Page 1

boadica

A revista de Lauro de Freitas & Região

Facilidades & Serviços

Saúde & Bem-Estar Academia.............................50 / 51 Acupuntura.................................51 Angiologia............................51 / 52 Cardiologia..................................52 Clínica Geral................................53 Clínica Médica......................53 / 54 Diagnóstico por Imagem..............54 Endocrinologia............................54 Enfermagem Domiciliar...............54 Espaço Terapêutico......................54 Estética.................................54 / 55 Fisioterapia..........................55 / 56 Fisioterapia Domiciliar.................56 Gastroenterologia.......................57 Geriatria......................................57 Ginecologia.................................57 Laboratório.................................57 Homeaopatia..............................58 Material Hospitalar.....................58 Meditação...................................58 Nutrição......................................58 Odontologia.........................58 / 62 Oftalmologia........................63 / 65 Oncologia....................................65 Otorrinolaringologia.............66 / 67 Pediatria...............................67 / 68 Pilates.........................................68 Planos de Saúde..........................68 Podologia....................................68 Psicologia.............................68 / 69 Psicopedagogia............................69 Psicoterapia..........................69 / 70 Psiquiatria...................................70 Terapia........................................70 Terapia Ocupacional....................70

gastronomia Açougue......................................73 Bebidas.......................................73 Bolos & Tortas.............................73 Culinária Oriental........................73 Delicatessen................................73 Picolés.........................................73

Pizzarias......................................74 Restaurantes...............................74

Segurança Eletrônica...................87 Serviços.......................................88 Serviços Gerais............................88

Eventos & Festas Aluguel de Brinquedos................76 Aluguel de Material.....................76 Aluguel de Móveis.......................76 Balões.........................................77 Bolos & Tortas.............................77 Bufê............................................77 DJ´s.............................................77 Espaços para Eventos...................77 Garçons.......................................77 Mesas & Cadeiras........................77

Idiomas.......................................78 Livraria........................................78 Música.................................78 / 79 Reforço Escolar............................79

Toldos...................................88 / 89 Vidraçaria....................................89

Arquitetura.................................83 Construção & Reforma.........83 / 84 Cortinas.......................................84 Divisórias....................................84 Eletricista....................................84 Energia Solar...............................84 Engenharia..................................84 Estofados.............................84 / 85 Forros..........................................85 Horto...........................................85 Madeireira..................................85 Material de Construção........85 / 86 Móveis Planejados......................86 Pátinas........................................86 Películas......................................86 Persianas.....................................86 Piscinas.......................................86 Portões........................................86 Redes..........................................87 Redes de Proteção.......................87

Imóveis Imobiliárias...................... 106 / 107

Serviços & Cia Administração de Condomínios...92 Advocacia....................................92 Água / Purificação.......................92

ORIENTAÇÃO AOS LEITORES

Aluguel de Máquinas...................92

A revista Vilas Magazine não tem qualquer responsabilidade pelos serviços e produtos das empresas anunciados em suas edições, nem assegura que promessas divulgadas como publicidade serão cumpridas. Pessoas físicas e jurídicas de má fé podem utilizar um veículo de comunicação para fraudar e ludibriar os leitores, ou induzi-los em erro. A fim de evitar prejuízos, recomendamos que os leitores avaliem e busquem informações sobre os produtos e serviços anunciados, que estão sujeitos às normas do mercado, do Código de Defesa do Consumidor e do CO­NAR – Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária. A revista não se enquadra no conceito de fornecedor, nos termos do art. 3º do Código de Defesa do Consumidor e não pode ser responsabilizada pelos produtos e serviços oferecidos pelos anunciantes, sobretudo quando não se pode deduzir qualquer ilegalidade no ato da leitura de um anúncio. A revista Vilas Magazine, com o objetivo de zelar pela integridade e cre­di­bilidade das mensagens publicitárias publicadas em suas edições se reserva o direito de recusar ou suspender a vei­culação de anúncios enganosos ou abusivos que causem constrangimentos ao consumidor ou a empresas.

Andaimes.............................92 / 93 Antenas.......................................93 Assistência Técnica...............93 / 95 Autoescola..................................95 Carretos......................................95 Chaveiros....................................95 Contabilidade..............................95 Desinsetização......................95 / 97 Embalagens.................................97

Casa & Decoração

Serviços............................ 104 / 105

Telas Mosquiteiras.......................88

Ar Condicionado..........................93

Educação

Auto & Cia

Engenharia..................................97 Entulhos & Podas.................97 / 98 Estofados....................................98 Fogões.........................................98 Gás..............................................98 Gráfica.........................................98 Hospedagem...............................98 Informática...........................98 / 99 Lavagens.....................................99 Limpa Fossa........................99 / 101 Marcas e Patentes.....................101 Moda Infantil............................101 Poços........................................101 Serviços Gerais..........................101 Táxi........................................... 101 Transportes...............................101

Bichos Pet Shop.................................... 102 Veterinários...................... 102 / 103

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 43


Saúde & Bem-Estar

Antidepressivos funcionam, e não é por efeito placebo Estudo avaliou dados de mais de 100 mil pacientes para chegar à conclusão. Drogas avaliadas são de 37% a 113% mais eficazes que o placebo; artigo pode ajudar a selecionar tratamento

V

olta e meia a eficácia dos antidepressivos é questionada. Seria a explicação para o funcionamento deles o famigerado efeito placebo, ou seja, eles não passariam de um mero embuste farmacológico? A melhor evidência disponível até o momento diz que, na verdade, a resposta é não – antidepressivos funcionam, e são superiores ao placebo. Há motivos fortes para se engajar nesse debate. Além do impacto da depressão na qualidade de vida, há também um grande impacto econômico, responsável por mais de um quinto do que se gasta ou perde (pela falta de produção no trabalho) anualmente

44 | Vilas Magazine | Julho de 2018

com doenças em todo o mundo. São mais de 350 milhões de pessoas afetadas (número superior à população dos EUA), que custam direta ou indiretamente US$ 210 bilhões (R$ 685 bilhões) ao ano. Se o placebo equivalesse aos antidepressivos em termos de eficácia, dezenas de bilhões de dólares poderiam ser economizados. Para o bem ou para o mal, não parece ser o caso. Um estudo publicado em fevereiro na revista médica “The Lancet” considerou dados de mais de 100 mil pacientes, de 522 outros trabalhos, para chegar à conclusão de que antidepressivos, sim, são eficazes. Em todos esses estudos, os pacientes foram distribuídos aleatoriamente entre os grupos tratados com a droga em questão ou com placebo. Os pesquisadores não sabiam quem fazia parte de qual grupo até o fim da pesquisa, o que reduz a chance de erros decorrentes do viés de observação (ou da torcida do cientista). Resultado: a chance de uma pessoa melhorar com antidepressivos é de 37% a 113% u


Saúde & Bem-Estar maior do que com placebo. Ter dados de tantos pacientes é fundamental, já que, no curto espaço de tempo estabelecido – apenas oito semanas –, os efeitos dos remédios tendem a ser discretos. O tratamento foi tido como bem-sucedido nos pacientes cujo escore relacionado à gravidade da depressão, calculado por um profissional de saúde, fosse reduzido em mais da metade. Sabe-se que há mais de 40 antidepressivos no mercado, mas, para essa meta-análise, foram considerados os estudos de 21 drogas para as quais havia boa qualidade de evidência na literatura médica. Valiam tanto as comparações entre antidepressivo e placebo quanto aquelas entre dois medicamentos. Curiosamente, sabe-se ainda pouco sobre o funcionamento de antidepressivos – o que acaba sendo um gargalo para o desenvolvimento de possíveis novas drogas. Segundo a principal autora do estudo, Andrea Cipriani, de Oxford, os achados são relevantes para adultos que estão passando pelo primeiro ou segundo episódio de depressão. Para os demais casos, a escolha pelo medicamento não é tão simples e depende de outros fatores. Ela afirma que antidepressivos podem ser uma ferramenta efetiva para tratar a depressão grave, mas isso não significa que as drogas devam ser sempre a primeira linha de tratamento – outras práticas, como terapias psicológicas, podem ser levadas em conta. A cientista afirma ainda que o paciente deve estar a par dos potenciais benefícios e riscos dos antidepressivos e sempre conversar com seu médico sobre qual seria o melhor tratamento para seu caso. RANKING Algumas das drogas analisadas na meta-análise se destacaram, seja positiva ou negativamente. Considerando eficácia e a taxa de desistência do tratamento (por causa de efeitos colaterais severos, por exemplo), agomelatina, escitalopram e vortioxetina concorrem ao posto de queridinhas dos psiquiatras. Já as drogas fluvoxamina, reboxetina e trazodona podem ter maior chance de se acumularem nas prateleiras das farmácias. Segundo Sagar Parikh, da Universidade de Michigan, que comentou o estudo para o “Lancet”, a pesquisa funciona como um guia em meio a um intenso emaranhado de mais de 2.000 meta-análises que medem e comparam a eficácia desses medicamentos. Cipriani e colaboradores elaboraram, inclusive, um tabelão em que há comparação duas a duas das 21 drogas avaliadas – prato cheio para hipocondríacos e para profissionais de saúde terem mais sucesso na escolha do melhor caminho terapêutico a ser percorrido contra a depressão. Gabriel Alves / Folhapress.

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 45


Saúde & Bem-Estar

Idoso que consome pouca água corre mais risco de pegar gripe

46 | Vilas Magazine | Julho de 2018

Falta de líquido no corpo humano abre a porta para a entrada de outras infecções e doenças oportunistas


Saúde & Bem-Estar

C

om o envelhecimento, é comum que a pessoa tenha menos sede. A falta de líquidos no corpo humano pode abrir brecha para que outras doenças se manifestem. No inverno, a gripe é a que causa grande preocupação. “Ao envelhecer, a pessoa vai perdendo a sensibilidade quanto ao estado de hidratação, tornando-a mais vulnerável. A exposição maior a um clima seco aumenta o risco de contato com o vírus da gripe”, diz o médico e doutor em nutrição Antonio Herbert Lancha Junior. “É fundamental criar uma rotina para que ele possa se hidratar”, completa o profissional. Em uma matemática simples, a pessoa deve consumir um litro de água para cada mil calorias perdidas. No caso de um idoso, ele perde em média 1.500 calorias por dia. “Essa reposição deve ser feita ao longo do dia, não de uma só vez, pois o corpo humano não tem reservatório para essa quantidade de água”, diz Lancha Jr. Algumas pessoas acabam trocando a água por outros líquidos, como sucos. Para o nutricionista, essa troca pode ajudar, mas a fruta não pode ser encarada como substituta da água. “O suco ajuda na reposição de líquidos,

mas não substitui a água. Além disso, a fruta, por causa da sacarose, tem que ser computada como caloria consumida no dia”, diz Lancha Jr. E a desidratação pode acarretar outros problemas mais graves, como um efeito dominó. “Pode ocorrer uma queda de pressão arterial, ele ficar confuso em casos mais graves. Isso deixa o idoso mais propenso à quedas”, diz o geriatra Paulo Camiz. A atenção aumenta com idosos acamados. “Algumas pessoas acabam ficando com vergonha, por usar fraldas. Evita consumir água para urinar menos. Aí acaba desidratando”, diz o geriatra.

Consumo de água diminui no inverno

O

consumo de água deve ser feito pelo idoso mesmo quando ele não tem sede. A recomendação é que seja feita uma rotina para que ele consuma líquidos. “A quantidade do consumo de água cai discretamente durante o inverno. A recomendação é que se faça um consumo fracionado, com garrafas de água espalhadas em alguns pontos da casa”, diz o médico e nutricionista Antonio Herbert Lancha Jr. Emerson Vicente / Folhapress.

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 47


Saúde & Bem-Estar

Remela em excesso excesso pode ser o sinal de alguma doença no olho

48 | Vilas Magazine | Julho de 2018

A conjuntivite é o problema mais comum relacionado à quantidade de muco no canal lacrimal


Saúde & Bem-Estar

A

cordar com um pouco de remela, aquele muco branco nos olhos, é normal para qualquer pessoa. Mas, quando isso ocorre em excesso, é sinal de que algo está errado. A remela em grande quantidade pode ser o sinal de que a pessoa está com alguma doença, como conjuntivite ou até mesmo a síndrome do olho seco, que ocorre quando a produção de lágrimas é baixa. “Quando ela [remela] vem em grande quantidade, o olho fica vermelho, com uma sensação de desconforto, pode ser o sinal de uma conjuntivite”, diz a oftalmologista Lisia Aoki. “Se estiver associada a um inchaço na pálpebra, pode ser o sinal de outro problema, como uma infecção

lacrimal”, completa. A doença mais comum que vem acompanhada pela remela é a conjuntivite, tanto a bacteriana quanto a viral. O muco aparece em uma cor amarelada, parecendo um pus, deixando o olho vermelho e irritado — em alguns casos até colado. “Se o quadro de conjuntivite surge na

sequência de uma gripe ou resfriado, é quase certo que é do tipo viral e vai passar em uma ou duas semanas Já a conjuntivite bacteriana apresenta um quadro mais sério. Nesse caso, colírios antibióticos devem ser prescritos o quanto antes”, explica o oftalmologista Renato Neves. O tempo seco e o ar-condicionado são fatores que aumentam a concentração de sujeira nos olhos, produzindo mais remela. “O tempo seco deixa o olho mais seco. A lágrima acumula e pode provocar infecção”, diz Lisia. Assim, é necessário manter os olhos hidratados. “Nesses tempos mais secos, o ideal é pingar as chamadas lágrimas artificiais, que são aqueles colírios lubrificantes”, orienta Neves.

Muco nos bebês também é normal

É

normal a produção de remela em olhos de recém nascidos. Se for clara, não há com que se preocupar. É limpar normalmente, com água ou soro, sem usar medicamentos ou outra substância. Mas, se a remela for amarelada, o bebê tem que ser levado ao pediatra, pois pode ser uma conjuntivite. “Pode ser até o sinal de algum problema nas vias lacrimais”, diz a oftalmologista Lisia Aoki. Emerson Vicente / Folhapress.

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 49


Saúde & Bem-Estar ACADEMIA

ACADEMIA

ACADEMIA

ACADEMIA

ACADEMIA

50 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Saúde & Bem-Estar ACADEMIA

ACUPUNTURA

ACUPUNTURA

ANGIOLOGIA

ANGIOLOGIA E CIRURGIA VASCULAR

Tratamento minimamente invasivo de varizes e doenças arteriais l Ecografia vascular (duplex scan). ACEITAMOS O SEU CONVÊNIO

Bradesco, Rede Gama Saúde, + Golden Cross, Mediservice, Petrobras, Planserv, Saúde Caixa, SulAmérica, Unimed. • André Pinheiro - CRM 21080 • Ítalo Andrade - CRM 18859 • Luciana Miranda - CRM 18759

• Ricardo Dantas - CRM 19844 • Vinícius Majdalani - CRM 17865

Avenida Luís Tarquínio, 2580, Condomínio Villas Trade Center Empresarial, Edf. Vilas Business Vilas do Atlântico, sala 505, Lauro de Freitas, Salvador/ BA

71 3051-1610 71 98306-6854

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 51


Saúde & Bem-Estar ANGIOLOGIA HÁ 8 ANOS CUIDANDO DO SEU BEM MAIS PRECIOSO,

a família.

ANGIOLOGIA E CIRURGIA VASCULAR

DERMATO FUNCIONAL

CARDIOLOGIA E CARDIOPEDIATRIA

DIAGNOSTICO POR IMAGEM

ENDOCRINOLOGIA

DERMATOLOGIA

NUTRIÇÃO + PERSONAL TRAINNER

HEMATOLOGIA

EXAMES LABORATORIAIS

 angioclam.com.br 71 3612-8383 | 9 9276-0320

 Mais Empresarial, 11º andar.

CARDIOLOGIA

CARDIOLOGIA

Serviços:

52 | Vilas Magazine | Julho de 2018

LAURO DE FREITAS

Corpo Clínico:

- Consultas - Ecocardiograma Transtorácico Colorido - Eletrocardiograma - Holter - Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial - Teste Ergométrico Computadorizado - Nutricionista - Reabilitação Cardíaca (CORDIS)

71 3505-6600/3024-5500

ANOS

Amâncio Valois Mendez | CRM 6597 Antonio Carlos Fonseca de Queiroz | CRM 8206 Carolina Guimarães Bandeira Machado | CRM 15232 Carolina Kilpp Leiria | CRM 21154 Fernanda Baptista Lins | CRM 13298 Iracema Santos Oliveira | CRM 6246 Maria do Carmo Orge Rodrigues | CRM 13172 Oseas Valença Baptista Neto | CRM 5949 JJlandia Rodrigues dos Santos | CRN 2485 (Nutricionista)

UNIDADE LAURO DE FREITAS

SHOPPING ESTRADA DO COCO, SALA 315

UNIDADE PITUBA

PITUBA PARQUE CENTER, SALA 134 - ALA B

RESPONSÁVEL TÉCNICO: CAROLINA MACHADO (CRM: 15232)

A CLÍNICA DO SEU CORAÇÃO. PORQUE O NOSSO, BATE POR VOCÊ!


Saúde & Bem-Estar CLÍNICA GERAL

CLÍNICA MÉDICA

Direção: Fga Rosângela Lourenço CRFa. 9957 - BA

CLÍNICA MÉDICA

CONSTRUÍDA POR NÓS, VIVIDA POR VOCÊS.

Erasmo, uma parceria que vai além. Especialidades Atendidas: Fisioterapia | Fonoaudiologia | Intervenção Precoce | Integração Sensorial Musicoterapia | Oficinas Terapêuticas | Orientação Profissional | Psicologia Psicomotricidade | Psicopedagogia | Terapia Ocupacional

Aceitamos Particular e Convênios: Amil | Bradesco Saúde | Camed | Cassi | Fachesf | Gama Saúde | GEAP Saúde Life Saúde | Mediservice | Petrobras | Postal Saúde | Promédica | ProSocial Sulamérica | Saúde Caixa | Unimed | PROASA | Hapvida | e outros

71 3289.5264 | 98785.6559

R. Praia de Imbé, nº34. Vilas do Atlântico clinicaserasmoneto.com.br

CLÍNICA MÉDICA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 53


Saúde & Bem-Estar CLÍNICA MÉDICA

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

ENDOCRINOLOGIA

ENFERMAGEM DOMICILIAR

ESPAÇO TERAPÊUTICO

ESTÉTICA

54 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Saúde & Bem-Estar ESTÉTICA

FISIOTERAPIA

FISIOTERAPIA

FISIOTERAPIA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 55


Saúde & Bem-Estar FISIOTERAPIA

FISIOTERAPIA

FISIOTERAPIA

FISIOTERAPIA

56 | Vilas Magazine | Julho de 2018

FISIOTERAPIA

FISIO. DOMICILIAR


Saúde & Bem-Estar GASTROENTEROLOGIA

䈀䄀䰀쌀伀 䌀䤀刀唀刀䜀䤀䄀

䐀椀爀攀琀漀爀愀 吀挀渀椀挀愀 ⴀ 䐀爀愀⸀ 䄀搀爀椀愀渀愀 刀椀戀攀椀爀漀 ⠀䌀刀䴀 ㄀㌀㌀㜀㐀⤀

GERIATRIA

AF_LBA-0055-18 - ANÚNCIO REVISTA VILAS MAGAZINE--8,8x8,4cm.pdf

LABORATÓRIO cafeína

GINECOLOGIA

Ginecologia e Obstetrícia Atendimento particular e convênios

Shopping Estrada do Coco, Sl. 423 Tel. 71 3026-3831 / 3024-2658 E-mail: atendimento@clinicafeminita.com.br

www.clinicafeminita.com.br /feminitasaudedamulher

/clinicafeminita

Diretor técnico: Dr. Robert Pedrosa CRM-BA 12639

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 57

1

13/06/


Saúde & Bem-Estar HOMEOPATIA

MATERIAL HOSPITALAR

MATERIAL HOSPITALAR

MEDITAÇÃO

NUTRIÇÃO

NUTRIÇÃO

NUTRIÇÃO

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

Prótese - Estética - Harmonização Facial - Clínica Geral - Implantes - Ortodontia Laserterapia - Endodontia (canal) - Bichectomia - Preenchimento Facial - Botox - Lente de Contato Dr. Edger Bitencourt

Dra. Dayviane Sales

Implantes e Harmonização Facial

Especialista em Prótese e Estética

CRO/BA: 14747

CRO/BA: 7044

Dra. Maria Fernanda Bastos Especialista em Endodontia CRO/BA: 8482

Particular e Convênios: REDE UNNA - AMIL - BRADESCO - AMS PETROBRAS - SULAMERICA

71

3369.3695 / 3508.6736

58 | Vilas Magazine | Julho de 2018

98787.9269

MAIS EMPRESARIAL - Salas 1205/1206 - Buraquinho - Lauro de Freitas/Bahia


Saúde & Bem-Estar ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 59


Saúde & Bem-Estar ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

60 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Saúde & Bem-Estar ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

Odontopediatria Ortodontia

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 61


Saúde & Bem-Estar ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

ODONTOLOGIA

62 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Saúde & Bem-Estar OFTALMOLOGIA

OFTALMOLOGIA

Responsável Técnico Olhos Villas: Marcelo Nascimento - CRM 14008

OFTALMOLOGIA

Mc Donald’s

Galeria dos Pães

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 63


Saúde & Bem-Estar OFTALMOLOGIA

OFTALMOLOGIA

OFTALMOLOGIA

64 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Saúde & Bem-Estar OFTALMOLOGIA

OFTALMOLOGIA

ONCOLOGIA

SOMOS BAHIA, SOMOS BRASIL.

SOMOS PARTE DE UM DOS MAIORES GRUPOS DE ONCOLOGIA DA AMÉRICA LATINA.

NOB LAURO DE FREITAS

• ONCOLOGIA • HEMATOLOGIA • MASTOLOGIA • PNEUMOLOGIA • CRIOTERAPIA CAPILAR • ACONSELHAMENTO ONCOGENÉTICO SALVADOR | LAURO DE FREITAS CENTRAL DE MARCAÇÃO: (71) 4009-7070

Nosso cuidado está disponível também para os pacientes Planserv. Consulte condições.

grupooncoclinicas.com/nob

Responsável técnico: Dr. Eduardo Dias de Moraes | CRM-BA 11145

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 65


Saúde & Bem-Estar OTORRINOLARINGOLOGIA

OTORRINOLARINGOLOGIA

66 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Saúde & Bem-Estar OTORRINOLARINGOLOGIA

OTORRINOLARINGOLOGIA

PEDIATRIA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 67


Saúde & Bem-Estar PEDIATRIA

PILATES

PLANOS DE SAÚDE

PODOLOGIA

PODOLOGIA

PSICOLOGIA

PSICANÁLISE

PSICOLOGIA

Fonoaudiologia

PSICOLOGIA

CASSI, CAIXA, TRF (PRÓ-SOCIAL) E POSTAL SAÚDE

R. Alceu Amoroso Lima,786, Tancredo Neves Trade Center, Sala 717, Caminho das Árvores, Salvador-Ba

68 | Vilas Magazine | Julho de 2018

Av. Praia de Itapuã, 627, Quadra A 06, lote 09, Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas-Ba


Saúde & Bem-Estar PSICOLOGIA

PSICOLOGIA

PSICOLOGIA

PSICOLOGIA

PSICOPEDAGOGIA

PSICOTERAPIA

PSICOTERAPIA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 69


Saúde & Bem-Estar PSICOTERAPIA

PSIQUIATRIA

PSIQUIATRIA 䔀猀瀀攀挀椀愀氀椀稀愀搀愀 渀漀 琀爀愀琀愀洀攀渀琀漀 搀攀 猀愀切搀攀 洀攀渀琀愀氀 攀 搀攀瀀攀渀搀渀挀椀愀 焀甀洀椀挀愀 

⌀嘀愀氀攀嘀椀瘀攀爀䰀椀瘀爀攀䐀愀猀䐀爀漀最愀猀 䤀一吀䔀刀一䄀䴀䔀一吀伀 䔀匀倀䔀䌀䤀䄀䰀䤀娀䄀䐀伀 嘀伀䰀唀一吀섀刀䤀伀 䔀 䤀一嘀伀䰀唀一吀섀刀䤀伀

⠀㜀㄀⤀ ㌀㘀㈀㌀ⴀ㐀㠀㐀㠀 䌀漀渀瘀渀椀漀猀㨀

TERAPIA

70 | Vilas Magazine | Julho de 2018

TERAPIA OCUPACIONAL

眀眀眀⸀挀氀椀渀椀挀愀瘀愀氀攀瘀椀瘀攀爀⸀挀漀洀⸀戀爀 刀攀猀瀀漀渀猀瘀攀氀 吀挀渀椀挀漀 䐀刀⸀ 刀伀䜀준刀䤀伀 䨀䔀匀唀匀 ⴀ 䌀刀䴀㨀 ㄀㌀⸀㠀㌀㤀

TERAPIA OCUPACIONAL


Gastronomia

Aventura na cozinha

Uma panela só Pratos completos feitos em um só recipiente são práticos, fáceis de preparar e criam uma deliciosa mistura de sabores Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma Aventura na cozinha! Nesta edição vamos preparar juntos duas receitas. A primeira é para aqueles dias em que temos pouco tempo e queremos uma comidinha rápida e prática que valha por uma refeição completa. Se é isso que você procura, o famoso arroz molhadinho da minha mãe (e, antes dela, da minha avó) é o prato perfeito. Semelhante ao que acontece com uma paella (receita típica espanhola), nesta preparação, o arroz cozinha ao lado dos outros ingredientes, todos misturadinhos na mesma panela, distribuindo seus sabores para todos os lados. Aqui, fiz com frango e linguiça, mas uma dica é preparar a receita com anéis de lula e camarões. A grande diferença é que os frutos do mar devem ser salteados no início, reservados e apenas incorporados ao arroz lá no fim do cozimento, para que não passem do ponto nem fiquem borrachudos. Esta receita é bastante versátil! É possível testar diferentes proteínas e legumes e também temperos, transformando a cozinha em um pequeno laboratório de arroz molhadinho! Aproveito também essa delícia de família para indicar um utensílio que eu mesma desprezava até não muito tempo atrás, mas que vem se tornando cada vez mais presente na minha bancada: o amassador de batatas. É possível encontrá-lo em diferentes materiais, e o melhor é que não serve apenas para purês rústicos de tubérculos. Eu tenho feito meus molhos de tomate pedaçudinhos com ele. Os tomates pelados em lata são ótimos para a culinária, diferentemente de outros enlatados, e o ato de triturá-los já dentro da panela, com a cebola e o alho, parece deixar o molho mais gostoso.

Arroz Molhadinho INGREDIENTES 500gde peito de frango em cubos; 200gde linguiça calabresa defumada em fatias; 1 cebola picada; 3 dentes de alho picados; 1 xícara (chá) de cheiro-verde picado; ¼ xícara (chá) de azeite de oliva; 2 xícaras (chá) de arroz branco agulhinha; 2 xícaras (chá) de ervilha fresca ou congelada; 1 lata de tomates pelados; 1 xícara (chá) de azeitonas pretas; Sal e pimenta-do-reino a gosto. Rendimento: 6 porções. Dificuldade: fácil. MODO DE PREPARO 1 - Em uma panela funda, frite as fatias de linguiça até dourarem. Não é necessário adicionar gordura. Retire da panela e reserve. 2 - Frite os cubos de frango em partes: na panela, disponha parte deles apenas até cobrir o fundo. Doure de todos os lados e repita a operação com todos os cubos. Se precisar, use um pouco do azeite. Reserve. 3 - Na mesma panela, coloque o alho e a cebola picados e o azeite, refogando os até dourar. 4 - Acrescente os tomates de lata e os amasse na panela com um amassador de batatas. Deixe refogar por alguns minutos. Adicione, então, as carnes e as ervilhas novamente. 5 - Coloque o arroz e também cerca de meio litro de água fervente na panela. Acerte o sal e a pimenta. Tampe a panela e deixe o arroz cozinhar, mexendo de vez em quando para não grudar no fundo. Se necessário, vá adicionando água aos poucos. Ao final, coloque as azeitonas e o cheiro-verde.

PAIXÃO POR MACARRÃO A segunda receita é uma campeã de audiência à mesa: a tradicional massa ganha toques orientais em saborosa receita com cogumelos. Acho que é

mais difícil encontrar alguém que não goste de macarrão do que uma pessoa que não coma pizza, sinceramente. A história mais conhecida sobre a origem desse alimento é a de que u

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 71


gastronomia

o explorador italiano Marco Polo (1254-1324) teria trazido o macarrão de uma de suas viagens à China e o introduzido na Itália e na região do Mediterrâneo. No entanto, embora os chineses tenham sido os primeiros a desenvolver a arte de preparar a massa à base de farinha, hoje já se sabe que havia macarrão na Europa bem antes de Marco Polo. Por aqui, o consumo de yakisoba e preparados asiáticos com macarrões típicos já é enorme, mas, arrisco dizer, nada que supere nosso amor pela boa e velha massa italiana, feita a partir de farinha e ovos. Nessa receita, escolhi um prato que tem lugar garantido na minha cozinha há anos, feito de massa italiana e molho com inspirações levemente orientais. É um dos meus preferidos! Para iniciantes e a quem quer se aperfeiçoar, o macarrão é um dos terrenos mais prazerosos e permite muita experimentação. Mas algumas dicas são preciosas. Escolha sempre marcas de boa procedência, tanto para a compra de massa seca (que passou por processo de secagem) como a de massa fresca (que tem boa oferta artesanal). A diferença entre elas é crucial: sua textura. O macarrão seco é mais liso e, por isso, combina bem com molhos leves ou mais cremosos. Já a pasta fresca, por ser mais rugosa e absorver mais líquidos, fica melhor com preparações menos densas. Se a ideia é não gastar tempo na cozinha, tem receita que demora praticamente só o tempo de cozimento do macarrão. O chef Diogo Silveira, do restaurante italiano MoDi, em São Paulo, com quem conversei recentemente, deu duas dicas sensacionais. A primeira é o famoso macarrão alho e óleo, em que a massa fica envolta em leve camada untuosa com sabor de alho frito (eu adoro adicionar salsinha picada também). A outra é com manteiga e queijo, em que o macarrão cozido é colocado em uma panela com um pouco de manteiga derretida e depois recebe uma bela quantidade de parmesão ralado e um pouco da água do seu cozimento, que, por conter amido da própria massa, funciona como emulsificante e dá muita cremosidade. Em ambos os casos, o sal e a pimenta são a gosto. Até a próxima edição! Juliana Ventura / Folhapress.

72 | Vilas Magazine | Julho de 2018

Macarrão com Cogumelos INGREDIENTES 500 g de macarrão do tipo talharim ou papardelle seco; 400 ml de creme de leite fresco; 400g de cogumelos (shitake, shimeji ou paris); 1 xícara de salsinha picada; 2 talos de cebolinha picados; 2 colheres (sopa) de azeite de oliva; ¼ de xícara (chá) demolho shoyu; 1 xícara (chá) de vinho branco seco; Suco de um limão; 3 dentes de alho picados finamente; Sal e pimenta-do-reino a gosto. Rendimento: 4 porções. Dificuldade: média MODO DE PREPARO 1 - Coloque uma grande panela com um bom punhado de sal e água para ferver. Antes de fatiar os cogumelos, limpe-os bem com papel-toalha ou escova (como eles são porosos e absorvem muita água, lavá-los não é a melhor forma de higienização). É possível, também, misturar as variedades desse alimento (shitake e shimejitêm um sabor mais oriental). 2 - Em uma frigideira grande, com fogo alto, coloque o azeite e doure o alho. Em seguida, acrescente os cogumelos. Doure por um minuto e adicione o vinho e o suco de limão. Deixe os cogumelos cozinharem por cinco minutos antes de colocar o shoyu. Por fim, acrescente o creme de leite fresco (os de lata ou em caixinha não são indicados). 3 - Deixe que o molho apure por cerca de 15 minutos enquanto a massa cozinha na água fervente. Acerte o sal e a pimenta. Se quiser aumentar a quantidade demolho ou se perceber que ele está muito grosso, acrescente um pouco da água do cozimento do macarrão. 4 - Quando a massa estiver al dente, ou seja, quando seu interior ainda estiver ligeiramente resistente à mordida, escorra. Não é preciso passar o macarrão em água corrente. Misture a massa ao molho e coloque a salsinha e a cebolinha picadas por cima. Sirva com parmesão ralado.


Gastronomia AÇOUGUE

BEBIDAS

BOLOS & TORTAS

CULINÁRIA ORIENTAL

CULINÁRIA ORIENTAL

DELICATESSEN

DELICATESSEN

PICOLÉ

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 73


gastronomia PIZZARIA

PIZZARIA

PIZZARIA

PIZZARIA

RESTAURANTE encontre-nos:

71 3508-3933

srraaul@gmail.com

~ ´~

• Estacionamento Privativo

Av Praia de Itapoan 584, Vilas do Atlântico

#experimenteoprazer

74 | Vilas Magazine | Julho de 2018

• Música ao vivo


Eventos & Festas

Para dias de festa Bolo de três andares com chocolate branco e preto é perfeito para aniversários; a montagem é trabalhosa, mas fica uma delícia

O

Bolo Dois Chocolates é um daqueles doces voluptuosos que enchem nossa boca de sabor. Como qualquer bolo de festa, ele requer bastante atenção durante o preparo. E algumas dicas são essenciais. Por exemplo, de preferência, asse os bolos no dia anterior à montagem. Além disso, é importantíssimo deixar o recheio e a cobertura esfriarem antes de posicioná-los sobre as massas assadas. Isso evita que o bolo desmorone. Esta receita pede que a massa seja dividida em três assadeiras de 15 cm de diâmetro, mas nada impede que você asse-o em uma fôrma de 30 cm e corte o bolo ao meio, no sentido longitudinal, para rechear. A diferença é que ele terá duas, e não três camadas. Mas o sabor, maravilhoso, continuará o mesmo. Parte das medidas dos ingredientes está indicada em gramas, pois isso melhora a precisão da receita. Uma balança simples dá conta do recado. Se for usar um copo medidor, não bata a farinha. Ela se compacta e acaba pesando mais do que o indicado, o que compromete o resultado final. Indiquei a receita como “difícil” mais por conta da montagem. A massa não requer nem batedeira, e tanto o recheio quanto a cobertura são bem simples. Caso seu bolo não dê certo da primeira vez, continue tentando. Lembre-se de que as chamas de fornos e fogões são diferentes. Entenda as suas.

Bolo Dois Chocolates I NGREDIENTES Massa 180 g de manteiga sem sal amolecida; 1 pitada de sal; 1 colher (sopa) de fermento em pó; 180 g de farinha de trigo; 20 g de chocolate em pó; 200 g de açúcar; 4 ovos. Calda 3 colheres (sopa) de açúcar; 1 xícara (chá) de água; 1 colher (sopa) de licor de chocolate. Recheio 395 g de leite condensado; 70 g de chocolate branco; 1 colher (sopa) de manteiga. Cobertura 150 g de chocolate meio amargo; 200 ml de creme de leite fresco; 1 colher (sopa) de mel. Rendimento: até 12 fatias. Dificuldade: difícil MODO DE PREPARO 1 - Em uma tigela, bata a manteiga com o açúcar e o sal até que fique clara e cremosa. Adicione os ovos levemente batidos. Peneire a farinha, o chocolate e o fermento e incorpore-os à massa delicadamente. 2 - Asse em três fôrmas de 15 cm de diâmetro untadas e enfarinhadas, a 200°C, por cerca de 20 minutos (ou até que, ao enfiar um palito, ele saia seco). Deixe esfriar. Desenforme e reserve por 24 horas. 3 - Para a calda, ferva a água e o açúcar. Desligue o fogo e adicione o licor. Para o recheio, cozinhe, em fogo baixo e em panela pequena, o leite condensado e a manteiga até o ponto de brigadeiro. Derreta o chocolate no micro-ondas por 30 segundos e adicione-o à mistura. Mexa até que ele suma. 4 - Hora da cobertura: Ferva o creme de leite fresco, coloque-o por cima do chocolate e do 1 mel e mexa bem até que ele derreta. 5 - Com massas e recheios frios, comece a montar regando a base do bolo com duas colheres de sopa de calda. Acrescente a ela metade do recheio. Se tiver um aro, posicione a massa e o recheio dentro dele e leve o bolo semimontado à geladeira. 6 - Posicione, então, a segunda camada e repita a operação, com a calda e o recheio. Por fim, coloque a última massa, regue com mais duas colheres de calda e vá colocando a cobertura sobre o bolo. Espalhe com a ajuda de uma espátula e finalize com chocolate branco picado.

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 75


Eventos & Festas ALUGUEL DE BRINQUEDOS

ALUGUEL DE BRINQUEDOS

ALUGUEL DE BRINQUEDOS

ALUGUEL DE MATERIAL

ALUGUEL DE MATERIAL

ALUGUEL DE MATERIAL

76 | Vilas Magazine | Julho de 2018

ALUGUEL DE MÓVEIS


Eventos & Festas BALÕES

BOLOS & TORTAS

BUFFET

BUFFET

BUFFET

BUFFET

DJ

ESPAÇO PARA EVENTOS

ESPAÇO PARA EVENTOS

GARÇON

MESAS & CADEIRAS

MESAS & CADEIRAS

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 77


Educação IDIOMAS

Rua Priscila Dutra, 541 Vilas do Atlântico

www.efconline.com.br 3379-6487 / 98797-4961

IDIOMAS

IDIOMAS

LIVRARIA

78 | Vilas Magazine | Julho de 2018

MÚSICA


Educação MÚSICA

REFORÇO ESCOLAR

Escola de Vida Nova constrói pertencimento histórico dos alunos

A

Escola Municipal Jardim Ipitanga, em Vida Nova, pôs em ação o “Projeto Vida Nova: um lugar, muitas histórias”, com o objetivo de levar os estudantes a construir conhecimentos sobre o bairro. No foco do projeto estão as “questões identitárias que constituem a cultura local”. A ideia é “promover reflexões entre todos os atores do contexto escolar sobre a construção dos espaços na cidade de Lauro de Freitas, mais especificamente do bairro de Vida Nova”, por meio de palestras e outras atividades, para remontar a história. As narrativas e os embasamentos teóricos sobre o caminho percorrido deverão levar às representações encontradas atualmente. A iniciativa está inscrita na “pedagogia de projetos”, uma ideia “imprescindível à prática pedagógica”, opina Vanilda Fonseca, coordenadora pedagógica da rede municipal de ensino. Por meio dela é que seria possível “trazer para o seio da escola temas que são importantes para a vida dos educandos”. Para ela, o projeto já apresenta impactos positivos na atuação docente porque “possibilita ao educador também a ampliação de seus conhecimentos e proporciona aos seus educandos formas diferenciadas de aprender”. Para a professora Edna Costa, “é muito

importante que os educandos conheçam a história do bairro onde moram para que se sintam pertencentes e tenham uma visão crítica com relação as condições de vida que lhe oferece”. Também é preciso “que eles se localizem no espaço, conheçam os bairros em seu entorno e consolidem conhecimentos sobre a cidade”. “É muito importante conhecer a origem, a evolução e infraestrutura do bairro desde o início até os dias atuais e muitas das vezes o aluno nem sabe o nome da rua que mora e portanto é importante resgatar isso e desencadear na criança o gosto em conhecer de fato o seu bairro”

Desenho de Samira Borges mostra a praça da Mangueira, em Vida Nova Vanilda Fonseca (esq.), coordenadora pedagógica da rede municipal de ensino: remontar a história do bairro

– diz a professora Jucileide Santos. Samira Borges, aluna do 3º ano na escola, apresentou a sua visão em uma produção textual quando foi questionada sobre o que gosta em seu bairro: “Eu gosto de brincar na praça da Mangueira porque tem muito espaço, parque e árvores”, escreveu. Ela também gosta “das lojas e dos produtos que vende no bairro”. Para Vanilda Fonseca, “a relevância de um projeto como este transcende os conteúdos sistematizados pela escola ao dar voz à criança pobre acerca de seus anseios” – e conclui: “assim, a escola cumpre seu verdadeiro papel”. Julho de 2018 | Vilas Magazine | 79


Casa & Decoração

Como guardar, congelar e proteger os alimentos para que eles durem mais

A

crise de combustíveis – com a Planejar as compras de greve dos caminhoneiros, em acordo com consumo da maio – levou muitas pessoas a correr para encher carrinhos nos semana é fundamental supermercados. O cenário apocalíptipara evitar desperdício co de desabastecimento total não se confirmou, mas o episódio trouxe à tona uma questão importante: como armazenar alimentos da forma certa e fazê-los durarem mais? A reportagem ouviu nutricionistas, nutrólogos e cozinheiros para saber o que deve ficar guardado no freezer, na geladeira e na despensa e como fazê-lo de forma a preservar os alimentos e sua qualidade. O freezer, por exemplo, pode ser um bom aliado na hora de estender prazos de validade, mas pode alterar gosto e textura dos alimentos. Por isso, é essencial congelar e descongelar corretamente. E lembre-se: exagerar nas compras nunca é bom. Fazer a lista do supermercado a partir de um cardápio com o que a família vai consumir durante a semana e consultando os prazos de validade é fundamental para evitar o desperdício, diz Jurucê Borovac, professora de nutrição do Centro Universitário São Camilo (SP). Geladeiras abarrotadas também têm a circulação de ar prejudicada, resultando em uma refrigeração pior, afirma Durval Ribas Filho, presidente da Associação Brasileira de Nutrologia.

NO FREEZER Como congelar Carnes e alimentos cozidos que não forem ser consumidos na semana podem ir direto ao freezer. Já vegetais devem passar por um processo de branqueamento: coloque o alimento em água fervente por cerca de três minutos, deixe-o pelo mesmo tempo em água gelada, escorra e seque. Então, leve-o ao congelador num recipiente tampado ou saco plástico feito para o freezer, diz Laís Zanin, nutricionista e professora do Senac EAD Como descongelar No caso de verduras, o ideal é utilizá-las ainda congeladas em receitas, diz Marina Hernandez, chef da escola de cozinha Wilma Kövesi. Já carnes cruas devem ser descongeladas na geladeira, de preferência. A alternativa é usar o microondas, na menor potência possível. Em nenhuma hipótese deve-se descongelar comida em cima da pia, para evitar riscos de contaminação

80 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Casa & Decoração NA GELADEIRA O que guardar Ovos (fora da embalagem de papelão), queijo, conservas abertas, frutas e verduras e legumes que serão consumidos na semana Como armazenar Deixar os alimentos em embalagens descartáveis aumenta o risco de contaminação por microrganismos. As exceções são itens industrializados como iogurte, leite, manteiga e sucos, que devem ficar nas suas embalagens, diz Ana Cristina Cabral, professora de nutrição do Mackenzie (SP). Segundo a nutricionista Simone Bach, é recomendável deixar as comidas em recipientes de vidros atóxicos. “Os potes de inox são uma boa opção principalmente para manter as folhas mais crocantes” Cuidados Para manter a temperatura da geladeira constante – entre 2ºC e 5ºC –, evite abrir e fechar a porta com frequência, deixe os alimentos esfriarem antes de guardá-los e não encha as prateleiras, o que dificulta a circulação de ar Organização Etiquete os alimentos antes de colocá-los no freezer, escrevendo o que há no recipiente e quando foi feito. Comidas que forem ao freezer podem ter alterações de textura e sabor, diz Vivian Zollar, do Conselho Regional de Nutricionistas de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Ela recomenda que frutas sejam congeladas só se forem virar vitamina ou sorvete. Já alface, espinafre e outras verduras podem ser congelados se houver a intenção de refogá-los Em cima Quanto mais alta a prateleira na geladeira, mais baixa é a temperatura. Na parte superior, portanto, devem ser armazenados produtos que precisem

de mais refrigeração, como leite e seus derivados, frios, sobremesas e manteiga, afirma a nutricionista Simone Bach Na porta Devem ser colocados alimentos que tolerem variações de temperatura, que acontecem com o abre e fecha constante da porta, como geleias, sucos, molhos, condimentos. Ovos não devem ficar na porta, diz a nutricionista Fernanda Cristina de Souza. Guardados na prateleira, duram até 14 dias Embaixo Na gaveta e na prateleira inferior devem ser armazenados legumes e verduras, que precisam de temperaturas mais amenas. “O ideal é já armazenar estes alimentos previamente higienizados, secos e acondicionados em potes de vidro ou sacos herméticos”, diz Simone Bach

NA FRUTEIRA E NA DISPENSA Industrializados Pasta de amendoim e creme de avelãs industrializado devem ficar na despensa para preservar a textura. Mel, azeite, café e sementes oleaginosas também não podem ser resfriados Frutas Banana e frutas com casca grossa, como abacaxi, melancia e melão, devem ficar fora da geladeira. Para a banana durar mais, Durval Ribas Filho, presidente da Associação Brasileira de Nutrologia, sugere enrolar um pedaço de plástico filme na coroa dos cachos. Ele diz que aumenta a sobrevida da fruta em cerca de uma semana Legumes A batatainglesa, se refrigerada, fica adocicada e escurece no processo de fritura, diz a nutricionista Fernanda Cristina de Souza. Já a batata-doce pode ficar dura e ter mudanças no gosto. O inhame, por sua

vez, tem brotação acelerada na geladeira. E o tomate só deve ser refrigerado quando bem maduro

Inspecionar embalagens e limpar a casa evita pragas que atacam frutas e cereais

C

arunchos (aqueles bichos que insistem em estragar grãos de feijão, arroz, farinha, milho e outros alimentos da despensa), traças, moscas, formigas e baratas são as principais pragas que atacam os alimentos em casa, segundo o biólogo Randy Baldresca. Algumas delas costumam vir de fora, de supermercados e distribuidoras, como o caruncho e a traça, que atacam grãos como arroz, milho e soja. Furinhos na embalagem do alimento são um indicativo da presença dessas invasoras. Já a mosquinha da banana – que é atraída por alimentos muito maduros –, baratas e outras pestes surgem em casa, vindas do ralo, do esgoto e de outros lugares sujos. O aparecimento desses bichos indesejados pode ser evitado. Basta fechar bem o lixo, vedar as embalagens, não deixar a louça suja acumular por mais de 12 horas e recolher restos de comida, explica Baldresca. Proteger o alimento com embalagens de papel ou plástico muito finas não é suficiente, já que pragas como o caruncho podem ultrapassar essas barreiras, segundo Vivian Zollar, do Conselho Regional de Nutricionistas de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Para isso, potes plásticos e caixas organizadoras são soluções. Caso haja infestação, a solução é jogar fora o alimento contaminado, checar se as embalagens em volta foram atacadas e chamar uma empresa de desinsetização. Em situações menos graves, higienizar o lugar com detergente neutro e álcool pode dar conta do recado, diz Zollar. Fernanda Reis e Júlia Zaremba / Folhapress

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 81


Casa & Decoração

Como tirar manchas e deixar os uniformes em bom estado

M

anter o uniforme em boas condições para enfrentar o segundo semestre escolar, é uma preocupação constante de famílias. Um dos desafios é tirar as mais diversas manchas causadas por crianças, seja ao comer, ao brincar ou até mesmo durante os estudos. Para acalmar as mamães de plantão, a especialista em cuidados têxteis da rede de lavanderias 5àsec, Marinês Cassiano, dá algumas dicas para deixar os uniformes como novos. Antes de tudo, leia as etiquetas Existem no mercado alguns produtos específicos para tirar manchar ou para o clareamento de roupas, mas tais substâncias devem ser utilizadas com cautela, seguindo as instruções do fabricante e as informações contidas na etiqueta de cada peça. Caso tenha dúvidas sobre os significados dos símbolos, faça uma busca rápida na internet, assim você evita danificar o tecido. Uniformes brancos A primeira medida a tomar é tentar tirar as manchas amareladas antes das lavagens, com produtos específicos para esta finalidade e que não comprometam as fibras. Como a roupa branca suja com muita facilidade, é importante que a lavagem seja feita com sabão alcalino e água fria. Após deixa-las

82 | Vilas Magazine | Julho de 2018

de molho para que fiquem mais brancas e para eliminar resquícios de outras manchas, é importante enxagua-las bem, tirando todo o tipo de resíduo existente. As peças brancas devem ser lavadas separadamente, não podendo ser misturadas a outras coloridas, que podem manchar ou danificar o tecido. Utilize a dose certa de sabão, pois o excesso do produto pode gerar o efeito contrário. Ao terminar, estenda as peças à sombra e do avesso. Canetinha Caso a caneta estoure, a indicação é tentar absorver a tinta com um pano limpo ou algodão umedecido, sem esfregar, apenas pressionando levemente no local. Se a mancha estiver na peça por mais tempo ou em casos de riscos, sugiro que seja aplicada uma porção de sabão líquido concentrado diretamente no local em questão. Espalhe levemente com as pontas dos dedos, deixe agir por alguns minutos e retire o excesso com um pano limpo, algodão ou papel toalha. Caso seja necessário, repita o processo antes de lavar normalmente. Gordura Alimentos fritos ou gordurosos podem sujar facilmente os uniformes. Para retirar a mancha, sugiro que aplique uma camada de detergente neutro no local afetado, com

a roupa ainda seca. Após deixar o produto agir por 15 minutos, lave normalmente com as outras peças. Meias Parte integrante e que ajuda a compor o uniforme, as meias ficam encardidas quando as crianças decidem caminhar descalças. Para resolver esta questão indico o uso de um sabão em barra neutro. Basta esfregar as meias com sabão e água e deixa-las de molho, sem enxagua-las, com uma mistura de água e um pouco de alvejante sem cloro. Aconselhamos que as peças sejam deixadas de molho até o dia seguinte para, em seguida, serem lavadas normalmente. Tintas à base de água A melhor opção é enxaguar as roupas imediatamente com água morna para, em seguida, lavar bem com sabão líquido concentrado. Se a tinta estiver seca há muito tempo, isso pode danificar as fibras. Neste caso, procure uma lavanderia profissional e verifique se há a possibilidade de remover a mancha. Alimentos como sorvete ou chocolate Toda e qualquer roupa que contenha manchas, principalmente de alimentos, não devem ser misturadas com outras peças antes de tentarmos remover a sujeira. O primeiro passo é lavar previamente utilizando água morna e um removedor de manchas, sempre respeitando as especificações da etiqueta de cada roupa. Se a mancha não desaparecer, coloque a peça na máquina de lavar e utilize um alvejante adequado para o tipo de cor e material do tecido em questão.


Casa & Decoração ARQUITETURA

CONST. & REFORMA

CONSTRUÇÃO & REFORMA

CONSTRUÇÃO & REFORMA

CONSTRUÇÃO & REFORMA

CONSTRUÇÃO & REFORMA

CONSTRUÇÃO & REFORMA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 83


Casa & Decoração CONST. & REFORMA

CORTINAS

CORTINAS

CORTINAS

CORTINAS

CORTINAS

ENERGIA SOLAR

84 | Vilas Magazine | Julho de 2018

DIVISÓRIAS

ENGENHARIA

ELETRICISTA

ESTOFADOS


Casa & Decoração ESTOFADOS

FORROS

FORROS

HORTO

MADEIREIRA

MADEIREIRA

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 85


Casa & Decoração MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

PELÍCULAS

MÓVEIS PLANEJADOS

PERSIANAS

PÁTINAS

PERSIANAS

PORTÕES

PISCINAS

PORTÕES

Guarda corpo inox

$ 240,00 o metro

Serviços em Inox e alumínio 86 | Vilas Magazine | Julho de 2018

(71) 3623-4719 / 98299-8366 / 99963-2564 / 99272-3919 Só para whatsapp Site: www.ferrazmetal.com E-mail: contato@ferrazmetal.com

Estrada do coco km 11,5, Vila de Abrantes


Casa & Decoração REDES

SEGURANÇA ELETRÔNICA

REDES DE PROTEÇÃO

SEGURANÇA ELETRÔNICA

SEGURANÇA ELETRÔNICA

SEGURANÇA ELETRÔNICA Crie uma REDE de

MONITORAMENTO

no seu CONDOMÍNIO

na sua RUA e BAIRRO

SEGURANÇA ELETRÔNICA Sistema sem DVR´s e HD´s GRAVAÇÃO 100% em nuvem ACESSE 24hs pelo em APP ou via WEB Planos Colaborativos

(71) 3029 0862 | 3102 3333 (71) 98873 2594 | 98225 3602

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 87


Casa & Decoração SERVIÇOS

SERVIÇOS

SERVIÇOS GERAIS

TELAS MOSQUITEIRAS

TELAS MOSQUITEIRAS

TOLDOS

TOLDOS

88 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Casa & Decoração TOLDOS toldospotiguarr@gmail.com

Tels.:

71 9929 60448 (tim) 71 9997 65692 (vivo)) 71 9873 23066 (oi)

Toldo de enrolar c/ braços Toldo braços articulados Toldo Fixo (reto ou curvo) Toldo garagem

TOLDOS

TOLDOS

TOLDOS

VIDRAÇARIA

VIDRAÇARIA

VIDRAÇARIA

VIDRAÇARIA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 89


Serviços & Cia Erros que podem causar sobrecarga nas instalações

Como ligar tudo o que você precisa na tomada sem causar um incêndio

1. Deixar aparelho na tomada mesmo quando a fiação está quente Se a fiação esquenta e a tomada fica preta ou há cheiro de queimado é sinal de que há uma sobrecarga. Desligue os aparelhos e chame um técnico para avaliar se é necessário redimensionar a fiação. Outro sinal de perigo é a queda de fase da iluminação, quando a luz emitida fica mais fraca ao ligar um aparelho

2. Usar extensões com vários plugues Pode sobrecarregar a tomada. Prefira réguas com fusível porque, em caso de problema, o fusível queima e não repassa para a corrente elétrica

5. Usar “Ts”, benjamins e extensões com frequência Cada tomada tem uma capacidade máxima e pode não aguentar muitos equipamentos de alta potência, como geladeiras e micro-ondas, conectados a ela. Se a necessidade de manter os equipamentos ligados for permanente, é preciso instalar novas tomadas. Benjamins e “Ts” podem ser usados temporariamente, desde que respeitada sua capacidade, inscrita no corpo do produto

6. Deixar o quadro elétrico em local perigoso O quadro é o centro de toda a instalação elétrica. Se colocado próximo de um botijão, uma faísca pode desencadear um incêndio. Além de gás, água também é um perigo. Portanto, os quadros devem ser instalados longe de pias e tanques, em local de fácil acesso, como atrás de portas. Seu material deve ser metálico - caso o seu seja de madeira, recomenda-se trocá-lo

Instalação de eletrodomésticos deve respeitar limite de carga do imóvel, que varia de acordo com o tamanho dos fios usados

N

a empolgação de trocar o chuveiro por um melhor, um ar-condicionado, muitas pessoas esquecem que cada imóvel tem um limite de carga elétrica disponível. Quando esse limite é ultrapassado, há uma sobrecarga, que pode levar a um incêndio. Foi o que aconteceu no edifício Wilton Paes de Almeida, no largo do Paissandu, região central de São Paulo. O prédio pegou fogo no dia 1º de maio após um curto-circuito em uma tomada onde estavam ligados três aparelhos ao mesmo tempo. O problema é frequente: outros exemplos de incêndios de grande repercussão, também na capital paulista, causados por sobrecarga elétrica são os do Edifício Joelma, em 1974, do Grande Avenida, em 1981, e, mais recentemente, do auditório do Memorial da América Latina, em 2013. O “teto” de carga de cada imóvel é dado pela instalação elétrica da casa ou do apartamento, que varia de acordo com a bitola (tamanho) dos fios utilizada, o valor dos disjuntores e os tipos de circuito (como de lâmpadas e de tomadas), principalmente. A reportagem conversou com a engenheira Raquel Tomasini, com o consultor técnico especializado em instalações elétricas Almir Zanettin e com o pesquisador em energia do Idec - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Clauber Leite sobre o que fazer – e, principalmente, o que não fazer – para ter uma casa segura. Fernanda Lacerda / Folhapress.

90 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Serviços & Cia 3. Ignorar quando o disjuntor de luz desarma A função do disjuntor é proteger a fiação. Portanto, se ele desarma com frequência, há um problema na instalação elétrica do imóvel, que precisa ser verificada. Apenas rearmar o equipamento, ou substituí-lo por outro de maior valor sem readequar a fiação, aumenta o risco de problemas. O mesmo raciocínio vale para os fusíveis: não basta trocá-los quando queimam, é necessário checar por que estão queimando

4. Instalar fios com bitola menor do que a necessária A fiação utilizada em casa precisa estar de acordo com a corrente elétrica que passará por ela. Caso o fio esteja subdimensionado em relação ao aparelho ou ao disjuntor, há risco. Por isso, é errado substituir um chuveiro por outro de maior potência sem avaliar se a fiação é adequada. As bitolas (tamanhos) mínimas recomendadas para iluminação são de 1,5mm² e, para tomadas, 2,5mm². Para chuveiro e ar-condicionado, a bitola deve ser avaliada por um profissional de acordo com a potência do equipamento

Descubra quanta carga elétrica seu imóvel suporta Existe um limite de carga elétrica por imóvel? Sim, tanto casas quanto apartamentos têm um limite que varia conforme o projeto. Imóveis mais antigos tendem a suportar uma carga menor porque foram pensados para uma época em que havia menos eletrodomésticos Como descubro o limite da minha casa? No caso de apartamentos novos, esse limite é especificado no guia entregue pela construtora. Em apartamentos antigos, o síndico deve ter essa informação. Caso nenhuma dessas fontes resolva, um eletricista pode ser contratado para fazer a medição Quais são os sinais de que estou ultrapassando esse limite? Queima constante de lâmpadas e fusíveis, disjuntor desarmando com frequência, aquecimento dos fios que ligam aparelhos à tomada estão entre os principais indicadores de sobrecarga É possível ampliar a capacidade do imóvel? Sim. Um profissional pode fazer um estudo das instalações e avaliar se uma renovação dos equipamentos (substituindo a fiação por uma de maior bitola, por exemplo) é suficiente para a sua necessidade ou se será necessário mudar o quadro de entrada de energia da concessionária. O custo e o tempo de reforma variam caso a caso

Como reduzir o consumo

7. Instalar ar-condicionado sem pré-avaliação da rede Além de ser um campeão de consumo de energia, o ar-condicionado exige uma alta carga para funcionar -situação para a qual instalações elétricas mais antigas não foram pensadas. Se eles não forem compatíveis, há risco de curto e incêndio. Para garantir a segurança, é necessário contatar um eletricista para que ele aumente a capacidade de carga do imóvel. Quem mora em prédio deve consultar o síndico antes de instalar equipamentos de maior porte

8. Contratar profissional não especializado Muitos acidentes são consequências de “jeitinhos” dados por pessoas leigas, que instalam novos equipamentos sem se atentar para a compatibilidade da fiação, por exemplo. Sempre chame um eletricista. Sites como o encontreseueletricista.com. br podem ajudar

1) Nunca deixe um eletrodoméstico ligado na tomada sem necessidade 2) Coloque o chuveiro na posição verão em dias quentes 3) Nunca reaproveite uma resistência queimada 4) Limpe os furos de saída do chuveiro 5) Nunca pendure coisas para secar atrás da geladeira 6) Não coloque panos sobre as prateleiras da geladeira 7) Verifique as borrachas de vedação da porta da geladeira CALCULE VOCÊ MESMO Para saber quanto um aparelho gasta de energia por hora, verifique qual a potência no manual ou no próprio produto. Depois, divida por 1.000 e multiplique pela tarifa de energia (disponível na conta de luz ou no site www.aneel.gov.br).

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 91


Serviços & Cia ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIO

ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIO

ADVOCACIA

ADVOCACIA

ADVOCACIA

ANDAIMES

ALUGUEL DE MÁQUINAS

ANDAIMES

www.amesandaimes.com.br 92 | Vilas Magazine | Julho de 2018

ÁGUA / PURIFICAÇÃO


Serviços & Cia ANDAIMES

ANTENAS

ANTENAS

ANTENAS

AR CONDICIONADO

AR CONDICIONADO

AR CONDICIONADO

AR CONDICIONADO

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 93


Serviços & Cia ASSISTÊNCIA TÉCNICA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

94 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Serviços & Cia ASSISTÊNCIA TÉCNICA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

AUTOESCOLA

CARRETOS

CHAVEIROS

CONTABILIDADE

CONTABILIDADE

CONTABILIDADE

DESINSETIZAÇÃO

DESINSETIZAÇÃO

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 95


Serviços & Cia DESINSETIZAÇÃO

DESINSETIZAÇÃO

DESINSETIZAÇÃO

96 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Serviços & Cia DESINSETIZAÇÃO

EMBALAGENS

ENGENHARIA

ENTULHOS & PODAS

ENTULHOS & PODAS

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 97


Serviços & Cia ENTULHOS & PODAS

ESTOFADOS

ESTOFADOS

ESTOFADOS

FOGÕES

FOGÕES

GRÁFICA

98 | Vilas Magazine | Julho de 2018

GÁS

HOSPEDAGEM

GÁS

INFORMÁTICA


Serviços & Cia INFORMÁTICA

LAVAGEM

INFORMÁTICA

LIMPA FOSSA

LIMPA FOSSA

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 99


Serviรงos & Cia LIMPA FOSSA

LIMPA FOSSA

LIMPA FOSSA

LIMPA FOSSA

LIMPA FOSSA

100 | Vilas Magazine | Julho de 2018


Serviços & Cia LIMPA FOSSA

MODA INFANTIL

MARCAS & PATENTES

POÇOS

SERVIÇOS GERAIS

TÁXI

TRANSPORTE

CONTRATE COM SEGURANÇA l Confira sempre a qualidade do serviço antes de contratá-lo. l Certifique-se de que o anunciante possua referências confiáveis. l Requeira sempre nota fiscal do serviço contratado, é um direito seu. l Os textos e responsabilidades de fornecimento desses serviços são única e exclusivamente dos anunciantes. l Evite realizar depósitos ou pagamentos antecipados, sem ter verificado a idoneidade do prestador do serviço. l Em caso de ter sido vítima de fraude, procure imediatamente a delegacia mais próxima para fazer um Boletim de Ocorrência. Comunique também à revista Vilas Magazine, pois sempre que o anunciante se revela inidôneo ou que haja recorrentes reclamações dos clientes, o setor jurídico determina a suspensão da veiculação dos anúncios, até que se resolvam os questionamentos.

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 101


Bichos

Ingredientes funcionais permitem alimentação saudável também para os pets Lilia Kawazoe

N

ão há dúvidas de que a maior parte dos brasileiros é apaixonada por animais de estimação, principalmente os mais tradicionais, como cães e gatos. A Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação explica esse amor em números: nosso País está em quarto lugar em população total de animais de estimação e, no faturamento correspondente ao setor pet, ocupa a terceira posição. No entanto, quando o assunto é alimentação, será que as pessoas sabem ao certo o que é bom para os seus bichinhos? Na contramão da ideia de que apenas as pessoas precisam de uma dieta saudável, é necessário entender que este é um assunto também muito importante para os pets. Os alimentos ideais são aqueles que contêm ingredientes funcionais, ou seja, aditivos que quando estão presentes na formulação e associados ao consumo diário, produzem efeitos que visam aumentar a longevidade, qualidade de vida e saúde dos animais. Outros benefícios são a redução do odor das fezes, o equilíbrio do microbioma intestinal, maior absorção de nutrientes e estímulo às defesas naturais presente ao longo do trato gastrointestinal.

PET SHOP

102 | Vilas Magazine | Julho de 2018

Além disso, alimentos funcionais também contribuem para a menor presença de radicais livres decorrentes da oxidação e fornecem compostos que desempenham papel semelhante no organismo. Outros efeitos que a associação de alguns ingredientes podem proporcionar são a proteção das articulações, pele e pelo mais saudáveis. Há também compostos que atuam no apoio ao controle de peso e na promoção da saúde cardíaca, substâncias que ajudam no estímulo do sistema imune e redução de efeitos relacionados à senilidade quando aplicados em formulações específicas. Vale destacar que alguns ingredientes funcionais ainda demandam embasamento científico, para que seja permitida sua ampla utilização nas embalagens. Além desse desafio, também existe a necessidade de realizar um trabalho para que os tutores dos animais saibam identificar esses itens nos rótulos e possam compreender quais os benefícios que eles proporcionam. Ao avaliar essas informações, é possível concluir que a indústria alimentícia voltada para pets está crescendo e apresentando evoluções importantes, mas ainda precisa investir constantemente na inovação para gerar valor agregado ao consumidor brasileiro. Os bons resultados desse avanço continuarão a serem colhidos na longevidade e saúde dos nossos pets.

LILIA KAWAZOE é gerente comercial da unidade de negócio Concepta Ingredients, pertencente ao Grupo Sabará, especializada no desenvolvimento de soluções naturais e tecnológicas, com foco nas indústrias de alimentos, bebidas, nutrição animal e farmacêutica veterinária.

VETERINÁRIOS


Bichos Confira dicas de especialistas para ajudar seu animalzinho em situações de barulhos intensos n Mantenha porta fechada e deixe o animal em local seguro, com telas nas janelas ou sacadas, em local sem risco de ele se machucar, pular ou fugir; n Certifique-se que o animal usa coleira com identificação correta, caso ele escape; n Coloque algodão nos ouvidos do cão para que o barulho dos fogos o incomode menos – deve ser inserido superficialmente e retirado imediatamente ao término dos ruídos. Há também protetores auricu-

lares próprios para pets; n Em dias de jogos, com visitas em casa, mantenha o espaço do animal no mesmo local de costume e dê atenção, caso o pet queira. Não tente segurá-lo, caso ele se assuste com algum barulho. Isso pode deixá-lo ainda mais ansioso e causar agressividade. Se ele preferir ir para debaixo de algum móvel, apenas o observe para ver se ele terá mais alguma reação aos barulhos; n Se o imóvel tiver um cômodo mais silencioso, que sirva de abrigo, pode ser uma opção. A caixa de transporte ou outro cantinho preparado especialmente para o refúgio pode ajudar o animal. Ele deve, no entanto, permanecer sob supervisão; n Quando ele sair do esconderijo, aja naturalmente. Não faça festa, pois isso pode aumentar a agitação naquele momento; n Respeite a reação e o espaço do animal. Não o force a receber carinho e atenção enquanto ele se abriga em algum espaço, por exemplo; n Redobre a atenção e mantenha portas fechadas. Verifique se as telas nas janelas estão firmes, principalmente para quem tem gatos. Há casos de animais que se jogam de grandes alturas diante de fogos; n Não repreenda seu cachorro se ele responder aos barulhos com latidos. Isso pode gerar agressividade no animal; n Não é boa alternativa manter o animal preso em coleiras porque ele pode tentar correr e se machucar; n Abafe o barulho dos fogos. Feche portas e janelas e coloque uma música tranquila, que ajudará a proporcionar um ambiente mais calmo; n Se o pet tem reações negativas a barulhos, peça a compreensão da família e amigos e evite cornetas e apitos nas comemorações; n Evite deixar o bichinho sozinho; n Em caso de histórico de reações mais sérias, o pet pode ser medicado, mediante orientação do veterinário, para suportar os ruídos.

VETERINÁRIOS

VETERINÁRIOS

VETERINÁRIOS

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 103


Auto & Cia

Troca de óleo: siga apenas as indicações do fabricante do veículo

A

o contrário do que acontecia antigamente, os carros de hoje requerem pouca atenção a fluidos e componentes que sofrem desgaste – apesar da manutenção periódica ainda ser uma necessidade, principalmente para a troca de óleo, pastilhas de freio, filtro de combustível e vários outros itens. Mas a água do radiador, por exemplo, já não precisa ser reposta, a não ser que haja problemas. O normal é que nunca precise ser completada, já que os sistemas de arrefecimento atuais são circuitos fechados. Se a água do radiador tiver baixado, é sinal de que algo está errado. Nesse caso, a solução é procurar imediatamente um mecânico. Apesar disso, é comum ouvir de frentistas que “o nível da água está baixo”. A dica é casualmente oferecida depois que o reservatório do limpa-

Mais rápida que o seguro!

Pr

da

para-brisa é completado – um serviço normal sempre que se abastece o tanque de combustível. Mas esse aviso é, quase sempre, uma senha para em seguida vender um aditivo qualquer para o radiador. Por desconhecimento e receio de arrumar futuros problemas mecânicos, muita gente vai na conversa. O mesmo ocorre com frequência em relação ao “nível do óleo” do motor. O pior momento para se medir isso é na chegada a um posto de combustíveis porque o veículo estará com o motor quente. A verificação do óleo precisa ser feita, apenas quando o motor está frio. Com o motor quente, o óleo ainda está em circulação no sistema e o reservatório estará menos cheio. Também é necessário manter o carro horizontalmente nivelado. Mas um frentista mais informado indica que há manuais de fabricantes

inc

sB

at

es

er

ia

a

s

Baterias entrega e instalação

Serviços completos de oficina »»» Atendemos os clientes mais rápido que a seguradora. Consulte-nos www. 71 3369 3996 princesadasbaterias 71 3243 1544 .com.br

104 | Vilas Magazine | Julho de 2018

recomendando controlar o nível do óleo do motor em intervalos regulares, “de preferência sempre que abastecer o tanque de combustível” – como é o caso do Volkswagen Gol. O manual também diz que é preciso “desligar o motor e esperar alguns minutos para que o óleo do motor escoe de volta para o cárter”, mas não diz que é necessário esperar que o motor esfrie. Os frentistas e vendedores de oficina nem sempre são os vilões dessa história. Alguns deles realmente conhecem os critérios para medição do nível e troca de óleo e procuram orientar corretamente os motoristas. Mas “muitas pessoas já chegam no posto pedindo para ver o óleo e querendo fazer a troca”, conta um frentista que prefere não se identificar. Como “trocar o óleo nunca é demais”, o posto faz o serviço. A maioria das pessoas pensa que a luz do óleo no painel do veículo indica o nível do lubrificante, quando


Auto & Cia Medição do nível do óleo: indicação não é real se o motor ainda estiver quente

na verdade ela acende quando há um problema na pressão do óleo em circulação no motor. Se a luz acender e o nível do óleo no cárter estiver adequado, a recomendação é manter o motor desligado e chamar um mecânico. Colocar mais óleo, acima do limite indicado pela vareta de medição, causa danos ao motor. Se for realmente o caso, o melhor momento para trocar o óleo é com o motor quente, porque o óleo está mais fino e vai escorrer com maior facilidade, dizem os especialistas. Mas os mecânicos insistem que o nível deve ser verificado com o motor frio porque só nessas condições a medição é real. Assim como acontece com o nível de fluido do radiador, o normal é que o nível do óleo se mantenha firme. Se tiver “baixado”, é sinal de que há um vazamento em algum ponto do sistema – e aí a solução é procurar imediatamente um mecânico.

Outro “diagnóstico” frequente em postos de combustível para indicar a troca do óleo é a cor mais escura do lubrificante. Mas a coloração preta do óleo, ensinam os especialistas, mostra apenas que ele está cumprindo sua função corretamente. O óleo fica preto devido à atuação na limpeza no motor – não sendo indicativo da necessidade de troca, que deve ser orientada por outros critérios. Cada modelo de carro tem um prazo ideal para a troca do óleo, claramente indicado pelo fabricante. Em geral, a troca é indicada a cada 10 mil Km percorridos ou dentro de determinado prazo de tempo, mas isso pode variar em função do carro, do tipo de óleo usado ou da utilização do veículo. A indicação do fabricante é a única confiável, por mais que um mecânico amigo ou o próximo frentista insistam saber mais que os engenheiros da marca. Quando a troca de óleo é determinada pela quilometragem, esta costuma estar relacionada ao estilo de dirigir do motorista, em geral traduzido por binômios do tipo severa ou leve, esportiva ou normal, cidade ou estrada. Motores que enfrentam congestionamentos diários no trânsito urbano vão exigir mais da lubrificação e do arrefecimento do que se transitarem principalmente

em estradas, com refrigeração natural e rotações menos variáveis. Circular em marcha lenta por muito tempo é crítico para a lubrificação. Quanto mais alta e constante for a rotação do motor, melhor a lubrificação. A troca também pode acontecer por período, mesmo que o carro não tenha atingido a quilometragem indicada pelo fabricante do carro. Alguns estipulam seis meses para a troca do óleo, caso o veículo não tenha atingido a quilometragem necessária. Os fabricantes de lubrificantes explicam que a substituição é necessária porque o óleo pode ser oxidado em contato com o oxigênio e em função do calor, que são as condições normais de funcionamento dos motores. O tipo do óleo lubrificante a ser usado também varia conforme a recomendação do fabricante do veículo – que é sempre a melhor opção. Alguns fabricantes oferecem inclusive óleos de marca própria, em geral

mais caros que os “genéricos”. Com a troca de óleo, o mais comum é vir também a despesa com filtros, sempre substituídos. Mas há fabricantes de lubrificantes que afirmam não ser necessário trocar o filtro sempre que se troca o óleo. Além disso, como os óleos lubrificantes homologados já possuem os aditivos que o motor do carro necessita, não seria necessário adicionar outros – também eventualmente oferecidos em postos de combustível e oficinas. Na dúvida, a reco­mendação é seguir as instruções do fabricante do veículo.

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 105


z surgir cargo de gestorExpansão predial do I faz surgir carg

ADO*

o do mercado tado para as e alta, com o padrão e os ndomínios-cludo mudanças ação das ham infraestrue segurança diversas conpara gerenciar idades, novas de carreira na gindo, como a or predial. hamado de al, o cargo se aixo do síndiuia do condoto por muitos pécie de “suCom qualificacomo gestão administração os, segurança o predial, esais gerem as ncionários dos ios, que são geralmente,

y Leal, dono da ministração de o surgimento gestor predial turas compleprédios, com as, academias, e segurança ntigamente o umava cuidar manutenção um turno, e no funções admise reunir com Nos grandes ão é mais posr assume essa ”, explica. ge um conheaprofundado ções que seomo limpeza, e segurança, s como presas e negociaatos. Enquantêm buscado ara ocupar o profissionais as, como ade engenharia, sido atraídos o. e se tornou trativa e com ons profissiom cursos esestão predial, gente se intenta Alexandre retor nacional do Grupo GR, em mão-deada. Segundo

móveis

Luciano da Matta / Ag. A TARDE

GABRIELA MEDRADO*

O crescimento do mercado imobiliário voltado para as classes média e alta, com funcionários dos grandes prédios, que são prédios de alto padrão e os numerosas e, geralmente, terceirizadas. chamados condomínios-clube, tem Para causado mudanças Jubiracy Leal, dono da Liderança na administração das haAdministração de Condomínios, o surgibitações. Com infraestrumento o cargo de gestor predial veio das turas de lazer e segurança estruturas complexas avançadas e diversas con- dos novos prédios, veniências, e, para gerenciar com piscinas, saunas, academias, vários as novas facilidades, novas blocos e segurança complexa. “Antigamenpossibilidades de carreira na o zelador costumava áreate estão surgindo, como a cuidar da limpeza figura do gestor predial. e manutenção do prédio em um turno, e de crescimento do mercado imo- área estão surgindo, como a figura do Também no outrochamado assumir funções administrativas gerente predial, o cargo se biliário voltado para as classes gestor predial. e se reunir com fornecedores.Nos grandes situa logo abaixo do síndiBatista trabalha média e alta, com prédios de Também chamado de gerente predial, o prédios isso não é mais possível, e o gestor co na hierarquia do condocomo zelador no mínio, e é visto por muitos condomínio em que alto padrão e os chamados condomínios- cargo se situa logo abaixo do síndico na hie- assume essa segunda parte”, explica. uma espécie de “suEliane atua como clube, tem causado mudanças na admi- rarquia do condomínio, e é visto por muitos como A função exige um conhecimento gestora predial per-zelador”. Com qualificatrabalhaque nistração das habitações. como uma espécie de “super-zelador”. çõesmais aprofundado sobreBatista as funções em áreas como gestão como zelador no administração Com infraestruturas de lazer e seguCom qualificações em áreas como ges- de pessoas, serão geridas, como limpeza, manutencondomínio em que segurança rança avançadas e diversas conveniên- tão de pessoas, administração de condo- de condomínios, ção, e segurança, alémEliane de áreas como atua como e manutenção predial, esgestora predial cias, e, para gerenciar as novas facilida- mínios, segurança e manutenção predial, ses prestação de contas e negociação de conprofissionais gerem as des, novas possibilidades de carreira na esses profissionais gerem as equipes de equipes tratos. Enquanto zeladores têm buscado de funcionários dos MARGARIDA NEIDE / AG. ATARDE Margarida Neide / Ag. A TARDE grandes prédios, que são Leal conta que o numerosas e, geralmente, Leal conta que o cargo de gestor terceirizadas. cargo de gestor predial surgiu em Para Jubiracy Leal, dono da predial em função das surgiu estruturas Liderança Administração de mais complexas função das estruturas Condomínios, o surgimento Leal conta que o do cargo de gestor predial mais complexas cargo de gestor veio das estruturas complepredial surgiu em xas dos novos prédios, com função das estruturas piscinas, saunas, academias, mais complexas vários blocos e segurança complexa. “Antigamente o zelador costumava cuidar da limpeza e manutenção do prédio em um turno, e no outro assumir funções administrativas e se reunir com fornecedores. Nos grandes prédios isso não é mais possível, e o gestor assume essa segunda parte”, explica. A função exige um conhecimento mais aprofundado sobre as funções que serão geridas, como limpeza, manutenção, e segurança, além de áreas como prestação de contas e negociação de contratos. Enquanto zeladores têm buscado qualificação para ocupar o novo cargo, profissionais de outras áreas, como administração e engenharia, também têm que sidoesatraídos dial pode variar de R$ 4 mil a vaga de forma permanente. conta Eliane. Ela também te a incêndio, temos demitiram funcionários e para o mercado. R$ 15 mil. para tudo”, folguistas, e os zeladores Dentre suas funções, estão realiza treinamentos para tar preparados “É algo que se tornou acumularam funções de demandas 106 | Vilas Magazine | Julho de 2018 administrativas os funcionários do prédio, diz Batista. uma carreira atrativa Responsabilidade porteiros, caracterizando O síndico profissional Val- e com como é o caso do zelador Roe operacionais. carênciaexplica de bons Eliane Mota é adminisde função. Já quando dir Barbosa queprofissioo desviodial “Faço toda a movimenta- gério Batista. pode variar de R$ 4 mil a Já existem cursosoessíndico é pouco presente, tradora e especializada em ção financeira, o balancete, de gerente predial Desde que começou a tra- cargo nais. R$ 15 mil. pecíficos gestão programações financeiras gestão de pessoas. Após demonstrativos, ajuda adetirar a so-predial, negocia- balhar como zelador, Batis- também e tem muita gente se intedele também ser chamada para cobrir as ções com fornecedores, e ta responde à gestora pre- brecarga dos zeladores, que seriam Responsabilidade

PROFISSÃO Ele atua como uma espécie de “super-zelador”, trabalhando nas áreas administrativa e operacional

Expansão dos empreendimentos faz surgir cargo de gestor predial

O

vaga d Dentre deman


o dos empreendimentos cargo de gestor predial

as

R$ 4 mil a

de

Imóveis

LUCIANO DA MATTA / AG. ATARDE Luciano da Matta / Ag. A TARDE

“Já fiz cursos de segurança, primeiros socorros, combate a incêndio, temos que estar preparados para tudo”, diz ele. O síndico profissional Valdir Barbosa explica que o cargo de gerente predial também ajuda a tirar a sobrecarga dos zeladores, que em muito edifícios acaba enfrentando um acúmulo de funções. “Com a crise, muitos condomínios demitiram funcionários e folguistas, e os zeladores acumularam funções de porteiros, caracterizando desvio de função. Já quando o síndico é pouco presente, programações financeiras que seriam dele também acabam caindo no zelador”, diz Barbosa. Conteúdo licenciado pela Agência A Tarde. Repórter: Gabriela Medrado, sob supervisão da jornalista Cassandra Barteló.

Batista trabalha como zelador no condomínio em que Eliane atua como gestora predial qualificação para ocupar o novo cargo, profissionais de outras áreas, como administração e engenharia, também têm sido atraídos para o mercado. “É algo que se tornou uma carreira atrativa e com carência de bons profissionais. Já existem cursos específicos de gestão predial, e tem muita gente se interessando”, conta Alexandre Judkiewicz, diretor nacional de operações do Grupo GR, especializado em mão-de-obra terceirizada. Segundo ele, a depender do tamanho do condomínio e das especializações necessárias, o salário de um gerente predial pode variar de R$ 4 mil a R$ 15 mil. RESPONSABILIDADE Eliane Mota é administradora e especializada em gestão de pessoas. Após ser chamada para cobrir as férias da gestora anterior de um condomínio de luxo, ela acabou se interessando pela carreira, e hoje ocupa a vaga de forma permanente. Dentre suas funções, estão demandas administrativas e operacionais. “Faço toda a movimentação financeira, o balancete, demonstrativos, negociações com fornecedores, e também comando a equipe e faço a avaliação das áreas, sempre vendo que precisa ser ajustado ou melhorado”, conta Eliane. Ela também realiza treinamentos para os funcionários do prédio, como é o caso do zelador Rogério Batista. Desde que começou a trabalhar como zelador, Batista responde à gestora predial, e sua função é cuidar da manutenção do edifício.

Margarida Neide / Ag. A TARDE

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 107 vaga de forma permanente. Dentre suas funções, estão demandas administrativas

conta Eliane. Ela também realiza treinamentos para os funcionários do prédio,

te a incêndio, temos que estar preparados para tudo”, diz Batista.

demitiram funcionários e folguistas, e os zeladores acumularam funções de porteiros, caracterizando


TRIBUNA DO LEITOR

Neste espaço o leitor pode sugerir pautas, criticar matérias abordadas pela revista, fazer denúncias de problemas e irregularidades que atingem a comunidade. Envie email para redacao@vilasmagazine.com.br com seus dados pessoais e contatos

Incentivo

A revista Vilas Magazine está melhor a cada edição, preocupada com a sustentabilidade de Lauro de Freitas e promovendo condições para que os moradores do município exerçam seu legítimo direito de cidadania. Além da “Tribuna do Leitor”, foi criada a seção “Cidadania” onde os munícipes apresentam suas críticas, cobranças, denúncias aos poderes públicos, além de registros diversos. Na minha maneira de pensar, tornam-se legítimas essas cobranças, principalmente à Prefeitura, porquanto é dessa forma que o cidadão cumpre com o seu dever. Não importa se as cobranças tragam desconfortos para os cobrados, mas o que não se pode é esconder as verdades. Assim como, se a atuação pública satisfizer às necessidades dos cidadãos, deve-se elogiar, evitando-se porém os aplausos enganadores, geralmente de pessoas favorecidas com benesses. Como cidadão preocupado com minha cidade, parabenizo a revista Vilas Magazine e estendo minhas congratulações aos moradores de Lauro de Freitas, pelas mudanças que poderão advir desse novo comportamento. Jaime de Moura Ferreira, morador de Vilas do Atlântico há 36 anos.

Descarte irregular em via pública

Gostaria que a revista Vilas Magazine divulgasse em uma de suas edições, o que vem acontecendo na rua José Jorge de Oliveira, em Pitangueiras (foto abaixo). Um absurdo e descaso total dos nossos governantes. Empresas estão descartando entulho e lixo doméstico no local. A fedentina é horrível. Estamos numa situação complicada. Karina Clécia Silva Piñeiro da Luz.

Rua Maura Bezerra e seus problemas

Gostaria de sugerir que a revista Vilas Magazine faça uma reportagem com a antiga rua Maura Bezerra, para que fosse mostrada à senhora prefeita e órgãos responsáveis, o estado em que se encontra aquela rua, completamente intransitável, com alagamentos, buracos, água invadindo as casas. Isso desde sempre. A senhora prefeita já está no terceiro mandato e nada foi feito até agora nesta rua. Estamos pedindo socorro. Aurelina Medalha Lopes.

Agradecimento

O Núcleo de Senhoras do Rotary vem agradecer a valiosa ajuda prestada pela revista Vilas Magazine em apoio ao nosso projeto Feira de Livros do Rotary Lauro de Freitas. A divulgação da Feira e o encaminhamento dos leitores para doação do acervo, feitos por esta conceituada revista, foram de extrema importância para o seu sucesso. Aproveitamos para informar que toda a arrecadação com a venda dos livros será destinada para ajudar nas obras de ampliação da Escola Rotary de Quingoma e também para agradecer a todos que colaboraram com a iniciativa, doando livros e ajudando na sua realização. Mariana Ramos Mateus, coordenadora geral do Núcleo de Senhoras do Rotary Lauro de Freitas.

108 | Vilas Magazine | Julho de 2018

SALVA apoia e incentiva descarte responsável de lixo eletrônico A SALVA está apoiando o projeto de descarte de lixo eletrônico. A proposta é utilizar alguns componentes que possivelmente seriam descartados no meio ambiente, nas aulas de manutenção de computador do Projeto Social Ilhas, que leva aulas de tecnologia à comunidade de Lauro de Freitas. O que não puder ser aproveitado no Projeto, será destinado à reciclagem. Materiais como mouse, teclado, gabinete, monitor, impressoras, pilhas, baterias de celular, smartphone, celular, jogos eletrônicos, carregadores, cabos, tablet, notebook e portáteis em geral, devem ser descartados no ecoponto da Salva, na Av. Praia de Itapuã, ao lado do Parque Ecológico de Vilas do Atlântico. Márcio Costa, coordenador geral da SALVA.


FOTOS: SHEILA NEVES

Manifesto pela revitalização do rio Sapato reuniu associações de moradores e comunidade em Vilas do Atlântico

Rosely Borba e o morador, Dantas: Casos de leishmaniose aumentaram em Vilas do Atlântico

Associações de moradores se unem em manifesto pelo rio Sapato O manifesto pelo rio Sapato, realizado na manhã do dia 3 de junho, organizado pela SALVA - Sociedade Amigos do Loteamento Vilas do Atlântico, teve a adesão da AMI - Amigos Moradores de Ipitanga, AMOVA - Associação de Moradores de Vilas do Atlântico e AMOM - Associação dos Moradores de Mirante, que juntas protestaram pela sobrevivência do único rio no município classificado como ‘rio’, deixando os demais como esgoto. “O secretário afirmou que iria limpar o rio e nada foi feito, até semana passada, quando iniciamos este movimento. Essa semana vieram as máquinas para fazer a limpeza. Quer dizer, nós temos que conviver com isso: pressionando os nossos gestores para que eles façam os serviços pelos quais são responsáveis. Claro que temos que fazer a nossa parte, na condição de coordenador da Salva e morador de Vilas do Atlântico, me sinto indignado com as pessoas jogando lixo nas ruas. Andando ao longo do rio Sapato, aqui em Vilas do Atlântico, é comum percebermos que vários moradores jogam lixo de jardinagem e até restos de obra na margem do rio. É um absurdo e precisamos acabar com isso.

Árvores derrubadas! Isso é progresso? A árvore em frente do MAG empresarial (av. Luiz Tarquínio), foi literalmente, derrubada. Uma árvore de porte grande, que abrigava diversos passarinhos. Onde vamos parar dessa forma? Depois as pessoas se queixam que insetos e pequenos animais estão invadindo suas casas. Ou questionam por que será de tantas doenças que surgem “do nada”. Pelo jeito não existe fiscalização nenhuma nessa Prefeitura.

LEISHMANIOSE EM VILAS Durante a manifestação pelo Rio Sapato, um associado procurou a coordenadora da SALVA, Rosely Borba, para alertar sobre o crescente número de cães contaminados pela Leishmaniose, doença causada por um protozoário parasita transmitido entre animais (cães, roedores) através da picada de certos tipos de mosquito. Quando o mosquito infectado pica um ser humano, a doença é transmitida para o homem. O meio mais comum de transmissão da leishmaniose é a picada de mosquitos flebótomos, notadamente o mosquito-palha.

Estes mosquitos são pequenos, capazes de passar pela malha de muitos mosquiteiros e telas. São encontrados em lugares úmidos, escuros e com plantas próximas. Se um desses mosquitos pica um mamífero contaminado e consome sangue com o parasita, a leishmania passa a se reproduzir no intestino do inseto. A doença não é considerada letal, mas deve ser tratada o quanto antes, para evitar complicações e facilitar a cura do paciente. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece diagnóstico e tratamento gratuitos para a população contra os dois tipos da doença: tegumentar e visceral. “Ao analisarmos a notificação de óbitos por leishmaniose, percebemos que mais de uma centena de pessoas perdem a vida por uma doença que não mata. Ou seja, provavelmente o tipo de tratamento está envolvido. Por isso, resolvemos priorizar um tratamento menos tóxico e menos agressivo, sempre resguardando a segurança do paciente e, após mais de 30 anos de estudo, percebemos que estamos no caminho certo”, disse o pesquisador e chefe do Laboratório de Pesquisa Clínica e Vigilância em Leishmanioses do INI, Armando Schubach. Marcio Costa, coordenador geral da Salva.

Aproveitando a oportunidade, adoro a revista Vilas Magazine e tenho acompanhado as reportagens sobre o metrô, mas tenho dois questionamentos, que acho importantes serem respondidos pela Prefeitura: 1 - O prefeito anterior gastou uma fortuna no monumento e embelezamento da entrada de Lauro de Freitas. Com a vinda do metrô e da estação de transbordo, a entrada da cidade perdeu a sua identidade por completo. Parecemos um anexo de Salvador. O que a prefeita pensa em fazer a respeito? 2 - A chegada do metrô no antigo lojão

Insinuante se dará por cima do rio, como já informado em edições anteriores, mas a própria prefeita informa que o rio não será canalizado. Mas como o metrô passará por cima, com tantas árvores, pois aquele corredor é uma das poucas regiões de área verde dentro da cidade, apesar da poluição daquele pobre rio. Inclusive, atrás do Hospital Aeroporto, as obras de continuação do metrô já chegaram quase no fundo do ginásio de esportes. E ninguém se deu conta da quantidade de árvores que ali estão sendo derrubadas. Francesca Motta.

Quanto ao descarte de esgoto no rio, tenho certeza que nem todos os moradores procedem assim. Nas assembléias da Salva sempre deixo bem explícito: se algum associado for confirmado descartando esgoto no rio, ele perde a condição de associado”. Se poder público parar com a manutenção do Rio Sapato, a Salva, com a coesão das outras associações, vai parar Lauro de Freitas. Aprendemos com os caminhoneiros e vamos parar o Centro de Lauro de Freitas”.

Julho de 2018 | Vilas Magazine | 109


TELEFONES ÚTEIS ATENDIMENTO MÉDICO SAMU.............................................................................................. 192 Hospital Aeroporto (24h).....................................................3288-8100 Hospital COF - Centro Médico (24h)......................... 3206-4444 / 4440 Hospital Jorge Novis (24h)....................................................3251-8149 Hospital Menandro de Farias (24h).......................... 3379-1799 / 0099 Unidade de Saúde Nelson Barros (24h)................................3288-8801 SERVIÇOS Correios (Vilas do Atlântico )................................................3369-3088 Coelba........................................................................... 0800 071 0800 Embasa (24h)................................................................. 0800 0555 195 Iluminação Pública - Citéluz (24h).................................0800-2848 181 SAC................................................................................ 0800 071 5353 SEGURANÇA Polícia Militar................................................................................... 190 Polícia Civil 23ª Delegacia (Centro)............... 3288-8920 / 8762 / 8373 Polícia Civil 27ª Delegacia (Itinga)........................................3116-1610 Gabinete do Delegado Geral do Estado...............................3116-6500 Plantão 24 horas...................................................................3378-3302

Denúncia (drogas, assaltos e roubos)...................................3235-0000 Polícia Federal (24 h)............................................................3319-6000 Furtos e Roubos de Veículos................................................3116-4623 Viatura de Vilas do Atlântico..............................................99609-7879 Polícia Rodoviária Estadual....................................... 3117-8317 / 8319 Guarda Municipal............................................................................ 153 SALVA....................................................................................3504-0356 Juizado de Pequenas Causas................................................3283-1905 Juizado de Menores.............................................................3283-3602 Ministério Público................................................................3378-4975 MEIO AMBIENTE Polícia Ambiental............................................................................. 153 Denúncia Ambiental.............................................................3369-9168 Licenciamento Ambiental.....................................................3369-2156 PREFEITURA DE LAURO DE FREITAS Gabinete do Prefeito............................................................3288-8621 Alvará de Obras e Funcionamento (Seplan)............. 3369-9196 / 9800 Centro de Controle de Zoonoses........................................ 3288-8912 Secretaria de Serviços Públicos (SESP)............ 3378-8500 / 3378-8502 u Limpeza urbana, coleta de lixo e varrição............ 0800 284 88 33 Vigilância Epidemiológica.....................................................3288-8911 Procuradoria Jurídica............................................................3369-3722

TÁBUA DAS MARÉS – Julho / Agosto 2018 1º/7 - Domingo 5h30....... Alta....... 2,2m 11h36..... Baixa..... 0,4m 18h......... Alta....... 2,1m 23h51..... Baixa..... 0,6m 2/7 - Segunda-feira 6h06....... Alta....... 2,1m 12h09..... Baixa..... 0,5m 18h38..... Alta....... 2,0m 3/7 - Terça-feira 0h26....... Baixa..... 0,7m 6h49....... Alta....... 2,1m 12h53..... Baixa..... 0,5m 19h21..... Alta....... 1,9m 4/7 - Quarta-feira 1h11....... Baixa..... 0,8m 7h36....... Alta....... 2,0m 13h39..... Baixa..... 0,6m 20h13..... Alta....... 1,9m 5/7 - Quinta-feira 2h08....... Baixa..... 0,8m 8h32....... Alta....... 1,9m 14h36..... Baixa..... 0,7m 21h15..... Alta....... 1,8m 6/7 - Sexta-feira 3h15....... Baixa..... 0,8m 9h34....... Alta....... 1,9m 15h45..... Baixa..... 0,7m 22h21..... Alta....... 1,8m 7/7 - Sábado 4h28....... Baixa..... 0,8m 10h39..... Alta....... 1,9m 16h58..... Baixa..... 0,7m 23h24..... Alta....... 1,9m

8/7 - Domingo 5h38....... Baixa..... 0,7m 11h45..... Alta....... 2,0m 18h04..... Baixa..... 0,6m 9/7 - Segunda-feira 0h23....... Alta....... 2,0m 6h36....... Baixa..... 0,5m 12h49..... Alta....... 2,1m 19h02..... Baixa..... 0,5m 10/7 - Terça-feira 1h17....... Alta....... 2,2m 7h32....... Baixa..... 0,4m 13h47..... Alta....... 2,2m 19h56..... Baixa..... 0,4m 11/7 - Quarta-feira 2h09....... Alta....... 2,3m 8h24....... Baixa..... 0,2m 14h43..... Alta....... 2,4m 20h47..... Baixa..... 0,3m 12/7 - Quinta-feira 3h........... Alta....... 2,4m 9h15....... Baixa..... 0,1m 15h36..... Alta....... 2,5m 21h36..... Baixa..... 0,2m 13/7 - Sexta-feira 3h53....... Alta....... 2,5m 10h06..... Baixa..... 0,0m 16h26..... Alta....... 2,5m 22h23..... Baixa..... 0,2m 14/7 - Sábado 4h41....... Alta....... 2,5m 10h54..... Baixa..... 0,0m 17h13..... Alta....... 2,5m 23h08..... Baixa..... 0,3m

110 | Vilas Magazine | Julho de 2018

15/7 - Domingo 5h30....... Alta....... 2,5m 11h43..... Baixa..... 0,1m 18h02..... Alta....... 2,4m 23h54..... Baixa..... 0,4m 16/7 - Segunda-feira 6h17....... Alta....... 2,4m 12h28..... Baixa..... 0,2m 18h49..... Alta....... 2,3m 17/7 - Terça-feira 0h39....... Baixa..... 0,5m 7h04....... Alta....... 2,3m 13h15..... Baixa..... 0,3m 19h36..... Alta....... 2,1m 18/7 - Quarta-feira 1h26....... Baixa..... 0,6m 7h54....... Alta....... 2,2m 14h06..... Baixa..... 0,5m 20h26..... Alta....... 2,0m 19/7 - Quinta-feira 2h21....... Baixa..... 0,7m 8h51....... Alta....... 2,0m 15h06..... Baixa..... 0,7m 21h26..... Alta....... 1,9m 20/7 - Sexta-feira 3h28....... Baixa..... 0,8m 9h54....... Alta....... 1,9m 16h19..... Baixa..... 0,8m 22h34..... Alta....... 1,8m 21/7 - Sábado 4h49....... Baixa..... 0,9m 11h06..... Alta....... 1,9m 17h36..... Baixa..... 0,8m 23h43..... Alta....... 1,8m

22/7 - Domingo 6h........... Baixa..... 0,8m 12h17..... Alta....... 1,9m 18h38..... Baixa..... 0,8m 23/7 - Segunda-feira 0h41....... Alta....... 1,9m 7h........... Baixa..... 0,7m 13h17..... Alta....... 1,9m 19h26..... Baixa..... 0,7m 24/7 - Terça-feira 1h30....... Alta....... 2,0m 7h49....... Baixa..... 0,6m 14h06..... Alta....... 2,0m 20h08..... Baixa..... 0,6m 25/7 - Quarta-feira 2h11....... Alta....... 2,1m 8h26....... Baixa..... 0,5m 14h49..... Alta....... 2,1m 20h45..... Baixa..... 0,5m 26/7 - Quinta-feira 2h51....... Alta....... 2,2m 9h02....... Baixa..... 0,4m 15h23..... Alta....... 2,2m 21h17..... Baixa..... 0,5m 27/7 - Sexta-feira 3h24....... Alta....... 2,3m 9h38....... Baixa..... 0,3m 15h58..... Alta....... 2,2m 21h51..... Baixa..... 0,4m 28/7 - Sábado 4h........... Alta....... 2,3m 10h08..... Baixa..... 0,3m 16h28..... Alta....... 2,2m 22h19..... Baixa..... 0,4m

29/7 - Domingo 4h34....... Alta....... 2,3m 10h41..... Baixa..... 0,3m 17h......... Alta....... 2,2m 22h54..... Baixa..... 0,4m 30/7 - Segunda-feira 5h06....... Alta....... 2,3m 11h11..... Baixa..... 0,3m 17h34..... Alta....... 2,2m 23h24..... Baixa..... 0,5m 31/7 - Terça-feira 5h41....... Alta....... 2,3m 11h47..... Baixa..... 0,3m 18h06..... Alta....... 2,1m AGOSTO 2018 1º/8 - Quarta-feira 0h........... Baixa..... 0,5m 6h17....... Alta....... 2,2m 12h21..... Baixa..... 0,4m 18h45..... Alta....... 2,0m 2/8 - Quinta-feira 0h39....... Baixa..... 0,6m 6h58....... Alta....... 2,1m 13h02..... Baixa..... 0,5m 19h26..... Alta....... 2,0m 3/8 - Sexta-feira 1h23....... Baixa..... 0,7m 7h47....... Alta....... 2,0m 13h49..... Baixa..... 0,6m 20h19..... Alta....... 1,9m

4/8 - Sábado 2h21....... Baixa..... 0,8m 8h47....... Alta....... 1,9m 14h51..... Baixa..... 0,7m 21h26..... Alta....... 1,8m 5/8 - Domingo 3h34....... Baixa..... 0,8m 9h56....... Alta....... 1,9m 16h08..... Baixa..... 0,8m 22h41..... Alta....... 1,9m 6/8 - Segunda-feira 4h56....... Baixa..... 0,7m 11h13..... Alta....... 1,9m 17h32..... Baixa..... 0,7m 23h54..... Alta....... 2,0m 7/8 - Terça-feira 6h11....... Baixa..... 0,6m 12h28..... Alta....... 2,0m 18h45..... Baixa..... 0,6m 8/8 - Quarta-feira 0h58....... Alta....... 2,1m 7h15....... Baixa..... 0,4m 13h34..... Alta....... 2,2m 19h43..... Baixa..... 0,5m 9/8 - Quinta-feira 1h56....... Alta....... 2,3m 8h11....... Baixa..... 0,2m 14h32..... Alta....... 2,4m 20h34..... Baixa..... 0,3m 10/8 - Sexta-feira 2h49....... Alta....... 2,4m 9h04....... Baixa..... 0,1m 15h23..... Alta....... 2,5m 21h21..... Baixa..... 0,2m

Fonte: Banco Nacional de Da­­dos Oceanográficos da Di­ re­toria de Hidrografia e Navegação da Marinha do Brasil.


Mapa de Vilas do Atlântico


ANR 182x241mm Acredite - menina gourmet - Villas Magazine.indd 1

6/11/18 4:06 PM

Classificador Vilas Magazine | Ed 234 | Julho de 2018 | 32 mil exemplares  

Classificador Vilas Magazine | Ed 234 | Julho de 2018 | 32 mil exemplares

Classificador Vilas Magazine | Ed 234 | Julho de 2018 | 32 mil exemplares  

Classificador Vilas Magazine | Ed 234 | Julho de 2018 | 32 mil exemplares

Advertisement