Page 1

E xperientes

Jornal da Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo

Filiado a

ED.023 - FEVEREIRO 2016

SÃO PAULO TRABALHA, TRABALHA E MUITO!

FAPESP NA LUTA PELO APOSENTADO E CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

A charge acima mostra o que o governo quer fazer com a nossa Previdência, sucatear esse órgão tão importante e impor reformas que vão apenas prejudicar os aposentados. O governo culpa os aposentados pelo rombo nas contas públicas mas não param de desviar BILHÕES da Seguridade Social todos os anos. Devemos lutar mais do que nunca CONTRA esse absurdo que é a Reforma da Previdência! Queremos Dignidade aos aposentados! (Página 4)

FAPESP PARTICIPA DO GRANDE ATO DE APARECIDA A União faz a força e diferença. Juntos formamos milhões querendo mudança. A FAPESP marcou presença no grande Ato de Aparecida em comemoração ao Dia Nacional do Idoso, comemorado no dia 24 de janeiro. O evento foi organizado pela Cobap e Federações de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. (Página 3)

www.federacaofapesp.com.br

facebook.com/fedaeracaofapesp

@federacaofapesp


02

EXPERIENTES

ESPAÇO DO PRESIDENTE

DEVEMOS NOS MOBILIZAR E SAIR DA NOSSA PRÓPRIA adormecida perante o drama da pobreza, e de entrar cada vez mais no coração do Evangelho, onde os pobres são os privilegiados da misericórdia divina. Todavia, o pobre mais miserável é aquele que não aceita reconhecerse como tal.Pensa que é rico, mas na realidade é o mais pobre dos pobres. E quanto maior for o poder e a riqueza à sua disposição, tanto maior pode tornar-se esta cegueira mentirosa. E esta cegueira está acompanhada por um soberbo delírio de onipotência. Cabe uma reflexão aos A Quaresma deste Ano Jubilar é um aposentados que na verdade estão tempo favorável para todos poderem, aposentados no trabalho mas não da finalmente, sair da própria alienação vida. Não podemos desistir ou abrir existencial. mão de tudo e perder nossa dignidade “Prefiro a misericórdia ao e não permitir que o governo retire o sacrifício” (Mt 9, 13). As obras de pouco que resta dos nossos direitos. misericórdia no caminho jubilar são Este delírio pode assumir também o tema da Mensagem do Pontífice. formas sociais e políticas, como A misericórdia de Deus transforma o mostraram os totalitarismos do século coração do homem, tornando-o assim, XX e mostram hoje as ideologias do por sua vez, capaz de misericórdia. pensamento único e da tecnociência Uso as palavras do Papa Francisco que pretendem tornar Deus irrelevante para reforçar que estas obras nos e reduzir o homem a massa possível de recordam que a nossa fé se traduz instrumentalizar. E podem atualmente em atos concretos e quotidianos, mostrá-lo também as estruturas de destinados a ajudar o próximo no pecado ligadas a um modelo de falso corpo e no espírito e sobre os quais desenvolvimento fundado na idolatria havemos de ser julgados: alimentá-lo, do dinheiro, que torna indiferentes visitá-lo, confortá-lo, educá-lo. ao destino dos pobres as pessoas e Será uma maneira de acordar as sociedades mais ricas, que lhes a nossa consciência, muitas vezes fecham as portas recusando-se até

ALIENAÇÃO EXISTENCIAL mesmo a vê-los. Portanto, a Quaresma deste Ano Jubilar é um tempo favorável para todos poderem, finalmente, sair da própria alienação existencial, graças à escuta da Palavra e às obras de misericórdia. Se por meio das obras corporais, tocamos a carne de Cristo nos irmãos e irmãs necessitados de ser nutridos, vestidos, alojados, visitados, as obras espirituais tocam mais diretamente o nosso ser de pecadores: aconselhar, ensinar, perdoar, admoestar, rezar. Estas obras nunca podem ser separadas, pois é precisamente tocando a carne de Jesus crucificado no miserável que o pecador pode receber a consciência de ser ele próprio um pobre mendigo. Não percamos este tempo de Quaresma favorável à conversão! Diante das últimas ações que o governo tem tomado como, por exemplo, a proposta de uma Reforma na Previdência e uma série de medidas que só visam a redução de direitos dos aposentados e idosos é FUNDAMENTAL uma grande mobilização de rua contra todas essas ações. Por isso, será realizado no DIA 31 DE MARÇO DE 2016 O GRANDE ATO DOS APOSENTADOS. Precisamos nos UNIR e REESCREVER a história dos aposentados!

EXPEDIENTE Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo CNPJ: 60.263.365/0001-30 Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar - República :: CEP: 01041-000 São Paulo SP Tel: (11) 3150-9393 Site: www.federacaofapesp.com.br Facebook: www.facebook.com/federacaofapesp DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Antonio Alves Da Silva Vice-Presidente: José Carlos da Cruz Prates Secretário Geral: José Goulart Da Silva 2º Secretária: Mercedes Lopes Mendes Tesoureiro: Octaviano Pereira Santos 2º Tesoureiro: Felicio Pereira Barbosa

Diretor de Comunicação Social: Adonias Cesário de Souza Diretor Adjunto: Ana Maria Martins Diretor de Assuntos Jurídicos: Valdemar Venâncio Diretor de Rel. Sind. Movimentos Sociais: Juraci Goes Diretor de Patrimônio: Antero Ferreira Lima Diretor Adjunto: Jaime da Silva Cortez Diretor Previdência Social: Jandir Teixeira Diretor Adjunto: Nelson Gonçalves Diretor de Eventos: Lydia Roque Diretor de Cultura E Lazer: Eva Narciso Miguel Diretor Adjunto: Norma Lopes Golçalves

CONSELHO FISCAL TITULAR 1 – José Veiga de Oliveira 2 – Laércio Carolino 3 – José Nunes CONSELHEIROS SUPLENTES 1 – José Jair Azzi 2 – Ramios Pereira do Nascimento Jornalista responsável e design gráfico Renan Matavelli - MTB: 79223 E-mail: renanmatavelli@gmail.com Impressão: Gráfica Cinelandia Tiragem : 30 mil exemplares


03

FEVEREIRO 2016

FAPESP MARCA PRESENÇA NO GRANDE ATO EM APARECIDA A União faz a força e diferença. Juntos formamos milhões querendo mudança. A FAPESP marcou presença no grande Ato de Aparecida em comemoração ao Dia Nacional do Idoso, comemorado no dia 24 de janeiro. O evento foi organizado pela Cobap e Federações de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Primeiramente, aconteceu a Santa Missa na Basílica de Aparecida que foi transmitida ao vivo pelos canais TV Aparecida e Cultura e pelas rádios da TV Aparecida. Mais de 5 mil aposentados lotaram a basílica numa só voz aclamando mudança e mais dignidade ao aposentado. Na missa, celebrada pelo Cardeal Raymundo Damasceno Assis Arcebispo de Aparecida (SP) foi aberto o espaço para o Presidente da Federação de Minas Gerais, Robson Bittencourt, representando todos os aposentados do Brasil, a ler a Carta de Aparecida pedindo dignidade, justiça e mudança na vida dos aposentados como a aprovação do nosso Pl4434/08 além de mostrar que o salário dos aposentados está defasado há anos sem ter uma aumento real do salário. Após a Santa Missa, os aposentados de TODO o Brasil foram ao auditório no subsolo da Basílica. Neste encontro ,os Presidentes das Associações e lideranças de diversos estados tiveram a oportunidade de discursar com as lideranças ideias e projetos para o movimento. O Presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva participou de várias entrevistas para rádio e televisão e na tribuna cumprimentou todos na plenária e alertou a atual situação da previdência e chamou os aposentados para a luta da reposição REAL dos benefícios dos aposentados. Estiveram na mesa solene o Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, o Presidente da ANFIP, Antonio Vilson Romero que participaram de todo o Ato e discursaram palavras de ordem e mobilização para os

aposentados e idosos. Após a reunião foram sorteados diversos prêmios como uma televisão e notebook e eletrodomésticos e eletroeletrônicos. VAMOS NOS UNIR E FAZER O ANO DE 2016 O ANO DE MUDANÇA E VITÓRIAS! Confira a galeria completa de fotos do evento no Facebook da FAPESP.

Comissão de Formação realiza reunião de planejamento para cursos da ANFIP nas Associações Aconteceu na sede da FAPESP, a reunião da Comissão de formação, onde foi discutido o planejamento dos Seminários durante o ano de 2016. A Comissão é formada por Adonias, Sandra, Nelson e Aristides. A FAPESP em parceria com a ANFIP, Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil e outros convidados especialistas na área previdenciária farão uma série de palestras para formação das lideranças de base. As palestras realizadas todos os meses nas Regionais tem o objetivo de instruir e formar mais nossas bases. Em breve já teremos o cronograma completo das palestras que já se iniciam em março. Só com informação somos mais fortes ainda! A FAPESP trabalha e muito a favor dos aposentados e idosos! VAMOS A LUTA APOSENTADOS!


04

EXPERIENTES

FAPESP NA LUTA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA A FAPESP enviou a todos os parlamentares ofício se posicionando CONTRA a Reforma da Previdência que deve ser apresentada logo no início dos trabalhos legislativos. Essa reforma só visa a diminuição de direitos. Solicitamos apoio aos Parlamentares para que não aprovem qualquer mudança proposta pelo governo. É importantíssimo que qualquer projeto que envolva a Seguridade Social e principalmente a Previdência Social seja discutida com a COBAP e suas Federações. A FAPESP não admite a redução de qualquer direito aos Aposentados, Pensionistas ou Idosos. Para construirmos uma Previdência mais justa, devemos pensar no futuro próximo termos de volta a Administração Quadripartite e a criação de um Fundo Previdenciário. A Federação de São Paulo representando todas as Entidades de base do estado está aberta a construir um novo futuro para a Previdência. É necessário neste momento termos um Projeto de Lei para a criação de um Fundo Previdenciário, o que garantiria o pagamento dos benefícios atuais e o futuro saudável da nossa Previdência Social e dessa forma o governo não poderá usar argumentos alegando que a previdência é deficitária ou até mesmo inviável. O governo mente e muito sobre a Seguridade Social no Brasil. Os recursos da Seguridade Social só são conhecidos quando entram nos cofres da Receita Federal do Brasil (Tesouro Nacional). Depois mistura-se com impostos e outros tributos e se transformam em recursos do Tesouro Nacional e usam como querem. Por isso, o fundo exclusivo para a Previdência é a solução para garantia do pagamento dos benefícios. Somente em 2014 a Seguridade teve um superávit

de R$ 54 Bilhões , segundo dados da ANFIP, Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil e somando os anos anteriores chegamos a casa do trilhão. Do montante arrecado o governo retira indiscriminadamente da Seguridade Social 20% (com pretensão de aumentar para 30%) a DRU e some com o resto do superávit da Previdência. Para onde vai tanto dinheiro? A Previdência tem dinheiro desde que não retirem para outros fins! Não admitimos em hipótese alguma que a NOSSA Previdência caia nas mãos dos grandes bancos. A Seguridade Social é do povo! Por isso, a criação desse Fundo se faz necessária. A criação de um Fundo não é uma ideia nova. Há precedentes como no caso do Estado de São Paulo. O Governo de São Paulo criou esse Fundo com autonomia administrativa, financeira, patrimonial e de gestão em 2007. O Fundo seria criado por meio do superávit da Seguridade Social, com a venda de Patrimônios principalmente de imóveis inutilizados e abandonados, com a cobrança imediata das dívidas de décadas até centenárias de empresas com a Previdência Social, com o recolhimento por parte de empresas de filantropia, o fim da renúncia fiscal além da extinção da DRU (Desvinculação de Receita da União).

Devemos lutar para que a Previdência Social seja um órgão paralelo ao governo e não dentro do governo como já foi no passado e é defendido por juristas previdenciários. Devemos exigir a Administração Quadripartite e poderes deliberativos, pois, somente assim iremos ter transparência nas contas previdenciárias e não teremos mais bilhões de reais desviados sem retorno algum. Lutamos e muito para um ganho real e justo dos benefícios, por isso, queremos que a Câmara dos Deputados coloquem na pauta de votação e aprovem o nosso PL 4434/08 que prevê o reajuste do salário dos aposentados na mesma proporção que foi contribuído. Só assim, teremos ganhos reais que mantenham o mínimo do padrão de vida merecido aos aposentados e idosos. Somente desta forma vamos começar a reconstruir a nossa Previdência. Os Aposentados e Idosos merecem ter dignidade e serem mais respeitados pelos governantes. Devemos pensar e trabalhar para os aposentados e idosos e só assim a crise moral, política e financeira chegará ao fim. A solução de todos os problemas do Brasil é trabalhar e pensar na população e não em cargos, politicagens e capital. Estamos abertos ao diálogo para construção de um país mais justo aos aposentados e idosos.


05

FEVEREIRO 2016

Comissão de Atos se reúne para discutir Grande Ato dos Aposentados!

A FAPESP NÃO PARA! A reunião da comissão de Atos da FAPESP está a todo vapor! Ana Maria Martins , Lydia Roque , Josias Melo, Jandir Teixeira, Moacir Alves da Silva e Isnardi Rodolfo já estão discutindo O GRANDE ATO DOS APOSENTADOS que acontecerá em 31 de Março na cidade de São Paulo. Diante das últimas ações que o governo tem tomado como, por exemplo, a proposta de uma Reforma na Previdência e uma série de medidas que só visam a redução de direitos dos aposentados e idosos é FUNDAMENTAL uma grande mobilização de rua contra todas essas ações. Por isso será realizado no DIA 31 DE MARÇO DE 2016 O GRANDE ATO DOS APOSENTADOS. O trajeto e dispersão do Grande Ato será definido e divulgaremos em

breve todos os detalhes desse grande dia! JÁ ANOTEM ESSA DATA! DIA 31 DE MARÇO VAMOS JUNTOS PARA RUA FAZER PARTE DESSE IMPORTANTE DIA DE LUTA PELOS APOSENTADOS E IDOSOS.

CONVOCAMOS DESDE JÁ A TODAS AS ENTIDADES DE BASE, FEDERAÇÕES, COBAP E CENTRAIS SINDICAIS PARA LEVAREM O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS PARA ESTE IMPORTANTE DIA PARA OS APOSENTADOS E IDOSOS!

Custo de vida do idoso sobe muito mais que a inflação

A popular combinação do arroz com o feijão ficará mais cara para o consumidor em meados de fevereiro. Sob influência das mudanças climáticas e da inflação descontrolada nos últimos meses o brasileiro sofrerá com o preço do quilo destes alimentos básicos, podendo atingir até R$ 10. Engana-se quem pensa que o reajuste colocado pelo governo seja muito. UMA MENTIRA! Como podemos falar em aumento se estamos com a inflação descontrolada passando de 15%. O aumento real não aconteceu e o valor reajustado não cobre nem de perto o aumento enfrentado no dia a dia dos aposentados e idosos. E qual a solução que o governo vê

diante da crise? Criar mais impostos! NÃO PODEMOS MAIS ADMITIR QUE O GOVERNO CONTINUE TRATANDO O POVO COMO FONTE DE IMPOSTO. O povo está sendo massacrado e com os direitos reduzidos a cada dia que passa. Precisamos que este governo trabalhe para o seu povo que o elegeu e só assim essa crise moral, política e econômica acabará. Segundo pesquisa da FGV Fundação Getúlio Vargas a população acima de 60 anos desembolsou 11,13% a mais pelos produtos e serviços consumidos em 2015.O que mais pesou foi a alta dos preços relativos à alimentação. Mas a verdade não está nas porcentagens, mas sim nos mercados e

farmácias que o custo de vida subiu muito mais que a inflação e esses índices. Por baixo, o custo de vida aumentou pelo menos de 15% a 20% enquanto os salários não aumentaram nem uma parte para suprir o que já é defasado. Por isso, lutamos e muito para um ganho real e justo dos benefícios e devemos pressionar a Câmara dos Deputados para que coloquem na pauta de votação e aprovem o nosso PL 4434/08 que prevê o reajuste do salário dos aposentados na mesma proporção que foi contribuído. Só assim, teremos ganhos reais que mantenham o mínimo do padrão de vida merecido aos aposentados e idosos.

FAPESP NA LUTA CONTRA AS MALDADES DOS BANCOS AOS IDOSOS!

O Secretário Geral da FAPESP, José Goulart e o Diretor da FAPESP Antero Ferreira se reuniram com o Defensor Público e Coordenador Núcleo Especializado de Direitos do Idosos e da Pessoa com Deficiência, o Doutor Felipe Hotz de Macedo na sede da Defensoria Pública do Estado de São Paulo para tratar da denúncia feita pela FAPESP contra os bancos que se negam receber os idosos e aposentados na boca do caixa para transações bancárias menores que 1 mil reais. Um absurdo! Os bancos ferem o Estatuto do Idoso já que negam o atendimento aos idosos. Lembrando que os idosos

são direcionados aos caixas de autoatendimento onde não há nenhum auxílio ou são direcionados para casas lotéricas onde correm riscos de serem assaltados. A FAPESP já encaminhou inúmeras vezes ofícios aos bancos, à FEBRABAN, ao Banco Central e ao

Ministério da Previdência. Porém, a prática continua e NÃO VAMOS ADMITIR esse absurdo! Por isso, iniciamos esse trabalho em conjunto com a Defensoria do Estado para colocar fim a essa prática cruel e desrespeitosa aos idosos!


06

EXPERIENTES

ARAPS marca presença no Dia Nacional do Aposentado A Araps (Associação dos Aposentados e Pensionistas pela Previdência Social) liderada pela Presidente e Diretora da FAPESP, Norma Lopes Gonçalves marcou presença no Grande Ato de Aparecida realizado dia 24 de janeiro comemorando o Dia Nacional dos Aposentados. A repercussão da participação da Entidade no evento ganhou destaque no Jornal Cidade, de Rio Claro. Norma Lopes Gonçalves, explica que a manifestação em Aparecida significa que, além dos obstáculos já existentes para enfrentar na aposentadoria, agora pode ficar ainda mais difícil conseguir chegar a essa etapa. “Sabemos que é preciso mudar

a Previdência, mas o aposentado não pode ser o único prejudicado. Existem muitos outros ‘ralos’ por onde escoa o dínheiro.” afirma. Norma cita o caso DRU (Desvinculação da Receita da União), criada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que permite ao governo retirar 20% da receita da Previdência sem necessidade de prestar contas. O salário mínimo tem recuperado seu poder de compra. Quem ganha acima do mínimo luta pela vinculação do reajuste. Para ela, os aposentados não devem desistir da luta por melhores aposentadorias. “Não desistiremos da luta, ainda porque o governo sinalizou que pode ser criada uma idade mínima para que o

trabalhador tenha direito ao benefício, além dos limites já existentes. A alegação é de que, se não houver essas mudanças, a Previdência Social pode quebrar no futuro por número insuficiente de trabalhadores na ativa para manter os aposentados”, comenta.

FAPESP participa de reunião de planejamento na COBAP São Paulo O ano se inicia e os Dirigentes e Presidentes de todas as Federações do Brasil se reúnem na sede da COBAP São Paulo para traçar metas e objetivos para o movimento dos aposentados para 2016. Os líderes souberam de mais detalhes de importantes projetos da COBAP para os aposentados. A FAPESP esteve presente nas reuniões de planejamento e todos nós JUNTOS vamos lutar mais pelo direito dos aposentados e idosos!

FAPESP SEMPRE ESTÁ PRESENTE NAS ASSOCIAÇÕES!

FAPESP UNIDA! O Presidente da FAPESP Antonio Alves da Silva não para! O nosso líder dos aposentados fez uma série de visitas a Associações filiadas. Valorizamos nossas bases e estamos presentes nas nossas Entidades reforçando a UNIÃO dos aposentados! A FAPESP está na luta incansável pelo direito dos aposentados e idosos. Em algumas reuniões estiveram presentes o vice-presidente da FAPESP e presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região, José Prates, o Diretor da FAPESP e presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região José Veiga e o presidente da Associação de Araraquara, Laercio Carolino, o Presidente da APEVO Associação Aposentados de Votorantim, Aristides Vieira Fernandes, o vice-presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba e Região – “Eclética”, José Jair Azzi.

FAPESP na Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ribeirão Preto

FAPESP na Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araras

FAPESP na Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista.


07

FEVEREIRO 2016

Associação de Birigui participa de reunião para combater a Dengue A Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui e Alta Noroeste participou de uma reunião realizada pela Prefeitura de Birigui com a sociedade civil sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti Estiveram presentes nessa importante reunião o responsável pela sub-sede de Andradina é José Maria Rodrigues e o Presidente da Associação de Birigui e Diretor da FAPESP Jaime Cortez. A reunião teve objetivo de unir os gestores públicos e a sociedade civil nas ações de mobilização e intensificação do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. A iniciativa foi coordenada pelas secretarias de Saúde e Segurança Pública, por meio da Defesa Civil. O encontro ocorreu na Casa de Cultura Cristina Calixto e contou

com a presença de representantes de diversos órgãos, como Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, Sesi, Sinbi, Rotary, Igreja São Francisco, Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos, Top Colors, presidentes dos bairros Thereza Maria Barbieri e Monte Líbano, além de secretários municipais e vereadores. O prefeito Pedro Bernabé disse que o combate à dengue depende também do empenho da população. “Temos feito todas as ações que são de competência do poder público. Mas, sabemos que 80% dos focos do mosquito estão dentro das casas”, comentou. “É preciso haver uma maior conscientização da comunidade e o apoio de todos para realizarmos uma grande ação comunitária contra a dengue”, completou. De acordo com a diretora da Vigilância Epidemiológica, Maria

PARABÉNS FAPESP!!!

Há 33 anos, no dia 18 de fevereiro foi fundada a FAPESP, Federação das Associações e Departamentos de Aposentados Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo. A Federação sempre esteve de portas abertas, afinal a FAPESP só existe graças a união das Associações de Base e dos aposentados que acreditam numa vida melhor hoje e para o futuro. A FAPESP sem dúvida é uma das Entidades mais presentes no movimento dos aposentados firmando-se como a legítima defensora dos direitos de mais de cinco milhões e quatrocentos mil aposentados e pensionistas paulistas. Seu renascimento deu-se em 10 de novembro de 2005, durante solenidade de posse da nova diretoria, realizada na Capital

com a presença e trabalho do atual presidente da COBAP, Warley Martins e do atual Presidente da FAPESP, Antonio Alves. Atualmente a frente da FAPESP, o Presidente Antonio Alves da Silva, iniciou uma verdadeira revolução política-administrativa na Federação, defensor acíduo dos aposentados faz de tudo para que a vida dos aposentados melhore. Uma adminitração que traz confiança, união ao movimento e várias conquistas dentre a mais recente o Passe Livre no transporte público para os idosos a partir de 60 anos e a FAPESP não vai parar de lutar e cobrar as autoridades por políticas públicas dignas para os aposentados. O maior presente que podemos ter é a participação de todos na Fapesp que é antes de tudo do aposentado.

Para mudar de casa sem estresse é preciso se organizar com antecedência. Assim que a data da mudança for definida, reserve uma semana para empacotar os objetos de cada cômodo. Dessa forma, essa etapa será realizada com calma, sem correria. Para serviços como mudanças, fretes e entregas em geral procure Wanderley M Merlan Telefone: 2957-9773, Cel.: 98414-1789 ou 98422-1090 ou e-mail wanderley.mmerlan@ig.com.br

Helena Martins Yazawa, visita casa a casa para vistorias, orientações e eliminação de criadouros, bloqueios com nebulização em locais com casos positivos da doença, arrastões técnicos em áreas com maior índice de infestação do mosquito, além de monitoramento dos pontos especiais e estratégicos são algumas das ações contínuas, realizadas pelos agentes comunitários de saúde e de combate à endemias da Prefeitura.

Aniversariantes de fevereiro! 07/02 – Assoc dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim (Apevo) 11/02 –Assoc dos Aposentados e Pensionistas De Valinhos 13/02 –Assoc.de Aposentados, Pensionistas e Idosos de Monte Alto e Região 15/02 –Assoc. dos Trabalhadores Aposentados Químicos do Abc

SAIBA SEUS DIREITOS! Para agendar uma consulta com o departamento jurídico da FAPESP basta ligar para o telefone (11) 3150-9393 e marcar hora e data do atendimento. Os atendimentos ocorrem na sede da Federação na Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar República, São Paulo.


ENTIDADES FILIADAS NA FAPESP SINDAPFER | Sindicato dos Aposentados, Pensionistas, Ferroviários e demais Categorias do Estado de São Paulo (11) 3229-8295 / 3228-0271 sindap@bighost.com.br UAPO | União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco Fone:3682-9895 uapo@terra.com.br Associação dos Trabalhadores Aposentados nas Indústrias Químicas do ABCD (11) 4433-5835 / 4432-3624 aposentados@quimicosabc.org.br Associação dos Aposentados e Pensionistas da SABESP (11) 3372-1000 / Fax:3372-1009 aapsabesp@uol.com.br Associação dos Aposentados Idosos de São Carlos e Região (16) 3411-2189 apaisc.sc@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araraquara (16) 3335-2452 / (16) 8173-4645 assoc.apa@bol.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Sorocaba (15) 3327-1119 Apenso.so@gmail.com ADMAP – Associação Democrática dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos e Região (12) 3922-1341 / 3923-8298 admapsjc@ig.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Mogi das Cruzes (11) 4727-5157 uapemc1@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (11) 4583-1190 / 4583-1193 / 4583-1195 aapjr@terra.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região (16) 3384-1139 aapmr@uol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Várzea Paulista (11) 4606-2414 aapiclp@hotmail.com

SINTAEMA – Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo – Política Social (11) 3329-2500 / 3329-2537 aposentados.sintaema@terra.com.br

Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista (11) 4039-4109 duarteaapi@hotmail.com

Associação dos Aposentados de Taquaritinga (16) 3253-7253 associacao.aposentados-pensionistas@hotmail.com Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da Região do Grande ABCDMRPRGS (11) 4992-4702 secretaria@associacaoabc.com.br; atapaabc@gmail.com Associação dos Pensionistas Aposentados de Itanhaém (13) 3422-2114 apaire@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Presidente Epitácio (18) 3281-1233 aappesaopaulo@yahoo.com.br União dos Aposentados e Pensionistas de Embú e Região (11) 4782-1541 jair.to.le.do@hotmail.com

AAPIBAN - Subsede em Andradina – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui, Andradina e Região (18) 3721-1061 AAPINHOR – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Novo Horizonte e Região (17) 3542-4127 aapinhor@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ribeirão Preto (16) 3636-6914 / 3612-7852 aapirt@yahoo.com.br

SAAP – Secretária de Assuntos de Aposentados e Pensionistas – SINTIUS – SANTOS (13) 3226-3205 /3226-3215 silviosivoca@hotmail.com

Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de São José do Rio Preto (17) 3235-3688 arapriopreto@gmail.com; arapriopreto@outlook. com

AAPJR – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jaú e Região (14) 3601-6870 ass.aposentados@uol.com.br / www.aapjau.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba e Região – “Eclética” (19) 3447-3447/ (19) 3447-3440 aposentadospira@terra.com.br

Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Monte Alto e Região (16) 3245-5059 aposentadosmontealto@gmail.com

União dos Aposentados e Pensionistas de Transporte Coletivo de São Paulo (11) 2921-5747 / 2976-7492 uniaodosaposentados@terra.com.br

FENIX – Movimento dos Trabalhadores Aposent. e Pensionistas de São Paulo (11) 3258-6514 / 3231-2726 fenixassociacao@terra.com.br ; fenixaapsp@terra.com. br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Catanduva (17) 3523-1148 associacaocatanduva@bol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Penápolis (18) 3652-8555 aposentadospenapolis@terra.com.br

AAPV – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Valinhos (19) 3849 -2656 / 3871-0092 aapv@ig.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Salto (11) 4028-0112 / 4029-8639 lojadojorge@gmail.com

União dos Aposentados e Pensionistas do Brasil (11) 3255-0138

APEVO- Associação dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim e Região (15) 3243-2410 / (15) 3353- 8080 comunicação@apevo.com.br

União dos Aposentados, Pensionistas de Guarulhos (11) 2087-7788 uniaoapo@outlook.com

Sindicato de Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (14) 3223-6642 / 3223-6532 sinferrobru@uol.com.br

Departamento de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria STU – Sindicato dos Trabalhadores da UNICAMP (19) 3289-4242 / (19) 3289-3502 secretaria@stu.org.br

Associação dos Aposentados de Caraguatatuba (12) 3883-2418 / 3883-2174 caragua.aapc@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araras (19) 3541-8068 aapas@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região (17) 3521-3440 aapsacr@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos (12) 3942-2930 contato@aapsjc.com.br

Associação dos Trabalhadores Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba (19) 3433-9845 assaposent@terra.com.br AAPIBAN - Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui e Alta Noroeste (18) 3641-2701 aapiban@outlook.com / www.aapiban.org.br ARAPS - Associação Regional dos Aposentados Pensionistas pela Previdência Social Rio Claro (19) 3533-8787 arapsrioclaro@uol.com.br Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos e Lençóis Paulista (14) 3263-2591 aposentadoslencois@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Porto Ferreira (19) 3585-6600 aappferreira@hotmail.com Associação dos Metalúrgicos Aposentados de Sorocaba e Região (15) 3031-4271 / 3031-2459 amasosor@yahoo.com.br

Jornal Experientes 23 Edicao  

Jornal Experientes 23 Edicao

Jornal Experientes 23 Edicao  

Jornal Experientes 23 Edicao

Advertisement