Issuu on Google+

The Umbrella of Glass

Cris Kamui Versailles Philharmonic Quintet Brasil


Por que toda vez que algo triste acontece comigo chove? Agora que eu tinha acabado de ser "rejeitado", começava a chover... Aquela chuva que se misturava com minhas lágrimas, minhas lágrimas de dor Meu coração se quebraria em cacos, tão pequenos que se perderiam e não poderiam ser consertados. "MASASHI, eu só preciso de sua amizade, nada mais". Foi o que você me disse. “A sintonia da chuva que começou a cair à melodia que flutua quando me lembro daquela pessoa que amo.” Segui até minha casa arrastando meus pés, para andar o mais devagar possível, só para sentir a chuva lavando minha alma. E como consequência da minha demora, a chuva aumentou. E muito... Cheguei à minha casa, encharcado... Tomei um banho para poder ir dormir. Mas quem disse que eu conseguiria dormir... Quem disse que minha mente pararia de pensar em você? Eu não conseguia parar de imaginar, que se você tivesse me aceitado, eu estaria agora com você em meus braços. Sentindo seu perfume, seu calor. “Os pensamentos que me prendem sem pararme sufocam durante as noites de dor e insônia. Os pensamentos não irão parar de soar”. Mas tudo ficará só em minha mente, tudo não passará de um sonho eterno. Levantei-me e fui até a sacada ver a chuva que lavava a cidade que tentou lavar minha alma. - Onde você está agora? Na sua casa ou simplesmente por ai? Eu quero ter você... Por favor, me aceite...Me aceite... Não quero simplesmente ser um amigo... Estar ao seu lado e não poder te tocar... Não poder tocar seus doces lábios. Voltei a chorar... Não aguentaria isso por muito tempo... “A chuva irá tocar amor, e a canção daquela pessoa. O interior de vidro desse coração bate fortemente, está soando sucintamente certamente não irá parar de chover”. As lágrimas tentavam frustradamente aliviar minha dor... Mas meu coração não queria te deixar sair assim, sem nem ao menos tentar mais uma vez... - Por que não posso ter pelo menos seu amor? Seria pedir demais para Deus? Meu grito foi tremulo e fraco, meu choro impedia uma reação "correta" para o momento. Então poderia pedir para o Diabo?


Quando se está perdidamente apaixonado você não mede suas palavras na derrota. Você não mede o tamanho das besteiras que você pode cometer nesses momentos... “Ah... novamente meus batimentos cardíacos são ondulações sobre a água. Sobrepondo-se em meus sentimentos agitadosE se esse som também ruir, ao menos em meu peitocantarão uma melodia de lágrimas nessa voz trêmula”. Queria ouvir outra resposta, vindo de seus doces lábios, queria ouvir um sim... Meu coração está partido agora... Assim que você me deu as costas, meu coração começou a rachar lentamente. E agora, que estou olhando essa cidade gigantesca sob a chuva, imaginando onde você deve estar imaginando de como seria, se você estivesse ao meu lado agora... Se você estivesse me abraçando agora, tirando esse frio que me cerca. “Diga „ficarei ao seu lado para meu coração que irá se quebrar esses pensamentos vibrantes tocarão sucintamente nesse coração cantando em uma única palavra.Diga „Ficarei ao seu lado‟. Desde que você desapareceu, eu apenas desejei dizer „ficarei ao seu lado‟ Eu te amo, mesmo não tendo me aceitado... E você tivesse me aceitado?... HIZAKI...


The umbrella of glass