Page 1

Linhas

Revista eletrônica da Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos | Ano 1 | N º 10

APROVAÇÃO DE 80,7% Usuários avaliam Corredor ABD como excelente e bom


2

Linhas |||| NĂşmero 10


Opinião

Corredores = modernidade Q

uando o governador Geraldo

exclusivo para ônibus, do bairro de

Alckmin entregou 10 novos

São Mateus, na zona leste da capital

ônibus elétricos articulados

paulista, até o bairro do Jabaquara, na

para o Corredor ABD (São Mateus –

zona sul, atravessando outros quatro

Jabaquara), em outubro, mais uma

municípios da Região Metropolitana

vez ele conferiu modernidade aos

de São Paulo: Mauá, Santo André, São

feitos da Empresa Metropolitana de

Bernardo do Campo e Diadema. Em

Transportes Urbanos de São Paulo

outros 12 quilômetros, também fun-

– EMTU/SP. Serão beneficiados dire-

ciona de Diadema à Estação Morumbi

tamente os 300 mil usuários que uti-

da CPTM, em São Paulo, com padrão

lizam este corredor por dia, mas as

internacional de atendimento, seja

vantagens não param aí.

pelo pavimento especial, projetado

Os corredores de ônibus estimulam o progresso por onde passam, em

para reduzir a trepidação, ou pela

Clodoaldo Pelissioni

modernidade de seus veículos.

Secretário Estadual dos Transportes

especial quando pensados para fazer

Da necessidade de oferecer maior

conexão com a rede de transporte

mobilidade à população, o corredor

público e ligar cidades como no caso

de ônibus ABD cumpre esta função,

do ABD. O sistema integra-se em

além de ser um dos melhores ava-

diversos pontos com outros modais,

liados em performance. A implan-

a exemplo dos ônibus municipais e

tação de outros corredores com igual

intermunicipais, trens metropolita-

reputação é um grande desafio para o

nos e metrô.

governo do Estado de São Paulo, por

Uma das premissas vislumbradas em todos os estudos de plane-

meio da EMTU/SP, que vem trabalhando o modelo em várias frentes.

jamento estratégico urbano e de

É que a herança do modelo urba-

transportes é a criação de subcen-

nístico português – o mesmo que é

tros. O objetivo é o de amenizarem

dominante em todo o Brasil por força

o movimento pendular, em que

do legado colonial - nos deixou cida-

uma massa de pessoas se desloca

des com ruas estreitas, muito dife-

de “municípios-dormitório”, pela

rente de países cujo paradigma são as

manhã, em direção ao Centro, para

avenidas largas e espaçosas, como as

trabalhar, fazer compras, ou ir ao

da Espanha. Com esta realidade, um

médico, com retorno igualmente

problema extra: o custo das desapro-

concentrado no final da tarde, per-

priações – que acaba por encarecer

dendo tempo e saúde em congestio-

alguns projetos demasiadamente e

namentos. Neste sentido, corredo-

até adiá-los.

res como o ABD cumprem também

Para dirimir dificuldades como

o papel de fomentar o desenvolvi-

esta, a EMTU/SP procura parcerias, a

mento regional.

exemplo da realizada e exitosa com a

O Corredor ABD estende-se em 33 quilômetros de trajeto, totalmente

Metropolitanos de São Paulo

Metra, concessionária que gerencia o Corredor ABD sob sua supervisão.

Linhas |||| Número 10

3


O que vai pelas linhas

Ciclovia Rio Pinheiros adere ao verão Horário especial irá até 19 de fevereiro de 2017

D

urante o verão, os ciclistas que utilizam a Ciclovia Rio Pinhei-

ros da CPTM terão 1h30 a mais para pedalar. O tempo de funcionamento normal do equipamento, das 5h30 às 18h30, aumentou das 5h às 19h30 durante todo o período do horário de verão, que acaba em 19 de fevereiro de 2017. Vale lembrar que, em razão das obras de implantação da Linha 17-Ouro

e

do

complexo

São 21,2 km com seis pontos de apoio, banheiro, bebedouro e atendimento

viário

Laguna-Itapaiúna, a ciclovia está

uma das ciclovias melhor equipadas

ciclovia possui seis pontos de apoio

fechada entre a Estação Vila Olímpia

da cidade. Para quem prefere che-

aos ciclistas, com banheiro, bebe-

e a ponte João Dias. A alternativa

gar de carro, no acesso pela avenida

douro e atendimento ao longo do per-

para os usuários é a via aberta pro-

Miguel Yunes há um estacionamento

curso: na avenida Miguel Yunes e nas

visoriamente pelo Metrô na outra

com 45 vagas.

estações Santo Amaro, Vila Olímpia,

margem do Rio Pinheiros. Com 21,2 km de extensão, esta é

Localizada ao lado da Linha 9-Esmeralda

(Osasco-Grajaú),

a

Cidade Jardim, Cidade Universitária e Villa-Lobos-Jaguaré.

Ciclistas beneficiados também na Linha 15

Transporte de bikes será permitido entre 20h30 e meia-noite

A

ampliação do horário de funcionamento da Linha 15-Prata do Metrô, das 4h40 à meia-noite entre as

estações Vila Prudente e Oratório, beneficiará também os ciclistas. Desde o início da circulação do Monotrilho, em agosto de 2014, a linha funcionava das 6h às 20h. A novidade anunciada pelo governador Geraldo Alckmin em outubro, durante visita às obras da estação Jardim Planalto, permitirá ainda que os ciclistas transportem suas bikes também nos dias úteis da semana, entre 20h30 e meia-noite. Os dois bicicletários atuais desta linha funcionarão no mesmo horário da operação comercial. Sobre a futura estação, Alckmin enfatizou que tratase de uma obra muito importante para São Paulo. “Com um transporte de alta capacidade e qualidade como o da Linha 15, vamos ter um grande desenvolvimento, atraindo empresas e melhorando a qualidade de vida. E, com a Prefeitura, uma grande requalificação urbana aqui na Anhaia Melo”, disse o governador.

4

||||

Alckmin anuncia novidade em visita à futura estação Jardim Planalto

Linhas |||| Número 10

||||


O que vai pelas linhas

Linha 4 já festeja o Natal Agenda inclui ações em parceria m parceria com o Instituto Ayr-

E

lão com o logotipo da campanha),

ton Senna, a ViaQuatro iniciou

realizada no período do inverno, e

em outubro a campanha Natal Soli-

estarão instalados perto das cabines

dário. A concessionária, responsá-

de supervisão das estações.

vel pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô, insta-

Ações culturais

lou postos de coletas em suas sete

Várias

exposições

percorrem

estações: Butantã, Pinheiros, Faria

estações da Linha 4, de novembro

Lima, Fradique Coutinho, Paulista,

a janeiro. A linda história dos 21

República e Luz.

anos do Projeto Guri – importante Doações podem ser feitas até 15/12

As doações podem ser feitas até

programa sociocultural de educação

15 de dezembro. Os brinquedos serão

musical para crianças e adolescentes

encaminhados ao Fundo Social de

- é contada em 20 painéis. Mantido

Combate ao Câncer. E a exposição

Solidariedade do Governo do Estado

pela Secretaria da Cultura do Estado

Além da Pele retrata em 16 painéis do

de São Paulo, que fará o repasse para

de São Paulo, o projeto atende atu-

fotógrafo André François um pouco

Ongs parceiras que atuam com crian-

almente, cerca de 50 mil jovens de 6

da caminhada de brasileiros que bata-

ças em situação de vulnerabilidade.

a 18 anos.

lham contra o estigma da hanseníase.

Os pontos de coleta se asseme-

Já a Luta Infantil Contra o Cân-

A programação dessas ações

lham aos utilizados na Campanha do

cer, da fotógrafa Lidi Lopez, reforça

culturais deve ser conferida no site

Agasalho (caixas gigantes de pape-

as ações ligadas ao Dia Nacional de

da ViaQuatro.

||||

Curtas Visitas especiais

Grafite em Itaquá

Inusitado na agenda de atividades da EFCJ foi

O acesso à Estação Itaquaquecetuba, na Linha

recepcionar 20 idosos cujo sonho era simples-

12-Safira (Brás-Calmon Viana) da CPTM ganhou

mente andar de trem. A funcionária Flavia Correia

ar romântico nas mãos do artista Jean Nicolas

organizou o passeio, com a ajuda de colegas, depois

da Costa. “Espalhe o amor” é o tema escolhido e

de ver um pedido nas redes sociais.

assinado pelo seu personagem Zélove. Repleta de

“Oferecemos uma tarde de alegria e descontra-

corações, a obra do grafiteiro garantiu novo visual

ção para o grupo do Lar Santa Terezinha de Pinda-

para uma área da estação frequentemente pichada.

monhangaba”, conta ela. Além de realizarem um

Há anos, a CPTM trabalha em parceria com

desejo tão singelo - quanto passear de bondinho

artistas independentes com o objetivo exata-

-, os idosos conheceram o Centro de Memória da

mente de revitalizar áreas degradadas, além de

EFCJ, que mostra um pouco da história de mais de

promover a valorização da arte urbana.

100 anos desta ferrovia.

Linhas |||| Número 10

5


Expansão

Desafio urbano

Desapropriação de áreas e reassentamento de famílias são problemas comuns

C

onstruir novas linhas em uma cidade já consolidada, com alto índice de ocupação urbana,

tem sido um desafio para o Metrô de São Paulo. As obras atuais da Companhia, que abrangem a expansão de duas linhas e a construção de dois monotrilhos, envolvem a desapropriação de 660 áreas e imóveis, e o reassentamento ou indenização pelo direito à moradia a mais de 420 famílias vulneráveis. Somente para a construção da Linha 17-Ouro, a Coordenadoria de Atendimento à Comunidade (CAC) atuou em três assentamentos irregulares, popularmente conhecidos

Profissionais debatem aspectos reais que impactam na expansão de metrôs

como favelas, possibilitando a inclusão de 125 famílias em programas

sada como São Paulo – o que torna

ram do encontro na capital peruana:

habitacionais que o Metrô mantém

uma impropriedade técnica compa-

Medellín, Panamá e Santiago do

em parceria com a CDHU.

rar a construção de metrôs em todo

Chile, os espanhóis de Madrid e Bar-

O trabalho de reassentamento

o mundo, assim como estabelecer

celona, além dos metrôs em constru-

de famílias e indivíduos vulneráveis

custos médios padronizados: cada

ção de Bogotá, Quito e Lima. Cecília

impactados pelas obras de expansão

linha é um desafio distinto da outra.

Martino, Coordenadora de Atendi-

da rede, realizado pelo Metrô de São

Há diferentes tipos de solo, regras

mento à Comunidade do Metrô de

Paulo, destacou-se no Seminário

para obtenção de licenças ambien-

São Paulo, representou a empresa

Internacional “Gestão Social dos

tais, custos trabalhistas e tributários,

e elogiou a oportunidade. Segundo

Metrôs na América Latina”, organi-

custos de insumos e modelos de

ela, reuniões como esta fomentam o

zado em Lima, no Perú, pelo Banco

desapropriação, que diferem de país

diálogo técnico, mostrando as boas

Mundial, neste segundo semestre.

para país, e até mesmo de região para

práticas e lições aprendidas sobre

região dentro de uma mesma nação.

aspectos reais e importantes para

Circunstâncias como esta podem interferir no andamento de obras de

Profissionais dos sistemas de

metrô em uma cidade muito aden-

metrô de várias países participa-

o desenvolvimento da gestão social nos metrôs da América Latina.

Diferenças e semelhanças são apresentadas em seminário internacional do Banco Mundial

6

Linhas |||| Número 10

||||


Linhas |||| NĂşmero 10

7


Capa

Corredor ABD é modelo Usuários avaliam muito bem o serviço

8

Linhas |||| Número 10


Capa

C

om 80,7% de aprovação, entre excelente e bom, o Corredor ABD - gerenciado pela Empresa Metro-

politana de Transportes Urbanos - EMTU/ SP, do Governo do Estado -, está entre os modais melhor avaliados do sistema. Em pesquisas anuais realizadas com usuários do transporte metropolitano, o índice de satisfação se mantém positivo em atributos referentes à lotação, número de ônibus e tempo de espera, sendo que a soma de elogios ao serviço supera a de reclamações. O Corredor ABD é administrado pela concessionária Metra Sistema Metropolitanos de Transportes, por meio de concessão pública em que a empresa vencedora é escolhia através de licitação. Com isso, as normas para a operação e a qualidade dos veículos são estabelecidas em contrato e fiscalizadas pela EMTU/SP. “O ganho para o usuário é evidente”, atesta Joaquim Lopes da Silva Junior, presidente da EMTU/SP. Exatamente pela reputação que usufrui o Corredor ABD se coloca na vanguarda entre os congêneres como celeiro para novos investimentos e boas experiências. “O fato de ter suas vias segregadas só para ônibus faz toda a diferença em relação a outros corredores implantados pela empresa em outras cinco regiões”, destaca Joaquim. O modelo exigiu parcerias com os municípios, desapropriação e desafetação de áreas, o que nem sempre é possível, segundo ele, devido ao grande adensamento das cidades. Essas características permitem que o Corredor ABD realize testes em várias frentes, como o pagamento das passagens com cartão de crédito, débito e pré-pago. O projeto-piloto em ônibus utiliza tecnologia de ponta no segmento que opera com cartões inteligentes. As vantagens vão desde o uso simplificado, o tempo de validação mais rápido e a alta durabilidade tanto do cartão quanto das leitoras, já que o plástico não precisa ser inserido, somente encostado no validador. Também não é necessário que o usuário digite senha.

Linhas |||| Número 10

9


Capa

Para diminuir as filas QR Code, cartões de crédito e débito

N

inguém ouvia falar nos bilhetes

A expectativa é que eles tenham a

em QR Code (Código Bidimen-

versão mobile, na qual o passageiro

sional) quando as 300 mil pessoas

poderá utilizar o próprio celular para

que viajam pelo Corredor ABD em

validar o código no leitor da catraca.

dias úteis tiveram acesso ao ser-

Nesta fase inicial, um guichê de

viço até então inédito no transporte

atendimento no terminal direciona

público do país.

a emissão do novo tipo de bilhete,

Colocado em prática no mês de

que deve ser pago em dinheiro. Pos-

julho de 2016, o projeto-piloto vale

teriormente, a emissão poderá ser

apenas para os bilhetes magnéticos

feita em máquinas de autoatendi-

individuais. A exemplo dos cartões

mento, dando ainda mais agilidade

Implantação de serviços utiliza

de crédito e débito, a implantação

à rotina dos usuários.

tecnologia de ponta

dos bilhetes em QR Code foi realizada pela Autopass, empresa de de

A cobrança com cartão de cré-

tece no Brasil, num projeto piloto

pagamento e soluções voltadas para

dito e débito é usada no sistema

implantado no Corredor ABD. A

a mobilidade urbana, que investiu

de transporte de Londres desde

ideia, especialmente em metró-

R$ 36 milhões na tecnologia.

2012, onde cerca de um milhão

poles populosas como Londres ou

serviços

tecnológicos,

meios

Os bilhetes em QR Code podem

de passagens são pagas desta

São Paulo, é diminuir filas e utili-

ser adquiridos no Terminal Santo

forma, cerca de 25% das viagens

zar o mesmo cartão das compras

André da EMTU/SP pelos usuários

na capital inglesa. Isso já acon-

nos ônibus e metrôs.

das linhas da concessionária Metra.

O papel dos corredores Diferencial soma rapidez, conforto e pontualidade m corredor estruturado possui

U

zona

características muito próprias e

capital paulista,

diferenciadas de uma faixa de ônibus.

até o bairro do

Seu pavimento especial é projetado

Jabaquara,

para reduzir a trepidação, de acordo

zona sul, em 33

com o volume do tráfego; são constru-

km de via segregada. O trajeto atra-

politano

ídas estações de embarque e desem-

vessa outros quatro municípios da

trutura necessária para facilitar a

barque, com faixa de ultrapassagem

Região Metropolitana de São Paulo:

movimentação de pessoas com defi-

sempre que houver espaço físico; a

Mauá, Santo André, São Bernardo do

ciência: rampas, corrimãos e esca-

iluminação é especial, assim como a

Campo e Diadema. Há integração com

das rolantes que auxiliam o acesso

sinalização e a comunicação, de modo

ônibus municipais, trens da CPTM e

desses passageiros às áreas interna

a tornar as viagens diárias mais regu-

Metrô, além de uma extensão de 13

e externa. Estão equipados com

lares, rápidas e confortáveis.

km, de Diadema à Estação Morumbi

telefones públicos rebaixados, tele-

da CPTM, em São Paulo.

fones especiais para surdos-mudos e

Inaugurado em 1987, o Corredor ABD vai do bairro de São Mateus, na

10

leste

da

na

Corredor ABD tem 33 km de via segregada

Os terminais do Corredor MetroLinhas |||| Número 10

ABD

possuem

banheiros adaptados.

infraes-


Capa

Governador entrega 10 novos ônibus Frota atual conta com 266 veículos

183 têm ar condicionado, poltronas anatômicas e tomadas internas para carregar a bateria de celulares e iPads

A

qualidade dos veículos é outro

pes de limpeza trabalham 24 hs por

mento, piso rebaixado e sistema de

diferencial importante do Corre-

dia, sete dias por semana, para man-

ajoelhamento pneumático, ar condi-

tê-los em condições de excelência.

cionado, wi-fi, tomada para recarga

dor ABD para atender um movimento grande: 7 milhões de passageiros por

A frota conta com 85 ônibus elé-

de celulares e espaço para cão-guia.

mês, com média de 300 mil em dias

tricos, que não poluem, sendo que em

“Além disso, são silenciosos, com

úteis. A frota atual possui 266 ôni-

outubro o governador Geraldo Alck-

emissão zero de CO2”, acrescenta

bus. Desse total, 183 dispõem de ar

min entregou 10 novos (elétricos e

Joaquim Lopes. Ele enfatiza que “o

condicionado, poltronas anatômicas

articulados), um investimento de R$

ABC é o paradoxo da Grande São

e tomadas internas para carregar a

15 milhões da concessionária. Cada

Paulo em matéria de frota; somos top

bateria de celulares e iPads. As equi-

veículo tem 18 metros de compri-

em tecnologia.”

||||

O fato de ter suas vias segregadas só para ônibus faz toda a diferença em relação aos demais corredores existentes. O modelo exigiu parcerias com os municípios, desapropriação e desafetação de áreas, o que nem sempre é possível Linhas |||| Número 10

11


Gestão

Revendo protocolos

Atuação em várias frentes contra danos causados por terceiros à EFCJ

N

o

intuito

de

defender

a

lidade do material entregue, assim

Estrada de Ferro Campos do

como quantidades inferiores ao total

Jordão - EFCJ contra os danos

dos itens comprados.

causados por terceiros, a atual gestão vem redobrando esforços em várias frentes, dentro dos limites da lei.

Inspeção de produtos

Ressarcimento contra colisões Uma outra iniciativa de gestão para proteger a ferrovia contra danos causados por terceiros é o pedido

Na área administrativa, está em

de ressarcimento em relação aos

curso o aperfeiçoamento das especifi-

abalroamentos de veículos contra os

cações dos produtos licitados, a fim de

trens. Pela prática adotada daqui por

minimizar o recebimento de merca-

diante, em situações como essa, a

dorias de qualidade imprópria. O obje-

primeira providência da EFCJ é fazer

tivo é melhorar o descritivo dos itens

um Boletim de Ocorrência (BO).

adquiridos pela Estrada de Ferro, em

Paralelamente, a oficina levanta

ação do almoxarifado. O trabalho, sob

quanto foi gasto para o conserto físico

a coordenação de José Otavio, chefe do

do trem. O próximo passo é enviar a

almoxarifado, foi iniciado pelos mate-

fatura com os valores para o motorista

riais de pintura, sendo que 14 deles já

do veículo arcar com o ressarcimento.

se encontram com nova especificação segundo critérios de maior qualidade.

Caso o responsável pelo veículo

Passageiros trocam moedas por cédulas de reais ou bilhetes

O

Metrô de São Paulo prossegue com a campanha que estimula

a população a colocar em circulação

que abalroou o trem não pague os

as moedas guardadas. As máquinas

As especificações mais rigorosas

prejuízos, a EFCJ envia seu nome para

Cata-Moedas permanecem próximas

desencorajam as empresas que tra-

o CADIN – Cadastro Informativo dos

às bilheterias das estações República,

balham com produtos de procedência

Créditos não Quitados de Órgãos e

Sé, Corinthians-Itaquera, Palmeiras

duvidosa a participarem dos proces-

Entidades Estaduais.

-Barra Funda, Ana Rosa, São Bento,

sos de licitações. Também como forma de reduzir

Maus pagadores no CADIN

Vila Prudente e Largo Treze. É só depositar moedas de R$ 0,05,

eventuais prejuízos, o almoxarifado

Uma nova ação, desta vez desen-

R$ 0,10, R$ 0,25, R$ 0,50 ou R$ 1,00

adotou a inspeção dos produtos com-

volvida com o apoio da Secretaria da

no equipamento, que faz a contagem

prados durante seu recebimento.

Fazenda do Governo do Estado de São

automática e gera um cupom, com

Agora, a conferência do material

Paulo, começa a se consolidar como

uma data de vencimento no verso.

adquirido é ainda mais minuciosa,

instrumento necessário para que os

Depois, basta apresentá-lo na bilhe-

para impedir uma eventual má qua-

maus fornecedores honrem contratos.

teria e trocá-lo por cédulas ou bilhe-

Desde o início deste ano, as

12

Cata-Moedas no Metrô

tes de viagem.

empresas que não arcam com seus

Junto com a máquina Cata-Moe-

compromissos junto à ferrovia têm

das existe um ambiente onde as pes-

seus nomes inseridos no CADIN.

soas poderão tirar selfie e ver suas

Marcelo Barretti Olivo, do Departa-

fotos divulgadas na página da cam-

mento de Controle Interno da Estrada

panha no Facebook (https://www.

de Ferro, explica que agora o nome do

facebook.com/usemoedasnometro).

mau pagador fica exposto na lista do

A campanha, que irá até 26/12,

CADIN até que sua dívida seja quitada.

com possibilidade de se tornar per-

Como parte do processo, os Correios

manente, conta com cartazes, sancas

Conferência é meta nas especificações e

notificam a empresa, que tem até 90

e painéis, além de veiculações na TV

quantidades adquiridas

dias para regularizar sua situação. ||||

Minuto e nas redes sociais do Metrô. ||||

Linhas |||| Número 10


No Metro, a acessibilidade tem sempre a preferencia.

XXXXXXXX

Todas as estações do Metrô são acessíveis e contam com atendimento preferencial. • Elevadores com sinalização visual em braile • Plataformas de elevação • Avisos sonoros

• Pisos táteis • Assentos preferenciais • Funcionários treinados

Juntos, a gente faz um Metrô mais acessível.

Juntos, a gente vai mais longe.

Linhas |||| Número 10

13


Atendimento

O que os olhos veem... É mais fácil entender!

Quer saber mais sobre a Linha 13 ? É só agendar!

M

oradores, estudantes e grupo de profissionais interessados

em conhecer os trabalhos de implantação da Linha 13-Jade podem enviar solicitação ao programa de visitas monitoradas da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. A Linha 13 será a primeira ligação sobre trilhos entre a capital e o município de Guarulhos, chegando ao Aeroporto Internacional, naquele município. Uma equipe de engenheiros e técnicos da empresa vem acompa-

Equipe de engenheiros e técnicos acompanha grupos de até 12 pessoas, explicando o passo a passo do projeto

nhando grupos de até 12 pessoas

14

para explicar o passo a passo do

gue por 700 metros após a Estação

Goulart, na Linha-12 Safira, também

projeto. O roteiro prevê uma parada

Aeroporto-Guarulhos.

em construção, e terão como destino

no canteiro de obras do trecho da via

A Linha 13-Jade terá 12,2 quilô-

em elevado, que começa no entron-

metros de extensão: uma parte do

camento com a Linha 12-Safira, nas

trajeto será feito em superfície [4,3

As solicitações de agendamentos

proximidades do centro de treina-

km] e outro em elevado [7,9 km]. Os

devem ser feitas com antecedência pelo

mento do Corinthians, e prosse-

trens partirão da Estação Engenheiro

e-mail marketing@cptm.sp.gov.br.

Linhas |||| Número 10

duas novas estações em Guarulhos: Cecap e Aeroporto.


Atendimento

Conheça seu Metrô

Vizinhos visitam

Programa mostra os bastidores

Tirando dúvidas sobre a Linha 5 Moradores

do

entorno

da

futura estação Brooklin, do Metrô, uma das que integram o trecho em expansão da Linha 5-Lilás, podem visitar os canteiros de obras, o estágio atual das edificações, além das

metodologias

construtivas

empregadas e os impactos provocados em função dos trabalhos. Para se inscrever no ciclo de visitas institucionais, programadas pela Coordenadoria

de

Atendimento

à Comunidade do Metrô (CAC), o morador interessado deverá entrar em contato com a CAC pelos telefones 3371-7525 ou 3371-7519, no horário comercial. Segundo o empresário Manoel Programa já recebeu mais de seis mil visitantes

Lage, que representa a Associação dos Moradores do Brooklin Velho e

P

ara mostrar como o Metrô de São

cabine do trem é um dos momentos

acompanha a evolução de todas as

Paulo funciona e os bastidores

mais aguardados. A viagem é rea-

obras em andamento na região, “as

da operação, a empresa possui um

lizada no trecho entre as estações

informações repassadas pelo Metrô

programa de visitas, com duração de

Ana Rosa e Vila Prudente, da Linha

foram muito interessantes e cola-

3 horas. O roteiro se inicia no Centro

2-Verde.

boraram para diminuir o impacto

de Controle Operacional (CCO), onde

Para participar é necessário ter

negativo que ele e outras pessoas

é feito o monitoramento de todas as

idade mínima de 7 anos e os meno-

tinham apenas com base no visual

estações, dos trens, dos passageiros

res até 14 anos deverão vir acom-

externo”. Uma oportunidade para

e o acompanhamento de portadores

panhados de responsável , trajando

avaliar também os ganhos que os

de mobilidade reduzida no interior

calça comprida, camisa ou cami-

moradores terão com maior mobi-

do sistema.

seta, sapatos fechados (sem saltos)

lidade e a modernidade da paisa-

O grupo assiste a uma apresen-

ou tênis. O agendamento ocorre

gem urbana do entorno.

tação, com fotos, sobre o cresci-

quando o Metrô forma grupos com

Já o morador José Ricardo,

mento da cidade de São Paulo e do

número mínimo de 10 pessoas e o

presidente da Ciranda, entidade

transporte público neste universo.

máximo de 20, mas as inscrições

sediada

De forma dinâmica, os funcioná-

devem ser individuais por meio de

Adolfo Pinheiro, e que congrega

rios passam orientações de como

formulário eletrônico www.metro.

16 Associações de Moradores das

utilizar o metrô com segurança e

sp.gov.br – Programa de Visitas –

áreas das Subprefeituras de Santo

as principais dicas: segurar no cor-

Roteiro – Conheça seu Metrô.

Amaro e Pinheiros, parabenizou a

na

região

da

estação

rimão, redobrar a atenção quando

As visitas são realizadas no

empresa pela apresentação extre-

transportar bagagens, verificar o

último sábado do mês, exceto nas

mamente didática. “É importante

sentido das escadas rolantes, não

pontes de feriados (nesse caso,

destacar a transparência do Metrô

encostar os pés nas laterais das

ocorre o remanejamento de data).

com a comunidade para que todos

escadas, manter-se à direita para

As temporadas das visitas são:

absorvessem os transtornos desta

evitar esbarrões , sempre deixando

março a junho / agosto a novembro.

obra. Posteriormente, todos serão

a esquerda para circulação, e não

O Conheça seu Metrô recebeu nos

beneficiados com a melhoria de

caminhar digitando o celular.

últimos 10 anos (de 2005 a 2015)

mobilidade gerada pelo novo meio

A oportunidade de conhecer a

mais de 6.100 visitantes. Linhas |||| Número 10

||||

de transporte”, enfatizou.

15


16

Linhas |||| NĂşmero 10

Linhas - Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos de São Paulo  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you