Page 1

2 Shows românticos para todos os gostos musicais

4

SALVADOR QUARTA-FEIRA 8/6/2011

DIA DOS NAMORADOS Das baladas de Djavan, Vander Lee e Tânia Mara, ao arrocha de Pablo, não faltam opções para os apaixonados

Haroldo Abrantes / Ag. A TARDE

VERENA PARANHOS

“Românticos são poucos / Românticos são loucos / Desvairados”, mas contradizendo a música famosa na voz do cantor e compositor Vander Lee, parecem não ser uma “espécie em extinção”. E, justamente na época do Dia dos Namorados, o público que curte não só músicas românticas, mas também dançar agarradinho ou ouvir de mãos dadas canções da trilha sonora do relacionamento pode aproveitar a data para comemorar ao lado de quem ama em alguns shows que acontecem na capital baiana e região metropolitana: Djavan, Pablo, a voz romântica, Tânia Mara, Vander Lee, Vanessa da Mata e Zizi Possi. O autor de versos como “Cada dia que passo sem sua presença / Sou um presidiário cumprindo sentença” diz que o romantismo surgiu naturalmente em sua música, influenciado pelo trabalho na noite, em que via muitos casais namorando. “Mesmo quando o sentimento vem de um fato ou lembrança pessoal, ponho na música de uma forma que sirva a todos”. Em Salvador, Vander Lee apresenta o show Lado Bamba, marcado pela gafieira, para os casais que queiram dançar juntos. E anuncia que ”também vai ter o momento de falar de amor de uma maneira mais contemplativa, de filosofar, como sempre faço nos meus shows, com sucessos como Românticos, Iluminado e Esperando Aviões”. O artista vai passar a data pertinho da esposa, a também cantora Regina Souza, que sobe ao palco da The Best Beach em uma participação especial, cantando algumas músicas, entre elas Desfeito. “Em nome do amor, da paixão e do romantismo vale a pena comemorar todos os dias”, afirma.

Sede de amor

Já Tânia Mara ficou conhecida pelos versos “Sempre que quiser um beijo / Eu vou te dar / Sua boca vai ter tanta sede / De me tomar”, uma versão brasileira da música Anytime, da trilha da novela Páginas da Vida. A artista já escreveu músicas para o marido, o diretor Jayme Monjardim, entre elas O Maior Amor, parte do seu quarto CD, e cos-

CONFIRA OS PRINCIPAIS SHOWS NA CAPITAL DJAVAN Apresenta o show Ária, em que canta sucessos de outros artistas. Concha Acústica do TCA. R$ 60 e R$ 30. Dom, às 18h30. NOITE DOS NAMORADOS Participam da festa Pablo, Asas Livres, Nelsinho e Nira Guerreira. Cais Dourado. R$ 40 (casadinha pista), R$ 25 (pista), R$ 40 (camarote). Sáb, às 20h. TÂNIA MARA Faz show com músicas românticas e dançantes. Sesc Casa do Comércio. R$ 60 e R$ 30. Dom, às 20h VANDER LEE Canta sucessos românticos e de samba. The Best Beach. R$ 60 (pista), R$ 100 (casadinha pista), R$ 80 (camarote) e R$ 150 (camarote casadinha). Sáb, às 21h. VANESSA DA MATA A cantora canta sucessos e novidades do CD Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias. Costa do Sauipe. R$ 120. Sáb, 21h. ZIZI POSSI A cantora revisita antigos sucessos. Atlântico Hall. R$ 50. Sex, às 22h.

Outros autores

Quem passou por uma fase difícil, mas “o amor mostrou que veio pra ficar” vai sentir sua história contemplada na voz de Djavan: “Bom é mesmo amar em paz / Brigas nunca mais”, na

regravação de Brigas Nunca Mais, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes. O cantor alagoano, cuja carreira é marcada pelo repertório autoral, apresenta pela segunda vez em Salvador o show Ária, em que interpreta exclusivamente canções de outros compositores que marcaram sua vida. “A música é a trilha sonora da vida e tem um poder incrível de reabilitar sensações e lembranças de pessoas com as quais você conviveu”. Segundo ele, Ária está melhor do que antes, por já ter sido testado em turnê pelo Brasil, na América Latina, e ter sido gravado em DVD, em Belo Horizonte. Além do sucesso de Tom e Vinicius, o repertório do show conta com Palco (Gilberto Gil), Valsa Brasileira (Edu Lobo e Chico Buarque), Apoteose ao Samba (Silas de Oliveira e Mano Décio) e Fly Me To The Moon, de Bart Howard, imortalizada na voz de Frank Sinatra. Para consolar os fãs que não vão ouvir os tradicionais sucessos românticos na apresentação, como “Teus sinais / Me confundem / Da cabeça aos pés / Mas por dentro...”, Djavan promete “acrescentar muito amor a todos os namorados que forem ao show”.

A voz romântica

tuma dedicar a ele várias que entoa em shows pelo País, especialmente Por você, do Barão Vermelho. “Quero fazer tudo o que puder para demonstrar o meu amor por ele. Ele é o homem da minha vida!”, conta, apaixonada. Tânia faz suspense sobre o repertório do show no Sesc – Casa do Comércio, mas adianta que será romântico e também bem dançante. “Acho um dia superespecial para se pensar mais no seu amor, dedicar aquele dia à pessoa amada e namorar bastante”.

O cantor baiano Pablo é conhecido como “a voz romântica” pelos sucessos do arrocha que embalam casais e é a principal atração da Noite dos Namorados. Ele defende o romantismo como essência do estilo ao resgatar músicas antigas sertanejas, diferentemente de artistas que querem aproximar o ritmo do axé. Este é o caso do sucesso de Rick e Renner “Baby, baby, baby / Sofro, sonho e choro / Baby, baby, baby / Óh baby, te adoro”, que conquistou os baianos em ritmo de arrocha. “Faço de tudo para manter a pegada romântica”, define. O artista prefere não se apegar a datas, por ter que viajar bastante e nem sempre poder estar ao lado da esposa, a qual começou a namorar aos 14 anos, e dos filhos nas datas comemorativas. Mesmo assim, diz que “o Dia dos Namorados deve ser comemorado com um clima muito romântico, em um passeio ou jantar”.

MÚSICA Evento tem os mesmos produtores dos extintos Free Jazz Festival e Tim Festival

BMW reúne feras do jazz em São Paulo e no Rio de Janeiro MARCOS DIAS

O fim da canção é um tema controverso que, aqui e ali, ronda a música brasileira. Mas ninguém é capaz de pensar no fim da extrema liberdade dos virtuoses do jazz. Prova desse vigor e desta atualidade poderá ser vista, de sexta a domingo, no auditório do Ibirapuera, em São Paulo, no BMW Jazz Festival. Nos dias 13 e 14, uma edição especial acontece no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro, mas nas duas capitais os ingressos já estão esgotados. Na primeira noite do evento, em, São Paulo, chamada de Sax Reunion, três gerações dão seu recado, incluindo a lenda-viva Wayne Shorter. Além dele, apresentam-se o saxofonista-tenor Billy Harper, mostrando as influências do blues e do gospel na sua música, e Joshua Redman, que traz o DNA do lendário Dewey Redman.

Raízes

No segundo dia, Roots, a intenção, como o nome indica, é destacar as origens do jazz. O gospel do grupo vocal Zion Harmonizers, o rhythm’n’blues da cantora Sharon Jones & The Dap Kings (que apresenta-se no dia 13, no TCA), e a incendiária Orkestra Rumpilezz, de Letieres Leite, são as atrações.

TÂNIA MARA, cantora

VANDER LEE, cantor e compositor

PABLO, cantor

BALADA

FESTIVAL

Quem está solteiro tem várias opções de festa em Salvador

Nove filmes inéditos celebram o cinema iberoamericano em mostra no Ceará

COMO MONTAR UM PLAYLIST ESPECIAL

Saia do habitual e surpreenda com uma seleção de canções própria

1

Pesquise as músicas na internet, em CDs, de vários artistas e estilos musicais e faça seu primeiro check list

2

Selecione as canções que estejam relacionadas com o casal, com momentos especiais vividos a dois

CYDA BRITO

O dia mais romântico do ano está chegando e quem não deseja dar um presente criativo ao seu amor? A ideia é ser original sem correr o risco de ser cafona. Na troca de presentes nem sempre o que importa é o valor, mas a demonstração de que realmente você conhece o par. Se você já tem as flores, os chocolates, mas ainda não escolheu a trilha sonora para o Dia dos Namorados, a dica é surpreender sua alma gêmea com uma seleção própria de músicas. Segundo a DJ Cássia Cardoso (Cassicas), montar um playlist é fácil. “O primeiro passo é ouvir as músicas, pesquisar, fazer um primeiro check list para poder selecionar as que mais combinam com o casal”. Segundo a DJ, deve-se ter cuidado com a seleção para que a passagem de uma faixa para outra não tenha muita diferença. “Deve-se

3

Copie e cole as músicas de um CD para uma pasta ou faça download pela internet

4

Gentil

ficar atento com a sintonia, com a harmonia entre as canções, para que o som ou o estilo musical não seja destoante”.

Mídia

As pessoas costumam eleger canções para representar os momentos especiais vividos por elas. Assim, depois da escolha, chega-se à hora de pensar qual

tipo de mídia usar. O CD pode ser considerado ultrapassado, mas quem disse que para ser romântico precisa estar atualizado? De qualquer forma, o DJ Luciano (Cabong) conta que, para quem pensa em ousar um pouco mais, poderá criar um podcast na internet e informar o endereço eletrônico para o seu amor.

Escolha mídia e faça a gravação – CD, pen drive, mp3 player, podcast

“A vantagem do podcast é que, além das músicas, a pessoa poderá colocar fotos, vídeos, textos e assim tornar a data ainda mais especial”. Para Cabong, o playlist vai além de um presente físico. “O importante é que as músicas reforcem algo que a pessoa quer dizer, que represente, de verdade, um sentimento, uma emoção”.

PEDRO FERNANDES

Quem pensa que sair na noite é perda de tempo na tarefa de encontrar alguém que queira um relacionamento sério, talvez não esteja frequentando os lugares adequados. Se a sua fase de ficar passou, é bom procurar um lugar que propicie além de música, um espaço que comporte também uma conversa e troca de telefones. Foi assim que aconteceu com Murilo, 34, e Karina Bautista, 38, que se conheceram em 2004, no Twist Pub (Rio Vermelho), e hoje estão casados e têm um filho de quase 2 anos. Ela estava sentada numa mesa e ele em pé. Depois de uma troca de olhares, um amigo o incentivou a ir conhecê-la. Do lado dela, um outro amigo cedeu o lugar na mesa. Trocaram telefones e voltaram a se encontrar. Já são quatro anos de casados. “Acho que o ambiente ajudou. O lugar é frequentado

por pessoas na casa dos 27, 28 anos e que não são mais adolescentes, que querem se divertir, mas também procuram algo mais sério”.

Mídia

Se o seu objetivo é conhecer o amor da sua vida, ou apenas dar uns beijos por aí, não é ficando em casa que as coisas vão acontecer. Para dar uma mãozinha, o Portela Café (Rua Itabuna, 304, Pq Cruz Aguiar, Rio Vermelho) promove a festa É Namoro ou Amizade?, comandada pelo casal de DJs Rafabela & Roger N’ Roll. A noite será embalada por canções dançantes de amor, nas pick-ups do casal, neste sábado, a partir das 22 horas. Homem paga R$ 25 e mulher R$ 15. No mesmo dia, às 22 horas, o Groove Bar (Rua Marques de Leão, 351, Barra) faz a Festa de Solteiros, com as bandas Pirigulino Babilake e Autoreverso. O ingresso custa R$ 30. Até as 23 horas, duas mulheres pagam uma entrada.

Henry Leutwyler / Divulgação

Com seu quarteto, o lendário Wayne Shorter faz show no domingo

Nove anos após vencer o Prêmio Braskem, com Memorial dos Medíocres, Tom Correia lança segundo livro de contos, Sob Um Céu de Gris Profundo (Língua Solta/Casarão do Verbo, R$ 22). O lançamento acontece na Galeria do Livro (Espaço Unibanco – Cine Glauber Rocha), nesta sexta-feira, às 19 horas, em evento aberto ao público. Selecionado em 2008 pelo edital de apoio à edição de livros de autores baianos da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, Sob Um Céu... traz 18 contos escritos entre 2003 e 2009.

“Deve ser comemorado com um clima muito romântico, em um passeio ou jantar”

TRILHA SONORA

O baixista Marcus Miller presta tributo a Miles, com quem já tocou

Vencedor do Braskem Concurso de arrocha lança segundo livro na Ilha de Itaparica

“Vai ter o momento de falar de amor de uma maneira mais contemplativa, de filosofar”

Alex Dantas / Divulgação

Rosaria Macri / Divulgação

Veuve Clicquot presenteia casais

“Um dia especial para pensar mais no seu amor e dedicar aquele dia à pessoa amada”

Ludmila Loureiro / Divulgação

Cedida pela Allcance Comunicação

“Somos todos fascinados pelo trabalho da Rumpilezz. É muito bom quando um grupo, um artista brasileiro, olha para si antes de olhar para fora”, diz a cineasta Monique Gardenberg, da produtora Dueto, que realizou nos anos 1980 e 90 os celebrados Free Jazz Festival e Tim Festival. Ela conheceu o grupo por uma indicação do seu enteado, o músico e arranjador Lourenço Rebetez, a quem havia pedido uma pesquisa de música para um filme de época que pretende realizar na Bahia. No domingo, a Noite Global apresenta o excepcional groove de Marcus Miller, baixista e produtor que colaborou com Miles Davis e representa uma verdadeira força na música negra norte-americana. Na mesma noite, numa demonstração de que o jazz não conhece fronteiras, o virtuoso Renaud Garcia-Fons, que funde jazz com música flamenca, e o pianista norueguês Tord Gustavsen encerram a programação. Além dos shows fechados, o BMW reservou para o último dia apresentações ao ar livre, no parque, como a apresentação da banda italiana Funk Off Brass Band, e, na parte da tarde, shows gratuitos ao ar livre com Joshua Redman e Sharon Jones. Tem tudo para ser histórico.

5 Patrícia Carmo / Divulgação

Atração da noite Roots do evento, a Rumpilezz, de Letieres Leite, foi uma escolha unânime dos curadores: originalidade e improviso

CURTAS

Bebida associada à celebração, às grandes conquistas e à felicidade, o champanhe é perfeito para festejar o amor. Em Salvador, quem for comemorar o Dia dos Namorados no restaurante Zank e escolher brindar com o champanhe Veuve Clicquot vai receber um presente especial para passar a data em grande estilo. Os apaixonados ganharão o Yellow Fridge, o charmoso estojo que mantém o champagne gelado por até duas horas. O Veuve Clicquot Fridge foi desenvolvido pelo escritório QSLD Paris.

Em vez dos tradicionais sucessos românticos, Djavan canta músicas de outros compositores

2

SALVADOR QUARTA-FEIRA 8/6/2011

Estão abertas as inscrições para o 1º Concurso de Arrocha de Mar Grande, na Ilha de Itaparica. O concurso acontece no mês de julho, nos dias 23 e 24. Para se inscrever os grupos devem apresentar um portfólio com fotos e um CD promocional. O concurso é aberto a artistas de toda a rede metropolitana, do interior da Bahia e da Ilha. O coordenador do evento, Guiga Francisco, ressalta que os interessados em participar devem entrar em contato pelo (71) 9924-2324 ou pelo email: grupostarguig@ig.com.br

Som de Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz representa o Brasil Ao contrário de festivais brasileiros anteriores, como o Free Jazz e Tim Festival, o BMW Jazz Festival quis atrações exclusivamente de jazz. A informação é do crítico Zuza Homem de Mello, um dos curadores do evento, ao lado do músico Zé Nogueira e do produtor musical Pedro Albuquerque. Zuza participa da curadoria de festivais do gênero desde o I Festival de Jazz, em São Paulo, realizado em 1978, pela Secretaria de Cultura do Estado. Única representante brasileira do festival, a orquestra de Letieres Leite é saudada pelo crítico: “A Rumpilezz é, de fato, a coisa mais original que surgiu nos últimos anos na música instrumental brasileira”. Para ele, a fusão de instrumentos de sopros — que remete às big bands — e a percussão, que tem a ver com a origem do jazz, além do improviso dos músicos, marcam a escolha, unânime. “É uma oportunidade para os jovens verem que tem coisa mais séria na música brasileira do que eles estão pensando que

é sério, ingenuamente”, diz Zuza, que já tocou baixo. Ele destaca a presença de nomes importantes do instrumento, como John Patitucci (do quarteto de Wayne Shorter), Marcus Miller e o virtuose Renaud Garcia-Fons, que “mudou o contrabaixo e deixa você boquiaberto, nunca se viu algo assim”.

Namoro

Para o crítico, Salvador poderia sediar um festival do gênero: “Jazz e a Bahia têm tudo a ver. A cidade poderia encontrar uma fórmula de um evento que esteja ligado à sua música e à natural predisponibilidade do baiano de Salvador”. À esperança da cidade ser contemplada numa futura edição do festival, Monique Gardenber acena: “Este ano já começou o namoro, com a ida de Sharon Jones para Salvador. Existe um desejo muito grande da BMW de expandir o festival para outras capitais, e Salvador seria uma prioridade. Vamos ver se conseguimos. No que depender de mim… nem preciso falar, baiano protege baiano”.

Q2P6h2he7 6h2h PFN2PF0h2 1P/1 f7Ff722PF0P1 F7 -P10Jg/Hh2*

W72FhH ( =(?#!

_ ?9YE^ZZ +

Divulgação

JOÃO CARLOS SAMPAIO

Ao som das sanfonas da dupla Ítalo & Renno e com a exibição do longa inédito O Coro, do diretor Werner Schumann, começa hoje a 21ª edição do Cine Ceará, um dos mais tradicionais festivais do País. O evento mescla obras brasileiras e estrangeiras, todas inéditas, numa única seleção competitiva. Até o próximo dia 15 o festival exibe dez mostras e presta homenagem a figuras como o documentarista Eduardo Coutinho.

Mostra principal

O Coro, longa-metragem de abertura, é um drama focado em personagens que integram uma orquestra sinfônica no sul do Brasil. Além deste, outros dois brasileiros estão entre os nove filmes da mostra principal, ambos cearenses. São eles: Mãe e Filha,

YZ^ZZ

?9

Q2P$7 P16PfJhH ( =(?#!_

(62P1PF0P 7 1P/ %h20&7 ( =(?#!_ F71 Q71071 Q76/Hh2P1 ( =(?#! e7 >hH-he72 >K766JFM P Qh2hHPHh P h627-PJ0P;

a:dHJe7 h f7G62h eP ZX HJ-271 672 f6N\

Cena do filme O Coro, que abre a 21ª edição da mostra cearense

de Petrus Cariry, e ainda Homens Com Cheiro de Flor, do diretor Joe Pimentel. A mostra competitiva traz ainda o vencedor do prêmio Goya de melhor documentário, o espanhol Bicicleta, Maçã, Colher, de Carlos Bosch, e também obras premiadas em outros festivais, como, por exemplo, o filme colombiano Todos Teus Mor-

tos, de Carlos Moreno, laureado no Festival Sundance, nos Estados Unidos. As novidades para esta edição incluem uma programação paralela na cidade interiorana de Juazeiro do Norte e uma “nova casa” em Fortaleza, migrando do Cine São Luiz, que está em obras, para o Theatro José de Alencar.

Q27G7$&7 -dHJeh P,fH/1J-hGPF0P 6h2h >hH-he72 P Vh/27 eP j2PJ0h1\ Qh2h 6h20JfJ6h2 eh 627G7$&7 7 HPJ072 eP-P2d f7G62h2 7 I72FhH ( =(?#!^ F7 6P] 2i7e7 eP ZX[ZC h YZ[ZC^ P f7G GhJ1 ?9YE^ZZ^ 67eP2d he5/J2J2 Y P,PG6Hh2 e7 HJ-27 3<j'( . :P10Jg/Hh2 XZYX[XZYE . !10/e7 %7G6HP07 eh1 Rg2h1 VJ0P] 2d2Jh1`^ e71 h/072P1@ (Fch U7/2h^ ?PFh07 #T2Ph P 8" %h2H71 'h1071\ Q27G7$&7 -dHJeh PF5/hF07 e/2h2PG 71 P1075/P1\ R h11JFhF0P ( =(?#!_ 67eP2d f7G62h2 h0" e7J1 P,PG6Hh2P1 672 ?9YZ^ZZ fheh^ GPeJhF0P h62P1PF0h$&7 e7 fh20&7 ( =(?#!_ Fh1 H7Ih1 G/H0JGieJh ( =(?#!@ >hH-he72 >K7] 66JFM^ Qh2hHPHh\ R Nhg2JfhF0P " 2P167F1d-PH 672 ePNPJ071 eP Nhg2Jfh$&7 7/ 5/hJ15/P2 7/0271 627gHPGh1 f7G 7 627e/07^ eP-PFe7 7 GP1G7 1P2 627 f/2he7 FP11P1 fh171\ R 627e/07 F&7 67eP 1P2 f7F-P20Je7 PG eJFKPJ27\ S7 G7GPF07 eh 2P0J2heh e7 GP1G7^ 7 6h20JfJ6hF0P eP-P2d I/F07 f7G 7 h0PFePF0P f7FNP2J2 7 627e/07^ F&7 1P2&7 hfPJ0h1 2PfHhGh$OP1 6710P2J72P1\ ( 6h20JfJ6h$&7 FP10h 627G7$&7 JG6HJfh Fh hfPJ0h$&7 J22P102J0h eP10P 2P] M/HhGPF07\ Qh2h GhJ72P1 JFN72Gh$OP1^ HJM/P@ BY EDEE ZADZ 4>hH-he72 7/ Vh/27 eP j2PJ0h1b\ #L-Jeh1@ 627G7f7P1)M2/67h0h2eP\f7G\g2\

Shows românticos para todos os gostos musicais  

Matéria sobre a programação do Dia dos Namorados em SalvadorCaderno 2+, Jornal A Tarde, 8 de junho de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you