Issuu on Google+

D

R IST

IB

à UIÇ

O

G

TU RA

I TA ANO 10 - Nº 534 4 A 10 DE ABRIL DE 2014 www.visaooeste.com.br

Santos e Ituano fazem primeiro jogo da final do Paulistão neste domingo PÁGINA 16 no Pacaembu

Festival de Voo Livre reúne esporte radical e shows gratuitos de bandas e DJs PÁGINA 15 em Pirapora

Adaptação de Noé tem direção e roteiro assinados por Darren Aronofsky PÁGINA 15 Divulgação

RIcardo Saibun

Padilha e Lula fazem plenária em Osasco nesta sexta-feira Alexandre Padilha (PT) completa maratona de pré-candidatos ao governo de SP que passaram pela região na semana. Alckmin (PSDB) faltou em Taboão da Serra. PÁGINAS 3 E 4

Especial 50 anos do golpe militar

Eduardo Metroviche

Especial sobre os 50 anos do golpe militar de 1964 comenta a possibilidade de criação de uma Comissão da Verdade local e traz entrevistas com vítimas da tortura na nossa região. PÁGINAS 8 E 9 O ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza, o ex-presidente Lula e o pré-candidato petista ao governo, Alexandre Padilha, reúnem a militância no Floresta

Tempo // Sábado - Sol/Nuvem 29oC máx - 19oC mín

Domingo - Sol/Nuvem 31oC máx - 20oC mín

07

Sabores nordestinos fazem parte do dia-a-dia dos osasquenses

Em VisãoMotor, os lançamentos de 2014 que estão atraindo a atenção, como o Corolla, da Toyotta, pela remodelagem, e o Fiat Palio Fire, consolidado como o carro mais barato do Brasil.

Gastronomia da semana traz dicas de restaurantes especializados fazem sucesso em Osasco. Entre eles, o famoso Feijão de Corda, que tem promoção no baião de dois, o Reino da Baiana e PÁGINA 13 o Sabor do Nordeste, com direito a happy hour.

PÁGINA 7

Abril Crescente

Lançamentos que estão chamando a atenção em 2014

Cheia

Minguante

Nova

15

22

29

Confira na página 10 as vagas de empregos no


2

OPINIÃO

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

ARTIGOS

EDITORIAL

Conhecer o passado para não repetir o erro A edição desta semana do Visão Oeste dedica suas páginas centrais a um especial que resgata a dolorida memória de 50 anos do golpe militar no Brasil. Uma lembrança que, para muitas vítimas da ditadura militar, ou seus familiares, seria menos traumático esquecer. Um tempo de horrores e violência que deixou marcas profundas na sociedade, sobretudo entre aqueles que de alguma forma trabalhavam e lutavam por justiça social, liberdade de pensamento e expressão. Apesar de reviver a dor e o sofrimento, essa memória não pode nem deve ser apagada. É preciso mantê-la viva como um aviso às novas gerações. Essa imensa população, nascida já sob o “signo de aquário”, que só conhece um tempo em que já não é preciso morrer para calçar o caminho da democracia. Uma galera para quem expressões como “liberdade de pensamento”, “igualdade”, “greve”, “luta por direitos”, embora algumas vezes ainda sejam conceitos quase abstratos, não soam como uma heresia ou um palavrão cabeludo, capaz de invocar um demônio cruel ou má sorte por décadas.

Valmir Prascidelli é vice-prefeito de Osasco. Veja a íntegra deste arquivo no site do Visão Oeste

Ditadura Nunca Mais! Meio século após o golpe de 1964, refletimos sobre o que representou este episódio e o aprendizado que tivemos com o longo período da ditadura militar. Repressão, exílios, torturas, mortes. Inúmeras foram as atrocidades. Corrupção, aparelhamento do Estado, exploração e exclusão social, foram comuns e constantes, sob a pressão e imposição da força dos fuzis. Recentemente assistimos a mais um depoimen-

to, desta vez, de um Coronel que atuou na ditadura militar e depôs à Comissão da Verdade. Os detalhes horrendos de como os corpos dos presos políticos eram mutilados para que não fossem identificados nos chocou e causou ainda mais revolta. No dia 31 de março de 1964 os militares tomam o poder e em seguida em 9 de abril, data do meu nascimento, é decretado o Ato Institucional 1 (AI-1), que cassa mandatos políticos

de opositores ao regime militar e tira a estabilidade de funcionários públicos. Alguns se referem ao golpe militar como “Revolução”, mas nas revoluções luta-se por um ideal. No caso de 64 as classes conservadoras se uniram aos militares para impedir diversos avanços sociais que começavam a ser conquistados pelo povo brasileiro, fruto de lutas de diversos setores sociais e consequentemente, derrubar as reformas agrária,

política e fiscal, foco do governo João Goulart. Por muitos anos presenciamos comandantes militares discursando no dia 31 de março em ‘comemoração’ a ‘Revolução’ de 1964, no entanto, com instalação da Comissão da Verdade, no governo da presidenta Dilma, em 2011, começou-se a ser exposto o lado sombrio e oculto para grande parte da sociedade do que significou esse período de afronta à democracia.

Álvaro Ferreira da Costa é presidente do Sindicato dos Gráficos de Barueri e Região (Sindigráficos)

Tempo de horrores e violência que deixou marcas profundas

Por valorização e qualidade de vida

Quem tem coragem de se manifestar em defesa o golpe e da volta de um regime violento e totalitário sequer faz ideia de que até mesmo essa liberdade, de reivindicar tal absurdo, foi uma conquista alcançada com muito suor e sangue. É parte leviandade, parte ingenuidade, pregar que naquele tempo não havia corrupção e mau uso do dinheiro público. O legado de uma gigantesca dívida externa persistiu por anos como prova. E, fundamentalmente, se hoje um editorial, um blog ou um vídeo na Internet podem alcançar a massa e semear a reflexão em busca de um mundo melhor, fiscalizar governantes e exigir serviços públicos eficientes, é porque a ditadura virou apenas memória. Daí a importância de resgatar esse passado e usar o conhecimento como ferramenta para não permitir ao país a repetição desse erro em qualquer época futura.

Com o slogan “Trabalhadores vão às ruas por direitos e qualidade de vida”, centrais sindicais unidas, ao lado de sindicatos e trabalhadores de diversas categorias, ocuparão o centro de São Paulo, no dia 9 de abril, para a 8ª Marcha da Classe Trabalhadora. A expectativa é que 50 mil pessoas participem do ato. Assim como nos dias 11 de julho e 30 de agosto de 2013, Dias Nacionais de Luta, também organizados pelas centrais, o Sindica-

to dos Gráficos de Barueri e Região, o Sindigráficos, apoia a 8ª Marcha e sente imenso orgulho e satisfação em ver milhares de trabalhadores unidos por um único objetivo: lutar por melhorias para todas as categorias. No dia 9 de abril, marcharemos por nossa Pauta Trabalhista, entregue à presidente Dilma Rousseff no ano passado, mas que ainda não recebemos retorno. Queremos um país que valorize o trabalho e defenda

CHARGE

“Tive meu parto roubado”. Adelir Carmem Lemos de Goes, 29 - dona de casa, levada por policiais ao hospital para passar por uma cesárea depois de a Justiça acatar um pedido do hospital e da Promotoria, que alegavam “risco iminente de morte” da mãe e da criança, no Rio Grande do Sul. Mesmo com risco, ela queria parto natural

“Vi policiais atirando em muitos presos que sequer tentaram reagir. Depois, os policiais me obrigaram a carregar 35 corpos para ambulâncias e carros do IML. Tenho dificuldade para dormir até hoje”. Sidney Francisco Sales, 46 - sobrevivente do Massacre do Carandiru, à Folha de S. Paulo

“A CPMI que nós estamos propondo envolve não só os problemas das denúncias que foram feitas contra a Petrobras como em relação ao subfaturamento no Metrô de SP e o Porto de Suape. Já que temos que apurar, vamos apurar todas as denúncias”. Jandira Feghali - deputada federal pelo PCdoB-RJ

Diretor Executivo: Valter Santos | Diretor de redação: Renato Rovai - Mtb 23.140 | Editor: Jeferson Martinho (editor@visaooeste.com.br) | Projeto Gráfico: Rodrigo Domingues | Diagramação: Rodrigo Domingues (arte@ visaooeste.com.br) | Chefe de Reportagem: Fernando Augusto (fernando@visaooeste.com.br) | Repórteres: Leandro Conceição (leandro@visaooeste.com.br) | William Galvão (reportagem@visaooeste.com.br) | Depto. Jurídico: Edu Éder de Carvalho | Redação: redacao@visaooeste.com.br | Comercial: comercial@visaooeste.com.br | Contato Publicitário: comercial1@visaooeste.com.br | Impressão: Folha Gráfica | Tiragem: 35.000 exemplares

para a saúde; valorização das aposentadorias; transporte público e de qualidade; suspensão dos Leilões de Petróleo; reforma política e realização de plebiscito popular; reforma urbana; democratização dos meios de comunicação; entre outros. Em São Paulo, a concentração irá acontecer na Praça da Sé, às 10h. Os manifestantes seguem até a avenida Paulista, para o vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade dos autores e não correspondem necessariamente à opinião do jornal

FRASES

Osasco - Carapicuíba - Santana de Parnaíba - Cotia - Itapevi - Taboão da Serra - Barueri - Pirapora do Bom Jesus - Vargem Grande Embu das Artes - Itapecerica da Serra - Jandira

a classe trabalhadora. Queremos o desenvolvimento do país. Nossa pauta defende, principalmente, a redução de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salário; fim do fator previdenciário; luta contra o Projeto de Lei nº 4.330, que amplia a terceirização; regulamentação da Convenção 151 da OIT; reforma agrária; investimento de 10% do PIB para educação e 10% do Orçamento da União

Visão Oeste é uma publicação semanal da Editora Visão Oeste. Av. Yara, 223 - Vila Yara - Osasco - SP Cep 06028-100 Redação/publicidade Tel.: 3683-3592 - Fax.: 3681-3150 Filiado a ABRARJ / ADJORI-SP Registro n° 3247 - 1° Oficial de Registro Civil das Pessoas Jurídicas de Osasco


4 A 10 DE ABRIL DE 2014

ALCKMIN FALTA A EVENTO EM TABOÃO O governador Geraldo Alckmin (PSDB) faltou à inauguração de um programa voltado à saúde da mulher em Taboão da Serra, no qual havia confirmado presença, nesta quinta-feira, 3. Ele foi representado pelo secretário estadual de Saúde, David Uip, que disse que o governador “teve um compromisso”.

PRÉ-CANDIDATO

POLÍTICA

Visão Atenta

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Padilha visita região e defende o Mais Médicos

3

Governo x oposição

Reprodução

Governo e oposição travam a guerra das CPMIs no Congresso Nacional. A decisão sobre a CPMI da Petrobras, para investigar a polêmica compra de uma refinaria nos EUA pela estatal brasileira, vai ficar para o plenário do Senado na próxima quarta-feira, 9. No plenário a maioria é de senadores governistas. Já a base do governo rebateu protocolando pedido de CPMI para investigar irregularidades que incluem, além da compra da refinaria de Pasadena, obras do Metrô em São Paulo e no Distrito Federal e o contrato entre a Petrobras e o Porto de Suape para construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Sabesp

Pré-candidato petista ao governo do estado na Câmara Municipal de Jandira, onde recebeu título de cidadão jandirense

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o pré-candidato do PT ao governo do estado, Alexandre Padilha, participam de evento no Clube Floresta, em Osasco, nesta sexta-feira, 4. A plenária que terá a presença das principais lideranças do partido faz parte da caravana Horizonte Paulista, e também inclui visitas a outras cidades da região.

Petista participa de plenária com Lula nesta sexta Na quinta-feira, 3, Padilha esteve em Taboão da Serra, Embu das Artes e Jandira, onde recebeu na Câmara Municipal título de

cidadão jandirense. Nesta sexta-feira, além de Osasco, o pré-candidato também visita Barueri. No sábado está programada plenária com mulheres, negros e juventude em Carapicuíba, no instituto Casa da Gente, na Cohab 2. Em Jandira estiveram os prefeitos de Osasco, Jorge Lapas (PT), e de Carapicuíba, Sergio Ribeiro (PT), além do ex-prefeito de Osasco Emidio de Souza, que é presidente estadual do partido e coordena a campanha de Padilha. Foi exibido vídeo com depoimentos de moradores elogiando o programa Mais Médicos. Além de defender o Mais Médicos, Padilha criticou o governo do estado por não ter criado o bilhete único

para integrar o transporte intermunicipal. “O governo do estado manda no Metrô, trem e EMTU, e teria condições de ter feito a integração e ter feito bilhete único”, disse. O petista também disse que é preciso melhorar a qua-

lidade do transporte nas cidades da região metropolitana. “A impressão que da é que o governo do estado trata quem mora no centro de uma forma e na periferia ou nas cidades da região metropolitana de outra forma”, criticou.

Caravana no estado Até junho, lideranças estaduais do PT irão percorrer todas as regiões do estado para construir com a sociedade soluções para as áreas de segurança, saúde, educação, mobilidade urbana e desenvolvimento regional a partir dos diálogos com lideranças políticas, empresários e movimentos sociais. A primeira caravana visi-

tou as regiões de Ribeirão Preto, Barretos e Campinas. A seguinte percorreu o Vale do Ribeira. A terceira caravana esteve nas cidades do Alto do Tietê, a quarta passou por todas as cidades do litoral paulista, de Ubatuba a Peruíbe e, a quinta e mais recente, passou pelas regiões da Alta Paulista e Presidente Prudente.

e Eduardo Metrovich

Visão de olho JOÃO PAULO OBTÉM BENEFÍCIO A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal autorizou no dia 1º o ex-deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) a deixar o presídio durante o dia para trabalhar. Cunha recebeu proposta para trabalhar em escritório de advocacia em Brasília e vai receber R$ 1,5 mil como auxiliar jurídico.

A crise no fornecimento de água na Grande São Paulo já entrou na pauta da oposição ao governo de Geraldo Alckmin (PSDB). Na Assembleia Legislativa, o deputado petista Enio Tatto enviou Requerimento de Informação à diretora-presidenta da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Dilma Pena, para que explique por que não foram tomadas medidas preventivas para a economia de água e para afastar o risco de racionamento. “O governo do Estado há tempos poderia ter planejado e executado medidas preventivas, evitando o racionamento”, diz.

Educação

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), empossou na quinta-feira, 3, os novos membros do Conselho do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). O evento aconteceu no gabinete do prefeito.

Habitação

Itapevi aderiu ao programa Casa Paulista, do governo do estado, no sábado, 29, quando o prefeito Jaci Tadeu (PV) recebeu o secretário do estado da Habitação, Silvio Torres. O acordo prevê a destinação de valores para complementação dos recursos viabilizados pelo programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. Recentemente, o município assinou contrato com a Caixa Econômica Federal e vai construir 181 moradias no bairro de Ambuitá. As moradias serão direcionadas a famílias com renda de até R$ 1.600,00 e que morem em áreas de risco.


4

CÂMARA FAZ SESSÃO NO ANIVERSÁRIO DE COTIA Sessão solene na Câmara Municipal de Cotia marcou o aniversário de 158 anos de emancipação da cidade. O prefeito Carlão Camargo (PSDB) falou sobre a administração. “Hoje é realidade a Etec, a Fatec, agora o Poupatempo. Queremos aproximar o poder público da população”, disse.

POLÍTICA

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Divulgação

TRABALHISTAS

Em Osasco, pedetistas lançam macrorregião e pré-candidato ao estado critica tucanos Fernando Augusto

No sábado, 29, o PDT lançou em Osasco sua macrorregião Oeste, que engloba 21 cidades. Durante o evento, o pré-candidato do partido ao governo do estado, Major Olímpio, fez críticas à gestão do governador Geraldo Alckmin (PDT) na área da Educação e também citou as denúncias de formação de cartel nas licitações do Metrô e da CPTM. “Nossa rede de Metrô poderia já ser bem maior. Quem pagava propina aparece na mídia, mas não mostram quem recebeu”, disse o pré-candidato, que é deputado estadual. Para Major Olímpio,

Carlos Lupi, presidente nacional do partido, discursa em lançamento da macrorregião Osasco

o candidato que conseguir 20% dos votos deve ir ao segundo turno. “Temos conteúdo e vamos debater. Mais do que nunca me sinto

fortalecido para ir a luta pelo trabalhismo”, afirmou. O partido lançou a macrorregião com diversas lideranças,

inclusive o seu presidente nacional, Carlos Lupi, que foi ministro do Trabalho no governo da presidente Dilma Rousseff. Lupi dis-

cursou principalmente sobre Educação, lembrando do legado de Leonel Brizola nesta área, com a construção dos Cieps (escolas em tempo integral) no Rio de Janeiro. “Não é só pelo voto que a gente faz política. Partido como o nosso tem que plantar educação”, disse. Um dos objetivos do PDT na região, segundo Lupi, é ter sedes em cada cidade, e ganhar visibilidade com a candidatura própria ao governo do estado. “São Paulo vai representar pro PDT o melhor resultado em todo o Brasil”, acredita. “Temos aqui um PDT muito forte e coerente, com lideranças que

têm formação política, como é o caso do [Milton] Cavalo, [presidente do diretório de Osasco], da Mônica [Veloso, secretária de Trabalho de Osasco ], temos um time bom”, disse.

LAPAS

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), compareceu ao evento e disse respeitar as pré-candidaturas dos partidos aliados. “O PDT aqui tem o [ vereador ] Alex da Academia candidato a deputado estadual e eu faço votos de que seja eleito, porque isso ajuda a cidade. Quanto mais representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal melhor”, afirmou ao Visão Oeste.

PMDB

Skaf cobra transparência de Alckmin em crise da água Pré-candidato ao governo do estado pelo PMDB, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (PMDB) fez criticas ao governo de Geraldo Alckmin (PSDB) e pediu transparência do estado sobre a crise da água.

“Temos um problema grave” São Paulo enfrenta a pior crise hídrica de sua história. O sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de mais da metade da Grande São Paulo chegou ao nível mais baixo da história, e está com apenas cerca de 13% da capacidade. “Temos um problema

gramar, se planejar. Já estão havendo grandes prejuízos para muitas pessoas”, afirmou o pré-candidato. Skaf criticou o fato de “mais uma vez depende-

Francysco Souza

Leandro Conceição

mos da boa vontade de São Pedro”. “Quando se pede muito, não tem boa vontade, São Pedro, não é? Já pedimos em 1994, 2004, e estamos pedindo de novo”.

Pré-candidato cita escândalo do Metrô

Em pré-campanha, peemedebista visita unidades do Senai em Osasco, Barueri e Jandira

grave, provocado pela escassez de chuva, mas que poderia ter sido muito diminuído se não fosse a falta de atenção, de investimentos, de gestão, do governo de São Paulo”, disse Skaf, após a inauguração de novas oficinas no Senai de Osasco, em

Presidente Altino, na terça-feira, 1º. No dia, ele também passou por Jandira e Barueri. Mesmo com os reservatórios a níveis críticos, o governo Alckmin nega a possibilidade de racionamento de água e anunciou investimentos para evitar o risco. Skaf

pediu transparência do governo paulista sobre a crise. “Minha recomendação ao governo é transparência. Colocar com clareza para que a população saiba exatamente o que está acontecendo e possa, de alguma forma, se pro-

Sobre a disputa ao governo, o peemedebista avaliou que “as pessoas querem mudanças, renovação, um novo jeito de fazer as coisas”. “Nos últimos 20 anos são os mesmos partidos, as mesmas pessoas”. Com relação aos problemas do estado, Skaf analisou que “a gente assiste a uma arrecadação de impostos enorme e uma má qualidade da escola pública, falta de segurança pública, deficiências no serviço

de saúde, no transporte público, nos investimentos em infraestrutura”. Ele também disparou contra os escândalos de corrupção na CPTM e no Metrô. “Como cidadão brasileiro, a gente se envergonha cada vez que vê cada tipo de escândalo em relação a recursos públicos. Com toda essa falta de resultados, de gestão eficiente, ainda você assiste a possíveis malandragens”.


Ivan Cruz

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

VILA CAMPESINA E VILA YARA TÊM RUAS RECAPEADAS A Vila Campesina está recebendo obras de recapeamento asfáltico em doze ruas, além de restauração de guias, sarjetas e bocas de lobo. Na manhã da quinta-feira, 3, o prefeito Jorge Lapas (PT) e secretários municipais vistoriaram as obras. O próximo bairro a ter ruas recapeadas é a Vila Yara.

#CHEGA DE ESPERA

Campanha cobra Centro de Oncologia em Osasco

Veja os comentários em destaque no Facebook e Twitter do Visão Oeste durante a semana “Será uma pena para os aeromodelistas que fazem um bom uso daquele espaço”. licitação para cercar terreno será concluída esse mês”, publicada dia 7 de março de 2014

“Olá, provavelmente o Sr. Fabio de Souza Cardoso deve morar em alguma alameda dos Jardins, pois é só verificar em postos de saúde e pronto socorros na região de Osasco e verá a quantidade de casos de dengue”. Mario Moreira, na matéria “Com 80 casos, Osasco intensifica combate à dengue”, publicada no da 21 de março de 2014

“Não concordei com o vale transporte no cartão BOM, porque quem tem carro precisa abastecer. O vale em dinheiro, além de ajudar o funcionário, possibilita se locomover para as atividades da Prefeitura, que muitas vezes nos ônibus não aceitam o cartão”.

Projeto do estado era previsto para dezembro de 2013

Cida Rocha, na matéria “Prefeitura eleva piso de servidor para R$ 900”, publicada em Abrea, Oncovida e deputado Marcos Martins farão ato na terça-feira, 8, no Centro

quimioterapia ou radioterapia é muito grande e, para quem mora em nossa região, é maior ainda, pois precisam ir a São Paulo e percorrer longas distâncias para realizarem o tratamento”, disse. O presidente da Abrea, Eliezer de Souza, contou que com apoio do deputado foi entregue um abaixo assinado com mais de 50 mil assinaturas e o governo do estado se comprometeu publicamente em atender ao pedido. “Só que até

agora o prédio está vazio e sem sinal de que vá funcionar algo no local em curto prazo”, afirmou. O Centro de Oncologia deve integrar a Rede Paulista de Combate ao Câncer, que consiste na descentralização do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) para outras localidades dentro do estado. Além das consultas, o local terá condições de atender exames diagnósticos e tratamento de quimioterapia e radioterapia.

5

Visão na Rede

Marcos, na matéria “Unifesp diz que

No Dia Mundial de Combate ao Câncer, próxima terça-feira, 8, o deputado estadual Marcos Martins (PT), em parceria com a Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (Abrea) e com o Grupo Oncovida, lança a campanha “Chega de Espera. Eu Quero Um Centro de Tratamento de Câncer em Osasco, Já!”. O evento de lançamento acontece em frente à estação de Osasco da CPTM.

O projeto luta pela instalação do centro de tratamento do câncer em Osasco, que deveria ter sido inaugurado no final do ano passado, como previsto pelo governo estadual. O local onde deve abrigar a unidade fica na Vila Yara, na avenida Benedito Américo de Oliveira, e permanece fechado, apesar de ter sido declarado de utilidade pública. Segundo Marcos Martins, a luta pelo centro de oncologia vem desde 2009. “A angústia e o sofrimento de quem faz

POLÍTICA

maio de 2013


cidades

ocupação esperança

Divulgação

Integrantes da ocupação Esperança fizeram um ato em frente à prefeitura de Osasco, na manhã da última quinta-feira, 3, para evitar o despejo e tentar obter moradias para aproximadamente 600 famílias. Acompanhado de uma comissão de moradores, o advogado Avanilson Araújo, do Movimento Luta Popular, que organiza a ocupação, foi recebido para uma reunião com os secretários de Habitação, Sérgio Gonçalves, e Relações Institucionais Waldyr Ribeiro Filho.

Ocupação Esperança afirma que vai resistir De acordo com Avanilson, foram entregues aos secretários um dossiê sobre a ocupação, escrituras de imóveis que poderiam ser adquiridos para a criação de um projeto habitacional para as famílias, além de um parecer técnico sobre a viabilidade de delimitar a área ocupada como Zona Especial de Interesse Social (ZEIS) e manifestos de apoio à luta. Segundo o advogado, o proprietário do ter-

Gabriela Moncau

Sem-teto protestam em frente à prefeitura Carol Nogueira

4 a 10 de abril de 2014

dengue

Osasco fica em estado de alerta Ivan Cruz

6

Parque Imperial recebe Prefeito no Seu Bairro Os moradores do Parque Imperial terão neste sábado, 5, diversos serviços da Prefeitura de Barueri, e atividades de lazer, esporte e cultura, em mais uma edição do projeto Prefeito no Seu Bairro. O evento acontece das 8h às 17h na rua Prof. Renilde de Almeida, 355.

Mesmo com mutirões, doença persiste no município “Panelaço” pedia reunião com prefeito Jorge Lapas para evitar despejo

reno já teria demonstrado interesse em vender a área para a prefeitura ou Caixa Econômica Federal, que faria as unidades habitacionais. “Os secretários ficaram de dar uma resposta amanhã (4). Nós não queremos conflitos, não queremos um novo Pinheirinho. Apresentamos diversas alternativas. Se não houver solução, vamos resistir”, enfatizou o representante do grupo.

Uma liminar fixou prazo até dia 18 de abril para que os moradores deixem o terreno no Jardim Santa Fé, na zona Norte da cidade. A ocupação Esperança iniciou no dia 23 de agosto, com cerca de 100 famílias no terreno pertencente à empresa KJD Cosméticos. Segundo o Movimento Luta Popular, a área estava há mais de 30 anos sem utilização. As famílias foram se mul-

tiplicando e desde então os sem-teto têm buscado dialogar com a prefeitura. “Não queremos tomar nada de ninguém, queremos comprar de acordo com as condições financeiras de cada um. O dono quer vender o terreno e a Caixa quer construir as unidades habitacionais, mas a prefeitura está atravancando a negociação”, diz Mara Sales Soares, uma das organizadoras da ocupação.

Prefeitura diz que mantém diálogo Em nota oficial, a Prefeitura de Osasco informou que o processo de reintegração de posse é movido pelo proprietário do terreno. A administração destaca que desde o início mantém o diálogo com os repre-

sentantes do movimento, sobre os programas e critérios da política habitacional desenvolvida na cidade. A prefeitura também ressaltou que desde 2005 atua com prioridade na questão habitacional e já entregou quase

6 mil unidades e novos projetos estão em andamento. Nos últimos anos os projetos habitacionais desenvolvidos na cidade, resultam da articulação e diálogo com os governos federal e estadual e com os movimentos sociais.

DENTISTA O Sesc está selecionando Dentista para atuar em seu Programa de Odontologia, nas suas unidades localizadas no Estado de São Paulo, prestando serviços preventivos e curativos em clínica geral. Os candidatos interessados devem possuir, até a data limite de inscrição, a graduação completa em Odontologia; registro válido no Conselho Regional de Odontologia (CRO); e um dos seguintes cursos: • Curso de especialização completo na área Odontológica (em curso que atenda aos equisitos contidos nos Art. 163 e 164 da Resolução CFO-63/2005 e que contemple as disposições do Art. 39 da mesma resolução); ou • Curso de Mestrado ou Doutorado Completo na área Odontológica, com certificado ou diploma registrado nos Conselhos Regional e Federal de Odontologia (CRO e CFO). Se você se interessou pela oportunidade e atende às exigências do cargo, acesse o endereço eletrônico www.sescsp.org.br/oportunidadesdetrabalho; clique no ícone Oportunidades de Trabalho; clique no ícone Mais Detalhes; clique no link de acesso ao Descritivo de Seleção para verificar todas as condições estabelecidas para o processo seletivo; e, após a leitura do Descritivo, clique no ícone Candidatar-se. A inscrição de candidatos interessados deve ser feita entre as 10h do dia 07/04 e as 12h do dia 16/04/2014. Atendendo ao artigo 93 da Lei 8213/91, se aprovada no processo seletivo, a pessoa com deficiência terá prioridade na contratação.

Nas últimas três semanas, o município de Osasco quase quadruplicou o número de casos da dengue. Até agora, já foram registradas 312 pessoas infectadas pelo mosquito, segundo a Secretaria da Saúde da cidade. Apesar do alto número, a Prefeitura de Osasco afirma que a cidade ainda não tem um quadro de epidemia. Por precaução, a cidade foi colocada em estado de alerta. O diretor de vigilância e saúde do município, Fábio de Souza Cardoso, diz que em alguns bairros existe a dificuldade da entrada de agentes. “Mesmo não tendo epidemia, estamos em sinal de alerta e fazendo essa força tarefa em todo o muni-

cípio”, disse. No mês passado, Osasco iniciou mutirões de combate à doença, que passa por todos os bairros da cidade, incluindo terrenos baldios e córregos. Com 80 casos à época, o município já tinha registrado dez vezes mais casos se comparado com o mesmo período do ano anterior. Sob a coordenação do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), 450 agentes de Saúde estão realizando ações de combate aos focos do mosquito em diversos bairros. Além disso, o prefeito Jorge Lapas nomeou um “Comitê entre Secretarias Municipais de Combate à Dengue”, para analisar a situação e planejar novas ações.


4 A 10 DE ABRIL DE 2014

LINHA C4 DA CITROËN TEM RECALL A Citroën convocou os proprietários dos modelos C4 VTR, C4 hatch e C4 Pallas de todas as versões para um recall. Uma inadequada remoção da manta de isolamento acústico no motor, em revisões ou manutenções, pode danificar o sistema de fixação, resultando no despredimento do componente. Fotos/Divulgação

NOVIDADES

CIDADES

7

vendidas.

Visão MOTOR //

Os principais lançamentos do momento Nesse primeiro semestre do ano, vários modelos automotivos têm chamado a atenção. Alguns pela releitura do visual, outros pela novidade que representam no mercado. Entre os que mais têm atraído os olhares de potenciais consumidores estão o Palio Fire 2014, da Fiat, o novo Corolla, da Toyota e a família de motocicletas Hypermotard, da italiana Ducati.

Palio Fire é o modelo mais barato fabricado no Brasil Consagrado como o carro mais barato feito no Brasil, a versão quatro portas do Palio Fire 2014 tem preços a partir de R$ 26.520,00. Lançado inicialmente em

1996, com a proposta de se tornar um carro global, o modelo caiu no gosto dos brasileiros. O Palio Fire 1.0 modelo 2014 é uma remodelagem do lançado há 10 anos, considerado o mais bonito até hoje – ao menos quanto ao visual externo. O

novo painel apresenta como novidade apenas as cores e saídas de ar circulares. O quadro de instrumentos foi emprestado do Uno, com relógio indicador digital de combustível,

temperatura e hidrômetro. Motor Fire 1.0 Flex de 8 válvulas, oferece 73 cavalos com gasolina e 75 com etanol. A Toyota também tem chamado a atenção com o novo Corolla, mais pelo fato de ter feito só

o necessário e ampliado o modelo, do que pelas novidades. A configuração de equipamentos e tecnologia é quase a mesma da concorrência. Motor 2.0, com 154 cavalos. Visualmente, o carro está mais bonito. Frente bicuda mais ousada, parecida com a do Civic. A traseira está mais harmônica e deixou de lado a lanterna “tuning”, lembra o Hyundai Elantra. Por dentro, o Corolla passa a ser o sedã mais espaçoso do país. O modelo está saindo por R$ 79.990.

FAMÍLIA HYPERMOTARD A partir desse mês, a divisão brasileira da italiana Ducati inicia as vendas de um dos modelos mais aguardados do ano, a moto Hypermotard em suas três versões: hypermotard,

hypermotard SP e hyperstrada. Preços entre R$ 51.900 e R$ 64.900. Para a Hypermotard, o principal destaque está na parte dianteira com nariz redesenhado e novo grupo óptico. O modelo é equipado freios ABS com 3 níveis, controle de tração de 8 níveis e modos de pilotagem integrados. Tanto a Hypermotard e Hyperstrada possuem três ajustes que alteram o mapeamento do motor – Sport, Touring e Urban. No primeiro, os 110 cv estão disponíveis sem muita interferência do pacote de segurança. No segundo, com o mesmo patamar, os controles se fazem mais presentes. No último há um bloqueio na potência e apenas 75 cv são liberados.


8 ESPECIAL 50 ANOS DO GOLPE

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

ESPECIAL 50 ANOS DO GOLPE 9

ANOS DE CHUMBO

Osasco deve ter Comissão Municipal da Verdade Assim como já instaladas nos âmbitos federal e estadual, Osasco também deve instituir uma Comissão da Verdade para apurar violações de Direitos Humanos no município durante a ditadura militar. Quem articula a criação da Comissão é o jornalis-

ta e professor de Relações Internacionais da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Antonio Roberto Espinosa. Ele atuou na luta armada contra o regime, foi preso e torturado “com todas as práticas que você pode imaginar” (leia entrevista abaixo). De acordo com Espino-

sa, já existe um anteprojeto da Comissão Municipal da Verdade. Ela teria cinco subcomissões: “para investigar locais em que aconteceram atentados aos Direitos Humanos em Osasco desde a emancipação, em 1962, até a Constituinte de 1988; para identificar locais; outra para identificar algozes; para identificar

mortos e presos na cidade e entrevistar vítimas; e apurar as intervenções do poder federal no poder municipal”.

militares na cidade, a intervenção federal sofrida em 1966, na qual o então prefeito Hirant Sanazar e vereadores foram presos e perderam os mandatos. No lugar de Hirant, assumiu a Prefeitura o vice, Marino Pedro Nicoletti, apoiado pelos militares. Os trabalhos da Comis-

“Muitos foram presos e torturados em nosso território” Entre as ações dos

A luta contra a repressão nas fábricas Visão Oeste: Após 50 anos, como analisa o contexto em que aconteceu o Golpe de 64? Já tinha atuação política naquela época? Vim do interior de São Paulo e, a partir de 1958, vim morar em Osasco. Portanto, em 1964 morava aqui. Não tinha participação política ainda, só a partir de 1965, quando entrei na diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco. Foi aí que comecei uma participação em alguma coisa coletiva, um sentimento de busca de justiça social e trabalhista. Entrou no sindicato em 1965. Desde aquele momento já percebia repressão no movimento sindical ou foi a partir do AI-5, em 1968? O próprio fato de o Sindicato dos Metalúrgicos ter sofrido intervenção em 1964 era suficiente para eu entender que a gente estava a mercê de forças repressivas. O fato de ter um coronel como Ministro do Trabalho, que era o Jarbas Passarinho, também. Sabíamos que era um regime autoritário. Então participou da conhecida greve da Cobrasma em 1968... Em 16 de julho de 68 iniciou-se a greve aqui em Osasco e aí as coisas mudaram totalmente. A greve foi uma manifestação muito forte no sentido de desafio à ditadura. Teve vários desdobramentos, muita gente presa e o sindicato voltou a

O sindicalista Joaquim Miranda Sobrinho militou em grupos de esquerda durante o período da ditadura militar e sentiu na pele a repressão. Sua organização de comissões de trabalhadores nas fábricas por onde trabalhou em Osasco e na região do ABC o levaram três vezes à prisão no Doi-Codi, ou sequestro como prefere chamar. “Prisão pressupõe uma ordem judicial, e naquela época não tinha”, lembra. Nos 50 anos do Golpe de 1964, Miranda fala sobre sua militância política e conta episódios como a greve da Cobrasma, em Osasco, em 1968

sofrer intervenção. A diretoria foi cassada e muitos presos e processados pela auditoria de guerra.

“Estive frente a frente com o delegado Fleury” Foi preso na greve? Sim, no dia 18 de julho. O sindicato já estava ocupado pelas forças da repressão e tínhamos combinado de nos encontrarmos com companheiros da [metalúrgica] Braseixos na igreja de Santo Antônio, que hoje é a Igreja Matriz, para poder manter a greve. Quando cheguei lá de manhã a polícia estava e fomos presos. De lá trouxeram até a delegacia de Osasco e depois para o Dops (Departamento de Ordem Política e Social), em São

Paulo. Fiquei três dias preso, outros ficaram mais. Quando e como foi preso pela segunda vez? Como em Osasco sabia que estava numa espécie de lista negra, fui procurar emprego no ABC e entrei na Mercedes Benz em São Bernardo do Campo como afiador de ferramenta. Em 1972, um dia às quatro e meia da tarde chega alguém e me diz para ir na seção pessoal para assinar um documento. Fiquei desconfiado. Chegando lá estava o DOI-Codi e me levaram. Essa prisão se deu devido a uma pessoa da chamada Ala Vermelha, que era um grupo armado, e eu tinha tido um encontro com essa pessoa em frente à Mercedez. Provavelmente através de fotos me identificaram. Fiquei 12 dias preso dessa vez.

Dessa vez teve algum tipo de tortura? Sim, a primeira tortura pra valer foi dessa vez. É bom dizer que [a palavra] prisão não cabe muito bem, foi um sequestro, porque prisão pressupõe uma ordem judicial, e naquela época não tinha. Pegavam e te levavam não se sabia pra onde e não avisavam a família. Nessa época integrava qual grupo? Formalmente não integrava. Eu tinha muitos contatos em vários grupos. Me integrava mais na Ação Católica Operária, que era um movimento mundial. Participei ativamente. Mas quando fui processado pela segunda vez pela auditoria de guerra meu nome constava como participante do Partido Operário Comunista (POC).

Como vê os que passaram para a luta armada, principalmente os que realizaram ações como o assassinato do empresário Henning Albert Boilensen, presidente da Ultragaz, por exemplo? Havia diversas correntes na esquerda, entre elas a que defendia e praticava a luta armada. Tanto os que lutavam pela luta não armada como armada colaboraram para o fim da ditadura. Não tenho crítica nenhuma a fazer a quem lutou com arma na mão. Pelo contrário, uma pessoa que põe a vida em jogo por uma causa que não é pessoal, mas coletiva, por um ideal, só merece todo o meu respeito e admiração. Nas duas vezes em que foi preso, o que procura-

vam saber nos interrogatórios? A pergunta era onde estava o Gustavo, que era um rapaz do POC, que é o Nilmário Miranda, que foi até ministro [dos Direitos Humanos no governo Lula]. Ele era dirigente do POC. Na segunda vez que fui preso era interrogado a qualquer hora do dia ou da noite e à medida que as pessoas iam “caindo” iam aparecendo fatos novos e iam me buscar novamente para perguntar sobre outros militantes. No meu caso, o centro de todas as perguntas era o Gustavo, pois eu o conhecia. Conhece de nome algum dos interrogadores e torturadores? Não conheço ninguém de nome. A não ser da terceira vez que fui preso, quando estive frente a frente com o delegado [Sérgio Paranhos] Fleury, mas ele não me interrogou ou torturou. Só me disse: “se você aparecer aqui novamente a gente acaba com você”. Na terceira vez foram mais 10 dias no DOI-Codi. O que pensa de uma possível revisão da Lei da Anistia? Sou a favor, mas os efeitos práticos iam ser quase nulos, porque os torturadores estão com mais de 70 anos, com pé na cova. Ia ser mais simbólico.

“CONVERSAÇÃO E AVALIAÇÃO” A ideia tem o apoio do prefeito Jorge Lapas (PT) e do vice, Valmir Prascidelli (PT). “Estamos tentando ver como poderíamos colaborar com o processo de divulgação do que foi esse período obscuro da história brasileira. É importante que as pessoas conheçam o que

ocorreu nessa época para não deixarem ocorrer novamente”, diz Prascidelli. “Muitos militantes de esquerda foram presos e torturados em nosso território”. Segundo o vice-prefeito, a criação da Comissão municipal da Verdade “está em processo de conversação e avaliação”.

“Tenho pena dos torturadores” Leandro Conceição

Fernando Augusto

Fernando Augusto

são durariam de 180 a 200 dias. Dele, sairia um relatório “que se agregue às comissões estadual e nacional (cujos trabalhos vão até dezembro)”. Além disso, o objetivo é fazer um livro e uma revista com as informações obtidas pela comissão e até criar um memorial na cidade sobre os anos de chumbo.

Visão Oeste: Como vê as manifestações pró-ditadura, os comentários de extrema-direita na internet, aos 50 anos do Golpe? Existem as viúvas da ditadura, mas são muito poucas. São provocadores ideológicos, neonazistas, racistas, homofobicos... pessoas quase doentias. Existem alguns também que estão ali de alegre, nem sabem por que estão ali. Mas vejo que é um movimento muito pouco expressivo. A Marcha da Família, gastaram uma grana pesada para mobilizar, teve 500 pessoas. Como vê as tentativas da mídia de redimir o papel que os grandes jornais tiveram no apoio ao regime militar? Nem toda [a mídia tenta se redimir]. A Veja, por exemplo, congrega alguns pensadores de direita, que tentam estruturar uma ideologia, uma justificativa para o regime. Só que ela também está perdendo público, anunciantes. Ela poderia ter um destino mais digno, não é? Ser mais isenta no tratamento. Devo minha vida à Veja. À Veja? Como assim? Fomos presos em três, um deles morreu na tortuna, o Chael [Charles Schreier], era estudante de medicina. A prisão do Chael provocou uma grande matéria da Veja, com capa. Foi uma matéria que repercutiu no mundo inteiro e essa repercussão

Eduardo Metroviche

Leandro Conceição

O jornalista e professor universitário osasquense Antonio Roberto Espinosa foi um dos idealizadores da histórica greve da Cobrasma, em 1968, uma das primeiras mobilizações de enfrentamento à ditadura militar, e fez parte da luta armada contra o regime, como dirigente na VPR e na VAR-Palmares. Foi preso e torturado. Na entrevista, ele fala sobre os 50 anos do golpe, a luta contra a ditadura, os dias nos “porões”, e de sua relação com a então companheira de luta armalha Dilma Rousseff. Sobre os torturadores, diz: “tenho pena, porque são sub-humanos”. Leia resumo ao lado e íntegra da entrevista no site do Visão Oeste.

fez com que os torturadores tivessem mais cuidado comigo.

“Dilma está fazendo o correto, sendo prudente” Como foi sua atuação na luta contra a ditadura? No [apoio ao] Sindicato dos Metalúrgicos [de Osasco e Região], fizemos uma frente e ganhamos a eleição. Com 19 anos, o José Ibrahim chegou à presidência do sindicato. Começamos a fazer um trabalho grande, criando comissões em todas as fábricas, a partir do sindicato. Dava curso de formação. Também íamos aos bairros. Muitas das associações de amigos de bairro que existem até hoje nós fundamos naquela época, e tinham uma orientação de

esquerda, para lutar contra a ditadura. Fizemos a greve de 1968, com a tomada da Cobrasma. Fui para a clandestinidade. Na clandestinidade, fui recrutado pela VPR (Vanguarda Popular Revolucionária). Aí comecei a fazer também ações armadas, contra bancos etc. Seis meses depois de ter entrado na VPR, eu estava no comando nacional. ‘Seguramos’ prisões, fizemos algumas ações pegando dinheiro, enfim. Também decidimos fazer uma fusão com a Colina - Comandos de Libertação Nacional. A [presidente] Dilma [Rousseff] fazia parte do comando da Colina. Eu fiz parte do comando nacional da VAR-Palmares. Na VAR-Palmares, nós fizemos o cofre do [ex-governador] Adhemar de Barros, que era

o cofre da corrupção, que foi a maior ação armada [contra a ditadura], 2,5 milhões de dólares. Fiquei quatro anos preso sem julgamento. Foi muito torturado na cadeia? Nos primeiros meses, direto. Com todas as práticas que você pode imaginar. Choque, pau-de-arara, afogamento, porradas em todo o corpo, tentativas de humilhação da [namorada] Maria Auxiliadora, tentando fazer com que a gente simulasse relação sexual, choque no pênis, no ânus, na língua... Enfim, todo tipo de tortura. Durante 29 dias, todos os dias. Depois disso, foi ficando mais episódica, a cada dois dias, três. Como vê as ações do governo Dilma, uma ex-guerrilheira, no sentido

de reparação às atrocidades da ditadura? Com a Comissão da Verdade, ela chega até o limite na questão. A primeira questão é saber, depois você vê como a sociedade reage a isso. Se a sociedade quiser uma apuração mais profunda, compete a ela. Ela está fazendo o correto, sendo prudente. Como o senhor viu esta sinalização da presidente Dilma esta semana de que não é a favor da revisão da Lei da Anistia? Ela só podia dizer isso como presidente. Porque ela é chefe de governo. Ela até avança. Colocou Comissão da Verdade, só que a comissão não pode punir. Ela tem que se declarar contra a revisão da Lei da Anistia, ainda que, lá no íntimo, ela pudesse achar isso necessário.

O senhor chegou a conviver com a presidente Dilma na época da VAR-Palmares? Sim, era um contato próximo, diário. Moramos na mesma casa. Depois que saímos da prisão, continuávamos a nos ver todo mês. Ela vinha para São Paulo com o [ex-]marido [Carlos Araújo]. Eu fui para o Rio Grande do Sul, nos encontramos no Rio de Janeiro, íamos à praia. Coisa de amigos.

O senhor chegou a reencontrar algum de seus torturadores? Eu fui dono de um jornal, o Primeira Hora, em Osasco. Lá, fui muito procurado por um [torturador] que queria me pedir perdão, me dar a mão. E eu sempre me recusei. Disse que ele precisaria fazer isso e pedir desculpas, perdão público, às famílias e para a comunidade de ex-presos políticos. Teve um outro que me encontrou e disse: ‘você deve morrer de ódio da gente’. Eu disse: ‘não, eu tenho pena de vocês, porque vocês são sub-humanos’. Ele disse: ‘todo regime precisa de um torturador, se vocês tivessem ganho, eu teria emprego com vocês’. E eu: ‘se um regime que eu apoiar, um dia usar gente como você, eu estarei na oposição. As nossas morais não batem’.


10 TRABALHO

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Essas vagas foram divulgadas na última quarta-feira e estão disponíveis nos Portais do Trabalhador da Região Oeste Rua Fiorino Beltramo, 300 – Centro – Osasco/Avenida João de Andrade, 1778 – Jardim Santo Antonio - Osasco Vagas sujeitas a alterações por fluxo de atendimento. Além da carteira de trabalho, é necessário apresentar o CPF para atendimento. Ajudante de Carga e Descarga sal. R$800 - São Paulo

Auxiliar de LImpeza sal. R$956 - Osasco

Cozinheiro Geral sal. R$1000 - Osasco

Monitor de Video sal. R$1228 - Osasco

Promotor de Vendas sal. R$760 - Diversas Regiões

Ajudante de Carga e Descarga sal. R$913 - Cajamar

Auxiliar de Limpeza sal. R$819 - São Paulo

Desenhista Projetista de Ferramentas sal. R$2000 - São Paulo

Montador sal. R$1215 - Osasco

Promotor de Vendas sal. R$891 - Osasco

Motoboy sal. R$1000 - Osasco

Serralheiro sal. R$1215 - Osasco

sal. R$1200 - Osasco

Oficial de Manutenção Predial sal. R$904 - Diversas Regiões

Soldador sal. R$1215 - Osasco

Auxiliar de Escritório

Operador de Inspeção de Qualidade sal. R$763 - Osasco

Tecnico Analista de PCP sal. R$2500 - Barueri

Ajudante de Cozinha sal. R$865,65 - Osasco

Auxiliar de Manutenção Eletrica e Hidraulica sal. R$1493 - Osasco

Ajudante de Cozinha sal. R$865 - Osasco

Encarregado de Bar e Lanchonete sal. R$1400 - Osasco

Auxiliar de Marceneiro sal. R$1100 - Osasco

Ajudante de Cozinha sal. R$983 - Osasco

Forneiro de Fundição sal. R$1200 - São Paulo

Azulejista sal. R$1298 - Osasco

Atendente de Balcão sal. R$940 - Osasco

Chefe de Serviços de Limpeza sal. R$902 - Osasco

Atendente de Balcão sal. R$904 - Osasco

Conferente de Mercadoria sal. R$905 - São Paulo

Atendente de Lanchonete sal. R$758 - São Paulo Atendente de Lanchonete sal. R$904 - Osasco Auxiliar de Cozinha sal. R$810 - Osasco Auxiliar de Cozinha sal. R$840,24 - São Paulo Auxiliar de Limpeza sal. R$820 - São Paulo Auxiliar de Limpeza sal. R$933 São Paulo

Funileiro de Automóvel sal. R$2500 - Barueri

Operador de Telemarketing Receptivo sal. R$724 - São Paulo

Funileiro de Automóvel sal. R$2500 - São Paulo Garçom sal. R$840,24 - São Paulo

Operador de Telemarketing Ativo sal. R$778 - São Paulo

Vendedor sal. R$1012 - São Paulo Vendedor sal. R$1638 - Osasco Vendedor Interno sal. R$1012 - Osasco

Copeiro sal. R$865 - Osasco

Jardineiro sal. R$1141 - Osasco

Costureira sal. R$1016 - São Paulo

Manobrista sal. R$1087 - Osasco

Operador de Telemarketing Ativo e Receptivo sal. R$724 - Barueri

Costureira em Geral sal. R$1016 - Osasco

Marceneiro sal. R$1300 - Osasco

Pedreiro sal. R$1200 - São Paulo

Cozinheiro Geral sal. R$1080 - São Paulo

Mecânico de Auto em Geral sal. R$1500 - Barueri

Porteiro sal. R$982 - São Paulo

Cozinheiro Geral sal. R$1200 - Osasco

Monitor de Alunos sal. R$905 - Osasco

Porteiro sal. R$987 - Osasco

ajudante de Carga e Descarga sal. R$973,83 - Osasco

Cozinheiro Geral sal. R$1200 - Osasco

Monitor de Alunos sal. R$810 - Osasco

Programador de Usinagem sal. R$2000 - São Paulo

Atendente de Balcão sal. R$1100 - Osasco

Vendedor de Pora à Porta sal. R$900 - Osasco Vigilante sal. R$1145 - Osasco VAGAS DESTINADAS A PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS

Atendente de Pedágio sal. R$832 - Barueri Auxiliar de Contabilidade

sal. R$900 - Osasco Auxiliar de estoque sal. R$950 - Osasco Auxiliar de limpeza sal. R$1200 - Osasco Auxiliar de LImpeza sal. R$918 - São Paulo Controlador de tráfego sal. R$910 - Osasco Mecânico de manutenção sal. R$1090 - Osasco Motorista de Caminhão sal. R$1365 - Osasco Operador de Caixa sal. R$950 - Osasco

índices INFLAÇÃO Janeiro IPCA

Fevereiro

0,55%

0,69%

Ano

12 meses 1,24%

Salário base (R$)

Alíquota

Contribuição (R$)

724,00 724,00 a 4.390,24

5%* ou 11%** 20%

R$ 36,20 ou a partir R$ 79,64 de R$ 144,80 a R$ 878,00

0,63%

0,64%

1,27%

5,38%

IGP-M

0,48%

0,38%

0,86%

5,76%

IPC-Fipe

0,94%

0,52%

1,46%

3,98%

ICV-Dieese

1,95%

0,61%

2,57%

6,73%

POUPANÇA* – ÍNDICE MENSAL Março

Abril 0,5540%

No ano 0,5267%

2,2624%

CORREÇÃO DO FGTS Fevereiro

0,003595%

Março

0,003004%

CLASSIFICADOS TEXTURAS-GRAFIATTO-GESSO-SANCAS-PINTURAS CASA DA TEXTURA – Vendas e Mão de Obra 25 ANOS NO RAMO – 40 ANOS DE TRADIÇÃO DIVISÓRIAS EM DRY WALL, REFORMAS E MONTAGENS DE LOJAS – Textura 50kg A partir de R$59,90 Av. Gov. Mario Covas, 105-Centro-Carapicuiba-SP Tel: (11)4164-2419 / 99761-5465 / 96851-5496 c/ Silvio / Marli

Novidade: CLASSIFICADOS DO VISÃO! Venda seu produto ou serviço no jornal de maior circulação da região! Anúncios em texto simples com um investimento muito acessível. Módulos de R$120,00, R$60,00 e R$30,00.

Divulgação simultânea no site na semana de publicação. Aproveite!

AUTÔNOMO

5,68%

INPC

Cálculo sobre um salário mínimo (R$ 724,00). 2Cálculos sobre o teto do salário máximo de contribuição (R$ 4.390,24). Obs.: Prazos para pagamentos: empresas, pagamento vence em 02/12. Para pessoas físicas, o prazo acaba no dia 15/12. Após o vencimento, o segurado fica sujeito a multas de 4% a 100% mais juros Selic, sendo 1% no mês de vencimento e 1% no mês do pagamento. Desde 01/04/2003, os segurados podem pagar de acordo com a remuneração declarada, independentemente do período de inscrição. 1

INSS CONTRIBUIÇÃO

ASSALARIADOS

IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE (2014) Base de cálculo (R$)

Alíquota

A deduzir (R$)

Até 1.317,07 8,00% De 1.317,08 até 2.195,12 9,00% De 2.195,13 até 4.390,24 11,00%

Até 1.787,77

Isento

---

De 1.787,78 a 2.679,29

7,5%

134,08

De 2.679,30 a 3.572,43

15%

335,03

DOMÉSTICOS

De 3.572,44 a 4.463,81

22,5%

602,96

Acima de 4.463,81

27,5%

826,15

Salário (R$)

Empregado Empregador Total

Alíquota (INSS)

Alíquotas (%) 8 a 11 12 20% a 23%

Mínimo1 R$ 57,92 R$ 86,88 R$ 144,80

Máximo2 R$ 482,92 R$ 526,82 R$ 1.009,74

Deduções do IR: a) por dependente, R$ 179,71; b) por aposentadoria ou pensão paga por previdência pública ou privada para quem tem 65 anos ou mais, R$ 1.637,11; c) pensão alimentícia integral; d) contribuição previdenciária oficial.


4 a 10 de abril de 2014

Família de morto no Itaquerão vai pedir R$ 1 milhão A família do operário Fabio Hamilton Cruz vai pedir indenização de R$ 1 milhão pela sua morte, que ocorreu dia 29 no canteiro de obras do estádio que vai receber a abertura da Copa do Mundo. Também será pedida uma pensão vitalícia para a mãe de Fabio, Sueli Rosa Dias, de 45 anos.

trabalho

11

Divulgação/Portal da Copa

manifestação

São Paulo recebe 8ª Marcha da Classe Trabalhadora na quarta, 9 Agência Brasil

Na próxima quarta-feira, 9, as principais ruas de São Paulo serão palco da 8ª Marcha da Classe Trabalhadora. Sob o mote “Trabalhadores vão às ruas por direitos e qualidade de vida”, a manifestação é organizada pelas centrais sindicais. No dia, metalúrgicos, bancários, químicos, comerciários, e trabalhadores de diversas outras categorias, inclusive da região de Osasco, se concentrarão a partir das 10h na Praça da Sé. Em seguida, marcharão até a Avenida Paulista. A mobilização marca a retomada da luta da “Agenda da Classe Trabalhadora”, que reúne

Entre as pautas estão redução da jornada para 40h e fim do fator previdenciário

propostas como investimentos nas áreas da saúde, educação, segurança e mobilidade urbana. Além disso, reivindica: redução da jornada para 40 horas, sem redução

dos salários; não ao PL 4330, da terceirização; igualdade de oportunidade para homens e mulheres; continuidade da valorização do salário mínimo; reforma agrá-

ria; combate à demissão imotivada; valorização das aposentadorias. O fim do fator previdenciário também faz parte das reivindicações. O fator é uma fórmula

utilizada para calcular as aposentadorias. Ela leva em consideração a idade do contribuinte, o tempo de contribuição ao INSS e a expectativa de vida do brasileiro. A medida achata os benefícios em até 40%. “Nossas propostas apontam para um desenvolvimento econômico sustentável, com distribuição de renda, valorização das aposentadorias, inclusão social”, enfatizou em nota o presidente da Força Sindical, Miguel Torres. Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, “a unidade das centrais sindicais fortalece o poder de lutar pode melhores condições de trabalho,

de renda e de vida para os trabalhadores. Para isso, voltamos as ruas em defesa de nossa agenda comum: a pauta de reivindicações”. marchas anteriores

No ano passado, o ato aconteceu em Brasília e reuniu cerca de 50 mil pessoas. Além de trabalhadores de diversas categorias, estudantes e integrantes de movimentos sociais também participaram do ato. Segundo as centrais sindicais, as marchas anteriores arrancaram importantes conquistas, entre elas a política permanente de valorização do salário mínimo, em vigência até 2015.

conquistas

Segundo Dieese, 87% das negociações salariais em 2013 ficaram acima da inflação Um levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostrou que 87% dos reajustes salariais de 671 acordos analisados em 2013 ficaram acima da infla-

ção medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O balanço também apontou que 7% resultaram em reajustes equivalentes à varia-

ção do INPC do período. Os 6% restantes ficaram abaixo do índice. No ano anterior, 98,7% das negociações acompanhadas pelo Dieese registraram acordos acima ou iguais ao INPC. Os dados do Dieese

apontam ainda que, entre todas as categorias, o valor médio do aumento real dos salários sobre o INPC foi de 1,25% nas negociações de 2013. As categorias de trabalhadores avaliadas pelo Dieese estão nos setores de

indústria, comércio e serviços. O Comércio foi o setor que apresentou maior incidência de reajustes com ganhos reais em 2013, chegando a 98% do total de negociações analisadas. Na Indústria,

aumentos reais foram observados em 89% das 343 unidades. Já o setor de serviços foi o que apresentou a menor porcentagem, com 78% das negociações com conquistas acima da inflação do período.


12 GASTRONOMIA

TEMAKIS DE SALMÃO A R$ 6 NA REGIÃO A rede de temakerias Yoi! Rolls & Temaki lançou uma promoção com temakis de salmão simples ou completos a R$ 6 nas lojas. A rede tem unidades em cidades como Osasco e Cotia.

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Reprodução

EM MAIO

Osasco terá Roteiro Gastronômico Para organizar o Roteiro Gastronômico de Osasco, foi realizada no dia 31 uma reunião com proprietários de estabelecimentos gastronômicos da cidade. O encontro, organizado pela Secretaria de Indústria, Comércio e Abastecimento (SICA), apresentou o projeto, que será realizado no mês de maio, envolvendo restaurantes e bares, a proprietários de diversos estabelecimentos. O Roteiro tem o intuito de potencializar a gas-

tronomia no município, impulsionar o consumo, conquistar mais clientes, entre outras ações.

sibilidade de fornecer um desconto, de aproximadamente 20% nos dias em que será realizado um festival. “Achei muito interessante essa iniciativa. Quero ter certeza de como vai funcionar para saber se é viável. Num primeiro momento, vejo um retorno de marketing e, posteriormente, financeiro, algo de médio a longo prazo”, dis-

Divulgação

Carol Nogueira

Festival deve ter pratos com descontos Levantamento da SICA aponta que existem cerca de 80 estabelecimentos do setor gastronômico em Osasco. No encontro, a pasta queria ouvir a opinião e sugestões dos comerciantes para melhor organizar o Roteiro Gastronômico. Um dos pontos abordados foi a pos-

Evento deve reunir opções para diversos gostos

se Flávio Rodrigo Gomes, proprietário do La Manchega Restaurante. Para Sergio Sicuto,da forneria Canto da Mata, “é necessário mostrar que Osasco é um lugar organizado e que tem uma boa gastronomia. Tem que pensar grande e divulgar esse projeto”. Para efetivar a formulação do Roteiro e definir a data do evento, na segunda-feira, 7, haverá outra reunião, às 16h, no Centro de Economia Popular, na Rua Dimitri Sensaud de Lavoud, 70.

VARIEDADE “PASSEIO GOSTOSO” Além das atrações culinárias, a Feira contou com música ao vivo e brinquedos para a criançada. Os aposentados Julieta Chaves e Antonio Cândido da Silva aprovaram a Feira: “Viemos conhecer umas comidas diferentes. Está sendo um evento ótimo”, disse ela. O cozinheiro Gilmar Bezerra trouxe a família de Carapicuíba para conhecer novos pratos. “A gente conhece comidas diferentes a um preço baixo e é um passeio gostoso”.

CERVEJAS GOURMET

Delícias da Feira a preços acessíveis Leandro Conceição

No último fim de semana foi realizada a quarta edição da Feira Gastronômica de Osasco, no estacionamento da Prefeitura. O evento reuniu 26 barracas, com comidas típicas de estados como Minas Gerais e Bahia, e de diversas partes do mundo. Entre elas, árabe, peruana, italiana, polonesa e mexicana. Tudo a preços acessíveis, de R$ 5 a R$ 15. A Feira

Não eram só os pratos diferenciados que chamavam a atenção na Feira Gastronômica. As cervejas eram opção de acompanhamento. Mas nada das marcas mais vendidas. A atração eram as cervejas gourmet e artesanais, na Pay per Beer. “É um negócio que tem crescido bastante”, diz o proprietário, Geraldo Henrique, sócio do genro, que é sommelier s a s c e rv e ja de cerveja, no negó- Geraldo e e c ia is cio. O mercado de esp cervejas gourmet e artesanais tem crescido cerca de 15% ao ano no país, impulsionado pelo aumento da renda da população, avaliam especialistas. Fotos/Leandro Conceição

reúne, em média, de 10 a 15 mil pessoas por edição. A partir de maio, a ideia é tornar o evento mensal, segundo o organizador, o publicitário Marcos Mello. “A gente procura trazer novas alternativas de comida a preços acessíveis”.

Evento deve passar a ser mensal Entre as opções da última Feira, o lanche de kafta era atração na

barraca Empório Árabe, que vende cerca de 400 lanches por dia do evento. De brinde, a simpatia da proprietária, Amyra Pechliye. Para ela, a Feira Gastronômica, “é um jeito de permitir às pessoas experimentarem coisas novas”. “É uma ideia top, igual ao meu lanche”, completa Amyra. A rede Leitão de Gravata trouxe uma apetitosa galinhada. Para

acompanhar, uma deliciosa cachaça de fabricação própria. “É uma tendência agora os chefs darem oportunidade de todo mundo poder experimentar comida diferenciada, bons pratos”, disse o chef e dono, Adam Al Garcia. A Feira também teve zapienkanka, um lanche de rua polaco que reúne em uma baguete diversos recheios,

o u xe G ra va ta tr L e it ã o d e da a h n li a g a p e ti to sa

O la n ch e d e ka ft a "t o p " d e A m yr a

como cogumelos, pernil e legumes. Outra alternativa era o peruano ceviche, a base de peixe cru. Entre os doces, o Ninho de Nozes era o maior sucesso do Empório Árabe. Para refrescar, gelato italiano, entre outras opções.

O p o lo n ê s za p ie ka n e ra o u tr a o ka p çã o


4 A 10 DE ABRIL DE 2014

GASTRONOMIA13

EXPOSIÇÃO OVO PARADE NO SHOPPING ELDORADO Com curadoria da artista plástica Cris Campana e patrocínio da Cacau Show, o shopping Eldorado foi escolhido para receber as esculturas da Ovo Parade, exposição que contará com 50 ovos de Páscoa customizados por um time de artistas plásticos e personalidades. Divulgação

REGIONALIDADES

William Galvão

Entre as regionalidades gastronômicas concentradas na cidade de Osasco, os restaurantes que servem comida nordestina são destaque. Além desses estabelecimentos, as chamadas “casas do Norte” podem ser encontradas em todos os bairros da cidade. Nelas, o consumidor encontra refeições prontas e também pode comprar grãos e outros produtos típicos da culinária nordestina.

Restaurantes típicos nordestinos são destaque em Osasco Inaugurado em 2012, o Sabor do Nordeste, em Quitaúna, é uma espécie de fast food especializado em comida nordestina. Feijoada, peixes, moquecas, carne de sol e até cabrito assado são alguns dos principais pratos da casa. A alagoana Marta Diodato conta que “bate

Divulgação

Sabores nordestinos

Com diversas opções na região, casas do Norte reúnem pratos e outros produtos típicos

cartão” com a família e recomenda, além dos almoços, as porções típicas que são servidas no happy hour. “À noite têm porções ótimas; tem de sarapatel, maxixe, mocotó, torresmo à pururuca, jabá desfiada. Sempre que eu sinto falta da comida da minha terra, eu passo lá”, conta. O local comporta espaço de festas, que pode ser alugado. Os preços ficam entre R$ 20 e R$ 60. Localizado no Centro da cidade, o Reino da Baiana, tem um cardápio mais baiano, como o nome sugere, mas serve comida

nordestina no geral. O forte do menu são o acarajé e o vatapá. De acordo com o segurança Edson Luiz de Moraes, “é difícil achar acarajé por aqui, quem gosta tem que fazer em casa. Na Bahia tem barraca em todo lugar, aqui só tem barraca de cachorro quente”, questiona. O preço médio é de R$ 30. Um dos mais frequentados em Osasco, o Feijão de Corda, que também tem uma unidade em Carapicuíba, tem como carro chefe o baião à moda da casa. Segundo o gerente, Erenil-

do de Souza, “quem entrar no site e imprimir o cupom ganha 30% de desconto no prato”. O estabelecimento serve, além de pratos, bebidas e sobremesas típicas, grelhados, peixes, massas, porções e saladas. O preço médio é de R$ 30. Sabor do Nordeste Rua General Florêncio, 142 – Quitaúna 4625-2779 / 3779 Reino da Baiana Rua Ítalo Brasileira, 104 – Centro 36021263 / Feijão de Corda Av. dos Autonomistas, 925 – Vila Yara 3681-4788

Receitas e Temperos com Sandra Matarazzo CAMARÕES AO LEITE DE COCO COM TOQUE DE COENTRO

de coco, a leveza do leite liciosa sa que mistura de ro o bo çã sa na to bi ui m m tro. Uma co Uma receita en co qualr do iça e at nt ca ra mar rosados... Pa com o sabor arões lindos e m ca m co a ad apresent Delicie-se! quer paladar...

IINGREDIENTES: 300g de camarões grandes, descascados e limpos Suco de 1 limão 1 colher (sopa) de manteiga Sal e Pimenta do reino a gosto 1 pimenta dedo de moça

Começou a Campanha do Agasalho. É hora de arregaçar as mangas e doar roupas novas ou usadas, mas em bom estado, para quem realmente precisa. Juntos, vamos trazer mais calor e, principalmente, mais dignidade à vida de muitas pessoas.

ROUPA BOA, A GENTE DOA. Acesse

campanhadoagasalho.sp.gov.br

e encontre um posto de arrecadação perto de você.

Sandra Matarazzo contato@receitasetemperos.com.br

Coentro e a culinária nordestina No caderno de gastronomia dessa semana, um dos temas mais comentados é a influência da culinária nordestina no nosso dia a dia. Hoje no Brasil, a culinária dessa região tem recebido cada vez mais destaque quando o assunto é gastronomia brasileira. Afinal, estamos falando de uma culinária rica em sabores e cores, na grande maioria com tons picantes e marcantes, acentuados com ervas e diversos temperos. Voltando um pouquinho na história... A culinária nordestina teve em sua formação uma forte influência das cozinhas portuguesa, indígena e africana... Ao longo dos anos foi se moldando, com destaque para época do período colonial até chegar ao que conhecemos hoje. Parando para pensar na culinária nordestina podemos destacar alguns ingredientes presentes em quase todos os preparos, como: o coentro, o azeite de dendê, a carne seca, os peixes e os frutos do mar... ou ainda pensar nos pratos típicos:

moqueca, vatapá, buchada de bode, acarajé, sarapatel e sururu. Os nomes podem parecer estanhos para algumas pessoas, mas esses pratos fazem parte do dia-a-dia do nordestino. E falando em coentro, de todas as ervas utilizadas essa sem dúvida é a que eu mais gosto. É muito versátil e combina com diversos pratos: peixes, aves, frutos do mar e saladas. Encontramos o coentro em sementes e folhas. Ambos oferecem, além do sabor, benefícios à nossa saúde, como, por exemplo: ação antibiótica e a antibacteriana, combate a prisão de ventre, trata a insônia e a ansiedade, entre outros. Para quem já usa o coentro, inove e acrescente mais sabor nos pratos do seu dia-a-dia. E para quem não usa, não sabe o que está perdendo... Teste colocando aos poucos em suas preparações e você sentirá a diferença no resultado final. Um grande abraço e bom apetite!

Mais receitas em: www.receitasetemperos.com.br 3 dentes de alho triturados 1 cebola picada 1 colher (sopa) de salsinha picada 1 colher (sopa) de cebolinha verde picada 1 colher (sopa) de coentro picado 1/4 colher (chá) de cominho em pó 1 colher (chá) de páprica 1 vidro de leite de coco (200ml)

MODO DE PREPARO: 1- Tempere os camarões com limão, sal, pimenta e alho. Deixe marinando por aproximadamente 1 hora. 2- Em uma panela derreta a manteiga e refogue a cebola até que fique transparente, adicione a pimenta dedo de moça (picada e sem sementes). Acrescente os camarões

e doure rapidamente dos dois lados. 3- Adicione o leite de coco, a páprica, o cominho e tempere com sal e pimenta. Deixe o molho apurar alguns minutos. 4- Finalize acrescentando a cebolinha verde, a salsinha e o coentro. Sirva a seguir. Rendimento: 2 porções


14

PARABÉNS! O vice-prefeito de Osasco Valmir Prascidelli celebra idade nova, no próximo dia 9. Prascidelli, que já foi vereador, presidiu o PT osasquense e a Ceagesp, irá festejar a data ao lado de amigos e familiares na sexta-feira, 11, no Clube da Polícia Militar.

ALMANAQUE

Sociedade em visão Lar...

Divulgação

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

E na Novela... Divulgação

Paty Mura

... de Idosos

O lar de idosos Cora Coralina, na Vila Yolanda, em Osasco, realizou, na sexta-feira, 28, uma festa para comemoração de seus dois anos em funcionamento. O evento contou com apresentações artísticas e teve as presenças do prefeito Jorge Lapas e da secretária de Assistência e Promoção Social, Solange Cristina Silva, entre outras lideranças. O órgão, mantido pela Prefeitura, atende idosos em situação de vulnerabilidade social e possui capacidade para receber até 26 pessoas. Atualmente são 18 atendidos.

A festa contou com diversos funcionários, cuidadores, equipe técnica do Lar, moradores e familiares, que assistiram a apresentações da dupla sertaneja Cristal & Cristalina e dos violeiros Santiago (violão) e Batistelle (sanfona), integrantes da Casa dos Violeiros de Osasco. “Prezamos pela qualidade de convivência entre os idosos e pensamos, desde o início do projeto, no bem estar e conforto da Melhor Idade”, disse o prefeito. Fernando Gomes

Semana Santa

Em Pirapora do Bom Jesus, conhecida como a “cidade da fé viva”, a Semana Santa terá uma série de atividades religiosas. As celebrações começam dia 13, com uma Missa de Ramos presidida pelo Padre Silvio Andrei, com uma procissão com saída às 10h da Capela Santa Cruz. Dias 14 e 15 terão missas às 10h e 19h. Dia 16 acontecerá a “Procissão da Penitência”, com partida às 6h no Santuário do Bom Jesus, em direção, à Cruz do Século. Programação completa no site www.sbj6.com.br.

EM FAMÍLIA

Sábado, 5 Laerte ensina alguns macetes para Luiza aprender a tocar flauta. Laerte chega em casa e encontra um bilhete de Verônica contando que foi para Goiânia. Jairo vê televisão enquanto Juliana arruma a cozinha. Laerte chega para o jantar na casa de Shirley.

ALÉM DO HORIZONTE

Sexta, 5 Jorge fica nervoso ao ouvir Álvaro falar com Inês pelo telefone. Lili, Marlon e William combinam de dar continuidade ao plano depois que LC voltar para a Comunidade. LC invade a casa de Fátima e se surpreende ao saber que ela é filha de Ana Rosa.

Ben no simulado, pensando em voltar com o menino para os Estados Unidos. CHIQUITITAS

Sexta-feira, 4 Duda diz que acha que foi adotado. José Ricardo explica que não faz sentido isso. Thiago passa a acha que talvez seja filho de outro jogador famoso.

JÓIA RARA

(Últimos Capítulos)

REBELDE

MALHAÇÃO

Sexta-feira, 4 A banda de Giovana recebe mais um convite para evento. Zureta convoca uma reunião urgente com Junior e Leco. Sofia comemora o péssimo resultado de

Sexta-feira, 4 Hipócrita, Valéria diz que o ama e a Mia também e está disposta a fazer de tudo para que a relação entre elas melhore. Para irritar Roberta e Miguel, Diego e Mia dizem que são namorados e se beijam.

Cruzadinha

Divulgação

Premiação

PEIXES (20/02 a 20/03) Desilusões com pessoas muito chegadas em geral nos aborrecem. Entretanto, o pisciano deve levar em conta as diferenças de opiniões e contemporizar situações adversas. Quando possível, isole-se e fique em contato com a natureza. É muito bom.

Desfruta Melhor conceito escolar (?) Maluquinho, criação de Ziraldo O corpo do gigante, em relação à média

BANCO

101, em romanos Paciência (bras. gír.)

(?) a corda: desistir

Trabalhadoras; esforçadas

"Programa", em PNBL (Inform.)

Opus (abrev.)

Espécie de sapo da região amazônica Faz passar por peneira (o suco)

52

Solução

M

ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) Use sua intuição ao analisar um novo trabalho. Seu poder de discernimento é uma de suas características. Faça exatamente o que resultar desse estudo, ignorando pressões de grupos contrariados. Participe de reuniões ou baladas, serão legais.

Choradeira; lamúria (bras.)

Pedido do andarilho na estrada

I N

CÂNCER (21/06 a 21/07) Controle o estresse, dedicando um tempo à meditação, ao contato com a natureza e aos exercícios leves. A descontração ajuda a soltar sua criatividade e o sucesso se faz presente. Fuja do convívio de pessoas pessimistas e não se deixe abater.

Reação da plateia de touradas

A V

AQUÁRIO (21/01 a 19/02) Procure manter a calma nos embates familiares. Geralmente você tem razão e desse modo consegue o que quer. Pesquise novas técnicas e desenvolva seu trabalho com mais precisão. Participe ativamente de eventos que ajudem os mais necessitados.

"Marinheiro (?)", canção popular

F

LIBRA (23/09 a 22/10) A vida familiar vai estar em pauta no próximo período. Dedique um tempo maior principalmente às crianças que sentem sua falta. As tarefas contratadas, depois de analisadas tendem a deslanchar sozinhas e o libriano vai ter tempo para divagar.

Participação em uma causa política

E

GÊMEOS (21/05 a 20/06) Ótima oportunidade para interagir com pessoas de interesses semelhantes. Na seara comercial, solicitação de um trabalho desafiador bem ao estilo apreciado pelo geminiano. Aproveitando esse momento especial, dedique mais atenção a sua saúde.

Barco comum em Ilha Grande (RJ)

Letra que não antecede "e" ou "i"

R P A D E I R P Z A D O T I L V O D U E O I R P Ç M A R Ã E N T O L E V H C I O S A S A R U C O A O NA L

CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/01) Dono de um sexto sentido extraordinário, o capricorniano está muito adiantado para o seu tempo. Aplicando esse diferencial no trabalho que executa, os resultados são em geral muito apreciados pela chefia. Procure um pouco mais de distração.

Parte frágil do celular touchscreen

Roquette Pinto, radialista carioca O Major Nelson, para Jeannie (TV)

I

VIRGEM (23/08 a 22/09) Aproveite o entusiasmo da equipe e delegue tarefas. Quando estimuladas, as pessoas em geral nos surpreendem. Procure se controlar e verá o trabalho deslanchar como planejado. Atenção especial ao núcleo familiar vai fazer bem ao virginiano.

Olá! Bloqueio de um sistema

Cervo de regiões frias Causar

C

TOURO (21/04 a 20/05) O período é propício a contatos com novos clientes e assim poder turbinar ações de interesse comum. Perseverante em projetos polêmicos, o taurino em geral sai vitorioso. Mantenha o foco no que for decidido e ignore palpites adversos. Força.

Culto afro praticado no Haiti

Pedido de atenção

I U I D R E I R I E A M A A L C R A T A J A M O O D P E R I N O G E P O R

SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) De fácil comunicação, você tem o poder de tocar a mente dos circunstantes. Seu jeito descontraído e animado favorece o entrosamento em festas e reuniões de que participa. Seus trabalhos são executados com eficiência e os prazos respeitados.

~

O cartão da expulsão (fut.)

O

LEÃO (22/07 a 22/08) Faça uma lista do que precisa ser resolvido já. Os assuntos que não são urgentes não devem estressar o felino. Procure contemporizar desavenças com subalternos, paciência é uma virtude para ser praticada. Uma viagem seria o ideal. Coragem.

(?) Médico: polêmica lei aprovada em 2013

O leão, em relação aos outros animais

Ilha de (?): maior arquipélago flúviomarítimo do planeta, localizado no Pará

Órgão executivo para o meio ambiente (sigla)

Extraviado Efeito do excesso de cartazes e outdoors na paisagem urbana

E N E R T O B A O S O C G A S U I O E N A P R

ÁRIES (21/03 a 20/04) Você vai ter que planejar uma nova ação no universo comercial. Ciente de sua responsabilidade, o ariano não se nega em conclamar chefia e equipe para a empreitada. Participe mais ativamente de reuniões e eventos com pessoas amigas. Sucesso.

Produtos típicos da tecnologia japonesa

Parte mais profunda do dente (Anat.)

G R A C I L I A N O R A M O S

Horóscopo

Torturado, como Jesus na cruz (Rel.)

© Revistas COQUETEL

Romancis- "Errado", Domínio Resultado conceitual na internacio- do brainstorming ta alagoanal de no de "Vi- correção A fábula, por seu sites das Secas" da prova conteúdo (Lit.)

E

A Ikesaki Cosméticos inaugurou esta semana sua hiperloja em Osasco, na rua Antonio Agu. O empreendimento, que tem 2.000m2, conta com mais de 20 mil itens, entre produtos, equipamentos e acessórios.

Característica intelectual da criança

D

Inauguração

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

3/net. 4/frui. 5/dengo — ideia. 6/irreal. 8/operosas.

A Secretaria de Educação de Barueri realizou a premiação dos alunos de 6º a 9º anos, finalistas do “2º Concurso de Poesia em Comemoração ao Aniversário da Cidade” em evento na noite de 27 de março. Fabrício José dos Santos (7º ano na EMEF Padre Luiz de Oliveira Andrade) ficou com o primeiro lugar e ganhou um videogame Xbox 360 com Kinect.


4 A 10 DE ABRIL DE 2014

MINISTÉRIO DO SAMBA TOCA CLÁSSICOS NO SESC O grupo osasquense Ministério do Samba faz apresentação gratuita no deck da cafeteria do Sesc Osasco na quinta-feira, 10, às 19h. No repertório, pérolas de Noel Rosa, Riachão, Chico Buarque, Geraldo Filme, Paulo Vanzolini e Paulinho da Viola, entre outros.

PARAPENTE

Divulgação

Novo Noé tem Darren Aronofsky na direção e roteiro Divulgação

Festival de Voo Livre em Pirapora

Cinema

CULTURA 15

Divulgação

Cinemark Osasco Sala 1 (3D): 12h10, 15h10, 18h10, 21h10, 0h20 (DUB) Sala 5 (3D): 13h10, 19h10, 22h10 (DUB), 16h10 (LEG) Sala 8: 11h20, 14h30, 17h40, 20h40 (DUB) Cinépolis Pq. Shopping Barueri Sala 1 (3D): 13h, 16h, 19h (DUB), 22h (LEG) Sala3: 19h30, 22h30 (LEG) Sala 9: 12h15, 15h, 18h, 21h (DUB)

Desperta a curiosidade dos fãs da sétima arte na nova adaptação da passagem bíblica que estreou na quinta-feira, 3, a direção, assinada por Darren Aronofsky (Cisne Negro, Réquiem Para Um Sonho), que divide o roteiro com Ari Handel (Fonte da Vida). A trama todos conhecem: em mundo dominado pelo pecado humano, um mortal

Evento acontece no fim de semana, com provas acompanhadas por uma equipe técnica

voo e acompanhar o trajeto e pouso, por meio de GPS e instrumentos de navegação de pilotos. Vence o participante que conseguir executar exatamente ou mais se aproximar do que foi determinado. A premiação será com troféus e medalhas para os cinco primeiros colocados de cada categoria. Só podem participar pilotos de voo livre na modalidade parapente que estejam regularizados com os clubes e Confederação Paulista de Voo Livre e Associação Brasileira de Voo Livre. O Festival está sendo organizado pela Associação Pirapora de Parapente e Proteção

Ambiental (APIPPA), com apoio da prefeitura do município e da empresa 4WIN Tecnologia de Informação. A primeira edição foi realizada em 2013. Os interessados em praticar voo livre devem procurar escolas credenciadas. Em Pirapora, existem duas escolas: Vento Oeste (www. ventooeste.com.br ) e Invasores das Nuvens (www.invasoresdasnuvens.com.br ).

Serviço 2° Festival de Voo Livre Data: 5 e 6 de abril Local: Morro do Capuava - Estradas dos Romeiros, km 52,5 Horário: 5/4 às 12h e 6/4 às 10h

Escolha o melhor para sua empresa

Elos Contabilidade | 20 anos

Neste sábado, 5, e domingo, acontece o 2° Festival de Voo Livre, em Pirapora do Bom Jesus. O evento será gratuito e realizado na rampa do Morro do Capucava, local muito procurado para este tipo de atividade. Na programação, competições de voo livre, shows de bandas locais e Djs, além de barracas com churrasco e bebidas. Para participar, os pilotos devem efetuar o pagamento de R$ 50,00 mais 5kg de alimento não perecível, que serão doados para uma entidade do município. As provas serão acompanhadas por uma equipe técnica, que vai determinar o tempo de

Serviços completos de assessoria SPED Contábil/Fiscal? Contábil, Fiscal e Trabalhista com E-Social? Fique tranquilo, 20 anos de Tradição. este é nosso trabalho!

Av. Crisântemo, 193 Jd. das Flores Osasco - SP

11

3681-9594

eloscont@eloscont.com.br | www.eloscont.com.br

NOÉ Ação / 14 anos Kinoplex Osasco Sala 6 (3D): 14h10, 17h10 (DUB), 20h10 (LEG)

recebe a missão divina de salvar toda a criação animal de Deus, que para ‘limpar’ o mundo deve exterminar a humanidade através de um dilúvio. Daí em diante, Noé tem a missão de construir sua arca e colocar um casal de cada espécie. Na história, um grupo de opositores a Noé, porém, tenta se apossar da arca em nome da defesa da raça humana. Sala 6, Dom/Qua: 14h10, 17h10 (DUB)

Sala 7: 14h50, 17h50, 20h50 (DUB)

Osasco Plaza Shopping Sala 1 (3D): 20h40 (DUB) Sala 3: 15h20, 18h, 20h40 (DUB)

Informações: Cinemark Osasco - (Shopping União) tel.: 3184-5120 Cinemark Tamboré - (Shopping Tamboré) tel.: 4193-1826 Cinesercla - (Osasco Plaza) tel.: 3682-3621.

RIO 2 Animação / livre Kinoplex Osasco Sala 1: 14h40, 16h50, 19h10, 21h30 (DUB) Sala 1, Sab: 12h, 14h40, 16h50, 19h10, 21h30 (DUB) Sala 4: 13h50, 16h (DUB) Sala 4, Seg/Ter/Qua: 16h (DUB) Sala 5 (3D)> 14h, 16h30, 18h50, 21h10 (DUB) Osasco Plaza Shoping Sala 1 (3D): 14h30, 16h30, 18h30 Sala 2: 14h40, 16h40, 18h40, 20h40

Cinemark Osasco Sala 2: 13h, 15h30 (DUB) Sala 9 (3D): 11h45, 14h10, 6h20, 19h30

Sala 4 (3D): 12h30, 15h, 17h30, 20h Sala 10 (3D): 13h40, 16h40, 19h

Cinepolis - (Parque Shopping Barueri) tel.: 4688-6800 Kinoplex Osasco - (Super Shopping) tel.: 3131-2004. CineAraujo - (Shopping Taboão) tel.: 4787-7644. Cinemark Cotia - (Shopping Granja Vianna) tel.: 4153 0546

Agenda Cultural Happy hour Em abril, o Parque Shopping Barueri traz aos clientes happy hour com apresentações de MPB na praça de alimentação às terças e quintas, das 19h às 21h. As terças, Vlad Moura interpretará canções q u e ficaram famosas nas vozes de Ana

Carolina, Commodores, Djavan, Ivan Lins e Lulu Santos. As quintas, artistas variados tocam clássicos da MPB. Mais informações: 46886800.

sel Voador da Galinha Pintadinha, interagir e tirar fotos com as personagens no sábado e no domingo, às 14h, 15h 16h e 17h. Mais informações: 4613-9000.

Galinha Pintadinha Sucesso entre a garotada, a turma da Galinha Pintadinha encerra sua temporada de um mês de apresentações no Shopping Granja Vianna neste domingo, 6. O público pode conferir a Vila Da Galinha Pintadinha, com o brinquedo inédito Carros-

Circo Amarillo O espetáculo Clake , do Circo Amarillo, será encenado ao ar livre e gratuitamente neste domingo, 6, a partir das 17h, na Praça da Bandeira, Centro Histórico de Santana de Parnaíba. A apresentação faz parte do Circuito Cultural Paulista.


16 ESPORTES

MOLICO/OSASCO AGUARDA VENCEDOR DE SESI X BANANA BOAT Já garantido nas semifinais da Superliga Feminina de Vôlei 2013/14 após passar pelo Brasília, o Molico/Osasco terá pela frente o vencedor do duelo entre Sesi-SP e Banana Boat. A série melhor de três está empatada em 1 a 1. O confronto decisivo é nesta sexta, 4, às 21h30, em São Paulo.

4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Divulgação

NO PACAEMBU

Santos e Ituano começam a decidir Paulistão neste domingo O caminho das pedras

Ricardo Saibun

A primeira partida da final do Campeonato Paulista, entre Santos e Ituano, acontece neste domingo, às 16h, no Pacaembu - que também será palco do jogo de volta. É a sexta final de estadual seguida do Peixe. O Alvinegro foi campeão em 2010, 2011 e 2012 e vice em 2009 e 2013.

É a sexta final de Paulistão seguida do Peixe O surpreendente time de Itu, que disputará a Série D do Brasileirão, já venceu o estadual em 2002, quando os clubes grandes não disputaram a competição. Depois, perdeu o único “Supercampeonato” paulista para o São Paulo. O técnico santista, Oswaldo de Oliveira, fala em conter a euforia da nova geração dos

Santistas comemoram gol na vitória suada por 3 a 2 sobre o Penapolense nas quartas de final do estadual

Meninos da Vila, com Geuvânio e cia., para não atrapalhar a busca pelo título: “O elenco do Santos é um elenco em formação, tem muitos jogadores jovens. A gente precisa trabalhar muito para que eles cresçam e estejam estáveis para entrar e decidir. Vou diminuir muito

o assédio nesses meninos, a responsabilidade é minha”, disse. Do lado do Ituano, o técnico Doriva aposta na união do elenco para fazer a diferença na decisão. “Dentro do campo o mérito é todo deles porque eles tem se doado de uma maneira tremenda. E têm feito

a diferença. Este comprometimento na parte tática tem ajudado muito. Temos uma defesa sólida, mas desde o primeiro homem lá na frente o atacante inicia a marcação”, destacou. Além do peso da camisa, o retrospecto recente do confronto confirma o grande favoritismo

santista. Nos últimos dez anos, Santos e Ituano se enfrentaram 11 vezes pelo Paulistão, com nove vitórias do Alvinegro, uma do time de Itu e um empate.

O Santos chegou à sua sexta decisão seguida após passar, no sufoco, pelo Penapolense, por 3 a 2, com o gol da vitória nos últimos minutos, no último domingo, 30, na Vila Belmiro. Nas quartas, o Alvinegro massacrou a Ponte Preta por 4 a 0, também na Vila. Na primeira fase, o Peixe terminou na liderança geral, com 36 pontos. Até aqui o Santos soma 13 vitórias, três empates e apenas uma derrota. São 46 gols pró e 18 contra. O Ituano surpreendeu o Palmeiras com uma vitória por 1 a 0 no Pacaembu, na semi, domingo. Nas quartas, o clube passou pelo Botafogo-RP nos pênaltis. Na fase inicial, o clube fez 28 pontos e foi vice-líder do grupo B, o mesmo do Corinthians, que não passou da primeira fase.

Santos x Ituano Ida: domingo, 6, 16h - Pacaembu Volta: domingo, 13, 16h - Pacaembu

SÉRIE A2

Na reta final, GEO e Barueri lutam para não cair à A3 Na luta para fugir da zona de rebaixamento à terceira divisão do Campeonato Paulista, o Grêmio Esportivo Osasco (GEO) recebe o Red Bull Brasil neste domingo, 6, às 15h, no estádio do Rochdale, na penúltima rodada da Série A2. O clube ocupa a 18ª posição, com 17 pontos, um a menos que o Rio Branco, 16º e primeiro fora da zona da degola. Para dificultar ainda mais a vida do GEO, o Red Bull, adversário deste sábado, é vice-líder da competição, com 34 pontos, e briga pelo título.

O GEO chega para o confronto animado pela vitória por 2 a 1 no confronto regional contra o Grêmio Barueri, dia 30, também no Rochdale. O Barueri está logo atrás do GEO na A2. Com apenas 14 pontos, ocupa o penúltimo lugar na tabela. O time faz um duelo dos desesperados contra o lanterna, São José (oito pontos), neste sábado, 5, às 18h30, na Arena Barueri. Na ponta de cima da tabela, Capivariano (37 pontos) e Red Bull (34) brigam pelo título do campeonato, disputado em sistema de pontos corridos.

Próximos jogos Grêmio Barueri x São José - sábado, 5 - 18h30 (Arena) x Red Bull - dia 12 - 10h (fora) GEO x Red Bull - domingo, 6 - 15h (Rochdale) x Monte Azul - dia 12 - 10h (fora)

A2 - luta contra o rebaixamento 14º - Barbarense - 19 pontos 15º- São Caetano - 18 16º - Rio Branco - 18 17º - Itapirense - 17 18º - GEO - 17 19º - Grêmio Barueri - 14 20º - São José - 8 zona de rebaixamento à Série A3 do Paulistão


Jornal534