Page 1

CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

JORNAL DIARIO DO AMAZONAS

11/07/2019

CIDADES

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Visitas ao INPA serão mantidas, diz Leitura de interesse Arthur

(X) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

(x) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Negativa

(x) Não relacionado à Manauscult (x) Manauscult não mencionada


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

JORNAL DIARIO DO AMAZONAS

11/07/2019

PLUS

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Minicursos em história da arte

Cultura/ Edital de Conexões Culturais (X) Positiva

ORIGEM (x) Demanda espontânea

( ) Negativa

ASSUNTO ( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

JORNAL DIARIO DO AMAZONAS

11/07/2019

ALEXANDRE PRATA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Incentivo “Investe Turismo”

Leitura de interesse

( ) Positiva

ORIGEM (x) Demanda espontânea

( ) Negativa

ASSUNTO ( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

(x) Não relacionado à Manauscult (x) Manauscult não mencionada


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

JORNAL A CRITICA

11/07/2019

BEM VIVER

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

História da Arte de Manaus nas férias

Cultura/ Edital de Conexões Culturais (X) Positiva

ORIGEM (x) Demanda espontânea

( ) Negativa

ASSUNTO ( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

JORNAL EM TEMPO

11/07/2019

PLATEIA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Projeto Imagens e Símbolos de Manaus Cultura/ Edital de Conexões Culturais (X) Positiva oferece minicursos ORIGEM (x) Demanda espontânea

( ) Negativa

ASSUNTO ( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

JORNAL EM TEMPO

11/07/2019

MEIO AMBIENTE

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Bosque da Ciência reabre neste sábado, Leitura de interesse com apoio da prefeitura

(X) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

(x) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Negativa

(x) Não relacionado à Manauscult (x) Manauscult não mencionada


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL AMAZONIAPRESS

10/07/2019

CULTURA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Período de férias tem quatro minicursos Cultura/ Edital de Conexões Culturais (X) Positiva na Pinacoteca do Amazonas ORIGEM (x) Demanda espontânea

( ) Negativa

ASSUNTO ( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK https://amazoniapress.com.br/periodo-de-ferias-tem-quatro-minicursos-na-pinacoteca-do-amazonas/


A segunda e última etapa do projeto cultural e de pesquisa “Imagens e símbolos de Manaus: História Social da Arte e Cultura Visual” terá início na próxima terça-feira (16), com quatro minicursos realizados no auditório da Pinacoteca do Amazonas, no Palacete Provincial. O evento tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura(SEC). A proposta foi premiada pelo Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2017 da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), e conta com a chancela do Programa de Pós-Graduação Letras e Artes (PPGLA) da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (Esat/UEA). O acesso às atividades será gratuito e aberto a todos os interessados, e as inscrições serão feitas na hora e local do evento, na praça Heliodoro Balbi (Polícia), Centro. As atividades acontecerão sempre à tarde, das 15h às 18h. Nessa etapa serão apresentados temas de interesse amplo, como o Clube da Madrugada e a contribuição de artistas na produção gráfica e cinematográfica em Manaus. Além disso, também será tematizada a última etapa da pesquisa sobre o símbolo contemporâneo de Manaus, o sauim-de-coleira. Os ministrantes dos cursos são pesquisadores especialistas nos assuntos. A ideia geral do projeto é tratar de forma ampla a produção visual e o movimento cultural que se passou em Manaus, congregando pesquisadores de diversas instituições que nos últimos anos têm adensado as reflexões sobre esse campo, de acordo com o proponente do projeto o pesquisador Sávio Stoco, doutor em Meios e Processos Audiovisuais (ECA-USP). Na primeira etapa, em junho, foram ofertados três minicursos tratando dos símbolos de Manaus (Encontro das águas, Ajuricaba e Cidade Flutuante). Conjunto que, ao lado do último minicurso sobre o Sauim-de-coleira (23/07), completa o estudo sobre os quatro emblemas mais destacados da capital amazonense. Programação Minicurso 1 – Clube da Madrugada: Modernismos em Manaus (1954-1970)


Data: 16/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora. Ministrante: Luciane Páscoa Currículo resumido: Professora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Doutora em História pela Universidade do Porto. Mestra em História (PUC/SP). Graduação em Educação Artística (Unesp). Minicurso 2 – Páginas do livro no Amazonas: o capítulo das artes gráficas Data: 17/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora. Ministrante: Rômulo Nascimento Currículo resumido: Doutorando em Design pela Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi/Uerj). Mestre em Letras e Artes (UEA). Graduação em Desenho Industrial (Ufam).


Minicurso 3 – Diálogos entre o Cinema e as Artes em Manaus (1960-1970) Data: 18/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora. Ministrante: Gustavo Soranz Currículo resumido: Professor da Fametro. Doutor em Multimeios (Unicamp). Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia (Ufam). Graduação em Comunicação Social (Unimep). Minicurso

4:

Símbolo

em

extinção:

ambientalista (1980-2019) Data: 23/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora Ministrante: Sávio Luis Stoco.

sauim-de-coleira

e

o

movimento


Com participação do fotógrafo/veterinário Diogo Lagroteria (ICMBio). Currículo resumido: Doutor em Meios e Processos Audiovisuais (ECA/USP), linha História

teoria

e

crítica.

Mestre

em

Artes

Visuais

(Unicamp).

Comunicação Social – Jornalismo e licenciado em Artes Visuais.

Bacharel

em


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL MARCOS SANTOS

10/07/2019

CIDADE

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Bosque da Ciência reabre para visitação Leitura de interesse neste sábado, após intervenção da Prefeitura

(x) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

(x) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Negativa

(x) Não relacionado à Manauscult (x) Manauscult não mencionada

LINK https://www.portalmarcossantos.com.br/2019/07/10/bosque-da-ciencia-reabre-para-visitacao-neste-sabado-apos-intervencao-da-prefeitura/


“O Bosque da Ciência reabre neste sábado (13) e não fecha mais enquanto nós estivermos na prefeitura”. A afirmação é do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, durante anúncio da reabertura do espaço. A Prefeitura e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) assinaram nesta quarta-feira (10) Carta de Intenção que oficializou as ações emergenciais a serem tomadas pela Prefeitura para manutenção do funcionamento do bosque. A visitação pública no Bosque da Ciência, do Inpa, havia sido suspensa no início desta semana em razão da falta de recursos da instituição federal. A assinatura da carta foi realizada em solenidade no Centro Cultural Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Manaus, e contou com a presença da diretora do Inpa, Antônia Franco. “Precisamos levar a sério a ciência, a tecnologia, a biodiversidade, a Amazônia e uma instituição que completa 65 anos de serviços brilhantes prestados ao país”, afirmou o prefeito Arthur Virgílio Neto. “O Inpa está reduzido a um quadro bastante idoso, com poucos jovens, precisa de concurso imediato, precisa ser renovado e não tratado com mesquinhez”, completou o prefeito, que estava acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro. Alerta O prefeito também voltou a alertar o governo federal sobre a importância da Amazônia no desenvolvimento do país. “Recuso-me a aceitar esse destino triste ao Inpa, por isso estamos fazendo esse gesto bastante simbólico. Até porque nós, a Amazônia, somos a última fronteira de desenvolvimento possível ao país. O Brasil não pode desperdiçar isso”, disse Virgílio. A diretora do Inpa agradeceu a parceria com a Prefeitura de Manaus e fez um apelo para que a ciência seja mais valorizada no país. “As pessoas precisam conhecer a pesquisa, dar valor e entender a importância dela para o desenvolvimento do país, por isso a importância do instituto. Agradecemos essa oportunidade que o prefeito está nos dando de não pararmos nossas atividades, que proporcionam a transferência do conhecimento aos moradores de Manaus. Por favor, apoiem a ciência!”, pediu. Ações emergenciais


Por meio da Carta de Intenção, a Prefeitura de Manaus irá fornecer estagiários e bolsistas dos programas Bolsa Universidade e Bolsa Idiomas, para que possam atuar no receptivo à visitação pública do Bosque da Ciência. Treinamentos de capacitação serão realizados para que os bolsistas e estagiários iniciem as atividades pela equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi/Semad), além do próprio instituto. Ao todo, nesse primeiro momento, serão disponibilizados 20 estagiários e 46 bolsistas para desempenhar atividades de receptivo (visitantes locais, turistas nacionais e estrangeiros) e orientação sobre a fauna e a flora nas trilhas guiadas do bosque. A medida irá suprir, por um período de três meses, podendo ser renovável, uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo Inpa, que é a falta de pessoal para atendimento à demanda de visitação do bosque, aproximadamente 120 mil pessoas/ano. Ao menos 70% do público que visita o Bosque da Ciência é formado por estudantes das redes públicas municipal e estadual, além da rede de ensino particular, por isso o Bosque da Ciência exerce um importante papel na formação ambiental de crianças e jovens, contando ainda com o projeto “Circuito da Ciência”, com apoio da Semmas, dentro da unidade. O território pertencente ao Inpa está localizado na Área de Proteção Ambiental (APA) Floresta Manaós, unidade de conservação municipal que abrange fragmentos florestais da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), conjunto Acariquara, residencial Eliza Miranda, parque Lagoa Senador Arthur Virgílio Filho e Ulbra-Manaus, integrando a estratégia de gestão de áreas protegidas da Prefeitura de Manaus. Convênio Conforme anunciado anteriormente pelo prefeito, também foi firmado um convênio para o repasse de recursos financeiros ao Inpa pelo período de três meses. Ainda na manhã desta quarta-feira, o titular da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), Lourival Praia, e o procurador geral do município, Rafael Albuquerque, estiveram reunidos com a diretoria do Inpa, para


tratar sobre os ajustes necessários à medida, que também envolve a elaboração de um estudo de viabilidade técnica e econômica com vistas à concessão do Bosque da Ciência para a iniciativa privada. O prefeito também já solicitou uma audiência com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, para buscar uma solução definitiva à manutenção do Bosque da Ciência.


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL DO MARIO ADOLFO

10/07/2019

CULTURA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Bosque da Ciência será reaberto neste Leitura de interesse sábado

(X) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

(x) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

LINK https://www.blogdomarioadolfo.com.br/

( ) Negativa

(x) Não relacionado à Manauscult (x) Manauscult não mencionada


“O Bosque da Ciência reabre neste sábado (13) e não fecha mais enquanto nós estivermos na prefeitura”. A afirmação é do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, durante anúncio da reabertura do espaço. A Prefeitura e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) assinaram nesta quarta-feira (10) Carta de Intenção que oficializou as ações emergenciais a serem tomadas pela Prefeitura para manutenção do funcionamento do bosque. A visitação pública no Bosque da Ciência, do Inpa, havia sido suspensa no início desta semana em razão da falta de recursos da instituição federal. A assinatura da carta foi realizada em solenidade no Centro Cultural Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Manaus, e contou com a presença da diretora do Inpa, Antônia Franco. “Precisamos levar a sério a ciência, a tecnologia, a biodiversidade, a Amazônia e uma instituição que completa 65 anos de serviços brilhantes prestados ao país”, afirmou o prefeito Arthur Virgílio Neto. “O Inpa está reduzido a um quadro bastante idoso, com poucos jovens, precisa de concurso imediato, precisa ser renovado e não tratado com mesquinhez”, completou o prefeito, que estava acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro. Alerta O prefeito também voltou a alertar o governo federal sobre a importância da Amazônia no desenvolvimento do país. “Recuso-me a aceitar esse destino triste ao Inpa, por isso estamos fazendo esse gesto bastante simbólico. Até porque nós, a Amazônia, somos a última fronteira de desenvolvimento possível ao país. O Brasil não pode desperdiçar isso”, disse Virgílio. A diretora do Inpa agradeceu a parceria com a Prefeitura de Manaus e fez um apelo para que a ciência seja mais valorizada no país. “As pessoas precisam conhecer a pesquisa, dar valor e entender a importância dela para o desenvolvimento do país, por isso a importância do instituto. Agradecemos essa oportunidade que o prefeito está nos dando de não pararmos nossas atividades, que proporcionam a transferência do conhecimento aos moradores de Manaus. Por favor, apoiem a ciência!”, pediu. Ações emergenciais


Por meio da Carta de Intenção, a Prefeitura de Manaus irá fornecer estagiários e bolsistas dos programas Bolsa Universidade e Bolsa Idiomas, para que possam atuar no receptivo à visitação pública do Bosque da Ciência. Treinamentos de capacitação serão realizados para que os bolsistas e estagiários iniciem as atividades pela equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi/Semad), além do próprio instituto. Ao todo, nesse primeiro momento, serão disponibilizados 20 estagiários e 46 bolsistas para desempenhar atividades de receptivo (visitantes locais, turistas nacionais e estrangeiros) e orientação sobre a fauna e a flora nas trilhas guiadas do bosque. A medida irá suprir, por um período de três meses, podendo ser renovável, uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo Inpa, que é a falta de pessoal para atendimento à demanda de visitação do bosque, aproximadamente 120 mil pessoas/ano. Ao menos 70% do público que visita o Bosque da Ciência é formado por estudantes das redes públicas municipal e estadual, além da rede de ensino particular, por isso o Bosque da Ciência exerce um importante papel na formação ambiental de crianças e jovens, contando ainda com o projeto “Circuito da Ciência”, com apoio da Semmas, dentro da unidade. O território pertencente ao Inpa está localizado na Área de Proteção Ambiental (APA) Floresta Manaós, unidade de conservação municipal que abrange fragmentos florestais da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), conjunto Acariquara, residencial Eliza Miranda, parque Lagoa Senador Arthur Virgílio Filho e Ulbra-Manaus, integrando a estratégia de gestão de áreas protegidas da Prefeitura de Manaus. Convênio Conforme anunciado anteriormente pelo prefeito, também foi firmado um convênio para o repasse de recursos financeiros ao Inpa pelo período de três meses. Ainda na manhã desta quarta-feira, o titular da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), Lourival Praia, e o procurador geral do município, Rafael Albuquerque, estiveram reunidos com a diretoria do Inpa, para


tratar sobre os ajustes necessários à medida, que também envolve a elaboração de um estudo de viabilidade técnica e econômica com vistas à concessão do Bosque da Ciência para a iniciativa privada. O prefeito também já solicitou uma audiência com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, para buscar uma solução definitiva à manutenção do Bosque da Ciência.


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL BANZEIRO

10/07/2019

CULTURA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Café Teatro recebe dois espetáculos do Apoio/ Les Artistes Café Teatro Palco Giratório nesta sexta

(X) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

() Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

(x) Baseado em release

( ) Negativa

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK https://banzeironews.com/cultura/cafe-teatro-recebe-dois-espetaculos-do-palco-giratorio-nesta-sexta/


A programação da 22ª edição do Palco Giratório levará ao palco do Les Artistes Café Teatro, no Centro Histórico de Manaus, nesta sexta-feira, 12/7, mais dois espetáculos que integram a programação do projeto na capital. O Palco Giratório é um projeto do Serviço Social do Comércio (Sesc) que apoia manifestações artísticas voltadas para o desenvolvimento cultural e a democratização da cultura nacional. O acesso é gratuito. Às 19h, a Companhia Casa Circo, do Amapá, apresentará no palco do teatro o espetáculo “A Mulher do Fim do Mundo”, uma reflexão sobre a figura de resistência dos corpos e seus conflitos internos, num discurso de afirmação e validação de ser significante na sociedade. Segundo a sinopse do espetáculo solo de dança, o enredo ocorre dentro de um delírio, quando uma mulher se depara com a existência de um corpo que respira a cada segundo para se manter em pé. Neste estado delirante, a personagem estabelece um diálogo visceral e direto do corpo e com o corpo, validando existência dos vários corpos que atravessam gerações num flagelo chamado “viver”. O segundo espetáculo a se apresentar na noite de sexta-feira, 12/7, às 21h, vem do Distrito Federal, chamado “Femi-Clown Cabaré-Show – Cabaré das Rachas”. O espetáculo a ser apresentado será um desdobramento da vivência aplicada na Sala de Dança do Sesc, localizada no Centro, nos dias 8 a 11/7. Segundo a diretora Pedagógico-Artística, Ana Flávia Garcia, a proposta é uma ação multiplicadora de saberes em circo-teatro, criada a partir do encontro e das partilhas entre mulheres palhaças e suas criações, onde artistas de circo, da poesia, das culturas populares e de rua da cidade são convidados a um encontro com o trio de palhaças do Cabaré das Rachas para a empreitada político-afetiva do humor e da palhaçaria de mulher. “É uma ação multiplicadora de saberes em circo-teatro, que se dá a partir do encontro e das partilhas entre mulheres cisgênero e transgênero, palhaças e suas criações. Eu queria mesmo era trazer o pulso do feminismo para essa criação. Fritaria total, como trazer nossas pautas para o mundo do circo, da palhaçaria, do humor, com a potência necessária tanto para o riso quanto para „rachar‟ o confortável sobre mulheres, com a missão de refletir, escutar, falar e tratar do empoderamento


feminino na cena e das etapas de criação de um cabaré de variedades, com linha dramatúrgica coletiva e feminista”, disse Garcia. Além da direção artístico-pedagógica de Ana Flávia Garcia, o espetáculo recebe, ainda, assistência de direção de Elisa Carneiro e coordenação de produção de Juliana Cury. Palco Giratório Criado em 1998 pelo Sesc, o Palco Giratório intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros, em todos os Estados brasileiros. Reconhecido no cenário cultural brasileiro como um dos mais importantes projetos de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas (teatro, dança, circo, intervenção urbana e performance), o Palco Giratório chega a Manaus em sua 22ª edição. Ao todo, serão 20 espetáculos gratuitos e 11 atrações culturais em diversos pontos de Manaus, no período de 2 a 25/7. Serviço: Quando – Sexta-feira – 12/7 Onde – Les Artistes Café Teatro – avenida Sete de Setembro, nº 377, Centro Programação – 19h – Espetáculo de dança “A Mulher do Fim do Mundo”, da Cia. Casa Circo (AP). Classificação – -14 anos 21h – Espetáculo circense “Femi-Clown Cabaré-Show”, do Cabaré das Rachas (DF). Classificação – 18 anos Quanto – Gratuito


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL BANZEIRO

10/07/2019

CULTURA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Período de férias tem quatro minicursos Cultura/ Edital de Conexões Culturais (X) Positiva em História da Arte na Pinacoteca do Amazonas ORIGEM () Demanda espontânea

( ) Negativa

ASSUNTO ( ) Matéria exclusiva

(x) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK https://banzeironews.com/cultura/periodo-de-ferias-tem-quatro-minicursos-em-historia-da-arte-na-pinacoteca-do-amazonas/


A segunda e última etapa do projeto cultural e de pesquisa “Imagens e símbolos de Manaus: História Social da Arte e Cultura Visual” terá início na próxima terça-feira (16/07), com quatro minicursos realizados no auditório da Pinacoteca do Amazonas, no Palacete Provincial. O evento tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). A proposta foi premiada pelo Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2017 da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), e conta com a chancela do Programa de Pós-Graduação Letras e Artes (PPGLA) da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (Esat/UEA). O acesso às atividades será gratuito e aberto a todos os interessados, e as inscrições serão feitas na hora e local do evento, na praça Heliodoro Balbi (Polícia), Centro. As atividades acontecerão sempre à tarde, das 15h às 18h. Nessa etapa serão apresentados temas de interesse amplo, como o Clube da Madrugada e a contribuição de artistas na produção gráfica e cinematográfica em Manaus. Além disso, também será tematizada a última etapa da pesquisa sobre o símbolo contemporâneo de Manaus, o sauim-de-coleira. Os ministrantes dos cursos são pesquisadores especialistas nos assuntos. A ideia geral do projeto é tratar de forma ampla a produção visual e o movimento cultural que se passou em Manaus, congregando pesquisadores de diversas instituições que nos últimos anos têm adensado as reflexões sobre esse campo, de acordo com o proponente do projeto o pesquisador Sávio Stoco, doutor em Meios e Processos Audiovisuais (ECA-USP). Na primeira etapa, em junho, foram ofertados três minicursos tratando dos símbolos de Manaus (Encontro das águas, Ajuricaba e Cidade Flutuante). Conjunto que, ao lado do último minicurso sobre o Sauim-de-coleira (23/07), completa o estudo sobre os quatro emblemas mais destacados da capital amazonense. Programação Minicurso 1 – Clube da Madrugada: Modernismos em Manaus (1954-1970) Data: 16/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial


Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora. Ministrante: Luciane Páscoa Currículo resumido: Professora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Doutora em História pela Universidade do Porto. Mestra em História (PUC/SP). Graduação em Educação Artística (Unesp). Minicurso 2 – Páginas do livro no Amazonas: o capítulo das artes gráficas Data: 17/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora. Ministrante: Rômulo Nascimento Currículo resumido: Doutorando em Design pela Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi/Uerj). Mestre em Letras e Artes (UEA). Graduação em Desenho Industrial (Ufam). Minicurso 3 – Diálogos entre o Cinema e as Artes em Manaus (1960-1970) Data: 18/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro


Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora. Ministrante: Gustavo Soranz Currículo resumido: Professor da Fametro. Doutor em Multimeios (Unicamp). Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia (Ufam). Graduação em Comunicação Social (Unimep). Minicurso

4:

Símbolo

em

extinção:

sauim-de-coleira

e

o

movimento

ambientalista (1980-2019) Data: 23/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial Endereço: Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro Horário: Das 15h às 18h Acesso gratuito Inscrições feitas na hora Ministrante: Sávio Luis Stoco. Com participação do fotógrafo/veterinário Diogo Lagroteria (ICMBio). Currículo resumido: Doutor em Meios e Processos Audiovisuais (ECA/USP), linha História

teoria

e

crítica.

Mestre

em

Artes

Visuais

(Unicamp).

Comunicação Social – Jornalismo e licenciado em Artes Visuais.

Bacharel

em


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL CHEFÃO DA NOTÍCIA

10/07/2019

CULTURA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Período de férias tem quatro minicursos Cultura/ Edital de Conexões Culturais (X) Positiva em História da Arte na Pinacoteca do Amazonas ORIGEM ( ) Demanda espontânea

( ) Negativa

ASSUNTO ( ) Matéria exclusiva

(x) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK: https://www.ochefaodanoticia.com.br/2019/07/periodo-de-ferias-tem-quatro-minicursos.html


A segunda e última etapa do projeto cultural e de pesquisa “Imagens e símbolos de Manaus: História Social da Arte e Cultura Visual” terá início na próxima terça-feira (16/07), com quatro minicursos realizados no auditório da Pinacoteca do Amazonas, no Palacete Provincial. O evento tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). A proposta foi premiada pelo Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2017 da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), e conta com a chancela do Programa de Pós-Graduação Letras e Artes (PPGLA) da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (Esat/UEA). O acesso às atividades será gratuito e aberto a todos os interessados, e as inscrições serão feitas na hora e local do evento, na praça Heliodoro Balbi (Polícia), Centro. As atividades acontecerão sempre à tarde, das 15h às 18h. Nessa etapa serão apresentados temas de interesse amplo, como o Clube da Madrugada e a contribuição de artistas na produção gráfica e cinematográfica em Manaus. Além disso, também será tematizada a última etapa da pesquisa sobre o símbolo contemporâneo de Manaus, o sauim-de-coleira. Os ministrantes dos cursos são pesquisadores especialistas nos assuntos. A ideia geral do projeto é tratar de forma ampla a produção visual e o movimento cultural que se passou em Manaus, congregando pesquisadores de diversas instituições que nos últimos anos têm adensado as reflexões sobre esse campo, de acordo com o proponente do projeto o pesquisador Sávio Stoco, doutor em Meios e Processos Audiovisuais (ECA-USP). Na primeira etapa, em junho, foram ofertados três minicursos tratando dos símbolos de Manaus (Encontro das águas, Ajuricaba e Cidade Flutuante). Conjunto que, ao lado do último minicurso sobre o Sauim-de-coleira (23/07), completa o estudo sobre os quatro emblemas mais destacados da capital amazonense. Programação Minicurso 1 – Clube da Madrugada: Modernismos em Manaus (1954-1970) Data:

16/07/2019

Local:

Auditório

Endereço:

Praça

do Heliodoro

Palacete Balbi,

Provincial s/nº,

Centro


Horário:

Das

15h

às

18h

Acesso

gratuito

Inscrições

feitas

Ministrante:

na

hora.

Luciane

Páscoa

Currículo resumido: Professora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Doutora em História pela Universidade do Porto. Mestra em História (PUC/SP). Graduação em Educação Artística (Unesp). Minicurso 2 – Páginas do livro no Amazonas: o capítulo das artes gráficas * Data:

17/07/2019

Local:

Auditório

Endereço:

Praça

Horário:

do

Palacete

Heliodoro Das

Provincial

Balbi,

s/nº,

15h

às

Centro 18h

Acesso

gratuito

Inscrições

feitas

Ministrante:

na

hora.

Rômulo

Nascimento

Currículo resumido: Doutorando em Design pela Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi/Uerj). Mestre em Letras e Artes (UEA). Graduação em Desenho Industrial (Ufam). Minicurso 3 – Diálogos entre o Cinema e as Artes em Manaus (1960-1970) Data:

18/07/2019

Local:

Auditório

Endereço:

Praça

Horário:

do

Palacete

Heliodoro Das

Provincial

Balbi,

s/nº,

15h

às

Centro 18h

Acesso

gratuito

Inscrições

feitas

Ministrante:

na

hora.

Gustavo

Soranz

Currículo resumido: Professor da Fametro. Doutor em Multimeios (Unicamp). Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia (Ufam). Graduação em Comunicação Social (Unimep). Minicurso

4:

Símbolo

em

extinção:

sauim-de-coleira

ambientalista

o

movimento (1980-2019)

Data: Local:

e

23/07/2019 Auditório

do

Palacete

Provincial


Endereço:

Praça

Horário:

Heliodoro Das

Balbi,

s/nº,

15h

Centro

às

18h

Acesso

gratuito

Inscrições

feitas

na

hora

Ministrante:

Sávio

Luis

Stoco.

Com

participação

do

fotógrafo/veterinário

Diogo

Lagroteria

(ICMBio).

Currículo resumido: Doutor em Meios e Processos Audiovisuais (ECA/USP), linha História

teoria

e

crítica.

Mestre

em

Artes

Visuais

(Unicamp).

Comunicação Social – Jornalismo e licenciado em Artes Visuais. Fotos: Michael Dantas

Bacharel

em


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL D24 AM

10/07/2019

ECONOMIA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Seminário discute turismo em Manaus

Leitura de interesse

( ) Positiva

ORIGEM

( ) Negativa

ASSUNTO

(x) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK: https://d24am.com/economia/seminario-discute-turismo-em-manaus/


As políticas de promoção turística, bem como os projetos de infraestrutura turística para a cidade de Manaus foram o tema da apresentação „Manaus: cultura, eventos e potencialidades turísticas‟, promovida pela Prefeitura de Manaus na tarde desta terçafeira (9), durante o seminário „O Turismo como vetor de desenvolvimento na Amazônia‟. O evento, realizado pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), em sua sede, no Distrito Industrial, zona sul da capital, contou com a presença do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante a abertura, ocorrida, na última segunda-feira (8). Em destaque, estiveram os projetos de revitalização do Centro Histórico de Manaus, como ampliação e requalificação do Les Artistes Café Teatro, Museu do Porto e Casarão São Vicente, que estão em fase de captação de recursos, bem como a construção do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) no Complexo Turístico Ponta Negra, a reforma da Biblioteca Municipal João Bosco Pantoja Evangelista e o prédio do antigo Cabaré Chinelo, que integravam o PAC Cidades Históricas e que agora passarão a ser executados com recursos próprios da Prefeitura de Manaus. O

diretor-presidente

da

Fundação

Municipal

de

Cultura,

Turismo

e

Eventos

(Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, ressaltou a importância dada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto à promoção turística da cidade de Manaus, que também conta com a divulgação do destino Manaus nas principais feiras do trade turístico, a exemplo da promoção ocorrida na Internationale Tourismus-Börse (ITB) China, Berlim e Fortaleza (CE), e nas World Travel Market (WTM) de Londres e WTM São Paulo (América Latina), além das feiras realizadas na Argentina, Cannes, Roma e Las Vegas. Amazonas Os gargalos e as oportunidades de crescimento do turismo do Estado foram apresentados conjuntamente pela diretora-presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Rosilene Medeiros. Medeiros destacou a capacidade do turismo de impulsionar a economia agregando valor aos mais variados segmentos, bem como o fato de o Amazonas possuir mais de 97% de sua floresta conservada. Ela citou também as linhas de ação da Amazonastur, entre elas a reestruturação do Fórum Estadual de Turismo, a


elaboração do Plano Estadual de Turismo do Amazonas, com ações válidas até 2030, e a adequação da Lei Estadual de Turismo.


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL D24 AM

11/07/2019

CULTURA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Projeto oferta minicursos em História Cultura/ Edital de Conexões Culturais (X) Positiva das Artes ORIGEM

( ) Negativa

ASSUNTO

(x) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

( ) Baseado em release

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK https://d24am.com/plus/projeto-oferta-minicursos-em-historia-da-arte/


A segunda e última etapa do projeto cultural e de pesquisa „Imagens e símbolos de Manaus: História Social da Arte e Cultura Visual‟ terá início na próxima terça-feira (16), com quatro minicursos realizados no auditório da Pinacoteca do Amazonas, no Palacete Provincial. O evento tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). A proposta foi premiada pelo Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2017 da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), e conta com a chancela do Programa de Pós-Graduação Letras e Artes (PPGLA) da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (Esat/UEA). O acesso às atividades será gratuito e aberto a todos os interessados, e as inscrições serão feitas na hora e local do evento, na Praça Heliodoro Balbi, Centro. As atividades ocorrerão sempre à tarde, das 15h às 18h. Nessa etapa serão apresentados temas, como o Clube da Madrugada e a contribuição de artistas na produção gráfica e cinematográfica em Manaus. Além disso, também será tematizada a última etapa da pesquisa sobre o símbolo contemporâneo de Manaus, o sauim-de-coleira. A ideia do projeto é tratar de forma ampla a produção visual e o movimento cultural que se passou em Manaus, congregando pesquisadores de instituições que nos últimos anos têm adensado as reflexões, de acordo com o proponente do projeto o pesquisador Sávio Stoco, doutor em Meios e Processos Audiovisuais (ECA-USP). Na primeira etapa, em junho, foram ofertados três minicursos tratando dos símbolos de Manaus (Encontro das águas, Ajuricaba e Cidade Flutuante). O conjunto, ao lado do último minicurso sobre o Sauim-de-coleira, a ser realizado no próximo dia 23, completa

o

estudo

sobre

os

quatro

emblemas

mais

destacados

da

capital

amazonense. Minicurso 1 – Clube da Madrugada: Modernismos em Manaus (1954-1970) Data: 16/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial. Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro. Minicurso 2 – Páginas do livro no Amazonas: o capítulo das artes gráficas Data: 17/07/2019


Local: Auditório do Palacete Provincial. Minicurso 3 – Diálogos entre o Cinema e as Artes em Manaus (1960-1970) Data: 18/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial. Minicurso

4:

Símbolo

em

extinção:

ambientalista (1980-2019) Data: 23/07/2019 Local: Auditório do Palacete Provincial.

sauim-de-coleira

e

o

movimento


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL DO GENEROSO

11/07/2019

CIDADE

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Café Teatro recebe dois espetáculos do Apoio/ Les Artistes Café Teatro Palco Giratório nesta sexta

(X) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

( ) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

(x) Baseado em release

( ) Negativa

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK: https://portaldogeneroso.com/cafe-teatro-recebe-dois-espetaculos-do-palco-giratorio-nesta-sexta/


A programação da 22ª edição do Palco Giratório levará ao palco do Les Artistes Café Teatro, no Centro Histórico de Manaus, nesta sexta-feira, 12/7, mais dois espetáculos que integram a programação do projeto na capital. O Palco Giratório é um projeto do Serviço Social do Comércio (Sesc) que apoia manifestações artísticas voltadas para o desenvolvimento cultural e a democratização da cultura nacional. O acesso é gratuito. Às 19h, a Companhia Casa Circo, do Amapá, apresentará no palco do teatro o espetáculo “A Mulher do Fim do Mundo”, uma reflexão sobre a figura de resistência dos corpos e seus conflitos internos, num discurso de afirmação e validação de ser significante na sociedade. Segundo a sinopse do espetáculo solo de dança, o enredo ocorre dentro de um delírio, quando uma mulher se depara com a existência de um corpo que respira a cada segundo para se manter em pé. Neste estado delirante, a personagem estabelece um diálogo visceral e direto do corpo e com o corpo, validando existência dos vários corpos que atravessam gerações num flagelo chamado “viver”. O segundo espetáculo a se apresentar na noite de sexta-feira, 12/7, às 21h, vem do Distrito Federal, chamado “Femi-Clown Cabaré-Show – Cabaré das Rachas”. O espetáculo a ser apresentado será um desdobramento da vivência aplicada na Sala de Dança do Sesc, localizada no Centro, nos dias 8 a 11/7. Segundo a diretora Pedagógico-Artística, Ana Flávia Garcia, a proposta é uma ação multiplicadora de saberes em circo-teatro, criada a partir do encontro e das partilhas entre mulheres palhaças e suas criações, onde artistas de circo, da poesia, das culturas populares e de rua da cidade são convidados a um encontro com o trio de palhaças do Cabaré das Rachas para a empreitada político-afetiva do humor e da palhaçaria de mulher. Além da direção artístico-pedagógica de Ana Flávia Garcia, o espetáculo recebe, ainda, assistência de direção de Elisa Carneiro e coordenação de produção de Juliana Cury. Criado em 1998 pelo Sesc, o Palco Giratório intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros, em todos os Estados brasileiros. Reconhecido no cenário cultural brasileiro como um dos mais importantes projetos de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas (teatro, dança, circo, intervenção urbana e performance), o Palco Giratório chega a Manaus em sua 22ª edição. Ao


todo, serão 20 espetáculos gratuitos e 11 atrações culturais em diversos pontos de Manaus, no período de 2 a 25/7. Serviço: Quando: Sexta-feira – 12/7 Onde: Les Artistes Café Teatro – avenida Sete de Setembro, nº 377, Centro Programação: 19h – Espetáculo de dança “A Mulher do Fim do Mundo”, da Cia. Casa Circo (AP). Classificação: 14 anos Programação: 21h – Espetáculo circense “Femi-Clown Cabaré-Show”, do Cabaré das Rachas (DF). Classificação: 18 anos Quanto: Gratuito


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL RADAR AMAZONICO

11/07/2019

CULTURA

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Café Teatro recebe espetáculos do Apoio/ Les Artistes Café Teatro Palco Giratório nesta sexta (12)

(X) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

( ) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

(x) Baseado em release

( ) Negativa

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK https://radaramazonico.com.br/cafe-teatro-recebe-espetaculos-do-palco-giratorio-nesta-sexta-12/


O palco do Les Artistes Café Teatro, localizado no Centro Histórico de Manaus, receberá, nesta sexta-feira (12), mais dois espetáculos que compõem a programação do projeto Palco Giratório na capital amazonense. As apresentações começarão a partir das 19h e o acesso é gratuito. O primeiro espetáculo é da Companhia Casa Circo, do Amapá, e apresentará no palco do teatro o espetáculo “A Mulher do Fim do Mundo”, uma reflexão sobre a figura de resistência dos corpos e seus conflitos internos, num discurso de afirmação e validação de ser significante na sociedade. Segundo a sinopse do espetáculo solo de dança, o enredo ocorre dentro de um delírio, quando uma mulher se depara com a existência de um corpo que respira a cada segundo para se manter em pé. Neste estado delirante, a personagem estabelece um diálogo visceral e direto do corpo e com o corpo, validando existência dos vários corpos que atravessam gerações num flagelo chamado “viver”. O segundo espetáculo será às 21h, vem do Distrito Federal e é chamado “Femi-Clown Cabaré-Show”, do grupo Cabaré das Rachas. A apresentação é um desdobramento da vivência aplicada na Sala de Dança do Sesc, localizada no Centro, nos dias 8 a 11/7. Segundo a diretora pedagógico-artística, Ana Flávia Garcia, a proposta é uma ação multiplicadora de saberes em circo-teatro, criada a partir do encontro e das partilhas entre mulheres palhaças e suas criações, onde artistas de circo, da poesia, das culturas populares e de rua da cidade são convidados a um encontro com o trio de palhaças do Cabaré das Rachas para a empreitada político-afetiva do humor e da palhaçaria de mulher. Serviço O

quê:

Espetáculos

Quando: Onde:

Les

do

Palco

Giratório

12/7 Artistes

Café

Teatro

Av.

2019 (sexta-feira)

Sete

de

Setembro,

377,

Centro

Quanto: Gratuito Programação: 19h – Espetáculo de dança “A Mulher do Fim do Mundo”, da Cia. Casa Circo (AP) Classificação – 14 anos


21h – Espetáculo circense “Femi-Clown Cabaré-Show”, do Cabaré das Rachas (DF) Classificação – 18 anos (*) Com informações do Viva Manaus


CLIPPING JORNALÍSTICO VEÍCULOS REGIONAIS JULHO/2019 VEÍCULO

DATA

PÁGINA/EDITORIA

PORTAL DO HOLANDA

11/07/2019

AGENDA CULTURAL

TÍTULO

ASSUNTO

AVALIAÇÃO

Café Teatro recebe dois espetáculos do Apoio/ Les Artistes Café Teatro Palco Giratório nesta sexta

(X) Positiva

ORIGEM

ASSUNTO

( ) Demanda espontânea

( ) Matéria exclusiva

(x) Baseado em release

( ) Negativa

( ) Não relacionado à Manauscult ( ) Manauscult não mencionada

LINK https://www.portaldoholanda.com.br/agendacultural/cafe-teatro-recebe-dois-espetaculos-do-palco-giratorio-nesta-sexta


A programação da 22ª edição do Palco Giratório levará ao palco do Les Artistes Café Teatro, no Centro Histórico de Manaus, nesta sexta-feira, 12/7, mais dois espetáculos que integram a programação do projeto na capital. O Palco Giratório é um projeto do Serviço Social do Comércio (Sesc) que apoia manifestações artísticas voltadas para o desenvolvimento cultural e a democratização da cultura nacional. O acesso é gratuito. Às 19h, a Companhia Casa Circo, do Amapá, apresentará no palco do teatro o espetáculo “A Mulher do Fim do Mundo”, uma reflexão sobre a figura de resistência dos corpos e seus conflitos internos, num discurso de afirmação e validação de ser significante na sociedade. Segundo a sinopse do espetáculo solo de dança, o enredo ocorre dentro de um delírio, quando uma mulher se depara com a existência de um corpo que respira a cada segundo para se manter em pé. Neste estado delirante, a personagem estabelece um diálogo visceral e direto do corpo e com o corpo, validando existência dos vários corpos que atravessam gerações num flagelo chamado “viver”. O segundo espetáculo a se apresentar na noite de sexta-feira, 12/7, às 21h, vem do Distrito Federal, chamado “Femi-Clown Cabaré-Show – Cabaré das Rachas”. O espetáculo a ser apresentado será um desdobramento da vivência aplicada na Sala de Dança do Sesc, localizada no Centro, nos dias 8 a 11/7. Segundo a diretora Pedagógico-Artística, Ana Flávia Garcia, a proposta é uma ação multiplicadora de saberes em circo-teatro, criada a partir do encontro e das partilhas entre mulheres palhaças e suas criações, onde artistas de circo, da poesia, das culturas populares e de rua da cidade são convidados a um encontro com o trio de palhaças do Cabaré das Rachas para a empreitada político-afetiva do humor e da palhaçaria de mulher. “É uma ação multiplicadora de saberes em circo-teatro, que se dá a partir do encontro e das partilhas entre mulheres cisgênero e transgênero, palhaças e suas criações. Eu queria mesmo era trazer o pulso do feminismo para essa criação. Fritaria total, como trazer nossas pautas para o mundo do circo, da palhaçaria, do humor, com a potência necessária tanto para o riso quanto para „rachar‟ o confortável sobre mulheres, com a missão de refletir, escutar, falar e tratar do empoderamento feminino na cena e das etapas de criação de um cabaré de variedades, com linha dramatúrgica coletiva e feminista”, disse Garcia.


Além da direção artístico-pedagógica de Ana Flávia Garcia, o espetáculo recebe, ainda, assistência de direção de Elisa Carneiro e coordenação de produção de Juliana Cury.

Profile for vivamanaus

CLIPPING MANAUSCULT - 11.07.2019  

CLIPPING MANAUSCULT - 11.07.2019  

Advertisement