Page 1

SOCIEDADE

INTERNET

Procuro-te num ‘click’

Como a internet pode ser a única forma de procurar alguém que se viu, de quem se gostou e que desapareceu

A

POR VERA MENDÃO COSTA

A ideia não é nova. Em 2007, Patrick Moberg, 23 anos, ia no metro e viu uma rapariga que lhe despertou a atenção. Não teve coragem para a abordar. Ela saiu da carruagem e ele ficou obcecado com a ideia de que poderia ter perdido a mulher da sua vida. Ao chegar a casa, desenhou um esboço da rapariga e criou o site nygirlofmydreams.com, onde publicou o desenho. Quarenta e oito horas depois, uma amiga reconheceu a miúda de «bochechas rosadas» e o reencontro proporcionou-se. «Qual é a probabilidade de isto acontecer numa cidade como Nova Iorque? Também tinha de tentar», declara Leonor.

história é comum – uma troca escolhida. Criou o blogue www.desde olhares, de sorrisos, a sen- conhecidoprocura-se.blogs.sapo.pt, sação de que a outra pessoa onde descreve o rapaz onírico. Sobre poderá ser ‘a tal’. O momento ele, ficamos a saber que tem aproximaé efémero, e nunca mais se voltam a ver. damente 1,80 m, cabelo castanho, barFoi o que aconteceu com Leonor Almei- ba e cerca de 20 anos. Naquele dia, vesda, 20 anos, a terminar o 12.º ano na área tia um casaco acima dos joelhos, preto de Artes. Mas o seu encontro fortuito ou azul-escuro e umas calças beges e tem uma especial característica: ela quer calçava ténis. Comeu um gelado, e parque o final da história seja diferente. tiu com destino a Montemor-o-Novo, «VAI ACHAR QUE SOU LOUCA» Naquela quinta-feira, 16 de Abril, na es- Coruche, Santarém, Fátima, Leiria ou Para Susana Henriques, 37 anos, sociótação rodoviária de Évora, pôs-se a de- Coimbra. Aos visitantes, faz um pedido loga e investigadora do CIES-ISCTE, o senhar um rapaz que estava sentado, de singelo: «Divulguem o blogue.» fenómeno da paixão à primeira vista é costas para ela. Perdida algo natural. «Na inteentre riscos e rabiscos, racção que desenvolnão pensou que o seu vemos com as pessoas, modelo pudesse desexperimentamos diverpertar nela uma «paisos sentimentos. Para xão instantânea». Mas estes, contribuem facdespertou. tores imediatos, como Ao levantar-se, o desa aparência física ou a conhecido olhou para forma de estar», afirLeonor e trocaram sorma. A socióloga explica risos. «Ele percebeu que «o uso da internet que eu o estava a desecomo meio para enconnhar. Era bonito, tinha trar alguém é fruto do um ar muito meigo e desenvolvimento da interessante. Precisava ‘sociedade em rede’», de o conhecer!», conexpressão cunhada pelo sociólogo espata. Mas a tentativa de nhol Manuel Castells. aproximação frustrou«A expansão destes -se no momento em meios de comunicação que o rapaz entrou no tem vindo a desencaautocarro e seguiu para dear transformações o seu destino. sociais rápidas e acenMuitos esqueceriam tuadas», acentua. a fugaz atracção. Mas Até agora, a jovem Leonor não. «Se de toalentejana ainda não das as vezes que nos descobriu onde pára o cruzamos com alguém rapaz, e até já perdeu que nos fascina, tivéssea esperança de o reenmos a hipótese de concontrar. Mas se aconteversar, o que aconteceA antiga história de amor entre D. Pedro I e Inês de Castro inspirou Rui cer? «Acho que ele vai ria?» questiona-se. E Faustino, 26 anos. Pedro Procura Inês é o nome do blogue deste jovem achar que eu sou louca foi para encontrar uma apaixonado que perdeu o rasto da sua amada há três anos. Pelas ruas de Lisboa, tenta agora a sua sorte, afixando cartazes que publicitam o seu e que terei de lhe mosresposta que decidiu tosite. Também na rede social Hi5 adicionou todos os perfis que conseguiu trar um atestado médimar uma atitude. Porde raparigas chamadas Inês, na esperança de reencontrar a sua, «de olhos co para confirmar a mique não utilizar o meio verdes e madeixas de mel.» Pedro – ou Rui – é agora um fenómeno na blonha sanidade mental! mais disponível ao seu gosfera, quase tão famoso como os trágicos amantes reais. Depois, quero conhealcance para a alcançar? cê-lo melhor…» A internet foi a solução 100

v 21 DE MAIO DE 2009

ILUSTRAÇÃO: MANUEL MORGADO/WHO

Romântico do século XXI

Procuro-te num 'click'  

Como a Internet pode ser a única forma de procurar alguém que se viu, de quem se gostou e que desapareceu

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you