Page 74

a) Matriz da análise de fatos-problemas Na matriz de análise determinamos a relação21 entre os fatos/problemas identificando a fim de obter os seguintes índices: “Índice fatorial (contagem das ocorrências na horizontal da matriz): totaliza o número de vezes em que o fato/problema é fator de outro. Sua utilização destina-se a medir o quanto a variável pode influenciar outras variáveis, ou seja, quantas vezes ela é fato gerador de outras.22 Índice funcional (contagem das ocorrências na vertical da matriz): representa o número de vezes em que o fato/problema é função de outro. Em outras palavras, ela mede o quanto a variável é influenciada por outras variáveis. Índice de complexidade: corresponde à soma do índice funcional com o índice fatorial. Destina-se a determinar quantas vezes a variável é fator e/ou função, cumulativamente. Índice de significação relativa: equivale à diferença entre o índice fatorial e o funcional e estabelece o “peso” de cada variável. Esses índices identificam, após as projeções gráficas, os problemas a serem atacados e as prioridades de intervenção”.

b) Projeção dos fatos/problemas segundo os índices fatorial e funcional “Os fatos-problemas são plotados num sistema de coordenadas cartesianas: os índices fatoriais no eixo das ordenada, e os índices funcionais no eixo das abcissas. A finalidade do gráfico é visualizar quais fatos/problema têm propensão a fator (causa), propensão a função (efeito) e propensão nula (problemas que não têm relação, de forma determinante, de causa ou efeito com os demais). A bissetriz desse gráfico é a chave para essa identificação. Após a projeção dos índices fatorial e funcional de cada fato/problema no gráfico, eles assumem a seguinte configuração: -

fatos/problema com propensão a fator: situados acima da bissetriz; fatos/problema com propensão a função: situados abaixo da bissetriz; e fatos/problema com propensão nula: situados na bissetriz.

Os fatos/problema com propensão a fator são aqueles sobre os quais devem ser adotadas medidas de intervenção. Os com propensão a função são efeitos dos fatores e, por isso, são sanados ou atenuados com as medidas de intervenção para aqueles identificados como causa. Os fatos/problema com propensão nula merecem uma análise mais detalhada para a determinação da necessidade ou não de medidas de intervenção”. 23

21

Ver Empreendimentos UnB. Curso de Especialização em Desenvolvimento Gerencial. Resolução Criativa de Problemas. Câmara dos Deputados. Brasília: CEFOR, 2000 22 Fonte: Silveira Jr, Aldery & VIVACQUA, Guilherme Antônio. Planejamento Estratégico como instrumento de mudança organizacional. São Paulo: Editora Atlas, 2000 p.43 a 46 23

Idem. 71

Profile for Vera Cecília

Análise Estratégica: requisito viabilizador de efetividada da Câmara dos Deputados  

Monografia, com aplicação da metodologia de análise de problemas.

Análise Estratégica: requisito viabilizador de efetividada da Câmara dos Deputados  

Monografia, com aplicação da metodologia de análise de problemas.

Advertisement