sistema de vistos gold tem sido acusado por ONGs e instituições europeias de ser pouco transparente e de possibilitar esquemas internacionais de lavagem de dinheiro. Em Portugal, o programa tem sido apontado 36

VIVER

como um dos responsáveis pela alta generalizada dos preços dos imóveis. Os brasileiros são a segunda nacionalidade que mais se beneficia deste programa, atrás apenas dos chineses. Enquanto em 2019 a fatia asiática encolheu, a dos brasileiros aumentou 16,6%, chegando a 210 vistos gold concedidos. Os parlamentares portugueses também aprovaram a cobrança de uma taxa de 10% sobre aposentadorias e pensões de estrangeiros que estejam no país por meio do regime de residentes não habituais, o chamado RNH. Cerca de 28 mil pessoas têm este status atualmente. Em vigor desde 2009, o RNH oferece uma série de vantagens fiscais para profissionais altamente qualificados

e pensionistas estrangeiros. Por ele, trabalhadores de áreas de “alto valor acrescentado” pagam uma taxa especial de imposto de renda de 20% (abaixo da média europeia). Aposentados estrangeiros tinham ainda mais benefícios e, em alguns casos, devido a acordos europeus que previnem a dupla tributação, acabavam sem pagar nenhum tributo sobre os rendimentos. Um levantamento publicado pelo jornal português Diário de Notícias indica que o número de brasileiros que se beneficiam do estatuto de residente não habitual disparou. Os brasileiros passaram de 1.912 beneficiários em setembro de 2018 para 2.898 em março de 2019. Um aumento de 52% no período. vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

37


Tanto os vistos gold quanto o estatuto de residente não habitual sempre suscitaram polêmicas dentro e fora de Portugal. Criado em 2012, quando Portugal estava imerso em uma grave crise econômica, o programa de vistos gold tinha o objetivo de aumentar o investimento estrangeiro de maneira rápida. O programa havia sido ampliado no governo do primeiro-ministro socialista António Costa, no poder desde novembro de 2015. O visto dourado garante autorização de residência em Portugal (e consequentemente, o livre trânsito nos 26 países que integram o Espaço Schengen) a interessados em três modalidades de negócio: compra de imóveis, transferência de ao menos 1 milhão de euros (cerca de R$ 4,66 milhões) para o país ou a criação de um negócio com dez ou mais postos de trabalho. O método mais popular sempre foi a aquisição de imóveis de alto padrão, responsável, segundo dados do SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras), por cerca de 90% dos vistos gold emitidos. A exigência mínima, antes de 500 mil euros, pode cair para 350 mil euros (R$ 1,63 milhão) caso a propriedade esteja em área de interesse de recuperação. A medida aprovada agora pelos 38

VIVER

deputados –na votação do Orçamento de Estado de 2020–limita a localização dos imóveis a municípios do interior ou das regiões autônomas dos Açores e da Madeira. Segundo o Executivo socialista, autor da proposta aprovada, o objetivo é fomentar o desenvolvimento do interior e também aliviar a pressão sobre o mercado imobiliário de Lisboa e do Porto, que acumulam sucessivas altas. Entidades do setor imobiliário e da construção civil se manifestaram unanimemente de forma contrária ao projeto. Para a advogada Patrícia Viana, sócia da Abreu Advogados e corresponsável pela área de imóveis, a mudança legislativa, na prática, acabará com o visto gold para investimento em imóveis. “Pelo que nós vemos dos nossos clientes, há dois perfis para quem procura visto gold: quem quer viver ou passar longos períodos em Portugal ou investidores que buscam rentabilizar o imóvel. Para os dois casos, o interior não é atrativo”, explica. “Quem quer passar longos períodos em Portugal escolhe Lisboa, Porto ou Algarve, que são lugares com vida, com lojas e serviços. Este investidor não vai querer comprar um imóvel porque não vai querer morar ou passar férias no interior”, diz.

“O investidor que quer uma rentabilidade do imóvel também não vai se interessar, porque ele compra para depois alugar o imóvel para turistas ou para portugueses. Para ter retorno, só consegue em Lisboa e no Porto. Se comprar no interior, para quem é que ele vai alugar? Não vai ter retorno, há pouca população, pouca demanda”, completa. No caso dos estrangeiros que têm o estatuto de residente não habituais, a queixa vem sobretudo de países europeus, que veem um êxodo de aposentados em busca da redução de impostos. A Suécia e a Finlândia chegaram a apresentar queixas formais a respeito as práticas portuguesas, enquanto a França já manifestou de maneira não oficial seu descontentamento. A taxação de 10% sobre as pensões desses estrangeiros valerá apenas para novos casos. Os atuais beneficiários do RNH podem ter este estatuto por um prazo máximo de dez anos. Atualmente, 27.367 estrangeiros são residentes não habituais, dos quais 9.589 são aposentados. vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

39


40

VIVER

vivermagazine.com Foto: Image Foto:Bank Bellator.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

41


Anuncie na Viver Magazine. Ligue 770.953.4250 www.vivermagazine.com

42

VIVER

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

43


44

VIVER

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

45


46

VIVER

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

47


Cinema

BIRDS OF PREY Estreia: dia 7 Gênero: Ação, Aventura, Crime Classificação: R

THE LODGE Estreia: dia 7 Gênero: Drama, Horror, Suspense Classificação: R

SHIKARA Estreia: dia 7 Gênero: Drama, Romance Classificação: PG-13

MALANG Estreia: dia 7 Gênero: Romance Classificação: R

AND THEN WE DANCED Estreia: dia 7 Gênero: Drama, Romance Classificação: R

LEGEND OF DEIFICATION Estreia: dia 7 Gênero: Animation Classificação: PG-13

WAITING FOR ANYA Estreia: dia 7 Gênero: Drama, Guerra Classificação: PG-13

SONIC THE HEDGEHOG Estreia: dia 14 Gênero: Ação, Aventura, Família, Ficção Científica Classificação: PG

BLUMHOUSE'S FANTASY ISLAND Estreia: dia 14 Gênero: Aventura, Comédia, Horror Classificação: R

THE PHOTOGRAPH Estreia: dia 14 Gênero: Drama, Romance Classificação: PG-13

DOWNHILL Estreia: dia 14 Gênero: Comédia, Drama Classificação: R

ORDINARY LOVE Estreia: dia 14 Gênero: Drama, Romance Classificação: R

FIRST LADY Estreia: dia 14 Gênero: Comédia, Romance Classificação: PG

GREED Estreia: dia 21 Gênero: Comédia, Drama Classificação: R

THE CALL OF THE WILD Estreia: dia 21 Gênero: Aventura, Drama, Família Classificação: PG

A WHITE, WHITE DAY Estreia: dia 28 Gênero: Drama Classificação: PG-13

48

VIVER

vivermagazine.com


Agenda 22 MONSTER JAM Mercedes-Benz Stadium 1 AMB Dr NW Atlanta, GA 30313 www.monsterjam.com

14 VALENTINES IN THE GARDEN: DECADES OF LOVE Atlanta Botanical Garden 1345 Piedmont Ave NE Atlanta, GA 30309 www.atlantabg.org

ATÉ 27 DE FEVEREIRO DATE NIGHT AT AVALON Avalon 2200 Avalon Boulevard Alpharetta, GA 30009 www.experienceavalon.com

vivermagazine

vivermagazine

7 A 11 EAGLES State Farm Arena 1 State Farm Drive Atlanta, GA 30303 www.statefarmarena.com

14 WILD AT HEART VALENTINE'S DAY DINNER Atlanta Botanical Garden 1345 Piedmont Ave NE Atlanta, GA 30309 www.atlantabg.org

DE 11 A 20 CERTIFIED INTERPRETIVE GUIDE WORKSHOP Zoo Atlanta 800 Cherokee Avenue, S.E. Atlanta, GA 30315 www.zooatlanta.org

13 ANDREA BOCELLI Infinite Energy Arena 6400 Sugarloaf Parkway Duluth, GA 30097 www.infiniteenergycenter.com

26

14 SIPS UNDER THE SEA: BE MY VALENTINE Georgia Aquarium 225 Baker Street Atlanta, GA 30313 www.georgiaaquarium.org

ATÉ 10 DE MAIO

ATLANTA HAWKS VS. ORLANDO MAGIC State Farm Arena 1 State Farm Drive Atlanta, GA 30303 www.bigassballoons.com

TEENAGE MUTANT NINJA TURTLES™ SECRETS OF THE SEWER Children's Museum of Atlanta 275 Centennial Olympic Park Drive Atlanta, GA 30313

14

15

FERNBANK AFTER DARK: IT'S ELECTRIC! Fernbank Museum of Natural History 767 Clifton Rd NE Atlanta, GA 30307 www.fernbankmuseum.org

ARTFUL STORIES: HANUMAN'S ADVENTURE Michael C Carlos Museum 571 South Kilgo Circle Atlanta, GA 30322 carlos.emory.edu

VIVER

49


50

VIVER

vivermagazine.com


vivermagazine

vivermagazine

VIVER

51


52

VIVER

vivermagazine.com

Profile for vivermagazine

Viver Magazine Fevereiro 2020  

Viver Magazine is publishing to the Brazilian Community living in Atlanta, Georgia and online to all Brazilians in the United States. - Revi...

Viver Magazine Fevereiro 2020  

Viver Magazine is publishing to the Brazilian Community living in Atlanta, Georgia and online to all Brazilians in the United States. - Revi...

Advertisement