Issuu on Google+

Um dos pioneiros da Fotografia no Sul de Santa Catarina


O Jovem Salvador

5

O fotógrafo

15

O Inventor

43

O Aventureiro

51

O Pai e o Avô

55

O Fim do Foto Salvador

59

O Resgate do Acervo

63

Galeria de Imagens

75

José Genaro Salvador

2

100 Anos - 1916-2016


Apresentação Esta publicação visa resgatar a história pessoal e a colaboração de José Genaro Salvador para a memória visual das cidades do Vale do Araranguá, em Santa Catarina, Brasil. José Genaro Salvador, conhecido como Beppe, foi fotógrafo profissional de 1940 a 1970 e captou milhares de imagens de acontecimentos marcantes, do cotidiano, retratos de pessoas e imagens de paisagens de Araranguá e região. Em 2016, José Genaro Salvador faria 100 anos de nascimento. Por este motivo, neste ano compilamos parte da história deste pioneiro nesta publicação. Vicenzo Berti

Expediente Texto e Organização: Vicenzo Berti Revisão: Maria Bernardete Salvador Schwalb e Salvador Norberto Gomes Colaborações: Luiza Elizabete Salvador Berti Nilza Salvador Gomes Maria Cristina Salvador Wachholz Maria de Fátima Salvador Borges Edison Salvador Agradecimento: Elcio Scaini Apoio: EquipeDigital.com Sistemas, Sites e Marketing Digital


O Jov O Jovem JosĂŠ Genaro Salvador

4

100 Anos - 1916-2016


vem Salvador m Salvador JosĂŠ Genaro Salvador

5

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

6

100 Anos - 1916-2016


Em 1937, o mundo vivia um período de efervescência artística, ideológica e política no Brasil e principalmente na Europa. Logo as manifestações do populismo alemão eclodiriam na II Guerra Mundial, levando ao poder totalitário um dos regimes mais execráveis que já existiu, o Nazismo, que moldaria o mundo como conhecemos com a união das forças aliadas contra Hitler, Mussolini, Hideki Tojo e o imperador Hirohito. Neste contexto, um jovem descendente de italianos e austríacos dava entrada em seu alistamento no Ministério da Guerra Brasileiro. Mais tarde, ele faria história no sul de Santa Catarina como o pioneiro no registro fotográfico da região, retratando o cotidiano de uma comunidade em desenvolvimento. Em nosso país e no mundo, um turbilhão de ideologias se afirmava. Este era o cenário onde o jovem José Genaro Salvador, mais conhecido apenas como Salvador formava seu caráter, sua identidade, sua opção profissional e sua família. À direita, José Genaro Salvador no colo de sua mãe, Elyzabetta Magagnin Salvador. Em pé, seu pai, Pietro Salvador e ao seu lado, Giudita Salvador, sua irmã.

À esquerda, atestado de reservista de José Genaro Salvador. Foi no exército que ele teve as primeiras noções de fotografia. Na página anterior (capa do capítulo), registro dos irmãos José Genaro, Domenico, Martin, Alfredo e Giuditta. José Genaro Salvador

7

100 Anos - 1916-2016


“Estudei muito pouco, até o 4º ano do curso primário. Tudo pago pelo Governo Italiano. Depois fiz um curso de matemática de 6 meses, onde aprendi muito. O que eu gostaria de ter feito mas não pude foi entrar para a aviação. Quando fui pedir para o meu pai para ir ao Rio de Janeiro para este intento ele me deu uma surra. Daí eu não pude ir”.

José Genaro Salvador

8

100 Anos - 1916-2016


Com o sonho da aviação indo por água abaixo, José Genaro revia seus planos frente ao desejo do pai, Pietro Salvador.

Foi no Exército em 1936, na cidade de Lapa, Paraná, que Salvador aprendeu a fotografar, incluindo captação da imagem, revelação do negativo fotográfico, que na época ainda era de vidro, e a ampliação da imagem em papel fotográfico.

Na página anterior, Beppe de jaqueta preta com seu pai, sua madastra e seus irmãos. Década de 1930. Acima, Beppe com alguns colegas do exército na Lapa, cidade do Paraná.

José Genaro Salvador

9

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

10

100 Anos - 1916-2016


A cidade de Araranguá, no sul do estado de Santa Catarina, já havia sido retratada diversas vezes por outros fotógrafos, como o pioneiro radiotelegrafista Bernardino Senna Campos. Mas nenhum deles havia escolhido o ofício de fotógrafo no município de Araranguá, também conhecido como Cidade das Avenidas.

À esquerda, duas imagens captadas por Bernardino Senna Campos no entorno da atual Praça Hercílio Luz entre os anos 1920 e 1930.

José Genaro Salvador

11

100 Anos - 1916-2016


Foi no inverno, em 14 de julho de 1941, que Salvador chegou à cidade vindo de Criciúma com sua esposa Anna Ros Salvador e sua filha Nilza Salvador, esta ainda bebê. Este pequeno núcleo familiar chegava a uma cidade em formação e estava prestes a iniciar um grande legado à memória da cidade e ao sul do estado de Santa Catarina. José Genaro Salvador chega a Araranguá disposto a ser o primeiro fotógrafo profissional da cidade, visto que havia uma população carente por um retratista, como eram chamados os fotógrafos naquela época. Estava prestas a iniciar um grande trabalho.

José Genaro Salvador

Beppe e Anna com a primeira filha, Nilza.

12

100 Anos - 1916-2016


Anna fotografada pelo próprio Beppe. As cinco filhas de Anna e Beppe juntas com a primeira neta. Da esquerda para a direita, em pé, Maria de Fátima, Luiza Elizabete e Nilza. Sentadas, Maria Bernardete, Maria Cristina e a neta Maria Regina.

José Genaro Salvador

13

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

14

100 Anos - 1916-2016


O fotógrafo O fotógrafo José Genaro Salvador

15

100 Anos - 1916-2016


Em quase três décadas registrando vários acontecimentos ilustres, sociais e privados, Salvador formou um grande legado para a história do Vale do Araranguá. Homem muito prático e Analítico, Beppe, como era conhecido e ainda hoje lembrado no Sul do Estado, tinha em mente apenas ter um ofício, assim como já havia trabalhado com carpintaria, como pedreiro e com pedras. Mas Beppe considerava o trabalho com fotografia muito fácil de ser executado, pois era muito mais tranquilo do que trabalhar com madeira ou construção civil.

“Tudo isso eu achava que não era serviço, era lazer, porque o jeito que eu trabalhei, da maneira que aprendi... Quando eu comecei a trabalhar ou era na enxada, no machado, na foice ou no alambique. O serviço com que eu tava acostumado era muito mais pesado”.

À esquerda, calçada construída por Beppe em Balneário Arroio do Silva, Santa Catarina, em frente a sua casa entre os anos de 1989 e 1991. José Genaro Salvador

16

100 Anos - 1916-2016


Adquirir materiais fotográficos na primeira metade do Século XX era uma tarefa muito difícil, o que levava o fotógrafo a ir a grandes centros para comprá-los. Em 1947, na primeira vez que foi a São Paulo comprar material e máquinas fotográficas, Beppe pegou o trem até Laguna, um ônibus até Ponta Grossa, no Paraná, passando por Jaraguá do Sul e depois de trem até o destino final. Eram quatro dias de viagem ao total. “Lá em São Paulo eu comprava chapa, que era de vidro, e papel fotográfico. Máquinas eu já tinha, mas comprava outras para revender”, afirmou Beppe em relato registrado pelos familiares. À direita e abaixo, Beppe passeia por São Paulo com Aquies Sbruzzi e Oto Labes. As viagens à capital paulista tinham como intuito comprar materiail fotográfico.

José Genaro Salvador

17

100 Anos - 1916-2016


Em frente ao Museu do Ipiranga, Beppe, Aquiles e Oto Labes posam para mais um momento eternizado. A foto muito provavelmente foi captada com um disparador automatico mecânico, já presente nas máquinas mais antigas. Abaixo, registro captado sob o vão do Viaduto do Chá em São Paulo.

José Genaro Salvador

18

100 Anos - 1916-2016


Trabalhando com máquinas feitas por ele mesmo de madeira (cedro) e outras adquiridas prontas, Beppe fazia tanto o trabalho de estúdio como o de campo, registrando acontecimentos da cidade. Especialmente nos primeiros anos, foram muitos registros feitos, pois a cidade se acostumava com a

novidade de poder contratar um fotógrafo. Beppe também fotografava como hobby cenas do cotidiano, paisagens e o dia a dia de sua casa, pois testava os equipamentos e o seu conhecimento técnico para ser aplicado quando era contratado.

Lente alemã Carl Zeiss ainda afixada na máquina que captou centenas de registros realizados por Beppe.

José Genaro Salvador

19

100 Anos - 1916-2016


Muitos dos cenários das fotografias de estúdio foram desenhados e construídos por José Genaro e sua família. Desenhos te-

José Genaro Salvador

máticos como balaústres, colunas e aviões para registro de fotografias de crianças formavam um ambiente para fotografias.

20

100 Anos - 1916-2016


Acima, registro da passagem do Governador Jorge Lacerda (no centro da foto com chapéu e lenço no bolso) por Araranguá na década de 1950.

“Na época das eleições, trabalhávamos em dobro, pois tirávamos fotos para os títulos de eleitor, para os políticos, além dos comícios. Naquela época os políticos pagavam as fotos dos eleitores para os títulos. Quando trazíamos as fotos para o balcão elas ainda não tinham sido cortadas, estavam ainda lado a lado. Alguns ficavam espantados e reclamavam que não tinham vindo com seus irmãos”.

José Genaro Salvador

21

100 Anos - 1916-2016


Acima, visita do Governador Jorge Lacerda (à direita na foto, com lenço no bolso) a Araranguá na década de 1950. À direita no canto inferior esquerdo da página oposta, inauguração do Hospital Bom Pastor no dia 27 de outubro de 1951.

José Genaro Salvador

À esquerda, inscrição da Foto SS (Sbruzzi Salvador do início da sociedade. À direita, inscrição da Foto Salvador.

22

100 Anos - 1916-2016


Por dez anos, Beppe teve sociedade com Aquiles Sbruzze, filho de um fotógrafo lagunense, com quem fundou a “Foto S.S.”, Sbruzzi & Salvador. Depois de uma década o “tio Aquiles”, como era chamado pelos filhos de Beppe, casou-se e decidiu mudar para a cidade de Turvo, no extremo sul de Santa Catarina, onde fundou outro estúdio de fotografia. A partir deste momento o estúdio de Beppe passou a se chamar “Foto Salvador”. As inscrições “Foto S.S.” e “Foto Salvador” passaram à história como marcas em muitas fotos da região de Araranguá. Na época, a maioria das imagens recebiam a indicação do estúdio com o auxílio de uma técnica artesanal produzida no momento da ampliação da foto. Esse tipo de assinatura era feito com a colocação de uma chancela (espécie de material transparente onde estava escrito à mão o nome do laboratório) em cima do papel fotográfico. O resultado era o nome do estúdio impresso sobre a imagem ampliada.

José Genaro Salvador

23

100 Anos - 1916-2016


Casa e estúdio na Avenida 24 de Fevereiro, hoje Pe. Antônio Luiz Dias, número 51. Da esquerda para direita, desconhecido, Anna, Beppe, desconhecido, Nilza e Maria de Fátima no colo de Aquiles Sbruzzi.

Beppe provavelmente não tinha a noção da abrangência que seu trabalho tomaria pela região quando o iniciou, levando algo novo ao sul catarinense. Muitos moradores de vilarejos do interior vinham ao estúdio registrar a única imagem que teriam José Genaro Salvador

de si e de suas famílias por uma vida toda. Muito diferente do que vemos hoje com a popularização das máquinas digitais e smartphones, para alguns era uma oportunidade única.

24

100 Anos - 1916-2016


Acima, Aquiles Sbruzzi posa para foto captada por Beppe. À direita, Aquiles com Maria de Fátima filha de Anna e Beppe. José Genaro Salvador

25

100 Anos - 1916-2016


Para todo e qualquer acontecimento da região, no início a cavalo e logo após com sua moto alemã Zündapp, foram registrados comícios, festas, quermesses, enchentes, casamentos, batizados, formaturas, missas, aniversários, bailes, reuniões, sessões da Câmara, visitas ilustres, bem como fotos inusitadas e curiosas. À esquerda, máquina “caixão” de negativo de vidro com tripé construído por Beppe. Abaixo, Yashicaflex e Rolleicord bireflex que já utilizavam negativos maleáveis. Abaixo, na página seguinte, dois outros exemplos de máquinas mais modernas.

José Genaro Salvador

26

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

27

100 Anos - 1916-2016


Um costume que hoje pode parecer mórbido era comum no início do Século XX: encomendar a fotografia de velório, nas qual aparecia o morto junto da família. Como muitas vezes seria o único registro que o falecido teria para a posteridade, a família optava por encomendar a foto e não perder a oportunidade. Grupo de homens se prepara para caçada.

José Genaro Salvador

28

100 Anos - 1916-2016


Com o passar dos anos, Beppe adquiriu um Jeep Willis, utilizando-o para o serviço, que cresceu. Agora ele contava com a ajuda de seus filhos que já haviam crescido e faziam tanto tarefas fora quanto no estúdio, fotografando, revelando e ampliando as imagens, bem como atendendo os clientes que iam à loja localizada em frete à casa da família, na Avenida Padre Antônio Luiz Dias.

José Genaro Salvador

No alto, registro da Avenida Getúlio Varbas ainda sem calçamento, com a marcação da avenida. Em primeiro plano Nilza posa para seu pai. Acima, senhor posa com seu Jeep Willys.

29

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

30

100 Anos - 1916-2016


A grande parceira de profissão de Beppe foi sua esposa, Anna que normalmente auxiliava no estúdio e no atendimento, enquanto o “Seu Salvador” ia para os trabalhos externos. Anna teve papel crucial no estúdio bem como na construção do legado do “Foto Salvador” trouxe para a Cidade das Avenidas, sem falar dos cuidados com sua família. Por muitas vezes os trabalhos externos eram realizados por Anna e depois pelos filhos já crescidos, que até hoje contam histórias hilárias e tristes sobre estes trabalhos.

Na página anterior, acima, raro registro do Coreto da Praça Hercílio Luz em discurso de uma autoridade. Abaixo, à esquerda, registro de uma batida automobilística, rara para a época.

Á direita, no alto, registro do casamento de Beppe e Anna (Nica) em 1940. Abaixo, a família já reunida com Nilza, a primeira filha, em Araranguá.

José Genaro Salvador

31

100 Anos - 1916-2016


Anna com os filhos Gilberto (Giba), Godofredo (Fedo), Luiza Elizabete (Bete), Nilza e Maria de FĂĄtima.

JosĂŠ Genaro Salvador

32

100 Anos - 1916-2016


“Trabalhamos 30 anos com fotografia. Eu trabalhava aqui em casa com fotos de casamento, 1ª comunhão, batizados e muitos outros. Confesso que não foi fácil educar oito filhos e trabalhar ao mesmo tempo” Afirmou Anna Ros Salvador em relato de próprio punho feito em 1986.

O filho Edison Salvador posa em frente a uma bacia onde as fotografias são lavadas no último banho dos três químicos necessários para o processo de ampliação de fotografias. Um dos mais brilhantes registros feitos por Beppe.

José Genaro Salvador

33

100 Anos - 1916-2016


Em três décadas de atuação em Araranguá, foram muitos os acontecimentos políticos retratados, assim como a visita de governadores e personalidades. As imagens captadas por Beppe com seus negativos de vidro geraram imagens com alta resolução, visto que os negativos tinham a dimensão de 10 x 18 centímetros. Muitas das imagens apresentam uma excelente qualidade, podendo ser ampliadas para se perceber os detalhes da fotografia.

À esquerda, Anna posa para seu marido no estúdio de casa. Abaixo, os filhos Godofredo (Fedo), Gilberto (Giba) e Luiza Elizabete (Bete) posam em registro extremamente expontâneo para a época. Década de 1950.

José Genaro Salvador

34

100 Anos - 1916-2016


Registro de Festa de Nossa Senhora Mãe dos Homens ainda na igreja matriz antiga. Década de 1940.

Registro de uma das enchentes captada do alto da Igreja Matriz. No centro da Praça Hercílio Luz nota-se a presença do antigo coreto.

José Genaro Salvador

35

100 Anos - 1916-2016


Transporte de farinha de mandioca em frente da Indústrias Granfino. Em pé, Victório Berti, José Santa Rosa e Everaldo Apolônio Remor Berti (Dadinho). Na porta do caminhão, Francisco de Bem. Capuchinhos posam para registro fotográfico.

José Genaro Salvador

36

100 Anos - 1916-2016


Avenida 7 de Setembro com Casarão do Coronel Apolinário Pereira ao fundo. Vista aérea captada de um avião sobre a Praça Hercílio Luz.

José Genaro Salvador

37

100 Anos - 1916-2016


Cena da Avenida Getúlio Vargas. Década de 1950.

José Genaro Salvador

38

100 Anos - 1916-2016


Maria do Carmo e Talita Guimarães posam sobre a motocleta Zündapp de Beppe.

Cenas do cotidiano, campanhas coletivas, vida privada, tudo era registrado por poucos fotógrafos amadores que possuiam equipamento e por Beppe, da Foto SS e Foto Salvador.

À esquerda, na página anterior, vários veículos e seus motoristas posam para a campanha realizada para a construção da estrada que ligaria o centro da cidade ao Balneário Arroio do Silva, pertencente ao município de Araranguá até 1996. José Genaro Salvador

39

100 Anos - 1916-2016


Grupo de meninas posam para a fotografia de José Genaro.

Procissão de Nossa Senhora Mãe dos Homens

José Genaro Salvador

40

100 Anos - 1916-2016


Registro de uma Primeira Eucaristica. Década de 1960.

Estudantes do Grupo Escolar David do Amaral com seus professores para o registro captado por Beppe.

Grupo de homens posa após o almoço de uma pescaria.

José Genaro Salvador

41

100 Anos - 1916-2016


O JosĂŠ Genaro Salvador

42

100 Anos - 1916-2016


O Inventor Inventor JosĂŠ Genaro Salvador

43

100 Anos - 1916-2016


Acima, imagem da ferramnta utilizada para marcar os papeis fotográficos com a insignia do Foto Salvador.

“Eu gostava também de fazer os cenários para as fotos. Fiz na minha sala de fotografias um fundo curvado na parte de cima e de baixo para que o cenário fosse infinito. Para as fotos na rua eu usava um pano marrom bem grande, que chamávamos pano de fundo.”

José Genaro Salvador

44

100 Anos - 1916-2016


Na primeira metade do Século XX, adquirir equipamento fotográfico apropriado era difícil e caro. Alguns utensílios ficavam por parte da criatividade construtora de Beppe que, com a exceção das lentes, construía as caixas das máquinas, tripés, holofotes para iluminação, além dos cenários, que ele mesmo pintava.

À esquerda, Mafalda Brero em retrato captado por Beppe. Abaixo, noiva posa com daminhas no estúdio.

José Genaro Salvador

45

100 Anos - 1916-2016


Beppe também inventava utensílios domésticos, pois qualquer item industrializado era escasso e caro. Diversos utensílios e máquinas fotográficas estão guardados até hoje pela família, que zela pelo acervo de imagens e dos bens até que seja possível manter os materiais em um museu ou acervo com qualidade.

“Eu comprei uma máquina de centrifugar mel, que era manual. Adaptei com um motor de geladeira de 110 volts e transformador. Também fiz um chuveiro com um tanque de um avião que caiu em Araranguá. Funcionava muito bem, como uma descarga.”

José Genaro Salvador

46

100 Anos - 1916-2016


Na página anterior, à esquerda, uma das guilhotinas feitas por Beppe para corte de fotografias e papeis fotográficos. Acima, capas de bobinas de filmes fotográficos e outros objetos. À direita, máquina “caixão” em seu tripé original.

À esquerda, mesa de canto idealizada e construída por Beppe com a reutilização de garrafas de vinho.

José Genaro Salvador

47

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

48

100 Anos - 1916-2016


Muitas décadas antes do surgimento dos primeiros softwares gráficos, Beppe já idealizava os primeiros cartões postais utilizando a técnica de recortar e colar. À esquerda, alguns prédios da cidade de Araranguá na década de 1950.

Em uma época bem distante do Adobe Photoshop, Beppe diagramava e fazia montagens fotográficas, seja para reunir em uma fotografia pessoas que já estavam falecidas, montagem de paisagens ou para cartões postais.

Grupo posa para foto dentro de balsa que ligava o bairro Barranca ao Centro da cidade de Araranguá. José Genaro Salvador

49

100 Anos - 1916-2016


OA JosĂŠ Genaro Salvador

50

100 Anos - 1916-2016


O Aventureiro Aventureiro JosĂŠ Genaro Salvador

51

100 Anos - 1916-2016


Como o sonho de Beppe era ter sido aviador, tendo seu sonho tolhido por seu pai, o fotógrafo desaguava seu espírito aventureiro em pequenas viagens pelo Vale do Araranguá com sua motocicleta em parceria com o Padre José. Muitas vezes, movido pela esperança que rondava aqueles tempos, eles utilizavam um detector de metais para tentar encontrar metais preciosos em suas viagens por vales, matas e leitos de rio.

José Genaro (Beppe) posa sobre a sua motocicleta alemã Zündapp, parceira de muitas aventuras e diligências para trabalhos com fotografia.

José Genaro Salvador

52

100 Anos - 1916-2016


Beppe posa no pé da Serra Geral com sua moto ao lado do Padre José, parceiro de muitas aventuras no Vale do Araranguá.

“Trabalhei muito como fotógrafo e fiz esse trabalho no início a cavalo e depois com uma motocicleta alemã da marca Zündapp, de 1937. Com esta motocicleta percorria todo o Vale do Araranguá para trabalhar, mas também usava a moto para passear. Muitas vezes acompanhado do Padre José, que tinha uma Zündapp com eixo cardam, percorria vários municípios”.

José Genaro Salvador

53

100 Anos - 1916-2016


O OP JosĂŠ Genaro Salvador

54

100 Anos - 1916-2016


Pai e o Avô Pai e o Avô José Genaro Salvador

55

100 Anos - 1916-2016


[Cenas da família na década de 1950 e 60]

Acima, Ana, que tem ao seu lado uma amiga, posa com os filhos Maria de Fátima, Luiza Elizabete, Gilberto e Nilza no estúdio.

À direita, primeiros passos de Luiza Elizabete ao lado de seus primos e sua avó, nonna Luiza Ros Brero. Em pé, Giacomo Brero segura um gavião embalsamado por Beppe ao lado de seu irmão João Virtuoso Brero.

Sempre muito sisudo e sério com seus filhos e netos, Beppe era bastante enérgico e muitas vezes até temido. Com Anna Ros Salvador, teve oito filhos, que deram muito trabalho, mas também auxiliaram sobremaneira a família nos afazeres domésticos e principalmente no estúdio fotográfico.

José Genaro Salvador em foto de documentos.

José Genaro Salvador

56

100 Anos - 1916-2016


Gilberto e sua mãe, Anna.

Hoje, é unânime entre os filhos que esta educação firme com o exemplo de trabalho e também de amor, principalmente da esposa Anna Ros, moldou a família, que hoje tem profissionais bem sucedidos e em várias áreas de atuação.

À direita, família quase completa dos oito filhos e muitos netos posam para registro na década de 1980 na casa, no Balneário Arroio do Silva, onde Beppe e Anna moraram por três décadas.

José Genaro Salvador

57

100 Anos - 1916-2016


O

O Fim do F Fim do F JosĂŠ Genaro Salvador

58

100 Anos - 1916-2016


Foto Salvador Foto Salvado JosĂŠ Genaro Salvador

59

100 Anos - 1916-2016


Acima, recibo remanescente da empresa Vidraçaria e Foto Salvador.

“No trabalho com fotografia o que eu achava mais difícil era contentar as pessoas. Um feio enrugado queria ficar bonito e novo. Numa ocasião um senhor pediu para eu retocar uma fotografia, em suas costeletas, e ele não gostou. Rasguei a foto e disse a ele que milagre eu não podia fazer e que se ele quisesse uma foto melhor que trouxesse outro rosto. Da mesma forma as mães que queriam que seus filhos ficassem mais bonitos do que os filhos das outras mulheres. Por isso larguei a fotografia! Se hoje colocasse na minha frente uma máquina fotográfica e um machado, eu escolheria o machado”.

José Genaro Salvador

60

100 Anos - 1916-2016


Infelizmente, no início da década de 1970, José Genaro Salvador desinteressou-se pelas fotos, continuando a prestar serviços à comunidade como vidraceiro, atividade que já exercia simultaneamente à fotografia. Beppe também se dedicou à apicultura em seu sítio e na maior parte do tempo ocupava-se com consertos de equipamentos, pequenas invenções como aquecedores, facas, massageadores, peneiras e utensílios. José Genaro Salvador morou seus últimos anos de vida no Balneário Arroio do Silva na companhia de sua esposa, Anna Ros Salvador (1915-1995). Era conhecido pelos vizinhos e familiares como quem poderia consertar qualquer

coisa. Com mente engenhosa, perspicaz e curiosa, sempre estava atento a obter mais conhecimento, seja lendo inúmeros livros como assistindo a intermináveis documentários sobre ciência, astronomia e história quando surgiram os primeiros canais de televisão por assinatura. Nascido em 1º de janeiro de 1916, filho de Pietro Salvador e Elizabeta Magagnin, José Genaro Salvador faleceu no ano de 2000 na cidade de Florianópolis onde fazia tratamento contra uma enfisema pulmonar. Sepultado em Araranguá, deixou grande legado para a cidade, para a história e para a memória do Extremo Sul de Santa Catarina.

Beppe e Anna com o neto Talles Salvador Wachollz em 1981.

José Genaro Salvador

61

100 Anos - 1916-2016


O Resga O Resgate JosĂŠ Genaro Salvador

62

100 Anos - 1916-2016


ate do Acervo e do Acervo JosĂŠ Genaro Salvador

63

100 Anos - 1916-2016


Desde a década de 1990, a família de José Genaro e Anna tem trabalhado para resgatar e manter os equipamentos, negativos de vidro e principalmente as imagens, digitalizando-as de arquivos pessoais e de entidades para eternizá-las para a posteridade. O trabalho já teve o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) que forneceu material fotográfico para a coleta de fotografias em acervos pessoais.

Conjunto de três imagens resgatadas de negativos de vidro que estavam em casas de particulares, sendo resgatados pela família Salvador em 2016. As imagens mostram a construção de um posto da bandeira Texaco a beira do Rio Araranguá. Hoje o posto de arquitetura art decò não existe mais.

José Genaro Salvador

64

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

65

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

66

100 Anos - 1916-2016


Antes do advento da fotografia digital, o trabalho ainda passava pela captação em negativos tradicionais de plástico, mas nos anos 2000 o trabalho foi facilitado, pois a captação tornou-se mais rápida e simples, dando também a possibilidade de disseminação dos arquivos a fim de evitar que fiquem em um único local e possam sofrer com desastres como incêndios, umidade e falta de conservação. Com a chegada do Centenário de Nascimento de José Genaro Salvador em 2016, foi criada uma página na rede social Facebook (www.facebook.com/fotosalvador). O canal tem sido muito importante para a compilação, divulgação e principalmente colaboração de toda a comunidade para descobrir a data exata das fotografias, onde foram captadas e principalmente o nome das pessoas que foram retratadas.

Acima, negativo de vidro danificado sendo digitalizado com scanner para resgate da imagens que foi captada neste suporte. Trata-se de duas tecnologias separadas por 60 anos de diferença. Abaixo, caixas de negativos flexíveis, de plástico, e papéis fotográficos. José Genaro Salvador

67

100 Anos - 1916-2016


“Depois de muitos anos em busca do resgate da obra do Vô Beppe, eu havia pensado em criar um site para reunir todo o acervo, mas vi no Facebook uma forma de buscar a interação das pessoas, que poderiam contribuir e principalmente ajudar na disseminação do acervo para a memória visual de Araranguá e região, além de eternizar o legado de meu avô”.

Frase do neto Vicenzo Berti, que vem trabalhado neste resgate há vários anos.

Hoje a página é amplamente visitada, contando com quase mil fãs, tendo algumas imagens com interações de mais de 6 mil pessoas. A página está acessível no endereço www.facebook.com/fotosalvador .

À direita, capa da fanpage alusiva aos 100 Anos de Nascimento de José Genaro Salvador e publicações deste canal na rede social Facebook.


Nos últimos meses vários negativos de vidro foram digitalizados com scanners, o que interliga duas tecnologias separadas por mais de 60 anos de história – negativos de vidro e scanners digitais. Os negativos são digitalizados e depois invertidos em um software gráfico. A digitalização só foi possível com o apoio da empresa EquipeDigital.com de Florianópolis.

Acima, negativo de vidro sendo digitalizado. Á direita, várias imagens resgatadas de negativos de vidro que foram reencontrados em 2016. José Genaro Salvador

70

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

71

100 Anos - 1916-2016


Para comemorar o nascimento de Beppe a família produziu em conjunto com os Correios um selo comemorativo, que foi idealizado no início de 2016.

José Genaro Salvador

72

100 Anos - 1916-2016


A família continua buscando novas imagens perdidas em acervos para trazê-las novamente a público e disponibilizá-las para estudantes, historiadores e apreciadores da história. Se você tem acesso a imagens antigas da cidade de Araranguá e região, colabore enviando para o email vb@vicenzoberti.com.br ou entre em contato pela página no Facebook www.facebook.com/fotosalvador. A contribuição de todos é muito importante.

José Genaro Salvador

73

100 Anos - 1916-2016


Galeria Galeria d JosĂŠ Genaro Salvador

74

100 Anos - 1916-2016


adedeImagens Imagens JosĂŠ Genaro Salvador

75

100 Anos - 1916-2016


Acima, registro de discurso realizado por autoridades em frente a Casa Paroquial da Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens em Araranguá.

José Genaro Salvador

76

100 Anos - 1916-2016


Embora os negativos resgatados estejam bastante deteriorados após seis décadas guardados de forma equivocada, as imagens que foram recuperados são muito importantes e muitas vezes curiosas. A qualidade de resolução que estes negativos guardam é ímpar, pois são suportes maiores comparados aos últimos negativos maleáveis de plástico utilizados até a década de 2000 por fotógrafos do mundo todo.

Acima pode-se ver uma ampliação feita digitalmente de uma das imagens, mostrando um grupo de autoridades discursando a partir de uma sacada. A imagem pode ser ampliada facilmente pela qualidade proporcionada pelo negativo de vidro.

José Genaro Salvador

77

100 Anos - 1916-2016


Nesta página vê-se algumas das imagens captadas por José Genaro Salvador em quase 30 anos de atividade profissional no Extremo Sul de Santa Catarina e principalmente em Araranguá. Acima, registro da Rua 7 de Setembro mostrando em primeiro plano como era um posto de gasolina da Texaco com tonéis que eram bombeados. Ao centro desta página, família reunida em refeição comemorativa, procissão da padroeira da cidade. À direita, raro registro da antiga e da nova igreja matriz, que conviveram por pouco tempo juntas antes da demolição da igreja antiga.


JosĂŠ Genaro Salvador

79

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

80

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

81

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

82

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

83

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

84

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

85

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

86

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

87

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

88

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

89

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

90

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

91

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

92

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

93

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

94

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

95

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

96

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

97

100 Anos - 1916-2016


JosĂŠ Genaro Salvador

98

100 Anos - 1916-2016



100 Anos José Genaro Salvador (Beppe)