__MAIN_TEXT__

Page 1

I M P R E S S O

ENVELOPAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELO CORREIO

R$ 9,90

Colírio traz os óculos

divertidos da Copa A estreia de

A palavra é... Safilo

Paris e o Silmo 2014 em Calendário


MARCHON EYEWEAR INC. BRASIL 0800 707 1516 Style: CK7949S


s o l u c ó a t plane

142

agosto:2014

sumário

4

A mensagem do publisher Flavio Bitelman

8

Nelson Haubrich: a CMsatisloh perde um de seus líderes

13

18

6

Editorial

Diário da redação O que moveu a VIEW durante a produção deste número

Jogo Rápido As notícias do universo dos óculos

Aconteceu A cobertura dos eventos de óptica no Brasil e no mundo

Hall of Frames Famosos e seus óculos

14 A óptica no mundo

As novidades das maiores corporações ópticas do planeta Luxottica: renovação com Chanel

Leo Jaime: look clássico

sucesso

20

24

Mondo Marca Ray-Ban: um clássico desde 1937

2

VIEW 142

agosto:2014

Dicas & Estratégias Provar A professora do Provar, Marcia Rocha, trata da opção pela franquia

O Sartorialista: lentes que produzem ícones fashion

32

A palavra é...

A nova seção da VIEW que traduz as novas palavras www.revistaview.com.br


sucesso

36

Vitrine Os lançamentos de produtos da temporada

Beijo nos óculos: a Kiss Collection de Valentino

52

Um outro olhar As palavras da editora Andrea Tavares

56

gale ria

Atitude As ações do varejo

Copacabana: endereço da nova Lunetterie

58

vis ão

Foco

As notícias dos fornecedores do mercado

Über em Miami: Gisele Bündchen para Colcci

serviços

64

Modelo SA 6006

70

Calendário + Agenda

Safilo Safilo Brasil

Calendário Especial Dicas para quem vai a Paris visitar o salão francês de óptica

Os eventos de óptica no Brasil e no mundo

72

71

Colírio

Anunciantes

80

Armação do Cipis Paris na série Cidades da óptica, do artista plástico Marcelo Cipis

!

142

Belas imagens que fazem bem aos olhos. Desta vez, óculos e Copa do Mundo

A Coluna do Miguel e a Varejo & Experiência voltam em breve Acervo VIEW

Divulgação

Paty Chequetti

J. Egberto agosto:2014

VIEW 142

3


editorial

O melhor de

publisher Flavio Mendes Bitelman flaviobitelman@revistaview.com.br

cada lado

editora Andrea Tavares (MTb. 16.030) andreatavares@revistaview.com.br diretora de arte Débora Nascimento deboranascimento@revistaview.com.br gerentes de marketing e comercial Fernanda Ferret fernandaferret@revistaview.com.br

Muito se fala sobre o avanço das redes pelo mundo afora, o que poderia minar as ópticas independentes, mas, por enquanto, trata-se mais de temor que realidade. Mesmo nos Estados Unidos, pátria onde a atuação dos grandes grupos de varejo é mais ampla, o percentual de participação das redes é de cerca de 33,3% (veja Economia & Mercado, VIEW 141). Na Europa, por sua vez, tudo muda

cutam e comercializam as roupas. Isso também vale para o setor alimentício: há vários pequenos pontos de comida com características

Na Europa, vive-se a individualização do comércio com a preservação das características locais. É o tal conceito do pensar globalmente e agir localmente sendo levado a sério. E tudo com muito charme e competência. Essa tendência europeia revela uma via interessante de trabalhar a loja independente com criatividade. Como o Brasil tem o talento de olhar tanto para os Estados Unidos quanto para a Europa, provavelmente vai saber tirar o melhor de cada local. Até porque criatividade costuma ser um item farto por aqui. Boas vendas! Flavio Mendes Bitelman Publisher

flaviobitelman@revistaview.com.br

secretária de redação Cristiana Brito cristianabrito@revistaview.com.br gerente administrativa Juliana Vasconcelos administracao@revistaview.com.br

Kriz Knack

Na Europa, por sua vez, tudo muda de figura. Acabei de voltar de férias na Alemanha e observei a forte presença do conceito de lojas independentes com um perfil de trabalho muito criativo. E isso vale para outros segmentos do varejo, como moda e alimentação. individuais em vez de redes de grandes grupos. Até mesmo no segmento óptico em que os grandes grupos acaEm Berlim, por exemplo, há muibaram comprando várias redes regionais pequenas sem tas lojas independentes de moda mudar seus nomes ou formatos. cujos donos são estilistas que exe-

Nara Monteiro naramonteiro@revistaview.com.br

gerente de circulação Judith Belleza judith@brandmember.com.br projeto do logotipo Kiko Farkas (Máquina Estúdio) projeto gráfico Débora Nascimento projeto editorial Andrea Tavares colaboradores Cíntia Marcucci • Graziela Canella J. Egberto • Kriz Knack Marcelo Cipis • Marcia Rocha Marisa Giraldis • Patrícia Chequetti Pauliane Claro computer to plate e impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A. circulação Nacional tiragem 15 mil exemplares assinaturas 11 3971 4372 assinaturas@revistaview.com.br As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. Nenhuma parte desta edição (textos ou imagens) pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. e tampouco apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem a autorização prévia e por escrito da Jobson Brasil. A revista VIEW é uma publicação da Jobson Brasil Ltda. para o setor óptico-oftálmico. Rua Cônego Eugênio Leite 920 - Pinheiros São Paulo/SP - 05414-001 Tel. 11 3061 9025 Fax 11 3898 1503 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br

4

VIEW 142

agosto:2014


CARRERA 85/S

CARRERAWORLD.COM


o ã ç a d e r a d diário

í a VIEW a s i E ! r ito e er ido le u q mações , r e o v f l n a i S e d ta ess #Hello 2, reple s Busin 4 e 1 s s o a r l e g un e de núm lar na S u c bmed d r i u c l a C r a o p d a ra pronta de óptic A edito a . r e i s e f n e a n , mi l Point toral flu i l , omercia a c b i e t t a n r e a r ge os Mang vares e a suas rodinhas n a T a e r And to, cuja t ativam n e r e r v e e F o a ir 143. Fernand ara cobr W p E I m V a c a r n á ba você ler pés e em a t e l p m ra co cober tu

142

agosto:2014

diário da redação

#AsNovasPalavras

#VoltaAoPassado Preparar este número teve um quê de saudosismo. Fizemos uma deliciosa viagem ao passado ao cuidar do Mondo Marca desta edição, que traz a história da Ray-Ban. Mergulhamos nos primeiros tempos da marca e na forma como a Bausch & Lomb transformou um produto de origem militar em sucesso de vendas e sua capacidade de produzir modelos icônicos ao longo dos tempos. Quando a gente escreveu sobre a morte do diretor-presidente da CMsatisloh, o querido Nelson Haubrich (que você lê na página 9), fomos pesquisar a trajetória de Nelson, da família Haubrich e da CM, mais uma boa oportunidade de relembrar um capítulo da história da óptica brasileira. E, mais uma vez, coincidentemente, a Bausch + Lomb foi parte desse episódio da óptica nacional.

Divulgação

Depois de estrear a seção Colírio na edição passada, que volta neste número com belas imagens das torcidas e seus óculos durante a Copa do Mundo (página 72 em diante), a gente vem com outra estreia neste número. É a seção A palavra é..., que ficará encarregada de explicar as novas palavras que surgem com cada vez mais frequência e com as quais você pode esbarrar no dia-a-dia da óptica. Um bom exemplo é o termo escolhido para esta edição (“Sartorialismo”): na italiana Mido, em março, já se viu a palavra e suas derivações na assinatura de algumas marcas de óculos. Para essa missão, a gente designou a colaboradora Graziela Canella, que pesquisou o tema em profundidade e traz os pontos altos na matéria que você lê a partir da página 32.

#AtéBreve

Ficamos por aqui, prezado leitor. Obrigada pela atenção e o carinho e já já nos vemos no próximo número que circulará durante o Silmo. Tenha uma ótima leitura! 0

6

VIEW 142

agosto:2014

#DuasVezesParis Também produzimos para esta edição uma matéria especial de Calendário com dicas para quem vai a Paris visitar o Silmo, a feira de óptica francesa. A Cidade Luz também encerra nossas páginas por conta da série Cidades da Óptica, conduzida pelo nosso parceiro de longa data, o artista plástico Marcelo Cipis, que há 14 anos integra a equipe da VIEW, ilustrando religiosamente a última página, batizada de “Armação do Cipis”.

www.facebook.com/revistaview

“VÍ-u” VIEW =

www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br revistaview@revistaview.com.br

www.revistaview.com.br


o que é noticia no mercado

Morre Nelson Haubrich Em 21 de junho, a óptica nacional perdeu um de seus membros: o diretorpresidente da CMsatisloh, Nelson Haubrich, morreu aos 74 anos, de acidente vascular cerebral (AVC). Mais velho de três irmãos (Sérgio, o do meio, e Jorge, o mais novo), todos atuantes no mercado, Nelson começou na óptica no que seria o embrião da CM, a maior fabricante nacional de equipamentos para laboratórios ópticos e que, em 2012, tornou-se CMsatisloh graças à fusão com a corporação Satisloh.

8

VIEW 142

agosto:2014

Formado Torneiro Mecânico pelo Senai, Nelson Haubrich foi contratado em 1961 para o departamento de manutenção do laboratório próprio da extinta rede carioca Óticas Fluminense, sediado nos fundos de uma das lojas, mais precisamente na Rua do Riachuelo, região central do Rio, que cuidava das máquinas e produzia as peças necessárias para os equipamentos que vinham de fora - na época, apenas empresas estrangeiras ofereciam esse tipo de produto e uma das fornecedoras escolhidas foi a Bausch & Lomb. Não tardou para que a quantidade de peças fabricadas fosse mais que suficiente para construir novas máquinas, em vez de apenas permitir a reposição nas existentes. É aí que a Bausch & Lomb volta à cena, fez uma proposta ao proprietário da Fluminense, Cyro Figueiredo do Canto e Mello, de comercializar as máquinas montadas por Nelson e sua equipe da manutenção. O primeiro passo foi testá-las e, depois de aprovadas, recebiam a “etiqueta” Bausch & Lomb e iam para o mercado. Por meio dessa parceria, foram fabricadas dez unidades, mas, logo depois, a corporação norte-americana decidiu sair desse segmento, já que decidiu dedicarse à produção de lentes oftálmicas. Foi assim que nasceu a CF do Canto e Mello, para dar sequência ao trabalho e continuar de forma independente no mercado sob o comando de Cyro Augusto do Canto e Mello, filho do fundador da Fluminense, Cyro Figueiredo, e tendo Nelson como funcionário. A partir daí, começam a nascer as máquinas com a assinatura que se conhece até hoje: a sigla CM (de “Canto

Acervo VIEW

jogo rápido

Nelson Haubrich: 53 anos de óptica

e Mello”), acompanhadas de um número na casa do milhar - obviamente, a primeira delas foi a CM1000. Com o passar do tempo, os irmãos entraram para os negócios, e no final da década de 70, em parceria com Cyro Augusto, Nelson, Sérgio e Jorge se uniram para potencializar as capacidades da empresa que ainda se chamava CF do Canto e Mello. O primeiro e importante passo foi a participação na feira óptica de 1981, ainda realizada no pavilhão do Anhembi. No ano seguinte, um novo passo decisivo. A transferência da empresa para Petrópolis, cidade que teve a família alemã Haubrich como uma de suas colonizadoras e a mudança do nome para CM, tendo Cyro Augusto e os três irmãos Haubrich como sócios. Com a entrada, nesse mesmo ano, da CM na era das máquinas pneumáticas, para atender ao nascente mercado das lentes orgânicas, à assinatura CM adicionou-se também o complemento “Haubrich System”, a fim de celebrar a presença das duas famílias em toda a linha de produtos da empresa. Selou-se, assim, o mais importante pacto profissional e de amizade entre os Haubrich e os Canto e Mello. Nelson, como seu irmão Jorge certa vez relatou à VIEW, era o grande gênio da mecânica e da criação dos projetos uma vez, teve a sacada de encontrar uma solução para uma nova máquina ao observar seus filhos montando pecinhas de Lego. Atualmente, ocupava-se da administração e das finanças. Nelson deixa a mulher Graice Mendes Haubrich, com quem era casado há 45 anos, os filhos Luis Henrique e Felipe Haubrich e dois netos.

www.revistaview.com.br


Feira brasileira muda de casa No ano que vem, a Expo Abióptica atravessará a cidade e voltará a ter como sede o Transamérica Expo Center, na zona sul de São Paulo, de 15 a 18 de abril. Em 2011, quando as lideranças da Associação brasileira da indústria óptica (Abióptica) decidiram sair do Transamérica Expo Center (que tinha recebido o evento por nove edições) de volta ao Expo Center Norte (sede da feira em sua configuração “antiga” por quase uma década) o objetivo era aumentar significativamente o número de visitantes. Naquele momento, a conveniente localização do Center Norte, considerado ponto estratégico (por conta da proximidade com o aeroporto de Guarulhos, o metrô, o terminal rodoviário do Tietê e algumas das principais vias da cidade) foi prioridade em detrimento à superioridade de infraestrutura, conforto e qualidade de serviços oferecidos pelo Transamérica Expo Center. Os tempos eram outros: a feira estava em processo de reinvenção, o mercado ainda se ressentia da crise econômica que assombrou o planeta no final de 2008 e a óptica mundial passava por uma fase de seu processo evolutivo em que passou a considerar feiras de negócios como uma estratégia menos importante em seus planos de negócios. Os anos passaram, a poeira assentou e, desde a edição de 2012, a Expo Abióptica resgatou boa parte de sua reputação e recebeu de volta importantes expositores que haviam batido em retirada anos antes por conta da crise e das novas estratégias comerciais - vale a pena mencionar que o mesmo ocorreu com as outras grandes feiras internacionais. Assim, foi mais fácil ter casa cheia e garantir que as empresas participantes encerrassem o evento com desempenho favorável.

Dedicação exclusiva - A questão é que a tão esperada explosão de público nunca ocorreu. Sim, a feira resgatou seu poder de atração,

www.revistaview.com.br

mas não o suficiente para abrir mão de vez do Transamérica Expo Center. O centro de exposições da Vila Guilherme padece de facilidades arquitetônicas para um evento de maiores proporções. Além disso, explica o presidente da Abióptica, Bento Alcoforado, “a oferta de hotéis na zona norte é muito inferior quando comparada à da zona sul, o que também dificulta a criação de um sistema eficiente de traslado entre a feira e a rede hoteleira conveniada”. Outro ponto levantado pelo executivo é que boa parte dos visitantes fez da feira sua atividade secundária, até por conta da facilidade do acesso. “O que se espera é que os visitantes dediquem-se ao evento. Ambientes isolados são mais propícios à realização de negócios e vale lembrar que as principais feiras do mundo passaram a ser promovidas em locais mais retirados”.

Pontapé inicial - No lançamento da edição 2015, realizado em 22 de julho, no hotel The Capital, no bairro do Itaim Bibi, zona oeste da cidade, mais de 70 empresas garantiram presença (nesta página, a lista de participantes confirmados e os metros quadrados contratados). Alcoforado relata que enquanto a feira em 2014 totalizou 13.992 metros quadrados, já no lançamento para o próximo ano foram comercializados 13.398 metros quadrados e ainda há áreas disponíveis. Mas se uma das metas é realizar um evento “suculento” em termos de negócios, outra é assegurar a participação dos consultores ópticos, a grande massa que faz o mercado girar. Para isso, explica Alcoforado, as opções do Espaço Saber serão ampliadas e também devem ser criadas novas atrações a fim de rentabilizar a participação de todas as categorias de profissionais ópticos.

Expositor Área (em m2) Alphaline 74 Arteres 142 Augen 63 Bamboo 134 Bausch + Lomb 75 Blandine 140 Brevil 85 Carl Zeis Vision 230 Cecop 104 CMsatisloh 210 Convergência 25 Coopesp 30 De Laurentis 75 Desempenho 71 Dream Vision 26 Edmagno 145 Escuderia 55 Essilor 605 Evidence 29 Fenícia 210 Fhocus 61 Golden Vision 120 House of Vision 24 Hoya 413 Instituto Filadélfia 38 Jaguar 104 Johnson & Johnson 108 JPiran 75 JR Adamver 429 Kenerson 740 Kristal 284 Lougge 203 Luxottica 1.556 Maclens 52 Magnum 221 Marchon 359 Marcolin 243 Martinato 163 Master Glasses 324 Max 127 Mello 135 Mitsui 68 Multfoco 85 Neoglass 75 Optitex 263 Opto 70 Ótica Revista 25 Over Trend 65 OWP 38 Promosalons 25 RBO 75 Renovate 84 Safilo 717 Schneider 68 Segment 68 Shamir 74 Silhouette 65 SM & RB 98 Solótica 70 Stepper 194 Styll 140 Suntech Supplies 161 Tami 162 Tecnobrasil 550 Tooling 219 Ultra Optics 71 Vanin 70 Vertygo 30 VIEW 25 Vision Line 79 Visual Tech 399 Wilvale De Rigo 242 Xenônio 60 Younger 65 ZHC 198 Dados fornecidos pela Abióptica (lista parcial de 30 de julho).

agosto:2014 VIEW 142

9


jogo rápido

o que é noticia no mercado

O consultor óptico Vinicius Arthur (@viniarthur), da Joalheria e Óptica Pinheiro, situada em Campos Novos, interior de Santa Catarina, postou uma bela selfie, para lá de solar, e é claro que os óculos não podiam ficar de fora.

m

Fonte: o estudo The golden age of mobile publicado em http://60second marketer.com.

viniarthur

Tem perfil no Instagram e tirou uma foto linda e/ou criativa que tem tudo a ver com óculos, visão, óptica ou algo mais relacionado ao mercado? Publique com a hashtag #revistaview e então sua imagem pode ser publicada na VIEW.

anúncios

Você tem comentários, sugestões, críticas ou dúvidas sobre a VIEW? Ou então quer divulgar notícias de lançamento de produtos ou novidades sobre a sua óptica? Faça contato com a editora Andrea Tavares na redação.

Deseja anunciar? Procure uma das gerentes de marketing e comerciais da Jobson Brasil. mar k

matérias

ng e come eti

al rci

fale com a

1i8lhõ9es

Isso mesmo. Diariamente, pessoas ao redor deste planeta baixam 189 milhões de aplicativos em seus smartphones e tablets.

Fernanda Ferret Tel. 11 3061 9025 ramal 109 fernandaferret@revistaview.com.br

rketing e ma

ra

Andrea Tavares Tel. 11 3061 9025 ramal 105 andreatavares@revistaview.com.br o edit

assuntos gerais

VIEW 142

agosto:2014

ão

10

Cristiana Brito Tel. 11 3061 9025 ramal 108 cristianabrito@revistaview.com.br

Nara Monteiro Tel. 11 3061 9025 ramal 104 naramonteiro@revistaview.com.br

de re d ária et

sec r

Está precisando de algum apoio ou esclarecimento e não sabe como fazer? Fale com a secretária de redação.

mercial co

atendimento ao assinante Quer assinar a VIEW? Já é assinante e tem alguma dúvida? Ligue para a nossa Central de atendimento no 11 3971 4372. www.revistaview.com.br


SETEMBRO

PRODUCTION

ANTONIO, visitante SILMO 2013

O EFEITO A

F E I R A

I N T E R N A C I O N A L

D A

I N D Ú S T R I A

W W W. S I L M O PA R I S . C O M

PHOTOGRAPHER PIERRE-ANTHONY ALLARD

VOCÊ É A SILMO !

Ó P T I C A

PA R I S 2 0 1 4


aconteceu

o que anda acontecendo por esse mundo afora

Os 40 anos da Mello Em 11 de junho, a Mello Optical completou quatro décadas de existência. Além de confraternizações nas quatro filiais, os clientes foram contemplados com um promoção-relâmpago de 40% de desconto.

Na Mello Porto rda Alegre, da esque para a direita, Goreti Pereira, Gabriel Farias, Fabiana Kluge e Vivian Barbosa

A equipe reunida na Mello São Paulo

o Belo Na Mell uerda esq a d , te Horizon eita, Ana Paula ir a, para a d ssandra Corrê a le Rosa, A e Santos, Karin a Felip e Corrê Cristian Souza e

Divulgação

Na matriz, em São Paulo, Edson Mello corta o bolo de 40 anos da empresa

Na Mello Fortaleza, da esquerda para a direita, Ana Karine Lima, José Mesquita, Vinicius Garcia, Cilas Dantas, Nadya Evangelista, Joselina Sousa e Regina Garcia

www.revistaview.com.br


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

l.a.Eyeworks Ingresso no CFDA

l.a.Eyeworks: campanha incrível e óculos criativos agora são parte da moda norte-americana

14

VIEW 142

agosto:2014

Safilo Tommy Hilfiger até 2020 Em 1º de agosto, Safilo e Tommy Hilfiger Group, de propriedade da norte-americana PVH Corp., divulgaram a assinatura do contrato de renovação por mais cinco anos da licença global para criação, fabricação e comercialização das coleções de óculos da marca Tommy Hilfiger. O acordo tem validade até 31 de dezembro de 2020 com a opção de extensão por mais cinco anos. “A Safilo está muito satisfeita em renovar antecipadamente essa importante licença, que sela a confiança mútua entre as duas corporações”, afirmou a CEO Luisa Delgado. Para os próximos cinco anos, a parceria, que começou no final de 2010, tem como meta a expansão da distribuição na Ásia e na América Latina, considerados pela Safilo os dois principais mercados com grande potencial de expansão e crescimento da categoria.

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing. www.revistaview.com.br

Divulgação

Todos os anos, o Conselho norte-americano de designers de moda (Council of Fashion Designers of America, mais conhecido pela sigla “CFDA”) anuncia a entrada de novos membros em seus quadros e, em 2014, divulgou o ingresso de mais profissionais do Planeta Óculos: a dupla Barbara McReynolds e Gai Gherardi, fundadoras e líderes da marca de design óptico l.a.Eyeworks, com sede em Los Angeles, estado da Califórnia. "Estamos honradas em passar a integrar o CFDA e especialmente satisfeitas com o reconhecimento da importância do design de óculos para o diálogo da moda”, revelou Gai Gherardi. Além de óculos para lá de criativos que caíram no gosto de muitas celebridades, especialmente as norte-americanas, a l.a.Eyeworks é responsável por uma das mais brilhantes campanhas publicitárias de óculos de todos os tempos com a criação do slogan “A face is like a work of art. It deserves a great frame” (do inglês, “O rosto é como uma obra de arte. Merece uma grande moldura”). Segundo o CEO (do inglês, "Chief Executive Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo) do CFDA, Steven Kolb, os profissionais que integram essa entidade comercial sem fins lucrativos fundada em 1962 “não são apenas extremamente talentosos, mas também representam, por meio de suas empresas, uma importante contribuição para a economia e a criação de empregos no país”. Atualmente, o CFDA conta com 478 membros e do design óptico figuram Shane Baum (Baumvision), Blake Kuwahara (Focus Group West), Larry Leight (Oliver Peoples), Natalie Levy (Grey Ant), Patty Perreira (Barton Perreira), Daniel Silberman (Illesteva), Selima Salaun (Selima Optique), Robert Marc, Christian Roth e Justin Salguero. Para fazer parte do conselho, é preciso ser um cidadão norte-americano produzindo design nos Estados Unidos ou fora do país ou um estrangeiro com negócios baseados em solo norte-americano.


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Warby Parker

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

16

VIEW 142

agosto:2014

Luxottica Renovação com Chanel A corporação italiana anunciou no final de julho a renovação do contrato de criação, produção e comercialização da coleção de armações de receituário e óculos solares da grife francesa Chanel com validade até 31 de dezembro de 2018, com possibilidade de renovação até o último dia de 2020. “A Luxottica está extremamente satisfeita com esse acordo estratégico que marca a nova extensão de uma relação que já é de longa data entre as duas empresas, que remonta a 1999”, declarou o CEO (do inglês, "Chief Executive Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo) da Luxottica, Andrea Guerra.

Silmo Óptica versão Istambul Depois de promover em dezembro a primeira edição de uma feira óptica na cidade turca de Istambul com o nome de “Istanbul Optik Fuari (Isof)”, o Silmo decidiu rebatizá-la de “Silmo Istanbul” a fim de fazer do evento o mais importante daquela parte do mundo. Os organizadores consideram Istambul “a capital econômica, artística e cultural da Turquia e a ponte entre a Europa e a Ásia”. Além disso, segundo a organização do Silmo, o mercado óptico local tem tido crescimento anual na casa dos 10%. O público-alvo dessa nova feira são os países que fazem fronteira com a Turquia no Oriente Próximo e Médio e a África Oriental. A Isof foi realizada de 26 a 29 dezembro no Istanbul Trade Center, em 10 mil metros quadrados de área de exposição, com 92 expositores, 400 marcas e 12.850 visitantes. A edição 2014, já sob o nome “Silmo Istambul”, está marcada para 11 a 14 de dezembro. Silmo: agora em Istambul

Andrea Tavares

A Warby Parker, inicialmente um site norte-americano de óptica que se destacou por conta de sua postura revolucionária e iconoclasta com a comercialização de armações de receituário e lentes de grau online e que no ano passado também entrou no ramo do varejo físico e já conta com sete pontos de venda e oito showrooms espalhados pelo país anunciou ter atingido a distribuição de um milhão de pares de óculos a pessoas menos favorecidas visualmente por meio da campanha “buy a pair, give a pair” (do inglês, “compre um par, doe um par”) desde que a empresa começou suas operações em 2010. A cada par de óculos vendido, a empresa realiza uma doação a um de seus parceiros sem fins lucrativos que, por sua vez, compra um par de óculos, distribui-o a um dos empresários já treinados, que vende esse par de óculos em sua comunidade. A principal parceira da empresa é a VisionSpring, organização sem fins lucrativos (em que um dos fundadores da Warby Parker, Neil Blumenthal, atuou anteriormente como diretor), que treina homens e mulheres de baixa renda em países em desenvolvimento para realizar exames oftalmológicos básicos e distribuir óculos a preços acessíveis. Até agora, 18 mil homens e mulheres foram treinados para administrar os exames e vender os óculos em 36 países. A “gestão de óculos” nessas comunidades aumentou a produtividade dos adultos em 35% e sua renda mensal em 20%, gerando um impacto econômico superior a US$ 200 milhões. Além disso, em 4 de agosto, a Warby Parker passou a comercializar lentes progressivas em seu site. Até então, a empresa focava suas vendas online em lentes de visão simples e passou a oferecer as progressivas após testar as vendas do produto em suas lojas físicas - nas duas frentes de negócio, o valor de armação mais lentes progressivas parte de US$ 295. Para a tomada de medidas online, a empresa dispõe de um algoritmo próprio que emprega tecnologia de previsão a fim de garantir o ajuste adequado. As lentes são produzidas sob a tecnologia freeform, cujo algoritmo calcula a altura baseada no tamanho e no formato da armação e na prescrição individualizada. Tudo o que o cliente precisa fazer é informar corretamente sua prescrição. A campanha de doar um par para cada par comprado também vale na versão armação mais lentes progressivas.

Divulgação

Doação e progressivas


— Dillon Perillo

Smith Archive Collection as featured on Dillon Perillo

available in smith prescription eyewear – smithoptics.com


hall of

gente famosa e seus óculos

Frames

Celebridades que desfilam seus óculos diante dos flashes Fotos J. Egberto

O cantor e ator Fiuk arrasa no Gucci de metal redondão, lentes alaranjadas e ponte dupla

A atriz Maytê Piragibe é dona de escolhas estilosas como estes solares Prada

A atriz Nívea Maria a bordo de um bem adaptado modelo de acetato de linhas ovais com lentes levemente escurecidas

Interessante a escolha de Leo Jaime pelo solar de ar clássico

18

VIEW 142

agosto:2014


A modelo e repórter do Domigão do Faustão, Carla Prata, manda bem nos solares Vogue

A comediante Miá Mello é mais uma adepta do aviador Ray-Ban

Cai bem a armação de receituário de metal cinza no rosto do empresário da noite Ricardo Amaral

O receituário aviador de grau antigão, precisando de uma restauração, emoldura o rosto do produtor musical e ator Miele

www.revistaview.com.br

O ator sueco Joel Kinnaman, astro de Robocop, opta por um modelo clássico de acetato tartaruga

agosto:2014

VIEW 142

19


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

Franquia é o negócio certo? Em mais um artigo que celebra a parceria entre a VIEW e a renomada instituição educacional do varejo, o Provar, a professora Marcia Rocha propõe uma reflexão sobre a opção do empresário pela franquia. Texto Marcia Rocha Ilustração Paty Chequetti

Tenho um sonho que me acompanha há muito tempo: ter meu negócio próprio. Como gosto muito de cozinhar e, sinceramente, cozinho muito bem, recebo, com frequência, o incentivo de amigos e familiares para abrir um negócio no ramo de alimentação. Minha ideia sempre foi abrir uma cafeteria. Pequena, charmosa e bem decorada. Sei até como seria a sua decoração: janelas amplas que permitissem a entrada generosa do sol no ambiente. Paredes em tons pastel, em um azul claro, quase cinza, e o rosa suave que não poderia faltar, transmitindo paz e tranquilidade. Mesas de madeira rústica com flores naturais, além de confortáveis e sofisticadas cadeiras brancas, em que os clientes pudessem desfrutar de agradáveis momentos, ao som de uma boa seleção musical. O cardápio - esse seria especial! -, uma experiência gastronômica diferente a cada dia da semana, que poderia ser finalizada com um café, cujos grãos, de origem, realçariam o sabor de tudo o que foi degustado até aquele momento.

O sonho do negócio próprio - Esse é meu sonho, mas até hoje não me senti preparada e com o perfil adequado para partir rumo a esse desafio. Acredito que muitas pessoas sonham em ter seu negócio próprio, mas têm o receio do desconhecido, dos riscos 20

VIEW 142

agosto:2014

inerentes à abertura de uma nova empresa e, também, da criação de um novo produto ou serviço. Diante disso, a franquia pode ser uma alternativa para o empreendedor na medida em que, nesse sistema, o franqueador cede ao franqueado o direito de uso de uma marca já consolidada no mercado para produção ou venda de produtos ou serviços, por um determinado período de tempo. A vantagem é que, ao optar pela franquia, o franqueado não terá de investir tempo e dinheiro no desenvolvimento de uma marca e produto novos, podendo contar com programas de treinamento e capacitação, suporte técnico, operacional e comercial oferecidos pelo franqueador, além da redução dos riscos do negócio. www.revistaview.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

A opção pela franquia

Por outro lado, não há espaço para criatividade, inovação ou qualquer alteração na operação, mesmo que seja com o objetivo de aprimorar a qualidade da prestação de serviço aos consumidores finais. O franqueado, por exemplo, não possui autonomia para modificar o leiaute da loja, alterar a operação, os produtos ou a definição de preços, sempre padronizados pelo franqueador em nível nacional.

Ao analisar a compra de uma franquia, o empresário precisa fazer uma autoavaliação para identificar se possui o perfil para se tornar um franqueado, já que as condições do sistema que, em princípio, são pontos positivos (como treinamento, manuais operacionais, supervisão e controle por parte do franqueador) podem se tornar problemas ao longo do tempo caso o estilo de administração não esteja adequado a esse tipo de negócio. Confira os aspectos que devem ser avaliados criteriosamente. • Capacidade financeira para investir e reinvestir no negócio. Trata-se de um pré-requisito da franqueadora para análise de um futuro franqueado. • Habilidade gerencial. Como gestor do seu próprio negócio, o franqueado é responsável pela gestão das pessoas, o controle administrativo e financeiro, o planejamento, as compras e as vendas. E, basicamente, deve desempenhar a função de controlador geral de todas as atividades administrativas e financeiras da unidade. • Comprometimento pessoal com o negócio. O franqueado tem de estar à frente da operação com dedicação integral, inclusive com disposição para trabalhar aos finais de semana e após o expediente, sempre que necessário. • Capacidade empreendedora é fundamental. Acreditar em si mesmo, ser otimista, ter iniciativa e tenacidade para estar continuamente prospectando novas oportunidades para o crescimento do resultado do negócio. • Identidade com o ramo e com a marca, ou seja, trabalhar com o que se gosta, acreditando na marca e no produto escolhidos, fato esse que, certamente, aumentará a percepção de valor dos consumidores em relação aos produtos e aos serviços oferecidos pela franquia. Ou seja, não faz sentido abrir uma petshop, por exemplo, quando não se gosta de animais de estimação, pois, provavelmente não alcançará a satisfação pessoal e profissional tão almejada, o que será facilmente percebido pelos clientes. • Capacidade de seguir regras. O franqueado deve prestar o serviço de acordo com regras predefinidas, observando padrões, normas, processos e políticas da rede, mantendo a identidade da marca, imagem, produto e serviços.

Perfil adequado - A franquia pode atender as expectativas de alguns franqueados e de outros não. Alguns prosperam e contribuem muito mais para o sucesso da empresa que outros. Porém, é fundamental para esse sucesso que o empreendedor que deseja se tornar um franqueado tenha o conhecimento do seu perfil e de suas características pessoais e habilidades, de forma que o conhecimento e a tecnologia transmitidos pelo franqueador potencializem ainda mais suas qualidades. Voltando à minha história, entendo que o sonho do negócio próprio envolve empreender, arriscar a carreira profissional e, em alguns casos, comprometer o patrimônio e as economias de uma vida toda. O simples fato de ter uma boa ideia não deve ser motivo suficiente para uma pessoa decidir abrir um negócio. Tampouco estar desempregado, desejar ser seu próprio chefe, ter liberdade de horário ou achar que irá trabalhar menos com a possibilidade de ficar rico. Mais que uma grande ideia, é preciso ter o perfil adequado, muita vontade e motivação autênticas para empreender.

Mestre em Administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, a professora Marcia Rocha atualmente é coordenadora de cursos de MBA do Programa de Varejo (Provar) e do Laboratório de Finanças (Labfin) da Fundação Instituto de Administração (Fia) como MBA de Franquias; MBA de Gestão de negócios e, também, MBA de Gestão de negócios e marketing.

positivo, operante! Quer conversar mais com a professora Marcia Rocha sobre franquia? Faça contato revistaview@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

22

VIEW 142

agosto:2014

www.revistaview.com.br


mondo marca

a tradução do universo das marcas

Ao longo de mais de sete décadas, a RayBan escreveu seu nome na história a ponto de se tornar a primeira grife exclusiva de óculos, tamanha a força do seu nome - em alguns lugares do mundo é, inclusive, sinônimo de óculos solares. Criado pela Bausch & Lomb para proteger a visão dos pilotos da força aérea norte-americana, em 1937, o aviador se tornou um acessório-desejo, que permanece por gerações. Sem falar em outros modelos lançados no decorrer dos anos que, ao lado do aviador, se tornaram referência de estilo no design óptico. Desde 1999, integra o portfólio de marcas da Luxottica.

Ray Pesquisa e Texto Graziela Canella Concepção Andrea Tavares

Proteção para aviadores Na década de 1920, à medida que a indústria da aviação crescia e ganhava cada vez mais investimentos, especialmente na categoria militar, a tecnologia levava os aviões a voarem cada vez mais alto. Nesse cenário, os pilotos imediatamente sentiram a necessidade de proteger os olhos, incomodados com a claridade intensa acima das nuvens e os riscos causados pelo ofuscamento e a distorção visual. Naquele período, o tenente John Arthur Macready, piloto de testes da Força Aérea dos Estados Unidos, começou a ganhar notoriedade ao bater recordes de voos prolongados e foi pioneiro em atravessar todo o país sem pousar para abastecer. O excesso de exposição à luz solar nos longos voos, porém, causou irritação e danos à sua retina. Ao voltar de uma longa aventura a bordo de um balão dirigível, o oficial procurou a Bausch & Lomb para encomendar algum tipo de proteção para pilotos de caça, que pudesse ao mesmo tempo proporcionar uma visão mais nítida, proteção à saúde dos olhos e ainda por cima que tivesse boa aparência, adequado ao status de poder dos militares da época - uma evolução das máscaras de aviadores do século anterior. Foi assim que surgiram os óculos Anti-Glare Aviator, com aros finos de metal banhados a ouro e lentes de cristal mineral de tom verde, o famoso G-15, cor ideal para neutralizar a intensidade dos tons de azul e branco do céu. Pesando apenas 150 gramas, os óculos bloqueavam um alto percentual da luz visível e dos raios solares nocivos. Sua patente foi registrada em 7 de maio de 1937.

24

VIEW 142

agosto:2014

1922: os pilotos John Arthur Macready e Oakley Kelly

Bausch & Lomb: primeira fabricante Empresa óptica fundada em 1853 em Rochester, estado de Nova York, pelo óptico John Jacob Bausch e o investidor Henry Lomb, foi detentora da Ray-Ban até 1999, quando vendeu sua divisão de óculos para a italiana Luxottica (que, além da Ray-Ban, incluía marcas como Arnette e Killer Loop). É hoje uma das maiores fabricantes de produtos para saúde visual, presente em mais de 100 países, e trocou o “&” de sua assinatura pelo “+”: Bausch + Lomb. Em 2013, foi adquirida pela também norte-americana Valeant Pharmaceuticals International, com sede em New Jersey, por US$ 8,57 bilhões.


-Ban

Segunda guerra, cena histórica: General Douglas MacArthur

Pronúncia

ga, a Ray-Ban de existência raos ab an te 80 en e totalm Graças a quas a pronúncia m um lé r A te ”. de ÊN o -B it EI nhou o dire glês é “RH in o em çã Já en ”. I-BÃ é ter at sileirada: “RÁ te também an rt m po se im do o a, ca, lembran da pronúnci nome da mar n. o e Ba yev cr Ra es quando se ay” e “Ban”: hífen entre “R pre de usar o

Bonequinha de Luxo: Audrey Hepburn de Wayfarer

O clássico Wayfarer Em 1952, o designer Raymond Stegeman criou um novo modelo, chamado “Wayfarer”, com armação de acetato e design inspirado em carros com barbatanas, a famosa traseira “rabo de peixe”, que foi um dos estilos automobilísticos mais emblemáticos e glamourosos da época. A ideia era agradar novamente ao público fiel de pilotos e militares, mas o modelo caiu em cheio mesmo no gosto das mulheres especialmente depois de ter sido usado pela estrela Audrey Hepburn no clássico filme Bonequinha de Luxo, de 1961. Antes disso, em 1958, o público feminino já havia sido cativado com uma série de modelos de acetato femininos, com variedade de cores e estilos. Design: o rabo de peixe dos carros dos anos 50, como o Cadillac Eldorado, inspirou o desenho do Wayfarer

Estilo McArthur Assim que registrou a patente, a Bausch & Lomb decidiu explorar a oportunidade de fornecer óculos solares específicos para a aviação. Foi então que lançou no mercado o Ray-Ban Aviator, cujo nome remete à eficácia dos óculos em bloquear os raios solares, a partir da junção dos termos em inglês “ray” (“raio”) e “ban” (“banir”). O sucesso entre pilotos e militares foi imediato. Em 1944, o general Douglas MacArthur foi fotografado usando seus óculos Ray-Ban em uma imagem célebre da Segunda Guerra Mundial - a chegada das tropas norte-americanas à praia de Palo no Golfo de Leyte, nas Filipinas, campanha que culminou com a vitória dos Aliados sobre o Japão - cena que foi até reproduzida em um monumento e no cinema. Foi a partir daí que o modelo aviador ganhou fama também junto ao público em geral, especialmente policiais, caçadores, pescadores e outros homens de estilo esportivo, que se identificavam com a imagem de força e bravura. Ao longo dos anos, o modelo ganhou novas versões, inclusive femininas, o que contribuiu ainda mais para seu sucesso comercial. Além de um acessório de proteção, os óculos aviadores ganharam status fashion - já na década de 40, quando surgiram as lentes dégradés e espelhadas. Em 1951, a pedido da Marinha dos Estados Unidos, a marca também desenvolveu as lentes cinza N-15. astronautas da em 1965: os Nas estrelas, er Jr. e Charles Conrad Jr. Coop Nasa Gordon

2009: Florence Welsh, vocalista do grupo Florence and the Machine

agosto:2014

VIEW 142

25


Ícone fashion: Madonna em Procura-se Susan desesperadamente em 1985

mondo marca

1995: Jack Nicholson com Sean Penn no set de Acerto Final

Primeiras celebridades clicadas de Ray-Ban: Lauren Bacall e Humphrey Bogart no set de To have and have not, em 1944

1956: a estrela Marilyn Monroe e o dramaturgo Arthur Miller 1955: James Dean no set de Assim caminha a humanidade Ídolos da música: Keith Richards, Mick Jagger e Bob Dylan em 1972

Ícones da música e cinema Desde os anos 60, os óculos Ray-Ban ganharam adesão praticamente unânime das celebridades e se transformaram em item cult obrigatório de artistas de cinema e ídolos da música, de Marilyn Monroe e James Dean a Bob Dylan e Lou Reed. Esse prestígio ganhou ainda mais força nas décadas de 80 e 90, quando seus modelos passaram a figurar em cenas icônicas do cinema. Alguns dos destaques foram Madonna de Wayfarer em Procura-se Susan desesperadamente (1985), Dan Aykroyd e John Belushi em Os irmãos cara de pau (1980), Jack Nicholson no papel de Coringa em Batman (1989) e ainda Tommy Lee Jones e Will Smith em Men in Black (1997). O astro Tom Cruise conseguiu turbinar as vendas da marca duas vezes e marcou a década de 80 a bordo de um Wayfarer em Negócio Arriscado (1983), que elevou suas vendas em 50%. Três anos mais tarde, usou um aviador em Top Gun (1986), no papel de um piloto da Força Aérea norte-americana - nos sete meses após a estreia, as vendas do modelo aumentaram 40%. Top Gun: Tom Cruise turbinou as vendas da marca em 1986, no lançamento do filme 1980: Os irmãos cara de pau

Men in Black: Tommy Lee Jones e Will Smith, em 1997

Era italiana Em 1999, a Ray-Ban foi vendida para a Luxottica por US$ 640 milhões. Na virada do século, a gigante italiana foi responsável pela ampliação das linhas de produtos - com o lançamento em 2003 da coleção Ray-Ban Junior, para crianças de oito a 12 anos - e também por uma nova fase de ações publicitárias, que envolveram desde o patrocínio da equipe Honda da Fórmula 1 até uma série de novas campanhas com intuito de estabelecer um conceito de estilo de vida para a marca. Além de imagens e slogans, os lançamentos passaram a envolver ações como eventos, shows, parcerias com músicos e artistas plásticos. Atualmente, está presente em mais de 130 países com coleções masculinas, femininas e infantis e faturamento estimado em mais de US$ 1,5 bilhão por ano. Recentemente, a marca lançou seu canal de e-commerce no Brasil. 26

VIEW 142

agosto:2014


mondo marca

a tradução do universo das marcas

Na moda: anúncio na Vogue América, em junho de 1954

Anos 70: campanha do Ambermatic

Espírito inovador

1952: um dos primeiros anúncios Ambermatic século 21: relançamento da linha no aniversário de 75 anos da Ray-Ban

Ao longo de sua história, a Ray-Ban destacou-se por focar na tecnologia, na qualidade e na durabilidade dos óculos. Foi pioneira em oferecer uma série de atributos que hoje já foram integrados ao mercado - nos anos 60, foi a primeira empresa a fabricar estojos para proteger os óculos e lentes resistentes a impacto. Também introduziu, na década de 70, coleções de armações de receituário e modelos solares de proteção para alpinistas, com lentes espelhadas e protetores laterais. Em 1974, o lançamento das lentes Ambermatic, que se ajustavam cromaticamente ao ambiente. O processo de fabricação de um par de óculos Ray-Ban envolve cerca de 20 processos de inspeção para certificar sua qualidade, especialmente para assegurar que as lentes absorvam ao menos 65% dos raios solares. Lançou novidades também no design, como edições limitadas e releitura de modelos clássicos com novos materiais como titânio, couro e fibra de carbono. Nos anos 2000, lançou um Wayfarer de armação branca acompanhada de um kit de canetas especiais coloridas para customização, cuja campanha foi batizada de “Colorize” (do inglês, “colorir”).

Retrô: campanhas na era Bausch & Lomb

Ícones Modelo RB 4105

Modelo RB 3025

Modelo RB 3016

Modelo RB 3138

Modelo RB 2140

Modelo RB 3136

:: Aviator O pai de todos. De 1937 até os dias de hoje, é a referência número um em desenho de óculos.

28

VIEW 142

:: Wayfarer O clássico mais cult da Ray-Ban foi lançado em 1952. Desde então, a atitude rock’n roll tem os óculos solares em seu DNA, além de itens como o jeans, a camiseta e a jaqueta de couro. agosto:2014

:: Shooter :: Wayfarer folding Seis partes que se tornam uma: a versão dobrável do Wayfarer.

Derivação do Aviator, tem como marca registrada o círculo de metal entre os olhos, que, de forma bem humorada, é definido como um espaço para segurar o cigarro.

:: Clubmaster

:: Caravan

Criado em 1986 com inspiração no look dos anos 60, combina acetato preto e metal e é mais um clássico dos óculos.

Versão quadrada do Aviator, o Caravan foi apresentado exatos 20 anos após o começo da saga Ray-Ban. www.revistaview.com.br


mondo marca

a tradução do universo das marcas

Slogans e campanhas Nos anos 2000, a Ray-Ban criou uma série de novas campanhas, com slogans marcantes como Me and my Ray-Ban (“Eu e meu Ray-Ban”), em 2003; Empower your vision (algo como “dê poder à sua visão”), de 2004; Change your view (trocadilho com a palavra “visão”, que significa “mude sua visão” ou “mude de perspectiva”). Porém, o slogan mais expressivo da marca firmou-se em 2006, com a campanha intitulada “Never Hide” (ou seja, “nunca se esconda”). Lançada simultaneamente em mais de 20 países, a campanha era composta por imagens em preto e branco de pessoas em cenas cotidianas. A proposta do slogan era expor a própria personalidade, sem medo de ser feliz. Na primeira fase, pessoas de todo o mundo puderam enviar suas fotos para exibição em um telão no Times Square, em Nova York. As imagens se mantém no site da marca, que continuou renovando a proposta com novas versões da Never Hide.

Nunca se esconda: campanha Never Hide versão 2013 modelo Velvet RB4171 modelo Denim RB2140

modelo Steel RB3513

Os óculos da temporada A mais nova série especial da Ray-Ban tem nome que combina uma homenagem ao Garment District (bairro nova-iorquino conhecido pela tradução na indústria da moda) com o ano de lançamento da marca, o projeto District 1937, que celebra a reinvenção de modelos icônicos pela aplicação de novos materiais como jeans, veludo e couro. Até agora, foram lançadas cinco inovações (Leather, Denim, Steel, Titanium e Velvet) e ainda há outras três a serem lançadas em breve.

modelo Leather RB2140QM

modelo Titanium RX8721

hn -presidente Jo 1962: até o ex y aderiu à moda ed Kenn 1968: o papa da

pop art Andy Wa

rhol

ual

www: Ray-Ban virt

www.ray-ban.com brazil www.ray-ban.com/ m/RayBan www.facebook.co Ray_Ban www.twitter.com/ e /user/neverhidenois www.youtube.com s lm /user/neverhidefi www.youtube.com

30

VIEW 142

agosto:2014

www.revistaview.com.br


a palavra é...

a VIEW explica as novas palavras

…Sarto a palavra é...

o pela sendo marcad á st e 1 2 lo u c O sé cesso unicação e o a m o c a d e d a velocid ço da graças ao avan o ã ç a rm fo in à eno chamado m ô n fe o a e tecnologia odas se conceitos e m s, ia e Id t. e rn inte onta Scott Schuman: o mente e, por c a id p ra m e Sartorialista em si z u reprod ssões se re p x e e s ra v Nem Aurélio explica ala já disso, novas p e z lu a d Segundo a maioria dos dicionários brasileiros, a paa velocidade n m a in m se lavra “sartorial” diz respeito ao que se refere ou peris d homem o d ia d a ia d tence ao sartório, músculo da coxa também conhecido os faz parte do rm te s o v o n como “costureiro”. Não por acaso, já que a palavra arar com m moderno dep o c vem de “sartor”, ou seja, “alfaiate” em latim. Uma s entendido o sã re p m se pesquisa um pouco mais aprofundada a partir dessa que nem W IE V a e u q so origem revela, então, uma segunda denotação ao is or facilidade. É p e d a d a termo, que traduz o adjetivo como sendo algo ou alseção, batiz a v o n a st e a ç guém relacionado a alfaiataria, confecção de roupas lan car em o tr e d m fi a sob medida, estilo ou maneira de vestir. O que os diA palavra é... ra a P s. o cionários ainda não parecem ter notado foi a profusão novos term miúdos esses do termo nos últimos anos e seu impacto na comunilheu o o sc e te n e g a cação e no consumo de moda contemporâneos. começar, que em 2005 ra v la Tudo começou em 2005, quando o norte-americano Scott Schuman atria p ”, o sm “Sartoriali à s a ç buiu a si mesmo o título de Sartorialista e fundou o blog The Sartorialist, nificado gra g si o v o n u o compilação de fotos de pessoas nas ruas, de todas idades e estilos, com h gan ante rt o p im is a quase nenhum texto exceto pelo título indicando a ocasião ou o local da m influência do a d a foto e alguns comentários esporádicos do autor. Os nomes dos fotografaoda de ru tt fotógrafo de m dos raramente são revelados, o que realça a ideia de consagração do anoo ericano Sc m -a e rt o n o , nimato. Para as lentes do Sartorialista, não há diferença entre um modesto e atualidad rnou to se o n a o feirante marroquino (segundo a legenda, com estilo mais Dries van Noten o últim Schuman e n do que o próprio Dries van Noten) e a fashionista ex-editora da Vogue Paris, umas marcas. lg a e d ra tu Carine Roitfeld, quando o assunto é criatividade, estilo pessoal e a podea assin rosa forma de comunicação contida no vestir.

Quem é Scott Schuman? Nascido no estado norte-americano de Indiana em 2 de novembro de 1968, Scott Schuman especializou-se em marketing de moda e branding (do inglês, “gestão de marcas”) e dirigiu um showroom próprio com roupas e acessórios de novos designers de moda em Nova York até 2002. Na época, a cidade ainda se recuperava do traumático Onze de setembro e o mercado não ia bem, com escassez de produtos e lojistas endividados. Foi então que Schuman decidiu fechar as portas e dedicar-se em tempo integral às filhas, Isabel e Claudia, então com seis anos e dois anos, respectivamente. Em 2005, começou a fotografar. Com a mesma câmera digital que registrava momentos com as pequenas, passou a capturar imagens de pessoas nas ruas que chamavam sua atenção pelo estilo e a maneira de vestir. 32

VIEW 142

agosto:2014

Com o objetivo de abrir um diálogo sobre as imagens que captava e a moda, criou o The Sartorialist, pioneiro na postagem de fotos de moda no formato de blog. “Pensei em fotografar pessoas nas ruas da forma que os estilistas olham para elas, captando essa inspiração e distribuindo-a para o público”, explica Schuman no próprio site. A maneira como o então blogueiro atribuía linguagem de moda a cenas prosaicas rapidamente atraiu o olhar de experts. Pelas lentes do Sartorialista, qualquer pessoa poderia se tornar ícone fashion. Não tardou para que o site Style.com o contratasse para fazer seus registros durante a semana de moda de Nova York. Desde então, Schuman fotografou e foi fotografado para inúmeras marcas como The Gap, Verizon, Kiehl’s, Nespresso, DKNY Jeans, Gant e Absolut. Em 2009, foi con-

tratado pela grife britânica Burberry para registrar pessoas nas ruas de várias cidades do mundo vestindo seus clássicos trench coats (do inglês, “casaco de trincheira”, o icônico modelo de capa de chuva), na criação do projeto Art of the Trench - que, em 2012, ganhou uma versão brasileira pelas lentes do carioca Thiago Petrik, provavelmente o melhor exemplar de fotografia no estilo “Sartorialista” por aqui. Autor do site e livro Rio Etc, Petrik compila, entre outras coisas, fotos de cariocas cheios de bossa. Algumas das fotos de Scott Schuman compõem as coleções permanentes do Victoria & Albert Museum, em Londres, e do Metropolitan Museum of Photography, em Tóquio. Em 2009, a editora Penguin publicou uma antologia de seus cliques, que vendeu mais de 100 mil cópias e foi traduzida para diversos idiomas. www.revistaview.com.br


rialismo

Pesquisa e texto Graziela Canella Concepção e edição Andrea Tavares Imagens Divulgação

A febre das ruas

A influência de Scott Schuman é muito ampla, desde a forma como as marcas se comunicam até como as pessoas consomem nos dias de hoje. A informação de moda é democrática nos dois lados e qualquer pessoa pode ser tema de suas fotos, não importa se é um fashionista nova-iorquino ou uma simpática senhora de avental em um vilarejo italiano. O estilo de registro fotográfico em blog ganhou adeptos no mundo inteiro. Entre aqueles que preferem ficar por trás das lentes e captar suas visões particulares das manifestações de moda nas ruas, outro bom exemplo é a ilustradora francesa Mariline Fiori, mais conhecida pelo nome Garance Doré - dona de um dos melhores blogs de moda de rua e, quem diria, namorada de Schuman desde 2008 (prova de que às vezes similares também se atraem). Outro site que se destaca nessa linha é o Jak & Jil, do fotógrafo Tommy Ton, sucessor de Schuman na cobertura das semanas de moda para o Style.com. Há também uma febre de blogs autorais, nos quais seus criadores registram o próprio estilo. No Brasil, a pioneira nesse estilo foi a publicitária mineira Cris Guerra, que em 2007 lançou o blog Hoje vou assim, no qual começou a registrar diariamente o figurino que havia escolhido para ir ao trabalho. Egotrip ou não, o fato é que a modalidade tem transformado especialmente jovens mulheres em gurus de estilo. Os produtos que as famosas blogueiras recomendam hoje invariavelmente se esgotam das prateleiras amanhã, ainda que sem estabelecer imagem de marca em longo prazo, e muitas vezes em troca de quantias astronômicas. Apesar do estilo fotográfico e de postagem em blog e redes sociais se assemelharem ao formato criado por Schuman, as analogias param por aí. Schuman se associa a marcas, mas a essência de seu blog permanece autêntica e livre - o que mantém sua credibilidade e aspecto inspirador.

O Sartorialismo na moda Schuman introduziu a palavra “Sartorial” no vocabulário fashion, que começa a aparecer sob logotipos de marcas e coleções. Seu uso é associado tanto aos conceitos de estilo pessoal e singularidade que remetem aos personagens fotografados no blog, mas também a seu significado de origem. Marcas como Tod’s e Burberry já lançaram linhas de produtos com a etiqueta Sartorial, sempre com características como o aspecto exclusivo, artesanal, sob medida, feito à mão e limitado. Ou seja, especial. Para algumas marcas, como Ralph Lauren, o sentido do nome é bastante literal, e sua Sartorial Collection é composta por peças costuradas à mão.

Sartorialismo: os instantâneos de Scott Schuman pelo mundo

Sartorialista versão física: a capa do livro editado pela Penguin em 2009 www.revistaview.com.br

agosto:2014

VIEW 142

33


a palavra é...

a VIEW explica as novas palavras Projeto Faces by The Sartorialist: Oliver Peoples modelo OV1145 5039 A

1906: elegância britânica em Kensington

Óculos na visão de Schuman

1906: se hoje as pessoas andam teclando no celular, antigamente a distração eram livros - como da moça em Church Street

O Sartorialista do século 18 O site The Library Time Machine, de David Walker, publicou em 2013 uma longa seleção de imagens antigas no melhor estilo das ruas, garimpadas no londrino Leighton House Museum. As imagens são do cartunista e ilustrador britânico Edward Linley Sambourne, que ganhou o apelido de Sartorialista da Era Eduardiana. Apaixonado por fotografia, Sambourne fotografava mulheres andando pelas ruas das cidades que visitava e utilizava essas imagens como base para seus desenhos. Os primeiros registros datam do final do século 18, mas a maioria das fotos encontradas data de 1905 a 1908. Na época, sem uma legislação adequada quando ao direito do uso de imagem, grande parte das mulheres nem soube que estava sendo fotografada, já que, na maioria das vezes, Sambourne usava uma câmera escondida. Sambourne: Sartorialismo do início do século 20

O mais recente projeto digital para o qual Scott Schuman foi escalado é o Faces by the Sartorialist, concebido pela Luxottica. O blogueiro vem captando imagens de personagens que chamam sua atenção por conta do estilo dos óculos durante viagens por cidades como Nova York, Milão, Xangai, Paris e Rio de Janeiro, que rendem várias postagens por semana no site www.facesbythesartorialist.com e na conta de Instagram @facesbythesartorialist. “Óculos são acessórios fascinantes, podem revelar e ao mesmo tempo transformar a imagem da pessoa”, disse Schuman. Empolgado com o projeto, o Sartorialista ainda declarou ter percebido que as pessoas têm sido cada vez mais ousadas nas escolhas de óculos como acessório de moda. “É muito bom ter a oportunidade de capturar a verdadeira essência dos óculos com a Luxottica”, completou.

1906: a moda de rua eduardiana em Cromwell Road, Londres

1908: em Londres

O criador de óculos: Scott Schuman para o Faces by The Sartorialist

Projeto Faces by The Sartorialist: Ray-Ban modelo RX 5317 5385

Nova York: mulheres pelas lentes da francesa Garance Doré

1906: look invernal em Cornwall Gardens 1906: nos registros de Sambourne, não era fácil manter a elegância na praia, no verão de 1906, em Ostende

34

VIEW 142

agosto:2014

1906: foto de Sambourne em Kensington, Londres

www.revistaview.com.br


Projeto Faces by The Sartorialist: Oliver Peoples modelo OV5253

Projeto Faces by The Sartorialist: Oliver Peoples modelo OV5252

Projeto Faces by The Sartorialist: Dolce & Gabbana modelo DG3181 2673

Projeto Faces by The Sartorialist: Miu Miu modelo MU 07MV 2AF-1O1

Projeto Faces by The Sartorialist: Paul Smith modelo PM8210

Projeto Faces by The Sartorialist: Miu Miu modelo MU 07MV DHI-1O1

Projeto Faces by The Sartorialist: Prada modelo PR 18QV RO0-1O1

Instagram cheios de estilo Jamie Beck & Kevin Burg @annstreetstudio Danielle Bernstein @weworewhat Refinery29 @refinery29 Sean Sullivan @impossiblecool The Glamourai @theglamourai Prabal Gurung @prabalgurung Tina Craig @bagsnob Tommy Ton @tommyton

Sites imperdíveis para saber mais The Sartorialist www.thesartorialist.com Garance Doré www.garancedore.com Jak and Jil www.jakandjil.com Rio Etc www.rioetc.com.br Hoje vou assim www.crisguerra.com.br/hoje-vou-assim Cool Hunting www.coolhunting.com The Library Time Machine rbkclocalstudies.wordpress.com Face Hunter www.facehunter.org www.revistaview.com.br

No smartphone O aplicativo Chicfeed, disponível para aparelhos com sistemas Android e iOS, é uma simples compilação de fotos dos principais blogs de moda de rua da atualidade. Ali, é possível navegar de uma vez pelo conteúdo dos sites The Sartorialist, Face Hunter, Jak and Jill, Cherry Blossom Girl, LookBook, Altamira e Chictopia. É possível selecionar apenas os sites favoritos nos ajustes da ferramenta. agosto:2014

VIEW 142

35


modelo RL 8124 5483 87

vitrine

Ralph Lauren 0800 7039444

Runway

modelo RL 8124 5001 87

Coleção cápsula vista no último desfile da Ralph Lauren na semana de moda de Nova York, tem como inspiração a efervescência cultural do final dos anos 60 em Londres. Caracteriza-se por estampas geométricas e florais em preto e branco combinados com cores brilhantes. A expressão “coleção cápsula” define uma minicoleção lançada em caráter especial, seja por meio de colaborações com celebridades, designers ou figuras estratégicas ou por conta de um tema especial, uso de matérias-primas originais etc.

modelo RL 6118 5003

modelo RL 8126 5484 87

Soft Pony A série reinventa o lendário logotipo do jogador de pólo da Ralph Lauren a partir do contraste do acabamento brilhante das armações com o detalhe de borracha suave.

modelo RL 8126 5486 87

A marca nasceu no final dos anos 60, em Nova York, primeiro com a produção de gravatas, depois moda masculina, aos poucos incorporando várias linhas de produtos para homens e mulheres. Seu estilo clássico e sofisticado combina alfaiataria com inspiração esportiva. As linhas de óculos são licenciadas pela Luxottica.

modelo RL 6116 5475

modelo RL 8120 5231 2L

Navajo A tradição artesanal da tribo norte-americana inspira a evolução do já conhecido estilo country da Ralph Lauren. Nos óculos, a tendência aparece na seleção de tons naturais e na placa metálica com motivos indígenas.

36

VIEW 142

agosto:2014

modelo RL 6116 5476

Divulgação

Filosofia modelo RL 8122 5220 8D


vitrine modelo Jolie 503895102

modelo 5026 422 95

Colcci 0800 6422001 modelo 5033 117 01

A mitologia nórdica e os deuses da época medieval são o ponto de partida criativo para a nova coleção de óculos da marca, que trazem elementos trançados e texturizados de couro e chifre, hastes marmorizadas e lentes dégradés, combinando romantismo com a força dos vikings. Um dos destaques vai para o modelo Jolie, que tem a über model Gisele Bündchen como rosto de campanha (veja Foco, página 62). Filosofia Fundada em 1986, em Santa Catarina, a Colcci se firmou como uma das marcas mais influentes da moda brasileira. Caracteriza-se pela intensa pesquisa de moda, comportamento, ergonomia e tecnologia têxtil, além de um estilo jovem e criativo. Licenciada pela JR Adamver, a coleção de óculos é produzida em suas fábricas no Brasil e na Argentina.

modelo 5028 334 01

modelo 5554 807 54

modelo 5546 830 52 Divulgação

modelo 5548 839 52

modelo 5552 851 56

modelo 5032 670 13

modelo 5551 850 53 38

VIEW 142

agosto:2014


www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br


VOCÊ SABIA 1 A CADA 2 USUÁRIOS DE ÓCULOS CONSIDERA USAR LENTES DE CONTATO (5 MILHÕES DE PESSOAS1), MAS ENXERGA ALGUMAS BARREIRAS

Medo do desconforto Falta de praticidade

© Johnson & Johnson do Brasil Indústria E Comércio de Produtos Para Saúde Ltda - AGOSTO/2014 1. Dados em arquivo: Estudo populacional nacional de incidência 2013. De propriedade da Johnson&Johnson Vision Care. 2. MORGAN PB et al. Ocular physiology and comfort in neophyte subjects fi tted with daily disposable silicone hydrogel contact lenses. Cont. Lens Anterior Eye. 2013 Jun;36(3):118-25. 3. BRENNAN, N. Beyond Flux: Total Corneal Oxygen Consumption as an Index of Corneal Oxygenation During Contact Lens Wear. Optometry and Vision, Vol. 82, No. 6, June 2005. 4. Morgan PB et al. Ocular physiology and comfort in neophyte subjects fi tted with daily disposable silicone hydrogel contact lenses. Cont. Lens Anterior Eye. 2013 Jun;36(3):118-25. 5. JJVC data on fi le 2009, 1-DAY ACUVUE® TruEye®. 127 subjects, existing CL wearers, 1 - week daily study. Senofilcon A - 1ACUVUE® OASYS® com HYDRACLEAR® PLUS: Reg.ANVISA 80148620045, Narafilcon A - 111-DAY ACUVUE® TRUEYE® com HYDRACLEAR® 1: Reg.ANVISA 80148620065. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA REFRACIONAL. Johnson & Johnson Industrial Ltda. Rod. Pres. Dutra, Km 154 - S. J. dos Campos, SP. CNPJ: 59.748.988/0001-14. Resp. Téc.: Evelise S. Godoy – CRQ nº 04345341. Mais informações sobre cuidados de manutenção, advertências e indicação de uso do produto verifique o Guia de Instruções ao Usuário, acesse www.acuvue.com.br ou ligue para Central de Relacionamento com o Consumidor 0800 7274040.


As lentes de descarte frequente ACUVUE® rompem tais barreiras e proporcionam os benefícios esperados pelos seus clientes:

Sensação de estar sem lentes

2

100% de oxigênio para olhos saudáveis

3,4

Fácil manuseio

5

Portanto, para seus clientes usuários de óculos, lembre-se de recomendar lentes de contato de descarte frequente como uma boa opção de correção visual.

DESCARTE DIÁRIO DESCARTE A CADA 2 SEMANAS TAMBÉM PARA ASTIGMATISMO

ATENDIMENTO PERSONALIZADO ATRAVÉS DE NOSSO SAC: 0800 728 8281


vitrine

o que há de novo no mercado

Kiss Collection A rebeldia romântica de Valentino surge na forma de um beijo no novo modelo de óculos solares, aposta da grife para a temporada. Sua silhueta arredondada assemelha-se a uma boca, com aplicação das clássicas tachas da marca nas laterais.

modelo V689S 017

Valentino 0800 7071516

modelo V689S 642

Filosofia Fundada em Roma, em 1962, a grife do estilista italiano Valentino Garavani é uma das mais influentes do mundo. Entre suas marcas registradas estão o tom de vermelho vivo e os vestidos luxuosos. Atualmente, tem como diretora criativa a estilista Maria Grazia Chiuri. A coleção de eyewear é produzida pela Marchon.

modelo V689S 200

Rouge Absolute modelo V691S-613

Divulgação

A coleção cápsula (expressão que define uma minicoleção lançada em caráter especial, seja por meio de colaborações com celebridades, designers ou figuras estratégicas ou por conta de um tema especial, uso de matérias-primas originais etc.) inclui modelos em três combinações especiais de tons de vermelho, com destaque para o detalhe customizado nas hastes, composto por três ícones removíveis de metal, entre letras e símbolos, que podem ser selecionados pelo cliente.

Compartilhe . Curta . Siga . Interaja . Informe-se . Aprenda

A face digital da VIEW /revistaview

@revistaview

www.revistaview.com.br


— Jonathan Siegrist

STRAY FROM THE BEATEN PATH the coleburn

smithoptics.com


vitrine

o que há de novo no mercado

Safilo by Marc Newson

modelo smn001 w7d

0800 7012097 A corporação italiana celebra seu 80º aniversário com o lançamento de uma coleção cápsula em colaboração com o australiano Marc Newson. O projeto teve início na escolha de um modelo histórico pelo designer para a criação de variações com materiais e tecnologias diferentes, que resultaram em cinco armações de receituário e dois modelos solares. Optyl, alumínio e outros materiais que se destacaram ao longo de oito décadas foram homenageados nos modelos. A cor laranja, marca registrada de Newson, também foi utilizada. A expressão “coleção cápsula” define uma minicoleção lançada em caráter especial, seja por meio de colaborações com celebridades, designers ou figuras estratégicas ou por conta de um tema especial, uso de matérias-primas originais etc.

modelo smn006s 760uw

Filosofia Fundada em 1934, a marca Safilo combina a expertise, a tradição e a inovação que o grupo aplica em todas as marcas de seu portfólio. Suas coleções incluem modelos clássicos e atemporais, com destaque para a armação de receituário na tradicional padronagem tartaruga, linhas arredondadas e tamanho grande.

modelo smn002 91c

Marc Newson

modelo smn001 d28 02

44

VIEW 142

agosto:2014

modelo smn006s 011ha

Divulgação

modelo smn002 dz1

Um dos mais aclamados designers industriais de sua geração, o australiano Marc Newson já criou de tudo, desde móveis a utilidades domésticas, bicicletas, carros, aviões comerciais, iates, projetos arquitetônicos e muito mais. Atualmente baseado em Londres, Newson já recebeu vários prêmios e foi incluído na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo da revista norte-americana Time.


vitrine

o que há de novo no mercado

modelo Carrera 6000 MT 6vxxt

Carrera 0800 7012097

A marca volta a celebrar seus clássicos com a Icons Collection (do inglês, “Coleção Ícones”), reedição de alguns de seus modelos de maior sucesso - desta vez, os legendários modelos solares Champion e Carrera 6000.

modelo Carrera 6000 MT 08h3u

Divulgação

Filosofia A marca foi criada pelo austríaco Wilhelm Anger, em 1956, inspirada por sua paixão pela célebre Carrera Panamericana, uma das mais perigosas competições automobilísticas da época, realizada no México. Com produção e distribuição da Safilo, atualmente suas coleções fazem sucesso não apenas entre fãs de esporte e velocidade, mas também entre consumidores antenados com a moda.

modelo Carrera 6000 MT sigjo

Carrera 6000/MT De formato retangular e hastes com detalhe ondulado, o modelo é reinterpretado em uma nova versão high-tech, com armação de aço inoxidável e paleta de tons vibrantes que podem combinar ou contrastar com as lentes coloridas.

modelo Carrera 6000 MT abvuz

modelo Champion MT 6vxxt

modelo Champion MT 9ebuw

modelo Champion MT sigjo

Champion/MT O icônico aviador da Carrera já foi relançado de inúmeras formas, em variedade de materiais, cores e detalhes. Desta vez, um mix de metal com aço inoxidável super leve atribui conforto e visual moderno, com acabamento acetinado e lentes espelhadas. 46

VIEW 142

agosto:2014

www.revistaview.com.br


ESTAÇÃO DE CORTE COMPACTA E POTENTE A LE-700 não é apenas um facetadora é uma Estação de corte, com um blocador inteligente integrado e leitura das lentes de demonstração.

• Processamento e tecnologia confiável • Bloqueador inteligente • Tecnologia “Rastreamento sem tracer” • Recursos fáceis de usar • Design inteligente • Satellite Tracer (opcional)

Blocador simples e inteligente embutido

Painel intuitivo Fácil operação de forma intuitiva com um design universal dos ícones, tela touch screen e o assistente “next-step” (próximo passo) que orienta o operador a seguir um passo a passo até o final do processo.

Com uma tela touch screen de alta resolução, a máxima precisão para blocagem pode ser alcançada constantemente.

SUNGLASSES BUSINESS POINT Visite nosso stand na SUNGLASSES no Club Med Rio das Pedras, Rio de Janeiro PAVILHÃO 2 de 19 a 23 de agosto. www.mellooptical.com.br www.vendas.mellooptical.com.br

SÃO PAULO (11) 2764-3000

FORTALEZA (85) 3045-4011

BELO HORIZONTE (31) 3658-8015

PORTO ALEGRE (51) 3085-7341


vitrine modelo S8958 SN8H

Police 11 3839 1900 modelo S1948 NV9H

A novidade é um novo modelo solar em alusão ao craque Neymar Jr, atual garoto-propaganda da marca. O design combina essência vintage com acabamento inovador, como pintura fosca ou cromada e lentes com efeitos de dois tons, incluindo uma área espelhada na parte superior. Filosofia Em 1983, a marca foi fundada na Itália com o nome de uma das bandas de rock mais conhecidas da época. Desde então, faz sucesso com modelos clássicos e campanhas com celebridades do cinema e do esporte, de George Clooney a David Beckham.

modelo S8958 W01H

modelo S1948 NV8H

0800 6422001

Sintonia com o universo das artes e do design, irreverência e visual impactante são alguns dos atributos que mantêm a marca desenhada pelos argentinos Martín Acevedo e Diego Cohen conectada com o público jovem desde 2009. É comercializada no Brasil pela JR Adamver.

ova l Inca, a n Punta De racteriza a n e il h c ca na trilha eituário se formato dos Inspirada es de rec õ o ç a sm e rm a m linha de ovíveis no etato - dois ntes rem c por pinge três modelos de a iferentes o d ã S m s. e lo x ócu se is n u s. s e um e textura feminino de cores s e õ ç a in comb

Punta

modelo Punta 2 (2582 802 51) modelo Punta 1 (2581 800 54)

48

VIEW 142

agosto:2014

Divulgação

Absurda

modelo Punta 3 (2563 604 50)

Filosofia


Por que apenas corrigir, se você pode melhorar a sua visão?

NOVAS LENTES

MELHORE A VISÃO DOS SEUS CLIENTES. As lentes adaptáveis Transitions® Signature™ VII com a tecnologia Chromea7™ proporcionam uma experiência superior ao usuário. Elas são mais reativas à luz indireta do sol e se tornam ainda mais escuras em altas temperaturas. As lentes Transitions® Signature™ VII proporcionam excelente desempenho em ambientes externos e oferecem a total transparência que seus clientes desejam em ambientes internos. Permita que esta tecnologia inovadora ajude seus clientes a Ver o Melhor da Vida. Saiba mais em Transitions.com.br

Baixe o leitor de QR Code, faça a leitura do código e Veja o Melhor da Vida.

/TransitionsBrasil @Transitions_BR

®

LENTES TRANSITIONS . VEJA O MELHOR DA VIDA.

Transitions_BR

Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions Signature e Chromea7 são marcas da Transitions Optical, Inc.©2014. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes. Fotos meramente ilustrativas.


vitrine

o que há de novo no mercado

modelo Clip-on Classic

Evoke 11 3034 3690 Um clássico está de volta: o adicional solar, mais conhecido como clip-on, é tendência. A nova série Clip On da Evoke resgata o conceito com armações de acetato nas versões Classic, Round e Square com clips-on lentes Carl Zeiss Vision que possibilitam transformar o receituário em solares e vice-versa. Cada modelo está disponível em três cores: preto, tartaruga claro e escuro.

modelo Clip-on Round

Filosofia A marca dos irmãos Demian e Fabiano Moraru tem distribuição pela Brazilian Lab e já soma 13 anos de mercado. O apelo junto ao público, qualidade de matéria-prima, busca pela inovação e constante busca por novas parcerias criativas mantém a Evoke entre as principais lançadoras de tendências no país.

modelo Clip-on Square

modelo Saturn RB2140 6112 17 modelo Jupiter RB2140 6110 19

Ray-Ban 0800 7039444

modelo Mercury RB2140 6113 30

Óculos que mudam de cor conforme as variações de luz compõem a nova linha Iridescent Colours da marca. O clássico estilo Wayfarer tem lentes de microcristais de sílica cobertos de óxidos de metal reflexivos que produzem diversas tonalidades vibrantes, dependendo da intensidade e da inclinação da luz. O mesmo tratamento é aplicado nas armações. As combinações de cores são inspiradas em planetas. Filosofia A marca que é hoje sinônimo de óculos solares e ícone de estilo surgiu no desenvolvimento do primeiro modelo aviador, em 1937, para a proteção visual dos pilotos da força aérea norte-americana. Suas coleções são produzidas e distribuídas pela Luxottica.

modelo Mars RB2140 6111 69

modelo Venus RB2140 6109 Z2 50

VIEW 142

agosto:2014


modelo 1202 613 53

Mormaii 0800 6422001 Depois do sucesso do modelo solar Lances, de formato quadrado e inspiração em estilos dos anos 50, agora a Mormaii apresenta a sua versão de receituário, o Lances RX, disponível em seis opções de cores, com acabamento brilhante ou fosco, incluindo detalhes translúcidos e dégradés. Filosofia A marca de surfwear nasceu em 1975, criação do médico e surfista Marco Aurélio Raymundo, o Morongo, que desenvolveu trajes de neoprene para a prática de surfe a partir da própria necessidade de proteção para encarar as águas geladas do litoral catarinense. As linhas de óculos são produzidas pela JR Adamver e atualmente são os produtos mais vendidos da Mormaii.

modelo 1202 032 53

www.revistaview.com.br

Divulgação

modelo 1202 609 53


atitude

iniciativas e ideias do varejo

Fototica versão 2014 A VIEW conversou com o CEO da empresa, Alvaro Vieira, para conhecer o momento atual da Fototica e saber quais são os planos da rede de ópticas para os próximos anos. Reportagem e fotos Flavio Bitelman Texto Cíntia Marcucci

Poucas marcas sintetizam tão bem em sua história a trajetória do mercado óptico brasileiro como a Fototica. Começou como uma loja, ampliou a atuação e envolveu na administração toda uma família, abriu a opção para o franqueamento, foi vendida para um grupo de investimentos, depois vendida de novo, deixou de lado o “p” que tinha em seu nome original (“Fotoptica”) e hoje está nas mãos de um dos maiores grupos investidores do setor óptico mundial com planos de expansão por todo o território nacional. É sobre essa fase atual, que faz parte da rede sob a gestão do fundo de investimentos europeu Hal, que o CEO (do inglês, "Chief Executive Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo), Alvaro Vieira, conversou com a VIEW. Vieira, que é chileno, está na GrandVision, a divisão de varejo óptico da Hal, desde 2010. Tem experiência de 20 anos em varejo, começando como gerente de marcas em uma loja de departamentos, passando por diversos cargos e depois atuou em uma cadeia de lojas de sapatos até chegar à Rotter & Krauss, rede de ópticas chilenas também sob o comando da GrandVision. Atua na Fototica desde março de 2013 e acredita que ainda há muito o que ser feito pelo desenvolvimento da rede e do próprio setor óptico brasileiro. Como é hoje a estrutura da Fototica no Brasil?

A Hal atua por meio da GrandVision, seu guarda-chuva para redes de ópticas em vários países, com mais de 5 mil pontos de venda, à exceção da Turquia (onde atua sob o nome de Atasun Optik) e da chinesa Shangai Red Star. Além de mim, há um diretor de suprimentos, um diretor financeiro, um diretor de vendas, um diretor de tecnologia da informação, um diretor de recursos 52

VIEW 142

agosto:2014

humanos e um de marketing. No campo, há os gerentes regionais que cuidam, em média, de 16 pontos de venda cada. Qual o perfil de atuação atual? Qual o caminho para o crescimento da marca e da rede?

A Fototica definiu trabalhar com lojas próprias, são 116 hoje. Ainda há uma ou outra franquia, mas não há mais a intenção de trabalhar sob esse sistema. As antigas franquias foram recompradas ou fecharam. O plano é ter um crescimento orgânico das lojas já estabelecidas, além da abertura de novos pontos de venda, mas acho que ainda há muito o que crescer nos pontos já abertos, convertendo mais atendimentos em vendas. Atualmente, as redes de óptica no Brasil são responsáveis por apenas 7% dos pontos de venda do varejo local, que ainda é focado em ópticas independentes e negócios familiares. Diante disso, há muito o que crescer mesmo sem que isso signifique expansão em números de lojas. A opção de não trabalhar com franquias é global ou apenas local?

Esse modelo é seguido tanto pelos países latinos como em outras partes do mundo em que a GrandVision opera. Há franquias em outros países em que a Hal atua, mas não é o foco nem em termos locais ou mundiais. Quem são os principais concorrentes da Fototica hoje? Como você enxerga essa concorrência?

Há poucas outras redes no Brasil com número importante de lojas e o comum entre elas é que operam sob o sistema de franquia. Há uma diferença na cobrança de impostos de franqueados (regime simples) e redes de lojas próprias e isso faz a concorrência ser um pouco mais peculiar que em outros países. Mas há muito espaço para o desenvolwww.revistaview.com.br


iniciativas e ideias do varejo

atitude

Alvaro Vieira: na Hal há quatro anos e desde 2013 comandando a brasileira Fototica

vimento do varejo de óptica no Brasil para ser explorado ainda por mais de uma rede. Como é o desenvolvimento de pessoal na Fototica?

A fim de estabelecer diferença em relação à concorrência, o foco é oferecer uma experiência de compra mais agradável, com os óculos à disposição para serem provados pelos clientes, além de um atendimento especial e atencioso. Por isso, há investimento em técnicos e uma constante busca por talentos em lidar com o público. A Fototica oferece cursos e treinamentos constantes para as equipes de vendas, que recebem um fixo, uma comissão individual por vendas e um coletivo pelas metas atingidas na loja. Como a Fototica atua em termos de laboratório?

A montagem é própria e os serviços de surfaçagem são terceirizados por meio de acordos mundiais da GrandVision com as corporações de lentes oftálmicas. Há um laboratório em Salvador, um em São Paulo e agora começa a operar um novo, maior e mais moderno, na Marginal Tietê, também em São Paulo, onde também fica o centro de distribuição. O serviço de óculos em uma hora foi desativado pois se mostrou ineficaz em todo o mundo. É melhor esperar para ter lentes com qualidade garantida e com menor margem de erro que ter de fazer reparos ou www.revistaview.com.br

ajustes constantes. Atualmente, as lentes prontas são entregues em três dias e as surfaçadas entre cinco e dez dias. Como a Hal influencia na administração da GrandVision e de cada rede nos países em que atua?

A GrandVision é uma empresa global que atua localmente, de acordo com as necessidades de cada mercado. Por isso, cada rede tem suas características próprias e não vai deixar de tê-las. Há a possibilidade de trabalhar com cerca de oito marcas exclusivas entre armações de receituário e óculos solares de uma grande área de desenvolvime nto de produto, que fica na Holanda, por conta desse volume global que a GrandVision proporciona. Mas é comum achar que, pela Safilo também ter a Hal como investidora, há alguma maior influência no mix. E a relação da Fototica com a Safilo é a de cliente e fornecedor, da mesma forma com empresas como Luxottica, Marchon e outras, com as quais há acordos globais de distribuição, mas que são alinhados com as subsidiárias de cada país. Quais os objetivos da Fototica e quais são as estratégias atuais para atingi-los?

O plano é triplicar as vendas nos próximos três a quatro anos por meio da maior conversão de visitantes em vendas nas lojas já existentes, mas também há a busca por

Hal, forte em óptica A Hal foi fundada em 1873, em Roterdã, Holanda. Hoje, a Hal Trust é o nome da companhia-mãe que engloba a Hal Holding (ações) e a Hal Investiments (fundo de investimentos). De 1996, ano em que começou a investir no varejo óptico, até hoje, a Hal Holding acumulou cerca de 5 mil pontosde-venda e fechou 2013 com receitas de € 4,1 bilhões. A subsidiária que concentra os negócios de óptica da Hal é a GrandVision B.V., com sede no aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, que atua como “guarda-chuva”, abrigando redes de varejo na Europa, na América Latina e na Índia sob várias marcas, inclusive a operação brasileira, à exceção das redes turca Atasun Optik e chinesa Shangai Redstar Optical Co., negócios conduzidos separadamente. No final de 2009, a Hal realizou seu primeiro investimento no setor óptico fora do varejo ao adquirir a fabricante italiana de armações de receituário e óculos solares Safilo, operação que se mantém independente. agosto:2014

VIEW 142

53


atitude

iniciativas e ideias do varejo

pontos para novas lojas, tanto em ruas principais como em shoppings. A Fototica tem ainda hoje uma fama de bons produtos e preços altos. Não é mais assim: há opções para todo tipo de consumidor, partindo de óculos completos por R$ 79. Como é administração do estoque? Na loja ou remoto?

A proposta de ter um estoque remoto e trabalhar só com mostruário nas lojas é muito interessante, mas ainda difícil de ser implantada. É preciso conhecer muito bem os consumidores, o que querem em cada ponto de venda e isso leva algum tempo. Mas a Fototica trabalha com estudos sobre o assunto, realiza inventário nas lojas a cada duas semanas, além de auditorias constantes.

Fototica, A história da Fotoptica começou em 1920, quando foi fundada pelo imigrante húngaro Desidério rumo aos Farkas. A primeira loja foi aberta na Rua São Bento, no centro de São Paulo, e trazia na fachada o 100 anos logotipo com uma máquina fotográfica, um olho e um galo. A primeira franquia surgiu na década de 90. Gradativamente, com o surgimento das câmeras digitais e celulares, a fotografia foi perdendo espaço até sumir das lojas atuais. Em 1997, a rede deixou de ser um negócio familiar e foi vendida pela primeira vez a um fundo de investimentos. Em 2007, foi adquirida pelo fundo de investimentos Hal e colocada sob o “guardachuva” da subsidiária GrandVision B.V. Já em 2009, houve a integração da marca Fábrica de Óculos (rede baiana comprada pela Hal em 2007) e também a mudança de nome: a então Fotoptica perdeu o “p” de seu tradicional nome e tornou-se “Fototica”. Hoje, a rede conta com 116 lojas próprias nos estados de São Paulo, Bahia, Pernambuco e Sergipe.

Lunetterie loja seis

Copacabana: a nova loja é a primeira de rua e a segunda maior entre as filiais

A zona sul carioca ganhou em junho a filial de número seis da Lunetterie. O novo ponto de venda fica em Copacabana e é a primeira loja de rua do grupo fundado por Dick Reis em 1977. Segunda maior em tamanho, tem área de 70 metros quadrados e o espaço ainda abriga a nova sede administrativa da empresa. A nova loja conta com rampa de acesso a deficientes físicos, bar, sala de estar e uma seção permanente com promoções, batizada de “Lunetterie Off ”. Além disso, a rede também colocou no ar o seu e-commerce, comercializando óculos para todo o Brasil em www.lunetterieonline.com.br.

Divulgação

Time: a equipe à frente da nova loja da Lunetterie

54

VIEW 142

agosto:2014

www.revistaview.com.br


andrea tavares

um outro olhar

as impressões de Andrea Tavares

A vida é muito curta para... editora da VIEW e maníaca por óculos

Encerro nesta edição a série “a vida é muito curta para...”, cuja inspiração tomou conta de mim de uma forma meio mandona há duas edições. Ela chegou chegando e me fez elencar mentalmente várias situações com as quais gastamos tempo, desperdiçamos energias e perdemos o rumo da felicidade. A vida é definitivamente muito curta quando a gente pauta a vida por elas.

...só vender e não orientar. Vamos falar um pouco de óptica propriamente dita. O ato de vender rápido e fácil, no melhor estilo “tirador de pedido”, pode até ter seu valor, mas nada como uma boa venda, cheia de orientação. Além de gerar bon$ fruto$, traz a oportunidade de conhecer pessoas interessantes, compartilhar boas energias, ouvir boas histórias, praticar a gentileza e desenvolver seus talentos, já que a orientação requer conhecimento e experiência. Orientar também é aprender.

...pautar suas escolhas pelas opiniões das outras pessoas. Precisar de alguém para legitimar as próprias decisões é mais uma das muletas que nós, seres humanos, inventamos para nos apoiar emocionalmente. O problema é que, tempos depois, parece ser impossível livrar-se da tal muleta. Vale fazer um esforço (mesmo quase que sobre-humano) para andar pelas próprias pernas, assumindo as escolhas que se faz. Obviamente, é legal ter amigos e familiares com quem partilhar a vida, mas precisar consultar alguém o tempo todo sobre qualquer decisão que se precise tomar enfraquece o espírito.

...abrir mão das palavrinhas mágicas. Anos atrás, compartilhei aqui na coluna a definição de respeito que aprendi com um sábio. Simplesmente, a melhor definição de respeito que já ouvi: usar as palavras mágicas, expressão que muitas mães e professoras dos mais jovens costumam usar. “Obrigada”, “com licença”, “por favor”, “bom dia”, “boa noite” e “desculpas” são passaportes de gentileza para receber mais gentileza em troca. Anos atrás, convivi com uma pessoa no ambiente de trabalho que, 56

VIEW 142

parte 3

agosto:2014

ao final de todos os telefonemas, dizia um sonoro “obrigada”. Talvez isso me chamava ainda mais atenção porque ela tinha uma personalidade um pouco arisca e nem sempre chegávamos a consensos em nossas missões profissionais, mas, no final de tudo, ela sempre agradecia. Foi um super exemplo: posso dizer que, depois disso, “obrigada” passou a figurar com muito mais frequência no meu dicionário do dia-a-dia. Desculpar-se também é essencial. Quantas vezes uma pessoa não se desmontou quando ouviu um simples pedido de desculpas ou, por outro lado, não se sentiu aliviada ao desculparse? Muitas vezes, grandes conflitos e discordâncias caem por terra quando se pronuncia essa mágica palavrinha, que é capaz de fazer milagres.

...ser impaciente e ignorar a sabedoria do tempo. Cresci achando que a impaciência era o segredo do sucesso. Quanta energia desperdiçada! Talvez eu quisesse que as coisas acontecessem ainda mais rápido pelo fato de ouvir a minha mãe incansavelmente recomendar que eu tivesse paciência em tudo. A maturidade bateu à porta e derrubou quase todas as minhas urgências: percebi que a impaciência é, no fundo, um desejo gigante de querer controlar tudo. E o universo me presenteou com o ensinamento que, apesar de a vida ser muito curta para algumas coisas, a paciência é a melhor forma de fazer as coisas acontecerem. A gente só passa a ter comando da própria vida quando abre mão do controle, porque aí as energias são usadas para o que de fato importa. Contraditório, mas a mais pura verdade. O tempo é sábio.

...dar boas risadas. Rir é um dos melhores remédios que existe. Se você quiser acelerar o tratamento então, dê muitas gargalhadas. Chore de rir. A vida fica muito mais leve e colorida assim.

...economizar amor. Faça o seguinte: economize uma parte (mesmo que seja bem pequena) de seus rendimentos mensais, mas nunca economize amor. E o amor é hiperinflacionário: quanto mais a gente ama, mais tem amor para dar. positivo, operante! Quer trocar ideias com Andrea Tavares? umoutrolhar@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br


foco

o espaço da indústria

Lorem Andréia Horta (Maria Clara): iCarrera p s u m(Safilo) modelo 6001/s dolor s Letícia i tBirkheuer (Erica): Letícia Birkheuer (Optinew) modelo LB 2017

Nanda Costa (Tuane): Gucci (Safilo) modelo GG 3651/S

Paulo Betti (Téo Pereira): amet, consectetur Lacoste (Marchon) modelo L2675 971

adipiscing elit.

Nanda Costa (Tuane): Versace (Luxottica) modelo Lady Gaga VE4269

Uma novela entra no ar e, além de um novo enredo e novos personagens, também é hora de prestar atenção nos óculos. E Império, a nova trama global das nove, foi pródiga no quesito. Divulgação

Os óculos de Império

Chay Suede (José Alfredo jovem): Police (Wilvale De Rigo) modelo S8845-68P Lília Cabral (Maria Marta): Balenciaga (Marcolin) modelo BA0001 45 F

58

VIEW 142

agosto:2014

Nanda Costa (Tuane): Max&Co. (Safilo) modelo 166/s

www.revistaview.com.br


foco

o espaço da indústria

Making of: Gisele nas areias de Key Biscayne

Gisele Bündchen para Colcci Über: a versão final da campanha

A über model brasileira está de volta como rosto global da Colcci, inclusive da nova campanha de óculos, fotografada em abril, na ilha de Key Biscayne, estado norte-americano da Flórida. O trabalho teve fotos do australiano Lachlan Bailey, estilo de Daniel Ueda, beleza por James Pecis e Yadim e coordenação de Daniel Mafra.

Ray-Ban online

A Garota

Sting

em ação

Olhar saboroso: a Garota Sting Bruna Morano durante os cliques para a nova campanha

60

VIEW 142

agosto:2014

Os óculos têm garantia de 24 meses e são remetidos em uma caixa especialmente criada para o Brasil com prazo de entrega de até dois dias úteis para as capitais e até uma semana para as cidades do interior. Além disso, podem ser trocados gratuitamente em até 30 dias ou devolvidos em até 15 dias. O site oferece atendimento online via chat e serviço telefônico de pós-venda em inglês e português.

O vlogger (do inglês, palavra que define donos de blogs de vídeos) e ex-apresentador da MTV, PC Siqueira, garoto-propaganda no Brasil para a Sting, marca que integra o portfólio da Wilvale De Rigo, acabou de ganhar companhia: trata-se de Bruna Morano, eleita Garota Sting em fevereiro. A sessão de fotos ocorreu em São Paulo, no final de julho. A campanha, concebida pela agência italiana Auge Headquarter, segue com o tema “Taste the look” (do inglês, algo como “saboreie o olhar”) com referências à pop art do artista norte-americano Roy Lichtenstein em ilustrações de street food (do inglês, “comida de rua”, promovida à tendência entre os modernos, que elevaram os tira-gostos vendidos em ambientes externos a iguarias cobiçadas entre os descolados).

www.revistaview.com.br

Divulgação

E-commerce: Ray-Ban virtual desde julho

A Luxottica Brasil entrou na era do e-commerce ao lançar, em julho, a venda online de Ray-Ban, disponível para desktops, tablets e smartphones em www.ray-ban.com/brazil. Os internautas podem escolher e comprar as coleções de sol e receituário da marca e ainda contam com lançamentos exclusivos e modelos com venda antecipada - tudo com frete gratuito. E também podem salvar e compartilhar seus modelos favoritos em redes sociais.


foco

o espaço da indústria

Conexão e d a d i r b e l e C

ricana Miley A cantora norte-ame rcolin) modelo Cyrus: DSquared2 (Ma on 05A clip e 052 2 515 DQ Esther

Booth, o O ator inglês Douglas 2013 de Romeu são ver da sta oni protag filo) modelo 85S e Julieta: Carrera (Sa

fiorellamattheis

eis: Carrera A atriz Fiorella Matth (Safilo) modelo 6008

uê: do, como e porq n a u q e, d n o , m Q ue os famosos e d es sh a fl ra st o a VIEW m os à redação d ia v n e s lo cu ó seus desta edição. o ã ç ra o b la e a durante

chiaraferragni

VIEW 142

agosto:2014

Rodrigo Hilbert: O ator e apresentador delo Trigger ) mo Lab lian azi (Br ke Evo ure Series x Afroreggae Signat

ni: italiana Chiara Ferrag A modelo e estilista o Iridia FF 0041/S Fendi (Safilo) model Divulgação

es: A atriz Sheron Menez 85S o Carrera (Safilo) model

62

A atriz Bruna Marquezine: Carrera (Safilo) modelo 6008

O ator Thiago Martins: Carrera (Safilo) modelo 85S

sheronmenezzes

tgmartins

O astro Leonardo de Caprio: Persol (Luxottica) modelo PO 3018S 480 51

www.revistaview.com.br


SETEMBRO

PRODUCTION

MARIE-THÉRÈSE, visitante SILMO 2013

O EFEITO A

F E I R A

I N T E R N A C I O N A L

D A

I N D Ú S T R I A

W W W. S I L M O PA R I S . C O M

PHOTOGRAPHER PIERRE-ANTHONY ALLARD

VOCÊ É A SILMO !

Ó P T I C A

PA R I S 2 0 1 4


    

 

 

calendĂĄrio

dicas para quem vai a Paris visitar o Silmo

O compromisso da organização do Silmo, o Mondial de l’Optique, Ê uma feira repaginada em 2014, com novo leiaute dos pavilhþes e novo formato no calendårio - atendendo às necessidades dos profissionais locais, que não abrem suas ópticas às segundas-feiras, o evento agora se estende atÊ o primeiro dia útil da semana. Para dar aquela força no planejamento da viagem, a VIEW traz uma sÊrie de serviços úteis e algumas dicas de lazer para aproveitar melhor o evento e a cidade.

  Pesquisa e texto Graziela Canella

 Um dos principais eventos no calendårio de feiras do mercado óptico mundial, o Silmo - Mondial de L’Optique, em Paris, prepara as novidades para sua edição de número 48, que ocorrerå de 26 a 29 de setembro nos pavilhþes do centro de exposiçþes Paris-Nord Villepinte. A fim de oferecer uma agenda mais adequada às necessidades dos visitantes, uma programação de eventos mais extensa e um desenho dos espaços mais claramente delineado, a organização do Silmo promete mudanças para este ano. A mais evidente aparece no calendårio - diferentemente da última edição, realizada entre quinta-feira e domingo, a próxima terå início na sextafeira, dia 26, e se encerra na segunda-feira, dia 29. A alteração deverå permitir que um maior número de profissionais compareça ao evento, principalmente os locais, jå que boa parte das ópticas nos países europeus fecha aos domingos e às segundas-feiras. AlÊm disso, a årea dos pavilhþes de exposiçþes de cerca de 80 mil metros quadrados serå totalmente reestruturada. Atualmente com quase mil expositores, o Silmo propþe nesta edição uma organização mais clara e bem sinalizada das empresas por segmentos,

alÊm das åreas de eventos especiais. Entre esses, destacam-se o Silmo Academy (espaço para simpósios de aprimoramento nas åreas de visão, tecnologia e varejo); o Silmo D’Or Awards (o prêmio aos melhores produtos do ano); Silmo Fashion Style (espaço lançado em 2013 destinado à informação de moda, incluindo apresentaçþes audiovisuais e showroom com roupas e acessórios das principais grifes) e o La Manufacture (fórum que tambÊm estreou no ano passado e reúne novos materiais, cores e tendências do design óptico em um cenårio similar a um estúdio de criação). Em 2013, o Silmo encerrou a 47ª edição do evento com elevação no número de visitantes, de 35.103 pessoas (em comparação com 34.696, em 2012), alÊm de 950 expositores com mais de 1,35 mil marcas - do total de empresas exibidoras, 56% eram de outros países. O resultado foi positivo apesar do impacto de suas datas terem sido muito próximas às de outras feiras importantes do setor - a Vision Expo West, em Las Vegas, a IOFT, em Tóquio, e atÊ uma no Brasil, a Ajorsul Fair Mercoóptica, em Gramado, que levou muitos profissionais do país a optarem pelo evento local.

Silmo 2014 (Mondial de l’Optique) Paris-Nord Villepinte Hall 5A-6, Parc des Expositions 95970 Roissy Tel. +33 01 40 68 22 22 Estação Parc de Expositions www.viparis.com 26 a 29 de setembro (sexta-feira a segunda-feira), 9h às 18h30 64

VIEW 142

agosto:2014


  Como chegar O centro de exposições Paris-Nord Villepinte fica a 10 minutos do aeroporto internacional Charles de Gaulle, a cerca de 25 quilômetros a nordeste do centro de Paris. É possível hospedar-se na região do aeroporto, mas a maioria dos visitantes prefere ficar na área central da cidade, perto de pontos turísticos, museus e centros comerciais, e buscar alternativas para deslocar-se até a feira. A maneira mais fácil de chegar ao evento é o serviço de ônibus executivos gratuitos oferecidos pela própria organização, com saídas da estação de metrô Porte Maillot, no Boulevard Pershing. Os ônibus saem todos os dias entre 8h e 15h; para o trajeto de volta, as saídas ocorrem entre 16h e 20h, da entrada do Silmo. Na sexta-feira e no domingo, os ônibus da feira para Porte Maillot circulam até meia-noite. Há também ônibus gratuitos para o Charles de Gaulle, que tem saídas do aeroporto entre 8h30 e 13h, com retorno entre 15h e 20h, a cada 30 minutos. O transporte público também é uma opção e é possível obter um cupom de desconto para passagens de trem de outras localidades no momento da inscrição. Para quem está em Paris, a estação Parc des Expositions, em ParisNord Villepinte, dá acesso direto aos pavilhões - o trajeto até ali partindo da região central de Paris, estação Châtelet, dura cerca de 30 minutos. Um tíquete avulso, o chamado t+, custa € 1,70, enquanto o carnê com 10 unidades sai por € 13,70 (o que derruba a tarifa para € 1,37). É possível usar o mesmo bilhete em diferentes conexões por até 90 minutos incluindo metrô, ônibus, bonde e trem. Quem prefere garantir acesso ilimitado ao transporte público pode optar pelo cartão Navigo Découverte, que custa € 5, sem créditos. Uma carga válida para sete dias, entre as zonas 1 e 4, que inclui a estação Parc des Expositions, custa € 32. De táxi, o mesmo trajeto entre Porte Maillot e Paris-Nord Villepinte custa em média € 35, mas o valor pode chegar até a € 65 em horários de pico. Nesse caso, o ideal é combinar a ida em grupo, para dividir o custo, e também solicitar carros de empresas como a Les Taxis Bleus (disponível 24 horas por dia em www.taxi-bleus.com, no telefone 3609 ou no aplicativo). Outro aplicativo que funciona em Paris é o Uber, que permite contratar táxi comum e também carros de luxo, com possibilidade de pagamento com cartão de crédito direto pelo celular.

Programação As conferências do Silmo Academy ocorrem em diversos horários, entre domingo e segunda-feira, divididas em dois blocos: o científico (para profissionais da saúde e oftalmologia, cujo tema principal será Fadiga visual) e os workshops técnicos (para os profissionais de óptica). A programação completa e as fichas de inscrição online estão http://en.silmoparis.com/visitors/silmo-academy.

Silmo na web www.silmoparis.com www.twitter.com/silmoparis www.facebook.com/silmoparis www.youtube.com/linkbysilmo www.pinterest.com/linkbysilmo www.linkedin.com/in/linkbysilmo agosto:2014

VIEW 142

65


calendĂĄrio

dicas para quem vai a Paris visitar o Silmo

 

  

Festival de música Entre setembro e outubro, a cidade comemora a chegada do outono com uma programação de vårios concertos pela cidade. Castelos, mansþes, belos jardins e outros patrimônios históricos se tornam cenårio para música de todos os gêneros, de jazz e clåssica atÊ folk japonês e artistas independentes. A programação completa do festival, jå na 38ª edição, estå disponível no site. Ingressos podem ser obtidos pela internet ou em bilheterias das lojas Fnac.

Festival d’Île de France: em 2013, apresentação no jardim de Domaine de Villarceaux

    

Chocolatria: a fantĂĄstica fĂĄbrica de chocolates de Alain Ducasse

Semaine des cultures Êtrangères 19 a 28 de setembro www.ficep.info

Clåssicos do rock Quem não se lembra dos versos de Forever Young, um dos hits mais emblemåticos dos anos 80? Para quem gosta de nostalgia musical, o grupo alemão Alphaville se apresenta em Paris no final de semana do Silmo. A banda, famosa por Forever young e tambÊm outros sucessos como Big in Japan e Sounds like a melody, comemora 30 anos com apresentação única. Alphaville 27 de setembro (såbado), a partir das 19h45 Le Divan du Monde 75 Rue des Martyrs Tel. +33 1 40 05 06 99 www.divandumonde.com ₏ 55

La Manufacture de Chocolat Alain Ducasse O estrelado chef francês Alain Ducasse e o confeiteiro Nicolas Berger inauguraram no início de 2013 o primeiro verdadeiro templo à guloseima em Paris, que concentra todo o processo de fabricação artesanal de chocolates, desde a torração das favas de cacau atÊ a confecção de barras e doces com diversos sabores, bombons recheados e chocolates com alta concentração de cacau. Rue de la Roquette 40, metrô Bastille Tel. +33 1 48 05 82 86 www.lechocolat-alainducasse.com Terça-feira a såbado (10h às 19h)

Bones Restaurant O chef australiano James Henry, que atribuiu fama internacional ao bistrô Au Passage, em 2011, inaugurou no ano passado um dos points da cidade, em frente à Place Voltaire. O bar na parte da frente atrai público jovem e animado, que estende a atmosfera descontraída ao restaurante. Entre petiscos enviados às mesas pelo chef estão ostras defumadas, coração de pato e excelentes exemplares de charcuteria artesanal. O cardåpio degustação com quatro pratos custa ₏ 48. Rue Godefroy Cavaignac 43, metro Voltaire Tel. +33 9 8075 3208 www.bonesparis.com Terça-feira a såbado (19h às 1h); reservas a partir das 14h Bones: petisco inusitado

Forever Young: 30 anos de Alphaville:

66

VIEW 142

agosto:2014

Parisbymouth

Culturas estrangeiras O Ficep, FĂłrum dos Institutos culturais estrangeiros em Paris, promove a 13ÂŞ edição da Semana de culturas estrangeiras, desta vez com o tema Saveurs-couleurs (do francĂŞs, “Sabores e coresâ€?), que promove a diversidade cultural com uma programação de 50 eventos como shows, exposiçþes, oficinas, palestras, espetĂĄculos de dança e exibição de filmes, alĂŠm de oficinas livres sobre mais de 30 idiomas estrangeiros que propĂľem a conexĂŁo entre pessoas de diferentes culturas e degustação de pratos tĂ­picos. Programação completa no site oficial.

Lesgourmands

Festival d’Île de France 6 de setembro a 12 de outubro www.festival-idf.fr


  

Palacescope

The Broken Arm: loja conceito no metrĂ´ RĂŠpublique

Le Mary Celeste Batizado em homenagem a um famoso navio fantasma, o bar no Marais Ê criação do time por trås de bares famosos como Candelaria e Glass. O cardåpio inclui ostras, tacos e outros aperitivos, alÊm de drinques caprichados e cervejas artesanais. Uma seleção de clåssicos do rock Ê a trilha sonora do toca-discos vintage da casa.

The Broken Arm Inaugurada em 2013, a loja conceito instalada em um edifício centenårio e imponente, perto do mercado Carreaux du Temple, oferece um pouco de tudo em um ambiente minimalista. Livros de arte, revistas, objetos para casa, acessórios e ainda uma seleção de moda feminina e masculina, incluindo peças da Kenzo, Carven e Christophe Lemaire, entre outros. Hå tambÊm uma variedade de pães e doces, servidos com cafÊ norueguês dos baristas Solberg & Hansen.

Rue Commines 1, metro Filles du Calvaire Tel. +33 1 23 45 67 89 www.lemaryceleste.com Diariamente (17h Ă s 2h)

Rue PerrÊe 12, metrô RÊpublique Tel. +33 1 44 61 53 60 www.the-broken-arm.com Segunda-feira (14h às 19h) e terça-feira a såbado (9h a 19h)

Liquides À primeira vista, o projeto de loja assinado pelo designer Philippe de MÊo, com fachada preta esmaltada e muitos espelhos, då a impressão de se tratar de um bar, mas Liquides Ê um Perfume Bar - uma das mais curiosas perfumarias da cidade. Ali Ê possível criar fragrâncias únicas e personalizadas de acordo com as preferências de cada cliente. Os preços variam de ₏ 45 a ₏ 280, quando combinados aromas mais raros.

Le Mary Celeste: drinques com rock’n’roll

Rue du Vertbois 9, metrô Temple Tel. +33 1 42 72 03 60 www.pramil.fr Terça-feira a såbado (12h às 14h30 e 19h30 às 22h30) e domingo (19h30 às 22h30) Pramil: bistrô bom e barato, e ainda premiado

Rue de Normandie 9, metrĂ´ Filles du Calvaire tel. +33 09 66 94 77 06 www.liquides-parfums.com Segunda-feira a sĂĄbado (11h Ă s 20h)

lesitedelasneaker

Pramil O bistrĂ´ de Alain Pramil jĂĄ foi citado vĂĄrias vezes pelo guia Michelin entre os melhores na categoria “bom e baratoâ€? de Paris, com refeiçþes de dois pratos e taça de vinho por atĂŠ â‚Ź 40. O menu diĂĄrio ĂŠ sempre simples e caprichado, com ingredientes frescos e sabor excepcional. Entre os pratos mais elogiados da casa estĂŁo vitelas com purĂŞ de batatas, bisteca de porco com cenouras confit e, entre as sobremesas, creme de cafĂŠ com massa folhada.

Liquides: fragrâncias personalizadas

Size ? A mais completa seleção de tênis no país, com diversas marcas e estilos, estå na famosa loja de calçados de origem britânica. Modelos clåssicos e lançamentos a preços bastante atraentes. Hå tambÊm uma grande variedade de roupas e acessórios de streetwear. Rue Berger 16-18, metrô Les Halles ou Châtelet Tel. +33 01 40 39 02 86 Segunda-feira a såbado (10h às 20h) Size ?: tênis e mais tênis

agosto:2014

VIEW 142

67


Museu do Louvre

 

    

 

Passeios com Paris Pass Com algum planejamento e disposição, Ê possível visitar os principais pontos turísticos de Paris em poucos dias – afinal, esticar em alguns dias a ida à capital francesa para a feira pode atÊ baratear os custos de passagem. O importante Ê priorizar as atraçþes favoritas e otimizar o tempo em cada passeio. Se não Ê possível ver todo o acervo do Museu do Louvre em um dia, vale a pena eleger algumas obras ou estilos artísticos, limitando o passeio em algumas horas. Hå quem prefira deixar a missão para uma agência e adquirir pacotes de passeios fechados, mas uma boa dica Ê adquirir uma das modalidades do Paris Pass, tíquete que permite entrada livre em mais de 60 monumentos e museus, sem filas e com descontos, alÊm de ônibus gratuitos entre atraçþes, bilhetes de transporte público e livro com todas atraçþes e informaçþes para planejar os passeios. A lista inclui pontos imperdíveis como Torre Eiffel, Museu do Louvre, Catedral de Notre Dame e Arco do Triunfo, mas tambÊm vale conhecer outros locais cÊlebres como o Museu d’Orsay, MusÊe de Arts Decoratifs, Centro Georges Pompidou e o Jardim de Luxemburgo. Paris Pass Desk Entree 4, Grand Rex Cinema, 35 rue Poissonniere, metro Bonne Nouvelle www.parispass.com Segunda a sexta-feira (10h às 16h30) e såbado, domingo e feriado (10h às 12h30) A partir de ₏ 112 (adulto, vålido por dois dias)

Torre Eiffel MusĂŠe d'Orsay

MusĂŠe des Arts DĂŠcoratifs

68

VIEW 142

agosto:2014

Passagens e hospedagem O Silmo ĂŠ um dos eventos internacionais mais dedicados a oferecer facilidades e serviços aos visitantes e esse cuidado começa nos preparativos da viagem. O canal http://en.silmoparis.com/Visitors/Practical-Infos/Organize-your-stay oferece descontos em hotĂŠis, passagens aĂŠreas, compras e passeios, dĂĄ dicas de atraçþes e atĂŠ informaçþes sobre obtenção de visto. Para obter descontos em passagens aĂŠreas da Air France e da KLM, ĂŠ necessĂĄrio fazer as reservas no site www.airfrance-globalmeetings.com, utilizando o cĂłdigo 21505AF no campo “IDâ€?. O que levar As temperaturas oscilam entre 10ÂşC e 21ÂşC no final de setembro, com a chegada do outono. Vale uma seleção de peças leves que combinem entre si e funcionem em camadas. É bom levar camisetas, suĂŠteres, cardigans, casaco para os dias mais frios, e ainda sapatos confortĂĄveis e resistentes. É sempre bom lembrar • É recomendĂĄvel fazer reservas para garantir lugar nos bons restaurantes. Gorjetas sĂŁo sempre bem vindas e ĂŠ importante gratificar um bom atendimento com alguns euros a mais do que o valor cobrado, inclusive alĂŠm da taxa de serviço. • Diga sempre “bonjourâ€? (“bom-JĂšâ€?) de dia ou “bonsoirâ€? (“bom-sĂ´-Ă â€?) Ă noite, ao entrar em um estabelecimento ou pedir informaçþes. Ao sair, lance mĂŁo do bom e velho “au revoirâ€? (â€œĂ” re-VOĂ â€?) - os franceses apreciam a gentileza e esforço em comunicar-se no idioma. E antes de sair falando francĂŞs, ĂŠ bom iniciar a conversa com “excusez-moi, parlez-vous anglais?â€? (isto ĂŠ, “com licença, vocĂŞ fala inglĂŞs?â€?, cuja pronĂşncia ĂŠ “Es-cu-ZĂŠ mo-Ă , par-LĂŠ VĂš ân-GLÉ?â€?). • Furtos de carteiras e celulares sĂŁo bastante comuns nas ĂĄreas de maior circulação de turistas, como metrĂ´ e principais monumentos. É importante prestar atenção.


dicas para quem vai a Paris visitar o Silmo

     

Silmo: o salĂŁo francĂŞs conta com seu prĂłprio aplicativo, com lista de expositores, roteiro de palestras do Silmo Academy, links com redes sociais. TambĂŠm funciona como agenda digital. Em inglĂŞs. GrĂĄtis. Paris Metro: alĂŠm do mapa do metrĂ´, oferece a possibilidade de planejar trajetos pelo complexo sistema de metrĂ´ da cidade de Paris. GrĂĄtis. Les Taxis Bleus: ferramenta simples para solicitar ou agendar corridas de tĂĄxis sem a necessidade de telefonemas. GrĂĄtis. AroundMe: utiliza o GPS para indicar o que hĂĄ nas proximidades, como farmĂĄcias, restaurantes e caixas eletrĂ´nicos. Em inglĂŞs. GrĂĄtis. The Weather Channel: ideal para checar as temperaturas hora

a hora, diĂĄrias, das prĂłximas 36 horas e de dez dias Ă frente da cidade que se deseja, bastando apenas configurar os locais no campo “locationsâ€?. Requer conexĂŁo Ă  internet. GrĂĄtis. French: guia bĂĄsico de francĂŞs com ĂĄudio de pronĂşncia. A versĂŁo resumida ĂŠ grĂĄtis e a completa sai por US$ 4,99. TimeOut Paris: a versĂŁo parisiense do utilĂ­ssimo guia. Funciona offline e conta com atraçþes da cidade e Ăłtimas dicas gastronĂ´micas. Em inglĂŞs. GrĂĄtis. Paris Travel Guide and Offline City Map: guia bĂĄsico de viagem com acesso offline. Informaçþes sobre museus, lojas, hotĂŠis, passeios e ainda guia de ruas. GrĂĄtis. Paladar: completo guia gastronĂ´mico da cidade produzido pelo O Estado de SĂŁo Paulo. Dicas de

calendĂĄrio

restaurantes classificados por estilos, chefs do momento, calculador de gorjetas, glossĂĄrio etc. Em portuguĂŞs. GrĂĄtis. Paris M&M: guia de museus e monumentos da cidade, alĂŠm das exposiçþes temporĂĄrias. Em inglĂŞs. GrĂĄtis. Paris Then and Now: usa o conceito de realidade aumentada para mostrar fotos antigas sobrepostas Ă imagem da câmera do smartphone, mesclando passado e presente e informaçþes histĂłricas em mais de dois mil pontos da cidade. GrĂĄtis a versĂŁo para Android e US$ 1,99 para iOS, o sistema operacional da Apple. Keys to the fleas: passo-a-passo detalhado para garimpar nas famosas feiras de antiguidades parisienses, conhecidas como mercados de pulgas (ou “flea marketsâ€?, em inglĂŞs). US$ 1,99.

Quanto custa ₏ 52: em mÊdia, refeição para duas pessoas com entrada, prato principal e sobremesa ₏ 7,75: refeição no McDonald’s ₏ 3,50: Coca-Cola (garrafa de 330 ml) ₏ 3,50: cappuccino ₏ 2,10: ågua (garrafa de 300 ml) ₏ 5: cerveja (garrafa de 300 ml) ₏ 1,75: bilhete de metrô ₏ 3,50: bandeirada de uma corrida de tåxi - depois ₏ 1,37 por quilômetro www.revistaview.com.br

agosto:2014

VIEW 142

69


agenda e calendário

feiras, eventos e cursos

calendário

International Vision Expo West Las Vegas, Estados Unidos inquiry@visionexpowest.com www.visionexpowest.com

Silmo Paris, França info@silmo.fr en.silmoparis.com

Setembro 17 a 20

26 a 29

18 a 20

Ajorsul Fair Mercoóptica’2014 Gramado, Brasil ajorsul@ajorsul.com.br www.ajorsulfairmercooptica.com.br IOFT 2014 Tóquio, Japão ioft-eng@reedexpo.co.jp www.ioft.jp/en/Home

Outubro 20 a 22

Vision-X Dubai Dubai, Emirados Árabes visionx@dwtc.com www.vision-x.ae

Novembro 5a7

Dezembro 10 a 14

25 a 27

Hong Kong Optical Fair Wanchai, Hong Kong exhibitions@hktdc.org www.hkopticalfair.com

Silmo Istanbul Istambul, Turquia b.baran@24saatajans.com

agenda Formação e reciclagem profissionais Provar MBA

Cursos de extensão Coolhunting e pesquisa de tendências

Negócios do varejo: estratégia & gestão Setembro Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40)

15 de setembro Segunda-feira (9h às 18h)

Pós-graduação

Gestão dos relacionamentos digitais no varejo

Logística e distribuição Setembro Terças e quintas-feiras (19h às 23h)

29 e 30 de setembro Segunda-feira (9h às 18h) e terça-feira (9h às 13h)

Inteligência de mercado

Trade marketing

Setembro Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

7 e 8 de outubro Terça-feira (9h às 18h) e quarta-feira (9h às 13h)

Varejo e mercado de consumo

Imagem pessoal como ferramenta para o sucesso profissional

Setembro Quartas e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

21 de outubro Terça-feira (9h às 18h)

Gestão de vendas e negociação Setembro Segundas e terças-feiras (18h40 às 22h40)

11 3894 5004 cursoslabfinprovar@fia.com.br www.provar.org Material didático e certificado emitido pelo Provar/Fia inclusos

Gestão de negócios e valorização da empresa Setembro Terças e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

amente it tu ra g e u lg u Div a cursos e palestras n

70

VIEW 142

agosto:2014

VIEW

Envie as informações para a redação Tel. 11 3061 9025 ramal 108 revistaview@revistaview.com.br

www.revistaview.com.br


Abióptica

Hoya Brasil

Promosalons

Av. Santo Amaro 1386 1º andar São Paulo/SP - 04506-001 11 3045 2090 abioptica@abioptica.com.br páginas 78 e 79

Rua Gotemburgo 190 Rio de Janeiro/RJ - 20941-080 0800 7076575 (RJ) 0800 7022541 (SP) sac@optotal.com.br página 31

Rua Tabapuã 821 cj. 74 São Paulo/SP - 04533-013 11 3711 0001 brazil@promosalons.com páginas 12 e 63

Ajorsul Praça Quinze de Novembro 21 cj. 1302 Porto Alegre/RS - 90020-080 51 3221 5259 ajorsul@ajorsul.com.br página 77

Safilo do Brasil Johnson & Johnson Rua Gerivatiba 207 16º andar São Paulo/SP - 05501-900 0800 7288281 apoiovistakon@conbr.jnj.com páginas 40 e 41

Av. Marginal Projetada 1810 Barueri/SP - 06463-400 0800 7012097 atendimento@safilo.com.br capa e páginas 5, 17 e 43

Alcon Av. Professor Vicente Ráo 90 São Paulo/SP - 04636-000 0800 7752422 (lentes de contato) 0800 7077908 (soluções) cs.brasil@alcon.com página 37

JR Adamver

Stepper Brasil

Rodovia SC 401 km 7,5 6883 Florianópolis/SC - 88050-000 0800 6422001 sac@mormaiisunglasses.com.br página 7

Praça Doutor Sales Júnior 73 São Paulo/SP - 05451-160 11 3021 1017 info@stepperbrasil.com.br página 27

Clear

Luxx Brasil

Suntech Supplies

Rua Miguel Pereira 160 Nova Iguaçu/RJ - 26215-550 0800 2807787 lentesclear@lentesclear.com.br página 57

Rua Claudio Soares 72 cj. 1315 São Paulo/SP - 05422-030 11 3037 8888 contato@luxxbrasil.com.br página 11

Rua Maria Soldera Lourençon 52 Itupeva/SP - 13295-000 11 4591 8600 sac@hb.com.br página 23

Desempenho

Marchon Brasil

Transitions

Rua Barão de Itapetininga 255 sala 814 São Paulo/SP - 01042-002 11 3259 7348 informatica@desempenho.com.br página 61

Rua Julio Diniz 49 São Paulo/SP - 04547-090 0800 7071516 sao@marchon.com.br 2ª capa e página 1

Rodovia Anhanguera km 106,5 s/nº Sumaré/SP - 13170-970 19 3864 8600 atendimento@transitions.com.br página 49

Essilor Brasil

Mello Optical

USOphthalmic

Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7272007 sacbrasil@essilor.com.br 4ª capa

Rua Santo Irineu 163 São Paulo/SP - 04127-120 11 2764 3000 melloindustrial@melloindustrial.com.br página 47

9990 NW 14th Street sala 105 Doral - Flórida 33172 - Estados Unidos 11 3323 7530 info@usophthalmic.com páginas 13, 21 e 51

GO

Ópticas Ipanema

Rua Diogo Moreira 132 cj. 1201 São Paulo/SP - 05423-010 0800 8889029 sac@kenerson.com.br página 15

Av. Benjamin Constant 1134 1º andar Campinas/SP - 13010-141 19 2104 6070 andre.fochezatto@opticasipanema.com.br página 45

Golden Vision

Óticas Carol

Rua Guaraniúva 78 São Paulo/SP - 04547-010 11 3057 2324 comercial@gvog.com.br 3ª capa e página 29

Rua Gomes de Carvalho 1069 15º andar São Paulo/SP - 04547-004 11 3528 9300 www.franquiacarol.com.br página 59

www.revistaview.com.br

Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

Vision Line Rua Silva Jardim 3029 sala 13 São José do Rio Preto/SP 15010-060 17 3222 7644 sac@grupovisionline.com.br página 55

agosto:2014

VIEW 142

71


14 de junho Colômbia x Grécia Mineirão Belo Horizonte

Uma dúzia de cidadessede, 32 dias de duração, 64 jogos, 171 gols, 736 jogadores, 691 mil estrangeiros e números que não acabam mais. Sem falar de um país com fama de hospitaleiro que encara o futebol de forma quase (ou totalmente) religiosa. Tudo isso só poderia coroar a 20ª edição do torneio com o título de “Copa das Copas”. E, obviamente, os óculos fizeram parte desse show, seja para oferecer a melhor solução visual para seus usuários, seja para compor o visual de torcedores animados. Veja nesta e nas próximas páginas os melhores momentos de óculos do evento que mexeu com os corações de milhões de pessoas pelo mundo afora.


belas imagens que fazem bem aos olhos

A Copa do Mundo e os óculos Texto e edição de imagens Andrea Tavares

Imagens Divulgação

#ComeçoEFim

13 de julho Alemanha x Argentina Maracanã I Rio de Janeiro

Óculos são companheiros inseparáveis do cantor Carlinhos Brown e no encerramento da Copa não podia ser diferente: o criador da caxirola (instrumento de percussão lançado para o mundial e banido antes de o torneio começar por conta de sua vocação para instrumento de agressão) escolheu um Evoke modelo Bionic para a ocasião. O rapper norte-americano Pitbull também não abriu mão dos solares estilo aviador na cerimônia de abertura.

colírio

Na edição passada, a VIEW lançou esta seção com o objetivo de compartilhar belas imagens do mundo. Eis que chegaram à redação fotos incríveis da Copa do Mundo em que óculos eram protagonistas de várias delas e foi aí que a gente resolveu fazer este Colírio com uma compilação das melhores imagens do mundial de futebol. Afinal, óculos sempre fazem bem aos olhos dos profissionais do mercado óptico.

12 de junho Brasil x Croácia Arena Corinthians I São Paulo

#TorceBonito Momentos fofos (a bordo de óculos, obviamente) também fizeram parte da Copa do Mundo e provam que família em estádios é tudo de bom.

17 de junho Brasil x México

19 de junho Japão x Grécia

Castelão I Fortaleza

Arena das Dunas I Natal

agosto:2014

VIEW 142

73


24 de junho Itália x Uruguai Arena das Dunas I Natal

26 de junho Estados Unidos x Alemanha Arena Pernambuco I Recife

16 de junho Gana x Estados Unidos Arena das Dunas I Natal

22 de junho Estados Unidos x Portugal

#YesTheyCan

Arena da Amazônia I Manaus

Os torcedores norteamericanos tornaram-se um espetáculo à parte nesta Copa do Mundo. Incorporaram super-heróis, emolduraram seus rostos com óculos divertidos e ainda tiveram um dos melhores goleiros do torneio considerado a Copa dos goleiros, o genial Tim Howard. Sim, eles podem!

#Criatividade Torcedor que é torcedor curte se adornar para os jogos. E alguns levam tão a sério esse princípio que decoram chapéu com bonequinhos de jogadores e mini líderes de torcida e equipam os óculos com um leão fofo, símbolo de seu país.

#ZéBonitinho

4 de julho Brasil x Colômbia Castelão I Fortaleza

Ninguém menos que o personagem imortalizado pelo comediante Jorge Loredo foi uma das inspirações mais recorrentes entre os torcedores brasileiros, já que muitos adotaram as caricatas e para lá de avantajadas armações verde-amarelas. Sem falar que em uma das partidas da seleção canarinho um clone do personagem em si marcou presença. 24 de junho Japão x Colômbia Arena Pantanal I Cuiabá

12 de julho Brasil x Holanda Estádio Mané Garrincha I Brasília

74

VIEW 142

agosto:2014

9 de julho Argentina x Holanda Arena Corinthians I São Paulo

24 de junho Japão x Colômbia Arena Pantanal I Cuiabá


belas imagens que fazem bem aos olhos

colírio

#TipoHepta Nem a santinha presente no Mineirão conseguiu livrar a nação da acachapante derrota para a Alemanha por 7x1. Mas pelo menos os solares não faltaram nos rostos brasileiros. 7 de julho Brasil x Alemanha Mineirão I Belo Horizonte

24 de junho Japão x Colômbia Arena Pantanal I Cuiabá

28 de junho Brasil x Chile Mineirão I Belo Horizonte

#CharmosoReflexo Solares espelhados estão em alta pelo mundo afora e durante os jogos ganharam um belo adicional por conta do gramado, do céu e das estruturas dos estádios refletidos nas lentes.

16 de junho Alemanha x Portugal Arena Fonte Nova I Salvador

23 de junho Brasil x Camarões Estádio Mané Garrincha I Brasília

#Moustache Bigodes estiveram em alta no mundial de futebol. A começar pela hashtag “SomosTodosBigode”, lançada no início do torneio para apoiar o então técnico da seleção brasileira Luiz Felipe Scolari, e também decorando os rostos de torcedores franceses de forma figurativa, acompanhados, obviamente, de óculos com as cores da bandeira. 4 de julho França x Alemanha Maracanã I Rio de Janeiro

www.revistaview.com.br

agosto:2014

VIEW 142

75


colírio

belas imagens que fazem bem aos olhos

28 de junho Colômbia x Uruguai Maracanã I Rio de Janeiro

#TáNaCara Mais temáticos impossíveis: quando as bandeiras dos países se tornam óculos bem humorados.

21 de junho Argentina x Irã Mineirão I Belo Horizonte

23 de junho Holanda x Chile Arena Corinthians I São Paulo

18 de junho Austrália x Holanda Estádio Beira-Rio I Porto Alegre

#Garantia Se no jogo não tiver gol, o torcedor holandês já garantiu um só para si, “emoldurando-o” seu rosto.

23 de junho Holanda x Chile Arena Corinthians I São Paulo

16 de junho Irã x Nigéria Arena da Baixada I Curitiba

14 de junho Colômbia x Grécia Mineirão I Belo Horizonte

#ÉTetra #UnidosVenceremos Não basta vestir a camisa do time, é preciso usar óculos com as cores do país.

Em dia de conquista alemã, os óculos se tornam coadjuvantes. Merecidamente, a bandeira fala mais alto.

13 de julho Alemanha x Argentina

76

Maracanã I Rio de Janeiro

VIEW 142

agosto:2014


Expo Abióptica 2015 está de casa nova Nos últimos cinco anos o setor óptico brasileiro apresentou crescimento de 89%, expansão que se reflete tanto na economia quanto no desenvolvimento e no fortalecimento do segmento. E uma das estrelas do setor, sem dúvida, é o sucesso das recentes edições da Expo Abióptica, maior evento óptico da América Latina. Agora em sua 13ª edição, a exposição retorna ao Expo Transamérica, em São Paulo, um dos maiores e melhores centros de convenções e exposições do País. Isso porque a demanda crescente do mercado e dos associados da Abióptica tornaram necessária a ampliação do evento. “Por anos consecutivos enfrentamos overbooking já no lançamento, ou seja, os espaços foram 100% vendidos e ainda tínhamos associados interessados em participar da exposição. Pensando nisso, decidimos optar por um local maior e oferecer melhor estrutura para a realização da Expo Abióptica 2015”, explica Bento Alcoforado, diretor presidente da Abióptica. “O evento do próximo ano deverá funcionar como mais um impulso para a evolução da óptica brasileira. Por isso a expectativa

é a melhor possível. Vamos fazer a melhor edição da Expo Abióptica”, destaca Bento. Com a ida para o Expo Transamérica, o espaço disponível foi ampliado em quatro mil metros quadrados, o que representa 20% a mais em relação às edições anteriores. Agora a área total é de 24 mil metros quadrados, uma novidade que foi bem aceita pelos associados, já que no lançamento do evento, que aconteceu no último dia 22 de julho, 85% dos espaços disponibilizados foram vendidos, a mesma metragem equivalente à Expo 2014. “O pavilhão foi recentemente reformado e possui excelente infraestrutura, tanto em opções de hotelaria e proximidade do aeroporto, como estacionamento, alimentação e serviços em geral. A grande vantagem é estar mais distante dos centros de compras, evitando assim a dispersão dos visitantes. Nosso foco deve estar nos negócios”, revela Marcelo Pacheco, diretor comercial da Marchon.


INFORME PUBLICITÁRIO Para Marlene Sylveira, diretora da Bamboo Brasil, a Expo Abióptica 2015 tem tudo para ser novamente um grande sucesso. “Estamos investindo na próxima edição do evento. Aumentamos a área do nosso estande em 50% e vamos levar tendências vistas em Milão para nossa nova coleção. Apostaremos muito na união do acetato e da madeira”. A largada para ao maior evento do setor óptico das Américas já foi dada. Expo Abióptica 2015, de 15 a 18 de abril, no Expo Transamérica em São Paulo. Retrospectiva A 12ª edição da Expo Abióptica trouxe excelentes resultados para o segmento óptico. O evento recebeu 24.660 visitantes, entre eles representantes de 27 estados e de 19 países, como Alemanha, Argentina, Bolívia, Canadá, China, Coreia do Sul, Equador, Estados Unidos, França, Israel, Irlanda, Itália, México, Paraguai, Peru, Cingapura, Turquia e Uruguai. Em volume de negócios, a exposição movimentou R$ 794 milhões, crescimento de 26% em relação à edição de 2013. Em 2013 o mercado óptico nacional cresceu 15% em comparação a 2012, com faturamento de R$ 22,3 bilhões. Para 2014, a expectativa é de que a projeção se mantenha em 15%. Em números absolutos, estima-se um faturamento de R$ 25,6 bilhões no final do ano.


a óptica do artista plástico marcelo cipis

armação do cipis

armação

80

VIEW 142

agosto:2014

www.revistaview.com.br


Profile for Revista VIEW

VIEW 142  

Paris e o Silmo 2014 em Calendário.

VIEW 142  

Paris e o Silmo 2014 em Calendário.

Advertisement