Page 1

LINHAS

Secretaria dos Transportes Metropolitanos

Revista eletrônica da Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos ano 1 - nº 2 | fevereiro de 2016

modernidade e tecnologia

População de Santos e São Vicente ganha qualidade no transporte com o VLT PÁGINA 8


2| Fevereiro 2016 | LINHAS


OPINIÃO

SIM, é possível !

S

ão Paulo traz modernidade e tecnologia de ponta para Santos e São Vicente com o VLT – Veículo Leve sobre Trilhos. O novo modal é o eixo principal do Sistema Integrado Metropolitano – SIM que o Governo do Estado implementa na Baixada Santista, e que conta ainda com a reestruturação do sistema de ônibus metropolitano. O sonho de colocar em funcionamento comercial o primeiro VLT elétrico do País foi inspirado nos modelos de sucesso em funcionamento na Europa. As equipes da EMTU/SP visitaram a fábrica da Vossloh, em Valência, na Espanha, e a fábrica da TTrans, em Três Rios, no Rio de Janeiro, acompanhando a produção dos primeiros veículos. São 1.500 empregos gerados em toda a cadeia produtiva. Além da modernidade desse modal, sua implantação traz um novo conceito desde a concepção do projeto até a operação. Em cada etapa do seu desenvolvimento a população foi envolvida, participando das audiências públicas realizadas ou conhecendo a Estação-Modelo montada em São Vicente, onde os futuros usuários puderam ter ideia de como seria o VLT brasileiro. Posteriormente, os usuários tiveram oportunidade de desfrutardos trens durante as operações-teste, em 2015, período em que foram transportadas cerca de 90 mil pessoas. O VLT é, certamente, um indutor de melhorias urbanísticas e qualidade de vida. O projeto paisagístico foi pensado de forma a integrar o modal com as características locais, minimizando conflitos com a arquitetura e o patrimônio histórico da região. O entorno vem sendo revitalizado, especialmente na área portuária.

Para os que desconhecem, a história lembra que o litoral paulista já foi servido por outro importante sistema de trilhos, datado de 1915, principalmente para escoar a produção de bananas do Vale do Ribeira até o porto de Santos, bem como realizar o transporte de pessoas. Isso até a chegada das primeiras estradas asfaltadas, que acompanharam igual traçado dos troncos ferroviários. O Governo do Estado de São Paulo começa a resgatar o melhor para a mobilidade urbana da Baixada Santista com o VLT: silencioso e não poluente é também rápido e eficiente. Entre o público é crescente a satisfação e confiança em utilizar o novo modal, conforme já registrado em reportagens exibidas pela mídia jornalística. O sucesso do VLT nos faz acreditar ser cada vez mais possível executar bons planos de governo com a participação também da iniciativa privada - neste caso por meio de PPP administrada pelo Consórcio BR Mobilidade Baixada Santista -, assim como fazer política pública com seriedade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população. Clodoaldo Pelissioni Secretário Estadual dos Transportes Metropolitanos de São Paulo LINHAS | Fevereiro 2016 3


O QUE VAI PELAS LINHAS SMS-Denúncia À disposição 24h, o SMS-Denúncia do Metrô existe para agilizar a comunicação do usuário com o Centro de Controle de Segurança da empresa. Assim que recebe a mensagem por SMS, o setor faz seu registro e avaliação, a fim de gerar a ação dos agentes do corpo de Segurança, que conta com mais de 1.100 funcionários uniformizados e também à paisana. A maioria dos contatos envolve intervenções contra comportamentos negativos de usuários. Com média de 141 mensagens diárias, o SMS-Denúncia do Metrô já recebeu 287 mil comunicações nos seus cinco anos de existência, completados em 26 de janeiro de 2016. O telefone para contato é o 97333-2252.

Centro de atendimento Os moradores da Freguesia do Ó e região podem conhecer mais detalhes sobre a construção da Linha 6 – Laranja do Metrô, por meio de um Centro de Atendimento à Comunidade. As principais dúvidas entre as 3.400 consultas já realizadas são relacionadas à localização das estações, distância em relação à residência ou trabalho, se a linha

Paulo Ricardo

será aérea ou subterrânea e quando iniciaram as obras. O serviço instalado pela concessionária Move São Paulo, responsável pela construção da Linha 6 atende de segunda a quinta-feira, das 9h às 19h e às sextas, das 9h às 18h na Rua Bonifácio Cubas, 130 - Largo do Cliper.

Bicicletário da Estação Butantã ab

40 anos de informações Criada em 25 de janeiro de 1976, a Central de Informações do Metrô completou 40 anos com mais de 5 milhões de ligações telefônicas recebidas no período. Entre os principais esclarecimentos prestados pela Central, estão questões que envolvem desde localizações específicas – como endereços de hospitais próximos do Metrô–, até itinerários de ônibus, trens, dados sobre tarifas, integração e achados e perdidos. Diariamente, o serviço atende pelo 0800-770-7722, das 5h30 às 23h30, além de também receber ligações de pessoas com deficiência auditiva, por meio do 0800-774-4142.

Roberta Miranda

Chitãozinho e Xororó

um casamento

Mais de 3.650 usuários utilizam todo mês os três bicicletários da Linha 4 – Amarela do Metrô, que dispõe de 421 vagas.

A Estação Pinheiros conta com o maior espaço para abrigar 188 bikes; a Butantã comporta 150, e é a mais movimentada com 3 mil ciclistas mensais;

NO EMBA

Em homenagem aos fizeram aprese brasileira. Entre eles, C ao longo 2-Verde e 3-Vermelha. e surpreender e es

Luiza Possi


Menos Poluição A frota gerenciada pela EMTU/ SP esteve acima dos 80% de aprovação nas quatro regiões metropolitanas avaliadas pelo ConscientizAr, em 2015. O programa visa diminuir a emissão de poluentes dos ônibus metropolitanos com a conscientização das empresas operadoras sobre a necessidade de manter os motores regulados.

briga até 150 bikes

o perfeito

a Estação Fradique Coutinho oferece 83 vagas. Pinheiros e Butantã funcionam diariamente, inclusive feriados, das 6h às 22h. Já a Fradique Coutinho conta com horário mais prolongado: domingo a sextafeira, das 4h40 à meia-noite e aos sábados e feriados, das 4h40 à 1h.

As bicicletas devem ser presas com correntes e cadeados dos próprios usuários, responsáveis também pela guarda das chaves. As quenão forem retiradas dentro do horário de funcionamento permanecem no local até o dia seguinte. Cada usuário pode transportar apenas uma bike, não motorizada, limpa (sem barro, lama ou graxa) zelando pelo conforto de todos.

A emissão da fumaça preta é medida por técnicos treinados pela Cetesb – Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental por meio de um equipamento denominado opacímetro. Em caso de reprovação do veículo, a operadora é notificada e multada.

Técnicos medem emissão de fumaça

ALO COM VEJA SP E METRÔ

462 anos da cidade de São Paulo, artistas convidados pela revista Veja São Paulo entações surpresa pelo Metrô, em janeiro. Foram 10 artistas da cena musical Chitãozinho e Xororó, Roberta Miranda, Luiza Possi, Paulo Ricardo e Paula Lima que, o do dia, se revezaram em pocket shows em estações das linhas 1-Azul, As aparições dos cantores, de vários estilos musicais, aconteceram de hora em hora ram os usuários. Gratuitas, as apresentações começaram às 10h da manhã stenderam-se durante todo o dia até o começo da noite, às 21h.

Tiago Iorc

Supla

Beatles para Crianças

Paula Lima


A

Linha 13-Jade, que está em construção e ligará a capital ao aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos, recebeu novo incremento. O governador Alckmin autorizou em janeiro, a publicação de editais para a CPTM contratar os sistemas de sinalização, monitoramento de vias e telecomunicações, fomentando a geração de empregos, 1900 atualmente. Também foi lançada a concorrência para aquisição de oito novas composições e dada a ordem de serviço para início do contrato de energia. O investimento total estimado nas novas contratações é de cerca de R$ 600 milhões.

Cerca de 1900 pessoas integram o quadro de mão de obra gerado pela construção da Linha 13-Jade

As composições, formadas por oito carros, terão salão contínuo, ar condicionado, câmeras de vigilância, iluminação interna com lâmpadas de led, dispositivos para detecção e extinção de incêndio, além de sistema multimídia para os passageiros e mapa de linha eletrônico.

tribuídos por três estações: duas novas em Guarulhos, Cecap, que permitirá a integração com a Rodoviária de Guarulhos, e Aeroporto. A estação Engenheiro Goulart, em reconstrução, fará conexão com a Linha 12Safira (Brás - Calmon Viana) na capital paulista.

Para os viajantes que utilizarão o aeroporto internacional Governador André Franco Montoro (também conhecido por Cumbica e Internacional de Guarulhos), os trens dessa linha serão equipados com bagageiros.

O investimento na obra gira em torno de R$ 1,8 bilhão e beneficiará 120 mil pessoas/dia. Será uma nova opção de transporte mais eficiente, rapido e barato R$3,80 ao preço de hoje.

Dos 12,2 km de extensão de linha, 4,3 km são em superfície e 7,9 km em estrutura elevada, dis-

Trata-se de um salto na mobilidade para os moradores de Guarulhos, a população em geral e os turistas que chegam a São Paulo.


CAPA

A implantação do primeiro VLT elétrico em operação comercial no Brasil movimenta o mercado de trabalho com 1500 empregos

vlt é re


ealidade


Cerca de 90 mil usuários embarcaram no VLT em 2015

I

niciativa do Governo do Estado de São Paulo e implantado pela EMTU/SP, o VLT - Veículo Leve sobre Trilhos já está incorporado ao cotidiano da Baixada Santista.

entregue. Estão previstas mais quatro estações em Santos - Benardino de Campos, Ana Costa, Washington Luis e Conselheiro Nébias -, além do Terminal Barreiros, em São Vicente.

Com capacidade para até 400 passageiros em veículos de 44m de comprimento, esse novo modal que integra sistemas de transporte de diversas cidades do mundo, é o primeiro elétrico em funcionamento comercial no Brasil.

Na área do Terminal Porto, funciona o moderno CCO do VLT. Do prédio de três andares é possível administrar o vai e vem dos veículos, sistemas de energia, movimentação do embarque e desembarque de passageiros e segurança das estações e vias.

Silencioso e não poluente, o VLT mudou positivamente o visual de Santos e São Vicente. Grande parte das obras do primeiro trecho de 11km, que liga Barreiros, em São Vicente, à região do Porto de Santos, já foi 10

Fevereiro 2016 | LINHAS

em São Vicente, contará com 7,5km e quatro estações. Atualmente, os veículos percorrem o trecho de 6,8km em até 20 minutos, das 9h às 16h, com intervalo de 10 minutos entre as viagens. Durante as operações-teste, em 2015, as composições circularam inicialmente em horário reduzido, das 13h às 16h, transportando cerca de 90 mil usuários.

No começo de 2016, o Consórcio BR Mobilidade assumiu a A segunda etapa de implantação, Operação Assistida, conjuntade Conselheiro Nébias a Valon- mente com a EMTU/SP, e os go, segue em curso com seus 8 km de extensão, a construção do Terminal Valongo e 13 estações de embarque e desembarque. A extensão Barreiros – Samaritá,


horários de atendimento foram ampliados. Ainda para este ano, estão previstos mais dois acréscimos: um de 5h, a partir de março, quando o VLT passará a circular das 7h às 19h e outro, no segundo semestre, das 6h às 23h. Os novos condutores receberam treinamento intenso, teórico e prático, ministrado pela EMTU/ SP e pela empresa Ferrocarriles, responsável pela operação do VLT na cidade espanhola de Valência. Dos 22 veículos que circularão, 12 já foram entregues.

Trens possuem capacidade para até 400 passageiros

Para garantir a adaptação das comunidades ao modal, continua a campanha de conscientização. Pedestres, motoristas, ciclistas, motoqueiros e usuários que circulam na região vêm sendo orientados sobre cuidados com a segurança. A EMTU instalou faixas de sinalização nos cruzamentos ao longo do trecho em operação e próximo às estações, além da distribuição de folhetos informativos e também cartazes nos ônibus e nos VLTs. Como ocorre nas cidades europeias onde já é parte da rotina dos habitantes, a convivência harmoniosa com carros, ônibus, pedestres e ciclistas é apenas uma questão de tempo também na Baixada Santista.

Pátio que abrigará frota está em construção

CCO - Centro de Controle Operacional monitora todo o sistema LINHAS | Fevereiro 2016

11


CURIOSIDADES

NO METRÔ TAMBÉM TEM TRABALHO ARQUEOLÓGICO Na Estação Adolfo Pinheiro da Linha 5 estão expostos 600 metros de trilhos de bonde do século XIX encontrados soterrados durante as obras

A

o mergulhar no subsolo da capital paulista, o Metrô tem colecionado achados significativos para a história da cidade e do País. Desde a década de 70, com as atividades para a implantação da primeira linha metroviária em São Paulo, já havia uma expectativa arqueológica presente. Tal perspectiva foi sistematizada com a contratação de empresas especializadas para detectar o potencial arqueológico dos terrenos em que seriam realizadas as obras, bem como estudos detalhados sobre a história de cada bairro impactado pelo empreendimento. Assim foi com os 600 metros de trilhos de bonde, do final do sé-

12

culo XIX, encontrados soterrados durante as obras para a construção da estação Adolfo Pinheiro, da Linha 5- Lilás, na região do bairro de Santo Amaro. Parte deste material resgatado passou a constituir a vitrine arqueológica permanente instalada nessa mesma estação.

O material com potencial arqueológico encontrado durante as escavações para as obras do Metrô é analisado por uma equipe de arqueólogos e historiadores. Depois, passa por criterioso processo de limpeza, antes de ser catalogado e enviado geralmente

Outros achados considerados de relevância até agora na expansão da Linha 5 foram vasos de cerâmica e louças que, com influência indígena e europeia, permitem uma compreensão maior sobre o início da ocupação urbana e a história das famílias residentes em Santo Amaro, que originalmente era um município independente da cidade de São Paulo.

Fevereiro 2016 | LINHAS

Empresas especializadas detectam materi


CURIOSIDADES

Replantio em área de 44 mil m² em Joanópolis

compensação ambientaL praticada com rigor

Em grandes obras que interferem na paisagem urbana ou na vegetação, a prática de compensação ambiental vem sendo respeitada com rigor, por meio de Termos de Compromisso. No Parque Ecológico do Tietê, mais de 15 mil mudas de árvores nativas começam a ser plantadas, em compensação aos cortes realizados para a execução da obra da Linha 13-Jade da CPTM, que irá até o Aeroporto de Guarulhos. para o Departamento Patrimonial Histórico da Prefeitura paulistana ou para o Museu Histórico Sorocabano, especializado na guarda da memória do setor ferroviário paulista, situado em Sorocaba, interior do Estado.

ial durante escavações

O parque da Zona Leste de São Paulo, administrado pelo Governo do Estado, por meio do DAEE Departamento de Águas e Energia Elétrica, ganha novas mudas de quaresmeiras, ipê amarelo, imbiruçu, alelueiro e ingá, entre outras

espécies da Mata Atlântica. Também a Linha-6 Laranja do Metrô tem o compromisso de minimizar os impactos ao meio ambiente, utilizando igual recurso. A Concessionária Move São Paulo, responsável pela construção, operação e manutenção do empreendimento, já plantou mais de 6.600 mudas nativas de Mata Atlântica. Uma área de 44 mil m² localizada no sítio Santo Antônio, na cidade de Joanópolis. Neste caso, o plantio faz parte do programa Nascentes, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente para revigorar a produção de água dos mananciais do sistema Cantareira.

Arqueólogos e historiadores analisam e catalogam objetos


O

fato de quase meio milhão de pessoas (exatas 499.303) demandarem os serviços da EFCJ – Estrada de Ferro Campos do Jordão em 2015 tem uma explicação simples, mas contundente: o nível de qualidade ofertado para turistas e a população de Pindamonhangaba, está correspondendo às expectativas dos usuários. Sob a gestão da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, desde 2011 essa marca vem evoluindo positivamente ano a ano, do patamar médio de 330 mil passageiros em 2013 e 2014 a 473 mil em 2014 e quase 500 mil em 2015, para orgulho dos atuais 255 funcionários da estrada de ferro.

Equipes trabalham na recuperação da rodovia centenária modernidade, presteza e retomando a confiança dos usuários. Já foram R$ 28 milhões, a partir de 2011, destinados a ações administrativas e recomposição total da infraestrutura de 100 anos. Vale citar desde a recuperação do quadro funcional – passando por treinamento e capacitação de pessoal; renovação de convênios e termos de cooperação; implantação de novas paradas; além da recuperação de estações antigas; obras de acessibilidade, paisagismo, identidade visual e manutenção de todo o sistema.

Por meio de aporte financeiro do Governo do Estado de São Paulo e uma administração focada na viabilidade do empreendimento para o futuro, o patrimônio cente- Com tudo isso foi possível resganário da EFCJ vem ganhando tar a função pioneira da EFCJ:

atender a população para o transporte das regiões rurais do município e incrementar sua vocação enquanto complexo turístico que oferece a operação de trens e equipamentos de lazer, como parques, teleférico, pedalinho e um centro de memória ferroviária. Atualmente, os serviços cedidos ao longo de 47 km de linha incluem o Trem de Subúrbio, Trem Turístico de Piracuama, Trem do Mirante, Bonde Turístico, Bonde Turístico Urbano, Maria Fumaça e Trem de Serra, englobando as cidades de Pindamonhangaba, Santo Antonio do Pinhal e Campos do Jordão.

nova estação suzano Com investimento de R$ 46,2 milhões, o governador Geraldo Alckmin entregou em fevereiro a primeira etapa das obras de reconstrução da Estação Suzano, que atende a Linha 11Coral (Luz – Estudantes), da CPTM. Nesta fase, das 14 escadas rolantes já instaladas, 6 entrarão em operação, e dos 4 elevadores implantados, 3 estarão operacionais. Os demais equipamentos integram a segunda etapa da obra, quando a estação ganhará uma segunda plataforma e o maior bicicletário administrado pela CPTM, com 536 vagas. A estação conta com dois acessos: um pela rua Dr. Prudente de Moraes e outra pela av. Major Pinheiro Fróes. Cada acesso dispõe de duas escadas rolantes, uma fixa e um elevador.A população também já poderá fazer uso da passarela de transposição à via férrea, em área não-paga, iluminada e aberta 24 horas.


16| Fevereiro 2016 | LINHAS

Linhas - Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos de São Paulo  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you