__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

R$ 9,90

I M P R E S S O

ENVELOPAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELO CORREIO

São Paulo para ópticos em Calendário

Armação do Cipis traz em 2014 a série Cidades

da óptica As tendências da óptica na Europa em

Economia & Mercado

Nike Vision Marchon


© Johnson & Johnson do Brasil Indústria E Comércio de Produtos Para Saúde Ltda. - JANEIRO/2014

SEU CLIENTE NA FINAL DA

WWW.ACUVUENACOPA.COM.BR

Certificado de autorização CAIXA nº 1-2220/2013. Data de última atualização: 21/11/2013.

*Limite de 12 embalagens registradas por participante.

Senofilcon A - 1ACUVUE® OASYS® com HYDRACLEAR® PLUS: Reg.ANVISA 80148620045, 2ACUVUE® OASYS® para ASTIGMATISMO com HYDRACLEAR® PLUS: Reg.ANVISA 80148620054, 3ACUVUE® OASYS® com HYDRACLEAR® PLU HYDRACLEAR®: Reg.ANVISA 80148620026, Etafilcon A - 5ACUVUE® 2: Reg.ANVISA 80148620019, 61-DAY ACUVUE® MOIST®: Reg.ANVISA 80148620052, 71-DAY ACUVUE® MOIST® para ASTIGMATISMO: Reg.ANVISA 80148620064, 8 80148620021 e 10ACUVUE® BIFOCAL: Reg.ANVISA 80148620016, Narafilcon A - 111-DAY ACUVUE® TRUEYE® com HYDRACLEAR® 1: Reg.ANVISA 80148620065. Caixas com 306,7,11, 61,2,3,4,5,8,9,10 ou 28 lentes de contato (LC). Indicações: LC Esfé afácica. LC Esféricas Coloridas8: Miopia, hipermetropia (presbiopia em regime de monovisão) afácica ou não afácica. LC Bifocais10: Presbiopia afácica ou não afácica associada ou não à miopia ou à hipermetropia. LC Tóricas2,7: Astigmatismo a As lentes de contato podem ser prescritas, em determinadas condições ou doenças oculares, como lentes de proteção para a córnea, a fim de aliviar o desconforto e servir como uma cobertura de proteção. O médico Oftalmologista informar programação de substituição para a condição específica. O usuário nunca deve tratar qualquer condição, usando lentes de contato ou medicação para os olhos, sem primeiro consultar o médico Oftalmologista. Contraindicações: Qualquer inflam pálpebras. Qualquer doença sistêmica que venha a afetar os olhos ou ser agravada pelo uso de LC; reações alérgicas das superfícies oculares ou anexas. Qualquer infecção ativa da córnea; olhos vermelhos ou irritados. Precauções e Advertência e causar perda da visão. Em caso de desconforto visual, lacrimejamento excessivo, visão alterada, vermelhidão nos olhos ou outros problemas, retirar imediatamente as LC e contatar o Oftalmologista. Usuários de LC devem consultar seu Ofta aberta ou danificada. Reações Adversas: Ardor, coceira ou sensação de pontada nos olhos. Desconforto quando a LC for colocada pela primeira vez. Sensação de que há algo no olho (corpo estranho, área raspada). Lacrimejamento excessi visão embaçada, arco-íris ou halos ao redor de objetos, fotofobia, ou olho seco, podem ocorrer caso as LC sejam usadas continuamente ou por tempo excessivamente longo. Se o usuário relatar algum problema, deve RETIRAR IMEDIATAME dias/6 noites de uso contínuo, inclusive durante o sono. Uso diário1,2,3,4,5,8,9,10 – Períodos inferiores a um dia de uso enquanto acordado. Descartáveis diárias6,7,11 – uso único. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA REFRACIONAL (LC com grau)1,2,4,5,6,7,9,1 À PRESCRIÇÃO MÉDICA (LC colorida plana)8 . Johnson & Johnson Industrial Ltda. Rod. Pres. Dutra, Km 154 - S. J. dos Campos, SP. CNPJ: 59.748.988/0001-14. Resp. Téc.: Evelise S. Godoy – CRQ No. 04345341. Mais informações sobre uso e cu Relacionamento com o Consumidor: 0800-7274040, acesse www.acuvue.com.br ou consulte o Guia de Instruções ao Usuário. A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.


COPA DO MUNDO DA FIFA 2014

TM

ACUVUE® VAI SORTEAR PACOTES PARA A GRANDE FINAL DA COPA DO MUNDO DA FIFA 2014TM! E SUA LOJA TEM MUITO A GANHAR COM ISSO!

CADASTRANDO AS EMBALAGENS DE ACUVUE® EM WWW.ACUVUENACOPA.COM.BR SEU CLIENTE JÁ ESTÁ CONCORRENDO. QUANTO MAIS CAIXAS SEUS CLIENTES CADASTRAR, MAIS CHANCES ELE TEM DE GANHAR*.

US (Bandage): Reg.ANVISA 80148620058, Galyfilcon A - 4ACUVUE® ADVANCE® com 8 ACUVUE® 2 COLOURS: Reg.ANVISA 80148620013, 9ACUVUE® CLEAR: Reg.ANVISA éricas1,4,5,6,9,11: Miopia, hipermetropia (presbiopia em regime de monovisão) afácica ou não afácico ou não afácico associado ou não à miopia ou à hipermetropia. LC Terapêuticas3: ará se o usuário apresenta essa condição, podendo prescrever medicações adicionais ou mação, infecção, doença ocular, lesão ou anormalidade que afete a córnea, conjuntiva ou as: Problemas oculares, incluindo úlceras de córnea, podem se desenvolver rapidamente almologista regularmente. Não usar o produto se a embalagem estéril de plástico estiver ivo, secreções oculares incomuns ou vermelhidão dos olhos. Acuidade visual deficiente, ENTE AS LENTES e contatar o Oftalmologista. Posologia: Uso estendido1,2,3,5,8,10 – Um a 7 ,10,11 , VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA (LC terapêutica plana)3, UTILIZAÇÃO SUJEITA uidados de manutenção e segurança, fale com seu Oftalmologista, ligue para Central de


s o l u c ó a t e n pla

137

fevereiro:2014

sumário

4

Transitions Academy: #revistaview nas redes sociais

Editorial A mensagem do publisher Flavio Bitelman

Reveillon: Carrera Craze em Trancoso

6

10

Diário da redação O que moveu a VIEW durante a produção deste número

8

Jogo Rápido

Aconteceu

As notícias do universo dos óculos

A cobertura dos eventos de óptica no Brasil e no mundo

12

A óptica no mundo

Mykita: nova loja nos alpes suíços

As novidades das maiores corporações ópticas do planeta

16

Hall of Frames Famosos e seus óculos

Rihanna: fã de clássicos como o Wayfarer

18

sucesso

Dicas & Estratégias Provar Em mais um artigo que celebra a parceria entre VIEW e Provar, o professor Gianini Ferreira trata do declínio da autoridade formal nas corporações

24

Varejo & Experiência

“O cliente quer bons motivos para comprar na sua óptica”, afirma o colunista Richard Vinic

2

VIEW 137

fevereiro:2014

26

Mondo Marca

O luxo de uma das mais tradicionais joalherias do mundo, a francesa Cartier


sucesso

32 gale ria

Nova marca: Rodenstock apresenta a Rocco

Vitrine

Coluna do Miguel

Os lançamentos de produtos da temporada

36

O colunista Miguel Giannini fala sobre estilo

35

Um outro olhar As palavras da editora Andrea Tavares

mercado Economia & Mercado As tendências da óptica na Europa

Erykah Badu: a cantora norte-americana é o novo rosto da Givenchy

38

40 vis ão

Foco

As notícias dos fornecedores do mercado

Modelo MDL 270

Nike Vision Marchon

44

A VIEW traz dicas da Paulicéia para quem vem à Expo Abióptica

54

Calendário Os eventos de óptica no Brasil e no mundo

58

55

Armação do Cipis

Anunciantes

Milão é a primeira metrópole da série para 2014, a Cidades da óptica, do artista plástico Marcelo Cipis Andrea Tavares

137

s o ç i serv

Calendário Especial São Paulo

Charles Naseh

Divulgação

Fernanda Guedes

J. Egberto

Paty Chequetti fevereiro:2014

VIEW 137

3


editorial

A arte de encantar

publisher Flavio Mendes Bitelman flaviobitelman@revistaview.com.br

editora Andrea Tavares (MTb. 16.030) andreatavares@revistaview.com.br diretora de arte Débora Nascimento deboranascimento@revistaview.com.br gerentes de marketing e comercial Fernanda Ferret fernandaferret@revistaview.com.br

Hoje acordei com um lindo e-mail de um cliente feliz e isso me fez lembrar da importância de encantar o cliente. No dia a dia, todo mundo se relaciona com muitas pessoas: do cobrador do ônibus ao atendente do bar que serve um cafezinho, passando pela recepcionista da empresa. Assim, a vida segue e todos esses relacionamentos vão ocorrendo, mas os que marcam mesmo são aqueles que encantam.

Bom encantamento a todos! Flavio Mendes Bitelman Publisher

flaviobitelman@revistaview.com.br

secretária de redação Cristiana Brito cristianabrito@revistaview.com.br gerente administrativa Juliana Vasconcelos administracao@revistaview.com.br

Kriz Knack

Lembro-me, nos anos 80, de um guarda de trânsito que trabalhava na esquina da Rua Xavier de Toledo com a Praça Ramos de Azevedo, em frente ao antigo Mappin, no centro de São Paulo. Havia uma multidão que atravessava essa esquina todos os dias em direção ao Viaduto do Chá e vice-versa e esse guarda, guarda de trânsito que encantava todos e ninguém gacom muito bom humor, segurava nhou nada com isso. os carros por vezes e os pedestres Outro exemplo clássico de encantamento é o gari capor outras vezes, promovendo um rioca Renato Lourenço, que ficou conhecido como “Reverdadeiro encantamento com seu nato Sorriso”, que há quase duas décadas encanta o apito, brincando com todos, mas público presente no Sambódromo durante o Carnaval sendo firme quando algum engralimpando a pista de desfiles com muita coreografia çadinho atravessava fora de hora. acompanhado de sua vassoura. Sorriso conquistou tanto Só que, infelizmente, ficou tão fao público que seu poder de encantar o levou a conhecer moso que passou a aparecer na seis países e a integrar a comitiva brasileira no encerratevê várias vezes a ponto de seus mento das Olimpíadas de Londres, em agosto. chefes o tirarem de lá a fim de que Qualquer um pode trabalhar direitinho, mas quem ennão desse um mal exemplo à corcantar seus clientes - e não apenas os clientes, mas todas poração. Uma pena, porque os cias pessoas com quem se relaciona – terá muito mais sudadãos paulistanos perderam um cesso e será muito mais feliz.

Nara Monteiro naramonteiro@revistaview.com.br

gerente de circulação Judith Belleza judith@brandmember.com.br projeto do logotipo Kiko Farkas (Máquina Estúdio) projeto gráfico Débora Nascimento projeto editorial Andrea Tavares colaboradores Fernanda Guedes • Gianini Ferreira Graziela Canella • Ivani Migliaccio J. Egberto • Kriz Knack • Marcelo Cipis Marisa Giraldis • Miguel Giannini Paty Chequetti • Pauliane Claro Richard Vinic computer to plate e impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A. circulação Nacional tiragem 15 mil exemplares assinaturas 11 3971 4372 assinaturas@revistaview.com.br As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. Nenhuma parte desta edição (textos ou imagens) pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. e tampouco apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem a autorização prévia e por escrito da Jobson Brasil. A revista VIEW é uma publicação da Jobson Brasil Ltda. para o setor óptico-oftálmico. Rua Cônego Eugênio Leite 920 - Pinheiros São Paulo/SP - 05414-001 Tel. 11 3061 9025 Fax 11 3898 1503 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br

4

VIEW 137

fevereiro:2014


Marchon Brasil 0800 707 1516


o ã ç a d e r a d diário

o dação, e r a N r! 4 o leito d i r al, 201 o e n u fi q a , , e do nd Salv fer ven do Mu u a o #Hello p ç e o C com devem ora da e h ano já u a q u s go de te: che articularida ecível, pelo e m o r p la, as p enão inesqu torneio do e m o c o e, no, s a e s onta d s c e r d o r p e , rações o E faz c . o s d o a a s, aceler inflam refeita as e menos te que mais m a r o ad sf espor s alter genda a a t , a s : d o r , i ados óptica m a brasile a a r r g a o vale p os repr m i três r é á b m d e m n a a t d o a cale nt iss vai. E oi adia elerar ainda f í a a r c i o t p Abióp z a gente ac a Expo que fe o , ritmo. s a o s n s a o m se mais n

137

fevereiro:2014

diário da redação

#MelhordoMundo E, para entrar no clima, a gente abre os trabalhos do ano da Copa estampando na capa o craque português Cristiano Ronaldo, ganhador da Bola de Ouro em janeiro e eleito um dos rostos da Nike Vision para esta temporada.

#CidadesDaÓptica Lá se vão quase 14 anos que o artista plástico Marcelo Cipis é membro do nosso time, ilustrando religiosamente a última página, batizada de Armação do Cipis. Depois de dezenas de belas imagens de inspiração livre sobre o Planeta Óculos, dessa vez a gente lançou um novo desafio a Cipis: preparar uma série especial com as Cidades da Óptica, isto é, as metrópoles que recebem as mais importantes feiras do setor no mundo. A gente abre com Milão, “capital” italiana da óptica que sedia, todo mês de março, a Mido.

#RodinhasNosPés Em 23 de janeiro, foi a hora de cortar a fita das missões profissionais. A editora Andrea Tavares mandou esta edição para o forno e embarcou para a primeira das várias viagens do ano a fim de participar de mais uma edição da Transitions Academy, o evento da empresa de lentes fotossensíveis, promovido anualmente em Orlando, Estados Unidos. Mais uma vez, um laboratório brasileiro recebeu o prêmio Lab of the Year. A gente revela aqui em primeira mão o vencedor e deixa um gostinho para a cobertura completa que você terá na VIEW 138: o laboratório Perego, situado em Araçatuba, interior de São Paulo. E já já chega a hora de passar a mão na bagagem e rumar a Milão para cobrir a Mido 44, que ocorre de 1 a 3 de março - Andrea estará lá para visitar a mais importante feira óptica do planeta. Vitória: as equipes do Perego e da Transitions celebram a vitória do laboratório paulista no Lab of the Year na Transitions Academy

#NoForno Na edição passada, a gente trouxe a despedida do colunista Eric Gozlan de nossas páginas após uma década de uma relação muito bem-sucedida. Estamos preparando nosso novo colaborador, que será apresentado em breve. Aguarde!

www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br

“VÍ-u” VIEW =

#SeVemos A gente fica por aqui, querido leitor! Daqui a muito pouco estaremos de volta com mais uma edição. Até lá e uma boa leitura! ☺

revistaview@revistaview.com.br 6

VIEW 137

fevereiro:2014

www.revistaview.com.br


ref: AH9156 G22 | Visite seu oftalmologista regularmente.

www.oculosanahickmann.com.br


jogo rápido

o que é noticia no mercado

O #revistaview desta edição vem de casa, isto é, a editora Andrea Tavares (@andreatavares) empregou a nossa hashtag para retratar o momento que antecedia o anúncio do vencedor brasileiro do prêmio Lab of the Year concedido pela Transitions, durante o evento da empresa de lentes fotossensíveis em Orlando, Estados Unidos, no final de janeiro.

30

bilhões

Fonte: Gartner, empresa norteamericana de pesquisa e consultoria em tecnologia da informação.

Andrea Tavares

Você tem perfil no Instagram e tirou uma foto linda e/ou criativa que tem tudo a ver com óculos, visão, óptica ou algo mais relacionado ao mercado? Publique com a hashtag #revistaview e então sua imagem pode ser impressa na VIEW.

anúncios

Você tem comentários, sugestões, críticas ou dúvidas sobre a VIEW? Ou então quer divulgar notícias de lançamento de produtos ou novidades sobre a sua óptica? Faça contato com a editora Andrea Tavares na redação.

Deseja anunciar? Procure uma das gerentes de marketing e comerciais da Jobson Brasil. ma rk

matérias

ng e come eti

Fernanda Ferret Tel. 11 3061 9025 ramal 109 fernandaferret@revistaview.com.br

e

ra

Andrea Tavares Tel. 11 3061 9025 ramal 105 andreatavares@revistaview.com.br

rketing

o edit

ma

assuntos gerais

aç ão

Cristiana Brito Tel. 11 3061 9025 ramal 108 cristianabrito@revistaview.com.br

Nara Monteiro Tel. 11 3061 9025 ramal 104 naramonteiro@revistaview.com.br

de re d ária et

sec r

Está precisando de algum apoio ou esclarecimento e não sabe como fazer? Fale com a secretária de redação.

mercial co

atendimento ao assinante Quer assinar a VIEW? Já é assinante e tem alguma dúvida? Ligue para a nossa Central de atendimento no 11 3971 4372.

al rci

fale com a

Em 2020, haverá 30 bilhões de dispositivos conectados - além de smartphones, tablets e computadores, esse total compreende também produtos como carros, eletrodomésticos, bicicletas etc. Em 2009, esse número era de apenas 2,5 bilhões de itens, a maioria esmagadora composta por telefones celulares e computadores pessoais.


aconteceu

o que anda acontecendo por esse Brasil

Wanny lança Carrera Jimmy Choo A Safilo elegeu a rede paulista Wanny para lançar a série de óculos Carrera desenvolvida pela top grife de sapatos inglesa, a Jimmy Choo. O

coquetel para clientes ocorreu em 3 de dezembro na loja da Rua Oscar Freire, no bairro dos Jardins, zona oeste de São Paulo.

A equipe da Wanny Um brinde da equipe de marketing da Safilo: da esquerda para a direita, Manoela Fonseca, Izabel Stefano, Naize Marconi, Cíntia Banús, Marina Abreu, Renata Santos e João Paulo Lainer

Ricardo Giovannetti (Safilo)

O DJ Marcelo Botelho comandou as pickups

Carrera Craze em Trancoso A atriz Fernanda Paes Leme

A pousada Estrela D’Água, em Trancoso, foi, pelo segundo ano consecutivo, o palco da Carrera Craze, a festa que abriu o circuito de festas de final de ano do badalado balneário no sul da Bahia, com presença de 500 convidados e atrações como o cantor Ivo Meirelles e o DJ Marcelo Botelho. O evento, que ocorreu em 28 de dezembro, integra a plataforma internacional da marketing da Carrera, marca que pertence ao portfólio da Safilo, e já passou por países como Espanha, Estados Unidos, França, Itália e México.

O jogador do Corinthians, Alexandre Pato

Charles Naseh

O cantor Ivo Meirelles, uma das atrações da noite

10

VIEW 137

fevereiro:2014


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica Projeto arquitetônico: a madeira na fachada “respira” o ar de inverno na estação de esqui

Essilor A visão dos taxistas

Mykita Segunda loja na Suíça Fica em Zermatt, top estação de esqui nos Alpes suíços, a 1,6 mil metros de altitude, a loja de número nove da Mykita, a grife alemã de design óptico. O novo ponto de venda foi aberto em janeiro e o projeto arquitetônico segue o mesmo conceito das lojas da rede com elementos como a parede branca com fundo iluminado que expõe os óculos e móveis com rodinhas que, além de servirem de “estoque ambulante”, também fazem as vezes de balcões de atendimento. Nesse caso, a madeira na fachada foi o toque final do projeto, harmonizando com o espírito de inverno do local. As outras oito lojas da grife alemã de design óptico estão na Europa (Berlim, Paris, Viena e Zurich), na América Latina (Monterrey, México, e Cartagena, Colômbia) e na Ásia (Tóquio).

Divulgação

Com o objetivo de chamar a atenção para a importância de manter a saúde visual em dia, a Essilor tem se dedicado a estudar de que forma a falta da visão pode impactar as pessoas em situações da vida diária. Dessa vez, elegeu os taxistas como público-alvo: uma equipe de profissionais da multinacional francesa conduziu um estudo junto a 2,1 mil motoristas de 21 grandes cidades do mundo sobre os hábitos visuais desse grupo de trabalhadores. Os taxistas foram entrevistados sobre questões relacionadas à visão tais como última vez que tinham feito um exame de vista, além de participarem de testes de visão à distância e percepção 3D e foram avaliados com base no padrão de visão normal, considerada uma acuidade visual de 10/10. Os resultados revelaram que 92% dos motoristas de Nova York e 95% dos de Los Angeles que participaram da pesquisa têm visão normal. Entretanto, em caráter global, a situação muda um pouco de figura: um entre cinco motoristas de táxi não tem visão normal; quatro entre cinco taxistas têm dificuldade de avaliar com precisão a distância, especialmente ao estacionar; um entre cinco taxistas não tinha feito exame de vista nos últimos cinco anos. Para contribuir com a qualidade visual dos motoristas que participaram do estudo, a Essilor ofereceu vales para consulta e exame gratuitos com especialistas da visão.

Design óptico: a loja da Mykita em Zermatt é a segunda da grife alemã na Suíça

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

12

VIEW 137

fevereiro:2014

www.revistaview.com.br


a óptica no mundo

um giro pelo universo da óptica

Luxottica

OneSight

Novo comando no varejo de luxo

Expansão em 2014

O braço de luxo da divisão de varejo da Luxottica nos Estados Unidos tem um novo diretor: trata-se do norte-americano Ed Jankowski, que sucede o executivo Rob McCoy e ficará responsável pelas redes Ilori e Optical Shop of Aspen (as duas redes posicionadas no topo de sua operação de varejo), e se reportará ao presidente da Sunglass Hut North America, John Haugh. Antes da Luxottica, Jankowski atuou como diretor geral para os Estados Unidos da Godiva Chocolatier, responsável por uma operação de US$ 400 milhões, composta por 240 pontos de venda, e como COO (do inglês, “Chief Operating Officer”, sigla que denomina o cargo de diretor executivo de operações) da Solstice, rede especializada em óculos solares de propriedade da Safilo.

Por ocasião de seus 25 anos de existência, completados em 2013, o OneSight, programa social sem fins lucrativos focado na saúde visual que tem a Luxottica como patrocinadora global, anunciou na última semana de dezembro a expansão de seus projetos sustentáveis, a fim de prover atendimento visual e doação de óculos em 14 países. Assim, em 2014, retomará o trabalho de clínicas visuais na África do Sul, na China, no México, na Nicarágua, no Peru e na Tailândia, além de expandir a atuação no Brasil, na Indonésia e no Vietnã e continuar os programas regionais de cuidado visual na África do Sul, na Austrália, no Canadá, na China e nos Estados Unidos. Outro braço do programa que também ganhará reforço são os projetos sustentáveis de cuidados visuais em escolas e comunidades. Tendo como base o sucesso do programa-piloto implantado no ano passado na cidade de Farafenni, na Gâmbia (África Ocidental), o OneSight abrirá mais três centros de visão permanentes e um laboratório central na própria Gâmbia, país que, antes da chegada do OneSight, tinha apenas um optometrista para cada 1,8 milhão de pessoas. Além disso, também expandirá o sucesso do OneSight Vision Center implantado na escola Oyler, em Cincinatti, no estado norte-americano de Ohio, para pelo menos mais quatro escolas nos estados da Califórnia, de Nova York e em outras comunidades. Como parte de seus esforços filantrópicos globais, a Luxottica apoia a participação de seus funcionários como voluntários nos programas do OneSight. A estimativa é que em 2014 mais de 1,1 mil empregados de 40 países da corporação italiana tomem parte de programas do OneSight, que nasceu em 1988 como um programa social de uma das mais importantes redes de óptica nos Estados Unidos, a LensCrafters, adquirida pela Luxottica em 1995. Nestes 25 anos, já atendeu 8,5 bilhões de pessoas em 40 países.

Opti’14 Sucesso em Munique Acima de 24 mil profissionais de 80 nações visitaram os mais de 500 stands das empresas expositoras de 34 países da Opti 2014, a feira alemã realizada em Munique, de 10 a 12 de janeiro. Houve avanço em relação à edição anterior, que contabilizou 23,2 mil visitantes de 70 países e 491 expositores. Segundo o presidente do conselho de administração do evento, Dieter Dohr, tanto o aumento do número de visitantes quanto do total de expositores é um sinal claro da aprovação da Opti logo nos primeiros dias do ano. A feira já tem data marcada para 2015: 8 a 10 de janeiro (de quinta-feira a sábado) na Fairground Messe.

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

14

VIEW 137

fevereiro:2014

www.revistaview.com.br


hall of

gente famosa e seus óculos

Frames

Celebridades que desfilam seus óculos diante dos flashes Fotos J. Egberto

Uma armação flutuante de ar comportado é a escolha do diretor global José Bonifácio de Oliveira, o Boninho

A popstar Rihanna fecha com a versão preta do clássico Ray-Ban Wayfarer

16

VIEW 137

fevereiro:2014

Olha ele aí de novo! O ator Tiago Abravanel, o mais representativo usuário de óculos da nova geração, mais uma vez marca presença nestas páginas. Dessa vez, com uma armação de acetato branca, o toque criativo a seu look clássico

Uma armação de receituário de metal e linhas ovais emoldura o rosto do ator Nelson Xavier, o lama Ananda Rinpoche da novela global Joia Rara


As aparições da atriz Arlete Salles são sempre acompanhadas de belos óculos escuros. Dessa vez, ela exibe um par dourado de estilo aviador

Mesmo antes de lançar sua coleção de óculos pela Luxx, a atriz Antonia Fontenelle capricha nos óculos, como já tinha revelado na VIEW 135 ser uma adoradora do acessório

Um solar Evoke Amplifier dá o toque final ao look estiloso do ator Sandro Pedroso

Solares totalmente pretos são a escolha do ator Thiago Lacerda

www.revistaview.com.br

O governador Geraldo Alckmin manda bem na armação cinza de metal e linhas modernas

fevereiro:2014

VIEW 137

17


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

O fim das meias pretas O declínio da autoridade formal para exercer influência nas empresas é o tema do artigo do professor do Provar, Gianini Ferreira. Artigo Gianini C. Ferreira Ilustração Patricia Chequetti

Nos últimos anos, as empresas, mesmo as de perfil tradicional, tornaram-se mais horizontais, com redução significativa dos níveis hierárquicos. A necessidade de fazer mais com menos tem levado as pessoas a ultrapassarem seu job description (do inglês, expressão que define a descrição das responsabilidades relativas a uma determinada função) para garantir resultados. Hoje, ficar dentro de seu quadrado e apoiar-se no poder formal da corporação para fazer as coisas ocorrerem são atitudes inadequadas e ultrapassadas. A pessoa que segue esse padrão anda com o freio de mão puxado e tende a ser “descontinuada” em um ambiente que exige agilidade, flexibilidade e capacidade para influenciar stakeholders (do inglês, termo para “público estratégico”) em busca de cooperação mútua e construção de alianças e compromissos. Os símbolos tradicionais de poder são cada vez mais obsoletos e a autoridade formal, um mecanismo ineficaz para gerar compromisso. O título deste artigo deriva livremente, por inspiração, da frase do consultor britânico Jo Owen, autor de A arte de influenciar pessoas: “o velho mundo está morrendo. As meias pretas não são obrigatórias e o respeito pela hierarquia evapora”. Isso significa que os símbolos antigos de poder não fazem mais sentido em um cenário que exige mais protagonismo e colaboração das pessoas em busca de soluções criativas, simples e eficazes. Controle e comando geram pessoas obedientes, só isso. 18

VIEW 137

fevereiro:2014

Símbolos de autoridade - Os mecanismos do poder formal podem funcionar em curto prazo, mas não sustentam uma rede de cooperação. Segundo um dos maiores especialistas em persuasão do mundo, o norte-americano Robert Cialdini, o ser humano tende apenas a obedecer mecanicamente à autoridade. Tem-se uma resposta quase que automática em entender que pessoas que representam alguma autoridade devem receber a obediência, simplesmente porque é uma convenção social acreditar que são merecedoras de confiança. Ao longo da vida, esses símbolos penetram no subconsciente, gerando uma reação automática. Essa ideia também se apoia na lei do mínimo esforço: ao confiar em um símbolo, a pessoa diminui o seu empenho cognitivo e prefere supor que aquele “símbolo” tem direito de receber o que está pedindo ou mandando. Alguns exemplos de símbolos de autoridade são mais evidentes: uniformes, formação acadêmica, fardas, especialidades, terno e gravata em tons escuros (com meias pretas a combinar). Contudo, há uma variedade de símbolos de autoridade que se encaixam em diversos ambientes sociais que, por questões culturais, as pessoas já estão condicionadas a respeitá-los. Um homem de cabelos grisalhos, por exemplo, pode transmitir mais maturidade que um garoto. Uma advogada com vestimenta social e de salto alto transmite mais autoridade do que se estivesse usando um traje esportivo. Os exemplos do cotidiano estendem-se a situações pitorescas. Basta fazer um teste: um homem vai a um restaurante de calça preta, camisa branca de mangas curtas e sapato social. Ao levantar para ir ao banheiro, o que pode ocorrer? É óbvio que há restaurantes em que o uniforme do garçom não segue esse padrão. Socialmente, os www.revistaview.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

símbolos cumprem a sua função e ajudam a guiar os comportamentos das pessoas. Aí é que mora o perigo: quem compreende o poder desses símbolos, pode utilizá-lo para fins maléficos. Pessoas mal-intencionadas, mesmo sem um estudo formal sobre o assunto, percebem, na prática, como os símbolos funcionam. Bandidos, por exemplo, invadem condomínios vestidos com uniformes de empresas prestadoras de serviço ou com trajes sociais e em veículos de luxo, sequestram executivos; senhoras de aparência respeitável, à aparência merecedoras de total confiança, roubam bolsas em shoppings. Sem pretender suscitar uma síndrome do pânico, mas vale o alerta.

A quebra dos símbolos corporativos - Já há algum tempo os códigos de vestuário mudaram totalmente e os caminhos para sobrevivência e sucesso também. Mais uma vez citando Jo Owen, o consultor afirma que “no Antigo Regime havia uma hierarquia clara e os ornamentos do poder eram muito visíveis. Tratava-se de um sistema de castas, em que as pessoas de casta superior tinham espaços reservados no estacionamento, refeitórios e elevadores exclusivos, os maiores escritórios e mesas...”. As coisas mudaram e muitas pessoas ainda não perceberam e continuam a trabalhar e a praticar gestão com valores que não se enquadram nessa nova geração de trabalho. Valor não é algo que se imponha; cada pessoa constrói seu repertório de valores baseado em suas experiências dentro de um contexto sociocultural. Símbolos que tinham a função de impor respeito e transmitir autoridade declinam. Apoiar-se neles para gerar influência não é mais o suficiente. Quem coloca terno e gravata (com meias pretas) e acha que, por isso, as pessoas vão julgá-lo mais inteligente é uma armadilha. Em essência, os símbolos dentro de uma estrutura formal de poder ti20

VIEW 137

fevereiro:2014

nham a função de garantir obediência. Cabe a pergunta: o que as empresas e gestores mais desejam de seus funcionários, obediência ou compromisso? De acordo com Jo Owen, “o mundo da obediência vai sendo substituído pelo mundo do compromisso: não podemos ordenar que as pessoas se comprometam”. Não significa que se deva jogar símbolos fora, mas procurar os símbolos corretos que apoiarão as pessoas e as empresas; atentar para o que realmente importa dentro da escala de valores de quem precisa se comprometer de fato com os objetivos do negócio. Símbolos obsoletos acompanhados de visões míopes de poder, prestígio e status tendem a gerar menos motivação e menor comprometimento. Na arte de comunicar e influenciar, os símbolos e as ações devem ir ao encontro dos valores e das expectativas do influenciado, sem corromper princípios éticos de nenhuma parte. Antigamente, o poder aumentava conforme mais elevado o cargo. Era aceitável para alguém galgar posições ao longo de 30 anos de carreira para chegar ao ponto mais alto de poder, garantindo prestígio e influência. Esse modelo ainda estimula alguém hoje? Talvez sim, se a empresa sobreviver até lá.

Influência superior ao poder formal – Segundo o consultor norte-americano Allan Cohen, autor com David Bradford de Influência sem autoridade, alguns motivos aumentam a necessidade de mais habilidade de influência para gerar compromisso e garantir melhores resultados para o negócio, dentre os quais: • O aumento da rapidez nas mudanças tecnológicas e nos ciclos de vida dos produtos • Problemas complexos exigem colaboradores mais inteligentes, maior participação de especialistas e maior necessidade de integração • Mais pressão para fazer mais com menos • Menos gerentes de nível médio • Menos hierarquias tradicionais e mais formas de organização lateral, com modelos mais matriciais www.revistaview.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

Apoiar-se no poder do crachá para enfrentar esses desafios só faz aumentar o estresse organizacional, o nível de conflito e a resistência dos indivíduos. A tendência é diminuir o grau de cooperação e a capacidade criativa das pessoas. O modelo do poder formal torna a empresa mais lenta e empresa lenta é empresa cara. Se para garantir que as coisas aconteçam, o funcionário precisa pedir a seu chefe que fale com o chefe da outra pessoa a fim de mandá-la fazer aquilo que precisa para avançar com o trabalho, má notícia: trata-se de uma enrascada. Se, para garantir resultados, o líder de uma área aplica o modelo de comando e controle, também está em uma enrascada. Se o empresário aplica o modelo de poder formal para execução das estratégias, provavelmente perde (ou perderá) dinheiro e oportunidades. Se um chefe atua baseado em controle e ameaça e os funcionários acreditam que manda quem pode e obedece quem tem juízo e se a equipe também não tem nenhuma esperança de que esse chefe mude de atitude ou seja transferido para uma unidade no interior de um país asiático, estão todos em uma grande enrascada. Contudo, pior enrascada é ficar prisioneiro a esse sistema de poder por questão de sobrevivência. Para não ficar sem saída, é importante investir em compreender e praticar um novo modelo que permita exercer influência sem precisar da autoridade formal, aumentando, assim, a autonomia e a capacidade das pessoas atuarem em rede. Os princípios de sustentação da influência são a reciprocidade e o apoio mútuo. O objetivo do processo de influência é conquistar o compromisso da outra pessoa. Enquanto controle tem uma só via, o compromisso é uma via de mão dupla. Portanto, para desejar o compromisso das outras pessoas, a pessoa está disposta a se comprometer? Fica a dica: aumentar primeiro o compromisso próprio em desenvolver a competência da influência, encontrar seu estilo pessoal e os símbolos que mais façam sentido ao público que deseja influenciar.

para identificar o que é importante para as pessoas com as quais interage e mantém interdependências. A influência é um fluxo sistêmico, de interação: ora a pessoa influencia, ora é influenciada. Essa dinâmica está presente na vida e impacta diretamente em pensamentos, sentimentos e escolhas. Atitudes e comportamentos permeiam uma teia de relacionamentos em que a natureza humana busca recompensa em suas ações. Aumentar a sensibilidade para identificar o que é importante é algo fundamental para construir relacionamentos mais saudáveis e aumentar o compromisso das pessoas, isto é, ter as “moedas de troca”, como define o especialista Allan Colen. Em uma rede, todos possuem interesses e identificá-los é essencial para encontrar os “símbolos” adequados e responsáveis para uma relação de ganha-ganha. Esse princípio serve para todas as direções de relacionamento, dentro ou fora da empresa.

Livros O poder da persuasão, Robert Cialdini (Editora Campus) Influência sem autoridade, Allan Cohen e David Bradford (Editora Évora) A arte de influenciar pessoas, Jo Owen (Editora Lafonte)

Radar social – Os símbolos também podem ser traduzidos em comportamentos e modos de relacionamento. A influência se dá dentro de uma prática social. Outros mecanismos de poder circulam de maneira até invisíveis pelo fato de a maioria das pessoas desconhecerem seus atributos. Informação, especialidade, carisma, empatia e integridade representam outros sistemas de poder que não necessariamente recorrem à força ou ao domínio. O desafio para quem deseja aumentar seu poder de influência é buscar conhecimento sobre esses mecanismos de poder e ativar seu “radar social” 22

VIEW 137

fevereiro:2014

Consultor especialista em influência, liderança, estratégia, negociação e marketing, Gianini C. Ferreira é professor no MBA em Gestão de Negócios da Fundação Instituto de Administração (Fia). Especialista em influência, leciona as disciplinas de Liderança e Habilidades Gerenciais.

positivo, operante! Quer conversar mais com o professor Gianini Ferreira? revistaview@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br


CUI DADOCOM ASAPARÊNCI AS!

Av al i ebemei nvi s t aemumaf ac et ador aEs s i l or . Cont ec ompe ç asder e pos i ç ãoapr ont ae nt r e ga eas s i s t ê nc i at é c ni c ae mt odoopaí s .

L i gueF á c i l : www. es s i l or s ol ut i ons . c om. br

S er v i ç oéonos s onegóc i o. S omosmui t os ér i osni s t o.


24

VIEW 137

Richard Vinic fala sobre varejo

André Penteado

richard vinic

varejo & experiência

ê d e M “ motivo”...

A briga pela preferência e o bolso do consumidor continua sendo um dos hits de sucesso do varejo em mais um ano que se inicia. Igualmente aos anos anteriores, é esRichard Vinic é palestrante, consultor, sencial a qualquer varejista, especialmente no segprofessor e mento óptico, entender cada vez mais o comporapaixonado pelo tamento do cliente, suas necessidades e desejos. mundo das compras Ao procurar o varejo na busca das soluções necessárias para suprir suas necessidades diárias, cada consumidor tem seus motivos - uns racionais e outros emocionais. Já abordei em edições anteriores estudos como o do pesquisador especializado em comportamento de consumo, o dinamarquês Martin Lindstrom, revelando que mais de 80% das decisões são emocionais, ou seja, os motivos ligados à emoção estão tocando mais alto. Já é claro que ninguém motiva ninguém. Cada ser humano tem os seus motivos e "os porquês" pelos quais se engajam em diferentes objetivos. Quando uma pessoa tem fome (necessidade fisiológica), está motivada a buscar o restaurante que melhor atenda essa necessidade. Nesse caso, o motivo principal é matar a fome. Da mesma forma quando alguém identifica que precisa de óculos para corrigir a visão após consultar-se com um especialista, seu principal motivo passa a ser cuidar de sua saúde e de sua visão. Cada um desses motivos movimenta milhares de consumidores diariamente para as mais diferentes soluções de consumo. Diante disso, uma questão deve permanecer na agenda de quem atua no varejo: que motivos está dando a seus potenciais clientes para preferir a sua loja? Por que o cliente deve comprar seus óculos e fazer as lentes na sua óptica e não com o concorrente que está a poucos metros? Esses motivos que a sua óptica hoje oferece são significativos para o cliente? Realmente agregam valor? Nesse ambiente em que muito mais que produtos e serviços, experiências são o tom da vez, o cliente quer motivos! Talvez um bom mix, uma equipe treinada e uma loja agradável não sejam suficientes. Pegando carona na célebre música de Tim Maia, Me dê motivo, cujos versos falam “Mê de motivo, vai ser agora / Estou indo embora”, o cliente quer motivos e facilmente irá embora se esses motivos não forem de fato muito bons. Na edição 2014 do Retail’s Big Show, o mais importante evento dedicado ao varejo em caráter mundial, promovido pela norte-americana

fevereiro:2014

National Retail Federation (do inglês, “Federação nacional do varejo”), em janeiro, em Nova York, várias tendências foram debatidas e apresentadas como demandas e desafios. Compartilho três delas, que podem inspirar suas iniciativas para tornarem-se motivos fortes para seus clientes escolherem a sua óptica.

Varejo é entretenimento Cada vez mais consolidado o conceito de experiência no ponto de venda, a loja física consegue manter de forma relevante as marcas expostas. As lojas atraem a atenção dos clientes e apoiam os demais canais de vendas. Como as lojas virtuais têm suas estratégias sustentadas em preço, o varejo físico deve reforçar sua vocação para criar uma atmosfera em que a compra seja um entretenimento. A ida a sua loja deve ser mais divertida!

Informação: essencial para tomada de decisão A informação nunca esteve tão disponível para auxiliar na tomada de decisão. O desafio é conseguir cruzar os dados, agregar valor ao que foi coletado e dar utilidade à informação. É preciso "brincar" um pouco mais com os dados, olhar de diferentes perspectivas para chegar a conclusões diferentes. O varejo está cada vez mais técnico e as decisões devem ser mais orientadas por análises e menos por feeling.

Personalização É preciso entender o consumidor para manter uma relação mais individualizada, personalizando o mix de produtos, as promoções realizadas ou a comunicação. O cliente quer sentir-se único. Ter a percepção de que a loja o conhece e responde suas expectativas.

Procure sempre fazer diferença na sua óptica. Dê motivos, valorize a escolha de seu cliente. Busque motivos para que o cliente compre, recompre e recomende! positivo, operante! Está a fim de falar mais sobre varejo com Richard Vinic? Faça contato varejoexperiencia@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br


CONHEÇA UM NOVO CONCEITO EM ÓCULOS!

Efeito Fosforescente Eles brilham no escuro, sob a luz da balada!

marketing@magnumsa.com.br (11) 3149-2590


Cartier Texto Graziela Canella Concepção Andrea Tavares

Da oficina à corte

1912: colar de diamantes e água marinha

Em 1847, o jovem Louis-François Cartier assumiu a pequena oficina de joias de seu mestre, Adolphe Picard, localizada em um dos endereços mais sofisticados na Paris de então, a Rue Montorgueil. Nascia assim uma das mais tradicionais joalherias do mundo, a maison Cartier, então representada por um coração entre as iniciais “L” e “C” em um losango. Apenas quatro anos depois, quando Napoleão 3º subiu ao poder, a Condessa Nieuwerkerke indicou o jovem Cartier para ser o novo fornecedor oficial da realeza. Seu prestígio atraiu clientes da alta sociedade parisiense, que recebia atendimento exclusivo e personalizado. Em 1859, Cartier abriu uma sede no Boulevard des Italiens, importante rua de Paris. No mesmo ano, a imperatriz Eugénie de Montijo encomendou um serviço de chá de prata, que atualmente integra o acervo histórico da marca. Em contraste com os ornamentos rebuscados da época, suas joias leves e modernas se destacavam e atraíam um número cada vez maior de clientes.

Rei dos joalheiros Uma nova fase para a Cartier se iniciou em 1872, quando o filho de LouisFrançois, Alfred, ingressou como sócio com o objetivo de expandir os negócios, inicialmente com a produção de relógios. Com a inclusão de outro filho (Louis) na sociedade, em 1898, a marca passou a se chamar Alfred Cartier & Fils, e logo se mudou para a Rue de La Paix, na região da luxuosa Place Vendôme. Em 1902, a Cartier abriu a primeira loja em Londres, na New Burlington Street, comandada por mais um herdeiro, Pierre Cartier. Logo, a loja recebeu um pedido de 27 tiaras para a cerimônia de coroação do rei da Inglaterra, o então príncipe de Gales, Eduardo 7º, que declarou Cartier o “joalheiro dos reis, rei dos joalheiros”. Dois anos depois, a marca recebeu a patente de fornecedor da corte também naquele país, tornando-se a mais prestigiosa joalheria do mundo. A expansão teve continuidade com a abertura de uma luxuosa maison Cartier na Quinta Avenida, em Nova York, em 1909, além de pontos de venda em Moscou e no Golfo Pérsico no ano seguinte, e culminou com a inauguração de luxuosas boutiques em Monte Carlo e Cannes, nos anos 30. 26

VIEW 137

fevereiro:2014

Família Cartier: Alfred e seus três filhos Pierre, Louis e Jacques

1915: loja na Rue de la Paix www.revistaview.com.br


a tradução do universo das marcas

mondo marca

Escrita de luxo 1: a caneta Panthère

Uma das mais tradicionais joalherias do mundo, a francesa Cartier conquistou membros da realeza e ganhou prestígio mundial graças à soma do padrão de excelência de seu fundador com a criatividade, a ousadia e o espírito desbravador de seus herdeiros. Best seller: o relógio Santos, feito especialmente para o brasileiro Santos Dumont (à direita), tornou-se ícone da Cartier

Ícone brasileiro O aviador Santos Dumont, grande amigo de Louis Cartier, foi quem inspirou um dos principais lançamentos da marca no início do século 20. Seu relato sobre o desconforto do uso de relógios de bolso durante os voos inspirou Cartier a desenhar o primeiro relógio de pulso com pulseira de couro do mundo, especialmente para o brasileiro, com caixa plana de aro quadrado. A marca já produzia relógios de pulso, mas o lançamento comercial do modelo masculino Santos, em 1911, impulsionou as vendas da joalheria e até hoje figura com destaque nas coleções, em versões renovadas.

Tempo luxuoso: relógio de mesa egípcio da Cartier Collection

Criatividade: bracelete Juste un Clou, criado pelo designer italiano Aldo Cipullo 1917: retrato de Louis Cartier

1906: broche de diamantes e platina

Netos visionários Por influência da terceira geração da família, representada pelos filhos de Alfred, Pierre e Jacques, a Cartier consolidou-se no início do século 20 como dona de um estilo inovador, inspirado por inúmeras viagens que atribuíram às criações novas cores, materiais e referências a culturas distantes. Pierre Cartier trouxe da Rússia esmaltes finos e esculturas de animais feitas de pedras duras, enquanto Jacques viajava pelo Golfo Pérsico e pela Índia, de onde trouxe pérolas e tesouros multicoloridos dos marajás. Em 1909, após cinco décadas de investigação, uma técnica revolucionária permitiu o uso da platina como matéria-prima, e Louis recriou o estilo grinalda - ornamentos de diamante montados em platina - com design moderno e formas básicas de geometria, como quadrados e círculos. fevereiro:2014

VIEW 137

27


mondo marca

Final da década de 70: óculos da linha Les Must de Cartier

Escrita de luxo 2: a caneta e a lapiseira de ouro Bamboo

Gestão internacional

1977: anúncio da linha Les Must de Cartier

No início dos anos 70, as três subsidiárias da então empresa familiar, em Paris, Londres e Nova York, foram compradas por um grupo de investidores liderado pelo norte-americano Robert Hocq, e ganhou novo fôlego sob comando do executivo francês Alain Perrin. A nova gestão introduziu uma diversidade de produtos, com a linha Les Must de Cartier (do francês, algo como “itens necessários da Cartier”) composta por artigos de couro, canetas, isqueiros e óculos. A diversificação continuou ao longo da década, com o lançamento de perfumes, novos modelos de relógios, artefatos de couro e uma linha especial de joias batizada de “Cartier Collection” (do inglês, “Coleção Cartier”), que mostra a evolução histórica e artística da marca. Na mesma época, em 1978, o grupo foi unificado e criou-se a Cartier Monde. Tank: um ícone da relojoaria criado pela Cartier

Clássico: brincos Panthère

Monica Bellucci: embaixadora da marca desde 1999

Ícones :: A caixinha de couro vermelho :: Os “C” entrelaçados :: Os diamantes montados na platina em estilo grinalda :: A pantera, os jacarés do modelo La Doña e outros ícones da fauna e da flora :: Relógios como o Santos e o Tank :: A pulseira Love :: A aliança Trinity :: A imagem da atriz italiana Monica Bellucci, embaixadora mundial da marca há 15 anos

A atriz Vanessa Hudgens: adepta do bracelete Love

28

VIEW 137

fevereiro:2014

www.revistaview.com.br


L'Odyssée de Cartier: vídeo comemorativo dos 165 anos da marca

Joalheria que fez história Ao longo de 166 anos, a Cartier lançou joias que marcaram a história da própria maison e introduziram novos conceitos na joalheria mundial. Além dos famosos “C” entrelaçados e das caixinhas vermelhas, elementos da fauna e flora são constantes, com destaque para a pantera, um de seus mais famosos símbolos. O felino apareceu pela primeira vez em 1915, mas somente 33 anos depois gerou a primeira série de peças, incluindo um broche com uma safira de 152.35 quilates, feita para o duque de Windsor. A pantera também é personagem principal de um filme comemorativo aos 165 anos da marca, lançado em 2012. Entitulado “L'Odyssée de Cartier” (do francês, “A odisseia de Cartier”) e dirigido por Bruno Aveillan, o vídeo de 3 minutos e meio foi resultado de dois anos de trabalho com uma equipe de 50 profissionais. Nele, a pantera realiza uma viagem por momentos e locais que influenciaram a marca, que incluem Rússia, Índia, China e até um salto sobre as asas do 14-Bis. Outro clássico é a pulseira Love, de 1969, que só pode ser colocada e retirada do pulso com o uso de uma pequena chave de fenda que abre seus parafusos e fez tanto sucesso que inspirou uma coleção de anéis, colares, relógios e outros itens. Na relojoaria, destacam-se os modelos Santos e o Tank - criado em 1917, em homenagem às tripulações dos carros de combate aliados da Primeira Guerra. Outro hit que marcou época foi o anel Trinity (do inglês, “trindade”), formado por três alianças de ouro, cada qual com um simbolismo - a de ouro amarelo remete à fidelidade, a de tom avermelhado simboliza o amor e a de ouro branco, a amizade. Em 1975, por encomenda da atriz mexicana Maria Felix, a Cartier lançou o colar La Doña, com dois crocodilos enlaçaSob encomenda: dos, que deu origem a uma extensa série colar da atriz mexicana Maria inspirada no réptil. Felix e a caneta

Joias para a duquesa de Windsor: um coração coroado, um flamingo e o célebre Panthère. Todos integram o acervo Cartier Collection

Love: o bracelete que inspirou uma série de joias

Trinity: série inspirada na aliança que simboliza amor, fidelidade e amizade

que integra a série inspirada na peça

Pronúncia

www: Cartier virtual

“Car-TIÊ”. Essa não reserva mistérios. Em francês, quando falada, a terminação “-er” se transforma em “ê”.

www.cartier.com.br www.facebook.com/Cartier www.youtube.com/cartier www.pinterest.com/cartier

Linha especial: lenço da Les Must de Cartier www.revistaview.com.br

fevereiro:2014

VIEW 137

29


mondo marca

a tradução do universo das marcas

A Cartier em números Atualmente, a marca Cartier é avaliada em US$ 6,897 bilhões pela consultoria britânica Interbrand, e ocupa a 60ª posição no ranking das mais valiosas do mundo, com sede em Paris e fábrica de relógios em Genebra, na Suíça. Atualmente, integra o Richemont, conglomerado suíço de marcas de luxo (dono de marcas como Montblanc, Alfred Dunhill e Piaget), com faturamento estimado em US$ 3 bilhões. Deste valor, aproximadamente 75% é obtido pelas vendas de joias e relógios. Está presente em mais de 130 países, com 310 lojas próprias e cerca de 10 mil pontos de venda. Entre os principais endereços, estão a Avenue des Champs Elysées em Paris, a Quinta Avenida em Nova York, a Rodeo Drive em Los Angeles, a New Bond Street em Londres e Via Condotti em Roma. Algumas unidades têm projeto do arquiteto francês Bruno Moinard, que criou o Bronze Concept, conceito de loja que contém elementos que remetem à história da marca, e alguns endereços contam com espaços exclusivos para noivas. No Brasil, a marca chegou nos anos 70, na época representada pela Natan, e atualmente conta com lojas nos shoppings Cidade Jardim, em São Paulo, e Village Mall, no Rio de Janeiro.

Endereços privilegiados: as butiques Cartier de Milão (ao alto) e Paris (a baixo)

A tiara Halo: produzida em 1936, foi usada por Elizabeth, a rainha-mãe da Inglaterra, e por Kate Middleton em seu casamento com o príncipe William em 2011

A realeza de hoje A relação da Cartier com a monarquia teve início pouco depois de sua própria fundação e, ao longo dos anos, a joalheria francesa passou a conquistar títulos de fornecedor oficial de joias para monarcas de países como França, Inglaterra, Espanha, Portugal, Rússia, Sérvia, Bélgica, Romênia, Egito, Albânia e Mônaco. Prestigiada pela família real britânica, a Cartier viu um de seus itens históricos voltar aos holofotes recentemente - uma tiara de diamantes produzida em 1936, usada em abril de 2011 pela duquesa de Cambridge, Kate Middleton, no casamento com o príncipe William. A peça pertence à rainha Elizabeth 2ª e foi presente de sua mãe no aniversário de 18 anos.

modelo Panthère Wild (T8200868)

modelo Caresse d’Orchidées T8140158

Joalheria e tradição em óculos A primeira criação da Cartier no segmento de óculos data de 1887, para a princesa de Essling, da Áustria - um lorgnette (óculos de mão, com um pequeno cabo que suspende o frontal) de padronagem tartaruga e diamantes. A primeira coleção de óculos sob o conceito Les Must de Cartier foi lançada em 1983 e logo as peças foram adotadas por celebridades como Elton John e David Bowie. Atualmente, a marca é distribuída no Brasil pela GO, inclusive a coleção de alta joalheria, 30

VIEW 137

fevereiro:2014

e todos os modelos de armações de receituário e óculos solares são inspirados em coleções de joias e relógios, como os clássicos Panthère e Santos. O perfeccionismo da produção em joalheria tem a mesma força no desenvolvimento de armações com materiais nobres, como chifre, madeira, ouro, platina e pedras preciosas.

modelo Tank (T8140106)

modelo Janis (T8200897)

modelo Santos Dumont Racing (T8200907)


EXTRAESCURAS

AS LENTES MAIS ESCURAS DA TRANSITIONS Conheça o último lançamento da linha de lentes adaptáveis de uso diário Transitions. As lentes Transitions® EXTRActive™ foram criadas especialmente para proporcionar o maior nível de escurecimento dentre todas as lentes Transitions. Elas têm uma ativação moderada atrás do para-brisa do carro e, em ambientes internos, uma leve tonalidade para proporcionar maior conforto visual. Ambientes Dentro Sob a luz internos do carro forte do sol

Ajude seu cliente a ver o melhor da vida.

Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions EXTRActive e Transitions Lentes Adaptáveis são marcas da Transitions Optical, Inc.©2014. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes. Fotos meramente ilustrativas.

Transitions.com.br


vitrine

modelo RR309-B

Rocco by Rodenstock 0800 7015367

modelo RR315-B

modelo RR417-B

O lendário modelo de receituário da Rodenstock retorna ao mercado e agora dá nome a uma coleção de armações de receituário e óculos solares femininos e masculinos. A variedade de cores em inúmeras combinações, além de efeitos escovados e foscos, tem apelo jovem e criativo.

modelo RR403-C

Filosofia

Evoke

11 3034 3690

Famiglia Capo I e II A Evoke retoma o “espírito mafioso” em sua coleção, com o lançamento dos modelos da Famiglia Capo, o Capo I e o Capo II. Em 2006, a marca apresentou o Don Capo, inspirado no estilo dos mafiosos italianos, para os quais um de seus mais importantes valores é a famiglia (do italiano, “família”). O Capo I tem linhas mais contemporâneas e com cores clássicas no acetato, enquanto o Capo II sugere inspiração vintage na combinação de acetato com metal. Seguindo o padrão da Evoke de trazer uma assinatura diferente para cada modelo na parte interna das hastes, os modelos recebem “Honor and respect” (do inglês, “honra e respeito”).

modelo Capo I

32

VIEW 137

fevereiro:2014

modelo RR414-B modelo RR313-A

Filosofia Criada pelos irmãos Demian e Fabiano Moraru e distribuída pela Brazilian Lab, a Evoke chega aos 13 anos como uma das marcas mais conhecidas do país, graças ao apelo jovem, às parcerias criativas com nomes de destaque nas áreas de música, design e moda e à constante busca por inovação no estilo e na qualidade.

modelo Capo II

Divulgação

O design clean e as cores vibrantes fizeram a combinação que fez do Rocco um hit de vendas entre os anos 60 e 90, período em que 4 milhões de peças foram comercializadas - na época, os modelos da alemã Rodenstock eram categorizados por nome em vez de referência. Depois de mais de duas décadas fora de linha, o nome foi relançado com uma variedade de modelos solares e de receituário - em comum, todos levam nas hastes um círculo amarelo, símbolo da marca.


O mercado óptico se prepara para mais uma edição da Expo Abióptica

O maior evento do mercado óptico da América Latina está chegando. Entre os dias 2 e 5 de abril, os maiores players do mercado se reunirão no Expo Center Nor te, em São Paulo para discutir os temas que rondam o setor. Em pauta estarão assuntos como moda, pirataria, economia, tendências, comportamento e negócios. Serão cerca de 100 expositores espalhados em 20 mil metros quadrados com novidades e tendências que foram apresentadas em outras duas grandes exposições que aconteceram em Milão e Paris. Para este ano, muita novidade quando o assunto é a infraestrutura. A tradicional rota premiada será uma das atrações, além disso, teremos o espaço cyber, o Saber Abióptica, o restaurante com funcionamento em tempo integral, espaço criança e muito mais.

abioptica.com.br

INFORME PUBLICITÁRIO

Esperamos por você!


cada qual

o óptico mais famoso do país

miguel giannini

Cada um com seu

coluna do miguel

Kriz Knack

dicas do óptico mais famoso do país

positivo, operante! Quer conversar sobre esses e outros assuntos com Miguel Gianinni? Faça contato colunadomiguel@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 www.revistaview.com.br

Fernanda Guedes

Exibir roupas e acessórios assinados por grandes estilistas não implica ser elegante. No máximo, a pessoa está na moda. Mas será que isso basta? Evidentemente, não. Ter estilo, apurado ou não, tornase muito mais importante sob o ponto de vista pessoal que seguir os preceitos dos criadores. A moda existe porque é pensada de fora para dentro. Estilo é exatamente o oposto. Explicando melhor, estilo é como simpatia: a pessoa é ou não estilosa. Moda compra-se, estilo aprende-se ao longo da vida, pesquisando, experimentando, errando e acertando. Antes de mais nada, uma dica infalível é conhecer-se. Saber o que agrada, aliado ao conforto físico. Nada mais sem estilo do que alguém apertado em roupas chiques ou sapatos de grife. Sofrimento até pode ser um estilo de vida para quem adora parecer angustiado. Em estilo, o comportamento reside principalmente na valorização dos elementos físicos que a pessoa mais gosta e seu tipo de personalidade. Com óculos, também não é diferente. Seguem o estilo do cliente, mesmo de quem ainda não encontrou o seu. Nesses casos, armações de formato e cores discretas não comprometem o visual. Já para as pessoas estilosas, o mercado oferece centenas de alternativas com ou sem grife. Descobrir-se parece fácil, mas não é. Antes, é preciso crescer, viver, ajustar-se à família e à sociedade, observar o mundo exterior e estar alerta a todas as informações que se avizinham. Por volta dos 30 anos, a pessoa pode afirmar a que estilo pertence. Antes dessas fases, em raras exceções, se vê envolvida em um complexo exercício de procura e refinamento.

fevereiro:2014

VIEW 137

35


36

VIEW 137

as­impressões­de­Andrea­Tavares

André Penteado

andrea tavares

um outro olhar

editora da view e maníaca por óculos

fevereiro:2014

Os outros lados do mesmo lado Em­uma­tarde­dessas­de­um­sábado­de novembro,­ o­ telefone­ tocou.­ Eu­ estava diante­do­computador,­trabalhando,­quan­do­ atendi­ e­ logo­ reconheci­ a­ voz­ de­ um ami­go­de­longa­data,­que­faz­parte­do­gru­po­dos­meus­amigos­de­adolescência,­daqueles­que­a­gente­cresce­junto­e­conhece a­família,­mas­que­a­vida­de­gente­grande faz­perder­contato­e­as­redes­sociais­se­encarregaram­de­trazer­de­volta. Enternece­o­coração­reencontrar­amigos após­tanto­tempo­e­ter­a­sensação­de­que­o último­encontro­foi­na­semana­passada­ou que­a­gente­se­falou­por­telefone­ontem­à tarde.­Depois­de­colocarmos­os­papos­básicos­ em­ dia,­ ele­ revela­ que­ tinha­ ligado para­compartilhar­uma­ótima­notícia.­Ti­nha­acabado­de­conseguir­um­novo­emprego­e,­com­ele,­realizava­um­sonho­de lon­ga­data:­morar­no­exterior.­Fiquei­muito feliz­ porque­ sabia­ desse­ desejo­ antigo­ e, então,­conversamos­sobre­suas­expectativas e­planos­para­a­nova­fase­de­sua­vida.­ Falamos­sobre­as­questões­práticas­e­co­mo seria­ essa­ transição­ profissional.­ E,­ en­tão, confessou­que­era­tudo­muito­recente­e­que ainda­não­tinha­comunicado­à­família,­principalmente­porque­havia­um­clima­de­competição­com­um­de­seus­irmãos,­que,­coincidentemente,­havia­escolhido­carreira­semelhante­e­também­adoraria­uma­oportunidade profissional­como­essa.­Resumindo,­estava cheio­de­dedos­e­não­sabia­que­palavras­usar para­compartilhar­as­boas­novas­com­a­família,­porque­desejava­do­fundo­de­seu­coração que­seu­avan­ço­profissional­fosse­motivo­de felicidade­para­os­pais­e­os­irmãos. Resolvi­me­manifestar­e­comentei­que, por­mais­que­ele­tivesse­todas­as­boas­intenções­ do­ mundo­ em­ seu­ coração,­ não teria­como­controlar­os­sentimentos­dos ou­tros.­Ele­comentou­que­não­sabia­que palavras­usar­e­de­que­forma­daria­a­notícia. Senti­que­estava­mais­preocupado­com­a reação­da­família­que­com­o­comunicado em­si.­Entendi­seus­temores,­mas­disse-lhe que­ o­ momento­ era­ todo­ dele,­ era­ uma

con­quista­profissional­importante­e­o­foco­era­dar a­notícia­e­não­preocupar-se­com­a­reação,­especialmente­a­do­irmão,­dono­de­uma­personalidade­difícil.­A­preocupação­com­o­irmão­estava­levando-o a­considerar­menos­importante­os­outros­envolvidos:­seus­pais­e­os­outros­irmãos. Ele­ estava­ um­ tanto­ travado­ naquela­ situação. Penso­que,­quando­isso­acontece,­o­melhor­é­simplificar,­libertando-se­das­amarras­que­o­ego­proporciona,­valorizando­o­eu.­Simples­assim:­esforçandose­para­ver­as­mesmas­coisas­com­outros­olhos,­ver os­outros­lados­da­mesma­questão,­nem­que,­para isso,­seja­preciso­promover­algumas­“situações­físicas” para­estimular­o­pensamento,­como­ler­uma­revista de­trás­para­frente­ou­fazer­o­mesmo­caminho­por ruas­diferentes.­Parecem­exercícios­bobinhos,­mas oxigenam­o­pensamento­e­turbinam­o­olhar. Aconselhei-o­a­focar­na­comunicação­do­fato, sem­se­justificar,­contando­a­notícia­e­os­preparativos­para­a­consolidação­da­sua­nova­realidade.­E que­deixasse­de­lado­o­desejo­de­controlar­os­sentimentos­das­pessoas­à­sua­volta,­isto­é,­desconsiderasse­os­comandos­do­seu­ego.­ Dias­depois,­nos­falamos­novamente.­Ele­contou­que­havia­pensado­sobre­nossa­conversa­e­que conseguiu­ ver­ a­ situação­ sob­ outro­ aspecto,­ focando­na­comunicação­em­vez­da­reação­da­notícia­e­que­tudo­tinha­corrido­muito­bem,­da­forma mais­natural­possível.­Até­o­tal­irmão­havia­recebido­bem­a­novidade­e­a­família­havia­saído­para comemorar.­Final­feliz,­meu­amigo­partiu­para­sua nova­fase­profissional­e­tudo­se­deu­em­um­clima de­boas­energias. Resolvi­ compartilhar­ essa­ passagem­ com­ você, querido­leitor,­porque­às­vezes­a­gente­se­vê­preso­em algumas­situações­simples,­mas­que­parecem­emperradas.­E,­em­boa­parte­dos­casos,­o­problema­não­é da­outra­parte­ou­do­mundo,­mas­de­nós­mesmos, que­nem­sempre­vemos­os­fatos­com­simplicidade­ou sem­mágoas­e­as­tais­armadilhas­do­ego.­Mude­o­foco do­seu­olhar,­sempre­vai­valer­a­pena.­ positivo, operante! Quer trocar ideias com Andrea Tavares? umoutrolhar@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001 www.revistaview.com.br


economia & mercado

os caminhos da óptica na Europa

Números da óptica No primeiro semestre de 2013, o mercado óptico europeu cresceu 0,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Levandose em conta os baques que a economia local têm sofrido desde 2008, um avanço de menos de 1% do varejo óptico europeu ainda se trata de um pequeno fôlego nesse cenário de incertezas. Essa é a conclusão do estudo Mercado óptico: desenvolvimentos, tendências e oportunidades apresentado durante o salão francês Silmo, em setembro, e realizado por uma das cinco mais importantes empresas de pesquisa em nível mundial, a alemã GfK, presente em mais de 100 países. O estudo considerou números e dados de cinco nações do Velho Mundo: Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália. Movimento das lentes oftálmicas Na óptica, a relação de vendas entre lentes de visão simples e lentes progressivas se manteve estável, isto é, 70% para 30%. Mas, enquanto as lentes de visão simples têm domínio “nominal”, as progressivas têm um valor médio duas vezes maior. 38

VIEW 137

fevereiro:2014

Texto Andrea Tavares Arte Débora Nascimento

Volume de negócios da óptica europeia Os segmentos de armações de receituário (21,9%) e lentes oftálmicas (56,5%) dominam o mercado com 78,4%, enquanto os óculos solares respondem por 11,8% e as lentes de contato, 9,8%. No primeiro semestre de 2013, o total de vendas ficou em € 7,3 bilhões.

11,8%

9,8%

21,9% 56,5%

lentes de contato óculos solares armações de receituário lentes oftálmicas

Total de vendas € 7,3 bilhões As vendas de armações de receituário • No total, as vendas de armações caíram 2% em relação ao período anterior. • Dividindo-se as armações em três categorias (marcas licenciadas, marcas próprias e marcas de combate), há percentuais positivos e negativos. Tanto as coleções de marcas licenciadas como as de marcas próprias contabilizaram perda de 7%. Já as marcas de combate (aquelas com valor médio entre € 120 e € 199) tiveram performance positiva no universo dos óculos, com 19%.

Destaque: a armação de receituário preta de estilo nerd foi um fenômeno de vendas na temporada e despertou o desejo dos consumidores para trocar os óculos, garantindo o sucesso no caixa de muitas marcas. www.revistaview.com.br


na Europa Segmentação das marcas As três p rimeiras categori (óptica p as ura, alta costura e designers ópticos) concentr 50% do am mercado , mas ap faixa de enas a designers ópticos te crescime ve nto Óptica p no período. ura: mov imento e preço m stável, édio de € 125 Designe rs óptico s: crescim de 2,7% ento , preço m é d io Alta cost ura: qued de € 217 a de 18% preço m édio de , € 190

Usando a França como parâmetro, o varejo local opera com 1,3 mil marcas, segmentadas em 11 categorias (entre parênteses, alguns exemplos de cada uma delas):

1. Óptica pura (Ray-Ban, Persol, Vuarnet e Silhouette) 2. Alta costura (Chanel, Saint Laurent, Dior, Prada e Balenciaga) 3. Designers ópticos (Alain Mikli, Linda Farrow, Oliver Peoples, JFRey e Cazal) 4. Designers e criadores (Marc Jacobs, Diane Von Furstenberg e Philippe Starck) 5. Moda contemporânea (Paul & Joe, Courrèges e Zadig & Voltaire) 6. Moda mercado médio (Levi’s, United Colors ntos of Benetton, Guess e Cacharel) segme o uatro q oment s m O 7. Esporte (Lacoste, Nike, Reebok e Converse) es do r o s is : prom 8. Luxo (Chopard, Cartier, Tag Heuer, ordem , nessa rânea o ã s p Montblanc e Bulgari) tem o res n o c a o Mod 9. Moda mercado de massa (Miss Sixty, Esprit e Naf Naf) e criad a igners do de mass s e D a 10. Marcas infantis (Hello Kitty, Bob Esponja e Fisher Price) c r e m Moda rs ópticos 11. Celebridades (Catherine Deneuve, Jennifer Lopez, e n g i Des Celine Dion e Jean Reno)

Posicionamento de preços

Vendas de unidades em percentuais divididas por faixas de preços Menos de € 100

Entre € 100 e € 150

39 40

is es ant dad inf s rca Ma

bri ele

C

www.revistaview.com.br

Acima de € 200

Óptica pura, sucesso germânico Na Alemanha, o segmento óptica pura é o mais bem posicionado na Europa em termos de valores médios:

Alemanha € 160 França € 130 Espanha € 120 Itália € 110

47 76

35 48

Entre € 150 e € 200

Volume de negócios da óptica europeia

55 52 35

42 36

a a e o o ra os res ura ort ass édi âne pu Lux óptic do ost Esp em ria o m mpor ptica c ac d s d t r l a Ó A te rc se do ne on rca me sig ner ac De me sig da d e o o a D d M M Mo fevereiro:2014

VIEW 137

39


foco

o espaço da indústria

Erykah Badu: a diva do neo soul é o mais novo rosto da Givenchy

Solares: na campanha dos óculos da grife, Erykah usa o modelo SGV878 Z42

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis vulputate condimentum nisl , eu condimentum mi semper eu. Integer a blandit metus, et fringilla velit. In velit orci, imperdiet et t ortor eu, faucibus porttitor justo. Nam lectus augue, consectetur ac tortor et, porttitor tristique neque. Nulla vel tempor enim, sed commodo massa. Etiam scelerisque scelerisque lorem, id dignissim sapien eget. Donec ac laoreet elit, at auctorAlém risus.da campanha publicitária das roupas da A cantora posuere norte-americana Erykah Badu, Vivamus rhoncus leo et leo tempor, eget aliquam felis que é comandada pelo estilista italiano grife, considerada a diva do neo soul (estilo musical

Erykah Bady para Givenchy que tem como base o soul e incorpora diversos elementos de outros estilos como jazz, funk, hip hop e electro) é o rosto eleito pela maison francesa Givenchy para esta temporada.

Riccardo Tisci, Erykah também estampa as imagens dos óculos Givenchy, cuja licença pertence mundialmente à De Rigo (e, no Brasil, à Wilvale De Rigo).

Stepper Brasil: um prédio de 550 metros quadrados e três andares na Vila Madalena abriga a nova sede da empresa

40

VIEW 137

fevereiro:2014

A virada do ano teve um duplo sabor de renovação para a Stepper Brasil. Além da chegada de 2014, a empresa paulistana mudou-se para uma nova sede, na Vila Madalena, zona oeste da cidade. O novo prédio, de três andares, conta com 550 metros quadrados e garante um bom ganho de espaço em relação à sede anterior, pronta para receber melhor a área administrativa e gerenciar os estoques com mais eficiência. A Stepper Brasil é comandada pelos empresários César e Ricardo Tavano e é distribuidora exclusiva para o país das marcas do universo do designer óptico alemão Hans Stepper (Stepper, Stepper’S, Fusion e Eclectic Collection), além de CeoV e da infantil Miniboxx, que será lançada no decorrer deste ano.

www.revistaview.com.br

Divulgação

Stepper Brasil de casa nova


foco

o espaço da indústria

Conexão Celebridade

como e porquê: , o d n a u q e, d n o Quem, se ashes dos famoso fl ra st o m W IE aV iados à redação seus óculos env o. ção desta ediçã ra o b la e a te n ra du

A popstar Beyoncé em cena do clipe Partition: Tom Ford (Marcolin) modelo TF5271

O cantor norte-americano de R&B, Miguel: Carrera (Safilo) modelo CA5002S

A cantora italiana Laura Pausini: Giorgio Armani (Luxottica) modelo 14568 da série Frames of Life

O jogador de futebol norteamericano Terrell Owens: Boss Orange (Safilo) modelo BO0092S

O baixista da banda norteamericana Fall Out Boy, Pete Wentz: Marc Jacobs (Safilo) modelo MJ437S

O cantor Marc Anthony: Tom Ford (Marcolin) modelo TF207 S

A atriz Jessica Chastain, estrela de Trapaça: Tom Ford (Marcolin) modelo FT 198 S

42

VIEW 137

fevereiro:2014

www.revistaview.com.br

Divulgação

A atriz Katie Holmes: Tom Ford (Marcolin) modelo Jennifer TF0008 S

A estrela norte-americana Uma Thurman: Versace (Luxottica) modelo VE 4253 GB1/87


calendário

são paulo para ópticos

A Expo Abióptica da

Copa

Pesquisa e texto Graziela Canella

ptica ó i b as po A gum l A Ex a , a itual meç b o a c h 4 , o 201 undo tes d n M a o s d o na Copa mpeonat sema a d o ca casiã tico, p ta do ó s e r f por o de seto es mo lima c é cord b o e r m e s a t o e agia erar p u s me d cont u a l r o e v esp oeo que ã ç os na a d t a i r s i t is de v s reg . o i c ó dição e neg a últim

Em busca de novos recordes De 2 a 5 de abril, ocorre a Expo Abióptica, em São Paulo, no Expo Center Norte. Em sua 12ª edição, o evento reunirá cerca de 100 expositores, incluindo líderes mundiais nos segmentos de óculos, lentes oftálmicas, design, tecnologia e serviços. Este ano, duas importantes mudanças poderão ser notadas pelos profissionais que participam do evento. A primeira se dá pelo ajuste do calendário às datas da Copa do Mundo, já que o evento, sediado no Brasil em 2014, alterou as agendas de todos os setores - dessa forma, a feira que normalmente é realizada no final de abril, foi remarcada para os primeiros dias do mês. Outra novidade é o redesenho dos espaços, que ocorre tradicionalmente a cada três anos e permite a redistribuição dos stands entre os expositores. Além das mudanças, o compromisso da organização para este ano, de acordo com o presidente da Abióptica, Bento Alcoforado, é o aprimoramento dos serviços a expositores e visitantes, como transfers gratuitos, praça de alimentação, espaço recreativo para crianças, internet e guarda-volumes. A expectativa é bater o recorde de visitação em relação aos anos anteriores - em 2013, esse número chegou à marca inédita dos 28.343 visitantes ao longo dos quatro dias. Na ocasião, resultados positivos também foram registrados nos negócios, estimados em mais de R$ 630 milhões, o que culminou com a satisfação unânime dos expositores. Outro número crescente é o de visitantes estrangeiros, que em 2013 foi de mais de 300 profissionais de 22 países, o triplo da edição anterior. 44

VIEW 137

fevereiro:2014

Expo Abióptica 2014 Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte Rua Bernardo Pinto 333, Vila Guilherme, São Paulo Metrô Tietê (com transfer) Quarta-feira a sexta-feira (2 a 4 de abril): 13h às 21h Sábado (5 de abril): 13h às 19h www.expoabioptica.com.br


Na Expo Abióptica

Acervo VIEW Divulgação Desbaratinando Kriz Knack Wikipedia

Para quem vai de carro, as principais vias de acesso à Expo Center Norte são a Marginal Tietê e a Avenida Cruzeiro do Sul, na zona norte da cidade. Há estacionamento no local, mas o preço (ainda não determinado para esta edição) é salgado e foi um dos principais motivos de reclamação por parte dos visitantes em 2013. A dica para quem vai ao evento todos os dias de carro é reunir grupos para amenizar o custo. A estação de metrô mais próxima é a Tietê, a cerca de dois quilômetros, distância que pode ser percorrida por meio das vans oficiais do evento que saem a cada 30 minutos da parte externa do terminal, na esquina das Ruas Marechal Odilio Denys e Voluntários da Pátria. Para embarcar gratuitamente, basta apresentar credencial ou imprimir o e-mail de confirmação de credenciamento da feira. Há também saída de vans a partir de alguns hotéis credenciados em endereços estratégicos como Avenida Paulista e Rua Augusta, com intervalos de 45 minutos. Endereços e horários dos transfers oficiais serão publicados no site oficial da Expo Abióptica. De táxi, o preço pode variar bastante dependendo do horário, da bandeira, do fluxo do trânsito e da distância. Uma corrida de táxi comum da Avenida Paulista, na altura do Masp, até o Expo Center Norte pode ficar entre R$ 30 e R$ 40. Saindo do Aeroporto de Congonhas, esse valor varia entre R$ 45 e R$ 60; da Avenida Faria Lima, próximo ao Shopping Iguatemi, fica entre R$ 40 e R$ 50. Uma boa maneira de simular o trajeto e valor da corrida é usar aplicativos ou sites especializados, como o www.tarifadetaxi.com. Vale lembrar que em São Paulo nem sempre é tão fácil conseguir táxis livres circulando pelas ruas, portanto é bom aderir a um serviço de chamada e agendamento. Empresas de rádio Taxi 24 horas como Chame Táxi (11 3103 8100) e Use Táxi (11 5582 2000) podem cobrar taxas de chamada, mas permitem pagamento com cartão de crédito. Outra opção é usar aplicativos para smartphones como Easy Taxi ou Taxi Beat, que não cobram essas tarifas e permitem visualizar em um mapa a localização dos veículos mais próximos. Para profissionais de óptica que residem em cidades distantes até 1 mil quilômetros da capital, a Abióptica oferece o subsídio de 50% do valor do transporte de ônibus, micro-ônibus ou vans. Para aproveitar o benefício, o visitante deve manifestar o interesse em participar das caravanas ao fazer a inscrição para credenciamento no site. A organização do evento então entra em contato, dependendo da disponibilidade e da formação de grupos.

Becaclick

Como chegar

fevereiro:2014 VIEW 137

45


são paulo para ópticos

Na Expo Abióptica

Becaclick

calendário

Em São Paulo A capital paulista é a “casa” da VIEW e fica mais vibrante com a visita de profissionais de óptica de todo o Brasil e do exterior, durante os dias da Expo Abióptica. Para receber visitantes de primeira viagem e habitués da feira, nossa equipe reuniu dicas imperdíveis de passeios turísticos, restaurantes e compras para os dias do evento paulistano. O acesso ao pavilhão é permitido apenas com a apresentação de credencial e documento de identidade. O credenciamento pode ser feito nos guichês localizados na entrada do evento, mas a inscrição online antecipada pode ajudar a evitar filas, especialmente no primeiro dia. Para quem já participou da feira em 2013, basta inserir o CPF na aba de credenciamento do site www.expoabioptica.com.br e confirmar os dados; quem visita pela primeira vez deve preencher um formulário simples. A confirmação é enviada por e-mail e as credenciais são retiradas no evento, nos guichês de distribuição ou totens informatizados. Também na entrada do evento, os visitantes podem retirar as cartelas de uma ação já conhecida pelo público, a Rota Premiada, que estimula os participantes a percorrer todos os pontos traçados pela organização durante a feira, recolher selos para colar nas cartelas e concorrer a prêmios.

Infraestrutura O pavilhão vermelho é o maior espaço do complexo Expo Center Norte, com área de 19 mil metros quadrados. A proximidade com o Shopping Center Norte proporciona mais opções de estacionamento, alimentação, caixas eletrônicos e outros serviços. No interior do pavilhão, há espaços chamados de Cyber Points, com computadores e conexão de internet à disposição dos visitantes, guarda-volumes na entrada e praça de alimentação com opções de refeições e lanches rápidos. Há também o Espaço Jovem e Criança, área de lazer destinada aos menores de 12 anos (que não têm acesso permitido no evento) com opções de entretenimento, monitores qualificados e segurança. 46

VIEW 137

fevereiro:2014

Onde ir

Credenciamento

Luz Perto da histórica Estação da Luz, há dois dos mais importantes museus da cidade de São Paulo, a poucos passos de distância.

Pinacoteca do Estado de São Paulo Ao lado do Parque da Luz, a Pinacoteca é o museu de arte mais antigo da cidade, fundado em 1905. O acervo inicial de 26 pinturas conta hoje com cerca de 9 mil obras, incluindo artistas como Anita Malfatti, Bourdelle e Rodin. O primeiro andar recebe exposições temporárias, enquanto o segundo abriga as obras do acervo permanente. No subsolo, há um café com agradável área externa. Praça da Luz 2, tel. 11 3335 4990 www.pinacoteca.org.br Terça-feira a domingo (10h às 18h), quinta-feira (até 22h) Ingressos: R$ 3 a R$ 6 www.revistaview.com.br


Museu da Língua Portuguesa Em um prédio de três andares acima da plataforma da estação, o museu convida para uma viagem pelo mundo das palavras, conduzida por meio de recursos audiovisuais e tecnológicos. Inaugurado em 2006, é um dos mais visitados do Brasil, com área de mais de 4 mil metros quadrados e atrações como a Grande Galeria, que consiste em um telão de 106 metros que projeta vários filmes simultaneamente, e o Mapa dos Falares, grande mapa do Brasil que permite ouvir depoimentos de moradores de várias localidades, conhecendo sotaques e regionalismos. Praça da Luz s/nº, tel. 11 3326 0775 www.museudalinguaportuguesa.org.br Terça-feira a domingo (10h às 18h) Ingressos: R$ 3 a R$ 6 Vila Madalena: reduto do grafite

Divulgação

Acervo VIEW

Rua Fradique Coutinho 1500, tel.11 3032 7066 www.fortesvilaca.com.br Terça a sexta-feira (10h às 19h) e sábado (10h às 17h)

Livraria da Vila

Rua Fradique Coutinho 915, tel. 11 3814 5811 www.livrariadavila.com.br Segunda a sexta-feira (9h às 22h), sábado (10h às 20h) e domingo (11h às 20h)

Vila Madalena O bairro mais boêmio de São Paulo tem seu charme não somente nos bares animados, mas também nos ateliês e em galerias de arte, restaurantes, livrarias e lojas para lá de interessantes, com destaque para a Livraria da Vila e a galeria Fortes Vilaça. Para quem quer explorar a região a pé, a dica é concentrar-se na área delimitada pelas Ruas Mourato Coelho, Fradique Coutinho, Aspicuelta, Wisard, Harmonia, Fidalga, Delfina e Girassol.

Desbaratinando

A primeira loja da rede foi fundada em 1985, pelo casal Aldo Bocchini e Miriam Gouvea. Muito antes da chegada das grandes livrarias-conceito, a loja já apostava em ambientes aconchegantes e café para proporcionar uma experiência agradável aos clientes.

Kriz Knack

Entre as galerias de arte mais conhecidas do país, a Fortes Vilaça tem grandes nomes da atualidade em sua lista de artistas “da casa”, como os gêmeos grafiteiros Otávio e Gustavo Pandolfo, a pintora Beatriz Milhazes e a artista plástica Adriana Varejão.

Wikipedia

Fortes Vilaça

Onde ficar O site oficial da Expo Abióptica tem informações de convênio com uma agência de viagens que oferece tarifas promocionais para voos e hospedagem. Há também uma boa variedade de sites e aplicativos que buscam os melhores preços nas diárias e passagens, como www.decolar.com e www.mundi.com.br. A cidade não tem muitas opções de transporte e o trânsito complica a locomoção, portanto, a localização deve ser bem escolhida. Há hotéis na região do Expo Center Norte, mas estar perto da feira pode dificultar a programação social na cidade. É bom considerar locais estratégicos, como a região da Avenida Paulista, que tem acesso a vans oficiais de transfer para o evento e é mais perto de uma variedade de atrações turísticas e restaurantes. fevereiro:2014 VIEW 137

47


calendário

são paulo para ópticos

Rua Oscar Freire 136, tel. 3662 2573 www.baciodilatte.com Domingo a quarta-feira (12h às 22h) e quinta-feira a sábado (12h às 23h)

Bar Balcão Um clássico dos Jardins, atrai um público variado em um ambiente agradável para bater papo e socializar - graças ao balcão que dá nome ao local. Longo, sinuoso e único, o balcão de madeira permite ver e ser visto. O serviço é caprichado e as estrelas do cardápio são os sanduíches gourmet, como o de berinjela e queijo minas no pão ciabatta ou o de bracciola com chutney de manga.

Trattoria O mais novo estabelecimento do grupo Fasano tem projeto arquitetônico assinado por Isay Weinfeld e cardápio de especialidades das regiões centro e sul da Itália, com clássicos da culinária local como espaguete à carbonara e polpettone recheado com muçarela e molho de tomate. R. Iguatemi s/nº, tel. 11 3167-3322 www.fasano.com.br Segunda a quinta-feira (12h às 15h e 19h às 0h), sexta-feira e sábado (12h às 16h e 19h às 1h)

Maureliomello

Rua Dr. Melo Alves 150, tel. 11 3063 6091 Segunda-feira a domingo (18h à 1h)

Carlota A casa comandada pela chef gaúcha Carla Pernambuco é queridinha do público paulistano graças à combinação de elementos internacionais à culinária típica brasileira. A criatividade é o ingrediente principal de pratos como o agnolotti de queijo de cabra e o mignon de cordeiro com ratatouille provençal. Uma sobremesa imperdível é o Romeu e Julieta em versão remix - suflê de goiaba com calda quente de Catupiry.

Kriz Knack

Acervo VIEW

Rua Sergipe 753, tel. 11 3661 9465 www.carlota.com.br Segunda-feira (19h às 0h), terça a quintafeira (12h às 16h e 19h às 0h), sexta-feira e sábado (12h à 1h) e domingo (12h às 18h)

48

Boteco do JB

A melhor pedida para uma pausa no passeio de compras pelo bairro dos Jardins é a simpática sorveteria Bacio di Latte, que nasceu na Rua Oscar Freire, mas já conta com filiais em vários bairros. A tradição italiana na fabricação do autêntico gelato artesanal é o segredo do sucesso do local, que utiliza ingredientes orgânicos, frutas frescas, chocolates nobres e equipamentos importados da Itália.

Iguaria com arte

Bacio di Latte

midiaSP

Onde comer (e beber)

Em São Paulo

VIEW 137

Lamen Kazu A especialidade desse tradicional “noodle bar” é o macarrão japonês, tradicional missô lamen servido no estilo tradicional do Japão - mais encorpado, é servido em uma tigela com caldo quente, legumes, algas, carne ou vegetais. O restaurante fica no bairro oriental da Liberdade, a maior comunidade de imigrantes japoneses do mundo. R. Tomaz Gonzaga 51, tel. 11 3277 4286 www.lamenkazu.com.br Segunda-feira a sábado (11h às 15h e 18h às 22h30), domingo e feriado (11h às 15h e 18h às 21h)

Mercado Municipal Endereço do tradicional sanduíche de mortadela (experimente o do bar do Mané, com recheio de 200 gramas de mortadela em fatias finas) e do pastel de bacalhau (Hocca Bar), algumas das mais conhecidas especialidades gastronômicas da cidade, o mercado apresenta grande variedade de quitutes, queijos, especiarias, restaurantes e lojas de artesanato. Recomenda-se a visita na parte da manhã, quando frutas e alimentos estão mais frescos. Rua da Cantareira 306, tel. 11 3313 1326 www.mercadomunicipal.com.br Segunda-feira (6h às 16h), terça-feira a sábado (6h às 18h), domingo e feriado (6h às 16h); fecha no último domingo do mês

fevereiro:2014


calendário

são paulo para ópticos

A visita a São Paulo nos primeiros dias de abril é uma ótima oportunidade para prestigiar outros grandes eventos agendados para o mesmo período: a feira SP Arte e o festival de música Lollapalooza.

Lollapalooza Um dos maiores festivais de música do mundo chega à terceira edição de sua versão brasileira, dessa vez no Autódromo de Interlagos. A mudança de endereço do Jóquei Clube para o autódromo quintuplicou a área do festival, agora com 600 mil metros quadrados. A expectativa é reunir 140 mil pessoas nos dois dias, com 80 shows programados para vários palcos simultâneos. Entre as atrações mais aguardadas deste ano estão as bandas Muse, Arcade Fire, Soundgarden, Nine Inch Nails, Pixies, New Order, Phoenix, Nação Zumbi e vários outros grandes nomes internacionais e nacionais. O melhor é comprar ingressos com antecedência pelo site e retirar no local.

SP-Arte Considerada a feira de arte contemporânea mais relevante do hemisfério sul, a SP-Arte foi fundada em 2005 pela diretora-executiva Fernanda Feitosa e colocou o Brasil em evidência no mercado das artes. O evento reúne mais de 1,2 mil artistas, galerias de arte de todo o Brasil, além de curadores, compradores e galerias de vários países da Europa, América do Norte e América Latina. Durante o evento, ainda ocorrem atividades culturais e uma programação que se estende por vários museus e centros culturais da cidade.

O que fazer

Em São Paulo

5 e 6 de abril Autódromo de Interlagos, Av. Sen. Teotônio Vilela 261 www.lollapaloozabr.com Sábado e domingo (a partir das 12h) Ingressos: R$ 145 a R$ 540

Divulgação

3 a 6 de abril Pavilhão da Bienal, Parque do Ibirapuera, portão 3 www.sp-arte.com Quinta-feira a sábado (13h às 21h) e domingo (11h às 19h) Ingressos: R$ 20 a R$ 40 Lollapalooza: a banda Arcade Fire é uma das atrações confirmadas para a edição 2014 do festival

Onde comprar JK Iguatemi Shoppings A predileção dos paulistanos pelos shopping centers é reforçada pela qualidade dos estabelecimentos em funcionamento na cidade atualmente, combinada a facilidades como estacionamento, segurança e soma de diversos produtos e serviços em um só lugar.

50

VIEW 137

fevereiro:2014

Inaugurado em 2012, um dos maiores templos do luxo do Brasil reúne lojas das grifes mais badaladas do mundo. Em corredores amplos com iluminação natural e áreas de descanso, tem 212 lojas incluindo Lanvin, Miu Miu, Burberry, Prada e Saint Laurent. Foi o ponto de chegada de marcas até então inéditas no país, como Topshop e Topman, além de uma boutique exclusivamente masculina da Gucci, Zara Home (de objetos de decoração) e, mais recentemente, da Gap. Conta ainda com o primeiro cinema 4D da América Latina e serviço de aluguel de bicicletas, patinetes e skates para passeios no Parque do Povo, ao lado do shopping. Av. Presidente Juscelino Kubitschek 2041, tel. 11 3152 6800 www.jkiguatemi.com.br Lojas: segunda a sexta-feira (10h30 às 22h), sábado (10h às 22h), domingo e feriado (14h às 20h); alimentação e lazer: segunda a sexta-feira (11h às 23h), sábado (11h às 23h) e domingo (11h às 22h) www.revistaview.com.br


calendário

são paulo para ópticos

Onde comprar :: Shoppings Morumbi Shopping Um dos mais tradicionais da cidade, o Morumbi Shopping abriu em 1982, ao lado da Marginal Pinheiros. São quase 500 lojas e o número não para de crescer, já que o centro comercial passou por vários projetos de expansão. Reúne desde nomes como Montblanc e Swarovski até grandes magazines e livrarias, como Saraiva Megastore e Fnac. Na mais recente expansão, se prepara para receber a primeira loja brasileira da Forever 21 e primeira unidade paulistana da M Missoni.

Cidade Jardim Pátio Higienópolis Inaugurado em 1999, o shopping de arquitetura charmosa conta com 305 lojas de diversas marcas de moda, decoração, presentes e serviços. Tem desde objetos para a casa na Spicy até chás especiais e utensílios na Talchá, moda feminina na Animale e na Tory Burch e ainda cosméticos nas badaladas Bare Minerals e Clinique. É um dos poucos shoppings paulistanos que permite a entrada de animais de estimação e oferece facilidades como o Dog’s Bar, com bebedouros e coletor de sujeiras para cães. Av. Higienópolis 618 ou R. Dr. Veiga Filho 133, tel. 11 3823 2300 www.patiohigienopolis.com.br Lojas: segunda a sábado (10h às 22h), domingo e feriado (14 às 20h); alimentação: segunda a sábado (10h às 23h), domingo e feriado (10h às 22h)

TotalSPGuide

Victor Rahmi

Av. Roque Petroni Júnior 1089, tel. 11 4003 4132 www.morumbishopping.com.br Segunda a sábado (10h às 22h), domingo e feriado (14h às 20h)

Um dos mais novos centros comerciais de luxo da cidade, foi inaugurado em 2008 com direito à campanha com a atriz Sarah-Jessica Parker, no ano de lançamento do filme Sex and the City. Recebeu algumas lojas até então inéditas no país, como Hermès, Jimmy Choo e Alexandre de Paris. O terraço tem uma bela vista da zona sul e as salas do Cinemark estão entre as melhores opções de cinema da cidade. Av. Magalhães de Castro 12.000 (Marginal Pinheiros, pista local, entre as pontes Cidade Jardim e Morumbi), tel. 11 3552 1000 www.shoppingcidadejardim.com Lojas: segunda a sábado (10h às 22h), domingo e feriado (14h às 20h); alimentação: segunda a sábado (10h às 23h), domingo e feriado (12h às 22h)

Outlets A zona oeste da capital tem duas boas escolhas para quem gosta de garimpar roupas e acessórios de grifes consagradas com descontos, ambas próximas à estação Butantã do metrô.

Lacoste Outlet A loja oferece polos, camisas, tênis e casacos masculinos, femininos e infantis com preços reduzidos e separados por numeração. Há também uma variedade de acessórios como lenços, bolsas e bonés. Os descontos ficam entre 30% e 50%, mas em algumas peças podem chegar a 80%. Lacoste: no outlet, polos Avenida Vital Brasil 583, tel. 11 com desconto de até 80%

3031 0646 www.lacoste.com.br Segunda-feira a sábado (10h às 19h) e domingo (11h às 17h)

52

VIEW 137

fevereiro:2014

Offashion A poucos metros de distância, o outlet multimarca oferece grandes reduções em roupas e acessórios femininos e masculinos de grifes nacionais e estrangeiras como Cori, True Religion, Nike, Timberland, Paul Frank, Rosa Chá Lingerie, Asics, Thelure e Forum. Entre as principais promoções, é possível encontrar jeans Tommy Hilfiger por R$ 119, sapatos Arezzo por R$ 99 e shorts femininos Luigi Bertolli por R$ 29,90. Rua Raul Saddi 18, tel. 11 3038 0226 www.offashion.com.br Segunda-feira a sábado (10h às 21h), domingo e feriado (10h às 20h)

Divulgação

Bons preços: jeans Tommy Hilfiger no Offashion Outlet


Feiras Nos finais de semana, centenas de feiras de artesanato e antiguidades movimentam a capital paulista, em diversos bairros. Duas das mais importantes ocorrem nos bairros de Pinheiros e Bixiga.

Praça Benedito Calixto Desde 1987, a praça Benedito Calixto, entre as Ruas Teodoro Sampaio e Cardeal Arcoverde, em Pinheiros, recebe a Feira da Praça, com mais de 300 expositores em uma feira que mistura artesanato, brechó e antiquário. Trata-se de um pouco de tudo, de brinquedos antigos a discos raros, móveis restaurados, roupas, bijuterias e quitutes. No período da tarde, o local vira ponto de encontro com animadas apresentações de chorinho.

Feira do Bixiga No tradicional bairro paulistano do Bixiga, conhecido como um pedacinho da Itália em São Paulo, há a feira de antiguidades da praça Dom Orione. São mais de 300 barracas com objetos de decoração, discos, roupas usadas e comidas típicas da Itália. Vale chegar cedo para garimpar os melhores achados, especialmente antiguidades. Praça Dom Orione, s/nº Domingo (10h às 18h)

Praça Benedito Calixto 158/162, tel. 11 3081 0641 www.pracabeneditocalixto.com.br Sábado (9h às 19h) Feira da Praça: bom programa para o sábado

Quanto custa R$ 150: em média, uma refeição completa para duas pessoas em um bom restaurante refeição no McDonald’s

R$ 3:

garrafa de água de 330 ml

R$ 3:

tarifa de metrô

Turismo Site oficial da cidade de São Paulo www.saopaulo.sp.gov.br/en/conhecasp/turismo.php

R$ 28: corrida de táxi de aproximadamente

Informações turísticas

8 quilômetros em dias úteis

R$ 4:

Kriz Knack

R$18:

Dicas

Centro de Informação Terminal Rodoviário Tietê, área de chegada Centro de Informação Paulista (Av. Paulista 1853)

capucino

R$ 22: valor médio de uma entrada inteira de cinema

Clima Em São Paulo, no mês de abril, a temperatura varia em média entre 15ºC e 24ºC. Normalmente, não há grande incidência de chuvas e o clima de outono normalmente resulta em dias de temperaturas amenas e um pouco de frio ao cair da noite. Convém trazer na bagagem peças de meia estação confortáveis e coordenáveis, calças e casacos leves.

Acervo VIEW

Gorjetas

www.revistaview.com.br

Nos restaurantes, a gorjeta vem indicada na conta, com acréscimo de 10%. Como no restante do país, não há necessidade de incluir valores adicionais. Para mensageiros e carregadores de malas nos hotéis, é gentil oferecer gorjeta, sem valor determinado - a média é de R$ 5.

fevereiro:2014 VIEW 137

53


agenda e calendário

feiras, eventos e cursos

calendário Mido Milão, Itália infomido@mido.it www.mido.it/index.php?lang=en

International Vision Expo East Nova Iorque, Estados Unidos inquiry@vision.reedexpo.com www.visionexpoeast.com

Março 1a3

26 a 30

26 a 29

Expóptica Madri, Espanha expooptica@ifema.es www.expooptica.ifema.es

Abril 2a5

11 a 13

4a6

Expo Abióptica Expo Center Norte, São Paulo, Brasil contato@expoabioptica.com.br www.expoabioptica.com.br

Rommedica Bucareste, Romênia rommedica@romexpo.ro www.rommedica.ro/home

Optrafair Londres, Inglaterra info@fmo.co.uk www.optrafair.co.uk

Wenzhou Int’l Optics Fair Wenzhou, China optics@donnor.com www.opticsfair.com

Diops Daegu International Optical Show Daegu, Coréia diops@koisc.org www.diops.co.kr/front/eng/

International Vision Expo West Las Vegas, Estados Unidos inquiry@visionexpowest.com www.visionexpowest.com

Maio 8 a 10

Agosto 16 a 18

Setembro 17 a 20

20 a 22

17 a 21

Optatec Frankfurt, Alemanha info@schall-messen.de www.optatec-messe.com/en/optatec

Sunglasses Business Point Club Med Rio das Pedras, Rio de Janeiro, Brasil comercial@savagetpromocoes.com.br

Ajorsul Fair Mercoóptica’2014 Gramado, Brasil ajorsul@ajorsul.com.br www.ajorsulfairmercooptica.com.br

IOFT 2014 Tóquio, Japão ioft-eng@reedexpo.co.jp www.ioft.jp/en/Home

Setembro 18 a 20

Outubro 20 a 22

26 a 29 Silmo Paris, França info@silmo.fr en.silmoparis.com

Vision-X Dubai Dubai, Emirados Árabes visionx@dwtc.com www.vision-x.ae

Novembro 5a7

25 a 27

Hong Kong Optical Fair Wanchai, Hong Kong exhibitions@hktdc.org www.hkopticalfair.com

A face digital da VIEW /revistaview @revistaview www.revistaview.com.br

Compartilhe Curta Siga Interaja Informe-se Aprenda


Abióptica

GO

Mello Optical

Av. Santo Amaro 1386 1º andar São Paulo/SP - 04506-001 11 3045 2090 abioptica@abioptica.com.br página 34

Rua Diogo Moreira 132 cj. 1201 São Paulo/SP - 05423-010 0800 8889029 sac@kenerson.com.br página 7

Rua Santo Irineu 163 São Paulo/SP - 04127-120 11 2764 3000 melloindustrial@melloindustrial.com.br página 37

Appletree

Golden Vision

Óticas Diniz

Rua Visconde de Pirajá 4 sala 606 Rio de Janeiro/RJ - 22410-000 21 2523 1099 appletree@appletreeoptical.com.br páginas 11 e 21

Rua Guaraniúva 78 São Paulo/SP - 04547-010 3057 2324 comercial@gvog.com.br página 13

Avenida Nova Cantareira 2491 São Paulo/SP - 02341-000 11 2249 8181 expansão-sprj@oticasdiniz.com.br página 49

Aspex Eyewear

Johnson & Johnson

Stepper Brasil

2755 SW 32nd Avenue Hollywood/FL - 33023 Estados Unidos +954 989 7405 pdufour@aspexeyewear.com página 43

Rua Gerivatiba 207 16º andar São Paulo/SP - 05501-900 0800 7288281 apoiovistakon@conbr.jnj.com 2ª capa e página 1

Praça Doutor Sales Junior 73 São Paulo/SP - 05451-160 11 3021 1017 info@stepperbrasil.com.br página 9

Luxx Brasil

Suntech Supplies

Rua Claudio Soares 72 cj. 1315 São Paulo/SP - 05422-030 11 3037 8888 contato@luxxbrasil.com.br página 33

Rua Maria Soldera Lourençon 52 Itupeva/SP - 13295-000 11 4591 8600 sac@hb.com.br página 15

Magnum

Transitions

Alameda Santos 1940 11º andar São Paulo/SP - 01418-200 11 3149 2590 marketing@magnumsa.com.br página 25

Rodovia Anhanguera km 106,5 s/nº Sumaré/SP - 13170-970 19 3864 8600 atendimento@transitions.com.br página 31

Marchon Brasil

Vision Line

Rua Julio Diniz 49 São Paulo/SP - 04547-090 0800 7071516 sao@marchon.com.br capa e página 5

Rua Silva Jardim 3029 sala 13 São José do Rio Preto/SP - 15010-060 17 3222 7644 sac@grupovisionline.com.br página 41

Desempenho Rua Barão de Itapetininga 255 sala 814 São Paulo/SP - 01042-002 11 3259 7348 informatica@desempenho.com.br página 51

Essilor Brasil Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7272007 sacbrasil@essilor.com.br 4ª capa

Essilor Solutions Rua Visconde de Ouro Preto 5 Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7221222 essilorsolutions@essilor.com.br página 23

www.revistaview.com.br

Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

fevereiro:2014

VIEW 137

55


a óptica do artista plástico marcelo cipis

armação do cipis

armação

56

VIEW 137

fevereiro:2014

www.revistaview.com.br


www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br


Profile for Revista VIEW

VIEW 137  

As tendências da óptica na Europa em Economia & Mercado.

VIEW 137  

As tendências da óptica na Europa em Economia & Mercado.

Advertisement