__MAIN_TEXT__

Page 1

I M P R E S S O

Em Calendรกrio, Nova York e sua Vision Expo O orรงamento confuso no Espaรงo do Eric

Os รณculos dos famosos em Police Wilvale De Rigo

Hall of Frames

ENVELOPAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELO CORREIO

R$ 9,90


VIEW

www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.instagram.com/revistaview www.revistaview.com.br


146

fevereiro:2015

sumário

4 8

planeta óculos

Editorial A mensagem do publisher Flavio Bitelman

6

Diário da redação O que moveu a VIEW durante a produção deste número

Jogo Rápido

Pucci pela Marcolin: a estreia em Paris

As notícias do universo dos óculos

10

Opti’15: os resultados da feira de Munique

Aconteceu

A cobertura dos eventos de óptica no Brasil e no mundo

14

A óptica no mundo As novidades das maiores corporações ópticas do planeta

16 Hall of Frames

Rodrigo Santoro: ainda mais belo de óculos

18

Famosos e seus óculos

sucesso

Espaço do Eric O colunista Eric Gozlan fala sobre o erro de oferecer orçamentos confusos aos consumidores

22

Dicas & Estratégias Provar A criação de valor é o tema abordado pela professora do Provar, Maria Angélica Pedreti

2

VIEW 146


sucesso

24 Mondo Fashion

Dolce & Gabbana: a nova coleção Enchanted beauties

30

O DNA da Dior Homme, a grife de moda masculina mais influente da atualidade

Vitrine

gale ria

Os lançamentos de produtos da temporada

Emporio Armani: o DJ escocês Calvin Harris é o novo rosto da marca

34

Um outro olhar As palavras da editora Andrea Tavares

36 Foco

vis ão

As notícias dos fornecedores do mercado

S1954

Police Wilvale De Rigo

serviços

38

Calendário Nova York

48

46

Calendário + Agenda Os eventos de óptica no Brasil e no mundo

47

Armação do Cipis A visão lúdica e bem humorada do artista plástico Marcelo Cipis sobre o universo da óptica

A Coluna do Miguel volta em breve Debora Nascimento

Dollarphoto

146

A VIEW traz dicas da Big Apple para quem vai visitar a Vision Expo East

Anunciantes Divulgação

GHM

J. Egberto fevereiro:2015

VIEW 146

3


editorial

O sucesso da meritocracia

publisher Flavio Mendes Bitelman flaviobitelman@revistaview.com.br

editora Andrea Tavares (MTb. 16.030) andreatavares@revistaview.com.br diretora de arte Débora Nascimento deboranascimento@revistaview.com.br gerentes de marketing e comercial Claudia Pimenta claudiapimenta@revistaview.com.br

Empresário mais admirado e mais rico do país (segundo a revista de negócios Forbes), o bilionário Jorge Paulo Lemann ficou famoso por comprar a Brahma com seus sócios, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Telles, fundi-la com a Antarctica criando a Ambev, depois adquirir a cervejaria belga Interbrew, formando a Inbev e, por fim, compraram a norteamericana Anheuser-Busch e se tornaram a maior cervejaria do mundo, batizada de “AB Inbev”.

Quando um consumidor pede um hamburguer e uma Pepsi - no Burger King não se serve Coca-Cola, já que a AB Inbev é parceira da Pepsi no Brasil -, se o atendente não aumentar esse pedido não ganha nenhum prêmio, mas se oferecer e vender também batata frita, sorvete e/ou algo a mais ganhará pontos que poderão fazê-lo chegar ao salário de R$ 2 mil. Simples como tal. E fácil de aplicar na óptica.

Boas vendas! Flavio Mendes Bitelman Publisher

flaviobitelman@revistaview.com.br

4

VIEW 146

fevereiro:2015

secretária de redação Cristiana Brito cristianabrito@revistaview.com.br gerente administrativa Juliana Vasconcelos administracao@revistaview.com.br

Kriz Knack

Não satisfeitos, esses três brasileiros compraram a rede de fast food norte-americana Burger King - que tem o McDonald’s como concorrente direto -, e, em sociedade com a Berkshire Hathaway do investidor norte-americano Warren Buffet, adquiriram a também que o trio era dono do banco Garantia e depois da emnorte-americana H. J. Heinz Compresa de investimentos GP. Mas a palavra mágica de toda pany, conhecida pelo ketchup Heinz essa competência é a meritocracia. e outros produtos alimentícios. Recentemente, encontrei um amigo que é franqueado Esse poder de fogo tem por trás do Burger King e que me relatou como funciona a meritouma grande competência gerencracia no balcão da rede. Tudo começa pelo salário dos cial desenvolvida desde a época atendentes. A estimativa é de que ganhassem R$ 1 mil, mas são contratados por apenas R$ 600. No entanto, o plano de meritocracia pode levar seu ganho mensal a R$ 2 mil.

Silvia Queiroga silviaqueiroga@revistaview.com.br

gerente de circulação Judith Belleza judith@brandmember.com.br projeto do logotipo Kiko Farkas (Máquina Estúdio) projeto gráfico Débora Nascimento projeto editorial Andrea Tavares colaboradores Eric Gozlan • Gislene Oliveira Graziela Canella • J. Egberto Kriz Knack • Marcelo Cipis Maria Angélica Lencione Pedreti Marisa Giraldis computer to plate e impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A. circulação Nacional tiragem 15 mil exemplares assinaturas 11 3971 4372 assinaturas@revistaview.com.br As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. Nenhuma parte desta edição (textos ou imagens) pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. e tampouco apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem a autorização prévia e por escrito da Jobson Brasil. A revista VIEW é uma publicação da Jobson Brasil Ltda. para o setor óptico-oftálmico. Rua Cônego Eugênio Leite 920 - Pinheiros São Paulo/SP - 05414-001 Tel. 11 3061 9025 Fax 11 3898 1503 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br


o ã ç a ido a red e, quer

fevereiro:2015

diário da redação

d o i r á i d 146

Sal v IEW #Hello A primeira Vno da leitor! traz o meni a na do ano e da ousadi e o alegriaa capa, já qu é estilos Neymar Jr. da craquexador e rosto nas embai . E essa é ape Police a no bolo de a cerej ma edição ação de mais u da de informnidades de rechea ade e oportua leitura! 0 qualid egócios. Bo bons n

#Viva2015!

#AtéJá

Muito em breve, a gente estará de volta com mais uma edição. 0

6

VIEW 146

fevereiro:2015

#VentosDaMudança

O novo ano chegou cheio de energias aqui na redação, soprando os ventos da mudança. Em janeiro, nos despedimos das gerentes comerciais Fernanda Ferret e Nara Monteiro. Agradecemos a dedicação e a competência dessas duas profissionais e desejamos ainda mais sucesso em suas carreiras. E agora também damos as boas-vindas às novas integrantes de nossa equipe, Claudia Pimenta e Silvia Queiroga. Que nossa parceria seja frutífera e muito positiva! 0

#RodinhasNosPés Como a Transitions Academy passou a ser um evento exclusivamente dedicado ao mercado norte-americano, o #RodinhasNosPés da equipe da VIEW este ano começou por um destino nacional. Mais precisamente, a praia do Forte, litoral baiano, para onde a editora Andrea Tavares voou para cobrir o Eyewear Premium Preview, evento organizado pela Excalibur para o showroom das coleções da GO, Suntech Supplies e da Safilo. Na próxima edição, você verá a cobertura completa. E logo, logo será a hora de embarcar rumo a Milão, onde Andrea irá cobrir a Mido.

Andrea Tavares

Até uns dez anos atrás, chegavam à redação cartões e mais cartões por ocasião das festas de Natal e Ano Novo. Hoje em dia, dá para contar nos dedos de uma mão quem ainda opta pela versão física dos bons votos, já que quase todo mundo aderiu ao virtual ao mandar o seu “boas festas” por e-mail ou pelas redes sociais. Mas, seja físico ou digital, fica aqui o registro dos votos enviados à VIEW pela passagem das festas de final de ano: Abióptica, 100% Optical, Eric Gozlan Lunettes, Espectro, Evoke, Fiero, Fitting Box, Flu Look, JPiran, Marcolin Brasil, MG Marketing, Oakley, Ópticas Ipanema, Ópticas Itamaraty, Optitex, Portal Giro News, RP1 Comunicação, Selima Optique, Senac-SP, Signus, Silmo, Sindióptica-SP, Suntech Supplies, Xenônio e Zed_Comm. A gente agradece a lembrança e deseja que 2015 seja um ano de muito sucesso, saúde, amor e gentileza!

#GUIAVIEW2015

Se você ficou sem a sua edição do GUIA VIEW 2015, que circulou com a VIEW 145, ligue ou escreva para nossa secretária de redação Cristiana Brito, que ela cuida do envio. Os contatos da equipe estão na página 8. Agora, caso você tenha sugestões ou necessite de informações adicionais, escreve para a gente. Boas consultas!

www.facebook.com/revistaview

VÍ-u” “ = VIEW

www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br revistaview@revistaview.com.br


ref: AH9185 H01 | Visite seu oftalmologista regularmente.

www.oculosanahickmann.com.br


jogo rápido

o que é noticia no mercado

Felizes e de óculos são as consultoras ópticas Sol Reinheimer e Sheila de Souza da Bela Óptica, da cidade matogrossense de Nova Mutum. Por isso, foram eleitas para o #revistaview desta edição.

os sente dos adult ual após o fadiga vis ngado de uso prolo s. eletrônico s o lh e r a p a

@bela_optica

Tem perfil no Instagram e tirou uma foto legal, linda e/ou criativa que tem tudo a ver com óculos, visão, óptica ou algo mais relacionado ao mercado? Publique com a hashtag #revistaview e então sua imagem pode ser impressa na VIEW.

anúncios

Você tem comentários, sugestões, críticas ou dúvidas sobre a VIEW? Ou então quer divulgar notícias de lançamento de produtos ou novidades sobre a sua óptica? Faça contato com a editora Andrea Tavares na redação.

Deseja anunciar? Procure uma das gerentes de marketing e comerciais da Jobson Brasil. ma rk

matérias

ng e come eti

Claudia Pimenta Tel. 11 3061 9025 ramal 109 claudiapimenta@revistaview.com.br

e

ra

Andrea Tavares Tel. 11 3061 9025 ramal 105 andreatavares@revistaview.com.br

rketing

o edit

ma

assuntos gerais

aç ão

Cristiana Brito Tel. 11 3061 9025 ramal 108 cristianabrito@revistaview.com.br

Silvia Queiroga Tel. 11 3061 9025 ramal 104 silviaqueiroga@revistaview.com.br

de re d ária et

sec r

Está precisando de algum apoio ou esclarecimento e não sabe como fazer? Fale com a secretária de redação.

mercial co

atendimento ao assinante Quer assinar a VIEW? Já é assinante e tem alguma dúvida? Ligue para a nossa Central de atendimento no 11 3971 4372.

al rci

fale com a

1/3

Fonte: o estudo 2015 Digital eye strain realizado pelo The Vision Council, a entidade número um de óptica nos Estados Unidos.


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora

Marcolin lança Emilio Pucci em Paris A luxuosa sede da embaixada italiana em Paris foi o palco da noite para lá de especial que marcou o lançamento da primeira coleção de óculos da grife Emilio Pucci criada e produzida pela Marcolin, após a assinatura do contrato de licenciamento em junho.

O embaixador da Itália, Giandomenico Magliano, recebeu fashionistas e membros da aristocracia europeia para coquetel e jantar em 26 de janeiro, durante a semana de moda de alta costura da capital francesa, que ocorreu entre os dias 25 e 29. A herdeira da Pucci e diretora de imagem da grife, Laudomia Pucci, entre Giovanni Zoppas e Maurizio Marcolin (Marcolin) Ao centro, Peter Dundas com as top models Anna Ewers, Daria Strokous, Natasha Poly, Izabel Goulart e Poppy Delevingne

O diretor criativo da Pucci, Peter Dundas, e Maurizio Marcolin (Marcolin)

A atriz e aristocrata francesa Clotilde Courau A modelo e atriz francesa Marie-Ange Casta

A editora da Vogue Japão, Anna Dello Russo, e Laudomia Pucci

A top jornalista de moda Suzy Menkes, editora internacional da Vogue online

10

VIEW 146

fevereiro:2015

O joalheiro francês Jean-Thierry Besins, a top Poppy Delevingne e o estilista Peter Dundas

www.revistaview.com.br


Laudomia Pucci com os jornalistas Tim Blanks e Nicole Phelps do site Style.com

O editor da Harper’s Bazaar Estados Unidos, Derek Blasberg, e o editor da revista norteamericana W, Stefano Tonchi

O embaixador italiano Giandomenico Magliano e sua mulher Giada

As tops Anna Ewers e Natasha Poly

A aristocrata italiana e rosto da Salvatore Ferragamo, Melusine Ruspoli

www.revistaview.com.br

Laudomia Pucci e o presidente da LVMH, Pierre-Yves Roussel

A socialite e fundadora do site Moda Operandi, a norte-americana Lauren Santo Domingo, com Peter Dundas

Divulgação

A figurinista e stylist suíça Fiona Scarry

fevereiro:2015 VIEW 146

11


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora A GO reuniu cerca de 70 pessoas em sua primeira convenção de 2015

GO em convenção Com o título Convenção Sinfonia, a GO realizou em 23 e 24 de janeiro sua primeira convenção de vendas de 2015 no hotel Rancho Silvestre no município de Embu das Artes, Grande São Paulo, com a presença de cerca de 70 pessoas, entre membros da direção e da equipe de vendas. Um dos destaques foi a palestra de motivação do ex-capitão do carioca Batalhão de operações especiais (Bope), Paulo Storani.

A diretora executiva da GO, Joyci Lin, saúda os convidados

A palestra motivacional do ex-capitão do Bope, Paulo Storani

A nova loja da Foernges

Mariana e Salete Foernges com Fernanda Mentz

A família Foernges na noite de abertura da sétima loja da rede

12

VIEW 146

fevereiro:2015

Divulgação

Nabor Goulart

Em 12 de dezembro, a rede gaúcha Foernges inaugurou sua sétima loja, sediada no Barra Shopping Sul, Porto Alegre. O novo ponto de venda tem 58 metros quadrados e é dotado de um espaço chamado “Gallery” (do inglês, “Galeria”), que remete a uma galeria de arte e expõe os produtos das top grifes com direito a atendimento personalizado.


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Luxottica

Em janeiro, a corporação italiana liberou seus resultados financeiros referentes ao ano fiscal de 2014. Além disso, também formalizou os executivos Adil Mehboob-Khan e Massimo Vian como co-CEOs (do inglês, "Chief Executive Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo) - o primeiro, responsável por mercados e o segundo, produto e operações -, conforme a VIEW 144 já havia informado aqui em A óptica no mundo. A contratação do londrino Mehboob-Khan, executivo veterano da Procter & Gamble, e a promoção de Vian (o executivo era COO - do inglês, “Chief Operating Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo de operações) concluem o processo de reestruturação da liderança da Luxottica, deflagrado com a saída em 1º de setembro do então CEO Andrea Guerra, após dez anos de uma bem-sucedida gestão. A empresa fechou 2014 com crescimento de 5,3% nas vendas líquidas, alcançando € 7,6 bilhões diante dos € 7,3 bilhões de 2013. Tanto as divisões de atacado e varejo contribuíram para os resultados, respectivamente, com evolução de 6,8% e 4,3%. Da mesma forma que as marcas licenciadas e as próprias também tiveram desempenho positivo, especialmente a Ray-Ban (marca própria), que contabilizou mais um ano com crescimento de dois dígitos. Na divisão de varejo, o total de vendas na América do Norte avançou 3,3% comparado com o ano anterior. A LensCrafters confirmou uma melhora progressiva nas vendas, com aumento de 1,8%. Já a Sunglass Hut relatou um aumento de 7,4% nas vendas.

Vision-X Premiação em Dubai A edição 2014 da Vision-X, a feira óptica que ocorreu de 25 a 27 de novembro no país que integra os Emirados Árabes, contou com a primeira edição do prêmio Vision-X VP Awards, que laureou produtos ópticos de várias categorias, entre eles a facetadora LE-700 da Nidek (melhor valor agregado para o varejo), o equipamento Mr Blue da Essilor (melhor valor agregado para os laboratórios), Freshlook Colorblends da Alcon (lentes de contato coloridas mais populares), 1-Day Acuvue Moist da Johnson & Johnson (lentes de contato mais populares), Transitions Signature VII da Essilor (lentes oftálmicas de visão simples mais populares) e Varilux S Series da Essilor (lentes progressivas mais populares). O prêmio especial do júri ficou com os óculos solares modelo Sugar Beach 421-02 da Maui Jim. Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

14

VIEW 146

fevereiro:2015

GHM

Resultados financeiros

Opti’15 Sucesso em Munique Realizada de 9 a 11 de janeiro, a feira de Munique, cujo título é “Opti’15”, contou com 525 expositores e recebeu 25.850 visitantes, cuja maioria esmagadora (88,3%) veio dos 27 países da União Europeia. Estima-se que foram movimentados € 178 milhões no evento que é organizado pela GHM Gesellschaft fur Handwekmessen mbH. Em um infográfico bem-humorado, a organização revelou alguns números e fatos do evento: visitantes de 86 países, 1.423 marcas e grifes exibidas pelos expositores, 763 selfies (do inglês, “autorretrato”, termo que define foto que alguém tira de si mesmo, em geral com smartphone ou webcam, e posta em redes sociais) diante do painel de street art (do inglês, “arte de rua”), 3.812 passageiros no ônibus que fez o trajeto entre o pavilhão e o aeroporto, 1.116 pretzels e 1.586 cafés consumidos, 14.701 metros quadrados de carpete (o que equivale a dois campos de futebol), 48,7 quilômetros caminhados pelo assessor de imprensa da feira, consumo de 57.822 kilowatts-hora, uso de 436 tomadas, o aplicativo da feira para smartphones foi baixado 10.233 vezes, os vídeos no canal do youtube foram acessados 13.869 vezes, consumo de 64.2 gigabytes no wi-fi e, para completar, a música mais tocada nos estandes foi Aber bitte mit Sahne do cantor suíço-austríaco Udo Jürgens, uma espécie de Roberto Carlos de língua alemã. Já estão confirmadas as datas do evento para os próximos três anos: 2016, de 15 a 17 de janeiro; 2017, de 27 a 29 de janeiro e 2018, de 12 a 14 de janeiro. www.revistaview.com.br


hall of

gente famosa e seus óculos

Frames

Celebridades que desfilam seus óculos diante dos flashes Fotos J. Egberto

Longe da telinha, Paulo Betti, o Téo Pereira da global Império, opta por um look superdiscreto com a armação flutuante

A atriz Jacqueline Laurence segue a tendência dos redondos grandões

Óculos realçam a beleza até dos mais belos, como o ator Rodrigo Santoro, que mandou bem na armação de acetato preta

O autor de novelas Manoel Carlos emoldura seu rosto com um solar de armação tartaruga e lentes dégradés

16

VIEW 146

fevereiro:2015


Jô Soares se saiu bem na escolha de seus óculos redondinhos dotados de um estiloso clip-on

O ator e comediante Luís Lobianco, um dos astros do Porta dos Fundos, emoldura bem seu rosto com um Absurda Calixtin

A atriz Nívea Stelmann deixa claro que gosta de óculos exuberantes com este modelo de acetato preto e pequenos detalhes no frontal

A atriz Patrícia Pilar segue o espírito casual e escolhe solares no estilo Wayfarer para dar o toque final a seu visual

www.revistaview.com.br

Mulher de bom gosto, a atriz Dira Paes sempre surge com óculos interessantes

fevereiro:2015

VIEW 146

17


tecnologia com Eric Gozlan

eric gozlan

espaço do eric

O orçamento o óptico francês está estabelecido em Curitiba com a óptica Eric Gozlan Lunettes

confuso

Dollarphoto

Sabe aqueles orçamentos de óptica bem “obscuros” que só servem para confundir em vez de esclarecer? Sobre isso, o colunista Eric Gozlan tem algo a lhe dizer: orçamentos desse gênero são perfeitos para perder consumidores que podiam se tornar clientes de sua loja e um prato cheio para ópticas concorrentes que trabalham de forma competente, transparente e que priorizam a boa comunicação.

18

VIEW 146

fevereiro

[parte 1]

O orçamento para óculos ou lentes novas não é apenas um pedaço de papel com alguns números e palavras escritos. Pelo contrário: o orçamento reflete a imagem da sua óptica. Um orçamento confuso transmite a imagem de uma loja desorganizada, complicada. Já um orçamento claro demonstrará a seriedade e a competência da óptica. Quando um orçamento desses com letras ilegíveis, códigos do próprio sistema, preços não condizentes, produtos que não existem (quer dizer, com nomes ou códigos que servem apenas para a comunicação interna da loja) e referências mascaradas chega às minhas mãos, fico muito feliz! Ainda mais quando está anotado no verso de um cartão de visita minúsculo ou simplesmente em um pedaço de papel de rascunho.

Obrigado concorrente por me mandar um cliente de graça! Orçamento confuso reflete a imagem de uma loja confusa e, com esse tipo de orçamento, terei um prato cheio de argumentos a favor da minha óptica. Referências que não existem, essa loja não pode ser séria. Preços muito diferentes das tabelas sugeridas pelos fabricantes ou das outras ópticas – e, geralmente, menores -, certamente a loja quer vender gato por lebre. Anotações ilegíveis deixam o cliente em dúvida e, quando ele vier a minha óptica, vou aproveitar para explicar tudo do começo e “desfocar” esse orçamento complicado. Referências mascaradas de produtos: será que essa óptica esconde serviços ruins ou outros piores? Quanto mais seu orçamento for obscuro para o cliente, mais em dúvida ele ficará. Sinto muito lhe dizer, mas tudo está a meu favor para transformar esse consumidor em um cliente meu. Na próxima edição, continuaremos a conversar sobre o assunto. Até lá. positivo, operante! Quer conversar sobre esses e outros assuntos técnicos com Eric Gozlan? Faça contato espacodoeric@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001


Optics é fundada 1955 AnosYounger EUA. Seu primeiro produto foi o Bifocal sem divisão (SeamlessTM)

1967

Desenvolve as lentes de resina plástica

ganha o primeiro 1987 Younger Prêmio OLA de Excelência*

1990

Younger torna-se parceira da Transitions Optical e alcança o terceiro lugar em número de vendas de lentes Transitions no Mundo

1995

Nupolar® é introduzida e torna-se a lente polarizada de prescrição mais confiável no mundo e com maior participação de mercado

1996

Image® é introduzida gerando um equilíbrio perfeito entre campos de visão para longe, intermediário e perto

abre operações no 2001 Younger Pacífico atendendo Ásia e Austrália

Younger co-desenvolve e 2002 Aintroduz as lentes Trilogy ®

feitas do material Trivex da empresa PPG ®

abre operações na 2003 Younger República Tcheca, atendendo toda a Europa

2006

É introduzida Drivewear®, a primeira lente projetada especialmente para atender os desafios visuais relacionados ao estilo de vida e a tarefa de dirigir

faz parceria com a 2010 Younger IOT na Espanha, uma empresa independente de design de lentes

abre operações no 2012 Younger Brasil empenho para 2013 Contínuo sempre ser considerada A

Empresa Mais Fácil de se Fazer Negócios

comemora 2015 A60Younger anos de fundação

*A Younger Optics é a maior ganhadora do Prêmio Ola de Excelência do mercado óptico, com 24 troféus.

YOUNGER OPTICS DO BRASIL COMERCIAL DE LENTES LTDA Rua Alfredo Achcar, 970 – Prédio 10 – Bairro Nova Vinhedo | Vinhedo – SP – CEP 13280-000 Fone: 0800 942 5700/ 19 3517 5700 | www.youngeroptics.com.br E-mail: pedidos@youngeroptics.com.br | sac@youngeroptics.com.br | Facebook: Younger Optics Brasil NuPolar, Imagem, Trilogy, e Drivewear são marcas registradas; Seamless é uma marca comercial da Younger Mfg. Co.; Trivex é uma marca registrada da PPG Industries Ohio, Inc.


Uma empresa Norte Americana presente no Brasil desde 2012

60 ANOS

O maior portfolio de materiais e tratamentos do mercado


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

Em foco, a

criação de valor

Menos vantagem competitiva e mais criação de valor. Dessa forma, a professora do Provar, Maria Angélica Lencione Pedreti, define o teor deste artigo, defendendo a importância de a empresa sempre surpreender o mercado, apresentando novas propostas de valor, mas mantendo sua competência essencial.

Artigo Maria Angélica Lencione Pedreti Imagens Divulgação

Segundo o autor norte-americano Tom Copeland, não basta administrar a empresa da melhor forma possível: o gestor deve surpreender o mercado, entregando um resultado maior do que aquele esperado pelos analistas, se deseja ver o valor de sua companhia aumentar: essa é a Teoria de administração baseada nas expectativas. Também não é mais suficiente explorar as vantagens competitivas que, a propósito, não são eternas, uma vez que podem ser imitadas: antes disso, é necessário desenvolver uma competência essencial que, embora conhecida pelos concorrentes e valorizada pelos consumidores, seja difícil de ser imitada e ainda proporcione à empresa o acesso a uma variedade de mercados. Um bom exemplo, sempre muito citado, é o Walmart, que sempre administrou sua rede regional de hipermercados em cidades pequenas, com foco em resultados, redução de custos, aumento do giro de produtos de seu imenso, mas muito bem administrado estoque, contando com uma invejável capacidade de administrar com base da informação - estoques e giro de cada produto de sua carteira, em cada loja, em cada local do mundo! Mas como tudo isso já é conhecido (e esperado), já está precificado pelo mercado, que o admira, mas não se surpreende. E, por conta disso, o preço de suas ações não disparou nos últimos 12 anos.

çamentos é reinvestido nos próximos, alavancando a empresa. Imagine que a vantagem competitiva dessa companhia estivesse na localização de suas lojas. Logo, as melhores localizações se esgotariam e a empresa precisaria buscar novos espaços. O problema é que os novos espaços podem não estar alinhados aos demais elementos da estratégia da companhia porque são caros demais, consumindo as margens, ou porque não combinem com o público-alvo etc. Para crescer, a empresa acaba adaptando sua tese de investimento para a situação existente, para os espaços disponíveis. E é nesse momento em que pode matar sua própria estratégia, distanciando-se tanto de sua proposta inicial (que a ajudou a chegar onde está), que perde a identidade e talvez até a consciência de sua competência essencial. No caso da hipotética rede varejista, a competência essencial seria a combinação muito bem equilibrada de localização, produtos, equipe comercial e assim por diante. Cada elemento contribuindo para a criação de valor. Quando um dos elementos tiver de ser adaptado à nova realidade, a combinação ainda deve estar em sintonia, caso contrário, a estratégia desmorona. O desafio de um líder não é obter ou sustentar uma vantagem competitiva, mas crescer e se reinventar: ele deve ter visão de como mudar, mantendo o melhor de sua essência e quais as combinações estratégicas disponíveis para seu crescimento que de fato o ajudarão nessa tarefa. A falta dessa visão é que explica, muitas vezes, a dificuldade de gestão da geração dos sucessores do empreendedor que iniciou o negócio: sem compreender os relacionamentos entre os componentes estratégicos organizados pelo fundador, promovem uma grande mudança em prol do crescimento e arriscam perder a competência essencial.

Proposta de valor - A empresa precisa mostrar ao investidor que descobriu uma nova proposta de valor, já que sustentar o retorno financeiro de sempre, fazendo sempre a mesma coisa, não vai deixar o investidor mais rico. Esse é o valor de uma estratégia de crescimento baseada em aquisições: compra-se uma empresa mal administrada e é mais fácil enxergar o que está errado e consertar em vez de enxergar o que pode ser melhorado, além daquilo que já está ótimo em uma companhia bem gerida, como o Walmart. Mesmo bem administrada, porém, a necessidade de crescimento pode, além de trazer oportunidades, confundir a tese de investimento inicial, ganhadora. Assim, por exemplo, uma empresa pequena que encontra sua Teoria de Investimento, que é vender produtos básicos para a saúde e o bem-estar das pessoas. Com pouco capital, o negócio inicia pequeno e cada centavo dos primeiros lan22

VIEW 146

fevereiro:2015

Os tropeços e o sucesso da Disney - Vale usar o caso da Disney como exemplo: em 1957, Walt Disney desenhou o diagrama de valor da companhia, que apresenta uma série de investimentos da área de entretenimento ou ligados a ela (livros, histórias em quadrinhos, músicas, tevê revistas, parques temáticos, hotéis, brinquedos licenciados etc.) ao redor de um núcleo de produções cinematográficas para a família. O mapa mostra, ainda, uma densa rede de sinergias entre os diversos investimentos, um suportando e reforçando a capacidade de geração de caixa do outro. Por exemplo, histórias em quadrinhos promovem filmes, que também são promovidos por parques temáticos, ao mesmo tempo em que promovem as canções, os personagens e os brinquedos licenciados e por aí vai. Com a morte de Walt Disney, os líderes da empresa prosseguiram www.revistaview.com.br


a estratégia rumo ao crescimento, porém, não perceberam o ponto que a diferenciava da concorrência: entretenimento para a família. Continuaram promovendo filmes, mas nem sempre para uma família assistir unida (às vezes para o filho de três anos, às vezes para a filha de dez, por exemplo). Assim, a empresa foi perdendo sua essência, a bilheteria dos filmes começou a cair, o parque temático foi perdendo as margens e os produtos licenciados perdendo a atratividade. Até que, em meados da década de 70, a Disney já não era mais o que seu fundador havia idealizado e a marca já não valia mais o que um dia fora. Até que, em 1984, a direção da empresa foi surpreendida por uma tentativa de aquisição hostil de um grupo de investidores que tencionava comprar o império e vender seus ativos separadamente. Quando o mercado encontra mais valor em uma empresa desmantelada em vez do conjunto, essa é prova de que não enxerga as sinergias existentes e de que essa estratégia não se sustentará muito mais dessa forma. Como reação, a direção da companhia contratou o executivo Michael Eisner para provar que o dano poderia ser revertido e que a empresa merecia continuar funcionando em toda sua integridade. Eisner resgatou as origens do mapa estratégico de Walt Disney e redirecionou os investimentos aos filmes para toda a família, gerando uma nova onda de princesas, aventuras antenadas com a época, o respeito à natureza, o politicamente correto, mas ainda contando com a imaginação das crianças. Seguiram-se sucessos como A pequena sereia, O rei leão, A bela e a fera, A princesa e o sapo e a bilheteria voltou a subir, da mesma forma que o interesse no licenciamento de personagens e as margens dos parques temáticos, fazendo o valor da companhia subir de US$ 1,9 bilhão em 1984 para US$ 28 bilhões em 1994. Assim, entende-se que uma empresa não é ruim, mas está ruim e isso pode ser revertido. Normalmente, a solução está em voltar ao ponto em que a estratégia foi criada, em que o mapa foi desenhado e entender como a empresa se desviou do caminho. No caso da Disney, a direção não percebeu que adaptar o tipo de filme ou focar em um integrante da família seria descaracterizar a estratégia da empresa, que envolvia a união da família. Ter a humildade de assumir que as coisas saíram do rumo e buscar o motivo é o melhor recomeço. Mas mesmo depois de identificar sua competência essencial (entretenimento para toda a família), nem sempre a Disney optou pelo investimento certo. Isso porque, às vezes, é difícil saber se a empresa está sendo adaptada e modernizada de fato ou se está mudando algo importante o suficiente para descaracterizá-la.

Competência essencial - Foi assim que a Disney, desde a década de 90, investiu em musicais da Broadway, reforçando sua tese de investimento, mas também aplicou em compras de emissoras de tevê locais, times de baseball, que, mais tarde, mostraram que não refletiam a lógica inicial (não eram adaptações, portanto, mas mudanças da essência). A empresa chegou até a perder a liderança em animação, incapaz de acompanhar as tendências tecnológicas (teria o investimento em tecnologia sido feito tardiamente?) e viu seus melhores profissionais migrarem para a Pixar. Mais uma vez, cor-

rigiu o curso e reassumiu seu posto, com a compra dessa própria empresa, anos depois. As aquisições recém-anunciadas (LucasFilm e Marvel) ainda não mostraram se reforçam ou afastam a essência. Estaria a Disney adaptando seu tradicional mundo de conto de fadas, ampliando-o, admitindo a entrada de heróis e guerreiros de galáxias distantes? Se a resposta for sim, essa experiência criará valor em breve.

Três visões estratégicas - Para saber se uma teoria empresarial realmente cria valor e garante à alta administração uma visão melhor do futuro, o especialista em estratégia corporativa, o norte-americano Todd Zenger, propõe a combinação de três visões estratégicas: a antevisão, a visão interna e a visão externa. A antevisão articula as expectativas sobre a evolução de um setor, as preferências do consumidor, o desenvolvimento tecnológico e até ações de concorrentes. E sugere que aquisições, investimentos e estratégias serão importantes no futuro. É o que o professor da norte-americana Harvard Business School, Michael Porter, chamou de “estratégia de fora para dentro”. A visão interna reflete a compreensão sobre quais ativos da empresa são valiosos para a sua estratégia, se provêm acesso a diferentes mercados e são difíceis de serem imitados, ou seja, é o conhecimento de sua competência essencial. No caso da Disney, ela criou personagens únicos, valiosos ao público-alvo em diferentes países e idades e atemporais! Finalmente, a visão externa identifica os ativos que complementam a competência essencial da companhia e que apenas ela teria condições de coordenar junto aos seus ativos já existentes. Para ter a visão externa, a empresa precisa conhecer seus pontos fortes, isto é, sua visão interna e ainda conhecer o futuro, a antevisão. Assim, vale começar a planejar agora a estratégia para os próximos anos: o que você antevê para o seu mercado? Como sua óptica está se preparando para a chegada do futuro? Que competências já tem e quais precisa obter? A mesma análise se aplica à vida das pessoas: que oportunidades você enxerga no mercado? Que competências o valorizam, o fazem diferente em relação aos demais e o permitem acessar diversos universos? Como você está se preparando para aproveitar as oportunidades do futuro? Mestre em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas São Paulo (Eaesp) da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo (FGV-SP), Maria Angélica Lencione Pedreti é professora na Fundação Instituto de Administração (Fia). positivo, operante! Quer conversar mais com a professora Maria Angélica Lencione Pedreti sobre criação de valor? revistaview@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001


mondo fashion

a tradução do universo fashion

Assim como Christian Dior redefiniu a silhueta feminina após o final da Segunda Guerra modelo Dior Homme Soft Black 182S

Mundial, Hedi Slimane e Kris Van Assche responsáveis pela divisão masculina da maison Dior - também transformaram o ideal

Dior Hom de estilo e beleza masculina no século 21.

Texto Graziela Canella

Concepção Andrea Tavares

A vez dos monsieurs

Em 1947, Christian Dior revolucionou a história da moda em Paris com o new look (em inglês, algo como “novo visual”), estilo que simbolizou o resgate da feminilidade em pleno pós-guerra e definiu a elegância dos anos 50, com silhuetas de ampulheta e saias amplas. Sua influência cultural e estética foi tão impactante no guarda-roupa feminino que certamente o mestre da alta costura não poderia imaginar, na época, que um dia seu nome seria vinculado a uma marca de moda masculina - ou melhor, a mais influente grife de moda masculina do século 21, de acordo com o jornal britânico Telegraph. Tudo começou quase dez anos após a morte do fundador da maison, em 1966, com o lançamento de um perfume masculino - a clássica colônia cítrica Eau Sauvage, que marcou o momento em que homens passaram a consumir o nome Dior. O próximo passo foi o lançamento de uma linha de roupas chamada “Dior Monsieur”, em 1970. Nas duas décadas seguintes, a linha fez sucesso entre celebridades como Brad Pitt, Mick Jagger, David Beckham e Kanye West. A Dior Homme, marca que hoje representa a divisão masculina da Dior, foi lançada em 2000.

24

VIEW 146

fevereiro:2015

Eau Sauvage: a primeira fragrância masculina da maison Dior

Túnel do tempo: armação de receituário vintage da linha Dior Monsieur Ar de ficção científica: campanha de 2013 inspirada no filme norteamericano Gattaca, de 1997, dirigido pelo australiano Andrew Niccol


Pronúncia

me

louiseparis

“Di-ÓR Ô-mm”. A primeira palavra (“Dior”) não requer muito malabarismo, basta apenas lembrar da ênfase na última sílaba. Já “Homme” soa estranha aos ouvidos, por conta do jeito francês de falar a palavra “homem”, em que a segunda sílaba (“-mme”) ignora o “e” na fala e o “m” ganha destaque, com escrita e pronúncia duplas.

2011: campanha perfume Dior Homme Intense com o astro britânico Jude Law

New look versão Hedi Slimane

2011: campanha fotografada por Karl Lagerfeld

Minimalismo: coleção de Slimane para o inverno 2005

Na ocasião em que a Dior Homme foi lançada, o estilista apontado para o cargo de diretor criativo foi o francês Hedi Slimane, então com apenas 22 anos. Responsável por criar e estabelecer mundialmente o estilo marcante pelo qual a marca é conhecida hoje, Slimane permaneceu na posição até 2007 e revolucionou a silhueta masculina assim como Christian Dior fez com a feminina. Atual diretor artístico da Saint Laurent Paris, Slimane incorporou à Dior Homme a sua visão vanguardista de alfaiataria e seu universo rock’n’roll em um novo estilo de moda masculina, refinado e ao mesmo tempo audacioso, composto por ternos e camisas super ajustados, gravatas finas, lapelas estreitas, casacos levemente acinturados e bolsas funcionais de couro. O minimalismo é palavra de ordem desde sempre e o estilo construído pelo jovem parisiense passa longe de excentricidades, estampas e profusão de cores. As campanhas contam com rostos para lá de conhecidos, como os atores Jude Law e Robert Pattinson, sem contar a colaboração do fashion designer Karl Lagerfeld como fotógrafo de campanha em várias temporadas.

Hedi Slimane: o revolucionário da moda masculina

2013: o ator inglês Robert Pattinson rosto da Dior Homme

fevereiro:2015

VIEW 146

25


mondo fashion

a tradução do universo fashion

Brandon Flowers: o vocalista da banda The Killers é um dos muitos adeptos do estilo Dior Homme

Dieta e rock’n’roll Não foi somente o guarda-roupa masculino que sofreu enorme influência de Hedi Slimane e da Dior Homme. Ao passo que suas calças justíssimas se tornaram ícones de estilo, os homens passaram a fazer esforço para vesti-las. O estilista alemão Karl Lagerfeld, nome à frente da Chanel, Fendi e de uma marca que leva seu nome, foi talvez o mais empenhado na transformação eliminou 42 quilos, com a alegação de que queria poder usar Dior Homme. “De repente, eu queria vestir as roupas criadas por Hedi Slimane”, desabafou no livro de dietas que lançou logo após concluir o objetivo. “Minha única ambição na vida é caber em um jeans tamanho 28”, chegou a dizer, cobiçando calças Dior Homme em tamanho equivalente ao 38 no Brasil. A banda norte-americana Green Day também precisou apelar para uma dieta antes de sair em turnê com figurino assinado pelo designer francês. Aliás, o visual criado pela Dior Homme aos poucos se estabeleceu como uma espécie de uniforme das novas bandas de rock da última década - a alfaiataria justinha virou a calça de couro do século 21. Bandas como The Libertines, The Killers e Kings of Leon tornaram célebre o novo look masculino. Cobiça pelo tamanho 28: Karl Lagerfeld, entusiasta dos jeans justíssimos da Dior Homme, fez uma dieta radical para caber nas calças criadas por Hedi Slimane

2010: inspiração rock’n’roll na passarela de Paris

www: Dior Homme virtual

Hypebeast

www.dior.com/couture/en_int/mens-fashion www.instagram.com/dior www.facebook.com/Dior www.twitter.com/DIOR www.dior.tumblr.com

Verão de 2008: campanha da primeira coleção solo de Van Assche

Passarela oriental: a grife fez seu primeiro desfile na China, no Museu da Academia de Belas Artes, em Pequim, onde apresentou sua coleção de outono - inverno 2013

26

VIEW 146

fevereiro:2015

Ascensão belga

Made in Bélgica: Kris Van Assche, o sucessor de Hedi Slimane

Com a saída de Hedi Slimane, em 2007, a direção artística ficou a cargo de seu assistente, o estilista belga Kris Van Assche - um dos vários nomes que se destacou na nova geração de designers de moda nascida na Bélgica, da qual faz parte também o atual diretor criativo das coleções femininas da Christian Dior, Raf Simmons. Braço direito de Slimane desde que chegou a Paris, em 1998, quando trabalharam na equipe de moda masculina da Yves Saint Laurent Rive Gauche, Van Assche foi capaz de impor uma pitada de identidade própria, mas sem tentar reinventar o estilo criado por seu antecessor. O minimalismo permanece, mas agora com tons e silhuetas mais suaves, um pouco mais atléticas. Desde sua coleção de estreia, para a primavera de 2008, Van Assche passou a sugerir roupas um pouco mais soltas, a partir de uma visão mais realista da necessidade de conforto. “A ideia é acrescentar movimento sem perder a elegância”, explicou. No ano seguinte, no auge da tendência boyfriend (do inglês, “namorado”, moda de roupas mais largas e com estilo unissex), Van Assche lançou uma linha de jeans em tamanhos pequenos, intitulada “Petite Taille” (do francês, “tamanho pequeno”), atraindo pela primeira vez o público feminino para o universo Dior Homme.


Em ambientes internos, são lentes comuns. Em ambientes externos, são fora do comum.

MELHORE A VISÃO DOS SEUS CLIENTES. As lentes adaptáveis Transitions® Signature™ VII com a tecnologia Chromea7™ proporcionam uma experiência superior ao usuário. Elas são mais reativas à luz indireta do sol e se tornam ainda mais escuras em altas temperaturas. As lentes Transitions® Signature™ VII proporcionam excelente desempenho em ambientes externos e oferecem a total transparência que seus clientes desejam em ambientes internos. Permita que esta tecnologia inovadora ajude seus clientes a Ver o Melhor da Vida. Saiba mais em Transitions.com.br

Baixe o leitor de QR Code, faça a leitura do código e Veja o Melhor da Vida.

/TransitionsBrasil @Transitions_BR

LENTES TRANSITIONS®. VEJA O MELHOR DA VIDA.

Transitions_BR

Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions Signature e Chromea7 são marcas da Transitions Optical, Inc.©2015. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes. Fotos meramente ilustrativas.


a tradução do universo fashion

A marca no mundo Assim como a Christian Dior, também a Dior Homme pertence ao conglomerado francês de marcas de luxo e moda LVMH, do empresário Bernard Arnault. O grupo Dior tem mais de 235 lojas ao redor do mundo, faturamento anual estimado em € 4,8 bilhões e a divisão masculina representa cerca de 20% dos negócios, com crescimento anual aproximado de 8%. No Brasil, o grupo conta apenas com uma loja Christian Dior, em São Paulo, sem lojas exclusivas Dior Homme - que estão presentes em todos os continentes, com ênfase na Europa e na Ásia. O mix de produtos da divisão masculina inclui roupas, calçados, bolsas, malas, gravatas, echarpes, cintos, abotoaduras, joias, relojoaria, acessórios de couro e óculos, além de fragrâncias e uma linha completa de tratamento para a pele, desenvolvida em parceria com a escola de medicina da universidade norte-americana de Harvard. O logotipo da Dior Homme é uma abelha, geralmente aplicada no lado direito superior das camisas polo ou no lado esquerdo inferior de tricôs e camisetas de algodão.

Abelha: nas camisetas de algodão, o símbolo da Dior Homme é aplicado na porção esquerda inferior das peças

Ícones :: :: :: :: :: ::

Logotipo de abelha Ternos com calças super justas e lapelas estreitas Jeans de excelente caimento Minimalismo Inspiração rocker Cartela de tons sóbrios como preto, cinza, azul e marrom

modelo Dior Homme Soft Black 189S

modelo Dior Homme Soft Black 186 modelo Made in Japan 2.0S A

Visão Homme

modelo Made in Japan 2.0S D

Produzidas e distribuídas pela Safilo, a coleção de armações de receituário e óculos solares com a etiqueta Dior Homme capta a essência do estilo que transformou o guarda-roupa masculino na virada do século. Combinações sofisticadas de materiais e toques de design contemporâneo compõem linhas enxutas, minimalistas e elegantes. Entre os destaques da temporada estão peças nas cores azul e vinho, que também foram vistas em roupas e acessórios da marca, além de armações transparentes. Outro destaque é a coleção-cápsula Made in Japan, produzida em ateliês japoneses com alta tecnologia, combinando placas finíssimas de acetato com metal ultraleve. modelo Made in Japan 2.0 C

28

VIEW 146

fevereiro:2015

www.revistaview.com.br28


É POR ISSO

que a Alcon oferece uma linha completa de lentes de contato e soluções ®

TECN O LO GIA EXCLUSIVA DE SUPERFÍCIE DE PLASMA 1

EXCLUSIVA HYDRAGLYDE MATRIZ UMI DIFICANTE

®

2

Benefícios na combinação de duas tecnologias avançadas.

1-2

NOVA embalagem

O oftalmologista é o profissional indicado para cuidar da sua visão. Consulte-o regularmente. Referências: 1. Nash W, Gabriel M, Mowrey-McKee M. A comparison of various silicone hydrogel lenses; lipid and protein deposition as a result of daily wear. Optom Vis Sci. 2010;87:E-abstract 105110. 2. Davis J, Ketelson HA, Shows A, Meadows DL. A lens care solution designed for wetting silicone hydrogel materials. ARVO Meeting Abstracts April 11, 2010 51:3417; Dados em arquivo, Alcon ®

Registros ANVISA: AIR OPTIX AQUA nº 80153480058, AIR OPTIX NIGHT & DAY AQUA nº 80153480063, AIR OPTIX for Astigmatism nº 80153480057, AIR OPTIX AQUA Multifocal nº 80153480064, O Optix™ nº 80153480050, FRESHLOOK Colorblends nº 10006850027, DAILIES AquaComfort Plus nº 80153480059 e OPTI-FREE PURE MOIST* nº 80153480094. ®

®

®

®

®

2

®

*Marca de Novartis

®

©2014 Novartis AP3-823-VC-NOV/14

®

®

®


vitrine

modelo DG4247B 5018G

Dolce & Gabbana 0800 7039444 A coleção Enchanted Beauties (do inglês, “belezas encantadas”), que levou um jardim digno de conto de fadas à passarela de Milão, no ano passado, agora inspira o lançamento de uma edição limitada de óculos. A elegância siciliana da Dolce & Gabbana se traduz nos modelos clássicos, enquanto o universo selvagem da temporada ganha vida em estampas animais, cores vivas e sofisticadas flores de cristais Swarovski aplicadas à mão.

modelo DG3212 2859

modelo DG4233 287013

Filosofia Um dos ícones da moda italiana, elegante e exuberante, a marca foi fundada por Domenico Dolce e Stefano Gabbana, em 1985. Inspirada pela Sicília, a dupla criou uma estética rústica e tradicional, mas carregada de sex appeal. As coleções de óculos são distribuídas pela Luxottica.

Desfile O elogiado desfile da coleção, feita para o atual inverno no hemisfério norte, marca um retorno às raízes da dupla de estilistas, que resgata sua inspiração original na estética siciliana. A ideia partiu de um conto de fadas, com ilustrações delicadas de plantas, flores e animais aplicadas sobre um cenário de fantasia nas roupas.

modelo DG4234 28842L

Divulgação

modelo DG4243 28908G

modelo DG2144 02F9

modelo DG3218 2887

modelo DG2143 026G 30

VIEW 146

fevereiro:2015


vitrine

o que há de novo no mercado

modelo AH9198-A01

Ana Hickmann 0800 8889029 A marca apresenta uma nova edição da consagrada linha Duo Fashion, composta por modelos de receituário e solares que se transformam com um simples giro das hastes tecnologia patenteada pela GO. Nesta temporada, as peças têm design minimalista, com hastes que variam da aplicação de brilho em um dos lados com cristal de lapidação lisa no outro.

modelo AH1277-04B

Filosofia modelo AH1282-06B

Evoke

11 3034 3690

Uma das marcas mais conhecidas da indústria nacional é assinada pela ex-modelo e apresentadora gaúcha Ana Hickmann, com distribuição da GO Eyewear desde 2002. Suas coleções têm design contemporâneo, materiais de qualidade e a combinação de soluções de alta tecnologia com toque artesanal.

modelo Thunder 4354980302012

Thunder (do inglês, “trovão”) é o novo modelo da Evoke, que tem inspiração nos anos 80, dotado de linhas clássicas e transgressoras, além de estilo urbano, versátil e cheio de atitude.

A marca criada pelos irmãos Demian e Fabiano Moraru combina tradição familiar e qualidade na matéria-prima com design que agrada em cheio ao público conectado com os universos da moda, da arte, da música e do design. Foi uma das pioneiras na aposta em parcerias criativas com nomes conhecidos nessas áreas. Desde o final de janeiro, a Evoke integra o portfólio de marcas da GO Eyewear (ver Foco, página 36).

modelo Thunder 4353070301044 32

VIEW 146

fevereiro:2015

modelo Thunder 4354990301012 Divulgação

Filosofia


andrea tavares

um outro olhar

34

VIEW 146

as impressões de Andrea Tavares

editora da view e maníaca por óculos

fevereiro:2015

O desafio de aceitar o novo Alguns dos aspectos muito legais de estar prestes a comemorar 19 anos de óptica é olhar para trás e constatar a evolução do mercado, lembrar-me de fatos que se um dia uma vidente diria que ocorreriam eu talvez fosse capaz de achá-la uma grande charlatã, sem falar na oportunidade de ter feito e continuar fazendo bons amigos e conhecer ótimas histórias. Quando eu aperto o “botãozinho” do túnel do tempo, recordo de como eram as ópticas na época em que comecei: 9,9 entre as dez que conheci tinham dezenas (ou até centenas, dependendo da dimensão da loja) de pares de óculos nas vitrines. E, além das montanhas de armações de receituário e óculos solares, as tendências não ajudavam: a óptica ainda não tinha “casado de papel passado” com a moda, então a ousadia no design era quase nula e o predomínio absoluto do metal como matéria-prima gerava peças muito parecidas. Acetato de cores fortes, lentes dégradés ou espelhadas eram verdadeiros sonhos dourados. O fato é que dá orgulho comparar o passado com o presente das vitrines de óptica. Boa parte delas entendeu que era preciso simplificar e seguir o preceito de que menos é mais na hora de expor os produtos. A evolução foi grande e, em muitos casos, rápida. E não dá para negar que as parcerias com os fabricantes também facilitaram esse aprimoramento, com a assessoria na construção de vitrines, o desenvolvimento de projetos especiais para lançamentos de coleções, o fornecimento de materiais promocionais de qualidade etc. O material promocional era outro capítulo à parte naquela altura. Saía coleção, entrava coleção e lá estava a mesma foto que, de tanto ficar exposta, se desgastava, transmitindo um certo desleixo e pouco atualização do lojista. De uns anos para cá, com a entrada das grifes e a produção de

campanhas duas vezes por ano, esses materiais passaram a ter prazo de validade - vários deles, inclusive, estampam em seu verso uma data de validade. E a premissa é cada vez mais profissionalismo: passou o prazo, troque pelo novo e nada de apego por materiais promocionais vencidos. Essa dinâmica é muito positiva aos olhos do consumidor, que deseja sempre renovar o olhar com novas imagens e informações. Obviamente, há campanhas lindas e outras nem tanto, mas mesmo que você não ame os novos materiais, troque-os. Recomendo que sempre exercite o desapego e renove sua loja. Agora, caso ame muito uma imagem ou outra, reúna-as em uma pasta ou caixa e guarde-as para você. Quando sentir vontade de apreciá-las, sinta-se à vontade e visite seu acervo. E quem sabe um dia você possa até fazer uma vitrine apenas com imagens e peças vintage - desde que estejam em muito bom estado. Grifes e marcas dedicam-se a desenvolver novos materiais a cada estação, seguindo diferentes conceitos diretamente relacionados com as tendências adotadas naquela estação. As grifes de moda e luxo, por exemplo, consultam até profissionais especializados em simbologia para criar suas campanhas – um sol brilhando timidamente no canto da foto está ali para comunicar algo específico. Às vezes, algumas marcas escolhem modelos ousados ou fora do tradicional como rostos de suas campanhas. O que é super louvável, porque elas podem não agradar aos seus olhos, mas podem ser um prato cheio para perfis de consumidores que dificilmente entrariam na sua óptica se a vitrine expusesse apenas imagens mais tradicionais. E não é nada mal conquistar clientes de novas tribos. Aceite o desafio de aceitar o novo. Você e sua óptica só têm a ganhar com isso.

positivo, operante! Quer trocar ideias com Andrea Tavares? umoutrolhar@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 www.revistaview.com.br


VISIONÁRIOS A International Vision Expo é um evento muito aguardado no cenário óptico mundial, recebendo mais de 23 mil visitantes de mais de 90 países. E a tecnologia, levada ao nível da experiência, marca presença em toda a feira. Explore cursos que demonstram como maximizar a tecnologia a fim de obter melhores resultados para os clientes. Usando o seu smartphone ou tablet, você pode interagir com seus colegas em um aprendizado aprimorado com enquetes online, dar sugestões de tópicos ao palestrante e priorizar as informações que acrescentam mais valor. Estenda a experiência de sala de aula para a área de exposições com demonstrações práticas de produtos e inovações recém-lançados. Tenha acesso exclusivo às tecnologias de última geração nos espaços Technology Theater, Medical e Scientific Theater e Vision Monday Eye² Zone, que traz tecnologias vestíveis inéditas.

A International Vision Expo East evoluiu e a moda extraordinária é o foco dessa experiência versão 2015. As áreas Galleria e The Underground foram reconcebidas e redesenhadas para proporcionar uma experiência inigualável para as coleções da alta moda. Esse show dentro do show agora fica localizado no nível 3 da feira com o objetivo de acomodar o crescente número de empresas internacionais participantes. Dentre as atrações especiais, estão o Loft francês e o pavilhão italiano. Trabalhando em parceria com o Conselho de Acessórios, a organização da feira adicionou um novo curso para o varejo a fim de trazer novas perspectivas sobre o trabalho com as marcas, os materiais e as tecnologias que atualmente pautam a moda de óculos em nível mundial.

INTERNATIONAL VISION EXPO 2015

TREINAMENTO: QUINTA, 19 DE MARÇO - DOMINGO, 22 DE MARÇO FEIRA: SEXTA, 20 DE MARÇO - DOMINGO, 22 DE MARÇO JAVITS CENTER | NEW YORK, NY | VisionExpoEast.com | #VisionExpo PROUD SUPPORTER OF:


foco

o espaço da indústria

Novo rosto: o DJ Calvin Harris posa para as campanhas de roupas, relógios e óculos da Emporio Armani

Calvin Harris para Emporio Armani Um dos ícones atuais da música eletrônica, o escocês Calvin Harris é estrela da nova campanha da Emporio Armani, clicada pelo fotógrafo irlandês Boo George, em Los Angeles. Para reforçar ainda mais o vínculo da marca italiana com o universo da música, o DJ foi nomeado embaixador das linhas de roupas, óculos e relógios da grife nesta temporada. “Calvin Harris é um artista jovem e cosmopolita, capaz de movimentar as massas com sua música e energia”, declarou o estilista Giorgio Armani. Já o músico afirmou que a ex-

Na segunda quinzena de janeiro, o mercado óptico nacional recebeu uma notícia de peso: a Evoke passou a fazer parte do portfólio de marcas da GO Eyewear. A aquisição de parte da marca de lifestyle (do inglês, “estilo de vida”) fundada em São Paulo pelos irmãos Demian e Fabiano Moraru em 2002 pela GO fortalece as duas empresas nascidas no Brasil e com características que, bem combinadas, podem gerar uma sinergia e tanto: enquanto a Evoke tem

nse Ryan 1. O ator canade rd (Marcolin) Fo Reynolds: Tom modelo FT 5178 rte-americana 2. A popstar no a modelo kit My : ga Ga Lady a MMDUAL003 Maison Margiel l Giovanna 3. A atriz globa mann (GO) Lancellotti: Hick K01 modelo AH3122

VIEW 146

fevereiro:2015

1.

forte construção de marca e design inovador de suas coleções, a GO conta com uma estrutura de gerenciamento, capacidade produtiva e alcance nacional. Fabiano e Demian Moraru seguem à frente da Evoke preservando o DNA da marca, além de colaborarem com outros projetos da GO. A notícia chegou à redação quando esta edição já estava prestes a ser impressa. Na VIEW 147, mais detalhes da nova parceria.

Quem, onde, quando, como e porquê: a VIEW iados mostra flashes dos famosos e seus óculos env à redação durante a elaboração desta edição.

2.

3.

gilancellotti

Conexão Celebridade

36

Artista de recordes - Aos 30 anos, o DJ, compositor, cantor e produtor musical coleciona feitos inéditos em sua carreira no cenário da dance music mundial. Ganhador de um Grammy, foi eleito pela revista Forbes como o DJ mais bem pago do mundo por duas vezes consecutivas. Também foi o primeiro artista britânico a alcançar um bilhão de ouvintes no aplicativo Spotify e conta com número recorde de músicas de um mesmo álbum na lista dos mais vendidos do Reino Unido, superando o disco Thriller, de Michael Jackson.

Divulgação

Evoke na GO

periência foi incrível: “sinto uma afinidade especial com o conceito da Emporio Armani e sempre apreciei seu estilo”.


Vem aí a Expo Abióptica 2015! Uma das estrelas do setor óptico, sem dúvida, é a Expo Abióptica, maior evento óptico da América Latina e terceiro maior encontro mundial do setor. Agora em sua 13ª edição, que será realizada entre os dias 15 e 18 de abril de 2015, a exposição retorna ao Transamérica Expo Center, em São Paulo, um dos principais centros de convenções e exposições do País. No local estarão reunidos os mais importantes nomes da indústria óptica nacional e internacional. Para facilitar o acesso e a visitação dos profissionais do setor e visitantes em geral, a Abióptica – Associação Brasileira da Indústria Óptica - acaba de lançar o site da Expo Abióptica 2015. Nele é possível encontrar as principais informações sobre o evento. O site foi criado para auxiliar os visitantes. A página possui fácil navegação e os interessados podem encontrar a história da exposição e as campanhas, a planta e os expositores, além dos serviços, atividades e dicas importantes.

Faça agora mesmo sua inscrição e confira todas as novidades da Expo Abióptica 2015. abioptica.com.br

expoabioptica.com.br

INFORME PUBLICITÁRIO

Com objetivo de levar comodidade aos visitantes, o site possui uma área exclusiva para o credenciamento online. Fazendo a inscrição antecipadamente, o visitante pode usufruir de diversos benefícios, como: tranquilidade na chegada ao centro de convenções, acesso fácil ao pavilhão e principalmente conforto ao evitar filas de credenciamento. E uma novidade: fazendo o credenciamento online antecipadamente, o visitante concorre a prêmios.


calendário

a VIEW traz dicas da Big Apple para quem vai à Vision Expo East

Nova York em Assim como a International Vision Expo chega a 2015 com uma edição renovada, da identidade visual do site e campanhas até os pavilhões, também a cidade se mantém em constante mutação. Onde havia trilhos de trem, hoje existe um parque; onde estavam as Torres Gêmeas, agora funciona um museu. East Village? Que nada. O bairro da moda agora é o Brooklyn.

Feira de visionários

Wolflit

Em 2015, a nova-iorquina International Vision Expo East chega à sua 29ª edição com visual repaginado, a começar pelo site oficial, que já está em pleno funcionamento para atender expositores e visitantes. “Parece apenas uma reformulação do visual, mas é muito mais do que isso”, explica o vice-presidente da empresa organizadora da feira, a Reed Exhibitions, Tom Loughran. “A campanha impressa e o site foram renovados, com foco em novas iniciativas de contatos e relacionamento com a imprensa. Além disso, a meta é ampliar a ‘experiência Vision Expo’, desde a programação de cursos até a feira em si”, complementa. O novo slogan do evento, “Visionaries in Education, Fashion and Technology (do inglês, “visionários em educação, moda e tecnologia”), brinca com a semelhança entre as palavras “Vision” e “Visionaries” que, na definição do próprio Loughran, são pessoas que transformam e definem o futuro. Para a International Vision Expo, visionários são fabricantes, profissionais da visão, empresários de laboratórios, estudantes, designers e pesquisadores que inovam e colaboram com o crescimento do setor. Os “designers ópticos visionários” dos espaços The Galleria e The Underground agora serão transferidos para o terceiro andar, decisão baseada na opinião de compradores de todo o mundo, que agora poderão encontrar seus fornecedores em uma área completamente renovada por profissionais renomados, criando uma espécie de feira dentro da feira. A inovação tecnológica também leva a mudanças em outras áreas, como a instalação do novo Technology Theater, em que visitantes podem assistir a debates e apresentações sobre o tema Wearable Technology (do inglês, “tecnologia vestível”, expressão que define roupas e acessórios com funções computadorizadas). Uma nova gama de óculos digitais, ou smartglasses, pode ser testada pelos participantes no espaço Eye2 Zone, enquanto a Social Media 38

VIEW 146

fevereiro:2015

Zone deve ganhar mais projeção este ano, consolidando-se como termômetro do que está “bombando” nas redes sociais durante todo o evento. Outro destaque é o Medical & Scientific Theater, sala de conferências destinada a cursos e fóruns sobre novidades em oftalmologia. A extensa programação de aulas, workshops e conferências da International Vision Expo East, em todas as áreas do segmento óptico, configura um elemento de destaque da feira de Nova York, que vem nos últimos anos investindo na bandeira do aprimoramento profissional e na educação, com métodos interativos e dinâmicos. Entre os destaques de 2015 estão temas como gestão de marcas, óculos de proteção, estratégias de atendimento ao cliente, lentes de contato etc. No ano passado, a International Vision Expo East bateu recordes de visitação pela terceira vez consecutiva, chegando a cerca de 16,5 mil visitantes, número 6% maior do que o de 2013, com cerca de 580 expositores espalhados pelos pavilhões do centro de exposições Jacob K. Javits Center.


movimento

Texto Graziela Canella

Na Vision Expo East Como chegar A melhor maneira de se locomover em Nova York é a combinação de caminhadas com transporte público, o que oferece maior integração com o estilo de vida local e, com uma extensa rede integrada, permite chegar a qualquer lugar com baixo custo e relativa rapidez, além de funcionar 24 horas por dia. Se essa for a opção, o primeiro passo é obter um cartão MetroCard, que pode ser utilizado em metrô e ônibus, que são operados pelo órgão MTA (sigla para “Metropolitan Transportation Authority”). O cartão custa US$ 1 e pode ser substituído gratuitamente após seu vencimento, por isso, pode ser guardado para futuras viagens. Com recarga fácil em máquinas e guichês das estações, o cartão pode ser carregado com o valor mínimo de US$ 5 de ida e volta (cada viagem de ônibus e metrô custa US$ 2,50) ou com valores que permitem uso ilimitado dentro de um período de sete dias (US$ 30) ou um mês (US$ 112). Quem prefere dispensar o cartão pode adquirir bilhetes unitários ao valor de US$ 2,75. Outra maneira de chegar ao evento é utilizar os ônibus executivos gratuitos oferecidos pela organização, que percorrem uma rede de mais de 30 hotéis em intervalos de 15 minutos a 20 minutos. No último dia, o itinerário inclui também os aeroportos LaGuardia, John F. Kennedy e Newark Liberty. Os horários e os pontos de partida estarão disponíveis no site da Vision Expo. O centro de exposições Jacob K. Javits Center fica na 11th Avenue, entre as ruas 34th e 39th. A estação de metrô mais próxima é a 34th Street/Penn Station, que fica a cerca de 20 minutos a pé do Javits Center. Há também o ônibus M34, que percorre toda a 34th Street, com parada na 11th Avenue, e o M42, que permite chegar até um ponto entre a 42nd Street e a 11th Avenue. Quem prefere se locomover de táxi pode optar pelos famosos carros amarelos comissionados pela prefeitura de Nova York, que cobram tarifa inicial de US$ 2,50, que vai aumentando de acordo com distância e tempo (por isso, é bem mais caro em horários de pico) e um adicional de US$ 0,30 de taxa para melhorias na frota. Corridas saindo das estações Grand Central, Penn Station ou Port Authority até o Javits Center variam entre US$ 7 e US$ 17, dependendo do trânsito. Do aeroporto internacional JFK até Manhattan, o valor fixo é US$ 52. Todos aceitam dinheiro e cartão de crédito. Serviços de táxi disponíveis por internet e smartphones - como os aplicativos EasyTaxi e Uber, conhecidos também no Brasil - são também boas alternativas para conseguir veículos em horários ou locais menos movimentados. Para agendamento com antecedência, vale apostar na Wiro (www.wirolimo.com), considerada uma das melhores em pontualidade e preço.

International Vision Expo & Conference East 2015 Jacob K. Javits Convention Center 655 West 34th Street, Nova York, NY Feira: 20 e 21 de março (sexta-feira e sábado) das 9h30 às 18h e 22 de março (domingo) das 9h30 às 17h Palestras e cursos: 19 a 22 de março (quinta-feira a domingo) a partir das 8h30 fevereiro:2015 VIEW 146

39


calendário

a VIEW traz dicas da Big Apple para quem vai à Vision Expo East

Na Vision Expo East

inéis r nos pa e c e r a Na web p b duPara a edia Hu liM l ia www.visionexpoeast.com c da So sta pub feira, ba www.facebook.com/visionexpo e no rante a Twitter ag o n s t s www.twitter.com/visionexpo o sht car p om a ha c m a r www.instagram.com/intlvisionexpo g Insta o. www.youtube.com/user/IntlVisionExpo #VisionExp www.flickr.com/photos/visionexpo www.plus.google.com/+IntlVisionExpo/posts LinkedIn: International Vision Expo & Conference (Official Group)

Planeje a visita Um dos melhores eventos do segmento no quesito interatividade, a Vision Expo oferece aplicativos para smartphones e ferramentas no site oficial que permitem organizar cada visita e criar uma agenda pessoal de compromissos, com acesso ao mapa dos pavilhões, contatos dos expositores e programação. Também no site, é possível fazer a pré-inscrição para visitação à feira com desconto de até 50%.

High Line Park O Central Park sempre será um ícone de Manhattan, mas o sucesso do momento por lá mesmo é o High Line, parque linear suspenso que começou a ser desenvolvido em 2009 sobre trilhos de trem elevados abandonados no West Side, a 10 metros de altura. Hoje, com vegetação e flores selvagens crescidas e extensão ampliada para 2,4 quilômetros, é ponto de encontro e caminhada para turistas e moradores. Há vários pontos de acesso com elevadores, mas os melhores são as duas pontas, na Gansevoort Street e na West 34th Street (pertinho do Javits Center). Há barracas de comida e bebida no meio do percurso. Em uma área entre o parque e o Rio Hudson, está em construção a nova sede do Whitney Museum of American Art, com abertura prevista para maio. Da Gansevoort Street à 34th Street www.thehighline.org Diariamente (7h às 19h) Grátis

RussDeveau

Em Nova York Onde ir

Onze de setembro: um memorial com fontes de água ocupa o lugar dos prédios do World Trade Center. Já o interior do museu reúne objetos, histórias e até mesmo uma viatura dos bombeiros destruída no ataque

National 9/11 Memorial Museum Inaugurado em 2011, no aniversário de dez anos do ataque ao World Trade Center, no fatídico Onze de setembro, o espaço inclui um memorial com projeto do arquiteto britânico Michael Arad, que representa o local antes ocupado pelas torres gêmeas com fontes de água rodeadas por árvores. Dentro do museu, a seleção de objetos e histórias pessoais das vítimas proporcionam um relato real e emocionante de uma das tragédias mais marcantes da história contemporânea. 180 Greenwich Street, tel. 212 2665211 www.911memorial.org Diariamente (9h às 20h) De US$ 15 a US$ 24

40

VIEW 146

fevereiro:2015

www.revistaview.com.br


MSNBC

Tesouro do Met: o Templo de Dendur

Metropolitan Museum of Art O museu, popularmente conhecido como “Met”, ocupa uma área de 52,6 mil metros quadrados dentro do Central Park. Inaugurado em 1880, impressiona pelas dimensões, a imponência da fachada neoclássica e também pela qualidade do acervo. Vale chegar cedo, em um dia de semana, para evitar as multidões e percorrer uma boa parte de seus grandes salões. A coleção histórica inclui artes egípcia (com destaque para o templo de Dendur, retirado da margem do Nilo), grega e romana, além de obras da Africa, da Oceania e das Américas. Além do acervo fixo, vale conferir a programação de exposições temporárias.

Em Nova York Onde comer

Kinfolk

Iguaria: o polvo do Pearl and Ash

Vinegar Hill House Atual reduto de artistas e descolados de Nova York, o Brooklyn certamente merece uma visita, a começar pelo trajeto ao longo da ponte, a Brooklyn Bridge, que liga o distrito a Manhattan. Nada melhor do que um motivo gastronômico para o passeio e o brunch do Vinegar Hill House nos finais de semana atrai filas com um mix de ambiente acolhedor com cardápio simples e saboroso de bacon caramelizado, torradas de queijo parmesão com ovos, sanduíches de bagel, ovos Benedict com truta defumada, bolo de Guinness e panquecas de maçã. Aceita reservas. 72 Hudson Avenue, Vinegar Hill, Brooklyn, tel. 718 5221018 www.vinegarhillhouse.com Segunda a quinta-feira (18h às 23h), sexta-feira e sábado (18h às 23h30); brunch aos sábados e domingos (10h30 às 15h30) Pratos de US$ 10 a US$ 17

www.revistaview.com.br

CivilianGlobal

1000 Fifth Avenue, tel. 212 5357710 www.metmuseum.org Segunda a quinta-feira e domingo (10h às 17h30); sextafeira e sábado (10h às 21h) De US$ 12 a US$ 25 (facultativo)

Pearl & Ash Aberto em 2013, o restaurante logo se tornou febre por conta da atmosfera casual e da música animada, além da excelente seleção de vinhos e dos pratos leves, feitos para compartilhar com os amigos entre um drinque e outro. O cardápio, assinado pelo chef taiwanês Richard Kuo, explora sabores asiáticos e exóticos, com destaque para o polvo - crocante por fora e macio por dentro. É recomendável fazer reserva. 220 Bowery Street, tel. 212 8372370 www.pearlandash.com Todos os dias (17h30 às 0h) Pratos de US$ 5 a US$ 30


a VIEW traz dicas da Big Apple para quem vai à Vision Expo East

SkinnyFatKid

calendário

ChikaLicious A chef Chika Tillman criou o primeiro bar de sobremesas da cidade, com menu degustação de três pratos, todos doces: entrada leve, uma escolha entre os doces do dia (que incluem cheesecake, torta de chocolate, panna cotta, waffer de pecã, entre outros) e petit fours para finalizar. Cada prato pode ser acompanhado por vinho, por um adicional de US$ 9.

Em Nova York Onde comer

Bar de sobremesas: tortinha de chocolate com sorvete do ChikaLicious

203 East 10th Street, tel. 212 4750929 www.chikalicious.com Quinta-feira a domingo (15h às 22h45) Menu degustação a US$ 16

Lupa Osteria Romana A típica trattoria em Greenwich Village do famoso chef Joe Bastianich é disputada para o jantar, mas suas especialidades também podem ser apreciadas no horário do almoço. Entre os destaques da culinária romana, estão o nhoque de ricota e a saltimbocca.

Red Rooster Comandado pelo chef celebridade Marcus Samuelsson, o Red Rooster está no coração do Harlem e honra as tradições culinárias do bairro e as raízes da cozinha norteamericana. Resultado: comfort food (do inglês, algo como “comida do coração”, expressão que define o aconchego proporcionado pelos sabores da infância e da comida servida no seio da família) da melhor qualidade. Aceita reservas.

170 Thompson Street, tel. 212 9825089 www.luparestaurant.com Domingo a quinta-feira (11h30 às 23h); sexta-feira e sábado (11h30 às 0h) Pratos de US$ 15 a US$ 34

310 Lenox Avenue, Harlem, tel. 212 792 9001 http://redroosterharlem.com Segunda à quinta-feira (11h30 às 22h30), sexta-feira (11h30 às 23h30), sábado (10h às 23h30) e domingo (10h às 22h) Pratos de US$ 4 a US$ 27

Quanto custa • US$ 85: valor médio de um jantar para duas pessoas, com entrada e sobremesa • US$ 8: refeição no McDonald’s • US$ 2: garrafa de água (300ml) • US$ 5: valor médio de um capucino • US$ 2: cerveja (500ml) • US$ 17: valor médio de uma corrida de táxi na região central

42

VIEW 146

fevereiro:2015

www.revistaview.com.br


Saint Patrick’s Day Parade Poucos dias antes do início da Vision Expo East, a cidade de Nova York se tinge de verde para as comemorações mundiais do dia de São Patrício, que, além de patrono da cidade, é também figura de devoção dos irlandeses e, por isso, resgata as tradições do país em uma comemoração que já é popular em várias capitais do mundo. Na Big Apple, o desfile de rua começou por iniciativa de soldados irlandeses do exército britânico, em 1762, antes mesmo da independência dos Estados Unidos. Espera-se para este ano um público de mais de 2 milhões de pessoas. Além do desfile, bares e pubs irlandeses da cidade costumam preparar eventos especiais para a data.

Getty

Em Nova York O que fazer

Festa verde: flash da Saint Patrick's Day Parade de 2013

Fifth Avenue, da 44th a 79th Street, tel. 718 2314400 www.nycstpatricksparade.org 17 de março (terça-feira, a partir das 11h) Grátis

Madison Square Garden Com uma programação que inclui de concertos dos principais artistas da atualidade, jogos das ligas nacionais de basquete e hóquei a várias outras atrações, o famoso ginásio certamente vale uma visita. É possível fazer passeios turísticos diurnos, mas o ideal mesmo é consultar a agenda de eventos no site e reservar ingressos com antecedência. Somente na semana da Vision Expo East, a programação inclui dois shows com a diva pop do momento nos Estados Unidos, Ariana Grande, além de jogos do icônico time de basquete New York Knicks contra outros gigantes da NBA como San Antonio Spurs e Minnesota Timberwolves. 4 Pennsylvania Plaza, tel. 212 4656741 www.thegarden.com De US$ 45 a US$ 65 (show de Ariana Grande); de US$ 75 a US$ 3,9 mil (jogos New York Knicks)

Basquete: jogo dos New York Knicks no Madison Square Garden

Diva pop: Ariana Grande, destaque no último MTV Video Music Awards, faz dois shows no Madison Square Garden

Björk no MoMA O Museu de Arte Moderna de Nova York, popularmente conhecido como “MoMA”, inaugura em março uma retrospectiva inédita dos 20 anos de carreira da cantora e compositora islandesa Björk. A mostra multimídia inclui os pontos altos da história musical da artista, a começar pelo primeiro álbum solo, Debut, que vendeu mais de 4,7 milhões de cópias, além dos registros de seus trabalhos colaborativos na moda, em fotografia, no cinema e no design. Alguns de seus figurinos mais icônicos, vídeos e fotos devem integrar o acervo, além de uma instalação interativa assinada pela própria, que inclui um relato semiautobiográfico realizado em parceria com o poeta islandês Sjon Sigurdsson. Museum of Modern Art (MoMA) 11 West 53rd Street, tel. 212 7089400 www.moma.org De 7 de março a 7 de junho Segunda a quinta-feira, sábado e domingo (10h30 às 17h30) e sexta-feira (10h30 às 20h) De US$ 14 a US$ 25 Björk: a cantora islandesa ganha retrospectiva no MoMA em março fevereiro:2015 VIEW 146

43


calendário

a VIEW traz dicas da Big Apple para quem vai à Vision Expo East

Chelsea Market O antigo prédio revitalizado, que foi fábrica da National Biscuit Company, bem mais conhecida pelo termo “Nabisco”, que é a junção da primeira sílaba de cada uma das palavras, tem variados produtos, além de bons restaurantes, cafés e sorveteria. Ali é possível encontrar desde lojas de temperos, queijos artesanais, vinhos e acessórios de cozinha até uma loja da marca feminina e de produtos para casa Anthropologie. 75 9th Avenue, tel. 212 6522110 www.chelseamarket.com Segunda-feira a sábado (7h às 21h) e domingo (8h às 20h)

FrenchDistrict

Em Nova York Onde comprar

De tudo um pouco: gastronomia e moda no Chelsea Market

OTR

Between You & the Moon Mais um bom motivo para atravessar a ponte do Brooklyn é a febre de pequenas lojas de produtos de beleza artesanais – em especial essa marca de cosméticos “holística”, à venda na Brooklyn Herborium. No pequeno salão, a perfumista Emma Graves desenvolve a alquimia dos produtos com ingredientes naturais como ervas, raízes, grãos, frutas e leite para tratar a pele e os cabelos sem danos à saúde ou ao meio ambiente. A própria Emma desenha os rótulos dos frascos e ainda oferece cursos de como fazer cosméticos em casa.

Elemento fofura: itens de papelaria e presentes na Pink Olive

275 Columbia Street, Brooklyn, tel. 347 6894102 www.betweenyouandthemoon.com Segunda a sexta-feira (12h às 17h), sábado (10h às 18h) e domingo (13h às 18h)

Pink Olive Papelaria, livros, objetos para casa, presentes, bijuterias, brinquedos para bebês, animais de pelúcia e tecido da Jellycat, entre outros, têm em comum um elemento de fofura que faz bem para a alma quando se entra na loja. A maioria dos produtos é artesanal ou fabricada por pequenas empresas, o que faz a seleção ser ao mesmo tempo acessível, mas com um toque de exclusividade. Ótima pedida para comprar presentes e cartões no mesmo lugar. 439 East 9th Street, tel. 212 7800036 www.pinkolive.com Segunda a sexta-feira (12h às 20h), sábado (12h às 19h) e domingo (12h às 18h)

Bleecker Street Records A rua mais badalada do Greenwich Village é endereço certo para colecionadores de raridades musicais em CD, vinil ou K7 - ou apenas para quem aprecia música. A loja de dois andares tem uma grande diversidade de produtos novos e usados, paredes cobertas por capas de álbuns de diferentes décadas e pequenos cartões coloridos, escritos à mão, anexados a discos e CDs com dados como história e condição de cada item. Entre as raridades, está uma cópia do Wedding Album de John Lennon e Yoko Ono, produzida em uma prensa especial japonesa.

OntheRealNY

44

Beleza natural: cosméticos na Brooklyn Herborium

239 Bleecker Street, tel. 212 2557899 www.bleeckerstreetrecordsnyc.com Domingo a quinta-feira (11h às 22h); sexta-feira e sábado (11h às 23h)

VIEW 146

fevereiro:2015


Dicas Clima Março marca a chegada da primavera em Nova York, com variações de temperatura difíceis de prever. Os termômetros ficam na média de 10ºC, com chuvas frequentes. O ideal é combinar roupas em camadas que permitam fácil adaptação e, se possível, um casaco impermeável ou guarda-chuva na bolsa.

Gorjetas

Táxis

É costume dar gorjetas de 15% a 20% do valor consumido em restaurantes, bares e também em táxis. No hotel, também é normal dar gorjeta ao carregador de malas (de US$ 1 a US$ 2 por mala), à camareira (de US$ 1 a US$ 5 por dia) e ao porteiro (US$ 3 quando o mesmo chama um táxi). Motoristas de táxi também costumam receber de 15% a 20% do valor total. É gentil, porém menos frequente, oferecer gorjetas também a guias turísticos, lanterninhas de teatro, pessoal de guarda-volumes, entre outros. No bar, garçons esperam receber cerca de US$ 2 por drinque servido.

Antes de acenar para um táxi, vale conferir se o número do carro encontra-se iluminado, o que indica que o veículo está livre. Quando as luzes laterais estão acesas, o carro está fora de serviço. Nenhuma luz acesa indica que há passageiro a bordo. Além dos clássicos amarelos, uma frota de táxis de cor verde serve os distritos do Bronx, do Brooklyn e do Queens, o norte de Manhattan e Staten Island, mas não pode embarcar passageiros em outras áreas da ilha.

Smartphones Vale conferir as condições que as operadoras oferecem para pacotes de dados e chamadas internacionais - muitas vezes, vale mais a pena adquirir chips pré-pagos locais. Há uma grande diversidade de aplicativos de smartphones muito úteis para viagens. Entre os destaques em Nova York estão o premiado Citymapper, uma evolução inteligente do GPS. Nele, basta indicar quais são os endereços de partida e destino final e o sistema oferece com precisão uma boa diversidade www.revistaview.com.br

de caminhos utilizando transporte público, além de estimativa de custo de corrida de táxi, tempo do trajeto de acordo com o trânsito, informações climáticas e até mesmo a quantidade de calorias que seria possível gastar ao percorrer o trajeto a pé ou de bicicleta. Outra ferramenta bastante útil disponível para iOS e Android é o CityWonderer, que oferece uma série de roteiros turísticos guiados por áudio, que pode ser baixado e acessado offline. fevereiro:2015 VIEW 146

45


agenda e calendário

calendário

feiras, eventos e cursos

Miof Moscow International Optical Fair Moscou, Rússia service@crocus-off.ru eng.optica-expo.ru/optica/

15ª China (Shanghai) International Optics Fair Xangai, China orientex@netvigator.com www.siof.cn/eng/main.php

International Vision Expo East Nova York, Estados Unidos inquiry@visionexpoeast.com www.visionexpoeast.com

Fevereiro 17 a 20

Março 1a3

19 a 22

28 a 2 de março Mido Milão, Itália infomido@mido.it www.mido.it/index.php/en/

20 a 22

Opta Brno, República Tcheca scoo@scoo.cz www.bvv.cz/en/opta

Abril 15 a 18 Expo Abióptica Transamérica Expo Center, São Paulo, Brasil contato@expoabioptica.com.br www.expoabioptica.com.br

agenda Formação e reciclagem profissionais Ajorsul (Porto Alegre) Oficina de lensometria 10 e 11 de junho (quarta-feira e quinta-feira) Oficina de medidas especiais para óptica e laboratório Turma 1: 9 e 10 de abril (quinta-feira e sexta-feira) Turma 2: 17 e 18 de junho (quarta-feira e quinta-feira) 51 3221 5259 www.ajorsul.com.br educar@ajorsul.com.br

Varejo e mercado de consumo Abril Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

Cursos de extensão O consumo na classe C: um mundo particular a ser compreendido Abril Sexta-feira (9h às 18h) 11 3894 5004 cursoslabfinprovar@fia.com.br www.provar.org Material didático e certificado emitido pelo Provar/Fia inclusos

Estude Visão (Porto Alegre) Contatologia prática (nível 1) Início 21 de março (sábados e domingos)

Senac-SP

Atendente óptico (nível fundamental) 10 a 12 de abril (sexta-feira a domingo)

Oficina de Lensometria 21 de março (sábado) 8h às 17h 11 de abril (sábado) 8h às 17h

51 3225 9114 www.estudevisao.com.br ev@estudevisao.com.br

Provar (São Paulo) MBA Negócios do varejo: estratégia & gestão Abril Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40) Gestão de franquias Maio Sextas-feiras (14h às 20h) e sábados (8h às 14h)

Técnicas de vendas I (conhecimentos básicos em óptica) 21 e 28 de fevereiro (sábado) 8h às 17h 7, 8, 14 e 15 de abril (terças e quartas-feiras) 19h às 23h Vendedor de produtos e serviços ópticos 23 de março a 22 de junho 8h às 12h Técnico óptico Início 13 de abril (turmas matutina e noturna) 0800 8832000 tiradentes@sp.senac.br

Pós-graduação Gestão de negócios e valorização da empresa Março Terças e quintas-feiras (18h40 às 22h40) Gestão estratégica de marcas Abril Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40) Gestão de vendas e negociação Abril Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40) Inteligência de mercado Abril Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40) Logística e distribuição Abril Terças e quintas-feiras (19h às 23h) 46

VIEW 146

fevereiro:2015

ue g l u v i D

os e s r u c e ment

a gratuit as na r t s e l a p

VIEW

Envie as informações para a redação Tel. 11 3061 9025 ramal 108 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br


Abióptica

JR Adamver

Transitions

Av. Santo Amaro 1386 1º andar São Paulo/SP - 04506-001 11 3045 2090 abioptica@abioptica.com.br página 37

Rodovia SC 401 km 7,5 6883 Florianópolis/SC - 88050-000 0800 6422001 sac@jradamver.com.br página 15

Rodovia Anhanguera km 106,5 s/nº Sumaré/SP - 13170-970 19 3864 8600 atendimento@transitions.com.br página 27

Alcon

Marchon Brasil

Vision Expo

Av. Professor Vicente Ráo 90 São Paulo/SP - 04636-000 0800 7752422 (lentes de contato) 0800 7077908 (soluções) atendimento.direto@alcon.com página 29

Rua Julio Diniz 49 São Paulo/SP - 04547-090 0800 7071516 sao@marchon.com.br página 5

383 Main Avenue Norwalk/CT - 06851 Estados Unidos +203 840 5436 inquiry@vision.reedexpo.com página 35

Mello Optical Desempenho Rua Barão de Itapetininga 255 sala 814 São Paulo/SP - 01042-001 11 3259 7348 informatica@desempenho.com.br página 33

Rua Santo Irineu 163 São Paulo/SP - 04134-120 11 2764 3000 vendas@mellooptical.com.br 3ª capa

Vision Line Rua Silva Jardim 3029 sala 13 São José do Rio Preto/SP 15010-060 17 3222 7644 sac@grupovisionline.com.br página 13

Ópticas Ipanema Essilor Brasil Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7272007 sacbrasil@essilor.com.br 4ª capa

Av. Benjamin Constant 1134 1º andar Campinas/SP - 13010-141 19 2104 6070 andre.fochezatto@opticasipanema.com.br página 31

Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

Wilvale De Rigo Av. General Charles de Gaulle 311 São Paulo/SP - 05124-000 11 3839 1900 wilvale@wilvale.com.br capa

Suntech Supplies GO Rua Diogo Moreira 132 cj. 2201 São Paulo/SP - 05423-010 0800 8889029 sac@kenerson.com.br página 7

Rua Maria Soldera Lourençon 52 Itupeva/SP - 13295-000 11 4591 8600 sac@hb.com.br página 9

Younger Optics Rua Alfredo Achcar 970 prédio 10 Vinhedo/SP - 13280-000 DDG 0800 9425700 pedidos@youngeroptics.com.br páginas 19 a 21

A face digital da VIEW @revistaview


a óptica do artista plástico marcelo cipis

armação do cipis

armação

48

VIEW 146

fevereiro:2015

www.revistaview.com.br


FACETADORA INDUSTRIAL DE ALTA PRODUTIVIDADE. O Design revolucionário da Xtrimer SE-1 fornece o processamento avançado de seus ‘conjuntos novos da cabeça ferramenta V’’que introduzem um método inteiramente novo e mais eficiente do corte-seco e da trituração, endereçando as complexidades de crescimento de formas das lentes e de materiais utilizados hoje em dia.

• Projeto de tela intuitivo e gráficos de alta resolução • Capacidade de Múltipla-forma • Design de ferramenta autônoma independente

NIDEK

A melhor tecnologia em sua mãos.

www.mellooptical.com.br www.vendas.mellooptical.com.br

SÃO PAULO Ơơ

FORTALEZA Ơ ơ   

BELO HORIZONTE Ơ ơ



PORTO ALEGRE Ơ ơ  


Profile for Revista VIEW

VIEW 146  

#NovaYork #NewYork #VisionExpoEast #VisionExpo #Police #Neymar #NeymarJr #DeRigo #Foernges #Eyewear #OpticalRetail #VarejoÓptico #EyewearFas...

VIEW 146  

#NovaYork #NewYork #VisionExpoEast #VisionExpo #Police #Neymar #NeymarJr #DeRigo #Foernges #Eyewear #OpticalRetail #VarejoÓptico #EyewearFas...

Advertisement