__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Calendário

I M P R E S S O

Silmo, a óptica em Paris no

ENVELOPAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELO CORREIO

R$ 9,90

Notícias para lá de quentes em

A óptica no mundo A tradição francesa em Mondo Fashion Polaroid Safilo


E 5805

EYES YOU C


CAN TRUST


agosto:setembro 2013

sumário

6

planeta óculos

Editorial A mensagem do publisher Flavio Bitelman

8

10

Diário da redação O que moveu a VIEW durante a produção deste número

Jogo Rápido

As notícias do universo dos óculos Karl Lagerfeld e Marchon: série especial com Italia Independent

#REVISTAVIEW: óculos para poderosas

12

18

Vera Holtz: escolha de personalidade

A Óptica no Mundo

Hall of Frames

sucesso

Famosos e seus óculos

2

VIEW 133

20 Espaço do Eric

O colunista Eric Gozlan aborda a receita em uma nova série

agosto:setembro 2013

22

Dicas & Estratégias Provar A importância da relação intrapessoal é o tema do artigo da professora do Provar, Izabela Mioto

As novidades das maiores corporações ópticas do planeta

Varejo & Experiência Delegar é o tema do colunista Richard Vinic

26


sucesso

28

Valentino Rockstud: ousadia rock’n’roll

Mondo Fashion

36

Lanvin: feminilidade, criatividade e tradição

Vitrine Os lançamentos de produtos da temporada

45

Coluna do Miguel

O colunista Miguel Giannini fala do estilo insuperável do criador italiano Emilio Pucci

galeria

46

visão

48 Foco

Um outro olhar As palavras da editora Andrea Tavares

Rush: a velocidade da Carrera nas telas

As notícias dos fornecedores do mercado

serviços

62

modelo P8243B (OBM)

POLAROID Safilo

Calendário Silmo

Guia de sobrevivência em Paris para quem vai ao Silmo

74

77

Calendário + Agenda Os eventos de óptica no Brasil e no mundo

Anunciantes

80

Armação do Cipis A visão lúdica e bem humorada do artista plástico Marcelo Cipis sobre o universo da óptica

Andrea Tavares

Débora Nascimento

Divulgação

Fernanda Guedes

J. Egberto

Paty Chequetti


W W W .VALENTINO.COM V2652 001


editorial

Missão: inovar sempre

publisher Flavio Mendes Bitelman flaviobitelman@revistaview.com.br

editora Andrea Tavares (MTb. 16.030) andreatavares@revistaview.com.br

diretora de arte

Inovar é muito importante, é uma das chaves para a evolução pessoal (e da humanidade) e para o sucesso dos negócios. Além disso, o ato de praticar a inovação é rejuvenescedor, porque trazem novas dimensões à vida diária e não dá para ficar traz novas maneiras de ganhar parado. Quem para, de certa forma, “morre”. Pessoas com dinheiro ou de fazer o trabalho um pouco mais de idade costumam menosprezar os desade formas mais inteligentes. fios que vêm com as novas eras. Hoje, na era da inforO mundo está sempre em ebulição e parece girar cada vez mais rápido. É tanta informação, tanta tecnologia, que tudo isso incita diariamente a encarar novas maneiras de agir. Computadores, tablets, smartphones, redes sociais

mação, é comum desdenharem das novas tecnologias, mas não dá para perder essa corrida para os jovens. É possível ser jovem, mesmo com mais idade. Muitos jovens, no fundo, são “velhos”. É mais uma questão de alma que de certidão de nascimento. Pense a cada dia o que pode ser diferente em sua vida e no trabalho e coloque essas mudanças em prática. Não importa se são mudanças simples ou radicais; mas é preciso inovar e evoluir sempre! Sem medo do novo, sem medo de se perder pelo caminho. Pior é ficar parado no tempo e querer fazer sempre tudo igual. É se aparecer aquela preguiça, há um motivo decisivo para seguir em frente: seus clientes mudam e querem comprar coisas diferentes de maneiras diferentes. E, por isso, precisam de lojas focadas na mudança. Inove e seja mais feliz e bem-sucedido. Boas vendas! Flavio Mendes Bitelman Publisher flaviobitelman@revistaview.com.br

Débora Nascimento deboranascimento@revistaview.com.br

gerentes de marketing e comercial Fernanda Ferret fernandaferret@revistaview.com.br Nara Monteiro naramonteiro@revistaview.com.br

secretária de redação Cristiana Brito cristianabrito@revistaview.com.br Kriz Knack

Quantas vezes você se vê fazendo sempre as mesmas coisas, tudo do mesmo jeito? Tenho certeza de que isso ocorre com frequência. Faz parte do ser humano: às vezes, bate certa preguiça que impede pensar e colocar novos caminhos em prática. Hoje em dia, é vital encontrar novas maneiras de fazer o mesmo e novas maneiras de fazer outras coisas. Fuja do mesmo; a mesmice é limitadora e triste.

gerente administrativa Juliana Vasconcelos administracao@revistaview.com.br

gerente de circulação Judith Belleza judith@brandmember.com.br

projeto do logotipo Kiko Farkas (Máquina Estúdio)

projeto gráfico Débora Nascimento

projeto editorial Andrea Tavares

colaboradores Carlo Ferreri • Cíntia Marcucci Eric Gozlan • Fabrizio Del Ducca Fernanda Guedes • Graziela Canella Ivani Migliaccio • Izabela Mioto J. Egberto • Laís Clemente Marcelo Cipis • Marisa Giraldis Miguel Giannini • Paty Chequetti Pauliane Claro • Richard Vinic

computer to plate e impressão Ipsis Gráfica e Editora S.A.

circulação Nacional

tiragem 15 mil exemplares

assinaturas 11 3971 4372 assinaturas@revistaview.com.br As opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. Nenhuma parte desta edição (textos ou imagens) pode ser utilizada ou reproduzida em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. e tampouco apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem a autorização prévia e por escrito da Jobson Brasil. A revista VIEW é uma publicação da Jobson Brasil Ltda. para o setor óptico-oftálmico. Rua Cônego Eugênio Leite 920 - Pinheiros São Paulo/SP - 05414-001 Tel. 11 3061 9025 Fax 11 3898 1503 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br

6

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


o ã ç a d e r a io d

agosto:setembro 2013

diário da redação

diár

Andrea Tavares

Próximas paradas: Clubmed, Paris e Gramado

#AÓpticaEmParis E por falar em Silmo, a gente traz nesta edição uma matéria especial na seção Calendário com dicas de Paris para quem vai ao salão francês de óptica. E, para quem não vai este ano ou ainda não conhece a feira, a gente gosta de estimular você, leitor, a considerar possibilidades de ampliar seus horizontes pessoais e profissionais e uma boa forma de se aprimorar é visitar um evento internacional. Viajar é um grande aprendizado e, de algum jeito, sempre nos transforma - afinal, quando a gente se dispõe a sair de nossa zona de conforto (e viajar é uma grande forma de praticar esse exercício!), ganha bons presentes da vida, por mais que as descobertas soem um pouco estranhas no início. Portanto, aproveite as dicas, a partir da página 63, e comece a programar sua viagem este ano ou no próximo.

tor, i e l rido e ais u m Q s ! o o ã ll #He s suas m nha da aà nti e g e u h q ar c o g ã e ç r i g ed ta a n nto o e uma r m p i , c VIEW is conhe ptica. aó ma n a a d i d ain ia a d u e! ☺ ao se Desfrut

#RodinhasNosPés Começa pela Sunglasses Business Point, a feira no Clubmed Rio das Pedras, litoral fluminense, o roteiro de viagens da equipe da VIEW neste segundo semestre. A editora Andrea Tavares participa de mais uma edição do evento e, desta vez, vai acompanhada da gerente comercial Fernanda Ferret. Depois da Sunglasses Business, as duas próximas paradas serão simultâneas, em feiras que ocorrem na mesma data, o que exigirá que a equipe da revista se divida para dar conta do recado. No final de setembro, Andrea e o publisher Flavio Bitelman seguem para Paris, a fim de cobrir o Silmo, enquanto as gerentes comerciais Fernanda Ferret e Nara Mon teiro e a secretária da redação, Cristiana Brito, dirigem-se para a serra gaúcha, a fim de participar de mais uma Ajorsul, em Gramado. E você, leitor, “testemunhará” nossas andanças nas próximas edições da VIEW.

#REVISTAVIEW Tendo como inspiração a conexão do real com o virtual da seção “Enquanto isso na Web...” do DIÁRIO VIEW, lançamos há duas edições, sempre na página do Fale com a VIEW, a seção #REVISTAVIEW, exibindo foto publicada no Instagram com a hashtag (em inglês, o sinal de jogo da velha que vem na frente dos assuntos para classificá-los nas redes sociais, cuja pronúncia é algo como “RÉ-chi-tégui”) #revistaview. E logo que a revista começou a circular, o Facebook passou também a usar esse recurso. Com isso, a partir de agora, a gente vai monitorar a nossa hashtag nas redes sociais e, a cada edição, escolheremos a melhor imagem para publicá-la (com o devido crédito). Participe!

www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br revistaview@revistaview.com.br 8

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Í-u”

= “V VIEW

#AtéLá Ficamos por aqui, já com um encontro mais que marcado para a VIEW 134. Boa leitura!


jogo rápido

o que é noticia no mercado

As poderosas (de óculos): Juliana Costa (@JulianaDeOCosta) é a autora da foto escolhida para esta edição. Ela e sua prima Laryssa (@LaryssaOCosta) se autofotografaram diante do espelho da óptica em que trabalham, a Primeiro Olhar, em São Gonçalo, município do Rio de Janeiro, cujos donos são os pais de Laryssa, Luciano e Eunice. Para fazer o toque final à produção, nada como solares cheios de estilo.

Fonte: o estudo Produtividade associada ao status visual dos usuários de computador dos pesquisadores norte-americanos Kent Daum e Katherine Clore em www.visionimpactinstitute.org

Tem perfil no Instagram ou no Facebook e tirou uma foto linda e/ou criativa que tem tudo a ver com óculos, visão, óptica ou algo mais relacionado ao mercado? Publique com a hashtag #revistaview e então sua imagem pode ser publicada na VIEW.

JulianaDeOCosta

anúncios

Você tem comentários, sugestões, críticas ou dúvidas sobre a VIEW? Ou então quer divulgar notícias de lançamento de produtos ou novidades sobre a sua óptica? Faça contato com a editora Andrea Tavares na redação.

Deseja anunciar? Procure uma das gerentes de marketing e comerciais da Jobson Brasil. m

matérias

Fernanda Ferret Tel. 11 3061 9025 ramal 109 fernandaferret@revistaview.com.br

Andrea Tavares Tel. 11 3061 9025 ramal 105 andreatavares@revistaview.com.br

ra

t edi

o

e

assuntos gerais

Mido 2009: em Nova Iorque, durante a Vision Expo ast, os líderes italianos anunciaram as mudanças do de algum maior evento de óptica do planetaEstá paraprecisando o próximo ano

secr e

Cristiana Brito Tel. 11 3061 9025 ramal 108 cristianabrito@revistaview.com.br

ketin g e c ar

er com cial Nara Monteiro Tel. 11 3061 9025 ramal 104 naramonteiro@revistaview.com.br

ão aç

apoio ou esclarecimento e não sabe como fazer? de red ria Fale com a secretária de redação. tá

rketing ma

VIEW

por cento

ercial om

fale com a

20

é o percentual de possibilidade de crescimento da produtividade de uma empresa quando seus empregados estão com a visão (e os óculos) em dia

atendimento ao assinante Quer assinar a VIEW? Já é assinante e tem alguma dúvida? Ligue para a nossa Central de atendimento no 11 3971 4372. www.revistaview.com.br


VO2764

* ELLE EST EN VOGUE - * ELA É EM VOGUE


a óptica no mundo

Essilor anuncia a compra total da Transitions Chega ao fim a joint venture estabelecida em 1990 entre a norte-americana PPG e a corporação francesa que gerou a criação da Transitions e o lançamento de lentes fotossensíveis de resina no mercado mundial. A Essilor comprou os 51% que pertenciam à PPG. Em 29 de julho, o mercado óptico mundial foi informado oficialmente de que a Transitions deixará de ser fruto da joint venture (do inglês, algo como “empreendimento conjunto” e expressão do mundo dos negócios que denota a associação de empresas para a realização de um novo empreendimento comercial) entre Essilor e PPG. Por meio desse anúncio, a corporação francesa adquirirá os 51% que pertenciam à norte-americana PPG, desde que ambas se uniram para criar a empresa de lentes adaptáveis, em 1990, com 49% de ações para a Essilor e 51% para a PPG. O valor da negociação ficou em US$ 1,73 bilhão, pago imediatamente, além de outros US$ 125 milhões a serem pagos no decorrer dos próximos cinco anos. A transação inclui também a compra do capital total da Intercast, fabricante de lentes solares de alta performance, sediada na cidade italiana de Parma, com receita na casa dos US$ 34 milhões em 2012, que foi adquirida pela PPG há sete anos.

Ano que vem - A negociação tem previsão de ser concluída no primeiro trimestre de 2014, após passar pelos processos regulatórios exigidos pelas autoridades governamentais. Até lá, a Transitions continua sendo gerida e operada separadamente e a equipe de liderança administrará os negócios como de costume, inclusive no Brasil. A PPG permanece como parceira estratégica da Transitions, já que seguirá fornecendo a matériaprima para a produção das lentes fotossensíveis. O anúncio não afetará o fornecimento de lentes Transitions no mercado, que continuarão disponíveis por meio de outros fabricantes de lentes. "A Transitions continuará concentrada em fortalecer relações mutuamente benéficas com seus clientes em toda a indústria óptica, alavancando os talentos e a paixão dos funcionários ao fornecer lentes fotossensíveis da mais alta qualidade para os consumidores”, disse o presidente da Transitions, Dave Cole. A Transitions teve receita de US$ 814 milhões em 2012. A Essilor responde por 62% desse total (US$ 504 milhões) e os demais fabricantes de lentes oftálmicas, 38% (US$ 310 milhões).

Crescimento em potencial - Comentando a aquisição, o presidente e CEO (do inglês, "Chief Operating Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo) da Essilor, Hubert Sagnieres, afirmou que a transação marca o começo de uma nova fase de crescimento para a Transitions. “A compra está totalmente alinhada com a estratégia da Essilor, que conhece muito bem a Transitions, por isso, o processo de integração será suave. E possibilitará ainda acelerar a expansão da Essilor no segmento de fotossensíveis, que cresce duas vezes mais rápido que o mercado óptico de forma geral. Além da Intercast, que favorecerá positivamente a atuação da Essilor no mercado de lentes solares, segmento de potencial crescimento”, afirmou.

Operação independente - A joint venture entre PPG e Essilor tratou-se de uma união de talentos para a criação de um novo negócio, o das lentes fotossensíveis de CR-39, cuja categoria até então contemplava apenas lentes de cristal. A PPG que foi a primeira a desenvolver em 1945 uma matéria-prima de plástico para lentes oftálmicas, o CR-39 - criou a tecnologia de fotossensíveis de resina, mas precisava de um parceiro com expertise (do francês, “especialidade”) no ramo para rentabilizar de fato a nova invenção. Assim, as duas corporações estabeleceram a joint venturepara criar a Transitions, com sede em Pinellas Park, no estado norte-americano da Flórida, e que passou a operar de forma independente no mercado, isto é, fornecendo sua tecnologia de lentes fotossensíveis de resina aos maiores produtores de lentes oftálmicas do mercado óptico mundial.

Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

12

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


Adlens

a óptica no mundo um giro pelo universo da óptica

Expansão rumo à China A marca inglesa líder no segmento de óculos de foco variável abriu uma filial na China. Com sede em Xangai, será comandada pela diretora da região Ásia-Pacífico, Florence Chang, executiva com mais de dez anos de experiência em planejamento estratégico e desenvolvimento de novos negócios, além de profundo conhecimento da região.

Valeant Pharmaceuticals

AFB e Cea Comunicação móvel para deficientes visuais A Fundação norte-americana para a cegueira (em inglês, American foundation for the blind, mais conhecida pela sigla “AFB”), acaba de ganhar um grande apoio para suas ações em prol dos deficientes visuais nos Estados Unidos. Trata-se da Consumer Electronics Foundation (Cea), o braço beneficente da associação homônima do mercado de produtos eletrônicos, que anunciou a concessão de bolsa para um estudo que visa melhorar a acessibilidade da comunicação móvel para pessoas com deficiência visual.

Compra da Bausch + Lomb A Valeant Pharmaceuticals divulgou a conclusão da compra da norte-americana Bausch + Lomb, anunciada no final de maio, por US$ 8,7 bilhões. Com sede em Laval, na província canadense de Quebec, a Valeant desenvolve, produz e comercializa uma extensa linha de medicamentos principalmente nas áreas de dermatologia, neurologia e genéricos. Com o fechamento da transação, a companhia de investimentos Warburg Pincus, que lidera um grupo de investidores que é dono da Bausch + Lomb, receberá US$ 4,5 bilhões em dinheiro.

Marchon e Italia Independent Parceria para Karl Lagerfeld A Marchon anunciou no final de julho uma original ação criativa para uma das grifes de seu portfólio, a Karl Lagerfeld. Trata-se do lançamento, em outubro, de uma capsule collection (do inglês, “coleção cápsula”, expressão que define uma minicoleção lançada por uma grife entre duas estações ou em parceria com outra marca) com a Italia Independent, de propriedade do empresário ítalo-americano Lapo Elkann. A coleção cápsula de Karl Lagerfeld pela Italia Independent terá modelos de receituário e solares femininos e masculinos e será identificada por um logo que retrate a nova parceria. O acordo prevê que, comercialmente, o mercado italiano caberá à Italia Independent e à Marchon, toda a distribuição internacional. Nascido em Nova York, Elkann pertence à família Agnelli, dona do império Fiat. Comandou o marketing da companhia automotiva e foi o responsável pela reinvenção do Fiat Punto e do Fiat 500. Em 2007, fundou a Italia Independent, empresa focada em estilo de vida, roupas, óculos, acessórios e colaborações especiais, cujo princípio é criar e fabricar suas linhas de produtos em solo italiano. Fonte: V-Mail, o informativo virtual do Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

14

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Safilo Plano de sucessão A companhia italiana anunciou que terá um novo CEO (do inglês, "Chief Operating Officer", sigla que denomina o cargo de diretor executivo) a partir de 15 de outubro. Ou melhor, uma nova CEO: trata-se da executiva Luisa Delgado, cidadã suíça de 46 anos, com passagens por empresas como SAP e Ikea, além de mais de duas décadas de Procter & Gamble. O então CEO, Roberto Vedovotto, continuará integrando o conselho diretivo com função não executiva.

Resultados financeiros Luxottica A corporação italiana registrou vendas líquidas de € 3,882 milhões no primeiro semestre, um crescimento de 5,8%, diante dos € 3,670 milhões obtidos no mesmo período de 2012. Já o lucro líquido ajustado para os primeiros seis meses do ano bateu recorde, alcançando os € 377 milhões, um avanço de 11,7% em relação aos € 338 milhões dos primeiros seis meses do ano passado. Tais valores correspondem ao total das operações da empresa, somando as divisões de atacado e varejo.

Safilo Nos primeiros seis meses de 2013, a Safilo apontou vendas líquidas de € 598,4 milhões, uma queda de 2,4% comparada ao mesmo período do ano passado, quando bateu os € 613,3 milhões, graças, em partes, ao fortalecimento do euro frente às principais moedas internacionais. O lucro líquido ficou em € 25,6 milhões, uma evolução de 18,9% comparada ao mesmo período de 2012, na época de € 21,5 milhões. www.revistaview.com.br


ref: AH9141 B27 | Visite seu oftalmologista regularmente.

www.oculosanahickmann.com.br

...“construindo uma história”.


www.facebook.com/revistaview www.twitter.com/revistaview www.revistaview.com.br


RYAN SHECKLER // POLARIZED TWOFACE™

BEYOND REASON ©2013 Oakley, Inc. | Facebook.com/OakleyBrasil


hall of gente famosa e seus óculos

Frames

Celebridades que desfilam seus óculos diante dos flashes Fotos J. Egberto

A atriz Antonia Morais faz a linha despojada com seus solares Ray-Ban redondinhos

A Alinne Morais revela-se adepta do estilo Clubmaster, cuja versão de padronagem tartaruga combinou bem com seus tons de pele e cabelo

18

VIEW 133

agosto:setembro 2013

O cirurgião plástico Robert Rey, mais conhecido como Dr. Rey, o apresentador de tevê, não podia usar solares básicos. Seu estilo espetaculoso requer algo mais elaborado, como o aviador da Chrome Hearts

A mãe de Sandy e Junior, Noely Lima, complementa seu visual com bem comportados solares de acetato marrom

www.revistaview.com.br


Escolha de personalidade. Uns gostam, outros não, mas não dá para ficar impune à armação preta fosca super marcante da atriz Vera Holtz, a Dona Redonda de Saramandaia

Fã de óculos, a diretora de novela, Denise Saraceni, no ar com a global Saramandaia, emoldura seu rosto com a armação Alain Mikli da série Pact, cuja combinação do acetato cristal com o acetato preto e o processo de corte adotado gera peças exclusivas

O comediante Leandro Hassum investe em um aviador solar de estilo moderno com frontal trabalhado no preto e branco

Bem legal, o solar de frontal chapado preto e hastes de estampa animal da atriz Ingrid Guimarães

Nada como solares pretos grandões para disfarçar os olhos sem maquiagem e se preservar dos flashes. A atriz Marisa Orth, no ar como a Damáris da global Sangue Bom, segue esse princípio


eric gozlan

espaço do eric

tecnologia com Eric Gozlan

A receita, o ponto de partida o óptico francês está estabelecido em Curitiba com a óptica Eric Gozlan Lunettes

Fonte de informações valiosas sobre o cliente e seus futuros óculos, a receita é um ponto de partida e tanto para um atendimento de qualidade, capaz de

E1 T R PA

conquistar a confiança até do cliente mais difícil. Veja as dicas do colunista Eric Gozlan nesta e na próxima edição. Em dúvida sobre como começar o seu atendimento? Parta do ponto mais óbvio: a prescrição do oftalmologista. Além do grau, a receita é fonte de informações muito valiosas a respeito do seu cliente e dos seus futuros óculos. É uma ótima forma de estabelecer laços com o cliente. Começar pela receita é uma ferramenta e tanto diante daqueles clientes que sabem tudo e já querem dominar a venda logo de início. Se é relativamente fácil entender de estética, grife e estilo quando se compra uma armação, raros são os clientes que entendem de dioptrias e grau. Assim, se você começar o atendimento interpretando a receita, até o cliente mais “domina-

dor” irá escutar e valorizar a sua orientação. Eu digo valorizar, porque entender e interpretar bem uma receita é questão de formação e experiência. Interpretar uma receita de forma eficaz transmite muita segurança ao cliente, que sentirá estar diante de um verdadeiro profissional. É nesse momento que a relação de confiança começa a se estabelecer. E quando o cliente confia, o consultor óptico tem passe livre passe para lhe propor as melhores opções, sempre as justificando em função de suas necessidades visuais. Nesta e na próxima edição, apresento dicas de como ganhar a confiança do cliente mais difícil por meio da receita.

Dica 1: o nome

Dica 2: o médico e a data

O primeiro ponto é o nome do seu cliente. Parece óbvio, mas é muito mais elegante olhar o nome do consumidor na receita do que perguntar seu nome. Além de saber o nome, há a possibilidade de associar o sobrenome dele ao de algum familiar que já tenha feito óculos na sua óptica - quando um amigo ou familiar do cliente fez uma compra bem-sucedida em uma loja, ele se sente seguro para comprar no mesmo lugar.

Depois do nome, os próximos passos são o nome do médico e a data da prescrição. Comentar algo positivo sobre o médico alimenta a relação de confiança: o cliente se sente seguro por ter feito uma avaliação com um excelente profissional. Sobre a data, receitas muito antigas não deveriam ser usadas, pois há o risco de o cliente não enxergar corretamente e infelizmente culpar a sua óptica ou até causar a troca das lentes. O mais recomendável é orientar o cliente a visitar o oftalmologista e refazer a receita. Assim, aproveitará também para fazer um exame de rotina.

positivo, operante! Quer conversar sobre esses e outros assuntos técnicos com Eric Gozlan? Faça contato espacodoeric@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

20

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Na próxima edição, volto com mais dicas. Boas vendas! www.revistaview.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

A importância da

inteligência intrapessoal

Artigo Izabela Mioto Ilustração Paty Chequetti

É bem possível que, diariamente, a vida lhe faça várias perguntas. Algumas mais fáceis e outras mais difíceis. Boa parte delas as pessoas nem param para pensar o que, de fato, estão respondendo; agem de acordo e em função das circunstâncias. Todos têm sido condicionados por um mundo em que a velocidade das respostas é fator preponderante para o sucesso.

Padrão de pensamento - Qual o seu padrão perante a vida: “conduzo a minha existência” ou “tenho deixado a vida me levar”? O norte-americano Stephen Covey, autor do best seller Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes, sabiamente descreveu o hábito de número dois (“comece com o objetivo em mente”) e definindo-o como o hábito da visão. Quantas pessoas não têm conseguido entender os seus “porquês” ou mesmo não se sentem estimuladas para isso? Percebe-se até mesmo que há profissionais exercendo funções nas quais lhes são exigidas atitudes que entram em choque com seus valores. Ao se desviar de seus valores, uma pessoa corre o risco de percorrer caminhos que a levarão a lugares que ela não gostaria de habitar. É possível perceber que quando as pessoas deixam de ser coerentes com os seus valores, acabam por brigar consigo mesmas e ter dificuldades em estabelecer uma 22

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


Tema ainda pouco abordado no universo empresarial, a inteligência intrapessoal, isto é, a capacidade de se conectar consigo mesmo, é um excelente ponto de partida para estabelecer relacionamentos interpessoais mais produtivos. Quem fala mais sobre isso é a professora Izabela Mioto em mais um artigo que celebra a parceria entre a VIEW e a renomada instituição educacional para o varejo, o Provar. boa relação com quem se relacionam. É improvável que estabelecer uma boa relação com o outro se, em primeiro lugar, não se estabelece uma boa relação com si próprio.

Você + você - Quais são os caminhos para estabelecer uma boa relação consigo mesmo? O objetivo deste artigo é propor uma rara reflexão: conectarse consigo mesmo, excelente caminho para estabelecer relacionamentos interpessoais mais produtivos e também atingir objetivos sem que se perca de vista a integralidade com o que de fato é importante para cada um. Refletir sobre os três componentes da inteligência intrapessoal (automotivacão, autocontrole e autoconhecimento) é o convite proposto nos próximos parágrafos.

Automotivação - Quais os motivos que impulsionam as suas ações? Quais são os seus porquês? Quais os seus talentos? Você já parou para pensar que motivos o levaram a fazer determinadas escolhas? Por que você escolheu trabalhar na profissão X ou na empresa Y? Você tem a oportunidade de fazer todos os dias o que faz de melhor? Quais são os valores que você considera mais importantes? Se você conseguiu reconhecê-los, a próxima pergunta diz respeito a quanto você tem ou não conseguido ser fiel a esses valores. Tem vivido de acordo com aquilo que é importante para você ou para a sociedade? O mundo vive tempos em que o “ter” tem sido mais importante que o “ser”. Quando não se dedica tempo para olhar para dentro de si mesmo e reconhecer aquilo que é importante, corre-se o risco de ficar preso ao que é socialmente mais aceito. Procure descobrir o que você se sente confortável fazendo. Pense naqueles momentos em que você não viu o www.revistaview.com.br


dicas & estratégias

desempenho profissional em jogo

tempo passar ao fazer algo e, ao terminar sua tarefa ou atividade, sentiu-se energizado. Para tudo o que fizer, tenha em mente o objetivo daquilo que quer realizar e procure entender os porquês de suas ações. Falar sobre automotivação tem a ver com fazer muito mais perguntas do que trazer respostas. Olhar para dentro, buscar a resposta em si mesmo nem sempre é fácil, mas, sem dúvida, os resultados de suas ações serão muito mais recompensadores.

Autocontrole - Como você tem reagido diante das adversidades? Tem perdido o foco de seus objetivos? Já parou para pensar quantas coisas iniciou e não chegou nem ao meio do caminho? Por que algumas pessoas concretizam mais facilmente seus objetivos que outras? É fato que o cenário cada vez mais competitivo e mutável dos dias de hoje oferece muitas adversidades para que as pessoas consigam atingir seus objetivos. O consultor norte americano Paul Stoltz, professor da Harvard Business School e autor do livro Adversity quotient @ work (do inglês, “quociente de adversidade no trabalho”), enfatiza que as pessoas passam por, no mínimo, 23 adversidades por dia. Imagino que muita gente deve estar pensando que alguém deve estar sem nenhuma, porque se sente com 46 adversidades! Comenta-se muito sobre Quociente intelectual (QI) e de Quociente emocional (QE), mas ainda pouco se fala do Quociente de adversidade (QA), criado por Stoltz, considerado um dos 100 pensadores mais influentes da atualidade. O autor desenvolveu a ferramenta do Quociente de adversidade, composta por um questionário que avalia a capacidade de lidar com as adversidades, a partir de pesquisa fundamentada e comprovada cientificamente em 37 anos de trabalho, que envolveu mais de 1,5 mil estudos em mais de 100 universidades e dez anos de aplicação organizacional em diversas culturas. Daí se concluiu que uma pessoa enfrenta, em média, 23 adversidades por dia. Logo, a capacidade de lidar com essas situações é diretamente proporcional a um alto ou a um baixo QA. O QA está relacionado ao conceito de Resiliência. O termo, atualmente empregado no campo comportamental, é emprestado da Física, que explica como a capacidade que um determinado objeto possui de recuperar seu estado original após sofrer um impacto (compressão, expansão ou dobra). De acordo com o consultor e autor brasileiro Eduardo Carmello, o conceito de resiliência nas ciências humanas é utilizado para “descrever a capacidade humana de responder de forma mais consciente aos desafios e dificuldades que aparecem na vida. Pessoas resilientes são aquelas que utilizam sua força, flexibilidade, inteligência e otimismo para enfrentar e superar circunstâncias desfavoráveis”. Ou seja, é a habilidade que uma pessoa tem de superar as adversidades. Vale unir a definição de Carmello ao conceito trazido pelo consultor norte-americano e mestre em Psicologia Clínica, Rhandy di Stéfano, sobre foco, isto é, saber gerenciar a distração. Muitas vezes, as pessoas não concretizam seus objetivos porque se deixam levar pelas adversidades. De acordo com as pesquisas de Paul Stoltz, grande parte das pessoas, ao passar por adversidades, 24

VIEW 133

agosto:setembro 2013

tende a desenvolver comportamentos de culpa, vitimização e atribuição da responsabilidade ao outro. Comportando-se assim, acabam estacionadas em suas zonas de conforto e, ao mesmo tempo, correm riscos maiores de serem “engolidas” por tais adversidades. Você tem deixado as adversidades lhe controlarem ou tem assumido o controle sobre elas? A sua energia tem sido investida em prol da solução ou do problema? Reflita sobre isso, pois o autocontrole é essencial para não se deixar dominar pelas emoções negativas.

Autoconhecimento - Você tem parado para se olhar no espelho? Se sim, tem gostado do que vê? Precisa ajustar algumas coisas importantes? Olhar-se no espelho constantemente é um ato de coragem e o único caminho para reencontrar com o seu propósito pessoal. Você tem clareza de que toda a sua história de vida, as experiências boas (e também as ruins) o levaram a tecer uma teoria sobre si mesmo, a vida, as pessoas e tudo que o cerca? Essa teoria é verdadeira? Sim, para você, ela é verdadeira. O que não se pode perder de vista é que as verdades são crenças desenvolvidas a partir das experiências e das referências vividas e podem ajudar em determinados momentos da vida. Por um lado, podem ser potencializadoras, mas, por outro, em alguns momentos, podem ser absolutamente limitantes. A necessidade de revisão é constante. Ter um tempo para “se olhar no espelho”, perceber o impacto de suas atitudes no outro e em si mesmo é essencial para obter resoluções conscientes e produtivas sobre as várias adversidades enfrentadas diariamente. A frase do imperador romano Marco Aurélio é um desafiador convite: "escava dentro de ti. É lá que está a fonte do bem e esta pode jorrar continuamente, se a escavares sempre." E você, está pronto para começar a escavação?

A professora Izabela Mioto é mestre em psicologia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Leciona no MBA de Gestão de negócios e finanças da Fundação Instituto de Administração (Fia) da Universidade de São Paulo (Usp) e nos cursos de pós-graduação da Fundação Álvares Penteado (Faap). É coautora dos livros Ser mais com coaching e Ser mais com treinamento & desenvolvimento e atua como coach pelo Institut e Coaching Integrated (ICI). positivo, operante! Quer conversar mais sobre inteligência intrapessoal com a professora Izabela Mioto? Escreva para revistaview@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br


Richard Vinic fala sobre varejo

André Penteado

Richard Vinic

varejo & experiência

Richard Vinic é palestrante, consultor, professor e apaixonado pelo mundo das compras

Delegar ou "delargar"?

Débora Nascimento

Neste número, resolvi retomar um assunto que temos conversado com alguma frequência: liderança. O curioso é que, originalmente, esta coluna tinha como objetivo trocar algumas ideias sobre o varejo e suas tendências, mas, com o passar das edições, o tema liderança ganhou importância. A razão é muito simples: toda e qualquer estratégia a ser executada na loja tem como fator crítico de sucesso a relação do líder com sua equipe. Ao conduzir treinamentos para lideranças, tenho percebido o uso de um termo (e seus derivados) que, muitas vezes, parece mais uma desculpa pelo distanciamento estabelecido em relação às suas equipes: “delegar”. É comum ouvir frases de empresários, gerentes e supervisores como "eu delego para a minha equipe", "não sou do tipo que quer abraçar tudo sozinho, delego o máximo para que tomem a iniciativa" etc. Já no contato com as equipes, o sentimento é de que esses mesmos lideres, que se acham muito bons por estarem delegando, são chefes distantes. Na prática, a teoria é outra. Parece haver uma confusão entre definir atividades e papéis para as pessoas, estabelecer suas rotinas e deixá-las atuar e o fato de largar muitas tarefas para os funcionários resolverem sozinhos, sem orientação e acompanhamento. Delegar não pode ser "delargar"! Delegar é, sobretudo, colocar as pessoas certas nos lugares certos. Em uma equipe, cada peça tem suas competências e habilidades. O líder é aquele que coloca cada um no lugar em que poderá contribuir melhor para o resultado do grupo. Delegar corretamente é acompanhar, revisar, orientar e ensinar as pessoas. Muito do sucesso de uma equipe e da entrega dos resultados que o varejo tanto precisa passa pela mudança de comportamento de alguns líderes. Deixar a equipe fazer é importante, mas o líder precisa estar seguro de que cada membro está pronto para fazer sozinho. Estar ausente não é delegar, é abrir mão da responsabilidade de liderar. Se você é líder em seu ambiente de trabalho ou na loja, reveja seu esquema de atuação e identifique de maneira sincera com qual dos dois comportamentos sua forma de agir mais se aproxima, isto é, se você delega ou “delarga”. Converse com seu time. Em uma equipe em que todos entendem seu papeis, sentem-se preparados para executar suas funções, conhecem produtos, serviços e políticas da empresa e entendem as necessidades dos clientes, o ambiente está preparado para o líder delegar. "Delargue" cada vez menos e prepare as pessoas para realmente poder delegar sempre mais. Que tal?

26

VIEW 133

agosto:setembro 2013

positivo, operante! Está a fim de falar mais sobre varejo com Richard Vinic? Faça contato varejoexperiencia@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br


mondo fashion

a tradução do universo fashion

A mais antiga grife de moda parisiense também é uma das mais importantes até os dias de hoje. Com mais de um século de história, mantém viva a essência do estilo atemporal e da elegância impecável de sua criadora, Jeanne Lanvin. Texto Graziela Canella Concepção Andrea Tavares

modelo SLN505 L00

Lanvin De mãe para filha

Mãe e filha: Madame Lanvin e Marguerite, em imagem que deu origem ao logotipo da marca

Campanha das antigas: ilustração de Jeanne Lanvin e sua filha Marguerite

A imagem de uma mãe e uma criança de mãos dadas, símbolo da Lanvin, já indica o vínculo familiar determinante para a origem da grife. A fundadora, Jeanne Lanvin, nasceu em 1867, em Paris, e cresceu em um lar modesto, ao lado de dez irmãos. Aos 13 anos, começou como aprendiz de costureira e logo tornou-se assistente da designer de chapéus Suzanne Talbot, com quem trabalhou por mais de dez anos. Casou-se em 1895 com o conde italiano Emilio di Pietro, com quem teve sua única filha, Marguerite Marie-Blanche di Pietro, e, em 1889, abriu uma pequena confecção de chapéus. No entanto, foram as roupas que Jeanne confeccionava para a filha que começaram a fazer sucesso, o que inspirou a estilista a mudar o rumo dos negócios, passando a atender pedidos de roupas similares para as mulheres da sociedade francesa. Divorciada, casou-se novamente em 1907 com o jornalista francês Xavier Melet. Dois anos mais tarde, fundou oficialmente a Lanvin, alegadamente a primeira maison de moda francesa da história, na Rue du Faubourg Saint-Honoré, hoje o metro quadrado parisiense com maior quantidade de lojas de marcas de luxo e moda, já que quase todas as casas de moda contam com um ponto de venda no local.

Marguerite Lanvin em quatro momentos: 1903, 1904, 1915 e 1917

28

VIEW 133

agosto:setembro 2013


Criação: uma das primeiras peças de Jeanne Lanvin

A expansão nos anos 20 Em 1923, a Lanvin inaugurou uma fábrica de tingimento têxtil em Nanterre, na Grande Paris. Naquela década, a maison também abriu lojas dedicadas a decoração, modas feminina, masculina e esportiva, além de peles e lingerie, mas teve sua maior expansão no segmento de cosméticos com a criação da Lanvin Parfums SA, em 1924 - e o lançamento dos perfumes, My Sin, em 1925, e o icônico Arpège, em 1927, inspirado pelo som do piano que a filha tocava. Entre as clientes mais ilustres da época, estavam as atrizes Marlene Dietrich e Mary Pickford, a escritora Louise de Vilmorin e as rainhas da Itália e da Romênia.

Robes de style Marca registrada: os robes de style de Madame Lanvin

Na moda, Jeanne Lanvin firmou-se como a estilista mais influente das décadas de 20 e 30. A influência das roupas que fazia para a filha nas criações para mulheres adultas atribuiu um estilo jovial à moda feminina da época, com cores claras, estampas florais, acabamentos delicados, laços e bordados. Jeanne também foi pioneira em defender que as mulheres poderiam ter um estilo pessoal, independentemente de sua idade ou condição social. Uma de suas marcas registradas foi o modelo de vestidos chamados de robes de style, que se caracterizavam por decotes amplos, cinturas baixas e saias volumosas, com drapeados ou plissados, de tecidos nobres como tafetá de seda, veludo, chiffon e renda. Os robes de style fizeram o contraponto ao chemisier (do francês, os vestidos estilo camisa), de corte reto e aparência mais austera, bastante populares nos anos 20. A estética das coleções de Madame Lanvin era muito influenciada pelas artes e a criadora contava com uma invejável coleção de obras em seu apartamento, na Rue Babet-de-Jouy - incluindo nomes como Auguste Renoir, Edgar Degas e Eugène Boudin. agosto:setembro 2013 VIEW 133

29


mondo fashion

a tradução do universo fashion

Fase brasileira

Sob nova direção Quando Jeanne Lanvin morreu, em 1946, sua filha Marguerite Marie-Blanche assumiu os negócios e a direção criativa da marca. Em 1950, o espanhol Antonio Castillo foi o primeiro estilista contratado para assumir o estilo da Lanvin, cargo que manteve até 1962. Marguerite não teve filhos e, quando morreu, em 1958, a empresa da família foi herdada por um primo, Yves Lanvin. Da metade da década de 60 até os anos 90, a direção da empresa foi de seu filho, Bernard Lanvin, com sede na Rue de Tilsitt. O banco britânico Midland comprou uma parcela da empresa em 1989 e, no ano seguinte, vendeu suas ações para a Orcofi, holding francesa comandada pela família Vuitton. Em 1994, a L’Oréal começou a adquirir cotas da maison Lanvin e, em dois anos, já era única proprietária da empresa. Outra mudança veio em 2001- quando foi comprada da L’Oréal pelo grupo de investimentos Harmonie, comandado pela magnata das comunicações taiwanesa Shaw-Lan Wang.

De 1996 a 1998, o Brasil ouviu muito falar de Lanvin. Foi nesse período que o estilista Ocimar Versolato, nascido em São Bernardo do Campo, comandou a direção criativa da coleção feminina da grife, aos 35 anos. Versolato mudou-se para Paris em 1987 e, em 1994, lançou a primeira coleção de alta costura. O trabalho para a sua marca própria, ainda durante os anos em que esteve na Lanvin, contrariava os interesses da maison, que exigia dedicação exclusiva do estilista. Versolato foi então substituído pela espanhola Cristina Ortiz.

Lucas Ossendrijver: no comando da moda masculina

Cannes, 2012: Nicole Kidman no tapete vermelho de Lanvin

A chegada de Elbaz

Nova era da Lanvin: Alber Elbaz assumiu a direção criativa da casa em 2001, resgatando o clima familiar das origens da grife com repercussão mundial

30

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Quando a Harmonie assumiu os negócios da Lanvin, Shaw-Lan Wang tratou de escolher um novo nome para comandar o estilo: o marroquino Alber Elbaz. Nascido em Casablanca em 1961 e criado em Israel, o estilista havia trabalhado nas maisons Guy Laroche e Yves Saint Laurent antes de assumir o posto. Elbaz se envolveu em cada detalhe da imagem da marca, da criação ao projeto das lojas e inaugurou uma nova era para a grife. Com total liberdade criativa, deu uma injeção de vigor à essência da marca e ao longo dos anos atraiu fãs de prestígio como as estrelas de Hollywood Nicole Kidman e Natalie Portman, a top Kate Moss, a cineasta Sofia Coppola e até mesmo a primeira-dama norte-americana Michelle Obama - que, em 2009, alavancou as vendas de um tênis da marca com cadarço de fita ao ser fotografada usando o calçado em Washington. Notadamente gentil, avesso aos holofotes e adorado por cada integrante da equipe, Elbaz foi capaz de resgatar o clima familiar das origens da marca, ainda que com enorme prestígio global, e há rumores de que tenha recusado o convite da Dior, em 2012, com a demissão de John Galliano. Em 2006, o holandês Lucas Ossendrijver foi contratado para assumir a nova linha masculina da casa. www.revistaview.com.br


© Johnson & Johnson do Brasil Indústria E Comércio de Produtos Para Saúde Ltda. AGOSTO/2013

NOVAS LENTES DE CONTATO

1-DAY ® ACUVUE ® TRUEYE O QUE VAI ROLAR HOJE? SLACKLINE? CINEMA? BALADA? ENCARE O SEU DIA A DIA COM AS LENTES DE CONTATO 1-DAY ACUVUE® TRUEYE®. LIBERDADE DE MOVIMENTO COM CONFORTO, PRATICIDADE E A SENSAÇÃO DE ESTAR SEM LENTES DE CONTATO.

1-DAY ACUVUE® TRUEYE®. OLHOS SAUDÁVEIS E CONFORTÁVEIS, COM A PRATICIDADE DE UMA LENTE NOVA A CADA DIA. TODO DIA. C O N S U LT E S E U O F TA L M O L O G I S TA E E X P E R I M E N T E Senofilcon A - 1ACUVUE® OASYS® com HYDRACLEAR® PLUS: Reg.ANVISA 80148620045, 2ACUVUE® OASYS® para ASTIGMATISMO com HYDRACLEAR® PLUS: Reg.ANVISA 80148620054, 3ACUVUE® OASYS® com HYDRACLEAR® PLUS (Bandage): Reg.ANVISA 80148620058, Galyfilcon A - 4ACUVUE® ADVANCE® com HYDRACLEAR®: Reg.ANVISA 80148620026, Etafilcon A - 5ACUVUE® 2: Reg.ANVISA 80148620019, 61-DAY ACUVUE® MOIST®: Reg.ANVISA 80148620052, 71-DAY ACUVUE® MOIST para ASTIGMATISMO: Reg.ANVISA 80148620064, 8ACUVUE® 2 COLOURS: Reg.ANVISA 80148620013, 9 ACUVUE® CLEAR: Reg.ANVISA 80148620021 e 10ACUVUE® BIFOCAL: Reg.ANVISA 80148620016, Narafilcon A - 111-DAY ACUVUE® TRUEYE® com HYDRACLEAR® 1: Reg.ANVISA 80148620065. Caixas com 306,7, 61,2,3,4,5,8,9,10 ou 28 lentes de contato (LC). Indicações: LC Esféricas1,4,5,6,9,11: Miopia, hipermetropia (presbiopia em regime de monovisão) afácica ou não afácica. LC Esféricas Coloridas8: Miopia, hipermetropia (presbiopia em regime de monovisão) afácica ou não afácica. LC Bifocais10: Presbiopia afácica ou não afácica associada ou não a miopia ou hipermetropia. LC Tóricas2,7: Astigmatismo afácico ou não afácico associado ou não a miopia ou hipermetropia. LC Terapêuticas3: As lentes de contato podem ser prescritas, em determinadas condições ou doenças oculares, como lentes de proteção para a córnea, a fim de aliviar o desconforto e servir como uma cobertura de proteção. O médico Oftalmologista informará se o usuário apresenta essa condição, podendo prescrever medicações adicionais ou programação de substituição para a condição específica. O usuário nunca deve tratar qualquer condição, usando lentes de contato ou medicação para os olhos, sem primeiro consultar o médico Oftalmologista. ContraIndicações: Qualquer inflamação, infecção, doença ocular, lesão ou anormalidade que afete a córnea, conjuntiva ou pálpebras. Qualquer doença sistêmica que venha a afetar os olhos ou ser agravada pelo uso de LC; reações alérgicas das superfícies oculares ou anexas. Qualquer infecção ativa da córnea; olhos vermelhos ou irritados. Precauções e Advertências: Problemas oculares, incluindo úlceras de córnea, podem se desenvolver rapidamente e causar perda da visão. Em caso de desconforto visual, lacrimejamento excessivo, visão alterada, vermelhidão nos olhos ou outros problemas, retirar imediatamente as LC e contatar o Oftalmologista. Usuários de LC devem consultar seu Oftalmologista regularmente. Não usar o produto se a embalagem estéril de plástico estiver aberta ou danificada. Reações Adversas: Ardor, coceira ou sensação de pontada nos olhos. Desconforto quando a LC for colocada pela primeira vez. Sensação de que há algo no olho (corpo estranho, área raspada). Lacrimejamento excessivo, secreções oculares incomuns ou vermelhidão dos olhos. Acuidade visual deficiente, visão embaçada, arco-íris ou halos ao redor de objetos, fotofobia, ou olho seco, podem ocorrer caso as LC sejam usadas continuamente ou por tempo excessivamente longo. Se o usuário relatar algum problema, deve RETIRAR IMEDIATAMENTE AS LENTES e contatar o Oftalmologista. Posologia: Uso prolongado1,2,3,5,8,10– Um a 7 dias/6 noites de uso contínuo, inclusive durante o sono. Uso diário1,2,3,4,5,8,9,10 – Períodos inferiores a um dia de uso enquanto acordado. Descartáveis diárias6,7,11 – uso único. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA REFRACIONAL (LC com grau), VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA (LC terapêutica plana), UTILIZAÇÃO SUJEITA À PRESCRIÇÃO MÉDICA (LC colorida plana). Johnson & Johnson Industrial Ltda. Rod. Pres. Dutra, Km 154 - S. J. dos Campos, SP. CNPJ: 59.748.988/0001-14. Resp. Téc.: Evelise S. Godoy – CRQ No. 04345341. Mais informações sobre uso e cuidados de manutenção e segurança, fale com seu Oftalmologista, ligue para Central de Relacionamento com o Consumidor: 0800-7274040, acesse www. acuvue.com.br ou consulte o Guia de Instruções ao Usuário. A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. © Johnson & Johnson do Brasil Indústria E Comércio de Produtos Para Saúde Ltda. AGOSTO/2013


mondo fashion

a tradução do universo fashion

Lanvin para H&M A colaboração entre Alber Elbaz e a gigante sueca H&M, em 2010, bateu recorde e elevou em 8% as vendas da rede de fast fashion (do inglês, expressão que tem o fast food como inspiração e significa “moda rápida”). Apesar do estilo discreto do estilista, as criações femininas e sofisticadas para a H&M alavancaram ainda mais sua popularidade no universo da moda e a parceria lhe rendeu o título de estilista internacional do ano pelo Council of Fashion Designers of America, o Conselho norte-americano de estilistas.

H&M: Lanvin versão fast fashion

A Lanvin em números Atualmente, a Jeanne Lanvin S.A. atua como subsidiária da Harmonie S.A., com portfólio de produtos que inclui roupas, perfumes e acessórios para os públicos feminino e masculino. A corporação tem operações no Oriente Médio, nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia são mais de 30 lojas próprias, 25 franquias e mais de 750 boutiques e lojas de departamentos. No Brasil, a grife inaugurou sua primeira loja em 2012, no shopping JK Iguatemi, em São Paulo. Suas coleções licenciadas, que incluem o prêt-à-porter, tiveram faturamento estimado em € 4,5 milhões em 2011. Além da loja virtual, a maison também lançou, em abril, um aplicativo de vendas para smartphones, com informações detalhadas sobre os produtos e visualização de imagens em 360 graus.

Ícones • Estilo chique e atemporal • Bordados e laços cheios de feminilidade • Tecidos e acabamentos nobres • Robes de style, vestidos com saias amplas que foram símbolo da marca nos anos 20 • Inspiração nas artes

Estados Unidos: interior da loja na Rodeo Drive, em Los Angeles

Emirados Árabes: a fachada da Lanvin em Abu Dhabi

32

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Para os homens: a butique Lanvin Homme em Nova York


mondo fashion

a tradução do universo fashion modelo SLN024 300

Visão à moda de Elbaz

modelo SLN021 S29

modelo SLN550 V93

modelo VLN544 D83

Óculos grandes e marcantes são marca registrada do próprio Alber Elbaz e era questão de tempo até que o estilista se aventurasse na criação de coleções de eyewear. Em janeiro de 2012, a marca anunciou o lançamento da primeira linha de armações de receituário e óculos solares femininos e masculinos, em parceria com a corporação italiana De Rigo - e distribuída no Brasil pela Wilvale De Rigo. Há peças com referências que remontam aos anos 20, década que consagrou a marca, com estilo art déco (movimento artístico da década de 30, marcado pela acentuada geometria de formas aerodinâmicas, retilíneas, simétricas e ziguezagues), pedras e materiais nobres. Em contraponto, outra parte da coleção tem exemplares de inspiração industrial, com linhas geométricas e detalhes de metal.

modelo VLN542 700X

modelo SLN027S 668X

www: Lanvin virtual www.lanvin.com www.facebook.com/lanvinofficial www.twitter.com/lanvinofficial www.youtube.com/lanvintube www.instagram.com/lanvinofficial www.pinterest.com/lanvinofficial www.lanvin.tumblr.com

34

VIEW 133

agosto:setembro 2013

cia Pro núnsonoridade

e Ô. De a, a grif “LÂN-V frances e ba t a n íl e s da tipicam a segun m e t s e a s parisien -VIN”, m como “ . escrita o “VÔ da com ia c n u n pro

modelo SLN554 Z34

modelo SLN504 V93


ALBERTO GUERRINI DJ & FASHION SHOP OWNER*


vitrine o que há de novo no mercado

modelo VE 3181B 938 modelo VE 3181B 976

Versace

modelo VE 4256B 5064 87

0800 7039444 Feminilidade, sex appeal (do inglês, “apelo sexy”) e cores provocantes como vermelho, amarelo e beringela definem a nova edição limitada de armações de receituário e óculos solares da Versace, batizada de “Icon Stones” (do inglês, algo como “pedras icônicas”). As formas suaves contrastam com os detalhes luxuosos nas hastes, compostos pelo símbolo da marca - a Medusa triplicada em círculos com 96 cristais.

Filosofia Fundada pelo italiano Gianni Versace em 1978, em Milão, a grife é conhecida mundialmente pelo estilo exuberante e feminino, caracterizado por decotes, fendas, estampas exuberantes, tecidos luxuosos e cores ousadas. A marca, cujos óculos são distribuídos mundialmente pela Luxottica, é hoje administrada pelos irmãos do estilista, assassinado em 1997 - Donatella Versace, diretora de estilo, e Santo Versace, presidente da marca.

modelo 7FAM 717 Russ

7 for All Mankind 11 3037 8888 A estética urbana da célebre marca de jeans ganha um tom sofisticado com inspiração retrô, cores sóbrias, texturas e design clássico em armações de receituário e óculos solares. Filosofia

modelo 7FAM 727 Acorn

modelo 7FAM Sycamore LTort

Divulgação

modelo 7FAM Westgate Jet

Uma das marcas mais influentes do mercado de jeans premium, foi criada em 2000, em Los Angeles, pelos designers Michael Glasser, Peter Koral e Jerome Dahan. Com 100 lojas próprias, pontos de venda em todo o mundo e linhas de produtos de sportswear, calçados e acessórios, a marca é a favorita de celebridades como Ashton Kutcher, Brad Pitt, Emma Stone e Kim Kardashian.

36

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


vitrine o que há de novo no mercado

Valentino

modelo V679SR 627 D

0800 7071516 Elegância vintage, cristais e tachas compõem os novos modelos Rockstud Rouge e Rockstud Noir - respectivamente, vermelho e preto, as cores mais icônicas dos vestidos da marca italiana. O primeiro tem 464 pequenos cristais vermelhos no frontal; o segundo soma 300 cristais e 277 minitachas de metal. Pares de tachas maiores nas laterais dão o toque final de ousadia rock’n’roll a ambos os modelos. modelo V679SR 014 D

Filosofia Licenciada pela Marchon, a marca do estilista Valentino Garavani foi fundada em Roma, em 1962. Uma das mais influentes casas de moda da Itália, conta com o tom de vermelho vivo como uma das marcas registradas de seus vestidos luxuosos. Atualmente, tem como diretora criativa a estilista Maria Grazia Chiuri, que mantém a elegância clássica do “mestre” com leitura moderna e contemporânea.

Divulgação

modelo Marky Ramone

Evoke 11 3034 3690 Filosofia A marca fundada em São Paulo, em 2001, pelos irmãos Demian e Fabiano Moraru, é distribuída pela Brazilian Lab e se destaca junto ao público moderno por conta de parcerias criativas e linhas assinadas por nomes influentes do design, da moda e da música nacional e internacional.

Marky Ramone Signature Series A série limitada em parceria com uma das grandes lendas do punk rock ganha uma nova versão, com 500 peças numeradas e toque ainda maior de exclusividade por conta de detalhes de couro costurados à mão nas hastes - diferentemente do modelo original, de couro prensado. As peças são produzidas na Itália, com alto padrão de qualidade.

modelo Airflow

38

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Air Flow Inspirado no auge da aviação dos anos 40, o novo modelo da Evoke atribui personalidade e atitude ao clássico modelo aviador, com lentes de cores modernas. A textura suave em relevo nas hastes de metal remete a tendências fortes nos acessórios do cenário fashion atual, como palha, ráfia e matelassê. Seguindo o padrão da grife, o lançamento tem uma frase estampada no interior da haste - “Flying high” (do inglês, “voando alto”). www.revistaview.com.br


C A R R E R A

6 0 0 0 / 6 0 0 2


C A R R E R AW O R L D . C O M


modelo AH9165

vitrine

Ana Hickmann

Becaclick

o que há de novo no mercado

0800 8889029 Orient Express é o tema da coleção de óculos da apresentadora de tevê e ex-modelo nesta temporada. O serviço de trens de luxo, cujo nome pode ser traduzido para o português como “Expresso do Oriente”, foi criado no final do século 19 e o primeiro da Europa a oferecer vagões-dormitório e vagões-restaurante em seus serviços no trajeto entre Paris e Constantinopla (hoje, Istambul). Os tons quentes das especiarias predominam nesta temporada, com destaque para os tons amadeirados, as estampas animais e outras referências daquela parte do mundo. O conceito Duo Fashion, com hastes que podem ser usadas dos dois lados, valoriza as peças com revestimentos de couro ecológico e aplicações de cristais Swarovski. Filosofia A apresentadora de tevê e ex-modelo assina sua coleção de armações de receituário e óculos solares há dez anos em parceria com a General Optical, hoje distribuída para mais de 30 países. modelo AH9155

modelo AH6194S

modelo AH9155

modelo AH9165

www.revistaview.com.br

agosto:setembro 2013 VIEW 133

43


INSPIRADOR ESTIMULANTE

INOVADOR

Mundial da Óptica

P A R I S


coluna do miguel

Pucci, um

estilo insuperável o óptico mais famoso do país

miguel giannini

dicas do óptico mais famoso do país

Divulgação

Fernanda Guedes

Cores e tons diferentes do habitual, estampas extravagantes, muita seda e solares enormes. Parece até que estou falando de algum jovem estilista que adora o verão tropical, certo? Errado. Quase tudo o que se tem na moda relacionado a essa tendência foi criada há mais de 60 anos por um nobre italiano, nascido em Nápoles e egresso da Força Aérea Italiana. Emilio Pucci foi e ainda é uma figura emblemática no panorama da moda internacional. Criou muitas estampas que se tornaram suas marcas registradas e várias delas deram o toque perfeito a óculos na década de 70 pela primeira vez, sendo cortejadas e imitadas em todo o mundo. Imensos como preconizava a moda, os solares Pucci eram inconfundíveis pela mistura de cores. Azuis turquesa e marinho, lilás metalizado, roxo escuro, fúcsia e verde intenso foram as tonalidades levadas para os solares (como a peça vintage da foto) a fim de tornar as mulheres mais coloridas nos meses de calor. E essas icônicas padronagens abstratas envolviam não apenas óculos, mas largas pantalonas, camisas, túnicas e macacões. Um estilo vibrante e chique que sobreviveu à sua morte, em 1992. O marquês Emilio Pucci viveu quase toda sua vida profissional na cidade de Florença e vestiu muitas divas do cinema no auge de Hollywood, de Marilyn Monroe a Sophia Loren, passando pela então primeira-dama norte-americana, Jacqueline Kennedy. Hoje, quando se vê nas ruas garotas com camisetas estampadas com cores inusitadas e misturadas, pode-se ter certeza que é herança do trabalho desse italiano, que começou a carreira por acaso, ao desenhar o primeiro modelo de roupa de esqui na neve para uma amiga.

positivo, operante! Quer conversar sobre esses e outros assuntos com Miguel Gianinni? Faça contato colunadomiguel@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br

agosto:setembro 2013 VIEW 133

45


editora da VIEW e maníaca por óculos

46

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Kriz Knack

andrea tavares

um outro olhar as impressões de andrea tavares

Grão de milho ou pipoca? Lá se vão uns 15 anos que a pipoca de micro-ondas tornou-se um produto largamente consumido por boa parte da população mundial. Ainda há quem permaneça fã da versão tradicional, mas não dá para negar a conveniência de um produto que requer apenas uns poucos minutos para ficar no ponto. Eu ainda espero o dia em que haja pipoca sem aquelas indesejáveis cascas de milho que frequentemente resolvem agredir as gengivas. Mas, por outro lado, a versão tradicional da pipoca me encanta por uma razão ímpar: a oportunidade de ver o milho se transformar em pipoca. Acho incrível o “susto” que os grãos de milho tomam quando são jogados na panela e depois, quando se levanta a tampa, lá está aquela avalanche de pipoca, branquinha, transbordando panela afora. Esse “fenômeno” de fazer pipoca sempre me remete a uma analogia que adoro e sempre gosto de ter comigo. Trata-se do ato de sair da zona de conforto. Sabe quando a gente passa muito tempo fazendo as mesmas coisas, agindo sob os mesmos padrões e/ou gostando das mesmas coisas? E essa sensação de mesmice acaba criando uma zona de conforto tão grande em nossa mente e em nossa rotina que muitas vezes nos negamos a ousar, a mudar qualquer aspecto. Afinal, se está dando certo assim, por que mexer, não é mesmo? Eu sou do contra, acho que é preciso mudar sempre! E mais: acho sensacional quando os grãos de milho, praticamente todos iguaizinhos, estouram e geram pipocas completamente diferentes umas das outras. Seguir o próprio caminho, estar consciente de suas escolhas e assumi-las é o mesmo que entrar como uma semente de milho igual a qualquer outra, se aventurar no óleo quente e transbordar pela panela feito uma pipoca linda, com a sua própria identidade, nem melhor, nem pior, apenas diferente uns dos outros. Até entender a “mecânica” da zona de conforto, achava que nada que carregasse a palavra “conforto” podia ser ruim. Sim, é natural, cada um de nós nasce com a sua cota de zona de conforto, mas o que não vale é instalar um reinado nela, porque aí a chance de se tornar uma bela pipoca fica cada vez menor. E conforme a zona de conforto vai diminuindo, o ser humano abre espaço para a criatividade, os bons sentimentos e naturalmente sente-se inspirado para revolucio-

nar vidas. Usando os termos que são tão caros a todos do mercado óptico, é o “ver a vida com novos olhos”! Há alguns anos, estabeleci um compromisso comigo de manter-me sempre alerta às dimensões da minha zona de conforto. É um exercício quase que diário e me esforço para perceber e seguir o conceito de que é preciso estar pronta para aventurar-me na panela de óleo quente, tal qual o grão de milho pronto para virar pipoca. Quem despertou minha atenção para esse tema foi o Papa Francisco. Acompanhei pela tevê parte de sua visita ao Brasil e valeu bastante ouvir suas palavras. Acho genial que um líder com projeção mundial como ele (religião à parte, vale dizer) oriente as pessoas - seja religiosos, leigos, jovens que participavam da Jornada Mundial da Juventude naquela semana no Rio de Janeiro ou até quem passava diante da tevê e resolver escutar um pouquinho - a saírem de seus domínios encastelados e de suas inércias convenientes para adotarem a proatividade e tomarem atitudes que reformem suas vidas e principalmente as vidas das pessoas com quem se relacionam e nas comunidades em que atuam. Fico por aqui compartilhando uma das mensagens do pontífice, com você, prezado leitor: a cultura da solidariedade é a que conduz a um mundo mais habitável e não a do individualismo. E “cultura da solidariedade é ver no outro não um concorrente ou um número, mas um irmão”. positivo, operante! Quer trocar ideias com Andrea Tavares? umoutrolhar@revistaview.com.br Rua Cônego Eugênio Leite 920 São Paulo/SP 05414-001

www.revistaview.com.br


foco

o espaço da indústria

Conexão celebridade

, como e porquê: do an qu , de on , m ue Q dos famosos a VIEW mostra flashes à redação e seus óculos enviados desta edição. durante a elaboração

A apresentadora Angélica: Evoke (Brazilian Lab) modelo Havana

O ator britânico Luke Evans: Police (Wilvale De Rigo) modelo V1789

O ator norte-americano Ryan Reynolds: Tom Ford (Marcolin) modelo Snowdon

A atriz londrina Mischa Barton: Lanvin (Wilvale De Rigo) modelo SLN512S

O cantor colombiano, astro na América Latina, Juanes: Marc Jacobs (Safilo) modelo MJ410S

O integrante da boy band norte-americana Backstreet Boys, AJ McLean: Polaroid Plus (Safilo) modelo PLP0103S

A cantora californiana Fergie, membro do Black Eyed Peas: Lanvin (Wilvale De Rigo) modelo SLN509S

48

VIEW 133

agosto:setembro 2013

A atriz Luana Piovani: Evoke (Brazilian Lab) modelo On the rocks

Divulgação

O ator norte-americano Neil Patrick Harris, um dos astros da série How I met your mother: Premium Polaroid (Safilo) modelo X8311S


VI SI TENOSNAFEI RA SUNGLASSESBUSI NESS2 0 1 3

/ l u x x b r a s i l @l u x x b r a s i l


foco

o espaço da indústria

James Hunt (à esquerda) e Niki Lauda (abaixo): Carrera no rosto dos pilotos que protagonizaram uma das mais emocionantes temporadas da história da Fórmula 1

1986: a campanha de Carrera com Niki Lauda

telona com a A história de uma das temporadas mais emocionantes do esporte é tema de Rush - No limite da emoção, filme que chega às telas dos cinemas brasileiro em 13 de setembro e relata a disputa pelo título de 1976 entre os pilotos Niki Lauda e James Hunt. Os óculos da marca que tem a velocidade em seu DNA também fazem parte dessa história. Em 53 anos de existência, a Fórmula 1 já rendeu muitas rivalidades entre seus pilotos. As mais recentes estão frescas na memória dos fãs dessa categoria do automobilismo que desfruta de projeção mundial. Muita gente assistiu às disputas entre o brasileiro Ayrton Senna e francês Alain Prost nos anos 80 e também acompanha hoje o confronto entre o alemão Sebastian Vettel e o finlandês Kimi Räikkönen pelo topo do campeonato. Mas há uma rivalidade na década de 70 que inflamou as pistas e chega agora ao cinema tendo os óculos da Carrera, marca do portfólio da Safilo, como astros convidados. Rush - No limite da emoção leva às telas o glamouroso e milionário universo da Fórmula 1, retratando a relação entre o piloto austríaco Niki Lauda

50

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Fórmula 1 (Ferrari) e o corredor britânico James Hunt (Mc Laren). O ano é 1976. O brilhante e perfeccionista Lauda havia vencido cinco provas e lidera o mundial daquele ano com folga em relação ao segundo colocado, o carismático playboy Hunt, quando sofre um sério acidente, no circuito alemão de Nurburgring, que causa queimaduras graves em seu rosto e a inalação de gases tóxicos. Apesar da gravidade, Lauda ausentou-se das pistas por apenas duas provas e volta para correr o grande prêmio da Itália, em Monza, ainda com bandagens no rosto. Dali em diante, Lauda e Hunt disputaram o título corrida por corrida e, ao final do Mundial, no Japão, Hunt sagrou-se campeão por apenas um ponto de vantagem. Dirigido pelo cineasta norte-americano Ron Howard (Apollo 13 e Uma mente brilhante) com o alemão Daniel Bruhl como Niki Lauda (Adeus, Lênin e Bastardos inglórios) e o australiano Chris Hemsworth (Os vingadores e Thor) como James Hunt, Rush - No limite da emoção estreia em 13 de setembro. Segundo Howard, “Lauda e Hunt eram astros do rock nas pistas: dois profissionais no topo de suas carreiras, em uma época em que sexo era seguro, dirigir era perigoso e tudo era liberado”. E quando o assunto são óculos em Rush, a arte imita a vida. Tal qual na “vida real”, o personagem de Niki Lauda usa o mesmo modelo Carrera 80 - Lauda, diga-se de passagem, também foi garoto-propaganda da grife de óculos na década de 80. A escolha para o personagem de James Hunt foi o Carrera Speedway e para Marlene Lauda, a mulher do piloto austríaco (interpretada por Alexandra Maria Lara), o modelo Carrera 16.

www.revistaview.com.br

Divulgação

Carrera na


foco

o espaço da indústria

Astro é rosto da

Gucci

James Franco: o making of e a campanha já pronta, com a “assinatura visual” de Mert Atlas e Marcus Piggott

A casa de moda italiana elegeu o ator norte-americano James Franco como o rosto de sua linha masculina e também para a linha de óculos, que é produzida e distribuída mundialmente pela Safilo. Ator de filmes como 127 horas e Comer, rezar, amar, Franco também atua como roteirista, diretor e produtor. Na campanha produzida pela top dupla Mert e Marcus, formada pelo turco Mert Alas e o galês Marcus Piggott, usa o solar Gucci Bamboo, uma das apostas da grife para esta temporada. A VIEW apresentou o Gucci Bamboo na seção Vitrine da edição 131.

Mormaii 3.0: empresa catarinense aposta no conceito de “faça você mesmo”

O novo projeto da Mormaii, batizado de “Mormaii 3.0”, aposta no conceito de “faça você mesmo” ao oferecer a customização de óculos online diretamente ao consumidor. No site mormaiisunglasses.com.br/lab/trespontozero, o internauta começa o processo de escolha entre dois modelos: o Joaca, com ares de surfista, e o Snapper, com uma pegada mais urbana. A partir daí, escolhe as cores da armação e das hastes, define o tipo de logo e a inscrição na lente (o nome, por exemplo, ou outro registro de sua preferência) e também opta por incluir ou não grafismos. O valor final da peça fica entre R$ 299 e R$ 399. Até o final de julho, o site contabilizava uma média de 15 mil visitas mensais e já havia comercializado mais de 3,5 mil óculos.

52

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Divulgação

Mormaii investe em customização online


foco

o espaço da indústria

Di Ferrero: o vocalista do NX Zero em duas versões da nova campanha

Arnette contrata NX Zero A marca californiana de perfil esportivo que integra o portfólio da Luxottica tem, pela primeira vez, uma comunicação exclusiva para o Brasil. Os novos rostos são os dos músicos da banda de rock NX Zero que, além de estrelarem a campanha, testemunharão sobre a sua experiência em uma série online de três episódios, que será produzida durante um pocket show (do inglês, “show de bolso”) para fãs.

Brevil com PFO Global 54

VIEW 133

agosto:setembro 2013

dolf Suter, essidente da PFO Global, Ru pre o 3, 201 tica ióp Ab po . A empresa norDurante a Ex ntar para os ópticos locais ese apr se e er hec con a tima (veja VIEW teve no Brasil par estre a empresa de lentes Op sem iro me pri no iu uir te-americana adq asil fica a cargo da Brevil. ), cuja representação no Br sileiro. Além dis130 em A óptica no mundo chegarão ao mercado bra tos du pro vos no ão, fus ercializados preCom a nova técnica dos produtos com a nci istê ass a a tod irá da Brevil com so, a PFO assum o da PFO com a Brevil e ent am on aci rel “O a. tim á”, explicou viamente pela Op confiança e isso não mudar em e bas com to fei é s iro os clientes brasile viço da qualidaRudolf Suter. estir em tecnologia a ser inv r po ida hec on rec é al ializados em solo A PFO Glob continuarão a ser comerc os viç ser e tos du pro s Optima. Agora, de de visão. Seu rria com os produtos da oco tes an o com l, evi Br te em telas dibrasileiro pela e barram a luz azul, presen (qu at Co u iBl o ent tam ser combinadas lentes com o tra tadores e tablets) poderão pu com , nes pho art sm de gitais como as desenvolvida pela PFO. culo free form ProFitCalc, com as tecnologias de cál

Divulgação

Making of: as fotos foram feitas em abril, em São Paulo

www.revistaview.com.br


foco

o espaço da indústria

Envision: campanha da Ray-Ban valoriza as lentes e se consagra em Cannes

Ray-Ban: prêmios em Cannes A versão 2013 da Never hide (do inglês, “nunca se esconda”), campanha publicitária da Ray-Ban, valeu três Leões de Ouro à Luxottica na 60ª edição do célebre Festival internacional de criatividade de Cannes, que ocorreu de 16 a 22 de junho no balneário francês. A cidade californiana de Los Angeles é o cenário em que seis personagens em diferentes situações personificam o espírito Never hide. A campanha foi clicada pelo fotógrafo texano Mark Seliger, consagrado pelas mais de 100 capas produzidas para a revista de música Rolling Stone, e o figurino ficou por conta da norte-americana Colleen Atwood, três vezes vencedora do Oscar (Alice no país das maravilhas, em 2010; Memórias de uma gueixa, em 2005 e Chicago, em 2002). Além disso, a nova campanha também promove de forma inédita as lentes ao usar o slogan “Envision” (do inglês, algo como “conferir visão a”), remetendo às origens da grife de óculos, criada em 1937 sob encomenda para a Força Aérea dos Estados Unidos, que precisava de óculos para proteger os olhos de seus pilotos. Os óculos de quatro das seis imagens da campanha exibem um tipo de lente diferente e os dois outros destacam as matériasprimas das armações de receituário.

56

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


WWW.ARNETTE.COM


economia & mercado

números e caminhos do setor óptico

O Top 50 do varejo norte-americano Em 2012, o varejo óptico norteamericano movimentou US$ 30,2 bilhões, com um crescimento de 8,5% em relação ao ano anterior, segundo o Conselho norte-americano da Visão, o The Vision Council. E as 50 maiores redes do país respondem por um quarto desse total, como indica a edição 2013 da pesquisa VM Top 50 U.S. Optical Retailers, realizada pelo Vision Monday, publicação da Jobson Publishing. O movimento das ópticas que compõem o Top 50 foi de US$ 8 bilhões no ano passado, revelando que o varejo local segue seu ritmo lento de crescimento, porém constante. Confira essa estatística em detalhes

Texto Andrea Tavares

Conforme a economia norte-americana vai se recuperando, mesmo que lentamente, o varejo óptico do país registrou mais um ano positivo. A evolução é lenta, mas constante, alimentada, em parte, pelo desempenho das 50 maiores redes. Segundo as pesquisas do VisionWatch, do The Vision Council, o Conselho Norte-americano da Visão, a entidade de óptica número um dos Estados Unidos, o ano de 2012 registrou um crescimento de 5,8% em relação ao ano anterior na venda de produtos e serviços relacionados à visão no varejo óptico, perfazendo US$ 30,287 milhões, diante de US$ 28,624 milhões de 2011. As 50 maiores redes de óptica dos Estados Unidos, que atuam sob vários nomes fantasia, correspondem a 26,6% desse total, totalizando US$ 8.064,9 milhões, de acordo com a versão 2013 do VM Top 50 U.S. Optical Retailers, pesquisa realizada pelo jornal Vision Monday, editado pela Jobson Publishing. E a tendência é que, para o próximo ano, os números sigam positivos, já que muitas dessas redes têm reportado a abertura de novos pontos de venda e crescimento nas vendas em 2013. O número de lojas também cresceu: em 31 de dezembro, as redes do Top 50 operavam um total estimado de 10.041 unidades.

nesta e nas próximas páginas.

58

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


2012 2011 Rede

Vendas em 2012

Vendas em 2011

Pontos Pontos Nome fantasia e outras observações de venda de venda (US$ milhões) (US$ milhões) em 2012 em 2011

1

1

Luxottica Retail

2.395,0*

2.315,0**

2.524

2.587

Vendas estimadas incluem receita e total de lojas de cada marca nos Estados Unidos: LensCrafters (888 lojas), Pearle Vision (557 lojas: 201 próprias e 356 franquias), Sears Optical (701 lojas), Target Optical (331 lojas), Ilori (21 lojas), Optical Shop of Aspen (18 lojas) e Oliver Peoples (8 lojas). O total de vendas e lojas de 2011 foram revisados a fim de retratar os números dos Estados Unidos

2

2

Wal-Mart Stores

1.450,8*

1.426,2**

3.149*

3.103

Walmart Vision Centers (2.610 lojas próprias*), Sam’s Club Optical (539 lojas*). O total de lojas e vendas referentes a 2011 foram revisados.

3

3

Visionworks of America (anteriormente, HVHC Retail Group)

760,1

729,2

586

557

Visionworks (420 lojas), Empire Vision Centers (52 lojas), Hour Eyes (26 lojas), Dr’s ValuVision (18 lojas), Cambridge Eye Doctors (16 lojas), Eye DRx (15 lojas), Davis Vision (14 lojas), Dr Bizer’s VisionWorld (10 lojas), Vision World (em Rhode Island, 5 lojas), Dr Bizer’s ValuVision (4 lojas), EyeMasters (3 lojas) e Total Vision Care (3 lojas)

4

4

National Vision

717,5*

685,0*

715

682

America’s Best Contacts & Eyeglasses (339 lojas), The Vision Center (Walmart, 227 lojas), Eyeglass World (68 lojas), Vista Optical (Fred Meyer, 31 lojas), National Vision (48 lojas para militares) e outros (2 lojas)

5

5

Costco Wholesale

696,0

628,0

437

419

Costco Optical

6

6

Refac Optical Group

216,2

225,0

724

688

J.C.Penney Optical, BJ’s Optical, The Bay Optical, Macy’s Optical, Boscov’s The Optical Shop at Meijer e U.S. Vision

7

7

Eyemart Express

197,0

180,0

141

135

Dr. Barnes’ Eyemart Express

8

8

Cohen’s Fashion Optical

142,0

137,0

124

121

Vendas incluem a receita tanto de lojas próprias como das unidades franqueadas

9

9

For Eyes - Insight Optical Mfg.

115,0*

110,0*

140*

140*

For Eyes Optical

10

10

Texas State Optical

95,5*

98,3*

122

126

Grupo de ópticas independentes

11

14

American Optical Services

94,8

61,2

97

73

The Eye Gallery (10 lojas) e Acquired Eyear One Hour Optical (5 lojas) em 2012

12

11

Shopko Stores Operating

90,0

86,0

139

138

Shopko Eyecare Center (132 lojas), Shopko Hometown Eyecare Center (5 lojas) e Shopko Express Eyecare Center (2 lojas)

13

12

Emerging Vision

87,3

85,7

122

125

Vendas incluem a receita tanto de lojas próprias como das unidades franqueadas. Sterling Optical (12 lojas próprias e 71 franquias), Site for Sore Eyes, Singer Specs e Kindy Optical

14

16

MyEyeDr/Capital Vision Services

75,0

55,0

41

39

MyEyeDr

15

13

Eyecarecenter, OD PA****

70,9

70,5

55

55

Vendas incluem a receita de 25 lojas próprias e 30 franquias. Aquisição da Eyecarecenter Superoptics em maio de 2012

16

17

Clarkson Eyecare

62,7

52,9

60

53

17

15

Henry Ford Optimeyes

61,5

57,0

17

17

18

20

SVS Vision

55,0

50,0

59

56

19

19

Nationwide Vision

53,5

50,6

66

64

20

18

Luxury Optical Holdings

49,4

50,8

47

47

Morgenthal Frederics, Optica e Davante. Aquisição da Optic Masters em 2012

21

21

Doctors Vision Center, OD PA****

43,5

41,7

41

42

Vendas incluem a receita de 19 lojas próprias e 22 franquias

Henry Ford Optimeyes e Henry Ford Optimeyes Super Vision Center

Fonte: VM Top 50 2013 U.S. Optical retailers do jornal Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

*: dados estimados pelo Vision Monday **: Os totais de 2011 são diferentes do publicado na pesquisa do ano passado (ver VIEW 123), já que os números variam ano a ano por conta da consolidação dos valores e de outros fatores ***: o “N” indica que essa rede não figurava na lista do ano anterior. ****: a sigla “OD PA” indica que é uma clínica de profissionais de optometria que operam em sociedade. *****: a sigla “PA” indica que é um grupo de profissionais que operam em sociedade. Obs. 1: o total de cada rede inclui as vendas de produtos, os serviços de profissionais e a receita com os benefícios dos planos de saúde. As vendas dos Estados Unidos abrangem também as de Porto Rico. Obs. 2: quando há redes com valores iguais de vendas, o desempate se dá pelo total de pontos de venda - quanto menos lojas, maior faturamento por unidade, consequente, posição melhor no ranking. agosto:setembro 2013 VIEW 133

59


economia & mercado

números e caminhos do setor óptico

2012 2011 Rede

Vendas em 2012

Vendas em 2011

Pontos Pontos Nome fantasia e outras observações de venda de venda (US$ milhões) (US$ milhões) em 2012 em 2011

22

22

Eye Care Associates, OD PA****

40,0

36,3

24

21

23

28

Macarius & Daniel

37,0

23,0

27

18

Stanton Optical

24

23

NuCrown

35,2

32,6

27

26

Crown Vision Center

25

N***

OptiCare Eye Health Centers

31,5

31,9

18

18

Anteriormente propriedade da Refac. Aquisição da The Eye Center em dezembro de 2012

26

24

Allegany Optical

30,8

28,7

25

25

Allegany Optical (17 lojas) e National Optometry

27

26

Eye Doctor’s Optical Outlets, PA*****

28,1

25,9

42

42

Optical Outlets

28

27

Today’s Vision Licensing Corp.

27,9

25,5

40

39

Grupo de ópticas independentes

29

25

Rx Optical

27,0*

26,4*

49

48

Receita de 48 lojas próprias e 1 unidade arrendada em loja de departamento

30

29

SEE

26,0

23,0

27

24

31

30

Wisconsin Vision

23,0

22,6

27

27

32

40

Partners In Vision

17,8

10,6

52

42

33

32

City Optical Co.

17,0*

15,8*

20

20

Dr. Tavel Family Eyecare (17 lojas) e Vision Values

34

31

Standard Optical

15,5

17,5

18

18

Standard Optical e Opticare of Utah

35

N*** Houston Eye Associates

15,5

N***

24

N***

36

33

Rosin Eyecare

15,0*

14,0*

19

17

37

36

Spex

15,0*

12,0*

21

16

38

34

The Hour Glass

13,6

13,6

13

11

The Hour Glass, The Hour Glass of Albany e South East Eye Specialist

39

37

Horizon Eyecare

11,7*

11,7*

6

6

Sede em Charlotte, Carolina do Norte

40

39

J.A.K. Enterprises

11,7*

11,0*

19

19

Bard Optical

41

N***

Coco Lunette Holding

11,2

N***

10

N***

42

35

Accurate Optical

11,1

12,3

14

14

Accurate Optical (8 lojas) e H. Rubin Vision Centers

43

41

See Center - Group Health

10,6*

10,4*

12

12

The See Center

Wisconsin Vision e Heartland Vision

Edward Beiner Purveyor of Fine Eyewear

44

42

Midwest Vision Centers

10,2

10,0

20

20

Taft Optical

45

38

Sunland Optical Co.

10,2

11,3

30

31

Todas as unidades estão em bases militares

46

N***

Mackee Enterprises

10,0

N***

8

N***

47

43

Thoma & Sutton Eye-Care Professionals

9,9

9,7

20

20

48

46

Europtics

8,2

8,0

6

4

49

47

Voorthuis Opticians

8,0

8,0

7

7

50

48

Optyx

7,5*

7,5*

10

11

Total

US$ 8.064,9*

US$ 7.654,4

10.041*

9.823

Brooklyn Optical, Chinatown Optical, Flushing Optical, Hunter Vision Center, MK Vision Center, MK2 Optical, Mott Street Optical e Universal Optical Thoma & Sutton

Fonte: VM Top 50 2013 U.S. Optical retailers do jornal Vision Monday, publicação da Jobson Publishing.

*: dados estimados pelo Vision Monday **: Os totais de 2011 são diferentes do publicado na pesquisa do ano passado (ver VIEW 123), já que os números variam ano a ano por conta da consolidação dos valores e de outros fatores ***: o “N” indica que essa rede não figurava na lista do ano anterior. ****: a sigla “OD PA” indica que é uma clínica de profissionais de optometria que operam em sociedade. *****: a sigla “PA” indica que é um grupo de profissionais que operam em sociedade. Obs. 1: o total de cada rede inclui as vendas de produtos, os serviços de profissionais e a receita com os benefícios dos planos de saúde. As vendas dos Estados Unidos abrangem também as de Porto Rico. Obs. 2: quando há redes com valores iguais de vendas, o desempate se dá pelo total de pontos de venda - quanto menos lojas, maior faturamento por unidade, consequente, posição melhor no ranking.

60

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


As lentes Transitions® se adaptam automaticamente aos ambientes, permitindo que só a quantidade certa de luminosidade chegue aos olhos. As lentes são transparentes em ambientes internos e escuras em ambientes com incidência de raios UV. Ofereça aos seus clientes a oportunidade de ver a vida da maneira como ela deve ser vista. Ou, quem sabe, até melhor. Veja o melhor da vida em transitions.com.br.

Transitions e o “Swirl” são marcas registradas da Transitions Optical, Inc. ©2012 Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela exposição aos raios UV, temperatura ambiente e material das lentes. Imagem meramente ilustrativa.


Silmo, Texto Graziela Canella Imagens Andrea Tavares e Divulgação

A edição 2013 do salão de óptica parisiense tem como perspectiva turbinar os investimentos de visitantes e expositores - mas a capital francesa oferece muito mais. Nesta edição, mais uma vez a VIEW reúne dicas para aproveitar a viagem, nos negócios e nas horas livres.


trabalho e lazer em Paris Quem já foi, quer voltar

No Brasil

Silmo 2013 Mondial de l’Optique

Para aqueles que ainda não planejaram a viagem, o Silmo mais uma vez reúne dicas preciosas em seu site oficial na versão em inglês (en.silmoparis.com). No canal Practical infos - Organize your stay, há uma lista de parcerias do evento para descontos em passagens aéreas e estadia, sugestões de passeios e compras e até orientações para obtenção de visto. Para brasileiros, vale conferir os valores promocionais nas passagens aéreas da Air France e da KLM. De acordo com o site, as tarifas valem para embarques entre 21 de setembro e 4 de outubro - basta fazer as reservas em www.airfrance-globalmeetings.com, preenchendo o campo ID com o código “19138AF”. Outra parceria que o evento mantém há algumas edições é com a empresa WiP (Welcome in Paris), que oferece descontos em vários hotéis conveniados sem cobrança de taxas. O canal ainda sugere uma visita ao site Le Nouveau Paris (www.newparis-ile-de-france.co.uk), roteiro digital com agenda de eventos, listas de museus, espetáculos e passeios.

26 a 29 de setembro Paris-Nord Villepinte, hall 5A-6, Parc des Expositions, 95970 Roissy, tel. 01 40 68 22 22, estação Parc de Expositions, www.viparis.com www.silmo.fr

Com alto índice de aprovação, a próxima edição do Silmo Mondial de l’Optique chega em setembro para reforçar seu posicionamento como uma das mais importantes plataformas de negócios do segmento óptico internacional. O foco principal da feira neste momento, segundo os organizadores, é maximizar o retorno do investimento de expositores e visitantes. O objetivo partiu de uma pesquisa com os próprios participantes em 2012 - foram 34.696 profissionais, dos quais 54% vieram de outros países e 70% têm poder de decisão na escolha de produtos e serviços. A grande maioria respondeu que ficou satisfeita com os contatos, os simpósios e o contato com novos produtos - do total, 82% afirmaram que voltariam em 2013. Este ano, o espaço de 80 mil metros quadrados que abrange dois salões do Paris-Nord Villepinte recebe 950 expositores com mais de 1.350 marcas. Além disso, dá continuidade a eventos consagrados como a premiação Silmo d’Or e os simpósios Silmo Academy, que oferecem aprimoramento em diversas áreas como tecnologia, varejo, óptica e oftalmologia.

No Silmo Horários de funcionamento A feira vai de 26 e 29 de setembro, de quinta-feira a domingo (9h às 18h30). As conferências do Silmo Academy ocorrem em diversos horários, de quinta-feira a sábado, divididas em dois blocos: Scientific Symposium (para profissionais da saúde e oftalmologia) e Technical Workshops (para ópticos). A programação completa e as fichas de inscrição online estão na página en.silmoparis.com/Visitors/Silmo-Academy. agosto:setembro 2013 VIEW 133

63


calendário Paris para ópticos

No Silmo Como chegar O centro de exposições Paris-Nord Villepinte fica a 25 quilômetros ao nordeste de Paris, a apenas dez minutos do aeroporto internacional Charles de Gaulle, e a distância requer planejamento para otimizar a ida à feira durante os quatro dias, já que a maioria dos visitantes prefere se hospedar na região central, mais próxima de pontos turísticos, restaurantes, lojas e museus. Uma das opções sugeridas pela organização é o serviço gratuito de ônibus executivos da própria feira, com saídas da estação de metrô de Porte Maillot e do aeroporto Charles de Gaulle. De Porte Maillot, no Boulevard Pershing, os ônibus saem entre 8h e 15h; do aeroporto, as saídas são a cada 30 minutos, entre 8h30 e 12h30, passando pelo desembarque do terminal 1 (portão 8), terminal 2A (portão 8), terminal 2D (portão 8) e terminal 2F (portão 6). Já os ônibus que saem do Silmo começam a circular às 15h com destino ao aeroporto e às 16h com destino a Porte Maillot e circulam até as 20h. Na sexta-feira e no domingo, há saídas até a meia-noite, somente com destino a Porte Maillot. Os congestionamentos rumo ao centro de Paris podem fazer do serviço oferecido pela feira uma opção um tanto cansativa a partir dos finais de tarde. Diante disso, o transporte público torna-se uma boa alternativa. Há uma estação em Paris-Nord Villepinte, a Parc des Expositions,

que dá acesso direto aos pavilhões - o trajeto até ali partindo da região central de Paris, estação Châtelet, dura cerca de 30 minutos. Um tíquete avulso, chamado “t+”, custa € 1,70, enquanto o carnê com 10 unidades sai por € 13,30 - o que baixa a tarifa para € 1,33. É possível usar o mesmo bilhete em diferentes conexões por até 90 minutos incluindo metrô, ônibus, bondes e trens. Outra opção é obter o cartão Navigo Découverte, que substituiu a antiga Carte Orange em janeiro e é uma boa alternativa para quem planeja fazer várias viagens em um curto período. Custa € 5, sem créditos. Uma carga válida para uma semana, entre as zonas 1 e 4, onde fica o metrô Parc des Expositions, custa € 31,05. De táxi, a corrida da região de Saint-Germain-des-Prés, no centro de Paris, até o centro de exposições pode custar em média € 46 e demora cerca de 40 minutos. Além de ser a opção mais cara, nem sempre é fácil encontrar táxis em determinados bairros. Nesse caso, uma alternativa é contatar empresas como a Les Taxis Bleus, que atende 24h por telefone (número 3609), internet (www.taxis-bleus.com) ou por meio do aplicativo disponível (em inglês) para iPhone, Android e Windows Phone.

www: Silmo virtual

www.silmoparis.com www.twitter.com/silmoparis www.facebook.com/silmoparis www.youtube.com/linkbysilmo

The Weather Channel:

Em Paris No celular O smartphone pode ser a ferramenta mais útil para quem está longe de casa. Hoje em dia, é possível negociar com as operadoras do Brasil pacotes de tarifas mais baratas para o roaming internacional ou usar chips prépagos das companhias telefônicas locais com tarifas acessíveis de chamadas de longa distância. Além disso, a grande vantagem são os aplicativos, que oferecem inúmeras facilidades como encontrar táxis, traduzir frases, fazer reservas, realizar vídeochamadas com o Brasil e até mesmo buscar informações históricas sobre os pontos turísticos, entre outras. A VIEW destaca algumas, mas com o simples digitar da palavra “Paris” nas lojas de aplicativos dos aparelhos, surgem uma infinidade de opções. Vale se dedicar alguns minutos para escolher os mais adequados. 64

VIEW 133

agosto:setembro 2013

ideal para checar as temperaturas hora a hora, diária, das próximas 36 horas e de dez dias à frente da cidade que se deseja, bastando apenas configurar os locais no campo “locations”. Vale lembrar que o aplicativo precisa de conexão à internet. Versões para iPhone e iPad. GRÁTIS.

“No celular” continua >>> www.revistaview.com.br


calendário Paris para ópticos

No celular Silmo: o salão francês conta com seu próprio aplicativo, que oferece a lista de expositores, o roteiro de palestras do Silmo Academy, links com redes sociais e também funciona como agenda digital. Em inglês. GRÁTIS.

Paris2Go: guia de viagem para iPhone, iPad e iPod Touch que dispensa conexão à internet, incluindo informações históricas detalhadas e curiosidades sobre os principais pontos turísticos, além de um mapa em alta qualidade de toda a cidade, com sistema de busca por nomes de ruas.

Paris Then and Now: usa o conceito

Paladar: Paris é a primeira cidade que ganha um aplicativo com um guia gastronômico para lá de completo no caderno de gastronomia do jornal O Estado de São Paulo. Dicas de restaurantes classificados por estilos, chefs do momento, calculador de gorjetas, glossário etc. Em português. GRÁTIS.

GRATUITO NA VERSÃO ANDROID E CUSTA US$ 1,99 PARA IOS, PARA

O SISTEMA OPERACIONAL

APPLE.

Centre Commercial

Onde comprar Nem só de Chanel, Dior e Louis Vuitton se faz a moda francesa. Para quem busca uma experiência de compras genuinamente parisiense, a cidade reserva muito mais do que se vê em um passeio pelas vitrines luxuosas da Avenida Champs-Elysées.

Paris M&M: guia de museus e monumentos da cidade, além das exposições temporárias. Em inglês. GRÁTIS.

de realidade aumentada para mostrar fotos antigas sobrepostas à imagem da câmera do smartphone, mesclando passado e presente e informações históricas em mais de dois mil pontos da cidade.

DA

a versão parisiense do utilíssimo guia funciona offline e conta com atrações da cidade e ótimas dicas gastronômicas. Para iPhone, iPad e iPod Touch.

Nessa linha também se destaca a loja multimarcas inaugurada em 2010 que oferece roupas e acessórios dos mais novos e festejados designers franceses - como Valentine Gauthier e Christine Phung. 2 RUE DE MARSEILLE, METRÔ BONSERGENT OU RÉPUBLIQUE, 01 42 02 26 08 TERÇA-FEIRA A SÁBADO (11H30 ÀS 20H), DOMINGO (14H ÀS 19H) E SEGUNDA-FEIRA (13H ÀS 19H30) WWW.CENTRECOMMERCIAL.CC TEL.

L’Eclaireur Uma das melhores lojas-conceito da capital. Boutique multimarcas que reúne criações dos estilistas mais criativos da atualidade - foi a primeira a apresentar em Paris marcas como Dries Van Noten e Ann Demeulemeester. OU

40 RUE DE SÉVIGNÉ, METRÔ SAINT-PAUL CHEMIN VERT, TEL. 01 48 87 10 22 SEGUNDA-FEIRA A SÁBADO, 11H ÀS 19H WWW.LECLAIREUR.COM

“Onde comprar” continua >>> 66

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br

Trendland

SpeakEasyFrench: na versão gratuita (Lite), é uma dos inúmeros aplicativos úteis para quem não fala francês, com frases traduzidas em diferentes situações e áudio com a pronúncia correta.

TimeOut Paris:

Another face in the crowd

AroundMe: aplicativo gratuito para iOS e Android que utiliza o GPS para indicar o que há nas proximidades, como farmácias, restaurantes e caixas eletrônicos.

Paris Metro: aplicativo para iPhone, iPad e iPod Touch destinado a simplificar e planejar trajetos pelo complexo sistema de metrô da cidade de Paris.


THIN&HARD TRIVEX® TRANSITIONS® ULTRAX TRIVEX® TRANSITIONS®

LENTES ACABADAS TRIVEX TRANSITIONS. RESISTÊNCIA, QUALIDADE E PRATICIDADE. Resistentes a impacto e tensão, as lentes HOYA Trivex Transitions são ideais para armações três peças (ball grife) e fio de nylon, além de possuir garantia de dois anos contra quebras e trincas. As lentes HOYA Trivex Transitions são as únicas que combinam alta resistência com excelente qualidade óptica, além da tecnologia fotossensível desenvolvida exclusivamente pela Transitions. Transitions e o “Swirl” são marcas registradas da Transitions Optical, Inc. ©2012 Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela exposição aos raios UV, temperatura ambiente e material das lentes. Imagens meramente ilustrativas. Trivex é marca registrada da PPG Industries Ohio, Inc.


Mode and the city

Paris para ópticos

onde comprar

Mlle H17

calendário

la Boutique louise Opção menos minimalista, espaço ao mesmo tempo charmoso, moderno e retrô que leva o nome da avó de uma das donas e reúne acessórios, bijuterias e objetos de decoração, com estampas delicadas de cupcakes e macarons.

Pop market Loja da qual é quase impossível sair sem comprar nada nas prateleiras, há itens de papelaria, miniaturas, bijuterias, livros, cartões postais e outros itens bons para presentear.

32 RuE du dRaGon, mEtRô Saint-SulPicE ou Saint-GERmain-dES-PRèS, tEl. 01 45 59 07 92 tERça-fEiRa a SáBado (11h àS 19h30) E SEGunda-fEiRa (14h àS 19h30) www.laBoutiQuEdElouiSE.com

Love in the city of lights

ofr. Eleita uma das 50 melhores atrações de Paris pela revista Time Out, é parada obrigatória para quem aprecia revistas de moda e arte contemporânea, além de livros, fotos e acessórios de moda. O local, mix de livraria e boutique, também recebe exposições periódicas. 20 RuE duPEtit-thouaRS, tEl. 01 42 45 72 88 SEGunda-fEiRa a SáBado

(10h

àS

20h)

E dominGo

(14h

àS

19h)

www.ofRSyStEm.com

Breizh café

onde comer Uma viagem a Paris não é completa sem uma incursão aos hábitos gastronômicos dos franceses.

chez l'ami Jean O bistrô é outro estabelecimento tipicamente francês, com refeições honestas a preços fixos. Uma ótima opção é o simpático Chez L’Ami Jean, do chef Stéphane Jégo, com menu repleto de clássicos como lula grelhada, ratatouille e vitela, além dos pães artesanais de Jean-Luc Poujauran. 27 RuE malaR, mEtRô invalidES ou la touR mauBouRG, tEl. 01 47 05 86 89 tERça-fEiRa a SáBado (12h àS 14h E 19h àS 22h). PRatoS PoR € 20 www.amiJEan.Eu Food Snob Blog

Relais d’Entrecôte Há ainda outro prato típico da França, o entrecôte, isto é, o filé servido com fritas - especialidade do Relais d’Entrecôte. Um dos raros restaurantes parisienses que dispensa reservas, o local serve filés com receita secreta de molho e ainda oferece “refil” de carne e fritas aos mais famintos. 20 RuE Saint-BEnoit, mEtRô Saint GERmain dES PRéS, 01 45 49 16 00 SEGunda-fEiRa a SExta-fEiRa (12 àS 14h30 E 19h àS 23h) E SáBado (12h àS 15h E 19h àS 23h). PRatoS dE € 25 a € 30 www.RElaiSEntREcotE.fR tEl.

YSK

68

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Uma das manias locais é o crepe - e um dos melhores endereços da iguaria é o Breizh Café, que oferece um cardápio de cidras artesanais, frutos do mar e pratos criativos ao lado dos crepes de ingredientes nobres. Destaque para o crepe doce com recheio do top chocolate amargo Valrhona. 109 RuE viEillE du tEmPlE, mEtRô Saint-SéBaStiEn fRoiSSaRt, tEl. 0 1 42 72 13 77 QuaRta-fEiRa a SáBado (12h àS 22h) E dominGo (12 àS 23h). PRatoS www.BREizhcafE.com EntRE € 14 E € 25 Lieselotbxl

chez casimir Outro bistrô com cardápio tipicamente francês é o Chez Casimir - que ainda serve a melhor seleção de queijos da cidade, segundo especialistas. 6

BElzuncE, PoiSSonnièRE, tEl. 01 48 78 28 80 SEGunda-fEiRa a SExta-fEiRa (12h àS 14h30 E 19h àS 23h), RuE dE

mEtRô

SáBado E dominGo

(10h àS 19h). PRatoS EntRE €20 E €30

Tom Douglas

50 RuE Bichat, mEtRô GoncouRt, tEl. 09 52 79 96 86 tERça-fEiRa a SáBado (10h30 àS 19h30) E dominGo (14h àS 19h). fEcha SEGunda-fEiRa www.PoPmaRkEt.fR


calendário Paris para ópticos

onde ir Um passeio por todos os pontos turísticos de Paris demanda tempo e planejamento, pois são muitas as atrações.

Paris Pass

Bateau mouche

Para quem pretende otimizar o tempo livre, é bom considerar os pacotes de agências ou ainda adquirir uma das modalidades do Paris Pass, que inclui entrada livre com descontos em quase 60 museus e monumentos, sem filas, e ainda permite a aquisição de pacotes extras de transporte e passeios extras, que incluem até degustação de vinhos. É possível fazer reservas pelo site.

Uma excursão de barco pelo Rio Sena, nos famosos Bateaux Mouches, com saídas próximo à Torre Eiffel, também permite encurtar distâncias e ver a cidade por um ângulo diferente, por €12,50.

EntREE 4, GRand REx cinEma, 35 PoiSSonniERE, mEtRô BonnE nouvEllE SEGunda-fEiRa a SExtafEiRa (10h àS 16h30), SáBado, dominGo E fERiado (10h àS 12h30) www.PaRiSPaSS.com RuE

museu do louvre mEtRô

louvRE-Rivoli, tEl. 01 40 20 53 17 até 21h45 (QuaRta-fEiRa E

fEcha tERça-fEiRa.

diaRiamEntE (9h SExta-fEiRa)

àS

18h),

www.louvRE.fR

torre Eiffel, museu do louvre e arco do triunfo No topo da lista de endereços imperdíveis, estão a própria Torre Eiffel, o Museu do Louvre, o Arco do Triunfo e a Catedral de Notre Dame, que recebem anualmente cerca de 20 milhões de turistas.

catedral de notre dame Parada mais obrigatória ainda em 2013, já que comemora o jubileu de 850 anos com uma série de concertos, exposições, peregrinações e eventos programados para todo o ano. A comemoração conta ainda com uma estrutura de boas vindas construída em frente à catedral, chamada Le Chemin du Jubilé (do francês, “o caminho do jubileu”). O grande portão convida os visitantes a subirem na estrutura de seis metros para contemplar a fachada da maior igreja de estilo gótico do mundo antes de chegar ao campanário de 13 metros de altura, com suas janelas imponentes. A programação está no site www.notredamedeparis2013.com. ÍlE

dE la

cité,

mEtRô

SáBado E dominGo

70

VIEW 133

(8h

cité SEGunda-fEiRa a SExta-fEiRa (8h àS 18h45), 19h45) www.notREdamEdEPaRiS.fR

àS

agosto:setembro 2013

toRRE EiffEl: chamP dE maRS, 5 avEnuE anatolE fRancE, mEtRô écolE militaiRE, tEl. 08 92 70 12 39 www.touR-EiffEl.fR

Roger waters Já os fãs de rock progressivo terão uma ótima oportunidade de ver a turnê de Roger Waters na cidade, pouco antes do início do Silmo. O compositor britânico e ex-líder do Pink Floyd se apresenta no Stade de France em 21 de setembro, com o espetáculo The Wall. Os ingressos podem ser adquiridos no site do estádio. RuE hEnRi dElaunay, Saint-dEniS, PoRtE dE PaRiS, tEl. 08 99 23 33 77 www.StadEdEfRancE.com

mEtRô

Saint-dEniS-


calendário Paris para ópticos

Quanto custa? € 50: em média, refeição para duas pessoas com entrada, prato principal e sobremesa € 7: refeição no McDonalds € 3: Coca-cola (garrafa de 330 ml) € 3: cappuccino € 2: água (garrafa de 300 ml) € 5: cerveja (garrafa de 300 ml) € 1,75: bilhete de metrô € 2,40: bandeirada de uma corrida de táxi - depois, € 1 por quilômetro € 90: calça jeans (Levi’s 501 ou similar) € 30: em média, vestido em loja de fast fashion (H&M ou Zara)

Dicas Na mala

Feira no exterior: vale a pena? Para a VIEW, a resposta sempre vai ser sim. Porque a gente acredita que viajar é uma forma e tanto de sair da zona de conforto e ampliar horizontes, evoluindo pessoal e profissionalmente. Mas a importância da visita a feiras internacionais foi colocada em dúvida de uns quatro anos para cá. Para muitos empresários, a presença em eventos como Mido e Silmo deixou de ser algo obrigatório, já que, com a globalização, os avanços da logística e a crescente importância do Brasil no cenário mundial, além da crise lá fora, boa parte das coleções tem sido apresentada em solo nacional às vezes até mesmo antes das feiras de Milão e Paris, por exemplo. Sim, definitivamente é muito bom receber tudo em primeira mão, mas há aspectos decisivos de uma viagem que nada pode substituir, como o contato com outro universo, pessoas e tendências daquele lugar, sem falar nas oportunidades culturais e - por que não? - nos momentos de consumo. A boa notícia é que, depois de acharem que cruzar o oceano para marcar presença em eventos internacionais não era mais tão legal assim, tudo leva a crer que os ópticos brasileiros reconsideraram essa decisão e assim começam a fazer suas malas novamente rumo ao exterior. Isso é muito bom e trata-se de uma contribuição e tanto para a profissionalização do varejo local. Afinal, quando se fala especificamente de óptica, é nas feiras internacionais que se encontram linhas de produtos exclusivas e aquelas peças mais originais. E também é o momento de observar o mercado internacional, ver e sentir quais caminhos o setor está trilhando e quais vai seguir em um futuro próximo e ainda estabelecer um paralelo com o próprio negócio e o mercado brasileiro. Portanto, se a intenção é personalizar a loja óptica e sair na frente, visitar os eventos lá fora é sempre uma ótima pedida. Além disso, viagens desse tipo são uma grande chance de fazer novas amizades com colegas brasileiros e também de outros países. Trocar informações e compartilhar experiências é que nem anúncio de cartão de crédito: não tem preço.

72

VIEW 133

agosto:setembro 2013

No final de setembro, o outono se instala e o frio começa a chegar. As temperaturas variam entre 10ºC e 21ºC. Como na meia estação o clima é um tanto imprevisível, uma boa solução é apostar em camadas - leve camisetas, suéteres, cardigans e um bom casaco para os dias mais frios. Sapatos confortáveis e resistentes à chuva são bem-vindos.

No metrô Furtos a carteiras e celulares no transporte público parisiense não são raros e turistas distraídos são alvo fácil. O metrô ainda é a melhor opção para circular pela cidade e é bastante seguro, mas requer atenção.

Na cidade Sempre diga “bonjour” (“bom-JÚ”) de dia ou “bonsoir” (“bom-sô-Á”) à noite, ao entrar em um estabelecimento ou pedir informações. Ao sair, lance mão do bom e velho “au revoir” (“Ô re-VOÁ”) - os franceses apreciam a gentileza e esforço em comunicar-se no idioma. E antes de sair falando francês, é bom iniciar a conversa com “excusez-moi, parlez-vous anglais?” (isto é, “com licença, você fala inglês?”, cuja pronúncia é “Es-cuZÊ mo-Á, par-LÊ VÚ an-GLÉ?”).

No restaurante É recomendável fazer reservas para garantir lugar nos bons restaurantes. Em Paris, as contas sempre incluem taxa de serviço, mas é bom incluir alguns euros a mais como gorjeta. www.revistaview.com.br


Chegaram as lentes

As lentes Transitions® EXTRActive™ são as lentes fotossensíveis de uso diário mais escuras disponíveis no mercado. Elas também apresentam ativação moderada por trás do para-brisa e uma leve tonalidade em ambientes internos. Ideais para usuários dinâmicos que desempenham atividades em ambientes externos e buscam lentes mais escuras ao ar livre ou ativação moderada dentro do carro. Disponíveis em: Varilux Comfort New Edition Orma Transitions® EXTRActive™, SF SV Orma Transitions® EXTRActive™ e Varilux Comfort 360o New Edition Orma Transitions® EXTRActive™.

Ambientes internos

Compare Uso diário Escuras em ambientes externos Totalmente transparentes em ambientes internos Leve tonalidade em ambientes internos Ativação moderada dentro do carro

Atrás do para-brisa do carro

Lentes Transitions

Lentes Transitions® EXTRActive™

Ambientes externos

Maior nível de escurecimento dentre todas as lentes fotossensíveis do mercado.

Disponíveis na cor cinza Disponíveis na cor marrom

Essilor, Crizal e Varilux são marcas registradas da Essilor International. Transitions e o “Swirl” são marcas registradas e Transitions EXTRActive e Transitions Lentes Adaptáveis são marcas da Transitions Optical, Inc.© 2013. Transitions Optical, Inc. O desempenho fotossensível é influenciado pela temperatura, pela exposição aos raios UV e pelo material das lentes. Fotos meramente ilustrativas.


agenda e calendário feiras, eventos e cursos

calendário

Silmo Paris, França info@silmo.fr en.silmoparis.com

International Vision Expo West Las Vegas, Estados Unidos inquiry@visionexpowest.com www.visionexpowest.com

Hong Kong Optical Fair Wanchai, Hong Kong exhibitions@hktdc.org www.hkopticalfair.com

Setembro 26 a 29

Outubro 2a5

Novembro 6a8

26 a 28 Ajorsul Fair Mercoóptica’2013 Gramado, Brasil ajorsul@ajorsul.com.br www.ajorsulfairmercooptica.com.br

agenda

Formação e reciclagem

IOFT 2013 Tóquio, Japão ioft-eng@reedexpo.co.jp www.ioft.jp/en/home

profissionais

Provar

Estude Visão

MBA

Atendente em óptica (nível intermediário)

Negócios do varejo: estratégia e gestão Início setembro Segundas e terças-feiras (18h às 22h40)

Pós-graduação Estratégias, Pesquisa de Mercado e Tendências de Consumo Início setembro Segundas e terças-feiras (18h às 22h40) Inteligência de mercado Início setembro Varejo e mercado Início setembro

de consumo

Gestão de vendas e negociação Início setembro Gestão de negócios e valorização da empresa Início outubro Terças e quintas-feiras (18h40 às 22h40)

Cursos de extensão Construindo uma cultura de inovação consistente e eficaz na empresa varejista 9 e 10 de setembro Segunda-feira (9h às 18h) e terça-feira (9h às 13h) Shopper marketing e tendências de varejo 23 e 24 de setembro Segunda-feira (9h às 18h) e terça-feira (9h às 13h) Planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais 8 e 9 de outubro Terça-feira (9h às 18h) e quarta-feira (9h às 13h)

Branding multissensorial no varejo: estética, emoção e design na estratégia da marca 22 e 23 de outubro Segunda-feira (9h às 18h) e terça-feira (9h às 13h) 11 3894 5004 cursoslabfinprovar@fia.com.br www.provar.org Material didático e certificado emitido pelo Provar/Fia inclusos

74

9 a 11

VIEW 133

agosto:setembro 2013

25 a 27 de outubro (sexta-feira a domingo) em São Paulo 22 a 24 de novembro (sexta-feira a domingo) em Porto Alegre 51 3225 9114 www.estudevisao.com.br ev@estudevisao.com.br

Senac Técnico óptico 2 de setembro de 2013 a 10 de março de 2015 Segunda a sexta-feira 8h às 12h ou 19h às 23h Oficina de Lensometria 14 de setembro (sábado) 8h30 às 17h30 22 e 23 de outubro (terça e quarta-feira) 13h30 às 17h30

Técnicas de vendas I (conhecimentos básicos em óptica) 19 e 26 de outubro (sábado) 8h30 às 17h30 11 3336 2000 tiradentes@sp.senac.br

Divulgue te n e m a t i u t gra tras s e l a p e s curso na VIEW Envie as informações para a redação Tel. 11 3061 9025 ramal 108 revistaview@revistaview.com.br www.revistaview.com.br


Profissionais do setor óptico já têm à disposição portal de educação à distância

Consultores, gestores comerciais e administradores do

“Essa iniciativa tem como principal objetivo fomentar o

varejo óptico já podem usufruir de mais um canal voltado ao

setor por meio da capacitação de mão-de-obra qualificada e

conhecimento, aperfeiçoamento e à qualificação profissional.

especializada para o segmento óptico. O resultado final visa

A Abióptica - Associação Brasileira da Indústria Óptica acaba

a atender com qualidade e responsabilidade o consumidor

de lançar o Portal Saber Abióptica, que funciona como uma

final, que é sem dúvida o grande protagonista neste cenário”,

plataforma digital de educação à distância (EAD).

explica Bento Alcoforado, diretor presidente da Abióptica.

No Portal, os usuários têm acesso às melhores e mais modernas

Ainda de acordo com o presidente, a expectativa dos

práticas do setor, envolvendo conhecimento técnico e teórico,

organizadores é bastante otimista, visto que a implementação

com destaque para a grade curricular de cursos. Cada área

deste projeto é um desejo antigo da Abióptica. “Trabalhamos

de atuação profissional tem uma programação específica de

arduamente para desenvolver um curso com uma grade

disciplinas e temas abordados, subdivididos em módulos

completa e que sem dúvida atenderá os objetivos dos alunos”,

básico, intermediário e avançado.

esclarece.

Ao todo são mais de 60 disciplinas distribuídas pelas diferentes

Para mais informações sobre o Portal Saber Abióptica e

categorias. Além disso, todos os níveis de graduação dispõem

inscrições acesse o site: www.saberabioptica.org.br.

de declaração de conclusão de curso e/ou certificado de qualificação na área escolhida.

INFORME PUBLICITÁRIO

Iniciativa visa à capacitação e qualificação de mão-de-obra especializada


Abióptica

BK Frames

Essilor Brasil

Av. Santo Amaro 1386 1º andar São Paulo/SP - 04506-001 11 3045 2090 abioptica@abioptica.com.br páginas 76 e 79

14350 NW 56 Court sala 115 Miami - Flórida 33054 - Estados Unidos +305 685 0001 revlon@bkframes.com página 77

Rua Visconde de Ouro Preto 5 2º, 3º e 4º andares Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7272007 sacbrasil@essilor.com.br 4ª capa e página 73

Aspex

CMsatisloh

Essilor Solutions

5440 Pare Street Town of Mount Royal Quebec H4P 1R3 Canadá + 514 938 3000 página 69

Rua Professor Cardoso Fontes 137 Petrópolis/RJ - 25640-036 24 2237 1112 info.br@cmsatisloh.com.br página 47

Rua Visconde de Ouro Preto 5 2º, 3º e 4º andares Rio de Janeiro/RJ - 22250-180 0800 7221222 essilorsolutions@essilor.com.br página 27

Bamboo Brasil

Desempenho

Rua São Benedito 356 Cuiabá/MT 78008-405 65 3023 0130 contato@shopbamboo.com.br página 39

Rua Barão de Itapetininga 255 sala 814 São Paulo/SP - 01042-002 11 3259 7348 informatica@desempenho.com.br página 75

Excalibur & Savaget Rua México 11 sala 1906 Rio de Janeiro/RJ - 20031-145 21 3478 1999 excalibur@savagetpromocoes.com.br página 42

Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

Visite-nos em:

Visite-nos em:

Stand 24107

Hall 6 – D 101

PROCURAMOS DISTRIBUIDORES EM TODA A REGIÃO

www.revistaview.com.br

agosto:setembro 2013 VIEW 133

77


Fale direto com os anunciantes desta edição

anunciantes

GO

Luxx Brasil

Stepper Brasil

Rua Diogo Moreira 132 cj. 1201 São Paulo/SP - 05423-010 0800 8889029 sac@kenerson.com.br página 15

Rua Claudio Soares 72 cj. 1315 São Paulo/SP - 05422-030 11 3037 8888 sac@luxxbrasil.com.br página 49

Praça São Marcos 624 São Paulo/SP 05455-050 11 3021 1017 info@stepperbrasil.com.br página 21

Hong Kong Trade Development Council

Marchon Brasil

Rua Coronel Xavier de Toledo 316 cj. 10-A São Paulo/SP - 01048-000 11 3159 0765 sao.paulo.consultant@hktdc.org página 65

Rua Julio Diniz 49 São Paulo/SP 04547-090 0800 7071516 sao@marchon.com.br páginas 4 e 5

Hoya Brasil

Marcolin do Brasil

Rua Gotemburgo 190 Rio de Janeiro/RJ - 20941-080 0800 7076575 (RJ) 0800 7022541 (SP) sac@optotal.com.br páginas 33 e 67

Rua Vigário João José Rodrigues 905 Jundiaí/SP - 13201-001 0800 7715557 info@marcolinbr.com.br páginas 7 e 9

Rua Gerivatiba 207 16º andar São Paulo/SP - 05501-900 0800 7288281 sacvision@conbr.jnj.com página 31

Rua Santo Irineu 163 São Paulo/SP - 04127-120 11 2764 3000 melloindustrial@melloindustrial.com.br página 53

Óticas Diniz KRB Brasil Avenida Vinte e Dois 1511 Rio Claro/SP - 13500-510 19 3533 7597 sac@krbbrasil.com.br página 43

Avenida Nova Cantareira 2491 São Paulo/SP - 02341-000 11 2249 8181 expansão-sprj@oticasdiniz.com.br página 71

Promosalons Rua Bento Coelho da Silveira 186 São Paulo/SP - 04330-080 11 5565 4233 lookvision@lookvision.com.br página 23

Rua Tabapuã 821 cj. 74 São Paulo/SP - 04533-013 11 3711 0001 brazil@promosalons.com página 44

Safilo do Brasil Luxottica do Brasil Rua Ministro Jesuíno Cardoso 52 São Paulo/SP - 04544-050 0800 7039444 servicos@br.luxottica.br páginas 11, 17 e 57

VIEW 133

agosto:setembro 2013

Rua Maria Soldera Lourençon 52 Itupeva/SP 13295-000 11 4591 8600 sac@hb.com.br página 25

Transitions Rodovia Anhanguera km 106,5 s/nº Sumaré/SP 13170-970 19 3864 8600 atendimento@transitions.com.br páginas 61, 67 e 73

Mello Industrial Johnson & Johnson

Look Vision

78

Suntech Supplies

Av. Marginal Projetada 1810 Barueri/SP - 06463-400 0800 7012097 atendimento@safilo.com.br capa, 2ª e 3ª capas, páginas 1, 35, 40 e 41

Vision Line Rua Silva Jardim 3029 sala 13 São José do Rio Preto/SP 15010-060 17 3222 7644 sac@grupovisionline.com.br página 51

Wilvale De Rigo Av. General Charles de Gaulle 311 São Paulo/SP 05124-000 11 3839 1900 wilvale@wilvale.com.br página 13

Younger Optics Rua Alfredo Achcar 970 prédio 10 Vinhedo/SP 13280-000 0800 9425700 pedidos@youngeroptics.com.br páginas 37 e 55

www.revistaview.com.br


VAREJISTA, JUNTE-SE À ABIÓPTICA. A Abióptica é a mais representativa instituição do segmento óptico brasileiro. São mais de 100 empresas associadas, representando mais de 90% das marcas comercializadas no País. Com intensa atuação, nosso principal objetivo é a união da indústria e varejo, fortalecendo a defesa dos interesses do setor. Resultado disso foi a adesão do varejo dentro do Conselho da Abióptica, com a garantia da participação efetiva nos rumos da Associação e da óptica nacional. Como você pode ver, bons motivos não faltam para você se associar. Para mais informações acesse www.abioptica.com.br


armação do cipis

armação a óptica do artista plástico marcelo cipis

80

VIEW 133

agosto:setembro 2013

www.revistaview.com.br


PHOTOS: RYAN MILLER


Varilux S series®, Varilux S 4D®, Varilux S fit®, Varilux S design® e Varilux S design short® são marcas registradas da Essilor International.

NOVA GAMA DE LENTES VARILUX. EQUILÍBRIO EM MOVIMENTO COM AMPLO CAMPO DE VISÃO.

Até hoje nenhuma lente multifocal havia sido capaz de eliminar o efeito de flutuação sem prejudicar a amplitude dos campos de visão. Varilux S series rompe esta barreira com uma nova concepção em lentes multifocais. As novas tecnologias Nanoptix e SynchronEyes, presentes em toda a linha Varilux S series, proporcionam equilíbrio em movimento com amplos campos de visão. A versão Varilux S 4D valoriza a experiência de compra de óculos pois explora um parâmetro inédito de personalização medido pelo Visioffice: o olho dominante, que aprimora o tempo de resposta visual, proporcionando ao usuário foco imediato. É a visão absoluta que os usuários de lentes multifocais sempre buscaram.

VISÃO ABSOLUTA. SAC 0800 727 2007 | www.varilux.com.br

Profile for Revista VIEW

VIEW 133  

Silmo, a óptica em Paris no Calendário.

VIEW 133  

Silmo, a óptica em Paris no Calendário.

Advertisement