Page 1

versões Ano 6 - Edição 63 - Outubro 2010 - R$ 5,00

Em comemoração ao Dia do Médico (18/10) o destaque deste mês é para os cuidados e as dicas de profissionais para que você tenha uma vida mais saudável e mais feliz.

DERMATOLOGIA

A Dra. Simone Dall’Oglio Furlan aborda o tema sobre Envelhecimento Corporal.

NUTRIÇÃO

O Dr. Christian Floriano e a Nutricionista Simone Zanin esclarecem os cuidados de se fazer exercícios em jejum.

COLOPROCTOLOGIA

Os Drs. Allan Bombonatto e Luciano Sponchiado falam sobre a definição, causas, sintomas e o tratamento do Condilomas e HPV.

OBESIDADE

Os Drs. Torao Takada e Paulo Fernandes Neto abordam o tema de quem é a culpa pelo avanço da Obesidade na população brasileira e mundial.

GATROENTEROLOGIA

Saiba o quem vem a ser gastroenterologia com o Dr. Carlos Patiño e a Dra. Viviane Andrade Ragasson.

EXERCÍCIOS

Estudos comprovam que mulheres acima de 60 anos que praticam 150 minutos de exercícios por semana precisam menos de remédios.

24 de outubro tem a 9a Meia Maratona Rotary/Unimed

37a Festa do Porco no Rolete tem saldo positivo

Passeie com o seu animal de estimação sem transtornos


Ξ EDITORIA

02 «

Revista Versões Abril/Maio 2010


Ξ opinião

O lado hipócrita da política *Bruno Marcos Radunz Não sou especializado em política, aliás, conheço pouco sobre esta arte, mas não poderia deixar de tecer opinião do cenário em que nos encontramos inseridos, ou seja, eleições próximas para os mandatários do país, presidente, vice, bem como dos deputados federais e estaduais que representarão suas federações. Andando pelas ruas da cidade, logo se percebe que o clima de campanha está instalado. Muitas faixas, outdoors espalhados, pessoas portando fotos e cartazes dos candidatos, carros com som alusivos, distribuição de panfletos e os famosos santinhos, enfim, o circo está armado. Eu digo circo porque existem muitas semelhanças entre a atividade circense e a política. Como na vida real, o circo imita ou procura imitar a realidade, com um colorido a mais, quer seja na roupa dos palhaços, ou nas luzes do picadeiro, onde atores representam seus papéis. Na política, muitos interlocutores representam também papéis que não estampam muitas vezes os seus sentimentos. Por diversas vezes são forçados a representar cenas e atos que não são do seu perfil, quer seja, votar nesse para ajudar aquele senão não te ajudo no seu. (projeto, proposta e etc.) E a partir do momento que vejo nas esquinas bandeiras estampadas somente com os números dos candidatos ou partidos, fico preocupado com a metodologia aplicada. Vota-se em números, e não em pessoas. Pessoas que poderiam muito bem mudar a história de um Estado ou de um País, mas não alcançam sucesso porque não tem a mídia para ajudá-los, porque não tem dinheiro suficiente para bancar suas campanhas ou combater a dos seus adversários. É o multipartidarismo! È a síndrome que causa mal ao país, onde partidos pequenos surgem de uma hora para outra para muitas vezes negociar seus espaços na mídia, com um partido maior. Esse fenômeno (multipartidarismo) causa fatos inusitados. Pessoas que outrora se digladiavam, hoje pedem juntos os votos dos eleitores, fazendo juras de amor eterno. Antes não prestava... Agora é bom... Mas são forçados por alianças a andarem juntos... Entra novamente em cena o picadeiro do circo, da representação. E a ideologia tão propagada? Antigamente existiam somente duas vertentes

políticas: a da direita e a da esquerda, ou seja, a ARENA-Aliança de Renovação Nacional e o MDB-Movimento Democrático Brasileiro. Era como um trecho do rio, para um lado ou para o outro. Ou você era situação ou você era da esquerda. Pergunto: - Nos dias atuais, quem é direita e quem é esquerda? As ideologias partidárias continuam ou dão lugar para pragmatismos e conchavos? É difícil saber. Imaginem vocês, caros leitores que têm acesso a jornais, revistas, são esclarecidos: e o restante do povo brasileiro como deve pensar ou agir numa situação dessas, como ele escolhe em quem votar? Acredito que uma boa parte do eleitorado vai atrás de pesquisas, muitas vezes irreais, com aquela prerrogativa de que não querem “perder” o seu voto. A propósito: você caro leitor conhece alguma pessoa que algum dia foi consultada pelo Datafolha, Ibope ou outro órgão de pesquisa? As pessoas, nessas horas, influenciadas pelos resultados divulgados pensam em si, em ganhar o seu voto, ou seja, o candidato em que ele vota é o que deve ganhar para que ele possa comentar com amigos em algum bar ou festejo que votou “certo”. A meu ver, estamos anos-luz da verdadeira prática da política, com o objetivo único do coletivo. A vaidade pessoal tem imperado. Enquanto isso, onde as coisas não se ajeitam como deveriam ser, vamos tentar votar certo, nas pessoas, não nas siglas e números, de preferência, pessoas que demonstrem caráter. Pensem nisso! *Bruno Marcos Radunz é administrador de empresas, palestrante e escritor. brunoradunz@ibest.com.br

REFLEXÃO Por: Paulo Coelho

O mestre é como um sino Um estudante recém-chegado ao mosteiro procurou o mestre Nokami, e perguntou como devia preparar-se para o exercício de meditação. “Não tenha medo de perguntar” – foi à resposta. “E como aprendo a perguntar?” “Um mestre é como um sino. Se você der apenas um leve toque, tudo que escutará é uma leve vibração. Mas se sacudir com vontade terá um ressonar bem alto, que vai abalar até o fundo de sua alma. Pergunte com coragem, e só pare quando obtiver a resposta que procura”.

Além do porto Um eremita do mosteiro de Sceta se aproximou do Abade Teodoro: “Sei exatamente qual o objetivo da vida. Sei o que Deus pede ao homem, e conheço a melhor maneira de servi-lo. E, mesmo assim, sou incapaz de fazer aquilo tudo que devia estar fazendo para servir ao Senhor”. “Você sabe que existe uma cidade do outro lado do oceano”, respondeu Teodoro. “Mas ainda não encontrou o navio, não colocou sua bagagem a bordo, e não cruzou o mar. Por que ficar comen-

versões

tando como ela é, e como devemos caRevista Versões é uma da Publicação de J.Z Editoração Ltda. CNPJ 07.426.921/0001-60. Rua Astorga, 35, Vila Industrial. Toledo – PR. CEP 85.904-410. Periodicidade mensal. Jornalista responsável: Marcia S. Vito MTB 4130 Direção comercial: Jairo Zeni

Diagramação: Marcelo Rocha rocha.marceloluiz@gmail.com Impressão: Gráfica Positiva Contatos: versoes@gmail.com; revistaversoes@ibest.com.br; Fone: (45) 3378-3741 (45) 9961-4262

A revista não se responsabiliza por artigos assinados, sendo os mesmos de responsabilidade de seus autores.

minhar por suas ruas? Coloque em prática o que você está dizendo, e o caminho se mostrará por si mesmo”. Outubro 2010 Revista Versões

« 03


Ξ cidade

Buscado conhecimento e novos produtos

Juliano de Souza, proprietário da Biogás Motores Estacionários, empresa toledana especializada na fabricação de motores movidos a Biogás, gás natural, GLP e óleo diesel, esteve participando, na Alemanha, da IFAT Entsorga. A IFAT Entsorga é maior feira de água, esgoto, lixo e reciclagem do mundo e aconteceu entre os dias 13 e 17 de setembro, em Munique. A empresa organizadora da feira, IFAT após a fusão com ENTSORGA tem celebrada uma estréia bem-sucedida e líder do setor de tecnologia ambiental do mundo. Durante toda a duração da IFAT ENTSORGA cerca de 110.000 visitantes de mais de 185 países se fizeram presentes ao evento. Juliano foi em busca de novos conhecimentos, bem como para contatos com empresas alemãs, fabricantes de motores de grande porte, para viabilizar as importações. “O nosso meio ambiente precisa ser protegido, grande parte do lixo urbano e rural, pode ser transformado em energia. Nós ainda estamos gatinhando neste setor, mas temos certeza de que os nossos empresários, inclusive os rurais, não vão mais desperdiçar está fonte de energia que possuem, e é gratuita, está ali para ser aproveitada” afirmou. A Biogás Motores Estacionários fica na rua Raimundo Leonardi 707, a 50 metros do clube Toledão.

Sicredi Oeste adere ao serviço de Compartilhamento da Rede Banco24Horas em Toledo

Desde o dia 20, as Unidades de Atendimento do Sicredi em Toledo estão com um caixa eletrônico Interligado à Rede Banco24Horas. A novidade, lançada a partir de uma parceria com a TecBan – Tecnologia Bancária S.A. , permitie que clientes de outras instituições financeiras, que também participam do serviço de compartilhamento do Banco24Horas, utilizem as opções de saque, saldo e extrato, ampliando o atendimento do Sicredi aos consumidores em geral. Segundo Círio Kunzler, presidente da cooperativa, a iniciativa irá otimizar o parque de máquinas de autoatendimento e divulgar a marca Sicredi. Atualmente, o Sicredi possui uma ampla rede de canais de conveniência para o associado. Sob o conceito Sicredi Total, além dos caixas eletrônicos, conta com o Internet Banking, atendimento por telefone, Débito Direto Autorizado (DDA) e diversos Agentes Credenciados para pagamentos de contas de luz, água e telefone entre outros.

Prisma Sat - Loja 2

A região da grande Coopagro ganhou a loja 2 da Prisma Sat Total no inicio de setembro. Especializada em salas, quartos, cozinhas, presentes, parabólicas, eletrodomésticos, portão eletrônico e ar condicionado, a Prisma Sat Total, loja 2 está localizada na Avenida Cirne Lima, 3651, em frente a I. Riedi. A matriz está localizada na Avenida Parigot de Souza a 100 metros da Fipal Veículos (Fiat). Para os sócios Janiro e Anderson (Crespin), “o objetivo principal deste nosso novo empreendimento é levar uma opção para a região que mais cresce em Toledo. Os bairros da grande Coopagro merecem uma loja que tenha a opção de móveis e eletrodomésticos em geral mais perto de suas casas”.

04 «

Revista Versões Outubro 2010


Entre de cabeça nesta moda Usado por muitos apenas para se proteger do sol, o boné tem ganhado novo significado como acessório. Nos últimos anos, vem transformando-se em uma peça indispensável do vestuário. Muita gente não sabe mas existem feiras voltadas exclusivamente para os bonés. Apucarana, no norte do Paraná, é conhecida como a "capital nacional do boné". A cidade sediou a quarta edição da Expoboné - (Feira Nacional dos Fornecedores de Matérias Primas para a Indústria de Bonés), que marcou o lançamento de mais uma coleção produzida pelas empresas locais. O estilista Alexandre Herchcovitch participou do evento. O estilista é um adepto do acessório. Sempre que surge uma oportunidade, utiliza os bonés para compor suas coleções. "Em diversas fases da minha carreira eu criei bonés que ajudaram a explicar melhor o sentido daquela coleção. Hoje é quase que automático quando a gente está no processo criativo pensar na cabeça. A cabeça é considerada em todos os momentos”, justifica.

Ξ moda

Anabel

As lojas Anabel Confecções e Anabell Homem realizaram no último dia 18 de setembro o lançamento da Coleção Primavera/Verão. O evento, realizado no salão social do Yara Country Clube, contou com um público de aproximadamente mil pessoas, que foram prestigiar o desfile e conferir as novidades que as lojas Anabell trouxeram para essa estação do ano. O destaque do evento foi a presença do ator global Guilhere Leicam, que interpretou o personagem “LED” na novela “Tempos Modernos”.

Tendência Na passarela, uma variedade de cores e estilos. Os tradicionais, em cores básicas, tem lugar garantido. Mas os modelos com design refinado chamaram a atenção. Destaque para as produções da Bonelli Bonés. Os estilistas produziram modelos modernos, charmosos e que deverão fazer a cabeça das mulheres mais exigentes. Nos detalhes, os laços dão um charme especial ao acessório. Sejam lisos ou listrados, com ou sem detalhes, há opções para todos os gostos. Basta escolher aquele que melhor combina com o seu estilo. Durante o evento, Herchcovitch destacou que o uso do boné, associado à moda, deve aumentar o interesse pelo acessário - antes muito atrelado à publicidade e ao esporte. Para o estilista, a peça já ultrapassou as barreiras das linhas das quadras e dos campos de futebol. “O boné é um acessório de moda tanto quanto um óculos, uma pulseira, uma bolsa. As pessoas se expressam através da roupa, através das escolhas e quando a gente vê alguém com boné a noite, em uma festa, onde não precisa se proteger do sol, você tem a certeza de que ela escolheu o boné como um acessório de moda”. Diferente do que acontece em outros países, como os Estados Unidos, Herchcovitch destacou que no Brasil o uso do boné tem um forte apelo ao público masculino e chamou a atenção das empresas, para a criação de modelos voltados para o público infantil e feminino. “Afinal de contas a mulher consome muito mais que o homem”. Para o estilista, não há segredo no uso do boné como um acessório fashion. “O boné pode ser usado em qualquer ocasião. Hoje está mais que provado que o boné é aceito em todas as pessoas, todos os bolsos. O boné é muito democrático”. por Julio Pretto

Outubro 2010 Revista Versões

« 05


Ξ saúde

Envelhecimento Corporal O envelhecimento e um processo de mudança gradual e espontânea devido à maturidade atingida apos o percurso da infância, da puberdade e da juventude. É um processo continuo que começa com o nascimento e prossegue durante todas as etapas da vida, que envolve tanto o componente positivo do desenvolvimento como o negativo da decadência. Não existe uma idade especifica que converta o individuo em pessoa de «idade avançada». Tradicionalmente, a idade dos 65 anos e considerada o marco desta transição, porque é a idade em que as pessoas das sociedades industrializadas abandonam o mundo laboral , pois este é um aspecto em mudança. O envelhecimento pode classificar-se em três categorias: senilidade, envelhecimento normal e envelhecimento saudável. A senilidade caracteriza-se por alterações da idade nos fatores biológicos, psicológicos e ambientais bem como o estilo de vida. O envelhecimento normal refere-se a um conjunto freqüente de doenças devido à deterioração das funções corporais com o aumento dos níveis de açucar no sangue apos a ingestão de carboidratos, a deterioração da capacidade mental e a maior falta de memória. O envelhecimento saudável referese a um processo no qual o envelhecimento não é acompanhado de uma doença debilitante ou de uma incapacidade. É evidente que à medida que se alcança um maior desenvolvimento e se melhoram as condições de vida as pessoas envelhecem de uma forma mais saudável. A expectativa media de vida nos países desenvolvidos sofreu um crescimento espantoso devido aos melhores cuidados médicos (exames preventivos), e poder educacional e econômico podendo ser de 80 anos (homens) e 85 anos (mulheres), não ultrapassando os 125 anos. Referência Manual Merck, 2ª. edição, Ed.ROCA 2.010. Dra. Simone Dall’Óglio Furlan (DERMATOLOGISTA) Alterações normais associadas com a idade SISTEMA ORGANICO

ALTERACOES NORMAIS

Pele

A gordura subjacente começa a ficar mais fina, rugas, pele seca, hipotermia, perda de cabelos, alterações nas unhas.

Olhos

Opacificação do cristalino, retina menos sensível a luz, reação lenta das pupilas, dificuldade de enxergar com pouca luz e focar objetos mais perto.

Cerebro

Diminuição da irrigação sangüínea, diminuição do sistema nervoso central, desmaios freqüentes, e confusão mental.

Coracao

Diminuição do ritmo cardíaco e pulso, insuficiência cardíaca, desmaios, e menor capacidade de realizar exercícios vigorosos.

Pulmoes

Menor quantidade de are menos oxigênio transportado para o sangue.

Figado

Atrofia e diminuição da irrigação sangüínea, menor atividade das enzimas, efeitos dos medicamentos duram mais,e diminui a capacidade de eliminar toxinas.

Rins

Atrofia dos rins, diminuição de excreção de sal e desidratação e mais freqüente.

Bexiga

Atrofia dos músculos da parede abdominal, dificuldade de urinar e incontinência urinaria.

Intestino

Diminuição da capacidade de defecar e prisão de ventre (obstipacao).

Sistema imunológico

Menor nível de anticorpos e as infecções se propagam mais rapidamente, são mais freqüentes e mais graves.

Metabolismo

Menor nível de vitamina D, aumento da gordura corporal, aumento dos níveis de glicose depois de comer, risco de Diabetes eOsteoporose.

Aparelho reprodutor

Aumento da próstata, diminuição da testosterona e nas mulheres atrofia do útero e ovário), mamas volumosas e com fibroses e redução de estrogênio e dificuldade na detecção de cancer da mama.

06 «

Revista Versões Outubro 2010


Ξ ROTARY´S E SUAS AÇÕES

Outubro 2010 Revista Versões

« 07


Ξ cidade DR. GILSON CARLOS RODRIGUES OFTALMOLOGISTA

CRM PR 11574

O INSTITUTO DE OLHOS DE TOLEDO COMEMORANDO, EM UMA DÉCADA, A REALIZAÇÃO DE MILHARES DE CIRURGIAS DE CATARATAS POR FACOEMULSIFICAÇÃO COM COLÍRIO ANESTÉSICO E LENTE INTRAOCULAR DOBRÁVEL, AGRADECE A CONFIANÇA DEPOSITADA EM NOSSOS SERVIÇOS E SENTE-SE NO DEVER DE FORNECER À POPULAÇÃO ALGUMAS INTERESSANTES DICAS PARA O POSSÍVEL PORTADOR DE CATARATA: 1 - EM ALGUNS CASOS, INCLUINDO-SE AÍ DIAGNÓSTICOS BASTANTE DISCUTÍVEIS, OBTEM-SE EXCELENTE MELHORA DA VISÃO COM A SIMPLES TROCA DE LENTES CORRETORAS. AS CIRURGIAS NESSES CASOS SÃO DE INDICAÇÕES, TAMBÉM, BASTANTE DISCUTÍVEIS, NÃO SENDO IMPERATIVAS. FIQUE ALERTA! 2 - CATARATA NÃO É URGÊNCIA E RARAMENTE EXIGE CIRURGIA EM CURTO INTERVALO DE TEMPO. NA QUASE TOTALIDADE DOS CASOS PODE SER ADIADA, ATENDENDO INCLUSIVE A FATORES EMOCIONAIS E FINANCEIROS DO PACIENTE, POR SEMANAS OU MESES. ADIAR A CIRURGIA NÃO SIGNIFICA PERDA IRREMEDIÁVEL DA VISÃO OU TRANSPLANTE DE CÓRNEA NO FUTURO. ABRA OS OLHOS! 3 - EM CASOS DE CATARATAS EM AMBOS OS OLHOS, SE REALMENTE É UM FATO, VALE A DICA ANTERIOR. NÃO É IMPERATIVO QUE UM OLHO SEJA OPERADO IMEDIATAMENTE APÓS O OUTRO. O BOM SENSO, A LITERATURA MÉDICA E A ROTINA DE MUITOS SERVIÇOS DE PONTA MOSTRAM QUE UM INTERVALO ENTRE AS CIRURGIAS É O MAIS ADEQUADO. MANTENHA OS OLHOS BEM ABERTOS!

08 «

Revista Versões Setembro 2010

Olho com Catarata (pupila branca)

4 - QUANDO SOLICITADO, NÃO FAÇA, NUNCA, JAMAIS, PAGAMENTOS ANTECIPADOS. NÃO É CORRETO! 5 - VOCÊ, O PACIENTE, É QUE DÁ A ÚLTIMA PALAVRA QUANTO À CIRURGIA. NÃO ACEITE IMPOSIÇÕES! 6- EM CASO DE DÚVIDAS, NÃO TENHA RECEIO, CONSULTE OUTRO SERVIÇO. É SEU DIREITO!


Ξ saúde

MANTHUS: dê um basta na celulite e na gordura localizada Quer deixar seu corpo ainda mais bonito, longe das celulites e das gordurinhas? O Manthus é o aparelho que consegue acabar com esses inimigos das mulheres. E o melhor: Sem dor! Se há um problema que as mulheres sabem reconhecer ao menor sinal é a celulite. Basta apertar um pouquinho a pele e pronto! Logo surge aquele aspecto de casca de laranja, para o desespero da maioria das representantes do sexo feminino. Porém, quando em estágio mais elevado, não é preciso nem o leve beliscão. Ela dá bandeira em coxas, barriga, bumbum, culotes ... Por causa desses furinhos, muitas mulheres nem passam perto da saia, calça justa e de cor clara – muito menos biquíni. Sem falar nos pneuzinhos. Mas esses problemas tem solução. Tratamentos especializados são capazes de pôr um basta neles de uma vez por todas. Se você faz parte desse grupo, saiba que suas preces foram atendidas. Tudo isso graças a um aparelho chamado Manthus. Ele combate a celulite de graus I, II e III e a gordura localizada de forma efetiva. O segredo dele está na combinação do efeito do ultrassom tripolar, que quebra as células de gordura, com um outro estímulo, que é uma corrente polarizada que utiliza o principio da iontofose – espécie de mesoterapia sem agulha – fazendo com que as células de gorduras quebradas com as partículas menores caiam na linfa e sejam eliminadas pela urina. Ou seja: O Manthus trabalha com três cabeçotes em menos tempo e em uma área maior. Os resultados podem ser notados já na primeira sessão. Características: Procedimento indolor não invasivo, não produz edemas ou hematomas e principalmente não altera sua rotina diária.

Redução de medidas

Pré e Pós Cirurgico

Gordura Localizada e Celulite

Outubro 2010 Revista Versões

« 09


Ξ saúde Malhar de estômago vazio faz mais mal do que bem, mas também pode ter benefícios Quem está querendo perder peso já sabe muito bem que é preciso combinar exercícios com dieta. Ao comer menos, se ingere uma quantidade menor de calorias e, ao praticar atividades físicas, é possível gastá-las. Com base nessa equação simples de entender, alguns apressadinhos na corrida pelo corpo ideal resolvem pular o café da manhã e suar a camiseta ainda em jejum. Mas será que todo esse sacrifício vale à pena? “Depende da intensidade do exercício”, responde o médico e especialista em Nutrição Christian Floriano e a Nutricionista Simone Zanin, membros da equipe da Igast (Instituto de Gastroenterologia de Toledo. Eles esclarecem que o exercício em jejum pode trazer mais prejuízos do que benefícios, se realizado na dose errada.

»»Comer algo leve antes de malhar segue sendo a atitude mais correta

Exercícios em jejum: pode?

Fôlego O segredo do exercício para quem está realizando uma dieta com redução calórica está no controle da intensidade. Ela deve ser de leve a moderada, e não pode passar de uma hora por dia. Uma caminhada, por exemplo, deve ser feita sem que a pessoa chegue a ficar ofegante. “Tem de conseguir conversar durante o exercício, caso contrário a intensidade está muito elevada”, afirmam. E se estiver mesmo elevada, o que acontece? O primeiro sinal é uma queda no desempenho da atividade. “É como acelerar um carro no ponto-morto, o atleta não vai avançar”, comenta. O objetivo do esforço em quem aposta na dobradinha “menos comida e mais exercícios” é queimar aquelas gordurinhas indesejadas. Se a intensidade está elevada demais, no entanto, elas podem permanecer ali, quase intactas, enquanto o desgaste vai todo para a massa muscular. Isso acontece quando o exercício usa toda a

10 «

Revista Versões Outubro 2010

reserva de carboidratos complexos do músculo, o chamado glicogênio muscular. Sem essa reserva de energia, o organismo começar a se utilizar da proteína muscular para se manter funcionando. Ou seja, ele passa a queimar a massa magra, a massa muscular, em vez de gordura. Bom para o gordo, ruim para o obeso O exercício em jejum, no entanto, apresenta bons resultados em pessoas com sobrepeso. “O organismo retira a gordura do músculo, e o músculo repõe essa gordura usando as reservas do tecido adiposo (os pneuzinhos indesejados do corpo)”, descrevem. Mas atenção: obesos não usufruem do mesmo benefício. “O músculo tem dificuldade em funcionar na pessoa obesa”, afirmam. O processo benéfico a quem tem sobrepeso acontece de forma mais lenta nos obesos. Assim, eles acabam queimando menos gordura ao realizar a mesma atividade física. Em contrapartida, sofrem uma perda maior de água. “Parece que eles estão emagrecendo, mas é apenas água que perderam”, contam.

Preparo Você pode acordar, escovar os dentes e sair para caminhar sem comer nada. O exercício em jejum é válido, dentro de algumas condições, mas precisa ser feito com algum preparo. O primeiro deles é um bom jantar na noite anterior. Se você comeu pouco e acordou com muita fome, nada de exercícios antes de se alimentar. Isso pode colocar a saúde em risco. Fadiga e câimbras fazem parte do desjejum de quem desobedece a essa regra. O sintoma seguinte também é desagradável: tontura. Podem ocorrer até desmaios. Outra recomendação médica é aumentar a atividade física gradualmente, sem nunca ultrapassar uma hora de caminhada, feita com intensidade leve a moderada. “O importante é ter em mente que não é a refeição feita ou não feita antes do exercício que vai definir o resultado da atividade física. Emagrece que tem um balanço energético negativo nas 24 horas do dia”, resumem. A Nutricionista Simone Zanin e o médico Dr. Christian Floriano atendem junto a clínica IGAST, na rua Guarani 1768, em Toledo.


Ξ saúde

Condilomas e HPV Definição Também conhecidos como verrugas anais, os condilomas são pequenas lesões com formato e aparência de verrugas que podem afetar a pele em torno do ânus, podendo surgir também no interior do canal anal. Outras regiões vizinhas também podem ser afetadas pelas lesões, principalmente a pele da área genital, períneo, nádegas e virilhas. Causa Condiloma é considerado uma doença sexualmente transmissível e o agente causador

iado »»Dr. Luciano O. Sponch

»»Dr. Allan P. Bombonatto

da doença é o Papiloma Vírus Humano, conhecido como HPV (human papilomavirus).

Tratamento

Prevenção

Através do contato íntimo e direto pode ha-

Um pequeno número de verrugas pode

O sexo seguro com uso de preservativos e

ver transmissão da doença. Não é necessá-

ser tratado com sucesso através de aplicação

com parceiros de confiança é a melhor pre-

rio haver penetração para o surgimento de

local de medicamentos, tais como o ácido tri-

venção para este problema. Se estiver em

lesões no ânus.

cloroacético, a podofilina ou o imiquimod.

tratamento, procure se abster do sexo com

Quando são mais numerosas, geralmente é

o(a) parceiro(a) até que o tratamento este-

necessária uma intervenção cirúrgica como a

ja concluído. Por segurança, é aconselhável

eletrocoagulação sob anestesia.

que o(a) parceiro( a) seja também avaliado.

Sintomas O sintoma mais comum é o prurido (coceira), podendo apresentar também sangra-

Importante enfatizar que lesões causa-

As lesões por HPV não são exclusividade

mento e, mais raramente, dor. O mais pro-

das pelo HPV, quando não tratadas, podem

dos órgãos genitais. A região anorretal neces-

vável é que o próprio paciente perceba as

se espalhar ou crescer. Há sempre uma pos-

sita de igual cuidado através de exames pre-

verrugas durante a higiene. Entretanto, al-

sibilidade de recidiva após o tratamento. Por

ventivos realizados pelo coloproctologista.

gumas lesões são muito planas, rasas e não

isto é necessário um controle periódico no

elevadas, podendo passar despercebidas

consultório do coloproctologista depois de

pelo paciente, necessitando da avaliação de

realizado o tratamento.

um coloproctologista, como no caso das le-

Profissionais Toledo conta com dois profissionais especialistas em coloproctologia. Dr. Alan P. Bombonat-

sões que surgem dentro do canal anal. Neste

Condiloma tem alguma ligação com câncer?

caso, é de grande importância o exame pre-

Sim. Existem subtipos do vírus que es-

ventivo da região anal, a ser realizado sem-

tão direta e claramente relacionados com a

pre pelo coloproctologista.

ocorrência de câncer na região anal.

to e o Dr. Luciano O. Sponchiado. Ambos atendem juntos a clínica Igast,na rua Guarani 1768. Fonte: www.sbcp.org.br

Outubro 2010 Revista Versões

« 11


Ξ saúde

Obesidade - A culpa

Chega a ser um contra-senso nos dias de hoje, em que vivemos numa sociedade “dita” moderna, quando o homem há muito tempo já pisou na lua, sendo o progresso da ciência e a Medicina indiscutíveis a obesidade avançar em proporções alarmantes. Cerca de um terço dos americanos são considerados obesos, partindo de padrões básicos de percentual de gordura para determinar a obesidade. Acima de 20% para os homens e 30% para as mulheres. No Brasil os números não são muito diferentes e o grande vilão da obesidade é justamente as facilidades oferecidas pelo mundo moderno. Uma das pesquisas americanas dão conta que dos mais de 2kg de gordura por ano acrescidos no peso corporal, 1 é culpa dos controles remotos. Aperta-se botão para tudo: televisão, videocassete, som, acendimento automático de lâmpadas, vidro elétrico no carro, escada rolante e muito mais. Ou seja, a lei do menor esforço é parceira da gordura, das doenças cardiovasculares, da hipertensão arterial,

12 «

Revista Versões Outubro 2010

do diabetes, do câncer entre outras. Portanto, o excesso de peso não deve ser encarado como um fator apenas estético. É um problema crônico de saúde pública relatado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos E.U.A. Um terço das mortes por câncer de mama e endométrio estão, segundo relatórios médicos dessas entidades, relacionadas ao excesso de gordura, mais de 30% de percentual. Dois terços ficam por conta das cardiopatias inerentes à obesidade. Da mesma forma, parece um contra-senso saber que os governos gastam fortunas com programas espaciais, prêmios aos futebolistas de seleção nacional, entre outros, quando as verbas destinadas à prevenção da

obesidade é quase nenhuma. Das seis principais doenças, as cardiovasculares arrancaram dos cofres públicos dos E.U.A. 22,2 bilhões de dólares no ano de 1986, só em custos médicos. Em 1994 os valores totais já haviam ultrapassado a casa de um trilhão de dólares. No Brasil não é muito diferente. ...E de quem é a culpa? De um modo geral há uma tendência a acreditar-se que o excesso de comida venha a ser o principal fator da obesidade. A gente sabe que não é bem assim porque se assim fosse, bastaria uma redução e ou um controle alimentar qualquer e as pessoas emagreceriam com a maior facilidade. Umas têm tanta facilidade de engordar como dificuldade de emagrecer. Outras engordam e emagrecem com a maior tranqüilidade. Existem, sem dúvida nenhuma, outros fatores, tais como os genéticos, ambientais, sociais e provavelmente raciais. Uma família de gordos, certamente tem hábitos e valores incorporados, que se tiver um magro no meio estará fora de sintonia. Entretanto, vale ressaltar que os distúrbios hormonais, segundo dados da O. M. S. (Organização Mundial de Saúde) e as fontes citadas por McArdle, raramente são apontados como a causa principal. Pode sim, é a obesidade gerar uma série de distúrbios hormonais que acabam invertendo a ordem dos culpados. Ou seja, não é o distúrbio hormonal o causador, e sim a obesidade a causadora dos supostos distúr-


Ξ saúde bios vindo em cascata. Há alguns anos fala-se na mutação do gene OB como responsável pela obesidade. Com base em pesquisas com ratos, constatou-se que esse gene tem ação direta numa proteína, descoberta em 1994, produzida no tecido adiposo e transportada pela circulação sangüínea para o cérebro chamada de Leptina (do Grego Leptos, significando magro) ou simplesmente OB. Sua ação é controlar a saciedade de acordo com a quantidade calórica dos alimentos ingeridos para manter o nível de gordura corporal. É como se fosse, por assim dizer, uma válvula instalada no hipotálamo regulando a ânsia de comer. A leptina quando injetada em camundongos mostrou ser capaz de reduzir o peso corporal e o tecido adiposo. Aquele sujeito que costumamos dizer: “não engorda de ruim”, especula-se ter uma boa produção de leptina. Sortudo, né? As pessoas excessivamente gordas teriam o gene OB defeituoso a tal ponto de nunca se sentirem saciados e comerem compulsivamente. A teoria de se comer vagarosamente, mastigando bem os alimentos, procurando saboreá-los com o máximo prazer, se baseia

nisso. Ou seja, comendo devagar dá tempo para o organismo desenvolver o mecanismo reflexo da saciedade, estimulando a leptina, ingerindo menos quantidade de comida ou, na medida certa das necessidades orgânicas. Outro fator bem estabelecido, é que o peso corporal não é o vilão das doenças cardiovasculares e sim o percentual de gordura. Pessoas corpulentas e pesadas, mas com o percentual de gordura normal não são sus-

cetíveis a cardiopatias. Ao contrário, pessoas de menor estatura porém gordas correm um risco bem mais alto. Isso é um fato. Em Toledo, o Dr. Torao Takada e o Dr. Paulo Fernandes Neto são doutores especialistas em Cirurgia Bariatríca, tendo atendido pacientes dos mais diversos Estados brasileiros com sucesso absoluto, juntamente com toda a equipe de apoio. Ambos atuam na Clínica IGAST, na rua Guarani 1768.

»»Dr. Paulo Fernandes Neto

»»Dr. Torao Takada

Outubro 2010 Revista Versões

« 13


Ξ cidade a

9 Meia Maratona Rotary Unimed de Toledo

No próximo dia 24 de outubro, a 9ª Meia Maratona Rotary Unimed de Toledo, vai reunir atletas profissionais e amadores. A 7ª Caminhada da Saúde, a 9ª Rústica e a 9ª Maratoninha acontecem na mesma data. Dois quenianos foram convidados e vão participar da prova este ano. A prova da Meia Maratona tem 21,1 quilômetros e é dividida entre 15 categorias. A largada será no Lago Municipal e o percurso passa pelas avenidas Parigot de Souza, Ministro Cirne Lima e Maripá. Segue pela rua São João, acessando a avenida J. J. Muraro até encontrar novamente a avenida Parigot de Souza. Os atletas seguem em direção ao Teatro Municipal e terminam a corrida após completar uma volta em torno do Lago Municipal Diva Paim Barth. Além de troféu e medalha, o vencedor leva R$ 2,5 mil. Os velocistas que alcançarem até a 10º colocação geral também recebem prêmios em dinheiro. Na modalidade Rústica, o trajeto contempla seis quilômetros. A saída é no estacionamento do Lago Municipal. A prova é dividida em três categorias: Adulto (de 16 a 35 anos), Pré-Veterano (de 36 a 50 anos) e Veterano (a partir de 51 anos de idade). Os campeões levam R$ 500, os vices R$ 300 e os terceiros colocados, R$ 200. Crianças e adolescentes, com idades entre sete e 15 anos, podem participar da Maratoninha. O percurso contorna o Parque Ecológico, próximo ao Lago Municipal. No fim da prova, um sorteio

14 «

Revista Versões Outubro 2010

vai premiar os futuros maratonistas com bicicletas e cadernetas de poupança no valor de R$ 300 cada. Já confirmaram presença o quenioani Titus Kipkosgei Kibbi, da equipe Fila, que foi 4º colocado na Maia Maratona do Rio em 2009 e 2010. Também já confirmaram presença na prova feminina a queniana Jacquiline Jerotich Chebor, da equipe Fila, tendo conquistado a 1ª colocação na Maratona de Carpi, na Italia, 1º. Lugar ma Maratona de São Paulo em 2007, 1º. Lugar na Maratona de Foz em 2009, e a 1ª. colocação na Maratona de Curitiba em 2008 e 2009, e a paraguaia Carmem Patricia Martinez Aguilera, que foi a 3ª. colocada na Meia Maratona Internacional de Assunção neste ano. Inscrições Meia Maratona: R$ 20,00, Rústica e Maratoninha: gratuitas (até 17 de outubro). Meia Maratona: R$ 30,00, Rústica: R$ 10,00 Maratoninha: R$ 5,00 (de 18 a 22 de outubro). Os valores devem ser depositados na agência 0726 (operação 3), conta corrente 3000-9 da Caixa Econômica Federal. Ou nos seguintes locais: Clínica Igast, Unimed, Academia Cia do Corpo, Sesi, Secretaria de Esportes de Toledo, Academias Aquafit e Corp Fitness. Serviço 9ª Meia Maratona Rotary Unimed 2010 Data e local: Dia 24 de outubro (domingo), no Lago Municipal de Toledo

Jornada Médica

A 9ª Meia Maratona Rotary Unimed de Toledo conta com uma programação especial voltada para profissionais e estudantes da área de saúde. No dia 20 de outubro, às 19h30, acontece a Jornada Médica. A ação é promovida pela organização da prova em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e Associação Médica de Toledo. Para este ano, o debate trará como temas a hipertensão arterial, a diabete e a obesidade. Programação Dia 20 de outubro de 2010 Local: Auditório da Prefeitura Municipal de Toledo 19h30 – Abertura 19h45 - HIPERTENSÃO ARTERIAL – PREVENÇÃO E TRATAMENTO, com o Dr. Fernando Roberto Roman 20h15 - DIABETES MELLITUS – PREVENÇÃO E TRATAMENTO com a Dra. Gabriela Carolina M. Magro 20h30 - COFFEE BREAK 20h45 – Mesa Redonda - OBESIDADE – PREVENÇÃO E TRATAMENTO, com o Dr Torao Takada (moderador), Simone Zanin (Nutricionista), Dr. Paulo Fernandes Neto (Cirurgião), Dra Cristina Fernanda Magro Faidiga (Endocrinologista), Dr. Mauricio Mantovanelli (Psicólogo)e Karine Hübner (Fisioterapeuta). No final haverá entrega de certificado e sorteio de brindes entre os participantes.


Ξ capa

Setembro 2010 Revista Versões

« 15


Ξ saúde

O Sinam não é um plano de saúde, mas uma alternativa para o atendimento. Qualquer cidadão pode integrar-se e fazer uso do Sinam em todo o País e a participação no sistema é voluntária e sem intermediários, não havendo cobrança de taxas, mensalidades, anuidades nem condicionantes ao ingresso por idade ou doença pré-existente. Também não existem carências de qualquer natureza. Qual a importância do Sinam? O Sinam beneficia uma faixa da população sem condições de acesso à clínica particular, ou mesmo aos planos de saúde, fortalecendo a prática da medicina liberal. Critérios Básicos: 1) Livre escolha de médicos pelos usuários. 2) Honorários médicos baseados na Lista de Procedimentos Médicos-AMB e ABO para os Dentistas. 3) Pagamento direto ao profissional, clínicas, laboratórios e hospitais. Principais Vantagens: 1) Não existe cobrança de mensalidades - o paciente só pagará honorários quando utilizar os serviços profissionais. 2) Qualquer cidadão poderá fazer uso do sistema, independente de pertencer ou não a cooperativas médicas, planos ou seguros de saúde. 3) Os atendimentos médicos serão feitos em consultórios ou clínicas especializadas, permitindo assim, o relacionamento. Profissionais O Sinam, em Toledo, possui convênios com as seguintes especialidades e com os profissionais abaixo relacionados: Acupuntura Drs. Alexandre Lopes de Oliveira, Ana Karen Siviero, Claudio T. Hayashi, José Olivo Zenni, Wilso Roberto S. da Silva. Anestesiologia Drs. Alexandre Lopes de Oliveira, Amanda Simoni Valentini, Claudio T. Hayashi, Isabella Sassaki, José Olivo Zenni, Waldomiro L. Rodrigues. Cardiologia Drs. José Afranio Davidoff Jr., Sabrina Lima Machado, Walter J. S. Marques Neto, Zenor Luiz Zuchi. Cirurgia Cardiaca Torácica Dr.ª Maricelia Brommelstroet. Cirurgia Geral Drs. Alan Patrick Bombonatto, Carlos H. Patino Baptista, Leandro B. de Azevedo, Luciano O. Sponchiado, Marcos Vinicius Zanchet, Torao Takada, Valdicir Faé. Cirurgia Vascular/Angiologia

16 «

Revista Versões Outubro 2010

Drs. Arnaldo de Jesus Fernandes, Roberto Simeão Roncatto, Rossano Jarabiza Clinica Geral Drs. Ana Karen Siviero, Itamar Carlos Gobbato, Maria de Fatima Campagnolo, Sabrina Lima Machado, Sérgio Avelino Campagnolo, Valdicir Faé, Walter J. S. Marques Neto. Coloproctologia Drs. Alan Patrick Bombonatto, Luciano O. Sponchiado. Dermatologia Dras. Karine S. Pisoni Kram, Simone D. Furlan. Endocrinologia Dras. Cristina Fernanda Magro, Gabriela Carolina M. Magro, Tatiana Sommer Harlos. Endoscopia Digestiva Alta Dr. Itamar Carlos Gobbato. Endoscopia Digestiva Drs. Carlos Horacio Patino Baptista, Leandro B. de Azevedo, Marcos Vinicus Zanchet, Torao Takada. Ginecologia e Obstetricia Drs. Edison Teruo Nakata, Ionara D.Barcelos, Juliana G.F.Bressanim, Leize Nachiesca Schiavini, Luiz Carlos Smith, Patricia Leen Kosako, Rafael Victor, Rodrigo Manieri Rocha, Valdir Luiz Manica, Zenor Luiz Zuchi (gineco). Gastroenterologia Drs. Carlos H. Patino Baptista, Itamar C. Gobbato (clinico), Leandro B. de Azevedo, Marcos Vinicus Zanchet, Torao Takada, Valdicir Faé, Viviane A. Ragasson. Homeopatia Drs. Ana Karen Siviero, Wilso Roberto S. Silveira. Infectologia Dr.ª Flavia V. Casagrande. Mastologia Drs. Leize Nachiesca Schiavini, Rodrigo Manieri Rocha. Medicina Familia e Comunidade Dr.ª Eliana Benatti. Neurologia/Neurocirurgia Drs. Carlos Rocha Junior, Mauricio M. Roriz. Neuropediatra Dr. Guilherme de Paula Xavier. Oftalmologia Drs. Ana Luiza S. Heim, Edvaldo de Barros e Silva, Hilario Schaedler, John Prochnau, Marcus Vinicius Tabox, Milton Dresch, Sergio Soria Vieira. Ortopedia e Traumatologia Drs. Alexandre Luiz Conti, Ivan Ogrodnik Ferreira, Julio Cesar Ragasson, Luciano Leandro Martins, Luiz

Ivan Zeni da Rocha. Pediatria Drs. Gelson Leonardi, Geraldo Pandolfo, Henrique Seidi Seki, José Silva Tramujas, Luiz Soares, Mitishiro Kosako, Orlando M. Zacaluzny, Osman Baena de Melo, Raul de P. Xavier Sobrinho, Wilso Roberto S. Silva. Pneumologia Adulto Dr.ª Fabiane Fachin. Psiquiatra Dr. Sandro Jorge Yulkei Okano. Reumatologia Drs. André Fernando Otto, Carlos Eduardo Magro, Leonardo M.Schmidt. Urologia Dr. Rafael Patino Cruzatti. Eletroencefalografia (exame Neuro) Dr. Maurício M. Roziz. Fisioterapia/Reabilitação Accus Corp. Fisioterapia, Clinica de Fisioter.Reab Plus, Edina Ferreira Marcondes, Fisiovida - clinica de Fisioterapia, Gradual Clin.de Fisiot.e Estetica, M. S. Clinica de Fisioterapia. Fonoaudiologia Jane M. R. Lawder. HOSPITAIS Bom Jesus – Hoesp, HCO -Assoc.Benf.Costa Oeste, Hospital Dr. Campagnolo, Hospital de Olhos de Toledo. LABORATÓRIOS Analisare Lab. De Analises Clinicas, Laboratorio Bio Analises, Laboratorio Labclinic Ltda, Laboratorio Toledo, Laboratório Padre Anchieta, Laboratorio Anatomia APC, Laboratorio Prevenção e Diagn. MASSOTERAPIA Odete Maria Tusset. NUTRICIONISTA Alessandra C. Schaeffer, Clinica -L C Dal Bosco-Nutrição, Gradual Clin.de Fisiot.e Estetica, Michele Ap. Carpine Ost, Vanessa Cristina Rottava. ODONTOLOGIA Drs. Guilherme Costa Marin-Implante, Luiz Carlos Vieira Filho-Cirurgia Hosp. PSICOLOGIA Drs. Juliana E. Braga da Silva Poder, Juliano Farias Nascimento, Licioneide S. Schoenell, Loize M. L. Malucelli, Renate Maria Wieczorek, Valsiane Kurmann. RADIOLOGIA Angiocor (C. Diag.Por Imagem), Centro de Diagnostico, Clin-Ray Diagnósticos - C. D., Ultra-Ray(Centro Diag.). Ultra-Som Drs. Valdir Luiz Manica, Zenor Luiz Zuchi Maiores informações através do telefone (45) 3054-5078 das 8h às 12h e 13h30 às 18h, ou na Rua Guarani, 1695, em Toledo.


Ξ saúde

O que é Gastroenterologia? É a especialidade da medicina que trata das patologias do aparelho digestivo. A gastroenterologia também leva em conta a relação do aparelho digestivo (composto pela boca, faringe, esôfago, estômago e intestinos delgado e grosso) com outros órgãos, como a vesícula e o fígado. Isso acontece porque ao longo do tubo digestivo, que começa na boca e termina no ânus, há o envolvimento destes e outros sistemas no processo digestório. A especialidade, além de intervir no tratamento das doenças comuns ao aparelho digestivo, também vem assumindo um caráter mais preventivo: - Orientando no consumo de dietas mais saudáveis; - Incentivando a aplicação de vacinas contra os diversos tipos de hepatite; - Esclarecendo sobre a importância de exames que revelem tumores do intestino grosso; - Aliando-se no combate ao fumo, responsável pelo aumento dos casos de câncer de esôfago e do pâncreas. O trabalho da gastroenterologia reforçou-se com o avanço dos exames de imagem, como a ressonância magnética e a tomografia computadorizada. A endoscopia também passou por modificações e hoje é o principal procedimento para a detecção de anormalidades no aparelho digestivo. Conheça mais sobre os principais sinais de alerta que indicam a necessidade de agendar uma visita ao gastroenterologista. Sinais de Alerta

Alguns sintomas são comuns quando se trata de problemas gástricos A azia é o sinal que mais freqüentemente indica o aparecimento de complicações gástricas. Seu aparecimento, mesmo por causas eventuais como agressões alimentares ou alcoólicas, levanta suspeitas de inflamação do esôfago ou mal funcionamento da vesícula biliar. O principal sinal de quem tem problemas do aparelho digestivo é a dor abdominal, que pode envolver um ou mais órgãos. Alguns sinais indicam a possibilidade de patologias como tumores e aneurismas no sistema digestivo: - Sangramento nas fezes; - Diarréia; - Eliminação de muco (catarro amarelado); - Dores na evacuação. Uma forma de prevenir tanto os sintomas mais comuns como os mais graves é manter uma disciplina alimentar com orientação médica. O ideal é procurar um nutricionista para a indicação da dieta mais adequada e um gastroenterologista para realizar exames capazes de diagnosticar problemas mais sérios. A prática de exercícios físicos também é uma boa prevenção, pois o sedentarismo, ao contrário do que se pensa, não atinge apenas o coração, mas também o aparelho digestivo. Em Toledo, a Clínica IGAST, na Rua Guarani 1768, tem os profissionais Dr. Carlos Patiño, Dr. Torao Takada, Christian Floriano e a Dra. Viviane Andrade Ragasson, especialistas em gastroenterologia.

»»Dr. Carlos Patiño

»»Dra. Viviane A. Ragasson

Outubro 2010 Revista Versões

« 17


Ξ saúde

Mais exercício e menos remédio

Mulheres são as que mais se beneficiam da relação “consumo de medicamentos e atividades físicas” Agência Fapesp Um estudo verificou que mulheres acima de 60 anos que praticam 150 minutos por semana de atividades físicas moderadas, como caminhadas, consomem menos remédios em comparação às que não têm o mesmo hábito. Esta é a conclusão do trabalho de mestrado “Relação entre nível de atividade física, aptidão física e capacidade funcional em idosos usuários do programa de saúde da família”, realizado por Leonardo José da Silva, na Universidade Federal de São Paulo com Bolsa da FAPESP. Ele acompanhou 271 mulheres com idade acima de 60 anos que participaram do Programa de Saúde da Família, organizado pela Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo. Com menos de 10 minutos semanais de atividade física o indivíduo é considerado sedentário e entre 10 minutos e 150 minutos de exercícios por semana ele é categorizado como insuficientemente ativo. As atividades físicas disponibilizadas incluem caminhadas, exercícios de aprimoramento de força muscular, equilíbrio, flexibilidade e capacidade aeróbica. Há também visitas domiciliares feitas por agentes de saúde, nas quais os idosos são incentivados a praticar atividades físicas freqüentes, como ir ao mercado ou fazer um passeio a pé. O consumo de remédios das participantes da pesquisa foi avaliado por meio do cadastro da Secretaria Municipal da Saúde de São Caetano do Sul. Na base de dados estão registradas informações relevantes sobre todos os participantes do Programa de Saúde da Família, incluindo os medicamentos consumidos regularmente. Economia de medicamentos A relação causa e efeito entre atividade física e consumo de medicamentos ainda está sendo estudada. A redução dos níveis de pressão arterial proporcionada pela atividade física é uma das hipóteses levantadas pelo estudo de Silva, uma vez que a doença é uma das mais comuns entre a população idosa, estando presente em mais da metade das pessoas acima de 60 anos. O diabetes, com prevalência de 25% entre idosos, é outra enfermidade afetada pelo nível de atividade física. “Há estudos indicando que exercícios respiratórios aumentam a sensibilidade do organismo à insulina”, comentou a professora da Unifesp. Esse efeito é importante para as pessoas em cujos organismos a insulina não atua de maneira eficiente. “A resistência à insulina tem alta prevalência na população idosa e se caracteriza pela menor resposta à insulina, com aumento discreto da glicemia e da insulinemia. Estes fatores juntos contribuem para a obesidade e o aumento do risco de doenças cardiovasculares”, disse. As mulheres são as que mais se beneficiam da prática de atividades físicas, no caso levantado em São Caetano do Sul. Guiomar conta que a pesquisa se restringiu ao público feminino porque ele representa a grande maioria dos participantes do programa.

18 «

Revista Versões Outubro 2010

»»Ginástica em idosas diminuiu em 34% consumo de remédios

A professora ressalta que não são completamente conhecidas as razões que levam a menor participação masculina nessas atividades. “Sabemos que a mulher tem expectativa de vida um

pouco maior do que a do homem, aumentando a freqüência de mulheres viúvas e sozinhas, porém esse fato não explica a absoluta ausência masculina”, disse.


Ginástica dois em um Conheça a modalidade americana que une exercícios do pilates ao balé clássico Exercícios combinados de balé e pilates prometem condicionamento físico e corpo enxuto Sorria e malhe. Essa frase é repetida inúmeras vezes pela professora de educação física norte-americana Stefanie Ellis, especialista em XTend, aula de ginástica que mistura conceitos de pilates, balé e exercícios cardiovasculares. Nos EUA, mais de 40 academias já oferecem o pacote combo de malhação durante 60 minutos, três vezes por semana, ao custo de 35 dólares a aula. No Brasil e na Austrália, onde o XTend acaba de desembarcar, a idéia é arrebatar de sedentárias a marombeiras, vendendo condicionamento físico, flexibilidade, fortalecimento muscular, além, é claro, do necessário gasto calórico. A professora defende que a técnica alia os três tipos de exercícios e oferece uma aula animada, completa e com um grande apelo estético. A cada 60 minutos, revela Ellis, é possível perder até 400 calorias, afinar o corpo, definir os músculos e trabalhar o coração. “Depende muito de cada aluno, mas o gasto calórico médio é alto e trabalhamos todos os músculos do corpo.” Os resultados aparecem conforme a freqüência e a dedicação do praticante, mas o conceito de trabalho corporal global busca reforçar o potencial e a visibilidade rápida dos ganhos. “Em poucas semanas é possível notar a diferença do corpo.” A mistura coloca até 25 alunos em uma sala com ingredientes básicos do pilates e do balé: bola, elástico e barra.

Ξ saúde

A trilha sonora foge à regra da dança clássica e incorpora o pique frenético das aulas de aeróbica ou remete a uma balada de música eletrônica. O som, como não poderia deixar de ser, briga com a voz do instrutor, que deve, ao longo da atividade, definir e descobrir os níveis de cada um de seus pupilos. “Não há níveis pré-estabelecidos, o instrutor é capacitado para identificar o condicionamento de cada um e exigir mais ou menos dos alunos”, explica Ellis, após uma aula demonstrativa na academia Bio Ritmo, em São Paulo. Para ser instrutor da novidade, é preciso ter formação em pilates e fazer um curso de apenas três dias. A representante do XTend no Brasil, Áurea Lara, professora da academia paulista, tem 12 anos de trabalho na área e será responsável por capacitar os professores da Bio Ritmo. Apesar da exigência curricular, a XTend não tem o acompanhamento individualizado e não oferece a aparelhagem variada das aulas de pilates tradicionais. Exercícios com bola, elástico e controle abdominal simbolizam a técnica durante a aula. Não há pré-requisitos, tampouco limite de idade para provar da modalidade, ela só não é indicada para quem tem algum problema nos joelhos. Segundo a especialista, suas alunas americanas, independente da idade, sentem-se jovens, ativas e verdadeiras bailarinas. “Elas gostam de usar o uniforme de balé durante as aulas. Estimula e as faz sentir como profissionais.” Se a idéia é emagrecer, suar e buscar condicionamento físico, a modalidade é altamente recomendada. O desejo de torna-se bailaria, ou voltar a praticar a dança, porém, deve ser deixado do lado de fora da sala de aula. A modalidade intercala alguns dos mais básicos exercícios do balé, nada que permita dar piruetas e subir na ponta dos pés. “O Balé clássico não é para todas as mulheres, o XTend sim”, endossa Stefanie Ellis.

Outubro 2010 Revista Versões

« 19


Ξ social

Filiada a Febracos - Federação Brasileira das Associações de Colunistas Sociais - e-mail: nunuca17@yahoo.com.br

Expo Toledo

A Expo Toledo 2010 será realizada de 8 a 12 de outubro, no Centro de Eventos Ismael Sperafico, oferecendo muitas opções de entretenimento e lazer, nos 5 (cinco) dias de exposição. Palestras Técnicas, Praça de Alimentação, Exposição de raças de animais, Leilões e Julgamentos, Parque de Diversões, Seminários, cursos e palestras com temas voltados ao foco agropecuário. E claro, os shows sertanejos, bem ao gosto do velho oeste. Dia 09 (Sábado), tem Guilherme & Santiago + Natália Siqueira. No dia 11 (Véspera de Feriado), tem Hugo Pena & Gabriel.

»»Muita alegria na Festa do Porco no Rolete

Lançamento em Cascavel

Foi no dia 24 de setembro o lançamento da última edição da revista Maximu´s, que mais uma vez contou com a caprichada produção da equipe Photo Creative. A promoção foi realizada com pompa no Buffet Palacius em Cascavel. Durante o evento, os convidados conferiram também a segunda edição do Maximu’s Fashion Show 2010, que apresentou as últimas tendências de moda noiva e moda festa. O colega Mauro Picini fotografou o evento.

Em comemoração

Em comemoração ao Dia das Crianças, tem Tarde Recreativa no Toledo Futebol Clube, no dia nove de outubro. No dia 12, tem Festival Infantil de Música de Toledo, no Teatro Municipal.

Em forma

No dia 24 de outubro tem a nona edição da Meia Maratona Rotary Unimed, Corrida Rústica, Maratoninha e a sétima Caminhada da Saúde, em Toledo. As inscrições e informações completas podem ser vistas no site www.meiamaratonarotary.com.br.

Puro rock

Na agenda, as noites de puro rock na Garden Music Lounge. No dia 15 tem Heineken Rock com a banda D´Xavantes. Já no dia 29, tem Heineken Rock – Tributo aos Beatles, com a banda Radhiola, de Londrina.

20 «

Revista Versões Outubro 2010

»»Detalhe do desfile Maximu´s


Ξ social

»»Fabiane e Gustavo »»Ione, Luzia, Juliana e Cristina

»»Miria e João

»»Juliana e Kelvin

»»Daniel e Graciele

»»Cristina e Fernando

Outubro 2010 Revista Versões

« 21


Ξ ESPECIAL

37a Festa Nacional do Porco Assado no Rolete Mesmo com a chuva, o evento foi positivo A 37ª Festa Nacional do Porco Assado no Rolete, realizada no dia 19 de setembro, levou ao Clube de Caça e Pesca de Toledo, mais de 20 mil pessoas. A chuva que caiu na manhã do domingo fez com que aproximadamente cinco mil pessoas deixassem de participar do maior evento gastronômico do município de Toledo. Mesmo assim, pode-se ver estandes muito bem decorados e repletos de convidados. Nesta festa foram assados 318 porcos, alem de muita carne de gado que foram assadas nos estandes. Outro ponto nesta 37ª, festa do Porco no Rolete foi há maciça presença de políticos, visto que neste ano temos as eleições para Deputado Federal e Estadual, Governador, Senador e para Presidente. Para o Presidente do Clube de Caça e Pesca, Jorge Luiz Novachinski, “O público ficou abaixo do esperado, mas mesmo assim este nosso evento continua sendo o maior do município e não é a toa que a nossa cidade é conhecida no Brasil inteiro como a Terra do Porco no Rolete”, comentou. Já para o Presidente da CCO da 37ª. Festa Nacional do Porco Assado no Rolete, Marcos Antonio Zolet, disse que “foi uma pena a chuva vir na manha do dia da festa, depois de um sábado com o sol brilhando o dia todo. Mas todos nós sabemos que a nossa região precisava de chuva, pois a seca já vinha se prolongando por muito tempo. Mas a chuva não tirou o brilho da nossa festa. Muita gente deixou de vir à festa, mas os que compareceram no nosso clube, puderam ver uma bela festa. Todos os estandes decorados e com muita animação” finalizou. Concurso Para o concurso de Melhor Estande, Melhor Recheio e Melhor Porco no Rolete, a comissão organizadora foi presidida por Jairo Zeni e teve na comissão julgadora João Paulo Hisatugo (apresentador do programa Tempero, do SBT),

22 «

Revista Versões Outubro 2010

Ajax Porto Pinheiro (General do Exército), Vitor Monastier (Diretor Regional do Senac/Pr), Geraldo Papini (Médico Veterinário), Waldemiro Merlo (um dos maiores incentivadores da Festa do Porco no Rolete), Everson Zotti (Medico Veterinário e Professor da PUCPR/Toledo) e Eliani Frison Faust (Coordenadora do Curso de Nutrição da Unipar/Toledo). Particparam seis equipes do concurso, sendo a Sadia/Departamento Agropecuário, Cervejaria Colônia, Globoaves, Coohatol, TansVeltins e Prati Donaduzzi. Depois de visitarem os estandes e degustarem as amostras dos porcos assados pelos concorrentes, a comissão julgadora decidiu como:

formandos do curso Gestão de Negócios da Fasul. As cinco candidatas ao título deste ano realizaram dois desfiles durante o almoço e o julgamento ficou a cargo dos presentes no evento, sendo que a apuração final apresentou Ketlyn Maiara Dutra Michalski (19 anos, altura 1,68, peso 52 quilos), como rainha da 37ª. Festa Nacional do Porco Assado no Rolete, Carolina Ricarda Muller (14 anos, altura 1,63, peso 45 quilos) ficou como 1ª. Princesa, Juliane Rigotti (22 anos, altura 1,65, peso 50 quilos) foi a 2ª. Princesa e a Miss Sampatia foi Taisa Terrone Marques da Silva (18 anos, altura 1,65, peso 48 quilos).

Melhor Stand 1º Prati Donaduzzi (65 pt) 2º Coohatol (64 pt) 3º Globoaves (59 pt) Melhor Recheio 1º Coohatol (62 pt) 2º Cervejaria Colônia (55 pt) 3º TranVeltins (54 pt) Melhor Porco no Rolete 1º Coohatol (307 pt) 2º Prati Donaduzzi (284 pt) 3º Cervejaria Colônia (283 pt) 4º Sadia Depto Agropecuário (281 pt) Para o acesso a festa, o Clube de Caça e Pesca realizou a cobrança de ingresso, no valor de três reais, sendo que os presentes concorreram a três prêmios ofertados pelos organizadores do evento, sendo os ganhadores os portadores dos ingressos com o número 1.323 (Uma mota 100cc zero km), 6279 (um notebook) e 12.322 (uma câmera digital). Rainhas No domingo que antecede a festa do Porco Nacional do Porco Assado no Rolete, o Clube de Caça e Pesca de Toledo cede o salão social do clube para a Loja Maçônica Estrela do Oeste, que realiza almoço beneficente, tendo como prato principal Porco na Grelha. Aproveitando o evento o clube aproveita para eleger a Rainha da Festa. Neste ano a organização da eleição ficou a cargo dos

»»Ketlyn Maiara Dutra Michalski, Rainha da 37a Festa Nacional do Porco Assado no Rolete

»»Publico presente na festa do porco


Ξ ESPECIAL

Fotos Fabio Ulsenheimer

»»A Prati Donaduzzi recebeu o trofeu de 2o melhor Porco no Rolete de Marcos Zolet

»»Cooatol, melhor porco no Rolete recebe o trofeu do prefeito José Carlos Schiavinatto

»»Jorge entrega trofeu para Trnasveltins como 3o melhor recheio

»»Carlos Dulaba recebe o trofeu de participação do presidente do Clube Caça e Pesca

»»Jorge entrega trofeu de 3o melhor porco a Cervejaria Colônia

»»Jorge Novachinski entrega trofeu a Globoaves de 3o Melhor Stander

»»Marcos Zolet entrega Trofeu de melhor recheio para Cooatol

»»Marcos Zolet entrega o trofeu para Cohatol de 2o melhor Stander

»»O prefeito Schiavinato entrega trofeu de melhor stande para a Prati Donaduzzi

»»SadiaDepto Agropecuário recebe o trofeu de 4o melhor Porco no Rolete do vice-prefeito Lucio de Marchi

»»O vice-prefeito Lucia entrega trofeu a Cervejaria Colônia como 2o melhor recheio

»»Irmãos da Loja Maçônica Estrela do Oeste

»»Porcos assando

Outubro 2010 Revista Versões

« 23


Ξ ESPECIAL

24 «

Revista Versões Outubro 2010

Tradicionalismo Gaúcho ganha força em Toledo

As comemorações tradicionalistas ganham força com vários eventos na cidade de Toledo. Assim como no Rio Grande do Sul, por aqui, gaúchos, descentes e simpatizantes, organizam e participam dos festejos farroupilhas. Nos pampas, o dia 20 de setembro, Dia do Gaúcho, é feriado estadual. Por aqui não, mas notamos que pessoas, empresas, o CTG Chama Crioula, e agora a PUCPR campus de Toledo estão mantendo a chama gaucha acesa. Somos um município colonizado por gaúchos, que cultivaram as tradições nas veias de seus descendentes, por isso esse gosto pela cultura gaúcha se mantem vivo, principalmente no mês de setembro. Neste ano a semana farroupilha, em Toledo, teve a duração de 10 dias. Iniciou no dia 16 e se encerrou no dia 25. O Supermercado Lunitti, centro, através do seu proprietário Beto Lunitti, que há anos vem promovendo os festejos da semana farroupilha, promoveu várias atrações durante os dias 16, 17 e 18. Mateadas, musica, dança e muita comida típica foi o que milhares de pessoas puderam ver e apreciar nestes dias. Os festejos tiveram uma pausa no dia 19, em virtude da realização da 37ª. festa do porco no rolete. No Dia do Gaúcho, 20, o PUCPR através de uma caravana de cavalçeiros, foi até o Lunitti Centro, “pegou” a chama do tradicionalismo e foi até o campus, no prolongamento da rua Guarani, saída para Dez de Maio, onde num cerimonial diferente para os padrão do ensino superior, professores, alunos e gaúchos receberam a chama, hastearam os pavilhões da PUC, de Toledo, do Paraná, do Rio do Sul e do Brasil, e logo em seguida, sob o comando do Padre Raulino Cavalheri, participaram de uma missa crioula, bem nos antigos costumes, com muita música, canto e estilo campeiro. Dando seqüência a PUCPR, campus de Toledo, promoveu várias ações durante os demais dias da semana. No dia 24, penúltimo dia das comemorações, o gaucho, engenheiro, radialista e historiador da cultura gaúcha, Ernani Magnabosco, promoveu no Teatro Municipal de Toledo a apresentação do cantor Walter Moraes, juntamente com o “Cumpadre Lagoa” que apresentou contos e causas gaúchos. O encerramento foi realizado no CTG Chama Crioula que realizou um jantar a base de costelão para aproximadamente 400 pessoas.


Ξ jardinagem

www.radiobuenastche.com.br A melhor música gaúcha WEB-RÁDIO O mundo está ouvindo Outubro 2010 Revista Versões

« 25


Ξ rotary´s e suas ações

9a Meia Maratona Rotary/Unimed Acontece este mês. No dia 24, a 9ª. Meia Maratona, 9ª. Rústica, 9ª. Maratoninha e 7ª. Caminhada da Saúde Rotary/Unimed. A promoção é do Rotary Club Toledo e já é destaque no meio da grande corridas do Brasil. Mais uma vez corredores quenianos estarão competindo na prova dos 21 km pelas principais ruas da cidade de Toledo. O idealizador e seu maior incentivador, Torao Takada, acredita que mais de três mil e quinhentas pessoas estarão competindo nas provas e com isso o sucesso já está garantido.

As premiações das provas já atingem o montante de mais de 20 mil reais, sendo que o primeiro lugar, masculino e feminino, da meia maratona levarão dois mil e quinhentos reais cada um. O valor das inscrições para a Meia Maratona é R$ 20,00 (vinte reais) até o dia 17/10 e R$ 30,00 (trinta reais) de 18 a 22/10. Para a Rústica a inscrição é gratuita até o dia 17/10 e R$ 20,00 (vinte reais) de 18 a 22/10. A maratoninha é gratuita até 17/10 e R$ 5,00 (cinco reais) de 18 a 22/10. As inscrições podem ser feitas pelo site www.meiamaratonarotary.com.br .

Intercambio

26 «

“Intercâmbio não é apenas estar conhecendo uma cultura nova, estar longe e ao mesmo tempo perto das pessoas que você ama, se sentir livre para fazer tudo que você acha que é certo, não é simplesmente o fato de não estar nem aí para que os outros estão pensando de você, não é apenas viajar e conhecer lugares maravilhosos, estar com uma nova família que apesar de não ser sua familia, é família, não é apenas sentir saudades de tudo e ao mesmo tempo querer viver essa vida pra sempre . É aprender que amizades verdadeiras continuam firmes, mesmo que não tenha contato frequentemente, é crescer como pessoa, refletir sobre tudo na sua vida e nas coisas que as vezes pareciam tão certas e agora soam tão erradas. O intercâmbio, além de tudo isso, te proporciona conhecer quem você achava que conhecia melhor que qualquer um: você mesmo!” Esse é o recado deixado pela intercambiária Luana Eckstein, do Rotary Club Toledo Integração, que está na Alemanha. Revista Versões Outubro 2010


Aniversariantes do Rotary Lago fazem a festa

Ξ rotary´s e suas ações

Seis aniversariantes, do mês de setembro, do Rotary Club Toledo Lago comemoram as suas datas numa noite festiva realizada na “sede campestre” do clube (Chacará do Marassi), no último dia 21. Os aniversariantes do mês foram Alceu Almeida(3), Celestino Teixeira (4), Antonio Marques (8), Julio Trevisol (10), Sergio Makrakis (15) e Cezar Longhi (17) brindaram os companheiros e convidados e suas familias com jantar festivo foi a base de porco na grelha e cordeiro ao molho.

Integração A reunião festiva do Rotary Club Toledo Integração, do dia 27 de setembro aconteceu em Sede Alvorada, recepcionados pelo companheiro Dangler Sandrigo da Rosa. Além dos membros do clube estiveram também a intercambiária Valerie Veber, da cidade de Witten (Alemanha), que cumpre intercambio aqui em Toledo, com seus “pais brasileiros” Isolde e Valdir Eckstein. No ultimo dia 04, o Rotaract Club Toledo promoveu a Noite do Peixe. Evento beneficente promovido para arrecadar fundos para a elaboração de projetos. O resultado foi fascinante. Em parceria com o Restaurante Paiol, o evento contou com casa lotada. Aproximadamente duzentas pessoas contando com convidados e organização, prestigiaram o evento que com uma linda decoração temática, música ao vivo e o principal, várias iguarias a base de peixe deixaram a noite muito agradável. Devido ao grande sucesso e elogios por parte dos participantes, o evento já está na programação da próxima gestão e a partir de agora será promovido anualmente pelo Rotaract Club Toledo.

Rotary Club Toledo no norte do Brasil

Com base no lema rotário 2010/2011, Fortalecer Comunidades, Unir Continentes, quatro membros o Rotary Club Toledo, por sugestão do Governador do Distrito 4640, Adair Casagrande, realizaram uma visita a Rotarys Clubs de Belem do Pará. A viajem aconteceu durante os dias 24 e 30 de setembro, onde os membros do clube, que através de bônus de seus cartões de créditos adquiriram suas passagens aéreas de ida e volta, levaram os projetos do clube e adquiriram conhecimentos da realidade do norte brasileiro.

12o Festival do Sorvete

O Rotary Club Toledo Aliança realizou o lançamento oficial do 12º Festival do sorvete. O evento aconteceu na Casa da Amizade e reuniu convidados e imprensa. O Coral da Sadia brindou os presentes com boas músicas. O Festival do Sorvete, uma das bandeiras do clube, destina os rendimento das promoção para ações e projetos rotários acontecerá no dia sete de novembro, no Lago Municipal, com início marcado para as 9hs. O lema da promoção é “Um jeito doce de fazer arte e melhorar o mundo”.

Outubro 2010 Revista Versões

« 27


Ξ odontologia

Dentes brancos e sem dor Com algumas precauções é possível realizar o clareamento dental com segurança e minimizar a sensibilidade Uma queixa muito freqüente dos pacientes submetidos ao clareamento dental é a sensibilidade. Hoje existem várias técnicas disponíveis, com resultados excelentes, porém a questão sensibilidade continua sendo um problema para algumas pessoas. De acordo com o professor da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, José Mandia Jr., para que o desconforto seja mínimo ou inexistente, o clareamento deve ser feito de forma lenta, observando-se a reação que causa no paciente, tanto no que diz respeito à eficácia, como ao grau de sensibilidade. “Pode-se também utilizar logo após o clareamento soluções desensibilizantes à base de fluoreto de sódio e nitrato de potássio”, diz o especialista, que explica que a intenção é chegar ao melhor resultado minimizando o desconforto e com segurança. O processo de clareamento O clareamento na verdade é uma reação química. As substâncias vão liberar oxigênio, que é um radical livre. Dentro do dente existem os pigmentos que levaram ao escurecimento dental. O oxigênio penetra no dente e quebra a cadeia de

28 «

Revista Versões Outubro 2010

pigmentos em pequenas moléculas que são eliminadas por processo de difusão, isto é, uma reação química de oxidação que converte os pigmentos em dióxido de carbono e água. O dente é permeável e o efeito é cumulativo, portanto a cada seção o dente vai clareando cada vez mais até eliminar toda pigmentação. Tanto para o dente ficar protegido quanto em relação à sensibilidade é importante realizar o clareamento lentamente. No clareamento doméstico o paciente irá utilizar uma moldeira, na qual colocará o gel clareador, de peróxido de carbamida, em concentração que varia de 10 a 20 por cento. Deve-se utilizar a moldeira com o gel pelo período de uma hora. De dia ou de noite, durante duas semanas em média. No clareamento em consultório será utilizado um gel de peróxido de hidrogênio em alta concentração, ou seja, 35 por cento podendo-se associá-lo ou não ao uso do laser. www.odontologia.com.br - Por: Dr. José Mandia Jr. cirurgião-dentista, especializado em Prótese Dental, Dor e Disfunção Têmporo Mandibular, Estética Dental e Professor da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas.


Sensíveis demais

Ξ odontologia

Sentir dor ao comer determinados alimentos pode indicar hipersensibilidade dentinária; o problema é comum, mas leva pouca gente ao dentista Um café feito na hora, um suco de laranja refrescante, uma sobremesa açucarada. Alimentos como esses, que para a maioria das pessoas remetem a experiências prazerosas, podem ser sinônimo de dor para quem tem dentes sensíveis. O problema, conhecido pelos especialistas como hipersensibilidade dentinária cervical, afeta cerca de 15 milhões de brasileiros, de acordo com estimativas mundiais. Apesar de ser mais comum em adultos jovens, com idade entre 20 e 40 anos, pode aparecer também em outras fases da vida. O sintoma -dor aguda que surge devido a certos estímulos, como alimentos frios, quentes, ácidos e doces e escovação- costuma ser confundido com uma cárie. Nem todo mundo, no entanto, procura tratamento. "Muitos pacientes acabam se acostumando com a dor. Apenas 49% procuram um profissional", diz o dentista Narciso Garone Netto, professor titular da Faculdade de Odontologia da USP (Universidade de São Paulo). As causas são variadas, mas têm um fator em comum: a exposição da dentina, camada do dente que normalmente fica protegida pelo esmalte. Dentro dessa estrutura, há milhares de canais cheios de líquido, chamados túbulos dentinários. Estímulos que mudem a pressão ao longo do dente -alta ou baixa temperatura, por exemplo- provocam uma rápida movimentação desse líquido, que estimula as terminações nervosas, provocando a dor. A erosão do esmalte que protege a dentina é uma causa comum de hipersensibilidade dentinária. Escovação muito forte e consumo excessivo de refrigerantes, frutas cítricas e bebidas isotônicas são os principais vilões. "Acreditamos que o problema esteja aumentando. Os adolescentes bebem litros de refrigerante. Isso é perigoso para o dente", afirma o dentista Martin Addy, da Universidade de Bristol (Inglaterra), que pesquisa o tema há quase 40 anos. Para Addy, prevenir é o mais importante. "Muita gente acha que terá uma vida saudável ao tomar suco de laranja. De fato, as frutas cítricas são boas para o organismo, mas, se consumidas em excesso, fazem mal para o dente", alerta. Ele também acredita que os dentistas precisam lidar melhor com a questão. "Muitos não estão preparados e só percebem a erosão depois que ela está muito avançada. Hoje, estuda-se mais o tema do que antes, mas ainda é algo recente." Segundo a dentista Maria Ângela Pita Sobral, professora da Faculdade de Odontologia da USP, o esmalte também pode ser desgastado por microfraturas. O bruxismo (hábito de apertar e ranger os dentes), por exemplo, pode ser um desencadeador. Outra causa freqüente de hipersensibilidade é a retração gengival (quando a gengiva se desloca, deixando a dentina exposta). Segundo o dentista Eduardo Tinoco, professor adjunto da Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) e da Unigranrio (Universidade do Grande Rio), doenças periodontais e escovação inadequada -com escova de cerdas muito duras ou usando muita força- são dois fatores que fazem com que a gengiva se retraia. Com a idade, também é comum haver uma retração fisiológica leve ou moderada. A gerente de cursos Cláudia Corrêa de Virgiliis, 35, sofre do problema há cerca de seis anos. "Comecei com uma dor nos dentes na hora de

escovar. Achei que era cárie, mas o dentista me disse que eu tinha a gengiva retraída", conta ela, que já fez tratamento à base de flúor e usa uma pasta de dente especial. O incômodo melhorou, mas retorna de tempos em tempos. "Quando aparece, já sei que vou ter dor se comer coisas ácidas, frias ou doces. Ao escovar os dentes, também é muito ruim." É comum que as pessoas se queixem de dentes sensíveis após passarem por tratamentos clareadores. "Os clareadores contêm ácido e, se forem usados em concentrações altas por um longo período, podem causar uma sensibilidade passageira. É preciso saber prescrever corretamente o clareamento", diz o dentista Luiz Narciso Baratieri, professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Eduardo Tinoco diz que a aplicação de substâncias dessensibilizantes antes do clareamento pode diminuir esse efeito colateral, um dos mais freqüentes dessa técnica, segundo ele. QUANDO TRATAR A necessidade de passar por um tratamento e a técnica adotada dependem do grau de desconforto do paciente. De acordo com Garone Netto, a dor pode ser classificada como severa em 5% dos casos, discretamente severa em 17%, média em 43% e suave em 35%. "Quando os fatores causais ocorrem isoladamente e com pouca intensidade, provocam uma dor suave que pode desaparecer espontaneamente, mas costuma ser cíclica. Mas o que observo na clínica é a ocorrência de vários fatores que podem provocar muita dor", diz o dentista. Apesar de algumas pessoas aceitarem melhor a dor, Luiz Narciso Baratieri alerta para o fato de que, se ela existe, é um sinal de que algo está errado e precisa ser visto com atenção. Martin Addy lembra que há pessoas mais propensas à hipersensibilidade. "Não sabemos por que, mas alguns indivíduos são até dez vezes mais susceptíveis à erosão do que outros", diz. Em alguns casos, o uso de pastas de dentes específicas para hipersensibilidade suave pode ser suficiente para melhorar os sintomas. A auxiliar administrativa Erika Boteon, 40, usa esse tipo de dentifrício há anos. "Diminuiu bastante a dor. Quando paro, ela volta. Chega a doer só de falar, com o ar que entra pela boca", conta. Outra opção para melhorar a dor é a aplicação de soluções dessensibilizantes. O laser também é um recurso utilizado. Baratieri observa que não há um tratamento definitivo. "Não existe uma solução fácil. Ninguém pode assegurar que determinada estratégia vai eliminar a hipersensibilidade. Muitas vezes, resolve por um tempo, mas depois ela volta." Para evitar que haja maior desgaste nas áreas onde ocorreu a perda de esmalte, Maria Ângela Sobral recomenda recorrer à restauração. De acordo com a dentista, o tratamento não pode se restringir a atacar os sintomas. "Todos os tratamentos apenas sintomáticos são temporários. É necessário remover o fator causador", defende. Algumas indicações são evitar alimentos ácidos, tratar o bruxismo e fazer uma escovação sem muita força e com a menor quantidade possível de pasta. Fonte: Folha de São Paulo

Outubro 2010 Revista Versões

« 29


Ξ jardinagem

Jardins Jardins residenciais

O jardim é considerado a moldura de uma residência e há estudos que demonstram que um belo jardim aumenta em média 30% do valor de qualquer imóvel. O jardim tem que estar adequado à arquitetura, à localização, ao tamanho e à manutenção necessária e aliar tudo isso aos desejos do cliente, demonstrando assim as características e o gosto de decorativa pode fazer toda a diferença num jardim de inverno, na parede ou embaixo da escada seu proprietário.

Jardins empresariais

Uma vez ouvi que não existe uma segunda chance de se causar uma primeira boa impressão, portanto, atualmente, quando estamos na era da aparência, um jardim bem cuidado e bem implantado é um cartão de visita para qualquer empresa. Como o atendimento, a educação, as instalações da empresa e a higiene do local e das pessoas, um bom jardim, ou simplesmente um vaso com uma planta bem cuidada causam boa impressão. Fazemos a análise das necessidades de cada empresa, bem como dos custos que terão para manter o jardim ou os vasos que forem adquiridos e a viabilidade disso tudo para a empresa, de acordo com o tipo de negócio e o tipo de jardim a ser implantado.

Jardins de inverno, jardineiras e interiores

Áreas de lazer e Piscina

Para garantir mais segurança e privacidade, o ser humano está cada vez mais criando ambientes de lazer e entretenimento dentro de sua própria casa. Visando valorizar esses ambientes, o verde tem papel fundamental em trazer a sensação de bem-estar e aconchego, eliminando a sensação de estar preso dentro de casa e criando uma combinação harmoniosa e bela com a textura das plantas, a sombra, o sol, os cheiros e as cores das flores.

30 «

Revista Versões Outubro 2010

Falta de espaço é um problema na maior parte das residências. Com o custo desse espaço cada dia maior, as pessoas encontram pouco lugar para plantas e jardins. Para contornar esse problema, tornou-se nossa especialidade desenvolver projetos para transformar em jardins locais e cantos ora esquecidos na casa, onde muitas vezes um vaso, uma planta, uma fonte ou uma peça.


Passeio sem transtorno! Ensine seu cão a passear sem puxar a guia

Ξ animais

Quem nunca viu um cachorro que leva seu dono para passear? É muito comum ver pessoas sendo arrastadas por seus animais de estimação. A situação não é nada agradável e pode tornar o cão desobediente e até mesmo agressivo. O passeio é um exercício muito importante para todos os cachorros, em qualquer idade - a menos que haja alguma restrição médica. Mas para as voltinhas pelo bairro serem agradáveis tanto para você quanto para seu melhor amigo, é importante estar no controle da situação. Seja o líder! É muito comum que um cão dominante queira “ditar as regras” do passeio para seu condutor. Cheira aqui, demarca ali, assim o animal sente que sua posição de líder está sendo confirmada e, muitas vezes, quando contrariado, age de forma agressiva. E não só nas ruas. Um cão que faz o que bem entende durante o passeio, acha que manda também dentro de casa. Por isso, é importante exercer a liderança inclusive no passeio, com o cão andando ao seu lado, para ter um animal de estimação controlado em diversas situações. Controle a ansiedade do seu cão! Normalmente, ao ver o dono pegando a guia e ouvir a palavrinha mágica “passear”, o cãozinho fica doido para ir para rua. E aí já saem puxando dentro de casa mesmo. Uma dica para baixar essa ansiedade é tornar o momento da saída o menos excitante possível. Para isso pegue a guia que você costuma passear com seu bichinho em vários momentos do dia, mesmo que não vá sair passear com ele. Coloque-a no cachorro e deixe-o com a coleira do passeio durante algum tempo, dentro de casa mesmo, repetindo isso algumas vezes, sem sair para rua. Esse processo, que chamamos de dessensibilização, e faz com que o cão não associe mais a guia ao momento de passeio, pois, afinal, não é sempre que ele põe a coleira que ele sai para passear. Um cão eufórico demais fica menos sensível aos trancos na guia para controlá-lo e assim será preciso ser cada vez mais rígido para manter o controle. Treinando um bom passeio! Já durante o passeio, o dono não deve permitir que o cão puxe a guia. Ao ser puxado e permitir que o cachorro continue andando na direção que ele deseja, ensinamos ao animal que sua técnica funciona e assim ele a repetirá sempre. Um recurso que ajuda o cão a se conter é frustrar sua intenção. Ao tomar um puxão, pare e obrigue-o a esperar e só volte a caminhar quando o animal estiver mais tranquilo. Outra técnica muito boa é fazer percursos em ziguezague, treinando o cachorro a mudar de direção junto com você. A percepção do cão da importância de prestar atenção nos movimentos do condutor, para acompanhá-lo, aumenta à medida que ele percebe que ao puxar a guia, leva um tranco. Para favorecer a concentração nos treinos, escolha um lugar não tão estimulante, como uma garagem do prédio ou num quintal, por exemplo. Quando o cão conseguir acompanhar você sem precisar de trancos, premie-o com um petisco. Com poucos treinos já é possível perceber os resultados. Só aí o leve para a rua ou para outro local com mais estímulos.

Cães briguentos! E pra quem tem um cão encrenqueiro o passeio pode ser ainda mais tumultuado. Nesses casos, geralmente, os cães nem percebem o tranco na guia quando estão latindo excitados para um “adversário”. Por isso, devemos interromper desde o início as manifestações de agressividade com uma bronca que não o machuque. Um recurso é espirrar um jato de substância amarga não tóxica na boca do animal (use somente produtos específicos vendidos em pet shops) ou causar um leve desconforto fazendo barulho ao chacoalhar uma lata cheia de moedas. Nos casos mais difíceis, procure a ajuda de um profissional especializado, pois manifestações de agressividade podem exigir maior controle para evitar acidentes. Com seu cão mais educado é hora de curtir passeios bem mais agradáveis e divertidos para vocês dois! Fonte: www.saudeanimal.com.br

Outubro 2010 Revista Versões

« 31


Versões 63  

Revista Versões edição 63

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you