Page 1

DIÁRIO capital

B.3

Porto Velho-RO . 12 e 13 de novembro de 2011

Comportamento. Sites e páginas de relacionamentos podem ser um risco quando mal utilizadas

Qual é o limite para as redes? roni carvalho

VINÍCIUS TEIXEIRA @vinitx

O celulares são os maiores facilitadores

Pais devem ser os fiscalizadores Conforme o juiz Dalmo de Castro, a maioria dos casos de crimes pela internet acontecem sob os olhos atentos dos pais, nas residências. “A própria sociedade é um agente fiscalizador. Quando suspeitar de algum caso deve ligar no disque 100”, alerta. Para a psicopedagoga, Cristiane Lima, a ideia dos jovens é testar limites e é obrigação dos pais saber o que eles assistem, lêem e ouvem. Segundo o superintendente da Polícia Federal em Rondônia (PF/RO), Fernando Schwengber Casarin, a PF não divulga quais-

quer dados ou estatísticas por uma questão de sigilo. Conforme Casarin, no caso de suspeita dos pais sobre a exposição de crianças e adolescentes na internet, pode ser feita uma denúncia no Disque 100, reafirmando a dica de Castro, bem como dirigir-se diretamente a uma unidade da Polícia Federal para relatar o ocorrido. “Ao receber a notícia sobre o fato, conforme os elementos trazidos, a Polícia Federal pode instaurar, de pronto, um inquérito policial ou realizar uma verificação preliminar”, explica o processo de ação da PF.

O acesso fácil à internet e às redes sociais tem levado jovens a complicadas situações

Exposição em excesso pode causar problemas A exposição pode causar problemas, é o caso de Maria e Joana (nomes fictícios). “Eu coloquei a foto da minha tatuagem localizada no glúteo, quando começaram os comentários eu apaguei”, diz. Joana postou uma foto de short e sutiã, ficou com medo da repercussão e também apagou. Segundo o juiz da 2ª vara do Juizado da Infância e Juventude de Porto Velho, Dalmo de Castro, a exposição de crianças e adolescente é considerada exploração sexual. “Quando isso parte de um adulto é crime e quando é de adolescente é um ato infracional”, explica. Para o juiz a situação é mais normal quando um adolescente se expõe para um adulto, esse por sua vez começa a transmitir as imagens que recebeu. “A criança ou o adolescente pensa que isso não vai acontecer, mas acontece”, diz. Castro diz que a maneira mais comum de conseguir as imagens desses jovens é por meio do MSN, um bate-papo

onde as pessoas adicionam vasão de privacidade quando umas as outras. os adolescentes estão sobre a Muitos jovens, no início do guarda dos pais”, afirma. Casnamoro acabam se deixando tro sugere que os pais usem levar pelos momentos e dei- programas para restringir acesxam ser filmados, é o que ex- so, além de conferir o histórico plica Castro. “O vídeo começa de conversas e sites visitados a ser transmitido pelos filhos. por e-mail ou Os nove adolespelo próprio centes que o Diário Bluetooth. Então entrevistou concorQuando isso dam com a posição os outros alunos começam a pegar parte de do juiz. “Minha tia no pé”, diz. Conum adulto e minha mãe me forme o juiz Casfiscalizam e podeé crime e riam fiscalizar bem tro, “infelizmente os casos são quando é de mais”, afirma Talicomuns e não há adolescente ta. Os pais de Ludados estatísticos cas criaram redes é um ato sociais e ficam mais específicos, todos infracional perto do filho. são enquadrados como exploração Para Castro esse sexual”. contato está desaDalmo de Castro, juiz Os criminosos parecendo. “O elo acabam criando de confiança entre uma relação de confiança com pais e filhos está bem abalado o adolescente. “Eles dizem: nos dias de hoje”, diz. A rela“Você é capaz de saber o que ção de Íris Mendes com o filho você faz”, e os jovens caem”, Vinícius está bem. “Eu verifico conta. Para Castro os pais têm os sites que ele visita e o que o dever de monitorar os filhos ele está fazendo, tudo com auno computador. “Não existe in- torização dele”, diz.

Inauguração. divulgação

a comentar”, diz Karine Costa. Eles compartilham as mesmas ideias, as mesmas dúvidas e enTwitter, Facebook, Orkut contram na internet um meio fazem parte da vida de muitas de dividir as suas experiências crianças e adolescentes, que com pessoas, que podem usar não dispensam a interação via aquela informação para comeinternet. No entanto, é por meio ter crimes. Mas como lidar com destas redes sociais que meni- esse princípio de exposição? Exnas e meninos estão expondo o por os pensamentos é o que eles que deveria ficar na intimidade. mais fazem. “Eu coloco o que Fotos sensuais, vídeos pessoais estou sentindo e como está o e até mesmo diálogos privados meu dia”, afirma Talita Araújo. caem na rede e por lá ganham Para Vinícius Mendes “todo uma dimensão que não era es- lugar da internet é exposto deperada. Na quintamais”. “Você diz feira passada, uma onde está, com garota de 16 anos quem está e o que foi assassinada em está fazendo, isso São Paulo após um Várias é se expor”. Mas encontro com um e pensar sobre o pessoas aqui que postar, todos homem que ela hada escola pensam? Os adovia conhecido na internet. Caso setêm fotos lescentes dizem melhante ocorreu que sim, mas qual sensuais no será a intenção de ano passado em celular. E se quem está do ouPorto Velho com uma menina de 15 alguém pega tro lado da tela? anos. “Muitos conou rouba? O Diário oufiam todos os seVai parar na gredos para os viu um grupo de estudantes ligados internet que estão do outro as novas mídias. lado, eu não sou Eles têm entre 15 assim”, afirma TaVinícius Mendes lita Araújo. Contar e 16 anos e são esEstudante as coisas para uma tudantes do 1° ano do ensino médio pessoa ou postar de uma escola putudo em uma rede blica da Capital, todos, sem ex- social é mais comum do que ceção, possuem celulares com imagens em situações desconinternet. Entre as redes sociais fortantes. Questionados se mais usadas estão o facebook e eles já tinham visto esse tipo twitter, além do MSN. de imagens ou vídeos, logo as Lucas Rodrigues é um des- “histórias” começaram a rolar. ses adolescentes, para ele as “Eu vi um vídeo de três meredes sociais são consideradas ninas e quatro meninos [em o “muro das lamentações”. “É ato sexual] em uma escola na a maneira que o adolescente zona Sul”, conta Hellen Fertem de desabafar”, diz. Lá eles nanda. “Várias pessoas aqui reclamam de atitudes dos pais, da escola têm fotos sensuais dos amigos e da família. “Eu no celular. E se alguém pega postei “Que saco os meus pais”, ou rouba? Vai parar na interum monte de gente começou net”, diz Vinícius.

CLIMA.

Céu nublado e abafado no Estado A concentração de umidade no sul da Amazônia e o avanço de frente fria pelo sudeste do Brasil deixarão o céu de Rondônia repleto de nuvens nesse fim de semana e também no feriado prolongado da Proclamação da República. A previsão dos meteorologistas do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) para sábado e domingo é de predomínio de céu nublado, com sol aparecendo sempre no meio de muitas nuvens e tempo abafado em boa parte de Rondônia. Tanto no sábado quanto no domingo ocorrem pancadas de

chuva com trovoadas, principalmente entre a tarde e a noite, e há possibilidade de temporais com ventos fortes. A exceção para o tempo fechado será o sul do Estado, onde o sol e o calor aparecerão fortes e o céu irá variar de parcialmente nublado a nublado neste fim de semana. Mas também no Cone Sul ocorrem pancadas isoladas de chuva e trovoadas entre a tarde e a noite. Segunda-feira e feriadoA semana começará com a instabilidade aumentando ainda mais em Rondônia, com previsão de céu nublado em todo o estado no decorrer da segunda-feira.

Centro do Menor ganha nova atividade

Aulas de Tênis de Mesa no Centro do Menor A secretaria municipal de Esportes e Lazer (Semes) inaugurou nesta sexta-feira pela manhã a escolinha de Tênis de Mesa, que a partir de agora vai funcionar no Centro Salesiano do Menor, no bairro Areal. O atleta Ian Digo Marques, da seleção rondoniense de Tênis de Mesa, e o garoto Michel Farias, de 15 anos, tetracampeão estadual dos Jogos Escolares de Rondônia prestigiaram a inauguração. O secretário Klebson La-

vor lembrou que a abertura de escolhinhas ligadas a várias modalidades esportivas faz parte do plano de expansão da Semes, que pretende descentralizar as atividades levando oportunidades de se praticar um esporte às comunidades mais afastadas da área central da cidade. Além das 13 escolinhas de futebol e vôlei que já funcionam em Porto Velho, a intenção é abrir novas frentes em 2012, com o Xadrez e Capoeira. “Queremos tam-

bém implantar a partir do ano que vem o circuito municipal de Vôlei”, lembrou. (AI)

diabetes.

Semana mundial de controle A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) preparou uma série de atividades para marcar a Semana Mundial do Controle da Diabetes, a partir da próxima quarta-feira. Todas as Unidades Básicas de Saúde de Porto Velho, que são 19 na área urbana e outras 15 na zona rural, estão recebendo materiais de divulgação para auxiliar na campanha de prevenção à doença. Durante a campanha, todos os servidores das unidades de saúde também vão trabalhar uniformizados com camisetas alusivas à atividade. De acordo com a coordenadora da Saúde da Mulher da Semusa, Naira Melo, além de folders e panfletos, também estão sendo distribuídos tecidos na cor azul claro, símbolo mundial da campanha, que iniciou nos Estados Unidos. “Cada unidade está sendo orientada a decorar seu espaço com círculos azuis, que remetem os pacientes a lembrarem dos perigos e também da prevenção”, explicou. Segundo ela, o objetivo é chamar a atenção da população sobre esses agravos, prevenção e suas complicações, tendo como tema este ano “Diabetes, controlar é o nosso alvo”. Nas unidades, qualquer pessoa pode fazer o teste de glicemia capilar, que ajuda a identificar alterações na quantidade de glicemia no organismo. Além disso, cada uma também possui sua equipe da Estratégia de Saúde da Família, onde enfermeiros estão habilitados a atuar no controle, identificação e acompanhamento de novos pacientes. (AI)

Queremos implantar a partir do ano que vem o circuito municipal de Vôlei Klebson Lavor

Teste de glicemia


internet  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you