Page 45

De acordo com as lideranças, essa mudança de comportamento será resão, alimentação e compras em 85 mil metros de área construída. Desse total, 28,3 mil serão para os empresários, que terão 5 lojas âncoras (grandes redes varejistas), 4 semiâncoras, 170 lojas satélites, 15 megalojas, praça de alimentação com 1,2 mil lugares, 6 salas de cinema (3 em 3D) e estacionamento para 1.665 veículos. “Criciúma está crescendo e oportunidades para empresários são necessárias”, disse o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, Zalmir Casagrande. O presidente da Acic, Olvacir Bez Fontana, esteve no evento para ressaltar o apoio da entidade empresarial a novos investimentos. O conceito arquitetônico do shopping é voltado à integração das nações que colonizaram o município, especialmente espanhóis, poloneses, árabes, italianos, portugueses, africanos e alemães. O objetivo é deixá-lo parecido com as ruas, mas com o conforto de um shopping moderno e dinâmico. O arquiteto Manoel Dória, da Dória Lopes Fiuza Arquitetos Associados, responsável pela obra, destaca que a obra será ampla, mas que garante proximidade. Ainda segundo ele, o Shopping das nações é sustentável em vários aspectos, incluindo o econômico e o ambiental. Serão aproveitados o vento, a luminosidade do dia e as águas das chuvas.

Parceiros -

oito milhões de metros quadrados e 51 shopping centers projetados em todo o país e também no exterior. marketing que serviram de base para o Shopping Center das Nações. dora capaz de garantir agilidade nos processos e estimular o empresário local.

45

Acic_edicao 34.indd 45

8/6/2012 10:21:25

Revista ACIC 34  

Revista ACIC Criciúma 34

Advertisement