Page 1

E xperientes

Jornal da Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo

Filiado a

ED.024 - MARÇO 2016

VAMOS TOMAR AS RUAS! NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

Diante das últimas ações que o governo tem tomado como a proposta de uma Reforma na Previdência e uma série de medidas que só visam a redução de direitos dos aposentados e idosos é FUNDAMENTAL uma grande mobilização de rua contra todas essas ações. APOSENTADO ORGANIZADO, JAMAIS SERÁ ROUBADO!

NÃO A REDUÇÃO DE DIREITOS! www.federacaofapesp.com.br

facebook.com/fedaeracaofapesp

@federacaofapesp


02

EXPERIENTES

ESPAÇO DO PRESIDENTE

DEVEMOS NOS MOBILIZAR E SAIR AS RUAS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

Meus amigos de luta, estamos passando por um momento que se faz necessário mobilizar tanto nas redes sociais quanto ir para as ruas e dar um grito de basta a todas as impunidades. Este mês a FAPESP encaminhou diversos ofícios ao Executivo ao Congresso Nacional se posicionando contra a Reforma da Previdência. A Federação de São Paulo representando todas as Entidades de base do estado de São Paulo está aberta a construir um novo futuro para a Previdência. É necessário neste momento termos um Projeto de Lei para a criação de um Fundo Previdenciário, o que garantiria o pagamento dos benefícios atuais e o futuro saudável da nossa Previdência Social e dessa forma o governo não poderá usar argumentos alegando que a previdência é deficitária ou até mesmo inviável. Os recursos da Seguridade Social só são conhecidos quando entram nos cofres da Receita Federal do Brasil (Tesouro Nacional). Depois misturase com impostos e outros tributos e se transformam em recursos do Tesouro Nacional. Por isso, o fundo exclusivo, nos moldes do fundo de garantia para a Previdência é a solução para o pagamento dos benefícios. Somente em 2014 a Seguridade teve um superávit de R$ 54 Bilhões , segundo dados da ANFIP, Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil e somando EXPEDIENTE

os anos anteriores chegamos a casa do trilhão. Do montante arrecadado, o governo retira indiscriminadamente da Seguridade Social 20% (com possibilidade de aumentar para 30%) a DRU e não presta conta sobre o resto do superávit da Previdência. A Previdência tem dinheiro desde que não retirem para outros fins. A Seguridade Social é do povo. Por isso, a criação desse Fundo se faz necessária. A criação de um Fundo não é uma ideia nova. Há precedentes como no caso do Estado de São Paulo. O Governo de São Paulo criou esse Fundo com autonomia administrativa, financeira, patrimonial e de gestão em 2007. Este fundo, já é previsto por Lei Federal, mas não é cumprida. A Seguridade Social é mantida e financiada através de recursos próprios por meio do empregador, das folhas de salário, receita ou faturamento e lucro (COFINS, PIS, CSLL), do trabalhador através das contribuições descontadas do seu salário, das receitas de concurso e prognósticos realizadas mediante o sorteio de qualquer concurso envolvendo número, símbolo, loterias e apostas no âmbito federal e do importador de bens e serviços do exterior, ou seja, por meio do PIS Importação e da COFINS Importação. O Fundo Previdenciário seria criado por meio do superávit da Seguridade Social (como demonstra a ANFIP) com a venda de Patrimônios principalmente de imóveis inutilizados e abandonados, com a cobrança imediata das dívidas de décadas até centenárias de empresas com a Previdência Social, com o recolhimento por parte de empresas de filantropia, o fim da renúncia fiscal além da extinção da DRU (Desvinculação de Receita da União). A decadência que hoje está em 5 anos deveria subir para o mesma quantidade de anos que se contribui para o INSS, 30 anos sem caducar quaisquer dívidas. A questão do trabalhador rural deveria ser direcionada a Assistência

Social que também pertence a Seguridade Social e não a Previdência já que a arrecadação rural hoje é apenas 10% dos gastos que se tem. Devemos lutar para que a Previdência Social seja um órgão paralelo ao governo e não dentro do governo como já foi no passado e é defendido por juristas previdenciários. Devemos exigir a Administração Quadripartite e poderes deliberativos, pois somente assim, iremos ter transparência nas contas previdenciárias e não teremos mais bilhões de reais desviados sem retorno algum. Lutamos e muito para um ganho real e justo dos benefícios, por isso queremos que a Câmara dos Deputados coloquem na pauta de votação e aprovem o nosso PL 4434/08 e que a Presidente da República não vete este importante projeto que prevê o reajuste do salário dos aposentados na mesma proporção que foi contribuído. Só assim, teremos ganhos reais que mantenham o mínimo do padrão de vida merecido aos aposentados e idosos. A nossa Constituição hoje é cheia de retalhos, a cada modificação há uma redução de direitos e não podemos permitir que continuem realizando alterações que só visam prejudicar o povo brasileiro. Não podemos deixar que reduzam mais e mais nossos direitos. Somente desta forma vamos começar a reconstruir a nossa Previdência. Sem dúvida, com essas propostas a Previdência se tornará uma das maiores do mundo e um grande exemplo de gestão para outros países. Os Aposentados e Idosos merecem ter dignidade e serem mais respeitados pelos governantes. Devemos pensar e trabalhar para os aposentados e idosos e só assim a crise moral, política e financeira chegará ao fim. A solução de todos os problemas do Brasil é trabalhar e pensar na população. Estamos abertos ao diálogo para construção de um país mais justo aos aposentados e idosos.

Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo CNPJ: 60.263.365/0001-30 Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar - República :: CEP: 01041-000 São Paulo SP Tel: (11) 3150-9393 Site: www.federacaofapesp.com.br Facebook: www.facebook.com/federacaofapesp DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Antonio Alves Da Silva Vice-Presidente: José Carlos da Cruz Prates Secretário Geral: José Goulart Da Silva 2º Secretária: Mercedes Lopes Mendes Tesoureiro: Octaviano Pereira Santos 2º Tesoureiro: Felicio Pereira Barbosa

Diretor de Comunicação Social: Adonias Cesário de Souza Diretor Adjunto: Ana Maria Martins Diretor de Assuntos Jurídicos: Valdemar Venâncio Diretor de Rel. Sind. Movimentos Sociais: Juraci Goes Diretor de Patrimônio: Antero Ferreira Lima Diretor Adjunto: Jaime da Silva Cortez Diretor Previdência Social: Jandir Teixeira Diretor Adjunto: Nelson Gonçalves Diretor de Eventos: Lydia Roque Diretor de Cultura E Lazer: Eva Narciso Miguel Diretor Adjunto: Norma Lopes Golçalves

CONSELHO FISCAL TITULAR 1 – José Veiga de Oliveira 2 – Laércio Carolino 3 – José Nunes CONSELHEIROS SUPLENTES 1 – José Jair Azzi 2 – Ramios Pereira do Nascimento Jornalista responsável e design gráfico Renan Matavelli - MTB: 79223 E-mail: renanmatavelli@gmail.com Impressão: Gráfica Cinelandia Tiragem : 30 mil exemplares


03

MARÇO 2016

FAPESP planeja organizar Grande Ato dos Aposentados em São Paulo Diante das últimas ações que o governo tem tomado como, por exemplo, a proposta de uma Reforma na Previdência e uma série de medidas que só visam a redução de direitos dos aposentados e idosos é FUNDAMENTAL uma grande mobilização de rua contra todas essas ações. Por isso, a comissão de Atos planeja realizar o Grande Ato dos Aposentados. A reunião da comissão de Atos da FAPESP está a todo vapor! Ana Maria Martins , Lydia Roque , Josias Melo, Jandir Teixeira, Moacir Alves da Silva, Isnardi Rodolfo, Nelson Gonçalves, Antero Ferreira e José Aureliano Ribeiro já acertaram os últimos detalhes para o ato que pode acontecer na cidade de São Paulo na Avenida Paulista. O senhor Milton Nunes de Brito, conhecido como Tijolinho,Presidente da Associação dos Trabalhadores Aposentados nas Indústrias Químicas do ABCD durante a Plenária disse a frase estampada na nossa capa “APOSENTADO ORGANIZADO, JAMAIS SERÁ ROUBADO!” A frase de Tijolinho retrata a necessidade de nos mobilizar contra todas as maldades do governo. Até o fechamento desta edição, o trajeto do Grande Ato ficou acertado que a concentração será no Vão livre do MASP (Museu de Arte de São Paulo) a partir das 8 horas da manhã. O início do Ato será às 10 horas da manhã seguindo a Avenida Paulista sentindo Consolação. A dispersão e encerramento está previsto para às 12 horas. Lembrando que podem ocorrer alterações tanto nas datas que ainda serão definidas quanto o trajeto. ACOMPANHEM NOVIDADES DA FAPESP PELO SITE E FACEBOOK DA FEDERAÇÃO FAPESP. VAMOS JUNTOS FAZER PARTE DESSE IMPORTANTE MOVIMENTO DE LUTA PELOS APOSENTADOS E IDOSOS. CONVOCAMOS A TODAS AS ENTIDADES DE BASE, FEDERAÇÕES, COBAP E CENTRAIS SINDICAIS PARA LEVAREM O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS PARA ESTE IMPORTANTE DIA PARA OS APOSENTADOS E IDOSOS!

Concentração do grande Ato dos Aposentados realizado em Piracicaba

Aposentados saem em passeata pelas ruas pedindo mudanças!”

Um grande ato a favor da construção de um país melhor!

NÃO! REFORMA DA PREVIDÊNCIA!


04

EXPERIENTES

Senado realiza sessão solene para homenagear aposentados Os aposentados foram homenageados na Sessão Solene em comemoração ao Dia Nacional dos Aposentados que foi marcado com uma discussão séria sobre a Reforma da Previdência. Por iniciativa do senador Paulo Paim, que atendeu ao pedido da COBAP para agendar essa importante data diversas autoridades e lideranças do movimento dos aposentados de todo o Brasil discursaram os problemas da nossa Previdência como o Presidente da COBAP Warley Martins. Antes da Sessão foi realizada uma missa na Catedral de Brasília e uma caminhada até o Congresso Nacional. O Senador Paulo Paim destacou a Reforma da Previdência como um redutor de direitos e garantiu que vai trabalhar para que a Reforma não seja encaminhada ao Congresso Nacional. Diversas lideranças apontaram que a Previdência é superavitária desde que o Governo não retire valores indiscriminadamente e não os devolva. O Presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva e o Diretor da FAPESP, José Veiga e outros Diretores da Federação de São Paulo estiveram presentes na sessão transmitida ao vivo pela TV Senado para todo o Brasil. O vice-presidente de Política de Classe da ANFIP (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil ), Floriano Martins de Sá Neto, iniciou seu discurso citando um trecho da Bíblia, Isaías 40-8 “ Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente.” Floriano usou este versículo para comparar a legitimidade que o movimento dos aposentados têm e citou a caminhada da Catedral de Brasília até o Congresso como o símbolo de persistência e comprometimento com a causa e luta a favor dos aposentados. Floriano pediu para que a presidente Dilma não envie para o Congresso Nacional a Reforma da Previdência e nem a CPMF. Todos presentes apoiaram a ideia. O vice-presidente da ANFIP pediu que a Presidenta se abra ao diálogo para troca de experiência com os aposentados e com ANFIP para construirmos uma Previdência

melhor. Floriano deixou claro que não é necessário uma reforma, mas sim, uma melhora na Previdência tanto no Regime Geral quando dos servidores Públicos. Ainda falou sobre a necessidade de maior investimento na Receita Federal que só assim acabará de vez com o problema da renúncia fiscal. O auditor ainda destacou o desemprego que assola o Brasil. Explicou que os aposentados e idosos são as pessoas que mais dão suporte a família em momentos difíceis. Como dar suporte sem nenhuma reposição salarial justa e digna? Por isso, lutamos e muito para um ganho real e justo dos benefícios, por isso queremos que a Câmara dos

Deputados coloquem na pauta de votação e aprovem o nosso PL 4434/08 que prevê o reajuste do salário dos aposentados na mesma proporção que foi contribuído. Só assim, teremos ganhos reais que mantenham o mínimo do padrão de vida merecido aos aposentados e idosos. Juntos vamos lutar contra a Reforma da Previdência. NÃO ACEITAREMOS QUALQUER REDUÇÃO DE DIREITO DOS TRABALHADORES, APOSENTADOS E IDOSOS! EXIGIMOS RESPEITO E NÃO VAMOS PARAR DE LUTAR PELA DIGNIDADE DAQUELES QUE MAIS AJUDARAM A CONSTRUIR O BRASIL! FORÇA APOSENTADOS!


05

MARÇO 2016

FAPESP em parceria com a ANFIP realiza diversas palestras de formação

A FAPESP em parceria com a ANFIP, Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil está realizando uma série de palestras para formação das lideranças de base. O ciclo de palestras foi ministrada pelo grande estudioso da Seguridade Social, nosso parceiro, o senhor Décio Bruno Lopes, vice-Presidente de Assuntos de Seguridade Social da ANFIP. No dia 29 de fevereiro o auditor fiscal Décio Bruno Lopes realizou palestra na Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região. A segunda Entidade que recebeu a palestra da ANFIP foi a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região e ao longo dos próximos meses diversas Entidades receberão as palestras de formação da ANFIP. Fizeram parte da mesa, o Presidente da FAPESP Antonio Alves da Silva e a Presidente da Associação de Jundiaí, Fé Juncal. A palestra foi um sucesso! Auditório lotado, muito debate e troca de conhecimentos. As palestras realizadas nas diversas Regionais do estado de São Paulo tem o objetivo de instruir e formar mais as nossas bases. Só com informação somos mais fortes ainda! A FAPESP trabalha e muito a favor dos aposentados e idosos! VAMOS A LUTA APOSENTADOS! O primeiro ciclo de palestras será ministrada pelo senhor Décio Bruno Lopes, Graduado em Ciências Contábeis, Administração de Empresas e em Direito pela PUC-Minas; Pós-graduado em Contabilidade Geral pela PucMinas e em Direito do Trabalho e Previdenciário pelo Centro de Atualização em Direito/

Universidade Gama Filho/RJ; Mestre em Direito Previdenciário pela Puc-SP, Professor de Direito Previdenciário em cursos preparatórios para concursos públicos e em cursos de pós-

graduação; Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil; VicePresidente de Finanças e Patrimônio da ANFIP-MG e Vice-Presidente de Assuntos de Seguridade Social da ANFIP.

FAPESP NA LUTA CONTRA O TRATAMENTO DOS BANCOS AOS IDOSOS! A FAPESP continua na luta contra os bancos! O Secretário Geral da FAPESP, José Goulart e o Diretor da FAPESP Antero Ferreira estão em contato direto com o Defensor Público e Coordenador Núcleo Especializado de Direitos do Idosos e da Pessoa com Deficiência, o Doutor Felipe Hotz de Macedo na sede da Defensoria Pública do Estado de São Paulo para tratar e

atualizar casos sobre a denúncia feita pela FAPESP contra os bancos que se negam receber os idosos e aposentados na boca do caixa para transações bancárias menores que 1 mil reais. Um absurdo! Os bancos ferem o Estatuto do Idoso já que negam o atendimento aos idosos. Lembrando que os idosos são direcionados aos caixas de autoatendimento onde não há nenhum auxílio ou são direcionados para casas

lotéricas onde correm riscos de serem assaltados. A FAPESP já encaminhou inúmeras vezes ofícios aos bancos, à FEBRABAN, ao Banco Central e ao Ministério da Previdência. Porém, a prática continua e NÃO VAMOS ADMITIR esse absurdo! Por isso, iniciamos esse trabalho em conjunto com a Defensoria do Estado para colocar fim a essa prática cruel e desrespeitosa aos idosos!


06

EXPERIENTES

Uma vida que não cabe em palavras: João Justo Dias de Sá Exemplo. Essa palavra pode definir a vida de João Justo Dias de Sá mas é difícil descrever todo trabalho social realizado ao longo de tantas décadas. Uma vida que serve de exemplo para gerações e para construção de um país melhor. Ex-combatente de guerra, professor, advogado, pai, esposo, filósofo, sociólogo, sempre prezou pelo trabalho social, foi vereador, maestro e administrador. Hoje, aos 97 anos mostra que a idade não interfere na sua garra de vida. Participa ativamente das ações da Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista como Diretor da Entidade. Ao chegar ao acolhedor lar do senhor Justo, parecia que nos conhecíamos há anos, de tão bem recebidos e acolhidos que fomos pela filha Cecilia Dias de Sá, João Justo Dias de Sá e sua esposa Wanda Miceli Dias de Sá que estão casados há mais de 70 anos e nos dão uma aula de companheirismo e parceria. Nossa conversa começou falando da saída do internato para a guerra. Logo jovem, a vida de João Justo foi atribulada. Foi convocado para ser um dos combatentes na Segunda Guerra Mundial na Itália e lá ele ficou como pracinha, como eram conhecidos os soldados brasileiros na Grande Guerra, durante 1 ano e 1 mês. Ao voltar para o Brasil, senhor Justo retomou sua vida, e já que no seminário havia se formado em música, psicologia, filosofia, sociologia usou o conhecimento adquirido e trabalhou e muito, deu aula na PUC, fez faculdade de Direito e chegou ao incrível número de 6 faculdades! Aposentou-se como Diretor do serviço social do magistério no Fórum João Mendes, em São Paulo. Ao se aposentar, João Justo nunca

pensou em parar, pelo contrário, deu assessoria no conselho de tutelar, assessoria aos aposentados, por ter estudado música e ser maestro, formou o primeiro coral da cidade de Campo Limpo, depois de participar do primeiro coral da Catedral da Sé. Sr Justo sempre esteve empenhado na causa social e fundou outras entidades como a dos vicentinos de Campo Limpo, até hoje em atividade. Sr Justo nos mostra que o compromisso por um país melhor está na boa vontade e nunca parar de ajudar ao próximo. Como se não bastasse tantos feitos ainda foi provedor do hospital Santa Casa em Jundiaí por 18 anos. Além de todas as atividades, o Sr Justo foi o primeiro vereador representando o bairro de Campo Limpo em Jundiaí. Sr Justo destaca que infelizmente a memória não é preservada como dos grandes armazéns antigos usados para armazenar e depois queimar sacas de café depois da queda da bolsa de Nova York, em 1929. Mas com orgulho, ele fez questão de mostrar o primeiro carro da cidade de Campo Limpo, um Ford F1 de 1951 que foi um

dos meios de transporte para grande parte da região, servia de ambulância, transporte de material, alimentos e até funerário. A Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista quando foi fundada em 1993 convidou os cidadãos mais ativos na causa social para criar o movimento dos aposentados na cidade e logo na fundação da Entidade, o senhor Justo já estava presente. “A importância de fazer parte de uma associação é unir os aposentados para uma luta. Vamos envelhecendo e precisamos de amparo e ajuda um dos outros”, destacou. O movimento dos aposentados existe e está cheio de experiências histórias de vidas que nos inspiram e servem de exemplo para que nunca desistamos de lutar e fazer um Brasil melhor. Um agradecimento especial para a Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista que nos auxiliou e indicou a realização desta reportagem, em especial, o senhor Antônio Vicente Duarte, Altaides Alves , Divanir Narvais Garcia e o Presidente Sr. Mário Candia.


MARÇO 2016

07

FAPESP participa do 1º Ciclo de palestras Rumo da Economia da RedeTV A FAPESP marcou presença no 1º Ciclo de palestras Rumo da Economia – retomada do crescimento realizado pela RedeTV nesta última terça-feira na capital paulista. Durante horas foram colocados em debate diversos assuntos pertinentes a economia brasileira e a retomada de investimentos ao Brasil. Ao final de cada apresentação ocorreu um debate mediado pelos jornalistas Celso Zucatelli e Amanda Klein. Apesar de todos mostrarem um panorama da economia, parece que os economistas não entendem de economia. Todos afirmaram que a reforma da previdência é necessária para o reajuste das contas públicas já que o atual sistema é insustentável. É UMA MENTIRA! NÃO PRECISAMOS DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA QUE SÓ VISA REDUÇÃO DE DIREITOS! PRECISAMOS QUE SEJA APROVADO O PL 4434/08 QUE REPÕEM OS BENEFÍCIOS NA MESMA PROPORÇÃO QUE FOI CONTRIBUÍDO! A NOSSA PREVIDÊNCIA É SUPERAVITÁRIAE O GOVERNO MENTE PORQUE RETIRA INDISCRIMINADAMENTE BILHÕES DE REAIS TODOS OS ANOS DA NOSSA SEGURIDADE SOCIAL. VAMOS LUTAR CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA. O economista e ex-ministro

SAIBA SEUS DIREITOS! Para agendar uma consulta com o departamento jurídico da FAPESP basta ligar para o telefone (11) 3150-9393 e marcar hora e data do atendimento. Os atendimentos ocorrem na sede da Federação na Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar República, São Paulo.

Antonio Delfim Netto foi o primeiro palestrante do evento em São Paulo. Delfim mostrou uma série de gráficos explicando que a queda do PIB se deu por conta da redução dos investimentos, principalmente da indústria. A falta de confiança no governo retraiu os investimentos e consequentemente o PIB caiu. Outro ponto destacado foi a interferência do governo nos preços, o que fez o mercado ficar em uma bolha de especulação até que não foi possível manter essa contenção dos preços e a inflação se descontrolou. Outro ponto discutido foi o alto índice de endividamento do governo. Os gastos da máquina pública só aumentam ano a ano por isso, deixa claro que o governo deve fazer um orçamento do zero para contenção de gastos. O economista deixou claro que sem investimento público e privado não haverá crescimento. Mas cabe o governo voltar a investir. Uma comparação feita foi que na década de 70, por exemplo, a cada 25%

contribuídos voltavam 5% como investimento e hoje fica na casa dos 36% e volta nem 3%. Guilherme Afif Domingos foi o segundo palestrante do evento e reforçou que para retomada do crescimento é importante restabelecer os investimentos e explicou o seu trabalho junto ao governo no processo de desburocratização de documentações para abertura e fechamento de empresas, além de mostrar a importância e crescimento dos micro empreendedores. Marcos Lisboa, atual diretor presidente do Insper, foi o terceiro palestrante do dia e ressaltou que crise é do Brasil e não internacional. Marcos explicou os diversos momentos da economia e para a atual crise deixou claro que a única saída são reformas profundas no governo e na previdência. Quando mais adiar, pior será. Não é que a arrecadação está baixa, mas, o governo está gastando muito! Vamos nos conscientizar e mudar o nosso país!

Mais do que ser brisa. E ondular searas e flores. Mais do que ser sol. E inebriar o mundo de mil cores. Acima do que já houve. Do de que há e ainda houver. Está a benção insuperável, extasiante e inigualável de ser tão somente MULHER! Esta é a homenagem da FAPESP a todas aposentadas, idosas que fazem da nossa luta mais forte e mais bela!

Aniversariantes de março! 12/03 –Associação dos Aposentados e Pensionistas de Itanhaem 15/03 – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Ribeirão Bonito. 21/03 – Sindicato dos Trabalhaores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo.


ENTIDADES FILIADAS NA FAPESP SINDAPFER | Sindicato dos Aposentados, Pensionistas, Ferroviários e demais Categorias do Estado de São Paulo (11) 3229-8295 / 3228-0271 sindap@bighost.com.br UAPO | União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco Fone:3682-9895 uapo@terra.com.br Associação dos Trabalhadores Aposentados nas Indústrias Químicas do ABCD (11) 4433-5835 / 4432-3624 aposentados@quimicosabc.org.br Associação dos Aposentados e Pensionistas da SABESP (11) 3372-1000 / Fax:3372-1009 aapsabesp@uol.com.br Associação dos Aposentados Idosos de São Carlos e Região (16) 3411-2189 apaisc.sc@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araraquara (16) 3335-2452 / (16) 8173-4645 assoc.apa@bol.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Sorocaba (15) 3327-1119 Apenso.so@gmail.com ADMAP – Associação Democrática dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos e Região (12) 3922-1341 / 3923-8298 admapsjc@ig.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Mogi das Cruzes (11) 4727-5157 uapemc1@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (11) 4583-1190 / 4583-1193 / 4583-1195 aapjr@terra.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região (16) 3384-1139 aapmr@uol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Várzea Paulista (11) 4606-2414 aapiclp@hotmail.com

SINTAEMA – Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo – Política Social (11) 3329-2500 / 3329-2537 aposentados.sintaema@terra.com.br

Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista (11) 4039-4109 duarteaapi@hotmail.com

Associação dos Aposentados de Taquaritinga (16) 3253-7253 associacao.aposentados-pensionistas@hotmail.com Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da Região do Grande ABCDMRPRGS (11) 4992-4702 secretaria@associacaoabc.com.br; atapaabc@gmail.com Associação dos Pensionistas Aposentados de Itanhaém (13) 3422-2114 apaire@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Presidente Epitácio (18) 3281-1233 aappesaopaulo@yahoo.com.br União dos Aposentados e Pensionistas de Embú e Região (11) 4782-1541 jair.to.le.do@hotmail.com

AAPIBAN - Subsede em Andradina – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui, Andradina e Região (18) 3721-1061 AAPINHOR – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Novo Horizonte e Região (17) 3542-4127 aapinhor@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ribeirão Preto (16) 3636-6914 / 3612-7852 aapirt@yahoo.com.br

SAAP – Secretária de Assuntos de Aposentados e Pensionistas – SINTIUS – SANTOS (13) 3226-3205 /3226-3215 silviosivoca@hotmail.com

Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de São José do Rio Preto (17) 3235-3688 arapriopreto@gmail.com; arapriopreto@outlook. com

AAPJR – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jaú e Região (14) 3601-6870 ass.aposentados@uol.com.br / www.aapjau.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba e Região – “Eclética” (19) 3447-3447/ (19) 3447-3440 aposentadospira@terra.com.br

Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Monte Alto e Região (16) 3245-5059 aposentadosmontealto@gmail.com

União dos Aposentados e Pensionistas de Transporte Coletivo de São Paulo (11) 2921-5747 / 2976-7492 uniaodosaposentados@terra.com.br

FENIX – Movimento dos Trabalhadores Aposent. e Pensionistas de São Paulo (11) 3258-6514 / 3231-2726 fenixassociacao@terra.com.br ; fenixaapsp@terra.com. br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Catanduva (17) 3523-1148 associacaocatanduva@bol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Penápolis (18) 3652-8555 aposentadospenapolis@terra.com.br

AAPV – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Valinhos (19) 3849 -2656 / 3871-0092 aapv@ig.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Salto (11) 4028-0112 / 4029-8639 lojadojorge@gmail.com

União dos Aposentados e Pensionistas do Brasil (11) 3255-0138

APEVO- Associação dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim e Região (15) 3243-2410 / (15) 3353- 8080 comunicação@apevo.com.br

União dos Aposentados, Pensionistas de Guarulhos (11) 2087-7788 uniaoapo@outlook.com

Sindicato de Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (14) 3223-6642 / 3223-6532 sinferrobru@uol.com.br

Departamento de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria STU – Sindicato dos Trabalhadores da UNICAMP (19) 3289-4242 / (19) 3289-3502 secretaria@stu.org.br

Associação dos Aposentados de Caraguatatuba (12) 3883-2418 / 3883-2174 caragua.aapc@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araras (19) 3541-8068 aapas@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região (17) 3521-3440 aapsacr@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos (12) 3942-2930 contato@aapsjc.com.br

Associação dos Trabalhadores Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba (19) 3433-9845 assaposent@terra.com.br AAPIBAN - Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui e Alta Noroeste (18) 3641-2701 aapibanbirigui@hotmail.com ARAPS - Associação Regional dos Aposentados Pensionistas pela Previdência Social Rio Claro (19) 3533-8787 arapsrioclaro@uol.com.br Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos e Lençóis Paulista (14) 3263-2591 aposentadoslencois@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Porto Ferreira (19) 3585-6600 aappferreira@hotmail.com Associação dos Metalúrgicos Aposentados de Sorocaba e Região (15) 3031-4271 / 3031-2459 amasosor@yahoo.com.br

Jornal Experientes 24ª Edição  

Jornal Experientes 24ª Edição

Jornal Experientes 24ª Edição  

Jornal Experientes 24ª Edição

Advertisement