Page 1

Linhas

Revista eletrônica da Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos | Ano 2 | N º 13

Dividindo conhecimento Do incentivo à leitura às ações sociais, a STM gera boa informação


2

Linhas |||| NĂşmero 13


Opinião

A STM na corrente do bem S

e o ponto de partida para

em locais públicos - nos bancos

construir uma nação melhor

dos trens, metrôs, ônibus, praças,

é a educação, a Secretaria dos

cafés –, democratizando o acesso ao

Transportes Metropolitanos se orgu-

conhecimento. Agarramos essa pro-

lha em promover sucessivas cam-

posta com tudo, porque partilhamos

panhas de esclarecimento para seus

a ideia de que a leitura promove o

usuários, por meio das empresas que

crescimento das pessoas: é melhor

compõem o sistema: EFCJ, EMTU/SP,

ensinar a pescar do que dar o peixe.

CPTM e METRÔ.

O transporte público é apontado,

Num país como o Brasil, em que

na quarta edição da pesquisa “Retra-

quase tudo está por se fazer, a STM

tos da Leitura no Brasil”, enco-

aderiu com vigor aos programas de

mendada pelo Instituto Pró-Livro e

responsabilidade social, cujo con-

divulgada em maio de 2016, como o

Clodoaldo Pelissioni

ceito vem recebendo novas nuan-

5º lugar onde as pessoas mais cos-

Secretário Estadual dos Transportes

ces, mas convergindo sempre para

tumam ler. Na perspectiva de que é

Metropolitanos de São Paulo

o mesmo ideal: ajudar o próximo,

possível viajar para onde se queira

envolvendo o maior número de pes-

nas páginas de um livro - insubsti-

soas na chamada corrente do bem.

tuíveis que são - a STM reitera seu

Nada a ver com filantropia ou simples

assistência

social.

Aqui,

comprometimento com a prática de distribuí-los e incentivá-los.

como em inúmeras corporações da

A semente está lançada e a Secre-

iniciativa privada, ONGs e outras

taria se sente honrada em contribuir.

entidades civis, espalhadas pelo Bra-

Quem acompanha a agenda coti-

sil e o mundo, a ajuda de cada um é

diana das suas empresas conhece o

valiosa para o processo contínuo de

engajamento de todas com a prática

melhoria nas relações com funcio-

da responsabilidade social. As cam-

nários, amigos, parceiros e a socie-

panhas recorrentes em estações e

dade. Assim deve ser em prol de um

terminais tratam, além do incentivo

crescimento mais sustentável.

à leitura, dos temas importantes da

E como chegar mais facilmente à

atualidade, a exemplo de educação e

educação e à informação, senão por

saúde - doenças sexualmente trans-

meio dos livros? Por isso entramos

missíveis, do coração, hipertensão,

de cabeça no BookCrossing, projeto

diabetes, HIV, dengue, câncer de

criado por um americano visando

mama e de próstata – para citar as

inicialmente a disseminação da lei-

mais frequentes.

tura pela Internet.

Essa é a nossa contribuição para

A proposta ganhou asas e se

conquistarmos um mundo melhor.

espalhou pelos cantos do planeta,

Se cada um fizer sua parte... cresce a

fomentando a liberação de livros

corrente do bem. Simples assim!

Linhas |||| Número 13

3


O que vai pelas linhas

Wi-fi em novas estações do Metrô

Modelo é similar aos do Metrô de Paris e Eurotúnel

em lotes e outras individualmente). A empresa N1 Telecom foi selecionada para implantar o serviço nos lotes que compreendem as primeiras 40 estações, sendo que as restantes das linhas 1, 2 e 3 continuam disponíveis para a oferta do serviço. Paralelamente, o desempenho do modelo de negócio será analisado e aprimorado, se necessário, em contrato de concessão de longo prazo. Pelo

acordo

firmado

com

a

empresa N1, as estações também receberão

sinalização

especial,

com informações ao público sobre a disponibilidade do serviço e, em algumas, haverá pontos para carregamento de bateria do celular. Como retorno, o Metrô estima receber mais de R$ 5 milhões por ano. Internet gratuita é ampliada e funcionará também nas áreas livres das estações ais uma vez, o Metrô de São

M

banda de internet suficiente para a

Paulo fecha parceria com o

navegação em sites, redes sociais,

investidor privado a fim de oferecer

aplicativos de comunicação e envio

melhores serviços aos usuários. A

de e-mails. As estações terão capa-

iniciativa permitiu ampliar a internet

cidade para receber mais de 400

gratuita para 40 estações do sistema,

acessos simultâneos, em média.

nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Ver-

Nas de maior fluxo, essa capacidade

melha e 5-Lilás. Agora, são 34 novas

deve superar 2.000 usuários, graças

estações com rede Wi-fi, além das

à infraestrutura de fibra óptica ins-

seis até então conectadas.

talada e equipamentos de propaga-

Dividido em duas etapas, o projeto

ção de Wi-fi para alta densidade de

começou por 20 estações no início de

usuários, similares aos utilizados no

fevereiro. Com exceção das platafor-

Metrô de Paris e no Eurotúnel.

mas - por medida preventiva de segu-

Para se conectar é fácil: basta o

rança -, o sinal fica disponível tanto

usuário se cadastrar, preenchendo

nas áreas livres como nas áreas pagas.

seu nome, e-mail e telefone, usar

As demais 20 estações passam a con-

os dados do Facebook ou Linkedin.

tar com o serviço no final do mês.

O período de acesso é de 15 minu-

infraes-

tos, mas a reconexão pode ser feita

trutura e a substituição de equipa-

a qualquer momento, após exibida

mentos por outros mais modernos

uma página com a mensagem “Bem

aumentou

O

investimento

em

sinal

Vindo de Volta”, evitando que um

aberto, que ainda se encontra na fase

novo cadastro seja necessário. Não há

de testes. Em troca, a empresa N1,

limitação para o número de acessos.

a

cobertura

do

vencedora do processo de licitação, ganha o direito de exploração publicitária do conteúdo online.

Para esta parceria, o Metrô rea-

no Metrô possibi-

lizou chamamento público disponi-

lita a velocidade média de 1mbps,

bilizando todas as estações (algumas

O Wi-fi

4

Chamamento Público

Linhas |||| Número 13

||||

Estações com wifi ativado a partir de 5 de fevereiro • Linha 1-Azul: Armênia, São Joaquim, Vergueiro, Paraíso, Ana Rosa, Santa Cruz, Santana e Jabaquara. • Linha 2-Verde: Brigadeiro, Trianon-Masp, Tamanduateí e Vila Prudente. • Linha 3-Vermelha: Marechal Deodoro, Santa Cecília, Brás, Patriarca, Carrão, Vila Matilde, Guilhermina-Esperança e Sé.

Estações com wifi ativado a partir de 19 de fevereiro: • Linha 1-Azul: São Bento, Luz, Portuguesa-Tietê, Vila Mariana e Tucuruvi. • Linha 2-Verde: Consolação, Clínicas, Vila Madalena e Sacomã. • Linha 3-Vermelha: Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Artur Alvim, Penha, República, Anhangabaú, Bresser-Mooca, Belém e Palmeiras-Barra Funda. • Linha 5-Lilás: Santo Amaro e Largo Treze. Mais informações no telefone (12) 3644-7408.


O que vai pelas linhas

EFCJ bate novo recorde Crescimento é de 7,68% A Estrada de Ferro Campos do

Os itens que mais contribuíram

Jordão - EFCJ bateu, em 2016, novo

para a elevação de demanda ficaram

recorde de demanda. Foram 537.670

por conta do teleférico em Campos

usuários atendidos, um crescimento

do Jordão, muito procurado pelos

de 7,68% sobre os números de todo

turistas, e com o Trem de Subúrbio,

o ano de 2015, 499.303 usuário. E já

que serve primordialmente a popu-

no exercício anterior, 2015, também

lação de Pindamonhangaba.

houve um aumento de 3,5% nos atendimentos em relação a 2014.

Os demonstrativos constam nas tabelas abaixo:

JAN-DEZ

2015

2016

% DE AUMENTO

Teleférico

161.622

243.288

50,53%

Trem de Subúrbio

38.559

44.132

14,45%

Teleférico e Trem de Subúrbio são itens mais representantivos Estes e outros dados sobre a

Os meses que mais contribuíram para essa performance foram maio e junho:

performance da empresa podem ser

2015

2016

% DE AUMENTO

encontrados no Relatório Adminis-

Maio

28.808

52.184

81,14%

trativo/2016, no site da EFCJ: http://

Junho

35.274

56.406

59,91%

www.efcj.sp.gov.br.

||||

Curtas Países em foco

A Linha da Cultura no Metrô

STM ganha novo site

Usuários da Linha 4-Ama-

Pelo www.metrosp.sp.gov.br,

O layout do site da Secre-

rela podem conhecer, até abril,

os usuários do Metrô/SP também

taria dos Transportes Metro-

um pouco da história do Peru,

acompanham a programação do

politanos

Japão, Austrália e Lituânia.

Linha da Cultura. A exibição de

mudanças. Nele, os internau-

Por meio de uma parceria com

fotos, telas, desenhos, esculturas,

tas encontram notícias, even-

consulados desses países, o

instalações e shows teve início em

tos, campanhas de saúde,

“Programa Consulados” mon-

1986 com o Ação Cultural, projeto

educação, cultura e lazer das

tou exposições com um pouco

que em 2010 passou a se chamar

empresas vinculadas – EFCJ,

da diversidade cultural, a tra-

Linha da Cultura.

EMTU, CPTM e METRÔ, além

dição dos povos e a natureza dessas regiões. O objetivo é incentivar o

(STM)

está

com

Organizadas pelo Depto. de

do status sobre projetos e

Marketing do Metrô, são reali-

obras em curso. Confira no

zadas 20 exposições por mês, em

endereço www.stm.sp.gov.br.

intercâmbio de informações

média.

As obras percorrem as

em uma cidade multicultural

estações mantendo o perfil iti-

como São Paulo. Mais dados no

nerante, pensado para alcançar o

www.viaquatro.com.br.

máximo de público.

Linhas |||| Número 13

5


Capa

O espírito da partilha Programas de responsabilidade social integram cotidiano dos transportes metropolitanos 6

O

s usuários que utilizam os serviços das empresas vinculadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos – STM já se familiarizaram com as inú-

meras e valiosas campanhas de saúde, educativas e de

utilidade pública realizadas dentro ou fora do calendário oficial. De todas as iniciativas, talvez a mais importante seja o engajamento com o conceito do BookCrossing, lançado nos EUA por volta de 2001. Tratava-se de uma grande brincadeira que começou na Internet para incentivar a leitura pela rede, a fim de transformar o planeta em uma enorme biblioteca. A proposta ganhou novos contornos, se alastrou pelo mundo inteiro e foi abraçada pelo sistema metropolitanos de

Linhas |||| Número 13


Capa

transportes coletivos com um perfil que avançou para

mais de 180 mil livros doados e distribuídos para serem

além do mundo virtual, mas com igual objetivo: o de dis-

compartilhados dentro e fora do sistema. Da iniciativa

seminar o fascínio dos livros, o caminho da informação e

surgiram parceiros e ideias complementares, como a

dos sonhos contidos em cada página.

construção de pequenas estantes em algumas estações,

Na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos –

em que os exemplares são deixados com conteúdos clás-

CPTM, o projeto chama-se “Livro Livre”; na Empresa

sicos nacionais e estrangeiros, didáticos, infanto-juvenis,

Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo –

religiosos, de auto-ajuda etc.

EMTU/SP, “GiraLivro”; e “Leitura no Vagão” na Companhia do Metropolitano – Metrô.

Projetos do tipo funcionam como uma corrente do bem. Não possuem caráter comercial e são sempre

A ação incentiva o ato de ler e repassar o livro para

muito valiosos, inclusive em estruturas organizacionais

outra pessoa em lugares públicos - a exemplo dos ônibus,

que atendem a um público muito diversificado e carente

trens, metrôs -, cafés ou em um simples banco de praça.

de informação. Em países como o Brasil, fazem toda a

Só na CPTM o programa comemora 12 anos em 2017 com

diferença.

Linhas |||| Número 13

7


Capa “Junte-se ao nosso bloco”

em termos educacionais. Basicamente, as empresas focam

sistema em quase 20 anos de promo-

empresa, as mudanças sociais, a glo-

o calendário oficial e o Carnaval enca-

ções para conscientizar a população

balização e as formas de interação

beça a primeira atividade do ano.

sobre a importância da prevenção.

social estão alterando a forma como

No Metrô, sob o slogan “Junte-se ao

A campanha é uma ferramenta que

os negócios são conduzidos e o modo

Nosso Bloco”, a ação alerta para a

permite às pessoas um olhar mais

como consumidores e usuários os

gravidade das Doenças Sexualmente

crítico em relação a AIDs e demais

enxergam. No caso dos transportes

Transmissíveis - DSTs se estendeu

doenças sexualmente transmissíveis.

coletivos, respaldar a sustentabili-

dos dias 15 a 28 de fevereiro, terça-

dade e o conhecimento, por meio de

feira de Carnaval. Além da apresen-

campanhas institucionais de edu-

tação de esquetes teatrais, foram

cação, de saúde e utilidade pública,

distribuídos preservativos.

tem por finalidade muito mais do que fortalecer a marca.

Já a CPTM manteve os displays

Coração, hipertensão, diabetes, hepatite C Toda agenda é um bom pretexto para chamar a atenção dos usuários dos

transportes

metropolitanos

permanentes e a ação itinerante

em relação a problemas de saúde

Daí as recorrentes iniciativas para

da Ong Mulheres contra a Aids em

comuns no país, como as doenças

abordar por exemplo a AIDS, a den-

algumas de suas estações. O Departa-

cardíacas, o diabetes, a hipertensão

gue, as doenças do coração, o diabe-

mento de Eventos da Companhia, que

arterial. É por isso que a EMTU pre-

tes, hipertensão e o câncer de mama,

organiza as campanhas, calcula que

tende repetir este ano as atividades

já que o Brasil é um país bem carente

centenas de milhares de preservati-

do Dia Nacional do Idoso.

A leitura e a educação convergem para o caminho da informação que gera esclarecimento e pode até salvar uma vida!

8

vos vêm sendo entregues em todo o

Seja qual for o tamanho de uma

Linhas |||| Número 13


Capa

6

PASSOS PARA PREVENÇÃO DO

CÂNCER DE PRÓSTATA:

1 3 5

Cuide de seu peso com uma alimentação rica em frutas e fibras Pratique 30 minutos de atividade física diariamente

2

Não abuse de bebidas alcoólicas

4

Diminua o consumo de carne vermelha

6

Não fume

Faça um check-up anual com urologista

45

NÃO DEIXE PARA OS DO SEGUNDO TEMPO

PROCURE UM MÉDICO E PREVINA-SE

CONTRA O CÂNCER DE PRÓSTATA! HOSPITAL DE TRANSPLANTES EURYCLIDES DE JESUS ZERBINI

HOSPITAL DE TRANSPLANTES EURYCLIDES DE JESUS ZERBINI

Em 2016, a empresa

reuniu

oficinas sobre a prevenção de quedas,

profissionais das áreas de Nutrição,

cuidados com medicações e alimen-

Psicologia, Serviço Social, Fisiote-

tação saudável.

rapia, Enfermagem e Farmácia, que

E se alimentação saudável é

atenderam gratuitamente aos usuá-

motivo para organizar outros eventos

rios em ilhas montadas no Terminal

que venham a contribuir para o escla-

Metropolitano do Jabaquara. A parce-

recimento dos usuários, a empresa

ria se deu com o Instituto do Coração

não se furta a se engajar nas cam-

(INCOR) e o Hospital das Clínicas, no

panhas da Organização Mundial da

evento que chamou os participantes

Saúde, que escolhe um tema a cada

a uma reflexão de como envelhe-

ano. Em 2016, o diabetes - terceiro

cer com saúde. A população teve a

maior fator de risco cardiovascular

oportunidade de participar ainda de

para o infarto e derrame (AVC) -,

O câncer de mama e de próstata estão entre as campanhas de saúde, comumente realizadas

Uma picada no dedo tem como detectar o diabetes ou a hepatite C para evitar o pior, assim como uma palavra sobre a dengue Linhas |||| Número 13

9


Capa

levou a EMTU a realizar testes gratuitos de glicemia, em parceria com a Associação de Diabetes Juvenil – ADJ, que orientou também sobre como

A STM e as empresas a ela vinculadas abrem o sistema para parcerias que orientam milhares de pessoas. É o papel social a cumprir

proceder caso os índices de glicemia estejam muito altos. O utras abordagens sistemáticas nas campanhas das empresas são a hipertensão, hepatite C, ou combate a catarata, oportunidades em que os passageiros medem a pressão arterial, a pressão ocular, realizam testes e recebem informações básicas. As programações incluem a armação de tendas em estações e terminais, com apoio e a disponibilização de profissionais gabaritados a fazer exames ou conscientizar quanto aos cuidados, e sempre com a chancela de entidades médicas. Algumas vezes, os usuários que

titivo, mas os criadouros estão por aí,

diferente. Mais recentes são as ini-

recebem resultado positivo de alguma

trazendo muita tristeza, a despeito de

ciativas dedicadas à conscientização

doença chegam a ser encaminhados a

um turbilhão de informações dispa-

e ao combate ao câncer de próstata

exames complementares e orienta-

radas pelos meios de comunicação.

e a outras doenças que podem afetar

ções para o tratamento, dependendo da extensão da parceria fechada.

Dengue, Outubro Rosa e Novembro Azul

10

O que não pode mais faltar ao

o homem, um pouco mais resistente

calendário de ações sociais são os

aos acompanhamentos preventivos

alertas ao câncer de mama e prós-

em geral.

tata, levadas nos meses de outubro

As empresas vinculadas à STM

Assuntos sempre presentes nas

e novembro, respectivamente pelas

fazem sua parte. Nessas ocasiões,

agendas são as campanhas de com-

empresas. Dicas de prevenção e auto-

oferecem exames rápidos possíveis,

bate à dengue, quando se tenta de

exame, os sintomas da doença e como

como o do HIV, distribui preser-

tudo para mostrar aos usuários os

tratá-la são básicos nestas iniciativas.

vativos e orienta. É o papel social

perigos dos criadouros do mosquito

Após tantos anos de luta, o

a cumprir no mundo de hoje, com

Aedes Aegypti, transmissor também

assunto finalmente mobiliza vários

tantas necessidades, especialmente

da zika e chikungunya. Parece repe-

setores da sociedade e não poderia ser

a de partilhar.

Linhas |||| Número 13

||||


Cotidiano

Voluntariado ganha força na CPTM “UNIDOS PELOS TRILHOS” entra na corrente do bem

A

Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

possui

um

programa de incentivo ao

voluntariado que “tem feito a cabeça de muita gente” - na concepção positiva desta expressão atual tão popular. A iniciativa que partiu do

A campanha de arrecadação de lacres de latas de alumínio é a primeira em 2017

presidente da empresa, Paulo Magalhães Bento Gonçalves, e recebeu

tário se transforma internamente e

mais de 40 anos de existência, locali-

o nome de “Unidos pelos Trilhos”,

também aprende”, testemunha ele.

zada em Guaianazes, na zona leste da

vem entusiasmando os funcionários e ganhando novos adeptos.

Ao falar da “corrente do bem”

capital. Os produtos recicláveis foram

gerada por uma boa ação, o pre-

enviados para a Central de Recicla-

Paulo conta que sua percepção

sidente entusiasma e comove os

gem do Centro Espírita Perseverança.

da vida mudou desde que se tor-

ouvintes exemplificando, de forma

A criação do trabalho voluntário

nou um voluntário, em 2002. Por

simples, como o “bem gera o bem”.

na CPTM seguiu os trâmites da legis-

isso, solicitou ao GRH da CPTM que

Desde seu lançamento na CPTM,

lação específica que existe para este

criasse o programa de voluntariado

o programa motivou os primeiros

segmento. Conta com regulamento e

na empresa. “Comecei como volun-

participantes. Convidados para um

a parceria do Fundo Social de Solida-

tário dando aulas em escolas no Rio

encontro inicial e sem estarem intei-

riedade do Governo do Estado de São

de Janeiro”, lembra. Já em Fortaleza,

rados de qual a finalidade, cada um

Paulo, que atende uma lista de enti-

onde viveu posteriormente antes de

levou um brinquedo, um papel colo-

dades pré-cadastradas.

vir para São Paulo, se engajou num

rido e produtos recicláveis.

A arrecadação de fraldas (geri-

projeto semelhante: enquanto ensi-

Só no final dos trabalhos, o grupo

átrica e infantil), lacres de latinhas

nava a garotada, os pais se reuniam

soube que 50% dos 262 brinquedos

de alumínio que são trocados por

para confeccionar produtos artesa-

doados pelos empregados iam para

cadeiras de roda, doação de roupi-

nais que vendiam para reforço da

a ONG Amigos do Bem e o restante

nhas e produtos de higiene utilizados

própria renda. “Ao doar seu tempo,

para a Comunidade Kolping, uma

pelas mães com crianças pequenas,

seu trabalho e seu talento, o volun-

organização sem fins lucrativos, com

constam entre as campanhas exitosas realizadas até então. Já a doação de sobra de remédios - certamente dentro da validade -, é uma das campanhas permanentes.

||||

A arrecadação de fraldas, geriátrica e infantil, consta das campanhas exitosas Linhas |||| Número 13

11


12

Linhas |||| NĂşmero 13


INVESTIMENTOS

Alckmin entrega fase completa do VLT Agora, são 11,5 km de vias

M

oradores da Baixada Santista, entre Barreiros, em São Vicente, e o Porto de

Santos, já contam com os serviços do Veículo Leve sobre Trilhos – VLT no trecho de 11,5 km que perfazem a primeira fase do projeto. O Governo do Estado investiu R$ 1,3 bilhão na obra, com capacidade para atender até 25 mil pessoas por dia. Hoje, esse modal

Governo do Estado investiu R$ 1,3 bilhão na obra

transporta em média 6 mil usuários VLT faz parte do SIM (Sistema Inte-

O horário de funcionamento do

No começo de fevereiro, o gover-

grado Metropolitano da Baixada San-

VLT foi ampliado desde 1º de feve-

nador Geraldo Alckmin entregou o

tista), que inclui 37 linhas de ônibus

reiro, passando a operar das 7h às

terminal Barreiros e as estações Ana

intermunicipais, beneficiando cerca

19h em 14 das 15 estações (com exce-

Costa, Washington Luis e Conse-

de 2 milhões de habitantes.

ção de Conselheiro Nébias). A partir

diariamente.

lheiro Nébias para operação assistida. Outras dez já funcionam desde o início

Outras características

de abril, o horário de circulação será ainda mais amplo: das 5h30 às 23h30.

do ano e a estação Porto foi entregue

Os ciclistas que utilizam o trajeto

As estações receberam 10 máqui-

em 2016 com o Centro de Controle

do VLT podem deixar suas bikes no

nas de autoatendimento para compra

Operacional - CCO. “São mais esta-

bicicletário da estação inicial de Barrei-

dos cartões unitários e para recarre-

ções e, com elas, nós completamos 15.

ros. Além disso, paraciclos (estruturas

gar o Cartão BR Mobilidade, utilizado

Também estamos entregando mais 2

de metal para estacionar as bicicletas)

no VLT e nas linhas intermunicipais.

trens elétricos, dos mais modernos,

foram instalados nas demais estações.

Ao todo, o trajeto terá 22 trens em

com ar-condicionado, não-poluentes

Outra característica sustentável desse

circulação, com intervalos de 10

e capacidade para 400 passageiros”,

projeto é que, paralelamente ao seu

minutos. Desses, 18 já foram entre-

disse o governador.

traçado, foi construída uma ciclovia

gues, 15 estão em operação e três em

que acompanha as estações.

fase de testes.

Administrado pela EMTU/SP, o

||||

O VLT integra o Sistema Metropolitano da Baixada Santista, que inclui 37 linhas de ônibus Linhas |||| Número 13

13


Cultura

EFCJ tem nova atração cultural em Campos Unidade 2 do Centro de Memória fica no Parque do Capivari

Em primeiro plano, detalhe da maquete construída por funcionários em 1940

A

segunda unidade do Centro

Benz, voltando a funcionar em um

reconhecer o esforço de todos que

de Memória Ferroviária da

circuito turístico no Horto de Cam-

integraram a empresa nesses 102

Estrada de Ferro Campos do

pos do Jordão.

anos de operação.

Jordão – EFCJ está aberta à visitação no Parque do Capivari.

14

A valiosa peça histórica esteve

O

horário

de

funcionamento

recolhida na oficina de manutenção

desta unidade é diferente de Pinda:

Já na entrada, uma raridade,

da Estrada de Ferro, em Pindamo-

às sextas-feiras e sábados, das 9h00

a automotriz tipo jardineira, que

nhangaba, antes de seguir para Cam-

às 11h30 e das 13h00 às 16h30, com

começou a operar em 1914 quando a

pos de Jordão, onde fica exposta aos

entrada gratuita para todas as ida-

viagem entre Pindamonhangaba e

turistas e moradores da cidade.

des. Mais informações no telefone

Campos do Jordão durava 12 horas,

O Centro de Memória de Campos

em média. Eram tempos de implan-

do Jordão tem uma série de itens his-

tação da EFCJ, por Emílio Ribas,

tóricos em seu acervo, como mobili-

médico sanitarista

precurssor da

ário de escritório (1920), telefones de

ferrovia, que reconheceu em Campos

parede (1928), máquinas de escrever

um clima especial para o tratamento

e calcular (1920), antigas ferramen-

da tuberculose.

tas de manutenção, relógios de ponto

Ao longo dos anos a automotriz

(1950) e controller da gôndola G-3.

atendeu os trens de subúrbios até

Chama a atenção uma maquete com

1956, passando depois a ser utilizada

o circuito ferroviário construída por

em serviços de manutenção e vis-

funcionários na década de 1940 e uma

toria da EFCJ. Permaneceu em uso

vitrine com documentação dedicada

até o final da década de 1960. Com a

a Emílio Ribas.

(12) 3663-1531.

inauguração do teleférico, em 1970,

A disponibilização desses mate-

ficou em exposição no Morro do Ele-

riais faz parte de um conjunto de

fante, até que em 1994 foi retirada

ações da EFCJ que visa zelar pelo

Acervo conta com Automotriz

do local e reformada pela Mercedes

patrimônio

restaurada, documentos e objetos

histórico,

bem

Linhas |||| Número 13

como

||||


INVESTIMENTOS

Linhas |||| Número 13

15

Linhas - Secretaria dos Transportes Metropolitanos  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you