Issuu on Google+


Joana e a R達 da Branha Nova Luzia Rodrigues Cao


Agradecimentos: • a Carlos Durão (Academia Galega da Língua Portuguesa) pelo seu generoso trabalho como corretor. • a José, pela sua paciência e encorajamento. • a Valentim R. Fagim, José António Cidre Bardelás e, em geral, à gente da AGAL e da GZe­ditora pela edição e publicação. • a Sara e a Ana. Sem elas não existiria este livro.


Joana e a R達 da Branha Nova

1


Joana e a R達 da Branha Nova

2


Joana e a R達 da Branha Nova

3


Joana e a R達 da Branha Nova

4


Joana e a R達 da Branha Nova

5


Joana e a R達 da Branha Nova

6


Joana e a R達 da Branha Nova

7


Joana e a R達 da Branha Nova

8


Joana e a R達 da Branha Nova

9


Joana e a R達 da Branha Nova

10


Joana e a R達 da Branha Nova

11


Joana e a R達 da Branha Nova

12


Notas de vocabulário para pessoas lusófonas de fora da Galiza: •branha: terreno com muita humidade. •peto: algibeira. •brinco: salto. •bico: beijo. •charqueira: charca. •alouminhar: acarinhar. •apenada: afligida. •decatar­se: dar­se conta. •ombreiro: ombro. •meixela: bochecha. •tristeira/o: triste



Joana e a Rã da Branha Nova