Issuu on Google+

2

SALVADOR SEXTA-FEIRA 8/4/2011

Marcos Hermes / Divulgação

SHOW Cantora mostra repertório de DVD hoje na capital e amanhã no interior

Maria Gadú traz Tudo Diferente para Salvador e Alagoinhas

Tudo Diferente traz composições de Maria Gadú, mas também inclui músicas de outros artistas

Em São Paulo e Curitiba, por onde a turnê já passou, houve uma grande receptividade do público (Herbert Vianna), A História de Lilly Braun (Chico Buarque/Edu Lobo), Trem das Onze, (Adoniran Barbosa), You Know I'm Good (Amy Winehouse) e Ne Me Quitte Pas (Jacques Brel). Especialmente para os shows da Bahia, Maria Gadú acrescenta ao set list Lamento Sertanejo (Dominguinhos) e Eva (Giancarlo Bigazzi / Umberto Tozzi), “que

Recepção

apesar de ser da Rádio Táxi, considero um hino baiano e não consigo deixar de cantar quando estou na Bahia”, afirma a cantora. Dois músicos que participaram da gravação do DVD marcam presença nos shows do fim de semana, interpretando faixas que também compõem o novo álbum. O cantor Dani Black

se junta à artista para interpretar Aurora, enquanto Leandro Léo faz sua participação especial em Laranja.

Identificação

“Eu diria que foi amor à primeira vista”, assim define a cantora sua relação com a cidade de Salvador, cidade na qual se apresentou pela primeira vez no final

de 2009, em show no Largo Pedro Archanjo, em parceria com Márcia Castro e Mariana Aydar. “Cheguei para passar som no Pelourinho, era sexta-feira, todo mundo de branco! Essa terra tem muito axé!”, lembra, com carinho. Em novembro de 2010, a Concha Acústica foi palco do show de abertura da turnê conjunta

A turnê de lançamento do DVD foi aberta no último fim de semana, com dois shows no Credicard Hall, em São Paulo, e um em Curitiba. A recepção do público superou as expectativas da produção e a venda dos ingressos foi esgotada, nas duas cidades, com antecedência. Além da turnê, Maria Gadú planeja para 2011 a produção de um novo álbum que, segundo ela, já está sendo pensado. MARIA GADÚ / HOJE, ÀS 19H / CONCHA ACÚSTICA DO TCA, SALVADOR / R$ 60 (INTEIRA) E R$ 30 / AMANHÃ, ÀS 21H / TÊNIS CLUBE, ALAGOINHAS / R$ 35 (PISTA) E R$ 300 (MESA COM 6 LUGARES)

Gustavo Vara / Divulgação

MÚSICA

O show de amanhã, com cerca de uma hora e meia, não deixa de fora sucessos de outras fases

Fresno promete tocar rock pesado em Lauro de Freitas Os fãs da Fresno vão poder matar a saudade da banda. O grupo de pop rock gaúcho se apresenta amanhã no Atlântico Hall, em Lauro de Freitas, após três anos sem subir aos palcos baianos. Na estrada desde outubro com a turnê do novo álbum, Revanche, a Fresno apresenta na cidade seu show inédito no Nordeste. “Todo mundo fala que o rock não é forte em Salvador, mas não é verdade. O público pede muito o show da Fresno”, afirma o vocalista Lucas Silveira, um dos fundadores da banda, em 1999. Segundo ele, depois que a Fresno cresceu e deixou o circuito underground, “ficou mais difícil ir não só para Salvador, mas para várias praças do Nordeste. Os contratantes preferem outros artistas”. O show de amanhã, com cerca de uma hora e meia de duração, é composto principalmente por músicas do último álbum, mas não vai deixar de fora sucessos de outras fases da

A cantora de 24 anos divulga o seu primeiro DVD, Tudo Diferente, em turnê pelo País

da jovem cantora com o veterano Caetano Veloso. Juntos, dividiram o palco em seis cidades e promoveram um encontro entre duas gerações da MPB. A ideia da turnê surgiu após o encontro dos dois em um pocket show para a Globo Sat. “A convivência com o ser incrível que o Caetano é não poderia ser nada além de mágico. A nossa relação se fortalece a cada dia, a cada encontro”, afirma Gadú, admirada assumida do compositor/cantor baiano. De Caetano, Gadú inclui no repertório Rapte-me Camaleoa, presente na trilha sonora da novela Ti-ti-ti.

VERENA PARANHOS

O verso “todos caminhos trilham pra gente se ver”, de Tudo Diferente, composição de André Carvalho que virou sucesso na voz da cantora Maria Gadú, poderia ter sido feito para Salvador, de tanto que a paulistana canta na cidade. Em menos de dois anos de projeção nacional, Gadú se apresenta pela oitava vez em Salvador, hoje, às 19 horas, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. A jovem cantora de 24 anos escolheu Salvador como a terceira capital a receber o show da turnê de lançamento do DVD Multishow Ao Vivo Maria Gadú, gravado no Credicard Hall (São Paulo) em julho do ano passado. Amanhã será a vez do público de Alagoinhas assistir ao mesmo show. Nas apresentações, Gadú interpreta músicas de sua autoria gravadas em seu primeiro DVD, como Encontro, Bela Flor, Altar Particular, Dona Cila, composta para sua falecida avó, além de seu primeiro sucesso, Shimbalaiê, que compôs aos dez anos de idade. Músicas de outros autores e regravações que já conquistaram o público também marcam presença tanto no repertório do show quanto do DVD. Entre elas estão Lanterna dos Afogados

3

carreira. “Como é uma região em que a gente se apresenta menos, vamos tocar coisas de outros CDs e tentar agradar também os que são fãs de muito tempo”, conta o bandleader. A banda surgiu a partir do interesse por música de alguns amigos de escola e em 11 anos passou por quatro formações. As composições iniciais do grupo estavam relacionadas a temas adolescentes, como desilusões amorosas, o que algumas pessoas associavam ao movimento emo. “A gente passa por muita mudança. Quando começamos éramos adolescentes e fazíamos um som para adolescentes”. Nos últimos CDs a banda amadureceu e experimentou novas caras, lançando em 2008 Redenção, um CD mais pop, e em 2010, com Revanche, apostou em um rock mais pesado. “Não fica bem, a gente com 30 anos, barbudo, cantando música de adolescente. Foi uma

A banda gaúcha Fresno está na estrada desde outubro com a turnê do álbum mais recente, Revanche

A banda surgiu a partir do interesse de alguns amigos de escola e, em 11 anos, passou por quatro formações

vontade artística de explorar mais, de tocar forte. Atualmente nos shows, até as músicas mais leves estamos tocando de uma forma mais pesada. É indiscutivelmente um show de rock”, comenta o vocalista, que considera desinformado quem chama o grupo de emo, sem conhecer o trabalho. No ano passado a banda

abriu os shows do Bon Jovi, grupo norte americano de hard rock, e, em 2009, as apresentações da banda inglesa Keane. Para 2011, a novidade é a gravação de um DVD ao vivo em uma cidade ainda a ser definida, além de levar a turnê de Revanche para todo o Brasil.

Nos últimos CDs, a banda amadureceu e experimentou novas caras, lançando Redenção em 2008

Discussão sobre preconceito

VERENA PARANHOS

FRESNO / AMANHÃ, ÀS 15H / ATLÂNTICO HALL / LOTEAMENTO MIRAGEM, QUADRA B, LOTE 10 E 11, LAURO DE FREITAS / INGRESSOS: R$ 80 E R$ 40 (PISTA); R$ 120 E R$ 60 (CAMAROTE) E R$ 160 E R$ 80 (PISTA VIP) / 16 ANOS CADERNO2MAIS.ATARDE.COM.BR

Veja no blog do caderno 2+ o clipe de Eu Sei, música de trabalho da Fresno

CURTAS Macambira e Lua Cheia no forró

Piso do MAM está interditado

Madrre com bandas Filomena e Bello

Val Macambira e a Banda Lua Cheia iniciam, hoje, a programação do Forró-Forrado, que irá acontecer todas as sextas-feiras de abril (menos Sexta-feira Santa), a partir das 21h30, no Largo Tereza Batista (Pelourinho). Macambira irá apresentar alguns de seus sucessos e também promete versões para canções que marcam o período junino. A Banda Lua Cheia, por sua vez, é promessa de bom instrumental para embalar o forró. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Censura: 16 anos.

A Secretaria de Cultura do Estado comunica que foram constatados problemas estruturais em parte do telhado do piso superior do Casarão do Museu de Arte Moderna, onde se encontram obras do Recorte da 29ª Bienal de São Paulo. Por segurança, para evitar danos às obras e transtorno aos visitantes, foi decidida a interdição desse piso. O local já foi vistoriado, segundo a Secretaria, por técnicos do Ipac. Os outros espaços do Casarão continuam abertos à visitação pública, de terça a domingo.

Amanhã, as bandas Filomena Bagaceira e 7 Bello estreiam o projeto Forró Chic, na boate Madrre (Jardim dos Namorados). No repertório, os grupos trazem hits do forró e canções que estão na boca do povo, como Vou Não, Quero Não, Posso Não, que estourou na internet. A programação é direcionada ao público jovem e o ambiente da Madrre é bem propício a receber shows, o que é uma garantia de diversão. Começa às 22 horas e ingressos, na bilheteria, custam R$ 20,00 (feminino) e R$ 25 (masculino).

A peça teatral Namíbia, Não! segue em cartaz na Sala do Coro do TCA (Campo Grande), de sexta a domingo, às 20 horas Sandra Delgado / Divulgação

DiCaprio faz comercial milionário Que tal tomar uma chuvinha e ganhar, em troca, um cachê de US$ 5 milhões? Foi o que aconteceu com o ator norte-americano Leonardo DiCaprio. Ele gravou, na última segunda-feira, o comercial de uma marca de celulares chinesa e algumas cenas foram feitas sob chuva cenográfica. O milionário comercial foi todo gravado em Paris, na França, e será exibido nos canais de televisão de todo o continente asiático. DiCaprio é um dos atores americanos mais conhecidos e adorados entre os asiáticos.


Maria Gadú traz Tudo Diferente para Salvador e Alagoinhas