Page 1

MPU

SUMÁRIO Noções de Informática Ambientes Windows XP e Windows 7............................................................. Internet e Intranet.............................................................................................. Utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet/Intranet............................................................................ Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa..................................................................... Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas, geração de material escrito e multimídia (Br.Office e Microsoft Office)......... Conceitos básicos de segurança da informação................................................ 


3 Noções de Informática

Ernani Pimentel da palavra eXPerience), que inicialmente foi chamado de Windows Whistler, e que sucede o Windows ME e também o Windows 2000.

INTRODUÇÃO A Microsoft trabalhou com afinco na nova versão do Windows: o Windows XP (o XP utilizado no nome vem

Iniciando o Windows Ao iniciar o Windows XP a primeira tela que temos é tela de logon, nela, selecionamos o usuário que irá utilizar o computador.

Ao entrarmos com o nome do usuário, o Windows efetuará o logon (entrada no sistema) e nos apresentará a área de trabalho:

Noções de Informática

Área de Trabalho ou Desktop


4

Novidades da Área de Trabalho O Windows XP combina uma nova aparência com um design simples de usar. A área de trabalho e a barra de tarefas estão mais organizadas. O Menu Iniciar fornece acesso fácil aos programas. Além disso, há mais opções para personalizar o ambiente da área de trabalho. Temas Não há dúvidas de que você notou a nova aparência da barra de tarefas, do botão iniciar, das caixas de diálogo e dos outros elementos da área de trabalho. Essa nova aparência é parte de um tema, que se destina a uniformi‑ zar e organizar a área de trabalho. Você pode alternar os temas, personalizar um tema ou reverter para a aparência do tema clássico do Windows. Menu Iniciar O Menu Iniciar mostra quem está logado. Além disso, ele adiciona automaticamente os programas mais usados ao menu de nível superior. Você pode mover qualquer programa para o Menu Iniciar. E  agora, itens como as pastas Minhas Imagens e Meus Documentos e o Painel de Controle também estão disponíveis no nível mais alto. Barra de Tarefas Quando muitas janelas de documento e programa estiverem abertas, o  agrupamento na Barra de Tarefas disponibilizará mais espaço na barra. Por exemplo, se você tiver dez janelas abertas e três delas forem documentos do Wordpad, os  botões da barra de tarefas desses três documentos serão agrupados em um botão denominado Wordpad. Clique nesse botão e, em seguida, clique em um dos documentos para visualizá‑lo. Para melhorar a organização na barra de tarefas, os ícones na área de notificação (ao lado do relógio) ficarão ocultos quando não estiverem em uso por algum tempo. Se algum ícone ficar oculto, clique na seta (‹) para exibir temporariamente esses ícones. Se você clicar em um deles, ele será exibido novamente.

Noções de Informática

Painel de Controle O Painel de Controle inclui um novo modo de exi‑ bição – o modo de exibição por categoria – que agrupa itens semelhantes. O modo de exibição clássico continua exibindo todos os itens individualmente. Escolha o modo de exibição  – por categoria ou clássico  – que melhor atenda às suas necessidades.

O Botão Iniciar

O Botão Iniciar é o principal elemento da Barra de Tarefas. Ele dá acesso ao Menu Iniciar, de onde se pode acessar outros menus que, por sua vez, acionam programas do Windows e instalados no Windows. Ao ser acionado,

Manter a sua Área de Trabalho limpa Use o assistente para limpeza da Área de Trabalho para remover os atalhos que você não usa. Esse assistente é executado automaticamente a cada 60 dias ou você pode iniciá‑lo sempre que desejar. Na Área de Trabalho encontramos os seguintes itens: Ícones Barra de tarefas Botão iniciar Atalhos Ícones É a representação gráfica de um texto, música, pro‑ grama, fotos e etc. Você pode adicionar ícones na área de trabalho, assim como pode excluir. Alguns ícones representam itens que já vem com Windows XP: Lixeira , Meu Computador

, Meus Documen‑

tos , Internet Explorer . Para abrir o arquivo ou o programa, clique duas vezes no ícone. Barra de Tarefas Sempre que você abre uma janela, um botão corres‑ pondente a ela é exibido na Barra de Tarefas. O botão desaparece quando a janela é fechada. A Barra de Tarefas também possui o Menu Iniciar e a área de notificação, onde você verá o relógio. Outros ícones na área de notificação podem ser exibidos tempora‑ riamente, mostrando o status das atividades em andamen‑ to. Por exemplo, o ícone da impressora é exibido quando um arquivo é enviado para a impressora e desaparece quando a impressão termina. Você também verá um lem‑ brete na área de notificação quando novas atualizações do Windows estiverem disponíveis para download no site da Microsoft. O Windows XP mantém a barra de tarefas organizada consolidando os botões quando há muitos acumulados. Por exemplo, os botões que representam emails individuais são agrupados automaticamente em um único botão de email. Clicar no botão permite que você selecione uma determinada mensagem de email em um menu conve‑ niente.

o Botão Iniciar mostra um menu vertical com duas colu‑ nas. Alguns comandos do Menu Iniciar têm uma seta para a direita, significando que há opções adicionais disponíveis em um menu secundário. Coloque o ponteiro sobre um item com uma seta e outro menu será exibido. O lado esquerdo do Menu Iniciar é atualizado com os links dos programas usados com mais frequência. Na parte superior esquerda são fixados os itens, atalhos para objetos como o navegador da Internet e o programa de email.


Menu Iniciar

Veja a função de cada um:

5

Trocar usuário: clicando nesta opção, os programas que o usuário atual está usando não serão fechados, e uma janela com os nomes dos usuários do computador será exibida para que a troca de usuário seja feita. Fazer logoff: este caso é também para a troca de usuário. A  grande diferença é que, ao  efetuar o logoff, todos os programas do usuário atual serão fechados, e só depois aparece a janela para escolha do usuário. Desligar o Computador Clicando‑se em iniciar, desligar o computador, tere‑ mos uma janela onde é possível escolher entre três opções: Em espera: clicando neste botão o Windows salvará o estado da área de trabalho na memória e coloca o pc móvel em um estado de economia de energia. O Modo em Espera pode ser substituído pelo modo hibernar, para isso basta pressionar shift.

O Menu Iniciar pode ser configurado. No Windows XP, você pode optar por trabalhar com o Menu Iniciar clássico. Clique na Barra de Tarefas com o botão direito do mouse e selecione propriedades e então clique na guia Menu Iniciar e em Menu Iniciar clássico. Esta guia tem duas opções: Propriedades do Menu Iniciar

Hibernar: clicando neste botão, o Windows salvará o estado da área de trabalho no disco rígido e depois des‑ ligará o computador. Desta forma, quando ele for ligado novamente, a área de trabalho se apresentará exatamente como você deixou, com os programas e arquivos que você estava usando, abertos. Desativar: desliga o Windows, fechando todos os programas abertos para que você possa desligar o com‑ putador com segurança. Reiniciar: encerra o Windows e o reinicia. Desligar o Computador

Menu iniciar: oferece a você acesso mais rápido a e‑mail e Internet, seus documentos, imagens e música e aos programas usados recentemente, pois estas opções são exibidas ao se clicar no Botão Iniciar. Esta configuração é uma novidade do Windows XP. Menu iniciar clássico: deixa o Menu Iniciar com a aparência das versões antigas do Windows, como o Win‑ dows 2000, ME, 98 e 95.

Todos os programas: ativa automaticamente outro submenu, no qual aparecem todas as opções de programas. Fazer logoff: abre uma janela onde você poderá optar por fazer logoff ou mudar de usuário.

Executar: permite executar arquivos do programa e instalar novos dispositivos de hardware e software. Forne‑ ce um lugar para você digitar o local e o nome de arquivo do programa que deseja executar. Caso não tenha certeza sobre o local ou nome de arquivo do programa, clique em procurar. Você pode fazer uma conexão de rede temporária digitando o caminho para um computador compartilhado. Você também pode obter acesso à Internet digitando o endereço (url) do site que deseja abrir. Pesquisar: facilita a procura por arquivos e pastas, impressoras, pessoas e outros computadores na rede; é um recurso simples para procurar informações na Internet. Ele tem um serviço de indexação que mantém um índice de

Noções de Informática

Itens do Menu Iniciar


6

todos os arquivos no computador, tornando as pesquisas mais rápidas. É possível especificar vários critérios de pesquisa quando você usa o pesquisar. Por exemplo, você pode procurar por arquivos e pastas por nome, tipo e tamanho. É possível localizar um arquivo com base na data em que você trabalhou nele pela última vez ou procurar por arqui‑ vos que contêm determinado texto. Você pode procurar por uma impressora com um nome, local ou por um modelo específico se estiver usando o active directory (o serviço de diretório que armazena informações sobre objetos em uma rede e disponibiliza essas informações a usuários e administradores de rede). Ajuda e Suporte: o Centro de Ajuda e Suporte é um recurso abrangente com ferramentas e informações. Use pesquisar, índice ou conteúdo para acessar o extenso siste‑ ma de ajuda on line. Obtenha ajuda do suporte profissional on line da Microsoft, troque perguntas e respostas com outros usuários e especialistas do Windows XP no grupo de notícias do Windows ou use a assistência remota para que um amigo ou colega de trabalho o ajude. A ajuda facilita a localização de informações sobre o recurso que está sendo utilizado. As guias Conteúdo, Índice e Pesquisa exibem informações úteis que podem ser impressas ou copiadas.

Noções de Informática

Impressoras e aparelhos de fax: mostra impressoras e aparelhos de fax já instalados, também permite instalar novas impressoras e novos aparelhos de fax.

Conexões de Rede: o recurso Conexões de Rede fornece conectividade entre o computador e a Internet, uma rede ou um outro computador. Com ele, você pode obter acesso a recursos e funcionalidades de rede estando fisicamente situado no local da rede ou em um local remo‑ to. As conexões são criadas, configuradas, armazenadas e monitoradas na pasta Conexões de Rede. O assistente para novas conexões ajuda a criar cone‑ xões com a Internet por meio de modem dial‑up, modem a cabo ou ADSL. Você também pode criar conexões de entrada diretas e de rede virtual privada (VPN) por meio desse assistente. As conexões de rede local são criadas automaticamente quando um adaptador de rede é insta‑ lado. Cada conexão na pasta Conexões de Rede contém um conjunto de recursos que pode ser usado para criar um vínculo entre o seu computador e outro computador ou a rede. As conexões de saída entram em contato com um servidor de acesso remoto usando um método de acesso configurado (lan, modem, linha ADSL, modem a cabo e outros) para estabelecer uma Conexão com a Rede. Painel de Controle: é fácil personalizar as configura‑ ções do computador com o painel de controle do Windows XP. Para abri‑lo, clique em Painel de Controle no Menu Iniciar. Nele você pode: alterar a aparência e o funciona‑ mento do Windows XP, adicionar e remover programas ou dispositivos de hardware, configurar as conexões de rede e as contas de usuário, entre outras opções.


Noções de Informática

7


Noções de Informática

8


Noções de Informática

9


Noções de Informática

10


11

Noções de Informática

Meu computador: Meu Computador mostra o conteúdo do disquete, disco rígido, unidade de cd e unidades de rede. Também permite procurar e abrir arquivos e pastas, bem como obter acesso a opções no Painel de Controle para modificar as configurações do seu computador.


12

Minhas Músicas: o Windows Media Player e a pasta Minhas Músicas trabalham em conjunto para tornar o armazenamento, a execução e o compartilhamento dos arquivos de música no seu computador uma experiência inesquecível. Quando você usa o Windows Media Player para copiar as músicas do cd ou fazer o download da Internet, o  Windows as armazena por padrão na pasta Minhas Músicas. Esta pasta contém links para as tarefas de música especializadas que podem ajudá‑lo a gerenciar e aproveitar as músicas armazenadas no seu computador.

Noções de Informática

Minhas Imagens: você pode organizar e comparti‑ lhar as imagens com outras pessoas no seu computador e na Internet usando a pasta minhas imagens. Quando as imagens da câmera digital ou do scanner forem salvas no seu computador, o Windows irá armazená‑las por padrão nessa pasta. Ela contém links para as tarefas de imagens

Windows Explorer É o gerenciador de arquivos do Windows. Assim como Meus Documentos exibe a estrutura hierárquica de arquivos, pastas e unidades no computador. Ele também

especializadas, como impressão de fotos e encomendas de cópias na Internet, que ajudam a gerenciar suas fotografias e arquivos de imagem. Documentos Recentes: exibe uma lista de até 15 itens, com atalhos para os últimos arquivos abertos. A limpeza da lista documentos recentes, não exclui os arquivos correspondentes. Meus Documentos: exibe a estrutura hierárquica de arquivos, pastas e unidades no computador. Ele também mostra as unidades de rede que foram mapeadas para letras de unidades do computador. Usando Meus Documentos, você pode copiar, mover, renomear e procurar por arqui‑ vos e pastas. Por exemplo, é possível abrir uma pasta que contenha um arquivo que você deseja copiar ou mover, e arrastar esse arquivo para outra pasta ou unidade.

mostra as unidades de rede que foram mapeadas para letras de unidades do computador. Usando o Windows Explorer, você pode copiar mover, renomear e procurar por arquivos e pastas. Por exemplo, é possível abrir uma pasta que contenha um arquivo que você deseja copiar ou mover, e arrastar esse arquivo para outra pasta ou unidade.


13

No Windows Explorer, você pode ver a hierarquia das pastas em seu computador e todos os arquivos e pastas lo‑ calizados em cada pasta selecionada. Ele é especialmente útil para copiar e mover arquivos. Ele é composto de uma janela dividida em dois pai‑ néis: o painel da esquerda é uma árvore de pastas hierar‑ quizada que mostra todas as unidades de disco, a Lixeira, a  Área de Trabalho ou Desktop (também tratada como uma pasta); o painel da direita exibe o conteúdo do item selecionado à esquerda e funciona de maneira idêntica às janelas do Meu Computador (no Meu Computador, como padrão ele traz a janela sem divisão, as é possível dividi‑la também clicando no ícone pastas na barra de ferramentas) para abrir o Windows Explorer, clique no botão iniciar,

vá a opção todos os programas / acessórios e clique sobre Windows Explorer ou clique sob o botão iniciar com o botão direito do mouse e selecione a opção explorar. No painel da esquerda, todas as pastas com um sinal de + (mais) indicam que contêm outras pastas. As pastas que contêm um sinal de – (menos) indicam que já foram expandidas (ou já estamos visualizando as subpastas). Para alterar características, clique em opções de pasta no Menu Ferramentas. Arrastando itens no Windows Explorer Para a mesma unidade de disco o item será movido. Para outra unidade de disco o item será copiado. Com a tecla alt pressionada um atalho será criado.

Voltar

Página inicial

Excluir

Avançar

Mapear unidade

Desfazer

Acima

Desconectar

Propriedades

Pesquisar

Favoritos

Recortar

Pastas

Histórico

Copiar

Modos de exibição

Tela inteira

Colar

Parar

Mover para

Opções de pasta

Atualizar

Copiar para

Noções de Informática

Botões da barra de ferramentas:


14 Pastas (diretório ou subdiretório) Para criar uma pasta siga estes passos: Abra a pasta ou unidade de disco que deverá conter a nova pasta que será criada. Clique no menu arquivo / novo / pasta. Aparecerá na tela uma nova pasta selecionada para que você digite um nome. Digite o nome e tecle enter.

Selecionar o item, teclar Delete e confirmar; Clicar com o botão direito no item e clicar a opção excluir. Para excluir um item sem a Lixeira podemos: Pressionar shift, arrastar o item para a Lixeira; Selecionar o item, pressionar shift, teclar Delete e confirmar; Clicar com o botão direito no item, pressionar shift e clicar a opção excluir. Esvaziando a Lixeira Ao esvaziar a Lixeira, você está excluindo definitiva‑ mente os arquivos do seu disco rígido. Estes não poderão mais ser mais recuperados pelo Windows. Então, esvazie a Lixeira somente quando tiver certeza de que não precisa mais dos arquivos ali encontrados.

Lixeira do Windows

Noções de Informática

Lixeira é uma pasta especial do Windows e ela se encontra na Área de Trabalho, mas pode ser acessada através do Windows Explorer. Seu tamanho padrão é 10 do tamanho da unidade de disco. Se você estiver traba‑ lhando com janelas maximizadas, não conseguirá ver a lixeira. Use o botão direito do mouse para clicar em uma área vazia da barra de tarefas. Em seguida, clique em minimizar todas as janelas. A Lixeira é uma pasta do HD, portanto só armazena itens de um HD. Os itens excluídos de pendrive, CD, DVD, cartões, e outros, que não um HD, serão excluídos definitivamente do disco. Para enviar um item para a Lixeira podemos: Arrastar o item para a Lixeira;

Abra a Lixeira No menu arquivo, clique em esvaziar Lixeira. Você pode também esvaziar a Lixeira sem precisar abri‑la, para tanto, basta clicar com o botão direito do mouse sobre o ícone da Lixeira e selecionar no menu de contexto esvaziar Lixeira.

Elementos da Janelas Para exemplificarmos uma Janela, utilizaremos a Janela de um aplicativo do Windows, o bloco de notas.


Ações da Barra de Títulos: mover a janela quando a mesma não está maximizada. Manipular a janela pelo teclado (através do ícone de controle – fica bem a esquerda desta barra). Possuem os botões de controle da janela. Minimizar: este botão oculta a janela da Área de Trabalho e mantém o botão referente á janela na barra de tarefas. Para visualizar a janela novamente, clique em seu botão na barra de tarefas. Maximizar: este botão aumenta o tamanho da janela até que ela ocupe toda a Área de Trabalho. Restaurar: clique neste botão e a janela será restau‑ rada ao tamanho original. Fechar: este botão fecha o aplicativo que está sendo executado e sua janela. Esta mesma opção poderá ser utilizada pelo Menu Arquivo/Sair. Se os arquivos que estiver sendo criado ou modificado dentro da janela não for salvo antes de fechar o aplicativo, o Windows emitirá uma tela de alerta perguntando se queremos ou não salvar o arquivo, ou cancelar a operação de sair do aplicativo.

Acessórios do Windows O Windows XP inclui muitos programas e acessórios úteis. São ferramentas para edição de texto, criação de imagens, jogos, ferramentas para melhorar a performance do computador, calculadora e etc. A pasta Acessório é acessível dando‑se um clique no botão iniciar na barra de tarefas, escolhendo a opção todos os programas e, no submenu que aparece, escolha Acessórios.

Wordpad O Windows traz junto dele um programa para edi‑ ção de textos. Com o Wordpad é possível digitar textos, deixando‑os com uma boa aparência. Mas poderíamos dizer que o Wordpad é uma versão muito simplificada do Word. Os usuários do Word vão se sentir familiarizados, pois ele possui menus e barras de ferramentas similares. Porém o Word tem um número muito maior de recursos. A vantagem do Wordpad é que ele já vem com o Windows. Então, se você não tem em seu computador o Microsoft Word, poderá usar o Wordpad na criação de seus textos.

Paint O Paint é um acessório do Windows que permite o tratamento de imagens e a criação de vários tipos de desenhos para nossos trabalhos.

Calculadora A Calculadora do Windows contém muito mais recursos do que uma calculadora comum, pois além de efetuar as operações básicas, pode ainda trabalhar como uma calculadora científica. Para abri‑la, vá até acessórios. A Calculadora Padrão contém as funções básicas, enquanto a calculadora científica é indicada para cálculos mais avançados. Para alternar entre elas clique no Menu Exibir. Ferramentas do Sistema O Windows XP traz consigo uma série de programas que nos ajudam a manter o sistema em bom funciona‑ mento. Esses programas são chamados de ferramentas do sistema. Podemos acessá‑los através do Menu Acessórios, ou abrindo Meu Computador e clicando com o botão di‑ reito do mouse sobre a unidade de disco a ser verificada, no menu de contexto, selecione a opção propriedades: Na janela de propriedades do disco, clique na guia ferramentas, nesta janela, temos as seguintes opções: Verificação de Erros: ferramenta que procura no disco erros, defeitos ou arquivos danificados. Desfragmentação: quando o Windows grava um arquivo no disco, ele o grava em partes separadas, quando precisar abrir esse mesmo arquivo, o próprio Windows levará mais tempo, pois precisa procurar por todo o dis‑ co. Usando esta ferramenta, ele ajusta o disco e torna o computador até 20% mais rápido. Backup: ferramenta que cria uma cópia dos seus arquivos ou de todo o sistema, para o caso de algum problema, nada seja perdido. Restauração do Sistema: além da ferramenta ba‑ ckup, o  Windows XP apresenta uma ferramenta mais avançada e simples que protegem o sistema contra erros e falhas, esta ferramenta encontra‑se em acessórios/ferramentas do sistema. Você pode usar a restauração do sistema para desfazer alterações feitas no computador e restaurar configurações e o desempenho. A  restauração do sistema retorna o computador a uma etapa anterior (ponto de restauração) sem que você perca trabalhos recentes, como documentos salvos, e‑mail ou listas de histórico e de favoritos da Internet. As alterações feitas pela restauração do sistema são totalmente reversíveis. O computador cria automaticamen‑ te pontos de restauração, mas você também pode usar a restauração do sistema para criar seus próprios pontos de restauração. Isso é útil se você estiver prestes a fazer uma alteração importante no sistema, como a instalação de um novo programa ou alterações no registro.

Noções de Informática

Barra de Título: esta barra mostra o nome do ar‑ quivo e o nome do aplicativo (programa) que está sendo executado na janela.

15


16

WINDOWS 7

Principais novidades do Windows 7. ÁREA DE TRABALHO

Com o Windows 7 ficou mais fácil fazer mais na área de trabalho.

Noções de Informática

APRIMORAMENTOS DO DESEMPENHO Os principais aprimoramentos de desempenho in‑ cluem: • Dormir: o Windows 7 foi projetado para entrar em suspensão, retornar dela e reconectar à rede sem fio mais rápido. • Pesquisar: ao procurar alguma coisa, você quer res‑ postas, não atrasos. No Windows 7, os resultados das pesquisas aparecem mais rápido. Organizar e agrupar os resultados das pesquisas também é muito mais rápido. • Dispositivos USB: quando você conecta um pen drive ou outro dispositivo USB pela primeira vez, o Windows 7 pode prepará‑lo para você em segun‑ dos. Se você já tiver usado o dispositivo, a espera é ainda menor. • Mais leve e menos ocupado: ao contrário das ver‑ sões anteriores, o Windows 7 foi feito para executar serviços em segundo plano somente quando você precisar deles. Não está usando nenhum disposi‑ tivo Bluetooth? Portanto, o serviço Bluetooth do Windows 7 fica desativado. O Windows 7 também consome menos memória do que o Windows Vista  – outro aperfeiçoamento interno que pode melhorar o desempenho geral.

NOVAS MANEIRAS DE MANIPULAR JANELAS O Windows 7 vem com três novos recursos simples e poderosos chamados Aero Shake, Aero Peek e Snap. Aero Shake: precisa vasculhar uma área de trabalho bagunçada para encontrar uma só janela? Basta clicar em um painel e sacudir o mouse. Pronto! Todas as janelas abertas desaparecem, exceto a que você escolheu. Sacuda de novo – e todas as janelas voltam. Aero Peek: o Aero Peek permite que você enxergue por meio de outras janelas abertas no Windows 7. Basta apontar o mouse para a borda direita da barra de tare‑ fas – e veja as janelas abertas ficarem transparentes na hora, revelando todos os ícones e gadgets. Para mostrar rapidamente uma janela escondida, aponte para a sua miniatura na barra de tarefas. Agora, apenas essa janela aparece na área de trabalho. Snap: o Snap é um novo e rápido jeito de redimen‑ sionar as janelas abertas, simplesmente arrastando‑as para as bordas da tela. Dependendo de onde você arrastar uma janela, será possível expandi‑la verticalmente, colocá‑la na tela inteira ou exibi‑la lado a lado com outra janela. NOVOS PAPÉIS DE PAREDE ESPETACULARES Nós passamos muito tempo olhando nossos PCs. A es‑ tética não deveria ser apenas algo secundário. É por isso


que o Windows 7 inclui uma grande variedade de novos planos de fundo de área de trabalho – papéis de parede – que variam do sublime ao caricato. Ou experimente a nova

17

apresentação de slides para área de trabalho, que exibe uma série de fotos (nossas ou suas). Sua área de trabalho nunca mais será chata.

O Windows 7 permite que você expresse facilmente a sua personalidade, com novos temas criativos e outros toques personalizados.

Desde o Windows 95, a barra de tarefas tem sido o local usado para iniciar programas e alternar janelas.

Os aperfeiçoamentos da nova barra de tarefas do Windows 7 incluem visualizações em miniatura de páginas da web, documentos – e mesmo de vídeos em exibição. BOTÕES DA BARRA DE TAREFAS Os botões da barra de tarefas têm uma nova aparência e fazem mais do que apenas mostrar quais programas estão em execução. Na exibição padrão, cada programa aparece como um botão único sem rótulo – mesmo quando vários itens de

Agora, isso mudou – para melhor. Assim, no Windows 7, a barra de tarefas foi totalmente reprojetada para ajudar você a trabalhar de maneira mais inteligente.

um programa estão abertos – para se obter uma aparência limpa e organizada. Você pode personalizar o aspecto da barra de tarefas para alterar como os botões são exibidos e como eles se agrupam quando você tem vários itens aber‑ tos. Você pode também optar por ver botões individuais para cada arquivo aberto. Você pode também reordenar e organizar os botões na barra de tarefas, incluindo pro‑ gramas fixos e programas em execução que não foram fixados, para que eles sejam exibidos na ordem que você preferir. Para reorganizar a ordem dos botões na barra de tarefas, arraste um botão de sua posição atual para uma

Noções de Informática

BARRA DE TAREFAS REFORMULADA


18

Noções de Informática

posição diferente na barra de tarefas. Você pode reorga‑ nizar botões com a frequência que desejar. Itens de fixação: a fixação de programas na barra de tarefas complementa a fixação de programas no menu Iniciar, como nas versões anteriores do Windows. Quando você fixa um programa favorito à barra de tarefas, você sempre pode vê‑lo nela e acessá‑lo facilmente com um único clique. O Windows 7 também inclui Listas de Ata‑ lhos, de forma que, além de iniciar um programa a partir da barra de tarefas, você pode agora iniciar itens favoritos e usados recentemente a partir desse programa, apenas clicando no mesmo botão. As Listas de Saltos são listas de itens abertos recente‑ mente ou com frequência, como arquivos, pastas ou sites, organizados pelo programa que você usa para abri‑los. Além de poder abrir os itens recentes usando uma Lista de Saltos, você pode também fixar itens favoritos em uma Lista de Saltos, para que possa acessar rapidamente os itens que usa todos os dias. Na barra de tarefas, Listas de Saltos aparecem para programas que você fixou à barra de tarefas e programas que estão atualmente em execução. Você pode exibir a Lista de Atalhos de um programa, clicando com o botão direito do mouse no botão da barra de tarefas ou arrastando o botão para a área de trabalho. Os itens da Lista de Salto se abrem ao serem clicados. Área de notificação: uma nova forma de gerenciar a área de notificação ao final da barra de tarefas significa que você obtém menos notificações, e as que você recebe são coletadas em um único lugar no Windows. No passado, a área de notificação podia às vezes ficar cheia de ícones. Agora, você pode escolher quais ícones estão sempre visíveis. E  você pode manter o resto dos ícones disponíveis em uma área de excedentes, onde eles estão acessíveis com um único clique de mouse.

Exibindo a Área de Trabalho

O botão Mostrar área de trabalho foi movido para a extremidade oposta da barra de tarefas do botão Iniciar, facilitando clicar ou apontar para o botão sem abrir aci‑ dentalmente o menu Iniciar. Além de clicar no botão Mostrar área de trabalho para chegar à área de trabalho, você pode exibir tem‑ porariamente ou espiar a área de trabalho simplesmente apontando o mouse para o botão Mostrar área de trabalho, sem clicar nele. Quando você aponta para o botão Mostrar área de trabalho ao final da barra de tarefas, qualquer janela aberta esmaece da exibição, revelando a área de trabalho. Para fazer as janelas reaparecerem, afaste o mouse do botão Mostrar área de trabalho. Isso pode ser útil para exibir rapidamente gadgets de área de trabalho ou quando você não deseja minimizar todas as janelas abertas e depois precisar restaurá‑las. GADGETS APRIMORADOS Gadgets, os populares miniprogramas introduzidos no Windows Vista, estão mais flexíveis e divertidos. Com base nos seus comentários, eliminamos a Barra lateral. Agora, você pode deixar seus gadgets em qualquer lugar da área de trabalho.

Os seus gadgets favoritos podem ficar em qualquer lugar da área de trabalho do Windows 7.


19 Windows Search

No Windows 7, você pode encontrar mais coisas em mais lugares – e com mais rapidez. Comece a digitar na caixa de pesquisa do menu Iniciar  – e você verá instantaneamente uma lista de documentos, fotos, músicas e e‑mails relevantes no seu PC. Os  resultados serão agrupados agora por categoria

e conterão palavras realçadas e trechos de textos para facilitar sua verificação. Poucas pessoas armazenam todos os seus arquivos em um lugar hoje em dia. Então, o Windows 7 também é projetado para procurar em discos rígidos externos, PCs em rede e bibliotecas.

Noções de Informática

INTERNET EXPLORER 8


20

O nosso navegador mais rápido, fácil e seguro já lançado. Veja um pouco dos novos recursos inteligentes do Internet Explorer 8. Para saber mais sobre ele ou para baixá‑lo, visite o site do Internet Explorer 8.

ne do Web Slice na sua Barra de Favoritos se acenderá. Aponte para o ícone brilhando para ver o que mudou.

PESQUISA INSTANTÂNEA

Se uma página da Web não parecer correta, clique no botão Modo de Exibição de Compatibilidade da Barra de Endereços. O botão corrige texto desalinhado ou imagens em páginas projetadas para navegadores mais antigos.

A Caixa de Pesquisa exibe agora sugestões relevantes no momento em que você começa a digitar. Quando o seu termo de pesquisa aparecer, basta clicar nele. O Internet Explorer 8 usa até mesmo seu histórico de navegação para filtrar as sugestões. Os resultados também são mais visuais – com previ‑ sões do tempo, gráficos de ações, fotos e outras imagens relevantes.

MODO DE EXIBIÇÃO DE COMPATIBILIDADE

WINDOWS MEDIA CENTER

ACELERADORES Precisa fazer um mapa para um endereço? Definir uma palavra? Encaminhar um link? Então, você precisa de Aceleradores. Um recurso novo no Internet Explorer 8, os Aceleradores permitem fazer coisas sem navegar para outros sites, facilmente. Basta realçar um texto e clicar no ícone do Acelera‑ dor azul exibido para ver as coisas que você pode fazer. Procure Aceleradores em sites populares, como Yahoo!, Wikipédia e outros. WEB SLICES Com que frequência você consulta previsões do tempo, resultados de jogos, preços de ações ou ofertas de leilões? Pode ser chato acompanhar sites que mudam tão rápido. Agora um novo recurso chamado Web Slices pode fazer isso para você. Quando você identificar o ícone verde de Web Slices em um site, clique nele. Se algo mudar naquele site, o íco‑

Noções de Informática

GRUPO DOMÉSTICO

Quando usado em sua capacidade total, o Media Center transforma o seu computador em um eficiente hub de entretenimento doméstico. Você pode desfrutar de toda a eficiência do Media Center conectando o computador a uma TV de alta definição e usando um controle remoto do Media Center para controlar todas as ações. O Media Center lhe permite: • assistir, pausar e gravar programas de TV ao vivo. • ver apresentações de slides com as suas fotos. • reproduzir qualquer música da biblioteca de mú‑ sicas ou CDs ou DVDs.


O Grupo Doméstico elimina a dor de cabeça do compartilhamento de arquivos e impressoras em uma rede doméstica. Conecte dois ou mais PCs com o Windows 7, e o Grupo Doméstico permitirá iniciar fácil e automati‑ camente o compartilhamento de músicas, fotos, vídeos e documentos em bibliotecas com outros em sua casa.

21

O Grupo Doméstico é protegido por senha e permite que você tenha controle total. Você decide o que é comparti‑ lhado – e o que permanece privado. Também é possível tornar seus arquivos “somente leitura”, para que outras pessoas possam visualizar as suas coisas – mas não tocar nelas.

O MODO WINDOWS XP

O novo Modo Windows XP permite executar pro‑ gramas corporativos antigos do Windows XP na área de trabalho do Windows 7. Desenvolvido com foco principal nas pequenas e médias empresas, o Modo Windows XP é um download separado e funciona apenas nos Windows 7 Professional, Ultimate e Enterprise. O Modo Windows XP também exige software de virtualização como o Windows Virtual PC.

BACKUP E RESTAURAÇÃO

Um domínio é um tipo de rede de computadores que costuma ser encontrado no local de trabalho. (Em linguagem técnica, é um conjunto de computadores com administração central e funcionando sob regras comuns). O Windows 7 é projetado para ingressar em um domínio de modo rápido e mais seguro. Basta seguir um assistente simples de usar que pede as suas credenciais de rede. Alguns segundos depois, você está na rede. O Ingresso no Domínio faz com que seu PC in‑ gresse de modo rápido e seguro em redes de local de trabalho.

O Backup e a Restauração foi aprimorado para o Windows 7 e permite criar cópias de segurança dos seus arquivos pessoais mais importantes, para que você sempre esteja preparado para o pior. Você pode permitir que o Windows faça a escolha do que será feito backup ou escolha pastas individuais, bibliotecas e unidades. O Windows pode fazer o backup de arquivos quando você desejar – basta defini‑lo e esquecer. É possível fazer backup em outra unidade ou DVD. E se estiver usando as edições Professional ou Ultimate do Windows 7, você também terá a opção de fazer o backup dos arquivos em uma rede. O Backup e a Restauração criam cópias de documen‑ tos, fotos e outros arquivos pessoais. Só por precaução.

Noções de Informática

INGRESSO NO DOMÍNIO


22

mercialmente nos anos 80, hoje praticamente não existem mais redes analógicas, substituídas pelas tecnologias digitais. No Brasil, o AMPS foi a tec‑ nologia de primeira geração. 2G – Segunda Geração: Baseada em tecnologias digitais, as redes 2G oferecem melhor qualidade e capacidade de voz que os sistemas 1G. Os sistemas 2G suportam voz e serviços de dados comuta‑ dos por circuito e pacotes. O  GSM, TDMA e o cdmaOne são algumas das tecnologias de segunda geração. 2.5G – Geração 2,5: Baseadas em tecnologias di‑ gitais, a adição de padrões 2,5G às redes 2G GSM permitem serviços de dados por pacotes e melhores taxas de transmissão. Algumas das tecnologias 2,5G são o IS-95B e o GPRS. 3G  – Terceira Geração: Baseadas em padrões digitais, as redes 3G oferecem aumento na capa‑ cidade de voz e maiores taxas de transmissão de dados que as redes 2G e 2,5G, além de banda larga móvel para serviços multimídia e Internet. A União Internacional de Telecomunicações (UIT) definiu diversos requisitos para as tecnologias 3G, através do IMT-2000. As que obtiveram maior aceitação comercial foram o CDMA2000, o WCDMA. 4G  – Quarta Geração: Os requisitos a serem atendidos pelas chamadas “tecnologias 4G” serão definidos pelo IMT‑Advanced, programa da União Internacional de Telecomunicações (UIT). Ainda não há definição sobre quais tecnologias pertencem à categoria 4G. 5. Outros meios de acesso: Também podemos citar o acesso através da rede de energia elétrica (PLC – Power Line Communi‑ cations) e por fibra ótica (WDN).

INTERNET, INTRANET, EXTRANET

Internet A Internet é uma grande federação de redes de computadores, ligadas entre si e que falam a mesma língua, um protocolo de comunicação de dados chamado TCP/IP. Intranet A Intranet é uma rede restrita que utiliza recursos da Internet, tais como: o protocolo TCP/IP, o browser, o cliente de e‑mail. Extranet A Extranet é o acesso externo feito a uma Intranet, como exemplo, podemos citar o acesso de um cliente ao site de seu fornecedor ou um cliente de um determinado banco acessando as informações de sua conta. Provedores de Acesso São instituições que se conectam a Internet via um ou mais acessos dedicados e disponibilizam acesso a terceiros a partir de suas instalações; esses acessos dedicados nor‑ malmente são a um Provedor de Backbone, ou mesmo a outro Provedor de Acesso de maior porte, ou seja, é uma empresa que possui um ou mais servidores (Server – um computador conectado permanentemente à rede) e que proporciona o acesso dos usuários à rede e armazena as informações e os programas que formam a Internet. Principais Meios de Acesso

Noções de Informática

Browsers 1. Linha Telefônica que tem duas formas de acesso: • Dial‑up: é a conexão discada. • ADSL: é um recurso que permite, através da multiplexação (multiplexação por frequência), o compartilhamento do meio de transmissão, de forma que uma parte fica destinada a transmis‑ são da voz (telefone) e a outra fica disponível para a transmissão de dados (Internet). 2. Cable Modem: O meio de transmissão é o cabo coaxial (as empre‑ sas de TV a cabo oferecem este tipo de acesso). 3. Wireless: Comunicação sem fio (micro‑ondas, ondas de rádio ou satélite). 4. Telefonia celular: A telefonia celular vem evoluindo rapidamente, veja as gerações existentes: 1G – Primeira Geração: Baseada na tecnologia analógica, as  redes sem fio 1G foram criadas visando apenas o tráfego de voz. Lançadas co‑

São programas que permitem visualizar páginas na Web, são navegadores. URL URL (Uniform Resource Locator) é o endereço alfa‑ numérico de um site. Por exemplo: http://www.gremio.net. Endereço IP É o endereço numérico utilizado pelo protocolo da Internet para identificar os computadores (servidores) dessa rede. DNS (Domain Name System) O DNS é o serviço responsável por converter um URL em endereço IP, isto é converte o endereço alfanumérico em endereço numérico para que as páginas possam ser localizadas e abertas pela máquina do solicitante.


23

Subdomínio Organizacional Estes domínios são bastante conhecidos, sendo os principais descritos na tabela a seguir: Subdomínio organizacional

Nas páginas ASP, os scripts rodam no servidor e não no cliente. É o próprio servidor que transforma os scripts em HTML padrão, fazendo com que qualquer browser do mercado seja capaz de acessar um site que usa ASP. Java

Descrição

Com.br

Organizações comerciais

gov.br

Organizações governa‑ mentais

edu.br

Instituições educacionais de ensino superior

org.br

Organizações sem fins lucrativos

net.br

Empresas de Telecomuni‑ cação e de Internet

mil.br

Forças armadas

Java é uma poderosa linguagem de Programação Orientada a Objetos. Diferente de outras linguagens de programação, o Java, quando interpretado por Browsers, não tem permissão para gravar dados no disco rígido, sendo, portanto, uma linguagem “segura” (isto é, os pro‑ gramas escritos em Java podem ser executados sem riscos para as informações contidas no computador). JavaScript É uma adaptação da Java, transformada numa lingua‑ gem Script. É interpretada pelo Browser, sem necessidade de ser compilada pelo autor. A  linguagem JavaScript é mais simples que a Java. Cookies

Home Page A Home Page designa a página inicial, principal do

Plugins

Site É o conjunto de páginas de uma determinada URL. Hyperlinks Hyperlinks são elementos especiais (palavras, frases, ícones, gráficos ou ainda um Mapa Sensitivo), que ca‑ racterizam um ambiente em hipertexto. Um link quando clicado – acionado – com o mouse, remete o leitor a outra parte do documento ou outro documento.

LINGUAGENS PARA CRIAR PÁGINAS HTML É uma linguagem utilizada para a criação de páginas estáticas para a Web. Não é, no entanto, uma linguagem de programação. ASP

São módulos que podem ser instalados no com­ putador, que se inserem ao Browser, de forma que esse passe a reconhecer os mais diversos formatos de infor‑ mação, como permitir a visualização de vídeos, som, planilhas etc. Spam Spam é o termo usado para se referir aos e‑mails não solicitados, que geralmente são enviados para um grande número de pessoas. Quando o conteúdo é exclusivamente comercial, este tipo de mensagem também é referenciada como UCE (do inglês Unsolicited Commercial E‑mail). FAQ São as “perguntas mais frequentes” em um determi‑ nado site. Funciona como uma “ajuda” para as dúvidas mais comuns dos internautas. BUSCA NA INTERNET FERRAMENTAS DE BUSCA

As ASP (Active Server Pages – Páginas de Servidor Ativas) são um ambiente para programação por scripts no servidor, que pode ser usado para criar páginas dinâmicas, interativas e de alta performance.

Baseiam suas buscas em conteúdo gerado automa‑ ticamente por programas robôs que visitam as páginas e indexam todo seu conteúdo.

Noções de Informática

site.

São arquivos armazenados no disco rígido do usuá‑ rio. São utilizados para identificar o computador que está acessando o site, bem como as suas preferências.


24

Utilização de Caracteres Especiais (Boleanos)

AND → Obriga que o(s) resultado(s) da consulta na Web tenha(m) as duas, ou mais, palavras digitadas. Lembre‑se: cada palavra digitada tem que estar separada por AND. OR → O(s) resultado(s) da consulta na Web pode(m) ter uma ou mais, palavras digitadas. Lembre‑se: cada palavra digitada tem que estar separada por OR. NOT → O(s) resultado(s) da consulta na Web não pode(m) ter uma ou mais, palavras digitadas. Lembre‑se: cada palavra digitada tem que estar separada por NOT. + (sinal de mais) – antes de uma palavra → Obri‑ ga que o(s) resultado(s) da consulta na web tenha(m) a palavra digitada. - (sinal de menos) – antes de uma palavra → Obri‑ ga que o(s) resultado(s) da consulta na web exclua(m) a palavra digitada. * (asterisco) – antes ou depois de uma palavra (ou parte da palavra) → Permite obter resultado(s) variáveis na consulta realizada na web. Veja: vest*, exibirá como resultado: vestcon, vestibulares etc..., já *com, exibirá: vestcon, bacon, obcon etc... “” (aspas) → Permite obter resultado(s) mais preciso(s), quando utilizamos expressões, pois tudo que estiver entre aspas deverá estar no resultado da pesquisa web. Exemplo: “editora vestcon”, só retornará sites que tenham as palavras ‘editora vestcon’. Obs.: Nesta ordem e em sequência. ( ) (parênteses) → Utilizado em pesquisas mais com‑ plexas, onde o usuário diz, por exemplo, o que quer e o que não quer. Exemplo: (apostilas AND “editora vestcon”) NOT outras, no(s) resultado(s) obteremos informações sobre apostilas e editora vestcon e nenhuma informação sobre outras.

Noções de Informática

Backbone Link de alta velocidade, usado geralmente como “espinha dorsal” de grandes redes. A Internet é formada por inúmeros backbones que interligam as redes de universidades, empresas, prove‑ dores de acesso etc. PRINCIPAIS PROTOCOLOS PARA INTERNET Os protocolos para Internet formam o grupo de protocolos de comunicação que implementam a pilha de protocolos sobre a qual a Internet e a maioria das redes comerciais funciona. Eles são chamados de “protocolos

TCP/IP”, já que os dois protocolos mais importantes desse modelo são: o protocolo TCP – Transmission Control Protocol (Protocolo de Controle de Transmissão) – e o IP  – Internet Protocol (Protocolo Internet). Esses dois protocolos foram os primeiros a serem definidos. CAMADAS DA PILHA DOS PROTOCOLOS INTERNET O modelo TCP/IP fornece serviços para diferentes camadas de uma pilha de estruturas de dados (ou sim‑ plesmente pilha). Uma pilha consiste de quatro camadas: Aplicação Transporte Rede Física As camadas mais próximas do topo estão mais pró‑ ximas do usuário, enquanto aquelas mais abaixo estão próximas da transmissão física do dado. Camada de aplicação: faz a interconexão entre o protocolo de comunicação e o aplicativo que pediu ou receberá a informação através da rede. Camada de transporte: no remetente é responsável por pegar os dados e dividi‑los em pacotes que serão re‑ passados para a camada de rede. No receptor, a camada de Transporte é responsável por pegar os pacotes recebidos da camada de Rede e remontar o dado original. Camada de rede: sua função é a obtenção de dados da rede de origem e da rede de destino. Isso geralmente envolve rotear o pacote através de redes distintas que se relacionam através da Internet. Camada física: diz respeito aos meios para conexão através dos quais irão trafegar os dados. Protocolos da Camada de Aplicação • HTTP (HyperText Transfer Protocol): é o Protoco‑ lo de Transferência de Hipertexto, utilizado para transferência de dados na rede mundial de com‑ putadores, a World Wide Web. O mesmo transfere dados de hipermídia (imagens, sons e textos). • HTTPS (HyperText Transfer Protocol Secure): é o Protocolo de Transferência de Hipertexto seguro, é uma implementação do protocolo HTTP sobre uma camada SSL ou do TLS, essa camada adi‑ cional permite que os dados sejam transmitidos através de uma conexão criptografada e que se verifique a autenticidade do servidor e do cliente através de certificados digitais. • FTP (File Transfer Protocol): é o Protocolo de Transferência de Arquivos, uma forma bastante rá‑


pida e versátil de transferir arquivos, sendo um dos permite obter um acesso remoto a um computador. mais usados na Internet. A transferência de dados Este protocolo vem sendo gradualmente substituí‑ em redes de computadores envolve normalmente do pelo SSH. transferência de arquivos e acesso a sistemas de • SSH (Secure Shell): é um protocolo de rede que arquivos remotos (com a mesma interface usada permite a conexão com outro computador na rede, nos arquivos locais. de forma a executar comandos de uma unidade NNTP (Network News Transfer Protocol): é o remota. Possui as mesmas funcionalidades do Protocolo da Internet para grupos de discussão TELNET, com a vantagem da conexão entre o (fórum). Especifica o modo de distribuição, busca, cliente e o servidor ser criptografada. recuperação e postagem de mensagens usando um • IRC (Internet Relay Chat): é um protocolo de sistema de transmissão de notícias. comunicação bastante utilizado na Internet. Ele DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol): é é utilizado basicamente como bate‑papo (chat) e o Protocolo de Configuração Dinâmica de Host, troca de arquivos, permitindo a conversa em grupo oferece configuração dinâmica de terminais, com ou privada, sendo o antecessor dos mensageiros concessão de endereços IP de host, uma máscara de instantâneos atuais. sub‑rede e outros dados opcionais, como o default gateway, servidores de DNS. Protocolos da Camada de Transporte SNMP (Simple Network Management Protocol): é o Protocolo de Gerência Simples de Rede, sua • TCP (Transmission Control Protocol): protocolo função é facilitar o intercâmbio de informação en‑ que prepara os pacotes para transmissão de infor‑ tre os dispositivos de rede. O SNMP possibilita aos mações em redes de telecomunicações, garantindo administradores de rede gerenciar o desempenho que eles sejam recebidos na mesma ordem em que da rede, encontrar e resolver problemas de rede, foram emitidos. e planejar o crescimento desta. • UDP (User Datagram Protocol): outro protocolo de SMTP (Simple Mail Transfer Protocol): é o Pro‑ transporte de dados da Internet, que é mais rápido e tocolo de Transferência Simples de Correio, é res‑ menos confiável que o TCP por não ter checagem ponsável pelo envio de e‑mail através da Internet. de erros como parte do protocolo; a checagem SMTP é um protocolo relativamente simples, de erros de transmissão fica por conta dos apli‑ baseado em texto simples, em que um ou vários cativos. destinatários de uma mensagem são especificados (e, na maioria dos casos, validados), sendo depois Protocolos da Camada de Rede a mensagem transferida. POP ou POP3 (Post Office Protocol): é utilizado • IP (Internet Protocol): é o protocolo responsável para o recebimento de e‑mails, em outras palavras, pelo envio (indica o endereço correto a ser seguido) é utilizado no acesso remoto a uma caixa de correio de pacotes (dados, arquivos etc.) entre dois pontos eletrônico. O POP3 permite que todas as mensa‑ da rede. Divide‑se em dois: gens contidas numa caixa de correio eletrônico – IPV4 (Protocolo da Internet versão 4): tem possam ser transferidas sequencialmente para um endereçamento de origem e destino de 32 bits. computador local. – IPV6 (Protocolo da Internet versão 6): tem Obs.: As mensagens são apagadas da caixa de endereçamento de origem e destino de 128 bits. correio (opcionalmente, o protocolo pode ser confi‑ gurado para que as mensagens não sejam apagadas da caixa de correio). Outros Protocolos IMAP ou IMAP4 (Internet Message Access Pro‑ tocol): é utilizado para o recebimento de e‑mails, ARP (Address Resolution Protocol) é  superior em recursos ao POP3. A  maioria dos Exibe o endereço MAC (IP físico) a partir do endereço provedores não oferece aos seus assinantes esse IP (IP lógico). protocolo. Obs.: As mensagens não são apagadas da caixa de RARP (Reverse Address Resolution Protocol) correio (ficam armazenadas no servidor e o inter‑ Exibe o endereço IP (IP lógico) a partir do endereço nauta pode ter acesso a suas pastas e mensagens MAC (IP físico). em qualquer computador, tanto por webmail como por cliente de correio eletrônico). NAT (Network Address Translation) Telnet: é um protocolo cliente‑servidor de comu‑ Protocolo de segurança de Intranets, que possui a nicações usado para permitir a comunicação entre computadores ligados numa rede (exemplos: rede função de tradução de endereços válidos da Internet para local / LAN, Internet). O protocolo Telnet também os endereços reservados de uma Intranet e vice‑versa.

Noções de Informática

25


26

RISCOS À SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

CÓDIGOS MALICIOSOS (MALWARES) Malwares são programas maliciosos, o termo malware é proveniente do inglês malicious software; é um software destinado a se infiltrar em um sistema de computador alheio de forma ilícita, com o intuito de causar algum dano ou roubo de informações (confidenciais ou não). Vírus Vírus é um programa ou parte de um programa de computador, normalmente malicioso, que se propaga infectando, isto é, inserindo cópias de si mesmo e se tornando parte de outros programas e arquivos de um computador. O vírus depende da execução do programa ou arquivo hospedeiro para que possa se tornar ativo e dar continuidade ao processo de infecção. Nesta seção, entende‑se por computador qualquer dispositivo computacional passível de infecção por vírus. Computadores domésticos, notebooks, telefones celulares e PDAs são exemplos de dispositivos computacionais passíveis de infecção. Como um Vírus pode Afetar um Computador? Normalmente o vírus tem controle total sobre o computador, podendo fazer de tudo, desde mostrar uma mensagem de “feliz aniversário”, até alterar ou destruir programas e arquivos do disco.

Noções de Informática

Como o Computador é Infectado por um Vírus? Para que um computador seja infectado por um vírus, é preciso que um programa previamente infectado seja exe‑ cutado. Isto pode ocorrer de diversas maneiras, tais como: • abrir arquivos anexados aos e‑mails; • abrir arquivos do Word, Excel etc; • abrir arquivos armazenados em outros compu­ tadores, através do compartilhamento de recursos; • instalar programas de procedência duvidosa ou desconhecida, obtidos pela Internet, de disquetes, pen drives, CDs, DVDs etc; • ter alguma mídia removível (infectada) conectada ou inserida no computador, quando ele é ligado. O Que é um Vírus de Macro? Uma macro é um conjunto de comandos que são armazenados em alguns aplicativos e utilizados para au‑ tomatizar algumas tarefas repetitivas. Um exemplo seria, em um editor de textos, definir uma macro que contenha a sequência de passos necessários para imprimir um do‑ cumento com a orientação de retrato e utilizando a escala de cores em tons de cinza. Um vírus de macro é escrito de forma a explorar esta facilidade de automatização e é parte de um arquivo que normalmente é manipulado por algum aplicativo que utili‑ za macros. Para que o vírus possa ser executado, o arquivo que o contém precisa ser aberto e, a  partir daí, o  vírus pode executar uma série de comandos automaticamente e infectar outros arquivos no computador. Existem alguns aplicativos que possuem arquivos base (modelos) que são abertos sempre que o aplicativo é executado. Caso este arquivo base seja infectado pelo vírus de macro, toda vez que o aplicativo for executado, o vírus também será. Arquivos nos formatos gerados por programas da Microsoft, como o Word, Excel, Powerpoint e Access,

são os mais suscetíveis a este tipo de vírus. Arquivos nos formatos RTF, PDF e PostScript são menos suscetíveis, mas isso não significa que não possam conter vírus. Existe Alguma Maneira de Proteger um Computador de Vírus? Sim. Algumas das medidas de prevenção contra a infecção por vírus são: • instalar e manter atualizados um bom programa antivírus e suas assinaturas; • desabilitar no seu programa leitor de e‑mails a autoexecução de arquivos anexados às mensagens; • não executar ou abrir arquivos recebidos por e‑mail ou por outras fontes, mesmo que venham de pessoas conhecidas. Caso seja necessário abrir o arquivo, certifique‑se que ele foi verificado pelo programa antivírus; • procurar utilizar na elaboração de documentos formatos menos suscetíveis à propagação de vírus, tais como RTF, PDF ou PostScript; • procurar não utilizar, no caso de arquivos comprimi‑ dos, o formato executável. Utilize o próprio formato compactado, como por exemplo Zip ou Gzip. O Que é um Vírus de Telefone Celular? Um vírus de celular se propaga de telefone para te‑ lefone através da tecnologia bluetooth ou da tecnologia MMS (Multimedia Message Service). A infecção se dá da seguinte forma: 1. O usuário recebe uma mensagem que diz que seu telefone está prestes a receber um arquivo. 2. O  usuário permite que o arquivo infectado seja recebido, instalado e executado em seu aparelho. 3. O vírus, então, continua o processo de propagação para outros telefones, através de uma das tecnologias mencionadas anteriormente. Os vírus de celular diferem‑se dos vírus tradicionais, pois normalmente não inserem cópias de si mesmos em outros arquivos armazenados no telefone celular, mas podem ser especificamente projetados para sobrescrever arquivos de aplicativos ou do sistema operacional instalado no aparelho. Depois de infectar um telefone celular, o vírus pode realizar diversas atividades, tais como: destruir/sobrescre‑ ver arquivos, remover contatos da agenda, efetuar ligações telefônicas, drenar a carga da bateria, além de tentar se propagar para outros telefones. Os fabricantes de antivírus têm disponibilizado versões para diversos modelos de telefones celulares. Caso você opte por instalar um antivírus em seu telefone, consulte o fabricante e verifique a viabilidade e dispo‑ nibilidade de instalação para o modelo do seu aparelho. Lembre‑se de manter o antivírus sempre atualizado. Cavalos de Troia Conta a mitologia grega que o “Cavalo de Troia” foi uma grande estátua, utilizada como instrumento de guerra pelos gregos para obter acesso a cidade de Troia. A estátua do cavalo foi recheada com soldados que, durante a noite, abriram os portões da cidade possibilitando a entrada dos gregos e a dominação de Troia. Daí surgiu os termos “Presente de Grego” e “Cavalo de Troia”. Na informática, um cavalo de troia (trojan horse) é um programa, normalmente recebido como um “presente” (por exemplo, cartão virtual, álbum de fotos, protetor de tela, jogo etc), que além de executar funções para as quais foi aparentemente projetado, também executa outras funções normalmente maliciosas e sem o conhecimento do usuário.


Que Exemplos podem ser citados sobre Programas Contendo Cavalos de Troia? Exemplos comuns de cavalos de troia são programas que você recebe ou obtém de algum site e que parecem ser apenas cartões virtuais animados, álbuns de fotos de alguma celebridade, jogos, protetores de tela, entre outros. Enquanto estão sendo executados, estes programas podem ao mesmo tempo enviar dados confidenciais para outro computador, instalar backdoors, alterar informações, apagar arquivos ou formatar o disco rígido. Existem também cavalos de troia, utilizados normal‑ mente em esquemas fraudulentos, que, ao serem instalados com sucesso, apenas exibem uma mensagem de erro. O Que um Cavalo de Troia Pode Fazer em um Computador? O cavalo de troia, na maioria das vezes, instalará programas para possibilitar que um invasor tenha con‑ trole total sobre um computador. Estes programas podem permitir que o invasor: • tenha acesso e copie todos os arquivos armazena‑ dos no computador; • descubra todas as senhas digitadas pelo usuário; • formate o disco rígido do computador etc. Um Cavalo de Troia pode Instalar Programas sem o Conhecimento do Usuário? Sim. Normalmente o cavalo de troia procura instalar, sem que o usuário perceba programas que realizam uma série de atividades maliciosas. É Possível saber se um Cavalo de Troia Instalou algo em um Computador? A utilização de um bom programa antivírus (desde que seja atualizado frequentemente) normalmente possibilita a detecção de programas instalados pelos cavalos de troia. É importante lembrar que nem sempre o antivírus será capaz de detectar ou remover os programas deixados por um cavalo de troia, principalmente se estes programas forem mais recentes que as assinaturas do seu antivírus. Existe alguma maneira de proteger um compu­ tador dos cavalos de troia? Sim. As principais medidas preventivas contra a ins‑ talação de cavalos de troia são semelhantes às medidas contra a infecção por vírus. Outra medida preventiva é utilizar um firewall pes‑ soal. Alguns firewalls podem bloquear o recebimento de cavalos de troia. ADWARE Adware (Advertising software) é um tipo de software especificamente projetado para apresentar propagandas, seja através de um browser, seja através de algum outro programa instalado em um computador. Em muitos casos, os adwares têm sido incorporados a softwares e serviços, constituindo uma forma legítima de

patrocínio ou retorno financeiro para aqueles que desen‑ volvem software livre ou prestam serviços gratuitos. Um exemplo do uso legítimo de adwares pode ser observado na versão gratuita do browser Opera. SPYWARE Spyware é o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de mo‑ nitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Existem adwares que também são considerados um tipo de spyware, pois são projetados para monitorar os hábitos do usuário durante a navegação na Internet, dire‑ cionando as propagandas que serão apresentadas. Os spywares, assim como os adwares, podem ser uti‑ lizados de forma legítima, mas, na maioria das vezes, são utilizados de forma dissimulada, não autorizada e maliciosa. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: • monitoramento de URLs acessadas enquanto o usuário navega na Internet; • alteração da página inicial apresentada no browser do usuário; • varredura dos arquivos armazenados no disco rígido do computador; • monitoramento e captura de informações inseridas em outros programas, como IRC ou processadores de texto; • instalação de outros programas spyware; • monitoramento de teclas digitadas pelo usuário ou regiões da tela próximas ao clique do mouse; • captura de senhas bancárias e números de cartões de crédito; • captura de outras senhas usadas em sites de comér‑ cio eletrônico. É importante ter em mente que estes programas, na maioria das vezes, comprometem a privacidade do usuário e, pior, a segurança do computador do usuário, dependendo das ações realizadas pelo spyware no computador e de quais informações são monitoradas e enviadas para terceiros. É Possível Proteger um Computador de Programas Spyware? Existem ferramentas específicas, conhecidas como “anti‑spyware”, capazes de detectar e remover uma grande quantidade de programas spyware. Algumas destas ferra‑ mentas são gratuitas para uso pessoal e podem ser obtidas pela Internet (antes de obter um programa anti‑spyware pela Internet, verifique sua procedência e certifique‑se que o fabricante é confiável). Além da utilização de uma ferramenta anti‑spyware, as medidas preventivas contra a infecção por vírus são fortemente recomendadas. Outra medida preventiva é utilizar um firewall pes‑ soal, pois alguns firewalls podem bloquear o recebimento de programas spyware. Além disso, se bem configurado, o firewall pode bloquear o envio de informações coletadas por estes programas para terceiros, de forma a amenizar o impacto da possível instalação de um programa spyware em um computador. Backdoors Normalmente um atacante procura garantir uma forma de retornar a um computador comprometido, sem precisar

Noções de Informática

Algumas das funções maliciosas que podem ser exe‑ cutadas por um cavalo de troia são: • instalação de keyloggers ou screenloggers; • furto de senhas e outras informações sensíveis, como números de cartões de crédito; • inclusão de backdoors, para permitir que um ata‑ cante tenha total controle sobre o computador; • alteração ou destruição de arquivos.

27


28

recorrer aos métodos utilizados na realização da invasão. Na maioria dos casos, também é intenção do atacante po‑ der retornar ao computador comprometido sem ser notado. A esses programas que permitem o retorno de um invasor a um computador comprometido, utilizando serviços criados ou modificados para este fim, dá‑se o nome de backdoor. Como é feita a Inclusão de um Backdoor em um Computador? A forma usual de inclusão de um backdoor consiste na disponibilização de um novo serviço ou substituição de um determinado serviço por uma versão alterada, normalmente possuindo recursos que permitam acesso remoto (através da Internet). Pode ser incluído por um invasor ou através de um cavalo de troia. Uma outra forma é a instalação de pacotes de sof‑ tware, tais como o BackOrifice e NetBus, da plataforma Windows, utilizados para administração remota. Se mal configurados ou utilizados sem o consentimento do usu‑ ário, podem ser classificados como backdoors. Existe alguma maneira de Proteger um computador de Backdoors? Embora os programas antivírus não sejam capazes de descobrir backdoors em um computador, as medidas preventivas contra a infecção por vírus são válidas para se evitar algumas formas de instalação de backdoors. A ideia é que você não execute programas de proce‑ dência duvidosa ou desconhecida, sejam eles recebidos por e‑mail, sejam obtidos na Internet. A execução de tais programas pode resultar na instalação de um backdoor. Keyloggers Keylogger é um programa capaz de capturar e arma‑ zenar as teclas digitadas pelo usuário no teclado de um computador.

Noções de Informática

Que informações um keylogger pode obter se for instalado em um computador? Um keylogger pode capturar e armazenar as teclas digitadas pelo usuário. Dentre as informações capturadas podem estar o texto de um e‑mail, dados digitados na decla‑ ração de Imposto de Renda e outras informações sensíveis, como senhas bancárias e números de cartões de crédito. Em muitos casos, a ativação do keylogger é condicio‑ nada a uma ação prévia do usuário, como por exemplo, após o acesso a um site específico de comércio eletrônico ou Internet Banking. Normalmente, o keylogger contém meca‑ nismos que permitem o envio automático das informações capturadas para terceiros (por exemplo, através de e‑mails).

De posse destas informações um atacante pode, por exemplo, descobrir a senha de acesso ao banco utilizada por um usuário. Como é feita a Inclusão de um Keylogger/ Screenloggers em um Computador? Normalmente, o keylogger/screenloggers vem como parte de um programa spyware ou cavalo de troia. Desta forma, é necessário que este programa seja executado para que o keylogger/screenloggers se instale em um compu­ tador. Geralmente, tais programas vêm anexados a e‑mails ou estão disponíveis em sites na Internet. Lembre‑se que existem programas leitores de e‑mails que podem estar configurados para executar automati‑ camente arquivos anexados às mensagens. Neste caso, o simples fato de ler uma mensagem é suficiente para que qualquer arquivo anexado seja executado. Como posso Proteger um Computador dos Keyloggers/Screenloggers? Para se evitar a instalação de um keylogger/screenlog‑ gers, as medidas são similares as aplicadas para prevenção de vírus, cavalo de troia, worm, bots etc. Worms Worm é um programa capaz de se propagar automa‑ ticamente através de redes, enviando cópias de si mesmo de computador para computador. Diferente do vírus, o worm não embute cópias de si mesmo em outros programas ou arquivos e não necessita ser explicitamente executado para se propagar. Sua pro‑ pagação se dá através da exploração de vulnerabilidades existentes ou falhas na configuração de softwares insta‑ lados em computadores. Como um Worm pode Afetar um Computador? Geralmente o worm não tem como consequência os mesmos danos gerados por um vírus, como por exemplo, a  infecção de programas e arquivos ou a destruição de informações. Isto não quer dizer que não represente uma ameaça à segurança de um computador, ou que não cause qualquer tipo de dano. Worms são notadamente responsáveis por consumir muitos recursos. Degradam sensivelmente o desempenho de redes e podem lotar o disco rígido de computadores, devido à grande quantidade de cópias de si mesmo que costumam propagar. Além disso, podem gerar grandes transtornos para aqueles que estão recebendo tais cópias.

Diversos sites de Instituições Financeiras Utilizam Teclados Virtuais. Neste caso eu estou Protegido dos Keyloggers? As instituições financeiras desenvolveram os teclados virtuais para evitar que os keyloggers pudessem capturar informações sensíveis de usuários. Então, foram desen‑ volvidas formas mais avançadas de keyloggers, também conhecidas como:

Como posso Proteger um Computador de Worms? Além de utilizar um bom antivírus, que permita detectar e até mesmo evitar a propagação de um worm, é importante que o sistema operacional e os softwares ins‑ talados em seu computador não possuam vulnerabilidades. Normalmente um worm procura explorar alguma vulnerabilidade disponível em um computador, para que possa se propagar. Portanto, as medidas preventivas mais importantes são aquelas que procuram evitar a existência de vulnerabilidades.

Screenloggers Screenloggers são programas capazes de: • armazenar a posição do cursor e a tela apresenta‑ da no monitor, nos momentos em que o mouse é clicado, ou • armazenar a região que circunda a posição onde o mouse é clicado.

Bots e Botnets De modo similar ao worm o bot é um programa capaz se propagar automaticamente, explorando vulnerabili‑ dades existentes ou falhas na configuração de softwares instalados em um computador. Adicionalmente ao worm, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que o bot seja controlado remotamente.


O Que o Invasor pode fazer quando Estiver no Controle de um Bot? Um invasor, ao se comunicar com um bot, pode enviar instruções para que ele realize diversas atividades, tais como: • desferir ataques na Internet; • executar um ataque de negação de serviço; • furtar dados do computador onde está sendo exe‑ cutado, como por exemplo números de cartões de crédito; • enviar e‑mails de phishing; • enviar spam. O que são botnets? Botnets são redes formadas por computadores in‑ fectados com bots. Estas redes podem ser compostas por centenas ou milhares de computadores. Um invasor que tenha controle sobre uma botnet pode utilizá‑la para aumentar a potência de seus ataques, por exemplo, para enviar centenas de milhares de e‑mails de phishing ou spam, desferir ataques de negação de serviço etc. Como posso Proteger um Computador dos Bots? O worm da mesma forma que, o bot é capaz de se propagar automaticamente, através da exploração de vulnerabilidades existentes ou falhas na configuração de softwares instalados em um computador. Portanto, a melhor forma de se proteger dos bots é manter o sistema operacional e os softwares instalados em seu computador sempre atualizados e com todas as correções de segurança (patches) disponíveis aplicadas, para evitar que possuam vulnerabilidades. A utilização de um bom antivírus, mantendo‑o sempre atualizado, também é importante, pois em muitos casos permite detectar e até mesmo evitar a propagação de um bot. Vale lembrar que o antivírus só será capaz de detectar bots conhecidos. Rootkits Um invasor, ao realizar uma invasão, pode utilizar mecanismos para esconder e assegurar a sua presença no computador comprometido. O conjunto de programas que fornece estes mecanismos é conhecido como rootkit. É muito importante ficar claro que o nome rootkit não indica que as ferramentas que o compõem são usadas para obter acesso privilegiado (root ou Administrator) em um computador, mas sim para mantê‑lo. Isto significa que o invasor, após instalar o rootkit, terá acesso privilegiado ao computador previamente comprometido, sem precisar recorrer novamente aos métodos utilizados na realização da invasão, e suas atividades serão escondidas do respon‑ sável e/ou dos usuários do computador. Que Funcionalidades um Rootkit pode conter? Um rootkit pode fornecer programas com as mais diversas funcionalidades. Dentre eles, podem ser citados:

• programas para esconder atividades e informações deixadas pelo invasor (normalmente presentes em todos os rootkits), tais como arquivos, diretórios, processos, conexões de rede etc; • backdoors para assegurar o acesso futuro do inva‑ sor ao computador comprometido (presentes na maioria dos rootkits); • programas para remoção de evidências em arquivos de logs; • sniffers para capturar informações na rede onde o computador está localizado, como por exemplo senhas que estejam trafegando em claro, ou seja, sem qualquer método de criptografia; • scanners para mapear potenciais vulnerabilidades em outros computadores; • outros tipos de malware, como cavalos de troia, keyloggers, ferramentas de ataque de negação de serviço etc. Como Posso Proteger um Computador dos Rootkits? Apesar de existirem programas específicos para a detecção de rootkits, a melhor forma de se proteger é manter o sistema operacional e os softwares instalados em seu computador sempre atualizados e com todas as correções de segurança (patches) disponíveis aplicadas, para evitar que possuam vulnerabilidades. Desta forma, você pode evitar que um atacante consiga invadir seu computador, através da exploração de alguma vulnerabilidade, e instalar um rootkit após o comprometimento. Phishing Phishing, também conhecido como phishing scam ou phishing/scam, foi um termo originalmente criado para descrever o tipo de fraude que se dá através do envio de mensagem não solicitada, que se passa por comunicação de uma instituição conhecida, como um banco, empresa ou site popular, e que procura induzir o acesso a páginas fraudulentas (falsificadas), projetadas para furtar dados pessoais e financeiros de usuários. A palavra phishing de “fishing” vem de uma analogia criada pelos fraudadores, onde “iscas” (e‑mails) são usadas para “pescar” senhas e dados financeiros de usuários da Internet. Atualmente, este termo vem sendo utilizado também para se referir aos seguintes casos: • mensagem que procura induzir o usuário à instala‑ ção de códigos maliciosos, projetados para furtar dados pessoais e financeiros; • mensagem que, no próprio conteúdo, apresenta formulários para o preenchimento e envio de dados pessoais e financeiros de usuários. Pharming Pharming é um ataque baseado na técnica DNS cache poisoning (envenenamento de cache DNS) que, consiste em corromper o DNS (Sistema de Nomes de Domínio) em uma rede, fazendo com que o endereço URL de um sítio passe a apontar para um local diferente do original. Ao digitar o endereço URL do sítio que se deseja acessar um banco, por exemplo, o servidor DNS converte o endereço URL em um endereço IP, correspondente ao do servidor do banco. Se o servidor DNS estiver sendo atacado por um Pharming, o endereço apontará para uma página falsa hospedada em outro servidor com outro en‑ dereço IP, que esteja sob controle de um golpista.

Noções de Informática

Como o Invasor se Comunica com o Bot? Normalmente, o bot se conecta a um servidor de IRC (Internet Relay Chat) e entra em um canal (sala) determi‑ nado. Então, ele aguarda por instruções do invasor, moni‑ torando as mensagens que estão sendo enviadas para este canal. O invasor, ao se conectar ao mesmo servidor de IRC e entrar no mesmo canal, envia mensagens compostas por sequências especiais de caracteres, que são interpretadas pelo bot. Estas sequências de caracteres correspondem a instruções que devem ser executadas pelo bot.

29


30

As páginas das instituições são geralmente copiadas fielmente pelos golpistas, criando a falsa impressão que o usuário está no sítio verdadeiro e induzindo‑o a fornecer seus dados restritos como logon ou números de contas e senha que serão armazenados pelo servidor falso. Boatos Boatos (hoaxes) são e‑mails que possuem conteúdos alarmantes ou falsos e que, geralmente, tem como re‑ metente ou apontam como autora da mensagem alguma instituição, empresa importante ou órgão governamental. Através de uma leitura minuciosa deste tipo de e‑mail, normalmente, é possível identificar em seu conteúdo mensagens absurdas e muitas vezes sem sentido. Dentre os diversos boatos típicos, que chegam às caixas postais de usuários conectados à Internet, podem‑se citar as correntes, pirâmides, mensagens sobre pessoas que estão prestes a morrer de câncer, entre outras. Histórias deste tipo são criadas não só para espalhar desinformação pela Internet, mas também para outros fins maliciosos. Quais são os Problemas de Segurança Relacionados aos Boatos? Normalmente, o  objetivo do criador de um boato é verificar o quanto ele se propaga pela Internet e por quanto tempo permanece se propagando. De modo geral, os boatos não são responsáveis por grandes problemas de segurança, a não ser ocupar espaço nas caixas de e‑mails de usuários. Mas podem existir casos com consequências mais sé‑ rias como, por exemplo, um boato que procura induzir usuá­ rios de Internet a fornecer informações importantes (como números de documentos, de contas‑corrente em banco ou de cartões de crédito), ou um boato que indica uma série de ações a serem realizadas pelos usuários e que, se forem realmente efetivadas, podem resultar em danos mais sérios (como instruções para apagar um arquivo que supostamente contém um vírus, mas que na verdade é parte importante do sistema operacional instalado no computador). Além disso, e‑mails de boatos podem conter vírus, cavalos de troia ou outros tipos de malware anexados. É importante ressaltar que um boato também pode comprometer a credibilidade e a reputação tanto da pessoa ou entidade referenciada como suposta criadora do boato, quanto daqueles que o repassam.

Noções de Informática

Como evitar a Distribuição dos Boatos? Normalmente, os boatos se propagam pela boa vonta‑ de e solidariedade de quem os recebe. Isto ocorre, muitas vezes, porque aqueles que o recebem: • confiam no remetente da mensagem; • não verificam a procedência da mensagem; • não checam a veracidade do conteúdo da mensagem. Para que você possa evitar a distribuição de boatos é muito importante checar a procedência dos e‑mails, e mesmo que tenham como remetente alguém conhecido é preciso certificar‑se que a mensagem não é um boato. É importante ressaltar que você nunca deve repassar este tipo de mensagem, pois estará endossando ou con‑ cordando com o seu conteúdo. Como posso saber se um e‑mail é um boato? Um boato normalmente apresenta pelo menos uma das características listadas abaixo. Observe que estas carac‑ terísticas devem ser usadas apenas como guia. Nem todo

boato apresenta uma destas características e mensagens legítimas podem apresentar algumas delas. Muitas vezes, um boato: • sugere consequências trágicas se uma determinada tarefa não for realizada; • promete ganhos financeiros ou prêmios mediante a realização de alguma ação; • fornece instruções ou arquivos anexados para, supostamente, proteger seu computador de um vírus não detectado por programas antivírus; • afirma não ser um boato; • apresenta diversos erros gramaticais e de ortografia; • apresenta uma mensagem contraditória; • contém algum texto enfatizando que você deve repassar a mensagem para o maior número de pessoas possível; • já foi repassado diversas vezes (no corpo da mensa‑ gem normalmente é possível observar cabeçalhos de e‑mails repassados por outras pessoas). Existem sites especializados na Internet onde podem ser encontradas listas contendo os boatos que estão cir‑ culando e seus respectivos conteúdos. Além disso, os ca‑ dernos de informática dos jornais de grande circulação, normalmente, trazem matérias ou avisos sobre os boatos mais recentes. Negação de Serviço (Denial of Service) Nos ataques de negação de serviço (DoS – Denial of Service) o atacante utiliza um computador para tirar de operação um serviço ou computador conectado à Internet. Exemplos deste tipo de ataque são: • gerar uma grande sobrecarga no processamento de dados de um computador, de modo que o usuário não consiga utilizá‑lo; • gerar um grande tráfego de dados para uma rede, ocupando toda a banda disponível, de modo que qualquer computador desta rede fique indisponível; • tirar serviços importantes de um provedor do ar, impossibilitando o acesso dos usuários a suas caixas de correio no servidor de e‑mail ou ao servidor Web. DDoS(Distributed Denial of Service) DDoS (Distributed Denial of Service) constitui um ataque de negação de serviço distribuído, ou seja, um con‑ junto de computadores é utilizado para tirar de operação um ou mais serviços ou computadores conectados à Internet. Normalmente estes ataques procuram ocupar toda a banda disponível para o acesso a um computador ou rede, causando grande lentidão ou até mesmo indisponibilizan‑ do qualquer comunicação com este computador ou rede. Se uma rede ou computador sofrer um DoS, isto significa que houve uma invasão? Não. O objetivo de tais ataques é indisponibilizar o uso de um ou mais computadores, e não invadi‑los. É im‑ portante notar que, principalmente em casos de DDoS, computadores comprometidos podem ser utilizados para desferir os ataques de negação de serviço. Um exemplo deste tipo de ataque ocorreu no início de 2000, onde computadores de várias partes do mundo foram utilizados para indisponibilizar o acesso aos sites de algumas empresas de comércio eletrônico. Estas empresas não tiveram seus computadores comprometidos, mas sim ficaram impossibilitadas de vender seus produtos durante um longo período.


31

CRIPTOGRAFIA Criptografia é a ciência e arte de escrever mensagens em forma cifrada ou em código. É parte de um campo de estudos que trata das comunicações secretas, usadas, dentre outras finalidades, para: • autenticar a identidade de usuários; • autenticar e proteger o sigilo de comunicações pessoais e de transações comerciais e bancárias; • proteger a integridade de transferências eletrônicas de fundos. Uma mensagem codificada por um método de crip‑ tografia deve ser privada, ou seja, somente aquele que enviou e aquele que recebeu devem ter acesso ao conteúdo da mensagem. Além disso, uma mensagem deve poder ser assinada, ou seja, a pessoa que a recebeu poderá ve‑ rificar se o remetente é mesmo a pessoa que diz ser e ter a capacidade de identificar se uma mensagem pode ter sido modificada. Os métodos de criptografia atuais são seguros e efi‑ cientes e baseiam‑se no uso de uma ou mais chaves. A cha‑ ve é uma sequência de caracteres, que pode conter letras, dígitos e símbolos (como uma senha), e que é convertida em um número utilizado pelos métodos de criptografia para codificar e decodificar mensagens. Atualmente, os  métodos criptográficos podem ser subdivididos em duas grandes categorias, de acordo com o tipo de chave utilizada: a criptografia de chave única e a criptografia de chave pública e privada. O Que é Criptografia de Chave Única? A criptografia de chave única utiliza a mesma chave tanto para codificar quanto para decodificar mensagens. Apesar de este método ser bastante eficiente em relação ao tempo de processamento, ou seja, o tempo gasto para codificar e decodificar mensagens, tem como principal desvantagem a necessidade de utilização de um meio seguro para que a chave possa ser compartilhada entre pessoas ou entidades que desejem trocar informações criptografadas. O Que é Criptografia de Chaves Pública e Privada? A criptografia de chaves pública e privada utiliza duas chaves distintas, uma para codificar e outra para decodi‑ ficar mensagens. Neste método cada pessoa ou entidade mantém duas chaves: uma pública, que pode ser divulgada livremente, e  outra privada, que deve ser mantida em segredo pelo seu dono. As mensagens codificadas com a chave pública só podem ser decodificadas com a chave privada correspondente. Seja o exemplo, onde José e Maria querem se comu‑ nicar de maneira sigilosa. Então, eles terão que realizar os seguintes procedimentos: 1. José codifica uma mensagem utilizando a chave pública de Maria, que está disponível para o uso de qual‑ quer pessoa. 2. Depois de criptografadas, José envia a mensagem para Maria, através da Internet.

3. Maria recebe e decodifica a mensagem, utilizando sua chave privada, que é apenas de seu conhecimento. 4. Se Maria quiser responder a mensagem, deverá realizar o mesmo procedimento, mas utilizando a chave pública de José. Apesar de este método ter o desempenho bem inferior em relação ao tempo de processamento, quando compa‑ rado ao método de criptografia de chave única, apresenta como principal vantagem a livre distribuição de chaves públicas, não necessitando de um meio seguro para que chaves sejam combinadas antecipadamente. Além disso, pode ser utilizado na geração de assinaturas digitais. Assinatura Digital A assinatura digital consiste na criação de um código, através da utilização de uma chave privada, de modo que a pessoa ou entidade que receber uma mensagem contendo este código possa verificar se o remetente é mesmo quem diz ser e identificar qualquer mensagem que possa ter sido modificada. Desta forma, é utilizado o método de criptografia de chaves pública e privada, mas em um processo inverso ao apresentado no exemplo anterior. Se José quiser enviar uma mensagem assinada para Maria, ele codificará a mensagem com sua chave privada. Neste processo será gerada uma assinatura digital, que será adicionada à mensagem enviada para Maria. Ao receber a mensagem, Maria utilizará a chave pública de José para decodificar a mensagem. Neste processo será gerada uma segunda assinatura digital, que será comparada à primeira. Se as assinaturas forem idênticas, Maria terá certeza que o remetente da mensagem foi o José e que a mensagem não foi modificada. É importante ressaltar que a segurança do método baseia‑se no fato de que a chave privada é conhecida apenas pelo seu dono. Também é importante ressaltar que o fato de assinar uma mensagem não significa gerar uma mensagem sigilosa. Para o exemplo anterior, se José quisesse assinar a mensagem e ter certeza de que apenas Maria teria acesso a seu conteúdo, seria preciso codificá‑la com a chave pública de Maria, depois de assiná‑la. Certificado Digital O certificado digital é um arquivo eletrônico que contém dados de uma pessoa ou instituição, utilizados para comprovar sua identidade. Este arquivo pode estar armazenado em um computador ou em outra mídia, como um token ou smart card. Exemplos semelhantes a um certificado digital são o CNPJ, RG, CPF e carteira de habilitação de uma pessoa. Cada um deles contém um conjunto de informações que identificam a instituição ou pessoa e a autoridade (para estes exemplos, órgãos públicos) que garante sua validade. Algumas das principais informações encontradas em um certificado digital são: • dados que identificam o dono (nome, número de identificação, estado etc.); • nome da Autoridade Certificadora (AC) que emitiu o certificado;

Noções de Informática

MECANISMOS DE SEGURANÇA


32

• o número de série e o período de validade do cer‑ tificado; • a assinatura digital da AC.

O objetivo da assinatura digital no certificado é indicar que outra entidade (a Autoridade Certificadora) garante a veracidade das informações nele contidas. A Autoridade Certificadora (AC) é a entidade responsável por emitir certificados digitais. Estes certificados podem ser emitidos para diversos tipos de entidades, tais como: pessoa, com‑ putador, departamento de uma instituição, instituição etc. Os certificados digitais possuem uma forma de assinatura eletrônica da AC que o emitiu. Graças à sua idoneidade, a AC é normalmente reconhecida por todos como confiável, fazendo o papel de “Cartório Eletrônico”. Senhas Uma senha (password) na Internet, ou em qualquer sistema computacional, serve para autenticar o usuário, ou seja, é utilizada no processo de verificação da identidade do usuário, assegurando que este é realmente quem diz ser. Se outra pessoa tem acesso a sua senha, ela poderá utilizá‑la para se passar por você na Internet. Alguns dos motivos pelos quais uma pessoa poderia utilizar sua senha são: • ler e enviar e‑mails em seu nome; • obter informações sensíveis dos dados armaze‑ nados em seu computador, tais como números de cartões de crédito; • esconder sua real identidade e então desferir ata‑ ques contra computadores de terceiros. Portanto, a senha merece consideração especial, afinal ela é de sua inteira responsabilidade. Uma boa senha deve ter pelo menos oito caracteres (letras, números e símbolos), deve ser simples de digitar e, o mais importante, deve ser fácil de lembrar. Normalmente os sistemas diferenciam letras maiús‑ culas das minúsculas, o que já ajuda na composição da senha. Por exemplo, “pAraleLepiPedo” e “paralelepípedo” são senhas diferentes. Entretanto, são senhas fáceis de descobrir utilizando softwares para quebra de senhas, pois não possuem números e símbolos, além de conter muitas repetições de letras.

Noções de Informática

Firewall Sistema de segurança que cria uma espécie de filtro, impedindo a transmissão e/ou recepção de acessos danosos ou não autorizados. Pode ser um software ou hardware, ou a combinação de ambos.

Proxy O Proxy ou servidor Proxy é um computador que funciona como um intermediário entre o usuário da rede interna e a rede externa (Internet), permite que endereços sejam bloqueados. Os servidores proxy ajudam a melho‑ rar o desempenho na Web armazenando uma cópia das páginas da Web utilizadas com mais frequência. Quando um navegador solicita uma página que está armazenada na coleção do servidor proxy (o cache), ela é disponibilizada pelo servidor proxy, o que é mais rápido do que acessar a Web. Os servidores proxy também ajudam a melhorar a segurança porque filtram alguns tipos de conteúdo da Web e softwares mal‑intencionados. Eles são mais usados por redes de organizações e empresas. Normalmente, as pessoas que se conectam a Internet de suas casas não usam um servidor proxy.

VPN VPN é uma rede privada construída dentro da infra‑ estrutura de uma rede pública, como a Internet, utilizando recursos de Criptografia para garantir a integridade e a confidencialidade dos dados trafegados. Os principais objetivos na Implantação de uma VPN são: • disponibilizar acesso por meio de redes públicas, Internet, a baixo custo; • isolar uma rede distribuída contra interferência externa; • proteger a privacidade e a integridade de mensagens atravessando redes não confiáveis (públicas); • manipular toda faixa de protocolos da Internet correntemente em uso de forma transparente. As principais aplicações de VPNs são: • acesso remoto a rede corporativa via Internet; • conexão de LANs via Internet; • criação de VPNs dentro de uma Intranet. Backup Backup (cópia de segurança) é a cópia de informações de um meio de armazenamento a outro para que possa ser recuperados em caso da perda dos dados originais, o que pode ocorrer por apagamentos acidentais ou corrupção de dados por códigos maliciosos. Os meios mais utilizados para cópias de segurança incluem CD‑ROM, DVD, HD, HD externo (compatíveis com USB), fitas magnéticas e o backup externo (online). O  backup externo envia os dados para o ambiente da Internet, geralmente para máquinas de grande porte e alta segurança.


33

É a técnica de se esconder um arquivo dentro de outro, de forma criptografada. Por exemplo, colocar um texto criptografado dentro de um arquivo de imagem qualquer. Vamos supor que você queira passar uma mensagem secreta para alguém. Você esconde essa mensagem se‑ creta dentro de um arquivo de imagem (um arquivo Jpg por exemplo) e envia essa imagem para um amigo, que conhece esse método de criptografia. Ele, obviamente através de um programa de esteganografia, conseguirá ler a mensagem oculta no arquivo de imagem, desde que ele conheça a senha usada na criptografia, obviamente. Prevenção Contra Riscos e Códigos Maliciosos (Malware) e outros VI. Contas e Senhas • elaborar sempre uma senha que contenha pelo me‑ nos oito caracteres, compostos de letras, números e símbolos; • jamais utilizar como senha seu nome, sobrenomes, números de documentos, placas de carros, números de telefones, datas que possam ser relacionadas com você ou palavras que façam parte de dicio‑ nários; • utilizar uma senha diferente para cada serviço; • alterar a senha com frequência; • criar tantos usuários com privilégios normais, quantas forem as pessoas que utilizam seu com‑ putador; • utilizar o usuário Administrador (ou root) somente quando for estritamente necessário. VII. Vírus • instalar e manter atualizado um bom programa antivírus; • atualizar as assinaturas do antivírus, de preferência diariamente; • configurar o antivírus para verificar os arquivos obtidos pela Internet, discos rígidos (HDs), flexí‑ veis (disquetes) e unidades removíveis, como CDs, DVDs e pen drives; • desabilitar no seu programa leitor de e‑mails a autoexecução de arquivos anexados às mensagens; • não executar ou abrir arquivos recebidos por e‑mail ou por outras fontes, mesmo que venham de pessoas conhecidas. Caso seja necessário abrir o arquivo, certifique‑se que ele foi verificado pelo programa antivírus; • utilizar na elaboração de documentos formatos menos suscetíveis à propagação de vírus, tais como RTF, PDF ou PostScript; • não utilizar, no caso de arquivos comprimidos, o formato executável. Utilize o próprio formato compactado, como por exemplo, Zip ou Gzip. VIII. Worms, bots e botnets • seguir todas as recomendações para prevenção contra vírus; • manter o sistema operacional e demais softwares sempre atualizados;

• aplicar todas as correções de segurança (patches) disponibilizadas pelos fabricantes, para corrigir eventuais vulnerabilidades existentes nos softwares utilizados; • instalar um firewall pessoal, que em alguns casos pode evitar que uma vulnerabilidade existente seja explorada ou que um worm ou bot se propague. IX. Cavalos de troia, backdoors, keyloggers e spywares • seguir todas as recomendações para prevenção contra vírus, worms e bots; • instalar um firewall pessoal, que em alguns casos pode evitar o acesso a um backdoor já instalado em seu computador, bloquear o recebimento de um cavalo de troia etc.; • utilizar pelo menos uma ferramenta anti‑spyware e mantê‑la sempre atualizada. X. Programas Leitores de E‑mails • manter seu programa leitor de e‑mails sempre atualizado; • não clicar em links no conteúdo do e‑mail. Se você realmente quiser acessar a página do link, digite o endereço diretamente no seu browser; • desligar as opções que permitem abrir ou executar automaticamente arquivos ou programas anexados às mensagens; • não abrir arquivos ou executar programas anexa‑ dos aos e‑mails, sem antes verificá‑los com um antivírus; • desconfiar sempre dos arquivos anexados à men‑ sagem, mesmo que tenham sido enviados por pessoas ou instituições conhecidas. O endereço do remetente pode ter sido forjado e o arquivo anexo pode ser, por exemplo, um vírus ou um cavalo de troia; • fazer o download de programas diretamente do site do fabricante; • evitar utilizar o seu programa leitor de e‑mails como um browser, desligando as opções de execu‑ ção de JavaScript e Java e o modo de visualização de e‑mails no formato HTML. XI. Browsers • manter o seu browser sempre atualizado; • desativar a execução de programas Java na configu‑ ração de seu browser, a menos que seja estritamente necessário; • desativar a execução de JavaScripts antes de entrar em uma página desconhecida e, então, ativá‑la ao sair; • permitir que programas ActiveX sejam executados em seu computador apenas quando vierem de sites conhecidos e confiáveis; • manter maior controle sobre o uso de cookies, caso você queira ter maior privacidade ao navegar na Internet; • bloquear pop‑up windows e permiti‑las apenas para sites conhecidos e confiáveis, onde forem realmente necessárias;

Noções de Informática

Esteganografia


34

• certificar‑se da procedência do site e da utilização de conexões seguras ao realizar transações via Web; • somente acessar sites de instituições financeiras e de comércio eletrônico digitando o endereço diretamente no seu browser, nunca clicando em um link existente em uma página ou em um e‑mail.

• não acessar sites ou seguir links recebidos por e‑mail ou presentes em páginas sobre as quais não se saiba a procedência; • sempre que houver dúvida sobre a real identidade do autor de uma mensagem ou ligação telefônica, entrar em contato com a instituição, provedor ou empresa para verificar a veracidade dos fatos.

XII. Programas de troca de mensagens • manter seu programa de troca de mensagens sem‑ pre atualizado; • não aceitar arquivos de pessoas desconhecidas, principalmente programas de computadores; • utilizar um bom antivírus, sempre atualizado, para verificar todo e qualquer arquivo ou software ob‑ tido, mesmo que venha de pessoas conhecidas; • evitar fornecer muita informação, principalmente a pessoas que você acabou de conhecer; • não fornecer, em hipótese alguma, informações sensíveis, tais como senhas ou números de cartões de crédito; • configurar o programa para ocultar o seu endereço IP; • programas de distribuição de arquivos; • manter seu programa de distribuição de arquivos sempre atualizado e bem configurado; • ter um bom antivírus instalado em seu computador, mantê‑lo atualizado e utilizá‑lo para verificar qual‑ quer arquivo obtido, pois eles podem conter vírus, cavalos de troia, entre outros tipos de malware; • certificar‑se que os arquivos obtidos ou distribuídos são livres, ou seja, não violam as leis de direitos autorais.

XVI. Cuidados ao realizar transações bancárias ou comerciais • seguir todas as recomendações sobre utilização do programa leitor de e‑mails e do browser de maneira segura; • estar atento e prevenir‑se dos ataques de engenharia social; • realizar transações somente em sites de instituições que você considere confiáveis; • procurar sempre digitar em seu browser o endereço desejado. Não utilize links em páginas de terceiros ou recebidos por e‑mail; • certificar‑se de que o endereço apresentado em seu browser corresponde ao site que você realmente quer acessar, antes de realizar qualquer ação; • certificar‑se que o site faz uso de conexão segura (ou seja, que os dados transmitidos entre seu browser e o site serão criptografados) e utiliza um tamanho de chave considerado seguro; • antes de aceitar um novo certificado, verificar junto à instituição que mantém o site sobre sua emissão e quais são os dados nele contidos. Então, verificar o certificado do site antes de iniciar qualquer tran‑ sação, para assegurar‑se que ele foi emitido para a instituição que se deseja acessar e está dentro do prazo de validade; • não acessar sites de comércio eletrônico ou Internet Banking através de computadores de terceiros; • desligar sua Webcam (caso você possua alguma), ao acessar um site de comércio eletrônico ou Internet banking.

Noções de Informática

XIII. Compartilhamento de recursos • ter um bom antivírus instalado em seu computador, mantê‑lo atualizado e utilizá‑lo para verificar qual‑ quer arquivo ou programa compartilhado, pois eles podem conter vírus, cavalos de troia, entre outros tipos de malware; • estabelecer senhas para os compartilhamentos, caso seja estritamente necessário compartilhar recursos do seu computador. XIV. Cópias de segurança • fazer cópias dos dados do computador regular­ mente; • criptografar dados sensíveis; • armazenar as cópias em local acondicionado, de acesso restrito e com segurança física; • considerar a necessidade de armazenar as cópias em um local diferente daquele onde está o com‑ putador. XV. Engenharia social • não fornecer dados pessoais, números de cartões e senhas através de contato telefônico; • ficar atento a e‑mails ou telefonemas solicitando informações pessoais;

XVII. Boatos • verificar sempre a procedência da mensagem e se o fato sendo descrito é verídico; • verificar em sites especializados e em publicações da área se o e‑mail recebido já não está catalogado como um boato. XVIII. E‑mails • utilizar criptografia sempre que precisar enviar um e‑mail com informações sensíveis; • certificar‑se que seu programa leitor de e‑mails grava as mensagens criptografadas, para garantir a segurança das mensagens armazenadas no disco. XIX. Cookies • desabilitar cookies, exceto para sites confiáveis e onde sejam realmente necessários; • considerar o uso de softwares que permitem con‑ trolar o envio e recebimento de informações entre o browser e o site visitado.


XXI. Cuidados com os dados armazenados em um disco rígido • criptografar todos os dados sensíveis, principal‑ mente se for um notebook; • sobrescrever os dados do disco rígido antes de vender ou se desfazer do seu computador usado. XXII. Cuidados com telefones celulares, PDAs e outros aparelhos com bluetooth. • manter o bluetooth do seu aparelho desabilitado e somente habilite‑o quando for necessário; • ficar atento às notícias, principalmente àquelas sobre segurança, veiculadas no site do fabricante do seu aparelho; • aplicar todas as correções de segurança (patches) que forem disponibilizadas pelo fabricante do seu aparelho, para evitar que possua vulnerabilidades; • caso você tenha comprado um aparelho usado, restaurar as opções de fábrica e configurá‑lo como no primeiro item, antes de inserir quaisquer dados. XXIII. Proteção de um computador utilizando banda larga • instalar um firewall pessoal e ficar atento aos regis‑ tros de eventos (logs) gerados por este programa; • instalar e manter atualizado um bom programa antivírus; • atualizar as assinaturas do antivírus diariamente; • manter os seus softwares (sistema operacional, programas que utiliza etc.) sempre atualizados e com as últimas correções aplicadas; • desligar o compartilhamento de disco, impressora etc.; • mudar, se possível, a senha padrão do seu equipa‑ mento de banda larga (modem ADSL, por exemplo). XXIV. Proteção de uma rede utilizando banda larga • instalar um firewall separando a rede interna da Internet; • caso seja instalado algum tipo de proxy (como AnalogX, WinGate, WinProxy etc.), configurá‑lo para que apenas aceite requisições partindo da rede interna;

• caso seja necessário compartilhar recursos como disco ou impressora entre máquinas da rede inter‑ na, devem‑se tomar os devidos cuidados para que o firewall não permita que este compartilhamento seja visível pela Internet. XXV. Cuidados com um cliente de rede sem fio • instalar um firewall pessoal; • instalar e manter atualizado um bom programa antivírus; • atualizar as assinaturas do antivírus diariamente; • aplicar as últimas correções em seus softwares (sistema operacional, programas que utiliza etc.); • desligar compartilhamento de disco, impressora etc.; • desabilitar o modo ad‑hoc. Utilize esse modo ape‑ nas se for absolutamente necessário e desligue‑o assim que não precisar mais; • usar WEP (Wired Equivalent Privacy) sempre que possível; • verificar a possibilidade de usar WPA (Wi‑Fi Pro‑ tected Access) em substituição ao WEP, uma vez que este padrão pode aumentar significativamente a segurança da rede; • considerar o uso de criptografia nas aplicações, como por exemplo o uso de PGP para o envio de e‑mails, SSH para conexões remotas ou ainda o uso de VPNs; • evitar o acesso a serviços que não utilizem conexão segura, ao usar uma rede sem fio em local público; • habilitar a rede wireless somente quando for usá‑la e desabilitá‑la após o uso. XXVI. Cuidados com uma rede sem fio doméstica • mudar configurações padrão que acompanham o seu AP; • verificar se seus equipamentos já suportam WPA (Wi‑Fi Protected Access) e utilizá‑lo sempre que possível; • caso o WPA não esteja disponível, usar sempre que possível WEP (Wired Equivalent Privacy); • se for utilizar WEP, trocar as chaves que acom‑ panham a configuração padrão do equipamento. Procure usar o maior tamanho de chave possível (128 bits); • desligar seu AP quando não estiver usando sua rede. XXVII. Spam • seguir todas as recomendações sobre utilização do programa leitor de e‑mails; • considerar a utilização de um software de filtragem de e‑mails; • verificar com seu provedor ou com o administrador da rede se é utilizado algum software de filtragem no servidor de e‑mails; • evitar responder a um spam ou enviar um e‑mail solicitando a remoção da lista.

Noções de Informática

XX. Cuidados com dados pessoais em páginas Web, blogs e sites de redes de relacionamentos • evitar disponibilizar seus dados pessoais ou de familiares e amigos (e‑mail, telefone, endereço, data de aniversário etc.); • evitar disponibilizar dados sobre o seu computador ou sobre os softwares que utiliza; • evitar fornecer informações sobre o seu cotidiano (como, por exemplo, hora que saiu e voltou para casa, data de uma viagem programada, horário que foi ao caixa eletrônico etc.), • nunca fornecer informações sensíveis (como se‑ nhas e números de cartão de crédito), a menos que esteja sendo realizada uma transação (comercial ou financeira) e se tenha certeza da idoneidade da instituição que mantém o site.

35


36

OUTLOOK EXPRESS 6.0

Tela Inicial do Outlook Express

Noções de Informática

O Microsoft Outlook Express coloca o mundo da comunicação on-line em sua área de trabalho. Seja para trocar e-mail com colegas e amigos ou ingressar em grupos de notícias para trocar ideias e informações, você encontrará aqui as ferramentas que necessita. O que o Outlook pode fazer e como fazê-lo: • Personalizar a aparência do Outlook Express (no menu Exibir, clique Layout). – Obs.: você pode optar por ocultar ou mostrar o painel de visualização, a barra do Outlook e a lista Pastas ou a área Contatos. • Personalizar as barras de ferramentas (com o botão direito do mouse em qualquer barra de fer‑ ramentas, selecione Personalizar). – Você pode escolher botões grandes ou pequenos, com ou sem etiquetas de texto; selecione até mesmo quais botões devem ser mostrados e em que ordem. • Criar mensagens de e-mail com formatação (no menu Mensagem, clique Nova Mensagem Usando). – Obs.: selecione um papel de carta, ou consul‑ te mais opções clicando Selecionar Papel de Carta. • Selecionar uma fonte específica ou um papel de carta a ser usado sempre que iniciar uma nova

mensagem de e-mail (no menu Ferramentas, Opções, clique a guia Redigir e faça suas opções nesta tela). • Verificar novas mensagens, automaticamente, a cada 30 minutos (para alterar esta configuração, clique o menu Ferramentas e, em seguida, clique Opções). – Quando chegarem novas mensagens, você ouvirá um som e um ícone de envelope aparecerá na parte inferior direita da tela. • Usar o Catálogo de Endereços para armazenar informações sobre contatos, como endereços de e-mail, endereços residenciais ou comerciais e números de telefone. • Clicar os botões Para: ou Cc: para selecionar nomes diretamente do Catálogo de Endereços. • Classificar mensagens (clicando em qualquer título de coluna na lista de mensagens). • Compactar pastas em segundo plano (no menu Ferramentas, clique Opções e, em seguida, selecio‑ ne a guia Manutenção). • Inserir sons em mensagens (no menu Formatar, clique Plano de Fundo e, em seguida, clique Som). • Criar assinaturas para as mensagens (no menu Ferramentas, clique Opções e selecione a guia Assinaturas).


Principais ações no Outlook Express a) Adicionar uma conta de e-mail ou de grupos de notícias: Você precisará das seguintes informações do provedor de serviços de Internet ou do administrador da rede local: • Para contas de e-mail, você precisará saber o tipo de servidor de e-mail usado (POP3, IMAP ou HTTP), o nome da conta e a senha, o nome do servidor de e-mail de entrada e, para POP3 e IMAP, o nome de um servidor de e-mail de saída. • Para uma conta de grupo de notícias, você precisará saber o nome do servidor de notícias ao qual deseja se conectar e, se necessário, o nome da conta e a senha. • No menu Ferramentas, clique Contas. • Na caixa de diálogo Contas na Internet, clique Adicionar. • Selecione E-mail ou Notícias para abrir o Assistente para Conexão com a Internet e siga as instruções para estabelecer uma conexão com um servidor de e-mail ou de notícias.

b) Alternar entre a leitura de e-mail e de notícias:

• Na lista Pastas, clique a pasta Caixa de Entrada para ir para seu e-mail ou clique um nome de servidor de notícias ou grupo de notícias específico para visitar grupos de notícias. Ou clique Outlook Express na parte superior da lista Pastas para abrir o painel do Outlook Express, no qual você pode clicar em um link para a tarefa desejada. c) Configurar várias identidades: Se mais de uma pessoa em sua casa usar o mesmo computador para e-mail, cada uma poderá ter uma caixa de correio separada no Outlook Express. Isto significa que cada pessoa pode ter mensagens, contatos e con‑ figurações pessoais separadas. Isso é possível através da criação de várias identidades. Uma vez criadas as identidades, você poderá alternar entre elas sem preci‑ sar desligar o computador ou perder a conexão com a Internet. d) Importar mensagens de outros programas de e-mail: Usando o Assistente para Importação do Outlook Express, você pode importar mensagens de e-mail facil‑ mente a partir de diversos programas de e-mail populares da Internet, como Netscape Communicator e Eudora, bem como do Microsoft Exchange e do Microsoft Outlook. • No menu Arquivo, aponte para Importar e, em seguida, clique Mensagens. • Selecione um programa de e-mail do qual deseja importar mensagens e, em seguida, clique Próxima. • Verifique o local das mensagens e clique Próxima. • Escolha Todas as Pastas para importar todas as mensagens e clique Próxima. Você pode escolher Pastas Selecionadas para importar mensagens de uma ou mais pastas. • Clique Concluir. e) Importar um catálogo de endereços de outro programa: Você pode importar um catálogo de endereços de outros arquivos de catálogo de endereços do Windows (.wab), bem como do Netscape Communicator, do catá‑ logo particular de endereços do Microsoft Exchange e de qualquer arquivo de texto (.csv). Para arquivos do catálogo de endereços do Windows: • No catálogo de endereços, no menu Arquivo, apon‑ te para Importar e clique Catálogo de Endereços (WAB). • Localize e selecione o catálogo de endereços que deseja importar e clique Abrir. • Para todos os outros formatos de catálogos de en‑ dereços: • No catálogo de endereços, no menu Arquivo, aponte para Importar e clique Outro Catálogo de Ende­ reços. • Clique o catálogo de endereços ou tipo de ar‑ quivo que deseja importar e, em seguida, clique Importar. Se o seu catálogo de endereços não estiver listado, você poderá exportá-lo para um arquivo de texto (.csv) ou um arquivo LDIF (formato de troca de diretório LDAP) e importá-lo usando esse tipo de arquivo.

Noções de Informática

• Inserir assinatura em uma nova mensagem (no menu Inserir na nova mensagem, clique Assina­ tura). – Obs.: se você já tem várias assinaturas, selecione a assinatura específica desejada na lista. • Criar pastas para organizar suas mensagens (menu Arquivo, clique Pasta e, em seguida, clique Nova). – Obs.: depois de criar a nova pasta, arraste e solte mensagens para ela. • Selecionar várias mensagens (mantenha a tecla Ctrl pressionada e clique as mensagens que deseja selecionar). • Localizar mensagens (clique Localizar na Barra de Ferramentas. Digite o que procurar). – Obs.: pode ser um nome na coluna ‘De’ ou uma palavra do Assunto. • Classificar automaticamente as mensagens em pastas (menu Ferramentas, clique Regras para Mensagens e, em seguida, clique Correio). – Obs.: a classificação pode ser feita com base no remetente ou em uma palavra da coluna Assunto. • Criar Regras de mensagens (menu Ferramentas clique Regras para Mensagens). – As opções de Regras para Mensagens são: classificar as mensagens de e-mail recebidas em pastas, colorir determinadas mensagens, enviar uma determinada resposta automaticamente e, até mesmo, excluir mensagens. • Encontrar um endereço de e-mail (menu Editar, clique Localizar e, em seguida, clique Pessoas). – Obs.: selecione o serviço de diretório da Internet que deseja pesquisar na parte superior, digite o nome da pessoa e, em seguida, clique Localizar Agora.

37


38

f) Enviar uma mensagem de e-mail:

Noções de Informática

• Na Barra de Ferramentas, clique o botão Criar E-mail. • Nas caixas Para, Cc ou Cco, digite o nome de e-mail de cada destinatário, separando os nomes com uma vírgula ou um ponto-e-vírgula ( , ou ; ). Para adicionar nomes de e-mail do Catálogo de Endereços, clique o ícone de livro na janela Nova Mensagem próximo a Para, Cc e Cco e, em seguida selecione os nomes. **Para usar a caixa Cco, no menu Exibir, sele‑ cione Todos os Cabeçalhos. • Na caixa Assunto, digite um título para a mensagem. • Digite a mensagem e clique Enviar, na Barra de Ferramentas. Observações: • Se você tiver várias contas de e-mail configuradas e desejar usar uma conta diferente da padrão, clique a caixa De e, em seguida, clique a conta de e-mail desejada. • Se você estiver digitando uma mensagem off-line, sua mensagem será salva na Caixa de Saída. Ela será enviada automaticamente quando você voltar para on-line. • Para salvar um rascunho da mensagem para usá‑lo mais tarde, no menu Arquivo, clique Sal‑ var. Você também pode clicar Salvar Como para salvar uma mensagem de e-mail em seu sistema de arquivos no formato de e-mail (.eml), texto (.txt) ou HTML (.htm).

g) Ler suas mensagens: Depois que o Outlook Express faz o download de suas mensagens ou depois que você clica o botão Enviar/Receber na Barra de Ferramentas, você pode ler suas mensagens em uma janela separada ou no painel de visualização. • Clique o ícone Caixa de Entrada na barra do Outlook ou na lista Pastas. • Para exibir a mensagem no painel de visualização, clique a mensagem na lista de mensagens. • Para exibir a mensagem em uma janela separada, cli‑ que duas vezes a mensagem na lista de mensagens. h) Grupos de notícias: Um grupo de notícias é uma coleção de mensagens pos‑ tadas por indivíduos em um servidor de notícias (um compu‑ tador que pode hospedar milhares de grupos de notícias). Você pode localizar grupos de notícias sobre pratica‑ mente qualquer assunto. Embora alguns grupos de notícias sejam moderados, a maioria não é. Os grupos de notícias moderados “pertencem” a alguém que revisa as postagens, responde às perguntas, exclui mensagens inadequadas e assim por diante. Qualquer um pode postar mensagens para um grupo de notícias. Os grupos de notícias não requerem qualquer tipo de associação ou taxas de associação. Para usar grupos de notícias no Outlook Express, seu provedor de serviços de Internet deve oferecer links para um ou mais servidores de notícias. Depois de configurar uma conta para cada servidor desejado no Outlook Express, você pode ler e postar mensagens em todos os grupos de notícias armazenados naquele servidor de notícias.


Quando você localiza um grupo de notícias que gosta, você pode “inscrever-se” nele de maneira que ele seja exibido na lista Pastas do Outlook Express. A inscrição fornece acesso fácil a seus grupos de notícias favoritos, eliminando a necessidade de rolar pela longa lista no servidor toda vez que desejar visitar um grupo de notícias favorito. Os grupos de notícias podem conter milhares de mensagens, o que pode consumir muito tempo para clas‑ sificar. O Outlook Express possui diversos recursos que facilitam a localização de informações que você deseja em grupos de notícias. i) Exibir um grupo de notícias sem se inscrever nele: Para descobrir se um grupo de notícias é adequado para você, leia algumas das mensagens deste. Quando localizar os grupos de notícias que são de seu interesse, você pode inscrever-se nele para obter um acesso fácil. • No menu Ferramentas, selecione Grupos de No‑ tícias para abrir a caixa de diálogo Inscrições em Grupos de Notícias. • Se houver mais de um servidor de notícias na lista Contas, selecione o desejado. Todos os grupos de notícias naquele servidor aparecem na guia Todos. • Selecione o grupo de notícias que deseja exibir e, em seguida, clique em Ir para. Se clicar duas vezes o nome de um grupo de notícias, você obterá uma inscrição automática nesse grupo. j) Inscrever-se em um grupo de notícias:

39

A vantagem da inscrição é que o grupo de notícias é incluído na sua lista Pastas para fácil acesso. Você pode inscrever-se em um grupo de notícias das seguintes ma‑ neiras: • Quando você adiciona um servidor de grupo de notícias, o Outlook Express solicita que você se inscreva nos grupos de notícias daquele servidor. • Clique o nome de um servidor de notícias na lista Pastas e, em seguida, clique Grupos de Notícias. Selecione o grupo de notícias no qual deseja se inscrever e clique Inscrever. Você também pode cancelar a inscrição aqui. Quando você clica duas vezes em um nome na lista Grupo de Notícias, uma inscrição é gerada automatica‑ mente. k) Postar uma mensagem em um grupo de notícias: • Na lista Pastas, selecione o grupo de notícias no qual deseja postar uma mensagem. • Na Barra de Ferramentas, clique Nova Postagem. • Digite o Assunto de sua mensagem. O Outlook Express não pode postar uma mensagem que não contenha um assunto. • Redija a mensagem e clique Enviar. l) Usando atalhos do teclado do Outlook Express: Você pode usar teclas de atalho para selecionar co‑ mandos e navegar pelo painel de visualização e pela lista de mensagens. Salvo onde indicado, os atalhos se aplicam tanto a e-mail como a grupos de notícias.

Janela principal, janela de exibição de mensagens e janela de envio de mensagens Para Pressione Abrir tópicos da Ajuda F1 Selecionar todas as mensagens Ctrl+A

Para Imprimir a mensagem selecionada Enviar e receber e-mail Excluir uma mensagem de e-mail Abrir ou postar uma nova mensagem Abrir o catálogo de endereços Responder ao autor da mensagem Encaminhar uma mensagem Responder a todos Ir para sua Caixa de entrada Ir para a próxima mensagem da lista Ir para a mensagem anterior da lista Exibir as propriedades de uma mensagem selecionada Atualizar novas mensagens e cabeçalhos Ir para a próxima mensagem de e-mail não lida Ir para a próxima conversação de notícias não lida Ir para uma pasta

Pressione Ctrl+P Ctrl+M Del ou Ctrl+D Ctrl+N Ctrl+Shift+B Ctrl+R Ctrl+F Ctrl+Shift+R ou Ctrl+G (somente notícias) Ctrl+I Ctrl+> ou Ctrl+Shift+> Ctrl+< ou Ctrl+Shift+< Alt+Enter F5 Ctrl+U Ctrl+Shift+U Ctrl+Y

Janela principal Para Abrir uma mensagem selecionada Marcar uma mensagem como lida

Pressione Ctrl+O ou Enter Ctrl+Enter ou Ctrl+Q

Noções de Informática

Janela principal e janela de mensagem


40 Mover-se entre a lista Pastas (se ativada), a lista de mensagens, o painel de visualização e a lista Contatos (se ativada) Marcar todas as novas mensagens como lidas Ir para um grupo de notícias Expandir uma conversação de notícias (mostrar todas as respostas) Recolher uma conversação de notícias (ocultar mensagens) Ir para o próximo grupo de notícias ou pasta de não lido Fazer download de notícias para leitura off-line

Tab Ctrl+Shift+A Ctrl+W Seta à Esquerda ou Sinal de Adição (+) Seta à Direita ou Sinal de Subtração (-) Ctrl+J Ctrl+Shift+M

Janela de mensagem – exibindo ou enviando Para Fechar uma mensagem Localizar texto Localizar uma mensagem Alternar entre as guias Editar, Origem e Visualizar

Pressione ESC F3 Ctrl+Shift+F Ctrl+Tab

Janela de mensagem – somente enviando Para Verificar nomes Verificar ortografia Inserir uma assinatura Enviar (postar) uma mensagem

Pressione Ctrl+K ou Alt+K F7 Ctrl+Shift+S Ctrl+Enter ou Alt+S

Ícones de Listas de Mensagens do Outlook Express Ícones de Mensagens de E-mail Os ícones a seguir indicam a prioridade das mensagens, se as mensagens possuem arquivos anexados e se as mensagens estão marcadas como lidas ou não lidas. Ícone Indica que: A mensagem possui um ou mais arquivos anexados. A mensagem foi marcada como de prioridade alta pelo remetente. A mensagem foi marcada como de prioridade baixa pelo remetente. A mensagem foi lida. O título da mensagem aparece em tipo claro. A mensagem não foi lida. O título da mensagem aparece em negrito. A mensagem foi respondida. A mensagem foi encaminhada. Noções de Informática

A mensagem está em andamento na pasta Rascunhos. A mensagem está assinada digitalmente e não foi aberta. A mensagem está criptografada e não foi aberta. A mensagem está assinada digitalmente, criptografada e não foi aberta. A mensagem está assinada digitalmente e foi aberta.


41 A mensagem está criptografada e foi aberta. A mensagem está assinada digitalmente, criptografada e foi aberta. A mensagem possui respostas que estão recolhidas. Clique o ícone para mostrar todas as respostas (expandir a conversação). A mensagem e todas as suas respostas estão expandidas. Clique o ícone para ocultar todas as respostas (recolher a conversação). O cabeçalho da mensagem não lida está em um servidor Imap. A mensagem aberta está marcada para exclusão em um servidor Imap. A mensagem está sinalizada. A mensagem Imap está marcada para ser descarregada. A mensagem Imap e todas as conversações estão marcadas para serem descarregadas. A mensagem Imap individual (sem conversações) está marcada para ser descarregada. Ícones de Mensagens de Notícias Os ícones a seguir indicam se uma conversação (um tópico e todas as suas respostas) está expandida ou recolhida e se mensagens e cabeçalhos estão marcados como lidos ou não lidos. Ícone Indica que: Este nível da conversação está recolhido. Clique o ícone para mostrar todas as respostas (expandir a conversação). Este nível da conversação está expandido. Clique o ícone para ocultar todas as respostas (recolher a conversação). A mensagem ainda não foi aberta. O título aparece em negrito. O cabeçalho da mensagem foi marcado como lido. A mensagem foi marcada como lida e está armazenada em um arquivo de mensagens no computador. A mensagem não foi marcada como lida e o cabeçalho e o corpo estão armazenados em um arquivo de mensagens em seu computador. A mensagem não está mais disponível no servidor. A mensagem de notícias está marcada para ser descarregada. A mensagem de notícias e todas as conversações estão marcadas para serem descarregadas. A mensagem de notícias individual (sem conversações) está marcada para ser descarregada. A mensagem de notícias foi respondida. A mensagem de notícias foi encaminhada.

A mensagem está em andamento na pasta Rascunhos. A mensagem está sinalizada. A conversação é observada. A conversação é ignorada.

Noções de Informática

O grupo de notícias é novo no servidor.


42

WORD 2003

Noções de Informática

Barra de Ferramentas Padrão Novo Documento em Branco – Cria um arquivo novo, em branco, com base no modelo padrão. Abrir (menu Arquivo) – Abre ou localiza um arquivo. Salvar (menu Arquivo) – Salva o arquivo ativo com seu nome, local e formato de arquivo atual. Permissão – Permite que um autor individual crie um documento, uma pasta de trabalho ou uma apresentação com permissão restrita para pessoas específicas acessarem o conteúdo. Destinatário do E-mail – Envia o conteúdo do do­ cumento como o corpo da mensagem de e-mail. Imprimir – Imprime o arquivo ativo. Visualizar Impressão (menu Arquivo) – Mostra como será a aparência de um arquivo quando ele for impresso. Ortografia e Gramática (menu Ferramentas) – Ve‑ rifica se o documento ativo possui erros de ortografia, gramática e estilo de redação e exibe sugestões para corrigi-los. Pesquisar – Localiza arquivos, páginas da Web e itens do Outlook com base nos critérios de pesquisa inseridos. Recortar (menu Editar) – Remove a seleção do documento ativo e a coloca na Área de Transferência. Copiar – Copia a seleção para a Área de Transfe‑ rência. Colar (menu Editar) – Insere o conteúdo da Área de Transferência no ponto de inserção e substitui qualquer seleção. Pincel (Barra de Ferramentas Padrão) – Copia o formato de um objeto ou texto selecionado e o aplica ao objeto ou texto clicado. Para copiar a formatação para mais de um item, clique duas vezes o botão Pincel e, em seguida, clique cada item que desejar formatar. Ao termi‑ nar, pressione Esc para desativar o Pincel.

Desfazer (menu Editar) – Reverte o último comando ou exclui a última entrada que você digitou. Para reverter mais de uma ação por vez, clique a seta ao lado do botão Desfazer e, em seguida, clique as ações que você deseja desfazer. Refazer – Reverte a ação do comando Desfazer. Para refazer mais de uma ação por vez, clique a seta ao lado do botão Refazer e, em seguida, clique as ações que você deseja refazer. Hiperlink – Insere um novo hiperlink ou edita o hiperlink especificado. Tabelas e Bordas – Exibe a Barra de Ferramentas Tabelas e Bordas, que contém ferramentas para criar, editar e classificar uma tabela e para adicionar ou alterar bordas em texto, parágrafos, células ou objetos selecionados. Inserir Tabela (Barra de Ferramentas Padrão) – Insere uma tabela no documento com o número de colunas e linhas que você especificar. Inserir Planilha do Microsoft Excel – Insere uma nova planilha do Microsoft Excel no ponto de inserção. Arraste para selecionar o número de linhas e colunas. Colunas – Altera o número de colunas em um do­ cumento ou em uma seção de um documento. Desenho – Exibe ou oculta a Barra de Ferramentas Desenho. Estrutura do Documento (menu Exibir) – Ativa e desativa a Estrutura do Documento, um painel vertical junto à borda esquerda da janela do documento que indica a estrutura do documento. Mostrar Tudo – Exibe marcas de formatação como, por exemplo, caracteres de tabulação, marcas de parágrafo e texto oculto. Zoom – Insira um valor de ampliação entre 10 e 400 por cento para reduzir ou ampliar a exibição do do­ cumento ativo.


Barra de Ferramentas Formatação Estilos e Formatação – Exibe o painel de tarefas Esti‑ los e Formatação, no qual você pode reaplicar formatação com facilidade, criar estilos e selecionar todo o texto com a mesma formatação. Estilo – Clique o estilo que você deseja aplicar aos parágrafos selecionados. Fonte – Altera a fonte do texto e números seleciona‑ dos. Na caixa Fonte, selecione um nome de fonte. Tamanho da Fonte – Altera o tamanho do texto e dos números selecionados. Os tamanhos na caixa Tamanho da Fonte dependem da fonte selecionada e da impressora ativa. Negrito – Aplica negrito ao texto e aos números selecionados. Se a seleção já estiver em negrito e você clicar Negrito, essa formatação será removida. Itálico – Aplica itálico ao texto e aos números sele‑ cionados. Se a seleção já estiver em itálico e você clicar o botão Itálico, essa formatação será removida. Sublinhado – Sublinha o texto e números seleciona‑ dos. Se a seleção já estiver sublinhada, clique Sublinhado para desativar essa formatação. Alinhar à esquerda – Alinha o texto, os números ou objetos em linha selecionados à esquerda, com uma margem direita irregular. Centralizar – Centraliza o texto, os números ou objetos em linha selecionados. Alinhar à direita – Alinha o texto, os números ou objetos em linha selecionados à direita, com uma margem esquerda irregular. Justificar – Alinha os parágrafos selecionados às margens ou recuos direito e esquerdo. Espaçamento entre linhas – Altera os espaços entre as linhas no texto selecionado. Numeração – Adiciona ou remove números de pa‑ rágrafos selecionados. Marcadores – Adiciona ou remove marcadores de parágrafos selecionados. Diminuir recuo – Recua o parágrafo selecionado até a parada de tabulação anterior. Aumentar recuo – Recua o parágrafo selecionado até a parada de tabulação seguinte. Bordas – Adiciona uma borda à célula ou intervalo selecionado. Para formatar uma célula ou um intervalo com a última borda selecionada, clique o botão Borda Externa. Para especificar outro tipo de borda, clique a seta junto ao botão e selecione o estilo de borda na paleta.

Realce – Marca o texto de forma que ele fique real‑ çado e se destaque do texto ao seu redor. Cor da Fonte – Formata o texto selecionado com a cor que você clicar. Aumentar Fonte – Aumenta o tamanho da fonte do texto selecionado em 10 por cento da definição ativa. Reduzir Fonte – Diminui o tamanho da fonte do texto selecionado em 10 por cento da definição ativa. Sobrescrito – Altera o formato do texto selecionado para sobrescrito. Subscrito – Altera o formato do texto selecionado para subscrito. Idioma – Designa o idioma do texto selecionado em ar‑ quivos que contêm vários idiomas. O verificador ortográfico usará automaticamente o dicionário do idioma atribuído. Barra de Ferramentas Desenho Desenhar – Permite agrupar, desagrupar, reagrupar, ordem..., grade, deslocar, alinhar ou distribuir, girar ou in‑ verter, disposição do texto, redirecionar conectores, editar pontos, alterar autoformas e definir padrões de autoformas. Selecionar objetos – Transforma o ponteiro em uma seta de seleção de modo que você possa selecionar objetos na janela ativa. Para selecionar um único objeto, clique-o com a seta. Para selecionar um ou mais objetos, arraste a seta sobre os objetos que você deseja selecionar. Autoformas – Permite escolher as Autoformas dis‑ poníveis, que incluem diversas categorias de formas: linhas, conectores, formas básicas, elementos de fluxogramas, estrelas e faixas, bem como textos explicativos. No Media Gallery, você também poderá encontrar mais formas. Linha (barra de ferramentas Desenho) – Desenha uma linha reta que você clica ou arrasta na janela ativa. Para limitar o desenho da linha a ângulos de 15 graus a partir do seu ponto inicial, mantenha pressionada a tecla Shift enquanto arrasta. Seta – Insere uma linha com uma ponta de seta no local em que você clicar ou arrastar na janela ativa. Para limitar o desenho da linha a ângulos de 15 graus a partir do seu ponto inicial, mantenha pressionada a tecla Shift enquanto arrasta. Retângulo – Desenha um retângulo, que você clicar ou arrastar na janela ativa. Para desenhar um quadrado, mantenha pressionada a tecla Shift e arraste. Elipse – Desenha uma elipse, que você clicar ou ar‑ rastar na janela ativa. Para desenhar um círculo, mantenha pressionada a tecla Shift e arraste. Caixa de Texto – Desenha uma caixa de texto com direção de texto horizontal, que você clica ou arrasta. As caixas de texto ajudam na distribuição do texto e na adição de texto a elementos gráficos. Wordart – Cria efeitos de texto inserindo um objeto de desenho do Microsoft Office em seus textos. Diagrama – Cria um organograma ou um diagrama de ciclo, radial, de pirâmide, de Venn ou de destino no do­cumento. Clip-art – Abre a ClipGallery, em que você pode selecionar a imagem de clip-art que deseja inserir no ar‑ quivo ou atualizar a coleção de clip-art. No PowerPoint, esse comando só está disponível nos modos de exibição de slides e de anotações. Imagem (menu Inserir) – Insere uma imagem exis‑ tente no ponto de inserção do arquivo ativo. Cor do Preenchimento – Adiciona, modifica ou remove a cor ou o efeito de preenchimento do objeto selecionado. Os efeitos de preenchimento incluem os

Noções de Informática

Ajuda do Microsoft Word – O Assistente do Office oferece tópicos da Ajuda e dicas para ajudá-lo a realizar suas tarefas. Ler – Ativa o modo de exibição Layout de Leitura. Imprimir (menu Arquivo) – Abre a caixa com op‑ ções de impressão. Obs.: não pode aparecer em provas, pois a figura é idêntica à do botão que imprime o documento inteiro. Fechar (menu Arquivo) – Fecha o arquivo ativo sem sair do programa. Se o arquivo contiver alterações não salvas, você será solicitado a salvar o arquivo antes de fechá-lo. Envelopes e Etiquetas (menu Ferramentas) – Cria um envelope ou uma etiqueta de endereçamento simples ou insere o mesmo nome e endereço em uma planilha inteira de etiquetas de endereçamento. Localizar (menu Editar) – Procura pelo texto ou formatação especificados.

43


44

preenchimentos graduais, de textura, de padrão e de imagem. Cor da Linha – Adiciona, modifica ou remove a cor da linha do objeto selecionado. Cor da Fonte – Formata o texto selecionado com a cor em que você clicar. Estilo da Linha – Para alterar o tamanho da linha. Estilo do Tracejado – Para alterar estilo do tracejado. Estilo da Seta – Para alterar o estilo da seta. Estilo da Sombra – Para alterar o estilo da sombra. Estilo 3D – Para alterar o estilo 3D de desenhos. Selecionar vários objetos – Fornece uma lista dos objetos no seu documento e permite a seleção de vários ou todos eles. Você poderá, então, aplicar opções de formata‑ ção ou outras operações a mais de um objeto de uma vez. Menus

Noções de Informática

Menu Arquivo Novo: abre um painel à direita da janela, no qual você pode usar um assistente, um modelo ou criar um novo arquivo em branco. Abrir: abre ou localiza um arquivo. Fechar: fecha o arquivo ativo sem sair do programa. Se o arquivo contiver alterações não salvas, você será solicitado a salvar o arquivo antes de fechá-lo. Você pode fechar todos os arquivos abertos, mantendo pressionada a tecla Shift e clicando Fechar Tudo no menu Arquivo. Salvar: salva o arquivo ativo com o nome, formato de arquivo e a sua localização atual. Salvar Como: salva o arquivo ativo com um nome de arquivo, localização ou formato diferente. Você também pode usar esse comando para salvar um arquivo com uma senha ou para proteger um arquivo de modo que outros usuários não possam alterar o seu conteúdo. Salvar Como Página da Web: salva o arquivo em formato html (uma página da web), para que ele possa ser exibido em um navegador da web. Pesquisar Arquivo: localiza arquivos, páginas da web e itens do outlook com base nos critérios de pesquisa inseridos. Permissão: permite que um autor individual crie um documento, uma pasta de trabalho ou uma apresentação com permissão restrita para pessoas específicas acessarem o conteúdo. Versões: salva e gerencia várias versões de um do­ cumento em um único arquivo. Após salvar versões de um documento, você poderá voltar e revisar, abrir, imprimir e excluir versões anteriores. Visualizar Página da Web: permite visualizar, no navegador, o arquivo atual, como uma página da web, para que você possa ver sua aparência antes de publicá-la. Configurar Página: define margens, origem e ta‑ manho de papel, orientação de página e outras opções de layout para o arquivo ativo. Visualizar Impressão: mostra qual será a aparência de um arquivo quando impresso. Imprimir: imprime o arquivo ativo ou os itens se‑ lecionados. Enviar Para: tem como principais subcomandos: 1 – Destinatário do e-mail: envia o conteúdo do documento como o corpo da mensagem de e-mail. 2 – Destinatário do e-mail (para revisão): envia o documento ativo para a revisão, cria um formulário de so‑

licitação de revisão, ativa e exibe as ferramentas de revisão quando um revisor recebe o documento. Se o documento for armazenado em um local compartilhado, a mensagem de e-mail conterá um link para o arquivo a ser revisado. 3 – Destinatário do e-mail (como anexo): envia todo o documento como um anexo de uma mensagem de e-mail. 4 – Microsoft Office PowerPoint: abre o documento ativo no Microsoft Powerpoint, no qual você poderá criar uma apresentação. Propriedades: exibe a folha de propriedades para o arquivo ativo. Lista dos arquivos utilizados: lista os arquivos abertos recentemente nesse programa. Para reabrir um desses arquivos rapidamente, clique-o. Sair: fecha o programa após solicitá-lo a salvar qual‑ quer arquivo que ainda não tenha sido salvo. Menu Editar Desfazer: reverte o último comando ou exclui a última entrada digitada. Para reverter mais de uma ação por vez, clique a seta do lado direito do botão Desfazer e, em seguida, clique as ações que você deseja desfazer. Repetir/Refazer: repete o seu último comando ou ação, se possível. Quando você usar o comando Desfazer para reverter uma ação, o comando Repetir mudará para Refazer. O comando Refazer reverte a ação do comando Desfazer. Recortar: remove a seleção do documento ativo e a coloca na área de transferência. Copiar: copia a seleção para a área de transferência. Área de Transferência do Office: exibe o conteúdo da área de transferência do office. Colar: insere o conteúdo da área de transferência no ponto de inserção e substitui qualquer seleção. Esse comando só está disponível quando você recorta ou copia um objeto, texto ou conteúdo de uma célula. Colar Especial: cola, vincula ou incorpora o conteúdo da área de transferência no arquivo atual no formato que você especificar. Colar Como Hyperlink: insere o conteúdo da área de transferência como um hyperlink no ponto de inserção, substituindo qualquer seleção. Esse comando fica dispo‑ nível apenas depois que você recorta ou copia o conteúdo de uma célula ou dados de um outro programa. Limpar: exclui o objeto, o texto selecionado, sem colocá-lo na área de transferência. Esse comando só está disponível quando um objeto ou texto está selecionado. 1 – Formatos: remove somente a formatação da seleção. O conteúdo e os comentários permanecem inalte­rados. 2 – Conteúdo: exclui o texto e os gráficos seleciona‑ dos. Se nenhum texto for selecionado, o caractere antes do ponto de inserção é excluído. Selecionar Tudo: seleciona todo o texto e gráficos na janela ativa ou seleciona todo o texto no objeto sele‑ cionado. Localizar: procura pelo texto ou formatação espe‑ cificados. Substituir: pesquisa e substitui o texto e a formatação especificados. Ir Para: move o ponto de inserção para o item que você deseja ir. Você pode mover para um número da pági­ na, comentário, nota de rodapé, indicador ou outro local. Vínculos: exibe ou altera as informações para cada vínculo no arquivo atual, incluindo o nome e a posição


Menu Exibir Normal: alterna para o modo normal, que é a exibição de documento padrão para a maioria das tarefas de proces‑ samento de texto, como digitação, edição e formatação. Layout da Web: alterna o documento ativo para o modo de exibição de layout da web, que é um modo de exibição de edição que exibe o documento no modo como será exibido em um navegador da web. Layout de Impressão: alterna o documento ativo para o modo de exibição de layout de impressão, que é um modo de edição que exibe os seus documentos com a aparência que terão quando impressos. O modo de layout de impressão usa mais memória do sistema, logo a rolagem pode ser mais lenta, especialmente se o seu documento contiver muitas figuras ou formatações com­plexas. Layout de Leitura: ativa o modo de exibição Layout de Leitura. Estrutura de Tópicos: muda para o modo de exi­bição de estrutura de tópicos, no qual você pode examinar e trabalhar com a estrutura do arquivo no formulário de es‑ trutura de tópicos clássicos. Trabalhe nesse modo quando precisar organizar e desenvolver o conteúdo do arquivo. Painel de Tarefas: exibe o painel de tarefas, uma área em que você pode criar novos arquivos, procurar infor‑ mações, visualizar o conteúdo da área de transferência e realizar outras tarefas. Barras de Ferramentas: exibe ou oculta barras de ferramentas. Para exibir uma barra de ferramentas, marque a caixa de seleção ao lado do nome da barra de ferramentas. Régua: exibe ou oculta a régua horizontal, que você pode usar para posicionar objetos, alterar recuos de parágra‑ fos, margens de página e outras definições de espa­çamento. Estrutura do Documento: ativa um painel vertical na extremidade esquerda da janela do documento que dispõe em tópicos sua estrutura. Utilize a estrutura do documento para procurar rapidamente um documento extenso ou on-line e controlar a sua posição. Miniaturas: exibe um painel à esquerda da tela com miniaturas das páginas do documento. Cabeçalho e Rodapé: adiciona ou altera o texto que aparece nas partes superior e inferior de cada página ou slide. Notas: exibe as notas de rodapé e as notas de fim, para que você possa editá-las. Marcação: exibe ou oculta comentários e alterações controladas como, por exemplo, inserções, exclusões e alterações de formatação. Exibe as marcações quando você deseja processar alterações controladas e comentários. Tela inteira: oculta muitos elementos de tela para que você tenha uma maior visão do seu documento. Para alternar de volta para o modo de exibição anterior, clique ou pressione Esc. Zoom: controla o tamanho do arquivo atual exibido na tela. Menu Inserir Quebra: insere uma quebra de página, quebra de coluna ou quebra de seção no ponto de inserção.

Números de página: insere números de páginas, que são atualizados automaticamente quando você adiciona ou exclui páginas. Data e hora: adiciona a data e a hora a um slide individual, usando o formato escolhido. Se você desejar adicionar a data e a hora a cada slide, use o comando cabeçalho e rodapé (menu exibir). Autotexto: cria ou insere uma entrada de autotexto. Campo: insere um campo no ponto de inserção. Use os campos para inserir automaticamente uma variedade de informações e para manter as informações atualizadas. Símbolo: insere símbolos e caracteres especiais a partir das fontes que estão instaladas em seu computador. Comentário: insere um comentário no ponto de inserção. Referência: possui os seguintes subcomandos: 1 – Notas: insere uma nota de rodapé ou de fim. 2 – Legenda: insere legendas para tabelas, figuras, equações e outros itens. 3 – Referência Cruzada: insere uma referência cruzada em um item de um documento. 4 – Índices: cria índices remissivos, índices analíticos, índices de figura e outras tabelas parecidas. Componentes da Web: insere um conteúdo da Web do Front page. Imagem: oferece os seguintes subcomandos: 1 – Clip-art: abre a ClipGallery, na qual você pode selecionar a imagem de clip-art que deseja inserir no seu arquivo ou atualizar a sua coleção de clip-art. 2 – Do arquivo: insere uma figura existente no ponto de inserção do arquivo ativo. 3 – Do scanner ou câmera: carrega uma imagem utilizando um scanner ou câmera digital e, em seguida, insere a figura resultante no ponto de inserção. 4 – Novo Desenho: exibe as categorias de autoforma que você pode inserir. Clique uma categoria de autoforma, clique a autoforma desejada e clique ou arraste, na janela ativa, local em que você deseja inserir a autoforma. Para desenhar uma autoforma que mantenha a sua proporção altura-largura padrão, pressione a tecla Shift enquanto arrasta. 5 – Autoformas: exibe as categorias de autoforma que você pode inserir. Para desenhar uma autoforma que mantenha a sua proporção altura-largura padrão, pressione a tecla Shift enquanto arrasta. 6 – Wordart: cria efeitos de texto inserindo um objeto de desenho do Microsoft Office. 7 – Organograma: insere um objeto do Microsoft Organization Chart em sua apresentação, documento ou planilha. 8 – Gráfico: cria um gráfico inserindo um objeto do Microsoft Graph. Diagrama: cria um organograma ou um diagrama de ciclo, radial, de pirâmide, de Venn ou de destino no documento. Caixa de Texto: permite desenhar uma caixa de texto. Arquivo: insere todo ou parte do arquivo selecionado no arquivo ativo no ponto de inserção. Objeto: insere um objeto – como um desenho, um efeito de texto de wordart ou uma equação – no ponto de inserção. Indicador: cria indicadores que, você pode usar para marcar o texto, os gráficos, as tabelas ou outros itens selecionados. Hiperlink: insere um novo hyperlink ou edita o hyperlink especificado.

Noções de Informática

do arquivo de origem, o item, o tipo e se o vínculo será atualizado manual ou automaticamente. Esse comando não estará disponível se o arquivo atual não contiver vínculos com outros arquivos. Objeto: permite editar o objeto selecionado.

45


46

Menu Formatar

Fonte: altera os formatos de espaçamento de caracte­ res e a fonte do texto selecionado. Parágrafo: altera os recuos de parágrafo, o alinha‑ mento do texto, o espaçamento entre linhas, a paginação e outros formatos no parágrafo selecionado. Marcadores e Numeração: adiciona marcadores ou números aos parágrafos selecionados e modifica o formato de numeração e de marcação. Bordas e Sombreamento: adiciona bordas e som­ breamento a texto, parágrafos, páginas, células da tabela ou figuras selecionadas. Colunas: altera o número de colunas em um documen­ to ou em uma seção de um documento. Tabulação: define a posição e o alinhamento das marcas de tabulação e determina o tipo de caractere de preenchimento para cada marca de tabulação. Capitular: formata de maneira especial a primeira letra de um parágrafo e pode aparecer na margem es­querda ou caída da linha de base da primeira linha do parágrafo. Direção do Texto: gira o texto selecionado nas células da tabela para que você possa lê-lo de baixo para cima ou de cima para baixo. Maiúsculas e Minúsculas: altera o uso de maiúsculas do texto selecionado. Plano de Fundo: aplica o fundo da página de um documento. Tema: aplica um tema novo ou diferente ou remove um tema de uma página da web, documento, mensagem de correio eletrônico ou página de acesso a dados. Um tema é um conjunto de elementos de design unificados e esquemas de cores para imagens de plano de fundo, marcadores, fontes, linhas horizontais e outros elementos de documento. Quadros: têm os seguintes subcomandos: 1 – Índice analítico no Quadro: cria um índice analítico usando os títulos do documento e o coloca na moldura esquerda de uma página de molduras. Quando você clica um hiperlink na moldura esquerda, o documento do hiperlink visitado é exibido na moldura direita. 2 – Nova página de Quadro: cria uma nova página de molduras. Autoformatação: analisa o conteúdo do arquivo ativo e formata-o automaticamente. Estilos e Formatação: exibe o painel de tarefas, Esti‑ los e For­matação, no qual você pode rea­plicar formatação com facilidade, criar estilos e selecionar todo o texto com a mesma formatação. Revelar Formatação: exibe o painel de tarefas Re‑ velar Formatação, no qual você pode obter informações sobre formatação, alterar e comparar a formatação de seleções de textos.

Noções de Informática

Menu Ferramentas Ortografia e Gramática: verifica se o documento ativo possui erros de ortografia, gramática e estilo de redação e exibe sugestões para corrigi-los. Para definir opções de verificação ortográfica e gramatical, clique Opções, no menu Ferramentas. Em seguida, clique a guia Ortografia e Gramática. Pesquisar: localiza arquivos, páginas da Web e itens do Outlook com base nos critérios de pesquisa inseridos. Idioma: tem os seguintes subcomandos:

1 – Definir idioma: atribui o idioma do texto sele‑ cionado em um arquivo que contém mais de um idioma. O verificador ortográfico usará automaticamente o dicio‑ nário do idioma atribuído. 2 – Traduzir: consulta texto no dicionário de um idioma diferente e realiza traduções básicas de expressões curtas. Para utilizar esse recurso, o suporte ao idioma para o qual você está traduzindo deve ser ativado por meio das configurações de idioma do Microsoft Office. 3 – Dicionário de Sinônimos: substitui uma palavra do documento por um sinônimo. 4 – Hifenização: diminui a irregularidade da extre‑ midade direita do texto, inserindo hifens em palavras. Contar Palavras: conta o número de páginas, pala‑ vras, caracteres, parágrafos e linhas no documento ativo. As marcas de pontuação e os símbolos especiais também são incluídos na contagem de palavras. Autorresumo: resume automaticamente os pontos principais do documento ativo. Você pode utilizar o co‑ mando autorresumo para criar um resumo executivo ou um sumário. Espaço de Trabalho Compartilhado: permite trabalhar on-line com um ou mais usuários no mesmo do­cumento. Controlar Alterações: marca as alterações no do­ cumento atual e controla cada uma delas pelo nome do revisor. Comparar e Mesclar Documentos: compara o documento atual com qualquer documento que você sele­cionar, oferece a opção de mesclar os dois ou exibir as diferenças (incluindo as alterações controladas ou comentários preexistentes) com marcações. Permite escolher se os resultados da mesclagem serão exibidos no documento de destino, no documento atual ou em um terceiro documento novo. Proteger Documento, Desproteger Documento: evita alterações em todo ou em parte de um documento ou formulário on-line, exceto quando especificado. Você também pode atribuir uma senha para que outros usuá‑ rios possam anotar um documento, marcar revisões ou preencher partes de um formulário on-line. Quando um do­cumen­to estiver protegido, esse comando mudará para desproteger documento. Colaboração on-line: tem os seguintes subco­mandos: 1 – Reunir agora: inicia uma reunião on-line impro‑ visada, enviando um convite aos participantes. Os partici­ pantes que você convida para a reunião devem estar exe‑ cutando o Microsoft Netmeeting em seus computadores. 2 – Agendar reunião: agenda uma reunião on-line usando nomes do catálogo de endereços de um programa de correio eletrônico e verifica a disponibilidade dos participantes da reunião. 3 – Discussões na web: exibe a Barra de Ferramentas Discussões, na qual você pode inserir uma nova dis­cussão sobre o arquivo ou realizar outras tarefas de discussão. Cartas e Correspondências: possui os seguintes subcomandos: 1 – Assistente de Mala Direta: inicia o assistente de mala direta, que ajuda na criação de cartas-modelo, eti‑ quetas de correspondência, envelopes, catálogos e outros tipos de documentos mesclados. 2 – Mostrar Barra de Ferramentas Mala Direta: exibe a Barra de Ferramentas Mala Direta, na qual você pode criar e personalizar cartas-modelo, etiquetas de correspondência, envelopes, catálogos e outros tipos de documentos mesclados.


Menu Tabela Desenhar Tabela: insere uma tabela no local em que o documento for arrastado. Depois de inserir a tabela, ar‑ raste dentro dela para adicionar células, colunas e linhas. Você pode criar células de alturas diferentes ou um número variado de colunas por linha. Você pode até mesmo criar uma tabela alinhada. Para obter mais informações, digite as palavras-chave criando tabelas no assistente do office. Inserir: tem os seguintes subcomandos: 1 – Tabela: insere uma tabela no documento com o número de colunas e linhas especificado. 2 – Colunas à Esquerda: insere uma coluna na tabela à esquerda do ponto de inserção. Se mais de uma coluna for selecionada, o mesmo número de colunas será inserido à esquerda da seleção. 3 – Colunas à Direita: insere uma coluna na tabela à direita do ponto de inserção. Se mais de uma coluna for selecionada, o mesmo número de colunas será inserido na tabela à direita da seleção. 4 – Linhas Acima: insere uma linha na tabela acima do ponto de inserção. Se mais de uma linha for selecio‑ nada, o mesmo número de linhas será inserido na tabela acima da seleção. 5 – Linhas Abaixo: insere uma linha na tabela abaixo do ponto de inserção. Se mais de uma linha for selecionada, o mesmo número de linhas será inserido na tabela abaixo da seleção. 6 – Células: insere células começando pelo ponto de inserção. Você pode alterar outras células da tabela para a direita ou para baixo. Também pode inserir uma linha ou coluna inteira.

Excluir: permite excluir Tabela, Colunas, Linhas e Células. Selecionar: permite selecionar Tabela, Coluna, Linha e Célula. Mesclar Células: combina o conteúdo das células adjacentes selecionadas em uma única célula. Dividir Células: divide as células selecionadas no número de linhas e colunas inseridas. Dividir Tabela: divide uma tabela em duas e insere uma marca de parágrafo acima da linha que contém o ponto de inserção. Autoformatação da Tabela: aplica automaticamente formatos a uma tabela, inclusive bordas e sombrea­mentos predefinidos; redimensiona automaticamente uma tabela para se ajustar ao conteúdo das células da tabela. Autoajuste: tem os seguintes subcomandos: 1 – Ajustar-se Automaticamente ao Conteúdo: ajusta automaticamente a largura de colunas na tabela, com base na quantidade de texto que você digitar. 2 – Ajustar-se Automaticamente à Janela: redimen‑ siona automaticamente a tabela para que ela se ajuste na janela de um navegador da web. 3 – Largura Fixa da Coluna: fixa a largura de cada coluna da tabela, usando as larguras atuais das colunas. 4 – Distribuir Linhas Uniformemente: altera as linhas ou células selecionadas para igualar a altura das linhas. 5 – Distribuir Colunas Uniformemente: altera as colunas ou células selecionadas para igualar a largura das colunas. 6 – Repetir Linhas de Título: designa as linhas selecionadas como um título de tabela que se repetirá em páginas subsequentes, se a tabela ultrapassar mais de uma página. Esse comando só estará disponível se as linhas selecionadas incluírem a linha superior de uma tabela. Converter: tem os seguintes subcomandos: 1 – Texto em Tabela: converte o texto selecionado em uma tabela. 2 – Tabela em Texto: converte uma tabela selecionada ou linhas selecionadas de uma tabela em texto, separando o conteúdo das células em cada linha com o caractere separador que você especificar. Classificar: organiza as informações em listas ou linhas selecionadas em ordem alfabética, numérica ou por data. Fórmula: efetua cálculos matemáticos em números. Ocultar/Exibir Linhas de Grade: exibe ou oculta linhas de grade pontilhadas para ajudá-lo a ver em quais células você está trabalhando. As linhas de grade da tabela não são impressas. Propriedades da Tabela: define várias opções para a tabela, como o tamanho, o alinhamento e a disposição do texto da tabela; a altura, quebra de página e opções de cabeçalho da linha; a largura da coluna e o tamanho, alinhamento da célula e outras opções. Menu Janela Nova Janela: abre uma nova janela com o mesmo conteúdo da janela ativa. Organizar Tudo: exibe todos os arquivos abertos em janelas separadas na tela.

Noções de Informática

3 – Envelopes e Etiquetas: cria um envelope ou uma etiqueta de endereçamento simples ou insere o mesmo nome e endereço em uma planilha inteira de etiquetas de endereçamento. 4 – Assistente de Carta: executa o assistente de carta, que ajuda a criar cartas com rapidez. Macro: oferece os seguintes subcomandos: 1 – Macros: abre a caixa de diálogo macro, na qual você pode executar, editar ou excluir uma macro. 2 – Gravar Nova Macro/Parar Gravação: grava uma nova macro ou interrompe uma gravação já iniciada. 3 – Segurança: define um nível de segurança alto, médio ou baixo para arquivos que possam conter vírus de macro, e permite especificar nomes de desenvolvedores de macro confiáveis. Modelos e Suplementos: anexa um modelo diferente ao documento ativo, carrega programas suplementares ou atualiza os estilos de um documento. Além disso, carrega modelos adicionais, como modelos globais, para que você possa usar as suas definições de comando personalizadas, macros e entradas de autotexto. Opções de Autocorreção: define as opções usadas para corrigir o texto automaticamente, à medida que é digitado, ou para armazenar e reutilizar o texto e outros itens usados com frequência. Personalizar: personaliza as atribuições dos botões da barra de ferramentas, comandos de menu e teclas de atalho. Opções: modifica as definições de programas do Microsoft Office, como a aparência da tela, a impressão, a edição, a ortografia e outras opções.

47


48

Comparar Lado a Lado: permite exibir duas janelas lado a lado. Dividir: divide a janela ativa em painéis. Lista de janelas: lista os arquivos abertos nesse aplicativo. Menu Ajuda Ajuda do Microsoft Office Word: fornece tópicos da ajuda e dicas para auxiliá-lo a concluir as tarefas. Mostrar/Ocultar o Assistente do Office: exibe ou remove o assistente do office. Microsoft Office On-line: conecta ao site do office na web, no qual você pode obter informações atualizadas, e ajuda sobre programas do office. Fale Conosco: abre uma caixa com endereços de suporte para o Microsoft Office. Verificar se há Atualizações: verifica se há atualiza‑ ções disponíveis para o Microsoft Office. Detectar e Reparar: localiza e corrige automatica‑ mente erros no programa. Ativar Produto: inicia o assistente para ativação, usado para ativar ou atualizar informações sobre sua cópia do Microsoft Office. Opções de Comentários do Cliente: permite acessar um local com perguntas sobre a satisfação do cliente em relação aos produtos Microsoft. Sobre o Microsoft Word: exibe informações sobre o programa word, tais como: número da versão do programa, o número de série do software etc. ALGUMAS FORMAS DE SELEÇÃO Mouse • Clicar, segurar e arrastar.

Teclado Shift + Teclas de Movimentação (End, Home, Setas, ...). TECLAS DE ATALHO MAIS USUAIS Obs.: Verifique outras nos Menus. Para Formatação de Fonte Teclas

Comando

CTRL + SHIFT + >

Aumenta o tamanho da fonte entre os tamanhos predefi‑ nidos.

CTRL + SHIFT + <

Diminui o tamanho da fonte entre os tamanhos predefi‑ nidos.

CTRL + ]

Aumenta o tamanho da fonte ponto a ponto.

CTRL + [

Diminui o tamanho da fonte ponto a ponto.

CTRL + S

Sublinhado.

CTRL + N

Negrito.

CTRL + I

Itálico.

CTRL + SHIFT + D

Sublinhado Duplo.

CTRL + SHIFT + A

Todas em Maiúsculas.

CTRL + SHIFT + K

Versalete.

CTRL + SHIFT + H

Texto Oculto.

CTRL + =

Sobrescrito.

CTRL + SHIFT + “+” Subscrito. Para Formatação de Parágrafo

Noções de Informática

Teclado + Mouse 1. Ctrl + clique à esquerda da linha  Seleciona todo o documento. 2. Ctrl + clique a área de texto  Seleciona um período. 3. Shift + clique  Seleciona um intervalo. 4. Alt + clicar, segurar e arrastar  permite fazer seleção vertical. 5. Selecionar + Ctrl + Selecionar  permite fazer seleção aleatória.

Teclas

Comando

CTRL + Q

Alinhamento Esquerdo.

CTRL + E

Alinhamento Centralizado.

CTRL + G

Alinhamento Direito.

CTRL + J

Alinhamento Justificado.

CTRL + 1

Espaçamento simples entre Linhas.

CTRL + 5

Espaçamento 1,5 entre Linhas.

CTRL + 2

Espaçamento duplo entre Linhas.


49 Word 2007

O que há de novo? Criar documentos com aparência profissional: o Office Word 2007 fornece ferramentas de edição e re‑ visão para criar documentos polidos com mais facilidade do que antes. Gaste mais tempo escrevendo e menos tempo formatando: uma interface nova, voltada aos resultados, lhe apresenta ferramentas quando você precisa delas, de uma forma limpa e organizada: • Economize tempo e obtenha mais resultados dos ótimos recursos do Word, selecionando a partir de galerias de estilos predefinidos, formatos de tabelas, formatos de listas, efeitos gráficos e muito mais. • O Word elimina a adivinhação ao aplicar uma for‑ matação ao seu documento. As galerias de escolhas de formatação lhes fornecem uma visuali­zação da formatação no seu documento antes de você se comprometer a fazer uma alteração. Adicione elementos pré‑formatados com apenas alguns cliques: o Office Word 2007 apresenta blocos de construção para adicionar conteúdo pré‑formatado aos seus documentos:

• Quando estiver trabalhando em um documento baseado em um tipo de modelo específico, como um relatório, você poderá fazer seleções em uma galeria de folhas de rosto, citações e cabeçalhos e rodapés pré‑formatados para tornar a aparência do seu documento mais refinada. • Se quiser personalizar o conteúdo pré‑formatado, ou se a sua organização normalmente usar o mesmo conteúdo, como um texto de aviso de isenção ou informações de contato do cliente, você poderá criar seus próprios blocos de construção selecio­ nados a partir da galeria com um simples clique. Comunique‑se com mais eficiência com gráficos de alto impacto: novos recursos de gráfico e diagramação incluem formas tridimensionais, transparência, sombras subjacentes e outros efeitos. Aplique instantaneamente uma nova aparência aos seus documentos: quando sua empresa atualizar sua aparência, você poderá seguir a mudança instan‑ taneamente em seus documentos. Usando os Estilos rápidos e os Temas de documento, é possível alterar rapidamente a aparência de textos, tabelas e gráficos por todo o seu documento para corresponder ao seu estilo ou cor pre­ferido.

Noções de Informática

Tela do Word 2007


Noções de Informática

50

Evitar facilmente erros de ortografia: os seguin‑ tes erros são alguns dos novos recursos do verificador ortográfico: • O verificador ortográfico está mais consistente nos programas do Microsoft Office System 2007. Exemplos dessa alteração incluem: – Várias opções do verificador ortográfico agora são globais. Se você alterar uma dessas opções em um programa do Office, essa opção será alterada para todos os outros programas do Office. Para obter mais informações, consulte Alterar o Modo de Funcionamento da Verifi‑ cação Ortográfica e Gramatical. <ms‑help:// MS.WINWORD. 12.1046/WINWORD/content/ HP10119467.htm>. – Além de compartilhar os mesmos dicionários personalizados, todos os programas podem gerenciá‑los usando a mesma caixa de diálogo. Para obter mais informações, consulte Usar Dicionários Personalizados para adicionar palavras ao verificador ortográfico <ms‑help:// MS.WINWORD.12.1046/WINWORD/content/ HA10147298.htm>. • O verificador ortográfico do Microsoft Office System 2007 inclui o dicionário francês depois da reforma. No Microsoft Office 2003, isso era um su‑ plemento que precisava ser instalado separadamen‑ te. Para obter mais informações, consulte Alterar a Forma de Funcionamento de Verificação Ortográfica e Gramatical <ms‑help://MS.WINWORD.12.1046/ WIN­WORD/content/HP10119467.htm>. • Um dicionário de exclusão é automaticamente cria­do para um idioma na primeira vez em que ele é usado. Os dicionários de exclusão permitem que você force o verificador ortográfico a sinalizar pa‑ lavras que deseja evitar usar. Eles são práticos para evitar palavras obscenas ou que não corres­pondem ao guia de estilo. Para obter mais informações, con‑ sulte Usar Dicionários de Exclusão para especificar a ortografia preferida de uma palavra <ms‑help:// MS.WINWORD.12.1046/WIN­WORD/content/ HA10147303.htm>. • O verificador ortográfico pode localizar e marcar erros de ortografia contextuais. Você já digitou um erro semelhante ao seguinte? “I will see you their” (exemplo do inglês). No Office Word 2007, você pode ativar a opção Usar Ortografia Contextual para obter ajuda sobre como localizar e corrigir este tipo de problema. Esta opção está disponível quando a verificação dos documentos estiver presente em documentos em inglês, alemão ou espanhol. Para obter mais informações, consulte Escolher o modo de funcionamento da verificação ortográfica e gramatical. • Você pode desativar a verificação ortográfica e gramatical para um documento ou para todos os documentos criados. Compartilhar documentos confidencialmente: ao enviar um rascunho de um documento aos seus colegas para que eles dêem suas opiniões, o Office Word 2007 o

ajuda a coletar e gerenciar com eficiência suas revisões e comentários. Quando estiver pronto para publicar o documento, o Office Word 2007 o ajuda a verificar se existem revisões e comentários não resolvidos sobrando no documento publicado. Compare rapidamente duas versões de um do­ cumento: o Office Word 2007 facilita a descoberta de alterações feitas em um documento. Ao comparar e combinar documentos, é possível ver as duas versões do do­cumento, com o texto excluído, inserido ou mo‑ vido, marcado claramente em uma terceira versão do documento. Localizar e remover metadados e as informações pessoais nos documentos: antes de compartilhar seu do­cumento com outras pessoas, você pode usar o Inspe‑ tor de Documentos para verificar o documento quanto a metadados ocultos, informações pessoais ou conteúdo armazenado no documento. O Inspetor de Documentos pode localizar e remover informações como comentá‑ rios, versões, alterações controladas, anotações de link, propriedades do documento, informações do servidor de gerenciamento do documento, texto oculto, dados XML personalizados e informações nos cabeçalhos e rodapés. O Inspetor de Documentos pode auxiliá‑lo a garantir que os documentos compartilhados com outras pessoas não têm informações pessoais ocultas ou conteúdo oculto que sua empresa não queira compartilhar. Além disso, sua empresa pode personalizar o Inspetor de Documentos para adicionar verificações a tipos adicionais de conteúdo oculto. Adicionar uma assinatura digital ou linha de assinatura aos documentos: você pode ajudar a for‑ necer garantia de autenticidade, integridade e origem do do­cumento acrescentando uma assinatura digital ao documento. No Office Word 2007 você pode adicionar uma assinatura digital invisível a um documento ou inserir uma Linha de Assinatura do Microsoft Office para capturar uma representação visível de uma assinatura junto com uma assinatura digital. O recurso de captura de assinaturas digitais usando linhas de assinatura digital nos documentos do Office possibilita que as empresas usem menos papel nos pro‑ cessos de assinatura para documentos como contratos ou outros acordos. Ao contrário das assinaturas em papel, as assinaturas digitais fornecem um registro de exatamente o que foi assinado e permitem que a assinatura seja verifi­ cada no futuro. Converta seus documentos do Word em PDF ou em XPS: o Office Word 2007 oferece suporte à exportação do arquivo nos seguintes formatos: • Portable Document Format (PDF): é um formato de arquivo eletrônico de layout fixo que preserva a formatação do documento e habilita o compar‑ tilhamento de arquivo. O formato PDF garante que quando o arquivo for visualizado on‑line ou impresso, ele retém exatamente o formato preten‑ dido e que os dados no arquivo não possam ser facilmente alterados. O formato PDF também é usado para documentos que serão reproduzidos usando métodos de impressão comercial.


documentos inteligentes dinâmicos que se atualizam automaticamente usando novos controles de documento e vínculo de dados para se conectar com os seus sis‑ temas back‑end. Gerenciar propriedades do documento no painel de informações do documento: o Painel de Informa‑ ções do Documento facilita a visualização e edição das propriedades do documento enquanto trabalha no seu documento do Word. O Painel de Informações do Do‑ cumento é exibido na parte superior do seu documento do Word. Você pode usar o Painel de Informações do Documento para visualizar e editar as propriedades do documento do Microsoft Office padrão e propriedades salvas a um servidor de gerenciamento de documentos. Se você usar o Painel de Informações do Documento para editar as propriedades do documento para um documento de servidor, as propriedades atualizadas serão salvas di‑ retamente no servidor. Por exemplo, você pode ter um servidor que mantém o controle do status do editorial de um documento. Ao dar os toques finais em um documento, é possível abrir o Pai‑ nel de informações do documento para alterar o status do editorial do documento de Rascunho para Final. Ao salvar o documento de volta no servidor, a alteração no status do editorial é atualizada no servidor. Se você armazenar modelos de documentos em uma biblioteca em um servidor do Microsoft Windows SharePoint Services 3.0, a biblioteca poderá incluir pro‑ priedades personalizadas que armazenam informações sobre os modelos. Por exemplo, sua organização pode exigir a categorização dos documentos na biblioteca preenchendo em uma propriedade Categoria. Ao usar o Painel de informações do documento, é possível editar propriedades como essa diretamente no ambiente do Word. Recuperar documentos se houver problemas no computador: o Microsoft Office System 2007 fornece ferramentas aprimoradas para recuperação do seu trabalho caso dê um problema no Office Word 2007. Diagnóstico do Office: o Diagnóstico do Microsoft Office é uma série de testes diagnósticos que podem auxiliar você a detectar porque o seu computador está travando. Os testes diagnósticos podem resolver pro‑ blemas diretamente e identificar formas para resolver outros problemas. O Diagnóstico do Microsoft Office substitui os seguintes recursos do Microsoft Office 2003: detectar e reparar e Recuperação de Aplicativos do Microsoft Office. Recuperação do programa: o Office Word 2007 possui recursos aprimorados para ajudar a evitar a perda de trabalho quando o programa fechar anormalmente. Sempre que possível, o Word tenta recuperar alguns aspectos da condição do programa após ele \ser reini‑ ciado. Por exemplo, você está trabalhando em vários ar‑ quivos ao mesmo tempo. Cada arquivo é aberto em uma janela diferente com dados específicos visíveis em cada janela. O Word é encerrado. Quando você reinicia o Word, ele abre os arquivos e recupera as janelas da forma que estavam antes de ele ter sido encerrado.

Noções de Informática

• XML Paper Specification (XPS): é um formato de arquivo eletrônico que preserva a for­matação de documento e habilita o comparti­lha­mento de arquivos. O formato XPS garante que, quando o arquivo for visualizado on‑line ou impresso, ele reterá exatamente o formato pretendido, e que os dados no arquivo não possam ser facilmente copiados ou alterados. Para obter mais informações, consulte um dos se‑ guintes artigos: • Salvar um arquivo no formato PDF <ms‑help:// MS.WINWORD.12.1046/WINWORD/content/ HA10064992.htm>. • Salvar um arquivo no formato XPS <ms‑help:// MS.WINWORD.12.1046/WINWORD/content/ HA10064993.htm>. Detecte instantaneamente documentos que contêm macros incorporadas: o Office Word 2007 usa um for‑ mato de arquivo separado (.docm) para documentos com macro ativadas, de modo que é possível afirmar instan‑ taneamente se um arquivo é capaz de executar quaisquer macros incorporadas. Evitar que sejam feitas alterações à versão final de um documento: antes de compartilhar uma versão final de um documento com outras pessoas, você pode usar o comando Marcar como Final para que o documen­to seja somente leitura e comunicar a outras pessoas que você está compartilhando uma versão final do documento. Quando um documento for marcado como final, a digitação, co‑ mandos de edição e marcas de revisão serão desativados e pessoas que visualizarem o documento não podem alterar por conta o documento. O comando Marcar como Final não é um recurso de segurança. Qualquer um pode editar um documento marcado como final desativando Marcar como Final. Ir além dos documentos: agora, mais do que nunca, quando os computadores e arquivos estão interconecta­ dos, compensa armazenar os documentos em arquivos menores, mais robustos e que suportem uma ampla varie­dade de plataformas. Para atender essa necessida‑ de, o Microsoft Office System atingiu um novo estágio em sua evolução de suporte XML. O novo formato de arquivo com base em XML permite que os arquivos do Office Word 2007 sejam menores, mais robustos e in‑ tensamente integrados com os sistemas de informações e fontes‑dados externas. Reduza os tamanhos dos arquivos e melhore a recuperação de corrupção: o novo formato XML do Word é um formato de arquivo compactado e segmen‑ tado que oferece uma redução dramática no tamanho do arquivo e ajuda a garantir que os arquivos danificados ou corrompidos possam ser recuperados com mais faci­ lidade. Conecte seus documentos com as informações comerciais: nos seus negócios você cria documentos para comunicar dados comerciais importantes. É pos‑ sível economizar tempo e reduzir o risco de erros automatizando o processo dessa comunicação. Crie

51


52

GUIAS DA FAIXA DE OPÇÕES Guia Início

Grupo Área de Transferência

Botões do Grupo Área de Transferência

Botão Sobrescrito: transforma as letras selecio‑ nadas em letras pequenas acima da linha do texto. • Para criar uma nota de rodapé, clique Inserir Nota de Rodapé na guia de Referências. Botão Limpar Formatação: limpa toda a for‑ matação da seleção, deixando o texto sem formatação. Botão Cor de Realce do Texto: faz o texto pa‑ recer como se tivesse sido marcado com caneta marca-texto.

transferência.

Botão Colar: cola o conteúdo na área de

Botão Recortar: recorta a seleção do documento e coloca na área de transferência. Botão Copiar: copia a seleção e coloca na área de transferência. Botão Formatar Pincel: copia a formatação de um local e aplica a outro. • Clique duas vezes neste botão para aplicar a mesma formatação a vários locais do documento.

Botão Cor da Fonte: altera a cor do texto. Botão Maiúsculas e Minúsculas: altera todo o texto selecionado para maiúsculas, minúsculas ou outros usos comuns de maiúsculas e minúsculas. da fonte.

Botão Aumentar Fonte: aumenta o tamanho Botão Reduzir Fonte: diminui o tamanho da fonte.

Grupo Parágrafo

Grupo Fonte Botões do Grupo Parágrafo

Botões do Grupo Fonte

de fonte.

Botão Fonte: altera o tipo

Botão Tamanho da Fonte: altera o tamanho da fonte.

Noções de Informática

nado.

Botão Negrito: aplica negrito ao texto selecio‑ Botão Itálico: aplica itálico ao texto selecionado.

nado.

Botão Sublinhado: sublinha o texto selecio‑

Botão Tachado: desenha uma linha no meio do texto selecionado. Botão Subscrito: transforma as letras seleciona‑ das em letras pequenas abaixo da linha de base do texto.

Botão Marcadores: inicia uma lista com marcadores. • Clique a seta para escolher diferentes estilos de marcador. Botão Numeração: inicia uma lista numerada. • Clique a seta para escolher diferentes formatos de numeração. Botão Lista de vários números: inicia uma lista de vários números. • Clique a seta para escolher diferentes estilos de lista de vários níveis. Botão Diminuir Recuo: diminui o nível do recuo esquerdo do parágrafo. Botão Aumentar Recuo: aumenta o nível do recuo esquerdo do parágrafo. Botão Alinhar Texto à Esquerda: alinha o texto à esquerda. Botão Centralizar: centraliza o texto.


53 à direita.

Botão Alinhar Texto à Direita: alinha o texto Botão Sem Espaçamento

Botão Justificar: alinha o texto às margens esquerda e direita, adicionando espaço extra entre as palavras, conforme necessário. • Este recurso promove uma aparência organizada nas laterais esquerda e direita da página. Botão Espaçamento entre Linhas: altera o espaçamento entre as linhas de texto. • Você também pode personalizar a quantidade de espaço adicionado antes e depois dos parágrafos. Botão Sombreamento: colore o plano de fundo atrás do texto ou parágrafo selecionado. Botão Borda Inferior: personaliza as bordas do texto ou das células selecionadas.

Botão Título 1

Botão Alterar Estilos: altera estilos, cores e fontes utilizados no documento.

Botão Estilos Rápidos: formata títulos, citações e outros textos usando esta galeria de estilos. Grupo Edição

Botão Classificar: coloca o texto selecionado em ordem alfabética ou classifica dados numéricos. Botão Mostrar Tudo: mostra marcas de pará‑ grafo e outros símbolos de formatação ocultos. Grupo Estilo no documento. no documento. Botões do Grupo Estilo

Botão Normal

Botão Localizar: localiza um texto Botão Substituir: substitui um texto

Botão Selecionar: seleciona texto ou objetos no documento. • Use selecionar objeto para permitir a seleção dos objetos posicionados atrás do texto.

Guia Inserir

• Você preencherá o título, o autor, a data e outras informações.

Botão Página em Branco: insere uma nova folha em branco na posição do cursor.

Botão Folha de Rosto: insere uma folha de rosto completamente formatada.

Botão Quebra da Página: inicia a pró‑ xima página na posição atual.

Noções de Informática

Grupo Páginas


54

Grupo Tabela

Botão Gráfico: insere um gráfico para ilustrar e comparar dados. • Barra, pizza, linha, área e superfície são alguns dos tipos disponíveis. Grupo Links

Tabelas: insere tabelas.

Botão Inserir

Botão Desenhar Tabelas: desenha as bordas de uma tabela. Botão Converter Texto em Tabela: separa o conteúdo de uma célula do Excel em colunas separadas. • Por exemplo, você pode separar uma coluna de nomes completos em colunas separadas de nome e so‑ brenome. Botão Inserir Planilha do Excel: insere planilha do Excel. Rápidas: insere tabelas rápidas.

Botão Tabelas

Grupo Ilustrações

Botões do Grupo Ilustrações

um arquivo.

Botão Indicador: cria um indicador para atribuir um nome a um ponto específico em um documento. • Você pode criar hiperlinks que saltam diretamente para um local indicado.

Botão Referência Cruzada: refere-se a itens como títulos, ilustrações e tabelas, inserindo uma referência cruzada como “consulte a tabela 6 abaixo” ou “vá para a página 8”. • As referências usadas serão atualizadas automati‑ camente se o conteúdo for movido para outro local. Por padrão, elas são inseridas como hiperlinks. Grupo Cabeçalho e Rodapé

Botão Imagem: insere uma imagem de

Botão Clip-art: insere Clip-art no documen‑ to incluindo desenhos, filmes, sons ou fotos de catálogo para ilustrar um conceito específico.

Noções de Informática

Botão Hiperlink: cria um link para uma página da web, uma imagem, um endereço de e-mail ou um programa.

Botão Formas: insere formas prontas como retângulos e círculos, setas, linhas, símbolos de fluxogramas e textos explicativos. Botão SmartArt: insere um elemento gráfico SmartArt para comunicar informações visualmente. • Os elementos gráficos SmartArt variam desde listas gráficas e diagramas de processos até gráficos mais com‑ plexos, como diagrama de Venn e organogramas.

Botões do Grupo Cabeçalho e Rodapé Botão Cabeçalho: edita o cabe‑ çalho do documento. • O conteúdo do cabeçalho será exibido no alto de cada página impressa. Botão Rodapé: edita o rodapé do documento. • O conteúdo do rodapé será exibido na parte inferior de cada página. Botão Número de Página: insere números de página no documento.


Grupo Texto

55

• A inserção de uma assinatura digital requer uma identificação digital, como a de um parceiro certificado da Microsoft. Botão Data e Hora: insere a data ou horas atuais no documento atual.

Botões do Grupo Texto

porado.

Botão inserir objeto: insere um objeto incor‑

Grupo Símbolos Botão Caixa de Texto: insere caixas de texto pré-formatadas. Botão Partes Rápidas: insere texto de conteúdo reutilizável, incluindo campos, pro‑ priedades de documento como título e autor ou quaisquer fragmentos de texto pré-formatado criado por você. Botão WordArt: insere um texto decorativo no documento. Botão Letra Capitular: cria uma letra maiúscula grande no início de um parágrafo. Botão Linha de Assinatura: insere uma linha de assinatura que especifique a pessoa que deve assinar.

Botões do Grupo Símbolos Botão Equação: insere equações matemáticas ou desenvolve suas próprias equações usando uma biblioteca de Símbolos Matemáticos. Botão Símbolo: insere símbolos que não constam no teclado como símbolos de copyright, de marca registrada, marcas de parágrafo e caracteres Unicode.

Guia Layout da Página

Botões do Grupo Temas

Botão Temas: altera o design geral do do­ cumento inteiro, incluindo cores, fontes e efeitos. atual.

Botão Cores do Tema: altera as cores do tema

Botão Fontes do tema: altera as fontes do tema atual. Botão Efeitos do Tema: altera os estilos do tema atual.

Grupo Configurar Página

Botões do Grupo Configurar Página

Botão Margens: seleciona os tamanhos de margem do documento inteiro ou da seção atual. Botão Orientação da Página: alterna as páginas entre os layouts retrato e paisagem. Botão Tamanho: escolhe um tama‑ nho de papel para a seção atual. • Para aplicar um tamanho de papel específico a todas as seções do documento, clique em mais tamanhos de papel.

Noções de Informática

Grupo Temas


56 Botão Colunas: divide o texto em duas ou mais colunas. Botão Inserir Páginas e Quebra de Seção: adiciona página, seção ou quebras de coluna ao docu‑ mento. Botão Números de Linha: adiciona números de linha à margem lateral de cada linha do documento. Botão Hifenização: ativa a hifenização que permite ao Word quebrar linhas entre as sílabas das palavras. • Os livros e as revistas hifenizam o texto para proporcionar um espaçamento mais uniforme entre as palavras.

2. Subgrupo Espaçamento Botão Espaçamento Antes: altera o espaçamento entre parágrafos adicionando um espaço acima dos parágrafos selecionados. Botão Espaçamento Depois: altera o espaçamento entre parágrafos adicionando um espaço abaixo dos parágrafos selecionados. Grupo Organizar

Grupo Plano de Fundo da Página Botão Posição: posiciona o objeto selecio‑ nado na página. • O texto será automaticamente configurado para circundar o objeto.

Botões do Grupo Plano de Fundo da Página Botão Marca D’água: insere texto fantasma através do conteúdo da página. • Este recurso é geralmente utilizado para indicar que um documento deve ser tratado de forma especial, como confidencial ou urgente, por exemplo. Botão Cor da Página: esco‑ lhe uma cor para o plano de fundo da página. Botão Bordas da Página: adiciona ou altera a borda em torno da página.

Botão Enviar para Trás: faz com que o objeto selecionado recue um nível, ou envia para trás de todos os objetos.

Grupo Parágrafo

Botão Quebra Automática de Texto: altera a forma como o texto será disposto ao redor do texto selecionado. • Para configurar o objeto de modo que ele se mova com o texto ao redor dele, selecione Alinhando com o texto.

Botões do Grupo Parágrafo

Botão Alinhar: alinha as bordas de vários objetos selecionados. • Você também pode centralizá-los ou distribuí-los uniformemente na página.

1. Subgrupo Recuar Noções de Informática

Botão Trazer para Frente: faz com que o objeto selecionado avance um nível, ou traz para frente de todos os objetos.

Botão Recuar à Esquerda: move o lado esquerdo do parágrafo em um determinado valor. • Para alterar as margens do documento inteiro, clique o botão Margens.

Botão Agrupar: agrupa objetos de modo que sejam tratados como um único objeto.

Botão Recuar à Direita: move o lado direito do parágrafo em um determinado valor. • Para alterar as margens do documento inteiro, clique o botão Margens.

cionado.

Botão Girar: gira ou inverte o objeto sele‑


57 Guia Referências

Grupo Sumário

Botão Mostrar Notas: rola o documento para mostrar o local em que as notas de rodapé ou notas de fim estão localizadas. Grupo Citações e Bibliografia

Botões do Grupo Sumário

Botão Sumário: adiciona um sumário ao documento. • Depois que você adicionar um sumário, clique o botão Adicionar texto para adicionar entradas à tabela. Botão Adicionar Texto: adi‑ ciona o parágrafo atual como entrada do sumário. Botão Atualizar Sumário: atualiza o sumário de modo que todas as entradas indi‑ quem o número de página correto. Grupo Notas de Rodapé

Botões do Grupo Citações e Bibliografia

Botão Inserir Citação: cria um livro, artigo de jornal ou outro periódico como fonte das informações do documento. • Escolha uma opção da lista de fontes que você criou ou especifique informações sobre uma nova fonte. Botão Gerenciar Fontes Bibliográficas: exibe a lista de todas as fontes citadas no documento. Botão Estilo: escolhe o estilo da citação a ser utilizado no documento. • As opções mais conhecidas são Estilo APA, Estilo Chicago e Estilo MLA.

Botões do Grupo Notas de Rodapé

Botão Bibliografia: adiciona uma bibliografia, que lista todas as fontes citadas no documento. Grupo Legendas

Botão Inserir Nota de Fim: adiciona uma nota de fim ao documento. • As notas de fim serão inseridas no final do do­ cumento. Botão Próxima Nota de Rodapé: navega até a próxima nota de rodapé do documento. • Clique a seta para navegar até a nota de rodapé ante‑ rior ou navegue até a nota de fim anterior ou seguinte.

Botões do Grupo Legendas

Botão Inserir Legenda: adiciona uma legenda a outra imagem.

Noções de Informática

Botão Inserir Nota de Rodapé: adicio‑ na uma nota de rodapé ao documento. • As notas de rodapé serão enumeradas automaticamen‑ te conforme você movimentar o texto no documento.


58

• Uma legenda é uma linha de texto exibida abaixo de um objeto para descrevê-lo. Botão Inserir Índice de Ilustrações: insere um índice de ilustrações no documento. • Um índice de ilustrações inclui uma lista com todas as ilustrações, tabelas ou equações do documento. Botão Atualizar Índice de Ilustrações: atualiza o índice de Ilustrações de modo a incluir todas as entradas do documento.

Botão Inserir Referência Cruzada: insere uma referência cruzada que, por padrão, é inserida como hiperlink. • As referências cruzadas serão atualizadas automati‑ camente, caso o conteúdo seja removido para outro local. Grupo Índice

Botão Inserir Índice: insere um índice no do­ cumento. • Um índice é uma lista de palavras-chave encontradas no documento, juntamente aos números das páginas nas quais as palavras aparecem. Botão Atualizar Índice de Ilustrações: atualiza o índice de modo que todas as entradas indiquem o número de página correto. Grupo Índice de Autoridades

Botões do Grupo Índice de Autoridades

Botão Marcar Citação: adiciona o texto selecionado como uma entrada no índice de autoridades. Botões do Grupo Índice

Botão Marcar Entrada: inclui o texto selecionado como índice no documento.

Botão Inserir Índice de Autoridades: insere um índice de autoridades no documento. • Um índice de autoridade relaciona os casos, estatutos e outras autoridades citadas no documento. Botão Atualizar Índice: atualiza o índice de auto‑ ridades de modo a incluir todas as citações do documento.

Guia Correspondências

Grupo Criar

• Você pode selecionar entre diversas opções de usuais formas e estilos de etiqueta de papel.

Noções de Informática

Grupo Iniciar Mala Direta

lopes.

Botão Envelopes: cria e imprime enve‑

Botão Etiquetas: cria e imprime etiquetas.

Botões do Grupo Mala Direta Botão Iniciar Mala Direta: inicia uma Mala Direta para criar uma carta-modelo a ser impressa ou enviada várias vezes por e-mail, remetendo cada cópia a um destinatário diferente.


• Você pode inserir campos, como nome ou endereço, que o Word substituirá automaticamente por informações de banco de dados ou de uma lista de contatos em cada cópia da carta-modelo. Botão Selecionar Destinatários: permite escolher a lista de pessoas para as quais você pretende enviar a carta. • Você pode digitar sua própria lista, usar os contatos do Outlook ou conectar-se a um banco de dados.

59 Botão Atualizar Etiquetas: atualiza todas as etiquetas do documento para usar as informações da lista de destinatários. • Este programa não será necessário para criar a mala direta de e-mail ou uma carta impressa. Grupo Visualizar Resultados

Botão Editar Lista de Documentos: altera a lista de destinatários e decide quem receberá sua carta. • Você também pode classificar, filtrar, localizar e remover duplicatas, ou validar os endereços da lista. Grupo Gravar e Inserir Campos

Botão Visualizar Resultados: substitui os campos de Mesclagem do documento pelos dados reais da lista de destinatários, a fim de que você possa ver a sua aparência. Botões do Grupo Gravar e Inserir Campos

Botão Primeiro Registro: visualiza o primeiro registro na lista de destinatários. Botão Registro Anterior: visualiza o registro anterior na lista de destinatários.

Botão Realçar Campos de Mesclagem: realça os campos inseridos no documento.

Botão Gravar: visualiza um registro espe‑ cífico na lista de destinatários.

Botão Bloco de Endereço: adiciona um endereço à carta. • Você explica a formatação e o local, e o Word subs‑ tituirá essas informações pelos endereços reais da lista de destinatários depois que você concluir a mala direta.

Botão Próximo Registro: visualiza o próximo registro na lista de destinatários.

Botão Linha de Saudação: adiciona uma linha de saudação como “Prezado (a) <<Nome>>” ao documento.

Botão Localizar Destinatário: localiza e visualiza um registro específico na lista de destinatários procurando no texto.

Botão Inserir Campos de Mesclagem: adiciona qualquer campo da lista de Destinatários ao documento como “sobrenome”, “telefone residencial”, “nome da empresa” ou qualquer outro campo.

Botão Verificação Automática de Erros: especifica como tratar os erros que ocorrem após a conclusão da mala direta. • Você também pode simular a mala direta para veri‑ ficar se há algum erro.

Botão Regras: especifica regras para adicionar o recurso de decisão à Mala Direta. Botão Coincidir Campos: informa ao Word os significados dos vários campos da lista de destina‑ tários. • Por exemplo, você pode indicar que o campo perso‑ nalizado “residencial” equivale ao campo interno normal “telefone residencial”.

Grupo Concluir

Botão Concluir: conclui a mala direta.

Noções de Informática

Botão Último Registro: visualiza o último registro na lista de destinatários.


60

Guia Revisão

Grupo Revisão de Texto

Botões do Grupo Comentários

Botão Novo Comentário: adiciona um comentário sobre a seleção. Botões do Grupo Revisão de Texto

Botão Excluir Comentário: exclui o comen‑ tário selecionado. Botão Comentário Anterior: navega para o comentário anterior no documento.

Botão Ortografia e Gramática: verifica a ortografia e a gramática do texto no documento. Botão Pesquisar: permite fazer uma pesquisa em materiais de referência, como dicionários, enciclopédias e serviços de tradução.

Próximo Comentário: navega para o próximo comentário no documento. Grupo Controle

Botão Dicionário de Sinônimos: sugere outras palavras com significado se‑ melhante ao da palavra selecionada. Botão Traduzir: traduz o texto sele‑ cionado em outro idioma. Botão Dica de Tela de Tradução: habilita uma dica de tela que traduz para outro idioma as palavras sobre as quais você pausa o cursor. Botão Definir Idioma: define o idioma usado para verificar a ortografia e a gramática do texto selecio‑ nado.

Noções de Informática

Botão Contar Palavras: informa o número de palavras, caracteres, parágrafos e linhas do do­ cumento. • Você também encontra Contar Palavras na Barra de Status, na parte inferior da janela. Grupo Comentários

Botão Controlar Alterações: controla todas as alterações feitas no documento.

Botão Balões: escolhe as formas de mostrar as revisões feitas no documento. • Você pode mostrar as revisões como balões nas margens do documento ou mostrá-las diretamente no próprio documento. BotãoExibir para Revisão: escolhe a forma de exibir as alterações propostas no documento. • A exibição final mostra o documento com todas as alterações propostas incluídas. • A exibição original mostra o documento antes da implementação das alterações. • Marcações mostram as alterações que foram pro‑ postas.


61 Botão Mostrar Marcações: escolhe o tipo de marcação a ser exibida no documento. • Você pode ocultar ou mostrar comentários, inserções ou exclusões, alterações de formatação e outros tipos marcação.

Botão Próxima Alteração: navega até a pró‑ xima revisão do documento, a fim de que você possa aceitá-la ou rejeitá-la. Grupo Comparar

Botão Painel de Revisão: Mostra as revisões em uma janela separada. Grupo Alterações

Botão Comparar: compara ou combina várias versões de documento. Botões do Grupo Alterações Botão Mostrar Documentos de Origem: escolhe os documentos de origem a serem mostrados. • Você pode mostrar o documento original, o do­ cumento revisado ou ambos. Botão Aceitar: aceita a alteração atual e passa para a próxima alteração proposta.

Grupo Proteger

Botão Rejeitar e Passar para a Próxima: rejeita a alteração atual e passa para a próxima alteração proposta. Botão Alteração Anterior: navega até a revisão anterior do documento, a fim de que você possa aceitá-la ou rejeitá-la.

Botão Proteger Documento: restrin‑ ge o modo como as pessoas podem acessar o documento.

Guia Exibição

Botões do Grupo Modos de Exibição de Documento

Botão Leitura em Tela Inteira: exibe o documento no modo de exibição de leitura de tela inteira, a fim de maximizar o espaço disponível para a leitura do documento ou para escrever comentários. Botão Layout da Web: exibe o documento do modo como ficará como uma página da web.

Botão Layout de Impressão: exibe o documento do modo como ficará na página impressa.

Botão Estrutura de Tópicos: exibe o documento como uma estrutura de tópicos e mostra as ferramentas correspondentes.

Noções de Informática

Grupo Modos de Exibição de Documento


62 Botão Rascunho: exibe o texto como um rascunho para a edição rápida do texto. • Certos elementos do documento, como cabeçalhos e rodapés, não ficarão visíveis neste modo de exibição. Grupo Mostrar/Ocultar

Botão Duas Páginas: altera o zoom do docu‑ mento de modo que duas páginas caibam na janela. Botão Largura da Página: altera o zoom do documento de modo que a largura da página corresponda à largura da janela. Grupo Janela

Botão régua: exibe as réguas usadas para medir e alinhar objetos no documento. Botão Linhas de Grade: ativa linhas de grade que podem ser usadas para alinhar objetos no documento. Botão Barra de Mensagens: abre a barra de mensagens para abrir quaisquer ações necessárias no documento. Botão Mapa do Documento: abre o mapa do documento que permite navegar por uma visão estrutural do documento. Botão Miniaturas: abre o painel miniaturas que pode ser usado para navegar por um docu‑ mento longo através de pequenas imagens de cada página. Grupo Zoom

Botões do Grupo Janela Botão Janela: abre uma nova janela com a exibição do documento atual. Botão Organizar Tudo: coloca todas as janelas abertas no programa lado a lado na tela. Botão Dividir: divide a janela atual em duas partes, de modo que seções diferentes do documento possam ser vistas ao mesmo tempo. Botão Exibir Lado a Lado: exibe dois do­ cumentos lado a lado para poder comparar os respectivos conteúdos. Botão Rolagem Sincronizada: sincroniza a rolagem de dois documentos de modo que rolem juntos na tela. • Para ativar este recurso, ative exibir lado a lado. Botão Redefinir Posição da Janela: redefine a posição da janela dos documentos que estão sendo compa‑ rados lado a lado de modo que dividam a tela igualmente. • Para ativar este recurso, ative exibir lado a lado.

Botões do Grupo Zoom Botão Alternar Janelas: Passar para outra janela aberta no momento. Grupo Macros

Noções de Informática

Botão Zoom: abre a caixa de diálogo zoom para especificar o nível de zoom do documento. • Na maioria dos casos você também pode usar os controles de zoom na barra de status, na parte inferior da janela, para alterar o zoom do documento rapidamente.

Botão 100%: altera o zoom do documento para 100% do tamanho normal. Botão Uma Página: altera o zoom do documen‑ to de modo que a página inteira caiba na janela.

Botão Exibir Macros: exibe a lista de macros na qual você pode executar, criar ou excluir uma macro. Botão Gravar Macro: inicia ou pára a gravação de um macro. pausa a gravação do macro.

Botão Pausar Gravação:


63 EXCEL 2003 APRESENTAÇÃO DA TELA DO EXCEL 2003

1. Caixa de Nome 2. Barra de Fórmulas 3. Autocálculo 4. Botão Selecionar Tudo 5. Cabeçalho das Linhas 6. Cabeçalho das Colunas ALGUNS NÚMEROS DO EXCEL Linhas  65.536. Colunas 256 (A até IV). Células  16.777.216. Planilhas  Enquanto houver memória. – Cada Célula pode ter até 32.767 caracteres. CÉLULA É a interseção de uma coluna com uma linha. Ex.: Coluna A, Linha 1  Célula A1.

O BOTÃO SELECIONAR TUDO Seleciona todas as células da planilha ativa. O CABEÇALHO DAS COLUNAS E LINHAS Permite selecionar linhas e colunas, aumentar a lar‑ gura das colunas e a altura das linhas. O RECURSO DE AUTOCÁLCULO

Exibe o conteúdo da célula ativa.

Exibe na Barra de Status a soma dos valores sele‑ cionados.

Noções de Informática

A BARRA DE FÓRMULAS


64

O ESTILO DE REFERÊNCIA L1C1

• Para utilizar uma célula de outra pasta, escreve‑se: [nome da pasta]nome da planilha!endereço da célula Exemplo: [Aula]Prova!C4 (uma referência à célula C4 da planilha Prova da pasta (arquivo) Aula). INTERVALOS

*Menu Ferramentas / Opções / Guia Geral

São células separadas por : (dois pontos) ou ; (ponto e vírgula). O : (dois pontos) deve ser lido como ATÉ. Ex.: (A1:A5) deve ser lido da seguinte forma: A1 até A5. O ; (ponto e vírgula) deve ser lido como E. Ex.: (A1;A5) deve ser lido da seguinte forma: A1 e A5.

REFERÊNCIAS

Sobre os operadores de cálculo em fór­mulas

Relativas: sempre mudam quando são copiadas ou arrastadas. Ex.: A1. Por exemplo, se você copiar uma referência relativa que está na célula B2 para a célula B3, a referência será automaticamente ajustada de =A1 para =A2.

Os operadores especificam o tipo de cálculo que você deseja efetuar nos elementos de uma fórmula. O Microsoft Excel inclui quatro tipos diferentes de ope‑ radores de cálculo: aritméticos, de comparação, de texto e de referência.

Absolutas: são referências fixas, identificadas pelo $. O $ só fixa o que está imediatamente a sua direita. Ex.: $A$1. Por exemplo, se você copiar uma referência absoluta na célula B2 para a célula B3, ela permanecerá igual em ambas as células =$A$1.

Tipos de operadores: • Operadores aritméticos: para efetuar operações matemáticas básicas, como adição, subtração ou multiplicação, combinar números e produzir resultados numéricos, use estes operadores arit‑ méticos. Operador aritmético

Significado (exemplo)

+ (sinal de adição)

Adição (3+3)

– (sinal de subtração)

Subtração (3–1) Negação (–1)

* (asterisco)

Multiplicação (3*3)

/ (sinal de divisão)

Divisão (3/3)

% (sinal de porcentagem) Porcentagem (20%) ^ (acento circunflexo)

Noções de Informática

Mistas: quando parte da referência é relativa e parte absoluta. Ex.: $A1 (coluna fixa) e A$1 (linha fixa). Por exemplo, se você copiar uma referência mista da célula A2 para B3, ela se ajustará de =A$1 para =B$1.

Referências Externas • Para utilizar uma célula de outra planilha da mesma pasta, escreve‑se: nome da planilha!endereço da célula Exemplo: Prova!C4 (uma referência à célula C4 da planilha Prova).

Exponenciação (3^2)

• Operadores de comparação: você pode comparar dois valores com os operadores a seguir. Quando dois valores são comparados usando esses opera‑ dores, o resultado é um valor lógico, Verdadeiro ou Falso. Operador de comparação = (sinal de igual) > (sinal de maior que) < (sinal de menor que) >= (sinal de maior ou igual a) <= (sinal de menor ou igual a) <> (sinal de diferente de)

Significado (exemplo) Igual a (A1=B1) Maior que (A1>B1) Menor que (A1<B1) Maior ou igual a (A1>=B1) Menor ou igual a (A1<=B1) Diferente de (A1<>B1)


• Operador de concatenação de texto: use o ‘E’ comercial (&) para associar, ou concatenar, uma ou mais sequências de caracteres de texto para produzir um único texto. Operador de texto & (´E´ comercial)

Significado (exemplo) Conecta, ou concatena, dois valores para produzir um valor de texto contínuo (“mal”&” sucedido”)

FÓRMULAS E FUNÇÕES Fórmulas podem ser iniciadas por: =, + ou – Funções podem ser iniciadas por: =, +, – ou @ Cuidado: para o NCE e José Pelúcio, uma fórmula ou função deve ser iniciada por =.

65

• Sobre as constantes em fórmulas: uma constante é um valor que não é calculado. Por exemplo, o número 210 e o texto “Lucros trimestrais” são constantes. Uma expressão ou um valor que resulte de uma expressão não é uma constante. Se você usar valores de constantes na fórmula em vez de referências a células (por exemplo, =30+70+110), o resultado se alterará apenas se você modificar a fórmula. Funções são fórmulas predefinidas Exemplos =SOMA(A1:A5) =MÉDIA(A2:C4) =SE(A1<>0;5;10) Funções que têm aparecido nos principais concursos

A ordem em que o Excel efetua operações em fórmulas: Ordem 1‑ ( ) 2‑ Funções 3‑ % 5‑ * e / 6‑ + e – 7‑ Comparações Fórmulas são expressões matemáticas. Exemplos: =10*2 =A1*B1 =AULA*PROVA • Uso de parâmetros: para alterar a ordem da ava‑ liação, coloque entre parênteses a parte da fórmula a ser calculada primeiro. Por exemplo, a fórmula a seguir retorna 11, porque o Excel calcula a multiplicação antes da adição. A fórmula multiplica 2 por 3 e, em seguida, soma 5 ao resultado. =5+2*3 Por outro lado, se você usar parênteses para alterar a sintaxe, o Excel somará 5 e 2 e, em seguida, multiplicará o resultado por 3 para produzir 21. = (5 + 2) * 3 No exemplo a seguir, os parênteses na primeira parte da fórmula forçam o Excel a calcular B4+25 primeiro e, em seguida, dividir o resultado pela soma dos valores nas células D5, E5 e F5. = (B4 + 25) / SOMA (D5:F5)

Utilize a planilha anterior para efetuar os cálculos. Considere que as funções serão executadas em D1. SOMA: retorna a soma de todos os números na lista de argumentos. Sintaxe: = SOMA(núm1;núm2; ...) Núm1, núm2,…: são argumentos de 1 a 30 que se deseja somar. Exemplo 1 =SOMA(A1:A5) Resposta: 100 (devemos somar as células A1, A2, A3, A4, A5) Exemplo 2 =SOMA(A2:C4) Resposta: 99 (devemos somar as células A2, A3, A4, C2, C3, C4) Exemplo 3 =SOMA(A1‑B1) Resposta: 8 (devemos DIMINUIR ( – ) 10 (A1) – 2 (B1)) MÉDIA: retorna a média aritmética dos argumentos. Sintaxe: =MÉDIA(núm1;núm2; ...) Núm1; núm2;…: são de 1 a 30 argumentos numéri‑ cos para os quais você deseja obter a média. Exemplo 1 =MÉDIA(A1:A5) Resposta: 20 (devemos somar as células A1, A2, A3, A4, A5 e depois dividir o resultado por 5).

Noções de Informática

4‑ ^


66

Exemplo 2 =MÉDIA(A3:D3) Resposta: 12 (devemos somar as células A3, B3, C3 e depois dividir o resultado por 3). Importante: as células vazias são desconsideradas em uma FUNÇÃO (na fórmula, a célula vazia é igual a zero). Esta é a regra para a maioria das funções, mas é claro que existem exceções. Exemplo 3 =MÉDIA(SOMA(C1:C5);SOMA(A1:A5); SOMA(B1;B5) Resposta: 46 (devemos resolver as funções de dentro para fora, logo, ao resolvermos a média, existirão apenas 3 argumentos (os resultados das três funções SOMA)). Resolução: =MÉDIA(30;100;8) =138/3 46 MOD: retorna o resto depois da divisão de núm por divisor. O resultado possui o mesmo sinal que divisor. Sintaxe: =MOD(núm,divisor) Núm: é o número para o qual você deseja encontrar o resto. Divisor: é o número pelo qual você deseja dividir o número. Se divisor for 0, Resto retornará o valor de erro #DIV/0!. Exemplo 1 =MOD(A3;B3) Resposta: 2 (devemos dividir o conteúdo de A3 pelo conteúdo de B3 e utilizar o resto). MED: retorna a mediana dos números indicados. A mediana é o número no centro de um conjunto de números; isto é, metade dos números possui valores que são maiores do que a mediana e a outra metade possui valores menores. Sintaxe: =MED(núm1;núm2;...) Núm1; núm2;... são de 1 a 30 números dos quais você deseja obter a mediana. Exemplo 1 =MED(A1:A5) Resposta: 20 (devemos ordenar o conteúdo das células A1, A2, A3, A4, A5 a resposta é o que ficar no meio). MODO: retorna o valor que ocorre com mais fre­ quência em uma matriz ou intervalo de dados. Assim como MED, MODO é uma medida de local.

Noções de Informática

Sintaxe: =MODO(núm1;núm2;...) Núm1, núm2,... são argumentos de 1 a 30 para os quais você deseja calcular o modo. Você também pode usar uma única matriz ou referência a uma matriz em vez de argumentos separados por pontos‑e‑vírgulas. Exemplo 1 =MODO(B1:C3) Resposta: 2 (devemos localizar o termo que mais se repete).

MULT: multiplica todos os números fornecidos como argumentos e retorna o produto. Sintaxe: =MULT(núm1;núm2; ...) Núm1, núm2,…: são números de 1 a 30 que você deseja multiplicar. Exemplo 1 =MULT(B1:B5) Resposta: 720 (devemos multiplicar os conteúdos das células B1, B2, B3, B4, B5). MÁXIMO: retorna o valor máximo de um conjunto de valores. Sintaxe: =MÁXIMO(núm1;núm2; ...) Núm1; núm2;…: são de 1 a 30 números cujo valor máximo você deseja localizar. Exemplo 1 =MÁXIMO(A1:A5) Resposta: 30 (devemos localizar o maior número do intervalo). MÍNIMO: retorna o menor número na lista de ar‑ gumentos. Sintaxe: =MÍNIMO(núm1;núm2; ...) Núm1; núm2;…: são números de 1 a 30 para os quais você deseja encontrar o valor mínimo. Exemplo 1 =MÍNIMO(A1:A5) Resposta: 10 (devemos localizar o menor número do intervalo). HOJE: retorna a data atual do sistema. Sintaxe: =HOJE( ) AGORA: retorna a data e hora atuais do sistema. Sintaxe: =AGORA( ) SE: retorna um valor se uma condição que você especificou avaliar como Verdadeiro e um outro valor se for avaliado como Falso. Use SE para conduzir testes condicionais sobre valores e fórmulas. Sintaxe: = SE (teste_lógico;valor_se_verdadeiro; valor_se_falso) Teste_lógico: é qualquer valor ou expressão que possa ser avaliado como Verdadeiro ou Falso. Por exemplo, A10=100 é uma expressão lógica; se o valor da célula A10 for igual a 100, a expressão será considerada Verdadeira. Caso contrário, a expressão será considerada Falsa. Valor_se_verdadeiro: é o valor retornado se teste_ló‑ gico for Verdadeiro. Por exemplo, se esse argumento for a sequência de caracteres de texto “Dentro do orçamento” e o argumento teste_lógico for considerado Verdadeiro, a função SE exibirá o texto “Dentro do orçamento”. Valor_se_falso: é o valor retornado se o teste_lógico for Falso. Por exemplo, se esse argumento for a sequência de caracteres de texto “Acima do orçamento” e o argu‑ mento teste_lógico for considerado Falso, a função SE exibirá o texto “Acima do orçamento”.


67

Exemplo 1 =SE(B2>=7;”Aprovado”;”Reprovado”) Resposta: Reprovado Exemplo 2 =SE(B3>=7;”Aprovado”;”Reprovado”) Resposta: Aprovado Exemplo 3 =SE(B4>=7;”Aprovado”;”Reprovado”) Resposta: Reprovado Exemplo 4 =SE(B5>=7;”Aprovado”;”Reprovado”) Resposta: Aprovado Resolução: B2  refere‑se ao endereço da média do aluno (é o que determinará se o aluno passará ou não). >=7  refere‑se à condição para o aluno passar, em outras palavras, para ser aprovado ele deve atingir uma média maior ou igual a 7. ;  separador de argumentos. “Aprovado” refere‑se à resposta se_verdadeiro, ou seja, se a condição for verdadeira(a nota for maior ou igual a 7) então a resposta será aprovado. Como é texto deve estar entre aspas. ;  separador de argumentos. “Reprovado”  refere‑se à resposta se_falso, ou seja, caso ele não tenha média maior ou igual a 7, senão a resposta será reprovado. MAIOR: retorna o maior valor k‑ésimo de um con‑ junto de dados. Você pode usar esta função para selecio‑ nar um valor de acordo com a sua posição relativa. Por exemplo, você pode usar MAIOR para obter o primeiro, o segundo e o terceiro resultados. Sintaxe: =MAIOR(matriz;k) Matriz: é a matriz ou intervalo de dados cujo maior valor késimo você deseja determinar. K: é a posição (do maior) na matriz ou intervalo de célula de dados a ser fornecida.

Utilize a planilha anterior para efetuar o cálculo das funções MAIOR e MENOR. Considere que as funções serão executadas em C2. Exemplo 1 =MAIOR(B2:B5;2) Resposta: 7 (o número 2 no final indica que procura‑ mos o segundo maior valor do intervalo B2:B5). MENOR: retorna o menor valor k‑ésimo do conjunto de dados. Use esta função para retornar valores com uma posição específica relativa em um conjunto de dados. Sintaxe:=MENOR(matriz;k) Matriz: é uma matriz ou intervalo de dados nu­ méricos cujo menor valor k‑ésimo você deseja deter‑ minar. K: é a posição (a partir do menor) na matriz ou inter‑ valo de dados a ser fornecido Exemplo 1 =MENOR(B2:B5;3) Resposta: 7 (o número 3 no final indica que procura‑ mos o terceiro menor valor do intervalo B2:B5). BOTÕES Botão Estilo de Moeda: Formata o conteúdo da célula ativa para moeda (nú‑ mero contábil, duas casas decimais e o símbolo de Reais). R$ . ,00 Antes

Depois

Noções de Informática

Utilize a planilha anterior para efetuar os cálculos da função SE. Considere que as funções serão executadas em C2, C3, C4 e C5, respectivamente.


68 Antes

Botão Euro:

Depois

Formata o conteúdo da célula ativa para moeda Euro (número contábil, duas casas decimais e o símbolo de Euro). € . ,00 Antes

Depois

Botão Diminuir Casas Decimais: A cada clique no botão uma casa decimal será eli‑ minada. Antes Botão Euro Conversion: Converte os valores selecionados para euro. Botão Estilo de Porcentagem: Multiplica por 100 (cem) o conteúdo da célula ativa e adiciona o símbolo de % no resultado. Antes

Depois

Noções de Informática

Depois de um clique

Botão Separador de Milhares: Formata o conteúdo da célula ativa para contábil com duas casas decimais. . ,00


69

Depois de dois cliques Botão Mesclar e Centralizar:

Une as células selecionadas em uma única célula e centraliza, na horizontal, o conteúdo restante. Obs.: caso mais de uma célula selecionada tenha conteúdo, a mesclagem manterá somente o dado superior esquerdo. Botão E‑Mail: Inicia o processo para o envio da Planilha Ativa como corpo da mensagem de E‑mail. Botão Aumentar Casas Decimais: A cada clique no botão uma casa decimal será acres‑ centada. Antes

Depois de um clique

Botão Classificação Crescente Classifica o conteúdo em ordem crescente: Pode exibir a seguinte caixa:

Botão Classificação Decrescente Classifica o conteúdo em ordem decrescente Pode exibir a seguinte caixa:

Assistente de Gráfico (os Gráficos Transformam Dados em Imagens) Abre o Assistente de Gráfico, com quatro (4) etapas. 1‑ Escolher o tipo e o subtipo de gráfico. 2‑ Definir ou alterar o intervalo de dados. 3‑ Definir legenda, título dos eixos, rótulo de dados etc. 4‑ Definir o local de inserção do gráfico.

Noções de Informática

Depois de dois cliques


70 Botão Autossoma

Exemplo 4:

Funções do Botão Autossoma: A. Soma o intervalo mais próximo. B. Soma o intervalo selecionado. Soma do Intervalo Mais Próximo: Um clique no botão Autossoma  Localiza o inter‑ valo mais próximo e cria a função. ou dois cliques Um clique + Enter ou um clique +  Resultado. Exemplo 1:

Obs.: O intervalo mais próximo é (C1:C4), pois a prioridade é sempre acima. Exemplo 5:

Obs.: Não há intervalo mais próximo. Exemplo 2:

Obs.: O intervalo mais próximo é (C3:C4).

Noções de Informática

Exemplo 6:

Obs.: O intervalo mais próximo é (C1:C5).

Obs.: O intervalo mais próximo é (C3:C4).

Exemplo 3:

Exemplo 7:

Obs.: O intervalo mais próximo é (A1:C1).

Obs.: O intervalo mais próximo é (A5:B5).


Soma o Intervalo Selecionado: Um clique  Resultado.

Exemplo 4:

71

Exemplo 1:

Obs.: O resultado é 100 em A6, 20 em B6 e 30 em C6. Obs.: O resultado é 100 e estará em C6.

Exemplo 5:

Exemplo 2:

Obs.: O resultado é 20 em D1, 27 em D2, 35 em D3, 37 em D4 e 31 em D5. Obs.: O resultado é 100 e estará em A8.

Exemplo 6:

Obs.: O resultado é 20 e estará em D1.

Obs.: O resultado é 100 em A6, 20 em B6 e 30 em C6. 20 em D1, 27 em D2, 35 em D3, 37 em D4, 31 em D5 e 150 em D6.

Noções de Informática

Exemplo 3:


72 Menus

Menu Formatar

Menu Arquivo

Menu Ferramentas

Menu Editar

Menu Dados

Menu Exibir

Menu Janela

Menu Inserir

Noções de Informática

Menu Ajuda


73 Excel 2007 Tela do Excel 2007

1. Guias são projetadas para serem orientadas por tarefas. 2. Grupos em cada guia dividem uma tarefa em sub‑ tarefas. 3. Botões de comando em cada grupo executam um comando ou exibem um menu de comandos. As guias que somente são exibidas quando você necessita delas: além do conjunto de guias-padrão que você vê na Faixa de Opções sempre que inicia o Office Excel 2007, existem dois outros tipo de guias, que são exibidas na interface somente quando são úteis para o tipo de tarefas que você está realizando no momento. Ferramentas Contextuais: as ferramentas contex­ tuais permitem que você trabalhe com um objeto que é selecionado em uma página, como uma tabela, imagem ou desenho. Quando você clica o objeto, o conjunto per‑ tinente de ferramentas contextuais é exibido em uma cor de destaque ao lado das guias padrão.

Noções de Informática

O Office Excel 2007 tem uma nova aparência, uma nova interface de usuário que substitui menus, Barras de Ferramentas e a maioria dos painéis de tarefas das ver‑ sões anteriores do Excel por um único mecanismo que é simples e fácil de explorar. A nova interface de usuário é projetada para ajudar você a ser mais produtivo no Excel, a maneira mais fácil de encontrar os recursos certos para várias tarefas, a descobrir novas funcionalidades e a ser mais eficiente. Este artigo foi criado para usuários experientes do Excel 2003 – equipe de suporte técnico, profissionais de TI e outros usuários que já são fluentes na interface do Excel 2003 – que desejam encontrar comandos familiares rapidamente no Office Excel 2007. Interface de usuário da Faixa de Opções: a princi‑ pal substituição para menus e Barras de Ferramentas no Office Excel 2007 é a Faixa de Opções. Projetada para facilitar a navegação, a Faixa de Opções consiste nas guias que são organizadas em torno de cenários ou objetos espe‑ cíficos. Os controles em cada guia são organizados mais detalhadamente em diversos grupos. A Faixa de Opções pode hospedar conteúdo mais detalhado do que os menus e as barras de ferramentas, incluindo conteúdo de botões, galerias e caixa de diálogo.


74

1. Selecione um item em seu documento. 2. O nome das ferramentas contextuais aplicáveis é exibido em uma cor de destaque, e as guias contextuais são exibidas ao lado do conjunto de guias padrão. 3. As guias contextuais fornecem controles para trabalhar com o item selecionado.

Barra de Ferramentas de Acesso Rápido: a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido se encontra por padrão na parte superior da janela do Excel e fornece acesso rá‑ pido em ferramentas que você usa com mais frequência. Você pode personalizar a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, adicionando comandos a ela.

Guias de Programa: as guias de programa substi‑ tuem o conjunto de guias-padrão quando você alterna para certos modos de criação ou modos de exibição, incluindo Visualizar Impressão.

Menus, Barras de Ferramentas e outros elementos familiares: além das guias, grupos e comandos, o Office Excel 2007 usa outros elementos que também fornecem caminhos para a realização de suas tarefas. Os elementos a seguir são mais parecidos com os menus e com as Barras de Ferramentas do que aqueles com os quais você está familiarizado das versões anteriores do Excel. A Pasta de Trabalho de mapeamento da faixa de opções do Excel direciona você para uma pasta de trabalho que contém todos os elementos mapeados.

Inicializadores de Caixa de Diálogo: inicializadores de Caixa de Diálogo são pequenos ícones que são exibi‑ dos em alguns grupos. Clicar um Iniciador de Caixa de Diálogo abre uma caixa de diálogo ou painel de tarefas relacionado, fornecendo mais opções relacionadas a esse grupo.

Noções de Informática

Botão do Microsoft Office : esse botão se encontra no canto esquerdo superior da janela do Excel e abre o menu mostrado aqui.

Adicionando comandos na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido: como indicado nas tabelas no fim deste artigo, alguns comandos do Excel 2003 estão disponíveis somente no Office Excel 2007 na lista de todos os coman‑ dos na caixa de diálogo Opções do Excel. Para usar esses comandos no Office Excel 2007, você primeiramente os adiciona na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, da seguinte forma: 1. Clique o Botão do Microsoft Office e, em seguida, clique Opções do Excel. 2. Na lista à esquerda, clique Personalização. 3. Na caixa de lista suspensa Escolher Comandos Em, clique Todos os Comandos.


75

4. Na caixa Personalizar a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido, selecione Para Todos os Documentos (padrão) ou um documento específico. 5. Clique o comando que deseja adicionar e, em seguida, clique Adicionar. Repita para cada comando que você deseja adicionar. 6. Clique os botões de direção Mover para Cima e Mover para Baixo para organizar os comandos na ordem em que você deseja que eles sejam exibidos na Barra de Ferramentas de Acesso Rápido. 7. Clique OK. Novos locais de comandos familiares Menus do Excel 2003 no Excel 2007 Menu Arquivo  Botão Office

Configurar Página

Local do Excel 2007 Botão Office | Novo Botão Office | Abrir Botão Office | Fechar Barra de Ferramentas de Acesso Rápido | Salvar Botão Office | Salvar Botão Office | Salvar Como Botão Office | Salvar Como | Salvar Como Tipo | Página da Web Exibir | Janela | Salvar Espaço de Trabalho Botão Iniciar do Windows | Pesquisa Botão Office | Preparar | Restringir Permissão | Acesso Irrestrito Revisar | Alterações | Proteger Pasta de Trabalho | Acesso Irrestrito Botão Office | Preparar | Restringir Permissão | Acesso Restrito Revisar | Alterações | Proteger Pasta de Trabalho | Acesso Restrito Botão Office | Preparar | Restringir Permissão | Gerenciar Credenciais Revisar | Alterações | Proteger Pasta de Trabalho | Gerenciar Credenciais Botão Office | Check-out Botão Office | Check-in Botão Office | Exibir Histórico de Versões Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Visualizar Página da Web Layout da Página | Configurar Página | Iniciador de Caixa de Diálogo

Noções de Informática

Local do Excel 2003 Novo Abrir Fechar Salvar Salvar Salvar Como Salvar Como Página da Web Salvar Espaço de Trabalho Pesquisar Arquivo Permissão | Acesso Irrestrito Permissão | Acesso Irrestrito Permissão | Não Distribuir Permissão | Não Distribuir Permissão | Restringir Permissão Como Permissão | Restringir Permissão Como Check-out Check-in Histórico de Versões Visualizar Página da Web


76 Área de Impressão | Definir Área de Impressão Área de Impressão | Limpar Área de Impressão Visualização de Impressão Imprimir Imprimir Enviar Para | Destinatário do E-mail Enviar Para | Remetente Original Enviar Para | Destinatário do E-mail (para Revisão) Enviar Para | Destinatário do E-mail (como anexo) Enviar Para | Destinatário da Circulação Enviar Para | Pasta do Exchange Enviar Para | Participante de Reunião on-line Enviar Para | Destinatário usando Serviço de Fax da Internet Propriedades Documentos Usados Mais Recentemente Sair Sair

Layout da Página | Configurar Página | Área de Impressão | Definir Área de impressão Layout da Página | Configurar Página | Área de Impressão | Limpar Área de Impressão Botão Office | Imprimir | Visualizar Impressão Botão Office | Imprimir Visualização de Impressão | Imprimir | Imprimir Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Destinatário do E-mail Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Responder com Alterações Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Enviar para Revisão Botão Office | Enviar | E-mail Removido do Produto Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Pasta do Exchange Removido do Produto Botão Office | Enviar | Fax da Internet Botão Office | Preparar | Propriedades Botão Office | Documentos Usados Mais Recentemente Botão Office | Sair Removido do Produto

Noções de Informática

Menu Editar Local do Excel 2003 Desfazer Refazer Recortar Copiar Área de Transferência do Office Colar Colar Especial Colar Como Hiperlink Preencher | Abaixo Preencher | À Direita Preencher | Acima Preencher | À Esquerda Preencher | Entre Planilhas Preencher | Série Preencher | Justificar Limpar | Tudo Limpar | Formatos Limpar | Conteúdo Limpar | Comentários Excluir Excluir Planilha Mover ou Copiar Planilha Localizar Substituir Ir Para Vínculos Objeto Limpar | Série

Local do Excel 2007 Barra de Ferramentas de Acesso Rápido | Desfazer Barra de Ferramentas de Acesso Rápido | Refazer Início | Área de Transferência | Recortar Início | Área de Transferência | Copiar Início | Área de Transferência | Área de Transferência do Office Início | Área de Transferência | Colar Início | Área de Transferência | Colar | Colar Especial Início | Área de Transferência | Colar | Colar Como Hiperlink Início | Edição | Preencher | Abaixo Início | Edição | Preencher | À Direita Início | Edição | Preencher | Acima Início | Edição | Preencher | À Esquerda Início | Edição | Preencher | Entre Planilhas Início | Edição | Preencher | Série Início | Edição | Preencher | Justificar Início | Edição | Limpar | Limpar Tudo Início | Edição | Limpar | Limpar Formatos Início | Edição | Limpar | Limpar Conteúdo Início | Edição | Limpar | Limpar Comentários Início | Células | Excluir Início | Células | Excluir | Excluir Planilha Início | Células | Formatar | Mover ou Copiar Planilha Início | Edição | Localizar e Selecionar | Localizar Início | Edição | Localizar e Selecionar | Substituir Início | Edição | Localizar e Selecionar | Ir para Botão Office | Preparar | Editar Vínculos com os Botões do Office Selecione um Objeto para ver suas Ferramentas de Desenho Associadas Removido do Produto


Local do Excel 2003 Normal Visualizar Quebra de Página Painel de Tarefas Barras de Ferramentas | Padrão Barras de Ferramentas | Formatação Barras de Ferramentas | Bordas Barras de Ferramentas | Gráfico Barras de Ferramentas | Controle Caixa de Ferramentas Barras de Ferramentas | Desenho Barras de Ferramentas | Dados Externos Barras de Ferramentas | Formulários

Local do Excel 2007 Exibir | Modos de Exibição de Pasta de Trabalho | Normal Exibir | Modos de Exibição de Pasta de Trabalho | Visualização de Quebra de Página Em alguns grupos, os iniciadores de caixa de diálogo exibirão um Painel de Tarefas em vez de uma caixa de diálogo. Por exemplo, Início | Área de Transferência | Iniciador de Caixa de Diálogo. Estes comandos estão disponíveis na guia Início e/ou no menu do Botão Office. Estes comandos estão disponíveis na guia Dados. Início | Fonte | Bordas Estes comandos estão disponíveis nas Ferramentas de Gráfico quando um Gráfico é inserido ou selecionado. Estes comandos estão disponíveis na guia Desenvolvedor. Para exibir a guia Desenvolvedor, clique Botão Office | Opções do Excel | Popular e, em seguida, selecione a guia Mostrar Desenvolvedor na caixa de seleção Faixa de Opções. Estes comandos estão disponíveis nas Ferramentas de Desenho quando uma forma é inserida ou selecionada. Estes comandos estão disponíveis na guia Início. Estes comandos estão disponíveis na guia Desenvolvedor. Para exibir a guia Desenvolvedor, clique Botão Office | Opções do Excel | Popular e, em seguida, selecione a guia Mostrar Desenvolvedor na caixa de seleção Faixa de Opções. Fórmula | Auditoria de Fórmulas

Barras de Ferramentas | Auditoria de Fórmulas Barras de Ferramentas | Lista A maioria destes comandos está disponível nas guias Ferramentas de Tabela quando você seleciona uma célula em uma tabela do Excel. Barras de Ferramentas | Imagem Estes comandos estão disponíveis nas guias Ferramentas de Imagem quando uma imagem é inserida ou selecionada. Barras de Ferramentas | Tabela Estes comandos estão disponíveis nas guias Ferramentas de Tabela Dinâmica Dinâmica quando uma célula é inserida ou selecionada em uma Tabela Dinâmica. Barras de Ferramentas | Proteção Guia Revisar | Alterações Barras de Ferramentas | Revisão Estes comandos estão disponíveis na guia Revisar. Barras de Ferramentas | Painel de Em alguns grupos, os iniciadores de caixa de diálogo exibirão um Painel Tarefas de Tarefas em vez de uma caixa de diálogo. Por exemplo, Início | Área de Transferência | Iniciador de Caixa de Diálogo Barras de Ferramentas | Converter Removido do Produto Texto em Fala Barras de Ferramentas | Visual Basic Estes comandos estão disponíveis na guia Desenvolvedor. Para exibir a guia Desenvolvedor, clique Botão Office | Opções do Excel | Popular e, em seguida, selecione a guia Mostrar Desenvolvedor na caixa de seleção Faixa de Opções. Barras de Ferramentas | Janela de Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Janela de Inspeção Inspeção Barras de Ferramentas | Web Estes comandos estão disponíveis na caixa de diálogo Opções do Excel. Clique Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | caixa de diálogo Todos os Comandos. Barras de Ferramentas | Wordart Estes comandos estão disponíveis nas guias Ferramentas de Desenho quando um Wordart é inserido ou selecionado. Barras de Ferramentas | Personalizar Estes comandos estão disponíveis na caixa de diálogo Opções do Excel. Clique Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | caixa de diálogo Personalizar. Barra de Fórmulas Exibir | Mostrar/Ocultar | Barra de Fórmulas Barra de Status A Barra de Status está sempre visível por padrão. Cabeçalho e Rodapé Inserir | Texto | Cabeçalho e Rodapé Comentários Revisar | Comentários | Mostrar todos os comentários Personalizar Modos de Exibição Exibir | Modos de Exibição de Pasta de Trabalho | Modos de Exibição Personalizados Tela inteira Exibir | Modos de Exibição de Pasta de Trabalho | Tela Inteira Zoom Exibição | Zoom | Zoom Dimensionado com a janela Removido do Produto Janela de Gráfico Removido do Produto

Noções de Informática

Menu Exibir

77


78

Menu Inserir

Local do Excel 2003 Células Linhas Colunas Planilha Gráfico Símbolo Quebra de Página Redefinir todas as Quebras de Página Função Função Função Função Função Função Função Função Função Função Função Função Nome | Definir Nome | Colar Nome | Criar Nome | Aplicar Nome | Rótulo Comentário Anotações à Tinta Imagem | Clip-art Imagem | Do Arquivo Imagem | Do Arquivo Imagem | Do Arquivo Imagem | Do Scanner ou Câmera Imagem | Desenho e Texto à Tinta Imagem | Autoformas Imagem | Wordart Imagem | Organograma Diagrama Objeto Hiperlink

Local do Excel 2007 Início | Células | Inserir Início | Células | Inserir | Inserir Linhas na Planilha Início | Células | Inserir | Inserir Colunas na Planilha Início | Células | Inserir | Inserir Planilha Inserir | Gráficos Inserir | Texto | Símbolo Layout da Página | Configurar Página | Quebrar | Inserir Quebra de Página Layout da Página | Configurar Página | Quebras | Redefinir todas as quebras de página Fórmulas | Biblioteca de Funções | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Data e Hora | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Matemática e Trigonometria | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Financeira | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Lógica | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Pesquisa e Referência | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Usadas Recentemente | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Texto | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Mais Funções | Cubo | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Mais Funções | Engenharia | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Mais Funções | Informações | Inserir Função Fórmulas | Biblioteca de Funções | Mais Funções | Estatística | Inserir Função Fórmulas | Nomes Definidos | Gerenciador de Nomes Fórmulas | Nomes Definidos | Usar em Fórmula | Colar Nomes Fórmulas | Nomes Definidos | Criar a partir da Seleção Fórmulas | Nomes Definidos | Definir Nome | Aplicar Nomes Fórmulas | Nomes Definidos | Definir Nome Revisar | Comentários | Novo Comentário Revisar | Tinta | Iniciar Escrita à Tinta Inserir | Ilustrações | Clip-art Inserir | Ilustrações | Imagem Ferramentas de Gráfico | Layout | Inserir | Imagem Ferramentas de Gráfico Dinâmico | Layout | Inserir | Imagem Removido do Produto Revisar | Tinta | Iniciar Escrita à Tinta Inserir | Ilustrações | Formas Inserir | Ilustrações | Wordart Inserir Ilustrações | Smartart Inserir | Ilustrações | Smartart Inserir | Texto | Objeto Inserir | Vínculos | Hiperlink

Noções de Informática

Menu Formatar Local do Excel 2003 Células Linha | Altura Linha | Autoajuste Linha | Ocultar Linha | Reexibir Coluna | Largura Coluna | Autoajuste da seleção Coluna | Ocultar Coluna | Reexibir Coluna | Largura Padrão

Local do Excel 2007 Início | Células | Formatar | Formatar Células Início | Células | Formatar | Altura da Linha Início | Células | Formato | Autoajuste da Altura da Linha Início | Células | Formato | Ocultar e Reexibir | Ocultar Linhas Início | Células | Formato | Ocultar e Reexibir | Reexibir Linhas Início | Células | Formatar | Largura da Coluna Início | Células | Formato | Autoajuste da Largura da Coluna Início | Células | Formato | Ocultar e Reexibir | Ocultar Colunas Início | Células | Formato | Ocultar e Reexibir | Reexibir Colunas Início | Células | Formato | Largura Padrão


79 Planilha | Renomear Início | Células | Formatar | Renomear planilha Planilha | Ocultar Início | Células | Formato | Ocultar e Reexibir | Ocultar Planilha Planilha | Reexibir Início | Células | Formato | Ocultar e Reexibir | Reexibir Planilha Planilha | Plano de Fundo Layout da Página | Configurar Página | Plano de Fundo Planilha | Cor da Guia Início | Células | Formatar | Cor da Guia Autoformatação Início | Estilos | Formatar como Tabela Formatação Condicional Início | Formatação Condicional Estilo Início | Estilo | Estilos de Célula *Guia Fonético | Mostrar ou Início | Fonte | Guia Fonético | Mostrar Campo Fonético Ocultar *Guia Fonético | Editar Início | Fonte | Guia Fonético | Editar Fonética *Guia Fonético | Definições Início | Fonte | Guia Fonético | Configurações Fonéticas Menu Ferramentas Local do Excel 2007 Revisar | Revisão de Texto | Verificar Ortografia Revisar | Revisão de Texto | Pesquisa Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Verificação de Erros Removido do Produto Removido do Produto Botão Office | Publicar | Criar Espaço de Trabalho de Documento Revisar | Alterações | Compartilhar Pasta de Trabalho Revisar | Alterações | Controlar Alterações | Realçar Alterações Revisar | Alterações | Controlar Alterações | Aceitar/Rejeitar Alterações Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Comparar e Mesclar Pastas de Trabalho Revisar | Alterações | Proteger Planilha Início | Células | Formatar | Proteger Planilha Revisar | Alterações | Permitir que os Usuários Editem Intervalos Revisar | Alterações | Proteger Pasta de Trabalho Revisar | Alterações | Proteger e Compartilhar Pasta de Trabalho Removido do Produto Removido do Produto Removido do Produto Removido do Produto Dados | Ferramentas de Dados | Teste de Hipóteses | Atingir meta Dados | Ferramentas de Dados | Teste de Hipóteses | Gerenciador de Cenários Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Rastrear Precedentes Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Rastrear Dependentes Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Verificação de Erros | Rastrear Erro Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Remover Setas Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Remover Setas | Remover Setas

Noções de Informática

Local do Excel 2003 Verificar Ortografia Pesquisar Verificação de Erros Voz | Mostrar Barra de Ferramen‑ tas ‘Conversão de texto em fala’ Voz Espaço de Trabalho Comparti‑ lhado Compartilhar Pasta de Trabalho Controlar Alterações | Realçar Alterações Controlar Alterações | Aceitar ou rejeitar Alterações Comparar e Mesclar Pastas de Trabalho Proteção | Proteger Planilha Proteção | Proteger Planilha Proteção | Permitir que os Usuários Editem Intervalos Proteção | Proteger Pasta de Tra‑ balho Proteção | Proteger e Compartilhar Pasta de Trabalho Colaboração on-line | Reunir Agora Colaboração on-line | Agendar Reunião Colaboração on-line | Discussões na Web Colaboração on-line | Finalizar Revisão Atingir Meta Cenários Auditoria de Fórmulas | Rastrear Precedentes Auditoria de Fórmulas | Rastrear Dependentes Auditoria de Fórmulas | Rastrear Erro Auditoria de Fórmulas | Remover Todas as Setas Auditoria de Fórmulas | Remover Todas as Setas


80 Auditoria de Fórmulas | Avaliar Fórmula Auditoria de Fórmulas | Ocultar Janela de Inspeção Auditoria de Fórmulas | Modo de Auditoria de Fórmulas Auditoria de Fórmulas | Mostrar Barra de Ferramentas ‘Auditoria de Fórmulas’ Macro | Macros Macro | Macros Macro | Gravar Nova Macro Macro | Gravar Nova Macro Macro | Segurança Macro | Editor do Visual Basic Macro | Editor de Scripts Microsoft Suplementos Opções de Autocorreção Personalizar Mostrar Assinaturas Opções

Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Avaliar Fórmula Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Janela de Inspeção Fórmulas | Auditoria de Fórmulas | Mostrar Fórmulas Fórmulas | Auditoria de Fórmulas Desenvolvedor | Código | Macros Exibição | Macros | Macros Desenvolvedor | Código | Gravar Macro Exibição | Macros | Macros | Gravar Macro Desenvolvedor | Código | Segurança de Macro Desenvolvedor | Código | Visual Basic Removido do Produto Botão Office | Excel Opções | Suplementos Botão Office | Excel Opções | Revisão de Texto | Opções de Autocorreção Botão Office | Excel Opções | Personalizar Botão Office | Preparar | Adicionar uma Assinatura Digital Botão Office | Excel Opções

Noções de Informática

Menu Dados Local do Excel 2003 Classificar Filtrar | Autofiltro Filtrar | Autofiltro Filtro | Mostrar Tudo Filtro | Mostrar Tudo Filtrar | Filtro Avançado Formulário Subtotais Validação Tabela Texto para Colunas Consolidar Organizar Estrutura de Tópicos | Ocultar Detalhe Organizar Estrutura de Tópicos | Mostrar Detalhe Organizar Estrutura de Tópicos | Agrupar Organizar Estrutura de Tópicos | Agrupar Organizar Estrutura de Tópicos | Desagrupar Organizar Estrutura de Tópicos | Desagrupar Organizar Estrutura de Tópicos | Autotópicos Organizar Estrutura de Tópicos | Limpar Estrutura de Tópicos Organizar Estrutura de Tópicos | Configurações Relatório de Tabela de Gráfico Dinâmicos Importar Dados Externos | Impor‑ tar Dados

Local do Excel 2007 Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Formulário Dados | Classificar e Filtrar | Filtrar Início | Edição | Classificar e Filtrar | Filtro Dados | Classificar e Filtrar | Limpar Início | Edição | Classificar e Filtrar | Limpar Dados | Classificar e Filtrar | Avançado Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Formulário Dados | Estrutura de Tópicos | Subtotal Dados | Ferramentas de Dados | Validação de Dados Dados | Ferramentas de Dados | Teste de Hipóteses | Tabela de Dados Dados | Ferramentas de Dados | Converter Texto em Tabela Dados | Ferramentas de Dados | Consolidar Dados | Estrutura de Tópicos | Ocultar Detalhes Dados | Estrutura de Tópicos | Mostrar Detalhes Dados | Estrutura de Tópicos | Agrupar Ferramentas de Tabela Dinâmica | Opções | Agrupar Dados | Estrutura de Tópicos | Desagrupar Ferramentas de Tabela Dinâmica | Opções | Desagrupar Dados | Estrutura de Tópicos | Agrupar | Autotópicos Dados | Estrutura de Tópicos | Desagrupar | Limpar Estrutura de Tópicos Dados | Estrutura de Tópicos | Configurações de Organizar Estrutura de Tópicos Inserir | Tabelas | Tabela Dinâmica | Tabela Dinâmica/Gráfico Dinâmico Dados | Obter Dados Externos


81 Importar Dados Externos | Nova Consulta à Web Importar Dados Externos | Nova Consulta a Banco de Dados Importar Dados Externos | Editar Consulta Importar Dados Externos | Proprie‑ dades do Intervalo de Dados Importar Dados Externos | Proprie‑ dades do Intervalo de Dados Importar Dados Externos | Parâ‑ metros Lista | Criar Lista Lista | Redimensionar Lista Lista | Linha de Totais Lista | Converter em Intervalo Lista | Publicar Lista

Dados | Obter Dados Externos | Da Web Dados | Obter Dados Externos | De Outras Fontes | Do Microsoft Query Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Editar Consulta Dados | Conexões | Propriedades Ferramentas de Tabela | Design | Dados de Tabela Externa | Propriedades

Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Parâme‑ tros Inserir | Tabelas | Tabela Ferramentas de Tabela | Design | Propriedades | Redimensionar Tabela Ferramentas de Tabela | Design | Opções de Estilo de Tabela | Linha de Totais Ferramentas de Tabela | Design | Ferramentas | Converter em Intervalo Ferramentas de Tabela | Design | Dados de Tabela Externa | Exportar | Exportar Tabela para Lista do SharePoint Lista | Exibir Lista no Servidor Ferramentas de Tabela | Design | Dados de Tabela Externa | Abrir no Navegador Lista | Desvincular Lista Ferramentas de Tabela | Design | Dados de Tabela Externa | Desvincular Lista | Sincronizar Lista Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Sincronizar Lista Lista | Descartar Alterações e Botão do Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Descartar Atualizar Alterações e Atualizar Lista | Ocultar Borda de Listas Removido do Produto Inativas XML | Importar Desenvolvedor | XML | Importar XML | Exportar Desenvolvedor | XML | Exportar XML | Atualizar Dados XML Desenvolvedor | XML | Atualizar Dados XML | Código-fonte XML Desenvolvedor | XML | Origem XML | Propriedades do Mapa Desenvolvedor | XML | Propriedades do Mapa XML XML | Editar Consulta Removido do Produto XML | Pacotes de Expansão para Desenvolvedor | XML | Pacotes de Expansão XML Atualizar Dados Ferramentas de Gráfico Dinâmico | Analisar | Dados | Atualizar Atualizar Dados Ferramentas de Tabela Dinâmica | Opções | Dados | Atualizar Atualizar Dados Ferramentas de Tabela | Design | Dados de Tabela Externa | Atualizar Atualizar Dados Dados | Conexões | Atualizar | Atualizar Atualizar Dados Ferramentas de Gráfico Dinâmico | Analisar | Dados | Atualizar | Atualizar Atualizar Dados Ferramentas de Tabela Dinâmica | Opções | Dados | Atualizar | Atualizar Atualizar Dados Ferramentas de Tabela | Design | Dados de Tabela Externa | Atualizar | Atualizar

Local do Excel 2003 Tipo de Gráfico Dados de Origem Dados de Origem Opções de Gráfico Local Local Adicionar Dados Adicionar Linha de Tendência Exibição 3D

Local do Excel 2007 Ferramentas de Gráfico | Design | Tipo | Alterar Tipo de Gráfico Ferramentas de Gráfico | Design | Dados | Selecionar Dados Ferramentas de Gráfico Dinâmico | Design | Dados | Selecionar Dados Gráfico | Layout Ferramentas de Gráfico | Design | Local | Mover Gráfico Ferramentas de Gráfico Dinâmico | Design | Local | Mover Gráfico Ferramentas de Gráfico | Design | Dados | Editar Fonte de Dados Ferramentas de Gráfico | Layout | Análise | Linha de Tendência Ferramentas de Gráfico | Layout | Plano de Fundo | Exibição 3D

Noções de Informática

Menu Gráfico


82

Menu Janela

Local do Excel 2003 Nova Janela Organizar Comparar Lado a Lado com Ocultar Reexibir Dividir Congelar Painéis Pastas de Trabalho Abertas no Momento

Local do Excel 2007 Exibir | Janela | Nova Janela Exibir | Janela | Organizar Tudo Exibir | Janela | Exibir Lado a Lado Exibir | Janela | Ocultar Exibir | Janela | Reexibir Exibir | Janela | Dividir Exibir | Janela | Congelar Painéis Exibir | Janela | Alternar Janelas

Menu Ajuda Local do Excel 2003 Ajuda do Microsoft Excel Microsoft Office Online Fale Conosco Verificar se há Atualizações Detectar e Reparar Ativar Produto Opções de Comentários do Cliente Sobre o Microsoft Office Excel *Mostrar o Assistente do Office

Local do Excel 2007 Faixa de Opções Superior | Ajuda Botão Office | Excel Opções | Recursos | Microsoft Office Online Botão Office | Excel Opções | Recursos | Fale Conosco Botão Office | Opções do Excel | Recursos | Verificar se há Atualizações Botão Office | Excel Opções | Recursos | Diagnosticar Botão Office | Excel Opções | Recursos | Ativar Botão Office | Opções do Powerpoint | Central de Confiabilidade | Protegendo Sua Privacidade | Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário Botão Office | Excel Opções | Recursos | Sobre Removido do Produto

Noções de Informática

O Que Há de Novo? Interface do usuário orientada a resultados: a nova interface do usuário orientada a resultados facilita o trabalho no Microsoft Office Excel. Os comandos e os recursos que eram normalmente colocados em Barras de Ferramentas e menus complexos agora estão mais fáceis de serem loca‑ lizados nas guias orientadas a tarefas que contêm grupos de comandos e recursos. Muitas das caixas de diálogo são substituídas por galerias suspensas que exibem as opções disponíveis, e dicas descritivas ou visualizações de exemplo são fornecidas para ajudar a escolher a opção correta. Qualquer que seja a tarefa executada na nova interface do usuário – formatação ou análise de dados – o Excel apresentará as ferramentas mais úteis para a conclusão bem-sucedida da tarefa. Mais linhas e colunas e outros limites novos: para permitir que você explore quantidades maciças de dados nas planilhas, o Office Excel 2007 oferece suporte a 1 milhão de linhas e 16 mil colunas por planilha. Especi‑ ficamente, a grade do Office Excel 2007 é de 1.048.576 linhas por 16.384 colunas, o que significa 1.500% de linhas e 6.300% de colunas a mais em relação ao Microsoft Office Excel 2003. Para aqueles que são curiosos, as colunas agora terminam em XFD, e não em IV. Em vez de 4 mil tipos de formatação, você agora pode usar um número ilimitado na mesma pasta de trabalho, e o número de referências de célula por célula aumentou de 8 mil para o valor limitado pela memória disponível. Para aprimorar o desempenho do Excel, o gerencia­mento de memória aumentou de 1 GB de memória, no Microsoft Office Excel 2003, para 2 GB, no Office Excel 2007. Você também poderá efetuar cálculos de forma mais rápida em planilhas grandes com várias fórmulas, pois

o Office Excel 2007 oferece suporte a processos duais e conjuntos de chips multithread. O Office Excel 2007 também oferece suporte a até 16 milhões de cores. Temas do Office e estilos do Excel: no Office Excel 2007, você pode formatar dados rapidamente na planilha, aplicando um tema e utilizando um estilo específico. Os temas podem ser compartilhados entre outros programas do Versão 2007 Office, como o Microsoft Office Word e o Microsoft Office Powerpoint, enquanto os estilos são projetados para alterar o formato dos itens específicos ao Excel, como tabelas, gráficos, tabelas dinâmicas, formas ou diagramas do Excel. Aplicando um tema: um tema é um conjunto prede­ finido de cores, fontes, linhas e efeitos de preenchimento que pode ser aplicado à planilha inteira ou a itens espe­ cíficos, como gráficos ou tabelas. Eles podem ajudar a criar documentos com uma boa aparência. Sua empresa pode fornecer um tema corporativo para ser usado ou você pode escolher dentre os temas predefinidos que estão disponíveis no Excel. Também é fácil criar seu próprio tema para uma aparência uniforme e profissional que possa ser aplicada a todas as planilhas do Excel e a outros documen­tos do Versão 2007 Office. Quando você cria um tema, a cor, a fonte e os efeitos de preenchimento podem ser alterados individualmente para que você possa fazer alterações em algumas ou todas essas opções. Utilizando estilos: um estilo é um formato predefi­ nido e baseado no tema que pode ser aplicado para alterar a aparência das tabelas, dos gráficos, das tabelas dinâmi‑ cas, das formas ou dos diagramas do Excel. Se os estilos predefinidos e internos não atenderem às necessidades, é possível personalizar um estilo. Para gráficos, você pode escolher dentre vários estilos predefinidos, mas não pode criar seus próprios estilos de gráfico.


Melhorias nas tabelas do Excel: no Office Excel 2007 você pode usar a nova interface do usuário para criar, formatar e expandir com rapidez uma tabela do Excel (conhecido como uma lista do Excel, no Excel 2003) para organizar os dados na planilha para que se torne mais fácil o trabalho. A nova ou aprimorada funcionalidade para as tabelas inclui os recursos a seguir. Linhas do cabeçalho da tabela: as linhas do cabeça‑ lho da tabela podem ser ativadas ou desativadas. Quando os cabeçalhos da tabela são exibidos, eles permanecem visíveis com os dados nas colunas das tabelas, substituindo os cabeçalhos da planilha quando você se move em uma grande tabela. Colunas Calculadas: uma coluna calculada utiliza uma única fórmula que é ajustada para cada linha. Ela auto­maticamente se expande para incluir linhas adicionais, de tal maneira que a fórmula seja imediatamente estendida para essas linhas. Basta inserir a fórmula apenas uma vez – não é necessário usar os comandos Preencher ou Copiar. Autofiltro Automático: o Autofiltro é desativado por padrão na tabela para permitir a classificação e a filtragem dos dados da tabela. Referências Estruturadas: esse tipo de referência permite usar nomes de cabeçalho de coluna de tabelas em fórmulas, em vez de referências de células, como A1 ou R1C1. Total de Linhas: em uma linha de totais, você pode usar fórmulas personalizadas e entradas de texto. Estilos de Tabelas: você pode aplicar um estilo de tabela para adicionar rapidamente formatação profissio‑ nal e com design de qualidade às tabelas. Se um estilo de linha alternativo estiver habilitado em uma tabela, o Excel manterá a regra de estilo alternativa durante as ações que normalmente iriam corromper esse layout, como filtragem, ocultação de linhas ou reorganização manual de linhas e colunas. Nova aparência dos gráficos: no Office Excel 2007 você pode usar novas ferramentas de gráfico para criar, de forma mais fácil, gráficos com aparência profissional que comunicam as informações de modo eficiente. Com base no tema que é aplicado à planilha, a aparência nova e atualizada dos gráficos inclui efeitos especiais, como 3-D, transparência e sombras leves. A nova interface do usuário torna mais fácil explorar os tipos de gráficos disponíveis para que você possa criar o gráfico correto para os dados. Os numerosos estilos e layouts gráficos predefinidos são fornecidos para que você possa aplicar rapidamente um formato com boa aparência e incluir os detalhes desejados no gráfico. Selecionadores de elementos de gráfico visual: além de layouts e formatos rápidos, você agora poderá usar a nova interface de usuário para alterar rapidamente cada elemento do gráfico e melhor apresentar seus dados. Com apenas alguns cliques, você poderá adicionar ou remover títulos, legendas, rótulos de dados, linhas de tendências e outros elementos de gráfico. Uma aparência moderna com o Officeart: como os gráficos no Office Excel 2007 são desenhados com o Officeart, quase tudo que pode ser feito em uma forma do Officeart também pode ser feito em um gráfico e em seus elementos. Por exemplo, você pode adicionar uma sombra leve ou um efeito biselado para destacar um elemento ou usar transparência para tornar visíveis os elementos par‑ cialmente obscurecidos em um layout do gráfico. Você também poderá usar efeitos 3-D realistas.

Noções de Informática

Como no Excel 2003, os estilos de célula são uti‑ lizados para formatar células selecionadas, mas agora você pode aplicar com mais rapidez um estilo de célula predefinido. A maioria dos estilos da célula não é basea­ da no tema que é aplicado à planilha, e você pode criar facilmente seu próprio estilo. Formatação condicional rica: na Versão 2007 Office, você pode utilizar a formação condicional para anotar visualmente seus dados para fins de análise e apresentação. Para localizar com facilidade as exceções e destacar tendências importantes nos seus dados, você pode implemen­tar e gerenciar várias regras de formatação condicional que aplicam a formatação visual rica em for‑ ma de cores de gradiente, barras de dados, conjuntos de ícones a dados que atendem a essas regras. Os formatos condicionais também são fáceis de serem aplicados – com apenas alguns cliques, você pode ver relações nos seus dados que podem ser usados para fins de análise. Escrita fácil de fórmulas: as seguintes melhorias tornam a escrita de fórmulas muito mais fácil no Office Excel 2007. Barra de fórmula redimensionável: a Barra de Fór‑ mulas se redimensiona automaticamente para acomodar fórmulas longas e complexas, o que impede que as fór‑ mulas abranjam outros dados na planilha. Você também pode escrever fórmulas mais longas com mais níveis de aninhamento em relação ao que era possível nas versões anteriores do Excel. Função Autocompletar: com a função Autocom­ pletar você pode escrever rapidamente a sintaxe de fór‑ mula adequada. Detecta com facilidade as funções que deseja usar para obter ajuda completando os argumentos de fórmula, assim você poderá obter fórmulas corretas da primeira vez e sempre. Referências Estruturadas: além de referências de célula, como A1 e R1C1, o Office Excel 2007 fornece referências estruturadas que fazem referência a intervalos e tabelas nomeadas, em uma fórmula. Fácil acesso a Intervalos Nomeados: utilizando o gerenciador de nomes do Office Excel 2007, é possível organizar, atualizar e gerenciar vários intervalos nomeados em um local centralizado, o que ajuda aqueles que pre‑ cisam trabalhar na sua planilha a interpretar as fórmulas e os dados. Novas fórmulas OLAP e funções de cubo: ao tra‑ balhar com bancos de dados multidimensionais (como SQL Server Analysis Services), no Office Excel 2007, você pode usar fórmulas OLAP para criar relatórios vinculados a dados OLAP complexos e sem formulário. Novas funções de cubo são utilizadas para extrair dados OLAP (conjuntos e valores) dos Serviços de Análise e exibi-los em uma célula. As fórmulas OLAP podem ser geradas quando você converte as fórmulas de Tabelas Dinâmicas em fórmulas de célula, ou quando você usa o Autocompletar para argumentos da função de cubo ao digitar as fórmulas. Classificação e filtragem aprimoradas: no Office Excel 2007 você pode organizar rapidamente os dados da sua planilha para localizar as respostas necessárias, utili‑ zando classificação e filtragem aprimorada. Por exemplo, você agora pode classificar dados por cor e para mais de 3 (e até 64) níveis. Também é possível filtrar dados por cor ou por data, exibir mais de 1.000 itens na lista suspensa Autofiltrar, selecionar vários itens a serem filtrados e filtrar os dados na Tabela Dinâmica.

83


Noções de Informática

84

Linhas e fontes claras: as linhas nos gráficos apare‑ cem menos denteadas, e as fontes Cleartype são usadas no texto para melhorar a legibilidade. Mais cores do que nunca: você pode escolher facil‑ mente uma das várias cores de tema predefinidas e variar a intensidade da cor. Para obter mais controle, você também pode adicionar suas próprias cores, escolhendo entre 16 milhões de cores na caixa de diálogo cores. Modelos de gráficos: na nova interface de usuário você pode salvar seus gráficos favoritos como um modelo de gráfico. Gráficos compartilhados: utilizando gráficos do Ex‑ cel em outros programas, no Versão 2007 Office, o gráfico é compartilhado entre o Excel, o Word e o Powerpoint. Em vez de usar os recursos de gráfico fornecidos pelo Micro‑ soft Graph, o Word e o Powerpoint agora incorporam os mais poderosos recursos de gráfico do Excel. Como uma planilha do Excel é usada como a planilha de dados de grá‑ ficos do Word e do Powerpoint, o gráfico compartilhado fornece as valiosas funcionalidades do Excel. Incluem-se o uso de fórmulas, filtragem, classificação e habilidade para vincular um gráfico a fontes de Dados Externos, como o Microsoft SQL Server e o Serviços de Análise (OLAP), para que os gráficos tenham informações atualizadas. A planilha do Excel contém os dados do gráfico que podem ser armazenados em um documento do Word ou em uma apresentação no Powerpoint, ou em um arquivo separado para reduzir o tamanho dos documentos. Copiando gráficos para outros programas: os grá‑ ficos podem ser facilmente copiados de um documento ou aplicativo e colados em outro documento ou programa. Quando você copia um gráfico do Excel para o Word ou o Powerpoint, ele é alterado automaticamente para cor‑ responder ao documento do Word ou à apresentação em Powerpoint, mas você também pode manter o formato de gráfico do Excel. Os dados da planilha do Excel podem ser incorporados ao documento do Word ou à apresentação em Powerpoint, mas também pode ser deixado no arquivo Excel de origem. Animando gráficos no Powerpoint: no Powerpoint você pode usar a animação mais facilmente para enfatizar dados em um gráfico baseado no Excel. Você pode ani‑ mar o gráfico inteiro ou a entrada da legenda e os rótulos dos eixos. Em um gráfico de colunas, você pode animar colunas individuais para melhor ilustrar um ponto espe‑ cífico. Os recursos de animação podem ser localizados de forma mais fácil e permitem um controle bem maior. Por exemplo, você pode fazer alterações em etapas de animação individuais e usar mais efeitos de animação. Tabelas dinâmicas fáceis de usar: no Office Excel 2007 as tabelas dinâmicas são muito mais fáceis de usar do que nas versões anteriores do Excel. Utilizando a nova interface do usuário de tabelas dinâmicas, as informações que deseja visualizar sobre seus dados estão apenas a um clique – não é mais necessário arrastar os dados para soltar zonas que nem sempre são alvo fácil. Em vez disso, você pode simplesmente selecionar os campos que deseja ver em uma nova lista de campos da Tabela Dinâmica. E depois que você cria uma Tabela Dinâmica, é possí‑ vel aproveitar muitos recursos novos ou aprimorados para resumir, analisar e formatar os dados da Tabela Dinâmica. Usando a opção Desfazer nas tabelas dinâmicas: agora você pode desfazer a maioria das ações realizadas para criar ou reorganizar uma Tabela Dinâmica. Indicadores de pesquisa de adição e subtração: esses indicadores são utilizados para indicar se você pode

expandir ou reduzir partes da Tabela Dinâmica para ver mais ou menos informações. Classificação e filtragem: agora a classificação é mais simples selecionando um item na coluna que deseja classificar e utilizando os botões de Classificação. Você pode filtrar dados utilizando os filtros da Tabela Dinâmica, como Maior que, Igual a ou Contido. Formatação condicional: você pode aplicar a forma‑ tação condicional a uma Tabela Dinâmica do Office Excel 2007, por célula ou por interseção de células. Estilo e layout de tabelas dinâmicas: da mesma forma que ocorre nas tabelas e nos gráficos do Excel, você pode aplicar rapidamente um estilo predefinido ou personalizado a uma Tabela Dinâmica. E a alteração do layout de uma Tabela Dinâmica também é muito mais fácil de ser feita na nova interface do usuário. Gráficos dinâmicos: assim como as Tabelas Dinâ‑ micas, os Gráficos Dinâmicos são mais fáceis de serem criados na nova interface do usuário. Todas as melhorias de filtragem também estão disponíveis para os Gráficos Dinâmicos. Quando você cria um Gráfico Dinâmico, as ferramentas específicas do Gráfico Dinâmico e os menus de contexto estão disponíveis para que você possa analisar os dados no gráfico. Você também pode alterar o layout, o estilo e o formato do gráfico ou de seus elementos, da mesma forma que no gráfico regular. No Office Excel 2007, a formatação aplicada ao gráfico é preservada quan‑ do você faz alterações no Gráfico Dinâmico, o que é um aprimoramento em relação às versões anteriores do Excel. Conexões rápidas com Dados Externos: no Office Excel 2007 você não precisa mais conhecer os nomes do servidor ou do banco de dados de fontes de dados cor‑ porativas. Em vez disso, você pode usar o Início Rápido para fazer seleções, a partir de uma lista de fontes de dados que o administrador ou o especialista do grupo de trabalho disponibilizou. Um gerenciador de conexão no Excel permite que você exiba todas as conexões em uma pasta de trabalho e facilite a reutilização de uma conexão ou substitua uma conexão por outra. Novos formatos de arquivos: • Formato de arquivo com base em XML: no Mi‑ crosoft Office System 2007, a Microsoft está apre‑ sentando novos formatos de arquivos para Word, Excel e Powerpoint, conhecidos como os formatos Office Open XML. Esses novos formatos de ar‑ quivo facilitam a integração com fontes de dados externas e também oferece tamanhos reduzidos e recuperação aprimorada de dados. No Office Excel 2007, o formato padrão para uma pasta de trabalho do Excel é o formato de arquivo com base em XML do Office Excel 2007 (.xlsx). Outros formatos com base em XML são: o formato de arquivo habilitado por macro e com base em XML do Office Excel 2007 (.xlsm), o formato de arquivo para um modelo de Excel, do Office Excel 2007 (.xltx) e o formato de arquivo habilitado por macro, do Office Excel 2007 para um modelo do Excel (.xltm). • Formato de arquivo binário do Office Excel 2007: além dos novos formatos de arquivos com base em XML, o Office Excel 2007 também apresenta uma versão binária do formato de arquivos segmentado e compactado para pastas de trabalho grandes ou complexas. O formato de arquivo do Office Excel 2007 de arquivo binário (ou BIFF12) (.xls) pode ser usado para obter desempenho ideal e compa‑ tibilidade com versões anteriores.


Local do Excel 2003 Novo Abrir Salvar Salvar Permissão E-mail Imprimir Visualização de Impressão Verificar Ortografia Pesquisar Recortar Copiar Colar Pincel Desfazer Refazer Anotações à Tinta

HTML, formata-os em páginas da Web e os exibe. Um navegador da Web, como o Windows Internet Explorer, pode visitar hiperlinks, transferir arquivos e tocar som ou executar arquivos de vídeo incorporados em páginas da Web), eles podem usar o Microsoft Office Excel Web Access para exibir, analisar, imprimir e extrair esses dados da planilha. Eles também podem criar um instantâneo es‑ tático dos dados em intervalos regulares ou sob demanda. O Office Excel Web Access facilita a execução de ativi‑ dades, como rolagem, filtragem, classificação, exibição de gráficos e utilização de busca detalhada em tabelas dinâ‑ micas. Você também pode conectar o Web Part do Excel Web Access a outras Web Parts para exibir dados de formas alternativas. E, com as permissões corretas, os usuários do Excel Web Access poderão abrir uma pasta de trabalho, no Office Excel 2007, para poderem aproveitar o máximo possível do Excel para analisar e trabalhar com os dados em seus computadores, se tiverem o Excel instalado. A utilização desse método para compartilhar trabalho garante que outras pessoas tenham acesso a uma versão dos dados em um único local, que pode ser atualizado com os detalhes mais recentes. Se precisar que outras pessoas, como membros da equipe, forneçam comentários e informações atualizadas, talvez você queira compartilhar uma pasta de trabalho, da mesma forma que nas versões anteriores do Excel, para coletar as informações necessá‑ rias antes de salvá-las no Excel Services. Utilizando o Servidor de Gerenciamento de Do­ cumentos: o Excel Services pode ser integrado ao Ser‑ vidor de Gerenciamento de Documentos para criar um processo de validação em relação aos novos relatórios e às novas ações de fluxo de trabalho de cálculo do Excel, como a notificação baseada em célula ou um processo de fluxo de trabalho baseado em um cálculo complexo do Excel. Você também pode usar o Servidor de Gerencia­mento de Documentos para agendar os recálculos noturnos de um modelo complexo de pasta de trabalho. Acesso rápido a mais modelos: no Office Excel 2007, você pode basear uma nova pasta de trabalho em uma variedade de modelos instalados com o Excel, ou você pode acessar e baixar modelos da maneira do site do Microsoft Office On-line.

Local do Excel 2007 Botão Office | Novo | Planilha Vazia Botão Office | Abrir Barra de Ferramentas de Acesso Rápido | Salvar Botão Office | Salvar Botão Office | Preparar | Restringir Permissão | Restringir Permissão Como Botão Office | Enviar | E-mail Botão Office | Imprimir | Impressão Rápida Botão Office | Imprimir | Visualizar Impressão Revisar | Revisão de Texto | Verificar Ortografia Revisar | Revisão de Texto | Pesquisa Início | Área de transferência | Recortar Início | Área de transferência | Copiar Início | Área de transferência | Colar Início | Área de transferência | Pincel Barra de Ferramentas de Acesso Rápido | Desfazer Barra de Ferramentas de Acesso Rápido | Refazer Revisar | Tinta | Iniciar Escrita à Tinta

Noções de Informática

Compatibilidade com versões anteriores do Excel: você pode verificar uma pasta de trabalho do Office Excel 2007 para ver se ele contém os recursos ou a formatação que não são compatíveis com uma versão anterior do Excel para que você possa fazer as alterações necessárias para obter melhor compatibilidade com versões anteriores. Nas versões anteriores do Excel, você pode instalar atualizações e conversores que ajudam a abrir uma pasta de trabalho do Office Excel 2007 para que você possa editá-la, salvá-la e abri-la novamente no Office Excel 2007, sem perder nenhu‑ ma função ou recursos específicos do Office Excel 2007. Melhor experiência de impressão: modo de Exi‑ bição de Layout de Página: além do Modo de Exibição Normal e Visualizar Quebra de Página, o Office Excel 2007 fornece o Modo de Exibição de Layout de Página. Você pode usar essa exibição para criar uma planilha e, ao mesmo tempo, observar a aparência no formato impresso. Nessa exibição, você pode trabalhar com cabeçalhos de página, rodapés e configurações de margem direta, na planilha, e posicionar objetos, como gráficos ou formas, exatamente onde você quiser. Você também tem fácil acesso a todas as opções de configuração de página na guia Layout de Página, na nova interface do usuário para que você possa especificar rapidamente as opções, como orientação de página. É fácil ver o que será impresso em cada página, o que ajudará a evitar várias tentativas de impressão e dados truncados nas impressões. Salvando em formatos PDF e XPS: você pode sal‑ var um arquivo PDF ou XPS a partir de um programa do Microsoft Office System 2007 somente depois de instalar um suplemento. Para obter mais informações, consulte Permitir Suporte para outros formatos de arquivos, como PDF ou XPS. Novos modos de compartilhar seu trabalho: usando Serviços do Excel para compartilhar seu trabalho: Se tiver acesso ao Excel Services, você poderá utilizá-lo para com‑ partilhar os dados da planilha do Office Excel 2007 com outras pessoas, como executivos e outros participantes da organização. No Office Excel 2007 você pode salvar uma pasta de trabalho no Excel Services e especificar os dados da planilha que outras pessoas devem ver. Em um navegador (navegador: software que interpreta arquivos

85


86 Hiperlink Autossoma Autossoma Classificação Crescente Classificação Decrescente Assistente de Gráfico Desenho

Inserir | Vínculos | Hiperlink Início | Edição | Autossoma Fórmulas | Biblioteca de Funções | Autossoma Dados | Classificar e Filtrar | Classificar de A a Z Dados | Classificar e Filtrar | Classificar de Z a A Inserir | Gráficos Estes comandos estão disponíveis nas guias Ferramentas de Desenho quando você insere ou seleciona uma forma. Zoom Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Zoom Ajuda do Microsoft Excel Faixa de Opções Superior | Ajuda Relatório de Tabela e Gráfico Dinâmicos Inserir | Tabelas | Tabela Dinâmica | Tabela Dinâmica/Gráfico Dinâmico Comentário Revisar | Comentários | Novo Comentário Autofiltro Botão Office | Opções do Excel | Personalizar | Todos os Comandos | Autofiltro

Noções de Informática

Formatação Local do Excel 2003 Fonte Tamanho da Fonte Negrito Itálico Sublinhado Alinhar à Esquerda Centralizar Alinhar à Direita Mesclar e Centralizar Mesclar e Centralizar Estilo de Moeda Estilo de Porcentagem Separador de Milhares Aumentar Casas Decimais Diminuir Casas Decimais Diminuir Recuo Aumentar Recuo Bordas Cor do Preenchimento Cor da Fonte Gráfico | Tipo de gráfico Gráfico | Dados de Origem Gráfico | Dados de Origem Gráfico | Opções de Gráfico Gráfico | Local Gráfico | Local Gráfico | Adicionar Dados Gráfico | Adicionar Linha de Tendência Gráfico | Exibição 3D Autoformatação Células Aumentar Tamanho da Fonte Diminuir Tamanho da Fonte Direção do Texto *Direção do Texto | Da Esquerda para a Direita da Planilha *Direção do Texto | Da Direita para a Esquerda da Planilha *Direção do Texto | Contexto *Da Direita para a Esquerda da Planilha

Local do Excel 2007 Início | Fonte | Fonte Início | Fonte | Tamanho da Fonte Início | Fonte | Negrito Início | Fonte | Itálico Início | Fonte | Sublinhado | Sublinhado Início | Alinhamento | Alinhar à Esquerda Início | Alinhamento | Centro Início | Alinhamento | Alinhar à Direita Início | Alinhamento | Mesclar e Centralizar Início | Alinhamento | Mesclar | Mesclar e Centralizar Início | Número | Formato de Número de Contabilização Início | Número | Estilo de Porcentagem Início | Número | Separador de Milhares Início | Número | Aumentar Casas Decimais Início | Número | Diminuir Casas Decimais Início | Alinhamento | Diminuir Recuo Início | Alinhamento | Aumentar Recuo Início | Fonte | Bordas Início | Fonte | Cor do Preenchimento Início | Fonte | Cor da Fonte Ferramentas de Gráfico | Design | Tipo | Alterar Tipo de Gráfico Ferramentas de Gráfico | Design | Dados | Selecionar Dados Ferramentas de Gráfico Dinâmico | Design | Dados | Selecionar Dados Gráfico | Layout Ferramentas de Gráfico | Design | Local | Mover Gráfico Ferramentas de Gráfico Dinâmico | Design | Local | Mover Gráfico Ferramentas de Gráfico | Design | Dados | Editar Fonte de Dados Ferramentas de Gráfico | Layout | Análise | Linha de Tendência Ferramentas de Gráfico | Layout | Plano de Fundo | Exibição 3D Início | Estilos | Formatar como Tabela Início | Células | Formatar | Formatar Células Início | Fonte | Aumentar Tamanho da Fonte Início | Fonte | Diminuir Tamanho da Fonte Início | Alinhamento | Orientação Início | Alinhamento | Da Esquerda para a Direita | Da Esquerda para a Direita Início | Alinhamento | Da Esquerda para a Direita | Da Direita para a Esquerda Início | Alinhamento | Da Esquerda para a Direita | Contexto Layout da Página | Opções de Planilha | Documento da Direita para a Esquerda


87 BOTÕES DO EXCEL 2007 GUIAS DA FAIXA DE OPÇÕES Guia Início

Grupo Área de Transferência

Botão Cor de Preenchimento: colore o plano de fundo das células selecionadas. Botão Cor da Fonte: altera a cor do texto.

Botões do grupo Área de Trans-

ferência

fonte. fonte.

Botão Aumentar Fonte: aumenta o tamanho da Botão Reduzir Fonte: dimunui o tamanho da

Grupo Alinhamento Botão Colar: cola o Conteúdo da Área de Transferência a partir do cursor. Botão Recortar: recorta a seleção do documento e coloca na Área de Transferência. Botão Copiar: copia a seleção e coloca na Área de Transferência.

Botões do Grupo Alinhamento

Botão Formatar Pincel: copia a formatação de um local e aplica a outro. • Clique duas vezes este botão para aplicar a mesma formatação a vários locais do documento.

Botão Alinhar em Cima: alinha o texto à parte superior da célula.

Grupo Fonte

Botão Alinhar em Baixo: alinha o texto à parte inferior da Célula.

Botões do grupo Fonte Botão Fonte: altera o tipo da

fonte.

Botão Alinhar Texto à Esquerda: alinha o texto à esquerda.

Botão Negrito: aplica negrito ao texto selecio‑

Botão Sublinhado: sublinha o texto selecio‑

Botão Borda: aplica ou remove borda das células selecionadas.

direita.

Botão Alinhar Texto à Direita: alinha o texto à

Botão Mesclar e Centralizar: associa as células selecionadas a uma célula maior e centraliza o conteúdo restante (somente o superior esquerdo) na nova célula. • Este recurso é geralmente utilizado para criar rótulos que ocupam várias colunas. Botão Diminuir Recuo: diminui a margem entre o texto e a borda da célula. Botão Aumentar Recuo: aumenta a margem entre o texto e a borda da célula.

Noções de Informática

Botão Tamanho da Fonte: altera o ta‑

Botão Itálico: aplica itálico ao texto selecionado. nado.

Botão Quebrar Texto Automaticamente: torna todo o conteúdo visível em uma célula exibindo‑o em várias linhas. Em outras palavras, cria uma nova linha dentro da célula.

Botão Centralizar: centraliza o texto.

manho da fonte. nado.

Botão Alinhar no Meio: alinha o texto de modo que fique centralizado entre a parte superior e a parte inferior da célula.


88 Botão Orientação: gira o texto em um ângulo diagonal ou em uma orientação vertical. • Este recurso é geralmente usado para rotular colu‑ nas estreitas. • Clique novamente a orientação de texto sele‑ cionada no momento para restaurar a orientação normal.

Botão Incorreto: Estilo Normal Botão Bom: Estilo bom Botão Neutra: Estilo Neutra Grupo Células

Grupo Número

Botões do Grupo Células Botões do Grupo Número Botão Formato de Número: permite escolher como os valores de uma célula serão exibidos: percentual, moeda, data, hora etc. Botão Formato de Número de Contabilização: permite escolher um formato alternativo de unidade mo‑ netária para a célula selecionada. • Por exemplo, escolha euros em vez de dólares. Botão Estilo de Porcentagem: exibe o valor da célula como percentual.

Botão Inserir Células: insere células, linhas ou colunas na planilha ou tabela. Botão Excluir Células: exclui linhas ou colunas da tabela ou planilha. Botão Formatar: modifica a altura da linha ou a largura da coluna, organiza planilhas ou protege/oculta células. Grupo Edição

Botão Separador de Milhares: exibe o valor da célula como um separador de milhar. • Este comando alterará o formato da célula para Contábil sem um símbolo de moeda.

Botões do Grupo Edição

Botão Aumentar Casas Decimais: mostra valores mais precisos, exibindo mais casas decimais. Botão Diminuir Casas Decimais: mostra valores menos precisos exibindo menos casas decimais.

Botão Soma: exibe a soma das células sele‑

Botão Preencher: continua um padrão em uma ou mais células adjacentes. • Você pode preencher as células em qualquer direção e em qualquer intervalo de células adjacentes.

Grupo Estilo

Botão do Grupo Estilo

Botão Formatação Condicional: realça as células de seu interesse, enfatiza valores incomuns, vi‑ sualiza os dados usando a Barra de Dados, escalas de cor e conjuntos de ícones baseados em critérios específicos. Noções de Informática

cionadas.

Botão Formatar como Tabela: formata rapidamente um intervalo de células e converte em tabela, escolhendo um estilo de Tabela Predefinido. Botão Normal: Estilo Normal

Botão Limpar: exclui todos os elementos da célula ou remove seletivamente a formatação.

Botão Classificar e Filtrar: organiza os dados para que seja mais fácil analisá‑los. • Você pode classificar os dados selecionados em ordem crescente ou decrescente. É possível ainda filtrar temporariamente valores específicos.

Botão Localizar e Selecionar: localiza e seleciona um texto específico, uma formatação ou um tipo de informação na pasta de Trabalho. • Você também pode substituir as informações pelo novo texto ou formatação.


89 Guia Inserir

Grupo Tabelas

Botões do Grupo Tabelas

Botão Inserir Tabela Dinâmica: resume os dados usando uma Tabela Dinâmica. • As tabelas dinâmicas facilitam a organização e o resumo de dados complicados, bem como a análise de detalhes.

Botão Tabela: cria uma tabela para gerenciar e analisar dados relacionados. • As tabelas facilitam a classificação, filtração e formatação dos dados em uma planilha.

Botão Barras: insere um Gráfico de Barras. • Os Gráficos de Barra são os melhores tipos para comparar múltiplos valores. Botão Área: insere um Gráfico de Área. • Os Gráficos de Área enfatizam a diferença entre vários conjuntos de dados ao longo do tempo de um período de tempo. Botão Dispersão: insere um Gráfico de Dispersão, também conhecido como gráfico X e Y. Botão Outros Gráficos: insere um gráfico de ações, superfície, roscas bolhas ou radar. Grupo Links

Grupo Gráficos

Botões do

Grupo Gráficos

Botão Pizza: insere um Gráfico de Pizza. • Os Gráficos de Pizza exibem a contribuição de cada valor em relação a um total. • São usados quando os valores podem ser somados ou quando há apenas uma série de dados e todos os valores são positivos.

Botão Hiperlink: cria um link para uma página da web, uma imagem, um endereço de e‑mail ou um programa. Grupo Texto

Botão Linhas: insere um gráfico de

linhas. • Os gráficos de linhas são usados para exibir ten‑ dências ao longo do tempo. Guia Layout da Página

Botões do Grupo Texto Botão Cabeçalho e Rodapé: edita o cabeçalho ou rodapé do documento. • As informações do cabeçalho ou rodapé do do­ cumen­to serão exibidas na parte superior ou infe‑ rior de cada página impressa.

Noções de Informática

Botão Colunas: insere um Gráfico de Colunas. • Os gráficos de colunas são usados para comparar valores em diversas categorias.


90

Grupo Dimensionar para Ajustar

Grupo Temas

Botões do Grupo Temas

Botão Temas: altera o design geral do do­ cumento inteiro, incluindo cores, fontes e efeitos. atual.

Botão Cores do Tema: altera as cores do tema

Botão Fontes do Tema: altera as fontes do tema atual. Botão Efeitos do Tema: altera os estilos do tema atual. Grupo Configurar Página

mensionar para Ajustar

Botões do Grupo Di-

Botão Largura: reduz a largura da saída impressa de modo que ela se ajuste a um número máximo de páginas. Botão Altura: reduz a altura da saída impressa de modo que ela se ajuste a um número máximo de páginas. Botão Escala: alonga ou reduz a saída impressa em um percentual de seu tamanho real. • A largura e a altura máxima devem ser definidas como “Automática” para que esse recurso seja utilizado. Grupo Opções de Planilha

Botões do Grupo Configurar Página

Opções de Planilha Botão Margens: permite definir os tamanhos das margens do documento inteiro ou da seção atual. Botão Orientação da Página: alterna as páginas entre os layouts, retrato e paisagem.

Botão Exibir Linhas de Grade: mostra as linhas que aparecem entre linhas e colunas da planilha para facilitar a edição e a leitura.

Botão Tamanho: permite escolher um tamanho de papel para a seção atual. • Para aplicar um tamanho de papel específico a to‑ das as seções do documento, clique mais tamanhos de papel.

Botão Imprimir Linhas de Grade: imprime as linhas que aparecem entre as linhas e a colunas da planilha para facilitar a leitura.

Botão Área de Impressão: marca uma área específica da planilha para impressão.

Noções de Informática

Botões do Grupo

Botão Quebras: especifica onde uma nova página iniciará na cópia impressa. • As quebras de página são inseridas acima e à es‑ querda da seleção. Botão Plano de Fundo: escolhe uma imagem para ser exibida como plano de fundo da planilha. Botão Imprimir Títulos: espe‑ cifica linhas e colunas a serem repetidas em cada página impressa.

Botão Exibir Títulos: mostra os títulos de linha da coluna. • Os títulos de linha são os números de linha na lateral da planilha. • Os títulos de coluna são as letras ou os números que aparecem acima das colunas em uma planilha. Botão Imprimir Títulos: imprime os títulos de linha e coluna. • Os títulos de linha são os números de linha na lateral da planilha. • Os títulos ou colunas são as letras ou os números que aparecem acima das colunas em uma planilha.


91

Grupo Organizar

Botão do Grupo Organizar

Botão Painel de Seleção: mostrar o painel de seleção para ajudar a selecionar objetos individuais e para alterar a ordem e a visibilidade desses objetos.

Guia Fórmulas

Botões do Grupo Biblioteca de Funções

Botão Inserir Função: edita a fórmula da célu‑ la atual escolhendo funções e editando argumentos. Botão Soma: exibe a soma das cé‑ lulas selecionadas ou do intervalo mais próximo. Botão Usadas Recente‑ mente: procura e seleciona itens de uma lista de funções usadas recentemente. Botão Financeira: procura e sele‑ ciona itens de uma lista de funções financeiras. Botão Lógica: procura e seleciona itens de uma lista de funções lógicas. Botão Função do Texto: procura e sele‑ ciona itens de uma lista de funções de texto. Botão Data e Hora: procura e sele‑ ciona itens de uma lista de funções de data e hora. Botão Pesquisa e Referência: procura e seleciona itens de uma lista de funções de pesquisa e referência. Botão Matemática e Trigonometria: procura e seleciona itens de uma lista de funções de Matemática e Trigonometria. Botão Mais funções: procura e seleciona itens de uma lista de funções estatísticas, informativas, de engenharia e de cubo.

Grupo Nomes Definidos

Botões do Grupo Nomes Definidos

Botão Gerenciador de Nomes: cria, edita, exclui e localiza todos os nomes usados na pasta de trabalho. • Os nomes podem ser usados nas fórmulas como substitutos das referências da célula. • Por Exemplo: =SOMA(minhas vendas), em vez de =SOMA(C20:C30). Botão Definir Nome: atribui nomes às células para que seja possível referenciá‑las nas fórmulas. • Por exemplo, especifique as células de A20 a A40 como “despesas”. • Podem‑se usar nomes nas fórmulas para facilitar a compreensão. Botão Usar em Fórmula: permite escolher um nome usado nesta pasta de trabalho e inseri‑lo na forma atual. Botão Criar a partir da Seleção: gera automaticamente os nomes das células selecionadas. • Várias pessoas optam por usar o texto na linha superior ou na coluna extrema esquerda de uma seleção. Grupo Auditoria de Fórmulas

Botão do Grupo Auditoria de Fórmulas

Noções de Informática

Grupo Biblioteca de Funções


92 Botão Rastrear Procedentes: mostra setas que indicam quais células afetam o valor da célula selecionada no momento. Botão Rastrear Dependentes: mostra setas que indicam quais células são afetadas pelo valor da célula selecionada no momento.

Grupo Cálculo

Botão do Grupo Cálculo

Botão Remover Setas: remove setas de rastrear procedentes ou rastrear dependentes. Botão Mostrar Fórmulas: exibe a fórmula em cada célula, em vez do valor resultante. Botão Verificação de Erros: procura os erros comuns que ocorrem nas fórmulas. Botão Avaliar Fórmula: inicia a caixa de diálogo Avaliar Fórmula para depurar uma fór‑ mula, avaliando cada parte individualmente.

Botão Janela de Inspeção: monitora os valores de determinadas células à medida que são feitas alterações nas planilhas. • Os valores são exibidos em uma janela separada que permanece visível seja qual for a área mostrada na pasta de trabalho.

Botão Opções de Cálculo: especifica quan‑ do as fórmulas serão calculadas. • Por padrão, sempre que você alterar um valor que afete outros valores, os novos valores serão calculados imediatamente. Botão Calcular Agora: calcula a pasta de trabalho inteira agora. • Isso só será necessário se o cálculo automático estiver desativado. Botão Calcular Planilha: calcula a planilha atual agora. • Isso só será necessário se o cálculo automático estiver desativado.

Guia Dados

Grupo Obter Dados Externos

Botão do Grupo Dados Externos

Botão Obter Dados Externos usando Cone‑ xões Existentes: conecta a uma fonte de dados externa. Grupo Conexões

Botão Obter Dados Externos do Access: im‑ porta dados de um banco de dados do Microsoft Access. Botões do Grupo Conexões

Noções de Informática

Botão Obter Dados Externos da Web: importa dados de um banco de dados da web.

Botão Obter Dados Externos de Texto: importa dados de um arquivo de texto.

Botão Atualizar Tudo: atualiza, na pasta de trabalho, todas as informações provenientes de uma fonte de dados.

Botão Obter Dados Externos de Outras Fontes: importa dados de outras fontes de dados.

Botão Conexões: exibe todas as cone‑ xões de dados da pasta de trabalho.


93 Botão Propriedades do Intervalo de Dados: especifica como as células conectadas a fonte de dados serão atualizadas, que conteúdo da fonte será exi‑ bido e como as alterações no número de linhas ou colunas da fonte de dados serão tratadas na fonte de trabalho. Botão Editar Links: exibe todos os outros arquivos aos quais esta planilha está vinculada, para que você possa atualizar ou remover os vínculos. Grupo Classificar e Filtrar

Botão Remover Duplicatas: exclui as linhas duplicadas de uma planilha. • Você pode determinar quais colunas devem ser verificadas em busca de informações duplicadas.

Botões do

Grupo Classificar e Filtrar

Botão Classificar de A a Z: classifica a seleção para que os valores inferiores fiquem na parte superior da coluna. Botão Classificar de Z a A: classifica a seleção para que os valores superiores fiquem na parte superior da tela.

Botão Classificar: inicia a caixa de diálogo Classificar, para classificar os dados com base em vários critérios ao mesmo tempo.

selecionadas.

Botão Texto para Colunas: separa o conteúdo de uma célula do Excel em colunas separadas. • Por exemplo, você pode separar uma coluna de no‑ mes completos em colunas de nome e sobrenome.

Botão Filtro: habilita a filtragem das células

Botão Validação de Dados: impede que dados inválidos sejam digitados em uma célula. • Por exemplo, você pode digitar as datas ou os números inválidos maiores que 1000. • Você também pode impor que a entrada seja escolhida em uma lista suspensa de valores es‑ pecificados. Botão Consolidar: combina valores de vários intervalos em um novo intervalo. Botão Teste de Hipóteses: testa diversos valores para as fórmulas nas planilhas. • O gerenciador de cenários permite criar e salvar diferentes grupos de valores, ou cenários e alternar entre eles. • O recurso Atingir Meta localizará a entrada correta quando você souber o resultado desejado. • As tabelas de dados permitem ver os resultados de várias entradas possíveis diferentes ao mesmo tempo. Grupo Estrutura de Tópicos

Botão Limpar: limpa o filtro e o estado de classificação do intervalo de dados atuais.

Botão Avançado: especifica critérios complexos para limitar quais registros serão incluídos nos conjuntos de resultado de uma consulta. Grupo Ferramentas de Dados

Botão do Grupo Estrutura de Tópicos Botão Agrupar: vincula um inter‑ valo de células para que elas possam ser recolhidas ou expandidas. Botão Desagrupar: desagrupa um intervalo de células agrupadas. Botão Subtotal: totaliza várias linhas de dados relacionados inserindo automaticamente os subtotais e totais das células selecionadas. Botão Mostrar Detalhe: expande um grupo de células recolhido.

Ferramentas de Dados

Botões do Grupo

células.

Botão Ocultar Detalhe: recolhe um grupo de

Noções de Informática

Botão Reaplicar: reaplica o filtro e a classificação no intervalo atual. • Os dados novos ou modificados da coluna só serão filtrados ou classificados depois que clicar reaplicar.


94

Guia Revisão

Grupo Revisão de Texto

Botão Excluir Comentário: exclui o comentário selecionado. Botão Comentário Anterior: navega para o co‑ mentário anterior no documento. Botões do

Grupo Revisão de Texto

Próximo Comentário: navega para o próximo comentário no documento. Botão Mostrar/ Ocultar Comentário Mostrar Todos os Comentários

Botão Ortografia e Gramática: verifica a ortografia e a gramática do texto no documento. Botão Pesquisar: para fazer uma pesquisa em materiais de referência como dicionários, enciclopédias e serviços de tradução.

Mostrar à Tinta: mostra ou oculta as anotações à tinta na planilha. Grupo Alterações

Botão Dicionário de Sinônimos: sugere outras palavras com significado se‑ melhante ao da palavra selecionada. Botão Traduzir: traduz o texto selecio‑ nado em outro idioma.

Botões do

Grupo Alterações

Grupo Comentários

Botão Proteger Planilha Pasta de Trabalho

Botões do Grupo Comentários

tilhar Pasta de Trabalho balho

Noções de Informática

Botão Novo Comentário: adiciona um comentário sobre a seleção.

Guia Exibição

Grupo proteger Grupo Compar‑

Botão proteger e Compartilhar Pasta de Tra‑ Permitir que os usuários editem intervalos Controlar alterações


Grupo Modos de Exibição de Pasta de Trabalho

Botões do Grupo Modos de Exibição de Pasta de Trabalho

95

Grupo Janela

Botões

do Grupo Janela

Botão Janela: abre uma nova janela com a exibição do documento atual. Botão Modo Normal

Botão Modo de Exibição Layout da Página Botão Visualização da Quebra de Página Botão Modos de Exibição Personalizados Alternar para a Exibição Tela Inteira Grupo Mostrar/Ocultar

Botão Organizar Tudo: colocar todas as janelas abertas no programa lado a lado na tela. Botão Congelar Painéis Botão Ocultar Janela Botão Reexibir Janela Botão Exibir Lado a Lado: exibe dois documen­ tos lado a lado para poder comparar os respectivos con‑ teúdos. Botão Rolagem Sincronizada: sincroniza a rolagem de dois documentos de modo que rolem juntos na tela. • Para ativar este recurso, ative Exibir Lado a Lado. Botão Redefinir Posição da Janela: redefine a po‑ sição da janela dos documentos que estão sendo comparados lado a lado de modo que dividam a tela igualmente.

Botão Barra de Fórmulas Botão Exibir Títulos

Botão Salvar Espaço de Trabalho

Grupo Zoom Botão Alternar Janelas: passa para outra janela aberta no momento. Botões do Grupo Zoom

Botão 100%: altera o zoom do documento para 100% do tamanho normal.

Botão Zoom na Seleção

Botão Gravar Macro: inicia ou pára a gravação de um macro. Botão Usar Refe‑ rências Relativas: usa referências relativas de modo que as macros sejam gravadas com ações relativas à célula inicial selecionada. • Por exemplo, se você gravar na célula A1 uma macro que mova o cursor para A3 com esta opção ativada, a execução da macro restante na célula J6 moverá o cursor para J8. • Se esta opção estiver desmarcada quando a macro for gravada, sua execução na célula J6 moverá o cursor para A3.

Noções de Informática

Botão Zoom: abre a caixa de diálogo Zoom para especificar o nível de zoom do documento. • Na maioria dos casos você também pode usar os controles de zoom na Barra de Status, na parte in‑ ferior da janela, para alterar o zoom do documento rapidamente.

Botão Exibir Macros: exibe a lista de macros na qual você pode executar, criar ou excluir um macro.


96

POWERPOINT 2003

Tela Inicial do Powerpoint 2003

Noções de Informática

Principais novos recursos do PowerPoint 2003 • Visualizador atualizado: o Visualizador do Mi‑ crosoft Office PowerPoint foi aperfeiçoado com a saída de alta fidelidade, inclusive suporte a gráficos, animações e mídia do PowerPoint 2003. Nenhuma instalação é necessária para o novo Visualizador. Seus arquivos de apresentação, compactados com o novo recurso Pacote para CD, incluem, por padrão, o Visualizador, ou você pode baixá-lo da Web. Além disso, o Visualizador oferece suporte à exibição e impressão. O Visualizador atualizado é executado no Microsoft Windows 98 ou posterior; • Pacote para CD: é a nova maneira do Microsoft Office PowerPoint 2003 distribuir, de maneira eficiente, suas apresentações. Crie CDs de suas apresentações para exibir em computadores que exe‑ cutam um sistema operacional Microsoft Windows. O Microsoft Windows XP ou posterior é necessário para gravar CDs diretamente do PowerPoint. Porém, se você usar o Windows 2000, poderá compactar uma ou mais apresentações em uma pasta e, em seguida, usar um software de gravação de CD de terceiros para copiar suas apresentações em um CD. O Pacote para CD permite que você compacte suas apresentações e todos os arquivos de suporte, inclusive os arquivos vinculados, e execute automaticamente suas apre‑ sentações do CD ou de uma Pasta; • Aperfeiçoamentos na reprodução de mídia: exiba e reproduza seus filmes em apresentação de tela inteira com o Microsoft Office PowerPoint 2003. Clique o botão direito do mouse no filme, clique em Editar Objeto de Filme no menu de atalho e marque a caixa de seleção Ampliar para o tamanho da tela.

Quando o Microsoft Windows Media Player versão 8 ou posterior está instalado, os aperfeiçoamentos na reprodução de mídia no PowerPoint 2003 oferecem suporte a formatos de mídia adicionais, inclusive ASX, WMX, M3U, WVX, WAX e WMA. Se um codec de mídia necessário não estiver presente, o Po‑ werPoint 2003 tentará baixá-lo usando a tecnologia do Windows Media Player; • Novas ferramentas de navegação para apresentação de slides: a nova barra de ferramentas Apresentação de Slides fornece fácil acesso à na‑ vegação para apresentação de slides durante uma apresentação. Além disso, as tarefas comuns de apresentação de slides são simplificadas quando as opções estão ao seu alcance. Durante uma apre‑ sentação, a barra de ferramentas Apresentação de Slides coloca à mão as opções de ferramentas de anotações à tinta, caneta e marca-texto, além do menu Apresentação de Slides, de maneira discreta e nunca evidente para o público; • Anotações à tinta na apresentação de slides aperfeiçoadas: use tinta para marcar seus slides enquanto faz uma apresentação ou rascunhe os slides para revisão usando os recursos de tinta no Microsoft Office PowerPoint 2003. Você não só pode manter a tinta usada na apresentação de sli‑ des, como pode ativar ou desativar a marcação na apresentação de slides depois de salvar a marcação à tinta em sua apresentação; • Novo suporte à marca inteligente: o suporte à marca inteligente popular foi adicionado ao Mi‑ crosoft Office PowerPoint 2003. Basta selecionar Opções de Autocorreção, no menu Ferramentas, e clicar a guia Marcas Inteligentes, para optar por rotular o texto da apresentação com marcas inte‑


97

Iniciando o Powerpoint

O PowerPoint é aberto no modo de exibição padrão, chamado modo normal. Há o painel de slides principal no meio (a área que diz Clique para adicionar um título), no qual você pode adicionar texto e outro conteúdo ao slide. À esquerda você vê a área com a miniatura de um único slide na parte superior. É a guia Slides, em que essa pode ser uma de suas aparências:

Se essa área de guias foi reduzida, as guias terão símbolos em vez de rótulos, como neste exemplo:

Na parte inferior da janela você vê o painel de anota‑ ções, o qual exibe o texto padrão Clique para Adicionar Anotações. Na guia Slides, você vê uma miniatura do slide e ela está selecionada. Esse único slide, sempre adicionado por padrão a uma nova apresentação, é um slide de título. Ele possui áreas para título e subtítulo. Ele está pronto para ser editado no painel de slides (a área central da janela). Comece digitando um título e um subtítulo. No slide, clique a primeira área de texto (o espaço reservado para título), que tem uma borda tracejada e o texto Clique para Adicionar um Título. Clique o espaço reservado abaixo deste (ou pressione Ctrl+Enter no teclado para ir para o próximo espaço reservado) e digite um subtítulo, como Simples, mas eficiente. Observe a miniatura do slide na guia Slides. Embora o texto exibido lá seja pequeno, ela mostra que o texto foi digitado no slide, conforme este exemplo:

Adicionar Slides • Clique a guia Slides e pressione Enter. – A miniatura de um novo slide é adicionada abaixo do slide de título, na guia Slides. – Você verá também um novo painel de tarefas chamado Layout do Slide, aberto ao lado direito da janela (esse painel de tarefas será exibido sempre que um novo slide for inserido). – Os layouts de slide podem diferir entre si. Assim como o primeiro slide padrão de uma apresen‑ tação usa o layout do slide de título, cada novo slide inserido tem o layout de título e corpo de texto. O painel de tarefas Layout do Slide ajuda no trabalho com layouts. • Clique com o botão direito do mouse a miniatura selecionada e clique Novo Slide no menu de atalho. • Na barra de ferramentas Formatação, na parte su‑ perior da janela do PowerPoint, clique o botão Novo Slide. Navegar e adicionar mais texto Clique o espaço reservado para título do slide e digite o título que desejar. Para ir para o próximo slide, você pode: • Clicar sua miniatura na guia Slides.

Obs.: A guia que fica ao lado (esquerdo) da guia Slides é a Estrutura de Tópicos. Nela também é possível digitar texto do slide.

• Clicar o botão Próximo Slide na parte inferior da barra de rolagem, no lado direito do slide. • Pressionar a tecla Page Down.

Noções de Informática

ligentes. Datas, símbolos financeiros e nomes de pessoas são incluídos na lista de identificadores de marcas inteligentes fornecidos com o PowerPoint 2003; • Exportação de bitmap aperfeiçoada: os bitmaps no Microsoft Office PowerPoint 2003 são maiores e têm melhor resolução quando exportados; • Espaços de Trabalho de Documento: use os Es‑ paços de Trabalho de Documento para simplificar o processo de coautoria, edição e revisão de docu‑ mentos com outras pessoas, em tempo real, pelo Microsoft Office PowerPoint 2003.


98

Recuos e Formatação de Texto

Depois de digitar algo no primeiro marcador, pres‑ sione Enter. • Um segundo marcador é exibido. – Para recuar para um segundo nível de texto, um subtópico, pressione Tab. – O segundo marcador terá um recuo maior e o seu caractere mudará de um ponto para um traço. Obs.: Como mudar o texto de nível? Aponte para o marcador de terceiro nível até ver o ponteiro de quatro pontas: Arraste este ponteiro para a esquerda. Uma barra vertical marcará todo o texto enquanto você se movimenta para a esquerda. Antes de soltar, arraste diretamente para a esquerda até a posição do marcador de nível superior. • Outra forma é usar os botões Diminuir Recuo da barra de ferramentas e Aumentar Recuo Formatação para mover o texto para dentro ou para fora. Continue clicando o botão até obter o nível de recuo correto.

Ajustando o Texto Automaticamente O PowerPoint reduz automaticamente o texto para ajustá-lo ao espaço reservado caso o tamanho comece a exceder o espaço. Após a mudança do texto, você verá um pequeno botão à esquerda do espaço reservado. Quando apontar para ele, será exibida a sua Dica de Tela.

Clique o botão chamado Opções de Autoajuste para exibir o seu menu. Veja as opções disponíveis:

Digitar e Exibir Anotações

Noções de Informática

Abaixo da área de slide há uma área em branco com o texto Clique para Adicionar Anotações. Geralmente, para facilitar o trabalho, costuma-se ampliá-la. Para isso, aponte para a barra de divisão na parte superior da área de anotações e o ponteiro se tornará uma seta de duas pontas (barra de divisão). Arraste a barra de divisão para cima para aumentar um pouco o painel de anotações. Para sentir como é trabalhar nessa área, clique nela e digite algumas frases. Para inserir listas numeradas ou com marcadores, use o botão Numeração e o botão Marcadores da barra de ferramentas Formatação, como faria com qualquer outro texto.

Obs.: Como acessar as anotações durante a apre‑ sentação? A menos que você tenha monitores duplos (e, portanto, tenha acesso ao modo de exibição do apre‑ sentador), não conseguirá ver as anotações na tela durante a apresentação. Será necessário imprimi-las. Mas, antes de imprimir, há outro modo de exibição de anotações útil enquanto você está redigindo. No menu Exibir, clique Anotações. O modo de anotações é um modo de edição que também mostra o layout das anotações impressas. O que deve ser ressal‑ tado em relação a este modo de exibição é que nele é possível digitar anotações e também aplicar formatação adicional de texto (algumas formatações não são exibi‑ das no painel de anotações no modo normal). No modo de anotações, clique o texto da anotação já digitado. A borda do espaço reservado para o texto é exibida. Para ampliar o texto e poder vê-lo enquanto digita, use a caixa Zoom da barra de ferramentas Padrão. Clique a seta e defina a porcentagem como um número um pouco maior do que o definido. Para voltar ao modo Normal, clique o botão Modo Normal (Modo Normal), na parte inferior esquerda da janela. No modo normal, você verá o texto adicional que digitou no modo de anotações. Obs.: Para retornar o painel de anotações ao seu tamanho padrão, mantenha pressionada a tecla Ctrl enquanto clica o botão Modo Normal novamente. O painel de anotações e todos os painéis voltarão ao ta‑ manho padrão. Design e Layout Aplicando um Modelo de Design Os modelos oferecem cor, estilo e destaques deco‑ rativos. Além disso, nem sempre o slide contém apenas texto, e você precisa dar um jeito para organizar todos esses itens inseridos na apresentação. É aí que os layouts de slide entram em ação. Veja como eles podem ajudar na sua composição. • Inserir elementos gráficos extras: – imagens; – gráficos; – tabelas.


Selecionar um Design

Slides.

Selecione a miniatura de um único slide na guia

99

Ao criar slides, você vai se deparar com a questão do po‑ sicionamento dos itens desejados. Como vimos anteriormen‑ te, o PowerPoint tenta ajudá-lo aqui com a exibição de layouts de slide que você pode escolher ao adicionar um slide. O layout, quando aplicado, organiza o conteúdo de forma a colocá-lo em uma combinação específica de espa‑ ços reservados. Por exemplo, se você sabe que terá texto no slide e deseja também uma imagem ou um elemento gráfico de algum tipo, escolha um layout que forneça o tipo de espaço reservado e a disposição desejados. A imagem anterior mostra alguns dos layouts dispo‑ níveis no painel de tarefas Layout do Slide. Na prática, quando você trabalha com layouts, usa um menu contido nas miniaturas de layout. Uma das opções desse menu permite inserir novos slides que usam o layout dessa miniatura. Escolha a opção de layout mais adequada ao seu trabalho. Posteriormente, você poderá aplicar um layout diferente, mas com essa mudança, talvez seja necessário ajustar o conteúdo. Trabalhar no Layout

No painel de tarefas Design do Slide, clique a miniatura de um modelo para aplicá-lo a todos os slides. O modelo de design determina a aparência e as cores dos slides, incluindo plano de fundo, os estilos de marca‑ dor e de fonte, o tamanho e a cor da fonte, a posição dos espaços reservados e vários destaques do design. Aplique um modelo em qualquer fase da criação da apresentação. Se, mais tarde, você decidir usar um modelo de design diferente, poderá aplicar outro. Como mostra a imagem anterior, o painel de tarefas Design do Slide é o lugar certo. O PowerPoint possui mui‑ tos modelos à sua escolha. No painel, é possível optar por instalar mais modelos do PowerPoint ou ir diretamente para o Microsoft Office Online para obter outros (você verá uma maneira rápida de fazer isso na sessão prática). Obs.: A aparência padrão é em branco.

Selecione a miniatura de um slide. No painel de tarefas Layout do Slide, clique a mi‑ niatura de um layout para aplicá-lo ao slide selecionado.

Espaço reservado para título. Espaço reservado para texto. Espaço reservado para conteúdo. Clique em um dos ícones para inserir tabela, gráfico, item de Clip-art, arquivo de imagem, diagrama da Galeria de Diagramas ou clipe de mídia, como som ou arquivo de vídeo. Ao digitar em um espaço reservado você está traba‑ lhando no layout, pois os espaços reservados (o tipo de conteúdo para o qual se destinam e como são dispostos) formam o layout. A imagem anterior mostra o efeito da aplicação de um layout que tem um espaço reservado para texto à esquerda e um espaço reservado para conteúdo à direita. Cada um deles possui propriedades internas que oferecem suporte ao tipo de conteúdo. Um espaço reservado para conteúdo tem o seu próprio comportamento interno. Ele posiciona uma imagem ou outro elemento gráfico nesse espaço e fornece ícones nos quais você pode clicar para inserir imagens, gráficos ou tabelas. Ele também reposiciona automaticamente o conteúdo em alguns casos, quando um novo elemento é inserido no slide.

Noções de Informática

Selecionar um Layout


100

Inserir Conteúdo Usando o Ícone de Layout Os ícones são o melhor método de inserir conteúdo. A imagem a seguir ilustra como você usaria um dos ícones no layout para inserir um item de Clip-art. O item de arte é automaticamente redimensionado para caber nesse layout, embora seja possível alterar o seu tamanho. Dependendo do item inserido, por exemplo, uma faixa, talvez seja necessário girá-la. Obs.: Não é necessário usar ícones de layout para inserir imagens e outros itens.

Copiando Outros Slides para a Apresentação Há dois métodos: • Use a caixa de diálogo Localizador de Slide (no menu Inserir, clique em Slides de Arquivos).

Na caixa de diálogo Localizador de Slide, procure os slides que deseja usar na apresentação. Para usar apenas alguns slides, selecione-os. Para manter a formatação do slide, verifique se a caixa de seleção Manter formatação original está selecionada. Clique em Inserir nos slides selecionados ou em In‑ serir Todos para inserir todos os slides da apresentação. • Copie e cole os slides e, em seguida, use os comandos do botão Opção de Colagem para obter o design de-

Noções de Informática

No espaço reservado, clique o ícone Inserir Clip-art. Digite uma palavra-chave para procurar um clipe. Em seguida, clique em um clipe na caixa de diálogo Se‑ lecionar Imagem e clique OK. Outra maneira de inserir um item, como uma imagem ou um gráfico, é pelo menu Inserir. Desde que o espaço reservado seja selecionado antes da inserção, o item será colocado na área correta do layout. Ele também se bene‑ ficiará do comportamento de layout automático interno do espaço reservado. A imagem a seguir mostra opções do menu Inserir. Quando você aponta para Imagem, há várias outras opções adicionais. Para acessá-las, basta clicar Ícone no layout.

Selecionar o espaço reservado para conteúdo antes de inserir algo usando o menu. Escolha o tipo de item desejado no menu Inserir, o qual oferece várias opções.

sejado. O botão Opções de Colagem será exibido abaixo dos slides colados. Aponte para ele, clique a seta exibida e escolha as opções de formatação. Verificar, Imprimir e Preparar a Apresentação • Visualizar no computador. Ao criar uma apresentação, visualize-a a qualquer momento no modo de exibição de apresentação de slides. Como mostrado na imagem a seguir, este modo de exibi‑ ção preenche a tela do computador com os slides. É uma aproximação da aparência dos slides quando projetados. Para navegar pela apresentação, você tem várias opções: • Clicar com o mouse. • Pressionar a tecla de Seta Para Baixo. • Clicar a seta próximo da barra de ferramentas Apresentação de Slides (veja a seta selecionada na tela do computador da imagem a seguir).

Para abrir o modo de exibição de apresentação de slides, selecione o primeiro slide e clique o botão Apre‑


sentação de Slides (ou simplesmente pressione F5 para começar sempre pelo slide 1). A tela do computador mostra o modo de exibição de apresentação de slides, com a barra de ferramentas Apresentação de Slides exibida na parte inferior esquerda. Essa barra de ferramentas tem duas setas de navegação e dois menus. Para não precisar clicar todos os slides, pressio‑ ne Esc para retornar ao modo de exibição anterior do PowerPoint. • Verificar ortografia e imprimir No modo normal, execute uma verificação ortográfica clicando o botão Ortografia . Os slides e as anotações serão verificados. A imagem mostra as opções como exibidas no modo de visualização de impressão. Neste caso, as que inte‑ ressam são: • Impressão de Slides, um por página. • Impressão de um Folheto, o que inclui opções que variam de um a vários slides por página (veja o exemplo na imagem). • Impressão de Anotações. Obs.: O modo de visualização de impressão é uma excelente maneira de preparar a apresentação para im‑ pressão. Para acessá-lo, basta clicar o botão Visualizar Impressão .

101 Para escolher uma opção de cor para a impressão, clique o botão Opções e aponte para a Cor/Escala de Cinza. O efeito de clicar Cor. O efeito de clicar Escala de Cinza. O efeito de clicar Preto e Branco Puro. No modo de visualização de impressão, veja as opções de impressão disponíveis clicando o botão Opções: • Cor: Reproduz todas as cores da apresentação na impressão. Se você estiver imprimindo em uma impressora preto e branco, essa opção se tornará Cor (em Impressora Preto e Branco). Nesta versão, as cores da apresentação são processadas em preto, branco e cinza. • Escala de Cinza: Oferece uma versão modificada das cores da apresentação em preto, branco e cinza. Se você estiver imprimindo em preto e branco, essa opção economizará tinta do cartucho e oferecerá um resultado um tanto artístico. • Preto e Branco Puro: É o padrão. Com essa opção, obtém-se uma gradação menor (menos cinza) e você perde a dimensão que os sombreamentos oferecem, mas economiza. Empacotar a Apresentação

• Opções de cor para impressão

Um dos preparativos da apresentação é empacotá-la em uma pasta ou gravá-la em um CD (detalhes abaixo) e garantir o acesso a ela no computador da apresentação. “Empacotar” refere-se ao processo de copiar o arquivo da apresentação e qualquer outro arquivo necessário. O recur‑ so Pacote para CD do Microsoft Office PowerPoint 2003 reúne em uma pasta o arquivo da apresentação e qualquer outro arquivo necessário. Essa pasta pode ser copiada para um servidor de rede ou gravada em um CD. Exemplos de arquivos adicionais necessários podem incluir arquivos de som ou de filme que estejam vinculados à apresentação, mas que não façam parte de seu arquivo. Dica: Procure sempre salvar a apresentação antes de empacotá-la em uma pasta ou em um CD.

Noções de Informática

No modo de visualização de impressão, escolha um dos tipos de folheto na caixa Imprimir. O folheto pode incluir até nove slides por página. A opção Folhetos (3 slides por página) inclui linhas para anotações dos participantes. Uma visualização do folheto que tem três slides por página.


102

Menus / atalhos

Menu Exibir

Menu Arquivo

**Permissão exibe as seguintes opções:

**Enviar Para exibe as seguintes opções:

**Mestre exibe as seguintes opções:

**Cor/escala de cinza exibe as seguintes opções:

Menu Editar

Noções de Informática

**Barras de ferramentas exibe as seguintes opções:


103 Menu Inserir

Menu Ferramentas

**Colaboração on-line exibe as seguintes opções:

**Imagem exibe as seguintes opções: **Macro exibe as seguintes opções:

**Filmes e sons exibe as seguintes opções:

Menu Apresentações

Menu Formatar

**Botões de ação – exibe as seguintes opções:

**Alinhamento exibe as seguintes opções:

Início – Insere um botão de ação Início onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Ajuda – Insere um botão de ação Ajuda onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão.

Noções de Informática

Personalizar – Insere um botão de ação Perso‑ nalizar onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão.


104 Informações – Insere um botão de ação Infor‑ mações onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Voltar ou Anterior – Insere um botão de ação Voltar ou Anterior onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Avançar ou Próximo – Insere um botão de ação Avançar ou Próximo onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão.

Barras de ferramentas Sobre Menus e Barras de Ferramentas Um menu exibe uma lista de comandos. Alguns desses comandos têm imagens ao lado para que você associe rapidamente o comando à imagem. A maior parte dos menus se encontra na barra de menus, que é a barra de ferramentas localizada na parte superior da tela. As barras de ferramentas podem conter botões, menus ou uma combinação dos dois.

Início – Insere um botão de ação Início onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Fim – Insere um botão de ação Fim onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Retornar – Insere um botão de ação Retornar onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Documento – Insere um botão de ação Do­ cumento onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Som – Insere um botão de ação Som onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Filme – Insere um botão de ação Filme onde você pode clicar ou arrastar na janela ativa, e abre a caixa de diálogo Configurar Ação, na qual você pode atribuir uma ação ao botão. Menu Janela

1. Barra de menus 2. Comando de menu 3. Barra de ferramentas 4. Botão O que se pode fazer: • Exibir apenas os comandos e botões mais usados. • Exibir todos os comandos de um menu. • Posicionar as barras de ferramentas na mesma linha. • Ver todos os botões da barra de ferramentas. Obs.: Para ver uma lista de botões que não cabem em uma barra de ferramentas ancorada interna, clique em Opções da Barra de Ferramentas na extremidade da barra de ferramentas. Quando você usa um botão que não esteja sendo exibido na barra de ferramentas, esse botão é adicionado a ela e um botão que não tenha sido usado recentemente é colocado na lista Opções da barra de ferramentas. • Personalizar menus e barras de ferramentas. Principais Botões nas Barras de Ferramentas Principais botões (pois não aparecem no Word ou Excel)

Noções de Informática

Menu Ajuda

Mostrar a Formatação: mostra ou oculta a formatação de caracteres (como negrito e itálico) em um modo normal. No modo de classificação de slides, alterna entre a exibição de todo o texto e elementos gráficos em cada slide e a exibição apenas dos títulos. Mostrar/Ocultar Grade: exibe ou oculta as linhas da grade que você pode utilizar para alinhar objetos. A grade é apenas exibida em tela, não é impressa. Cor/Escala de Cinza: exibe três opções: *Cor: apresentação em cores. *Escala de cinza: apresentação em preto e branco. A aparência dos objetos no slide depende das opções selecionadas no menu de atalho Modo de exibição Escala de cinza em Configuração.


105

*Puro preto e branco: a maioria dos objetos na apre‑ sentação em preto ou branco. A aparência dos objetos no Apresentações Personalizadas: cria uma slide depende das opções selecionadas no menu de atalho apresentação personalizada ¾, uma apresentação dentro Modo de exibição Escala de cinza em Configuração. de outra apresentação. Ao criar uma apresentação persona‑ lizada, você agrupa slides em uma apresentação existente Aumentar Tamanho da Fonte: aumenta o tama‑ para mostrar com facilidade essa seção da apresentação nho da fonte do texto selecionado para o maior tamanho para um público específico e omiti-la de outro público. seguinte na caixa Tamanho da fonte.

Barra de Ferramentas Padrão e Principais Diminuir Tamanho da Fonte: diminui o tama‑ nho da fonte do texto selecionado para o menor tamanho Atalhos seguinte na caixa Tamanho da fonte. Design do Slide: exibe o painel de tarefas Design do Slide, no qual você pode selecionar modelos de designs, esquemas de cor e esquemas de animação. Novo Slide: solicita que você cli‑ que em um layout de slide e, em seguida, insira um novo slide após o slide ativo. Sombra: adiciona ou remove uma sombra do texto selecionado. Ocultar Slide: se você estiver no modo de clas‑ sificação de slides, oculta o slide selecionado. Se estiver no modo de slides, oculta o slide atual para que ele não seja exibido automaticamente durante uma apresentação eletrônica de slides. Testar Intervalos: executa a apresentação de slides no modo de teste, no qual você pode definir ou alterar os intervalos de tempo da apresentação eletrônica de slides. Slide de Resumo: cria um novo slide a partir dos títulos dos slides selecionados no modo de classifica‑ ção de slides ou normal. O slide de resumo cria uma lista Barra de Ferramentas Formatação e Principais com marcadores a partir dos títulos dos slides selecionados. Atalhos O PowerPoint insere o slide de resumo antes do primeiro slide selecionado. Anotações do apresentador: exibe as anotações do apresentador para o slide atual. Você pode incluir anotações do apresentador em seus folhetos impressos ou imprimi-las e utilizá-las para lembrar dos pontos-chave durante uma apresentação. Transição de slides: adiciona ou altera o efeito especial da apresentação de um slide. Por exemplo, você pode reproduzir um som quando o slide aparecer ou pode fazer com que o slide surja gradativa‑ mente a partir de um fundo preto.

Esquemas de Animação: permite adicionar efeitos de animação aos itens do slide atual. Os Esquemas de animação incluem movimentação de objetos e texto que ocorrem durante uma apresentação de slides. Personalizar Animação: adiciona ou altera os efeitos de animação do slide atual. Os efeitos de animação incluem sons, movimentação de objetos e texto, e filmes que ocorrem durante uma apresentação de slides.

Barra de Ferramentas Classificação de Slides

Noções de Informática

Configurar Ação: atribui uma ação ao objeto selecionado ou Botão de ação que é executado quando você aponta para o objeto ou clica sobre ele com o mouse.


106

POWERPOINT 2007

Tela Inicial do Powerpoint 2007

Principais novos recursos do PowerPoint 2007

Noções de Informática

Criar e Entregar Apresentações Dinâmicas Uma aparência nova e intuitiva. O Office PowerPoint 2007 tem uma nova interface de usuário intuitiva, chamada Interface de usuário Mi‑ crosoft Office Fluent, útil para a criação de apresentações melhores com muito mais rapidez do que era possível em versões anteriores do PowerPoint. O Office PowerPoint 2007 oferece efeitos novos e melhorados, temas (tema: um conjunto de elementos de design unificados para for‑ necer uma aparência ao documento usando cores, fontes e elementos gráficos.) e opções de formatação aprimoradas que podem ser usadas para criar apresentações dinâmicas de ótima aparência em uma fração do tempo que você costumava gastar. Você pode: • Localizar recursos e comandos em guias categori‑ zadas intuitivamente e grupos relacionados. • Economizar tempo e criar melhores apresentações quando você selecionar opções de formatação fa‑ cilmente acessíveis a partir de galerias ou Estilos Rápidos (Estilos Rápidos: coleções de opções de formatação que facilitam a formatação de seus documentos e objetos.) predefinidos, layouts, formatos de tabela, efeitos e muito mais. • Aproveitar o recurso de visualização ao vivo para re‑ visar as opções de formatação antes de aplicá‑las.

A ilustração a seguir mostra um exemplo da Faixa de Opções, um componente do Interface de usuário Office Fluent.

1. As guias são projetadas para serem orientadas a tarefas. 2. Os grupos em cada guia dividem a tarefa em sub‑ tarefas. 3. Os botões de comando em cada grupo executam um comando ou exibem um menu de comandos. Temas e Estilos Rápidos O Office PowerPoint 2007 é fornecido com novos temas (tema: uma combinação de cores de tema, fontes


Personalizar Layouts de Slide Com o Office PowerPoint 2007, você não mais está preso a layouts pré‑empacotados. Agora você pode criar seus próprios layouts personalizados que contenham tantos espaços reservados (espaços reservados: caixas com bordas marcadas com traço fino ou pontilhados que fazem parte da maioria dos layouts de slide. Essas caixas contêm título e corpo de texto ou objetos, como gráficos, tabelas e imagens.) quanto forem desejados; elementos como gráficos, tabelas, filmes, imagens, gráficos SmartArt e clip‑art; até mesmo múltiplos conjuntos de slide mestre (slide mestre: o slide que armazena informações sobre o modelo de design aplicado, incluindo estilos de fonte, tamanhos e posições de espaço reservado, design do plano de fundo e esquemas de cores.) com layouts personali‑ zados para diferentes tópicos de slide. Agora também é possível salvar os layouts personalizados e criados para uso futuro. Elementos Gráficos SmartArt com Qualidade de Designer No passado, provavelmente você teve que contratar um designer profissional para criar diagramas e gráficos com qualidade de designer. Entretanto, os diagramas que recebia do designer eram salvos como imagens que não podiam ser editadas. Agora, com os gráficos SmartArt, você pode criar ilustrações editáveis de suas informações em uma apresentação do Office PowerPoint 2007 de forma simples e sem a assistência de um designer profissional. Você pode adicionar efeitos visuais esplêndidos a seus

gráficos SmartArt, formas, WordArt e gráficos, incluindo efeitos tridimensionais (3D), sombreamento, reflexos, brilhos e muito mais. Efeitos Novos e Melhorados Você pode adicionar efeitos como sombra, reflexo, brilho, bordas suaves, encurvamento, chanfro e rotação 3D a formas, gráficos SmartArt, tabelas, texto e WordArt às suas apresentações do Office PowerPoint 2007. Não mais é necessário contratar um designer para criar esses efeitos para você. Em vez disso, você pode usar efei‑ tos profissionais de fácil modificação, diretamente no PowerPoint. Novas Opções de Texto Você pode criar apresentações de aparência profissio‑ nal com uma ampla variedade de recursos de formatação de texto, incluindo agrupamento de texto em uma forma, texto em colunas ou preso verticalmente a um slide, além de réguas no nível do parágrafo. Agora também é possível selecionar texto descontínuo. Novos estilos de caracteres fornecem mais opções de texto. Além de todos os estilos‑padrão das versões anterio‑ res do PowerPoint, no Office PowerPoint 2007 é possível escolher entre todas maiúsculas ou minúsculas, tachado ou tachado duplo e sublinhado colorido ou duplo. Você pode adicionar preenchimentos, linhas, sombras, brilho, kerning (kerning: o ajuste de espaço entre dois caracteres para criar a aparência de espaçamento uniforme, ajustar o texto a um determinado espaço e ajustar as quebras de linha.) e efeitos 3D ao texto. Usando temas (tema: uma combinação de cores de tema, fontes de tema e efeitos de tema. Um tema pode ser aplicado a um arquivo como uma seleção única.), é possí‑ vel alterar a aparência da apresentação com um clique do mouse. Você pode modificar as fontes do tema (fontes de tema: um conjunto de fontes primárias e secundárias apli‑ cado a um arquivo. Fontes de tema, cores de tema e efeitos de tema compõem um tema.), as cores do tema (cores de tema: um conjunto de cores que é usado em um arquivo. Cores de tema, fontes de tema e efeitos de tema compõem um tema.) e os efeitos do tema (efeitos de tema: um conjunto de atributos visuais aplicado a elementos em um arquivo. Efeitos de tema, cores de tema e fontes de tema compõem um tema.) escolhendo uma opção diferente. Melhorias de Tabela e Gráfico No Office PowerPoint 2007, as tabelas e gráficos foram projetados novamente para facilitar sua edição e o trabalho com eles. A Faixa de Opções oferece muitas op‑ ções de fácil localização para edição de tabelas e gráficos. As galerias de Estilos Rápidos (Estilos Rápidos: coleções de opções de formatação que facilitam a formatação de seus documentos e objetos.) apresentam todas as opções de efeitos e formatação necessárias à criação de tabelas e gráficos com aparência profissional. Você pode recortar e colar dados, gráficos e tabelas do Microsoft Office Excel 2007 mais suavemente do que antes. Com os temas (tema: uma combinação de cores de tema, fontes de tema e efeitos de tema. Um tema pode ser aplicado a um arquivo como uma seleção única.), agora suas apresentações podem ter a mesma aparência que suas planilhas.

Noções de Informática

de tema e efeitos de tema. Um tema pode ser aplicado a um arquivo como uma seleção única.), layouts (layout: a disposição de elementos, como título e subtítulo, listas, imagens, tabelas, gráficos, formas e filmes, em um slide.) e Estilos Rápidos (Estilos Rápidos: coleções de opções de formatação que facilitam a formatação de seus documentos e objetos.) que oferecem uma ampla gama de opções para formatar apresentações. Anteriormente, para formatar uma apresentação levava mais tempo porque você precisava escolher as opções de cor e estilo individualmente para as tabelas, gráficos e elementos gráficos, além de certificar‑se de que eles correspondiam entre si. Os temas simplificam o processo de criação de apresentações profissionais. Basta selecionar o tema desejado e o PowerPoint 2007 faz o resto. Com um clique, o plano de fundo, o texto, os elementos gráficos, os gráficos e as tabelas são todos alterados para refletir o tema selecionado, assegurando que todos os elementos da sua apresentação complementem uns aos outros. E o melhor de tudo, é possível aplicar o mesmo tema a um documento do Microsoft Office Word 2007 ou a uma planilha do Microsoft Office Excel 2007 que você aplique à sua apresentação. Após aplicar um tema à sua apresentação, as ga‑ lerias de Estilo Rápido mudam para se adaptar a esse tema específico. Consequentemente, quaisquer gráficos SmartArt, tabelas, gráficos, WordArt ou texto novos que você insira na apresentação corresponderão automatica‑ mente ao tema existente. Com cores de tema (cores de tema: um conjunto de cores que é usado em um arquivo. Cores de tema, fontes de tema e efeitos de tema compõem um tema.) consistentes, todo o seu material pode ter apa‑ rência consistente e profissional.

107


108

Revisores de Texto

A seguir são apresentados alguns novos recursos do verificador ortográfico: O verificador ortográfico foi tornado mais consistente entre os programas do 2007 Microsoft Office system. Exemplos dessa alteração incluem o seguinte: • Várias opções do verificador ortográfico agora são globais. Se você alterar uma dessas opções em um programa do Office, essa opção também será alterada para todos os outros programas do Office. Para obter mais informações, consulte o artigo Escolher como verificar a ortografia e a gramática de um trabalho. • Além de compartilhar os mesmos dicionários personalizados, todos os programas podem ge‑ renciá‑los usando a mesma caixa de diálogo. Para obter mais informações, consulte o artigo Usar dicionários personalizados para adicionar palavras ao verificador ortográfico. • O verificador ortográfico do 2007 Microsoft Office system inclui o dicionário francês pós‑reforma. No Microsoft Office 2003, isso era um suplemento que tinha de ser instalado separadamente. Para obter mais informações, consulte o artigo Escolher o modo de funcionamento da verificação ortográfica e gramatical. • É criado automaticamente um dicionário de exclu‑ são para um idioma na primeira vez em que ele é usado. Com os dicionários de exclusão, você pode fazer com que o verificador ortográfico sinalize pala‑ vras cujo uso você deseja evitar. Eles são úteis para evitar palavras obscenas ou que não correspondem a seu guia de estilo. Para obter mais informações, consulte o artigo Usar dicionários de exclusão para especificar a grafia preferida de uma palavra. • O verificador ortográfico pode localizar e sinalizar alguns erros de ortografia contextuais. Alguma vez você já digitou um erro semelhante ao seguinte? “Eu o verei lã”. No Office PowerPoint 2007, você pode ativar a opção Usar verificação ortográfica contextual para obter ajuda na localização e corre‑ ção desse tipo de erro. Essa opção está disponível quando você verifica a ortografia de documentos em inglês, alemão ou espanhol. Para obter mais informações, consulte o artigo Escolher como ve‑ rificar a ortografia e a gramática de um trabalho.

Noções de Informática

Modo de Exibição do Orador Usando dois monitores, é possível executar sua apre‑ sentação do Office PowerPoint 2007 de um monitor (por exemplo, em um pódio) enquanto o público a vê no segundo monitor. Este modo de exibição oferece as seguintes ferra‑ mentas para facilitar a apresentação de informação: • É possível utilizar miniaturas para selecionar os slides de uma sequência e criar uma apresentação personalizada para o seu público. • A visualização de texto mostra aquilo que o seu próximo clique adicionará à tela, como um slide novo ou o próximo marcador de uma lista. • As anotações do orador são mostradas em letras grandes e claras, para que você possa utilizá‑las como um script para a sua apresentação. • É possível escurecer a tela durante sua apresen‑ tação e, depois, prosseguir do ponto em que você

parou. Por exemplo, talvez você não queira exibir o conteúdo do slide durante um intervalo ou uma seção de perguntas e respostas. Compartilhar Informações de Maneira Eficaz Nas versões anteriores do PowerPoint, arquivos grandes dificultavam o compartilhamento de conteúdo ou o envio de apresentações por e-mail e você não podia compartilhar apresentações confiavelmente com pessoas que estivessem usando sistemas operacionais diferentes. Agora, caso você precise compartilhar apresentações, criar fluxos de trabalho de aprovação e revisão ou colabo‑ rar com pessoas online que não usem o Office PowerPoint 2007, há várias novas formas de compartilhar e colaborar com outras pessoas. Bibliotecas de Slides No Office PowerPoint 2007 você pode compartilhar e reutilizar conteúdo de slides armazenando arquivos de slide individuais em uma Biblioteca de Slides localizada centralmente em um servidor que execute o Microsoft Office SharePoint Server 2007. Você pode publicar slides do PowerPoint 2007 em uma Biblioteca de Slides e pode adicionar slides à sua apresentação do PowerPoint a par‑ tir de uma Biblioteca de Slides. Armazenando conteúdo em uma Biblioteca de Slides, você reduz a necessidade de recriar conteúdo, pois pode facilmente dar uma nova finalidade ao conteúdo existente. Ao usar Bibliotecas de Slides, você pode garantir que o conteúdo está atualizado, vinculando slides de sua apre‑ sentação a slides que estejam armazenados no servidor. Se a versão do servidor for alterada, você será avisado a atualizar seus slides. Formatos de Arquivo XML do PowerPoint Os formatos de arquivo XML do PowerPoint são compactados, dessa forma gerando tamanhos de arquivo significativamente menores e reduzindo os requisitos de armazenamento e largura de banda. Nos formatos de ar‑ quivo XML do Office, o armazenamento de dados segmen‑ tados ajuda a recuperação de documentos corrompidos, porque a corrupção de uma parte de um documento não impede que o restante do documento seja aberto. Salvar como PDF ou XPS O Office PowerPoint 2007 oferece suporte à expor‑ tação de arquivos nos seguintes formatos: PDF (Portable Document Format): é um formato de arquivo eletrônico de layout fixo que preserva a forma‑ tação do documento e permite o compartilhamento de arquivos. O formato PDF assegura que quando o arquivo for exibido online ou impresso, ele reterá exatamente o formato que você deseja, e que os dados no arquivo não podem ser facilmente alterados. O formato PDF também é útil para documentos que serão reproduzidos usando métodos de impressão comerciais. XPS (XML Paper Specification): é um formato de arquivo eletrônico que preserva a formatação do documento e permite o compartilhamento de arquivos. O formato XPS assegura que quando o arquivo for exibido online ou impresso, ele reterá exatamente o formato que você deseja, e que os dados no arquivo não podem ser facilmente alterados.


109

Ao compartilhar sua apresentação com outras pessoas, você deseja ter certeza de que ela não possa ser acessada por pessoas que não devam vê‑la. Você também deseja certificar‑se de que sua apresentação não inclua conteúdo não intencional, informações particulares ou marcas de edição que chamem palavras que o dicionário do des‑ tinatário não reconheça. Além disso, você pode desejar restringir o acesso ao conteúdo de sua apresentação, de forma que informações potencialmente confidenciais não sejam distribuídas publicamente. O Office PowerPoint 2007 oferece várias formas para ajudá‑lo a proteger e gerenciar suas informações. Proteger suas Apresentações Com diversos novos recursos de segurança no Office PowerPoint 2007, você pode ajudar a assegurar que sua apresentação seja gerenciada com segurança depois que deixar suas mãos, ocultando o nome do autor, certifican‑ do‑se de que todos os comentários foram excluídos e restringindo quem pode fazer alterações nela. Impedir Alterações em uma Versão Final de um Documento Antes de compartilhar uma versão final de sua apre‑ sentação com outras pessoas, você pode usar o comando Marcar como Final para tornar a apresentação somente leitura e comunicar a outras pessoas que você está com‑ partilhando uma versão final da apresentação. Quando uma apresentação for marcada como final, os comandos de edição, as marcas de revisão e a digitação serão de‑ sativados, e as pessoas que exibirem o documento não poderão alterá‑lo inadvertidamente. O comando Marcar como Final não é um recurso de segurança. Qualquer pessoa pode editar um documento marcado como final desativando Marcar como Final. Localizar e Remover Metadados Ocultos e Informações Pessoais em Documentos Antes de compartilhar sua apresentação com outras pessoas, você pode usar o Inspetor de Documentos para verificar se a apresentação contém metadados ocultos, informações pessoais e conteúdo que possam estar ar‑ mazenados na apresentação. O Inspetor de Documentos pode localizar e remover informações como comentários, anotações à tinta, propriedades do documento, infor‑ mações do servidor de gerenciamento de documentos, objetos invisíveis, conteúdo fora do slide, anotações da apresentação e dados XML personalizados. O Inspetor de Documentos pode ajudá‑lo a garantir que as apresenta‑ ções compartilhadas com outras pessoas não contenham nenhuma informação pessoal oculta ou nenhum conteúdo oculto que sua organização pode desejar não ser distri‑ buído. Além disso, sua organização pode personalizar o Inspetor de Documentos para adicionar verificações de tipos adicionais de conteúdo oculto. Adicionar uma Assinatura Digital à sua Apresentação Você pode ajudar a fornecer garantia sobre a auten‑ ticidade, a integridade e a origem da sua apresentação adicionando a ela uma assinatura digital invisível. As

assinaturas digitais fornecem um registro sobre o que exatamente foi assinado e permitem que uma assinatura seja verificada no futuro. Gerenciamento de Direitos de Informação Você pode precisar controlar quem pode acessar in‑ formações da empresa, especialmente se estiver criando apresentações que contenham informações altamente confidenciais. Usando a versão do 2007 Office com o Microsoft Windows Rights Management Services para Windows Server 2003, você pode atribuir permissões que impedem que outras pessoas copiem, imprimam ou editem sua apresentação. Gerenciar Propriedades do Documento no Painel de Informações do Documento O Painel de Informações do Documento facilita a exibição e a edição das propriedades do documento en‑ quanto você trabalha com suas apresentações do Office PowerPoint 2007. O Painel de Informações do Documento é exibido na parte superior do seu documento no Office PowerPoint 2007. Você pode usar o Painel de Informa‑ ções do Documento para exibir e editar propriedades de documentos‑padrão do Microsoft Office e propriedades de arquivos que são salvos como um servidor de geren‑ ciamento de documentos. Se você usar o Painel de Infor‑ mações do Documento para editar as propriedades de um documento do servidor, as propriedades atualizadas serão salvas diretamente no servidor. Diagnósticos do Office O Diagnóstico do Microsoft Office é uma série de testes de diagnóstico que podem ajudar a descobrir por que o computador está entrando em pane. Os testes de diagnóstico podem resolver alguns problemas diretamente e podem identificar maneiras de solucionar outros problemas. O Diagnóstico do Microsoft Office substitui os seguintes recursos do Microsoft Office 2003: Detectar e Reparar e a Recuperação de Aplicativos do Microsoft Office. Recuperação do Programa O Office PowerPoint 2007 tem recursos aprimorados que ajudam a evitar a perda de trabalho quando o pro‑ grama fechar de forma anormal. Sempre que possível, o Office PowerPoint 2007 tenta recuperar alguns aspectos do estado do programa após seu reinício. Por exemplo, digamos que você esteja trabalhando com vários arquivos ao mesmo tempo. Cada arquivo está aberto em uma janela diferente com dados específicos visíveis em cada janela. O Office PowerPoint 2007 falha. Quando você reiniciar o Office PowerPoint 2007, ele abri‑ rá os arquivos e restaurará as janelas para o modo em que estavam antes da falha do Office PowerPoint 2007. INICIANDO O POWERPOINT 2007 O PowerPoint é aberto no modo de exibição padrão, chamado modo normal. Há o painel de slides principal no meio (a área que diz Clique para adicionar um título), no qual você pode adicionar texto e outro conteúdo ao slide. À esquerda, você vê a área com a miniatura de um único slide na parte superior. É a guia Slides, que pode ter esta aparência:

Noções de Informática

Proteger e Gerenciar Informações


110 •

Obs.: A guia que fica ao lado (esquerdo) da guia Slides é a Estrutura de Tópicos. Nela também é possível digitar texto do slide. Na parte inferior da janela você vê o painel de anota‑ ções, o qual exibe o texto padrão Clique para Adicionar Anotações. Na guia Slides, você vê uma miniatura do slide e ela está selecionada. Esse único slide, sempre adicionado por padrão a uma nova apresentação, é um slide de título. Ele possui áreas para título e subtítulo. Ele está pronto para ser editado no painel de slides (a área central da janela). Comece digitando um título e um subtítulo: no slide, clique a primeira área de texto (o espaço reservado para título), a qual tem uma borda tracejada e o texto Clique para adicionar um título. Clique o espaço reservado abaixo desse (ou pressione Ctrl+Enter no teclado para ir para o próximo espaço reservado) e digite um subtítulo, como Simples, mas eficiente.

Arraste este ponteiro para a esquerda. Uma Arraste barra vertical marcará todo o texto enquanto você o movimenta para a esquerda. Antes de soltar, arraste diretamente para a esquerda até a posição do marcador de nível superior.

• Outra forma é usar os botões Diminuir Recuo e Aumentar Recuo da barra de ferramentas Formatação para mover o texto para dentro ou para fora. Continue clicando o botão até obter o nível de recuo correto. Ajustando o Texto Automaticamente O PowerPoint reduz automaticamente o texto para ajustá‑lo ao espaço reservado caso o tamanho comece a exceder o espaço.

Clique o botão, chamado Opções de Autoajuste, para exibir o seu menu. Veja as opções disponíveis:

Adicionar Slides • Clique o Slide na guia Slides e pressione Enter. o A miniatura de um novo slide é adicionada abaixo do slide de título, na guia Slides. • Clique com o botão direito do mouse a miniatura se‑ lecionada e clique Novo Slide no menu de atalho. • Na aba Início, na parte superior da janela do PowerPoint, clique o botão

Novo Slide.

Navegar e Adicionar Mais Texto Clique o espaço reservado para título do slide e digite o título que desejar. Para ir para o próximo slide (já existente), você pode: • Clicar sua miniatura na guia Slides. • Clicar o botão Próximo Slide na parte inferior da barra de rolagem, no lado direito do slide. • Pressionar a tecla Page Down.

Noções de Informática

Recuos e Formatação de Texto Depois de digitar algo no primeiro marcador, pres‑ sione Enter. • Um segundo marcador é exibido. o Para recuar para um segundo nível de texto, um subponto, pressione Tab. o O segundo marcador terá um recuo maior e o seu caractere mudará de um ponto para um traço. Obs.: Como mudar o texto de nível? Aponte para o mar‑ cador de terceiro nível até ver o ponteiro de quatro pontas:

Digitar e Exibir Anotações Abaixo da área de slide há uma área em branco com o texto Clique para Adicionar Anotações. Geralmente, para facilitar o trabalho lá, costuma‑se ampliá‑la. Para isso, aponte para a barra de divisão na parte superior da área de anotações e o ponteiro se tornará uma seta de duas pontas (Barra de Divisão). Arraste a Barra de Divisão para cima para aumentar um pouco o painel de anotações. Para sentir como é trabalhar nessa área, clique e digite algumas frases. Para inserir listas numeradas ou com marcadores, use o botão Numeração Marcadores outro texto.

e o botão

da Guia Início, como faria com qualquer

Obs.: Como acessar as anotações durante a apre‑ sentação? A menos que você tenha monitores duplos (e, portanto, tenha acesso ao modo de exibição do apresen‑ tador), não conseguirá ver as anotações na tela durante a apresentação. Será necessário imprimi‑las. Mas, antes de imprimir, há outro modo de exibição de anotações útil enquanto você está redigindo. Na aba Exibição clique Anotações.


O modo de anotações é um modo de edição que também mostra o layout das anotações impressas. O que deve ser ressaltado em relação a este modo de exibição é que nele é possível digitar anotações e também aplicar formatação adicional de texto (algumas formatações não são exibidas no painel de anotações no modo normal). No modo de anotações, clique o texto da anotação já digitado. A borda do espaço reservado para texto é exibida. Para ampliar o texto para poder vê‑lo enquanto digita, use a

Selecionar um Layout

111

caixa Zoom, que é aberta ao clicar o botão da aba Exibição. Para voltar ao modo Normal, clique o botão Modo

Obs.: Para retornar o painel de anotações ao seu tama‑ nho padrão, mantenha pressionada a tecla Ctrl enquanto clica o botão Modo Normal novamente. O painel de anotações e todos os painéis voltarão ao tamanho padrão. Design e Layout Aplicando um Modelo de Design Os modelos oferecem cor, estilo e destaques decorati‑ vos. Além disso, nem sempre o slide contém apenas texto, e você precisa dar um jeito de organizar todos os itens in‑ seridos na apresentação. É aí que os layouts de slide entram em ação. Veja como eles podem ajudar na sua composição. • Conteúdo • Texto • Imagem • Gráfico • Tabela • Diagrama • Mídia • Clip‑art Selecionar um Design

Utilize a Aba Design O modelo de design determina a aparência e as cores dos slides, incluindo plano de fundo, os estilos de marca‑ dor e de fonte, o tamanho e a cor da fonte, a posição dos espaços reservados e vários destaques do design. Aplique um modelo em qualquer fase da criação da apresentação. Se, mais tarde, você decidir usar um modelo de design diferente, poderá aplicar outro. O PowerPoint possui muitos modelos à sua escolha. Na aba Design é possível optar por instalar mais mode‑ los do PowerPoint ou ir diretamente ao Microsoft Office Online para obter outros. Obs.: a aparência padrão é em branco.

Ao criar slides, você vai se deparar com a questão do po‑ sicionamento dos itens desejados. Como vimos inicialmente, o PowerPoint tenta ajudá‑lo aqui com a exibição de layouts de slide que você pode escolher ao adicionar um slide. O layout, quando aplicado, organiza o conteúdo de forma a colocá‑lo em uma combinação específica de espa‑ ços reservados. Por exemplo, se você sabe que terá texto no slide e deseja também uma imagem ou um elemento gráfico de algum tipo, escolha um layout que forneça os tipos de espaço reservado e a disposição desejados. A imagem anterior mostra alguns dos layouts dispo‑ níveis no Layout. Na prática, quando você trabalha com layouts, usa um menu contido nas miniaturas de layout. Uma das opções desse menu permite inserir novos slides que usam o layout dessa miniatura. Escolha a opção de layout mais adequada ao seu trabalho. Posteriormente, você poderá aplicar um layout diferente, mas com essa mudança, talvez seja necessário ajustar o conteúdo. Ao digitar em um espaço reservado, você está traba‑ lhando no layout, pois os espaços reservados (o tipo de conteúdo para o qual se destinam e como são dispostos) formam o layout. A imagem anterior mostra o efeito da aplicação de um layout que tem um espaço reservado para texto à esquerda e um espaço reservado para conteúdo à direita. Cada um deles possui propriedades internas que oferecem suporte ao tipo de conteúdo. Um espaço reservado para conteúdo tem o seu pró‑ prio comportamento interno. Ele posiciona uma imagem ou outro elemento gráfico nesse espaço e fornece ícones nos quais você pode clicar para inserir imagens, gráficos ou tabelas. Ele também reposiciona automaticamente o conteúdo em alguns casos, quando um novo elemento é inserido no slide. Inserir Conteúdo Usando o Ícone de Layout Os ícones são o melhor método de inserir conteúdo. A imagem a seguir ilustra como você usaria um dos ícones no layout para inserir um item de Clip‑art. O item de arte é automaticamente redimensionado para caber nesse layout, embora seja possível alterar o seu tamanho. Dependendo

Noções de Informática

Normal (Modo Normal), na aba Exibição. No modo normal, você verá o texto adicional que digitou no modo de anotações.


112

do item inserido, por exemplo, uma faixa, talvez seja ne‑ cessário girá‑lo. Isso será explicado na sessão prática. Obs.: Não é necessário usar ícones de layout para inserir imagens e outros itens.

2. Na lista Slides Dimensionados Para, clique o ta‑ manho de papel desejado para impressão. Obs.: • Se clicar Personalizado, digite ou selecione as dimensões do papel nas caixas Largura e Altura. • Para imprimir em transparências, clique Transpa‑ rência. 3. Para definir a orientação da página para os slides, em Orientação, na caixa Slides, clique Paisagem ou Retrato. Obs.: Todos os slides de uma apresentação devem ter a mesma orientação. Imprimir os Slides

Outra maneira de inserir um item, como uma imagem ou um gráfico, é pela aba Inserir. Desde que o espaço reservado seja selecionado antes da inserção, o item será colocado na área correta do layout. Ele também se bene‑ ficiará do comportamento de layout automático interno do espaço reservado. A imagem a seguir mostra as opções da aba Inserir:

Noções de Informática

Verificar, Imprimir e Preparar a Apresentação A maioria das apresentações é criada em cores, mas os slides e os folhetos são geralmente impressos em preto e branco ou em variações de cinza, também conhecidas como escala de cinza (escala de cinza: uma série de tona‑ lidades desde o branco até o preto usada na exibição ou impressão de texto e elementos gráficos). A impressão em escala de cinza converte as cores das imagens em tons de cinza que variam entre o preto e o branco. Quando você imprime os slides, o PowerPoint con‑ figura as cores da apresentação para que se ajustem aos recursos da impressora selecionada. Você pode dimensionar os slides para tamanhos de papel diferentes, incluindo carta e ledger, ou ainda espe‑ cificar um tamanho de papel personalizado. Com o Microsoft Office PowerPoint 2007 é possível imprimir outras partes de uma apresentação, como folhe‑ tos, anotações ou uma apresentação no Modo de exibição de estrutura de tópicos. Definir o Tamanho e a Orientação do Slide para Impressão Para alterar as opções de impressão, siga estas etapas: 1. Na guia Estrutura, no grupo Configurar página, clique Configurar página.

, clique 1. Clique o Botão Microsoft Office a seta ao lado de Imprimir e, em seguida, clique Visualizar Impressão. 2. No grupo Configurar Página, da lista Imprimir, selecione Slides. 3. Clique Opções, aponte para Cor/Escala de cinza e, em seguida, clique uma das opções: • Cor: se estiver usando uma impressora colorida, essa opção realizará a impressão em cores. • Cor (em impressora preto e branco): se estiver usando uma impressora preto e branco, essa opção realizará a impressão em escala de cinza. • Escala de cinza: essa opção imprime imagens em tons de cinza que variam entre o preto e o branco. Os preenchimentos de plano de fundo são impressos como branco para que o texto fique mais legível. (Às vezes a escala de cinza é bastante semelhante a preto e branco puro). • Preto e branco puro: essa opção imprime o folheto sem preenchimentos em cinza. 4. Clique Imprimir. Obs.: Se estiver criando transparências para usar em um projetor de transparências, use esse proce‑ dimento para imprimir a apresentação em folhas de transparência. Vá até Definir o tamanho e a orientação do slide para impressão para definir as páginas que serão impressas em transparências. O PowerPoint otimiza automaticamente os slides para que se ajustem à impressora selecionada, seja ela em cores ou preto e branco. Criar uma Apresentação de Autoexecução Usando uma apresentação de autoexecução, você pode comunicar suas informações sem um apresentador. Por exemplo, é possível configurar uma apresentação para execução autônoma em um estande ou um quiosque (quiosque: um computador e monitor, geralmente localiza‑ dos em uma área frequentada por muitas pessoas, que pode incluir tela sensível ao toque, som ou vídeo. Os quiosques podem ser configurados para executar apresentações do PowerPoint de forma automática, contínua ou ambas.)


em uma feira de negócios ou convenção, ou pode enviar um CD com uma apresentação de autoexecução para um cliente. É possível tornar indisponível a maioria dos controles, de forma que a audiência não possa fazer alterações em sua apresentação de autoexecução. As apresentações de autoexecução são reiniciadas depois de serem concluídas e quando estiverem ociosas em um slide avançado manual­ mente para mais de cinco minutos. Considerando as Opções Interativas para uma Apresentação de Autoexecução Ao projetar uma apresentação de autoexecução, lembre‑se do ambiente no qual a apresentação aparece‑ rá – por exemplo, se o estande ou o quiosque estarão em um local público não monitorado ou se haverá supervisão disponível. Lembrando‑se do ambiente, é possível deter‑ minar melhor quais elementos devem ser adicionados à apresentação, quanto controle deve ser dado à audiência e quais etapas devem ser feitas para impedir uso inadequado. As opções que você pode desejar considerar ao projetar uma apresentação de autoexecução incluem o seguinte: • Hiperlinks e Botões de ação: é possível usar hiper‑ links para ajudar a audiência a mover pela apresen‑ tação ou mover para outros programas. Também é possível usar botões de ação, que são botões de navegação internos que fornecem à apresentação a aparência e a familiaridade de uma página da Web, com botões para Início, Ajuda, Voltar, Avançar e assim por diante. • Narração de voz: é possível adicionar narração gravada, que é executada com sua apresentação. • Intervalos automáticos ou manuais: é possível configurar sua apresentação para ser executada automaticamente usando intervalos automáticos ou configurar sua apresentação para que a audiên­ cia possa navegar por ela em seu próprio ritmo, clicando botões de ação. Se você configurar a apresentação para ser executada em um quiosque, apenas os objetos com hiperlinks ou botões de ação poderão ser clicados.

113

incluir símbolos de fácil compreensão referentes às ações de ir para o próximo, anterior, primeiro e último slides. O PowerPoint também possui botões de ação que executam filmes ou sons. Adicionar Narração A adição de narração pode ajudar a entregar infor‑ mações de forma mais clara em sua apresentação de autoexecução. Para gravar uma narração, os computadores de mesa requerem uma placa de som, um microfone e um conector de microfone. Os laptops requerem apenas um microfo‑ ne e um conector de microfone. Você pode gravar uma narração antes de executar a apresentação ou gravá‑la durante a apresentação e incluir comentários da audiência na gravação. Se você não deseja a narração durante toda a apresentação, poderá gravar sons ou comentários sepa‑ rados sobre slides ou objetos selecionados. Testar e Gravar Intervalos de Slide Obs.: Esteja preparado para começar a cronometra‑ gem de sua apresentação imediatamente após executar a primeira etapa neste procedimento. 1. Na guia Apresentação de Slides, no grupo Confi‑ gurar, clique Testar Intervalos. A barra de ferramentas Ensaio aparece e a caixa Duração de Slide inicia a cronometragem da apre‑ sentação.

Adicionar Navegação

• Hiperlinks É possível adicionar hiperlinks que vão para apresen‑ tações personalizadas, slides específicos em sua apresen‑ tação, apresentações diferentes, documentos do Microsoft Office Word, planilhas do Microsoft Office Excel, locais na Internet ou em uma intranet ou endereços de email. Você pode criar um hiperlink a partir de qualquer objeto, incluindo texto, formas, tabelas, gráficos e imagens. • Botões de ação O PowerPoint inclui botões de ação prontos que você pode adicionar à apresentação e para os quais é possível definir hiperlinks. Os botões de ação contêm formas, como setas para a direita e para a esquerda. Use‑os para

2. Enquanto você cronometra a sua apresentação, siga um ou mais destes procedimentos na barra de ferramentas Ensaio: • Para se mover para o próximo slide, clique Próximo. • Para interromper temporariamente o registro do tempo, clique Pausar. • Para reiniciar o registro do tempo após a pausa, clique Pausar. • Para definir um período de tempo exato para um slide aparecer, digite o período de tempo na caixa Duração de Slide. • Para reiniciar o registro do tempo para o slide atual, clique Repetir.

Noções de Informática

Se você deseja que a audiência se mova livremente pela apresentação de autoexecução, poderá adicionar hiperlinks ou botões de ação para fornecer navegação.


114

3. Após a definição do tempo para o último slide, uma caixa de mensagem exibirá o tempo total da apresentação e solicitará que você siga um destes procedimentos: • Para manter os intervalos de slide registrados, clique Sim. • Para descartar os intervalos de slide registrados, clique Não. O modo de exibição de Classificação de Slides apare‑ ce e exibe o tempo para cada slide da sua apresentação.

de mouse em qualquer parte da tela avança um slide. Por exemplo, se você deseja que a apresentação seja exibida em um ritmo específico, defina intervalos automáticos e, em seguida, defina a apresentação para ser executada em um quiosque. Para fornecer controle adicional aos usuá‑ rios, é possível adicionar navegação, como hiperlinks ou botões de ação, aos slides. 1. Na guia Apresentação de Slides, no grupo Configu‑ ração, clique Configurar a Apresentação de Slides. 2. Em Tipo de apresentação, clique Apresentada em um Quiosque (tela inteira).

Configurar uma Apresentação para Execução em um Quiosque

Importante: Se você configurar uma apresentação para executar em um quiosque, lembre‑se de usar também intervalos automáticos, hiperlinks de navegação ou botões de ação. Caso contrário, sua apresentação de autoexecução não avançará além do primeiro slide.

A configuração de uma apresentação para ser exe‑ cutada em um quiosque permite controlar se um clique GUIAS DA FAIXA DE OPÇÕES Guia Início

Grupo Área de Transferência

Botões do Grupo Slides

Botão Novo Slide: adiciona um slide à apresentação.

Botões do Grupo Área de Transferência

transferência.

Botão Colar: cola o conteúdo da área de

Botão Recortar: recorta a seleção do documento e coloca na área de transferência. Botão Copiar: copia a seleção e coloca na área de transferência.

cionado.

Botão Layout: altera o Layout do slide sele‑

Botão Redefinir: reestabelece as configurações padrão de posição, tamanho e formatação dos espaços reservados dos slides. Botão excluir Slide: remove o slide atual da apresentação. Grupo Fonte

Noções de Informática

Botão Formatar Pincel: copia a formatação de um local e aplica a outro. • Clique duas vezes este botão para aplicar a mesma formatação a vários locais do documento. Grupo Slides

Botões do Grupo Fonte da fonte. da Fonte.

Botão Fonte: altera o tipo Botão Tamanho da Fonte: altera o tamanho


115 Botão Aumentar Fonte: aumenta o tamanho

Botão Aumentar Recuo: aumenta o nível do recuo esquerdo do parágrafo.

Botão Reduzir Fonte: dimunui o tamanho da

Botão Colunas: divide o texto em duas ou mais colunas.

Botão Limpar Formatação: limpa toda a for‑ matação da seleção, deixando o texto sem formatação.

Botão Alinhar Texto: altera a maneira como o texto é alinhado na caixa de texto.

Botão Negrito: aplica negrito ao texto selecio‑

Botão Alinhar Texto à Esquerda: alinha o texto à esquerda.

da Fonte. fonte.

nado.

Botão Centralizar: centraliza o texto.

Botão Itálico: aplica itálico ao texto selecionado. nado.

Botão Sublinhado: sublinha o texto selecio‑

Botão Tachado: desenha uma linha no meio do texto selecionado. Botão Sombra de Texto: adiciona uma sombra atrás do texto selecionado para destacá‑lo no slide. Botão Espaçamento entre Caracteres: ajusta o espaçamento entre carácteres. Botão Maiúsculas e Minúsculas: altera todo texto selecionado para Maiúsculas, minúsculas ou outros usos comuns de maiúsculas/minúsculas.

à direita.

Botão Alinhar Texto à Direita: alinha o texto

Botão Justificar: alinha o texto às margens esquerda e direita, adicionando espaço extra entre as palavras conforme necessário. • Este recurso promove uma aparência organizada nas laterais esquerda e direita da página. Botão Converter em Elemento Gráfico SmartArt: converte o texto em um elemento gráfico SmartArt. Grupo Desenho

Botão Cor da Fonte: altera a cor do texto. Grupo Parágrafo Botões do Grupo Desenho

Botão Formas: insere formas prontas, como retângulos e círculos, setas, linhas, símbolos de fluxogra‑ ma e textos explicativos. Botões do Grupo Parágrafo

Botão Numeração: inicia uma lista numerada. • Clique a seta para escolher diferentes formatos de numeração. Botão Espaçamento entre Linhas: altera o espaçamento entre as linhas de texto. • Você também pode personalizar a quantidade de espaço adicionado antes e depois dos parágrafos. Botão Direção do Texto: altera a orientação do texto para vertical, empilhado ou girá‑la para a direção desejada. Botão Diminuir Recuo: diminui o nível do recuo esquerdo do parágrafo.

Botão Organizar: organiza os objetos no slide alterando a ordem, a posição e a rotação.

Botão Estilos Rápidos de Forma: permite escolher um estilo visual para a forma ou linha. Botão Preenchimento da Forma: preenche a forma selecionada com uma cor sólida, gradação, imagem ou textura. Botão Contorno da Forma: especifica a cor, a largura e o estilo de linha do contorno da forma selecionada. Botão Efeitos da Forma: aplica um efeito visual à forma selecionada como sombra, brilho, reflexo ou rotação 3D.

Noções de Informática

Botão Marcadores: inicia uma lista com marcadores. • Clique a seta para escolher diferentes estilos de marcador.


116

Grupo Edição no documento.

Botão Selecionar: seleciona texto ou objetos no documento.

Botão do Grupo Edição Botão Localizar: localiza texto no

documento.

Botão Substituir: substitui um texto

• Use Selecionar Objeto para permitir a seleção dos objetos posicionados atrás do texto.

Guia Inserir

Grupo Tabela

• Cada imagem será colocada em um slide indivi‑ dual. Botão Formas: insere formas prontas como retângulos e círculos, setas, linhas, símbolos de fluxogramas e textos explicativos.

Tabelas: insere tabelas.

Botão Inserir

Botão Desenhar Tabelas: desenha as bordas de uma tabela. Botão Inserir Planilha do Excel: insere Planilha do Excel. Grupo Ilustrações

Botão SmartArt: insere um elemento gráfico SmartArt para comunicar informações visual‑ mente. • Os elementos gráficos SmartArt variam desde listas gráficas e diagramas de processos até grá‑ ficos mais complexos, como diagrama de Venn e organogramas. Botão Gráfico: insere um gráfico para ilustrar e comparar dados. • Barra, pizza, linha, área e superfície são alguns dos tipos disponíveis. Grupo Links

Botões do Grupo Ilustrações

Noções de Informática

um arquivo.

Botão Imagem: insere uma imagem de

Botões do Grupo Links

Botão ClipArt: insere ClipArt no documen‑ to incluindo desenhos, filmes, sons ou fotos de catálogo para ilustrar um conceito específico.

Botão Hiperlink: cria um link para uma página da web, uma imagem, um endereço de e‑mail ou um programa.

Botão Álbum de Fotografias: cria ou edita uma apresentação com base em uma série de imagens.

Botão Ação: adiciona uma ação ao objeto selecionado para especificar o que deve acontecer quando você clicar ele ou passar o mouse sobre ele.


117

Grupo Texto

• O número de slide reflete sua posição na apresen‑ tação. Botão Símbolo: insere símbolos que não constam no teclado como símbolos de copyright, mar‑ ca registrada, marcas de parágrafo e caracteres Unicode.

Botões do Grupo Texto incorporado.

Botão inserir Objeto: insere um objeto

Botão Caixa de Texto: insere caixas de texto pré‑formatadas.

Grupo Clipes de Mídia

Botão Cabeçalho e Rodapé: edita o cabeçalho ou rodapé do documento. • As informações do cabeçalho ou rodapé serão exi‑ bidas na parte superior ou inferior de cada página impressa.

Botões do Grupo Clipes de Mídia

Botão WordArt: insere um texto decorativo no documento.

Botão Filme do Arquivo: insere um filme na apresentação.

Botão Data e hora: insere a data ou hora atuais no documento atual. o número de slide.

Botão Número de Slide: insere

Botão Som do arquivo: insere um clipe de som ou uma música no slide.

Guia Design

Grupo Configurar Página

Botões do Grupo Temas

Botão Temas: altera o design geral do documento inteiro, incluindo cores, fontes e efeitos.

Botão Configurar Página: mostra a caixa de diálogo configurar página.

Botão Orientação do Slide: alterna a orientação do slide entre Retrato e Paisagem. Grupo Temas

atual.

Botão Cores do Tema: altera as cores do tema

Botão Fontes do Tema: altera as fontes do tema atual. Botão Efeitos do Tema: altera os estilos do tema atual. Grupo Plano de Fundo

Noções de Informática

Botões do Grupo Configurar Página


118

Botões do Grupo Plano de Fundo

Botão Estilos de Plano de Fundo: permite escolher o estilo de plano de fundo para este tema.

• Clique o botão direito do mouse em qualquer estilo para ver outras formas de aplicá‑lo. Botão Ocultar Gráficos de Plano de Fundo: não mostra o grafico de plano de fundo incluído no tema selecionado.

Guia Animações

Grupo Visualizar

Botão Visualizar: visualiza as animações e a transição criada para o slide atual. Grupo Animações

Botões do Grupo Transição para este Slide

Botão Esquema de Transição: per‑ mite escolher um efeito especial a ser aplicado durante a transição entre os slides anterior ou atual. Botão Som de Transição: seleciona um som a ser tocado durante a transição entre os slides anterior e atual.

Botões do Grupo Animações Botão Animar: permite escolher a animação a ser aplicada a objetos no slide. Botão Animação Personalizada: abre o painel de tarefas Animação Personalizada para que você possa animar objetos individuais no slide. Grupo Transição para este Slide

Velocidade de Transição: permite escolher a velocidade da transição entre os slides anterior e atual. Botão Aplicar a todos: define a transição de todos os slides da apresentação de modo que corresponda à transição configurada para o slide atual. Botão Ao Clicar com o Mouse: aguarda um clique de mouse para se mover para o próximo slide. Botão Automaticamente Após: move para o próximo slide após um determinado número de segundos.

Noções de Informática

Guia Apresentação de Slides

Grupo Iniciar Apresentação de Slides

Botões do Grupo Iniciar Apresentação de Slides

Botão Apresentação de Slides do Começo: inicia a apresentação de slides a partir do primeiro slide.


119 Botão do Slide Atual: inicia apresentação de slides a partir do slide atual.

Apresentação de Slides Personalizada: cria ou executa uma apresentação de slides personalizada. • Uma apresentação de slides personalizada exibirá somente os slides selecionados. • Este recurso permite que se tenha vários conjuntos de slides diferentes (por exemplo: uma sucessão de slides de 30 minutos e outra de 60 minutos) na mesma apresentação.

Botão Testar Intervalos: inicia uma apresentação de slides em tela inteira na qual você poderá testar sua apresentação. • O período de tempo gasto em cada slide é registra‑ do e você pode salvar esses intervalos para executar a apresentação automaticamente no futuro. Botão Usar Intervalos Testados: usa os intervalos criados através do recurso Testar Intervalos para alternar automaticamente entre os slides. Grupo Monitores

Grupo Configurar Botões Grupo Monitores

Botão Configurar Apresentação de Slides: configura opções avançadas para apresentação de slides, como o modo de quiosque.

Botão Mostrar Apresentação em: permite escolher o monitor em que a apresentação de slides de tela inteira será exibida. • Se você tiver apenas um monitor ou estiver usando um laptop sem um monitor externo conectado, este comando será desabilitado.

Botão Ocultar Slide: oculta o slide atual da apresentação. • Ele não será mostrado durante a apresentação de slides tela inteira.

Botão Usar Modo de Exibição do Apresentador: mostra a apresentação em tela inteira. • Este modo de exibição permite projetar a apre‑ sentação de slides em tela inteira em um monitor enquanto o “modo de exibição do orador” especial é exibido em outro monitor, incluindo a duração e as anotações do orador. • Este recurso requer vários monitores ou um laptop com recursos de exibição atual.

Botão Gravar Narração: grava uma trilha de narração usando o microfone conectado ao computador. • Sua narração pode ser executada junto à apresen‑ tação de slides em tela inteira. Guia Revisão

Noções de Informática

Botões do Grupo Configurar

Botão Resolução: permite escolher a resolução da tela a ser usada na apresentação de slides da tela inteira. • As resoluções menores geralmente oferecem uma resolução mais rápida, enquanto as maiores podem exibir mais detalhes. • Vários projetores oferecem suporte a uma resolu‑ ção máxima de 1024X768.


120

Grupo Revisão de Texto

Botões do Grupo Revisão de Texto

Botão Ortografia e Gramática: verifica a ortografia e a gramática do texto no documento.

Botão Pesquisar: permite fazer uma pesquisa em materiais de referência, como dicionários, enciclopédias e serviços de tradução.

Botões do Grupo Comentários

Botão Mostrar Marcações: mostra comentários e outras anotações.

Botão Novo Comentário: adiciona um comentário sobre a seleção.

Botão Editar Comentário: edita o co‑ mentário selecionado.

Botão Excluir Comentário: exclui o co‑ mentário selecionado. Botão Dicionário de Sinônimos: sugere outras palavras com significado semelhante ao da palavra selecionada.

Botão Traduzir: traduz o texto selecionado em outro idioma.

Botão Idioma: define o idioma usado para verificar a ortografia e a gramática do texto selecionado.

Botão Comentário Anterior: navega para o comentário anterior no documento.

Botão Próximo Comentário: navega para o próximo comentário no documento. Grupo Proteger

Grupo Comentários

Botão Proteger Apresentação: restringe o modo como as pessoas podem acessar a apresentação.

Noções de Informática

Guia Exibição

Grupo Modos de Exibição de Apresentação

Botões do Grupo Modos de Exibição de Apresentação

Botão Modo Normal: exibe a apresentação no modo normal.


121 Botão Classificação de Slides: exibe a apresentação no modo de classificação de slides para facilitar a reorganização dos slides. Botão Anotações: exibe a página de anotações do orador da forma que ficarão quando forem impressas.

Botão Ajustar Janela: altera o zoom da apresentação de modo que o slide preencha a janela. Grupo Cor/Escala de Cinza

Botão Apresentação de Slides: inicia a apresentação de slides. Botão Slide Mestre: abre o modo de exibição de slide mestre para alterar o designer e o layout dos slides mestres. Botão Folheto Mestre: abre o modo de exibição de folheto mestre para alterar o designer e o layout dos folhetos impressos. Botão Anotações Mestras: abre o modo de exibição de anotações mestras. Grupo Mostrar/Ocultar

cores.

Botão Cor: exibe a apresentação em quatro

Botão Escala de Cinza: exibe a apresentação em escala de cinza e personaliza o modo como as cores serão convertidas na escala de cinza. Botão Preto e Branco Puro: exibe a apresentação em preto e branco e per‑ sonaliza o modo como as cores serão convertidas em preto e branco. Grupo Janela

Botão Régua: exibe as réguas usadas para medir e alinhar objetos no documento. Botão Linhas de Grade: ativa linhas de grade que podem ser usadas para alinhar objetos no documento.

Botões do Grupo Janela

Botão Barra de Mensagens: abre a barra de mensagens para abrir quaisquer ações necessárias no documento. Grupo Zoom

Botão Janela: abre uma nova janela com a exibição do documento atual. Botão Organizar Tudo: coloca todas as janelas abertas no programa lado a lado na tela. • Para ativar este recurso, ative exibir lado a lado.

Botões do Grupo Zoom

Botão Zoom: abre a caixa de diálogo Zoom para especificar o nível de zoom do documento. • Na maioria dos casos você também pode usar os controles de zoom na barra de status, na parte in‑ ferior da janela, para alterar o zoom do documento rapidamente.

Botão Mover Divisão: move os divisores que separam as diversas seções da janela. • Depois de clicar este botão, use as teclas de direção para movimentar os divisores e pressione Enter para retornar ao documento.

Botão Alternar Janelas: passa para outra janela aberta no momento.

Noções de Informática

Botão Janelas em Cascata: organiza as janelas de documentos abertas em cascata na tela, de forma que elas se sobreponham.


122

WRITER 3.0

JANELA

NOMES DE FORMATOS DE AR­QUI­VOS BROFFICE O BrOffice.org 3.0 usa os se­guin­tes formatos de ar­ qui­vo: Formato do documento Exten­são de ar­qui­vo Writer – pa­drão *.odt Writer – modelo *.ott Calc – pa­drão *.ods Calc – modelo *.ots Impress – pa­drão *.odp Impress – modelo *.otp RECURSOS DO BROFFICE.ORG WRITER O BrOffice.org Writer permite que você esboce e produza documentos de texto que podem in­cluir figuras, tabelas ou gráficos. Você pode salvar os documentos numa va­rie­dade de formatos, in­cluin­do o Microsoft Word, HTML, ou Adobe Portable Document Format (PDF).

Noções de Informática

Redigir O BrOffice.org Writer permite que você crie docu‑ mentos básicos como memorandos, faxes, cartas, cur‑ rículos e malas diretas, bem como documentos longos, complexos ou divididos em vá­rias partes, acrescidos de bi­blio­gra­fia, tabelas de referên­cia e índices. O BrOffice.org Writer in­clui também recursos ú­teis como um verificador ortográfico, um di­cio­ná­rio de sinô‑ nimos, a Au­tocorre­ção, e a hifeniza­ção, bem como uma va­rie­dade de modelos para qua­se todas as finalidades. Você também pode criar seus pró­prios modelos utilizando‑se dos assistentes.

Design e estrutura­ção O BrOffice.org oferece uma ampla va­rie­dade de op­ções para criar documentos. Utilize a janela Estilos e Formata­ção para criar, atri­buir e modificar estilos para pa‑ rágrafos, caracteres indivi­duais, quad­ros e páginas. Além disso, o Navegador lhe ajudará a mover‑se rapidamente pelos documentos, permitirá ver o documento em uma exibi­ção de estrutura de tópicos e acompanhar os objetos inseridos no documento. Você também pode criar vá­rios índices e tabelas em documentos de texto. Você pode definir a estrutura e a aparên­cia dos índices e tabelas de acordo com suas necessidades. Os hyperlinks e marcadores ativos per‑ mitem saltar diretamente para os itens correspondentes no texto. Editora­ção eletrônica com o BrOffice.org Writer O BrOffice.org Writer oferece vá­r ias ferramentas de editora­ç ão eletrônica e de desenho para ajudá‑lo a criar documentos com estilo profis­s io­n al, tais como brochuras, boletins informativos e convites. Você pode formatar seus documentos com lay­o u­t s de múltiplas colunas, quad­r os de texto, figuras, tabelas e ou­tros objetos. Cálculos Os documentos de texto do BrOffice.org pos­suem uma fun­ção de cálculo integrada que o ajudará a executar cálculos sofisticados ou vínculos lógicos. Você pode facilmente criar uma tabela em um documento de texto para executar cálculos.


Criar desenhos A ferramenta de desenho do BrOffice.org Writer permite criar desenhos, figuras, legendas e ou­tros tipos de desenhos diretamente em documentos de texto. Inserir figuras Você pode inserir diferentes formatos de imagens em um documento de texto, como, por exemplo, figuras com formato JPG ou GIF. Os formatos mais comuns podem ser editados diretamente em um documento de texto com o editor de imagens. Além disso, a Gale­ria oferece uma cole­ção de figuras de Clipart organizadas por tema. Interface de aplicativo flexível A interface do programa foi projetada de modo que você possa configurá‑la de acordo com as suas preferên­ cias, in­cluin­do a personaliza­ção de ícones e de menus. Você pode posi­cio­nar vá­rias janelas de programas, como, por exemplo, Estilos e Formata­ção ou Navegador, como janelas flu­tuan­tes em qualquer ponto da tela. Você tam‑ bém pode en­cai­xar algumas janelas na borda do espaço de trabalho. Arrastar e soltar O recurso Arrastar e Soltar lhe permite trabalhar de forma rápida e efi­cien­te com documentos de texto no BrOffice.org. Por exemplo, você pode arrastar e soltar objetos, como figuras da Gale­ria, de um local para o ou­ tro no mesmo documento ou entre documentos abertos do BrOffice.org. Fun­ções de ajuda Você pode utilizar sistema de Ajuda on‑line como uma referên­cia completa para os aplicativos do BrOffice.org in­cluin­do as instru­ções para tarefas simples e complexas. MENUS Os menus são contex­tuais, o que significa que os itens de menu disponí­veis são a­que­les que são relevantes ao trabalho que está sendo rea­lizado no momento. Se o cursor estiver localizado em um texto, todos os itens de menu necessá­rios à edi­ção do texto esta­rão disponí­veis. Se hou­ver figuras sele­cio­nadas em um documento, você verá todos os itens de menu que podem ser usados para a edi­ção de figuras. Menu Ar­qui­vo Novo Cria um novo documento do BrOffice.org. Abrir Abre ou importa um ar­qui­vo. Documentos Recentes Lista os ar­qui­vos abertos mais recentemente. Para abrir um ar­qui­vo da lista, cli­que no nome dele. Assistentes Guia você na criação de cartas comer­ciais e pes­soais, fax, agendas, apresenta­ções etc.

Fechar Fecha o documento a­tual sem sair do programa. Salvar Salva o documento a­tual. Salvar Como Salva o documento a­tual em ou­tro local ou com um nome de ar­qui­vo ou tipo de ar­qui­vo diferente. Salvar Tudo Salva todos os documentos abertos do BrOffice.org. Esse comando só estará disponível se dois ou mais ar­qui­ vos tiverem sido modificados. Recarregar Substi­tui o documento a­tual pela última ver­são salva. Ver­sões Salva e organiza vá­rias ver­sões do documento a­tual no mesmo ar­qui­vo. Você também pode abrir, ex­cluir e comparar ver­sões ante­rio­res. Exportar Salva o documento a­tual com ou­tro nome em um local que você especifica. Exportar como PDF Salva o ar­qui­vo a­tual no formato PDF (Portable Do‑ cument Format). É possível ver e imprimir um ar­qui­vo PDF em qualquer plataforma sem perder a formata­ção original, desde que haja um software compatível instalado. En­viar En­via uma có­pia do documento a­tual para diferentes aplicativos. Assinaturas digi­tais Essa cai­xa de diá­logo adi­cio­na e remove assinaturas digi­tais do documento. Você também pode usá‑la para exibir certificados. Pro­prie­dades Exibe as pro­prie­dades do ar­qui­vo a­tual, inclusive es‑ tatísticas, como contagem de palavras e a data da criação do ar­qui­vo. Modelos Permite organizar e editar os modelos, bem como salvar o ar­qui­vo a­tual como um modelo. Vi­sua­lizar no navegador da Web Cria uma có­pia temporá­ria do documento a­tual no formato HTML e abre o navegador Web pa­drão do seu sistema para exibir o ar­qui­vo HTML. Vi­sua­lizar página Exibe uma vi­sua­liza­ção da página impressa ou fecha a vi­sua­liza­ção. Imprimir Imprime o documento a­tual, a sele­ção ou as páginas que você especificar. Você também pode definir as op­ções de impres­são para o documento a­tual. Configurar impressora Sele­cio­ne a impressora pa­drão para o documento a­tual. Sair Fecha todos os programas do BrOffice.org e solicita que você salve suas altera­ções. Menu Editar Desfazer Reverte o último comando ou a última entrada digi‑ tada. Para sele­cio­nar o comando que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Desfazer na Barra Pa­drão.

Noções de Informática

123


Noções de Informática

124

Refazer Reverte a a­ção do último comando Desfazer. Para sele­cio­nar a etapa Desfazer que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Refazer na Barra de Fer‑ ramentas Pa­drão. Repetir Repete o último comando. Esse comando está dispo‑ nível no Writer e no Calc. Cortar Remove e co­pia a sele­ção para a á­rea de transferên­cia. Co­piar Co­pia a sele­ção para a á­rea de transferên­cia. Colar Insere o con­teú­do da á­rea de transferên­cia na posi­ção do cursor e substi­tui o texto ou os objetos sele­cio­nados. Cli­que na seta ao lado do ícone para sele­cio­nar o formato. Colar Espe­cial Insere o con­teú­do da á­rea de transferên­cia no ar­qui­vo a­tual em um formato que você pode especificar. Sele­cio­nar Texto Você pode ativar um cursor de sele­ção em um texto somente lei­tura ou na Ajuda. Escolha Editar – Sele­cio­ nar texto ou abra o menu de contexto de um documento somente lei­tura e escolha Sele­cio­nar Texto. O cursor de sele­ção não fica intermitente. Modo de sele­ção Escolha o modo de sele­ção do submenu: Modo de Sele­ção Normal, ou Modo de Sele­ção por Bloco. Sele­cio­nar Tudo Sele­cio­na todo o con­teú­do do ar­qui­vo, quad­ro ou objeto de texto a­tual. Altera­ções Lista os comandos que es­tão disponí­veis para ras­trear as altera­ções em seu ar­qui­vo. Comparar Documento Compara o documento a­tual com um documento que você sele­cio­na. Localizar e Substi­tuir Procura ou substi­tui textos ou formatos no documento a­tual. Navegador Mostra ou oculta o Navegador. Você pode usá‑lo para acessar rapidamente diferentes partes do documento e para inserir elementos do documento a­tual ou de ou­tros documentos abertos, bem como para organizar documen‑ tos mestre. Para editar um item do Navegador, cli­que com o bo­tão di­rei­to do mou­se no item e, em se­gui­da, escolha um comando do menu de contexto. Se preferir, você pode en­cai­xar o Navegador na borda do espaço de trabalho. Au­totexto Cria, edita ou insere Au­totexto. Você pode armazenar texto formatado, texto com figuras, tabelas e campos como Au­totexto. Para inserir Au­totexto, rapidamente digite o atalho do Au­totexto no documento e pres­sio­ne F3. Permutar Banco de Dados Altera a fonte de dados do documento a­tual. Para exibir corretamente o con­teú­do dos campos inseridos, o banco de dados que foi substi­tuí­do deve conter nomes de campos idênticos. Campos Abre uma cai­xa de diá­logo na qual você pode editar as pro­prie­dades de um campo. Cli­que antes de um campo e sele­cio­ne este comando. Na cai­xa de diá­logo, você pode

usar as setas para ir para o próximo campo ou voltar para o ante­rior. Notas de Rodapé Edita a âncora de nota de rodapé ou de nota de fim sele­cio­nada. Cli­que antes ou de­pois da nota de rodapé ou da nota de fim e, em se­gui­da, escolha este comando. Entrada de Índice Edita a entrada de índice sele­cio­nada. Cli­que antes da entrada de índice ou na pró­pria entrada e, em se­gui­da, escolha este comando. Entrada Bi­blio­gráfica Edita a entrada bi­blio­gráfica sele­cio­nada. Hyperlink Abre uma cai­xa de diá­logo que permite que você crie e edite hyperlinks. Vínculos Permite a edi­ção das pro­prie­dades de cada vínculo no documento a­tual, in­cluin­do o caminho para o ar­qui­vo de origem. Este comando não estará disponível se o do‑ cumento a­tual não contiver vínculos para ou­tros ar­qui­vos. Plug‑in Permite a edi­ção de plug‑ins no seu ar­qui­vo. Escolha este comando para ativar ou desativar este recurso. Quan­ do ativado, aparecerá uma marca de sele­ção ao lado do comando, e você verá comandos para editar o plug‑in em seu menu de contexto. Quan­do desativado, você verá comandos para controlar o plug‑in no menu de contexto. Mapa de Imagem Permite que você anexe URL’s a á­reas específicas, denominadas pontos de acesso, em uma figura ou em um grupo de figuras. Um Mapa de Imagem é um grupo com um ou mais pontos de acesso. Objeto Permite editar um objeto sele­cio­nado no ar­qui­vo, inserido com o comando Inserir – Objeto. Menu Exibir Lay­ou­t de Impres­são Exibe a forma que terá o documento quan­do for impresso. Lay­ou­t da Web Exibe o documento como se­ria vi­sua­lizado em um navegador da Web. Esse recurso é útil ao criar documen‑ tos HTML. Código‑fonte HTML Exibe o código fonte do documento HTML a­tual. Para exibir o código fonte HTML de um novo documento, é necessá­rio pri­mei­ro salvar o novo documento como um documento HTML. Barras de Ferramentas Abre um submenu para mostrar e ocultar barras de ferramentas. Uma barra de ferramentas contém ícones e op­ções que permitem acessar rapidamente os comandos do BrOffice.org. Barra de Status Mostra ou oculta a Barra de Status na borda infe­rior da janela. Status do Método de Entrada Mostra ou oculta a janela de status do IME (Input Method Engine). Ré­gua Mostra ou oculta a ré­gua horizontal, que você pode usar para ajustar margens de página, marcas de tabula­ção,


Menu Inserir Queb­ra Ma­nual Insere uma queb­ra ma­nual de linha, de coluna ou de página na posi­ção a­tual em que se encontra o cursor. Campos Insere um campo na posi­ção a­tual do cursor. O sub‑ menu lista os tipos de campos mais comuns. Para exibir todos os campos disponí­veis, escolha Ou­tro. Caractere Espe­cial Insere os caracteres espe­ciais a partir das fontes instaladas. Marca de Formata­ção Abre um submenu para inserir marcas espe­ciais de formata­ção. Se­ção Insere uma se­ção de texto no mesmo local em que o cursor está posi­cio­nado no documento. Também é possível sele­cio­nar um bloco de texto e, em se­gui­da, escolher esse comando para criar uma se­ção. Use as se­ções para inserir blocos de texto de ou­tros documentos, para aplicar lay­ou­ts de colunas personalizados ou para proteger ou ocultar os blocos de texto quan­do uma condi­ção for atendida. Hyperlink Abre uma cai­xa de diá­logo que permite que você crie e edite hyperlinks. Cabeçalho Adi­cio­na ou remove um cabeçalho do estilo de página que você sele­cio­nar no submenu. O cabeçalho é adi­cio­

nado a todas as páginas que usam o mesmo estilo de página. Em um novo documento, é listado apenas o estilo de página Pa­drão. Ou­tros estilos de páginas se­rão adi­cio­ nados à lista de­pois que você aplicá‑los ao documento. Rodapé Adi­cio­na ou remove um rodapé do estilo de página sele­cio­nado no submenu. O rodapé é adi­cio­nado a todas as páginas que usam o mesmo estilo. Em um novo do‑ cumento, somente o estilo de página Pa­drão é listado. Ou­tros estilos se­rão adi­cio­nados à lista de­pois que forem aplicados ao documento. Nota de Rodapé Insere uma nota de rodapé ou uma nota de fim no documento. A âncora para a nota será inserida na posi­ ção a­tual do cursor. Você pode escolher entre numera­ção au­tomática ou um símbolo personalizado. Legenda Adi­cio­na uma legenda numerada à figura, tabela, quad­ro, quad­ro de texto ou objeto de desenho sele­cio­nado. Você também pode acessar este comando clicando com o bo­tão di­rei­to do mou­se no item ao qual deseja adi­cio­nar a legenda. Marcador Insere um marcador na posi­ção do cursor. Você pode en­tão usar o Navegador para saltar rapidamente para a posi­ção marcada em ou­tra hora. Em um documento HTML, os marcadores são convertidos em âncoras para você navegar através de hyperlinks. Referên­cia Esta é a posi­ção em que você insere as referên­cias ou os campos referidos no documento a­tual. As referên­cias são os campos referidos no mesmo documento ou em subdocumentos de um documento mestre. Nota Insere uma nota ancorada na posi­ção do cursor. Script Insere um script na posi­ção a­tual do cursor em um documento HTML ou de texto. Índices e índices ge­rais Abre um menu para inserir entradas de índice e inserir índices e tabelas. Envelope Cria um envelope. Nas três páginas de guias, você pode especificar o destinatá­rio e o remetente, a posi­ção e o formato dos dois endereços e o tamanho e a o­rien­ta­ção do envelope. Quad­ro Insere um quad­ro que você pode usar para criar um lay­ou­t com uma ou mais colunas de texto e objetos. Tabela Insere uma tabela no documento. Você também pode clicar na seta, arrastar o mou­se para sele­cio­nar o número de linhas e colunas a serem in­cluí­das na tabela e, em se­ gui­da, clicar na última célula. Linha horizontal Insere uma linha horizontal na posi­ção a­tual do cursor. Figura Sele­cio­ne a origem da figura que deseja inserir. Objetos Insere um objeto em seu documento. Para filmes e sons, utilize Inserir – Filme e Som. Quad­ro flu­tuan­te Insere um quad­ro flu­tuan­te no documento a­tual. Os quad­ros flu­tuan­tes são usados em documentos HTML

Noções de Informática

re­cuos, bordas, células da tabela e para dispor objetos na página. Para mostrar a ré­gua vertical, escolha Ferramen‑ tas – Op­ções – BrOffice.org Writer – Exibir e, em se­gui­da, mar­que a cai­xa de sele­ção Ré­gua Vertical na á­rea Ré­gua. Limites do Texto Mostra ou oculta os limites da á­rea imprimível da página. As linhas de limite não são impressas. Som­brea­mentos de Campos Mostra ou oculta os som­brea­mentos de campos no documento, in­cluin­do espaços incondi­cionais, hífens personalizados, índices e notas de rodapé. Nomes de Campos Alterna a exibi­ção entre o nome e o con­teú­do do campo. A presença de uma marca de sele­ção indica que os nomes dos campos são exibidos e a au­sên­cia dessa marca indica que o con­teú­do é exibido. O con­teú­do de alguns campos não pode ser exibido. Caracteres Não Imprimí­veis Mostra os caracteres não imprimí­veis no texto, como marcas de parágrafo, queb­ras de linha, paradas de tabula­ ção e espaços. Parágrafos Ocultos Mostra ou oculta parágrafos ocultos. Esta op­ção afeta somente a exibi­ção de parágrafos ocultos. Ela não afeta a impres­são desses parágrafos. Fontes de Dados Lista os bancos de dados registrados para o BrOffice. org e permite que você geren­cie o con­teú­do deles. Tela In­tei­ra Exibe ou oculta os menus e as barras de ferramentas no Writer ou no Calc. Para sair do modo de tela in­tei­ra, cli­que no bo­tão Ativar/Desativar tela in­tei­ra. Zoom Reduz ou am­plia a exibi­ção de tela do Writer.

125


126

para exibir o con­teú­do de ou­tro ar­qui­vo. Não há suporte para quad­ros flu­tuan­tes no Netscape Navigator 4.x. Filme e Som Insere um ar­qui­vo de ví­deo ou de som no documento. Ar­qui­vo Insere um ar­qui­vo de texto na posi­ção a­tual do cursor.

Noções de Informática

Menu Formatar Formata­ção Pa­drão Remove a formata­ção direta e a formata­ção por estilos de caracteres da sele­ção. Caractere Muda a fonte e a formata­ção de fonte dos caracteres sele­cio­nados. Parágrafo Modifica o formato do parágrafo a­tual, por exemplo, alinhamento e re­cuo. Marcadores e Numera­ção Adi­cio­na marcadores ou numera­ção ao parágrafo a­tual e permite que você edite o formato da numera­ção ou dos marcadores. Página Especifi­que os estilos de formata­ção e o lay­ou­t do estilo de página a­tual, in­cluin­do margens da página, ca‑ beçalhos, rodapés e o plano de fundo da página. Alterar Capitaliza­ção Altera o uso de maiús­culas e minúsculas nos caracte‑ res sele­cio­nados ou, se o cursor estiver em uma palavra, altera o uso de maiús­culas e minúsculas de todos os caracteres nela. Ma­nual Fonético A­siá­tico Permite que você adi­cio­ne comentá­rios sobre ca‑ racteres a­siá­ticos para serem usados como ma­nual de pronún­cia. Esses comandos só podem ser acessados de­pois que você ativa o suporte para i­dio­mas a­siá­ticos em Ferramen‑ tas – Op­ções – Configura­ções de i­dio­ma – I­dio­mas. Colunas Especifica o número de colunas e o lay­ou­t de coluna para um estilo de página, quad­ro ou se­ção. Se­ções Altera as pro­prie­dades das se­ções definidas no do‑ cumento. Para inserir uma se­ção, sele­cio­ne o texto ou cli­ que no documento e, em se­gui­da, escolha Inserir – Se­ção. Estilos e Formata­ção Use a janela Estilos e Formata­ção para aplicar, criar, editar, adi­cio­nar e remover estilos de formata­ção. Cli­que duas vezes para aplicar o estilo. Au­toformata­ção Formata au­tomaticamente o ar­qui­vo de acordo com as op­ções definidas em Ferramentas – Au­tocorre­ção. Ancorar Define as op­ções de ancoramento para o objeto sele­ cio­nado. Queb­ra Au­tomática Define as op­ções de queb­ra au­tomática de texto para figuras, objetos e quad­ros. Alinhamento (objetos) Alinha os objetos sele­cio­nados, um em rela­ção ao ou­tro. Alinhamento (objetos de texto) Define as op­ções de alinhamento para a sele­ção a­tual.

Dispor Altera a ordem de empilhamento do(s) objeto(s) sele­cio­nado(s). Inverter Inverte o objeto sele­cio­nado, horizontalmente ou verticalmente. Grupo Agrupa os objetos sele­cio­nados de forma que possam ser movidos ou formatados como um único objeto. Objeto Abre um submenu para editar pro­prie­dades do objeto sele­cio­nado. Quad­ro Insere um quad­ro que você pode usar para criar um lay­ou­t com uma ou mais colunas de texto e objetos. Figura Formata o tamanho, a posi­ção e ou­tras pro­prie­dades da figura sele­cio­nada. Menu Ferramentas Verifica­ção Ortográfica Verifica a ortogra­fia ma­nual­mente. I­dio­ma Abre um submenu para você poder escolher comandos específicos do i­dio­ma. Contagem de Palavras Conta as palavras e caracteres da sele­ção a­tual e do documento in­tei­ro. Au­tocorre­ção Define as op­ções para a substi­tuição au­tomática de texto à medida que você digita. Numera­ção da Estrutura de Tópicos Especifica o formato de número e a hie­rar­quia para a numera­ção de capítulos no documento a­tual. Numera­ção de Linhas Adi­cio­na ou remove e formata números de linha no documento a­tual. Para desativar a numera­ção de linhas em um parágrafo, cli­que no parágrafo, escolha Forma‑ tar – Parágrafo, cli­que na guia Numera­ção e, em se­gui­da, desmar­que a cai­xa de sele­ção In­cluir este parágrafo na numera­ção de linhas Notas de Rodapé Especifica as configura­ções de exibi­ção de notas de rodapé e notas de fim. Gale­ria Abre a Gale­ria, onde você poderá sele­cio­nar figuras e sons para inserir em seu documento. Banco de Dados Bi­blio­gráfico Insira, ex­clua, edite e organize ar­qui­vos no banco de dados bi­blio­gráfico. Assistente de Mala Direta Ini­c ia o Assistente de Mala Direta para criar cartas‑modelo ou en­viar mensagens de e‑mail a vá­rios destinatá­rios. Classificar Faz a classifica­ção alfabética e numérica dos pará‑ grafos sele­cio­nados. Você pode definir até três chaves de classifica­ção e combinar chaves de classifica­ção alfanu‑ méricas e numéricas. Calcular Calcula a fórmula sele­cio­nada e co­pia o resultado para a á­rea de transferên­cia.


Menu Tabela Inserir • Tabela Insere uma nova tabela. • Colunas Insere colunas. • Linhas Insere linhas. Ex­cluir • Tabela Ex­clui a tabela a­tual. • Colunas Ex­clui as colunas sele­cio­nadas. • Linhas Ex­clui as linhas sele­cio­nadas. Sele­cio­nar • Tabela Sele­cio­na a tabela a­tual. • Coluna Sele­cio­na a coluna a­tual. • Linha Sele­cio­na a linha a­tual. • Célula Sele­cio­na a célula a­tual. Mesclar Células Combina o con­teú­do das células sele­cio­nadas da tabela em uma única célula. Dividir Células Divide a célula ou o grupo de células, horizontalmente ou verticalmente, no número de células que você inserir. Mesclar Tabelas Combina duas tabelas consecutivas em uma única tabela. As tabelas devem estar lado a lado, e não separadas por um parágrafo va­zio. Dividir Tabela Divide a tabela a­tual em duas tabelas separadas na posi­ção do cursor. Você também pode clicar com o bo­tão

di­rei­to do mou­se em uma célula da tabela para acessar este comando. Au­toformata­ção de tabela Aplica au­tomaticamente formatos à tabela a­tual, in­ cluin­do fontes, som­brea­mento e bordas. Autoajustar • Largura da Coluna Abre a cai­xa de diá­logo Largura da Coluna para você poder alterar a largura de uma coluna. • Largura de Coluna I­deal Ajusta au­tomaticamente a largura das colunas para coin­cidir com o con­teú­do das células. A altera­ção da lar‑ gura de uma coluna não afeta a largura das ou­tras colunas na tabela. A largura da tabela não pode exceder a largura da página. • Distri­buir Colunas Uniformemente Ajusta a largura das colunas sele­cio­nadas para cor‑ responder à maior largura de coluna da sele­ção. A largura total da tabela não pode exceder a largura da página. • Altura da Linha Abre a cai­xa de diá­logo Altura da Linha para você poder alterar a altura de uma linha. • Altura de Linha I­deal Ajusta au­tomaticamente a altura das linhas para que corresponda ao con­teú­do das células. Esta é a defini­ção pa­drão para novas tabelas. • Distri­buir Linhas Uniformemente Ajusta a altura das linhas sele­cio­nadas de acordo com a altura da linha mais alta na sele­ção. • Permitir Queb­ra de Linha em Páginas e Colunas Permite uma queb­ra de página na linha a­tual. Repetir Linhas de Título Repete os cabeçalhos das tabelas nas páginas subse­ quen­tes quan­do a tabela se estende por uma ou mais páginas. Converter • Texto em Tabela Abre uma cai­xa de diá­logo para você poder converter em tabela o texto sele­cio­nado. • Tabela para Texto Abre uma cai­xa de diá­logo em que você pode con‑ verter a tabela a­tual em texto. Classificar Faz a classifica­ção alfabética e numérica dos pará‑ grafos sele­cio­nados. Você pode definir até três chaves de classifica­ção e combinar chaves de classifica­ção alfanu‑ méricas e numéricas. Fórmula Abre a Barra de Fórmulas para inserir ou editar uma fórmula. Formato Numérico Abre uma cai­xa de diá­logo na qual você pode espe‑ cificar o formato de números na tabela. Limites da Tabela Mostra ou oculta os limites em torno das células da ta‑ bela. Os limites só são visí­veis na tela e não são impressos. Pro­prie­dades da Tabela Especifica as pro­prie­dades da tabela sele­cio­nada, como, por exemplo, nome, alinhamento, espaçamento, largura da coluna, bordas e plano de fundo.

Noções de Informática

A­tua­lizar A­tua­liza os itens do documento a­tual com con­teú­do dinâmico, como campos e índices. Me­dia Player Abre a janela do Me­dia Player, em que você pode vi­sua­lizar ar­qui­vos de filme e som e inseri‑los no docu‑ mento a­tual. Macros Permite gravar, organizar e edite macros. Geren­cia­dor de Exten­são O Geren­cia­dor de Exten­são adi­cio­na, remove, desa‑ tiva, ativa e a­tua­liza exten­sões do BrOffice.org. Configura­ções do Filtro XML Abre a cai­xa de diá­logo Configura­ções do Filtro XML, onde você pode criar, editar, ex­cluir e testar filtros para importar e exportar ar­qui­vos XML. Personalizar Personaliza menus, teclas de atalho, barras de ferramen‑ tas e atri­buições de macros do BrOffice.org para eventos. Op­ções Este comando abre uma cai­x a de diá­l ogo para configura­ção personalizada do programa.

127


128

Menu Janela

Nova Janela Abre uma nova janela que exibe os con­teú­dos da janela a­tual. Você pode agora ver diferentes partes do mesmo documento ao mesmo tempo. Fechar Fecha a janela a­tual. Escolha Janela – Fechar ou pres­ sio­ne Ctrl+F4. Na vi­sua­liza­ção de página dos programas BrOffice.org Writer e Calc, você pode fechar a janela a­tual por meio de um cli­que no bo­tão Fechar vi­sua­liza­ção. Lista de documentos Lista os documentos abertos no momento a­tual. Sele­ cio­ne o nome de um documento na lista para alternar para esse documento. Menu Ajuda Ajuda do BrOffice.org Abre a página principal da Ajuda do BrOffice.org do aplicativo a­tual. Você pode percorrer as páginas da Ajuda e procurar por termos do índice ou por ou­tro texto. O Que é Isto Ativa as dicas de ajuda adi­cionais sobre o pon­tei­ro do mou­se até o próximo cli­que. Suporte Mostra informa­ções de como obter suporte. Registro Conecta ao site do BrOffice.org na Web, onde você pode registrar sua có­pia BrOffice.org. Verificar se há A­tua­liza­ções Ative uma cone­xão com a Internet para o BrOffice. org. Se precisar de um proxy, mar­que as configura­ções de proxy do BrOffice.org Proxy em Ferramentas – Op­ções – Internet. Em se­gui­da sele­cio­ne Verificar se há A­tua­liza­ções para comprovar se está disponível uma nova ver­são do conjunto de Office. Sobre o BrOffice.org Exibe informa­ções ge­rais do programa, como o nú‑ mero da ver­são e os di­rei­tos au­to­rais.

E‑mail com o documento anexado: abre uma nova janela no programa de e‑mail pa­drão com o documento a­tual como anexo. O formato do ar­qui­vo a­tual usado. Se o documento for novo e não salvo, o formato especificado em Ferramentas – Op­ções – Carregar/Salvar – Geral é usado. Editar Ar­qui­vo: use o ícone Editar Ar­qui­vo para ativar ou desativar o modo de edi­ção. Exportar como PDF: salva o ar­qui­vo a­tual no formato PDF (Portable Document Format).É possível ver e imprimir um ar­qui­vo PDF em qualquer plataforma sem perder a formata­ção original, desde que haja um software compatível instalado. Imprimir ar­qui­vo diretamente: cli­que no ícone Imprimir Ar­qui­vo Diretamente para imprimir o documen‑ to ativo com as configura­ções de impres­são pa­drão. Tais configura­ções podem se encontradas na cai­xa de diá­logo Instala­ção de Impressora, que você pode chamar por meio do comando de menu Configura­ções da Impressora. Vi­sua­lizar Página: exibe uma vi­sua­liza­ção da página impressa ou fecha a vi­sua­liza­ção. Verifica­ção Ortográfica: verifica a ortogra­fia no documento a­tual ou na sele­ção. Ativar/Desativar Au­toverifica­ção ortográfica: verifica au­tomaticamente a ortogra­fia à medida que você digita e, en­tão, sublinha os erros.

BARRAS DE FERRAMENTAS Barra de Ferramentas Pa­drão A barra Pa­drão está localizada na parte supe­rior da janela do Writer e está disponível em todos os aplicativos BrOffice.org.

BrOffice.org.

Novo: cria um novo documento do

Noções de Informática

Abrir Ar­qui­vo: abre ou importa um ar­qui­vo. Salvar: salva o documento a­tual. Salvar Como: salva o documento a­tual em ou­tro local ou com um nome de ar­qui­vo ou tipo de ar­ qui­vo diferente.

Cortar: remove e co­pia a sele­ção para a á­rea de transferên­cia. Co­p iar: co­p ia a sele­ç ão para a á­r ea de transferên­cia. Colar: insere o con­t eú­d o da á­r ea de transferên­cia na posi­ção do cursor e substi­tui o texto ou os objetos sele­cio­nados. Cli­que na seta ao lado do ícone para sele­cio­nar o formato. Pincel de Estilo: sele­cio­ne pri­mei­ro um texto (no Writer) ou um objeto, e cli­que neste ícone. Cli­que agora em ou­tro texto (no Writer) ou em ou­tro objeto para aplicar a mesma formata­ção. Cli­que no ícone Pincel de Estilo Ferramentas Pa­drão.

na Barra de


129

Refazer: reverte a a­ção do último comando Desfazer. Para sele­cio­nar a etapa Desfazer que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Refazer na barra de ferramentas Pa­drão. Hyperlink: abre uma cai­xa de diá­logo que permite que você crie e edite hyperlinks. Tabela: insere uma tabela no documento. Você também pode clicar na seta, arrastar o mou­se para sele­cio­nar o número de linhas e colunas a serem in­ cluí­das na tabela e, em se­gui­da, clicar na última célula. Mostrar Fun­ções de Desenho: cli­que para abrir ou fechar a Barra Desenho, onde você pode adi­ cio­nar ao documento a­tual formas, linhas, texto e textos explicativos. Localizar e Substi­tuir: procura ou substi­tui textos ou formatos no documento a­tual. Navegador: cli­que no ícone Ativar/Desativar Navegador para ocultar ou mostrar o Navegador. Gale­r ia: abre a Gale­r ia, onde você poderá sele­cio­nar figuras e sons para inserir em seu docu‑ mento. Fontes de Dados: lista os bancos de dados re‑ gistrados para o BrOffice.org e permite que você geren­cie o con­teú­do deles.

O Que é Isto: ativa as dicas de ajuda adi­cionais sobre o pon­tei­ro do mou­se até o próximo cli­que. Código‑fonte HTML: exibe o código fonte do documento HTML a­tual. Para exibir o código fonte HTML de um novo documento, é necessá­rio pri­mei­ro salvar o novo documento como um documento HTML. Barra de Ferramentas Formata­ção A Barra de Formata­ção contém diversas fun­ções de formata­ção de texto. Estilos e formata­ção: especifica se a janela Estilos e Formata­ção será mostrada ou ocultada; é nela que você pode atri­buir e organizar os estilos. Aplicar Estilo: permite que você atri­bua um estilo ao parágrafo a­tual, aos parágrafos sele­cio­nados ou a um objeto sele­cio­nado. Ou­tros estilos podem ser encontrados em Formatar – Estilos e Formata­ ção. Nome da Fonte: permi‑ te que você sele­cio­ne um nome de fonte na lista ou digite um nome de fonte diretamente. Você pode inserir vá­rias fontes, separadas por ponto e vírgulas. O BrOffice.org usará cada fonte no­mea­da em suces­são se as fontes ante­rio­res não estiverem disponí­veis. Tamanho da Fonte: permite que você escolha entre diferentes tamanhos de fonte na lista ou que digite um tamanho ma­nual­mente. Negrito: aplica o formato negrito ao texto sele­ cio­nado. Se o cursor estiver sobre uma palavra, ela ficará toda em negrito. Se a sele­ção ou a palavra já estiver em negrito, a formata­ção será removida.

Caracteres não imprimí­veis: mostra os carac‑ teres não imprimí­veis no texto, como marcas de parágrafo, queb­ras de linha, paradas de tabula­ção e espaços.

Itálico: aplica o formato itálico ao texto sele­ cio­nado. Se o cursor estiver sobre uma palavra, ela ficará toda em itálico. Se a sele­ção ou palavra já estiver em itálico, a formata­ção será removida.

Zoom: reduz ou am­plia a exibi­ção de tela do BrOffice.org. O fator de zoom a­tual é exibido como um valor de porcentagem na Barra de Status.

Sublinhado: sublinha o texto sele­cio­nado ou remove o sublinhado do texto sele­cio­nado.

Ajuda do BrOffice.org: abre a página principal da Ajuda do BrOffice.org do aplicativo a­tual. Você pode percorrer as páginas da Ajuda e procurar por termos do índice ou por ou­tro texto.

Sobrescrito Subscrito

Noções de Informática

Desfazer: reverte o último comando ou a última entrada digitada. Para sele­cio­nar o comando que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Des‑ fazer na Barra de Ferramentas Pa­drão.


130 Es­quer­da: alinha o parágrafo sele­cio­nado em rela­ção à margem es­quer­da da página. Centralizar: centraliza na página os parágrafos sele­cio­nados. Di­rei­ta: alinha os parágrafos sele­cio­nados em rela­ção à margem di­rei­ta da página.

que deseja real­çar e, em se­gui­da, cli­que novamente no ícone Real­ce. Para alterar a cor de real­ce, cli­que na seta ao lado do ícone Real­ce e, em se­gui­da, cli­que na cor desejada. Plano de fundo do parágrafo: cli­que para abrir uma barra de ferramentas onde você pode clicar em uma cor de plano de fundo para um parágrafo. A cor é aplicada ao plano de fundo do parágrafo a­tual ou dos parágrafos sele­cio­nados. Barra de Ferramentas Tabelas

Justificar: alinha os parágrafos sele­cio­nados às margens es­quer­da e di­rei­ta da página. Se preferir, você pode especificar as op­ções de alinhamento para a última linha de um parágrafo, escolhendo Formatar – Parágra‑ fo – Alinhamento. Ativar/Desativar Numera­ção: adi­cio­na ou remove a numera­ção dos parágrafos sele­cio­nados. Para definir o formato da numera­ção, escolha Formatar – Mar‑ cadores e Numera­ção. Para exibir a barra Marcadores e Numera­ção, escolha Exibir  – Barras de Ferramentas  – Marcadores e Numera­ção. Ativar/Desativar marcadores: atri­bui pontos de marca­ção aos parágrafos sele­cio­nados ou os remove dos parágrafos com marcadores.

Aplicar Estilo: permite que você atri­bua um estilo ao parágrafo a­tual, aos parágrafos sele­cio­nados ou a um objeto sele­cio­nado. Ou­tros estilos podem ser encontrados em Formatar – Estilos e Formata­ ção. Nome da Fonte: per­ mite que você sele­cio­ne um nome de fonte na lista ou digite um nome de fonte diretamente. Você pode inserir vá­rias fontes, separadas por ponto e vírgulas. O  BrOffice.org usará cada fonte no­mea­da em suces­são se as fontes ante­rio­res não estiverem disponí­ veis.

Dimi­nuir Re­cuo: cli­que no ícone Dimi­nuir Re­cuo para reduzir o re­cuo es­quer­do do con­teú­do da célula ou do parágrafo a­tual e defina‑o como a posi­ção da tabula­ção ante­rior.

Tamanho da Fonte: permite que você escolha entre diferentes tamanhos de fonte na lista ou que digite um tamanho ma­nual­mente.

Au­mentar Re­cuo: au­menta o re­cuo à es­quer­ da do parágrafo a­tual e o define para a próxima parada de tabula­ção.

Soma: ativa a fun­ção de soma. Observe que o cursor deve estar na célula em que a soma deverá aparecer.

Au­mentar Fonte: au­menta o tamanho da fonte em 2 (dois) pontos.

Tabela: fixa: quan­do este modo estiver ativo, as altera­ções efe­tua­das em uma linha e/ou coluna afeta­ rão somente as linhas ou colunas adjacentes em questão.

Dimi­nuir Fonte: dimi­nui o tamanho da fonte em 2 (dois) pontos.

Noções de Informática

A Barra de Tabela contém as fun­ções necessá­rias para se trabalhar com tabelas. Ela aparece quan­do você move o cursor para dentro de uma tabela.

Cor da Fonte: cli­que para aplicar a cor da fonte a­tual aos caracteres sele­cio­nados. Você também pode clicar a­qui e arrastar uma sele­ção para alterar a cor do texto. Cli­que na seta ao lado do ícone para abrir a barra de ferramentas Cor da Fonte. Real­ce: aplica a cor de real­ce a­tual ao plano de fundo de uma sele­ção de texto. Se não hou­ver texto sele­cio­nado, cli­que no ícone Real­ce, sele­cio­ne o texto

Tabela: fixa, propor­cio­nal: quan­do este modo estiver ativo, as altera­ções efe­tua­das na linha e/ou na coluna afeta­rão a tabela in­tei­ra. Tabela: va­riá­vel: se este modo estiver ativo, as altera­ções efe­tua­das em uma linha e/ou coluna afeta­rão o tamanho da tabela. Mesclar Células: combina o con­teú­do das células sele­cio­nadas da tabela em uma única célula.


131 Dividir Células: divide a célula ou o grupo de células, horizontalmente ou verticalmente, no número de células que você inserir. Otimizar: abre uma barra de ferramentas que contém fun­ções para a otimiza­ção das linhas e das colunas de uma tabela.

Ex­cluir Linha: ex­clui da tabela a(s) linha(s) sele­cio­nada(s). Ex­cluir Coluna: ex­clui da tabela a(s) coluna(s) sele­cio­nada(s). Bordas: cli­que no ícone Bordas para abrir a barra de ferramentas de mesmo nome. Nela você pode modificar a borda de uma á­rea da planilha ou de um objeto.

Inserir Linhas: insere uma ou mais linhas na tabela, a­bai­xo da sele­ção. Você pode inserir mais de uma linha abrindo a cai­xa de diá­logo (escolha Tabela – Inse‑ rir – Linhas) ou sele­cio­nando mais de uma linha antes de clicar no ícone. O segundo método insere linhas da mesma altura que as linhas sele­cio­nadas originalmente.

Estilo de Linha: cli­que neste ícone para abrir a Barra de Ferramentas Estilo de Linha, na qual você pode modificar o estilo de linha da borda.

Inserir Coluna: insere uma ou mais colunas na tabela, após a sele­ção. Você pode inserir mais de uma coluna ao mesmo tempo abrindo a cai­xa de diá­logo (es‑ colha Tabela – Inserir – Colunas) ou sele­cio­nando vá­rias colunas antes de clicar no ícone. Se o segundo método for usado, as colunas inseridas te­rão a mesma largura relativa que as colunas sele­cio­nadas.

Plano de fundo do parágrafo: cli­que para abrir uma barra de ferramentas onde você pode clicar em uma cor de plano de fundo para um parágrafo. A cor é aplicada ao plano de fundo do parágrafo a­tual ou dos parágrafos sele­cio­nados. Plano de fundo do parágrafo ou Cor de plano de fundo quan­do em uma tabela em texto, quad­ros e figuras inseridas

Navega­ção e Sele­ção com o teclado Tecla Teclas de seta para a di­ rei­ta e para a es­quer­da Teclas de setas para cima e para bai­xo Home Home Em uma tabela End End Em uma tabela PgUp PgDn

Fun­ção Move o cursor um caractere para a es­quer­da ou para a di­rei­ta. Move o cursor uma linha para cima ou para bai­xo. Move o cursor para o iní­cio da linha a­tual. Move o cursor para o iní­cio do con­teú­do da célula a­tual.

+Tecla Ctrl Move o cursor uma palavra para a es­quer­da ou para a di­rei­ta. (Ctrl+Alt) Move o parágrafo a­tual para cima ou para bai­xo. Move o cursor para o iní­cio do documento.

Move o cursor para o iní­cio do con­teú­do da célula a­tual. Pres­sio­ne novamente para mover o cursor para a pri­mei­ra célula na tabela. Pres­ sio­ne novamente para mover o cursor para o iní­cio do documento. Move o cursor para o fim da Move o cursor para o fim do documento. linha a­tual. Move para o fim do con­teú­do Move o cursor para o fim do con­teú­do da célula a­tual. Pres­sio­ne no‑ na célula a­tual. vamente para mover o cursor para a última célula na tabela. Pres­sio­ne novamente para mover o cursor para o fim do documento. Rola uma página para cima. Move o cursor para o cabeçalho. Rola uma página para bai­xo. Move o cursor para o rodapé.

Teclas de atalho Ctrl+A Ctrl+J Ctrl+D Ctrl+E Ctrl+F Ctrl+Shift+P Ctrl+L Ctrl+R Ctrl+Shift+B Ctrl+Y

E­fei­to Sele­cio­nar tudo Justificar Sublinhado duplo Centralizado Localizar e substi­tuir Sobrescrito Alinha à es­quer­da Alinhar à di­rei­ta Subscrito Refaz a última a­ção

Noções de Informática

Teclas de atalho para o Writer


132 Ctrl+0 (zero) Ctrl+1 Ctrl+2 Ctrl+3 Ctrl+5 Ctrl+ Tecla de sinal de adi­ção(+) Ctrl+Hífen (-) Ctrl+Shift+sinal de menos (-) Ctrl+sinal de multiplica­ção * (somente no teclado numérico) Ctrl+Espaço

Noções de Informática

Shift+Enter Ctrl+Enter Ctrl+Shift+Enter Alt+Enter Alt+Enter Seta para a es­quer­da Shift+Seta para a es­quer­da Ctrl+Seta para a es­quer­da Ctrl+Shift+Seta para a es­quer­da Seta para a di­rei­ta Shift+Seta para a di­rei­ta Ctrl+Seta para a di­rei­ta Ctrl+Shift+Seta para a di­rei­ta Seta para cima Shift+Seta para cima Ctrl+Seta para cima Shift+Ctrl+Seta para cima Seta para bai­xo Shift+Seta para bai­xo Ctrl+Seta para bai­xo Shift+Ctrl+Seta para bai­xo Home Shift+Home End Shift+End Ctrl+Home Ctrl+Shift+Home Ctrl+End Ctrl+Shift+End Ctrl+Pa­geUp Ctrl+PageDown Insert Pa­geUp Shift+Pa­geUp PageDown Shift+PageDown Ctrl+Del Ctrl+Backspace Ctrl+Shift+Del Ctrl+Shift+Backspace Ctrl+Tab Ctrl+Shift+Tab Ctrl+ duplo cli­que ou Ctrl+Shift+F10

Aplica o estilo de parágrafo Pa­drão Aplica o estilo de parágrafo Título 1 Aplica o estilo de parágrafo Título 2 Aplica o estilo de parágrafo Título 3 Entrelinha de 1 linha e meia Calcula o texto sele­cio­nado e co­pia o resultado para a á­rea de transferên­cia. Hifens personalizados; hifeniza­ção definida pelo u­suário. Hífen incondi­cio­nal (não é usado para hifeniza­ção) Executar campo de macro Espaços incondi­cionais. Esses espaços não se­rão usados para hifeniza­ção nem se­rão expandidos se o texto estiver justificado. Queb­ra de linha sem mudança de parágrafo Queb­ra ma­nual de página Queb­ra de coluna em textos com vá­rias colunas Inserir um novo parágrafo sem numera­ção Insere um novo parágrafo diretamente antes ou de­pois de uma se­ção ou tabela. Move o cursor para a es­quer­da Move o cursor para a es­quer­da com sele­ção Vai para o iní­cio da palavra Sele­cio­na à es­quer­da, uma palavra de cada vez Move o cursor para a di­rei­ta Move o cursor para a di­rei­ta com sele­ção Vai para o fim da palavra Sele­cio­na à di­rei­ta, uma palavra de cada vez Move o cursor uma linha acima Sele­cio­na linhas de bai­xo para cima Move o cursor para o iní­cio do parágrafo Sele­cio­na até o iní­cio do parágrafo Move o cursor uma linha para bai­xo Sele­cio­na linhas de cima para bai­xo Move o cursor para o fim do parágrafo Sele­cio­na até o fim do parágrafo Vai até o iní­cio da linha Vai e sele­cio­na até o iní­cio de uma linha Vai até o fim da linha Vai e sele­cio­na até o fim da linha Vai para o iní­cio do documento Vai e sele­cio­na o texto até o iní­cio do documento Vai para o fim do documento Vai e sele­cio­na o texto até o fim do documento Alterna o cursor entre o texto e o cabeçalho Alterna o cursor entre o texto e o rodapé Ativa / Desativa modo de inser­ção Move uma página da tela para cima Move uma página da tela para cima com sele­ção Move uma página da tela para bai­xo Move uma página da tela para bai­xo com sele­ção Ex­clui o texto até o fim da palavra Ex­clui o texto até o iní­cio da palavra Em uma lista: ex­clui um parágrafo va­zio na frente do parágrafo a­tual Ex­clui o texto até o fim da frase Ex­clui o texto até o iní­cio da frase Próxima suges­tão com Completar palavra au­tomaticamente Utiliza a suges­tão ante­rior com Completar palavra au­tomaticamente Utilize esta combina­ção para en­cai­xar ou desen­cai­xar rapidamente a janela do Navegador, a janela Estilos e Formata­ção ou ou­tras janelas

* caso a tecla Shift esteja pre­cio­nada haverá sele­ção, sem Shift somente movimenta­ção.


133 CALC 3.0 JANELA DO CALC

O BrOffice.org Calc é um aplicativo de planilhas que pode ser utilizado para calcular, analisar e geren­ciar dados. Você também pode importar e modificar planilhas do Microsoft Excel. Cálculos O %[officename] Calc oferece fun­ções in­cluin­do fun­ções estatísticas e finan­cei­ras, que você pode utilizar para criar fórmulas que executem cálculos complexos em seus dados. Também é possível utilizar o Assistente de fun­ções como um au­xí­lio na criação de fórmulas. Cálculos de Hipóteses Um recurso interessante é a possibilidade de exibir ime­dia­tamente os resultados das altera­ções rea­lizadas em um fator em cálculos compostos de diversos fatores. Por exemplo, é possível ver como a altera­ção do pe­río­do de tempo em um cálculo de empréstimo afeta as taxas de juros ou os montantes de reem­bolso. Você também pode geren­ciar tabelas maio­res utilizando cená­rios predefinidos diferentes. Fun­ções de Banco de Dados Utilize planilhas para organizar, armazenar e filtrar dados. O BrOffice.org Calc permite que você arraste e solte tabelas de bancos de dados ou utilize uma planilha como fonte de dados para a criação de cartas‑modelo no Writer. Organizar Dados Com apenas alguns cli­ques do mou­se, você pode reor­ganizar a planilha para mostrar ou ocultar determi‑

nados intervalos de dados, formatar intervalos de acordo com condi­ções espe­ciais ou calcular rapidamente to­tais e subto­tais. Gráficos Dinâmicos O BrOffice.org Calc permite a apresenta­ção dos da‑ dos de uma planilha em gráficos dinâmicos, a­tua­lizados au­tomaticamente quan­do ocorrem altera­ções nos dados. Abrir e Salvar Ar­qui­vos da Microsoft Utilize os filtros do BrOffice.org para converter ar­qui­vos do Excel ou para abri‑los e salvá‑los em diversos ou­tros formatos. MENUS Os menus são contex­tuais, o que significa que os itens de menu disponí­veis são a­que­les que são relevantes ao trabalho que está sendo rea­lizado no momento. Se o cursor estiver localizado em um texto, todos os itens de menu necessá­rios à edi­ção do texto esta­rão disponí­veis. Se hou­ver figuras sele­cio­nadas em um documento, você verá todos os itens de menu que podem ser usados para a edi­ção de figuras. Menu Ar­qui­vo Novo Cria um novo documento do BrOffice.org. Abrir Abre ou importa um ar­qui­vo. Documentos recentes Lista os ar­qui­vos abertos mais recentemente. Para abrir um ar­qui­vo da lista, cli­que no nome dele.

Noções de Informática

RECURSOS DO BROFFICE.ORG CALC


Noções de Informática

134

Assistentes Guia você na criação de cartas comer­ciais e pes­soais, fax, agendas, apresenta­ções etc. Fechar Fecha o documento a­tual sem sair do programa. Salvar Salva o documento a­tual. Salvar como Salva o documento a­tual em ou­tro local ou com um nome de ar­qui­vo ou tipo de ar­qui­vo diferente. Salvar tudo Salva todos os documentos abertos do BrOffice.org. Este comando só estará disponível se dois ou mais ar­qui­ vos tiverem sido modificados. Recarregar Substi­tui o documento a­tual pela última ver­são salva. Ver­sões Salva e organiza vá­rias ver­sões do documento a­tual no mesmo ar­qui­vo. Você também pode abrir, ex­cluir e comparar ver­sões ante­rio­res. Exportar Salva o documento a­tual com ou­tro nome em um local que você especifica. Exportar como PDF Salva o ar­qui­vo a­tual no formato PDF (Portable Do‑ cument Format). É possível ver e imprimir um ar­qui­vo PDF em qualquer plataforma sem perder a formata­ção original, desde que haja um software compatível instalado. En­viar En­via uma có­pia do documento a­tual para diferentes aplicativos. Assinaturas digi­tais Esta cai­xa de diá­logo adi­cio­na e remove assinaturas digi­tais do documento. Você também pode usá‑la para exibir certificados. Pro­prie­dades Exibe as pro­prie­dades do ar­qui­vo a­tual, inclusive es‑ tatísticas, como contagem de palavras e a data da criação do ar­qui­vo. Modelos Permite organizar e editar os modelos, bem como salvar o ar­qui­vo a­tual como um modelo. Vi­sua­lizar no navegador da Web Cria uma có­pia temporá­ria do documento a­tual no formato HTML e abre o navegador Web pa­drão do seu sistema para exibir o ar­qui­vo HTML. Vi­sua­lizar página Exibe a vi­sua­liza­ção da página impressa ou fecha a vi­sua­liza­ção de página. Imprimir Imprime o documento a­tual, a sele­ção ou as páginas que você especificar. Você também pode definir as op­ções de impres­são para o documento a­tual. Configurar impressora Sele­cio­ne a impressora pa­drão para o documento a­tual. Sair Fecha todos os programas do BrOffice.org e solicita que você salve suas altera­ções. Menu Editar Desfazer Reverte o último comando ou a última entrada digi‑ tada. Para sele­cio­nar o comando que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Desfazer na Barra Pa­drão.

Refazer Reverte a a­ção do último comando Desfazer. Para sele­cio­nar a etapa Desfazer que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Refazer na Barra de Fer‑ ramentas Pa­drão. Repetir Repete o último comando. Esse comando está dispo‑ nível no Writer e no Calc. Cortar Remove e co­pia a sele­ção para a á­rea de transferên­cia. Co­piar Co­pia a sele­ção para a á­rea de transferên­cia. Colar Insere o con­teú­do da á­rea de transferên­cia na posi­ção do cursor e substi­tui o texto ou os objetos sele­cio­nados. Cli­que na seta ao lado do ícone para sele­cio­nar o formato. Colar espe­cial Insere o con­teú­do da á­rea de transferên­cia no ar­qui­vo a­tual em um formato que você pode especificar. Sele­cio­nar tudo Sele­cio­na todo o con­teú­do do ar­qui­vo, quad­ro ou objeto de texto a­tual. Altera­ções Lista os comandos que es­tão disponí­veis para ras­trear as altera­ções em seu ar­qui­vo. Comparar documento Compara o documento a­tual com um documento que você sele­cio­na. Localizar e substi­tuir Procura ou substi­tui textos ou formatos no documento a­tual. Navegador Ativa e desativa o Navegador. O Navegador é uma janela de en­cai­xe. Cabeçalhos e rodapés Permite definir e formatar cabeçalhos e rodapés. Preen­cher Preen­che au­tomaticamente as células com con­teú­do. Ex­cluir con­teú­do Especifica o con­teú­do a ser ex­cluí­do da célula ativa ou de um intervalo de células sele­cio­nado. Ex­cluir células Ex­clui completamente as células, as  colunas ou as linhas sele­cio­nadas. As  células a­bai­xo ou à di­rei­ta das células ex­cluí­das preen­che­rão o espaço. Planilha Comandos de edi­ção para planilhas in­tei­ras. Ex­cluir queb­ra ma­nual Escolha o tipo de queb­ra ma­nual que você deseja ex­cluir. Vínculos Permite a edi­ção das pro­prie­dades de cada vínculo no documento a­tual, in­cluin­do o caminho para o ar­qui­vo de origem. Este comando não estará disponível se o do‑ cumento a­tual não contiver vínculos para ou­tros ar­qui­vos. Plug‑in Permite a edi­ção de plug‑ins no seu ar­qui­vo. Esco‑ lha este comando para ativar ou desativar este recurso. Quan­do ativado, aparecerá uma marca de sele­ção ao lado do comando, e você verá comandos para editar o plug‑in em seu menu de contexto. Quan­do desativado, você verá comandos para controlar o plug‑in no menu de contexto.


Menu Exibir Normal Mostra a exibi­ção normal da planilha. Vi­sua­liza­ção de queb­ra de página Exibe as queb­ras de página e os intervalos de impres­ são na planilha. Escolha Exibir – Normal para desativar este modo. Barras de ferramentas Abre um submenu para mostrar e ocultar barras de ferramentas. Uma barra de ferramentas contém ícones e op­ções que permitem acessar rapidamente os comandos do BrOffice.org. Barra de fórmulas Mostra ou oculta a barra de fórmulas, utilizada para inserir e editar fórmulas. A barra de fórmulas é a ferra‑ menta mais importante durante o trabalho com planilhas. Barra de status Mostra ou oculta a barra de status na borda infe­rior da janela. Status do método de entrada Mostra ou oculta a janela de status do IME (Input Method Engine). Cabeçalhos de colunas e linhas Exibe os cabeçalhos de colunas e linhas. Real­ce de valores Real­ça valores numéricos da planilha. Fontes de dados Lista os bancos de dados registrados para o BrOffice. org e permite que você geren­cie o con­teú­do deles. Tela in­tei­ra Exibe ou oculta os menus e as barras de ferramentas no Writer ou no Calc. Para sair do modo de tela in­tei­ra, cli­que no bo­tão Ativar/Desativar tela in­tei­ra. Zoom Reduz ou am­plia a exibi­ção de tela do BrOffice.org. Menu Inserir Queb­ra ma­nual Este comando insere queb­ras ma­nuais de linhas ou colunas para assegurar que os dados sejam impressos de forma correta. Você pode inserir uma queb­ra de página horizontal acima ou uma queb­ra de página vertical à es­ quer­da da célula ativa. Células Abre a cai­xa de diá­logo Inserir Células, na qual você pode inserir novas células de acordo com as op­ções especificadas. Linhas Insere uma nova linha acima da célula ativa. O nú‑ mero de linhas inseridas corresponderá ao número de linhas sele­cio­nadas. As  linhas existentes são movidas para bai­xo.

Colunas Insere uma nova coluna à es­quer­da da célula ativa. O número de colunas inseridas corresponde ao número de colunas sele­cio­nadas. As colunas existentes são deslocadas para a di­rei­ta. Planilha Define as op­ções a serem usadas para inserir uma nova planilha. Você pode criar uma nova planilha ou inserir uma existente a partir de um ar­qui­vo. Planilha do ar­qui­vo Insere uma planiha a partir de um ar­qui­vo de planilha diferente. Vincular a dados externos Insere dados de um ar­qui­vo HTML, Calc ou Excel na planilha a­tual como um link. Os dados devem estar localizados em um intervalo no­mea­do. Caractere espe­cial Insere os caracteres espe­ciais a partir das fontes instaladas. Marca de formata­ção Abre um submenu para inserir marcas espe­ciais de formata­ção. Hyperlink Abre uma cai­xa de diá­logo que permite que você crie e edite hyperlinks. Fun­ção Abre o Assistente de fun­ções, que ajuda a criar fór‑ mulas de modo interativo. Lista de fun­ções Este comando abre a janela Lista de Fun­ções, que exibe todas as fun­ções que podem ser inseridas no do‑ cumento. Nomes Permite que você no­meie as diferentes se­ções do do‑ cumento de planilha. Ao no­mear se­ções diferentes, você pode navegar facilmente pelos documentos de planilha e localizar informa­ções específicas. Nota Insere uma nota ancorada na posi­ção do cursor. Figura Sele­cio­ne a origem da figura que deseja inserir. Filme e som Insere um ar­qui­vo de ví­deo ou de som no documento. Objetos Insere um objeto em seu documento. Para filmes e sons, utilize Inserir – Filme e som. Gráfico Insere um Gráfico na Planilha e abre o assistente de gráfico. Quad­ro flu­tuan­te Insere um quad­ro flu­tuan­te no documento a­tual. Os quad­ros flu­tuan­tes são usados em documentos HTML para exibir o con­teú­do de ou­tro ar­qui­vo. Não há suporte para quad­ros flu­tuan­tes no Netscape Navigator 4.x. Menu Formatar Formata­ção pa­drão Remove a formata­ção direta e a formata­ção por estilos de caracteres da sele­ção. Células Permite que você especifi­que diversas op­ções de formata­ção e apli­que atributos às células sele­cio­nadas.

Noções de Informática

Mapa de imagem Permite que você anexe URLs a á­reas específicas, denominadas pontos de acesso, em uma figura ou em um grupo de figuras. Um Mapa de Imagem é um grupo com um ou mais pontos de acesso. Objeto Permite editar um objeto sele­cio­nado no ar­qui­vo, inserido com o comando Inserir – Objeto.

135


Noções de Informática

136

Linha Define a altura da linha e oculta ou mostra as linhas sele­cio­nadas. Coluna Define a largura da coluna e oculta ou mostra as colunas sele­cio­nadas. Planilha Define o nome da planilha e oculta ou mostra as planilhas sele­cio­nadas. Mesclar células Combina as células sele­cio­nadas em uma única célula ou divide as células mescladas. Página Abre uma cai­xa de diá­logo na qual você pode definir a aparên­cia de todas as páginas do documento. Intervalos de impres­são Geren­cia intervalos de impres­são. Somente se­rão in­ cluí­das células dentro de intervalos de impres­são. Caractere Muda a fonte e a formata­ção de fonte dos caracteres sele­cio­nados. Parágrafo Modifica o formato do parágrafo a­tual, por exemplo, alinhamento e re­cuo. Alterar cai­xa Altera o uso de maiús­culas e minúsculas nos caracte‑ res sele­cio­nados ou, se o cursor estiver em uma palavra, altera o uso de maiús­culas e minúsculas de todos os caracteres nela. Estilos e formata­ção Usa a janela Estilos e Formata­ção para atri­buir estilos a se­ções de objetos e texto. Você pode a­tua­lizar estilos, modificando os existentes ou crian­do novos. Au­toformata­ção Use este comando para aplicar a Au­toformata­ção em uma á­rea sele­cio­nada da planilha ou para definir suas pró­prias op­ções de Au­toformata­ção. Formata­ção condi­cio­nal Escolha Formata­ção Condi­cio­nal para definir estilos de formato dependendo de certas condi­ções. Ancorar Define as op­ções de ancoramento para o objeto sele­ cio­nado. Alinhamento (objetos) Alinha os objetos sele­cio­nados, um em rela­ção ao ou­tro. Alinhamento (objetos de texto) Define as op­ções de alinhamento para a sele­ção a­tual. Dispor Altera a ordem de empilhamento do(s) objeto(s) sele­cio­nado(s). Inverter Inverte o objeto sele­cio­nado, horizontalmente ou verticalmente. Agrupar Agrupa os objetos sele­cio­nados de forma que possam ser movidos ou formatados como um único objeto. Figura Abre um submenu para editar pro­prie­dades do objeto sele­cio­nado. Controle Abre uma cai­xa de diá­logo que permite editar as pro­ prie­dades de um controle sele­cio­nado.

Formulá­rio Nesta cai­xa de diá­logo, você pode especificar, entre ou­tras coi­sas, a fonte de dados e os eventos de todo o formulá­rio. Menu Ferramentas Verifica­ção ortográfica Verifica a ortogra­fia ma­nual­mente. I­dio­ma Abre um submenu para você poder escolher comandos específicos do i­dio­ma. Detetive Esse comando ativa o Detetive de planilha. Com o Detetive, você pode ras­trear as dependên­cias da célula de fórmula a­tual nas células da planilha. Au­tocorre­ção Define as op­ções para a substi­tuição au­tomática de texto à medida que você digita. Atingir meta Abre uma cai­xa de diá­logo na qual você pode resolver uma e­quação com uma va­riá­vel. Solver Abre a cai­xa de diá­logo do solver. Um solver permite resolver e­quações com vá­rias incógnitas através de méto‑ dos do tipo Atingir Meta. Cená­rios Define um cená­rio para a á­rea de planilha sele­cio­nada. Proteger documento O comando Proteger Documento impede que se‑ jam fei­tas altera­ções nas células das planilhas ou nas planilhas de um documento. Você também tem a op­ção de definir uma senha. Se resolver fazer isso, a remo­ ção da prote­ção só será possível se o u­suário digitar a senha correta. Con­teú­do de célula Abre um submenu com comandos para calcular tabe‑ las e ativar a Autoen­trada. Gale­ria Abre a Gale­ria, onde você poderá sele­cio­nar figuras e sons para inserir em seu documento. Me­dia Player Abre a janela do Me­dia Player, em que você pode vi­sua­lizar ar­qui­vos de filme e som e inseri‑los no do‑ cumento a­tual. Macros Permite gravar, organizar e editar macros. Geren­cia­dor de exten­são O Geren­cia­dor de exten­são adi­cio­na, remove, desati‑ va, ativa e a­tua­liza exten­sões do BrOffice.org. Configura­ções do filtro XML Abre a cai­xa de diá­logo Configura­ções do Filtro XML, onde você pode criar, editar, ex­cluir e testar filtros para importar e exportar ar­qui­vos XML. Personalizar Personaliza menus, teclas de atalho, barras de fer‑ ramentas e atri­buições de macros do BrOffice.org para eventos. Op­ções Este comando abre uma cai­x a de diá­l ogo para configura­ção personalizada do programa.


137 Menu Dados

Menu Janela Nova janela Abre uma nova janela que exibe os con­teú­dos da janela a­tual. Você pode agora ver diferentes partes do mesmo documento ao mesmo tempo. Fechar Fecha a janela a­tual. Escolha Janela – Fechar ou pres­ sio­ne Ctrl+F4. Na vi­sua­liza­ção de página dos programas BrOffice.org Writer e Calc, você pode fechar a janela a­tual por meio de um cli­que no bo­tão Fechar Vi­sua­liza­ção. Dividir Divide a janela a­tual no canto supe­rior es­quer­do da célula ativa. Fixar Divide a planilha no canto supe­rior es­quer­do da célula ativa. A á­rea localizada na parte supe­rior es­quer­da não será mais rolável. Lista de documentos Lista os documentos abertos no momento a­tual. Sele­ cio­ne o nome de um documento na lista para alternar para esse documento.

Ajuda do BrOffice.org Abre a página principal da Ajuda do BrOffice.org do aplicativo a­tual. Você pode percorrer as páginas da Ajuda e procurar por termos do índice ou por ou­tro texto. O que é isto Ativa as dicas de ajuda adi­cionais sobre o pon­tei­ro do mou­se até o próximo cli­que. Suporte Mostra informa­ções de como obter suporte. Registro Conecta ao site do BrOffice.org na Web, onde você pode registrar sua có­pia BrOffice.org. Verificar se há a­tua­liza­ções Ative uma cone­xão com a Internet para o BrOffice. org. Se precisar de um proxy, mar­que as configura­ções de proxy do BrOffice.org Proxy em Ferramentas – Op­ções – Internet. Em se­gui­da sele­cio­ne Verificar se há a­tua­liza­ções para comprovar se está disponível uma nova ver­são do conjunto de Office. Sobre o BrOffice.org Exibe informa­ções ge­rais do programa, como o nú‑ mero da ver­são e os di­rei­tos au­to­rais. BARRAS DE FERRAMENTAS Barra de Ferramentas Pa­drão A barra Pa­drão está localizada na parte supe­rior da janela do Writer e está disponível em todos os aplicativos BrOffice.org.

org.

(Novo): cria um novo documento do BrOffice.

(Abrir ar­qui­vo): abre ou importa um ar­qui­vo. (Salvar): salva o documento a­tual. (Salvar como): salva o documento a­tual em ou­tro local ou com um nome de ar­qui­vo ou tipo de ar­ qui­vo diferente. (E‑mail com o documento anexado): abre uma nova janela no programa de e‑mail pa­drão com o documento a­tual como anexo. O formato do ar­qui­vo a­tual usado. Se o documento for novo e não salvo, o formato especificado em Ferramentas – Op­ções – Carregar/Salvar – Geral é usado. (Editar ar­qui­vo): use o ícone Editar Ar­qui­vo para ativar ou desativar o modo de edi­ção. (Exportar como PDF): salva o ar­qui­vo a­tual no formato PDF (Portable Document Format). É possível ver

Noções de Informática

Definir intervalo Define um intervalo de banco de dados com base nas células sele­cio­nadas na planilha. Sele­cio­nar intervalo Sele­cio­na um intervalo do banco de dados definido em Dados – Definir Intervalo. Classificar Classifica as linhas sele­cio­nadas de acordo com as condi­ções especificadas. Filtro Contém comandos de filtro. Subto­tais Calcula os sub‑to­tais para as colunas sele­cio­nadas. Validade Define quais dados são válidos para uma célula ou um intervalo de células sele­cio­nado. Opera­ções múltiplas Aplica a mesma fórmula a células diferentes, mas com diferentes valores de parâmetro. Texto para colunas Abre a cai­xa de diá­logo Texto para Colunas, para entrar com as configura­ções para expandir o con­teú­do das células sele­cio­nadas para múltiplas células. Consolidar Combina dados de um ou mais intervalos de células independentes e calcula um novo intervalo usando a fun­ ção especificada. Es­que­ma Você pode criar uma estrutura de tópicos para os da‑ dos e agrupar linhas e colunas de modo a poder recolher e expandir os grupos com um único cli­que do mou­se. Assistente de dados Uma tabela do Assistente de Dados fornece um resumo de grandes quan­tidades de dados. Você pode reor­ganizar a tabela do Assistente de Dados para exibir resumos diferentes dos dados. A­tua­lizar intervalo A­tua­liza um intervalo de dados inserido a partir de um banco de dados externo. Os dados da planilha são a­tua­lizados para que correspondam aos dados do banco de dados externo.

Menu Ajuda


138

e imprimir um ar­qui­vo PDF em qualquer plataforma sem perder a formata­ção original, desde que haja um software compatível instalado. (Imprimir ar­qui­vo diretamente): cli­que no ícone Imprimir Ar­qui­vo Diretamente para imprimir o documen‑ to ativo com as configura­ções de impres­são pa­drão. Tais configura­ções podem se encontradas na cai­xa de diá­logo Instala­ção de Impressora, que você pode chamar por meio do comando de menu Configura­ções da Impressora.

(Vi­sua­lizar página): exibe uma vi­sua­liza­ção da página impressa ou fecha a vi­sua­liza­ção. (Verifica­ção ortográfica): verifica a ortogra­fia no documento a­tual ou na sele­ção. (Ativar/Desativar Au­toverifica­ção ortográfica): verifica au­tomaticamente a ortogra­fia à medida que você digita e, en­tão, sublinha os erros. (Cortar): remove e co­pia a sele­ção para a á­rea de transferên­cia. (Co­p iar): co­p ia a sele­ç ão para a á­r ea de transferên­cia. (Colar): insere o con­teú­do da á­rea de transferên­cia na posi­ção do cursor e substi­tui o texto ou os objetos sele­cio­nados. Cli­que na seta ao lado do ícone para sele­cio­nar o formato. (Pincel de estilo): sele­cio­ne pri­mei­ro uma célula ou um objeto, e cli­que neste ícone. Cli­que agora em ou­tra célula ou em ou­tro objeto para aplicar a mesma formata­ção. (Desfazer): reverte o último comando ou a última entrada digitada. Para sele­cio­nar o comando que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Desfazer na barra Pa­drão.

cio­nar ao documento a­tual formas, linhas, texto e textos explicativos. (Localizar e substi­tuir): procura ou substi­tui textos ou formatos no documento a­tual. (Fontes de dados): lista os bancos de dados registrados para o BrOffice.org e permite que você geren­ cie o con­teú­do deles.

a­tual.

(Inserir gráfico): criar um gráfico no documento

(Classificar em ordem decrescente): classifica a sele­ção do maior ao menor valor, utilizando a coluna que contém o cursor. (Classificar em ordem crescente): classifica a sele­ção do menor ao maior valor, utilizando a coluna que contém o cursor. (Zoom): reduz ou am­plia a exibi­ção de tela do BrOffice.org. O fator de zoom a­tual é exibido como um valor de porcentagem na Barra de Status. (Navegador): cli­que no ícone Ativar/Desativar Navegador para ocultar ou mostrar o Navegador. (Gale­ria): abre a Gale­ria, onde você poderá sele­cio­nar figuras e sons para inserir em seu documento. (Ajuda do BrOffice.org): abre a página principal da Ajuda do BrOffice.org do aplicativo a­tual. Você pode percorrer as páginas da Ajuda e procurar por termos do índice ou por ou­tro texto. (O que é isto): ativa as dicas de ajuda adi­cionais sobre o pon­tei­ro do mou­se até o próximo cli­que.

Noções de Informática

Barra de Ferramentas Formata­ção (Refazer): reverte a a­ção do último comando Desfazer. Para sele­cio­nar a etapa Desfazer que você deseja reverter, cli­que na seta ao lado do ícone Refazer na barra de ferramentas Pa­drão. (Hyperlink): abre uma cai­xa de diá­logo que permite que você crie e edite hyperlinks. (Mostrar fun­ções de desenho): cli­que para abrir ou fechar a barra Desenho, onde você pode adi­

A barra de Formata­ção contém diversas fun­ções de formata­ção de texto. (Estilos e formata­ção): especifica se a janela Estilos e Formata­ção será mostrada ou ocultada; é nela que você pode atri­buir e organizar os estilos. (Nome da fonte): per‑ mite que você sele­cio­ne um nome de fonte na lista ou digite um nome de fonte diretamente.


139

Você pode inserir vá­rias fontes, separadas por ponto e vírgulas. O BrOffice.org usará cada fonte no­mea­da em suces­são se as fontes ante­rio­res não estiverem disponí­veis.

(Formato numérico: Adi­cio­nar casa decimal): adi­ cio­na uma casa decimal aos números das células sele­cio­nadas.

(Tamanho da fonte): permite que você escolha entre diferentes tamanhos de fonte na lista ou que digite um tamanho ma­nual­mente.

(Formato numérico: Ex­cluir casa decimal): remo‑ ve uma casa decimal dos números das células sele­cio­nadas.

(Negrito): aplica o formato negrito ao texto sele­cio­nado. Se o cursor estiver sobre uma palavra, ela ficará toda em negrito. Se a sele­ção ou a palavra já estiver em negrito, a formata­ção será removida.

(Dimi­nuir re­cuo): cli­que no ícone Dimi­nuir re­cuo para reduzir o re­cuo es­quer­do do con­teú­do da cé‑ lula ou do parágrafo a­tual e defina‑o como a posi­ção da tabula­ção ante­rior.

(Itálico): aplica o formato itálico ao texto sele­ cio­nado. Se o cursor estiver sobre uma palavra, ela ficará toda em itálico. Se a sele­ção ou palavra já estiver em itálico, a formata­ção será removida.

(Au­mentar re­cuo): cli­que no ícone Au­mentar Re­cuo para au­mentar o re­cuo do con­teú­do das células sele­cio­nadas.

(Cor da fonte): cli­que para aplicar a cor da fonte a­tual aos caracteres sele­cio­nados. Você também pode clicar a­qui e arrastar uma sele­ção para alterar a cor do texto. Cli­que na seta ao lado do ícone para abrir a barra de ferramentas Cor da Fonte. (Es­quer­da): alinha o parágrafo sele­cio­nado em rela­ção à margem es­quer­da da página. (Centralizar horizontalmente): centraliza na página os parágrafos sele­cio­nados. (Di­rei­ta): alinha os parágrafos sele­cio­nados em rela­ção à margem di­rei­ta da página.

(Bordas): cli­que no ícone Bordas para abrir a barra de ferramentas de mesmo nome. Nela você pode modificar a borda de uma á­rea da planilha ou de um objeto. (Cor de plano de fundo): cli­que para abrir uma barra de ferramentas onde você pode clicar em uma cor de plano de fundo para um parágrafo. A cor é aplicada ao plano de fundo do parágrafo a­tual ou dos parágrafos sele­cio­nados. (Alinhar acima): alinha o con­teú­do da célula à borda supe­rior da célula. (Centralizar verticalmente): centraliza vertical‑ mente o con­teú­do da célula. (Alinhar a­bai­xo): alinha os con­teú­dos da célula na borda infe­rior desta. Barra de fórmulas

(Justificar): alinha os parágrafos sele­cio­nados às margens es­quer­da e di­rei­ta da página. Se preferir, você pode especificar as op­ções de alinhamento para a última linha de um parágrafo, escolhendo Formatar – Parágra‑ fo – Alinhamento.

(Cai­xa de nome): exibe a referên­cia da célula a­tual, o intervalo das células sele­cio­ nadas ou o nome da á­rea. Você também pode sele­cio­nar uma sé­rie de células e, em se­gui­da, digitar um nome para essa sé­rie na Cai­xa de Nome.

(Formato numérico: Moe­da): aplica o formato de moe­da pa­drão às células sele­cio­nadas.

(Assistente de fun­ções): abre o Assistente de Fun­ções, que ajuda a criar fórmulas de modo interativo.

(Formato numérico: Porcentagem): aplica o formato de porcentagem às células sele­cio­nadas.

(Soma): insere a soma de um intervalo de células na célula a­tual, ou insere valores somados nas células sele­cio­nadas. Cli­que numa célula, cli­que neste ícone e op­cio­nalmente ajuste o intervalo de células. Ou sele­cio­ne algumas células nas quais os valores somados se­rão inseridos, e cli­que no ícone.

(Formato numérico: Pa­drão): aplica o formato numérico pa­drão às células sele­cio­nadas.

Noções de Informática

(Sublinhado): sublinha o texto sele­cio­nado ou remove o sublinhado do texto sele­cio­nado.


140 (Fun­ção): adi­cio­na uma fórmula à célula a­tual. Cli­que neste ícone e insira a fórmula na Linha de Entrada.

(A­cei­tar): a­cei­ta o con­teú­do da Linha de Entrada e insere o con­teú­do na célula a­tual.

(Cancelar): limpa o con­teú­do da Linha de Entrada ou cancela as altera­ções fei­tas em uma fórmula existente.

(Linha de entrada): insira a fór‑ mula ou o texto que você deseja adi­cio­nar à célula a­tual. Ou cli­que no ícone Assistente de Fun­ções para inserir uma fun­ção predefinida na fórmula.

Atalhos Navegar em planilhas

Noções de Informática

Teclas de atalho Ctrl + Home Ctrl + End Home End Ctrl + Seta para a es­quer­da

E­fei­to Move o cursor para a pri­mei­ra célula na planilha (A1). Move o cursor para a última célula que contém dados na planilha. Move o cursor para a pri­mei­ra célula da linha a­tual. Move o cursor para a última célula da linha a­tual. Move o cursor para o canto es­quer­do do intervalo de dados a­tual. Se a coluna à es­quer­ da da célula que contém o cursor estiver va­zia, o cursor se moverá para a es­quer­da da próxima coluna que contenha dados. Ctrl + Seta para a di­rei­ta Move o cursor para o canto di­rei­to do intervalo de dados a­tual. Se a coluna à di­rei­ta da célula que contém o cursor estiver va­zia, o cursor se moverá para a di­rei­ta da próxima coluna que contenha dados. Ctrl + Seta para cima Move o cursor para o canto supe­rior do intervalo de dados a­tual. Se a linha acima da célula que contém o cursor estiver va­zia, o cursor se moverá para cima da próxima linha que contenha dados. Ctrl + Seta para bai­xo Move o cursor para o canto infe­rior do intervalo de dados a­tual. Se a linha a­bai­xo da célula que contém o cursor estiver va­zia, o cursor se moverá para bai­xo da próxima linha que contenha dados. Ctrl + Shift + Seta Sele­cio­na todas as células contendo dados da célula a­tual até o fim do intervalo contí­nuo das células de dados, na dire­ção da seta pres­sio­nada. Um intervalo de células retangular será sele­ cio­nado se esse grupo de teclas for usado para sele­cio­nar linhas e colunas ao mesmo tempo. Ctrl+ Page Up Move uma planilha para a es­quer­da. Na vi­sua­liza­ção de página: move para a página de impres­são ante­rior. Ctrl + Page Down Move uma planilha para a di­rei­ta. Na vi­sua­liza­ção de página: move para a página de impres­são se­guin­te. Alt + Page Up Move uma tela para a es­quer­da. Alt + Page Down Move uma página de tela para a di­rei­ta. Shift + Ctrl + Page Up Adi­cio­na a planilha ante­rior à sele­ção de planilhas a­tual. Se todas as planilhas de um documento de planilha forem sele­cio­nadas, esta combina­ção de teclas de atalho somente sele­cio­nará a planilha ante­rior. Torna a­tual a planilha ante­rior. Shift + Ctrl + Page Down Adi­cio­na a próxima planilha à sele­ção de plain­lhas a­tual. Se todas as planilhas de um documento de planilha forem sele­cio­nadas, esta combina­ção de teclas de atalho somente sele­cio­nará a próxima planilha. Torna a­tual a próxima planilha. Ctrl + * onde (*) é o sinal de multiplica­ção no teclado numérico. Sele­cio­na o intervalo de dados que contém o cursor. Um intervalo é um intervalo de células contí­guas que contém dados e é delimitado por linhas e colunas va­zias. Ctrl + / onde (/) é o sinal de divi­são no teclado numérico. Sele­cio­na o intervalo de fórmulas de matriz que contém o cursor. Tecla Ctrl + Mais (+) Insere células (como no menu Inserir – Células). Tecla Ctrl+Menos (-) Ex­clui células (tal como no menu Editar – Ex­cluir células). Enter (num intervalo sele­ Move o cursor uma célula para bai­xo em um intervalo sele­cio­nado. Para especificar a cio­nado) dire­ção do cursor, escolha Ferramentas – Op­ções – BrOffice.org Calc – Geral. Ctrl+` (veja a nota a­bai­xo Exibe ou oculta as fórmulas em vez dos valores em todas as células. dessa tabela)


141

A tecla ` está ao lado da tecla 1 na maioria dos teclados em inglês. Se seu teclado não pos­sui essa tecla, você pode atri­buir uma ou­tra tecla: sele­cio­ne Ferramentas – Personalizar, cli­que na guia Teclado. Sele­cio­ne a catego­ria Exibir e a fun­ção Exibir Fórmula. Teclas de fun­ção utilizadas em planilhas Teclas de atalho Ctrl+F1 F2

Ctrl+F2 Shift+Ctrl+F2 Ctrl+F3 F4 Shift+F4 F5 Shift+F5 Ctrl+F5 Shift+Ctrl+F5 F7 Ctrl+F7 F8 Ctrl+F8 F9 Ctrl+Shift+F9 Ctrl+F9 F11 Shift+F11 Shift+Ctrl+F11 F12 Ctrl+F12 Alt + Seta para bai­xo Alt + Seta para cima Alt + Seta para a di­rei­ta Alt + Seta para a es­quer­da Alt + Shift + Tecla de seta

E­fei­to Exibe a nota que está anexada à célula a­tual. Troca para o modo de edi­ção e coloca o cursor no final do con­teú­do da célula a­tual. Pres­sio­ne novamente para sair do modo de edi­ção. Se o cursor estiver em uma cai­xa de entrada de uma cai­xa de diá­logo que pos­sui o bo­ tão Encolher, a cai­xa de diá­logo ficará oculta e a cai­xa de entrada permanecerá visível. Pres­sio­ne F2 novamente para mostrar a cai­xa de diá­logo in­tei­ra. Abre o Assistente de Fun­ções. Move o cursor para a Linha de Entrada onde você pode inserir uma fórmula para a célula a­tual. Abre a cai­xa de diá­logo Definir Nomes. Mostra ou oculta o Explorador de Banco de dados. Reor­ganiza as referên­cias relativas ou absolutas (por exemplo, A1, $A$1, $A1, A$1) no campo de entrada. Mostra ou oculta o Navegador. Ras­treia dependentes. Ras­treia precedentes. Move o cursor da Linha de Entrada para a cai­xa Á­rea da Planilha. Verifica a ortogra­fia na planilha a­tual. Abre o Di­cio­ná­rio de sinônimos se a célula a­tual contiver texto. Ativa ou desativa o modo de sele­ção adi­cio­nal. Nesse modo, você pode usar as teclas de seta para estender a sele­ção. Você também pode clicar em ou­tra célula para estender a sele­ção. Real­ça células que contém valores. Recalcula as fórmulas modificadas na planilha a­tual. Recalcula todas as fórmulas em todas as planilhas. A­tua­liza o gráfico sele­cio­nado. Abre a janela Estilos e Formata­ção para você aplicar um estilo de formata­ção ao con­ teú­do da célula ou à planilha a­tual. Cria um modelo de documento. A­tua­liza os modelos. Agrupa o intervalo de dados sele­cio­nado. Desagrupa o intervalo de dados sele­cio­nado. Au­menta a altura da linha a­tual. Dimi­nui a altura da linha a­tual. Au­menta a largura da coluna a­tual. Dimi­nui a largura da coluna a­tual. Otimiza a largura da coluna ou o tamanho da linha com base na célula a­tual.

Os formatos de célula a se­guir podem ser aplicados com o teclado: Teclas de atalho E­fei­to Ctrl+1 (não use o teclado numérico) Abre a cai­xa de diá­logo Formatar Células. Ctrl+Shift+1 (não no teclado numérico) Duas casas deci­mais, separador de milhar. Ctrl+Shift+2 (não no teclado numérico) Formato exponen­cial pa­drão. Ctrl+Shift+3 (não no teclado numérico) Formato de data pa­drão. Ctrl+Shift+4 (não no teclado numérico) Formato monetá­rio pa­drão. Ctrl+Shift+5 (não no teclado numérico) Formato de porcentagem pa­drão (duas casas deci­mais). Ctrl+Shift+6 (não no teclado numérico) Formato pa­drão.

Noções de Informática

Formatar células com as teclas de atalho


142

IMPRESS 3.0

INICIANDO O IMPRESS 3.0 Ao iniciarmos o Impress um assistente com três etapas é aberto. Na primeira etapa escolhemos o tipo de apresentação;

Na segunda etapa escolhemos o modelo do slide;

Noções de Informática

Na terceira etapa definimos uma transição para o slide (efeitos e velocidade) e o tipo de apresentação (padrão ou automática).


143

Após esta etapa o Impress é iniciado. Janela do impress

O BrOffice.org Impress permite criar apresentações de slides profissionais que podem conter gráficos, objetos de desenho, texto, multimídia e vários outros itens. Se desejar, você poderá importar e modificar apresentações do Microsoft PowerPoint. Para tornar a apresentação de slides mais atraente, você pode utilizar técnicas como animação, transições de slides e multimídia, entre outras. Criar Gráficos Vetoriais Muitas das ferramentas de criação de gráficos veto‑ riais do BrOffice.org Draw estão disponíveis no BrOffice. org Impress. Criar slides O BrOffice.org Impress lhe fornece modelos para a criação de slides de aparência profissional. Você também pode atribuir um número de efeitos dinâ‑ micos aos slides, incluindo animação e efeitos de transição. Criar apresentações Várias exibições ou páginas estão disponíveis ao projetar uma apresentação de slides. Por exemplo, o Clas‑ sificador de slides exibe uma visão geral dos slides em miniatura, ao passo que a Exibição de folhetos contém o slide e o texto desejados para distribuir ao público. O BrOffice.org Impress também permite cronometrar o tempo da apresentação de slides. Publicar apresentações Você pode publicar os slides na tela, como folhetos ou como documentos HTML.

Executar apresentações O BrOffice.org Impress lhe permite executar uma apresentação de slides automática ou manual. Menus Os menus são contextuais, o que significa que os itens de menu disponíveis são aqueles que são relevantes ao trabalho que está sendo realizado no momento. Se o cursor estiver localizado em um texto, todos os itens de menu necessários à edição do texto estarão disponíveis. Se houver figuras selecionadas em um documento, você verá todos os itens de menu que podem ser usados para a edição de figuras. Menu Arquivo Novo Cria um novo documento do BrOffice.org. Abrir Abre ou importa um arquivo. Documentos recentes Lista os arquivos abertos mais recentemente. Para abrir um arquivo da lista, clique no nome dele. Assistentes Guia você na criação de cartas comerciais e pessoais, fax, agendas, apresentações etc. Fechar Fecha o documento atual sem sair do programa. Salvar Salva o documento atual. Salvar como Salva o documento atual em outro local ou com um nome de arquivo ou tipo de arquivo diferente.

Noções de Informática

Recursos Do Broffice.Org Impress


144

Salvar Tudo Salva todos os documentos abertos do BrOffice.org. Este comando só estará disponível se dois ou mais arqui‑ vos tiverem sido modificados. Recarregar Substitui o documento atual pela última versão salva. Versões Salva e organiza várias versões do documento atual no mesmo arquivo. Você também pode abrir, excluir e comparar versões anteriores. Exportar Exporta a apresentação ou o desenho e define as opções de exportação. Enviar Envia uma cópia do documento atual para diferentes aplicativos. Assinaturas digitais Esta caixa de diálogo adiciona e remove assinaturas digitais do documento. Você também pode usá-la para exibir certificados. Propriedades Exibe as propriedades do arquivo atual, inclusive es‑ tatísticas, como contagem de palavras e a data da criação do arquivo. Modelos Permite organizar e editar os modelos, bem como salvar o arquivo atual como um modelo. Visualizar no navegador da Web Cria uma cópia temporária do documento atual no formato HTML e abre o navegador Web padrão do seu sistema para exibir o arquivo HTML. Imprimir Imprime o documento atual, a seleção ou as páginas que você especificar. Você também pode definir as opções de impressão para o documento atual. Configurar impressora Selecione a impressora padrão para o documento atual. Sair Fecha todos os programas do BrOffice.org e solicita que você salve suas alterações.

Noções de Informática

Menu editar Desfazer Reverte o último comando ou a última entrada digi‑ tada. Para selecionar o comando que você deseja reverter, clique na seta ao lado do ícone Desfazer na barra Padrão. Refazer Reverte a ação do último comando Desfazer. Para selecionar a etapa Desfazer que você deseja reverter, clique na seta ao lado do ícone Refazer na barra de fer‑ ramentas Padrão. Cortar Remove e copia a seleção para a área de transferência. Copiar Copia a seleção para a área de transferência. Colar Insere o conteúdo da área de transferência na posição do cursor e substitui o texto ou os objetos selecionados. Clique na seta ao lado do ícone para selecionar o formato.

Colar especial Insere o conteúdo da área de transferência no arquivo atual em um formato que você pode especificar. Selecionar Tudo Seleciona todo o conteúdo do arquivo, quadro ou objeto de texto atual. Localizar e Substituir Procura ou substitui textos ou formatos no documento atual. Navegador Abre o Navegador, com o qual é possível saltar para outros slides ou mover entre arquivos abertos. Duplicar Faz uma ou mais cópias de um objeto selecionado. Pontos Ativa/desativa o modo Editar pontos. Pontos de colagem Ativa/desativa o modo Editar pontos de colagem. Campos Edita as propriedades de um campo inserido. Excluir slide Exclui o slide ou a página atual. Vínculos Permite a edição das propriedades de cada vínculo no documento atual, incluindo o caminho para o arquivo de origem. Este comando não estará disponível se o do‑ cumento atual não contiver vínculos para outros arquivos. Plug-in Permite a edição de plug-ins no seu arquivo. Esco‑ lha este comando para ativar ou desativar este recurso. Quando ativado, aparecerá uma marca de seleção ao lado do comando, e você verá comandos para editar o plug-in em seu menu de contexto. Quando desativado, você verá comandos para controlar o plug-in no menu de contexto. Mapa de imagem Permite que você anexe URLs a áreas específicas, denominadas pontos de acesso, em uma figura ou em um grupo de figuras. Um Mapa de Imagem é um grupo com um ou mais pontos de acesso. Objeto Permite editar um objeto selecionado no arquivo, inserido com o comando Inserir – Objeto. Hyperlink Abre uma caixa de diálogo que permite que você crie e edite hyperlinks. Menu Exibir Normal Alterna para a exibição normal na qual é possível criar e editar slides. Estrutura de tópicos Alterna para a exibição de estrutura de tópicos onde é possível reordenar slides e editar os títulos e cabeçalhos dos slides. Classificador de slides Exibe miniaturas dos slides. Apresentação de slides Inicia a apresentação de slides. Página de notas Alterna para a exibição de página de notas, em que você pode adicionar notas aos seus slides. Durante a


Menu Inserir Slide Insere um slide depois do slide atual. Duplicar slide Insere uma cópia do slide após o slide atual. Expandir slide Cria um novo slide a partir de cada ponto superior da estrutura de tópicos (o texto que está um nível abaixo do título na hierarquia da estrutura de tópicos) no slide selecionado. O texto da estrutura de tópicos passa a ser o título do novo slide. Os pontos da estrutura de tópicos abaixo do nível superior no slide original subirão um nível no novo slide. Slide de resumo Cria um novo slide com uma lista de marcadores con‑ tendo os títulos dos slides seguintes ao slide selecionado. O slide de resumo é inserido atrás do último slide.

Número da página Adiciona o número do slide ou da página. Data e hora Adiciona a data e a hora como um campo. Campos Lista os campos comuns que podem ser inseridos no slide. Caractere especial Insere os caracteres especiais a partir das fontes instaladas. Marca de formatação Abre um submenu para inserir marcas especiais de formatação. Hyperlink Abre uma caixa de diálogo que permite que você crie e edite hyperlinks. Imagem animada Cria uma animação personalizada no slide atual. Só é possível usar objetos existentes para criar uma animação. Tabela Insere uma nova tabela no slide atual ou página. Figura Selecione a origem da figura que deseja inserir. Filme e som Insere um arquivo de vídeo ou de som no documento. Objetos Insere um objeto em seu documento. Para filmes e sons, utilize Inserir – Filme e Som. Gráfico Permite inserir um gráfico. Quadro flutuante Insere um quadro flutuante no documento atual. Os quadros flutuantes são usados em documentos HTML para exibir o conteúdo de outro arquivo. Não há suporte para quadros flutuantes no Netscape Navigator 4.x. Arquivo Insere um arquivo no slide ativo. Você pode inserir arquivos do BrOffice.org Draw ou Impress, ou textos de um documento HTML ou de um arquivo de texto. Menu Formatar Formatação padrão Remove a formatação direta e a formatação por estilos de caracteres da seleção. Caractere Muda a fonte e a formatação de fonte dos caracteres selecionados. Parágrafo Modifica o formato do parágrafo atual, por exemplo, alinhamento e recuo. Marcas e numeração Adiciona marcadores ou numeração ao parágrafo atual e permite que você edite o formato da numeração ou dos marcadores. Página Define a orientação da página, as margens da página, o plano de fundo e outras opções de layout. Alterar capitalização Altera o uso de maiúsculas e minúsculas nos caracte‑ res selecionados ou, se o cursor estiver em uma palavra, altera o uso de maiúsculas e minúsculas de todos os caracteres nela.

Noções de Informática

apresentação, o público não consegue vê-las porque elas permanecem ocultas. Página de Folhetos Alterna para a exibição da página mestre de folhetos, onde é possível dimensionar vários slides para que se ajustem a uma página impressa. Para modificar o número de slides que podem ser impressos em uma página, abra o painel de tarefas Layouts e clique duas vezes em um layout. Mestre Alterna para uma das várias exibições mestre, onde é possível adicionar elementos que deverão ser exibidos em todos os slides da apresentação. Cor/Escala de cinza Mostra os slides em cores, em escala de cinza ou em preto e branco. Painel de Tarefas Ativa e desativa o painel de tarefas do BrOffice.org Impress. Painel de Slides Ativa e desativa o Painel Slide. Barras de Ferramentas Abre um submenu para mostrar e ocultar barras de ferramentas. Uma barra de ferramentas contém ícones e opções que permitem acessar rapidamente os comandos do BrOffice.org. Barra de Status Mostra ou oculta a barra de status na borda inferior da janela. Status do método de entrada Mostra ou oculta a janela de status do IME (Input Method Engine). Régua Exibe ou oculta réguas no alto e na lateral esquerda da área de trabalho. Grade Define as propriedades de exibição de uma grade. Guias Especifica as opções de exibição para guias. Cabeçalho e rodapé Adiciona ou altera o texto em espaços reservados na parte superior ou inferior dos slides e dos slides mestre. Zoom Reduz ou amplia a exibição de tela do Impress.

145


146

Posição e tamanho Redimensiona, move, gira ou inclina o objeto sele‑ cionado. Linha Define as opções de formatação para a linha sele‑ cionada. Área Define as propriedades de preenchimento do objeto de desenho selecionado. Texto Define as propriedades de layout e de ancoramento do texto no objeto de texto ou de desenho selecionado. Modelo de slide Exibe a caixa de diálogo – Modelos de slides, para selecionar um esquema de layout para o slide atual. Os objetos no modelo de slides são inseridos atrás dos objetos contidos no slide atual. Modificar layout de slide Abre o painel Layout de slide no painel Tarefas. Estilos e formatação Lista os estilos disponíveis em uma janela flutuante. Grupo Agrupa os objetos selecionados de forma que possam ser movidos ou formatados como um único objeto.

Noções de Informática

Menu Ferramentas Verificação ortográfica Verifica a ortografia manualmente. Idioma Abre um submenu para você poder escolher comandos específicos do idioma. Autocorreção Define as opções para a substituição automática de texto à medida que você digita. Galeria Abre a Galeria em que você poderá selecionar figuras e sons para inserir em seu documento. Conta-gotas Abre a caixa de diálogo de conta-gotas, na qual você pode substituir cores em figuras de metarquivo e de bitmap. Media Player Abre a janela do Media Player, em que você pode visualizar arquivos de filme e som e inseri-los no do‑ cumento atual. Macros Permite gravar, organizar e editar macros. Gerenciador de extensão O Gerenciador de extensão adiciona, remove, desati‑ va, ativa e atualiza extensões do BrOffice.org. Configurações do filtro XML Abre a caixa de diálogo Configurações do filtro XML, onde você pode criar, editar, excluir e testar filtros para importar e exportar arquivos XML. Personalizar Personaliza menus, teclas de atalho, barras de fer‑ ramentas e atribuições de macros do BrOffice.org para eventos. Opções Este comando abre uma caixa de diálogo para confi‑ guração personalizada do programa.

Apresentação de slides Apresentação de slides Inicia a apresentação de slides. Configurar a apresentação de slides Define as configurações da apresentação de slides, inclusive com que slide iniciar, o tipo de apresentação, o modo como os slides avançam e as opções de ponteiro. Ensaio cronometrado Inicia uma apresentação de slides com um tempori‑ zador no canto inferior esquerdo. Interação Define como o objeto selecionado se comportará quando ele for clicado durante uma apresentação de slides. Animação personalizada Atribui um efeito ao objeto selecionado que será executado durante a apresentação de slides. Transição de slides Define o efeito especial que será executado quando um slide for exibido durante uma apresentação de slides. Mostrar/Ocultar slide Oculta o slide selecionado para que não seja exibido durante uma apresentação de slides. Apresentação de slides personalizada Define uma apresentação de slides personalizada usando slides contidos na apresentação atual. Você po‑ derá selecionar os slides que atendem às necessidades do seu público. Você poderá criar quantas apresentações de slides desejar. Menu Janela Nova janela Abre uma nova janela que exibe os conteúdos da janela atual. Você pode agora ver diferentes partes do mesmo documento ao mesmo tempo. Fechar Fecha a janela atual. Escolha Janela – Fechar ou pres‑ sione Ctrl+F4. Na visualização de página dos programas BrOffice.org Writer e Calc, você pode fechar a janela atual por meio de um clique no botão Fechar visualização. Lista de documentos Lista os documentos abertos no momento atual. Se‑ lecione o nome de um documento na lista para alternar para esse documento. Menu Ajuda Ajuda do BrOffice.org Abre a página principal da Ajuda do BrOffice.org do aplicativo atual. Você pode percorrer as páginas da Ajuda e procurar por termos do índice ou por outro texto. O que é isto Ativa as dicas de ajuda adicionais sobre o ponteiro do mouse até o próximo clique. Suporte Mostra informações de como obter suporte. Registro Conecta ao site do BrOffice.org na Web, onde você pode registrar sua cópia BrOffice.org. Verificar se há atualizações Ative uma conexão com a Internet para o BrOffice. org. Se precisar de um proxy, marque as configurações de proxy do BrOffice.org Proxy em Ferramentas – Opções –


Internet. Em seguida selecione Verificar se há atualizações para comprovar se está disponível uma nova versão do conjunto de Office. Sobre o BrOffice.org Exibe informações gerais do programa, como o nú‑ mero da versão e os direitos autorais. BARRAS DE FERRAMENTAS Barra de Ferramentas Padrão A barra Padrão está localizada na parte superior da janela do Impress e está disponível em todos os aplicativos BrOffice.org.

org.

Novo: cria um novo documento do BrOffice.

147 Ativar/Desativar Autoverificação ortográfica: verifica automaticamente a ortografia à medida que você digita e, então, sublinha os erros.

Cortar: remove e copia a seleção para a área de transferência.

ferência.

Copiar: copia a seleção para a área de trans‑

Colar: insere o conteúdo da área de transferência na posição do cursor e substitui o texto ou os objetos selecionados. Clique na seta ao lado do ícone para selecionar o formato.

Abrir arquivo: abre ou importa um arquivo.

Salvar: salva o documento atual.

Salvar Como: salva o documento atual em outro local ou com um nome de arquivo ou tipo de arquivo diferente. E-mail com o documento anexado: abre uma nova janela no programa de e-mail padrão com o documento atual como anexo. O formato do arquivo atual usado. Se o documento for novo e não salvo, o formato especificado em Ferramentas – Opções – Carregar/Salvar – Geral é usado.

Editar arquivo: use o ícone Editar Arquivo para ativar ou desativar o modo de edição.

Pincel de estilo: selecione primeiro um texto (no Writer) ou um objeto, e clique neste ícone. Clique agora em outro texto (no Writer) ou em outro objeto para aplicar a mesma formatação. Clique no ícone Pincel de Estilo Ferramentas Padrão.

na Barra de

Desfazer: reverte o último comando ou a última entrada digitada. Para selecionar o comando que você deseja reverter, clique na seta ao lado do ícone Des‑ fazer na barra Padrão. Refazer: reverte a ação do último comando Desfazer. Para selecionar a etapa Desfazer que você deseja reverter, clique na seta ao lado do ícone Refazer na Barra de Ferramentas Padrão.

Gráfico: cria um gráfico no documento atual. Tabela: insere uma tabela no documento. Você também pode clicar na seta, arrastar o mouse para selecionar o número de linhas e colunas a serem incluídas na tabela e, em seguida, clicar na última célula.

Imprimir arquivo diretamente: clique no ícone Imprimir Arquivo Diretamente para imprimir o do­ cumento ativo com as configurações de impressão padrão. Tais configurações podem ser encontradas na caixa de di‑ álogo Instalação de Impressora, que você pode chamar por meio do comando de menu Configurações da Impressora.

exibida.

Verificação Ortográfica: verifica a ortografia no documento atual ou na seleção.

Navegador: clique no ícone Ativar/Desativar Navegador para ocultar ou mostrar o Navegador.

Hyperlink: abre uma caixa de diálogo que permite que você crie e edite hyperlinks. Exibir grade: especifica se a grade deverá ser

Noções de Informática

Exportar como PDF: salva o arquivo atual no formato PDF (Portable Document Format). É possível ver e imprimir um arquivo PDF em qualquer plataforma sem perder a formatação original, desde que haja um software compatível instalado.


148 Zoom: reduz ou amplia a exibição de tela do BrOffice.org. O fator de zoom atual é exibido como um valor de porcentagem na Barra de Status.

Ajuda do BrOffice.org: abre a página prin‑ cipal da Ajuda do BrOffice.org do aplicativo atual. Você pode percorrer as páginas da Ajuda e procurar por termos do índice ou por outro texto.

O que é isto: ativa as dicas de ajuda adicionais sobre o ponteiro do mouse até o próximo clique. Barra de Ferramentas Formatação de Texto A barra de Formatação de Texto contém diversas funções de formatação de texto.

Aumentar espaçamento: para aumentar o es‑ paçamento de parágrafos acima do parágrafo selecionado, clique no ícone Aumentar Espaçamento .

Diminuir Espaçamento: clique no ícone Diminuir Espaçamento para diminuir o espaçamento do parágrafo acima do parágrafo selecionado. Ativar/Desativar marcadores: atribui pontos de marcação aos parágrafos selecionados ou os remove dos parágrafos com marcadores.

Nome da fonte: permite que você selecione um nome de fonte na lista ou digite um nome de fonte diretamente. Você pode inserir várias fontes, separadas por ponto e vírgulas. O BrOffice.org usará cada fonte nomeada em sucessão se as fontes anteriores não estiverem disponíveis.

Promover: move o parágrafo selecionado para um nível acima na hierarquia de numeração ou de marcadores.

Tamanho da fonte: permite que você escolha entre diferentes tamanhos de fonte na lista ou que digite um tamanho manualmente.

Rebaixar: move o parágrafo selecionado um nível para baixo em uma numeração ou em uma hierarquia de marcadores.

Negrito: aplica o formato negrito ao texto selecionado. Se o cursor estiver sobre uma palavra, ela ficará toda em negrito. Se a seleção ou a palavra já estiver em negrito, a formatação será removida.

Mover para cima: posiciona o parágrafo sele‑ cionado antes do parágrafo que está acima dele.

Itálico: aplica o formato itálico ao texto sele‑ cionado. Se o cursor estiver sobre uma palavra, ela ficará toda em itálico. Se a seleção ou palavra já estiver em itálico, a formatação será removida.

Sublinhado: sublinha o texto selecionado ou remove o sublinhado do texto selecionado.

Noções de Informática

Justificar: alinha os parágrafos selecionados às margens esquerda e direita da página. Se preferir, você pode especificar as opções de alinhamento para a última linha de um parágrafo, escolhendo Formatar – Parágrafo – Alinhamento.

Esquerda: alinha o parágrafo selecionado em relação à margem esquerda da página. Centralizar: centraliza na página os parágra‑ fos selecionados. Direita: alinha os parágrafos selecionados em relação à margem direita da página.

Mover para baixo: posiciona o parágrafo selecionado antes do que está abaixo dele. Caractere: muda a fonte e a formatação de fonte dos caracteres selecionados. Parágrafo: modifica o formato do parágrafo atual, por exemplo, alinhamento e recuo. Texto escrito da esquerda para a direita: especifica a direção horizontal do texto. Texto escrito de cima para baixo: especifica a direção vertical do texto. Cor da fonte: clique para aplicar a cor da fonte atual aos caracteres selecionados. Você também


Barra de Ferramentas Desenho A barra Desenho contém as ferramentas de edição usadas com mais frequência. Clique na seta ao lado de um ícone para abrir uma barra de ferramentas que contém comandos adicionais. Seleção: permite que você selecione objetos no documento atual. Para selecionar um objeto no slide atual, clique na ferramenta Selecionar (seta branca) na barra Desenho e clique no objeto. Para selecionar mais de um objeto, mantenha pres‑ sionada a tecla Shift enquanto clica. Para selecionar um objeto que esteja atrás de outro, mantenha pressionada a tecla Alt e clique no objeto. Para selecionar o próximo objeto subjacente de um em‑ pilhamento, mantenha pressionada a tecla Alt e clique novamente. Para retornar a seleção ao objeto previamente selecionado, mantenha pressionada as teclas Shift + Alt e clique. Para adicionar texto a um objeto selecionado, clique duas vezes no objeto e digite ou insira o texto. Para cancelar uma seleção, clique em qualquer lugar fora do objeto selecionado ou pressione Escape. Se clicar duas vezes em uma ferramenta, você poderá usá-la para várias tarefas. Se você der um único clique para chamar a ferramenta, ela retornará à última seleção após concluir a tarefa. Retângulo: desenha um retângulo preenchido no local em que você arrasta no documento. Clique no local em que deseja colocar um canto do retângulo e ar‑ raste até o tamanho de sua preferência. Para desenhar um quadrado, mantenha pressionada a tecla Shift enquanto arrasta. Elipse: desenha uma forma oval preenchida no local em que você arrasta no documento atual. Clique no local em que você deseja desenhar a forma oval e ar‑ raste até o tamanho de sua preferência. Para desenhar um círculo, mantenha pressionada a tecla Shift enquanto arrasta. Texto: desenha uma caixa de texto no local em que você clica ou arrasta no documento atual. Clique em qualquer local no documento e, em seguida, digite ou cole seu texto.

Curva: o ícone Curva na barra Desenho abre a barra de ferramentas Linhas, que pode ser usada para adicionar linhas e formas ao slide atual.

Conectores: abra a barra de ferramentas Conectores, com a qual é possível adicionar conectores aos objetos do slide atual. Um conector é uma linha que associa objetos e permanece anexada quando os objetos são movidos. Se você copiar um objeto com um conector, o conector também será copiado. Existem quatro tipos de linhas conectoras: • Padrão (dobras de 90 graus) • Linha (duas dobras) • Reto • Curvo Objetos 3D: abra a barra de ferramentas Ob‑ jetos 3D, com a qual é possível adicionar formas 3D ao slide atual. Formas Simples: abre a barra de ferramentas Formas simples, que você pode usar para inserir figuras em seu documento. Formas de Símbolo: abre a barra de ferra‑ mentas Formas de símbolo, por meio da qual você pode inserir figuras em seu documento. Setas Cheias: abre a barra de ferramentas Setas cheias, a partir da qual você pode inserir figuras em seu documento. Fluxogramas: abre a barra de ferramentas Fluxogramas, para você inserir figuras de fluxogramas em seu documento. Textos Explicativos: abre a barra de ferramen‑ tas Textos Explicativos, a partir da qual você pode inserir elementos gráficos em seu documento. Estrelas e Faixas: abre a barra de ferramentas Estrelas e Faixas, para você inserir figuras de estrelas ou faixas em seu documento.

desenho.

Pontos: permite que você edite pontos no

Pontos de Colagem: permite que você edite pontos de colagem no desenho. Galeria do Fontwork: o ícone abre a Galeria do Fontwork, por meio da qual você pode inserir texto gráfico em seu documento.

Noções de Informática

pode clicar aqui e arrastar uma seleção para alterar a cor do texto. Clique na seta ao lado do ícone para abrir a barra de ferramentas Cor da fonte.

149


150 atual.

Barra de Ferramentas Apresentação

Do arquivo: insere uma figura no documento Slide: insere um slide depois do slide atual.

Inserir: abre a barra de ferramentas Inserir, com a qual é possível inserir objetos, gráficos, planilhas e imagens na apresentação.

Layout do slide: abre o painel Layout de slide no painel Tarefas.

Girar: essa ferramenta é usada para girar o objeto. Alinhamento: modifica o alinhamento dos objetos selecionados. Dispor: altera a ordem de empilhamento de um objeto selecionado. Ativar/Desativar extrusão: ativa e desativa os efeitos 3D dos objetos selecionados. Efeitos: atribui um efeito ao objeto selecionado que será executado durante a apresentação de slides.

Interação: define como o objeto selecionado se comportará quando ele for clicado durante uma apre‑ sentação de slides.

Modelos de slides: exibe a caixa de diálogo Modelos de slides, para selecionar um esquema de layout para o slide atual. Os objetos no modelo de slides são inseridos atrás dos objetos contidos no slide atual. Duplicar slide: insere uma cópia do slide após o slide atual.

Expandir slide: cria um novo slide a partir de cada ponto superior da estrutura de tópicos (o texto que está um nível abaixo do título na hierarquia da estrutura de tópicos) no slide selecionado. O texto da estrutura de tópicos passa a ser o título do novo slide.

de slides.

Apresentação de Slides: inicia a apresentação

TECLAS DE ATALHO Teclas de função para o BrOffice.or g Impress

Noções de Informática

Teclas de atalho F2 F3 Ctrl+F3 Shift+F3 F4 F5 Ctrl+Shift+F5 F7 Ctrl+F7 F8 Ctrl+Shift+F8 F11

Efeito Editar o texto. Editar o grupo. Sair do grupo. Duplicar Posição e tamanho Exibir apresentação de slides. Navegador Verificação ortográfica Dicionário de sinônimos Editar pontos. Ajustar o texto ao quadro. Estilos e formatação

Teclas de atalho em apresentações de slides Teclas de atalho Efeito Esc Finalizar a apresentação. Barra de espaço ou seta para direita Reproduzir o próximo efeito (se houver, caso contrário ir para o próximo slide). ou seta para baixo ou Page Down ou Enter ou Return ou N


151 Alt+Page Down [número] + Enter Seta para a esquerda ou seta para cima ou Page Up ou Backspace ou P Alt+Page Up Home End Ctrl +Page Up Ctrl +Page Down B ou . (ponto) W ou , (vírgula)

Ir para o próximo slide sem reproduzir os efeitos. Digite o número de um slide e pressione Enter para ir para o slide. Reproduz o efeito anterior novamente. Se não houver efeito anterior nesse slide, exibir slide anterior. Ir para o slide anterior sem reproduzir os efeitos. Saltar para o último slide da apresentação. Saltar para o último slide da apresentação. Ir para o slide anterior. Ir para o próximo slide. Exibir tela em preto até o próximo evento de tecla ou da roda do mouse. Exibir tela em branco até o próximo evento de tecla ou da roda do mouse.

Teclas de atalho na exibição normal Teclas de atalho Tecla de adição (+) Tecla de subtração (-) Tecla de multiplicação (×) (teclado numérico) Tecla de divisão (÷) (teclado numérico) Shift+Ctrl+G Shift+Ctrl+Alt+A Ctrl + clique Shift+Ctrl+K Shift+Ctrl+K Ctrl+ tecla de adição Shift+Ctrl+tecla de adição Ctrl+tecla de subtração Shift+Ctrl+tecla de subtração

Efeito Mais zoom. Menos zoom. Ajustar a página à janela. Aplicar mais zoom na seleção atual. Agrupar os objetos selecionados. Desagrupar o grupo selecionado. Entre em um grupo para que você possa editar os objetos individuais do grupo. Clique fora do grupo para retornar à exibição normal. Combinar os objetos selecionados. Dividir o objeto selecionado. Essa combinação funcionará apenas em um objeto que tenha sido criado pela combinação de dois ou mais objetos. Trazer para a frente. Trazer para frente. Enviar para trás. Enviar para o fundo.

Teclas de atalho Efeito Tecla de seta Move o objeto selecionado ou a exibição da página na direção da seta. Ctrl+tecla de seta Mover pela exibição da página. Shift + arrastar Limita o movimento do objeto selecionado no sentido horizontal ou vertical. Ctrl + arrastar (com a opção Copiar Mantenha pressionada a tecla Ctrl e arraste um objeto para criar um cópia ao Mover ativa) desse objeto. Tecla Alt Mantenha pressionada a tecla Alt para desenhar ou redimensionar objetos ar‑ rastando do centro do objeto para fora. Tecla Alt+clique Selecionar o objeto que está atrás do objeto atualmente selecionado. Alt+Shift+clique Selecionar o objeto que está na frente do objeto atualmente selecionado. Shift+clique Seleciona os itens adjacentes ou um trecho de texto. Clique no início de uma seleção, vá para o fim da seleção e mantenha pressionada a tecla Shift enquanto clica. Shift+arrastar (ao redimensionar) Mantenha pressionada a tecla Shift enquanto arrasta um objeto para redimen‑ sioná-lo mantendo suas proporções. Tecla Tab Selecionar os objetos na ordem em que foram criados. Shift+Tab Selecionar objetos na ordem inversa em que foram criados. Escape Sair do modo atual. Enter Ativa um objeto de espaço reservado em uma nova apresentação (somente se o quadro estiver selecionado). Ctrl+Enter Move para o próximo objeto de texto no slide. Se não houver objetos de texto no slide, ou se você chegou ao último objeto de texto, um novo slide será inserido após o slide atual. O novo slide usará o mesmo layout do atual. PageUp Alternar para o slide anterior. Sem função no primeiro slide. PageDown Alternar para o próximo slide. Sem função no último slide.

Noções de Informática

Teclas de atalho do BrOffice.org Impress


152

Exercícios

Cespe/Banco da Amazônia/Técnico Bancário/2010 Considerando que, em uma empresa, um computador seja usado por várias pessoas para acesso à Intranet, julgue os itens seguintes. 5. ( ) Em uma situação normal, caso um usuário deseje acessar a Internet e a intranet da empresa ao mes‑ mo tempo, ele deve usar duas versões diferentes de navegador, por questão de incompatibilidade de tecnologia entre a Internet e a intranet. 6. ( ) Na situação em questão, o uso de correio ele‑ trônico pode ser feito por meio de um cliente de correio, como o Microsoft Outlook, ou com o uso de uma interface web. Em ambos os casos, é possível que as mensagens de correio do usuá­ rio fiquem armazenadas no servidor de e‑mail da empresa. 7. ( ) Para melhorar o nível de controle de acesso dos usuários à Internet, é possível o uso de mecanis‑ mos de segurança como firewalls e antivírus. 8. ( ) Caso se deseje usar o referido computador para gerar documentos no Windows XP, é  possí‑ vel salvar esses documentos na pasta Meus Documentos, mas, por padrão, nenhuma pasta ou subpasta pode ser excluída desse computador, e também não é possível enviar documento ane‑ xado a correio eletrônico. 9. ( ) Se o acesso à Internet for feito mediante um servidor proxy, pode ser impedido o acesso a determinadas páginas e tipos de software, em função de configurações de restrição que podem ser realizadas. 10. ( ) TCP/IP é o protocolo padrão para o acesso à In‑ ternet. No caso da intranet, o acesso é realizado, por padrão, com o uso do protocolo IPv6.

Noções de Informática

Cespe/Banco da Amazônia/Técnico Científico/2010 Com relação a sistemas operacionais, julgue os itens seguintes. 15. ( ) No Windows XP, a barra de inicialização rápida oferece um espaço para ícones associados a pro‑ gramas utilizados com mais frequência, os quais podem ser acionados com apenas um clique do mouse. 16. ( ) No Windows XP, a janela Meu Computador, que pode estar acessível tanto pelo desktop quanto pelo menu Programas, permite acesso ao am‑ biente de gerenciamento de pastas e arquivos, o qual, quando acionada a opção de visualização de pastas, apresenta a mesma interface do Win‑ dows Explorer. 17. ( ) A partir do menu Arquivo do Windows Explorer, o Windows XP oferece a opção de se criar um arquivo em formato editável no Excel, no Word e no PowerPoint, e também de criar arquivos da suíte BROffice, desde que esses software estejam instalados no computador em uso.

A respeito da utilização de aplicativos dos ambientes Microsoft Office e BROffice, julgue os itens de 19 a 23. 19. ( ) A barra de ferramentas de formatação do Excel contém opções que permitem inserir, em uma planilha, figuras, formas e linhas e também configurar cores e autoformas. 20. ( ) No Word, o recurso de autocorreção do menu Ferramentas é útil para a correção gráfica e sintática de palavras e frases digitadas em um documento em edição. 21. ( ) No Excel, a alça de preenchimento é utilizada para a duplicação de um dado inserido em uma célula para as demais células na direção em que o usuário arrastar o mouse, seja de cima para baixo, da direita para a esquerda ou na diagonal. 22. ( ) No Writer do BROffice, a opção Alterar capita‑ lização, disponível no menu Formatar, permite inverter a fonte usada no texto entre maiúsculas e minúsculas. 23. ( ) Para a criação de apresentações de slides com dados matemáticos, o Calc do BROffice oferece a possibilidade de inserção de uma planilha com tabelas e fórmulas de formatação automática, por meio de opção encontrada no menu Arquivo. No que se refere a tecnologias de Internet e intranet e à segurança da informação, julgue os itens seguintes. 24. ( ) A Internet funciona a partir do modelo cliente/ servidor, no qual os computadores dos usuários operam como clientes conectados aos servidores que funcionam como provedores de acesso e de serviços de correio eletrônico, transferência de arquivos e acesso a páginas web. 25. ( ) Um servidor de saída de e‑mails, ou servidor POP, é obrigatório para que um serviço de cor‑ reio eletrônico seja estabelecido em um servidor, o qual deve ser responsável por enviar os e‑mails para usuários cadastrados. 26. ( ) O serviço de acesso à Internet por ADSL não ne‑ cessita de modem para estabelecer uma conexão, que é realizada por um cabo UTP dedicado, liga‑ do entre o computador do usuário e o provedor de acesso. 27. ( ) A Internet por rádio, no Brasil, ainda é um ser‑ viço de baixa velocidade, sujeito a intempéries e inoperante no caso de dias nublados, porque utiliza infraestrutura por satélite. Cespe/Banco de Brasília/Escriturário/2010 Com relação aos conceitos de informática, ambientes operacionais e aplicativos usados para a criação de tex‑ tos, planilhas eletrônicas e apresentações, julgue os itens seguintes. 31. ( ) O Calc é um aplicativo incluído na suíte de pa‑ cote de software do BROffice e disponibilizado gratuitamente para uso a partir de um modelo de troca, no qual, se o usuário concordar em contri‑ buir com adaptações e mudanças nos programas, ele poderá então receber um conjunto de cópias assim que as mudanças forem aceitas. 32. ( ) O editor de texto Writer do BROffice, disponível para download na Internet, tem a desvantagem


A respeito dos conceitos relacionados à Internet, julgue os itens seguintes. 34. ( ) O acesso à Internet em alta velocidade por meio de conexão dial‑up, via linha telefônica, também conhecido como serviço ADSL, dispensa o uso de modem, visto que, nesse caso, a conexão ocorre diretamente a partir de infraestrutura das empresas de telefonia fixa ou móvel (celular). 35. ( ) Para que o SMTP, um protocolo de recebimento de mensagens de e‑mail pela Internet, seja uti‑ lizado, é necessário um endereço IP do servidor que armazene as mensagens de correio eletrônico do usuário do serviço. 36. ( ) Com o surgimento da WWW (world wide web), o acesso a arquivos de conteúdo apenas textual evoluiu para arquivos que agregam diversos formatos, com destaque para os documentos hipermídia, que são a união de hipertexto com multimídia, ou seja, textos com links, imagens, sons, vídeos, entre outros recursos. 37. ( ) No Internet Explorer (IE), a  partir de Opções da Internet, encontrada no menu Ferramentas, é possível configurar uma série de parâmetros como, por exemplo, a  página inicial que será acessada toda vez que o IE for aberto e em que pasta devem ser armazenados os arquivos tem‑ porários da Internet. Acerca da organização e da segurança da informação em meio eletrônico, julgue os itens seguintes. 38. ( ) Confidencialidade, um dos princípios básicos da segurança da informação, tem como carac‑ terística garantir que uma informação não seja alterada durante o seu trânsito entre o emissor e o destinatário. 39. ( ) Os worms são pouco ofensivos, pois referem‑se ao envio automático de mensagens indesejadas de correio eletrônico a um grande número de destinatários, que não as solicitaram ou que tiveram seus endereços eletrônicos copiados de um sítio pirata. 40. ( ) Em um ambiente computacional, a  perda das informações por estragos causados por vírus, invasões indevidas ou intempéries pode ser amenizada por meio da realização de cópias de segurança (backup) periódicas das informações, as quais podem ser feitas da máquina do usuário, de servidores e de todos os demais dispositivos de armazenamento, local ou remoto, de dados.

Cespe/Banco de Brasília/ Nível Superior /2010

Acerca de segurança e proteção de computadores, julgue os itens seguintes. 46. ( ) Um worm se aloja no servidor de e‑mail e in‑ fecta automaticamente o computador do usuário sempre que este realiza uma conexão ao serviço de correio eletrônico. 47. ( ) O firewall, mecanismo que auxilia na proteção de um computador, permite ou impede que pacotes IP, TCP e UDP possam entrar ou sair da interface de rede do computador. 48. ( ) Um vírus mutante de computador é capaz de assumir múltiplas formas com o intuito de burlar o software de antivírus. 49. ( ) Quando o firewall padrão do sistema operacional Windows detecta uma tentativa de ataque por meio do protocolo MSN, ele automaticamen‑ te desabilita o software, aciona o antivírus e bloqueia o usuário do MSN para evitar novas tentativas de ataque. 50. ( ) Vírus de computador são capazes de usar arqui‑ vos executáveis para se espalhar. Alguns tipos de vírus detectam e contaminam automaticamente arquivos e pastas que podem estar armazenados em um pendrive. Com relação aos aplicativos BrOffice Writer, Calc e Im‑ press, julgue os itens seguintes. 51. ( ) O Writer não permite a geração de arquivos do tipo RTF (rich text format), entretanto suporta a criação e a manipulação de tabelas. 52. ( ) O Impress é capaz de exportar uma apresentação para o formato PDF. Cespe/MPS/Agente Administrativo/2010

A partir da figura acima, que mostra uma janela do Microsoft Word 2003 sendo usada para a edição de documento que contém correções em sua formatação, julgue o item seguinte. 64. ( ) Para se aceitar todas as correções de uma só vez, e selecionar, em é suficiente clicar o botão seguida, a opção Aceitar todas as alterações no documento.

Noções de Informática

de não permitir a gravação de dados em formatos comerciais, tal como o PDF, uma vez que não é possível integrar funcionalidades desse ambiente com outros softwares proprietários. 33. ( ) O Impress é um software que permite a edição de apresentações de slides, os quais, de acordo com a preferência do usuário, podem ser adequa‑ dos à audiência para a qual será apresentado o conteúdo, podendo‑se escolher o formato como retrato ou paisagem, e variar os tipos de design e leiaute, os estilos e a formatação.

153


154

Considerando a figura acima, que apresenta uma janela do BrOffice.org Writer 3.1.1 com um documento em elaboração, julgue os itens seguintes. 65. ( ) No documento em questão, foi inserida uma tabela com três colunas. Nesse caso, é correto inferir que os valores contidos na coluna Total podem ter sido obtidos pela inserção de fórmula que some automaticamente os valores da coluna Número1 aos da coluna Número2. 66. ( ) Por meio de funcionalidades disponibilizadas ao se , é possível realizar a pesquisa clicar o botão de palavras contidas no documento em edição.

Considerando a figura acima, que ilustra uma janela do Microsoft Excel 2003, julgue os itens os itens seguintes. 71. ( ) Sabendo que a célula C7 foi definida para o for‑ mato do tipo numérico e contém o valor 15,00, é correto afirmar que o seu valor será alterado seja clicado. para 15.000,00, caso o botão 72. ( ) A fórmula =SE(MÉDIA(C7:C12)>10;SOMA(C7: C12);0) está sintaticamente correta e pode ser inserida na célula C14.

Noções de Informática

Cespe/TRE‑BA/Analista Judiciário/2010

Tendo como referência a figura acima, julgue os itens seguintes. 67. ( ) Na figura, observa‑se uma janela que é mostrada, no Windows XP, quando um pendrive é inserido em uma entrada USB, na qual se encontra opção para abrir esse dispositivo. Caso essa janela não seja mostrada automaticamente, é necessário clicar o botão direito do mouse e selecionar a opção Executar pendrive 68. ( ) No Windows XP, quando ocorre problema em um programa em execução, o  sistema opera‑ cional mostra uma mensagem avisando que aquele programa parou de funcionar. Nesse caso, para finalizar o referido programa, é ne‑ cessário acionar simultaneamente as teclas e, na janela disponibilizada, selecionar a aba Processos e clicar o botão Finalizar tarefa.

Acerca de navegação, correio eletrônico, grupos de discussão e ferramentas de busca e pesquisa, julgue os itens seguintes. 77. ( ) A caixa postal de correio eletrônico é um dire‑ tório criado no servidor de e‑mail, o qual fica localizado no computador do usuário. Ao  ser ligada a máquina, esse servidor recebe da Inter‑ net, via provedor de acesso, as mensagens que foram enviadas para o endereço do usuário. 78. ( ) Um grupo de discussão é uma maneira fácil e imediata de se interagir na Internet, a exemplo dos chats que, em tempo real, possibilitam a duas ou mais pessoas se comunicarem de for‑ ma assíncrona. Os blogs e os fotologs também constituem exemplos de grupos de discussão. Gabarito 5. E 6. C 7. C 8. E 9. C 10. E 15. C 16. C 17. C 19. E 20. E 21. E

22. C 23. E 24. C 25. E 26. E 27. E 31. E 32. E 33. C 34. E 35. E 36. C

37. C 38. E 39. E 40. C 46. E 47. C 48. C 49. E 50. C 51. E 52. C 64. C

65. C 66. E 67. E 68. E 71. E 72. C 77. E 78. E

Meu Cinema  

veja os melhores filmes publicados até hoje veja lendas do cinema entre outros...

Advertisement