Issuu on Google+

aNO 6 . eDiÇÃO 21 mai/JuN 2014

em Revista DIETA DuKAn Priorize as proteínas no cardápio e emagreça

AuGuSto curY fAlA SoBre A neceSSiDADe De equiliBrAr AS eMoÇÕeS sAúDE Dentes de leite são fontes de células-tronco mEIO AmBIEnTE tratamento do nosso lixo é referência para o país

No ClIMA DA CoPA Futebol une amigos e promove saúde


PRADO BUSINESS DESIGN

BLOQUEIA 98% DOS RAIOS UVA E UVB

DESIGN ANATÔMICO

PUNHO ALONGADO PARA A PROTEÇÃO DAS MÃOS

TECNOLOGIA QUICK DRY E ULTRA LIGHT: LEVEZA E SECAGEM RÁPIDA

OTEGIDA R P S I A DO M SOL % 8 PRA SUAR 9

ROUPAS E ACESSÓRIOS COM PROTEÇÃO CONTRA RAIOS UV NATAL- PRAIA SHOPPING TEL 84 2030 1606


kki.com.br


nesta edição

12. blitz viver bem Clicks do dia de lazer e bem-estar que a Ritz Brasil e a PG Prime realizaram no Condomínio Palm Springs, em Muriú

13. artigo O saudável hábito de poupar por Astênio Araújo

maio& junho

16. pergunte ao personal

ANO 6 . EDIÇÃO 21

Lo-amy Fonsêca esclarece dúvidas sobre malhação na TPM, spinning e exercícios isométricos

17. enquete Qual a sua rotina de atividade física?

Benefícios vão além da parte física

20. alimentação Chega de brigar com a balança. Dieta Dukan promete emagrecimento rápido e sem passar fome

22. odontologia

36. entrevista

Integração de diversas especialidades

Aprenda a manter suas emoções equilibradas com os conselhos de Augusto Cury

28. saúde Esqueça a tradição de jogar os dentes de leite no telhado. Ciência descobre que eles são ricas fontes de célulastronco

30. infância

34. Futebol 6.

em Revista . MAi/jun 2014

Centro de educação complementar realiza festas de aniversário educativas

32. educação As vantagens de um ensino fundamental individualizado

40. eu aprendi a viver bem A jornalista Helga Oliveira conta como conseguiu equilibrar a rotina e mudar de hábitos


Sesc


editorial

expediente

É o que todo mundo quer

O gol da vida Não tem jeito. Brasileiro e futebol estão intimamente ligados. Todo mundo tem uma história pra contar relacionada ao esporte. Seja a escolinha na infância, os campeonatos na adolescência, as peladas com a turma do trabalho ou as idas ao estádio para torcer pelo seu time preferido. A minha relação com o futebol sempre foi muito distante. Eu só torcia pelo Brasil nos jogos da Copa do Mundo e acredito que era mais pela festa , pela badalação do que pelo futebol em si. Mesmo assim, tenho uma história muito especial. Um dia fui convocada para fazer parte da organização de um torneio de futebol beneficente para arrecadar fundos para a Caravana Fé na Estrada, um projeto social do qual fazia parte. Nas idas e vindas ao clube onde aconteceu o evento, me apaixonei pelo diretor de lá. Depois que o evento acabou, reuni um grupo de amigas e passamos a jogar futebol uma vez por semana.

8.

em Revista . MAi/jun 2014

Ganhamos mais saúde, nos divertimos muito e eu comecei a namorar o tal diretor, hoje meu marido Mateus. Estamos juntos há 11 anos e ganhamos um troféu mais valioso que a taça da copa, nosso filho Davi. Decidimos falar sobre a modalidade para entrar no clima da Copa do Mundo que começa já,já. O engenheiro Sílvio Bezerra, que estampa nossa capa, se considera um peladeiro de carteirinha e joga futebol desde a infância. Falamos com especialistas em saúde para mostrar os caminhos para a

prática saudável, evitar lesões e problemas cardíacos. Nessa edição você confere também uma entrevista com Augusto Cury, que enfatiza a importância do equilíbrio emocional. Para quem busca emagrecimento, fizemos um raio X da polêmica dieta Dukan. Além disso, confira várias outras reportagens e dicas para ajudar você a fazer o gol mais importante da sua vida: mudar hábitos e viver muito bem. Estou na torcida pela vitória de todos, inclusive a minha! Boa leitura!

Ano 6 . Edição nº 21 maio/junho 2014 Direção geral Juliana Garcia e Patrícia Guedeville Coordenação editorial Juliana Garcia Textos Eugênio Bezerra e Taciana Chiquetti Revisão Márcia Melo Projeto gráfico e diagramação GR Design Editorial www.grdesigneditorial.com.br Comercial GGTec Produções Impressão Impressão Gráfica Tiragem 6.000 exemplares Fale conosco 84 9451.4142/ 84 9104.4561 contato@guiaviverbem.com.br

Nossa capa Modelo: Silvio Bezerra Foto: Sueli de Souza

Juliana Garcia juliana@guiaviverbem.com.br @jufariasgarcia


viver bem

reViStA 21 edições publicadas sempre priorizando informações de qualidade para contribuir com a qualidade de vida dos nossos leitores.

ProGrAMA exibido na tv Ponta Negra (sBt), emissora líder de audiênca em sua programação local, o viver Bem já se consolidou como um canal direto que liga empresas e profissionais da área da saúde ao seu público.

SuA oPiniÃo

12 anos no ar

Maio é mês de festa para o Viver Bem. O programa completa 12 anos no ar, uma história de sucesso que ultrapassou as barreiras da TV e hoje está presente na mídia impressa, eventos e na mídia digital.

“Gostei de ver um tema tão polêmico como o aeróbico em jejum na capa da revista. Sou educador físico e não recomendo essa prática para os meus alunos. Vocês mostraram os dois lados da moeda e quem decidir praticar estará ciente dos prejuízos.” talisson farias, por email “Parabéns! Vocês desempenham um excelente trabalho.” fabia oliveira, via Instagram

noVo Site O www.guiaviverbem.com.br está de cara nova para acompanhar as mudanças e atuar de forma integrada aos perfis das redes sociais, gerando, assim, mais visibilidade e melhores resultados para os anunciantes.

“Já sou viciada em café e depois que vocês falaram sobre o lado bom da bebida passei a consumir sem culpa. Mas tenho consciência de que não posso exagerar.” Andrea Brito, por email “Gostei da nova coluna Eu Aprendi a Viver Bem. Estou empenhado em mudar de vida como fez a professora Juliana Barreto. Quem sabe um dia não estarei contando minha vitória nessa revista que adoro.” liane Saraiva, por email

coneXÃo ViVer BeM É mais um canal que integra anunciantes com o público que acompanha o viver Bem

10 .

em Revista . MAi/jun 2014

“Amei a capa. A Gabi Dias linda como sempre.” juliana freitas, via Instagram


@guiaviverbem #MãeViverBem Para celebrar o Dia das Mães e estimular a prática de hábitos saudáveis, pedimos para nossas seguidoras compartilharem fotos com suas mães ou seus filhos em momentos saudáveis. Confira as que foram mais curtidas e inspire-se no exemplo dessas mães que sabem viver bem. @estamosjuntas Cangoo em família

@nanafalcao Parada de mão com filho >

< @andreadepaulacariello Praia com a melhor companhia @rayssamf Passeio de bike especial >

@cynaravirginia Curtindo seus presentes

< @alexandra_elim Tal mãe, tal filha

mais viver bem Programa Viver Bem, sábado, às 9h, na TV Ponta Negra (SBT) Site: www.guiaviverbem.com.br @guiaviverbem www.facebook.com/guiaviverbem www.youtube.com/tvviverbem

MAi/jun 2014 .

em Revista

. 11


Lazer em alto padrão O Condomínio Palm Springs, da Ritz Brasil, foi o ponto de chegada do passeio “PG Prime Experience”, realizado no dia 26 de abril. Os participantes foram recebidos para um dia de lazer completo e puderam conhecer de perto toda a estrutura do empreendimento e desfrutar da área de lazer com suas famílias. Confira as fotos:

12 .

em Revista . MAi/jun 2014

Fotos: Tiago Lima

blitz viver bem


artigo

astênio araújo | Consultor | astenio.araujo@gmail.com

O saudável hábito de poupar...

A saúde financeira é um componente importante da nossa vida. Sem ela, as outras saúdes (física, espiritual, mental e intelectual) são naturalmente afetadas e abaladas. Cuidar da saúde financeira exige dedicação e hábitos. Dentre os vários hábitos (bons hábitos) um dos mais importantes é o de poupar. Vamos entender isto melhor. A obtenção da saúde financeira requer planejamento. Esse planejamento deverá compreender o curto, médio e longo prazos. O grande objetivo é ter segurança no médio e tranquilidade no longo. Então, como já pode ser percebido, as ações acontecem no curto prazo - no aqui e agora para terem reflexos positivos no médio e longo prazos. Para poupar, precisamos definir uma meta. Pode ser um valor fixo mensal (R$

500,00 por exemplo) ou um percentual sobre os ganhos (normalmente adota-se entre 10% e 20%). De tempos em tempos, deve-se converter esta poupança em ativos (imóveis) que gerem renda (aluguéis). Os aluguéis poderão gerar mais poupança que servirá para comprar mais ativos e gerar mais aluguéis e poupança. Este ciclo começa devagarinho e vai aumentando a velocidade à medida que os ativos são acumulados. O grande objetivo de tudo isso é atingir a ABASTANÇA, que é a situação em que nossos ativos, através dos seus rendimentos dos aluguéis, podem nos sustentar “para sempre”, sem que precisemos trabalhar, mantendo o nosso padrão de vida. Não é fácil, mais é muito saudável esse hábito de poupar... MAi/jun 2014 .

em Revista

. 13


dicas de vida

Por Taciana Chiquetti | Jornalista | tacychiquetti@hotmail.com

Cabra cega A partir de hoje, não quero mais controlar a vida, quero que a vida me controle e me leve para caminhos nunca antes imaginados. Quero que Deus brinque de “cabra cega” comigo. Quero peregrinar pelos anos, esperando que cada encontro e cada fato sejam orquestrados pelo poder maior. Quero me submeter à organização infinita que nos surpreende na abundância e detém o próprio tempo. Ela traz tudo o que é necessário e leva os excessos por nós idolatrados. Em um movimento semelhante às ondas do mar: aproxima pessoas, promove oportunidades e elimina o que não é preciso. Quero ser como a vida: livre, mas submetida a uma ordem desconhecida, incompreensível e extremamente perfeita que respeita a liberdade. Há muitos caminhos para quem descobre que não controlar a vida é o melhor ca-

Pílulas não bastam Estudos realizados pelo neurocientista Eero Castrén, da Universidade de Helsinque (Finlândia), apontam que somente tomar medicamentos não basta na saúde mental. A terapia precisa ser adicionada ao tratamento. Os antidepressivos, por exemplo, restauram a capacidade de determinadas áreas do cérebro para contornar rotas neurais cujo funcionamento não está normal. Porém, essa mudança só trará benefícios se acompanhada de uma mudança do paciente – mudança esta obtida através da psicoterapia.

14 .

em Revista . MAi/jun 2014

minho. É mais fácil viver como uma criança que espera uma surpresa e abre, radiante, o pacote de presente. Como nada espera, tudo é bem-vindo para ela. Assim, algo lá no alto provê infalivelmente. Quero apenas seguir em frente e sentir qual o próximo ato da minha existência. As oportunidades certas sempre aparecem para um peregrino: é seguindo em frente, se lançando ao destino, que ele promove as condições de comer, dormir, vestir. Não se preocupa com o que é elementar e, com isso, ganha a si mesmo. Ganhando a si mesmo, recebe a recompensa da vida que tem predileção por quem não deseja estar no controle. Deixo Deus me girar com os olhos vendados. Não preciso ver para crer. Posso ter experiências mais estimulantes com o breu. Posso mudar meu olhar quando me libertar da venda. Posso simplesmente sentir a vida.

Dica Saudável Minha dica de vida saudável começa pela alimentação. Tento passar a semana inteira sem comer glúten e quando o faço, não exagero. Evito lactose, mas não abro mão de um queijinho magro. Doces, vou tirando aos poucos até atingir a meta de gostar cada vez menos. E ginástica! Minha aposta é o treinamento funcional, que mexe com todo o corpo e ainda é divertido. No mais, quanto mais andar a pé e subir escadas, melhor. Sou adepta do “você é o que você come”. Passo bem assim, não sinto falta do que acho que não vai me fazer bem e acho que você também consegue! Tente! Thaisa Galvão - Jornalista

Dicas de leitura

Mulheres que correm com os lobos Clarissa Pinkola Estés Por meio da interpretação de 19 lendas e histórias antigas, a autora – uma psicanalista junguiana - identifica o arquétipo da mulher selvagem ou a essência da alma feminina, sua psique instintiva mais profunda e propõe formas de se atingir libertação. Diversas “dores da alma” são desencadeadas porque a mulher se afasta do que faz sentido para ela, por motivos diversos. O livro sugere reflexões para a retomada da autonomia emocional, que repercutirá em sua qualidade de vida.


bora.

Graduação SAÚDE Qualidade de ensino na busca pela qualidade de vida.

Escolha o seu curso. > Enfermagem > Fisioterapia > Nutrição > Psicologia > Educação Física

PE

LA

EZ

Licenciatura e Bacharelado

T E R EI R A C

V

Vestibular terças e quintas.

3215.2917

unirn.edu.br

Pense grande. Seja UNI-RN.


Foto cedida

pergunte ao personal

Lo-amy Fonsêca loamy@pulseacademia

educador físico, formado pela uFRN, com pós-graduação em treinamento desportivo. atua como personal trainner e é sócio da Pulse Health Fitness.

“Quanto mais fortes forem os músculos e tecidos ao redor das juntas, melhor irão suportar cargas externas e protegê-las contra lesões” 16 .

em Revista . MAi/jun 2014

1. treinar com tPM requer cuidados especiais? Maria Luísa - por email O período pré-menstrual geralmente é marcado pelo aumento da fadiga muscular e nervosa, com a consequente diminuição da capacidade de desempenho. esse processo ocorre em função da oscilação hormonal no organismo da mulher. O mais importante é respeitar as limitações impostas nessa fase, pois, do contrário, é possível ter os sintomas da TPM intensificados. a dica é não praticar exercícios por longos períodos e nem com excesso de carga.

2. Vejo algumas pessoas utilizando frequencímetro na musculação. Qual a finalidade? Bianca Melo – por email ao monitorar os batimentos cardíacos o indivíduo percebe se o esforço está além ou abaixo do que deveria. sendo assim, quem usa o aparelho tem uma maior precisão do que está acontecendo, deixando o seu treinamento mais eficiente. Alguns monitores também indicam a quantidade de calorias que foram gastas com o exercício, o consumo de oxigênio e quanto tempo o atleta permaneceu na mesma condição física.

3. A minha série da musculação ficou fácil. Para evoluir o melhor é aumentar a carga ou o número de repetições? João Marcello - por email O momento certo de elevar a carga na musculação, mudar o treino, potencializar a caminhada na esteira ou começar a correr está diretamente relacionado à dedicação do aluno e ao objetivo: aumentar a massa muscular, melhorar a composição corporal através da definição muscular, emagrecer e tonificar a musculatura, entre outros. O foco estabelece as diretrizes para que os instrutores proponham um cronograma de exercícios específicos. Metas e prazos de validade, quando respeitados, fazem com que os ganhos sejam rápidos e contínuos.

4. É possível ganhar massa com exercícios isométricos? Ney Salgado - por email Nenhum isométrico proporciona a hipertrofia: aumento considerável do diâmetro do feixe muscular. esse resultado só é obtido com os isotônicos (exercícios executados com o movimento da articulação: fase concêntrica e excêntrica). O exercício isométrico me-

lhora o fortalecimento muscular de uma forma estática e produz tônus auxiliando na estabilização das articulações. Quanto mais fortes forem os músculos e tecidos ao redor das juntas, melhor irão suportar cargas externas e protegê-las contra lesões. Com isso, previne-se lesões nas articulações quando na prática de esportes e má postura.

5. Posso fazer spinning todos os dias? Carolina Antunes - por email Qualquer atividade física de alta intensidade, como é a aula de bike, deve ser dosada e incluída dentro de uma rotina de treinamento com as devidas reservas em prol da saúde do aluno. a aula pode ser sua preferida na academia, mas, se fizer todo dia, o mais provável é que logo acabe tendo que abrir mão dela por causa de uma lesão por excesso de uso. O ideal é mesclar atividades – hoje, bike, amanhã, natação, depois, corrida, por exemplo, sempre colocando um dia de descanso total a cada dois ou três dias seguidos de exercício. também é fundamental malhar com a orientação de um bom profissional para ajudá-la a administrar as intensidades do treino e os períodos de descanso a fim de promover saúde, emagrecimento e condicionamento físico.


enquete

Qual a sua rotina de atividade física? Pessoas que se exercitam são mais saudáveis e mais felizes Que a prática de exercício faz bem a saúde todo mundo já sabe. O grande desafio da maioria das pessoas é incluí-los na sua rotina. A atividade física dever ser um hábito diário ou, no mínimo, realizado 3 vezes por semana. O importante é não ficar parado. Encontre a modalidade que mais te agrada e movimente-se!

Carol Bezerra, arquiteta “Durante alguns anos treinei musculação com a supervisão de um personal trainner, mas devido ao meu biotipo que não permite um amplo desenvolvimento muscular acabei desistindo das máquinas e pesos (aterrorizantes, pelo menos para mim! risos...) e parti para uma atividade funcional. Hoje treino três vezes na semana à beira mar. Alterno TRX, corrida e funcional sempre ao amanhecer ou no cair da tarde, um verdadeiro sonho. Estou satisfeita com os resultados e super relaxada, porque o ambiente e o contato com a natureza fazem toda a diferença.”

Mara Cavalcanti, fisioterapeuta “A atividade física é essencial na minha rotina, pratico desde os meus 17 anos, no mínimo 3 vezes na semana. Adoro musculação, me sinto mais disposta no dia a dia e de bem comigo mesma. Estou com 8 meses de gestação e o exercício me prepara para o parto e para voltar à forma depois que meu bebê nascer.”

Ana Beatriz Santa Rosa, empresária “Minha rotina de exercícios é intensa. Malho 3 vezes por semana com a orientação do meu personal trainner Victor Oliveira. Também sou adepta à prática do pilates e para essa modalidade reservo dois dias da semana. Associo a atividade física com uma dieta saudável e balanceada.”

O sedentarismo é a causa de

8% das doenças cardíacas (Fonte: IBGE)

MAi/jun 2014 .

em Revista

. 17


alimentação

Por Taciana Chiquetti

Prático e saudável Refeições congeladas, nutritivas e saborosas para quem busca seguir um cardápio saudável na correria da vida moderna Para que uma reeducação alimentar permaneça e se torne um novo hábito, é preciso mais do que determinação. Muitas vezes, a falta de tempo impede as pessoas, tão acostumadas ao corre-corre do dia a dia, de terem uma alimentação saudável. Preparar uma refeição “do bem”, afinal, requer algum tempo. De olho nesta necessidade do natalense, que está cada vez mais disposto a viver bem, se alimentando adequadamente, uma nutricionista de Natal teve uma boa ideia, que deve conquistar o público local. Rafaela Queiroz e seus ir-

mãos Renato e Mariana criaram o Pronto Gourmet, um estabelecimento, localizado no Tirol, que oferece refeições congeladas saudáveis, elaboradas pela profissional a partir de sua visão de nutrição. “Observava em meu consultório que muita gente não conseguia mudar a alimentação por causa da correria, especialmente no almoço, por isso, acredito que um local como esse vai trazer mais praticidade para quem quer se alimentar bem”, observa Rafaela, que também é personal diet e trabalha com planejamento da alimentação familiar.

Sem sair de casa As refeições da Pronto Gourmet podem ser compradas pelo site www.prontogourmet.com.br, pelo telefone, com sistema delivery, ou no próprio estabelecimento, que oferece ainda uma loja de produtos saudáveis, com farináceos, barras de proteína e cereais, geleias, chocolates, cookies, entre outros produtos. Na Pronto Gourmet, também é possível fazer o famoso Detox, duas vezes ao mês, com o acompanhamento posterior, de três semanas, feito pela nutricionista.

18 .

em Revista . MAi/jun 2014

Gosto de comida caseira Além de equilíbrio entre os nutrientes, o sabor também não pode ficar de fora para que novos hábitos alimentares se instalem definitivamente. Por isso, ela ampliou seus conhecimentos em produção, manejo e congelamento de alimentos para manter cada prato saboroso, desmistificando que comida congelada “não tem gosto”. “Aqui tudo tem gosto de comida caseira”, frisa a sócia Mariana. O diferencial das embalagens específicas, para porções de 350 gramas, que contribuem para o cozimento e podem ir ao forno convencional ou microondas, também influencia na manutenção do sabor. O cardápio da Pronto Gourmet é variado. São mais de 50 pratos disponíveis, entre massas, carnes, aves, pratos regionais, vegetarianos e orgânicos, sopas funcionais, acompanhamentos, aperitivos, sobremesas, sucos e smoothies, além da salada do dia, que é fresca. Todos os pratos podem ser encontrados nas versões sem glúten e sem lactose.

Os mais pedidos Entre os líderes de preferência estão o filé de frango à parmegiana, com espaguete integral e com o frango empanado na farinha de amaranto; o bacalhau Santa Luiza, marinado no vinho e banhado no azeite, que acompanha batata doce ou inglesa; a salada de camarão, com folhas orgânicas, tomate cereja, mussarela de búfala, farinha de castanha e chia, além de molho e croutons integrais; isca de carne à moda indiana, com gengibre e açafrão; carne assada com cebolas caramelizadas; canelone integral vegano; e o regional risoto de carne de sol com queijo de coalho.

Pronto Gourmet – Refeições Congeladas - Delivery Av. Rodrigues Alves, 1276, Tirol Fone: 84 3346-5188 www.prontogourmetnatal.com.br Funcionamento: segunda a sábado, das 9 às 20h


alimentação

Dukan: a dieta da vez Roupas, acessórios, sapatos, cortes de cabelo... A moda também contempla as dietas, que, quase sempre, arrastam um grande número de seguidores, já que a maioria das pessoas acredita que precisa perder peso. Sucesso na Europa, a dieta da vez é a dieta Dukan - uma dieta da proteína adaptada, na qual seu criador, o médico Pierre Dukan, faz algumas alterações na dieta das proteínas original e reduz as gorduras na tentativa de criar uma dieta mais saudável. É o que explica a nutricionista Christiane Nogueira, que atende em uma clínica, localizada no Tirol, em Natal. No site do método Dukan, a promessa é de rapidez sem passar fome e com inspiração no emagrecimento de celebridades internacionais, como a princesa Kate Middleton, Jeniffer Lopez, Penélope Cruz e

20 .

em Revista . MAi/jun 2014

Beyoncé. “São quatro fases para perder peso e mantê-lo de uma vez por todas, livrando-se assim do efeito sanfona. Os resultados podem variar de acordo com cada indivíduo”, frisa o texto da página da internet. Os seguidores da dieta têm, até mesmo, grupos virtuais para troca de incentivos e informações na rede mundial de computadores. Porém, o modelo de Dukan divide opiniões. Apostando piamente nos três princípios básicos da nutrição - variedade, equilíbrio e moderação -, Christiane acredita que quem faz essa dieta consegue perder peso, porque o corpo queima muitas calorias para converter a proteína em energia, o que, para ela, não significa uma atitude saudável. “Nosso organismo só consegue atingir saúde com vitalidade positiva se estivermos bem nutridos e, para

Priorizar as proteínas para emagrecer com rapidez e sem passar fome. Será que funciona mesmo? Como funciona a Dieta Dukan A dieta é estruturada em quatro fases: duas para emagrecer (ataque e cruzeiro) e duas para manter o peso adquirido (consolidação e estabilização). Todos os alimentos permitidos, em cada uma das fases de emagrecimento, podem ser consumidos à vontade. Fonte: www.dietadukan.com.br

tanto, precisamos receber, todos os dias, uma alimentação bem variada que forneça de 44 a 45 nutrientes diferentes, distribuídos durante o dia, com alimentos, de preferência, o mais natural possível”, orienta a profissional.


Por Taciana Chiquetti

Uma alimentação balanceada fornece de

44 a 45 nutrientes diferentes durante todo o dia

“Uma dieta restritiva como essa certamente leva à desnutrição. Devemos aprender a comer bem para vivermos bem” Christiane Nogueira, nutricionista

Prós e contras Perda de peso rápida de um lado, mas alteração no colesterol, acúmulo de gordura no fígado e muita perda de massa muscular, segundo a nutricionista, de outro. Além disso, há a insuficiência de nutrientes (carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas, minerais, fibras e fitoquímicos). “Uma dieta restritiva como essa certamente leva à desnutrição. Devemos aprender a comer bem para vivermos bem”, destaca Christiane.

Consenso Entretanto, ambos concordam que a mudança de hábitos cotidianos, incluindo não somente a alimentação, mas a prática de atividades físicas diariamente e um bom sono fazem “milagres” no organismo. Vale salientar que cada pessoa é única e a individualidade bioquímica de cada uma deve ser respeitada.

Dicas para emagrecer Uma história de sucesso O jornalista Freire Neto (35) seguiu a dieta e comprovou resultados. Ele viu a balança despencar dos 117 kg para os 83 kg e, por isso, passou a acreditar no método. “A dieta Dukan ensina a basicamente ter limite. Recomendo muito essa dieta, porque sou a prova viva de que deu certo. Hoje, tenho uma alimentação mais equilibrada, pratico atividade física e tenho mais consciência alimentar”, relata. O jornalista garante que, após o processo, que durou cerca de cinco meses, fez um check up médico e todos os resultados foram equilibrados. Mais magro, ele passou a se motivar para as atividades físicas com mais dedicação. “Sempre corri, mesmo gordinho, mas hoje tenho um desempenho bem melhor. Fazia um quilômetro em sete minutos e agora reduzi este tempo para cinco minutos”, conta o corredor de rua mais esbelto. Outro legado do método Dukan para ele foi inserir três colheres de farelo de aveia, por dia, em sua alimentação e comer apenas proteínas uma vez por semana. É assim que ele vem mantendo seu novo peso, após ter atingido sua meta.

* Comer 3 porções de frutas por dia, in natura, sendo frutas diferentes e em horários diferentes; * Comer 3 porções de legumes/ verduras/ hortaliças por dia; * Incluir azeite de oliva extra-virgem na salada; * Comer 5 castanhas de caju, torradas e sem sal; * Consumir meia colher de sopa de linhaça dourada triturada e meia colher de chia; * Reduzir os carboidratos refinados (ex: pão branco, arroz branco, bolachas e macarrão) e preferir os carboidratos integrais e complexos, como arroz integral, granola, aveia, inhame, macaxeira, batata doce, cuscuz, tapioca e pão integral; * Não usar carnes gordas na hora de fazer o feijão; * Preferir frango e peixe e comer carne vermelha somente uma vez na semana; * Comer a cada 3 horas, fazendo lanches em pequenas quantidades (fruta, iogurte desnatado, castanhas, barra de cereal, biscoitos integrais). * Tomar bastante água durante o dia. Fonte: Nutricionista Christiane Nogueira

MAi/jun 2014 .

em Revista

. 21


odontologia

Visão global Equipe multidisciplinar em odontologia proporciona tratamento completo e preciso Uma visão mais integrada do paciente é uma tendência cada vez mais defendida na área da saúde. Na Odontologia, reunir diversas especialidades para oferecer um serviço completo e com mais qualidade, em um só lugar, é uma prática, há muito tempo, na Clínica Vicente de Paula. As áreas de ortodontia, prótese, implante, dentística, periodontia, endodontia, cirurgia buco-maxilo e fonoaudiologia atuam conjuntamente, dependendo do caso, para atender às necessidades do paciente. “Uma equipe multidisciplinar pode oferecer mais precisão no diagnóstico, estabilidade e previsibilidade e, com isso, o tratamento acaba sendo mais rápido.

Diversos profissionais dialogando, em entendimento sobre os trabalhos, observando cada particularidade, traz benefícios ao paciente”, explica o implantodontista Ricardo Sousa. Além da equipe “afinada”, uma boa estrutura física, com consultórios bem equipados, e o uso de tecnologias, a atualização científica constante dos profissionais são muito importante para garantir bons resultados ao paciente. “A ciência é dinâmica, por isso estamos sempre nos atualizando para oferecer o que há de mais novo em termos de tratamento. Os profissionais têm que falar a mesma língua, definindo, em conjunto, o que é melhor para o paciente”, diz.

Tecnologia Em termos de tecnologia, além de adotar a tomografia para o diagnóstico, a clínica utiliza um prontuário único informatizado para que todos os especialistas tenham acesso às informações do paciente e um sistema de comunicação para estabelecer contato constante com ele. Além disso, a clínica conta com um estúdio de fotografia e vídeo, cujo objetivo é fornecer mais detalhes ao diagnóstico e registrar etapas do tratamento. Cada especialidade dando a sua contribuição evita, por exemplo, que se realizem procedimentos isolados, os quais podem se tornar irreversíveis, muitas vezes, se tornando prejudicial à saúde global de quem busca melhorar seu sorriso.

22 .

em Revista . MAi/jun 2014

“A ciência é dinâmica, por isso estamos sempre nos atualizando para oferecer o que há de mais novo em termos de tratamento”

Sintonia União é o que não falta na equipe da clínica. O fundador, dr Vicente de Paula, é especialista em prótese e professor aposentado da UFRN. Com experiência de 47 anos na profissão, ele reúne entre seus especialistas os 3 filhos – Ricardo, Rodrigo e Raniere Sousa – que atuam em parceria com os outros profissionais da clínica, garantindo sucesso nesse atendimento multidisciplinar. O cliente ganha em praticidade e não precisa percorrer diversos locais e especialistas para realizar o tratamento integrado.

Clínica Vicente de Paula – Odontologia Integrada Rua Des. Antonio Soares, 1273, Tirol – Natal-RN Fone: 84 3211-8668 www.clinicavicentedepaula.com.br


Um residencial feito

especialmente para você.

Com 146 casas na 1ª fase, o Areias do Planalto Celina Guimarães localiza-se em uma região de constante expansão em Natal. Aqui, você encontrará área de lazer completa, além do conforto, segurança e comodidade que busca para ser feliz todos os dias.

3 tipos

Financiado pelo Minha Casa Minha Vida, o Areias do Planalto possui diferentes de casas, variando de 61,45m² a 74,70m². São casas com,

Piso Porcelanato e Churrasqueira Privada,

todas no estilo duplex, com jardim, oferecendo ao seu dia a dia a mais plena satisfação, conforto e felicidade. Coordenação e vendas:

Estande de Vendas:

84-3012-2575

Rua Floriano Peixoto Nº 525 - Petrópolis

Correspondente Bancário Cred Aqui: Código de Convênio: 38879-3


otorrinolaringologia

Livre para respirar Causada por diversas razões, a obstrução nasal atinge adultos e crianças e tem impacto significativo na qualidade de vida destes pacientes Respirar bem é sentir alívio, conforto e, até mesmo, tranquilidade. Porém, mais do que relaxante, uma respiração adequada também é sinônimo de saúde. A obstrução nasal é a queixa mais comum no consultório do médico otorrinolaringologista Marcial Brettas, localizado em Lagoa Nova, em Natal – cerca de 60% dos pacientes que o procuram em sua rotina diária de trabalho. O nariz apresenta as funçôes básicas de filtrar, aquecer e umidificar o ar e é a partir do momento que essas funções deixam de ocorrer que os problemas começam a surgir. Na criança, a principal causa da obstrução nasal é a conhecida rinite alérgica, que nessa idade pode vir acompanhada do aumento das adenóides (um tecido que cresce na região entre o nariz e a garganta), resultando em uma série

24 .

em Revista . MAi/jun 2014

de alterações como respiração bucal, roncos, sono agitado, baixo peso , atraso no ganho de altura, deformidades dentárias e da face. Em casos mais severos, a má oxigenação gerada pela obstrução nasal pode resultar ainda em atraso no desempenho escolar e déficit de atenção. Os pais têm um papel fundamental na percepção destas alterações bem como na busca de um especialista que possa orientá-los na melhor conduta, ressalta o dr Marcial. Já nos adultos, as causas são as mais variadas, podendo, assim como na criança, ser decorrente também da rinite alérgica (ou sinusite crônica alérgica como é mais conhecida no meio médico), aumento dos cornetos nasais (hipertrofia dos cornetos), desvios do septo e ainda tumores nasais benignos ou malignos.

Prevenção O cuidado com a boa ventilação e claridade dos cômodos, permitindo que a luz solar penetre, é uma boa forma de se prevenir dos fungos (môfo), que aumentam muito no período das chuvas. Na casa daqueles pacientes sabidamente alérgicos, deve-se evitar o uso das vassouras que suspendem a poeira, substituindo-as por aspirador de pó ou um pano úmido no chão. O uso de medicamentos e sprays nasais também ajuda muito na melhora da qualidade do dia a dia destes pacientes. Infelizmente, em alguns casos, somente os cuidados ambientais e uso de medicamentos não são suficientes para melhora, indicando-se também o tratamento cirúrgico. Hoje em dia, estas cirurgias, que já foram motivo de trauma para muitos, evoluíram substancialmente e permitem retorno para casa no mesmo dia do procedimento, com resultados aparentes já nos primeiros dias e um rápido retorno às atividades habituais, conclui Brettas.

Diagnóstico e Tratamento Com o salto que a medicina apresentou desde o século passado e com surgimento constante de novos recursos tecnológicos , o diagnóstico da obstrução nasal tornou-se muito simples e rápido. “O uso da vídeo endoscopia nasal, que permite uma visualização direta da cavidade nasal com total nitidez, da rinomanometria computadorizada, que nos diz o quanto o paciente apresenta de obstrução nasal, dos testes alérgicos, todos estes feitos dentro do próprio consultório, e ainda somado aos exames de imagem (tomografias computadorizadas e RX), nos permitem não só dar o diagnóstico preciso como indicar o melhor tratamento para cada caso”, frisa o médico.

Dr. Marcial Brettas Clínica Pedro Cavalcanti Rua Dep. Marcílio Furtado, 1299 – Lagoa Nova – Natal-RN Fones: 84 3206-0109 4008-5909 / 9480-4758


fisioterapia

Combate a dor As dores na coluna, desde o pescoço até a região lombar, são, sem dúvida, um dos problemas de saúde mais comuns do século XXI. Os maus hábitos da vida atual, especialmente relacionados à postura e à movimentação do corpo, contribuem para essa realidade - muito comum em pessoas de todas as idades. No Centro Vitta, localizado em Lagoa Nova, dores nas costas e pescoço são as queixas mais comuns de quem procura os serviços do local. “Lombalgias e hérnias de disco (que são

uma complicação das lombalgias) são as doenças que mais acometem quem nos procura. Os vícios posturais e de movimento e o estilo de vida de passar muito tempo sentado, no trânsito, no trabalho, assistindo TV na cama ou com a cabeça inclinada para operar os smartphones, são algumas das causas mais frequentes dessas dores”, relata o fisioterapeuta Jorge Ivan da Costa Nogueira, que atua no Centro Vitta, em parceria com sua esposa, também fisioterapeuta, Kelly Christine Gama Dantas.

Fotos: Ana Júlia Jales

O papel da fisioterapia no tratamento e prevenção

Da prevenção à manutenção Diversos serviços são oferecidos no Centro Vitta, com destaque para o tratamento da dor aguda e crônica, realizado através da Terapia Manual e da Estabilização Segmentar e Dinâmica da Coluna Vertebral. “É um trabalho de ativação dos movimentos dos músculos e da coluna. Não basta manipulá-la, é preciso ativar a musculatura para manter a coluna protegida e alinhada”, explica a fisioterapeuta Para os diagnósticos, a equipe disponibilza atendimentos em clinica médica e reumatologia. A massoterapia e a hidroterapia também estão disponíveis para auxiliar na melhora do paciente. Além da reabilitação, o Centro Vitta trabalha para que a pessoa retorne ou inicie uma atividade física e possa se manter sem dor e saudável, a partir do condicionamento físico. No espaço, há pilates, treinamento funcional e hidroginástica. Desde 2007, o centro trabalha com uma equipe integrada e multidisciplinar, que conta também com clínica médica e reumatologia que promove saúde por meio de uma estrutura de ponta. A demanda é crescente em Natal, por isso os fisioterapeutas, proprietários do Centro Vitta - que contam com mais de 15 anos de experiência profissional - estão ampliando constantemente os serviços oferecidos.

Na luta contra a dor As dores nas regiões periféricas, como quadril, joelho e ombros, também acontecem com frequência e podem ser consequência de problemas na coluna. “O foco do Centro Vitta é a dor, não somente o tratamento, como a prevenção e a manutenção da condição saudável para o bem-estar e qualidade de vida do paciente. Nosso objetivo é tratar e humanizar a dor, percebendo a pessoa em sua integralidade”, observa Kelly.

26 .

em Revista . MAi/jun 2014

Centro Vitta – Saúde e Bem-estar Rua Leonardo Drummond, 1610, Lagoa Nova – Natal-RN Fone: 84 3206-3327 Facebook: CentroVitta www.centrovitta.com centrovittacursos@gmail.com


saúde

fada do dente do século 21 Dentes de leite são fontes de células-tronco e podem ajudar no tratamento de diversas doenças Aquele dente de leite, comumente jogado fora quando cai ou guardado como lembrança da infância, contém um verdadeiro “tesouro” para a saúde. A partir deles, é possível coletar células-tronco - células indiferenciadas capazes de se transformar em diversos tipos de células do corpo humano, como neurônios, células ósseas, musculares, cardíacas e várias outras. A fábula da “fada do dente”, que conquista muitas crianças, ganha um novo significado com as recentes descobertas científicas. “Esse material, que seria descartado, pode ser de grande utilidade para a criança e para sua família no futuro, ajudando no tratamento de diversas doenças. As células-tronco da polpa do dente têm, inclusive, mais potencial para se transformar em células neuronais”, explica o cirurgião buco-

-maxilo-facial, Roberto Pinheiro, que atua na Neom Clinical - única clínica odontológica, em Natal, a fazer a coleta deste material celular específico. O armazenamento é feito em São Paulo, por tempo indeterminado, no Centro de Criogenia Brasil (CCB), onde é processado e guardado em nitrogênio líquido a -196°C. O CCB é o primeiro e único banco a armazenar células-tronco da polpa do dente de leite no Brasil. No interior do dente, há uma pequena massa de tecido vivo (a polpa), composta de vasos sanguíneos, nervos e das células-tronco mesenquimais - células imunocompatíveis, jovens, de excelente qualidade e disponíveis em muita quantidade, que podem ser congeladas e servir para o tratamento de diversas doenças.

SAlVAnDo ViDAS De acordo com Roberto, nos últimos anos, várias pesquisas vêm sendo desenvolvidas para obtenção e uso clínico dessas células e os resultados positivos já começam a surgir. Os estudos apontam para o uso dessas células, especialmente, no tratamento de doenças autoimunes, como o lúpus, doenças degenerativas e neuro-degenerativas, como mal de alzheimer e Parkinson, traumas na medula, após infartos, em casos de acidentes vasculares cerebrais (avCs), artrites e lesões de córnea. “além de não envolver questões éticas, como as células-tronco embrionárias, esta é uma ótima opção para quem não coletou sangue do cordão umbilical”, frisa o cirurgião.

É possível fazer a coleta dos Vantagens diversas ao contrário das células-tronco obtidas no cordão umbilical - que só podem ser coletadas uma vez, em um momento específico (o do parto) -, no caso do dente, é possível fazer a coleta em um período superior, ou seja, dos 5 aos 12 anos de idade, de uma maneira não invasiva. além disso, há 20 possibilidades de coleta – 20 dentinhos.

28 .

em Revista . MAi/jun 2014

5 aos 12 anos

de uma maneira não invasiva nEOm CLInICAL av. Xavier da silveira, 1119 morro Branco – Natal-RN Fone: 84 3234.4357 site: www.neomclinical.com.br Centro de Criogenia Brasil (CCB): www.ccb.med.br


infância

Muito mais que uma festa O que toda criança quer é comemorar seu aniversário reunindo os amigos para um momento de diversão, regado a muita brincadeira. Já imaginou aproveitar a festa de aniversário para estimular o desenvolvimento do seu filho e dos seus convidados? Essa é a proposta do GrowUp, centro de educação complementar, que abre seu es-

paço também para a a realização de festas educativas para crianças de até 7 anos. “O diferencial aqui é que a festa é voltada para a criança. No nosso espaço não temos jogos eletrônicos e a ideia é que o aniversariante e convidados aproveitem o espaço no GrowUp para brincar e interagir e fazer novos amigos”, diz Luciana Rocha, psicóloga e proprietária do espaço.

Recreação

Rever fotografias

Todas as brincadeiras são direcionadas à idade da criança. A equipe do GrowUp desenvolve uma recreação personalizada com desafios, jogos e gincanas para estimular a interação entre os convidados. O grande sucesso entre a criançada é a possibilidade de fazer uma oficina culinária dentro da festa, em uma cozinha totalmente equipada para as crianças, com roupinhas de mini-chef, elas preparam biscoitinhos, cup cakes para serem degustados e ainda servirem aos convidados.

30 .

em Revista . MAi/jun 2014

Fotos: Dalianny Galvão

GrowUp proporciona diversão educativa nas comemorações de aniversário

Estrutura A maior parte das brincadeiras acontece na minicidade funcional que conta com prefeitura, supermercado, casinha, pet shop, hospital, escola, salão de beleza e até banco, que tem sempre um dinheirinho para a cidade funcionar. Nesses ambientes as crianças têm a oportunidade de vivenciar vários papéis e criam esse mundo da imaginação que é tão importante para o desenvolvimento infantil. “Para o jogo de faz de conta ficar ainda mais divertido, disponibilizamos serviços opcionais nos ambientes da minicidade, como por exemplo, o salão de beleza com cabeleireiro fashion e unhas artísticas para atender aos convidados mirins”, explica Luciana, que destaca também a área do brinquedão, com cama elástica e vários obstáculos para trabalhar a parte motora da criança. Um dos diferenciais do GrowUp é a quantidade mínima de convidados para a realização da festa. A partir de 30 pessoas já é possível fazer a reserva do espaço. Como a festa é para crianças, a maioria dos pais deixam seus filhos sob os cuidados da equipe e voltam para pegá-los 3 horas depois, tempo médio de duração das festas. Cada um recebe uma pulseirinha de identificação, com nome e telefone do responsável. “Temos capacidade para receber até 30 adultos. Mesmo com uma área aconchegante para os adultos e um buffet diferenciado, a festa é pensada para atender às crianças. Elas são as verdadeiras protagonistas nesse dia tão especial”, conclui Luciana Rocha.

GrowUp educação complementar Rua Olinto Meira, 1117 - Barro Vermelho - Natal-RN Fone: 84 3211-1316 www.growupkinder.com.br | Instagram: @growupkinder


Impress達o


educação Escola aposta no ensino fundamental individualizado para trabalhar a formação de alunos capazes de fazer a diferença na sociedade

Um jeito diferente de ver a educação O mundo mudou nas últimas décadas em uma velocidade que, muitas vezes, não conseguimos processar. As crianças e jovens que nasceram nesta era da informação se adaptam facilmente a essas mudanças, como também são facilmente influenciadas pelo modismo e costumes praticados em seus grupos de convívio. O NEC – Núcleo de Ensino Criativo nasceu há 15 anos,

32 .

em Revista . MAi/jun 2014

preocupado com a realidade que vive a sociedade e pensando em atender à demanda dos alunos que saem do Pinguinho de Gente em busca de um ensino fundamental individualizado. Em um mundo onde se cultua o ter, a escola busca trabalhar uma formação do ser crítico e participativo, capaz de fazer a diferença na sociedade em que está inserido.

Observando cada ser O NEC se posiciona de forma diferente na comunidade educacional, visto que já surgiu com a proposta de ser pequeno, de tratar seus alunos de modo individualizado e tem como princípio manter-se sempre no formato que foi pensado originalmente: os alunos são em número menor por sala, assim como as turmas são reduzidas. Desta forma, qualquer funcionário da escola conhece os alunos pelo seu nome. “Esta proposta se torna ainda mais relevante neste momento em que a família, com todos os seus afazeres, está se distanciando e os filhos, cada vez mais, estão experienciando os grupos de convívio. Estes grupos, comuns na sociedade, tendem a influenciar na formação da personalidade do jovem e, por esse fato, é muito importante o acompanhamento dos adultos, bem como a observação do meio em que estes jovens são educados”, observa a diretora Aparecida Rocha.


Fotos: Ana Karla Santiago

Por Taciana Chiquetti

Flashes da comemoração dos 15 anos da escola

Parceria família – escola A parceria entre família e escola também é favorecida em uma escola que prima pela personalização no trabalho educativo. A qualidade dos vínculos formados a partir de um contato mais direto e detalhado do desenvolvimento da criança oferece ambiente ideal para uma educação em que desenvolver competências é tão importante quanto criar laços afetivos. “Sabemos que o mundo está, cada dia, mais aberto às diferenças e que a internet propiciou um rompimento de barreiras que jamais imaginávamos. E, por isso, é fundamental que as crianças e jovens tenham uma orientação no mundo real e virtual para que possam tirar o que há de melhor nestes dois mundos”, observa a diretora. As particularidades de cada criança são observadas e relacionadas na construção da sua caminhada pessoal, intelectual e profissional, que deve estar alicerçada em uma base sólida de valores morais, éticos e espirituais capazes de dar sustentação às provas que encontrarão mundo afora. Investindo na formação dos seus profissionais, na tecnologia como ferramenta pedagógica, no material pedagógico de ponta, nas instalações físicas que proporcionam uma interação dos alunos com o corpo docente e em uma filosofia de educação pautada pelo amor, a escola trabalha para que, a partir do ensino médio, seus alunos estejam preparados para enfrentar uma sociedade competitiva, mudando para uma escola maior, onde as experiências diversas estarão sempre batendo à porta.

Victor, já atuando como jornalista. Gratidão durante uma entrevista com “Tia” Aparecida

Prata da casa Victor Ferreira, de 21 anos, já vestiu a farda do Pinguinho de Gente e do NEC, hoje se dedica ao teatro e ao jornalismo e admite que a escola, onde estudou até o 9º ano, foi muito importante para sua formação integral. “Houve espaço para que eu desenvolvesse minhas habilidades, porque, na escola, eram reconhecidas as realidades de cada um, o que faz muita diferença. Sempre me senti inserido, reconhecido e amado e isso, com certeza, ajuda na constituição do que você é. Por ser uma escola pequena, é possível esse acompanhamento. A escola é responsável por 90% do que sou hoje”, relata Victor, que teve a oportunidade, por meio da escola, de montar um espetáculo teatral, que hoje está em cartaz profissionalmente, e de escrever livros, como o “Cordel: a literatura do sertão”, quando ele tinha 12 anos. Mais tarde, ele também pôde escrever a história da diretora da escola Aparecida Rocha. “Ela conhece cada um e sabe desempenhar qualquer função dentro da escola. Tudo é centralizado no amor dela, por isso dá certo”, resume o ex-aluno.

NEC – Pinguinho de Gente Rua Olinto Meira, 1115 - Alecrim, Natal – RN Fone: 84 3204-4900

MAi/jun 2014 .

em Revista

. 33


fitness

Paixão nacional Muito além de uma atividade física, o futebol une pessoas e fortalece vínculos de amizade

Foto cedida

DuAS DÉcADAS De PelADA

No ano do maior evento de futebol do mundo, eles vão organizar um baile para comemorar 20 anos de pelada

34 .

Mais do que a cara do Brasil. Mais do que um esporte. Mais do que uma atividade para relaxar. Para quem pratica, futebol é interação, é amizade. Desde reunir amigos para assistir a uma partida pela televisão às peladas semanais ou jogar de forma amadora ou profissional, esta prática esportiva - que está em evidência no mundo todo, especialmente neste ano de Copa do Mundo - ultrapassa os limites dos benefícios físicos.

em Revista . MAi/jun 2014

em Natal, um grupo se reúne há 20 anos para jogar futebol, uma vez por semana, no Clube da Caixa, em Pium. Na “Pelada da Caixa”, diversos profissionais participam, a maioria entre 30 e 40 anos de idade. a pelada começou com estudantes de arquitetura para formar o time da universidade Federal do Rio Grande do Norte (uFRN) em um campeonato. Depois disso, outros amigos foram convidados, entre médicos, empresários, professores, engenheiros, a integrar os encontros esportivos e, de lá para cá, não pararam mais. O hábito se instalou e a paixão pela bola e pela união dos amigos atravessou décadas. “O grupo influencia muito na qualidade de vida. a amizade se estende para fora do campo. O contato semanal também acabou aproximando nossas famílias. Esposas, namoradas, noivas e filhos estão sempre envolvidos. Nosso objetivo nunca foi ganhar, mas interagir, confraternizar”, relata o propagandista márcio Galvão, que integra o time. ele tem raízes futebolísticas na família. seu pai, José Dantas, foi jogador profissional no ABC e no América Futebol Clube.


Por Taciana Chiquetti

Foto: Sueli de Souza

O prazer de jogar

Sou peladeiro, sim senhor! Jogar futebol é um hábito frequente na vida do engenheiro civil e empresário Sílvio Bezerra. A afinidade com o esporte surgiu ainda na infância, quando acompanhava seu pai, o também engenheiro civil e empresário Fernando Bezerra, nas peladas e torneios do Clube de Engenharia e também ao estádio para assistir os jogos do ABC. “Me lembro que eu era mascote do ABC aos 5 anos de idade. Meu pai me colocava para entrar em campo no antigo Castelão, de mãos dadas com os meninos maiores. Estímulo eu tive de sobra”, relembra Sílvio, que escolheu o futebol como seu esporte preferido na época em que estudou no Marista e pelo time da escola participou de muitos campeonatos. Hoje, Sílvio se considera um peladeiro nato. É tão apaixonado pelo futebol que participa de dois grupos de pelada durante a semana. Um deles, formado por 30 amigos que acordam às 5 horas da manhã para jogar. “É óbvio que a prática de exercícios faz bem para a saúde. Mas esse encontro vai além dos benefícios físicos. O melhor é a parte da amizade, do relacionamento. Amigo se ajuda, amigo faz negócio, amigo ouve suas confidências”, revela o empresário, que é vice-presidente do ABC Futebol Clube, mas teve que se licenciar do cargo ao perceber que, devido a sua grande paixão pelo futebol, estava se dedicando mais ao clube do que a sua empresa.

O médico do esporte Roberto Vital destaca outros pontos positivos do futebel. “Há muitos benefícios na prática do futebol: melhora a qualidade de vida e previne doenças músculo-esqueléticas, dá mais força, resistência e potência. Além disso, ainda melhora o funcionamento cardiovascular e há muitos ganhos na parte intelectual”. No entanto, não basta somente ser brasileiro para ter no DNA como lidar com o esforço físico que o futebol exige. É preciso cuidado, não somente para atletas, amadores, mas principalmente para quem pratica semanalmente. “O grande problema das peladas com os amigos, principalmente essas de final de semana, é que a pessoa geralmente não pratica nada ou muito pouco de exercícios físicos, além destas peladas em si. Portanto, o organismo como um todo não se encontra condicionado para

a carga de exercícios que este esporte exige, aumentando bastante os riscos de lesões osteomusculares de uma forma geral, além de problemas cardiovasculares por se tratar de exercício de alta intensidade”, alerta o cardiologista Felipe Guerra. Segundo ele, a morte súbita no esporte é um evento raro, porém com enorme impacto familiar e social. Quem quiser aproveitar a inspiração dos peladeiros e a atmosfera da torcida pelo hexacampeonato da seleção no Brasil e começar a praticar futebol deve atentar para algumas precauções. Qualquer atividade física exige previamente uma avaliação médica, com o histórico pessoal e familiar do praticante, exames clínicos e ergométricos e avaliações ortopédicas, por exemplo. A orientação de um educador físico e de um nutricionista também é importante.

para um peladeiro saudável - Ter uma rotina de exercícios aeróbicos (caminhar, correr, nadar, pedalar etc) e de fortalecimento muscular (musculação, por exemplo) pelo menos duas a três vezes na semana - Usar equipamentos de proteção individual (chuteiras específicas, caneleira, proteção de tornozelos, short térmico para melhor desempenho, sutiã especial (para mulheres) - Jogar preferencialmente no início da manhã ou no fim da tarde - Alimentar-se bem - Fazer uma boa reposição hídrica, bebendo água o tempo todo, sem esperar ter sede, para estar sempre hidratado (a quantidade depende do gasto energético) - Ter um bom sono - Não beber e não fumar

MAi/jun 2014 .

em Revista

. 35


entrevista

Fotos: Canindé Soares

Emoções equilibradas: o segredo para viver bem

Augusto Cury alerta: desde a infância já devemos aprender a lidar bem com as nossas emoções

36 .

em Revista . MAi/jun 2014

De ateu a cristão fervoroso, Augusto Cury acumula muitas revoluções em sua vida, que o fizeram passar a diante tais perspectivas junto ao grande público. Além de psiquiatra e psicoterapeuta, é escritor, com quase 20 milhões de livros vendidos somente no Brasil, onde se tornou o “autor brasileiro mais lido da década”. Suas publicações estão presentes em mais de 60 países. Defensor ferrenho do equilíbrio emocional para a qualidade de vida, ele acredita na inteligência multifocal e multiplica esse conceito por meio da Escola da Inteligência – projeto que promove o desenvolvimento da inteligência, das emoções e das relações saudáveis no contexto escolar.

Cury esteve em Natal, recentemente, para participar de uma palestra numa escola de Natal, que integra a rede da Escola da Inteligência. Nas instituições que já usam o método, no Sul e Sudeste do país, constatou-se melhoria em 89% das habilidades interpessoais das crianças. Além disso, em média, 86% dos alunos passaram a participar mais das aulas e outros 83% apresentaram avanço no desenvolvimento cognitivo. Da parte dos pais, 57% passaram a participar mais da vida escolar dos filhos. Lidar bem com as emoções é uma lição que precisa ser aprendida desde cedo, segundo ele, especialmente em uma atualidade em que o “ser” é deixado de lado.


Por Taciana Chiquetti

Viver Bem em Revista: Qual o principal desafio emocional para se viver bem na atualidade? Augusto Cury: Lidar com a ansiedade. Cerca de 80 a 90% das pessoas apresentam, hoje em dia, o que chamo de “Síndrome do Pensamento Acelerado”. Elas acordam cansadas, têm dores de cabeça constantemente, possuem déficit de memória e sofrem por antecipação. As causas desses sintomas são os excessos de informação, de atividades intelectuais, de trabalho e do uso de games e smartphones. Quem vive conectado se desconecta de si mesmo, da própria realidade. A mente não fica equilibrada. Eu diria que a ansiedade é o mal do século.

VB: Por que é preciso trabalhar a emoção das crianças desde cedo? AC: É preciso ensiná-las a protegerem suas emoções. Poucos pais conversam com seus filhos sobre como se sentem. Porém, é necessário falar com as crianças sobre as nossas lágrimas para que elas possam falar sobre as

delas também. Os professores também podem falar de seus fracassos com seus alunos. Desta forma, será possível expressar os sentimentos, lidando com eles. Eles passarão a perceber que o mundo não gravita em torno deles mesmos e terão a oportunidade de enfrentar seus medos e frustrações para serem autores de suas próprias histórias.

Mas estamos produzindo uma safra de repetidores de dados que não sabem lidar com suas mazelas, viciando o processo da memória em uma área pequena. Precisamos criar alternativas para que seja possível obter respostas brilhantes aos estímulos estressantes. Trabalhar perdas, frustrações, ousadia, debate de ideias e saúde interpessoal.

VB: Os problemas de relacionamentos são muito comuns. Como conduzi-los?

VB: A atual sociedade pensa mais no “TER” do que no “SER”. De que forma podemos mudar isso?

AC: Precisamos entender que ninguém muda ninguém. Não adianta se utilizar de comparações, críticas, chantagens. Temos que contribuir com o outro rompendo o cárcere da rotina. Precisamos dizer palavras nunca ditas. Quando surpreendemos o outro, conseguimos o belo, o sorriso, a empatia. VB: Em suas observações, quais as revoluções que as pessoas estão necessitando? AC: Todos temos genialidade para brilhar em múltiplas áreas.

AC: A vida exige elaboração, paciência nas experiências. No entanto, o que temos hoje são pessoas, adultos e crianças, que se acham no direito de ter tudo. Muitos de nós sequer agradecemos os próprios pais pelas noites insones que tiveram para o nosso cuidado ao longo da vida. A humanidade está adoecendo. Cerca de um bilhão de pessoas pode atingir a depressão, o estágio maior da dor humana e, curiosamente, em plena era do lazer. Temos acesso à música, à literatura, ao esporte, à internet, mas estamos produzindo insatisfação.

“Poucos pais conversam com seus filhos sobre como se sentem. Porém, é necessário falar com as crianças sobre as nossas lágrimas para que elas possam falar sobre as delas também” MAi/jun 2014 .

em Revista

. 37


Fotos: Cedidas

meio ambiente

apenas 12% da área do aterro sanitário é utilizada atualmente

Lixo levado a sério Aterro sanitário da região metropolitana de Natal completa 10 anos e se torna referência brasileira no tratamento e destinação de resíduos sólidos

38 .

em Revista . MAi/jun 2014

Alguma vez você já se perguntou para onde vai o lixo que produz? Provavelmente não. Mesmo assim, tem uma empresa que sabe exatamente o que fazer com os resíduos sólidos gerados nas nossas casas. Quando a Braseco chegou ao Rio Grande do Norte, 10 anos atrás, foi difícil para os técnicos da empresa explicar o conceito que queriam implantar aqui: um aterro sanitário. “As pessoas não tinham ideia de que era possível tratar o lixo, dar uma destinação adequada aos resíduos sólidos sem provocar agressões ou prejuízos ao meio ambiente como nos lixões que existiam”, explica o diretor-presidente da Braseco,

Henrique Muniz Dantas. A falta de referência, na época, aqui no Brasil para o tratamento dos resíduos sólidos fez a Braseco importar todo o modelo da Itália e assim foi implantado em Massaranduba, distrito de Ceará-Mirim que fica a 22 quilômetros da Natal, um dos primeiros aterros sanitários do país e o único projeto para a região metropolitana que efetivamente se consolidou. Através de um convênio, a Braseco recebe no aterro os resíduos sólidos de 10 municípios (Natal, Parnamirim, Extremoz, São Gonçalo do Amarante, Ceará-Mirim, Macaíba, Maxaranguape, Touros, Rio do Fogo e Ielmo Marinho).


Por Eugênio Bezerra

O aterro sanitário, diferente do antigo lixão, no qual o descarte indevido comprometia a qualidade e conservação do solo e aquíferos, obedece critérios sociais, geológicos e ambientais. O resíduo que chega nos caminhões ao local passa por pesagem, triagem, depois segue para ser espalhado, compactado e finalmente aterrado.

Considerando o aumento populacional estabelecido através dos estudos do IBGE e a quantidade de resíduos produzida diariamente, o aterro tem capacidade para operar, com “folga”, segundo estimativa da Braseco, até 2034. O projeto para 20 anos ocupará 55 hectares e hoje são utilizados pouco mais de 12 hectares.

Energia que vem do lixo Em se tratando do efeito estufa, o metano, um dos gases produzidos na decomposição do lixo, chega a ser 25 vezes mais poluente do que o CO2 e está cada vez mais presente no ar que respiramos. Nesse sentido, a geração de energia a partir de resíduos é apontada como um negócio rentável, embora ainda pouco explorado, e que dará uma grande contribuição para a qualidade do ar e de vida. Para a Braseco, o desafio agora é transformar montanhas de resíduos sólidos em energia limpa. “Estamos estudando para gerar energia a partir do lixo”, afirma o diretor-presidente da Braseco, Henrique Muniz

Dantas. Dentro do projeto de recuperação energética, em fase de estudos pela empresa, revela o executivo, estão sendo analisadas duas possibilidades: a geração de energia elétrica no aterro para ser lançada na rede de energia elétrica a partir da conexão com uma subestação da Cosern ou compressao do gas para usos diversos. “Nosso desafio é continuar buscando o aperfeiçoamento técnico e proteção do meio ambiente. Nesses 10 anos conseguimos avançar muito e sermos referência no setor. Sempre com muita clareza, transparência e participação da sociedade”, comemora Henrique Muniz.

1,2 mil toneladas

Foco na qualidade Desde o primeiro ano de funcionamento, o aterro tem a Certificação Internacional ISO 14000, que assegura a responsabilidade e compromisso sócioambiental da empresa, e anualmente esse certificado é renovado. No local, são 70 profissionais que trabalham entre funcionários e equipe de terceirizados. Os biólogos da Braseco fazem desde o monitoramento ambiental até a recuperação da mata nativa. Um viveiro foi criado e centenas de espécies são cultivadas para recompor a mata no entorno do aterro. O controle das águas subterrâneas também é feito através da coleta e análise mensal de amostras que são remetidas a cada três meses ao órgão estadual de meio ambiente (IDEMA). A qualidade do ar com o monitoramento de odores e da avifauna também é uma preocupação para evitar colocar em risco a aviação com a presença de aves como urubus, o que era comum nos antigos lixões. E se nos lixões a questão social era um problema com a presença de catadores e até crianças, no aterro isso é coisa do passado. Ao contrário, recentemente a empresa construiu uma creche de educação infantil que atende 40 crianças, além de distribuição de instrumentos musicais.

é a quantidade de lixo que o aterro da Grande Natal recebe todos os dias

Quer conhecer o aterro sanitário? Agende uma visita da sua escola, universidade ou instituição pelo site www.braseco.com.br

MAi/jun 2014 .

em Revista

. 39


eu aprendi a viver bem

Helga Oliveira De jornalista estressada a coach do bem-estar. Equilibrar a rotina com hábitos saudáveis foi determinante para essa mudança de vida Sou jornalista e trabalhei por 10 anos na redação de uma TV. Na correria todas as demais coisas iam ficando em segundo plano. Então minha vida era assim, sem tempo para nada. Sem muito conhecimento de alimentação saudável, comia o que tinha na cantina da TV e nas lanchonetes e padarias que estavam no caminho das matérias que fazíamos ao longo do dia. Nessa vida louca vivia de dieta, todas que se imaginar

eu já fiz. O resultado da dieta ia embora na primeira semana seguinte, era só voltar a rotina normal. E uma rotina estressante traz gastrites, esofagites, dores de cabeça, cansaço, sonolência, cabelos e unhas fracas, eu tinha tudo isso. Nesse meio tempo, perdi um irmão muito jovem, que faleceu de câncer no aparelho digestivo. Isso serviu de alerta sobre nossa alimentação. Passei a me interessar pelo tema e mu-

Todos os dias na agenda o horário para o exercício é garantido

40 .

em Revista . MAi/jun 2014

A mudança de Helga estimulou toda a família a seguir sua rotina saudável

dei a rotina da minha casa, junto com meus pais e meus irmãos, ciente de que uma alimentação equilibrada evitaria doenças. Foi quando despertei para trabalhar como empresária do bem-estar, aprofundar conhecimentos e difundir o tema como comunicadora que sou. A mudança seguinte foi sair do sedentarismo. Em 2012, estava com sérios problemas de coluna, fui ao médico reumatologista e a receita médica: musculação. Descobri também a paixão pelo spinning e a corrida de rua. Não vivo mais sem praticar atividade física. Diariamente venho também incrementando novidades no cardápio para que a alimentação equilibrada seja uma constante na vida da minha família. A suplementação também faz parte do meu dia a dia,

shakes proteicos, chás(preto, verde, hibisco), multivitamínicos, ômega 3, cálcio, fibras, porque o alimento, por mais saudável que seja, não tem mais todas as vitaminas e minerais que nossa célula precisa. Hoje não sofro mais por evitar certos tipos de comida, faço as trocas numa boa e procuro me alimentar de maneira correta com ajuda da minha nutricionista. Eu aprendi a viver bem quando entendi que existe uma equação: alimentação saudável + atividade física + descanso e sono adequados + suplementos alimentares = bem-estar completo. Essa é a verdadeira equação do sucesso. Pelo menos para mim, se tirar um desses, já desequilibra. Helga Oliveira Jornalista


Ramón Vasconcelos

coisas da vida

Presente de aniversário Faz 12 anos que recebi um convite da jornalista e editora dessa revista, hoje minha sócia Juliana Garcia. A proposta era desafiadora e confesso que fiquei mexida: fazer um programa de tv na área de saúde e qualidade de vida. Naquela época, o interesse das pessoas por uma vida mais saudável estava começando. Atividade física, dietas, terapias, prevenção de doenças, alimentação adequada eram assuntos que já começavam a causar interesse e trazer informação de qualidade para os telespectadores seria uma boa opção de entretenimento na televisão. Com muita garra e vontade, no dia 12 de maio de 2002 foi ao ar o primeiro VIVER BEM, com apoio total dos amigos da área de comunicação e com o passar do tempo o programa conquistou a receptividade dos clientes, além do reconhecimento do mercado do RN e dos telespectadores, nosso maior cliente.

42 .

em Revista . MAi/jun 2014

Junto com o programa, havia o sonho da revista, que esperou até o ano de 2009, mas veio com brilho próprio, movida pela mesma vontade do início, trazendo mais sucesso ainda para a nossa marca, além de ser mais um canal para as empresas divulgarem seus produtos e serviços. Tudo isso aliado às mídias digitais da nossa marca, que crescem a cada dia e são mais uma forma de interação com o público, com maior rapidez e interação. Mas o que mais me encanta em tudo isso é como podemos, através da nossa mensagem, ajudar a melhorar a vida de milhares de pessoas. Quanta gente já nos procurou para dizer que assistiu uma entrevista no programa ou leu uma reportagem na revista ou viu uma notícia no site ou uma foto no Instagram e começou a fazer uma dieta ou começou a praticar atividade física ou procurou uma terapia ou fez algo por si própria e mudou a

vida em algum aspecto. Quanta gente elogia nosso trabalho e, como consequência disso, quantas empresas nos procuram porque querem aliar a sua marca a um conteúdo de qualidade e bom gosto, numa área que ganha mais adeptos a cada dia. Isso é gratificante e animador, além de continuar desafiador a cada dia! E fico pensando o que, para mim, significa esse viver bem que tanto falamos. Muito mais do que ter o corpo em forma, é ter aceitação daquilo que somos, das nossas belezas, mas também das nossas agruras, das nossas dores. E também acei-

tação do outro e sua maneira de ser, além de muita gratidão por todas as situações da vida e uma dose exagerada de bom humor para suportar as adversidades, que são naturais e até mesmo necessárias. Hoje, 12 anos depois, vejo o sucesso da nossa história e fico muito feliz por ter aceito o convite que recebi. E que venham mais e mais 12 anos pela frente. A gente encara com muito amor, vontade e talento! Obrigada, Juliana Garcia! Patrícia Guedeville Diretora comercial patricia@guiaviverbem.com.br


bora.

A Clínica referência em ouvido, nariz e garganta, agora em todos sentidos. Oftalmologia e Dermatologia.

Pedro de Oliveira Cavalcanti Filho - CRM: 1635 - Diretor Médico.

São os nossos novos serviços de excelência.

Marque sua consulta e comprove: fazer você viver melhor é a nossa especialidade.

4008.5909 clinicapedrocavalcanti.com.br

Tirol | Lagoa Nova | Zona Norte Nova Parnamirim | Caicó | Mossoró


Viver Bem em Revista, edição 21