Issuu on Google+

SOCIEDADE

EM FOCO

( TELEVISÃO )

( O NÚMERO )

TVI24 A TODO O GÁS Arranque marcado para quinta-feira, 26, às 21 h, no canal 7 da Zon. Eis algumas das caras da nova estação informativa do grupo Media Capital, que conta com cerca de 90 colaboradores Alexandra Lencaste

2 gramas

>> de redução no consumo diário de sal diminui os acidentes vasculares cerebrais (AVC) entre 30% a 40% num intervalo de cinco anos, assegura a Sociedade Portuguesa de Hipertensão

Conversa Indiscreta, 23.45 h, domingo Entrevistas com figuras públicas, durante as quais tentará revelar o lado mais pessoal das suas vidas

Pedro Granger Rédea Solta, 19.30 h, domingo Debate dirigido às camadas mais jovens, centrado em problemas da actualidade

Lurdes Baeta Constança Cunha e Sá A Torto e a Direito, 22 h, sábado Debate semanal na companhia de Fernanda Câncio, Francisco José Viegas e João Pereira Coutinho

Fernanda Câncio

Henrique Garcia Júlio Magalhães Última Edição, 24 h, diário Um jornal televisivo que destaca as principais notícias do dia e antevê as das 24 horas seguintes

Jornal do Dia, 21 h, diário Telejornal de horário nobre, com entrevistas e debates

(INICIATIVA)

( TRÂNSITO )

( DROGA )

MAIS BEBÉS, MAIS DINHEIRO

VIA VERDE NA CIDADE

‘CANNABIS’ FAVORECE PSICOSE

A

oferta pelas autarquias de dinheiro aos casais que tiverem filhos já chega aos mil euros por bebé, nos concelhos de Melgaço e de Caminha (Viana do Castelo). Nos da Nazaré e de Almodôvar, os valores situam-se entre 500 e 750 euros. Os apoios à natalidade traduzem-se, ainda, em descontos em creches e na aquisição de material para crianças. Segundo Ana Cid, da Associação das Famílias Numerosas (AFN), até ao final de Março a instituição terá um levantamento de todos os apoios camarários. A AFN é favorável à nova licença de parentalidade, que estabelece um período de cinco meses pagos a 100%, ou de seis meses a 83%, no caso de os pais partilharem a licença.

O

dos desejos de quem perde horas Unomdiariamente trânsito é um livre-trânsito para as faixas BUS – vias destinadas em exclusivo aos transportes públicos e onde habitualmente não há filas. Em Lisboa e Porto, está a estudarse a criação de faixas especiais para automóveis ligeiros, desde que transportem mais do que um passageiro. O objectivo desta medida é aumentar a qualidade do ar, depois de a

Comissão Europeia ter processado Portugal pela excessiva poluição atmosférica nas duas maiores cidades do país. As «vias de alta ocupação» funcionam como um corredor BUS destinado a particulares, veículos eléctricos ou híbridos, além de autocarros. O secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, prevê a implementação de vias experimentais «ao longo deste ano».

Reino Unido lançou uma campanha de alerta para a relação entre o consumo de cannabis e as doenças mentais. A mensagem é clara: o consumo da substância pode provocar esquizofrenia e paranóia. O aumento do consumo entre os jovens dos 11 aos 15 anos levou o Governo britânico a alterar a classificação desta droga para a classe B (a das anfetaminas). A nova legislação prevê ainda penas mais pesadas – até cinco anos de cadeia para consumidores e 14 anos para traficantes. É uma das maiores campanhas de sempre – o Governo vai gastar 2,2 milhões de libras (cerca de 2,5 milhões de euros), em anúncios na rádio, televisão e Internet.


(TELEVISÃO)