Page 1

E xperientes

Jornal da Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo

GOVERNO DAS MALDADES!

Filiado a

ED.029 - AGOSTO 2016

NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

Um governo que só apresenta propostas que prejudicam milhares de aposentados, pensionistas, idosos e trabalhadores. Querem acabar de vez com a nossa Previdência Social. NÃO VAMOS PERMITIR ISSO! A FAPESP está na luta contra a redução de direitos, contra a reforma previdenciária!

Ainda nesta edição: Folha de S. Paulo presta um desserviço aos aposentados! (página 4)

Não a Medida Provisória 739/16! (página 4) www.federacaofapesp.com.br

facebook.com/federacaofapesp

@federacaofapesp


02 EXPERIENTES

ESPAÇO DO PRESIDENTE APOSENTADOS,VAMOS A LUTA A HORA É AGORA!

Meus amigos, aos poucos o governo começa a mostrar o absurdo que será imposto pela reforma previdenciária. Mais do que nunca precisamos mobilizar o maior número de aposentados e idosos para lutar com todas as forças contra a reforma da previdência e pedir o retorno do Ministério da Previdência. Nós, principalmente Aposentados, Pensionistas e Idosos seremos os responsáveis pela extinção da Previdência Social se nada fizermos, se não lutarmos. Por isso, a hora é de união e ação! O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha em entrevista ao jornal O Globo comentou mais detalhes sobre a reforma da previdência. As novas regras exigirão mais tempo de trabalho para se obter a aposentadoria, valerão para quem tiver até 50 anos de idade. Terão direito a uma regra de transição aqueles que tiverem 50 anos ou mais quando a reforma for promulgada. Nesse caso, haverá um pedágio entre 40% e 50%, ou seja, terão de trabalhar por um período adicional para requerer o benefício. As linhas gerais da reforma da Previdência foram fechadas sem discussão com aqueles que mais entendem de Previdência que são os aposentados, representados pela FAPESP e pela ANFIP.

Também ficou decidido a adoção de uma idade mínima para a aposentadoria, de 65 anos, podendo chegar a 70 anos no futuro. O governo não fala em nenhum momento em garantia de emprego após os 40 anos de idade, então quem vai se aposentar? Além disso, o governo pretende novamente mexer nas regras da pensão por morte para todos os segurados (do INSS e servidores públicos): o valor do benefício cairá para 60%, mais 10% por dependente, no limite de 100%. Os benefícios assistenciais (Lei de Assistência Social, a Loas), pagos a idosos e deficientes da baixa renda, também passarão por mudanças. A idade de 65 anos deve subir e o valor do auxílio — correspondente a um salário mínimo independentemente de tempo de contribuição — será revisto. A mudança, neste caso, valerá apenas para os NOVOS beneficiários. A proposta prevê ainda uma cobrança de contribuição para os trabalhadores rurais, além do aumento da idade para aposentadoria (hoje mais cedo do que a dos demais). O governo reforça o discurso de haver “um déficit crescente de forma exponencial e explosivo.” UM ABSURDO! O governo defende a necessidade de mudanças argumentando haver um déficit de mais de R$ 150 bilhões na Previdência. Mas não consegue explicar como a Previdência é deficitária, e como pode ter seus recursos usurpados para gastar como quiser. Se já é um absurdo com a retirada de 20% da receita da Seguridade Social, por meio da DRU (Desvinculação de Receita da União) que dirá com o aumento desse rombo em 30% com prazo de validade até 2023. Como explicar o déficit? Ao extinguir o Ministério da Previdência, agora um simples anexo do Ministério da Fazenda e o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário demonstra

desrespeito a todos os aposentados, pensionistas, idosos e trabalhadores da ativa. Nossos recursos estão nas mãos do Tesouro Nacional que usa esse dinheiro como preferir. A Previdência é nossa, é do povo brasileiro, é o maior distribuidor de renda do país! A Previdência tem arrecadação própria, por meio da contribuição do trabalhador, empresas, financiamento por lei através do PIS, COFINS e prognósticos de loteria e sem dependência do orçamento fiscal da União, ou seja, tem recursos próprios. O governo defende acabar com o reajuste automático das aposentadorias, desvinculando o benefício do salário mínimo. Querem nos colocar no bolsa família! O que prejudica o superávit previdenciário é a sonegação à Previdência, praticada pelas empresas que não pagam suas dívidas, pela renúncia fiscal, desoneração da folha, pela falta de respeito com as pessoas idosas, pela busca do dinheiro fácil para cobrir o superávit primário, a falta de transparência na gestão previdenciária e mais os desvios bilionários envolvendo o alto escalão. Essa discussão precisa ser debatida por toda a sociedade e declaramos ser totalmente contra qualquer redução de direitos, reforma previdenciária e EXIGIMOS o retorno do Ministério da Previdência. A Previdência Social não é do governo, mas sim do povo brasileiro! Lutamos por uma Previdência Social que seja de todos aposentados trabalhadores, pensionistas e idosos com uma administração quadripartite, transparente e com um fundo previdenciário. Queremos a manutenção da nossa Previdência como um órgão de ação social, como distribuidor de renda que movimenta a economia de muitas cidades em todo Brasil. A PREVIDÊNCIA SOCIAL É NOSSA!

Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo CNPJ: 60.263.365/0001-30 Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar - República :: CEP: 01041-000 São Paulo SP Tel: (11) 3150-9393 Site: www.federacaofapesp.com.br Facebook: www.facebook.com/federacaofapesp

DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Antonio Alves Da Silva Vice-Presidente: José Carlos da Cruz Prates Secretário Geral: José Goulart Da Silva 2º Secretária: Mercedes Lopes Mendes Tesoureiro: Octaviano Pereira Santos 2º Tesoureiro: Felicio Pereira Barbosa

Diretor de Comunicação Social: Adonias Cesário de Souza Diretor Adjunto: Ana Maria Martins Diretor de Assuntos Jurídicos: Valdemar Venâncio Diretor de Rel. Sind. Movimentos Sociais: Juraci Goes Diretor de Patrimônio: Antero Ferreira Lima Diretor Adjunto: Jaime da Silva Cortez Diretor Previdência Social: Jandir Teixeira Diretor Adjunto: Nelson Gonçalves Diretor de Eventos: Lydia Roque Diretor de Cultura E Lazer: Eva Narciso Miguel Diretor Adjunto: Norma Lopes Golçalves

CONSELHO FISCAL TITULAR 1 – José Veiga de Oliveira 2 – Laércio Carolino 3 – José Nunes CONSELHEIROS SUPLENTES 1 – José Jair Azzi 2 – Ramios Pereira do Nascimento Jornalista responsável e design gráfico Renan Matavelli - MTB: 79223 E-mail: renanmatavelli@gmail.com Impressão: Gráfica Cinelandia Tiragem : 30 mil exemplares


AGOSTO 2016 03

Associação de Campo Limpo Paulista realiza 2º Encontro de Associação Itinerante A Associação de Campo Limpo Paulista realizou no dia 23 de julho o 2º Encontro da Associação Itinerante de Campo Limpo Paulista. O evento tratou assuntos relacionados aos aposentados como a reforma previdenciária, a extinção do Ministério da Previdência, a MP 739. O evento contou com a participação do Presidente eleito da FAPESP, José Veiga de Oliveira, com a presidente da Associação de Jundiaí, Fé Juncal e o diretor Marcos Tebom, o Presidente da União dos Transportes, José Aureliano Ribeiro e o Presidente da COBAP, Warley Martins além do advogado da FAPESP, Dr, Rodrigo de Oliveira Cevallos, dentro diversas autoridades da cidade. Parabenizamos a Direção da Associação pela iniciativa e pela excelente organização do evento!!!

ADMAP protesta contra ataques à Previdência em São José dos Campos

A ADMAP (Associação Democrática dos Aposentados e Pensionistas) realizou uma grande manifestação, contra a reforma da Previdência e a extinção do Ministério da Previdência. O Presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva acompanhou todo o ato. A presidente da Associação de Jundiaí Fé Juncal também participou deste importante movimento. O protesto teve início às 10 horas, na praça Afonso Pena, no centro de São José dos Campos. De lá, os manifestantes seguiram em passeata à agência do INSS, na avenida João Guilhermino onde os aposentados ocuparam a agência do INSS e o gerente geral da agência do INSS de São José dos Campos recebeu os dirigentes. Parabéns ADMAP pelo grande ato!

Associação de Jundiaí realiza Ato em Defesa da Previdência Social

A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região realizaram ato de protesto em defesa da Previdência Social. Os aposentados ficaram na frente da agência do INSS de Jundiaí para dizer NÃO a reforma e extinção da Previdência. O Presidente da FAPESP, Antônio Alves da Silva, a presidente da entidade Fé Juncal, o Diretor Antônio Marcos Tebom, Edegar de Assis, o vice-presidente da APEVO - Associação Aposentados de Votorantim, Jandir Teixeira discursaram na porta da agência do INSS alertando a todos que passavam na rua sobre o pacote de mudanças que será imposta pelo governo, as mentiras que falam sobre a previdência, além de chamar as pessoas para a luta em defesa da nossa previdência social! Associação de Jundiaí estamos juntos nessa luta!

Nova Diretoria da União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco toma posse A União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco – UAPO realizou evento para posse da nova Diretoria da Entidade para o quadriênio de 2016-2020. A Diretoria foi eleita por aclamação em março deste ano. A nova Diretoria tem como presidente, Mauro Bispo de Souza, o vice-presidente, Octaviano Pereira Santos e o Secretário Geral, Francisco Rodrigues. O Presidente da FAPESP, Antônio Alves da Silva prestigiou o evento na Entidade e compôs a mesa solene, no qual reforçou a importância da união. PARABÉNS A TODOS DA DIRETORIA DA UAPO! UNIÃO, COMPROMETIMENTO E MUITO TRABALHO!


04 EXPERIENTES

Exigimos respeito! Não a Medida Provisória 739/16 No dia 12 de julho foi republicado a Medida Provisória 739 que fará um pente-fino nas concessões de auxíliodoença e aposentadoria por invalidez. Agora, o texto da MP vem acrescido de um novo parágrafo que trata do prazo de carência também para o salário-maternidade. A FAPESP já encaminhou ofício para todos os deputados, senadores pedindo a não aprovação dessa Medida Provisória cruel. Nos discursos, o governo já aponta que com as revisões serão economizados mais de R$ 7 Bilhões com estimativa de cortar 3 milhões de benefícios para os aposentados por invalidez e 800 mil dos que recebem auxílio doença. O pior disso tudo é oferecer um bônus de R$60 reais aos peritos por cada corte de benefício. Este é o maior absurdo e desrespeito com os aposentados por invalidez e aos que recebem auxílio doença. Antes de qualquer ação, o governo não deve pensar primeiro na arrecadação, mas sim, em verificar as fraudes em si. O governo tem por obrigação combater a fraude até os mais altos cargos como, por exemplo, os milhões de reais desviados por centenas de parlamentares, membros do governo anterior, dos membros do governo atual, dos que roubaram a previdência no caso dos empréstimos consignados, do ex -Ministro Paulo Bernardo e tantos outros. Todo esse dinheiro roubado

deve voltar integramente aos cofres da Previdência Social e não para o governo fazer superávit!! O maior exemplo foi o caso dos correios, no final das contas quem ainda está pagando a conta dessa roubalheira são os trabalhadores que ficaram sem o dinheiro do fundo de pensão porque o dinheiro desviado não retornou para onde nunca deveria ter saído, e pior, quem roubou não foi preso. As pessoas que roubaram devem ter todos os bens confiscados para ressarcir todo prejuízo causado. Esperamos que esse combate à fraude não recaia em pessoas que não tem culpa. Não admitimos redução de direitos. A FAPESP, Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo, representando todas as entidades de aposentados do Estado de São Paulo

não admite que aposentados por invalidez, trabalhadores afastados tenham seu benefício suspenso de maneira injusta. Reiteramos a importância do combate à fraude e corrupção em todos os níveis, até o mais alto escalão. Esperamos que o Deputado Arnaldo Faria de Sá e Senador Paulo Paim coordenadores e criadores da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social cobrem de todos os membros para a derrubada dessa medida provisória. Concordamos com o posicionamento dos parlamentares que já afirmaram que é um desrespeito com os cidadãos, um governo que prega uma coisa e faz outra, só retirando direitos sociais. Exigimos a derrubada dessa proposta absurda! Os aposentados exigem respeito!

Folha de S. Paulo presta um desserviço aos aposentados! A FAPESP repudia a matéria do Jornal Folha de S. Paulo publicada no dia 27/07/2016 com o título “Em dois anos, idosos com passe livre dobram no metrô de São Paulo”. A reportagem assinada pelo jornalista Rodrigo Russo é completamente tendenciosa e com colocações que não representam a realidade. Como medida já encaminhamos ofício a toda Diretoria do jornal. A reportagem apresenta dados obtidos pela Lei de Acesso à Informação e apontam que as viagens de passageiros idosos contemplados com o benefício da gratuidade no Metrô de São Paulo dobrou, de 25 milhões em 2013 para a 51 milhões no ano passado, um crescimento de 106%. Porém, lamentavelmente a reportagem alega que o aumento dos idosos utilizando o Passe Livre ajuda a agravar a crise financeira do Metrô de São Paulo. É um julgamento injusto e completamente equivocado já que essa

informação atesta o quanto esse benefício está sendo utilizado pelos idosos e beneficiando aqueles que mais ajudaram e contribuíram para o crescimento do país, e hoje são os mais injustiçados com salários cada vez mais defasados e ainda querem impor uma reforma previdenciária alegando um falso déficit nas contas da previdência. Uma enorme falta de respeito! O Estado de São Paulo tem segundo dados do IBGE 5,4 milhões de idosos sendo quase 4,1 milhões aposentados. O Passe Livre não é prejuízo, mas sim, benefício aos idosos que tem por direito andar gratuitamente partir de 60 anos. Os problemas financeiros do Metrô não são causados pelo aumento de idosos, mas sim, da incompetência administrativa, má gestão de recursos e investimentos e desvios milionários que afetam inclusive a construção de novas vias e estações. As pessoas que desviaram dinheiro ainda nem foram investigadas e o dinheiro tampouco retornou ao caixa da empresa

isso sim, é um problema gravíssimo a ser resolvido e não simplesmente colocar culpa nos idosos! Queremos justiça! O pior de tudo é não vermos a Folha denunciar esse grave esquema de corrupção no metrô de São Paulo. O Passe Livre para idosos a partir de 60 anos foi uma conquista da FAPESP, junto ao Governo do Estado de São Paulo e Assembleia Legislativa. Os Diretores Jair Diniz, José Goulart e Antero Ferreira desenvolveram a ideia e discutimos com o Deputado Estadual Campos Machado que imediatamente solicitou audiência com o governador Geraldo Alckmin que atendeu o pedido para o Passe Livre Intermunicipal, Metrô, CPTM e EMTU para pessoas a partir de 60 anos. Enquanto pensarem que benefício é prejuízo sem dúvida o jornal presta um desserviço a população e sem dúvida um desrespeito aos idosos e aposentados de todo o Estado de São Paulo. Os aposentados e idosos merecem respeito!


AGOSTO 2016 05

Associação de Taquaritinga realiza Miss e Mister Terceira Idade

Uma noite de muita festa e elegância! A Associação dos Aposentados de Taquaritinga realizou no último sábado o Miss e Mister Taquaritinga. O presidente da Entidade, o senhor Francisco Procópio Pinheiro comandou essa linda festa. O Presidente eleito da FAPESP, José Veiga de Oliveira participou da mesa de jurados com diversas outras autoridades que prestigiaram a noite de festa. A vencedora foi a Miss Florentina Frutuoso Neres e Mister Arlindo Antônio Paulino. PARABÉNS ASSOCIAÇÃO DE TAQUARITINGA PELO EVENTO!

FAPESP participa de reunião na Associação de Ribeirão Preto

O presidente eleito da FAPESP e presidente da Associação de Matão, José Veiga de Oliveira, o vice-presidente da FAPESP e presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região, José Prates, o presidente da Associação de Araraquara, Laércio Carolino se reuniram na Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ribeirão Preto com a Diretoria

da Entidade, com o Deputado Estadual Rafael Silva e vários dirigentes e parceiros para discutir assuntos do movimento.

A FAPESP está na luta incansável pelo direito dos aposentados e idosos. Estamos JUNTOS nessa luta!

Dia de muita festa! APEVO recebe a tocha Olímpica Rio 2016 A cidade de Votorantim recebeu no dia 2 de agosto a Tocha Olímpica dos Jogos Rio2016. A APEVO - Associação dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim e Região junto com atletas e Entidades da cidade realizaram o revezamento da tocha pelas ruas da cidade. A ideia foi das irmãs Vanira e Vânia Hernandes, ex-jogadoras da seleção brasileira de basquete junto com o Presidente da APEVO Aristides Fernandes teve o apoio de esportistas da cidade para realizar este dia tão especial. Na ocasião, a tocha permaneceu apagada, pois um dispositivo impede que ela volte a acender após o gás de seu interior ter sido queimado. O revezamento percorreu um trajeto de 15 minutos entre a

prefeitura e a sede da APEVO com a banda marcial da cidade, PM e os escoteiros No revezamento vários atletas locais e nacionais conduziram a tocha pelo trajeto, O evento foi uma forma simbólica para prestigiar os atletas de todo o país, estimular e valorizar o esporte, além de levar a cidade um símbolo que traz união e paz. O

presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva, participou de todo o evento e no final do percurso todos os atletas e participantes foram ao salão da APEVO. O Presidente da FAPESP discursou e parabenizou a organização do evento e reforçou a importância do papel do esporte. PARABÉNS APEVO PELA INICIATIVA E PELO EXCELENTE EVENTO!


06 EXPERIENTES

Rede Globo: A Previdência Social é do povo brasileiro! No programa Fantástico da Rede Globo exibido no dia 17 de junho foi apresentado uma reportagem sobre a Reforma da Previdência, com uma análise bem equivocada. A FAPESP já encaminhou ofício rebatendo ponto a ponto da reportagem e estamos cobrando um retorno! No decorrer da reportagem ficou claro o desconhecimento real e atual situação da previdência. Diferente do que foi veiculado a Seguridade Social tem um SUPERÁVIT de R$ 50 Bilhões (média), e estes são dados oficiais do governo comprovados pelos auditores fiscais da Receita Federal. Esse dinheiro é retirado dos cofres da previdência por meio da DRU (Desvinculação de Receita da União) agora em 30%, esses valores não retornam mais e o resto do dinheiro desaparece. A reportagem ilustra que a Previdência é uma pirâmide que não se sustenta já que há mais idosos que jovens para pagar as aposentadorias, e a pergunta que se faz, onde está o dinheiro já pago compulsoriamente por todos os aposentados ao longo de sua vida laboral? Onde está o dinheiro do aposentado e trabalhador? A Previdência tem arrecadação própria, por meio da contribuição do trabalhador, empresas, financiamento por lei através do PIS, COFINS e prognósticos de loteria e sem dependência do orçamento fiscal da União, ou seja, tem recursos próprios! Com a extinção do Ministério da Previdência, que já estava vinculado ao Ministério do Trabalho, os recursos agora estão nas mãos do Tesouro Nacional que usa esse dinheiro como preferir. O Ministério da Previdência é muito mais importante que o Ministério das Cidades ou da Cultura que já possuem outras áreas que tratam de assuntos como os próprios estados e municípios. Uma fusão lamentável (Receita Federal do Brasil com Receita Previdenciária) que traz grande prejuízo aos aposentados e idosos. A Dra. Jane Lucia Wilhelm Berwanger, a Mestre em Economia pela UFRJ, Denise Gentil e a Associação Nacional dos AuditoresFiscais da Receita Federal do BrasilANFIP, tem estudos sérios com informações do governo sobre a falácia do rombo previdenciário. O que vemos na grande mídia são economistas e especialistas que

querem só se aparecer e desinformar. Para eles, estas informações ou são desconhecidas ou usam de má fé para prejudicar as pessoas que mais ajudaram a construir este país que são os aposentados, pensionistas e idosos. Outro ponto discutido na reportagem foi a idade mínima, que não será inferior a 65 anos para homens e mulheres. O governo não fala em nenhum momento em garantia de emprego após os 40 anos de idade, então quem vai se aposentar? Como manter uma economia com poucos jovens (como a própria matéria diz) sem manter os idosos no mercado de trabalho? É necessário não apenas impor uma idade mínima, mas discutir meios para aprimorar, atualizar a mão de obra das pessoas mais velhas. Os benefícios rurais merecem atenção para garantir que este setor da economia se mantenha, o que o governo não pode fazer é transferir toda a carga do pagamento dos benefícios para Previdência, o seguro social é preciso ter contribuição, o benefício rural é obrigação do Tesouro Nacional. O que não foi mostrado, mas está nos planos da reforma previdenciária é acabar com o reajuste automático das aposentadorias, desvinculando o benefício do salário mínimo o que é um crime que fere o artigo 194 da Constituição Federal (Caput. e inciso 4º) e Artigo 201 (Parágrafo 2º e 4º). Essas alterações irão atingir mais de 22 milhões de aposentados urbanos e rurais. Lembrando que se aprovado esta proposta muitas cidades de todo país, como por exemplo, no interior de São Paulo e até mostrado na reportagem a cidade de Paulista no Piauí, teremos um empobrecimento maior, rumo ao caos social já que

são os aposentados que movimentam a economia e sustentam a família. Queremos a manutenção da nossa Previdência como um ministério, um órgão de ação social, como é hoje um distribuidor de renda que movimenta a economia e não transformar aposentado em beneficiário do bolsa família. Aposentado ganhando menos que um salário mínimo é desumano, como disse na reportagem, vai ficar mais fácil matar todo mundo do que se aposentar. A reforma da previdência é uma ação política para o governo se beneficiar, mas na verdade essa reforma é a suspensão de direitos sociais. Não é justo que o povo pague o que o governo desviou da seguridade e não devolva aos cofres da previdência e pior, seja usado como gerador de recursos para o governo. Não é justo que o trabalhador da ativa pague as atuais aposentadorias, por isso, deve-se criar um fundo previdenciário para garantir que o dinheiro do trabalhador e aposentado não seja utilizado para outros fins. Este fundo seria contraído com o superávit da Seguridade Social, com a venda de imóveis da Previdência com o fim da sonegação à Previdência praticada pelas empresas que não pagam suas dívidas, com o fim da renúncia fiscal, com o fim da desoneração da folha e a suspenção da DRU. O governo deve taxar as grandes fortunas, bancos, o agronegócio e combater fraudes. Lutamos por uma Previdência Social que seja de todos aposentados trabalhadores, pensionistas e idosos. Para quem não viu a reportagem completa: http://g1.globo.com/fantastico/ noticia/2016/07/rombo-daprevidencia-so-aumenta-e-cria-grandedesafio-para-futuro-do-pais.html


AGOSTO 2016 07

Associações encaminham moção de repúdio a Reforma da Previdência A Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região e a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araraquara encaminharam as Câmaras Municipais de suas cidades moção de repúdio a Reforma da Previdência. A moção foi aprovada e compartilhamos esta ação. A Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de Rio Claro – ARAPS enviou ofício ao Ministro da Fazenda Henrique Meirelles. O documento já foi recebido pela equipe do Ministério da Fazenda e o teor do documento repudia a reforma da Previdência reforçando que é uma reforma injusta e só prejudica o trabalhador, aposentado e idoso. O documento volta a afirmar que a Previdência não é deficitária, sendo uma incoerência o governo afirmar que ela é deficitária e ainda retirar 30% da DRU. Por fim, ressaltou que a nossa Previdência seria a melhor do mundo já que é o maior e mais importante distribuídos de renda do país. Parabéns Associações pela iniciativa e devemos pressionar os nossos governantes. VAMOS A LUTA APOSENTADOS! NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

Em Memória: Trajano Barros Cavalcante A FAPESP está de luto. É com grande pesar que comunicamos o falecimento do senhor Trajano Barros Cavalcante presidente da União dos Aposentados Pensionistas e Idosos de Guarulhos. O senhor Trajano foi fundador da Entidade em Guarulhos. Sempre dedicado ao movimento dos Aposentados fundou em 09/07/1985, a União dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Guarulhos e sempre lutou em pról dos direitos dos Aposentados, Pensionistas e Idosos. Homem de muita luta e comprometimento, construiu um grande Ambulatório Médico, dotado de modernos equipamentos e excelentes profissionais além de ter diversos outros serviços. A Diretora da FAPESP Lydia Roque trabalha na Entidade há mais de 20 anos ao lado do Sr. Trajano e juntos batalharam muito pelos aposentados “ Sr. Trajano era uma pessoa dinâmica, comprometida com os aposentados. Todos os dias estava presente na Entidade e inúmeras vezes fomos a Brasília para reividicar nossos direitos. Homem de garra que nunca desistiu de sempre buscar o melhor aos aposentados! Graças a todo comprometimento construiu a sede na Entidade que oferece diversos serviços aos associados. A saudade com certeza fica mas o legado dele é imenso e deve ser preservado e está para todos os aposentados.” Uma das lideranças mais importantes para o movimento dos aposentados. Sem dúvida é uma perda inestimável deixando um legado e aprendizado que deve continuar a ser seguido. A vida é a nossa ressurreição com Ele. Ressuscitar é viver para sempre e temos a certeza que iremos todos nós encontrar na graça do Bom DEUS. A lembrança sempre continuará viva, presente e nunca irá desaparecer. Deus agora recebe em Seus braços. Em nome da FAPESP e toda Diretoria o nosso profundo pesar a toda família e amigos. JESUS ESTÁ COM VOCÊ! Pedimos que o Bom DEUS CONFORTE a família e amigos. A todos nosso abraço FRATERNO. AMÉM! SAIBA SEUS DIREITOS! Para agendar uma consulta com o departamento jurídico da FAPESP basta ligar para o telefone (11) 3150-9393 e marcar hora e data do atendimento. Os atendimentos ocorrem na sede da Federação na Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar República, São Paulo.

Aniversariantes de Agosto! 02/08 –Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Ribeirão Preto 06/08 – União dos Aposentados e Pensionistas de Santo André 11/08 – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão 19/08 –Associação dos Aposentados e Pensionistas de São José do Rio Preto 22/08 –Associação dos Aposentados e Pensionistas de Borborema 26/08 – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui e Alta Noroeste 26/08 – Assoc. Dem. dos Metalúrgicos Apos. e Pens. de São José dos Campos 28/08 – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Sorocaba


ENTIDADES FILIADAS NA FAPESP SINDAPFER | Sindicato dos Aposentados, Pensionistas, Ferroviários e demais Categorias do Estado de São Paulo (11) 3229-8295 / 3228-0271 sindap@bighost.com.br UAPO | União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco Fone:3682-9895 uapo@terra.com.br Associação dos Trabalhadores Aposentados nas Indústrias Químicas do ABCD (11) 4433-5835 / 4432-3624 aposentados@quimicosabc.org.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região (16) 3384-1139 aapmr@uol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Várzea Paulista (11) 4606-2414 aapiclp@hotmail.com

SINTAEMA – Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo – Política Social (11) 3329-2500 / 3329-2537 aposentados.sintaema@terra.com.br

Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista (11) 4039-4109 duarteaapi@hotmail.com

Associação dos Aposentados de Taquaritinga (16) 3253-7253 associacao.aposentados-pensionistas@hotmail.com

Associação dos Aposentados de Caraguatatuba (12) 3883-2418 / 3883-2174 caragua.aapc@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas da SABESP (11) 3372-1000 / Fax:3372-1009 aapsabesp@uol.com.br

Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da Região do Grande ABCDMRPRGS (11) 4992-4702 secretaria@associacaoabc.com.br

Associação dos Aposentados Idosos de São Carlos e Região (16) 3411-2189 apaisc.sc@gmail.com

Associação dos Pensionistas Aposentados de Itanhaém (13) 3422-2114 apaire@terra.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araraquara (16) 3335-2452 / (16) 8173-4645 assoc.apa@bol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Presidente Epitácio (18) 3281-1233 aappesaopaulo@yahoo.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Sorocaba (15) 3327-1119 Apenso.so@gmail.com

União dos Aposentados e Pensionistas de Embú e Região (11) 4782-1541 jair.to.le.do@hotmail.com

AAPINHOR – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Novo Horizonte e Região (17) 3542-4127 aapinhor@gmail.com

ADMAP – Associação Democrática dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos e Região (12) 3922-1341 / 3923-8298 admapsjc@ig.com.br

União dos Aposentados, Pensionistas de Guarulhos (11) 2087-7788 uniaoapo@outlook.com

AAPV – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Valinhos (19) 3849 -2656 / 3871-0092 aapv@ig.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ribeirão Preto (16) 3636-6914 / 3612-7852 aapirt@yahoo.com.br

SAAP – Secretária de Assuntos de Aposentados e Pensionistas – SINTIUS – SANTOS (13) 3226-3205 /3226-3215 silviosivoca@hotmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Mogi das Cruzes (11) 4727-5157 uapemc1@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (11) 4583-1190 / 4583-1193 / 4583-1195 aapjr@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Salto (11) 4028-0112 / 4029-8639 lojadojorge@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba e Região – “Eclética” (19) 3447-3447/ (19) 3447-3440 aposentadospira@terra.com.br União dos Aposentados e Pensionistas de Transporte Coletivo de São Paulo (11) 2921-5747 / 2976-7492 uniaodosaposentados@terra.com.br Departamento de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria STU – Sindicato dos Trabalhadores da UNICAMP (19) 3289-4242 / (19) 3289-3502 secretaria@stu.org.br União dos Aposentados e Pensionistas do Brasil (11) 3255-0138 Associação dos Aposentados e Pensionistas de Catanduva (17) 3523-1148 associacaocatanduva@bol.com.br

Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de São José do Rio Preto (17) 3235-3688 arapriopreto@gmail.com; arapriopreto@outlook. com Sindicato de Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (14) 3223-6642 / 3223-6532 sinferrobru@uol.com.br

APEVO- Associação dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim e Região (15) 3243-2410 / (15) 3353- 8080 comunicação@apevo.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Penápolis (18) 3652-8555 aposentadospenapolis@terra.com.br AAPIBAN - Subsede em Andradina – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui, Andradina e Região (18) 3723 3211

AAPJR – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jaú e Região (14) 3601-6870 administracao@aapjr.com.br/ www.aapjau.com.br Associação dos Trabalhadores Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba (19) 3433-9845 assaposent@terra.com.br

Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Monte Alto e Região (16) 3245-5059 aposentadosmontealto@gmail.com

AAPIBAN - Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui e Alta Noroeste (18) 3641-2701 aapibanbirigui@hotmail.com

FENIX – Movimento dos Trabalhadores Aposent. e Pensionistas de São Paulo (11) 3258-6514 / 3231-2726 fenixassociacao@terra.com.br ; fenixaapsp@terra. com.br

ARAPS - Associação Regional dos Aposentados Pensionistas pela Previdência Social Rio Claro (19) 3533-8787 arapsrioclaro@uol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araras (19) 3541-8068 aapas@terra.com.br

Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos e Lençóis Paulista (14) 3263-2591 aposentadoslencois@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região (17) 3521-3440 aapsacr@hotmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Porto Ferreira (19) 3585-6600 aappferreira@hotmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos (12) 3942-2930 contato@aapsjc.com.br

Associação dos Metalúrgicos Aposentados de Sorocaba e Região (15) 3031-4271 / 3031-2459 amasosor@yahoo.com.br

Jornal Experientes 29ª Edição  

Jornal Experientes 29ª Edição

Jornal Experientes 29ª Edição  

Jornal Experientes 29ª Edição

Advertisement