Issuu on Google+

PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM” VANIA MARIA R. ALENCAR – MAJ QOSPM ASSISTENTE SOCIAL


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

SOS Alcoolismo


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM” O alcoolismo se define como uma doença caracterizada por problemas recorrentes associados ao fato de tomar álcool. Esses problemas se referem a diferentes áreas: - familiares, - educacionais, - legais, - financeiras, - médicas e ocupacionais. Em 1935, os Alcoólicos Anônimos (AA) definiram como alcoolista “toda pessoa vencida pelo álcool e cuja vida começa a ser incontrolável”. Então, os conceitos chaves são: PERDA DE CONTROLE e USO CONTINUADO DE ÁLCOOL.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

A seguinte classificação leva em conta o grau de problema que cada pessoa pode apresentar em RELAÇÃO À BEBIDA E O NÍVEL DE PREVENÇÃO:  Problemas com Álcool = Dependentes e Abusadores =

Prevenção TERCIÁRIA;  Bebedores de Risco = Mal Bebedor e Bebedor Pesado = Prevenção SECUNDÁRIA;  Bebedores de Baixo Risco = Bebedores “Normais” e não

bebedores = Prevenção PRIMÁRIA.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

PREVENÇÃO PRIMÁRIA O objetivo é evitar o desenvolvimento de hábitos não saudáveis com a bebida nos não bebedores e nos bebedores normais. O grande problema com os bebedores “normais” e com os não bebedores, não é o uso crônico, mas, sim, o uso esporádico e em excesso.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

PREVENÇÃO PRIMÁRIA Em uma pessoa de 70 Kg, com o estômago vazio, uma dose padrão de whisky produz um pico de 25 mg/dl no sangue (alcoolemia) dentro de 30 minutos. Uma alcoolemia entre 25 e 50 mg/dl produz relaxamento e sedação e, entre 50 e 100 mg/dl, incoordenação e aparente redução da inibição social. Considera-se que com mais de 25 mg/dl de alcoolemia deveria ser absolutamente proibido conduzir qualquer tipo de veículo.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

PREVENÇÃO PRIMÁRIA

Não é difícil entender que muitas pessoas sem serem abusadoras ou dependentes do álcool passam por situações de alcoolemia alta em reuniões, casamentos, celebrações, aniversários, festas de fim de ano, etc. Estas são situações reais de risco!


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

PREVENÇÃO SECUNDÁRIA  Deve ser realizada nos bebedores pesados e nos maus bebedores.  O mal bebedor é aquele que bebe buscando os efeitos que o álcool produz sobre o seu organismo e que o ajuda a enfrentar os problemas cotidianos. São pessoas que utilizam o álcool para aliviar a ansiedade, para remediar a insônia ou para melhorar a performance sexual.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

PREVENÇÃO SECUNDÁRIA  Como o risco de se tornarem dependentes é muito grande, deve-se ajudar estas pessoas a desenvolverem o hábito da abstinência em primeiro lugar ou a ingestão tolerável.  No caso de problemas de ansiedade, o melhor caminho é a terapia comportamental cognitiva.  Em relação ao desempenho sexual, o álcool pode aumentar o desejo, mas dificulta a performance e, seu uso crônico pode levar à impotência.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

PREVENÇÃO TERCIÁRIA Denomina-se abusador àquele que compreende ao menos um dos critérios abaixo:  Uso continuado apesar do conhecimento de ter problemas físicos, psíquicos, ocupacionais ou sociais causados ou exacerbados pelo uso do álcool;  Uso recorrente em situações em que o uso é fisicamente perigoso (por exemplo, dirigir embriagado);  Sintomas onde o alcoolismo tenha persistido por um mês ou que tenha ocorrido de forma repetida durante um longo período de tempo.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

Denomina-se dependente ao que se inclui em ao menos 3 dos seguintes critérios:  Consumir em grandes quantidades ou em longos períodos;  Desejo persistente ou uma ou mais tentativas fracassadas de controlar ou deixar a ingestão;  Perde muito tempo em conseguir a substância, toma-la ou recuperar-se de seus efeitos;


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

Denomina-se dependente ao que se inclui em ao menos 3 dos seguintes critérios:  Apresenta intoxicações freqüentes ou síndrome de abstinência em situações nas quais se espera que cumpra com obrigações (família, trabalho, etc) ou quando é perigoso (ao dirigir);  Abandonar ou diminuir a participação em atividades sociais, ocupacionais ou recreativas pelo abuso da substância;  Uso continuado da substância apesar de tudo;


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM”

Denomina-se dependente ao que se inclui em ao menos 3 dos seguintes critérios:  Marcada tolerância, com necessidade de aumentar as doses para conseguir o efeito desejado;  Sintomas de abstinência ao descontinuar a substância;  Controla ou evita a síndrome de abstinência com o uso da substância.


PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLICIAL MILITAR – “PAISPM” DIAGNÓSTICO DO ALCOOLISMO: O CAGE é um questionário utilizado para o rastreamento do alcoolismo quando a pessoa admite que faz uso de bebidas alcoólicas. “C” cut down = diminuir = Alguma vez você sentiu que deveria diminuir a quantidade de bebida? “A” annoyed = aborrecer = As pessoas o aborrecem porque criticam o seu modo de beber? “G” guilt = culpa = Você se sente culpado pela maneira como bebe?  “E” eye opening = ao despertar = Você costuma beber de manhã para diminuir o nervosismo ou a ressaca? Considera-se o CAGE positivo se uma das respostas for sim.


Alcoolismo, prevenção e diagnóstico