Page 1

E xperientes

Jornal da Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo

Filiado a

ED.021- NOVEMBRO 2015

GOVERNO JUSTO DEVE OUVIR E TRABALHAR PARA SEU POVO!

O nosso país está em uma desordem sem fim. O governo está paralisado. O que vemos além de escândalos de corrupção, articulações políticas e rombos bilionários nas contas públicas, são meios de tirar mais dinheiro do povo, como a volta da CPMF e nenhuma ação a favor do povo. Entre os escândalos e cortes cruéis quem mais paga a conta é o povo com a inflação descontrolada e direitos cada vez menores. (Página 5)

SÃO PAULO TRABALHA, TRABALHA E MUITO!

FAPESP MARCA PRESENÇA NO CONGRESSO EM MACEIÓ! A FAPESP participou entre os dias 8 a 12 de outubro do 23º Congresso Nacional de Aposentados e Idosos - CNAPI na cidade de Maceió em Alagoas. Marcamos presença! Somos uma Federação unida! (Página 7)

www.federacaofapesp.com.br

facebook.com/fedaeracaofapesp

@federacaofapesp


02

EXPERIENTES

ESPAÇO DO PRESIDENTE || A BAGUNÇA GOVERNAMENTAL PARALISA O BRASIL!

O ditado popular diz que Ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão. Mas para Dilma e Cunha a única saída é a renúncia. Ladrão que rouba nação não tem perdão de forma alguma! Um governo corrupto e cruel com seu povo torna-se insustentável. A crise paralisa o país por causa da incompetência desses políticos que não sabem cuidar do Brasil. A guerra entre a presidente Dilma Rousseff e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha ganhou um novo capítulo. Dilma rebateu durante viagem na Finlândia as declarações dadas pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha quando lamentou “que é com o governo brasileiro o maior escândalo de corrupção do mundo”. Dilma ignorando o fato que em sua administração a Polícia Federal desarticulou um esquema de corrupção sem precedentes no país, que sangrou os cofres da Petrobras e serviu para abastecer o bolso e o caixa de campanha de políticos que davam sustentação a seu governo e ao de seu antecessor Lula. A petista afirmou que seu governo não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção. COMO ASSIM? Provavelmente a senhora presidente vive em outro planeta para dizer tamanho absurdo! Os principais envolvidos no esquema de corrupção são todos aliados a Dilma e ainda temos que ouvir esse absurdo! Tanto Cunha quanto Dilma estão por pouco para serem cassados. O cerco está se fechando e está cada dia pior negar provas concretas de que roubaram e EXPEDIENTE

muito o nosso Brasil. Os brasileiros não merecem esse governo cruel. Enquanto não pensarem no seu povo a crise não acabará. Trabalhem para o Brasil. Precisamos mudar essa história! O Supremo Tribunal também deixa muito a desejar. Basta dizer que os Ministros do STF, no exercício de suas elevadas funções, não estão praticamente sujeitos a controle algum, podendo impunemente deixar de cumprir, não só a Constituição da qual aquela Corte é declarada guardiã, como até mesmo as próprias normas do Regimento Interno da Corte, por eles aprovadas. Até a alta corte se vendeu! Nosso país precisa de Justiça e todos que participaram desse esquema de corrupção absurdo devem ser punidos! A justiça deve ser feita doa a quem doer. Se os juízes apoiam esses ladrões, são também cúmplices e devem ser afastados e punidos. O Brasil é dos brasileiros e não dos políticos! Que situação vive o nosso Brasil. É muito difícil de entender. Vejamos: a) O Lula não tem nenhum cargo pela qual tenha sido eleito. É detentor do título de Ex. Além de ser chefe da quadrilha do mensalão, do Petrolão e da Lava-Jato mesmo assim manda mais que a madrasta Dilma. Ele troca ministros, dá ordens administrativas, etc. e a Dilma obedece. Humilha a militância deixando o PT de lado e exaltando o PMDB. Quando escolheram a Dilma para ser presidente milhões de militantes não aceitavam a imposição e tiveram que aceitar na marra. b) Hoje tem um civil como chefe das forças armadas. Tiram o poder dos militares e este aceitam como a coisa mais normal do mundo. Hoje os reservistas sentem vergonha das forças armadas que aí temos. c) O Congresso Nacional não trabalha para o povo. Os parlamentares foram eleitos com nossos votos e delegamos a eles o poder de nos representarem e o que fazem? Viram as costas ao povo e fazem o que o governo quer. E o que fazem Cunha e Calheiros? Brigam entre si para ver quem é o maioral. Não se preocupem os dois serão cassados por

desvios de verbas públicas. d) E os trabalhadores? Falta-lhes luta para garantir o poder de negociação. As centrais, como nós são contra a unificação do Ministério do Trabalho e Ministério da Previdência. Colocaram matérias nos jornais, gritaram espernearam e o que conseguiram? Nada. Cadê a capacidade de uma greve geral e parar esse Brasil para mostrar ao governo que o Brasil é dos brasileiros? E os aposentados? A grande maioria fica em casa cuidando de passarinho, vendo televisão o dia todo, enchendo o saco da esposa e reclamando do salário. Perderam a vontade de lutar. Hoje, a maioria está acomodado. Precisamos de união e ação já! Para votação do veto a emenda do índice de reajuste do salário mínimo para todas as aposentadorias. Deveríamos ter mobilizado em Brasília pelo menos 10 mil aposentados. Mas infelizmente tinha uma meia dúzia de dirigentes pedindo a derrubada do veto. É triste não é? e) E os movimentos sociais? Tem dirigente e outras “lideranças” que querem levar o povo para rua mais não permitem que surjam novas lideranças que talvez venha ofuscá-las. Se dizem despretensiosos, mas já se organizam para concorrer a cargos políticos. É tudo por interesse, oportunismo mesmo. Quando os interesses pessoais se tornam maiores que os interesses do povo, nada mais funciona. Muitas instituições estão como no país. A crise moral tomou conta da nossa querida pátria (desvio de conduta moral, roubo, politicagem, falta de respeito e amor com o próximo) e gerou essa imensa crise política e financeira. Se não corrigir a crise moral nada se corrigirá. Deus ficou em 3º, 4º ou 5º plano. A ganância, a luxúria, a busca desfreada pelo poder, o esquecimento das ações sociais levam o Brasil a cada dia mais para o fundo do buraco construído pela politicagem que aí está. “QUANDO OS QUE GOVERNAM PERDEM A VERGONHA, OS QUE OBEDECEM PERDEM O RESPEITO” (GEORG LICHTENBERG)

Federação das Associações e Departamentos de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado de São Paulo CNPJ: 60.263.365/0001-30 Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar - República :: CEP: 01041-000 São Paulo SP Tel: (11) 3150-9393 Site: www.federacaofapesp.com.br Facebook: www.facebook.com/federacaofapesp DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Antonio Alves Da Silva Vice-Presidente: José Carlos da Cruz Prates Secretário Geral: José Goulart Da Silva 2º Secretária: Mercedes Lopes Mendes Tesoureiro: Octaviano Pereira Santos 2º Tesoureiro: Felicio Pereira Barbosa

Diretor de Comunicação Social: Adonias Cesário de Souza Diretor Adjunto: Ana Maria Martins Diretor de Assuntos Jurídicos: Valdemar Venâncio Diretor de Rel. Sind. Movimentos Sociais: Juraci Goes Diretor de Patrimônio: Antero Ferreira Lima Diretor Adjunto: Jaime da Silva Cortez Diretor Previdência Social: Jandir Teixeira Diretor Adjunto: Nelson Gonçalves Diretor de Eventos: Lydia Roque Diretor de Cultura E Lazer: Eva Narciso Miguel Diretor Adjunto: Norma Lopes Golçalves

CONSELHO FISCAL TITULAR 1 – José Veiga de Oliveira 2 – Laércio Carolino 3 – José Nunes CONSELHEIROS SUPLENTES 1 – José Jair Azzi 2 – Ramios Pereira do Nascimento Jornalista responsável e design gráfico Renan Matavelli - MTB: 79223 E-mail: renanmatavelli@gmail.com Impressão: Gráfica Cinelandia Tiragem : 30 mil exemplares


NOVEMBRO 2015

FAPESP todos os dias na Rádio Trianon!

03

SINTONIZEM NA RÁDIO TRIANON AM 740 KHZ DAS 15H ÀS 16H A FAPESP a partir de novembro terá um espaço diário de 5 minutos, durante o programa Ritmos do Brasil comandado pela apresentadora Roseli Bueno. O Presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva e o jornalista Renan Matavelli estarão nesse boletim diário para informar milhares de ouvintes de todo o Estado de São Paulo principalmente para divulgar a luta da FAPESP. Vamos discutir nesse espaço, assuntos pertinentes a luta dos aposentados e

idosos. Então não esqueçam! Liguem o rádio e sintonizem na RÁDIO TRIANON AM 740 KHZ

das 15h às 16h e vocês terão um encontro marcado com a FAPESP! ESPERAMOS SUA PARTICIPAÇÃO E AUDIÊNCIA!

prática totalmente desrespeitosa que os bancos têm tomado em não atender os idosos dentro das agências. O Diretor da FAPESP, Antero Ferreira de Lima teve destaque no jornal Agora São Paulo na editoria de Defesa do Cidadão onde a reclamação do nosso Diretor foi publicada. Antero disse ao jornal que as agências têm deixado a desejar e muito no atendimento aos idosos principalmente quando precisa pagar conta no caixa ou fazer saque de valores inferiores a R$ 1.000, pedem para eu ir ao caixa eletrônico. Em resposta o Bradesco por meio de carta pediu desculpas ao Diretor da FAPESP e afirmou que preza pelo bom atendimento. O que não é verdade! “Pediram desculpas, mas o que quero é que passem a respeitar mais os idosos”, disse o Diretor da FAPESP. Já enviamos diversas vezes ofícios a FEBRABAN, Federação Brasileira de Bancos e aos bancos pedindo a extinção dessa prática. Estamos cansados de respostas vagas como “vão tomar providência” e mais e mais desculpas!

Esperamos uma ação efetiva para que acabe com essa prática cruel contra os aposentados! Esse descaso está chegando a uma situação insustentável que os idosos terão de chamar a polícia ou entrar com ações na justiça para poder simplesmente pagar suas contas direto no caixa dentro da agência. Se os bancos não acabarem com essa prática de vez acionaremos o Ministério Público para tomar as devidas providencias judiciais. O Diretor Antero e o secretário-geral, José Goulart já se reuniram na Defensoria Pública do Estado de São Paulo alertando a ação cruel que os bancos tomam contra os idosos. Esta ação dos bancos é uma prática criminosa em não receber boletos de aposentados, pensionistas e idosos. O correntista ou beneficiário da Previdência Social recebem no banco, porém se a conta for igual ou inferior a mil reais devem efetuá-la em uma casa lotérica. Essa atitude contraria o Estatuto do Idoso nos artigos 2, o artigo 3 e no artigo 96 caput e o parágrafo 1º e 2º. “Art. 96. Discriminar pessoa idosa, impedindo

ou dificultando seu acesso a operações bancárias, aos meios de transporte, ao direito de contratar ou por qualquer outro meio ou instrumento necessário ao exercício da cidadania, por motivo de idade”. O que significa na prática, crime contra o Idoso. Solicitamos que seja decretada a suspensão dessa determinação bancária, que ainda gera a possibilidade do idoso ser assaltado, até mesmo na porta da agência bancária. A FAPESP ESTÁ ACOMPANHANDO O CASO E NÃO VAMOS PARAR DE COBRAR OS BANCOS ATÉ QUE ESSA PRÁTICA SEJA BANIDA!

FAPESP continua denunciando os bancos! A FAPESP continua denunciando a

FAPESP se reúne com a ANFIP e discute parceria A FAPESP está sempre na luta pelo direito dos aposentados! O presidente Antonio Alves da Silva foi a Brasília realizar diversas reuniões importantes para o movimento e acompanhando toda a movimentação do Congresso, pedindo a DERRUBADA ao veto da MP 672, que estende a política de valorização do salário mínimo a todos os aposentados. O nosso grande líder foi até a ANFIP, Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil, se encontrar com o Presidente Vilson Antonio Romero e o vice-presidente de Política de Classe da ANFIP, Floriano Martins de Sá Neto para discutir futuras ações da FAPESP junto a ANFIP além de organizarmos reuniões nas várias regiões do Estado para discutir mais sobre a Seguridade Social, Previdência e todas as articulações que o governo tem tomado para tirar direito dos trabalhadores e aposentados. A FAPESP tem o compromisso de lutar pelo direito dos aposentados. Precisamos de informação para vencer esse governo mentiroso, por isso debater, se informar é fundamental. Estamos juntos ANFIP nessa luta por um Brasil mais justo e digno aos brasileiros!


04

EXPERIENTES

Dilma sanciona MP 676/15 com regra 85/95 progressiva A presidente Dilma Rousseff sancionou a Medida Provisória 676. A nova fórmula de cálculo foi aprovada pelo Congresso e tem como base a chamada regra 85/95, que soma o tempo de contribuição à idade (mulheres/homens), e funcionará como uma alternativa ao fator previdenciário. O governo propôs ao Legislativo a adoção da fórmula 85/95 com aumento gradual de um ponto a partir de 2017. Com isso, a intenção era atingir 90/100 em 2022. Com as mudanças feitas pelo Congresso, o fator 85/95 fica congelado até 2018 e só sobe um ponto a partir de 2019. Vai chegar a 90/100 em 2027. Porém, a presidente se esqueceu que há um veto pendente no Congresso Nacional da MP 664 que tem artigo que institui a fórmula 85/95 sem a progressão e a FAPESP cobra há meses a derrubada desse veto. A presidente vetou porém, proposta referente à desaposentação, que é a possibilidade de as pessoas que continuaram trabalhando após a aposentadoria pedirem, ao completar cinco anos de novas contribuições, o recálculo do benefício. Um absurdo vetar um artigo tão importante já que o aposentado exercendo seu trabalho continua recolhendo e claro que deveria ter esse direito. A FAPESP já está cobrando para que a emenda seja derrubada pelo Congresso Nacional. Os aposentados merecem respeito!

A possibilidade da desaposentação é discutida no STF (Supremo Tribunal Federal). Atualmente, existem 123 mil ações de aposentados requerendo o recálculo, segundo estimativas de parlamentares. A FAPESP é contra qualquer mecanismo que reduza ou tire direito dos trabalhadores, aposentados e idosos! A FAPESP está acompanhando de perto todas as movimentações! Veto a MP 672

O Palácio do Planalto tentou articular a votação dos vetos de Dilma, no entanto, em razão de insatisfações dentro da base governista, as sessões marcadas para apreciar os vetos acabaram caindo por falta de quórum. Por não chegarem a um entendimento, quem saiu perdendo é o povo! Enquanto não governarem para o povo

a crise não acabará!! A última tentativa de votar os vetos foi sabotada por deputados da oposição e até mesmo da base aliada. Na ocasião, a sessão do Congresso chegou a ser aberta, mas acabou adiada por falta de quórum. Entre os senadores, entretanto, houve número suficiente de parlamentares presentes, a exemplo do que havia ocorrido na véspera. O Congresso continua dividido, brigando por interesses próprios menos trabalhando para o povo. Por culpa dos dois não chegarem a um entendimento, quem sai perdendo é o povo! Enquanto não governarem para o povo a crise não acabará!! VERGONHA NACIONAL!!! Essa demora para votar o veto retrata o Brasil de hoje, o trabalhador, o aposentado mais uma vez pagando pela incompetência desse governo CORRUPTO, CRUEL E DESARTICULADO!

Governo irá propor idade mínima para aposentadoria

O governo indicou que vai propor a idade mínima para aposentadoria em 60 anos e 65 anos, respectivamente, para mulheres e homens, segundo apurou o jornal O Estado de São Paulo com fontes que participam dos estudos da reforma da Previdência. Segundo informações, o governo leva em consideração que o Brasil é um dos poucos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) que não estipula uma idade mínima. Numa lista de 35 nações, o País tem o piso da idade em que as pessoas se aposentam: 57,5 anos. Os outros países da OCDE tem média de 64,2 anos. O governo defende que a experiência internacional aponta idade mínima próxima de 65 anos.

A equipe econômica resolveu acelerar as mudanças com o objetivo de conter os gastos e resolveu que não colocar em debate no fórum criado justamente com esse objetivo. Apenas apresentará a proposta formalmente ao Congresso. O GOVERNO NÃO OUVE SEU POVO APENAS IMPÕEM! UM ABSURDO SEM FIM! Os trabalhadores brasileiros já tem desconto do fator previdenciário se optarem por se aposentar mais cedo. A idade mínima prejudica principalmente os mais pobres, que começam a trabalhar mais cedo. O trabalhador que perde emprego na faixa dos 50 anos de idade encontra dificuldade para achar outra fonte de renda e perderia a grana da aposentadoria. Há o risco de o trabalhador

parar de contribuir quando atingir o tempo mínimo de contribuição para esperar chegar à idade mínima. O governo deve pensar no seu povo e não encontrar meios de prejudicar mais ainda o trabalhador e aposentado brasileiro!


05

NOVEMBRO 2015

Governo pode chegar a um déficit de até R$ 103 bilhões em 2015

O governo oficializou que abandonou sua meta de fechar 2015 com superávit de R$ 5,8 bilhões e informou ao Congresso que sua nova previsão é encerrar o ano com um déficit primário de R$ 51,8 bilhões nas contas da União, o equivalente a 0,9% do PIB. É para ficar estarrecido com o descontrole financeiro que esse governo tem. Como um governo não sabe o quanto será o rombo do orçamento? Tudo para esse governo depende de algo e com isso a dívida só aumenta. Temos como exemplo a dependência de vender empresas, usinas (até a Petrobras deve estar sendo vendida) para tentar diminuir um pouco o rombo nas contas públicas. Pelo jeito que está, até para o finado Hugo Chávez o Brasil deve estar vendido, além de ter uma dependência do Nicolás Maduro e Raul Castro, uma verdadeira vergonha um país como o Brasil estar passando por uma situação como essa. A equipe econômica responsabiliza a queda da atividade econômica pelo déficit primário, mas sabemos que o problema é os gastos em cargos comissionados, apadrinhados e luxos desnecessários. A nova projeção de queda do PIB é de 2,8%. Este rombo pode aumentar caso o governo não consiga arrecadar R$ 11,1 bilhões com o leilão de 29 usinas hidrelétricas programado para o final do mês. Ou seja, sem estes recursos da licitação das usinas, o déficit do governo central pode chegar a R$

62,9 bilhões. A projeção de déficit não inclui ainda o pagamento das “pedaladas”, dívidas que o governo tem com os bancos estatais. Porém, o Déficit pode saltar para R$ 103,1 bilhões se leilão fracassar e governo pagar todo passivo das pedaladas. Agora, o governo quer passar a conta que não fecha para o bolso do brasileiro e claro, estão fazendo de tudo para aprovar a volta da CPMF. Os governadores e prefeitos não querendo perder a oportunidade de massacrar mais ainda o povo anunciaram um acordo com o Palácio do Planalto para que a nova CPMF tenha alíquota de 0,38% (0,20% para a União; 0,09% para estados; e 0,09% para municípios). O Governo ainda não decidiu se os recursos vão para a Previdência Social, como o governo defende, ou para a saúde, como querem os prefeitos. O pior ainda que

tem Entidades criando CPMF dentro da próprio movimento. Aprovar esse tributo é acabar de massacrar o povo brasileiro que paga a amarga conta da incompetência desse governo. Enquanto não pensarem em seu povo a crise não acabará! Não podemos permitir, devemos cobrar a não aprovação dessa crueldade. Cadê o corte REAL de cargos comissionados, apadrinhados e o corte de ministérios? Muito se fala e pouco se faz enquanto ostentam o nosso dinheiro. Não podemos admitir!

Associação de São José do Rio Preto realiza Assembleia para eleição de nova Diretoria O presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva realizou na Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de São José do Rio Preto a Assembleia Extraordinária, para a Eleição da nova Diretoria. O presidente da FAPESP presidiu a mesa. O vice-presidente da FAPESP e presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de o advogado Dr Rodrigo Cevallos a toda a Diretoria eleita e vamos Catanduva e Região, José estiveram acompanhando a juntos trabalhar e muito! A Prates, o Diretor da FAPESP e Assembleia. O Senhor Aguinaldo FAPESP trabalha e muito e suas presidente da Associação dos Benedicto Villani foi eleito o associações tem o compromisso Aposentados e Pensionistas de Presidente da Entidade, José de luta pelo bem estar dos idosos. Matão e Região José Veiga e Prates, como secretário-geral Força aposentados! Estamos o presidente da Associação de e Shirley da Conceição como JUNTOS nessa luta! Araraquara, Laercio Carolino e secretária de Finanças. Parabéns


06

EXPERIENTES

FAPESP SEMPRE ESTÁ PRESENTE NAS ASSOCIAÇÕES!

A FAPESP TRABALHA! O nosso grande líder dos aposentados, o presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva visitou durante este mês diversas entidades com a presença de dezenas de dirigentes e associados discutindo as últimas ações que o governo tem tomado contra os aposentados. Valorizamos nossas bases e estamos presentes nas nossas Entidades reforçando a UNIÃO dos aposentados! A FAPESP tem o compromisso de luta pelo bem estar dos idosos. Força aposentados! Estamos JUNTOS nessa luta!

Presidente da FAPESP na Associação Pirassununguense dos Aposentados (APA) com o presidente da Entidade, o senhor Major Mário, com o Diretor, senhor Roberto e outros dirigentes.

Presidente da FAPESP no Clube da terceira idade na cidade de Leme com o presidente da Entidade o senhor Valdemar e a vice-presidente a senhora Dora.

Presidente da FAPESP na Associação dos Aposentados Idosos de São Carlos e Região com o presidente da Entidade, o senhor João Edson Cordeiro e com o Diretor e secretário, o senhor Lourival.

Presidente da FAPESP na Associação dos aposentados do Espírito Santo do Pinha com a Presidente da Entidade a Sra Maria Tereza, o vice-presidente o sr. Agnaldo, o segundo vice-pres, o sr. Sylvio Diniz, o secretário geral, o sr. Edson e conselheiro fiscal, sr João Baitelo.

Presidente da FAPESP na Associação dos Aposentados de Taquaritinga com o presidente da Entidade o senhor Francisco Procópio Pinheiro, o Diretor da FAPESP e presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região José Veiga.

Presidente da FAPESP com o presidente da Associação dos Aposentados de Taquaritinga o senhor Francisco Procópio Pinheiro participando de uma entrevista ao vivo na rádio Mensagem FM no programa Jornal da Mensagem apresentado pelo Jornalista Auro Ferreira e sua equipe.

FAPESP acompanha eleição da Associação de Novo Horizonte O vice-presidente da FAPESP e presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região, José Prates e o Diretor da FAPESP e presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região José Veiga participaram e prestigiaram no dia 27 de outubro a eleição da nova Diretoria da AAPINHOR – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Novo Horizonte e Região onde o senhor Antônio Gallindo Dias foi reeleito presidente da Associação e toda a nova diretoria tomou posse. Estamos juntos sempre nessa luta Novo Horizonte!


07

NOVEMBRO 2015

FAPESP marca presença no XXIII Congresso CNAPI em Maceió A FAPESP participou entre os dias 8 a 12 de outubro do 23° Congresso Nacional de Aposentados, Pensionistas e Idosos – CNAPI na cidade de Maceió em Alagoas. Nossos Diretores marcaram presença em todos os dias de evento. Participaram de reuniões, palestras e deixaram claro o comprimisso de luta que a Federação e suas associações tem com os aposentados e idosos Aconteceu durante o Congresso Nacional da COBAP o Concurso Miss e Mister 3ª Idade Nacional realizado em Maceió, Alagoas. O evento reuniu diversas candidatas e candidatos eleitos das Federações de todo país. Foi uma noite de muita festa, alegria e diversão para eleição da Miss e do Mister Cobap 2015. A disputa foi sem dúvida acirrada para escolha do casal mais belo e elegante. A FAPESP parabeniza a participação e por representarem a nossa grande Federação a miss FAPESP 2015 a Sra. Maria Aparecida Marcon Fernandes , representante da Associação de Matão e o Mister Sr. Aparecido Fioravante, representante da Associação de Taquaritinga. Os vencedores do Miss e Mister Cobap 2015 foram para a Fetapergs, a Miss, Maria Izabel de Souza Gomes conquistou o título de Miss COBAP 2015 juntamente

com o Mister Fetapergs 2015, Mário Almeida que levou pela segunda vez consecutiva ao Rio Grande do Sul o título de Mister nacional. O Presidente da FAPESP,

FAPESP se reúne com Sicredi para possível parceria O Presidente da FAPESP, Antonio Alves da Silva se reuniu com Vitor Martos Suarez, gerente regional de desenvolvimento da Sicredi São Paulo. A FAPESP está buscando uma parceria forte para trazer novos benefícios aos aposentados e esperamos nas próximas semanas termos mais novidades. A FAPESP sempre a favor dos aposentados e idosos! O Sicredi, instituição financeira cooperativa, é referência internacional pelo modelo de atuação em sistema. São 95

cooperativas de crédito filiadas, que operam com uma rede de atendimento com 1.366 pontos. A estrutura conta ainda com quatro Centrais Regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A., uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo e suas empresas controladas. Todas essas entidades, juntas, formam o Sicredi e adotam um padrão operacional único. Feito por pessoas e para pessoas, o Sicredi tem como diferencial um modelo de gestão que valoriza a participação.

Antonio Alves da Silva e Diretoria da FAPESP prestigiou o evento. Parabenizamos todos os participantes por fazerem uma festa bonita e alegre! Aniversariante de novembro! 10/11 – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Lençõis Paulista SAIBA SEUS DIREITOS! Para agendar uma consulta com o departamento jurídico da FAPESP basta ligar para o telefone (11) 3150-9393 e marcar hora e data do atendimento. Os atendimentos ocorrem na sede da Federação na Rua 24 de Maio, 250 :: 1º Andar República, São Paulo.


ENTIDADES FILIADAS NA FAPESP SINDAPFER | Sindicato dos Aposentados, Pensionistas, Ferroviários e demais Categorias do Estado de São Paulo (11) 3229-8295 / 3228-0271 sindap@bighost.com.br UAPO | União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco Fone:3682-9895 uapo@terra.com.br Associação dos Trabalhadores Aposentados nas Indústrias Químicas do ABCD (11) 4433-5835 / 4432-3624 aposentados@quimicosabc.org.br Associação dos Aposentados e Pensionistas da SABESP (11) 3372-1000 / Fax:3372-1009 aapsabesp@uol.com.br Associação dos Aposentados Idosos de São Carlos e Região (16) 3411-2189 apaisc.sc@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araraquara (16) 3335-2452 / (16) 8173-4645 assoc.apa@bol.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Sorocaba (15) 3327-1119 Apenso.so@gmail.com ADMAP – Associação Democrática dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos e Região (12) 3922-1341 / 3923-8298 admapsjc@ig.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Mogi das Cruzes (11) 4727-5157 uapemc1@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região (11) 4583-1190 / 4583-1193 / 4583-1195 aapjr@terra.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Matão e Região (16) 3384-1139 aapmr@uol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Várzea Paulista (11) 4606-2414 aapiclp@hotmail.com

SINTAEMA – Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo – Política Social (11) 3329-2500 / 3329-2537 aposentados.sintaema@terra.com.br

Associação dos Aposentados de Campo Limpo Paulista (11) 4039-4109 duarteaapi@hotmail.com

Associação dos Aposentados de Taquaritinga (16) 3253-7253 associacao.aposentados-pensionistas@hotmail.com Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas da Região do Grande ABCDMRPRGS (11) 4992-4702 secretaria@associacaoabc.com.br; atapaabc@gmail.com Associação dos Pensionistas Aposentados de Itanhaém (13) 3422-2114 apaire@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas de Presidente Epitácio (18) 3281-1233 aappesaopaulo@yahoo.com.br União dos Aposentados e Pensionistas de Embú e Região (11) 4782-1541 jair.to.le.do@hotmail.com

AAPIBAN - Subsede em Andradina – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui, Andradina e Região (18) 3721-1061 AAPINHOR – Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Novo Horizonte e Região (17) 3542-4127 aapinhor@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ribeirão Preto (16) 3636-6914 / 3612-7852 aapirt@yahoo.com.br

SAAP – Secretária de Assuntos de Aposentados e Pensionistas – SINTIUS – SANTOS (13) 3226-3205 /3226-3215 silviosivoca@hotmail.com

Associação Regional dos Aposentados e Pensionistas de São José do Rio Preto (17) 3235-3688 arapriopreto@gmail.com; arapriopreto@outlook. com

AAPJR – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jaú e Região (14) 3601-6870 ass.aposentados@uol.com.br / www.aapjau.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba e Região – “Eclética” (19) 3447-3447/ (19) 3447-3440 aposentadospira@terra.com.br

Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Monte Alto e Região (16) 3245-5059 aposentadosmontealto@gmail.com

União dos Aposentados e Pensionistas de Transporte Coletivo de São Paulo (11) 2921-5747 / 2976-7492 uniaodosaposentados@terra.com.br

FENIX – Movimento dos Trabalhadores Aposent. e Pensionistas de São Paulo (11) 3258-6514 / 3231-2726 fenixassociacao@terra.com.br ; fenixaapsp@terra.com. br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Catanduva (17) 3523-1148 associacaocatanduva@bol.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Penápolis (18) 3652-8555 aposentadospenapolis@terra.com.br

AAPV – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Valinhos (19) 3849 -2656 / 3871-0092 aapv@ig.com.br

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Salto (11) 4028-0112 / 4029-8639 lojadojorge@gmail.com

União dos Aposentados e Pensionistas do Brasil (11) 3255-0138

APEVO- Associação dos Aposentados e Pensionistas de Votorantim e Região (15) 3243-2410 / (15) 3353- 8080 comunicação@apevo.com.br

União dos Aposentados, Pensionistas de Guarulhos (11) 2087-7788 uniaoapo@outlook.com

Sindicato de Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (14) 3223-6642 / 3223-6532 sinferrobru@uol.com.br

Departamento de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria STU – Sindicato dos Trabalhadores da UNICAMP (19) 3289-4242 / (19) 3289-3502 secretaria@stu.org.br

Associação dos Aposentados de Caraguatatuba (12) 3883-2418 / 3883-2174 caragua.aapc@gmail.com

Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araras (19) 3541-8068 aapas@terra.com.br Associação dos Aposentados e Pensionistas do Setor da Alimentação de Catanduva e Região (17) 3521-3440 aapsacr@hotmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de São José dos Campos (12) 3942-2930 contato@aapsjc.com.br

Associação dos Trabalhadores Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Piracicaba (19) 3433-9845 assaposent@terra.com.br AAPIBAN - Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Birigui e Alta Noroeste (18) 3641-2701 aapiban@outlook.com / www.aapiban.org.br ARAPS - Associação Regional dos Aposentados Pensionistas pela Previdência Social Rio Claro (19) 3533-8787 arapsrioclaro@uol.com.br Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos e Lençóis Paulista (14) 3263-2591 aposentadoslencois@gmail.com Associação dos Aposentados e Pensionistas de Porto Ferreira (19) 3585-6600 aappferreira@hotmail.com Associação dos Metalúrgicos Aposentados de Sorocaba e Região (15) 3031-4271 / 3031-2459 amasosor@yahoo.com.br

Jornal Experientes 21ª Edição  

Jornal Experientes 21ª Edição

Jornal Experientes 21ª Edição  

Jornal Experientes 21ª Edição

Advertisement