Page 1

O Atlético de Madrid não tomou conhecimento da Internazionale e aplicou uma sonora goleada na primeira rodada do Grupo A.

#02 NOVEMBRO 2018

#PASSOUACARRETA

Já no Grupo B, o Chelsea também não tomou nota, excedeu a velocidade e igualou o feito do Atlético no dia anterior.


Começou! A primeira rodada esquentou esse início de copa Confira a resenha da etapa inicial, cheia de gols, resenhas e polêmicas

Pré-Jogo: "Respeitar é para os fracos! Vamos chegar lá e meter 6 gols apenas no primeiro tempo!" disparou o técnico Guto. Por outro lado, brincava Léo Silva: "Não precisamos de treino, não precisamos de CT, tenho total confiança em nossa capacidade e na falta de habilidade do time adversário!".

BARCELONA 0 JUVENTUS 2

Jogo: Os cartolas apontavam vitória fácil para a equipe do Barcelona, porém, o que se viu em campo foi um jogo de um time só, a Juventus. É pressão da Juventus no início, que tem direito a um pênalti perdido no primeiro tempo. O Barça voltou para o campo da mesma forma apagada e, não deu outra, a Juventus abriu o placar, manteve a pressão e ampliou a diferença. 2 x 0 para Juve. di

Pré-Jogo: O silêncio tomou conta dos treinadores. "É um jogo difícil, é um jogo que qualquer um pode vencer!" Afirmou o técnico Vila, em poucas palavras.

REAL MADRID 3 MANCHESTER CITY 1

Jogo: Na insistência contra a eficiência venceu a eficácia dentro de campo. Dava-se como uma final antecipada e, dentro de campo, um clássico de boas táticas pôde ser observada. Um Manchester totalmente ofensivo contra um Real Madrid taticamente preparado. Agüero abre o placar para os visitantes. O jogo seguiu e mesmo vencendo, o City não deu trégua à defesa do Real que no contra-ataque foi mortal e preciso, 1 x 1 foi o placar do primeiro tempo.

O segundo tempo inicia e o Real aparenta maior concentração em realizar seu plano de contra-ataque. Mesmo com forte insistência dos visitantes a equipe da casa, aos 53 minutos, em apenas um ataque, vira a partida com gol de pênalti. Aí não teve jeito, mesmo com uma busca constante pelo gol, o Real, em mais um contra-ataque, amplia o placar. Fim de jogo, 3 x 1 para os Merengues. 02

MINI

COPA

LINX


INTERNAZIONALE 1 ATLÉTICO DE MADRID 5

Pré-Jogo: Vazam conversas do treinador Rodrigo (Atlético Madrid) com o técnico e amigo, Davi. Em conversa o mesmo afirma o medo de ser a vergonha do campeonato, porém, apesar de toda evidência, o técnico nega as informações. Nem tudo pára por aí. Após tal acontecimento cresce a troca de farpas entre os treinadores que iriam representar a partida. O treinador Eduardo (Internazionale) disparou: "Apenas com meio time eu consigo vencer o meu adversário, aliás, ele já jogou em algum lugar?". Tentando uma resposta à altura, Rodrigo se defende: "Deixa meu futebol falar por mim. O futebol dele será surdo e mudo dentro de campo!".

Jogo: Treinadores nervosos em campo, torcida apreensiva, estes foram o destaque momentos antes da bola rolar. Após chegar de ambulância e sob efeito de fortes medicamentos, o técnico Rodrigo se senta no banco de reserva junto ao seu médico particular. Caixas de remédios foram vistas perto do banco de reservas. Já do outro lado, o técnico Eduardo dispara risadas e brinca: "Falta controle, no time ou no treinador? Só começo a contar depois do terceiro gol!". O jogo começa e o Atlético vira um GIGANTE dentro de campo. O primeiro tempo termina com direito a 11 finalizações contra 0, 3 gols contra 0, muita pressão e concentração por parte dos treinadores. O segundo tempo já se iniciou com polêmica no momento em que Monterio foi proibido de exibir o produto do seu patrocinador, o Toddynho, na beira do gramado. Mas seus momentos de glória já estavam escritos. O Atlético continuou pressionando e o treinador Eduardo foi flagrado pelas câmaras sussurrando: "Espero que essa partida termine logo, não aguento mais essa $@%#¨!$#!". Foi isto, após um show de lances perigosos e pressão, o Atlético de Madrid saiu com uma vitória expressiva de 5 a 1, surpreendendo assim, os cartolas que pr o apontavam como candidato ao rebaixamento. Pré-Jogo: Treinador Sílvio não estava com a cabeça na primeira rodada, só pensava no confronto da segunda, contra o PSG. Ximenes, pelo contrário, era só expectativa para confronto de estreia do Grupo B. Jogo: Times entram em campo com a responsabilidade de dar início aos trabalhos do Grupo B, logo de cara um susto: um apagão no estádio aos 20 minutos de jogo, com o Tottenham em cima. Mas não foi só o apagão do estádio que aconteceu. Um apagão geral no time do Tottenham após voltar energia e um relâmpago do Chelsea abre o placar, amplia e finaliza o primeiro tempo em vantagem: 3 a 0. Era de se envergonhar o vestiário do Tottenham, silêncio e falta de concentração eram as palavras da vez. Do outro lado o professor Góes aplaudia sua retomada no primeiro tempo.

CHELSEA 5 TOTTENHAM SPURS 1

Segundo tempo começa e Kane parece ter acordado para o jogo. Bela jogada e finalização impecável de Alli, diminuindo o placar, agora 3 a 1. Balde de água fria e dois tentos pro Chelsea encerram a participação dos times nessa rodada. Final de jogo: 5 a 1. Ao final da partida Silvio Góes foi entrevistado por uma rádio estrangeira: “Sílvio, você estava jogando sozinho?”. Resta saber se do outro lado não havia treinador... #02

NOVEMBRO

03


CLASSIFICAÇÃO

ARTILHARIA DIEGO COSTA - 3 HAZARD - 2 KROOS - 1 04

MINI

COPA

LINX


GRUPO A

GRUPO B

ATLÉTICO MADRID

BAYERN MUNCHEN

RODRIGO MONTERIO

FILIPE BAROUH

BARCELONA

CHELSEA

LÉO SILVA

SÍLVIO

INTERNAZIONALE

LIVERPOOL

EDUARDO (FEIJÃO)

DAVI PEREIRA

JUVENTUS

MANCHESTER UNITED

GUTO

GILLY

MANCHESTER CITY

PSG

VILA

PAULO BARROS

REAL MADRID

TOTTENHAM SPURS

ERALDO

ANDRÉ XIMENES

RODADA 02 12/11 - SEGUNDA

13/11 - TERÇA

18H20

X

X

18H40

X

X

19H00

X

X

#02

NOVEMBRO

05


Pré-Jogo: Se existe uma palavra que definiu os bastidores desse jogaço foi RESPEITO. Se houvesse uma segunda seria TENSÃO. Técnicos Barouh e Pereira estavam nervosos e tensos antes da partida. Muito se falava que seria um jogo de encher os olhos, mas não foi bem assim.

LIVERPOOL 0 BAYERN MUNCHEN 0

Jogo: Jogo truncado do início ao fim, ambos pareciam que estavam com medo de atacar na etapa inicial. Quem tomou a iniciativa foi o Bayern, chegando com perigo e em cima da partida boa parte do primeiro tempo. Liverpool acordou tarde e chegou bem no fim da etapa inicial. No intervalo foi visto uma conversa franca entre os treinadores na saída para o vestiário, clima de cordialidade em campo e monotonia na arquibancada.

O segundo tempo inicia e o Liverpool vai pra cima. E o nome da partida vai aparecendo: Neuer, goleiro do Bayern. Várias vezs os reds tentam mas param nas mãos do defensor alemão, em grandiosíssima forma. Em um único lance de perigo com Shaqiri, que entrou após lesão de Mané, os reds chegaram fortes para tentar abrir o placar mas ficou por isso mesmo. Nas coletivas fico um clima de dúvida se a apatia do placar vai durar para ambos nas próximas rodadas.

Pré-Jogo: Pouco foi divulgado sobre o trabalho do técnico Gilly, sempre discreto em suas coletivas. Já o professo Paulo treinou bastante em sua pré-temporada nos EUA: “Viemos para fazer bonito.”. Entretanto, o ponto alto da partida não foi o jogo...

PSG 2 MANCHESTER UNITED 1

Jogo: Os times começaram tímidos em campo, onde o United pareceu mais paciente com a bola, em bons lances de troca de passes. E no primeiro lance do jogo Pogb acerta um chutaço no ângulo esquerdo e abre o placar. Entretanto Gilly Bezerra recuou o time e deu o campo para o PSG, que gostou da tática e terminou o primeiro tempo em cima. Times vão pro intervalo com o placar mínimo vigente.

O segundo tempo reservou para a copa a etapa mais polêmica da rodada. O United começou em cima logo na volta do intervalo e perdeu uma chance de ampliar o placar. Aí deu início uma guerra psicológica em campo: após suspeitas de interferência externa, por meios de comunicação de rádio, o professor Paulo mexeu no time logo em seguida. Gilly Bezerra urrava de dentro de sua área técnica: “Não pode uma coisa dessa, fica aí ó...”, e gesticulava com as mãos afim de chamar atenção da comissão arbitral. Nada foi ouvido ou sequer tomado nota. Segue a partida e o PSG empata com Cavani. Foram necessários 10 minutos para que o PSG tomasse conta do jogo e virasse a partida com Mbappé, em bela jogada pela esquerda. Fim de jogo e a certeza de que nada está perdido até que o juiz apite o fim do jogo... ou até que apareça uma ajuda “de outra dimensão”.

06

MINI

COPA

LINX


#02

NOVEMBRO

07


Sobre a Copa Um momento de integração entre equipes para descontrair, animar e deixar um clima mais agradável diante de tantas atividades corriqueiras do dia-a-dia.

Mini Copa LINX 2018.2 Contato Davi Pereira davi.spereira@linx.com.br Vilanêz Brayner vilanez.lopes@linx.com.br

MINI COPA LINX - FIFA 19 - ED 02  
New
Advertisement