Page 1

revista

Ano I – edição 02 – agosto 2012 - 12.000 exemplares Distribuição domiciliar gratuita

MAGAZINE

orientando você

mim

em

QUERO SER PREFEITO

vo

te

el

2 eico 0 es 12

s

Imagem do google


TURISMO

Morro de São Paulo História e belezas naturais

S

e há um lugar na Bahia para se escolher como destino turístico, onde exista uma riquíssima história cercada de belezas naturais com praias lindís-simas, esse local é Morro de São Paulo, que fica no arqui-pélago de Tinharé, em Valença, a 248 km de Salvador. Para se chegar lá é preciso usar o catamarã ou ônibus até Valença e daí em diante, barco ou lancha até a ilha. Atribui-se a descoberta do lugar ao português Martim Afonso de Souza que navegou por aqueles mares em 1531. Mais tarde, a ilha foi invadida por corsários estrangeiros que assediaram todo o arquipélago. “Tais fatos justificaram a construção pelos portugueses da Fortaleza de Morro de São Paulo entre 1626 e 1635, porém o forte só teve uma guarnição efetiva em agosto de 1664, por ordem do Vice Rei de Portugal, D. Vasco Mascarenhas (VILHENA. 1969 p. 243)”, conforme enuncia o professor Edgard Otacílio da Silva Oliveira em seu livro sobre Valença. Durante a segunda guerra mundial, as praias de Morro de São Paulo serviram de refúgio para os náufragos egressos de navios torpedeados pelos nazistas e os moradores antigos contam essa história que ouviram de seus pais, testemunhas oculares do fato. Morro de São Paulo sempre foi uma vila tranquila de pescadores, até a década de 70, quando o tempo tinha preguiça de passar e os nativos viviam na simplicidade contemplando a majestosa natureza, com suas praias desertas onde se podia observar serenamente o balançar das folhas dos coqueiros. A partir da década de 80, informa Luciana Carús que: “Morro de São Paulo” passou a receber turistas de todas as

partes do Brasil e do mundo e as casas dos nativos foram se transformando em restaurantes, pousadas e assim nascendo toda uma infraestrutura para atender uma nova demanda chamada de turismo”. O turista pode fazer longas caminhadas desbravando a ilha, conhecendo seus encantos. Admirar o por do sol ou fotografar o antiquíssimo farol, o qual serve de cartão postal. Mas, sem dúvida alguma, os maiores atrativos do lugar são as suas praias que curiosamente são designadas por numeração. Vale registrar que estas praias tinham seus nomes de origem que, segundo a jornalista Luciana Carús, são os seguintes: A primeira praia chamava-se Prainha, a segunda, Poço da Praia, a terceira, Rio do Pinto, a quarta, A Ponta ou Mangue Queimado, a quinta, originalmente tinha os nomes; Mata e Karapitangui e, finalmente, a última praia denominada Ponta da Pedra, próximo a Porto de Cima, que os antigos moradores também chamavam de Praia do Jegue. Assim, por essas e por outras, Morro de São Paulo é uma boa pedida para quem deseja fazer turismo em um lugar tranquilo e aprazível, gastando pouco, sem sair do Estado da Bahia, numa antiga vila de pescadores que, de certa forma, ainda guarda placidamente os seus encantos.

Imagens do google

www.vvmagazine.com.br

REVISTA VIVA MAGAZINE 05

03


DESTAQUE

Ana Emilia Athayde Mulher guerreira, empresária na área da saúde, é sensível e tem fortes laços com a família. Ela representa a mulher do século XXI.

C

asada com Dr. Hélcio Alves, a empresária Ana Emilia que também é mãe de João Gabriel, Luiza e Marina e diretora da Ultramed Day Hospital. Natural de Salvador, graduada em administração de empresas pela UNIFACS, gentilmente recebeu a VIVA MAGAZINE para falar sobre sua vida empresarial. Viva Magazine – O que motivou a senhora a trilhar pelo caminho empresarial? Ana Emilia - A empresária surgiu na observação do erro dos outros. Quando eu ainda morava em Iraquara, vinha a Seabra uma vez por semana, e após as idas e vindas observava que as empresas locais fechavam às 12:hs e reabriam às 14:hs. Achava isso um absurdo. Os empresários deixavam o seu dinheiro nas calçadas com as suas portas fechadas. Modifiquei e implantei esquema de turno para os funcionários, pois a empresa já existia nos moldes locais, dei conforto aos meus clientes construindo uma unidade própria com recursos de um financiamento no BNDS. Depois disso, o panorama de outras empresas também começou a modificar, criando uma melhoria no atendimento médico para a população de Seabra e região. Cresci com o erro dos concorrentes, observei e fiz diferente. Até hoje continuamos a inovar em atendimento, instalações e, principalmente, em tecnologia. VV. - Quando a senhora sentiu que a carreira iria dar certo? A.E. - Sempre tive certeza de que tudo na minha vida daria certo. Vejo-me, como filha predileta do Pai Celestial e confio Nele. Isso não quer dizer que sou melhor do que ninguém, ou que outros não sejam filhos desse mesmo Pai, apenas vibro nessa energia do bem, de que tudo dará certo e que tudo é aprendizado. Em relação a estarmos preparados para isso ou aquilo, termos ou não determinadas características necessárias, nós nunca estamos preparados para nada nesta vida, a preparação para qualquer intempérie ou desafios, seja no trabalho ou na vida pessoal, vem juntamente com todas as ferramentas necessárias para resolução de tudo, a meta é vencer os desafios, adquirindo e ou refinando certas

04

REVISTA VIVA MAGAZINE

qualidades. VV. - O que mais lhe atrai em seu trabalho? A.E. - A deficiência da saúde na cidade de Seabra e na região e o desafio constante de inovar, fazendo com que os nossos colaboradores desempenhem o seu trabalho da melhor maneira com auxilio de tecnologias que ajudam no diagnóstico das doenças e conseqüentemente na prevenção das mesmas. VV. - E qual é a importância do bom gerenciamento na área da saúde? A.E. - No controle do uso e desperdício de material hospitalar e principalmente na contratação e capacitação de mão de obra. Moramos em uma região muito difícil de encontrar pessoal para assumir cargos. VV. - Quais são as características de bom empreendedor? A.E. - Boas idéias, pesquisa de mercado, ousadia, procurar bons parceiros se houver necessidade (meu lema é, ‘’Se não souber fazer, contrate o melhor. É somando que se divide’’) e o principal: muito trabalho. VV. - Como a senhora vê a evolução da mulher no mercado de trabalho? A.E. - Orgulho-me muito da minha qualidade feminina, e hoje a mulher está em todos os setores, eu me sinto muito feliz quando faço reuniões na minha empresa e constato que 90% do quadro de funcionários são mulheres, competentes, que sustentam suas casas com o seu trabalho. VV. - Em sua opinião, o que faz das mulheres boas empreendedoras? A.E. - A mulher tem tudo de bom, e principalmente sensibilidade e habilidade para lidar com problemas, gerir pessoas e organizar finanças. Características

fundamentais para um bom gestor. VV. - Quais as maiores dificuldades encontradas pelas mulheres no momento de empreender? A.E. – Ainda é o preconceito. Não tem muito tempo, que aconteceu um episódio em que eu estava negociando a compra de um equipamento médico de preço elevado. O representante da empresa me pediu para falar com o responsável pela compra, quem iria assinar a negociação. Quando disse que eu seria a responsável, o Sr. Jorge (esse era o nome dele) parou alguns segundos antes de reiniciarmos a negociação. Neste momento percebi que havia preconceito. VV. - Quem são as mulheres que vem na sua mente quando se fala sobre empreendedorismo de sucesso? A.E. - Dilma Roussef, com certeza é a maior. VV. - Ana por Ana... A.E. - Amorosa, emocional, mas... paradoxalmente, extremamente racional. Sou do signo de Leão com ascendência em Peixes, fazendo uma alusão aos signos descritos acima, me vejo como uma sonhadora como peixes e realizadora com o Leão. www.vvmagazine.com.br


NOVA CHEVROLET

S10 CARREGADA DE HISTÓRIAS. MOVIDA POR DESAFIOS.

LANÇAMENTOS

CRUZE ITZ

MALIBU

Rod. Br-330, 3 Irecê - BA

COBALT

SONIC

SPIN

(74) 3641-3888


EDITORIAL

FICHA TÉCNICA

www.vvmagazine.com.br publicação mensal do Sertão Impressos e Comunicação Ltda EPP. Rua Franklin de Queiroz nº 162, centro. Seabra – Bahia CEP. 46900-000.

A Revista VIVA MAGAZINE agradece aos leitores e, em especial aos anunciantes pelo apoio incondicional, sem o qual não teríamos editado o primeiro nº. Agradecemos também a todos que, direta ou indiretamente apoiaram acreditando neste

Diretor comercial/Edição: Oswaldo Almeida

projeto editorial. Agora, temos certeza que a VIVA MAGAZINE conquistou seu espaço

Redação/Jornalista: Renato Luís Bandeira DRT 2083 BA Editora/redação:

espontaneamente, chegando gratuitamente em quase todas as residências e estabelecimentos comerciais da cidade de Seabra e região, conforme anunciamos anteriormente.

Jessica Alberton

Sentimos enorme satisfação e alegria em constatar que a missão foi cumprida.

Administrativo:

Nessa segunda edição inserimos algumas novidades com artigos sobre

Aline Saldanha Editoração/designer:

gastronomia, informática, além do tema automobilismo que está nas páginas dos

Wess Fernades

classificados.

Jerre Adriano Nunes Anibal Andrade Revisão: Idione Cristina Costa dos Anjos

Dividimos com vocês leitores o sabor da vitória, ao tempo que desejamos uma boa leitura, dando continuidade a esta parceria nas próximas edições. Vale ressaltar que nossa matéria de capa trata de tema político, sem, entretanto,

Colunista:

nos ater a questões político-partidárias, trazendo simplesmente informações aos nossos

Pitágoras Luna

leitores sobre assuntos pertinentes ao momento eleitoral que estamos vivenciando.

Arte final: Ronaldo Correia Fotografia:

Jessica Alberton - Editora

Smitson Ataíde Publicidade: Paulo Cesar de Oliveira Vinicius Alcantara Anibal Andrade Willian Oliveira Diego Lopes Distribuição: Ana Clara Xavier Isabela Souza Colaboradores/Colunistas: Ivan Guanais Gutemberg Cruz Impressão: Quad/Graphics Nordeste A Revista Viva Magazine não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos e colunas assinadas, assim como as publicidades.

Salmos 20 Que o Senhor te responda no tempo da angústia; o nome do Deus de Jacó te proteja! Do santuário te envie auxílio e de Sião te dê apoio. Lembre-se de todas as tuas ofertas e aceite os teus holocaustos. Conceda-te o desejo do teu coração e leve a efeito todos os teus planos. Saudaremos a tua vitória com gritos de alegria e ergueremos as nossas bandeiras em nome do nosso Deus. Que o Senhor atenda todos os teus pedidos! Agora sei que o Senhor dará vitória ao seu ungido; dos seus santos céus lhe responde com o poder salvador da sua mão direita. Alguns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós confiamos no nome do Senhor nosso Deus. Eles vacilam e caem, mas nós nos erguemos e estamos firmes. Senhor, concede vitória ao rei! Responde-nos quando clamamos!

Acima de todo nome Jesus Cristo 06

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


ACONTECE By: Pitágoras Luna Grãos de Luz e Griô reinaugura espaço de celebração da vida Localizada na cidade de Lençóis - Bahia, a ONG investe no desenvolvimento sustentável a partir da educação e da cultura através da Pedagogia Griô, uma nova tecnologia social que une sabedoria ancestral e educação formal, promovendo o reconhecimento da identidade e ancestralidade do povo brasileiro. Novos espaços de arte-identidade, inclusão social, educação, desenvolvimento sustentável, economia e cultura. Amplas e bem equipadas, as novas salas foram planejadas com o objetivo de receber as ações desenvolvidas pelos educadores, artistas e gestores da ONG que hoje envolve mais de 550 crianças e jovens de Lençóis, 2.000 educadores, 750 Griôs e mestres, e mais de 600 entidades em rede em todo o Brasil. A realização desse projeto só foi possível graças ao apoio de diversos parceiros: A Aglae, a ONG Lena, o Ministério da Cultura, a Fundação Itaú de Excelência Social, a Actionaid, a Dona Susu do Alto da Estrela (em memória) e o Instituto Nordeste Cidadania, que colaborou efetivamente para a realização desse sonho e também compartilha o espaço e as ações desenvolvidas pelo Grãos de Luz e Griô na área da cultura, economia e cidadania.

www.euquerover.com

www.euquerover.com

Arrastão solidário No último dia 20 de julho, integrantes do Projeto Mulheres Solidárias de Seabra, realizaram pelo segundo ano o Arrastão Solidário, que tem como meta, transformar a verba arrecadada em auxílio a diversas famílias seabrenses que carecem desta ajuda. O forró foi animado por Hugo Luna e Jadson do Acordeon (de Palmeiras), Gildo Arano e Pecebes Rabelos, também de Seabra, com seus convidados de palco. O forró ficou mais animado devido a participação do DJ Doidão, o que agradou a todos os presentes, e muitos apóiam a ideia das Mulheres Solidárias, aliás, o Projeto vem fazendo muito pelas famílias carentes em Seabra.

www.vvmagazine.com.br

ARIE Aconteceu no dia 11 de julho, no povoado de Ouro Verde, município de Abaíra, encontro para Formação do Conselho Gestor da ARIE – Área de Relevante Interesse Ecológico - Nascentes do Rio de Contas. Como o próprio nome indica, esta ARIE é de relevante interesse ecológico a qual abriga as primeiras e as mais altas nascentes de toda a bacia hidrográfica do Rio de Contas, que é a maior bacia totalmente baiana. Criada em 2001, sob decreto governamental de número 7968 no dia 05 de junho, esta Unidade de Conservação possui uma riqueza ecológica incontestável, devido a presença de espécimes raras e à sua rara condição geomorfológica, contendo um grande e alto gerais bordeado por serras de aproximadamente 1600 metros de altitude, onde as águas jorram, tanto na sua parte interna quanto na parte externa propiciando vida a inúmeras localidades no seu entorno. Além disso, suas serras formam um conjunto cênico sem igual denominada de Serra da Tromba, do lado de Piatã e Serra do Atalho, do lado de Abaíra.

Aniversário: O Povoado de Olho d'Água do Seco, município de Ibitiara-Ba, acordou em clima de festa no dia 21 de julho, para parabenizar a matriarca da família Rocha e Silva, Dona Nair, que completou 90 anos. A data foi festejada com missa de ação de graças, celebrada pelo Pe. Aldo Copolla, com a presença de toda a comunidade, familiares e amigos. Logo após, em sua residência, todos participaram de um riquíssimo coquetel. Parabéns a Dona Nair Rocha!

REVISTA VIVA MAGAZINE

07


ACONTECE

Novo equipamento digital - A Ultramed, consagrada empresa médica, mais uma vez sai na frente, quando dispõe para seus clientes, novo equipamento com tecnologia digital para realizar todos os exames.A administradora Ana Emília, juntamente com seu esposo, o médico Hélcio Alves, demonstraram assim, que não medem esforços no atendimento aos seus clientes e amigos.

Tecnologia na Euro Orto Recentemente, a cidade de Seabra ganhou a Euro Orto, uma clínica especializada em tratamento ortodôntico com tecnologia desenvolvida pela NASA. Dra. Ion Nilva Pereira e o Dr. Eduardo Giostri Jr., odontólogos que asseguram que os tratamentos realizados na Euro Orto são mais rápidos, com grande melhoria na estética facial dos pacientes, menor quantidade de extrações, sendo, portanto, biologicamente mais seguro.

ANIVERSÁRIO DAS PRINCESAS

comemoram neste mês os seus respectivos aniversários, as princesas Alice Almeida e Guilia Senna.

08

REVISTA VIVA MAGAZINE

Curso do LAC - Dr. Sergio Carneiro e Cristiane Barreto Sócios Diretores da Empresa LAC Saúde, Laboratório de Análises Clínicas de Seabra, promoveram um curso visando planejar melhores ações de atendimento em saúde. O curso foi ministrado pelo professor Eduardo Borges que é administrador e acumula diversos títulos e diplomas no setor empresarial.

Mais uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA 24h) foi entregue na Bahia, desta vez no município de Seabra, no Território de Identidade Chapada Diamatina. Construída no bairro de Tamboril, a unidade foi inaugurada na manhã de terça-feira, 10 de julho, com a presença do Secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, e do Superintendente de Assistência Farmacêutica, Ciência e Tecnologia, Alfredo Boa Sorte. A UPA 24h de Seabra, dispõe de sete leitos de observação, entre adulto (masculino e feminino) e infantil, além de 15 semi-leitos. Com equipamentos 100% novos, a unidade também está apta a realizar exames de raio-x, eletrocardiograma e de laboratório. “Hoje, estamos comemorando a 10ª unidade. Até 2014, esperamos entregar mais 40 unidades neste porte e concluir este conjunto de investimentos. www.comunicacao.ba.gov.br/

www.vvmagazine.com.br


CIDADE

Seabra é referência como cidade pólo Texto e fotos: Renato Bandeira

A

cidade de Seabra é centro geográfico do Estado da Bahia, cujo marco do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística -, encontra-se fixado no ponto exato da Praça Luis Acosta.

No passado, não somente a cidade, mas as áreas adjacentes também se destacaram, tanto no cenário da Chapada Diamantina quanto em todo o Estado da Bahia, isso se levarmos em consideração o conflito armado entre os coronéis. Atualmente a disputa é outra. Pela centralização e o favorecimento do sistema viário que propicia escoamento fácil para qualquer ponto do estado, Seabra tem enorme visibilidade, despertando portanto, no meio empresarial da iniciativa privada, grande interesse logístico. É assim que as grandes empresas tem se instalado por aqui, em detrimento de outras cidades cosmopolitas. O exemplo mais contundente dessa preferência é a empresa SADIA que recentemente construiu um centro de distribuição, às margens da BR. O comércio é nutridíssimo, onde centenas de empresas de pequeno e médio porte geram milhares de empregos alimentando o intercâmbio comercial com as cidades do entorno do município, as quais funcionam como cidades satélites. Não há dúvida alguma, que Seabra é referência como cidade pólo. O centro nervoso do comércio está presente em diversas esquinas da cidade,

destacando-se sobremaneira, aquelas onde estão situados os BANCO DO BRASIL E BRADESCO, afora a rua da CAIXA ECONOMICA. Existem grandes lojas de variedades, algumas divididas em departamentos, em pavimento térreo e superior, que funcionam como lojas âncoras para todo o comércio. A feira livre e o mercado municipal, que tem sua maior agitação aos sábados, localizados no bairro Artur Alves, demonstram a efervescência do lugar, aliás, as feiras livres em qualquer lugar, em qualquer cidade, servem como termômetro na circulação do dinheiro na sociedade. Outro exemplo significativo são as escolas particulares, municipais e estaduais que agregam milhares de alunos somente na cidade, sem contar aquelas municipais espalhadas na zona rural. A Universidade Estadual da Bahia – UNEB, tem boas instalações sediadas no antigo Centro de Treinamento de Líderes - CTL, no bairro da Boa Vista, enquanto, outras particulares como U N O PA R , F T C e U N I FA C S disponibilizam diversos cursos superiores, além do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFBA-, que ministra cursos superiores e técnicos. Vale ressaltar, que só está faltando em Seabra, o complexo da Universidade Federal, o que já está sendo providenciado pelas autoridades, desconsiderando assim o desejo esdrúxulo de alguns em colocar essa Universidade Federal em Lençóis. É evidente que o suporte que a cidade de Seabra oferece é real, indiscutivelmente. Seabra, por ser a 27ª Região Admi-

nistrativa do Estado, aglutina vários órgão como a DIRES, DIREC, CIRETRAN, Secretaria da Fazenda e outros. Antigamente era tão somente um lugarejo denominado Cochó do Pega, que passou a ser ponto estratégico, cresceu e se desenvolveu, para, se tornar a cidade de Seabra, que hoje tem população em torno de 28 mil habitantes. Curiosamente, parte desse mérito recai sobre Dr. Osvaldo Teixeira que, na época deputado estadual, conseguiu desviar trecho da estrada 242 durante a construção, na altura da localidade Beco, para passar onde hoje se encontra Seabra. Da mesma forma muitos outros contribuíram para o desenvolvimento do lugar com trabalho e suor, acreditando neste pedaço de chão. Evidentemente que eles jamais imaginariam que em poucas décadas a cidadela que já foi considerada Cidade das Rosas, em pouco tempo seria uma das melhores referencias do sertão baiano e, devido ao seu clima agradabilíssimo, ser local aprazível para se viver, amar e trabalhar, num lugar que é considerado capital da Chapada.

ACISE

Associação Comercial Empresarial e Agricola de Seabra vwww.vmagazine.com.br

REVISTA VIVA MAGAZINE

09


COMPORTAMENTO

Tecnoestress O hábito de ficar sempre conectado expõe adolescentes a um excesso de estímulos que pode interferir no desenvolvimento mental e social IMPACTO SOCIAL

P

esquisar no Google, mandar um torpedo pelo celular, atualizar o Twitter e postar fotos no Facebook são algumas atividades que crianças e adolescentes são capazes de executar -todas praticamente ao mesmo tempo. Até aí, nada de surpreendente, afinal estamos falando dos nativos da "geração digital" para quem o e-mail já é uma antiguidade. Mas nem mesmo esses seres multitarefa passam incólumes por tanta conectividade e tanta informação. O impacto dessa avalanche se reflete não apenas em aumento de riscos para a segurança dos jovens, temidos pelos pais, como também pode afetar seu desenvolvimento social e psicológico. Ao lado de ameaças que são velhas conhecidas, como pedofilia e obesidade, surgem outras: ciberbullying, "sexting" , "grooming" e tecnoestresse (veja à pág. 7 o significado das expressões). O tal do tecnoestresse é causado pelo uso excessivo da tecnologia e provoca dificuldade de concentração e ansiedade. O jovem tecnoestressado também pode tornarse agressivo ao ficar longe do computador. Segundo o neurologista pediátrico Eduardo Jorge, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, pesquisas já associam overdose de tecnologia com problemas neurológicos e psiquiátricos. "Estão aumentando os casos de doenças relacionadas ao isolamento. A depressão é a que mais cresce." O neurologista também diz que há uma incidência maior do transtorno de deficit de atenção entre adolescentes aficionados por computador. "Não é fácil de diagnosticar. Os pais não acham que o filho tem dificuldade de concentração porque ele fica parado no computador." Outro risco é a enxaqueca. "Essas novas telas de LED são um espetáculo, mas têm um brilho e uma luminosidade que fazem com que aumentem tanto o número de crises de enxaqueca como a intensidade delas", alerta.

10

REVISTA VIVA MAGAZINE

Para o pediatra americano Michael Rich, professor da Universidade Harvard, o impacto das mídias digitais tem efeitos de ordem física e social. "Do ponto de vista da saúde, o principal risco é o da obesidade; do social, o fato é que, quanto mais conectados, mais isolados os jovens ficam no sentido das relações pessoais. É comum ver casais de mãos dadas e falando ao celular com outras pessoas." Opinião parecida tem o psicólogo Cristiano Nabuco, do Instituto de Psiquiatria da USP. Segundo ele, a tecnologia invadiu tanto o cotidiano que as pessoas se per-

dem no seu uso. "É mais preocupante em crianças e adolescentes, porque nessa faixa etária o cérebro ainda não atingiu sua maturidade, não exerce plenamente a função de controle de impulsos", diz. A internet arrebata ainda mais dependentes quando se torna móvel: estatísticas internacionais apontam que 20% da população mundial de usuários de smartphones não consegue exercer um uso equilibrado da internet, de acordo com Nabuco. Mas é claro que nem tudo são pedras no mundo virtual, como explica Eduardo Jorge. "Pesquisas também mostram que crianças usuárias de tecnologias da informação são mais ágeis, mais inventivas e têm uma capacidade maior de raciocínio em alguns testes de QI. A tecnologia não é um bicho de sete cabeças do qual elas tenham que ficar afastadas", afirma. "Devem ser estimuladas a fazer bom uso, com limites." Rich considera que os próprios pais são os principais responsáveis por este quadro "cibercaótico". Segundo ele, por falta de intimidade com as novas mídias, os adultos deixam de preparar as crianças para o mundo virtual. "Muitas vezes, eles apenas dão o laptop e pensam que, desde que os filhos estejam no quarto, não vão se meter em confusão, o que é um erro", afirma. "Os adultos precisam se tornar aprendizes dos jovens na parte técnica para que possam ser seus professores na parte humana." Pais off-line Segurança dos jovens na rede depende do controle de adultos Ninguém ousa negar que a tecnologia abriu portas, expandiu horizontes intelectuais e proporcionou oportunidades antes impossíveis para crianças e jovens. "Quando usada corretamente, a internet educa pessoas em locais isolados, promove a comunicação ao redor do mundo, cria novos mercados e aumenta a conscientização dos jovens sobre questões globais, forçando-os a considerar problemas maiores do que os seus próprios", enumera Cajetan

www.vvmagazine.com.br


COMPORTAMENTO Luna, diretor do Center for Health Justice de Los Angeles. Outro ponto positivo das novas tecnologias é o fato de serem um elemento agregador entre os jovens. Para Rodrigo Nejm, psicólogo e diretor da Safernet (organização que protege e promove os direitos humanos na rede), a internet também ajuda o adolescente a descobrir sua sexualidade. "Temos que evitar o pânico e não julgar se agora é pior ou melhor do que antes. A questão é que hoje é diferente. Precisamos entender essa mudança e pesar os prós e contras que toda inovação tem", pondera. Segundo Nejm, o grande problema é que os adultos não fazem a mediação do acesso das crianças à internet, definida por ele como "uma praça pública frequentada por 2 bilhões de pessoas, onde há todo tipo de gente e de conteúdo, dos melhores aos mais perigosos". O psicólogo defende que é preciso ensinar aos jovens que o acesso à rede exige cidadania, cuidado, ética e responsabilidade. Para Luna, o envolvimento dos pais tem que ser feito de forma aberta e honesta. "A solução não é censurar ou proibir, nunca funciona, mas explicar as coisas para que os jovens possam reconhecer o que é bom e o que não é." Para Tito de Morais, que apresenta o programa "Miúdos Seguros na NET", em Portugal, a chave é acompanalidade. Folhapress har. "Temos a obrigação de ser pais on-line e off-line, e isso implica usar as tecnologias com eles desde pequenos, preparando-os para irem ganhando autonomia." Na opinião de Morais, a segurança dos jovens na rede deve incluir quatro abordagens diferentes: regulamentares, educacionais, parentais e tecnológicas. "Se abordarmos só de uma forma, pode ter certeza que alguma coisa vai falhar." Em casa, para garantir que crianças e adolescentes usufruam do que as mídias digitais oferecem com segurança, ele recomenda que elas sejam usadas em um espaço comum que permita a integração da família. www.vvmagazine.com.br

Uma semana sem conexão "Não foi fácil, fiquei curioso para saber se tinha coisa nova no Facebook' "Você prefere que eu vá mandando o

diário por e-mail todo dia?" Como assim, e-mail, se a proposta era ficar sem conexão? Esse ato falho marcou o início da conversa, pelo Facebook, entre a reportagem e o estudante Francisco Felli Marques, 14, que concordou em ficar uma semana sem usar computador, celular e videogame. TV não entrou no pacote --o sacrifício seria grande demais. Chico pediu autorização aos pais para participar da experiência. Ficou acertado que o "jejum"começaria na segunda-feira seguinte. Até lá ele teria tempo de adiantar as lições que precisassem da internet e do computador. Ele é aluno do 9º ano. "Ele gosta de jogos on-line, tipo truco e jogos de guerra, de ficar falando pelo Skype e de videogame. Mas não tem aquela fissura de celular, de ficar mandando mensagens, tirando fotos, usa mais pra ouvir música ou para falar comigo", diz a mãe, Cecília Felli, 55. Chico usa a inter-

net por mais ou menos uma hora e meia por dia. Outro hábito é o videogame, um PlayStation que costuma entretê-lo por 30 minutos diários. Após o teste, Chico recebeu a repórter em sua casa com anotações sobre o que fez nas horas vagas. "Não foi muito fácil. A curiosidade de saber se tinha alguma coisa nova no Facebook era grande. Ficar sem jogar videogame também foi um pouco ruim. Mas, tirando isso, foi tranquilo. No tempo livre, procurei jogar mais bola aqui no prédio com meus amigos, ver mais TV e estudar mais. No final das contas, foi legal." Quanto tempo aguentaria sem usar nenhuma dessas mídias? "Acho que uns 15 dias no máximo", calcula. E seus pais, o que acharam? "Meu pai concordou. Minha mãe só ficou um pouco preocupada por causa do celular, porque eu sempre ligo para perguntar se posso fazer alguma coisa. Mas ela achou bom, pensou que eu ia usar o tempo para estudar mais. Até que estudei um pouco mais." A experiência também serviu para que ele passasse a anotar as lições de casa na agenda (antes, checava as tarefas no site da escola). "Acho que foi bom assim." Na opinião da mãe, a semana foi positiva: "Ele aproveitou para ler o livro que a escola pediu, coisa da qual não gosta, mas parece que se interessou mais", conta. "Além disso, jogou mais futebol, frequentou a academia do prédio, andou de skate", enumera. Já Nelson Marques, 53, o pai, que convive com o filho nos finais de semana e não tem computador em casa, não notou muita diferença. "O Chico já é naturalmente ansioso e inquieto", diz. O menino afirma que não chegou a se desesperar por estar incomunicável. "Recebi mensagens, mas nem olhei". Uma amiga dele chegou a se desculpar por enviar um torpedo: "Ah, esqueci que você não pode!". Papel da escola é crucial nos casos de ciberbullying No Colégio Pentágono, em São Paulo, há internet sem fio e lousas eletrônicas nas salas das turmas a partir do 6º ano. Alunos podem levar seus laptops e o por-

REVISTA VIVA MAGAZINE

11


COMPORTAMENTO tal do colégio tem ferramentas para acompanhamento das lições. "O papel da escola é formar os alunos para saberem utilizar eticamente as diferentes ferramentas", diz Darlene Sola, assessora pedagógica de tecnologia educacional. As opiniões sobre o tema divergem. As escolas da pedagogia Waldorf, baseada nos princípios da antroposofia, são contra o contato das crianças com os meios eletrônicos. "A pedagogia Waldorf entende que existe idade para introduzir essas ferramentas [em torno dos 14 anos]. A capacidade de imaginação não depende da tecnologia", diz Lorenzo Bagini, professor da Escola Waldorf São Paulo. Há ainda escolas que usam a tecnologia como recurso pedagógico, mas com moderação. Na escola Vera Cruz, mesmo as pesquisas feitas em casa são orientadas: "Indicamos fontes de informação na internet, principalmente para alunos dos 8º e 9º anos", diz Vera Lúcia Conn, coordenadora do ensino fundamental. A participação da escola fica mais importante nos casos de ciberbullying. Para o espanhol Jorge Flores, fundador do PantallasAmigas (entidade que promove o uso seguro da internet), esse é o problema mais relevante para as crianças: "Suas consequências podem ser muito graves, é muito difícil de prevenir e quando a coisa começa é muito difícil de interrompêla". Rede favorece o treino sexual do jovem, mas há perdas afetivas Jovens de ontem fechavam seus diários com cadeado. Os de hoje expõem suas vidas íntimas em redes sociais. Isso se torna problema quando ultrapassa os direitos de colegas e parceiros. Mas, a rigor, se uma menina publica uma foto sua de biquíni, está produzindo pornografia infantil, o que é crime no Brasil. Seria o caso de criminalizar a conduta?Não, diz o psicólogo Rodrigo Nejm, da Safernet. "Os adolescentes têm cada vez mais liberdade, o que é bom, mas cada vez menos mediação no uso da internet e no amadurecimento da sua sexualidade." Para Nejm, o primeiro equívoco é dos adultos, ao não diferenciarem sexo e sexualidade. "Dizem que não é assunto de criança e restringem o acesso à informação." As crianças , segundo o psicólogo, precisam ser orientadas desde cedo sobre sexualidade, o que implica explicar uma série de curiosidades sobre prazer, corpo e sobre limites das brincadeiras com o corpo de outras crianças. Na visão dele, pais e educadores têm dificuldade em lidar com a educação sexual de crianças e teens. Por conta desse tabu, a internet acaba sendo o único lugar onde esses jovens podem se expressar e descobrem essas experiências. O lado positivo é que a rede ajuda o adolescente a construir sua identidade, seus relacionamentos e sua sexualidade. "Funciona para treinar habilidades, como abordar assuntos íntimos que eles têm vergonha de tratar 'olho no olho'", diz Patti Valkenburg, do Centro de Pesquisas sobre Crianças, Adolescentes e Mídia da Universidade de Amsterdã. riscos Mas há riscos, claro. "Criminosos se aproveitam dessa etapa vulnerável da descoberta da sexualidade e acolhem a angústia do adolescente, mas com intenções de abusar e explorar sexualmente", adverte Nejm. Outro fenômeno que chama a atenção do psicólogo é o fato de jovens terminarem relacionamentos apenas mudando o status do Facebook. "Nem se dão ao trabalho de assumir o fim do namoro face a face e a responsabilidade pelo sofrimento do outro." Nesse caso, diz Nemj, ao trocar o "gaguejar e ficar vermelho" por mediação tecnológica, o jovem perde uma experiência de afetividade fundamental para a formação da sua personalidade. (Folhapress)

12

REVISTA VIVA MAGAZINE

Férias escolares: previna seus filhos dos riscos da Internet *Madson Moraes

Com orientações simples e sem parecer tiranos, os pais podem proteger os filhos de sites indevidos e dos riscos da web. É natural que durante as férias escolares as crianças passem mais tempo diante do computador que, aliado à Internet, é um parque de diversões dentro de casa. Mas, semelhante a um parque, a Internet também expõe a criança a diversos riscos. Como tornar a navegação dos seus filhos mais segura e tranquila sem querer parecer um tirano e proibir isso e aquilo? Para Camilo Di Jorge, diretor-geral da ESET, empresa fornecedora de soluções de segurança, os problemas com crianças e adolescentes na Internet crescem de maneira exponencial por conta do tempo de utilização dos computadores, em especial, nas férias escolares. "Os pais precisam ficar atentos se quiserem evitar que seus filhos acessem conteúdos indevidos na Internet ou sejam expostos a vírus de computador voltados a roubar senhas e informações confidenciais armazenadas nos equipamentos", alerta o especialista. Se não estiverem atentos a estes riscos, explica Di Jorge, as consequências podem ser desde o acesso a conteúdos pornográficos até prejuízos financeiros por conta da ação de criminosos que, por meio das informações obtidas no computador, conseguem acessar a conta bancária dos usuários do equipamento. "Os pais não devem proibir que os filhos acessem a Internet, mas, por outro lado, precisam orientá-los e acompanhá-los de maneira adequada", ressalta. O especialista dá algumas dicas de como os pais devem monitorar o acesso dos filhos à Internet, mas respeitando a privacidade das crianças e adolescentes. - Instale no computador um antivírus para evitar que os chamados códigos maliciosos infectem o equipamento. - Instale uma ferramenta de controle dos pais. Ela permite bloquear o acesso a sites que possam trazer problemas, assim como aqueles com conteúdo malicioso ou pornográfico. - Monitore o histórico de navegação na Internet do computador para verificar quais sites foram acessados pela criança ou adolescente nos últimos dias. - Monitore o que seu filho fala nas redes sociais e o aconselhe a não passar informações pessoais (como nome, telefone e endereço) para pessoas ou empresas na web, inclusive para amigos virtuais, uma vez que muitos criminosos fingem serem crianças na web para se aproximar das vítimas e realizar golpes. - Oriente seu filho a não publicar fotos em redes sociais, uma vez que essas informações podem ser usadas, de forma indevida, por criminosos para praticar golpes online. - Mantenha um diálogo constante e aberto com seus filhos sobre os riscos a que eles estão expostos na Internet e sobre a necessidade de relatarem qualquer situação estranha. - Crie senhas fortes de acesso para evitar que alguém mal intencionado descubra suas informações. Fonte: http://estilo.br.msn.com/tempodemulher

www.vvmagazine.com.br


MODA

BOLSA CLUTCH É TENDÊNCIA dá para levar o básico. Nada de surtar, só leve o que de fato for necessário, afinal, mulheres modernas, são práticas, por isso, a bolsinha clutch é uma boa pedida para usar em festas e baladas.

Afinal de contas, o que é uma BOLSA CLUTCH?

A

i que preguiça que me dá essa mania de palavras em inglês... mas vamos esclarecer para as comadres que estão vendo em todas as revistas de moda, blogs e sites, esse novo tipo de bolsa.

Sempre ligadas nas tendências da moda, as celebridades adotaram a clutch como acessório predileto do momento. A preferência das famosas é compreensível, vez que a clutch apesar de pequena, deixa o visual pra lá de estiloso.

O termo "clutch" tem origem inglesa e significa agarrar, segurar. Essas são as famosas, práticas e lindas carteiras de mão que podem ter pequenas alças para serem carregadas no pulso.

Se sair com um modelo básico, pode dar uma valorizada no visual tanto para o dia quanto para a noite com um modelo de clutch, com estampas e cores alegres. Se a intenção for um look mais chique e sofisticado, abuse da clutch com muito brilho, aplicações e materiais finos.

A bolsa clutch nada mais é que uma versão pequena, feita de material rígido, geralmente de metal ou madeira. Sempre esteve associada às festas formais e sofisticadas, mas aparece agora em produções mais variadas. Há variedades de formas, modelos e cores. É um acessório super desejado e os preços também passam por essa variação, de modelos que parecem jóias com equivalência de preço. Mas a variedade de cores, tamanhos e materiais encontra-

www.vvmagazine.com.br

dos por aí são um convite quase irrecusável para usar as clutches sem medo, em qualquer ocasião. Esse acessório é pequeno, portanto só

Então não tem mais dúvida,quando tiver aquela festa, e for usar vestido longo, penteado e maquiagem e não souber o que levar ou onde guardar batom, gloss, câmera fotográfica e ID, a melhor opção é essa bolsinha de mão chamada CLUTCH, que entre outras vantagens, ajuda na composição do look.

REVISTA VIVA MAGAZINE

13


ARTES

O grafite no mundo

*Silvia Teixeira Designer de Moda

A arte de rua que invadiu as galerias.

http://1.bp.blogspot.com/

A

s representações pictóricas da pré-história são consideradas expressões do cotidiano dos povos primitivos que registraram nas grutas e nos paredões das escarpas das serras, a sua arte primitiva que também conhecemos por pintura rupestre. Diferente desta arte primitiva, o grafite pode ser considerado como arte rebelde, evidenciando mensagens que tenham relação com o próprio autor. A partir do surgimento de tinta spray, no final da década 60, quando a Europa estava em revolução cultural e política, nasceu

16

REVISTA VIVA MAGAZINE

o grafite sendo que, no início da década posterior, em Nova York, com a interferência do Movimento Hip Hop, é que se consolida. Esta expressão artística encontrou seu direcionamento no movimento social, por meio da evolução das suas técnicas, transformando-se em uma expressão juvenil das massas que permeava diversas subculturas, contudo, é relevante dizer que muitos grafiteiros que faziam http://www.google.com.br a chamada “arte-suja”, eram acadêmicos, professores que tinham muitas vezes o objetivo de romper com a arte mais sistematizada, tal como a existente no século XIX. Um fato semelhante a este e que teve grande relevância para essa quebra de normas foi o Muralismo no México, representado por Diego Rivera, José Clemente Orozco e David Afonso Siqueiros.

www.vvmagazine.com.br


SAÚDE & ESTÉTICA

A importância de um sorriso bonito está além *da estética Drª Ion Nilva Pereira

A

euro Orto faz parte do European Orthodontic Center, um dos maiores grupos de clinicas da Europa para desenvolvimento da tecnologia autligável. Todos os profissionais da Euro Orto passam por treinamentos na Self Ligating University. Uma das mais importantes escolas do mundo em se tratando de tecnologia autoligável. E afinal o que é esta tecnologia autoligável? Para entender melhor esta questão vou explicar um pouco sobre a biologia humana. Ainda bem pequenos nossos dentes começam a nascer. Hoje sabe-se que o organismo precisa de apenas 20 gramas de força contínua para colocar o dente no lugar. Por uma questão de formação ou de hábitos irregulares, as vezes cada dente aparece em uma posição e muitas vezes a mordida está errada. Acontece que na natureza nada é por acaso. Tudo tem sua função e assim como a posição dos dentes superiores devem se encaixar para que o alimento seja triturado corretamente, nossa arcada se solta para absorver o impacto e ajudar na mastigação. Quando há alguma deficiência nesse complexo mecanismo de mastigação a pessoa pode ter dores de cabeça, na nuca e às vezes problemas mais sérios, é por isto que corrigir os dentes é mais que uma questão de estética. É pensar na saúde! O aparelho convencional, aquele que tem a borrachinha, que a garotada até gosta de escolher a cor, há muito tempo foi substituído por uma outra tecnologia, a do aparelho autoligável, as diferenças são muitas, a primeira está exatamente no material utilizado: o fio é feito com componentes desenvolvidos pela NASA para proteger satélites. Quando está fora da boca ele é flexível e pode ser moldado, quando inserido nos braquetes e na temperatura da boca ele volta a forma natural movimentando os dentes da mesma forma que o organismo fez para eles nascerem com 20 gramas de força, já o convencional utiliza 120 gramas de força. Neste caso o corpo reage e cria um bloqueio. É por isso que a pessoa tem que voltar ao dentista a cada 20 ou 25 dias para apertar o aparelho. Com o autoligado isso não acontece porque ele está ativo dos os dias, com menos pressão e movimentação dos dentes todos os dias dessa forma age muito mais rápido. O aparelho autoligável utiliza a tecnologia mais moderna em perfeita harmonia com o organismo. O cliente Euro Orto não precisa voltar constantemente para apertar o aparelho, ele esta sujeito a menos consultas porque fazemos acompanhamento com resultados surpreendentes. Portanto, ao ser atendido na Euro Orto existe muito mais do que se imagina por trás dessa estrutura.

Dra. Ion Nilva Pereira CRO/BA 3836

Ortodontia Autoligável

Membro da Self Ligating University Membro da European Orthodontic Center www.vvmagazine.com.br

1.Como funciona a Técnica Bio Adaptiva? Na técnica Bio Adaptiva utilizamos o sistema de braquetes autoligados associados a fios com tecnologia desenvolvida pela NASA, que geram forças leves e continuas, até seis vezes menores que no sistema convencional, reduzindo assim a força sobre os dentes, no entanto, o suficiente para simular a mesma carga exercida pelo nosso organismo quando nascem os dentes. 2.Quanto tempo dura o tratamento? Nos tratamentos convencionais a média de duração de um tratamento é de 24 a 36 meses. Com o sistema de braquetes estéticos autoligado SLU CRYTAL e a técnica Bio Adaptiva utilizada pela Euro Orto, a pressão sobre os dentes é leve, o que permite uma movimentação contínua e de forma mais natural, reduzindo o tempo de tratamento em ate 50% do tempo e progressão indolor. 3.Este tipo de tratamento é indicado para qual faixa etária? Nessa técnica utilizamos forças extremamente leves, com isso, pode-se indicar a todas as idades o tratamento, inclusive para adultos. 4.É necessário extrair dentes para colocar o aparelho? Nos tratamentos realizados na Euro Orto, o aparelho atua movimentando o dente conjuntamente com o osso, havendo uma remodelação, o que evita em ate 80% as extrações dentarias mesmo nas correções das dentições "encavaladas" (apinhadas) e desalinhas. em alguns casos evitam-se também procedimentos cirúrgicos nos maxilares. 5.Eu preciso ir todo mês ao dentista durante o tratamento? Os brackets utilizados são totalmente autoligáveis, permitindo que os arcos (fios) fiquem totalmente livres do atrito e da ficção existentes no aparelho convencional, assim as consultas para troca das "borrachinhas" (material elástico utilizado para prender os fios aos brackets) não são necessárias, o que reduz o número de consultas em até 70% além de ser removido um foco de proliferação de placa bacteriana normalmente encontrada nessas "borrachinhas". 6.O tratamento com a técnica Bio Adaptiva e mais caro que convencional? Não, em média o valor do tratamento é semelhante ao custo do tratamento no sistema convencional com menos tempo e mais benefícios.

EURO-ORTO Excelência em Ortodontia

Tel.: (75)3331-3201 Jacob Guanaes 385 REVISTA VIVA MAGAZINE

15


SAÚDE

Estudos procuram fórmula para chegar bem aos cem anos. *CLAUDIA COLLUCCI

Brasil tem quase 24 mil centenários e, no mundo, são 70 com mais de 110 anos; o desafio é manter a independência .Grupo de idosos em São Paulo está sendo acompanhado para manter a qualidade de vida aos cem .

E

la andou de bicicleta até os cem anos, caminhou sozinha até os 115 e fumou até os 117. Costumava comer 1 kg de chocolate por semana e bebeu um copo de vinho por dia até sua morte, aos 122 anos. A longevidade de pessoas como a francesa Jeanne Calment (1875-1997), a que mais tempo viveu, tem sido estudada por grupos internacionais e foi discutida durante o Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia, que terminou anteontem no Rio. Genes? Dieta? Exercícios? Atitudes positivas? Vida social? A ciência já sabe que a genética responde por até 30% da longevidade. O resto está associado a estilo de vida e fatores socioambientais, muitos dos quais passíveis de mudanças e adaptações. Os pesquisadores entendem que a longevidade extrema, acima de 110 anos, é para poucos. Há 70 supercentenários no mundo (65 mulheres e cinco homens). Outros 400 alegam essa condição, mas não têm documentos que a comprovem. Só no Brasil, já são quase 24 mil centenários, segundo o IBGE. Bahia (3.525), São Paulo (3.146) e Minas Gerais (2.597) são os Estados com a maior concentração. PREPARO Na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), um projeto reúne 245 idosos acima de 80 anos, sem queixas específicas, e os prepara para a chegada ao centenário. Ali, fazem exames, adequam medicações e recebem orientações sobre sono, memória, dieta e atividade física. "Muitos dos nossos pacientes serão centenários a partir deste ano. Estamos avaliando o quanto é possível manter a sobre-

vida sem incapacidade física, mental, emocional e social", afirma a médica Maysa Seabra Cendoroglo, professora de geriatria e gerontologia da Unifesp. E é possível viver muito e chegar ao fim com independência? "A busca por essa resposta vem sendo motivo de muitos estudos. As propostas apontam para a necessidade de se manter uma boa dieta, uma atividade física permanente e prolongada e um estímulo cognitivo", explica a médica. Mas isso adianta mesmo para quem não tenha "bons" genes? "Sim. Pode ser que você não chegue aos cem anos, mas vai chegar aos 80, aos 90, ativo, independente. O que importa é fazer o máximo que eu posso até o finzinho.»

Saúde). Para ele, o Brasil vai mal na execução de políticas que possibilitem um envelhecimento saudável, seja na prevenção de doenças que incapacitam o idoso seja em instrumentos que o protejam e que garantam seus direitos. Resultados preliminares do estudo Sabe (Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento), desenvolvido pela USP, já refletem um cenário nada cor-de- rosa. O trabalho monitora como os idosos de São Paulo estão envelhecendo. Três grupos acima de 60 anos vêm sendo acompanhados. Um grupo começou a ser seguido em 2000, outro em 2006 e o último, há dois anos.

Também é possível ser feliz aos cem anos, mesmo com doenças e após a perda de filhos, diz a psicóloga alemã Dagmara Wosniak, que fez um estudo com 56 centenários de Heidelberg. Quase metade deles vivia em instituições e 82% dependiam do auxílio de enfermeiras. A extroversão, a cognição e uma rede social preservada (família e/ou amigos) foram os fatores mais associados à felicidade nessa fase da vida, segundo ela. "O otimismo aumenta a vontade de viver." POLíTICAS

Segundo a médica Maria Lúcia Lebrão, professora da Faculdade de Saúde Pública da USP, os "novos" idosos parecem estar mais doentes, com menos mobilidade, por exemplo.

O aumento da longevidade também tem levado os especialistas da área a propor abordagens diferentes para cada grupo etário de idosos.

Por lá, há 34 centenários por 100 mil habitantes (a média dos países desenvolvidos é de 19 a 20 por 100 mil). Os moradores de Okinawa têm proteção genética, seguem dieta hipocalórica (rica em verduras, frutas e fibras) e não fumam

"Um idoso de 65 anos não é o mesmo de um com 80, que não é o mesmo de um de cem. Hoje colocamos tudo no mesmo saco", diz o médico Alexandre Kalache, que já dirigiu o programa de envelhecimento da OMS (Organização Mundial da

"A previsão é que as novas gerações de idosos sejam menos saudáveis. Temos ao nosso favor as novas tecnologias. Mas será que elas trazem mais qualidade de vida?" Okinawa JAPÃO

Curiosidade Param de comer quando estão 80% satisfeitos.

Rua Manoel Fabrício, 127 - Centro, Seabra - Bahia 16

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


SAÚDE Povoado de Vilcabamba EQUADOR

Não há estudos que comprovem isso, mas no livro "Eterna Juventud - Vivir 120 Años" (editora Planeta), o médico e escritor argentino Ricardo Coler relata que os centenários dessa localidade fumam, bebem álcool, comem muito sal, tomam muito café e até usam drogas. Ainda assim, muitos viveriam até os 110 ou 120 anos Curiosidade Os centenários dizem que têm vida sexual ativa.

www.vvmagazine.com.br

17

YYP DJ D] LQH FRP EU


SAÚDE Loma Linda, Califórnia ESTADOS UNIDOS Adventistas dessa região estão entre os campeões da longevidade na América do Norte Não bebem, não fumam e não comem carne de porco. Também desestimulam o consumo de outras carnes, alimentos muito gordurosos, bebidas com cafeína, condimentos e temperos considerados "estimulantes» Curiosidade Guardam o descanso no sábado, dia em que socializam com outros membros da igreja Região da Sardenha ITÁLIA São 24 centenários por 100 mil habitantes (três vezes mais do que a média europeia)

EUA. Hoje, há 1 em 5.000. Conseguimos melhorar as condições de saúde e curar muitos que antes morriam de doenças infecciosas, por exemplo. As pessoas estão controlando mais doenças como diabetes e hipertensão e estão parando de fumar. Isso tudo tem impacto na longevidade. É possível chegar bem aos cem, mesmo com doenças? Por muito tempo, as pessoas pensavam que, para chegar aos cem, você tinha que evitar doenças relacionadas à idade. Mas não é verdade O mais importante é evitar as disfunções. Mais de 90% dos centenários que estudamos eram funcionalmente independentes [andavam, comiam e tomavam banho sozinhos] aos 90, mesmo tendo doenças relacionadas ao envelhecimento [como câncer, osteoporose, diabetes].

Mesmo pessoas que não tenham Além da dieta mediterrânea e do consumo de vinho, a longevidade é "bons» genes para a longevidade associada à deficiência de uma enzi- podem viver mais se tiverem bons ma (glicose-6-fosfato desidrogena- hábitos. Qual o perfil dos centenários? se), que também teria criado um mecanismo de defesa contra a malária A maioria, 85%, é mulher. São pessoas que nunca fizeram coisas ao Curiosidade U m a s a u d a ç ã o s a r d a é " A extremo, são moderadas. Não bebekent'annos" ("Que você viva cem ram muito, não fumaram, não são obesos. São muito sociáveis, gostam anos") de estar vivos. "Centenários são pessoas modeO sr. tem estudado agora os superradas", diz pesquisador centenários. Qual é o segredo deles? Há quase 20 anos estudando os centenários, Thomas Perls, professor A longevidade dessas pessoas tem da Universidade de Boston, pesquisa um forte componente genético. Elas agora um grupo ainda mais seleto: os representam a melhor chance para supercentenários, que passaram dos estudarmos os genes protetores e os seus mecanismos bioquímicos e, 110 anos. quem sabe, desenvolver medicamenSegundo Perls, a resposta para a tos que ajudem pessoas que não têm longevidade extrema está nos genes. os mesmos genes. Mas ele aposta que mesmo os que Mas é só genética? não tenham uma boa herança genética poderão viver mais se cultivarem Para essas pessoas com longevidade extrema, sim. Os genes responhábitos saudáveis. Um dos autores do best-seller dem por 60% a 70% da longevidade "Living at 100", Perls costuma dizer que estará muito satisfeito se viver bem até os 95. O médico falou à Folha na última terça, no Rio, onde participou de um congresso de geriatria. (CC) Folha - Ainda é muito difícil se tornar um centenário? Thomas Perls - Tem se tornado cada vez mais fácil. Quando comecei a estudar os centenários, em 1994, havia 1 em 10 mil na população dos

. Qual foi a pessoa mais longeva que o sr. estudou? Uma senhora de 119 anos, a segunda pessoa que mais viveu no mundo. Morreu em 1997. Cinco anos antes, era muito independente. Em geral, os supercentenários seguem bem até os 109 anos. Aí começam a decair. Follhapres. revista

MAGAZINE orientando você

ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM

18

REVISTA VIVA MAGAZINE

10 Dicas de alimentação para Idosos Todos nós sabemos que a velhice exige cuidados especiais, e a alimentação deve ser bem pensada, pois faz a manutenção de nossas energias, proteínas, vitaminas e todas as propriedades necessárias ao nosso organismo. 10 dicas de uma boa alimentação para idosos: lFaça pelos menos três refeições e dois

lanches por dia. Não pule as refeições; lInclua diariamente seis porções de cereais

(arroz, milho, trigo, tubérculos – batata, raízes, mandioca, aipim – e massas) nas refeições. Dê preferência aos grãos integrais e aos alimentos na sua forma natural. lComa pelo menos três porções de legumes,

verduras e três porções ou mais de frutas. lComa feijão com arroz todos os dias ou pelo

menos cinco vezes por semana. lConsuma diariamente três porções de leite

e derivados e uma porção de carnes (boi, aves, peixes ou ovos). Retirar a gordura aparente das carnes e pele das aves na preparação dos alimentos. lConsuma no máximo uma porção por dia de

óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina. lEvite refrigerantes e sucos industrializados,

bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas doces e guloseimas, coma-os no máximo duas vezes por semana. lDiminua a quantidade de sal na comida e

retire o saleiro da mesa. lBeba pelo menos dois litros de água por dia

(6 a 8 copos). Dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições. lTorne sua vida mais saudável. Pratique pelo

menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo.


POLÍTICA

Temporada de caça ao eleitor já começou Por Gutemberg Cruz

A

União dos Municípios da Bahia (UPB) detectou que muitas práticas de condutas vedadas pelos prefeitos, vice- prefeitos e vereadores nos anos eleitorais passados poderiam ser evitadas com a devida orientação e informação desses agentes, inclusive no que diz respeito a criar mecanismos para que seus subordinados também não incorram em tais condutas, prejudicando e dese-

20

REVISTA VIVA MAGAZINE

quilibrando as eleições, bem como a própria municipalidade. De janeiro a maio a UPB junto com o Tribunal Regional Eleitoral realizaram em Salvador e, depois, em diversos municípios baianos, o Fórum de Debates Eleições 2012: Condutas Vedadas e outros Aspectos da Legislação Eleitoral. Os temas debatidos durante os fóruns foram: A Lei Ficha Limpa; Registro de Candidatu-

ra; Condutas Vedadas; Arrecadação, Gastos e Prestação de Contas de Campanha; e Propaganda Eleitoral. As eleições serão realizadas em 7 de outubro. Nos municí pioscom mais de 200 mil eleitores, caso nenhum candidato a prefeito alcance a maioria absoluta dos votos nesta votação, haverá segundo turno, com os dois mais votados, em 28 de outubro. Para que uma pessoa seja candidata nas eleições municipais, estaduais ou federais é preciso ser escolhida em convenção partidária. Ou seja, é preciso que os demais filiados ao seu partido político aceitem a candidatura e acreditem que o correligionário tem chances de ser eleito. A decisão a respeito de quem serão os candidatos ocorre em uma reunião dos filiados ao partido, chamada de Convenção. Estas convenções podem ser realizadas entre os dias 10 e 30 de junho do ano em que ocorrer a eleição e cada partido político determina a forma como elas acontecerão. As decisões da convenção municipal ou estadual poderão ser anuladas pelo órgão de administração nacional do partido acaso sejam consideradas contrárias às diretrizes legitimamente estabelecidas pelo partido. Estas anulações deverão ser comunicadas à Justiça Eleitoral no prazo de 30 dias após a data limite para o registro dos candidatos. Para as eleições 2012, portanto, o último dia para que isto ocorra é 04.08.2012. Acaso estas decisões partidárias impliquem na escolha de novos candidatos, o novo pedido de registro deverá ser apresentado no prazo máximo de 10 dias após a deliberação. A propaganda eleitoral gratuita, no rádio e na televisão, será do dia 21 de agosto a 4 de outubro, sendo a campanha para prefeito às segundas, quartas e sextas e a campanha para vereador às terças, quintas e sábados. A eleição de 2012 será a primeira na qual a Lei da Ficha Limpa, que proíbe a candidatura de políticos com condenação em órgão colegiado, estará valendo. Dessa forma, os candidatos que foram considerados culpados por sentenças a partir da segunda instância do Judiciário não poderão disputar mandato eletivo. A legislação eleitoral para as Eleições 2012 proíbe a realização de publicidade institucional entre o dia 7 de julho e o dia da votação, exceto em casos de grave e urgente necessidade pública, autorizados pela Justiça Eleitoral. www.vvmagazine.com.br


POLÍTICA

Impunidade, omissão, corrupção. Por Gutemberg Cruz

H

á uma crise moral, ética, de decência e dignidade que embrulha os três poderes das responsabilidades partilhadas. Nesse novo modelo democrático, apurase o escândalo, encaminha-se à Justiça e fica por isso mesmo. Nada se pune no reino das mordomias, do sagrado privilégio da imunidade que cobre a bemaventurada cúpula dos três poderes. O Judiciário é indiferente a reforma dos códigos desatualizados. O Executivo não há o que esperar. E do Congresso pouco se pode esperar – deputados e senadores participam de acordos por baixo do pano para absolver envolvidos nas trapaças da corrupção. Há uma manobra sustentada pelo consenso da maioria. O desempenho da Justiça é comprometido pela sua morosidade, negligência das autoridades executivas, ardis de advogados chicaneiros e a vista grossa, complacente, das autoridades judiciais em tribunais abarrotados de processos civis e criminais. Uma reforma do Judiciário limitaria os casos de impunidade. E os retrocessos continuam. A remuneração de um deputado estadual hoje é de R$ 20 mil, o que corresponde a 75% dos vencimentos de um parlamentar federal, como determina a Constituição Federal. Tem ainda benefícios como verbas adicionais, passagens, combustível, moradia, franquia postal e telefônica. Membros do Congresso receberem 15 salários por ano. Já os magistrados recebem R$24.500, além de "vantagens eventuais". Alguns desembargadores recebem, ao longo de apenas um ano, 400 mil reais, cada, somente em penduricalhos. Pois esses dois poderes, Judiciário e Legislativo reivindicam reajustes que segundo eles, é constitucional. Os dois guardiões do equilíbrio de direitos e garantias, asseguram seus ganhos sempre no pico. É justo? O povo não concorda. Os maiores salários do Judiciário estão nos Tribunais de Justiça. Justiça para quem? Para eles. A reforma das Leis penais no Brasil é necessária e urgente. Um bom exemplo é que a maioria civil é de 18 anos, mas o mesmo não vale para a questão penal. Menores de 21 têm atenuantes nas penas. O Brasil é um dos países que mais oferece possibilidade de apelação ou recursos, ao tempo em que assiste

www.vvmagazine.com.br

ao franco crescimento da criminalidade e dos índices de violência. O assunto está em discussão há alguns anos e um projeto de reforma do Código de Processo Penal tramita no Congresso Federal há mais de cinco anos. Alguns consideram o Estatuto cada vez mais brando com os criminosos, outros defendem o recuo nas penas punitivas com a privação de liberdade. É preciso estabelecer também a súmula impeditiva de recursos. Isso irá prevenir o excesso de recursos que torna os processos muito lentos. Muitas vezes a lei admite brechas e os advogados usam todos os recursos permitidos a favor dos seus clientes. A corrupção se tornou prática comum no Brasil. O quer se observa na política é que oposicionista e situacionista se corrompem em maior ou menor grau, quando no exercício do poder. Suas promessas de decoro no desempenho da representação popular chegaram a ser teatral. Eles próprios se imunizam contra acusações, parceiros de uma permissividade geral. O que se nota é que o corporativismo pesa, conforme mostraram os julgamentos de cassação de mandatos. Há uma solidariedade implícita entre eles, na certeza da impunidade. A única punição será pelo voto do eleitor. A impunidade no país tem contribuído para o grande aumento da criminalidade. A cada dia cresce a crise ética que assola, em graus diversos, os três poderes. A maioria dos deputados rejeita qualquer reforma que reduza privilégios, vantagens e mordomias que compõem o ganho mensal de mais de R$100 mil de um dos melhores empregos do mundo. Há um novo modelo democrático no país, não se deixa escândalo sem resposta: apura-se o fato, encaminha-se à Justiça e fica por isso mesmo. Nada se pune nesse reino de mordomias, do sagrado privilégio da imunidade que cobre a cúpula dos três poderes. A corrupção no Brasil virou novela pornográfica com capítulos dedicados ao mensalão, caixa dois para financiamento de campanhas eleitorais com o dinheiro público, das ambulâncias superfaturadas pelas trapaças parlamentares com a conivência de órgão público, tráfico de influência e tantos outros. O que se vê é o plenário firmando a norm a da impunidade. Sabemos que nosso país é das

desigualdades. Uma desigualdade que favorece alguns poucos e prejudica a todos. Apesar de toda a crise ética que assola os três poderes e desânimo do eleitor, a sociedade está vigilante. Os meios de comunicação estão acompanhando continuamente as sessões legislativas passando ao leitor informações pertinentes. Agora, ficou mais difícil enganar o povo por muito tempo.

O regime democrático foi restaurado em 1985, depois de quase 21 anos de ditadura militar. Mas o complô do corporativismo ainda domina o plenário e divide as votações. Basta observar a série de absolvições de políticos denunciados. Quando a sociedade exige reformas, eles rejeitam com medo de reduzir os privilégios. É preciso uma faxina completa no executivo, legislativo e judiciário. O Ministério Público lançou uma campanha contra o nepotismo onde o empreguismo de parentes é fato corriqueiro. “Serviço público não é a casa da mãe Joana, não é a casa do pai Francisco, do tio José, da cunhada Maria”, diz o cartaz.Em meio ao caos e à corrupção da Itália renascentista, Nicolau Maquiavel (1467/1527) armou o palco para a política moderna. O subtexto óbvio de seu famoso tratado, O Príncipe, é que na política não há nada de moral. A política é só manipulação e estratégia, não amor ao povo ou algo tão idealista quanto a responsabilidade cívica. REVISTA VIVA MAGAZINE

21


HISTÓRIA

Tropeiros no Sertão da Bahia

Renato Luís Bandeira, jornalista e escritor.

K

oogan e Houaiss definem Tropeiro como “condutor de tropa de animais; condutor de bestas de carga”. O tropeirismo no sertão baiano surgiu como atividade de apoio aos primeiros aglomerados humanos que estavam dispersos e distantes dos centros populacionais consolidados, notadamente no Alto Sertão da Bahia estando implícitos, Chapada Diamantina (Rio de Contas) e Serra Geral (Caetité). Vale ressaltar que no início do século XIX intensificou-se o tropeirismo, sobretudo nas regiões auríferas e diamantíferas, devido o grande afluxo de pessoas concentradas em determinados lugares, aumentando consideravelmente o consumo de gêneros alimentícios, utensílios e ferramentas e, assim, os tropeiros deram suporte para toda aquela gente. Jurema Mascarenhas Paes, em seu trabalho de mestrado, em 2001, referindo-se à região de Rio de Contas, no século XIX, informa que, “A partir daí passou a circular maior número de tropas por esta região, pois a exploração de ouro gerou o aumento populacional, mais necessidade de consumo de mão de obra escrava trazida de Salvador, mais consumo de alimentos, principalmente o gado, vindo do médio São Francisco. Nesta região desenvolveram-se fazendas de subsistência para manter a estrutura da exploração do ouro, além da maior necessidade de mantimentos básicos para se montar a estrutura local de exploração e de povoação.” Não somente nestas regiões extrativistas existiram tropas que devassaram o sertão, mas em todo o território baiano. Estima-se que no ano 1862, existiam 150.000 animais de carga em todo o Brasil.

22

REVISTA VIVA MAGAZINE

Na Chapada, mais precisamente nas Lavras Diamantinas e circunvizinhança, os tropeiros foram fundamentais no processo de formação das comunidades sob a ótica sócio-econômica e político-social. O tropeirismo começou a desaparecer no centro geográfico do Estado da Bahia a partir das décadas de 40 e 50, quando grande parte das estradas atuais foram abertas, facilitando a penetração de veículos e, assim, ultimando os tropeiros. Em Seabra, por exemplo, tanto Antônio Vieira quanto Silvio Martins d’Almeida, tropeiros tarimbados, trocaram de ativida-

de. O primeiro tornou-se comerciante e motorista por volta de 1950, enquanto o outro preferiu seguir carreira política. Antônio Vieira possuía duas tropas com 11 burros de carga, sendo que em cada tropa havia um animal de montaria (mula), que faziam o seguinte roteiro: Saiam carregadas de fumo de corda da Fazenda Baixa Dantas, Baraúnas, passando por Boninal, Abaira, Jussiape, Casa de Telha, João Vaz, Tranqueira, Umburana, Várzea da Pedra e, finalmente, Brumado. De volta, a tropa de Antonio Vieira, era

carregada com toucinho, rapadura e requeijão em Brumado, passando por Dom Basílio, Tamboril, Paramirim, Macaúbas, Rio do Pires, Água Quente, Bom Sucesso, Olhos D’água do Seco, Alagadiço, Cascudo e Velame, até chegar a Baraúnas, em Seabra. O tropeiro Silvio d’Almeida herdou do pai Heliodorio Almeida, duas tropas compostas por 11 burros cada uma. Iniciou sua trajetória na região do São Francisco em torno de 1925, transportando peixe salgado para Campestre e depois, seguia com a tropa para as Lavras Diamantinas. De volta, carregava os animais com o café que comprava em Gado Bravo (Seabra), e tocava os burros por diversos lugares até chegar em XiqueXique, na Fazenda Mata Fome, onde deixava os animais para, em seguida, ir para sua casa, na cidade, fazendo o percurso de canoa. Silvio, aconselhado por Wenceslau Teixeira, o mais forte cafeicultor da região de Seabra, foi convencido a deixar a vida de tropeiro quando se estabeleceu no comércio, fixandotela de Charles Landsser se em Água de Rega com loja de tecidos. Mais tarde, com o apoio do sogro Wenceslau Teixeira, Silvio d’Almeida tornouse delegado e, seguindo carreira política, elegeu-se vereador e prefeito. Sua administração foi voltada, sobretudo para a educação, sendo o responsável por construir as primeiras escolas em Seabra. Foi assim que aquele tropeiro na década de 30, deixou a atividade, para incrementar a educação e também o comércio de Seabra. Silvio Martins d’Almeida foi um grande benemérito desta terra. www.vvmagazine.com.br


MEIO AMBIENTE

Sustentabilidade, lixo e meio ambiente *Renato Bandeira

“Sustentabilidade é um conceito sistêmico; relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana”.

D

e uma forma simples, podemos afirmar que garantir a sustentabilidade de um projeto ou de uma região determinada; é dar garantias de que mesmo explorada essa área continuará a prover recursos e bem estar econômico e social para as comunidades que nelas vivem por muitas gerações. Mantendo a força vital e a capacidade de regenerar-se mesmo diante da ação contínua e da presença atuante da mão humana. Os lixões Não importa se as cidades são pequenas, médias ou de grande porte, certo mesmo é que tudo que a população consome nas cidades ou vira lixo e, que, depois de recolhido, vai acabar sendo depositado à céu aberto em qualquer lugar próximo aos centros urbanos, locais esses, denominados de lixão. Para mudar essa realidade danosa é necessária a intervenção do estado, no sentido de proporcionar parcerias com os municípios, afim de que o lixo seja reaproveitado em usinas de reciclagem. Somente assim poderá acabar, ou pelo menos, diminuir os lixões que tanto prejudicam o meio ambiente. A atividade da coleta de lixo, mesmo sendo uma técnica alternativa de trabalho que garante a sobrevivência de vários indivíduos fora dos moldes tradicionais de trabalho (vínculo empregatício, relação patão-empregado jornada de trabalho...) estabelecidos pela sociedade capitalista, só é possível porque esta mesma sociedade produz o lixo e precisa que o mesmo seja coletado. Em cada sociedade capitalista há uma forma de expansão ilimitada das forças produtivas da burguesia e do capital, o que resulta inevitavelmente num consumo exacerbado da população, produzindo lixo e necessitando de mecanismos que eliminem pelo menos parte deste lixo. Os “catadores do lixo” buscam outras formas de sobrevivência diferente daquelas que estão postas pelo sistema técnico-produtivo, o que não significa www.vvmagazine.com.br

que estão sendo autônomos no seu processo de sobrevivência. Só buscam esta alternativa porque não conseguiram se incluir nos padrões estabelecidos pelo sistema. E, quando saem às ruas para “catar” lixo, não saem por uma nova consciência, com o desejo de mudança. Pelo o que foi constatado nesta pesquisa, eles saem às ruas, trabalhando nesta atividade, para, de certa forma, se manterem incluídos no sistema, para adquirirem os bens de consumo posto por este. Sendo assim, é preciso muito mais do que práticas alternativas. São necessárias mudanças de pensamento, de consciência, de cultura, mudanças sociais para que possamos recria nossos costumes e hábitos em prol da existência da vida humana, fora deste sistema que faz escravizar as pessoas que nele se incluem e marginalizar os que não se enquadram em seus padrões. Controle Ambiental Quanto ao meio ambiente, é obvio

que a atividade deles tem trazido benefícios à natureza, e na atitude das pessoas quanto à cultura de separar o que é reciclagem do que é rejeito. Pois, uma vez que eles mesmos já separam o lixo de suas casas, percebe-se um grande avanço nesta sociedade, quando, há pouco tempo atrás, quase ninguém se atentava ao que poderia degradar o solo, a natureza. E, ao passo que estes “agentes” trabalham nas ruas, acabam por estimular as pessoas a separarem os seus lixos. Com o tempo, certamente teremos este habito incutido no cotidiano das pessoas. O lixo não desaparece, nada no mundo some num passe de mágica. Por isso, nossa responsabilidade com o lixo não pode mias se encerrar na lixeira. No Brasil, 76% dos resíduos ainda vão para lixões a céu aberto. E ficam lá muito tempo, contaminando o ambiente. O plástico e o metal, que levariam mais de 100 anos para se decompor, podem ser reciclados e ainda se transformar em fonte de renda para uma porção de gente. REVISTA VIVA MAGAZINE

23


VIVER BEM AGORA

Videogame, computador e TV prejudicam o sono da criança (Paula Felix Folhapress)

Insônia é comum a partir dos 11 anos e pode causar queda no rendimento escolar e irritação

T

arde da noite e a criança não vai dormir. Fica diante do computador ou vendo televisão. Esse é um comportamento que tira a paciência e preocupa muitos pais, mas é bastante comum, principalmente quando a pessoa está na fase de transição da infância para a adolescência. A insônia aumenta com a idade. E é algo muito comum [a partir dos 11 anos] por questões hormonais e hábitos inadequados que prejudicam o sono, como atividades estimulantes e falta de rotina', explica o pediatra e pesquisador do Instituto do Sono Gustavo Moreira. Ele diz que esse processo atinge mais as meninas do que os meninos. 'Na menina, aumenta a tendência a ter insônia quando ela menstrua', acrescenta. Neurologista infantil do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, Letícia Azevedo Soster prefere não denominá-lo como insônia.'Nessa fase, que acontece a partir dos 11 anos e dura até os 20, há um atraso de fase de sono. Os jovens "empurram' a hora de dormir e acabam dormin-

Seu pai feliz?

do mais tarde.' Segundo ela, essa alteração comportamental é típica da adolescência. Moreira reforça que o excesso de estímulos antes de dormir, como jogar videogame, ficar na internet e utilizar o celular, agrava a demora para pegar no sono. 'O cérebro tem a leitura de que precisa ficar acordado. ' Sintomas: Irritação, queda no rendimento escolar e sonolência são alguns dos sintomas que demonstram que o jovem precisa mudar seus hábitos. Segundo os especialistas, não ter uma boa noite de sono pode causar dificuldades de aprendizado, atrapalhar processos de cicatrização e, a longo prazo, interferir no crescimento do jovem.'Os pais devem conversar e mostrar que o filho precisa dormir mais cedo. Algumas técnicas de higiene do sono, como realizar uma atividade relaxante, são fundamentais', diz Letícia. Apenas quando o jovem apresenta problemas sérios é que os medicamentos são recomendados.

sua mãe...

+ PUBLICIDADE Bonita 24

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


VIVER BEM AGORA

www.vvmagazine.com.br

REVISTA VIVA MAGAZINE

25


EDUCAÇÃO

O que as crianças deveriam aprender

Dentro de um m u n d o q u e chamamos de "mundo das aparências", um cenário ideal criado pela sempre faminta indústria do "vender qualquer coisa", onde se incluem objetos, idéias e ideais, a construção de uma personalidade "batizada", quer dizer condicionada, tornou-se sua principal meta existencial. Observe o mundo artificial que criamos para nossos pequenos. Os personagens não são de verdade, os objetos são modificados, com uma aparência bizarra, que classificamos como engraçados. Quem define o que é engraçado, nós ou as crianças? Quem cria o engraçado, nós ou nossas crianças? Claro que não são elas, elas são os consumidores, o alvo de tais criações. Assim, se somos nós, não se

26

REVISTA VIVA MAGAZINE

trata tão somente de uma forma de condicioná-las? Idealizamos o engraçado, damos forma a esse engraçado, depois só nos resta convencê-las de que aquilo é de fato engraçado, e está feito. A mesma coisa é válida para as fantasias, os reinos mágicos, encantados, criados para entretê-las. O que esperamos obter com isso ainda não sabemos, e se há algum ensinamento educativo, ético, o que seja, que esperamos conseguir com tal prática, aparentemente ainda não logrou o desejado, pretendido e didático efeito. Para uma imensa, bem estruturada e sólida indústria, a mesma que cria tais fantasias e mundos abstratos, há um efeito, e este conhecemos bem, o lucro. E há todo um corpo docente, os criadores, a tentarem nos convencer que essa é a coisa certa. Diversão está muito distante de ilusão. Diversão é uma coisa, disso toda criança carece, mas ilusão, mentiras, fantasias inexistentes, não. Não se constrói uma realidade em cima de uma fantasia. Não se vislumbra um mundo melhor, mais justo, ciente de seus problemas e conseqüentes soluções, em cima de um mundo irreal, sem problemas, que mais se adequa como um estímulo a indiferença, ao comodismo. Uma criança, e mesmo um jovem, préadolescente, ou mais velho, desconhece os problemas dos seus pais, dos adultos, desconhecem mesmo a sua fisiologia. Acreditamos que elas não são incapazes de assimilar tais informações, e, no entanto, criamos fantasias fantásticas para preencher seus

dias, roteiros bizarros de coisas desnecessárias e inexistentes, e mesmo vendo como interagem com as novas tecnologias, provando que pensam rápido e de forma lógica, melhor que a maioria dos adultos, ainda assim, insistimos em lhes negar a realidade que terão pela frente, alegando que não é chegada a hora. Não somos nós, mas, as autoridades, os regentes do conhecimento, que nos dizem o que fazer, o que pensar, o que sonhar, o que desejar, como se fossemos brinquedos sofisticados movidos aos seus impulsos e ordens. Apenas seguimos o roteiro, obedientes, submissos, tementes de questionar o porquê de cada uma dessas coisas. De perder é o nosso receio, seja uma ideologia, seja uma crença, seja o que for. Apoiamos-nos na autoridade de uma tradição na esperança de que nos dê força para também dominarmos, nossos filhos, nossas relações, quem estiver em nosso entorno. Formar crianças livres e felizes não é nossa meta, não temos nenhuma meta, apenas seguimos ordens, a chamada "opinião oficial", metas alheias, cujas origens desconhecemos, e os resultados são meros acasos. Ser bem sucedido, ter uma profissão rentável, um padrão de vida material razoável, é a promessa que nos impulsiona, que rege nossas aspirações.

www.vvmagazine.com.br


EDUCAÇÃO

Texto de Jon talber /http://sitededicas.ne10.uol.com.br

Pedidos de um Filho O que todo pai ou educador deve saber antes de começar a ensinar A sensibilidade de uma criança é muito acentuada e assim sendo, qualquer estado emocional do adulto será por ela percebido e vai influir em sua formação.

rapidamente e com muito mais alegria. 2. Não me faças promessas. Se me prometer um prêmio, dê-me, mas também dê-me o castigo, se prometido. 3. Não me corrija as faltas diante dos outros, ensina-me a ser melhor quando estivermos sozinhos e com o seu exemplo. 4. Não me compare com ninguém, principalmente com meu irmão ou irmã. Se me fizer sentir pior que os outros eu sofrerei muito mais. 5. Não grite comigo. Respeito-o mais quando você fala comigo, e não me faça gritar também. 6. Deixe-me andar com meus próprios pés, ter minhas próprias emoções. Se você fizer tudo por mim, eu jamais terei a alegria de poder aprender. 7. Quando estiver enganado em alguma coisa, admita-o, pois crescerá muito mais a minha estima por você, e isso me ensinará a reconhecer os meus próprios erros. 8. T r a t e - m e c o m a m e s m a amabilidade e cordialidade com que trata seus amigos, assim, aprenderei com você o respeito e a amizade. 9. Eu aprendo muito vendo seu comportamento diário diante de tudo. Isso é a base de toda formação do meu futuro caráter. Lembre-se que meus ouvidos escutam melhor a quem admiro mais, você. Então fique atento aos seus atos diante de mim. 10. Quando eu estiver atravessando momentos difíceis, ajude-me. Tente me compreender. Demonstre o seu amor por mim. Gosto de sentir que sou amado. Preciso de segurança para crescer. 11. Ensine-me a aprender, e não a imitar os outros, ou mesmo você. Ensine-me o que é ser livre, pois só assim poderei criar um mundo livre! Atenda meus pedidos, pois só assim serei capaz de ser feliz. Fonte:www.sitededicas.com.br

revista

Pai, não me dê tudo que peço. Às vezes peço somente para obter, para compensar, para chamar a atenção. 1. Não me dê ordens. Se ao invés de ordens me pedisse as coisas com firmeza e carinho eu as faria www.vvmagazine.com.br

MAGAZINE orientando você

ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM

(75) 9192-6516 / 9941-4466

comercial@vvmagazine.com.br REVISTA VIVA MAGAZINE

27


BELEZA & ESTÉTICA

O pincel certo Pincéis precisam ser bem cuidados para manter o toque suave na pele do rosto; aprenda qual deles usar em cada tipo de maquiagem

U

ma maquiagem perfeita depende dos pincéis utilizados quanto melhor e mais adequado forem eles, melhor o resultado final. Entre os tipos mais conhecidos estão o pincel base, o de pó, o de blush, o aplicador de sombra, o para os olhos e o para a boca. 'Com esse kit, é possível conseguir um excelente resultado', garante Luana Gheller, analista de produtos da Belliz Company, que explica ainda que cada pincel tem função específica (veja ao lado). Porém não basta apenas tê-los no estojo de maquiagem. É necessário ter cuidado para manter a funcionalidade dos pincéis.

Segundo Chloé Gaya, maquiadora e consultora de imagem do Jacques Janine, os pincéis têm de ser armazenados de maneira que suas cerdas não sejam danificadas. Após utilizá-los, Diva Santos, maquiadora oficial da Dailus Color, sugere que os acessórios sejam higienizados. 'A melhor maneira de fazer isso é deixá-los de molho em água fria com sabonete líquido neutro por 30 minutos. Antes de tirá-los, é bom fazer movimentos circulares para

tirar todos os resíduos de maquiagem. Depois, enxaguá-los em água corrente, deixando-os secar bem, naturalmente na sombra.' E quando jogar um pincel fora? 'Quando ele estiver com as cerdas danificadas, secas ou quebradas. Com isso, o toque do pincel no rosto fica áspero, quando, na verdade, tem de ser macio e suave', finaliza Chloé.Alan de Faria/folhapress

28

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


BELEZA & BOA FORMA

Barriga sarada e cinturinha fina são sonhos de muitas mulheres; confira dicas de exercícios que poderão ajudá-la a chegar lá

C

onseguir um visual como o da cantora Paula Fernandes não é nada fácil. Para ajudar no árduo caminho rumo à cintura de pilão e à barriga sarada, a Revista da Hora reuniu dicas de profissionais e, também, algumas atividades físicas para delinear essa parte do corpo, sempre tão difícil de emagrecer.O que vai deixar a cintura mais torneada é o exercício aeróbico, com queima de calorias, combinado ao localizado e à dieta', explica o professor da academia Bio Ritmo Gabriel Gomes. A dica, portanto, é se mexer: caminhadas ou corridas durante cerca de 40 minutos, três vezes por semana, podem ser um bom começo. Andar de bicicleta e pular corda também auxiliam no gasto de calorias. 'Só é importante lembrar que o exercício esporádico não dá resultado. A pessoa

http://www.essaseoutras.com.br

precisa manter uma frequência em suas atividades físicas', ressalta Gomes.

www.vvmagazine.com.br

Aliado a isso, é preciso estabelecer um programa de exercícios localizados para fortalecer o tônus muscular da região abdominal. A instrutora de http//boaforma.uol.com.br musculação e 'personal trainer' da academia Competition educação física da Estácio, Sérgio Frank, Fernanda Lopes Borges ressalta que isso há várias outras atividades que ajudam no fará com que a cintura fique mais fortalecimento da musculatura do delineada. A dica da especialista é abdome, ao mesmo tempo em que começar com os exercícios localizados queimam calorias. 'Tênis, aulas de dança para, depois, partir para os aeróbicos. e hidroginástica são bastante aconselha'Não influencia em nada em relação ao dos', afirma. Para quem frequenta gasto de calorias, mas, se fizer o contrá- academia, as aulas de pilates são uma rio, a pessoa pode já chegar cansada para boa opção. 'Envolve a contração abdomia segunda parte do treinamento', diz. nal para qualquer movimento', explica Outro ponto importante é dar atenção Noboro. Frank também ressalta que é especial à alimentação. Além de seguir possível recorrer a alguns truques para alguns conselhos já disseminados, como conseguir parecer ter uma cintura fina. Dá evitar gorduras, doces, frituras e para, por exemplo, exercitar mais os refrigerantes, é aconselhável preferir glúteos e as pernas, caso seja uma sempre os alimentos integrais na hora possibilidade adequada ao seu corpo, de montar seu cardápio. Se, mesmo para que dê essa impressão. Mitos e seguindo todos esses passos, a sua verdades Como explica Noboro, há cintura não der uma boa enxugada, algumas lendas envolvendo os exercícios lembre-se de que é preciso ter paciên- para a cintura. 'Fazer rotações com um cia, até porque essa é a região do corpo cabo de vassoura, por exemplo, é algo que demora mais para secar. 'O que muita gente fazia, achando que processo de emagrecimento se dá a funcionava, mas, pelo contrário, é até partir das extremidades. Começa no perigoso. Pode desgastar a vértebra', rosto, na canela. Depois é que vai ser explica. 'Outra coisa, até hoje há pessoas percebido no abdome e no glúteo', que amarram um saco de lixo na cintura salienta o instrutor e 'personal trainer' da para aumentar o calor, acreditando que academia Body Tech Luiz Noboro. isso aumenta o gasto calórico. Não tem Como explica o coordenador do curso de nada a ver. A atividade física não funciona (Camila Brandalise) assim', encerra.

REVISTA VIVA MAGAZINE

29


FINANÇAS & NEGÓCIOS *LUCIANO FELTRIN

O

brasileiro está aprendendo a ganhar dinheiro com o conceito de sustentabilidade. Antes observada à distância

e com certo receio por parte do empresariado, hoje, a causa verde faz parte das estratégias de negócios. E a mudança vem exatamente de onde menos se podia esperar: do bolso. Qualquer brasileiro disposto a abrir uma empresa sabe que parte considerável de seus custos virá das contas de energia elétrica. Não por acaso, todos os responsáveis por montar empresas sustentáveis --orientadas para lucrar mais poupando recursos naturais finitos-- citam ações que resultaram em economia de energia elétrica. É o que mostram as histórias a seguir: seis tipos de negócios possíveis de serem elaborados ou adaptados para operar colaborando com o ambiente. A lista --restaurante, lavanderia, produção de biojoias, pousada, gráfica e salão de beleza"' ganhará companhia na Rio+20, conferência da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre desenvolvimento sustentável que começa nesta quarta. Essas e outras ideias serão apresentadas em uma feira de negócios comandada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). O objetivo é mostrar aos futuros donos de boas ideias que os negócios sustentáveis, a exemplo do que acontece com os convencionais, também podem ser

30

REVISTA VIVA MAGAZINE

rentáveis e competitivos. "Hoje, os negócios sustentáveis ainda representam um nicho. Estamos estimulando para que se tornem o mercado como um todo. Se isso acontecer, quem chegar antes terá vantagens competitivas", acredita Luiz Barretto, presidente do Sebrae. Embora o foco sejam novas e promissoras ideias de empreendedores, é impossível esquecer o papel que as grandes empresas devem desempenhar quando se fala em sustentabilidade. Um exemplo de como ações sustentáveis também podem ganhar peso social é o programa Consulado da Mulher, da multinacional Whirlpool. A empresa doa refrigeradores à mulheres de comunidades carentes e auxilia a montagem de pequenos comércios. "No país, 30 mil mulheres foram assessoradas pelo programa", conta Vanderlei Niehues, gerente-geral de sustentabilidade da Whirlpool. Pode parecer pouco, mas contribui para aquecer um dos temas que devem receber destaque na Rio+20. "Será uma boa ocasião para discutirmos a importância de dar mais ênfase à inclusão social na sustentabilidade", diz Paulo Branco, coordenador do Programa Inovação da Criação de Valor, da Fundação Getulio Vargas.

prazo de duração dos estoques. "Minha ideia era acabar com a gestão na base do 'olhômetro', criando um método que evitasse o desperdício e estimulasse a prática da sustentabilidade. Pelos produtos que utiliza, um salão de beleza polui tanto quanto uma oficina mecânica ou uma lavanderia", compara. As ferramentas de gestão criadas por Fabiana vêm ganhando novos adeptos. Atualmente, 30 salões de beleza espalhados pelo país já usam o método. Um dos que adotaram sua técnica foi Leandro Pires, 31, dono do salão Fizz Cabelo e Imagem, em São Paulo. O empresário afirma ter conseguido uma economia de 50% dos produtos químicos em pouco mais de um ano. "Incorporei esses conceitos ao meu negócio e sei exatamente quanto custa uma lavagem de cabelo com determinado xampu ou cinco minutos de secador ligado." Negócio: salão de beleza Como torná-lo sustentável: evitar o desperdício de produtos químicos, água e energia elétrica e descartar adequadamente o lixo Investimento inicial: de R$ 30 mil a R$ 50 mil; para adotar o HairSize, cerca de R$ 2.400

1 Salão de beleza Tintura e química na medida certa Há dez anos, a administradora e esteticista Fabiana Gondim, 39, criou um sistema de gestão de salão de beleza que inclui práticas sustentáveis. Batizado de HairSize, esse sistema é formado por réguas que permitem medir o tamanho dos fios, o volume do cabelo e a velocidade de crescimento da raiz. Os dados permitem preparar tabelas com a quantidade necessária de tintura e o

www.vvmagazine.com.br


2 Biojoias Chifre de boi e borracha servem de matéria-prima A Joias do Pantanal surgiu a partir de uma tradição dos moradores do Mato Grosso do Sul, que transformam o chifre de boi em um recipiente para tomar tereré, bebida à base de erva-mate. Comandada por Isabel Muxfeldt, 52, e Verhuska Pereira, 40, a Joias do Pantanal produz biojoias 100% artesanais --e conta com a mão de obra das comunidades locais para produzir anéis, pulseiras, brincos e colares com chifres comprados de frigoríficos. As peças custam de R$ 15 a R$ 250 e são exportadas para Portugal e Estados Unidos. Já a designer Flávia Amadeu, 33, usa borracha sustentável para confeccionar suas peças. Segundo ela, o processo de produção agride menos o ambiente. "O objetivo é aproveitar o máximo da borracha sem desperdício", diz. Ela faz doutorado na Inglaterra sobre comunidades seringueiras do Acre como as que lhe fornecem material. Negócio: biojoias Como torná-lo sustentável: trabalhar com mão de obra local e não usar produtos tóxicos Investimento inicial: R$ 30 mil.

todas as roupas que chegam à loja com prazo de entrega superior a 24 horas secam no varal. "Como não precisam ser devolvidas com rapidez, podem secar naturalmente, aproveitando o calor e a baixa umidade", diz o empresário. Negócio: lavanderia Como torná-lo sustentável: usar máquinas que economizem água, energia e produtos químicos, além de aproveitar o calor Investimento inicial: R$ 150 mil .

3 Lavanderia Calor e baixa umidade fazem a sua parte em MT Quando assumiu a lavanderia Prillav, há dez anos, o engenheiro Paulo Gomes, 55, logo identificou o que levava boa parte dos ganhos financeiros para o ralo. As máquinas usadas para lavar roupa eram muito velhas e funcionavam manualmente. Com a troca do equipamento, o consumo de luz foi reduzido em 20%. Hoje, a lavanderia, que fica em Rondonópolis (a 220 km de Cuiabá), usa dosadores que controlam a quantidade de sabão e outros produtos químicos. Entre outras medidas, uma delas recorre a um hábito caseiro: www.vvmagazine.com.br

4 Pousada É possível obter resultado com medidas simples Há pouco menos de dois anos, a paulista Silvana Montenegro Rondelli, 39, conseguiu realizar aquele que é o sonho de muitos brasileiros: montar uma pousada no arquipélago de Fernando de Noronha, no litoral de Pernambuco, um dos mais belos e procurados destinos turísti-

cos do país. Desde o início, a proposta da Beco de Noronha Pousada foi incorporar a sustentabilidade como diferencial. Ela foi construída com paredes vazadas, feitas de madeira de demolição ou de reflorestamento. A água utilizada é aquecida com energia solar. Para reduzir o consumo de energia, o local adotou medidas que parecem simples, mas que se mostraram eficientes --como claraboias no teto das instalações, o que garante a luz e a ventilação natural. As áreas sociais têm telhas de vidro. "Hoje, economizamos 40% na conta de energia, mas ainda queremos ir além, neutralizando as emissões de carbono da pousada", conta Silvana. Mas não é apenas pelo lado ambiental que o empreendimento pratica sustentabilidade. A Beco de Noronha ajuda a reciclar o lixo. Fornece resíduos para que artesãos produzam objetos a partir desse material, que depois são comprados pela pousada e distribuídos como mimos aos clientes. Negócio: pousada Como torná-lo sustentável: economizar água e energia elétrica, reciclar o lixo e estimular a produção do artesanato local Investimento inicial: R$ 300 mil 5 Gráfica 330 mil páginas impressas e 189 quilos a menos O empresário José Cláudio Fonseca, 47, sempre quis ter um negócio sustentável. A intenção virou realidade há quase um ano, quando Fonseca abriu, em Belo Horizonte, a Ekofootprint, gráfica que usa máquinas que geram 90% menos resíduos do que as convencionais. As 40 mil impressões diárias da empresa saem de máquinas que só trabalham com cartuchos feitos a partir de produtos vegetais. A tinta é produzida com corantes sem solventes tóxicos. Enquanto uma impressora a laser comum gera 200 quilos de detritos para imprimir 330 mil páginas, uma máquina desse tipo produz pouco mais de 10,5 quilos. REVISTA VIVA MAGAZINE

31


Os efeitos também podem ser sentidos na cadeia de transporte e logística. "As impressoras da Ekofootprint usam quatro cartuchos, e as convencionais, 12. Para abastecer as máquinas comuns, é necessário ter muito mais caminhões poluentes nas ruas", afirma Fonseca. A empresa também é sustentável no uso do papel. As sobras vão para a reciclagem. Recentemente, a Ekofootprint encontrou um fornecedor que tem um modelo de produção mais coerente com a filosofia da gráfica. "Ele usa bagaço de cana para a produção. Ou seja, não é preciso derrubar eucaliptos", afirma Fonseca. Negócio: gráfica Como torná-lo sustentável: usar papel reciclado e impressoras e copiadoras que trabalhem com menos resíduos tóxicos Investimento inicial: R$ 250 mil (franquia). 6. Restaurante Para ser verde, é preciso escolher fornecedores O restaurante Moinho Velho, em Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais, já nasceu sustentável. O local foi construído com madeira de demolição. Outros hábitos para preservar o ambiente foram incorporados. Mensalmente, 120 quilos de alimentos são transformados em adubo para a horta. O restaurante também recicla óleo de cozinha, que vira sabão. "É difícil dizer que temos um negócio sustentável, pois dependemos de uma cadeia de fornecedores. Mas temos feito a nossa parte", diz o consultor que está à frente do restaurante, Fernando Salles Martins, 32. "Observamos com muita atenção os cuidados que os fornecedores têm com o plantio dos produtos antes de decidir de quem comprar. É uma forma de estimular práticas sustentáveis", afirma Francisco Carnevalli, 62, um dos sócios do Bio Alternativa, restaurante especializado em comida orgânica em São Paulo. Segundo Wagner Packer, 59, outro sócio do estabelecimento, a preocupação com o ambiente faz parte do conceito do Bio Alternativa desde sua criação, há cerca de 30 anos. "Quando montamos o restaurante, uma de nossas ideias era incluir tudo o que é saudável e diz respeito à preservação da natureza e de seus recursos no contexto da alimentação", afirma o empresário. Negócio: restaurante O que pode fazer para ser sustentável: reciclar lixo, comprar produtos orgânicos e reaproveitar os alimentos Investimento inicial: R$ 150 mil .

32

REVISTA VIVA MAGAZINE

Serenata Ivan Guanais “Como seria belo ouvir-te um dia, cantar essa modinha em teu violão, quando a lua por sobre a serrania surgisse lá no céu do meu sertão” Catullo da Paixão Cearense

A lua da serenata não nasce cedo. Ela espera a cidade dormir, para derramar seus raios de prata, embrulhando-a num lençol transparente, marchetado de desenhos escuros em contraste. É cúmplice do notívago. Este que vagueia pelas ruas da cidade, à espreita de deuses inspirados, e que de longe ouve o plangente violão de Mário Macedo, o sax de Biminha e a voz amena de Bequinha. Senta do lado, silencioso. E chora. Chora de saudade do violino de Dirceu, da flauta de João Esquivel e da voz anasalada de Milburgues, dedilhando o violão. Ele tão jovem ouvindo... Deuses que se foram e deuses que ficaram e a mesma lua. O mesmo luar do sertão. A mesma cidade que dorme. Calma, etérea, e embalada. Um violão, um sax, uma voz e um notívago eterno, cheio de amor pra dar e aquela janela não se abre, e a mesma valsa dolente ganha a noite. Mas o notívago não se cansa de ouvir e de espreitar. Sabe que no mundo nada há mais belo que uma noite de luar, um violão, um sax, uma voz, uma canção: uma serenata. Retira do bolso da capa, a cachaça e os copos. Oferece. E fica ali escutando. Não toca, nem canta, mas se encanta e já não se importa de sofrer se a janela não abre. Os deuses que tocam e cantam terminam se despedindo da noite, e levam consigo também seus sofrimentos mesmo que todas as janelas do mundo se abram para eles. O notívago espera a estrela d'alva despontar para testemunhar seu sofrimento e sua despedida da noite. Não toca, não canta, mas é boêmio. Não é o sofrimento que faz o boêmio? E sozinho na noite, repete de Catullo, estes versos: “... Eu volto para a Terra, com Saudade, Pois não posso viver sem Sofrimento. Sem fel, sem dor, sem lágrimas secretas, Não existem boêmios, nem poetas...” Serenata da minha terra, linda, sentida, de janelas semicerradas e um rosto de mulher, ou de sono não ouvida e um corpo de mulher. O sofrimento de não tê-las mais. Volta-se sempre procurando-a na noite, e sempre com saudade!

www.vvmagazine.com.br


A Ford lança a nova geração da picape Ranger com 13 versões e três motores: 3.2 Diesel, 2.5 Flex e o 2.2 Diesel, este último direcionado para frotistas. As versões disponíveis são: Limited, XLT, XLS e XL. A versão mais em conta, a Ranger Cabine Simples com motor 2.5 Flex, tem preço inicial de R$ 61.900. Confira a tabela de preços completa. Todas as opções equipadas com motor diesel serão equipadas com tração 4×4, enquanto as versões flex serão oferecidas somente com tração 4×2.

DIÁRIAS APARTIR DE

R$ 99,00

Preço custo: R$ 249,00

CNPJ 16.305.284/0001-64

AGORA É NOSSA VEZ

vote:

MÁRCIO VAZ Pela renovaçao da câmara 10 600

vereador

ALUGUEL DE CARROS

POPULARES E DE LUXO

SEABRA / LENÇOIS / IRAQUARA RUA FRANCISCO COSTA, 270 VASCO FILHO SEABRA www.vvmagazine.com.br

REVISTA VIVA MAGAZINE

33


ESPAÇO ABERTO

DICAS DE LIVROS

IFBA - Instituto Federal da Bahia em Seabra. Um ano de atuação, 102 anos de história.

AUGUSTO CURY - O Semeador de Ideias Um poderoso homem sofre perdas irreparáveis e torna-se um colecionador de lágrimas. Despedaçado, sai em busca dos porões da sua mente e da sociedade dos seus sonhos.

Norma Souza de Oliveira Diretora Geral do IFBA Campus Seabra ficção

O

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Bahia ou simplesmente IFBA, é uma autarquia do Governo Federal pertencente à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Desde 2011 o IFBA está funcionando em Seabra, porém a instituição já nasceu aqui no município com 102 anos de idade, isto porque na Bahia a primeira escola de Aprendizes Artífices, da qual o IFBA é “descendente”, foi criada em 1910, na cidade de Salvador. O IFBA já teve outras denominações amplamente conhecidas no Estado da Bahia tais como: Liceu Industrial de Salvador (1937); Escola Técnica de Salvador (1942); Escola Técnica Federal da Bahia – ETFBA (1965); Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia – CEFET-BA (1993) e, finalmente, em 2008 o atual IFBA. A proposta do IFBA em Seabra é de contribuir para o desenvolvimento produtivo, social e cultural da região. Acreditamos na educação pública, gratuita e de qualidade capaz de transformar realidades ao oferecer cursos nas diversas modalidades de ensino, do nível médio à pós-graduação. A partir de 1º de agosto estaremos com inscrições abertas para o Processo Seletivo de 2013, o IFBA campus Seabra estará selecionado estudantes para o Curso Técnico em Informática na modalidade integrada, para estudantes que tenham concluído o ensino fundamental e também selecionando estudantes para o Curso Técnico

@mor - Daniel Glattauer

Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner.

em Meio Ambiente na modalidade subsequente, para estudantes que já tenham concluído o ensino médio. Os estudantes que estudaram todo o ensino fundamental e/ou médio na rede pública de ensino têm direito a isenção parcial da taxa de inscrição, para tanto deverão se inscrever no período de 1º a 31 de agosto de 2012. Para 2014, o IFBA campus Seabra deverá ofertar novos cursos e disponibilizar mais vagas, porém caso o estudante tenha interesse poderá estudar em outros campus do IFBA onde encontrará outros cursos técnicos (subsequente ou integrado); graduações tecnológicas, licenciaturas, engenharias e bacharelados. A equipe do IFBA em Seabra sente-se honrada em poder atuar nessa região contribuindo para o desenvolvimento regional através da formação profissional de jovens e adultos capacitando-os para o mundo do trabalho e atendendo às demandas sociais, com visão humanística e sólida base técnica e tecnológica. Para mais informações: acesse: www.ifba.edu.br

ficção

A Guerra dos Tronos - As Crônicas de Gelo e Fogo - Vol.1 Em A Guerra dos Tronos, o primeiro livro da aclamada série As crônicas de Gelo e Fogo, George R. R. Martin - considerado o Tolkien americano - cria uma verdadeira obra de arte, trazendo o melhor que o gênero pode oferecer. ficção

RENATO LUÍS BANDEIRA - A Guerra dos Coronéis e os Garimpos na Chapada Diamantina Com o olhar mais profundo o autor enxerga o diamante como a mola propulsora da conflagração armada na Chapada Diamantina e ainda condensa, nesta obra, resumo biográfico dos jagunços e cabos-deguerra dos coronéis chapadeiros. Histórico

34

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


Gastronomia

Saúde Lojas

Espaço do leitor Dicas

Serviços

DISK RÁPIDO 3331-2073

DEPÓSITO A água mineral que compramos como sempre esta associada ao bem estar e a um estilo de vida saudável e que repõe as nossas energias fo r n e c e n d o t a m b é m u m m e l h o r funcionamento dos músculos e nervos. Alem de atuar também para uma pele mais hidratada e livre das toxinas.

www.vvmagazine.com.br

FA R I N H A D E T R I G O (LINHA DE PANIFICAÇÃO)

GÁS

ÁGUA MINERAL REVISTA VIVA MAGAZINE

35


SEU GUIA Classificados

/ Saúde Clínica Médica

Clínica Médica

Ultramed

Ultramed

Day Hospital

Rua Jacob Guanaes, 349 - Centro

3331-1490 / 1641

ultra.med@hotmail.com Consultório Odontológico

Tratamento Ortodôntico com Tecnologia desenvolvida pela

Sistema de Braquete Autoligável Consultório Odontológico

Consultório

Odontológico

Chapada Dr. Araújo Dra. Gabriela Colares CRO 9956

CRO 11042

Travessa Cônego João Pedro Alves, 46

Consultório Odontológico

Drª Monique Pereira

MAIS RÁPIDO MENOS CONSULTAS

CRO: 11778

SEM EXTRAÇÕES

Tratamento Odontológico de qualidade a seu alcance

75 3331-3266

Rua Cônego João Pedro Alves 1º Andar em cima da Farmácia São Jorge

Consultório Odontológico revista

MAGAZINE orientando você

36

ARTE

CRO-BA 6188

CRO-BA 3836

Consultório Odontológico

ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM

Rua Barão do Rio Branco, s/n

(75) 9192-6516 / 9941-4466 comercial@vvmagazine.com.br

(75) 3331-2139

REVISTA VIVA MAGAZINE

Dr. Eduardo Giostri Jr Drª. Ion Nilva Pereira

Informações:

Tel.: (83) 3247.0900 Tel: (75) 3331-3201 Rua Jacob Guanaes nº387 - Centro - Seabra-BA

www.vvmagazine.com.br


SEU GUIA Classificados

/ Saúde Farmácias

Laboratórios

‘‘Humanizando a Saúde’’

Sua Saúde em boas mãos DISK FARMÁCIA

Rua Cônego João Pedro Alves, 118, Centro ‐ 3331‐2101 ‐ (Dene) Rua Franklin de Queiroz, 180, Centro ‐ 3331‐3621 ‐ (Joanísio) Rua Cônego João Pedro Alves, 261, Centro ‐ 3331‐1497 ‐ (Pedro)

R. Jacob Guanaes, nº 423, Centro, Seabra‐BA

Óticas

Laboratórios

Postos de Coleta

Seabra: (75) 3331-1016 Boninal: (75) 3330-2004 S. Soares: (75) 3339-2073 Piatã: (77) 3479-2118 Ibitiara: (77) 3647-2357 www.laflaboratorio.com.br Praça da Bandeira, 254, Centro

Ótica Seabra

S

Desde de 1982 cuidando da sua visão

A menina dos seus olhos.

Fone/Fax: (75) 3331‐1456 Rua Cônego João Pedro Alvez, 267 - Centro

Dica de saúde

Os benefícios da soneca durante o dia

N

ão é à toa que os italianos e os espanhóis mantêm o hábito de dormir após o almoço. Esse costume, conhecido como “sesta”, pode fazer bem à saúde física e mental. “Tirar uma soneca durante o dia melhora o rendimento no trabalho e nos estudos. Depois de um pequeno cochilo, você retornará às suas atividades com a capacidade cerebral renovada”, explica o neurologista Leandro Teles. A maioria das pessoas enfrenta uma rotina agitada e acaba dormindo menos do que o necessário durante a noite. Consequentemente, sentem-se cansadas e sonolentas, principalmente após o almoço. “Nesse período, o funcionamento do cérebro se torna mais lento porque, durante a

digestão, parte do fluxo sanguíneo é desviado para o estômago, causando privação moderada de sangue em outras áreas, incluindo o cérebro e os músculos. É por isso que sentimos muito sono após almoçar. E lutar contra a sonolência não vale a pena: a melhor solução é cochilar por um tempo estipulado e depois retornar ao trabalho com mais disposição”, explica o neurologista.

Esse intervalo oferece várias vantagens, como a melhoria da memória, a redução do

estresse e o aumento da criatividade. A última, por exemplo, só aflora com qualidade quando o cérebro está totalmente descansado. “Empresas que necessitam de criatividade deveriam estimular esse intervalo para a reparação da capacidade cerebral”, comenta o médico. O repouso adequado “Acredita-se que apenas 30 minutos de soneca sejam suficientes para restaurar a função cerebral. Acima disso, você pode ter o efeito contrário, demorando mais para retomar suas atividades, além de prejudicar o sono noturno, entrando em um círculo vicioso.. “Pode aparecer pouco, mas esse pequeno descanso é capaz de reduzir os níveis de cortisol e adrenalina no sangue, e, assim, as pessoas trabalham com mais qualidade e satisfação”, explica Leandro. E lembre-se de que dormir bem à noite é essencial para que o organismo se recupere do cansaço físico e mental. http://www.portalvital.com

www.vvmagazine.com.br

REVISTA VIVA MAGAZINE

37


SEU GUIA / Gastronomia Classificados Quem já provou sabe que o strogonoff de carne é muito saboroso. Normalmente, no Brasil, come-se acompanhado de arroz branco ou à grega e batata palha, no entanto, na Rússia, o acompanhamento é com batatas cozidas, e nos Estados Unidos, com macarrão.

V

o c ê s a b e a o r i g e m dotrogonoff? O prato é originário da cozinha russa e leva como ingredientes cubos de carne bovina servidos com molho de creme de leite. Criado no século XIX, o nome do prato, especula-se, foi derivado do nome de algum membro da família Stroganov. No final do século XIX, o chef francês Thierry Costet, que trabalhava para a família de nobres Novogorod, acrescentou à mistura ingredientes europeus, como cogumelos, mostarda e páprica. Assim, após a revolução de 1917 (que culminou com o fim da era czarista na Rússia), muitos russos foram para a Europa, e levaram o strogonoff, que se sofisticou e caiu no gosto dos europeus. A partir dos anos 50, com a popularização do strogonoff em vários países europeus, Estados Unidos e até mesmo no Brasil, a receita original começou a sofrer muitas variações, com a adição de novos ingredientes como acompanhamento. Ao invés de molho de tomate, por exemplo, coloca-se vinho, mostarda e até ketchup.

Ingredientes • 2 kg de filé mignon • 1 cabeça de alho grande • 2 cebolas • 1 colher de sobremesa de pimenta e cominho • 1 colher de café de sal • 4 colheres de sopa de catchup • 400g de creme de leite • 4 colheres de sopa de conhaque • 300g de Champion • meia xícara de óleo • 1 k de batata inglesa • 2 xícaras de arroz Modo de preparo limpe muito bem a carne e corte-a em cubos não muito pequenos (filé esbagaça com facilidade). Ponha a cebola para refogar e quando estiver dourada, coloque a carne, sempre acompanhando o refogar porque é aí que está segredo. Acrescente os outros ingredientes e, por último, o creme de leite. serve com arroz branco e batatas soutee ou batata palito.1h 20min / 6 porções clubgourmand.com.br

Supermercados

Supermercados

Supermercado

é !! o d runelle Onde tubarato! Entrega em Domicı́lio mais

B

Rua Ortacı́lio Mariano Sá Teles,27, Mercadã o- Seabra- Bahia

Fone: (75) 3331- 3161

Qualidade e bom atendimento.

Feliz dia dos pais Rua Manoel Teixeira Leite, 481, Centro

3331-1002

Supermercados

Disk Entrega SUPERMERCADO

75 3331‐2118

A NOSSA QUALIDADE ESTÁ NA SUA SATISFAÇÃO

Rua Paulo VI (Próximo à Clínica Santa Bárbara) ‐ Seabra ‐ BA 38

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


SEU GUIA / Gastronomia Classificados Supermercados

Quitanda

Mercado Alcantra

Quitanda

O Melhor Preço e Qualidade

Frutos da Terra

Atacado e Varejo Rua Francisco Costa, 320 Fone: (75) 3331-1929 Lanchonete

3331‐1265 / 9978‐5566 Rua Horácio de Matos, 438 ‐ Centro ‐ Bahia Panificadora

Cristina

Salgados Fazemos Café da Manhã, Bolos, Fone: 3331-2682 Salgados, Doces e etc. Rua Pio XII, 764 Café

Lanchonete

075 33311881| 9165 4122 serrano19702011@hotmail.com Panificadora

Cafédanochapada Ponto O endereço do Sabor

Promoção

Café da Chapada Diamantina

Esfirra de Carne

Torrado e Moído

Tel.: 9935-1278

0,90

4

Praça dos eventos - 206 Fone: (75) 3331-1981 Seabra-Bahia

Restaurante

Pizzaria

Restaurante e Churrascaria

Ponto

revista

MAGAZINE orientando você

SABOR CASEIRO

Pizzaria

Uma Tradição na Cidade Zé Mário

ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM

Servimos a la carte e a quilo Filé a parmegiana, nobresa de frango, picanha, etc.

(75) 9192-6516 / 9941-4466 comercial@vvmagazine.com.br

Fone: (75) 3331-1444

Rua Francisco Costa, 369

Sites

SORTEIO MENSAL: 1 PIZZA GRANDE Provedor de internet

Portal de Notícias

Rua Pio XII, 318-A - 1º Anda - Centro

Fone: (75) 3331-1095 Comercial@agilseabra.com.br WWW.AGILSEABRA.COM.BR www.vvmagazine.com.br

www.portalchapada.com.br

REVISTA VIVA MAGAZINE

39


SEU GUIA Classificados

/ Informática

WINDOWS 8 SERÁ LANÇADO EM 2012

S

egundo o blog oficial da Microsoft na Holanda, o sistema operacional Windows 8 será lançado em 2012. O Post, apesar de não trazer mais nenhum tipo de informação, esclarece duas coisas: que os engenheiros da empresa já estão com a mão na massa para construir o sucessor do Windows 7; e, também, que o cronograma do desenvolvimento do software trabalha com a data máxima de 2012. Além disso, o post mostra que as subsidiárias da empresa já sabem a data – e, provavelmente, devem se preparar para o lançamento oficial em algum mês de 2012. A notícia também mostra alguma direção da Microsoft, já que os executivos da empresa não falam sobre a data de lançamento. O Windows 8, segundo documentos que vazaram da Microsoft no meio do ano de 2010, virá com diversas novidades. Entre elas uma tecnologia que dará mais velocidade à inicialização e desligamento do sistema, suporte nativo a filmes e games 3D e, ainda, uma versão para tablets. O sistema operacional deve nascer também com uma loja de aplicativos.

Quer

fonte: http://info.abril.com.br

seu pai?

Compartilhe um presente. Playstation 3

camera digital

computadores

Impressoras

40

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


SEU GUIA

/ Lojas

Classificados

Eletrônicos

Confecções

Confecções

Intimo’s

N E L I O’ S

( 75 ) 3331 - 1780

CALÇADOS - CONFECÇÕES - MODA ÍNTIMA- JÓIAS SEX SHOP - BOLSAS - PRESENTES - ACESSÓRIOS

Fones: (75) 3331-1658 9928-9242 9831-3928

Rua Souto Soares Nº 46

Edjan

Av: Frankilin Queiroz, 226, Centro. Fone: (75) 3331-1689 Cel: (75) 9994-2900 / (75) 9145-7081

Praça Bejamin Constant

Confecções

Confecções

Lojas

PROMOÇÃO

CALÇADOS E CONFECÇOES Av: Franklin de Queiroz, 167-Centro Fone: (75) 3331-2928 Relojoaria

Cabelos

Champion

Andréia

Rua João Esquivel, 152 - Centro - Seabra - Bahia

Venha conferir

Rua: Pio XII, 220

Fone: (75) 3331-3727 Móveis e Eletrodomésticos

Time →LISOS

(75) 3331-2687 →CACHEADOS (75) 9845-7872 →ONDULADOS (71) 9205-4327

Av. Franklin de Queiroz- 182- 1º andar

Onde você encontra tudo

Relógios

Alianças

Centro- Seabra - Em frente à Farmácia Carvalho

Colchões

(75) 3331-2502

Semi-joias Maior variedade da região

Tel.: 75 3331-2466 www.vvmagazine.com.br

Rua Horácio de Matos N°99, Centro, Seabra-BA REVISTA VIVA MAGAZINE

41


SEU GUIA / Automobilismo Classificados

15 dicas de como economizar combustível Você deve estar pensando porque seu carro está consumindo muito combustível? O problema pode estar no veículo, no combustível ou até mesmo em você, condutor. Acelerações bruscas, trocas erradas de marcha, janelas abertas, pneus murchos e ar-condicionado ligado são alguns dos descuidos que doem no bolso do consumidor após alguns quilômetros rodados.

S

eguem para você , 15 dicas para economizar gasolina e até mesmo na manutençã o do seu veiculo:

1) Evite acelerar ou frear bruscamente. Alé m de aumentar o consumo, atitudes como estas causam o desgaste prematuro do veı́culo; 2) Quando atingir a velocidade desejada, alivie aos poucos o acelerador; 3) Sempre que possı́vel dirija com as janelas fechadas para diminuir a resistê ncia do ar; 4) Evite andar com o ar-condicionado ligado em dias frios; 5) Leve o carro à revisã o para verificar filtros de ar e de combustı́vel. Motor desregulado pode consumir até 60% mais combustı́vel; 6) Evite carregar mais peso do que a capacidade do carro; 7) Troque as marchas na hora certa. Isso evita com que o motor ande em alta rotaçã o. A maioria dos carros vem com conta-giros no painel, exceçã o feita aos modelos populares. Leia o manual e respeite a faixa de rotaçã o indicada; 8) Desligue o carro se estiver por mais de dois minutos parado em congestionamentos; 9) Pé no breque. Testes feitos com veı́culos mostram que velocidades moderadas sã o mais econô micas;

42

REVISTA VIVA MAGAZINE

10) Use uma planilha para anotar a quantidade de combustı́vel abastecida e a quilometragem percorrida; 11) Abasteça no mesmo posto e peça que o frentista faça o teste de proveta para saber se o combustı́vel é adulterado; 12) Nã o leve peso desnecessá rio nã o porta-malas, pois isso exigirá mais esforço do motor; 13) Nã o encha o tanque de combustı́vel até a boca. Nos carros atuais, parte dele acaba se perdendo pelo bocal ou pela vá lvula de alı́vio; 14) Nã o espere o tanque ficar na reserva. Resı́duos do fundo podem entupir os bicos injetores; * Josué Lange http://automobilismosc.blogspot.com.br/2008/07/saiba-como-economizar-combustvel-15.html

economiaepolitica1.blogspot.com.br

www.vvmagazine.com.br


SEU GUIA

/ Lojas

Classificados

Concessionária

Auto Peças

Posto de Combustível

IRAQUARA - BA

MANCHINHA PEÇAS E SERVIÇOS

TEL.: (75) 3364-2353

INJEÇÂO ELETRÔNICA

AUTO ELÉTRICO

AC

Rodovia BA 122 - KM 26,5

CHAVES CODIFICADAS - DESCODIFICAÇÃO DIAGNÓSTICO COMPUTADORIZADO / LIMPEZA DE BICOS

POSTO IRAQUARA MELHOR ATENDIMENTO, MENOR PREÇO E GA NTIA DE QUALIDADE

DC

(75) 3331-1329 / 9966-0128 e-mail: sevaxmecanico@hotmail.com Av. José de Aquino, s/n - BR 242 - Seabra - BA

Auto Peças

Ferro

Bomba Injetora e Auto Peças

‘’Temos o melhor Preço em ferro de construção’’

"Temos o melhor preço em ferro de construção’’

GLEMAT

BOSCH

Serviços: D10, D20, F-1000, F-4000, Caminhões,Tratores e Mecânica em geral

Material de Construção

DELPHI

3331-2317

1ª Travessa Felix Laureano Pires, 450

Material de Construção

SERRABRA Materiais Para Construção

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO O Jeito Certo de Construir Rua Boninal, 320 - Vasco Filho Fone: (75) 3331-3387

DISK- CIMENTO (75) 3331-1121

Gesso

Marmoraria

Rua Ana Nery, 169 - Seabra-BA

Marmoraria Seabra

a sua melhor opção em marmores e granitos

Tudo que você precisa em: *Soleiras

*Balcões

*Piso de alta resistência

*Pias

*Mausoléus

*Vidros e box temperado

Rua Francisco Costa, 245 - Seabra - Bahia

Fone: (75) 3331-3526 / (75) 9984 - 1264

Forros, sancas, revestimentos em paredes, molduras e decorações em geral.

Fone: 3331‐1874 / 9966‐0740 / 9240‐2139 1ª Trav. Félix Laureano Pires, 354

Madereira

MADEREIRA

CHAVES Cimento - Janelas - Portas Aduelas - Maçaranduba serrada Telhas cerâmica Blocos - Ferros - Forros - etc

CRECI nº 12856

Correspondente Imobiliário

www.marciamirandacorretoradeimoveis.com contato@marciamirandacorretoradeimoveis.com

Rua Félix Laureano Pires, 218 - Seabra-BA

Tel:

madeireira.chaves@hotmail.com

Rua Manoel Teixeira Leite, 421, Centro

Tel.: (75) 3331-3730

www.vvmagazine.com.br

Corretora

Fixo‐ (75) 3331‐ 4265 Cel‐ (75) 9931‐5939/ 9929‐7959 Fax‐ (75)3331‐1390

REVISTA VIVA MAGAZINE

43


SEU GUIA Classificados

/ Serviços

Material de Construção

Tornearia

Bimba da Caçamba Areia fina e Lavada, Gravilhão, Pedra, Brita, etc.

Fone: (75) 3331-1081 9971-8364 9951-6321 1ª Trav. Félix Laureano Pires, 86,Seabra - BA

Tornearia Santo Antônio Serviço de tornearia, soldagem, fabricação e troca de embuchamentos.

Org: Acácio Fones: ( 75 ) 3331-3718 9807-5601 / 9973-0975 AV. Francisco Heraclito, Nº 176 Seabra - BA

Gráficas

Desentupidora

GT

A

GT

DESENTUPIDORA

E REPAROS

GT

Panfletos, Cartazes, Talões, Cartões de Visitas Folders, Rótulos, etc... Offset Policromia.

DESENTUPIDORA E REPAROS ENTUPIU? NÃO QUEBRE (75) 9802-3828 / (75) 9118-4950

Venha Conferir!

Fone:(75)3331-1007 e-mail:amgraficos@hotmail.com

Rua Manoel Bento Teixeira Filho, nº133 - Artur Alves - Seabra - BA

Contabilidade

Fotografo

SMITSON foto prossional

(75) 9984-1600 / 3331-1076 smitson13@hotmail.com

www.smitson.com.br

Rua Simpliciano Lima, 595 - Tamboril Produtos Agropecuários

Pet Shop

Floricultura *Mudas Ornamentais e Fruteiras em Geral

PRODUTOS AGROPECUÁRIOS E SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO

HORTO

GEOCOMERCIAL

VIOLETA

Fone: (75)3331-3377 Alexandro Goes Silva

Tel.: 3331-2603 / 8825-2008

CRMV 2044/BA

Rua Horácio de Matos 172, Centro

Produtos Agropecuários

RAÇÕES E PRODUTOS AGROPECUÁRIOS EM GERAL

Disk Ração

(75) 3331-3939

Av. Francisco Heráclito, 782 BR 242‐ Km 277 ‐ Seabra‐ BA

44

REVISTA VIVA MAGAZINE

Rua Francisco Costa, 246 - Vasco Filho - Seabra - Bahia Projetos e Construções

aaaaaaaaaaaaaaaaa aaaaaaaaaaaa aaaaaaaaaaaaa aaaaaaaaaaaa aaaaaaaaaaaa a a a a a a

1ª Travessa Felix Laureano Piris nº 474 Bairro Vasco Filho (Ao lado da retifica Seabra)

Tel.: (75) 3331-3424 Cel.: 99307055

Bombas e Equipamentos AUTORIZADO Bombas

3331-1172 Rua Boninal,65, Vasco Filho

jussilenoduarte@hotmail.com www.vvmagazine.com.br


SEU GUIA

/ Serviços

Classificados

Gás (GLP)

COMPRE PELO DISK GRÁTIS

0800 284 1374 (75)3331-1373 Rua Pio XII 291 Seabra-Ba

Gás (GLP)

Gás (GLP)

LIQUIGÁS DISK GÁS E ÁGUA MINERAL 0800-286-3330 Tel:. (75) 3331-3333

Rua PIO XII, 980 - Seabra-BA

revista

MAGAZINE orientando você

ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM

(75) 9192-6516 / 9941-4466 comercial@vvmagazine.com.br

LIGUE E PEÇA SEU GÁS

LIGOU CHEGOU

3331 3400 REVENDEDOR AUTORIZADO

Site de compras

www.arcaurbana.com.br

www.vvmagazine.com.br

REVISTA VIVA MAGAZINE

45


SEU GUIA Classificados

/ Dicas

ESPAÇO DO LEITOR

Farmácias de Plantão Agosto 10 / 08 - Ideal 11 / 08 - Carvalho 2 12 / 08 - Carvalho 1 13 / 08 - Bom Jesus 14 / 08 - Athayde

Senhores Leitores,

15 / 08 - São Jorge 16 / 08 - Chapada

Esse espaço foi reservado para suas sugestões, críticas, opiniões e reclamações.

17 / 08 - Idalfarma 18 / 08 - Pague Menos 19 / 08 - Carvalho 3 20 / 08 - Seabra 21 / 08 - Ideal 22 / 08 - Carvalho 2

Participe das nossas próximas edições enviando sua carta para o endereço abaixo.

23 / 08 - Carvalho 1 24 / 08 - Bom Jesus 25 / 08 - Athayde 26 / 08 - São Jorge 27 / 08 - Chapada 28 / 08 - Idalfarma

grato!

29 / 08 - Pague Menos 30 / 08 - Carvalho 3 31 / 08 - Seabra

REDACAO@VVMAGA ZINE.COM.BR

Setembro 01 / 09 - Ideal

TELEFONES DE ÚTEIS

TELEFONES DE EMERGÊNCIA

02 / 09 - Carvalho 2 03 / 09 - Carvalho 1

Aeroporto de Tanquinho ..................(75)3625‐8100

Corpo de Bombeiros..................(75)3625-883

04 / 09 - Bom Jesus

Coelba .................................................. (75)3331‐2701

Hospital Frei Justo Venture .....(75)3331-1313

05 / 09 - Athayde

Correio ................................................. (75)3331‐1112

Policia Civil................................. (75)3331-4523

Embasa ................................................ (75)3331‐1178 Rodoviária Seabra ........ (75)3331‐1001/3678/3679 SAC ................................................. (75)0800 71 5353

06 / 09 - São Jorge 07 / 09 - Chapada

Polícia Militar ................(75)3331-1363

08 / 09 - Idalfarma Polícia Rodoviária Federal.....(75)3331-2324

09 / 09 - Pague Menos 10 / 09 - Carvalho 3

46

REVISTA VIVA MAGAZINE

www.vvmagazine.com.br


revista

MAGAZINE orientando você

Publicação: 12 mil exemplares Alcance: 10 cidades +60 mil leitores

vantagens: Menor custo benefício

Maior visibilidade Distribuição: domiciliar gratuita

Sua empresa deveria estar aqui! www.vvmagazine.com.br

Tel.: (75)3331-3292


Revista Viva Magazine  

Edição Més de Agosto

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you