__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Espaço do Eric

O top 50 do varejo

norteamericano O fast fashion em Dicas &

Estratégias

Katy Perry para Moschino Golden Glass

I M P R E S S O

A realidade virtual em

ENVELOPAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELO CORREIO

R$ 9,90


Nautica é uma marca americana icônica com patrimônio e inspiração no mundo náutico há mais de 30 anos. Todos os óculos Nautica possuem lentes polarizadas, que além de fornecer uma visão mais clara e bloquear o brilho do sol e o reflexo, tornando o seu dia a dia mais agradável, protegem contra os raios UVA e UVB. Uma peça funcional como essa não precisa ser comum. A coleção solar Nautica inclui uma diversidade de modelos e de lentes coloridas e fashion para todos os homens. Veja as cores mais nítidas e vivas no seu dia a dia com os óculos Nautica.


Š2015 Nautica Apparel, Inc. Produced and Distributed by Marchon Eyewear, Inc. Styles: N5110S + N6196S. SAO: 4007.2298


151

agosto:2015

sumário

4

Editorial

planeta óculos

A mensagem do publisher Flavio Bitelman

6 10

Diário da redação O que moveu a VIEW durante a produção deste número

Aconteceu A cobertura dos eventos de óptica no Brasil e no mundo

Marchon em Budapeste: semana de lançamentos

16

8

Jogo Rápido As notícias do universo dos óculos

Luxottica: renovação com Burberry

12

Hall of Frames

A óptica no mundo As novidades das maiores corporações ópticas do planeta

Famosos e seus óculos Arnold Schwarzenegger: o exterminador de óculos

sucesso

18

Dicas & Estratégias Provar

Espaço do Eric O colunista Eric Gozlan conclui a série sobre os óculos de realidade virtual

20

Os professores do Provar focam no fast fashion

BeeNoculus: a realidade virtual brasileira

26 Mondo Fashion

Miu Miu, a bem-sucedida marca-irmã da Prada 2

VIEW 151

agosto:2015

www.revistaview.com.br


sucesso 34

Dolce & Gabbana: a riqueza de detalhes da série Spain in Sicily

Vitrine Os lançamentos de produtos da temporada

Um outro olhar As palavras da editora Andrea Tavares

46

mercado

48

54

Economia & Mercado O top 50 do varejo óptico norte-americano

56

Você VIEW?

Foco

A memória da óptica nas páginas da VIEW

As notícias dos fornecedores do mercado

Ana Hickmann: o making of da nova campanha

Katy Perry para Moschino Golden Glass MO559V012

vis ão Turquia: Silmo versão Istambul

galeria

serviços

61

Calendário + Agenda

63

64

Anunciantes

151

Os eventos de óptica no Brasil e no mundo

Armação do Cipis A visão lúdica e bem humorada do artista plástico Marcelo Cipis sobre o universo da óptica

A Coluna do Miguel volta em breve Andrea Tavares

Divulgação

Dollarphoto

J. Egberto

Reprodução agosto:2015

VIEW 151

3


editorial

Momento

publisher Flavio Mendes Bitelman flaviobitelman@revistaview.com.br

de crise

editora Andrea Tavares (MTb. 16.030) andreatavares@revistaview.com.br diretora de arte Débora Nascimento deboranascimento@revistaview.com.br gerentes de marketing e comercial Claudia Pimenta claudiapimenta@revistaview.com.br

A situação atual do Brasil não é das mais favoráveis. Por mais que o objetivo seja sempre ver o lado positivo das situações, há momentos em que todo mundo recebe um choque de realidade e, mesmo que se queira focar no positivo, os números negativos batem à porta. Típico de momentos de crise no país, atualmente uma crise de ordens política, econômica e ética.

Aquecer as vendas também é estratégico neste momento. Vale pensar, conversar e planejar formas de captar novos clientes, pensar em novos produtos e serviços e ainda consolidar ainda mais a parceria com os clientes já existentes. Boas vendas! Flavio Mendes Bitelman Publisher

flaviobitelman@revistaview.com.br

secretária de redação Cristiana Brito cristianabrito@revistaview.com.br gerente administrativa Juliana Vasconcelos administracao@revistaview.com.br

Kriz Knack

Até grandes corruptores e corruptos perdem e/ou deixam de conseguir contratos nas estatais, que, por sua vez, deixam de comprar produtos e serviços de seus fornecedores e esses de seus outros fornecedores e por aí vai. E, com isso, o país para. Isso significa que as vendas caem, o lucro diminui e há até quem exdos parceiros até que a situação melhore do que morrer perimente prejuízo. na praia hoje ou amanhã. Nesse cenário, todos devem participar do esforço: é hora de conversar com forneceChega, então, a hora de reduzir dores, funcionários, locadores, contadores, prestadores os custos ao máximo para consede serviço etc. Se todos derem as mãos, fica mais fácil guir sobreviver. Mas, sem dúvida, atravessar esse mar turbulento com água pela linha infeé melhor sobreviver com o apoio rior da boca sem se afogar e esperar a bonança chegar.

Silvia Queiroga silviaqueiroga@revistaview.com.br

gerente de circulação Judith Belleza judith@brandmember.com.br projeto do logotipo Kiko Farkas (Máquina Estúdio) projeto gráfico Débora Nascimento projeto editorial Andrea Tavares colaboradores Eric Gozlan • Flávia Nielsen Gislene Cordeiro • Graziela Canella J. Egberto • Kriz Knack Marcelo Cipis • Marisa Giraldis Roberta Mattos • Rodolfo Olivo computer to plate e impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A. circulação Nacional tiragem 15 mil exemplares assinaturas 11 3971 4372 assinaturas@revistaview.com.br As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. Nenhuma parte desta edição (textos ou imagens) pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. e tampouco apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem a autorização prévia e por escrito da Jobson Brasil. A revista VIEW é uma publicação da Jobson Brasil Ltda. para o setor óptico-oftálmico. Rua Cônego Eugênio Leite 920 - Pinheiros São Paulo/SP - 05414-001 Tel. 11 3061 9025 Fax 11 3898 1503 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br

4

VIEW 151

agosto:2015


11 3567-8814 8814 I-I Brasil comercial.br@italiaindependent.com 11 3567

11 3567-8814


151

agosto:2015

diário da redação

o ã ç a d e r a lve, d a o i s r , á i d alve or! llo S it #He

Clubmed Rio das Pedras, Paris e Gramado: as próximas paradas da equipe da VIEW

o le d a z pre ãos m s a às su o a g e mer ú n Ch um ista mais W, a rev ais de IE n da V rofissio ê! ☺ c p o a v r pa omo c o ã vis

#RodinhasNosPés

#VocêVIEW? Esta edição, voltamos a agosto de 2004 para resgatar a memória da óptica naquela época. Abrimos os arquivos da VIEW 59 e mergulhamos, entre outras pautas, na cobertura da Abióptica daquele ano - já que a feira (que ainda não se chamava Expo Abióptica) ocorria em julho e a edição de agosto é que trazia tudo sobre o evento. Vem com a gente nesse delicioso retorno ao passado, lá nas páginas 54 e 55.

Andrea Tavare

s

Teve início o tour de viagens da VIEW no segundo semestre para cobrir os mais importantes eventos da óptica por esse mundão afora para trazer a você, querido leitor, as tendências e as notícias mais quentes do Planeta Óculos. Para começar, a editora da VIEW, Andrea Tavares, e a gerente comercial Claudia Pimenta seguiram rumo ao Clubmed Rio das Pedras para cobrir a versão 2015 da Sunglasses Business Point, o evento que também é conhecido como a “Feira de Angra”, onde, aliás, esta edição começou a circular. Nos últimos dias de setembro, Andrea embarca para Paris para visitar o Silmo, o salão francês de óptica, e, dois dias depois, a secretária de redação Cristiana Brito e as gerentes comerciais Claudia Pimenta e Silvia Queiroga voam para Porto Alegre para cobrir a Ajorsul Fair Mercoóptica 2015 em Gramado. E tudo leva a crer que ainda tem mais até o fim do ano.

#ReformaOrtográfica Por uns anos fomos resistentes a algumas mudanças do tal movimento que determinou que todas as nações de Língua Portuguesa deveriam adotar a mesma ortografia. Logo que foram publicadas, em janeiro de 2009, a gente engoliu seco e passou a adotar 99% delas, mas uma era muito cara à VIEW e à boa parte do mercado óptico nacional a ponto de precisarmos de um tempo para praticar o desapego. A palavra xodó em questão era “anti-reflexo”. Afinal, como simplesmente trocar um hífen por mais um “r”, assim, impunemente? Não era apenas descartar um acento para sempre como em “ideia” ou “europeia”: tratava-se de passar a achar que “antirreflexo” não estava escrito errado. Foram alguns anos de apego, mas, recentemente, conseguimos aceitar esses dois “r” de “antirreflexo” e, agora, a VIEW segue integralmente todas as mudanças da reforma ortográfica. www.facebook.com/revistaview

#AtéBreve

A gente fica por aqui, mas já já estaremos de volta com a VIEW 152, que terá circulação além-mar (em Paris, no Silmo 2015), na Ajorsul Fair Mercoóptica 2015 e na sua óptica. Até lá, querido leitor! ☺

6

VIEW 151

agosto:2015

“VÍ-u” = W VIE

www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br revistaview@revistaview.com.br


jogo rápido

o que é noticia no mercado

Vem do norte do Brasil, mais precisamente de Parauapebas, interior do Pará, o #revistaview desta edição. A consultora óptica da Óticas Carol, Graziella Sousa, caprichou no batom vermelho para a selfie com um solar tendência redondo de lentes espelhadas. Porque a gente ama óculos! ☺

s de brasileiro s n e v jo s Entre o têm nos, 78% 16 a 24 a ficam ne e 56% o h . p rt a m s s ou mais atro hora u q s o d e conecta usuário d ntual de ntre a E o perce ra 52% e a p i a c s e n nos. smartpho is de 25 a a m m o c o populaçã Fonte: Datafolha.

@grazijeff

Tem perfil no Instagram e tirou uma foto legal, linda e/ou criativa que tem tudo a ver com óculos, visão, óptica ou algo mais relacionado ao mercado? Publique com a hashtag #revistaview e então sua imagem pode ser impressa na VIEW.

anúncios

Você tem comentários, sugestões, críticas ou dúvidas sobre a VIEW? Ou então quer divulgar notícias de lançamento de produtos ou novidades sobre a sua óptica? Faça contato com a editora Andrea Tavares na redação.

Deseja anunciar? Procure uma das gerentes de marketing e comerciais da Jobson Brasil. ma rk

matérias

ng e come eti

Claudia Pimenta Tel. 11 3061 9025 ramal 109 claudiapimenta@revistaview.com.br

e

ra

Andrea Tavares Tel. 11 3061 9025 ramal 105 andreatavares@revistaview.com.br

rketing

o edit

ma

assuntos gerais

aç ão

Cristiana Brito Tel. 11 3061 9025 ramal 108 cristianabrito@revistaview.com.br

Silvia Queiroga Tel. 11 3061 9025 ramal 104 silviaqueiroga@revistaview.com.br

de re d ária et

sec r

Está precisando de algum apoio ou esclarecimento e não sabe como fazer? Fale com a secretária de redação.

mercial co

atendimento ao assinante Quer assinar a VIEW? Já é assinante e tem alguma dúvida? Ligue para a nossa Central de atendimento no 11 3971 4372.

al rci

fale com a

78%


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora

Marchon recebe em Budapeste Dez empresários de ópticas brasileiras participaram da edição da 2015 Market Week Budapest, realizada pela Marchon de 29 de junho a 3 de julho no Boscolo Budapest Hotel, capital da Hungria. Entre os eventos noturnos, dois jantares na Hungary National Gallery, que fica no Castelo de Buda, e que, no passado, era sede da realeza local. Carlos e Vania Thiago (Wanny Optical, São Paulo) entre Marcelo Pacheco e Sergio De Filippis (Marchon)

Cristiane Araújo e Luiziane Cavalcante (Itamaraty, Fortaleza)

Rafael Martins (Ótica Martins, Santos/SP), Sergio De Filippis (Marchon), Rodolfo Valio (Ótica Martins), Luca Dalla Zanna e Marcelo Pacheco (Marchon)

Laís e Elisabete Sousa (Ótica Opção, Salvador) Juliana e Inez Lima (Óticas Visão, Recife) entre Marcelo Pacheco e Cláudio Pithon (Marchon)

Josiane Octaviano e Carina Meneghel (Fototica, São Paulo)

Santo Capobianco Junior (Ótica SR, São Paulo)

Santo Capobianco (Ótica SR, São Paulo)

10

VIEW 151

agosto:2015

Marcelo Pacheco (Marchon) com Carla Soares e Luca Sousa (Ótica Fluminense, Brasília)

Luca Dalla Zanna (Marchon) e Luiziane Cavalcante (Itamaraty)


Laís Sousa (Ótica Opção, Salvador) e Luiziane Cavalcante (Itamaraty, Fortaleza) Andrea Paschoal e Robson La Ferrera (Dax, São Paulo)

Da esquerda para a direita, Carla Soares e Luca Sousa (Ótica Fluminense, Brasília), Karina e Gleiser Penna (Ótica da Gente, Salvador) e Cláudio Pithon (Marchon)

Carol é tetra no BR Week A Óticas Carol conquistou quatro prêmios (melhor óptica, melhor varejo de médio porte não listado em bolsa, melhor gestão financeira e melhor varejo de médio porte no Brasil) na edição 2015 do Prêmio BR Week, iniciativa do Centro de Inteligência Padrão (CIP), unidade de pesquisa e inteligência do Grupo Padrão, em evento realizado em 27 de julho no hotel Transamérica, zona sul de São Paulo.

www.revistaview.com.br

Givaldo Marinho, Raquel Pirola, Ronaldo Pereira, João Carlos Mariano e Maurício Ferrante (Óticas Carol) Divulgação

O estudo As melhores performances do varejo brasileiro é o ponto de partida para apurar os vencedores do prêmio, com base em 24 indicadores financeiros, operacionais, e-commerce, tecnologia da informação, recursos humanos e de clientes.

agosto:2015 VIEW 151

11


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Canadá Nova norma para lentes de contato coloridas O Canadá aprovou uma regulamentação que passará a exigir os mesmos padrões de segurança de dispositivos médicos para lentes de contato cosméticas, que já são obrigatórios para as lentes de contato prescritivas. Anunciada em 29 de julho pelo ministério da Saúde, a nova norma entrará em vigor em 16 de julho de 2016. Na condição de dispositivos médicos, as lentes de contato cosméticas ficarão sujeitas a padrões específicos de licenciamento, produção, embalagem e instruções a fim de chegarem ao mercado com a segurança necessária. O governo canadense terá um programa para orientar a população que a segurança das lentes de contato cosméticas depende da utilização adequada e do aconselhamento de especialistas sobre o uso adequado desses produtos.

Oakley Alteração nas lideranças A integração da Oakley à sua empresa-mãe, a Luxottica, que a corporação italiana anunciou no começo do ano, seguiu adiante com novidades na liderança. O ex-CEO da Oakley, Colin Baden, agora é diretor de inovação e produto, responsável por criação, pesquisa e desenvolvimento, design, programação da produção, além do segmento militar. Baden se reporta diretamente ao CEO da Luxottica para produtos e operações, Massimo Vian. De volta à Luxottica, Andrea Dorigo assumiu a presidência da divisão da Oakley, comandando o varejo, o esporte e o e-commerce, e se reporta ao CEO da Luxottica para mercados, Adil Khan. Dorigo foi um executivo de longa data na corporação italiana, comandando a divisão de varejo até dezembro de 2013, quando passou a trabalhar para a Brooks Brothers, marca norte-americana de roupas masculinas, e retornou recentemente para liderar a Oakley. Em entrevista ao VMail, publicação da Jobson Publishing, Dorigo disse que “a integração é um investimento no futuro da Oakley. Quando se olha para a marca hoje, há um vasto e inexplorado potencial. Há a oportunidade de redefinir o conjunto de competências da Oakley, expandindo suas categorias e públicos, e há recursos e apoio corporativo para fazê-la”. 12

VIEW 151

agosto:2015

Tura Óculos de Gwen Stefani A face mais visível da artista californiana Gwen Stefani é a música, mais especificamente o rock, já que é a líder e vocalista da banda No Doubt e também atua em carreira solo desde 2004. A questão é que a porção fashionista da cantora foi além da devoção e do fato de ser ícone fashion, tornando-se mais um negócio em 2003, com a criação de duas marcas, a L.A.M.B e a GX by Gwen Stefani. A primeira, com prêt-à-porter e acessórios, reúne no nome as iniciais de Love Angel Music Baby, nome do primeiro álbum solo de Gwen, e é inteiramente baseada no seu estilo. Já a segunda, a GX, é focada em acessórios de valores mais acessíveis. A partir de agora, as marcas de Gwen contarão com coleções de óculos em seu portfólio por conta de um acordo de licenciamento com a Tura, empresa com 75 anos de tradição no mercado norte-americano, conhecida pelas criações luxuosas e por fazer dos óculos acessórios de moda desde seus primeiros tempos. As duas coleções serão lançadas no início do ano que vem. A L.A.M.B. combinará materiais luxuosos e construções complexas com influências do rock’n’roll, do estilo retrô e da moda de rua com toques finais como ponteiras de metal, tachas e detalhes do gênero, enquanto a GX terá uma pegada urbana com cores fortes, formas expressivas e padronagens como camuflados e tribais. “Esse é um sonho que eu tinha há muito tempo”, declarou Gwen Stefani. “Finalmente, tenho a oportunidade de ter as coleções de óculos dos meus sonhos. Mal posso esperar para compartilhá-las, porque são absolutamente incríveis.”

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.


LIFESTYLE


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Morgenthal Frederics Entrada no CFDA O designer Jeff Press, cabeça criativa da marca de design óptico norte-americana Morgenthal Frederics, foi nomeado como membro do Conselho norte-americano de designers de moda (Council of Fashion Designers of America, mais conhecido pela sigla “CFDA”). Press começou na Morgenthal Frederics em 1998 na condição de aprendiz, trabalhando diretamente com o fundador Richard Morgenthal por quase uma década, ascendendo da área de vendas para a função de designer da marca em 2006. Sua atuação transformou a marca, que foi adquirida pela Luxury Optical Holdings (Loh) também em 2006, em um símbolo da moda nova-iorquina internacionalmente reconhecido. Em outubro, o CFDA anunciou a criação de um grupo de trabalho formado exclusivamente por designers ópticos com o objetivo de inspirar, fortalecer e promover a consciência do design óptico e a vitalidade do mercado óptico por meio de promoção, educação, orientação e ações colaborativas. Press será o 13º membro desse time, que já conta com 12 designers: Barbara McReynolds e Gai Gherardi (l.a.Eyeworks), Blake Kuwahara (Focus Group West), Christian Roth (Optical Affairs), Daniel Silberman (Illesteva), Grant Krajecki e Natalie Levy (Grey Ant), Larry Leight (Oliver Peoples), Patty Perreira (Barton Perreira), Robert Marc (Robert Marc), Selima Salaun (Selima Optique) e Shane Baum (Leisure Society).

Luxottica Renovação com Burberry Passa a ser válida até 2025 a licença mundial da Luxottica para criação, produção e distribuição da coleção de óculos da grife britânica Burberry, conhecida pelos trench coats (as tradicionais gabardines) e seu xadrez icônico. O contrato, celebrado em 2005, foi renovado por outra década, estendendo-se até 31 de dezembro de 2025. “Quando a Luxottica começou com a Burberry, dez anos atrás, a proposta era traduzir para os óculos uma das marcas de luxo mais icônicas do mundo e os resultados têm sido muito gratificantes. A Burberry vai continuar a desempenhar um papel importante no portfólio de marcas e a Luxottica está ansiosa para continuar a inovar e criar nos próximos anos”, afirmou o CEO (do inglês, “Chief Executive Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo) para o mercado da Luxottica, Adil Khan. Já o CEO e diretor criativo da Burberry, Christopher Bailey, manifestou sua satisfação pela renovação da parceria. “Óculos são uma área interessante da Burberry, combinando um grande design com uma boa produção, da mesma forma que muitos dos produtos icônicos da grife”.

De Rigo Trussardi na casa A corporação italiana de óptica anunciou em julho uma nova grife para seu portfólio, a Trussardi, com a assinatura de um contrato de licenciamento global para desenho, fabricação e comercialização dos óculos da grife italiana célebre pelos artigos de couro. A primeira coleção tem data de estreia marcada para 2016 e chegará a ópticas, lojas de departamento e butiques da marca. Desde 2011, a licença de Trussardi, fundada em Bergamo, em 1911, estava com a japonesa Charmant.

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

14

VIEW 151

agosto:2015

www.revistaview.com.br


hall of

gente famosa e seus óculos

Frames

Celebridades que desfilam seus óculos diante dos flashes Fotos J. Egberto

De perfil casual, os solares do coreógrafo Carlinhos de Jesus parecem um pouco grandes nas laterais

A armação retangular de estilo semiflutuante caiu bem no rosto do ator Fabio Porchat

16

VIEW 151

agosto:2015

Tudo certo com a armação de acetato do ator Juan Alba, mas a barba e o cabelo grandes pedem algo mais light

O diretor teatral Aderbal FreireFilho é adepto das armações redondas. E o tom prata da peça ficou bem por conta dos cabelos grisalhos


Autor de best-sellers como A culpa é das estrelas e Cidades de papel, o escritor norte-americano John Green caprichou na armação de metal inspirada no estilo Wayfarer

Apesar de austríaco, o ator Arnold Schwarzenegger segue o estilo norteamericano no quesito óculos, com solares redondinhos de perfil comedido

O diretor e produtor de cinema Andrucha Waddington emoldura bem seu rosto com uma armação de metal semiflutuante

Super estilosos os óculos do produtor, diretor e ator Luís Carlos Miele

www.revistaview.com.br

A atriz Claudia Jimenez é fã das armações de receituário de acetato bem pequenas

agosto:2015

VIEW 151

17


tecnologia com Eric Gozlan

eric gozlan

espaço do eric

Óculos para ver

mais longe parte2

Divulgação

o óptico francês está estabelecido em Curitiba com a óptica Eric Gozlan Lunettes

18

VIEW 151

agosto:2015

O colunista Eric Gozlan compartilha a sua primeira experiência com óculos de realidade virtual e cogita, inclusive, a sua aplicação no dia a dia da óptica.

positivo, operante! Quer conversar sobre esses e outros assuntos técnicos com Eric Gozlan? Faça contato espacodoeric@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

Na edição passada, contei que tive o prazer de testar pela primeira vez óculos de realidade virtual e, curiosamente, era o primeiro modelo 100% brasileiro - o BeeNoculus, nome que é um jogo de palavras, que combina “bee” (“abelha”, em inglês) e “binóculo”, em português - e minha percepção mudou para sempre. A realidade virtual teve início com os videogames, colocando os jogadores dentro do jogo e não mais em frente à tela - uma experiência única! Mas, ao longo dos anos, a realidade virtual também se tornou uma ferramenta profissional muito prática para formação e treinamento de pilotos de avião, cirurgiões, professores etc. Sem falar no tratamento de fobias. Segundo a fabricante do BeeNoculus, o caráter de imersão do produto abre um novo campo no processo de ensino e aprendizagem. Quando uma pessoa vive uma experiência memorável, guarda com detalhes essa experiência sem precisar de repetições exaustivas para lembrar dela. É possível “enganar” o cérebro fazendo o usuário se sentir o sujeito da ação: esse novo método é chamado pelos criadores do BeeNoculus de “educação em primeira pessoa” com o potencial de transformar tanto o ensino formal como o técnico e o profissional. Trazendo esse conceito para a óptica, vale imaginar sua aplicação no dia a dia da loja, como demonstrar a visão com lentes multifocais a um novo usuário, que poderia perceber instantemente a visão através das lentes escolhidas: deslocar-se, descer escadas, assistir a um filme deitado, ler o jornal etc. Já estaria enxergando com suas futuras lentes e, assim, acabariam a curiosidade e as dúvidas em relação ao novo produto. Pensando alto, a própria óptica poderia treinar seus profissionais para vender melhor, lançando mão de um curso de vendas de realidade virtual, já projetando o consultor óptico em uma situação “real” de venda. Seria possível ensinar também o ajuste de armações, montagem de lente e tantos outros pontos. As variações não param. Será que o futuro reserva boas surpresas? Boas vendas!

+ www.beenoculus.com.br www.revistaview.com.br


GO eyewear | ref: HI6031 E01 | www.generaloptical.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

O fast fashion no Brasil O fenômeno do fast fashion, a

Artigo Artigo Flávia Nielsen, Roberta Mattos e Rodolfo Olivo

expressão em inglês que tem o fast food como inspiração e significa “moda rápida” e que revolucionou o segmento de confecção no início deste século ao pregar a produção de roupas com design e muita informação de moda a preços razoáveis, em ritmo acelerado e com trocas vertiginosas do estoque, a fim de dar ao consumidor a sensação de exclusividade é o tema abordado por dois professores e uma mestranda do Provar em mais um artigo que celebra a parceria entre a renomada instituição educacional para o varejo e a VIEW.

20

VIEW 151

agosto:2015

O mercado de vestuário de moda em nível global é extremamente fragmentado, assim como toda a cadeia da indústria têxtil mundial. É composto por muitos varejistas dos mais variados portes (grandes, médios, pequenos e familiares) em todos os países que concorrem em um segmento tradicionalmente pautado pelo uso intensivo de mão-de-obra, a integração vertical do fluxo produtivo e de distribuição e as pressões de demanda do consumidor. Cada concorrente dentro da sua área de atuação geográfica e da sua realidade de mercado. Mas, para todos, mundo afora, quem puxa a cadeia e determina a geração de valor ou não no varejo é o consumidor. No Brasil não é diferente. Uma vez inserido em um contexto global, várias marcas estrangeiras de moda atuam no país, concorrendo com as marcas nacionais. A competição é estabelecida por três estratégias genéricas definidas pelo guru de Administração e Economia, o norte-americano Michael Porter: diferenciação, foco e liderança em custo. Dessa forma, as empresas varejistas se posicionam competitivamente no mercado orientadas por uma dessas três vertentes estratégicas, adequando suas atividades à opção escolhida. O sistema fast fashion é uma opção estratégica inovadora no processo de suprimento, uma vez que combina agilidade versus foco no mix de produtos desejado versus redução de custos em escala. Foco no cliente - A ideia central do fast fashion é produzir (ou comprar) novidades e vender o mais rápido possível a fim de reduzir os estoques, evitando que o consumidor espere até o fim da coleção pelas previsíveis promoções para comprar. É a redução do lead time (do inglês, expressão da logística que determina o tempo necessário para um produto percorrer todas as etapas de um processo ou fluxo de valor, do início até o fim). Ou seja, tempos curtos de criação, produção/compra e distribuição, em reação rápida à www.revistaview.com.br


Dollarphotoclub


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

tivado por fatores emocionais fortes que envolvem sua autoexpressão.

demanda, com o intuito de capturar as últimas tendências desejadas pelos clientes. O ponto chave do sucesso é entender o que o cliente deseja e, então, ofertar o artigo adequado. O consumidor, então, é envolvido no processo de criação, já que a coleção é elaborada a partir do produto já aceito (ou não) por ele no primeiro lote de “teste”. É um sistema “buyer-driven” (do inglês, algo como “definido pelo comprador”), o que representa um grande desafio logístico, estratégico e de gestão operacional para as empresas que aderem. As empresas produtoras e/ou varejistas precisam ser flexíveis no seu processo de suprimento para dar uma resposta rápida ao consumidor (ou, em inglês, “quick response”), que avalia, seleciona e dá seu “voto”. Ganha vantagem competitiva e gera valor ao mercado a marca que melhor conseguir executar essa estratégia ao longo de toda a cadeia. Existem três fontes de posicionamento de mercado perfeitamente coerentes com a indústria varejista de fast fashion: posicionamento baseado na variedade de produto (mix), posicionamento baseado na necessidade do cliente e posicionamento baseado no acesso ao mercado. O posicionamento por variedade no mix de produtos gera a necessidade frequente de novidades no ponto de venda e é determinante para se destacar em relação à concorrência e atender um consumidor cada vez mais bem informado, atento às tendências, exigente por design original e atualizado e com acesso multicanal aos produtos. Já o posicionamento baseado nas necessidades do consumidor provoca que toda a oferta de uma coleção seja derivada da escolha desse cliente, envolvido no processo, e muitas vezes mo22

VIEW 151

agosto:2015

Maior empregador do setor privado - O varejo de moda brasileiro, assim como a indústria têxtil, é muito pulverizado. São milhares de empresas, das grandes corporações às pequenas firmas familiares. Em caráter mundial, a indústria de vestuário brasileira é a quarta maior, representando, porém, menos de 3% do todo (em toneladas). Segundo a Associação brasileira da indústria têxtil e de confecção (Abit), atualmente, a Ásia concentra 73% dos volumes de produção mundial de têxteis, com destaque exponencial para a China, que é líder com larga vantagem sobre os demais e domina as agendas também nesse segmento, justamente pelas vantagens competitivas que oferece a quem for produzir ou comprar lá. Apesar de ocupar a quarta posição mundial, a produção industrial têxtil brasileira vem caindo ano após ano e perdendo competitividade em escala para os países asiáticos essencialmente por fatores macroeconômicos como a pesada carga tributária, a deficiente infraestrutura logística, as taxas de juros elevadas etc., que oneram muito os investimentos de capital para o fabricante local. Os produtores orientais, com maiores vantagens comparativas e custos de produção reduzidos, estão capturando clientes no mundo todo. Empresas brasileiras, tanto fabris quanto varejistas, estão importando cada vez mais. O último saldo positivo da balança comercial do setor foi em 2005. A projeção para final de 2015 é um déficit de US$ 6,13 bilhões nessa balança. Os principais fornecedores do Brasil hoje são China, Índia e Indonésia - somente a China fica com 53,8% do volume total importado. De acordo com a Abit, há dez anos esse percentual era de 9%. E ocorreu exatamente nessa última década a guinada do varejo brasileiro, que assumiu um papel preponderante na economia do país. Segundo dados deste ano do jornal Diário do comércio, o setor varejista é atualmente o maior empregador privado no Brasil: a cada quatro empregos, um é gerado pelo varejo. Se nos últimos dez anos, o Produto interno bruto (Pib) do país cresceu 40%, o varejo cresceu três vezes mais. As redes de bens semiduráveis (roupas) cresceram 500% e, dessa forma, a economia brasileira viveu uma transformação da matriz industrial para a de serviços com base no varejo, já que nas décadas de 80 e 90 os principais empregadores estavam na indústria e hoje deram lugar ao varejo. Segundo reportagem do ano passado do jornal O Globo, o varejo de moda

www.revistaview.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

nacional é um mercado de R$ 170 bilhões de faturamento, em que as maiores redes (C&A, Hering, Marisa, Pernambucanas, Renner e Riachuelo,) respondem juntas, aproximadamente, por apenas 13% das vendas, o que evidencia a fragmentação no setor. Essas empresas disputam fatias de mercado e a preferência do cliente com as redes internacionais, interessadas no imenso mercado consumidor brasileiro, que aportaram no país nas últimas décadas, como as norteamericanas Forever 21 e GAP, a britânica Top Shop e a espanhola Zara, com planos de expansão no país em médio e longo prazos. Em entrevista à revista Exame no ano passado, o então presidente do Instituto para desenvolvimento do varejo (IDV ) e presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, afirmou que o acesso ao crédito oferecido pelas redes varejistas por meio de seus crediários e cartões de bandeira própria e a expansão das lojas em território nacional foram os grandes responsáveis por esse crescimento do varejo brasileiro e também pela modernização tecnológica das lojas, com leitores de códigos de barras, sistemas de gestão com amplas bases de dados dos consumidores e novas estratégias na cadeia de suprimentos. Rocha falou ainda da inovação de processo nas lojas Riachuelo com a introdução do sistema fast fashion, segundo o qual a velocidade de reposição entre o momento de pedido/compra até a chegada nas lojas é de apenas dez dias, levando a uma característica de novidade. Segundo ele, o grande desafio nesse processo é conseguir “maximizar a superfície das lojas com pouca profundidade, mas com velocidade no abastecimento contínuo”. É uma lógica inversa, definiu Rocha, pois, nesse sistema, a cadeia não é empurrada pela produção, mas puxada pela velocidade diária nas vendas. Negócios de sucesso - O varejo de moda é um setor de baixas margens de lucro e, por isso, é preciso inovar sempre, reinventar-se, achar novas práticas para atrair e encantar o cliente, expandir e/ou reformar as lojas para ganhar mercado. Às vezes, é necessária uma segmentação por marcas, produtos e valores, como foi o caso do grupo Arezzo, que compartimentou sua operação em quatro marcas: Alexandre Birman (produtos e valores premium); Arezzo (clássico sênior), Schutz (tendência fashion para mulheres jovens das classes A e B) e ainda Ana Capri (focada em um público mais popular e jovem). É um fenômeno

de vendas, com receita líquida de R$ 1 bilhão em 2014 (multicanal), com crescimento médio anual de 27,4% no período de 2007 a 2014, 449 lojas (desse total, 359 são franquias) nas cinco regiões do país e com alta produtividade por metro quadrado. Assim como a Arezzo, a Hering, indústria têxtil centenária fabricante de malhas básicas, reposicionou sua atuação de mercado em 2007, entrando com força no varejo e segmentando sua atuação com Hering Store (adulto), Puc (infantil para as classes A e B), Dzarm (premium) e, recentemente, a Hering For You com lojas menores e foco em lingerie e peças homewear (do inglês, algo como “moda para ficar em casa”). A Hering tem, atualmente, mais de 800 lojas (entre próprias e franquias), em todos os estados e receita líquida de R$ 2 bilhões em 2014, o triplo de cinco anos atrás. Os dois grupos, Cia Hering e ArezzoCo, são exemplos reais e de sucesso, de varejistas nacionais de moda que adotaram o processo fast fashion nas suas linhas de artigos originais com maior apelo de moda e fazem a imagem da marca aos olhos dos consumidores. O sistema fast fashion atraiu também varejistas de outros setores além do vestuário, como o óptico. Redes como Óticas Carol, Óticas Diniz e Chilli Beans são líderes nacionais por inovarem o modelo de seus negócios saindo da óptica tradicional que comercializa predominantemente armações de receituário para um conceito de “loja de presentes, de luxo acessível”. Passaram a comercializar óculos como acessórios indispensáveis de moda, com marcas de renome mundial ou estabelecendo parcerias estratégicas com estilistas e celebridades para assinar as coleções temporárias (as coleções-cápsula). Por dar acesso ao que é “aspiracional” Na VIEW 143 ao consumidor (por velocidade, marca ou (setembro:2014), a design), o fast fashion tem mostrado bons gente trouxe fast resultados tanto no Brasil quanto no exfashion nas páginas terior e, diante disso, é interessante que de A palavra é..., os executivos do setor monitorem e avaa seção que explica liem a possibilidade de sua implantação as novas como uma estratégia de expansão e suspalavras e tentabilidade dos negócios, com foco na expressões. geração de valor. #VaiLá

Flávia Angeli Ghisi Nielsen é professora da Fundação Instituto de Administração (Fia) nos programas de graduação, pós-graduação, MBA e mestrado profissional. Já Roberta Souza de Mattos é mestranda na FIA e proprietária da unidade paraense da Esmalte Machine. E Rodolfo Leandro de Faria Olivo também é professor da Fia nos programas de graduação e mestrado, além de presidente da MacPoli Cursos Profissionais.

positivo, operante! Quer conversar mais com os autores deste artigo sobre a moda fast fashion? Faça contato revistaview@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

24

VIEW 151

agosto:2015

www.revistaview.com.br


v Para a ZEISS EYEWEAR, nós criamos uma coleção de óculos moderna, discreta e com cores contemporâneasw


Fundada em 1993 como uma marca de difusão da Prada, a história da Miu Miu se mescla à de sua própria criadora, Miuccia Prada - e, não por acaso, ganhou como nome a forma pela qual é chamada em família. Quinze anos antes de lançá-la, Miuccia também introduziu novas cores e ideias ao universo de luxo fundado pelo avô, com um leve toque de rebeldia. modelo Miu Miu 10nv 1ab-1o1

Miu Miu Texto Graziela Canella Concepção Andrea Tavares

A chegada de Miuccia à Prada

Casal empreendedor: Miuccia Prada com Patrizio Bertelli

26

VIEW 151

agosto:2015

Nascida Maria Bianchi em 1949, em Milão, a neta mais jovem de Mario Prada não dava sinais de que se envolveria e transformaria os negócios da família. Filha de Luigi Bianchi e Luiza Prada, Maria mudou o próprio nome para “Miuccia Prada” algum tempo após a morte da mãe, quando assumiu a empresa da família - para oficializar o sobrenome, foi adotada por uma tia solteira. Antes disso, porém, obteve o título de PhD em Ciências políticas na Universidade de Milão, atuou oito anos como mímica após um curso no Teatro Piccolo e foi membro do Partido Comunista italiano, liderando movimentos pelos direitos das mulheres nos anos 70 sem abrir mão do gosto pela moda - mesmo em plena militância, vestia terninhos Yves Saint Laurent. Só em 1978, ao herdar a parte da mãe na empresa, decidiu entrar para os negócios da família. No mesmo período, conheceu aquele que seria seu futuro marido e parceiro nos empreendimentos, Patrizio Bertelli, o atual CEO (do inglês, “Chief Executive Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo) do Grupo Prada. Assim que assumiu a direção criativa da Prada, rapidamente começou a mexer com as tradições da empresa que nasceu como uma loja de luxuosas malas de couro feitas à mão - em 1979, desenhou a primeira linha de mochilas de náilon de estilo militar da grife. Na década seguinte, introduziu as primeiras coleções de roupas prêt-à-porter.


a tradução do universo fashion

mondo fashion

O universo Miu Miu Em paralelo à clara ascensão da marca do avô no panteão das grifes de luxo internacionais, Miuccia sempre quis uma contrapartida um pouco mais pessoal. Foi a partir desse desejo que criou, em 1993, a Miu Miu, cujo nome vem do apelido de Miuccia entre seus familiares. Lançada com a proposta de ser a marca “caçula” da Prada, cujo estilo era clássico e minimalista, a Miu Miu começou a dar forma ao espírito de sua criadora - intuitivo, bem-humorado, inteligente e levemente subversivo. A grife surgiu para quebrar todas as regras que sua irmã mais velha não ousaria desrespeitar, fazendo da moda uma curiosa catarse familiar, já que tinha, nas coleções, aquilo que Miuccia realmente queria vestir. Mais do que uma “marca jovem”, termo muito usado nos anos 90 para definir a enorme quantidade de marcas de difusão lançadas na época pelas grandes casas de luxo (por serem mais acessíveis e menos sisudas), a Miu Miu é hoje um negócio saudável, irmã independente e de estilo próprio, sem necessidade de conexão com sua marca de origem. Seus primeiros desfiles foram em Nova York, Londres e Milão, mas o nome Miu Miu finalmente se estabeleceu em 2006, com a primeira participação na semana de moda de Paris, palco ideal para a expressão de seu savoir-faire (do francês, “experiência” ou “competência”) e experimentalismo sofisticado. www.revistaview.com.br

VIEW 151

27


mondo fashion

a tradução do universo fashion Chloë Sevigny: a atriz cult foi rosto da Miu Miu por duas vezes, em 1996 (abaixo, à esquerda) e em 2012 (as duas abaixo, à direita)

Inspiração neorrealista: a primeira campanha da Miu Miu, no inverno de 1994, com a top Rosemary Ferguson pelas lentes de Corinne Day

Imagem inovadora A criatividade e a ousadia das realizações de Miuccia Prada para a Miu Miu se refletem em suas campanhas, que comunicam, por meio de imagens assinadas por fotógrafos de vanguarda, mensagens subliminares que vão além da roupa. Modelos e estrelas de cinema têm caminhos cruzados com a trajetória da marca, já que muitos nomes surgiram em suas fichas técnicas. A campanha de estreia teve a top Rosemary Ferguson clicada por Corinne Day, ambas britânicas, com linguagem grunge e neorrealista. No ano seguinte, a atriz norte-americana Drew Barrymore encarnou a personalidade da marca e abriu um precedente seguido por estrelas como Evan Rachel Wood, Katie Holmes, Kim Basinger, Kirsten Dunst, Laetitia Casta, Lindsay Lohan, Maggie Gyllenhaal, Selma Blair, Vanessa Paradis e Chloë Sevigny - essa última, aliás, figurou em duas temporadas para a marca, em 1996 e 2012. A relação da Miu Miu com o cinema tornou-se ainda mais próxima por conta do lançamento da campanha Women’s Tales (do inglês, algo como “contos de mulheres”), série de curtas em homenagem ao talento das mulheres nos filmes, dirigidos por novos nomes como Zoe Cassavetes e Lucrecia Martel. A campanha estreou em 2012, no Festival de Cinema de Veneza, e, desde então, já foram produzidos nove filmes.

Moda na tela: vídeos da série Women’s Tales

À francesa duas vezes: no inverno de 2007, a top e atriz Laetitia Casta (à esquerda) e, no inverno de 2008, a cantora e atriz Vanessa Paradis (à direita) Celebridade: verão 2009, estrelado por Katie Holmes

28

VIEW 151

agosto:2015

www.revistaview.com.br


DESAFIO

fac e b o o k. c om/ sign u s imp or t signus@signusimport.com.br + 5 5 19 33 6 8 . 2 2 2 0 E n t r e e m c o n t at o c o m n o sso s r ep r ese nt a nt es.


mondo fashion

a tradução do universo fashion

Miu Miu em números A grife integra o Grupo Prada, que comanda hoje os negócios das marcas Prada, Miu Miu, Church’s, Car Shoe e Marchesi 1824. O início das aquisições no grupo, aliás, se deu após a chegada do casal Miuccia Prada e Patrizio Bertelli às operações, que logo compraram etiquetas como Jil Sander e Helmut Lang. A Miu Miu é uma das marcas que mais registra crescimento no grupo, com mais de 130 lojas próprias internacionalmente, incluindo duas butiques no Brasil (em São Paulo e no Rio de Janeiro), além de algumas das principais cidades do mundo como Berlim, Hong Kong, Londres, Milão, Nova York, Paris, Pequim, Tóquio e Sydney, entre muitas outras. Nos últimos anos, vem registrando aumento médio de 15% nas vendas, totalizando € 455 milhões em 2014. No primeiro trimestre, foram € 120 milhões. Suas linhas de produtos incluem roupas, acessórios, sapatos, bolsas e óculos. Sua primeira fragrância, batizada de “Miu Miu”, foi lançada em julho, em parceria com a Coty.

Novidade recente: imagem da primeira fragrância da Miu Miu, com a atriz Stacy Martin

Pelo mundo: flashes das fachadas das lojas da Miu Miu em Hong Kong e Pequim e o interior da loja de Veneza

www: Miu Miu virtual www.miumiu.com www.youtube.com/user/miumiu www.facebook.com/miumiu www.twitter.com/miumiuofficial www.instagram.com/miumiu

30

VIEW 151

agosto:2015


É POR ISSO

que a Alcon oferece uma linha completa de lentes de contato e soluções ®

TECN OLO GIA EXCLUSIVA DE SUPERFÍCIE DE PLASMA 1

EXCLUSIVA HYDRAGLYDE MATRIZ UMI DIFICANTE

®

2

Benefícios na combinação de duas tecnologias avançadas.

1-2

NOVA

embalagem

O oftalmologista é o profissional indicado para cuidar da sua visão. Consulte-o regularmente. Referências: 1. Nash W, Gabriel M, Mowrey-McKee M. A comparison of various silicone hydrogel lenses; lipid and protein deposition as a result of daily wear. Optom Vis Sci. 2010;87:E-abstract 105110. 2. Davis J, Ketelson HA, Shows A, Meadows DL. A lens care solution designed for wetting silicone hydrogel materials. ARVO Meeting Abstracts April 11, 2010 51:3417; Dados em arquivo, Alcon ®

Registros ANVISA: AIR OPTIX AQUA nº 80153480058, AIR OPTIX NIGHT & DAY AQUA nº 80153480063, AIR OPTIX for Astigmatism nº 80153480057, AIR OPTIX AQUA Multifocal nº 80153480064, FRESHLOOK Colorblends nº 10006850027, DAILIES AquaComfort Plus nº 80153480059 e OPTI-FREE PURE MOIST* nº 80153480094. ®

®

*Marca de Novartis

®

®

®

©2014 Novartis AP3-822-VC-NOV/14

®

®

®

®

®


mondo fashion

a tradução do universo fashion

modelo Miu Miu 07qs 1ab-3h0

Pelos olhos de Miuccia modelo Miu Miu 10nv tv2-1o1

Se o guarda-roupa Miu Miu inclui apenas o que sua criadora gostaria de vestir, o mesmo pode se considerar das coleções de armações de receituário e óculos solares da italiana, fabricados e distribuídos pela Luxottica. O design combina experimentalismo com atenção aos detalhes, atributos que, na nova coleção, se traduzem em linhas irregulares, cortes no acetato, desenhos inusitados e ornamentos delicados, como aplicação de cristais.

modelo Miu Miu 06qs uah-3h0

modelo Miu Miu 11qs 1ab-0a7

modelo Miu Miu 54qs tfd-1l0

modelo Miu Miu 12qs han-0a7

modelo Miu Miu 05ov ua5-1o1

32

VIEW 151

agosto:2015

www.revistaview.com.br


2013: Miuccia Prada retratada pela dupla Mert Alas e Marcus Piggot para a revista inglesa Love

Nas listas Em março de 2013, Miuccia Prada figurou entre as 50 pessoas mais bem vestidas do mundo pelo jornal britânico The Guardian; no ano seguinte, a revista norte-americana de negócios Forbes a incluiu no rol das 75 mulheres mais poderosas do mundo, com fortuna estimada em mais de US$ 11 bilhões.

Ícones :: Estampas, cores e silhuetas criativas e inovadoras :: Bom humor e inteligência no design e nas campanhas :: Conexão com o cinema, incluindo campanhas com jovens atrizes :: Personalidade sofisticada e rebelde associada à de sua criadora, Miuccia Prada

Pronúncia “MÍL MÍL”. De fácil falar, a grife italiana também tem uma versão de pronúncia para os amantes da língua francesa: “mi-Ú mi-Ú”.

www.revistaview.com.br

agosto:2015

VIEW 151

33


vitrine modelo N6204S

Nautica modelo N8112

modelo N8111

modelo N7260

modelo N6205S

0800 7071516 Inspiração esportiva e elementos clássicos se fundem nos modelos da nova temporada de armações de receituário e óculos de sol da marca, com detalhes que remetem à estética dos instrumentos de navegação. Armações de desenho retrô dividem a cena com solares de lentes polarizadas e hastes de acetato de tons vibrantes.

modelo N5111S

modelo N6203S

Filosofia

modelo N7256

A marca nasceu em 1983, quando o designer nascido em Taiwan e radicado nos Estados Unidos, David Chu, criou seis modelos de roupas para a prática de esportes náuticos, aliando estilo a funcionalidade. Desde então, firmou-se como líder nesse universo, com 57 categorias de produtos - de vestuário até decoração - comercializadas em mais de 75 países.

modelo N6207S

modelo 8005476833

Divulgação

modelo 8005575233

modelo 8005477033

modelo 8005568733 34

VIEW 151

agosto:2015

Secret 11 4591 8600 A linha de receituário da marca apresenta dois novos modelos que resgatam looks clássicos e atemporais. Em variações bicolores, o 80054 bebe na fonte do estilo gatinho, enquanto o 80055 explora o mesmo desenho em versão contemporânea e proporções maiores. Filosofia Marca lançada pela Suntech Supplies em 2003, tem como inspiração o estilo de vida do surfe com estilo, qualidade e ênfase na relação custo versus benefício. Os modelos solares e de receituário, masculinos e femininos, têm estilo jovem e matéria-prima de alta tecnologia. As coleções são produzidas pela única fábrica da empresa no Brasil - em Itupeva, interior de São Paulo - e contam com a certificação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). www.revistaview.com.br


vitrine

o que há de novo no mercado

Dolce & Gabbana 0800 7039444

modelo 4256

A edição limitada de óculos da dupla de designers italianos celebra as texturas e as cores da cultura espanhola. Intitulada Spain in Sicily (do inglês, “Espanha na Sicília”), a linha resgata os adornos nos tradicionais pentes de tartaruga usados pelas dançarinas de flamenco e o delicado trabalho de marchetaria ornamental. A inspiração se desdobra em variedade de modelos e cores naturais.

modelo 3234 502

modelo 4265 501 8g

Filosofia Grife criada pela dupla de estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabbana, em 1985, com estilo que sintetiza a estética da Itália, elegante e exuberante. Com forte inspiração na Sicília, a marca impõe um estilo rústico e tradicional, mas cheio de sex appeal. Os óculos são comercializados mundialmente pela Luxottica.

modelo AH1294 04A

Ana Hickmann

modelo AH1284 15A

0800 8889029 Entre os novos modelos da coleção da apresentadora, destaca-se a linha Precious (do inglês, “preciosa”), marcada por linhas geométricas acentuadas, aplicação de cristais lapidados e cores fortes. Também há novos modelos da série Duo Fashion, de hastes “dupla face”, com desenho orgânico que remete à cintura feminina, e ainda a versão Glam, de linhas mais arredondadas.

modelo AH1293 06A

Filosofia Divulgação

modelo AH1281 01A-3

36

VIEW 151

agosto:2015

A assinatura da modelo e apresentadora gaúcha Ana Hickmann determina o sucesso de uma das coleções mais conhecidas da indústria nacional. Fabricada e comercializada pela GO Eyewear desde 2002, aposta no contemporâneo, materiais de qualidade e tecnologia combinada ao requinte artesanal. www.revistaview.com.br


vitrine

o que há de novo no mercado

modelo SF2736

modelo SF2739

modelo SF2738

Salvatore Ferragamo

modelo SF2737

modelo SF787S

0800 7071516 Os lançamentos masculinos da grife italiana brincam com o contraste entre a herança clássica do design e a combinação moderna de cores e texturas, criando modelos vintage de ar contemporâneo e luxuoso, acetatos coloridos e efeito de madeira.

Filosofia

Divulgação

modelo SF785S

Grife italiana cuja coleção de óculos integra o portfólio da Marchon, carrega o nome do designer que revolucionou a indústria dos sapatos no início do século 20, com criações exuberantes e totalmente inovadoras que marcaram o estilo das maiores divas do cinema e da música naquele período.

modelo SF785S

38

VIEW 151

agosto:2015

modelo SF787S

modelo SF789S

modelo SF789S

www.revistaview.com.br


CONTECONOSCO!

* 1a nodega r a n t i acompl e t ae2a nosdee x t ens ã odega r a n t i amoda l i da depr a t a .Cons ul t enoss obr enos s a scober t ur a s .

Equ i pa me n t osepe ç a sder e pos i ç ã oapr on t ae n t r e ga .

Ce n t r odeDi s t r i bu i ç ã odaE s s i l or , R i odeJ a ne i r oRJ , B r a s i l .

Li gueFáci l : www. es s i l or s ol ut i ons . com. br

Ampl oes t oquedepeça s ,cent r a l 0800des upor t e t écni co,ga r a nt i ade3a nos * ,cober t ur aem t odoo pa í scom t écni coses peci a l i z a dos .T udopa r av ocê t ert r a nqui l i da deea t enderbem s euscl i ent es .

Des des empr ecom v ocê.


Lacoste 0800 7071516 Durante a edição outono-inverno da semana de moda de Paris, em janeiro, a Lacoste lançou, pela terceira vez em sua história, um modelo de raquete de alta tecnologia, batizado de “LT12”, com apenas 600 unidades e que levou três anos para ser desenvolvido, composto de 70% de madeira e 30% de grafite (material usado na indústria aeronáutica). Lançamento esse que motivou uma coleção-cápsula de mesmo nome formada por óculos solares, tênis, relógio, camisa e bolsa, todos inspirados no conceito do novo instrumento para a prática do esporte assinado pela marca do crocodilo. O modelo solar segue o estilo Wayfarer, está disponível nas três cores icônicas da marca (branco, azul marinho e vermelho) e aposta no conforto aliado à energia e no movimento das cores e das listras sutis.

modelo L781S

modelo L781S

Filosofia Uma das marcas esportivas mais cultuadas do mundo, foi fundada em 1933 pelo francês René Lacoste, que criou as primeiras camisas polo de piquê para a prática do tênis - que viriam a substituir as roupas engomadas e os tricôs usados na época. Tem hoje como marcas registradas a variedade de cores e o logo do crocodilo. As coleções de eyewear são criadas e distribuídas mundialmente pela Marchon.

Divulgação

modelo 9341274733

modelo L781S

HB Hot Buttered 11 4591 8600 Uma aventura pelo oeste australiano é o ponto de partida criativo para os lançamentos de receituário da HB. Esse cenário de aventura e liberdade inspira a originalidade e a leveza do modelo 93412, com hastes de metal combinadas ao frontal de acetato em variedade de cores.

modelo 9341200133

Filosofia

modelo 9341273733

40

VIEW 151

agosto:2015

Marca criada pelo veterano Terry Fitzgerald em 1971, em Sydney, Austrália. Conhecido pelo jeito inovador de deslizar sobre as ondas, o surfista iniciou a própria produção de pranchas, em busca do shape perfeito. O sucesso foi tão grande que originou linhas de roupas e acessórios com a etiqueta HB Hot Buttered. As coleções de óculos são produzidas no Brasil pela Suntech Supplies e exportadas para mais de 20 países.

www.revistaview.com.br


vitrine modelo HI3015-A01

Hickmann 0800 8889029

modelo HI9020-C03

A essência dos anos 70 embala o design da nova coleção da marca feminina, com destaque para os redondos tanto para grau como para sol e ainda formas quadradas mais delicadas, de tons mesclados e translúcidos, incluindo acetatos de estampas florais exclusivamente desenvolvidas pela Mazzucchelli, a corporação italiana que é referência mundial na concepção e na produção de chapas de acetato para a fabricação de óculos. Filosofia Lançada em 2013, a marca também leva a assinatura de Ana Hickmann, após mais de uma década de sucesso de sua primeira marca. A coleção de armações de receituário e óculos solares agrada a uma nova geração de admiradoras da apresentadora, com design casual e mais descolado.

modelo HI1023-15BS modelo HI6027-E03

Carl Zeiss Vision Divulgação

0800 7047012 A Carl Zeiss Vision trouxe para o Brasil a tecnologia do já conhecido tratamento antirreflexo Duravision Platinum, lançado em julho de 2014, que antes era feito na Alemanha e tinha um prazo de entrega mais longo - agora, reduziu de 25 para cinco dias úteis e passou a ser produzido no laboratório da fabricante em Petrópolis, região serrana fluminense. Tecnologia As lentes com Duravision Platinum têm reflexo luminoso 20% menor do que as lentes convencionais da Zeiss com antirreflexo verde, compostas por nove camadas ultrafinas. O reflexo residual azulado diminui o incômodo causado por brilhos. Além disso, sua superfície é mais fácil de limpar, por conta das características oleofóbicas (que repelem gordura) e superhidrofóbicas (repelem água) - quanto maior a superfície, mais fácil a limpeza. O tratamento pode ser aplicado em lentes orgânicas com índices 1.5, 1.6 e 1.67 de versões incolor, fotocromática e polarizada.

42

VIEW 151

agosto:2015

Filosofia A marca tem longa tradição no universo das lentes oftálmicas e fotográficas - vanguardista em várias tecnologias, a empresa foi fundada em 1846 na Alemanha e é responsável por grandes inovações nesse mercado, tendo inventado, inclusive, o tratamento antirreflexo, em 1935. www.revistaview.com.br


vitrine

o que há de novo no mercado

Absurda 0800 6422001 Filosofia Nome criado em 2009, pela dupla de designers argentinos Diego Cohen e Martin Acevedo, a Absurda rapidamente atraiu um público jovem que busca inovação, design e um toque de rebeldia, em sintonia com a arte contemporânea. É distribuída no Brasil pela JR Adamver.

Trekan Novo modelo criado para mulheres apaixonadas por moda e design, tem formas quadradas e robustas, camadas de acetato de efeito tridimensional que atribuem luz e sombra, com textura e transparência.

Toto Wualun Inspiração vintage aliada ao design moderno resulta em uma peça original, de linhas arredondadas, que agrada homens e mulheres.

Modelo unissex de design sofisticado, inspirado na planta aquática Totora, muito utilizada por tribos no litoral do Peru para a produção de tecidos e artesanatos. A riqueza de detalhes remete à estética das tribos, enquanto a combinação de acetato com metal confere leveza.

Wayra

A maior cidade da Amazônia peruana é mote criativo para o novo modelo feminino. O desenvolvimento arquitetônico da cidade se reflete em detalhes sutis e as peças ganham efeito de profundidade com as molduras aplicadas ao redor das lentes em tons contrastantes.

Atitude modelo AT5257 G01

modelo AT5258 G02

44

VIEW 151

agosto:2015

0800 8889029

A nova coleção celebra o brilho dos anos 70 e a disco music (do inglês, “música disco”) no estilo Wayfarer para os solares. Além disso, a linha inclui modelos com combinações ousadas de cores e padronagens, inspirados na moda streetwear (do inglês, “moda de rua” streetwear é a tendência que nasceu da cultura do surfe e do skate na Califórnia no final do século 20 e ganhou corpo com elementos da moda hip hop, da moda de rua do Japão e da alta costura).

Divulgação

Iquito

O novo modelo de receituário associa moda e exclusividade, com detalhes gráficos e coloridos nas hastes de acetato com metal.

Filosofia Irreverente e urbana, a marca criada pela GO Eyewear em 2006 tem a cantora Wanessa como garota-propaganda. Seu estilo aposta em cores e design moderno, em modelos feitos com materiais leves e resistentes. www.revistaview.com.br


andrea tavares

um outro olhar

46

VIEW 151

parte 2

as impressões de Andrea Tavares

Breve análise editora da VIEW e maníaca por óculos

agosto:2015

do tempo

Eis me aqui de volta para dar sequência à breve análise do tempo, quando me dediquei a refletir sobre os óculos solares nas duas últimas décadas. Como disse na edição passada, algo que me encanta no passar do tempo é a trama que ele é capaz de tecer. Não é à toa a força da afirmação de que o tempo é o senhor da razão. E boa parte das pessoas tem a sensação de que o tempo parece passar mais rápido. Concordo em partes, porque acho que há uma boa dose de ansiedade nisso. Só acho que faz sentido quando penso no efeito da globalização, da internet e das redes sociais. Aí sim, esses aspectos pavimentaram uma superestrada da informação que antes não passava de um caminho de terra, todo esburacado. Tomemos a óptica como exemplo. Nunca se viu tantas novidades em tão pouco tempo. Em 20 anos, a óptica deu tantos passos como não havia dado em 50, 100 anos... E podemos falar isso sobre todos os segmentos: a tecnologia para produção das lentes oftálmicas nos laboratórios, os ganhos enormes de conforto e acuidade visual das lentes de contato por conta de novos materiais, o uso da internet no relacionamento com o consumidor, a rapidez da comunicação entre óptica e laboratório, os avanços tecnológicos e de materiais que permitem a produção de designs de óculos antes relegados apenas à imaginação, sem falar na tecnologia das lentes oftálmicas que possibilita gerar novos desenhos tornando muito mais fácil a vida de portadores de altas dioptrias. Quanto aos óculos solares, destaco três aspectos: a tecnologia de produção, a relação com a moda e a profissionalização dos negócios que isso gerou. Hoje, os desafios são outros: hoje há marcas e grifes dos mais variados perfis, portes e valores. Nos últimos anos, as marcas de combate (combinação de um mínimo de qualidade, valores mais baixos e, muitas vezes, grife com uma certa força) ganharam fôlego, contribuindo para engordar o caixa das ópticas que priorizam volume. As grifes de moda e luxo se-

guem poderosas licenciando seus nomes para as grandes indústrias ópticas, mas um movimento nessa categoria começa a chamar atenção, que é a entrada de um dos mais importantes conglomerados de marcas de moda e luxo (a francesa Kering) com atuação direta no mercado óptico. Como a VIEW já vem relatando nas páginas de A óptica no mundo nas últimas edições, a Kering Eyewear rescindiu as licenças de suas grifes para operar diretamente no mercado. Sorte das indústrias ópticas que se anteciparam e trataram de trabalhar bem suas marcas próprias para minimizar essas eventuais perdas. É óbvio que mesmo que esse movimento se consolide com o sucesso da Kering e, quem sabe, com a entrada de outros conglomerados abrindo operação própria, ainda haverá um considerável leque de grifes cujas licenças podem ser trabalhadas, mas a entrada em cena desses novos jogadores contribuirá para redesenhar mais uma vez esse segmento. Vale ficar atento. Por falar em marcas de combate, uma nova onda eclodiu há uns poucos anos. Provavelmente, fruto das redes sociais, dos tempos de fast fashion e da geração Y, dos jovens que nasceram entre a década de 80 e meados da década de 90 e cuja influência já pode ser percebida nas relações de trabalho e, principalmente nas relações de consumo. Por conta disso, surgiram no Brasil e em muitos mercados pequenas marcas de solares com uma característica de design marcante (madeira como matéria-prima ou lentes espelhadas, por exemplo) e/ou um apelo publicitário forte (visibilidade junto a blogueiras, as formadoras de opinião do terceiro milênio). Algumas operam na faixa das marcas de combate e outras estão mais para as marcas de design óptico, com valores bem mais salgados. Provavelmente, é por isso que você nunca viu tantas marcas de óculos solares das quais nunca tinha ouvido falar. Lá fora, o movimento é semelhante e já chama atenção dos analistas mais tarimbados de negócios da moda. positivo, operante! Quer trocar ideias com Andrea Tavares? umoutrolhar@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 www.revistaview.com.br


Por que apenas corrigir, se você pode melhorar a sua visão?

NOVAS LENTES

MELHORE A VISÃO DOS SEUS CLIENTES. As lentes adaptáveis Transitions® Signature™ VII com a tecnologia Chromea7™ proporcionam uma experiência superior ao usuário. Elas são mais reativas à luz indireta do sol e se tornam ainda mais escuras em altas temperaturas. As lentes Transitions® Signature™ VII proporcionam excelente desempenho em ambientes externos e oferecem a total transparência que seus clientes desejam em ambientes internos. Permita que esta tecnologia inovadora ajude seus clientes a Ver o Melhor da Vida. Saiba mais em Transitions.com.br

Baixe o leitor de QR Code, faça a leitura do código e Veja o Melhor da Vida.

/TransitionsBrasil @Transitions_BR

®

LENTES TRANSITIONS . VEJA O MELHOR DA VIDA.

Transitions_BR

Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions Signature e Chromea7 são marcas da Transitions Optical, Inc.©2014. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes. Fotos meramente ilustrativas.


economia & mercado

números e caminhos do setor óptico

50

O top Em 2014, os 50 maiores varejistas de óptica do mercado norte-americano tiveram um ótimo desempenho e bateram recorde de vendas, superando os US$ 11 bilhões, o que significa 33,9% do varejo

do varejo óptico nos Estados Unidos

total do país - as ópticas independentes ficaram com 66,1% do bolo - já que o mercado movimentou US$ 32,5 bilhões no período. Acompanhe o ranking dos 50 melhores em mais uma edição da pesquisa VM Top 50 U.S. Optical Retailers, realizada pelo Vision Monday, publicação da Jobson Publishing. Texto Andrea Tavares

48

VIEW 151

agosto:2015

Os números e os movimentos registrados na edição 2015 da pesquisa VM Top 50 U.S. Optical Retailers, realizada pelo Vision Monday, publicação da Jobson Publishing, refletem uma generosa entrada de capital de private equity (do inglês, expressão que define fundos de investimentos que compram participações em empresas), fato que impulsionou vários membros do ranking, seja por meio da facilitação do crescimento orgânico ou de uma nova onda de consolidação que impulsionou a aquisição de grupos com lojas em várias cidades do país e a adição de lojas ou redes com atuação em um único local. Entre os dez primeiros, apenas uma mudança. As posições de um a nove em 2014 mantiveram-se estáveis em relação ao ano anterior; apenas o décimo lugar que ganhou um novo ocupante: a MyEyeDr - Capital Vision Services, que destronou a Cohen’s Fashion Optical (atualmente na 13ª colocação). Além disso, muitos dos dez ocupantes do topo do ranking registraram um crescimento substancial em números de lojas: a Vision Source, por exemplo, franqueadora que congrega cerca de 4 mil optometristas, adicionou 226 membros à sua rede; a Walmart acrescentou 108 novos pontos de venda, sendo 80 unidades do Walmart Vision Center e outras 28 do Sam’s Club Optical. Já a National Vision somou 47 novas lojas (37 da bandeira America’s Best e dez da Eyeglass Worlds), enquanto a Visionworks inaugurou 33 pontos de venda, todos com o mesmo nome. Estreante no ranking do ano passado (publicado aqui nas páginas de Economia & Mercado na VIEW 141), na 13ª posição, a MyEyeDr mais que dobrou seu total de lojas (de 64 para 139), adicionando 75 novos pontos de venda por meio de aquisições - somente no estado da Carolina do Norte, foram 45 novas unidades com a compra de 18 lojas próprias da Doctors Vision Center e 27 da Eye Care Associates. Entre as demais redes do Top 50, a Luxury Optical Holdings passou a contar com dez novas lojas de alto padrão, com a compra da rede do designer óptico Robert Marc composta por oito pontos de venda, entre outras, e a Partners in Vision acrescentou 22 departamentos de óptica alugados em clínica, passando a somar 92 em 2014. Foram duas as empresas estreantes no ranking deste ano: a HW Holdings em 33º lugar com US$ 25,5 milhões de vendas em 2014 e a WCE, que comprou a Co/Op Optical da falência em 2012 e passou a ocupar a 50ª colocação com US$ www.revistaview.com.br


2014 2013 Rede

Vendas em 20141

Vendas em 20131

Pontos Pontos Nome fantasia e outras observações de venda de venda (US$ milhões) (US$ milhões) em 2014 em 2013

1

1

Luxottica Retail

2.318,5*

2.336,0*

2.291

2.433

LensCrafters (863 lojas), Pearle Vision (127 lojas próprias e 343 unidades franqueadas), Sears Optical (569 lojas), Target Optical (346 lojas), Ilori - Optical Shops of Aspen (30 lojas), Oliver Peoples (9 lojas), Alain Mikli (4 lojas) - todas em solo norte-americano e em Porto Rico. A estimativa das vendas nos Estados Unidos incluem a receita das lojas próprias e franqueadas da Pearle Vision

2

2

Vision Source

2.212,9

1,969,0

3.023

2.797

De acordo com a lei norte-americana de franquias, a Vision Source é franqueadora e cada franqueado possui suas respectivas práticas

3

3

Walmart Stores

1.521,0*

1.476,0*

3.310*

3.202*

Walmart Vision Center (2.737* lojas próprias) e Sam’s Club Optical (573* lojas)

4

5

National Vision

890,0*

780,0*

792

745

America’s Best Contacts & Eyeglasses (407 lojas), The Vision Center (227 lojas dentro do Walmart), Eyeglass World (79 lojas), Vista Optical (Fred Meyer, 30 lojas), National Vision (48 lojas para militares) e outra (1 loja). A receita inclui os números de e-commerce

5

4

Visionworks of America

880,1

784,8

652

619

Visionworks

6

6

Costco Wholesale

833,0

757,0

457

440

Costco Optical

7

7

Refac Optical Group

274,8

236,9

736

747

JCPenney Optical (346 lojas), BJ’s Optical (195 lojas), Nationwide Vision Centers (67 lojas), The Optical Shop at Meijer (69 lojas), Boscov’s Optical (38 lojas), Sears Optical (19 lojas) e outra (2 lojas)

8

8

Eyemart Express

228,0

220,0

168

150

Dr. Barnes’ Eyemart Express (133 lojas), Dr. Barnes’ Vision 4 Less (14 lojas), Dr. Barnes’ Eyewear Express (2 lojas), Dr. Barnes’ VisionMart Express (1 loja). Lançou uma nova bandeira, a Dr. Barnes 20/20 Express, em Dallas (9 lojas) e Houston (9 lojas)

9

9

For Eyes - Insight Optical

175,0*

165,0*

144*

144*

For Eyes Optical

10

13

MyEyeDr - Capital Vision Services

165,0

104,0

139

64

Em janeiro do ano passado, a MyEyeDr. adquiriu 17 lojas próprias da Doctors Vision Center’s na Carolina do Norte; em fevereiro do mesmo ano, 8 lojas da Lord Eye Center no estado da Georgia e, em dezembro, 27 unidades da Eye Care Associates na Carolina do Norte, que serão incluídas no ranking do ano que vem

11

10

Cohen’s Fashion Optical

150,0

150,4

128

126

Todas as lojas são franquias

12

12

Texas State Optical

105,0*

104,1*

125

127

Grupo de ópticas independentes

13

14

Shopko Stores Operating Co.

94,0*

91,0*

140

143

Shopko Eyecare Center (129 lojas), Shopko Hometown Eyecare Center (9 lojas) e Shopko Express Eyecare Center (2 lojas)

14

15

Emerging Vision

93,5

85,1

126

118

O total de vendas inclui a receita de lojas próprias e franqueadas. Site for Sore Eyes (39 lojas franqueadas), Sterling Optical (12 lojas próprias e 63 franquias), The Eye Gallery (9 lojas próprias), Singer Specs (1 franquia), Kindy Optical (1 loja franqueada) e The Artful Eye (1 loja própria). Adquiriu lojas da The Eye Gallery e da Artful Eye da American Optical Services, que foi à falência em setembro de 2014

15

16

Eyecarecenter, ODPA

77,6

72,5

62

61

O total de vendas inclui a receita de 25 lojas próprias e 37 unidades franqueadas

16

17

Henry Ford Optimeyes

68,0

66,2

19

17

Henry Ford Optimeyes (12 lojas) - foi adquirida a Expert Eyes (1 loja) em Chesterfield, estado do Michigan, em julho de 2014, que passou a se chamar Henry Ford OptimEyes - e Henry Ford Optimeyes Super Vision Center (7 lojas). Abriu novos escritórios no Renaissance Center, em Detroit

17

20

Luxury Optical Holdings

67,3

53,4

59

49

Optica (22 lojas), Morgenthal Frederics (11 lojas), Robert Marc (8 lojas; adquirida em setembro de 2014), Scene (5 lojas), Davante (4 lojas), Leonard Opticians (3 lojas), Aucourant (2 lojas), Optic Masters (1 loja), Opticians (1 loja), Spectacles (1 loja) e Specs Optical (1 loja, comprada em janeiro de 2014)

18

18

Clarkson Eyecare

65,5*

64,6

63

61

Clarkson Eyecare (63 lojas) e adquiriu 19 lojas da Thoma & Sutton Eyecare em 1º de outubro de 2014, cujos números passarão a ser contabilizados na próxima edição

19

19

SVS Vision

65,4

59,0

63

60

20

21

Vision Precision Holdings (anteriormente Macarius & Daniel)

63,8

45,0

43

43

Stanton Optical (34 lojas) e MyEyeLab (9 lojas)

Fonte: VM 2015 Top 50 U.S. Optical retailers do jornal Vision Monday, publicação da Jobson Publishing. *: dados estimados pelo Vision Monday. “N”: o “N” indica que essa rede não figurava na lista do ano anterior. 1: o total de cada rede inclui as vendas de produtos, os serviços de profissionais e a receita com os benefícios dos planos de saúde nos Estados Unidos e em Porto Rico, mas não as do Canadá. www.revistaview.com.br

agosto:2015

VIEW 151

49


economia & mercado 2014 2013 Rede

números e caminhos do setor óptico Vendas em 20141

Vendas em 20131

Pontos Pontos Nome fantasia e outras observações de venda de venda (US$ milhões) (US$ milhões) em 2014 em 2013

21

22

Ossip

48,0*

44,0*

47*

43*

Ossip Optometry and Ophthalmology

22

23

Eye Care Associates

46,0

43,7

27

27

Comprada pela MyEyeDr em 1º de dezembro de 2014. O total reflete 11 meses de vendas

23

25

NuCrown

40,8

36,9

28

29

Crown Vision Center

24

26

Allegany Optical

34,5

32,5

27

25

Allegany Optical (18 lojas), National Optometry (9 lojas). Adquiriu a Eye Tech (1 loja), em Cumberland, estado de Maryland, em março de 2014, que foi passou a se chamar Allegany

25

28

Today’s Vision Licensing

34,4

31,7

44

41

Grupo de ópticas independentes

26

27

OptiCare Eye Health Centers

34,0

32,0

18

18

OptiCare Eye Health & Vision Centers

27

34

Partners In Vision

34,0

24,2

92

70

Opera departamentos ópticos alugados em clínicas oftalmológicas

28

29

Eye Doctor’s Optical Outlets

31,8

30,2

44

42

Optical Outlets

29

30

See

31,2

30,0

36

32

30

31

Wisconsin Vision

30,0

30,0

37

35

Wisconsin Vision (23 lojas), Heartland Vision (4 lojas), Eye Boutique (8 lojas). Comprou 2 lojas da Optiview, no estado da Indiana da American Optical Services que foi à falência em setembro de 2014

31

32

Rx Optical Laboratories

29,3*

29,2*

51

53

Receita apurada das 51 lojas próprias. Uma unidade foi fechada e outra foi arrendada em 2014

32

33

Schaeffer Eye Centers

27,5*

26,0*

15

15

33

N

HW Holdings

25,5

N

22

N

All About Eyes

34

35

Houston Eye Associates

21,7

18,8

19

28

35

36

Standard Optical

19,0

17,5

19

19

Standard Optical (19 lojas), Opticare of Utah e Schubach Originals Eyewear

36

38

Eye Express

18,5

15,7

12

11

Adquiriu a McCoy Vision Center (1 loja) em Kissimmee, estado da Flórida, em maio de 2014, que foi renomeada Eye Express

37

37

City Optical Co.

17,4*

16,2*

19

19

Dr. Tavel Family Eyecare (17 lojas) e Vision Values (2 lojas)

38

39

Rosin Eyecare

16,5

15,5*

19

19

Rosin Eyecare (16 lojas, 4 delas são centros de excelência com optometristas e oftalmologistas e outras 3 estão localizadas em universidades)

39

40

Spex

16,2*

15,5*

22

21

40

42

Eyetique

15,0*

12,5*

17

15

Eyetique (12 lojas), Three Guys Optical (4 lojas) e Norman Childs Eyewear by Eyetique (1 loja). Adquiriu uma unidade da Sewickley Optical na cidade de Sewickley, estado da Pensilvânia, em fevereiro de 2014, que foi renomeada como Eyetique

41

43

J.A.K. Enterprises

14,0*

12,5*

20

20

Bard Optical

42

41

The Hour Glass

13,8

13,6

12

12

South East Eye Specialist (8 lojas), The Hour Glass (2 lojas) e The Hour Glass of Albany (2 lojas)

43

44

Horizon Eyecare

12,5*

12,0*

6

6

Sede em Charlotte, estado da Carolina do Norte

44

45

Cocolunette Holding

12,3

11,5

12

11

Edward Beiner Purveyor of Fine Eyewear

45

46

Accurate Optical Co.

11,9

11,2

14

14

Accurate Optical (8 lojas) e H. Rubin Vision Centers (6 lojas)

46

47

See Center - Group Health

11,5*

11,0*

14

12

The See Center

47

48

Midwest Vision Centers

9,0

10,1

19

20

48

50

Eye Doctors of Richmond Eye Surgeons of Richmond

8,8

8,1

11

14

Virginia Eye Institute (11 lojas) e 3 lojas alienadas da Virginia Eye Health Partners

49

49

Thoma & Sutton Eye Care Professionals

8,54*

10,0

19

20

Adquirida pela Clarkson Eyecare em setembro de 2014. O total reflete oito meses de vendas

50

N

WCE

6,5

N

8

N

Co/Op Optical e Couture Optique

Total

11.028,5* 10.222,1* 13.290* 12.837* Fonte: VM 2015 Top 50 U.S. Optical retailers do jornal Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

*: dados estimados pelo Vision Monday. “N”: o “N” indica que essa rede não figurava na lista do ano anterior. 1: o total de cada rede inclui as vendas de produtos, os serviços de profissionais e a receita com os benefícios dos planos de saúde nos Estados Unidos e em Porto Rico, mas não as do Canadá.

50

VIEW 151

agosto:2015

www.revistaview.com.br


economia & mercado

números e caminhos do setor óptico

6,45 milhões em vendas. Uma ausência que chama atenção é da American Optical Services (AOS), cuja falência provocou o fechamento ou o leilão de lojas que tinha adquirido ao longo dos últimos anos. Alguns desses pontos de venda leiloados acabaram nas mãos de outras redes varejistas que figuram no ranking. Como a Emerging Vision, ocupante da 14ª colocação, que comprou a Artful Eye (uma unidade) em Santa Rosa Beach, estado da Flórida, e as nove lojas da The Eye

Gallery (sete em Atlanta, estado da Geórgia, e duas em Panama City, estado da Flórida). Já a Wisconsin Vision adquiriu dois pontos de venda da Optiview, situados no estado de Indiana. Na 24ª colocação no ano passado, a Nationwide Vision deixou o ranking este ano pelo fato de ter sido comprada pelo Refac Optical Group. No próximo ano, o mesmo ocorrerá com a Thoma & Sutton e a Eye Care Associates, adquiridas no final de 2014, respectivamente, pela Clarkson Eyecare e a MyEyeDr.

Um raio-x dos cinco primeiros do ranking Luxottica Retail O braço de varejo da corporação italiana é, mais uma vez, a líder do ranking, que fechou 2014 com vendas estimadas de US$ 2,32 bilhões em 2.287 pontos de venda nos Estados Unidos, incluindo as unidades de Porto Rico. O total de lojas caiu em um ano, de 2.433 em 2013 para 2.287 em 2014. Enquanto o hipermercado Target adicionou 11 pontos de venda da Target Optical, a rede no interior das lojas de departamento Sears, a Sears Optical, caiu de 652 para 569 unidades e a Pearle continua convertendo lojas próprias em operações licenciadas. A performance da LensCrafters melhorou no segundo semestre do ano passado e esse impulso continuou em 2015, quando a companhia disse que, com base na força da LensCrafters e da Sunglass Hut, investiria cerca de € 1 bilhão nos próximos cinco anos em abertura ou remodelação de lojas e ainda lançaria um novo formato da LensCrafters com previsão de lançamento antes do final do ano.

Vision Source Franquedora que reúne aproximadamente 4 mil optometristas que trataram mais de 12 milhões de pacientes no ano passado, incluindo 1,5 milhão de diabéticos. São mais de 3 mil unidades (68% delas contam com a marca “Vision Source”) em todos os 50 estados e na capital federal. Além disso, a infraestrutura de apoio da Vision Source inclui cerca de 350 profissionais clínicos e de administração que trabalham no campo como líderes de desenvolvimento de negócios, além de uma equipe baseada em Houston, estado do Texas, que oferece assessoria de marketing, gestão de negócios, tecnologia, gestão de imóveis e relações com o fornecedor.

Walmart Mantendo-se em terceiro lugar entre as mais proeminentes empresas de varejo óptico dos Estados Unidos, a operação de óptica do Walmart obteve vendas estimadas de US$ 1,5 bilhão em 3.310 pontos de venda. Tanto as ópticas do Walmart quanto as do Sam’s Club têm optometristas independentes que fornecem exames oftalmológicos completos, prescrição e ajuste das lentes oftálmicas com hora marcada. Além disso, também contam com técnicos ópticos em todos os pontos de venda para realizar o ajuste dos óculos. Desde 1º de janeiro, o WalMart passou a oferecer benefícios de visão para seus empregados e dependentes por meio de um contrato assinado com a VSP Vision Care, uma das mais impor52

VIEW 151

agosto:2015

tantes empresas de planos de saúde para visão dos Estados Unidos, que, inclusive, é dona da Marchon desde agosto de 2008. Com o potencial de 1 milhão de novos membros, trata-se do maior contrato da história da VSP. Os centros de visão da Walmart e do Sam’s Club são os provedores primários de oftalmologia para os membros do plano. E se não houver nenhum dentro de cinco milhas de distância do local de trabalho de um associado, é possível selecionar outro provedor da rede da VSP.

National Vision O ano começou para a National Vision com a aquisição pela KKR em março por uma quantia não revelada, mas que certamente excedeu US$ 1 bilhão. O crescimento entre as bandeiras da National Vision em 2014 incluiu a abertura em janeiro de três lojas da Eyeglass World na região metropolitana de Detroit, estado do Michigan, uma quarta unidade em junho na mesma região e há planos para a abertura breve de outros pontos de venda. Em novembro, a National Vision anunciou a parceria estratégica com o e-commerce de óptica Ditto, que licenciou sua tecnologia patenteada de prova virtual dos óculos e em quiosques nas lojas da America’s Best, rede de óptica com mais de 400 lojas. A National Vision opera centros de visão em 43 estados, na capital federal e em Porto Rico sob as bandeiras America’s Best Contacts & Eyeglasses, Eyeglass World, além de unidades no interior dos hipermercados Walmart, Fred Meyer e em bases militares. Também vende seus produtos diretamente aos consumidores por meio de 25 sites, incluindo ACLens.com e DiscountContactLenses.com. .

Visionworks of America Após a conclusão do seu esforço de dois anos de rebranding (do inglês, termo que define mudança da imagem corporativa) nacional completado no final de 2013, a rede começou 2014 com todas as lojas operando sob uma única bandeira: Visionworks. A Visionworks aumentou seu total de lojas de 619 para 652 e obteve receita de US$ 880 milhões em 2014, crescimento de 12,1% em relação ao ano anterior que era de US$ 784,8 milhões. Operando em 40 estados e na capital federal, a Visionworks (anteriormente conhecida como “Eye Care Centers of America, Inc”.) é uma subsidiária integral da HVHC, que também inclui a Davis Vision. Para 2015, os planos incluem a abertura de 50 pontos de venda, pela primeira vez nos estados de Connecticut e Michigan, bem como expansão na região de Nova York.

www.revistaview.com.br


ARMAÇÕES

Nós fabricamos linhas exclusivas


Você VIEW?

uma viagem pelas últimas duas décadas da óptica

VIEW 59

julho 2004

?

Você V

IE

Falta pouco para a VIEW apagar as velinhas de suas duas décadas de existência e, aqui na redação, os atos comemorativos já começaram. O primeiro deles foi a criação desta seção, Você VIEW?, cujo nome já é uma brincadeira entre a pronúncia do nome da revista e a conjugação do verbo “ver” na segunda pessoa do singular do pretérito perfeito (“viu”): Você VIEW? A gente vai promover uma viagem aos últimos 19 anos da óptica pelas páginas da revista, destacando os pontos altos de uma determinada edição.

Poder à visão Ícone norte-americano, fazia apenas cinco anos que a Ray-Ban e as demais marcas da divisão de óculos (Revo, Arnette, Killer Loop e I’s) da Bausch & Lomb haviam sido adquiridas pela Luxottica (em 1999, por US$ 640 milhões). Era o princípio da ascensão da marca e o primeiro dos icônicos slogans era o que estava valendo: Empower your vision (do inglês, “dê poder à sua visão”), que foi sucedido no ano seguinte por Change your VIEW (algo como “mude ou transforme a sua visão ou concepção” - o nosso favorito!) e, em 2006, provavelmente o mais icônico deles: Never hide (algo como “nunca se esconda”).

Atitude A óptica no mundo A Luxottica seguia com toda força em seu processo de aquisições. Naquela altura, anunciava a compra da Cole National, a rede número dois do varejo norte-americano de óptica, a Pearle Vision.

Calendário A VIEW trazia 27 razões para ir a Paris, por ocasião do Silmo 2004, o salão francês de óptica que era realizado em data e local diferentes: em outubro (naquele ano, entre os dias 22 e 25) e no Parc des Expositions de la Porte de Versailles, no centro de Paris. Desde 2009, a feira ocorre na segunda quinzena de setembro e, no ano seguinte, transferiu-se para o Paris-Nord Villepinte, centro de exposições nos arredores da capital francesa. 54

VIEW 151

agosto:2015

A rede campineira Ver & Viver, da empresária Luciane Gobbet - hoje franqueada da Óticas Carol com várias lojas -, tinha vitrines criativas como uma de suas marcas registradas. E nesta edição, a VIEW mostrou uma dedicada à grife italiana Versace.

Economia & Mercado

$

Um estudo realizado pela VIEW mostrou que, em 2003, o segmento de óculos no Brasil havia vendido mais de 21 milhões de óculos com preço médio de R$ 69 da indústria para o varejo. Total esse dividido entre 15,5 milhões de armações de receituário e 6,1 milhões de óculos solares vendidos nas ópticas de todo o país. Tal movimento gerou uma receita (da indústria para o varejo) de quase R$ 1,5 bilhão. Ao incluir os impostos e o fator multiplicador médio de 3,5, o valor bate os R$ 5,8 bilhões - convertendo-se para dólar, tinha-se um mercado de US$ 2 bilhões anuais, somente de armações de receituário e óculos solares.

www.revistaview.com.br


Entrevista

Hall of Frames

Era tempo de mudanças na Essilor Brasil, com a despedida do diretor geral Yves Gillet e a chegada de Laurent Schmitt, ambos franceses.

Mais Hebe Camargo impossível: o funk ostentação nem existia, mas a icônica apresentadora sempre esbanjava brilhos, joias, óculos e looks para lá de luxuosos. Hebe viria a morrer oito anos mais tarde, em setembro de 2012.

“O desafio é cuidar cada vez mais do posicionamento do negócio e da aparência da loja, para que seja sempre convidativa para o público. É sempre bom lembrar que o consumidor de óculos é o mesmo que vai a todas as outras lojas, como as de roupas, por exemplo, que são bonitas e, em geral, bem posicionadas.”(Laurent Schmitt) “Um estrangeiro, quando chega ao Brasil, não tem como não se modificar, fica sempre melhor. Nunca vi uma cultura tão bacana, tão feliz, mesmo com todas as dificuldades. É óbvio que todos buscam dinheiro e querem ser bem-sucedidos, mas sabem transformar situações negativas em alegres. Isso é uma aula de vida.” (Yves Gillet)

Especial Abióptica 2004 A feira ainda se chamava exclusivamente “Óptica”, algo que mudou em 2008, quando ganhou o “Expo” como prenome. Em 2004, o evento ocorreu de 15 a 18 de julho no Transamérica Expo Center, teve quase 20 mil visitantes e recebeu uma ampla cobertura da imprensa nacional.

Os destaques daquele ano: Muitas celebridades, especialmente na Marcolin, que reservava o último dia da feira para lotar o estande de famosos e virar a cabeça do público feminino.

A apresentadora Marília Gabriela, quando ainda era marca de óculos, mas já no final da operação, quando a marca foi transferida da C3 para a GO.

A inédita presença de uma autoridade governamental, a então prefeita Marta Suplicy. Curiosamente, a candidata à reeleição à prefeitura de São Paulo veio à feira pela primeira vez três dias depois do patético episódio em que seu concorrente, Paulo Maluf, foi flagrado no centro de São Paulo, experimentando óculos de procedência duvidosa em uma barraca de camelô segundo a Folha de São Paulo em sua edição de 14 de julho, o modelo “imitava um Oakley”.

Enquanto Marcelo Antony se mostrava o mais acessível de todos os famosos, Thiago Lacerda deu trabalho para permitir ser fotografado de óculos. Não fez a menor diferença: as visitantes se degladiavam no estande da Marcolin para conseguir o lugarzinho mais próximo de seus ídolos.

www.revistaview.com.br

Fábio Assunção na GO, quando era o rosto de Bulget

E a celebridade somente para alguns olhos (mas, sem dúvida, para os mais afiados): o inventor das lentes Varilux, o francês Bernard Maitenaz, chamou a atenção dos ópticos

desfile Fashion, o tes an a Eyewear Ainda havi gava as mais import gitimar os le que congremercado e buscava moda. marcas do o reais acessórios de ckey Club Jo óculos com o, foi realizado no consultor Naquele an o, sob comando do ul de São Pa Carlos Pazetto s de evento

E no palco da Transitions, o Skank fez o show

agosto:2015

VIEW 151

55


foco

o espaço da indústria

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis vulputate condimentum nisl , eu condimentum mi semper eu. Integer a blandit metus, et fringilla velit. In velit orci, imperdiet et t ortor eu, faucibus porttitor justo. Nam lectus augue, consectetur ac tortor et, porttitor tristique neque. Nulla vel tempor enim, sed commodo Rio de Janeiro - maislorem, precisamente a Praia do Armassa. Etiam O scelerisque scelerisque id dignissim poador, LagoaacRodrigo de Freitas e risus. o top hotel La sapien posuere eget. aDonec laoreet elit, at auctor Suite, no Joá, zona sul da cidade foi a Vivamus rhoncus leo et leo tempor, eget aliquam cenário felis escopara a nova campanha da Hickmann suscipit. In lhido a lorem malesuada, aliquam quam at, tinci-Eyewear, produzida na segunda quinzena de julho com fotos de dunt velit. Proin non neque non leo lobortis sagittis. PelChristian Gaul, moda de Yasmine Sterea eidbeleza de lentesque urna nibh, malesuada et lacinia non, ornare Carla Biriba. mauris ut augue luctus placenisl. Maecenas bibendum rat. In eleifendAmagna sem eleifend. Pellentesdécadaacde 70,aliquet com seus festivais de música e os que et euismod Quisque dictum sit amet lorem lookssapien. de beleza natural, foi a inspiração da nova camsed porta. Nunc suscipit eu lectus eu bibendum. panha, batizada de “Live free” (do inglês, algo como Maecenas tristique elit sed felisAaliquam porttitor. Sus- rosto “viva livremente”). modelo Isabel Hickmann, pendisse arcu tellus, ullamcorper imperdiet mi eget, da marca distribuída pela GO Eyewear,pelteve a comlentesque tincidunt lorem. Praesent quis lacus vitae esem panhia das modelos Lauren Hermsdorff Paula Alves gravida porta. Vivamus suscipit imperdiet lectus vel tinnesta temporada. cidunt. Vivamus nec arcu in massa cursus molestie. Quisque mollis ultricies nisl, non sollicitudin lectus phaMaking retra eget. Quisque et facilisis nunc. Nam et tellus idof: a década de 70 em belas lacus hendrerit ultrices et nec lacus. Ut mattis arcu eu paisagens cariocas

Hickmann no ritmo dos

anos 70

56

VIEW 151

agosto:2015

Em parceria com a editora italiana Feltrinelli, a Prada apresenta a terceira edição do Prada Journal, concurso literário internacional destinado a novos autores. O projeto também engloba o lançamento de uma coleção limitada de armações de receituário de grife pela Luxottica, em associação à forma de ver o mundo. O tema para o concurso deste ano é, em português, “luzes, sobras e miragens - as coisas nem sempre são aquilo que parecem ser”. As melhores histórias, selecionadas por um júri de especialistas de diversos países, serão reunidas para uma antologia digital em formato de e-book e também publicadas individualmente, integrando o catálogo da Feltrinelli, que inclui as obras de vencedores do Nobel de literatura, como o português José Saramago e a sul-africana Nadine Gordimer. Autores interessados podem inscrever suas histórias em www.prada.com/journal, em qualquer idioma, até 31 de agosto. Os textos devem conter de dez a 20 páginas, com aproximadamente 400 palavras por página.

www.revistaview.com.br

Divulgação

Literatura: concurso cultural em escala global promovido pela Prada também inspira uma coleção de armações

Óculos e literatura na Prada

Gustavo Martins

traduz a essência da consumidora Hickmann nesta temporada


Curitiba e Rio de Janeiro foram as primeiras cidades beneficiadas pela campanha Olho Vivo promovida pela Fundação Abióptica - Pelo Direito de Enxergar Direito. O projeto tem como objetivo esclarecer sobre a importância do exame oftalmológico de acuidade visual e o retorno periódico ao médico; mostrar que enxergar bem pode influenciar na qualidade de vida, segurança e produtividade das pessoas e incentivar o uso correto de produtos de qualidade e de procedência.

“Para manter a visão saudável é importante que o paciente faça visitas regulares ao médico oftalmologista desde a primeira infância, que tenha boas condições de saúde especialmente quanto ao controle de doenças crônicas como pressão alta e diabetes e, claro, que tenha sempre a orientação médica adequada e utilize produtos ópticos com procedência conhecida”, esclarece Bento Alcoforado, presidente do Conselho de Administração da Fundação Abióptica.

Num primeiro momento parceiros da campanha realizam o Teste de Snellen – que consiste em ler uma tabela formada por letras de tamanhos diferentes, numa série de linhas, começando por letras maiores e terminando em menores. O teste é uma avaliação que busca identificar a necessidade de uma consulta oftalmológica e não substitui a avaliação do oftalmologista. Caso a equipe da Fundação Abióptica e seus parceiros detectem alguma dificuldade de leitura, o indivíduo será orientado a procurar um especialista.

As próximas cidades visitadas serão Brasília, Fortaleza, Cuiabá e Manaus. A ideia dos idealizadores da campanha é ampliar o projeto e promover ações em locais com grande concentração de pessoas, como shoppings, parques, museus, cinemas, supermercados, aeroportos, metrôs e eventos esportivos. Não perca a oportunidade! Quando a campanha Olho Vivo visitar sua região participe da ação e contribua para manter sua saúde visual.

A realização da triagem pode ser realizada de duas maneiras: assistida - com a presença de um profissional ou autotriagem – modalidade em que o próprio indivíduo faz o teste diante de um painel seguindo as orientações autoexplicativas.

abioptica.com.br

INFORME PUBLICITÁRIO

Campanha Olho Vivo percorre cidades brasileiras levando informação sobre saúde visual


foco

o espaço da indústria

Ana Hickmann no paraíso Heaven (do inglês, “paraíso”) é o tema da nova campanha da coleção de óculos da modelo e apresentadora Ana Hickmann, fotografada no primeiro fim de semana de agosto. O ponto de partida foi um píer em Ilhabela, litoral norte paulista, onde estava ancorada uma lancha Ferreti 680, de 68 pés, que levaria Ana a seu paraíso particular e apenas um Making of: Ana Hickmann rumo a um paraíso particular com seus óculos

paparazzo estaria autorizado a registrar o percurso: no caso, a fotógrafa Karine Basilio, responsável pelos cliques da campanha. O styling foi de Fernanda Hickmann e Renata Correa e a beleza, de Marcelo Gomes. A marca integra o portfólio da GO Eyewear.

Nova liderança para a Safilo Brasil

Fernanda Calvet: a nova diretora geral da Safilo Brasil

58

VIEW 151

agosto:2015

A executiva brasileira Fernanda Calvet assumiu a posição de Country Manager (expressão que pode ser traduzida como “diretora geral”) da Safilo Brasil. Segundo o comunicado oficial da corporação italiana, Fernanda tem mais de 18 anos de experiência em empresas multinacionais, 14 deles em posições de liderança, com atuação no mercado de cosméticos - seu currículo no Linkedin revela que, antes de entrar na óptica, a executiva atuou de 2011 a 2014 no grupo francês Esteé Lauder como diretora da Clinique e, anteriormente, na BDF Nivea e na L’Oreal. Depois de 14 anos na Safilo Brasil - os últimos três anos e meio como diretor geral da filial – Rui Lima Júnior foi promovido a CFO (do inglês, sigla para “Chief financial officer”, isto é, diretor financeiro) para a América Latina. A vice-presidente da Safilo para a América Latina, Angela Gómez, saudou a chegada de Fernanda. “Tenho certeza de que sua experiência no mercado de beleza e na construção de marcas contribuirão para aumentar a percepção do portfólio de marcas junto ao consumidor e a penetração da Safilo no mercado, aprofundando também a relação com os clientes”, afirmou. “A contratação de Fernanda reflete mais uma vez o compromisso da Safilo de fortalecer a sua estrutura na América Latina, a fim de continuar crescendo na região”.

www.revistaview.com.br


Conexão Celebridade O ator Caio Castro, em cena como o Grego da novela global I love Paraisópolis: Mormaii (JR Adamver) modelo San Diego

O técnico do Santos, Dorival Júnior: Argentum (Stepper) modelo AG 501

O ator norte-americano Peter Facinelli, o Carlisle Cullen da série cinematográfica Crepúsculo: Lozza (Wilvale De Rigo) modelo Cervantes SL4028 ANB

A rapper Nicki Minaj: Dsquared (Marcolin) modelo DQ 0175-01B

@caiocastro

@italiaindependent

O tenista norteamericano Roger Federer: Italia Independent (Italia Independent) modelo 090 I-Thermic zebra

como e porquê: , o d n a u q e, d n o Quem, se ashes dos famoso fl ra st o m W IE aV iados à redação seus óculos env o. ção desta ediçã ra o b la e a te n ra du

A atriz francesa Juliette Binoche: Giorgio Armani (Luxottica) modelo AR8051 502613

A atriz inglesa Naomi Watts: Lanvin (Wilvale De Rigo) modelo SLN631 700

O astro norte-americano Leonardo Di Caprio: Giorgio Armani (Luxottica) modelo AR6013Q 30042L

A atriz Debora Nascimento: Chloé (Marchon) modelo Carlina

A popstar Beyoncé: Etnia Barcelona (Brevil) modelo WLA 06 HVBK

O ator inglês Daniel Craig, em cena como James Bond no novo filme da série do agente da coroa britânica, Spectre: Tom Ford (Marcolin) modelo FT0237-05B

O ator norte-americano James Marsden, o Cíclope da série cinematográfica X-Men: Lozza (Wilvale De Rigo) modelo Sepulveda SL4029 V15

A rainha Letizia da Espanha: Carolina Herrera New York (Wilvale De Rigo) modelo SHN546 722

O técnico do São Paulo, Juan Carlos Osório: Eclectic Collection (Stepper) modelo E-9757 Divulgação

A modelo norte-americana Gigi Hadid: Miu Miu (Luxottica) modelo MU 08NV TKV1O1

www.revistaview.com.br

agosto:2015

VIEW 151

59


Auroraeco Viagens Tel: +55 11 3086-1731 reservas@auroraeco.com.br www.auroraeco.com.br facebook.com/auroraeco instagram.com/auroraeco


feiras, eventos e cursos

Setembro 16 a 19

24 a 26

International Vision Expo West Las Vegas, Estados Unidos inquiry@visionexpowest.com www.visionexpowest.com

25 a 28

IOFT 2015 Tóquio, Japão ioft-eng@reedexpo.co.jp www.ioft.jp/en/Home

30 a 2 outubro

Silmo Paris, França info@silmo.fr en.silmoparis.com

Hong Kong Optical Fair Wanchai, Hong Kong exhibitions@hktdc.org www.hkopticalfair.com

Outubro 8 a 10

Novembro 25 a 27 4a6

Fenóptica Fortaleza, Brasil www.fenoptica.com

Vision-X Dubai Dubai, Emirados Árabes visionx@dwtc.com www.vision-x.ae

Andrea Tavares

calendário

Ajorsul Fair Mercoóptica’2015 Gramado, Brasil ajorsul@ajorsul.com.br www.ajorsulfairmercooptica.com.br

agenda e calendário

Óptica em Istambul A top cidade turca receberá de 10 a 13 de dezembro mais uma edição do Silmo Istanbul - isso mesmo, “Istanbul” com “n”, da forma como é grafada em inglês, tal qual “Brazil” com “z”. Serão 95 expositores (sete dos quais estrangeiros) em 13 mil metros quadrados de área, apresentando cerca de 420 marcas. A edição 2014 do evento teve 7.304 visitantes, cuja maioria esmagadora foi da própria Turquia (6.967 profissionais) e 330 estrangeiros. O mercado local tem tido um crescimento médio anual de 10% e o país é a porta de entrada para outras nações da Ásia Central, Oriente Médio e Norte da África, além da região dos Bálcãs (países do sudeste europeu como Albânia, Bósnia, Croácia, Montenegro, Romênia, Sérvia etc.).

Silmo Istanbul: óptica com sotaque francês na Turquia

agenda Formação e reciclagem profissionais Provar (São Paulo)

Senac-SP

Pós-graduação Gestão de vendas e negociação Setembro Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40)

Técnicas de vendas I (conhecimentos básicos em óptica) 2 a 10 de setembro (quartas e quintas-feiras) 19h às 23h 12 e 19 de setembro (sábados) 8h30 às 17h30

Inteligência de mercado Setembro Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

Técnico óptico Início 21 de setembro Matutino 8h às 12h Noturno 19h às 23h

Varejo e mercado de consumo Setembro Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

Cursos de extensão Inteligência de mercado 16 de setembro a 9 de dezembro Quarta e quinta-feira (18h40 às 22h40) Vendas e negociação 21 de setembro a 15 de dezembro Segunda e terça-feira (18h40 às 22h40) Gestão de varejo 23 de setembro a 16 de dezembro Quarta e quinta-feira (18h40 às 22h40) 11 3894 5004 cursoslabfinprovar@fia.com.br www.provar.org Material didático e certificado emitido pelo Provar/Fia inclusos

0800 8832000

tiradentes@sp.senac.br

e u g l u v Di

sos e r u c e t tamen

gratui a n s a r t s e pal

VIEW

Envie as informações para a redação Tel. 11 3061 9025 ramal 108 revistaview@revistaview.com.br agosto:2015

VIEW 151

61


Abióptica

Fhocus

Mello Optical

Av. Santo Amaro 1386 1º andar São Paulo/SP - 04506-001 11 3045 2090 abioptica@abioptica.com.br páginas 43 e 57

Rua Verbo Divino 239 São Paulo/SP - 04719-000 11 5505 8680 atendimento@fhocuslab.com.br página 21

Rua Santo Irineu 163 São Paulo/SP 04134-120 11 2764 3000 vendas@mellooptical.com.br página 37

Ajorsul

GO

Largo Visconde do Cairu 12 cj.504 Porto Alegre/RS - 90030-110 51 3221 5259 ajorsul@ajorsul.com.br página 45

Rua Diogo Moreira 132 cj. 2201 São Paulo/SP 05423-010 0800 8889029 sac@kenerson.com.br páginas 13 e 19

Alcon Av. Professor Vicente Ráo 90 São Paulo/SP - 04636-000 0800 7752422 (lentes de contato) 0800 7077908 (soluções) atendimento.direto@alcon.com página 31

Golden Glass

Auroraeco

Italia Independent

Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP - 05414-001 11 3086 1731 reservas@auroraeco.com.br página 60

Rua Inácio Pereira da Rocha 400 São Paulo/SP - 05432-011 11 3567 8814 comercial.br@italiaindependent.com página 5

CMsatisloh

JR Adamver

Rua Professor Cardoso Fontes 137 Petrópolis/RJ - 25655-470 24 2233 8600 info.br@satisloh.com página 35

Rodovia SC 401 km 7,5 6883 Florianópolis/SC - 88050-000 0800 6422001 sac@jradamver.com.br página 23

Desempenho

Lentrix

Rua Barão de Itapetininga 255 sala 814 São Paulo/SP - 01042-001 11 3259 7348 informatica@desempenho.com.br página 41

Rua Sá Freire 15 Rio de Janeiro/RJ 20930-430 21 3483 7979 atendimento@lentrix.com.br página 51

Essilor Brasil

Luxottica do Brasil

Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7272007 sacbrasil@essilor.com.br 4ª capa

Rua Ministro Jesuíno Cardoso 52 São Paulo/SP - 04544-050 0800 7039444 sac@oakley.com páginas 7 e 9

Essilor Solutions

Marchon Brasil

Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7221222 essilorsolutions@essilor.com.br página 39

Rua Júlio Diniz 49 São Paulo/SP - 04547-090 0800 7071516 sao@marchon.com.br 2ª capa e página 1

www.revistaview.com.br

Rua Ivo do Prado 79 sala 609 Rio de Janeiro/RJ - 23080-200 21 2413 3923 sac@goldenglassotica.com.br capa

Mercoframes 5555 NW 74 Avenue Miami/FL - 33166 Estados Unidos + 305 882 0120 sales@mercoframes.net página 53

Signus Rua Alfredo da Costa Figo 102 Campinas/SP 13087-534 19 3368 2220 signus@signusimport.com.br página 29

Stepper Brasil Praça Doutor Sales Júnior 73 São Paulo/SP 05451-160 11 3021 1017 info@stepperbrasil.com.br página 25

Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

Sul Hotels Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 11 3086 1731 info@sulhotels.com.br página 62

Suntech Supplies Rua Maria Soldera Lourençon 52 Itupeva/SP 13295-000 11 4591 8600 sac@hb.com.br página 15

Transitions Rodovia Anhanguera km 106,5 s/nº Sumaré/SP 13170-970 19 3864 8600 atendimento@transitions.com.br página 47

agosto:2015

VIEW 151

63


a óptica do artista plástico marcelo cipis

armação do cipis

armação

64

VIEW 151

agosto:2015

www.revistaview.com.br


VIEW

www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.instagram.com/revistaview www.revistaview.com.br


O

SO LA RO CULA R

Lentes comuns

FATOR DE

ÇÃ TE PRO

AGORA PROTEGEM 25x MAIS CONTRA OS RAIOS UV

DRAMAT A IZAÇÃO AT

CONTRA REFLEXOS, MANCHAS E RAIOS UV, MAS SUPER A FAVOR DE 50% DE DESCONTO.*

Lentes antirreflexo Crizal RESISTEM

AOS INIMIGOS

˜ DA VISAO

reflexo

arranhões

manchas

poeira

água

raios UV

Na compra de um par de lentes com antirreflexo Crizal, o segundo par de lentes, que pode ser VARILUX®, TRANSITIONS®, XPERIO®, OPTIFOGTM, Lentes KODAK ou BRASILOR® com CRIZAL®, sai pela metade do preço.

*

SAC 0800 727 2007 | www.crizal.com.br

Promoção válida até 30/09/2015.

Consulte o regulamento e cadastre-se no site www.promocaocrizal.com.br ** Índice de refe f rência desenvolvido pelo departamento de Pesquisas e fe Desenvolvimento da Essilor Internacional certificando a proteção UV global de uma lente. O índice FPS-O de 25 significa que os olhos estão 25 vezes mais bem protegidos com as lentes Crizal UV do que sem lente alguma.

Produto Licenciado

A marca registrada da Kodak e seu conjunto-imagem são usados sob licença da Kodak. Crizal, Varilux, Xperio e Optifo f g são marcas registradas da Essilor Internacional. Brasilor é marca registrada da fo Multi-Óptica Distribuidora Ltda. Transitions e o 'swirl' são marcas registradas da Transitions Optical, Inc. © 2015. Transitions Optical, Inc. é marca registrada da Transitions Optical, Inc.

Profile for Revista VIEW

VIEW 151  

O top 50 do varejo norte-americano, Moschino, Allison, Fast Fashion, Miu Miu, Realidade Virtual, Virtual Reality, Ana Hickmann, Marcelo Cip...

VIEW 151  

O top 50 do varejo norte-americano, Moschino, Allison, Fast Fashion, Miu Miu, Realidade Virtual, Virtual Reality, Ana Hickmann, Marcelo Cip...

Advertisement