Issuu on Google+

Órgão Informativo da Associação Comercial e Industrial de Marília - Gestão 2015-17 - Dezembro/2016 - No. 52 - Ano 5

CALENDÁRIO 2017

Comerciantes decidem abrir aos sábados Os comerciantes que fazem parte da Associação Comercial e Industrial de Marília que participaram da assembleia geral que decidiu sobre o a criação do Calendário Especial de abertura das lojas de Marília para o ano que vem, decidiram abrir em muitos sábados do ano, por três vezes ao mês na maioria. Foram decididos também, os horários e as campanhas promocionais que serão cumpridas por todos os comerciantes da cidade. Um exemplar do calendário está publicado na Página 16 e disponível no portal da Acim, e em janeiro a distribuição impressa gratuita. Assembleia Geral decidiu o calendário de funcionamento do comércio em 2017

Pág. 03 e 16

VISITA ILUSTRE

Mário Herrera e Daniel Alonso visitam a Acim

O presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio de Marília, Mário Herrera e o Prefeito Eleito de Marília, Daniel Alonso, estiveram visitando o presidente da

Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), para uma conversa informal sobre o futuro da classe empreendedora local. Um novo encontro com ambos aconte-

cerá em breve com uma pauta de assuntos específicos a serem discutidos. Páginas 09 e 15


Pág 02

Notícias da Acim

Opinião do Pr esidente Presidente O mês de Dezembro sempre causa ansiedade ao comerciante. Nunca se sabe se vai ser um período bom, ou um período ruim, ou mais ou menos. É uma dúvida constante em razão das incertezas políticas e isso chega de uma forma ruim para o lojista que fica inseguro e não sabe como se preparar. Sou um otimista por excelência, ou seja, acredito sempre em situações melhores. Nunca piores. Desta forma acredito que será um período bom para as vendas e que o comerciante deve se preparar de forma comedida para não ser surpreendido, afinal, o poder de compra do consumidor está enfraquecido e isso influência diretamente na decisão do consumidor na hora de investir nas lojas comprando um presente ou para a própria necessidade. Vejo os indicativos econômicos confusos, sempre mostrando uma linha positiva, mas mostra outra preocupante. Acredito que isso se deve em razão de que qualquer previsão que se faça, será preciso aguardar para ver como será o comportamento do consumidor, que já mostrou estar cauteloso e principalmente com intenções de poupar para os gastos fixos de janeiro, com

o retorno as aulas, os impostos inevitáveis de IPVA e de IPTU, que sempre aparecem nestes momentos. Desta maneira a cautela continua sendo a melhor alternativa, sem perder a esperança de um período melhor nas vendas, em razão da forte intensidade que o Natal provoca. Que haverá consumidor nas ruas, disso eu não tenho dúvidas, e já mostra bom sinal, porque coloca-lo para dentro da loja, que representa 50% da venda, não me parece uma tarefa difícil, e quando isso acontecer o produto de qualidade, o treinamento com a equipe de vendas e a facilidade no pagamento, serão alguns dos diferenciais que podemos oferecer. No crediário procure obter o maior número possível de informações sobre o cliente, e não deixe de consultar o SCPC da Acim. A inadimplência não pode ser problema no começo do ano que vem. Uma venda segura, começa com a informação necessária para ter a traquilidade até a conclusão, com o pagamento integral da venda. *** Libânio Victor Nunes de Oliveira, Presidente 2015-2017

Conheça a diretoria da Acim

Dezembro/2016

EXPEDIENTE NOTÍCIAS DA ACIM, é um órgão informativo oficial da Associação Comercial e Industrial de Marília. - Endereço para correspondência: Rua 24 de dezembro, 678 - Bairro Alto Cafezal - CEP 17.500-060 - Marília - São Paulo - Brasil - Site: www.acim.org.br - E-Mail: acim@acim.org.br - Telefone: (14) 3402 3301. Filiada a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) DIRETORIA EXECUTIVA: Presidente - Libânio Victor Nunes de Oliveira; 1º Vice-Presidente - Adriano Luiz Martins; 2º Vice-Presidente Eduardo Kiyoshi Kawakami; 3º VicePresidente - Luiz Carlos de M. Soares; 1º Secretário - Manoel Batista de Oliveira; 2º Secretário - Odair Aparecido Martins; 1º Tesoureiro - Gilberto Joaquim Zochio; 2º Tesoureiro José Luis Leite; Coordenador AcimMed - João Gonçalves. CONSELHO FISCAL: TITULARES - Ilma Maria Aires de Lucena, Regina Lúcia Ottaiano Losasso Serva, Subhi Ahmad Khalil Abu Khalil e Carlos Francisco Bitencourt Jorge; SUPLENTES - Reinaldo Miguel e Wilson Mattar CONSELHO CONSULTIVO: Adalberto Dezotti de Oliveira, Antonio Alpino Filho, Carlos Cavalheire Bassan, Celso Eduardo Moreira, Cesar Augusto Bettini, César Jorge Elias José, Claudemir Torres Prizão, Dielson Morais Trindade, Evandro Zaha Noda, Fatima Talal Zaied, Hederaldo Joel Benetti, Humberto Ferreira da Luz, Isaura Soares, Joraci Leati, José Antonio Gasparini, José Raimundo Souza Azevedo, José Roberto Guimarães Torres, Leonardo Kozo Sasazaki, Mario Luiz Girotto, Marli Aparecida Espadoto, Mauro Celso Rosa, Milton Tedde, Oswaldo Fernandes de Souza, Renata Aparecida Coneglian, Roberto Borghette Mello, Sandra Márcia Bouche Cardoso, Sérgio Mosquim, Sérgio Reis da Silva, Vera Lucia de Aguiar Miranda e Wanderley Rossilho D´Avila. SUPERINTENDENTE: José Augusto Gomes E-mail: j.guto@acim.org.br. JORNALISTA RESPONSÁVEL: Márcio Cavalca Medeiros E-mail: marcio@medeiros.jor.br

Conselho Consultivo, César Jorge Elias José

Conselho Consultivo Evandro Zaha Noda

TIRAGEM MENSAL: 2 mil exemplares gratuitos


Dezembro/2016

Notícias da Acim

Pág 03

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Lojistas decidem abrir mais aos sábados Depois de aproximadamente 60 minutos os comerciantes que fazem parte da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, decidiram em assembleia geral extraordinária, realizada na sede da entidade, o horário de funcionamento das lojas da cidade durante todo o ano de 2017, com a definição do calendário de abertura especial do comércio mariliense. Com transmissão “ao vivo”, e disponível na “Fanpage” da Acim na Internet, pelo Facebook, a assembleia transcorreu de forma rápida, prática e tendo como novidade a abertura de mais sábados no período das 9 as 17 horas, e o funcionamento do mês de dezembro do ano que vem. “Foi uma decisão de bom senso, afinal, existiam comerciantes que queriam a abertura de todos os sábados e outros não”, comentou o presidente da Acim, Libânio Victor Nunes de Oliveira, que por duas vezes teve que votar para desempatar a votação. Dos 365 dias normais do ano, as lojas do comércio de Marília no ano que vem funcionarão apenas três vezes das 12 as 18 horas; 39 dias das 9 as 17 horas; 12 vezes das 9 as 13 horas, outras 12 vezes estarão com as portas fechadas e mais 18 dias (sendo seis durante o ano e 12 somente no mês de dezembro), no período das 9 as 22 horas. O mês de abril, que concentra três feria-

dos em dias úteis, foi o mês mais diferente, com a abertura das lojas em todos os cinco sábados do mês, enquanto que em dezembro, o domingo, dia 24, as lojas funcionarão até as 17 horas. Os meses de janeiro e fevereiro terão apenas os dois primeiros sábados do mês funcionando das 9 as 17 horas, enquanto que nos demais meses do ano serão, em média, três sábados seguidos. No mês de novembro, com dois feriados em dias úteis, ficou decidido que em todos os sábados as lojas abrirão das 9 as 17 horas. “Essa é uma tendência do comércio em geral”, avaliou Libânio Victor Nunes de Oliveira que sempre foi a favor da abertura aos sábados. “O comércio precisa vender, e somente com as lojas abertas isso é possível, em sua maioria”, falou o dirigente que ficou satisfeito com a decisão. Com a definição do calendário, as campanhas promocionais desenvolvidas pela associação comercial também foram aprovadas, bem como aquelas com sorteio de prêmios que seguirão os mesmos moldes das campanhas realizadas este ano, com a participação de todos os associados da entidade e a entrega de automóveis e eletroeletrônicos. “Existem campanhas que são institucionais, outras com datas específicas e aquelas que são

necessárias”, comparou o superintendente da associação comercial, José Augusto Gomes, que conduziu o processo de votação e explicação sobre as leis municipais, código de posturas do município e o estatuto da associação comercial. O calendário de abertura especial do comércio de Marília já está disponível no portal da entidade (www.acim.org.br), bem como nas mídias sociais e distribuído eletronicamente para os comerciantes associados. Em breve haverá a distribuição do calendário fixo, impresso, quando aproximadamente 20 mil unidades serão entregues para comerciantes, comerciários e consumidores em geral para tenham conhecimento de como as lojas da cidade trabalharão. “Os condomínios e shoppings contam com legislação específica, enquanto que as lojas dos corredores comerciais seguirão a decisão da assembleia”, explicou Libânio Victor Nunes de Oliveira ao seguir a tradição de quase 20 anos em discutir o calendário de forma antecipada. “Ainda temos que cumprir o atual”, falou o dirigente mariliense ao enfatizar a necessidade do planejamento prévio como forma de facilitar acordos entre empregadores e empregados, bem como o planejamento promocional de campanhas internas das lojas.


PĂĄg 04

NotĂ­cias da Acim

Dezembro/2016


Dezembro/2016

Notícias da Acim

Pág 05

ASSOCIAÇÕES COMERCIAIS

Dirigentes da Acim participam de evento no RJ O presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Libânio Victor Nunes de Oliveira, e o superintendente da entidade, José Augusto Gomes, participam em outubro, no Centro de Convenções Windsor Oceânico, no Rio de Janeiro, no estado flumi-nense, do 3° Fórum Nacional da Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), denominado de “CACB Mil”, que reuniu aproximadamente mil representantes de associações comerciais de todo o território nacional. “Evento importante quando são discutidos e tratados assuntos relacionados diretamente a gestão de uma entidade no âmbito político”, comentou o presidente da associação comercial mariliense que anualmente tem participado dos últimos encontros realizados. De acordo com o dirigente mariliense o objetivo do evento foi o de promover a aproximação de líderes empresariais e entidades de todo o Brasil e a criação de um espaço privilegiado para troca de informações atualizadas entre os representantes das diversas associações empresariais. “As principais personalidades políticas e empresariais estiveram presentes”, comentou José Augusto Gomes que também participou dos últimos encontros realizados. “Inclusive uma série de questões da classe empreendedora foram

discutidas e ações são planejadas neste sentido”, falou o dirigente de Marília. No programa estão as seguintes ações: 3º Reunião do Conselho Deliberativo da CACB; Encontro de Gerentes Estaduais e Regionais do SEBRAE e Encontro do Progerecs; O 11º Workshop de Mediação e Arbitragem da CBMAE; Encontro de Gerentes Estaduais e Regionais do SEBRAE; 11º Encontro Nacional das Mulheres Empresárias e Encontro de Coordenadores do Empreender e do Progerecs. “Estas atividades aconteceram paralelamente, aproveitando a presença das pessoas e otimi-zando os encontros de forma única, apesar de serem eventos distintos”, comentou Libânio Victor Nunes de Oliveira. No dia seguinte houve o Seminário de Desenvolvimento Regional dos Gestores do Sebrae, com os seguintes painéis: Protagonismo Local – A Atuação dos Escritórios Regionais; Competitividade Sistê-mica e Ambientes de Negócios; Desenvolvimento Territorial - Atuação Integrada e Convergente; Estruturas Federadas e Cooperação Institucional e Plenária de Consolidação; Desenvolvimento e Políticas Públicas; O Brasil e a Importância da Solidez Financeira para seu Futuro; Como construir parcerias de progresso. Na sequencia aconteceram as palestras

com os seguintes temas: Municipalismo e Ambiente Político; O poder dos pequenos negócios para o desenvolvimento do País. “No final foi produzida a Carta do Rio de Janeiro e Encerramento do evento”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira. Entre as autoridades presentes estiveram: Eliseu Padilha (Ministro-Chefe da Casa Civil), Guilherme Afif Domingos (Presidente do Sebrae), George Teixeira Pinheiro (Presidente da CACB), Jesus Mendes Costa (Presidente da FACERJ), Paulo Manoel Lenz Cesar Protásio (Presidente da ACRio), Antônio Maurício Maurano (Vice-Presidente interino de Agronegócios e Micro e Pequenas Empresas e Vice-Presidente de Negócios de Atacado do Banco do Brasil), Julio Cosentino (Vice-Presidente da Certisign), Marcelo Maia (Secretário de Comércio e Serviços do MDIC), Deputado Rogério Marinho (Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empre-endedorismo), Nabil Sahyoun, (Presidente da ALSHOP), Claudio Elias Conz (Presidente da ANAMACO), Estevão Augusto Scripilliti (Economista Sênior do Bradesco), Paulo Hartung (Governador Espírito Santo), entre outros dirigentes relacionados de forma direta ao setor produtivo brasileiro.


PĂĄg 06

NotĂ­cias da Acim

Dezembro/2016


Dezembro/2016

Notícias da Acim

Pág 07

13º SALÁRIO

Acim projeta aquecimento de R$ 84 milhões O superintendente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, José Augusto Gomes, considera importante o investimento a ser feito na cidade com o pagamento do 13º salário, por parte das empresas, servidores públicos e demais organizações, divididos em duas parcelas neste período do ano. Segundo o dirigente essa quantia ajudará no aquecimento da economia local, seja para investimento nas lojas ou na quitação de dívidas. “Saber o que o consumidor fará é difícil imaginar”, falou o dirigente ao prever a quantia superior a R$ 84 milhões de montante a ser esperado, diante dos dados estatísticos sobre postos de trabalho existentes e projeções econômicas. “Um número estimado, diante dos índices do Governo, quanto a emprego e nível salarial”, argumentou ao criar uma planilha neste sentido, e monitorar anualmente. Segundo o diretor superintendente da associação comercial

mariliense, as 51 cidades da região entorno de Marília envolvem aproximadamente 203 mil pessoas com postos de trabalho definidos, movimentando um valor na ordem de R$ 305 milhões, direcionando para Marília o valor superior a R$ 84 milhões. “A tendência é que na primeira parcela a quantia maior seja na recuperação do crédito, com o pagamento de dívidas”, imagina o dirigente. “Certamente depois vem as vendas do Natal”, disse confiante sem ter condições de ter certeza sobre qual será a preferência ou a ordem das duas ações. “Tem aqueles que vão poupar esperando dias piores, com desemprego, saúde, pagamento do IPTU, IPVA e volta as aulas no começo do ano”, lembrou. Um detalhe importante calculado pelo superintendente da Acim é quanto a inadimplência. Nos 10 meses deste ano o crescimento da dívida existente no comércio de Marília chegou a aumentar 2,5% no acumulado dos últi-

mos cinco anos, superando no mês de outubro, por exemplo, a quantia de R$ 15 milhões que deixa de circular entre as lojas da cidade. “Percebe-se que poupar está sendo a prioridade, ao invés de pagamento de dívidas ou compras no comércio”, analisou José Augusto Gomes ao citar o desemprego como sendo a maior preocupação e motivo da queda do poder de compra do consumidor em geral. “As dívidas crescem e as vendas não acontecem, porque a população está sem dinheiro”, resumiu o dirigente mariliense em tom de preocupação. “Somente com políticas públicas, estimulando o empresariado é que o quadro vai se reverter”, falou. Na opinião do dirigente da associação comercial mariliense não existe outra forma de melhoria na economia sem a criação de mais empregos, abertura de novas empresas e estímulo ao setor produtivo, que é a base da economia da cidade.


PĂĄg 08

NotĂ­cias da Acim

Dezembro/2016


Dezembro/2016

Notícias da Acim

Pág 09

VISITA ILUSTRE 1

Prefeito Eleito visita a Acim para planejamento O Prefeito Eleito da cidade de Marília, Daniel Alonso, que toma posse em janeiro de 2017, esteve visitando a sede da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, de forma inesperada, com o objetivo de conversar com o presidente Libânio Victor Nunes de Oliveira, sobre o planejamento para a próxima temporada. “Foi uma surpresa boa, pois, o Daniel é uma pessoa muito querida entre nós e saberá conduzir os destinos de nossa cidade da melhor maneira”, disse o anfitrião ao lembrar que durante alguns meses, Daniel Alonso, foi presidente da entidade. “O tempo que ficou na presidência ele mostrou muita competência e dinamismo”, lembrou. Durante o encontro que manteve com aproximadamente duas horas de conversa franca, Daniel

Alonso, perguntou sobre a questão comercial, empresarial, industrial, informal, impostos, e sobre a tecnologia da informação que cresce na cidade. “Foram muitos os assuntos, afinal, temos um compromisso com o desenvolvimento da cidade”, afirmou Libânio Victor Nunes de Oliveira que respondeu todos os questionamentos relacionados ao setor produtivo. “Precisamos de condição de trabalhar”, repetiu por diversas vezes, ao colocar a entidade como parceira do Poder Público Municipal. “Estamos juntos, sempre”, disse o dirigente da Acim. Por ser um encontro informal, Daniel Alonso e Libânio Nunes se encontrarão no primeiro trimestre do ano que vem, com uma pauta de assuntos específicos, antecipados no encontro promovido pela

entidade, quando Daniel Alonso ainda era candidato e todos os postulântes ao cargo de Prefeito de Marília participaram respondendo questòes específicas. “Temos assuntos importantes a tratar, mas vamos esperar o Daniel tomar conhecimento da situação administrativa para que haja situações mais concretas”, afirmou o presidente da Acim ao iniciar, inclusive, os primeiros entedimentos para a retomada do “Natal Iluminado”, com os mesmos moldes do passado. “Esse é um dos assuntos que vamos tratar”, antecipou. Outro detalhe conversado entre ambos, foi a presença constante da Acim na Prefeitura e vice versa. “A Acim sempre será parceira da Prefeitura, pois, queremos o melhor para a cidade”, frisou o dirigente.


PĂĄg 10

NotĂ­cias da Acim

Dezembro/2016


Dezembro/2016

Notícias da Acim

Pág 11

INADIMPLÊNCIA

Consultas ao SCPC da Acim se mantém estáveis O superintendente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, José Augusto Gomes, considerou estável o número de consultas ao banco de dados do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) local, que fechou o mês de setembro com 290.543 consultas realizadas nos 10 meses deste ano, apenas (-) 1,08% menor que igual período comparado com o ano passado que totalizou, nos mesmos 10 meses de 2015, 293.711 consultas. “Isto quer que as consultas continuam sendo realizadas pelos comerciantes como forma de se proteger da inadimplência”, comentou o dirigente ao considerar o acesso ao SCPC como uma das principais ferramentas cadastrais para a liberação de crédito. “Quanto mais informações o comerciante tiver para decidir o crediário, menos riscos ele correrá”, disse. A surpresa do dirigente mariliense se deve ao fato de que a tendência natural é de queda nas consul-

tas, diante do crescimento das vendas através dos cartões de crédito e benefícios, além das vendas com pagamento a vista em dinheiro ou através dos cartões de débito. “Nas vendas desta forma, não se utiliza a consulta ao banco de dados do SCPC da Acim, uma vez que a responsabilidade do pagamento para o comerciante passa a ser da empresa do cartão de crédito”, disse o dirigente que admite ser maior o movimento desse sistema automático. “Não tenho dúvidas de que para o consumidor é melhor, e para o comerciante, dependente da negociação com as empresas dos cartões de crédito, também”, falou. De acordo com José Augusto Gomes a tendência para os meses de novembro e dezembro é de que aumente o número de consultas, afinal, existem dois períodos importantes para as vendas, com as campanhas no mês de novembro, com a promoção “Tempestade de Ofertas”, e no mês de dezembro

com o “Natal”, o principal período de vendas. “Com o recebimento da primeira parcela do 13º salário, muitos consumidores aproveitam para saldarem boa parte das dívidas”, acredita o dirigente. “Normalmente ele retoma o crédito e o comerciante, com um volume maior no movimento da loja, necessita consultar para saber se o consumidor tem ou não condições de ter crédito, na compra pelo crediário”, explicou o superintendente da Acim. O mês de junho deste ano foi o recorde no número da consulta dee 2016, com um aumento de 38,93% entre um ano para o outro, ficando o segundo melhor mês o de fevereiro, com 2,29% de aumento no comparativo. “Nos demais oito meses foram todos menores”, apontou José Augusto Gomes ao apontar o mês de agosto como o menor deles, com (-) 2,59% e o mês de abril como o maior deles com (-) 10,82%, de acordo com os dados registrados.


PĂĄg 12

NotĂ­cias da Acim

Dezembro/2016


Dezembro/2016

Notícias da Acim

Pág 13

ASSOCIAÇÕES COMERCIAIS

Dirigentes se reúnem em Águas de Lindóia Dirigentes de todas as associações comerciais paulistas estarão reunidos no 17º Congresso da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) que será realizado em Águas de Lindóia nos dias 21 e 22 de novembro. Com o tema: “Liderança Consciente”, a edição de 2016 propõe uma reflexão sobre a formação de líderes empresariais nos dias de hoje. O destaque da programação deste ano é o professor Clóvis de Barros Filho, que fará uma exposição sobre a ética dentro da liderança. “Ele é muito conhecido por vídeos no YouTube”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira, presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília. Clóvis de Barros Filho é bacharel em Direito (USP) e em Jornalismo (Faculdade Cásper Líbero); mestre em Science Politique pela Université de Paris II; doutor em Direito pela Université de Paris III (Sorbonne-Nouvelle) e em Ciências da Comunicação (USP); livredocente pela Escola de Comunicações e Artes (USP). A apresentação dele no Congresso da Facesp será dia 22, a partir das 16h50. “No primeiro dia, durante a abertura oficial do congresso, o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, falou sobre perspectivas para um

Brasil melhor”, acrescentou o presidente da Acim e atual vice presidente da Facesp. A plenária do dia 22 será dedicada ao tema “Liderança e Sustentabilidade” e terá mediação de Marcelo Veras, que é CEO da Unitá Educacional, sócio e membro do conselho da Inova Consulting, professor de Estratégia Empresarial/Planejamento de carreira e life design em cursos de MBA executivo. Participam do debate Stefano De Angelis, presidente da TIM Brasil; Guilherme Campos Junior, presidente dos Correios; Leonardo Gonçalves, diretor de varejo e canais da Certisign; Marcelo Frontini, diretor de inovações do Bradesco. De acordo com o presidente da Facesp, Alencar Burti, nesta edição do congresso, o foco é prestigiar a importância do associativismo. “Precisamos estar cada vez mais unidos e coesos para ajudar a sociedade a crescer e a superar as atuais dificuldades econômicas e políticas”, comentou o dirigente paulista. “As associações comerciais sempre tiveram papel fundamental na construção do Brasil e do nosso empreendedorismo e, certamente, vamos reforçar no papel de liderança nesse processo", afirmou Alencar Burti, presidente da Facesp e da Associação Comercial de São

Paulo (ACSP). PARTICIPAÇÃO - Neste ano, no âmbito do programa Empreender, a Associação Comercial de Mogi das Cruzes vai apresentar sua experiência de intercâmbio entre núcleos. Já a Associação Comercial de Santa Cruz do Rio Pardo abordará a importância da integração e relacionamento para desenvolvimento dos núcleos. Um modelo de sucesso de parceria para o desenvolvimento local será dado pela Associação Comercial de São João da Boa Vista. A Associação Comercial de Mococa falará sobre sustentabilidade e fidelização do programa. Também na pauta do Congresso negócios da Boa Vista, produtos e serviços, além do tradicional Prêmio ACMais, que encerrará o encontro, em que a cidade de Marília concorre ao prêmio inédito de ser a melhor pelo quarto ano consecutivo na categoria Gestão em entidade de porte médio, a maioria da federação. A programação completa pode ser conferida no site www.congressofacesp.com.br. O 17º Congresso Facesp é realizado com a participação do Sebrae/SP e patrocínio da Associação Comercial de São Paulo, da Boa Vista SCPC, da Tim, do Bradesco, da Certisign, dos Correios e do Governo Federal.


PĂĄg 14

NotĂ­cias da Acim

Dezembro/2016


Dezembro/2016

Notícias da Acim

Pág 15

VISITA ILUSTRE 2

Presidente Mário Herrera visita a Acim O presidente do Sindicato dos empregados no Comércio Varejista de Marília, Mário Herrera, pela primeira vez visita o presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Libânio Victor Nunes de Oliveira, num encontro informal e de cortesia. “Sempre tivemos um bom relacionamento, e não seria agora, que haveria qualquer diferença”, afirmou o presidente da associação comercial mariliense, satisfeito com o encontro que foi marcado de forma inesperada. Na conversa que mantiveram, os dois dirigentes de classe falaram sobre uma série de assuntos, desde a questão econômica, passando pelo futebol e até dos problemas vivivos no comércio varejista. “O presidente Mário é uma pessoa muito bem informada e bem

atuante que conhece bem os meandros da política e das questões de classe”, reconheceu Libânio Victor Nunes de Oliveira que pretende retribuir a visita de cortesia assim que houver a possibilidade. “O mês de Dezembro é complicado em razão dos preparativos para o Natal e a grande intensidade de pessoas nos principais corredores comerciais da cidade”, disse o presidente da ACI de Marília que, na qualidade de empresário, sempre manteve um bom relacionamento com o dirigente classista. “Sempre fui bem recebido e nossas conversas sempre foram agradáveis”, recordou o anfitrião. Durante o tempo em que esteve na seda da Acim, Mário Herrera conheceu as instalações da entidade que estào distribuídas em aproximadamente 1,2 mil metros

quadros no centro da cidade. Ele passou por todos os departamentos da Acim e ficou vislumbrado com o que conheceu. “Ele mostrou-se surpreso e disse que não fazia ideia de como era dentro da Acim, apesar de conhecer o local antes da reforma que fizemos”, comentou Libânio Victor Nunes de Oliveira que considera importante o relacionamento saudável entre empregadores e empregados, e principalmente entre as duas instituições. “Nós dois queremos o melhor para a cidade de Marília”, afirmou o líder entre os empreendedores. “Toda questão precisa ser compartilhada e compreender a situação do outro de forma respeitosa e ordeira”, falou ao agradecer a visita e convida-lo para outros eventos na Acim. “Em breve eu visitarei o sindicato”, prometeu.


PĂĄg 16

NotĂ­cias da Acim

Dezembro/2016


Informativo 52 dezembro