Issuu on Google+

Domingos Martins * Marechal Floriano * Santa Maria de Jetibรก * Santa Leopoldina * Santa Teresa * Itarana * Itaguaรงu ANO XXIII - Nยบ 268

ESTADO DO ESPรRITO SANTO

- FEVEREIRO 2014

R$ 0,50


2

FEVEREIRO DE 2014

EDITORIAL

S

e  o  mês  de  janeiro costuma ser de reflexão e retrospectiva sobre os acontecimentos  do  ano  que findou, fevereiro  é o mês propício para se olhar o ano novo que começa  e  desenhar,  para  cada mês,  o  que  se  gostaria  que acontecesse,  embora não deixando de lado a dura realidade e o  panorama  de  dificuldades entrevistas no horizonte. O ano de  2014  é  singular: como nos anteriores, teremos o carnaval; teremos eleições; mas, no meio, teremos a disputa de uma copa do mundo de futebol. Olha que recheio! Não seria nada demais se não estivéssemos no Brasil. É  que,  como todos  sabem,  no nosso  país  o  ano  só  começa depois do carnaval. Então, este ano,  só  em  março. Embora as eleições só sejam em outubro, o ano já começou com burburinho eleitoral. Veja, por exemplo, se a mini reforma ministerial, feita pela presidente Dilma, não foi uma reforma eleitoral! E veja, também, como aqui no Estado do Espírito Santo, os políticos andam  atarefadíssimos  procurando  o  melhor  ninho  e  contatando as bases eleitorais onde terão que amealhar os preciosos votos  para  continuarem  no poleiro.  Enquanto  isso,  o  le-

CORREIO DO LEITOR

vante  do  Gigante Adormecido fará um ano em junho sem que a grande  maioria  dos  políticos tenha  entendido  o  que  isso significou. Sim, porque às reivindicações de melhor saúde, melhor educação, melhor transporte,  segurança...    os  governos disseram  nada,  ou pouco  mais que  nada,  sendo às  vezes,  até, acintosos  em suas  decisões  ao contrário. Quase esquecíamos: a Copa! Também tem a Copa do Mundo de Futebol. Essa também foi motivo das manifestações do Gigante  quando  acordou.  Os estádios  estão  aí,  belíssimos, caros,  imponentes,  fazendo frente ao Gigante que queria e quer que lhe digam por quê se esbanjou uma imensa fortuna na sua  construção  enquanto  o povo sofre para chegar  até eles, paga absurdo para entrar, mora debaixo  da  ponte,  morre  nas favelas  e  esquinas  refém  de inescrupulosos  bandidos,  é desrespeitado nos hospitais, tem alto índice de analfabetos e tem escolas carentes de infra estrutura e professores minimamente recompensados. Apesar de tudo que 2014 seja muito bom! E que a Copa sirva de lição. Que seja bem aproveitada, mau grado ter custado caro, um dinheiro que podia ter sido melhor empregado.

FOTO DO MÊS ANTES

DEPOIS

As Olimpíadas de Inverno de Sochi

A

s Olimpíadas de Inverno 2014,  realizadas  em Sochi, na Rússia, consagraram  o  país  anfitrião  com  13 medalhas de ouro, 11 de prata e 9 de  bronze,  garantindo-lhe  o primeiro lugar. No segundo posto aparece  a  Noruega  com  11  de ouro, 5 de prata e 10 de bronze. Na sequência, Canadá com 10 de

CNPJ 04558974/0001-46 Inscrição Municipal 30469 Av. Frederico Grulke, 477 CEP 29645-000 Sta. Maria de Jetibá - ES

O

Tel/Fax: 3263-2219 www.novanoticia.com.br novanoticia@terra.com.br

FRASE DO MÊS

* Diretor Geral

*  Representantes Angela Tereza Provedel Comerciais Stein Julio Cezar Stein Publicidade e Marketing *Editor julioatend@hotmail.com Carlos da Fonseca Chico Carioca *Assessoria  Jurídica Santa Maria de Jetibá, Luiz Augusto Mill Santa Teresa, * Sociais

prata e 2 de bronze, Suécia com 2 de ouro, 7 de prata e 6 de bronze, República Tcheca com 2 de ouro, 4 de prata e 2 de bronze, Eslovênia com 2 de ouro, 2 de prata e 4 de bronze, Japão com 1 de ouro, 4 de prata e 3 de bronze, Finlândia com 1 de ouro, 3 de prata e 1 de bronze, Grã-Bretanha com com 1 de ouro, 1 de prata e 2 de bronze, Ucrânia com 1 de ouro, nenhuma de prata e 1 de bronze, Eslováquia, 1 de ouro, Itália 2 de prata e 6 de bronze, Letônia 2 de prata e 2 de bronze, Austrália 2 de prata e 1 de bronze, Croácia 1 de prata e Cazaquistão 1  de  bronze.  O  Brasil  não  conquistou nenhuma medalha. Walter Teixeira

Sedação com Óxido Nitroso Odontológica.  Em  seu  artigo 6º,  item  VI,  a  lei  autoriza  o cirurgião-dentista  a  aplicar a  analgesia,  desde  que  comprovadamente  habilitado  e quando seu uso constituir meio eficaz para o tratamento.

  Óxido  Nitroso  é  um gás  com  efeito  sedativo,  utilizado  há mais  de  100  anos  em  consultórios  odontológicos  nos Estados Unidos. No Brasil, o uso  do  óxido  nitroso  como forma  de analgesia inalatória em  consultório  odontológico para  se  chegar  à  sedação consciente  foi  disciplinada pela  Resolução  51-04  do Conselho  Federal  de  Odontologia  (CFO),  publicada  em 2004. O documento se baseia na  Lei  nº.  5081,  de  24  de agosto  de  1966,  que  regula o  exercício  da  prof issão

Tumultos na Ucrânia com deposição do presidente. Kieu, praça da Independência. A Notícia - Nova Notícia Editora e Comunicação Ltda

ouro, 10 de prata e 5 de  bronze,  Estados Unidos com 9 de ouro, 7  de  prata  e  12  de bronze, Holanda com 8 de ouro, 7 de prata e 9 de bronze, Alemanha com  8  de  ouro,  6  de prata  e  5  de  bronze, Suíça com 6 de ouro, 3 de prata e 2 de bronze, Bielorússia com 5 de ouro,  nenhuma  de  prata  e  1  de bronze, Áustria com 4 de ouro, 8 de prata e 5 de bronze, França com 4 de ouro, 4 de prata e 7 de bronze, Polônia com 4 de ouro, 1 de prata e 1  de  bronze,  China com  3  de ouro,  4  de  prata e  2  de  bronze, Coréia do Sul com 3 de ouro, 3 de

Erramos: Na   úl t i ma   p u b l i ca ç ã o   so b r e “Implantes  com  carga  imediata” f o i   p u b l i c a d o   ” p r a t i c a me n t e somos  os  únicos  a  fazer  esse procedimento na Região Serrana do  Espírito  Santo”.  Esta  frase não  fazia  parte  da  matéria,  foi acrescentada  pela  assessoria d e   c o mu n i c a ç ã o   d a   Cl i s a n t indevidamente. Dr. Ricardo Fraga

Mas eu não tenho que torcer pelo Brasil, tenho?

* Colaboradores

Dirmar de Caireyt

José Renato Coan Itaguaçu

Reis de Souza

Walter Teixeira Santa Teresa

Walter Teixeira

Carlos da Fonseca

Thereza Freire Vieira

As matérias

Brasília

assinadas são de

* Diagramadora:

responsabilidade

Katia Provedel Stein Noriana Seefeld Behrend katiap.s@hotmail.com Santa Maria de Jetibá Valfredo Melo e Souza

* Suplemento -

Pergunta do Papa Francisco à Presidente Dilma quando ela lhe ofereceu uma camisa da seleção brasileira.

Itarana e Itaguaçu

Allen-Car, Carioca e

Dr. Ricardo Fraga,  Cirurgião Dentista – CRO ES 2898, Capacitação em Sedação com Óxido Nitroso pela Faculdade São Leopoldo Mandic – Campinas SP, desde 2012.

* Impressão: Graficol - (27) 3263-1274 graficol@pomernet.com.br

Filiado ao SINDJORES - Sindicato das Empresas de Jornais Revistas e Similares do Espírito Santo. Associado a AEI - Associação Espírito-Santense de Imprensa.

dos seus autores e podem não expressar o pensamento do Conselho Editorial


3

FEVEREIRO DE 2014

NOTAS DO REPÓRTER

Opinião Opinião

E

m  uma  destas  madrugadas  super  quentes  de fevereiro,  em  Piracaia, cidadezinha  perto  de  S.  Paulo, um  bando  fortemente  armado fechou as entradas e saídas aos cerca  de  26.000  habitantes  e turistas  e,  de  uma  vez,  atacou as  agências  dos  bancos  Itaú, Santander, do Brasil e Bradesco. Na  região  os  assaltos  são constantes  em  se  sabendo  que ela  é  rica  e  o  dinheiro  abunda. Indagado sobre os assaltos,  um policial de Piracaia veterano na defesa do patrimônio alheio sem resultados positivos, respondeu: “eu  não  vou  morrer  pra defender dinheiro de banco.” E explicou  que  o  bando  estava muito  melhor  armado do  que  a polícia  e  que  os  bancos  têm seguros  contra roubo.  Será que o policial tem razão?  A título de resposta,  pode-se  ponderar  que o  Banco  do  Brasil,  no  ano passado,  teve  um  lucro  líquido

de  QUINZE  BILHÕES  E OITOCENTOS  MILHÕES  DE REAIS.  O  banco  “Bom  para todos” superou o Itaú Unibanco que  também  teve  um  lucro  de muitos  bilhões.  Quer  mais?  O lucro  obtido  por  quatro  bancos brasileiros,  somados os  do  BB, Itaú,  Bradesco  e  Santander, cerca de vinte bilhões e meio de dólares  (ou  mais  ou  menos cinqüenta  bilhões  de  reais)  é maior  do  que  o  PIB  (produto interno  bruto)  de  83  países, com  base  em  informações  do FMI. Agora,  à  parte  o  “dever” da  polícia  de  combater  crimes e  delinqüências  e,  realmente,  o seu  fraco  aparelhamento  para enfrentar  criminosos,  e  poder morrer,  talvez  seja  curioso perguntar ao tal policial: se você precisar  de  um  empréstimo  de MIL  REAIS,  será  que  um desses  bancos  vai  te  cobrar juros  escorchantes?  Então...  aí, não  sei!

Carlos da Fonseca

QUANTAS COISAS PODEM SER FEITAS Thereza Freire Vieira

V

ocê sempre quis fazer um curso  superior  e  nunca teve  condições,  faltou tempo  ou  dinheiro. Agora  você tem  condições e  tempo.  Qual a carreira  que  você  gostaria  de seguir, direito? Tem faculdade na sua cidade, procure saber quando vai  ser  o  vestibular  e  estude bastante.  Tente  realizar  o  seu sonho. Você gostava tanto de ler, por quê não vai à biblioteca? Traga o livro de  que  mais  goste,  leia,  leia bastante e vai sentir que não há espaço  para  aborrecimentos. Com um bom livro na mão você nunca está sozinha. Procure suas amigas  de  antigamente,  se  não gostarem  de  revê-Ia  você  não volta  mais.  Se  gostar,  vá  se aproximando  de  outras  que também  estão  precisando  de companhia e assim formarão um grupo.  Poderão  testar  receitas juntas, poderão fazer um livro de culinária! Quanta coisa há na sua cidade  que  você  não  conhece, mas, se algumas de suas amigas conhecerem,  façam  passeios juntas  porque  tem  muita  gente que nem sabe o que existe de bom

e  bonito  na  cidade.  Não  perca oportunidades. Se for convidada para alguma viagem ao exterior e achar  que  o  dinheiro  não  dá, pague  a  prestações  e  pode  até acontecer  que  o  seu  dinheiro, quando  chegar,  ainda  dê  para pagar à vista e não lhe fez falta alguma.  Combine  com  o  grupo que  você  organizou  para,  aos poucos,  ir  conhecendo  os  Estados  do  Brasil,  você  vai  adorar  eu  tenho  certeza!  Combine encontros, cada domingo, na casa de uma delas, para almoçar, ouvir música. Se alguma não tem como fazer um almoço, vão juntas para a casa  dessa amiga e cada  uma levará  um  prato  pronto  ou  a sobremesa. No começo ela ficará acanhada, mas vendo que vocês são mesmo amigas, aceitará com prazer.  Se  uma  delas  não  está enxergando  direito,  você  que gosta de ler, vá à casa dela e, bem acomodadas, leia para ela e, se ela gostar, faça um pequeno sacrifício e vá todos os dias até terminar o livro. Tudo isso é amor. Somente quem ama tem capacidade de fazer a  coisa  certa  para  alegrar  uma pessoa.

Escritora e Acadêmica, a autora é médica especializada em Geriatria e colaboradora de Jornais e Revistas do país via Agência de Notícias Brasília

REIS DE SOUZA

COMO CALAR A IMPRENSA

E

stá  em  andamento,  na América  Latina,  um projeto  obscuro,  maquinado  nos  bastidores  de  governos  autoritários,  caudilhescos, populistas e até que se intitulam democratas  visando  calar  a imprensa,  deter  a  liberdade  de expressão  e  diminuir  a  capacidade  de  informação  da  mídia, adaptando-a  aos  interesses  de eventuais  detentores  do  poder. Enfim  procuram-se  meios  de como  calar  a  imprensa  que denuncia  violências,  fraudes, desfalques,  mensalões,  peculatos,  nepotismo,  falsificações  e todo  o  tipo  de  pressões  e agressões  contra  a  sociedade. Na  Argentina,  a  presidente Cristina  Kirchner  procura  sufocar  o  grupo  jornalístico “Clarin”, de oposição, com leis draconianas  e  suprimindo  o papel  jornal  indispensável  à circulação. No Equador o presidente  Rafael  Correa  manda deter  jornalistas  por  “crime  de opinião”  e  corta  as  verbas institucionais  do  jornal  “EI Universo” impondo multa sobre o  faturamento  para  inviabilizar

economicamente a publicação e na Venezuela, o chavista Nicolas Maduro  persegue  o  jornal  “El Nacional”  e  tira  emissoras  de televisão  do  ar  com  o  pretexto de que “perseguem” o Governo. Evo Morales, na Bolívia, bolivariano como os citados, faz uma velada  censura  à  imprensa  e represálias  contra  os  grandes anunciantes dos jornais que não rezam pela cartilha oficial. No Brasil há um plano formulado nos  gabinetes do  Palácio do Planalto,  no  Governo  de  Lula, que  criaria  os  Conselhos  Federais  de  Jornalismo,  entidades subsidiadas  com  verbas  públicas que exerceriam um “controle”  sobre  jornais  e  jornalistas, impondo  suspensões,  multas  e até  impedindo  o  exercício profissional. A tentativa chegou a  ter  contornos  de  ante-projeto

de  Lei  mas  foi  repudiada  com tanta repulsa e unanimidade pela classe  que  seus  patrocinadores, vinculados  ao  PT  (Partido  dos Trabalhadores)  recuaram.  Está em  andamento  nova  investida contra a liberdade de expressão e  de  informação  agora  com  o título de Lei da Mídia Democrática,  coordenada  por  um  certo Fórum Nacional pela Democratização da  Comunicação dirigido  por  radicais  de  partidos  e centrais  sindicais  aliados  do Governo  de  Dilma  Rousseff, que,  por  sua  vez,  não  deixa  de pregar  sua  disposição  de  “preservar  a  liberdade  de  informação”. A  violência  diretamente contra  jornalistas  tem  atingido níveis insuportáveis no Brasil e as vitimas vão caindo vitimados por  pistoleiros  ou  por  simples arruaceiros que ganham as ruas quebrando,  matando  e  saqueando,  mascarados  ou  não, garantidos  pela  Constituição Federal segundo autoridades de Brasília. Como diria o Barão de Itararé  (Aparício  Torely)  -”  Há qualquer  coisa  no  ar  e  não  são os  aviões  de  carreira”.

Sentimento Avassalador

A

spectos  de  uma  desastrada reunião levaram-me a  estas  reflexões  sobre um pensamento negativo. Fixeime na inveja. A base da inveja é a inferioridade que o invejoso sente em si mesmo. O homem superior não inveja seus concorrentes, ao contrário, procura ultrapassá-los. O  homem  inferior  odeia-os  e procura  arruiná-los.  Às  vezes esse  mal  se  apodera  de  uma comunidade inteira e se toma uma calamidade. Vejo um exemplo na Grécia antiga quando a instituição do exílio servia de instrumento à Assembléia do  Povo para  livrar -se  dos  homens  dotados  cuja sombra incomodava os medíocres. Um  dia,  quando  a  Assembléia discutia  as  calúnias  lançadas contra o virtuoso Arístides com o objetivo de exilá-lo, aproximou-se dele um membro da Ordem que não o conhecia e, sendo pouco letrado, pediu-lhe  que  escrevesse,  para ele, um voto contra Arístides. Sem perder  a  serenidade,  Arístides perguntou  ao  rústico  homem: “Dize-me  bom homem  que  mal fez este Arístides para que queiras  exilá-lo?”  Nenhum,  senhor, respondeu o eleitor. Ao menos o conheces? - perquiriu Arístides, que obteve como resposta: Não, nunca  o  vi,  mas  estou  farto  de

ouvir o chamarem de o justo. Assim,  a  lenda,  a  mitologia,  a literatura,  a  história,  e  mesmo essas  reuniões  fraternas  que fazemos ,  est ão  ei vad as   d e vaidades e inveja. Conta um adágio oriental que um homem chegou certo dia à cova de Iblis (o demônio) e disse-lhe: “Rei  das  potências  malignas venho  pedir-te  um  favor.  Tenho um  primo  que  é  dono  de  uma grande  fortuna  e  a  quem  devo tudo  quanto  possuo.  Por  isso odeio-o e desejo a sua destruição. Quererás ajudar-me a despojá-lo de seus bens, embora à custa dos favores que me faz?” Iblis voltase  para  seus  agentes infernais  e diz-lhes:  “Se  entre  vós  há  alguém  mais  malvado  que  este homem, que saia em seu socorro”. Ninguém se moveu. O invejoso se preocupa mais com o bem alheio do  que  com  o  seu  próprio.  “Ao invés  de  derivar  prazer  daquilo que ele tem, o invejoso deriva dor daquilo que outros têm” (Bertrand Russel). Pois bem. Na mitologia a  inveja  era  representada  por uma  mulher  de  horrível  feiúra segurando na mão uma hidra de sete cabeças. A decadência da Grécia, mais que fruto de sua fraqueza militar, foi também consequência da inveja

com que certos homens inferiores  perseguiam  os  grandes  valores morais e intelectuais. Antes  que  nascesse  a  primeira doença física, a doença da inveja fazia  sua  aparição  na  figura  de Caim  que  odiava  e  acabou  por matar seu irmão Abel. O próprio Jesus  teve que lutar sem  trégua contra  a  inveja.  Quando  ressuscitou  Lázaro,  os  invejosos não  se  contiveram  mais.  Juntaram-se  para  lhe  dar  a  morte: “Este homem faz muitos milagres. Se  o  deixarmos,  crerão  todos nele”. A melhor defesa contra este baixo sentimento é a indiferença e a compaixão. Kalil Gibran resumiu magistralmente em “Jesus, o Filho do Homem” toda a história da inveja e a atitude a lhe opor: “Conheço  os  pigmeus  que  injuriam os gigantes. E sei o que a erva daninha diria do carvalho e do  cedro.  Conheço  a  aranha sem  asas  que  tece  redes  para todos  os  que  voam.  Conheço  o espinheiro retorcido a invejar o álamo que enfrenta as estações. Tenho  pena  deles  porque  não p od em  s u bi r  às   altu ras.” Depreende-se  de  Eclesiastes: “Diante de um homem feliz estão tristes os invejosos.” Valfredo Melo e Souza Jornalista e escritor.


4

FEVEREIRO DE 2014

Francisco Carioca

PÁGINA ABERTA Dório Salomão e a filha Gleyciane aniversariaram neste mês e comemoraram com a família. Parabéns deste colunista!

Garota “A Notícia” mês de Fevereiro

Equipe da Educação da PMSMJ, Charles, Helenilze e Selma, recebeu o Secretário Estadual de Ciência e Tecnologia, Jadir Péla, na sua recente visita ao município.

Você é uma benção de Deus para alegrar nossos dias. Sua vida adulta está iniciando, mas a palavra está em seu coração desde sempre. Seus pais Luciano e Wanderleia, irmãos, avó e familiares, te desejam que Jesus abençoe seus passos, sua vida e seu lindo sorriso. Luciana, parabéns por seus 16 anos, nesta data.

A grande vascaína aí é Joana. Só dois aninhos! Orgulho do papai Leoniro e mamãe Ivone.

Denilda, Ivona e a primeira dama Selene Berger Sthur participaram da recepção ao grupo de pesquisadores alemães que visitou Santa Maria de Jetibá.

Sabina Berger Uliana assumiu a presidência da APAE de Santa Maria de Jetibá. Com certeza sua gestão será um novo sucesso.  Parabéns!

Wilson e Silvana curtindo a pequena Vitória.

Em quatro de fevereiro, Helena e Lucas, filhos de Elisa e Alex Sperandio completaram 1 aninho. Que Deus continue abençoando a vida deles, para que possam trazer ainda mais alegria aos pais, à família, amigos e pessoas que os cercam. Parabéns!

Diana e Xirú do Sul na comemoração do aniversário da minha amiga Erna Tesch. Secretária de Saúde Rosilene com a amiga Solinéia.

Norberto Holz secretário de obras e serviços urbanos e  esposa Aélia curtindo o neto.


5

FEVEREIRO DE 2014


6

FEVEREIRO DE 2014

Black Blocks: manifestação legítima ou expressão de vandalismo?

O

 tema é polêmico e divide opiniões, não sem razão. Afinal,  é  mais  do  que notório que o poder instituído nem sempre dá conta de refrear ações criminosas  que  colocam  a  população na linha de fogo. O maior problema  é:  como  definir  quem são os mocinhos e os vilões nessa história? Que a população muitas vezes se sente refém e nas mãos do poder paralelo não resta dúvida. Como  a  polícia  nem  sempre  da conta de proteger o cidadão, este estado de anomalia é propício para o  surgimento  desses  auto-intitulados justiceiros, cujo lema é “olho por  olho,  dente  por  dente”. A questão  é  se  isso  não  levará  ao caos,  uma  vez  que  não  se  têm delimitado noções éticas e morais do que é legítimo e/ou correto; e quais as sanções a infligir à bandidagem, uma vez que o limiar que separa vilão do mocinho é tênue. É que não há limites na busca pela ‘justiça’ a todo o custo! Aliás, esse impulso  de fazer  justiça  com  as

próprias mãos me parece muito perigoso, já que o juízo de valor é algo  bastante  particular.  E,  em nome disso, se cometem absurdos como o assistido recentemente no  Rio  de  Janeiro,  quando  um adolescente  saíu  nu    andando em plena rua, numa intenção clara de  gerar  constrangimento,  ou como  o  assassinato  brutal  do cinegrafista da Band, ou como  as depredações  de  patrimônio  público e linchamentos. Isso é algo inaceitável!  Como inaceitável é, também,  o  fato  do  Congresso querer sancionar leis que visem restringir  manifestações, expressão  da  democracia  devidamente assegurada por lei. Até por que os levantes populares têm se tornado cada vez mais comuns, já que a população acordou para a dura realidade que nos cerca: uma terra  sem  lei,  ou  melhor,  onde impera a lei de “dois pesos e duas medidas” para quase tudo! Fica a reflexão. Noriana Seefeld Behrend


FEVEREIRO DE 2014

7

Allen-Car A chuva e o bom tempo

Q

uando  a  época  das  chuvas termina  e  a  decretação  de estado  de  emergência  amolece, ficam  os  estragos  e  a  rotina anterior, além de algumas reformas.  Pelo  menos  aquelas  que foram possíveis de executar quando as promessas de recursos das entidades  responsáveis  se  concretizam. Quase sempre reformas paliativas que não levam em conta os erros que as causaram, nem tão pouco um cronograma que leve em consideração prazos, prioridade e necessidade de serem feitas. Conclusão: nas próximas chuvas, as mesmas calamidades!

do, porém, diz-se que a origem está exatamente nas precárias condições da rede de energia, a sua produção  e  a  distribuição. Acresce -se a isso as condições metereológicas que têm sido, no final de 2013 e no princípio deste ano, fora do comum. Por uma questão de raciocínio  lógico, sobressai que essa  combinação  só  pode  dar apagões  os  mais  diversos.  A solução  estará,  então,  nas  mãos dos governos que devem passar a uma eficaz reforma do sistema elétrico nacional, em vez de ficarem embromando, enquanto é tempo, prevenindo prejuízos e males maiores previsíveis para o futuro.

Jeitinho Brasileiro Os mensaleiros

C

omo  se  sabe,  todos  os acusados  e  sentenciados pela Justiça no processo denominado  de  “Mensalão”,  além  das diversas penas de reclusão também  tiveram  multas  altíssimas para pagar, muito embora essas multas  tenham  ficado  muito aquém  dos  milhões  que  foram subtraídos do erário público. Pois bem, não é que todos eles estão pagando as “multas” através de “vaquinhas”? Se a Constituição Nacional proclama que “nenhuma pena passará da pessoa do condenado”, como é que esses condenados estão podendo se valer de altas quantias, vindas sabe-se lá de onde, para pagar, pecuniarmente,  as  suas  penas?  E  os milhões subtraídos estão escondidos  onde?

Os apagões

V

ários apagões aconteceram recentemente, dois no Espírito  Santo,  sem  que  se  tenha sabido as suas origens. No fun-

“O feliz casal Edinha e Ticiano Rossi  fez lindíssima festa no “Bianchi Ristorante”,  decorado com  o  tema  “Peppa Pig”, para  comemorar três  aninhos  de  sua filha Lívia. Ela e os amiguinhos  adoraram. Lívia, papai e mamãe  te  amam!

a campanha da CGU. Não fará mal a ninguém!

N

ossos  aplausos  para  a Contralodoria-Geral  da União que está promovendo uma campanha sob o título de “Pequenas Corrupções – Diga Não” que pretende mostrar o quão é nefasto o chamado “jeitinho brasileiro”, que  no  fundo  é  a  tentação  de levar vantagem em tudo, “modus vivendi”  tão  arraigado  no  povo brasileiro.  As  pequenas  corrupções, como furar fila, comprar produtos pirateados, copiar trabalho dos outros e apresentar como sendo seu, aceitar troco a mais, pagar  a  menos,  não  devolver  o que não lhe pertence... A campanha  está  nas  redes  sociais  e  o número de seguidores dá a entender não só o quanto a campanha é interessante mas também, acima de  tudo,  como  ela  poderá  ser estimulante  para  a  derrubada desse estigma “jeitinho brasileiro” a base das corrupções maiores. Não há mais cabimento para opiniões como de altas figuras da república afirmarem que “caixa dois  todo  o mundo  faz e  é corriqueiro no Brasil”. Leia-se sobre

A Educação

R

elatório recente da UNESCO dá-nos conta de que o Brasil está  na  8ª  posição  no  ranking mundial  dos  países  com  maior índice  d e  analfabetos.  Isso equivale  a  cerca  de  8.7%  da população,  ou  seja  cerca  de TREZE  MILHÔES  de  pessoas. Quase  que  escrevemos  “cidadãos”,  mas  como  cidadãos  se essas  pessoas  não  sabem  nem ler nem escrever? É uma vergonha  uma  notícia  destas,  sobretudo quando todos sabemos que estamos  vivendo  “a  era  da  comunicação”  e  o  letramento  é absolutamente  fundamental.  E não é à toa que as manifestações populares reclamam por melhor educação:  falta  investimento; escolas  de  qualidade  e  com  segurança;  professores  bem  formados,  treinados  e  bem  remunerados;  atrativos  para  que  a população  sinta  no  processo educativo  uma  promoção  individual e coletiva para uma socie-

Grupo de pesquisadores alemães visitou Santa Maria de Jetibá

U

m  grupo  de  médicos, pesquisadores  e  professores da Universidade de Medicina de Greiffward,  Alemanha, e da Ufes – Universidade Federal do Espírito Santo, liderado pelo médico, professor  e pesquisador  José  Geraldo  Mill, esteve em Santa Maria de Jetibá no passado dia 21.

 A Universidade Alemã pesquisa as  condições  de  vida  e a  saúde dos cidadãos, do grupo familiar e da  comunidade  em  que  vivem, para diagnosticar  problemas de saúde presentes e futuros,  para serem cuidados com programas e projetos governamentais, visando dar aos recursos públicos um melhor aproveitamento. Após conhe-

dade  mais  justa,  democrática  e inserida  na  naturalidade  de  um meio ambiente sadio.

cer  a  comunidade  da  antiga Pomerânia,  na Alemanha,  o grupo de pesquisadores resolveu verificar como está a  saúde dos pomeranos que emigraram e vieram para o Brasil. O  grupo  iniciou  seu  trabalho com  os  pomeranos  de  Pomerode, em Santa Catarina, e através  dos  colegas  da  UFES  se interessou   e veio conhecer os pomeranos  do  nosso  município, com grande possibilidade de o incluir no seu estudo. Ficou bem impressionado com a receptividade que teve, com a potencialidade econômica, social e cultural  de  Santa Maria  de Jetibá e assumiu o compromisso de voltar muito em breve com boas notícias para a comunidade. Luís Augusto Mill

Os jogos olímpicos de inverno

A

 Olímpiada de Inverno em Sochi,  na  Rússia,  revelou uma  organização  impecável  e a  presença  de  grandes  atletas dos esportes no gelo. Várias nações tiveram presença, mesmo aquelas que não têm condições  climáticas  adequadas  à sua prática. Como o Brasil, por exemplo. Mesmo assim, o nosso país  foi  representado em diversas  modalidades  e  os  nossos atletas estão de parabéns. Talvez as  lições  de  Sochi  levem  as nossas autoridades a pensar que patinação artística também pode (e deve) ser praticada por aqui. Talvez essa tenha sido a lição que a atleta brasileira Isadora Williams nos deu...

Olha a Copa aí

J

á falta pouco para o início da Copa do  Mundo de  Futebol. À  parte  as  manifestações  contrárias  e  um  índice  elevado  de brasileiros que criticam as obras faraônicas  dos  estádios  e  a realização da Copa, o fato é que o evento  vai-se  realizar.  Não  há alternativa. Então, deixemos para nós,  brasileiros,  discutir  os benefícios  e  os  malefícios  da Copa  e  pensemos  que  como anfitriões temos a obrigação de receber bem todos os participantes que aqui aportarem, jogadores, técnicos, dirigentes, simpatizantes,  torcedores  ou  simples turistas.  É  triste  saber  que  o governo já está criando uma tropa de  choque  contra  os  protestos que  se  julga  irão  acontecer. Também é triste verificar que pelo que já está acontecendo de manifestações  um  pouco  por  toda  a parte,  toda a cautela é pouca!

Idosa mais velha do Brasil com síndrome de Down é pomerana

A

pesar  dos  avanços tecnológicos, a síndrome de  Down  ainda  desafia  especialistas.  O  exemplo  é  a Pomerana Olga Gums, 78 anos, que mostra que é possível ter elevada  expectativa  de  vida mesmo  diante  dos desafios  e problemas  que  os  portadores enfrentam. Ela é apontada pela empresa  RankBrasil  como  a mais  velha  do  país  com  a síndrome. Atualmente mora em Santa  Teresa,  no  distrito  de Aparecidinha, mas é natural de Santa Maria de Jetibá. Nasceu no  dia  27  de  maio  de  1936

caçula  de  11  irmãos.  Olga, influenciada  pela  cultura  pomerana, nunca aprendeu português.  Seu  hobby  é  tocar gaita,  gosta de ver fotografias e  passar  as  tardes  em  sua cadeira de balanço.


8

FEVEREIRO DE 2014

Câmara Municipal de Santa Maria de Jetibá Câmara Municipal de Santa Maria de Jetibá

CONVITE A Comissão Especial encarregada de elaborar a revisão da Lei orgânica de Santa Maria de Jetibá, convida os cidadãos Santamarienses para participar das Audiências Públicas, que acontecerão no Plenário da Câmara conforme o cronograma seguinte: 1ª Audiência Pública – 10 de março de 2014 às 15 horas 2ª Audiência Pública – 24 de março de 2014 às 15 horas 3ª Audiência Pública – 07 de abril de 2014 às 15 horas A Lei Orgânica Municipal, atual, está disponível no endereço www.camarasantamaria.es.gov.br, e a sessão especial de instalação da Comissão de Revisão da Lei Orgânica Municipal está disponível no endereço www.tvcamarasmj.tv.br., opção vídeos e as Audiências Públicas servirão para discutir e eleger possíveis alterações que forem julgadas convenientes para uma melhor e mais harmoniosa conduta administrativa, política, social, ambiental e econômica da comunidade Santamariense. Santa Maria de Jetibá, 20 de fevereiro de 2014 Comissão Revisional da Lei Orgânica

Poder Legislativo de Santa Maria de Jetibá economiza e devolve R$ 150 mil

A

  Câmara  Municipal  de Santa  Maria  de  Jetibá devolveu no último de 25 de fevereiro R$ 150 mil ao cofres do Poder Executivo Municipal. O Prefeito Eduardo Stuhr recebeu a quantia em cheque, diretamente das mãos do Vereador Presidente Elmar  Francisco  Thom,  com  o apoio de todos os vereadores. O  valor  é  referente  a  economias feitas num esforço conjunto  de  todos  os  parlamentares.

“É preciso administrar com muita  responsabilidade  o  dinheiro público, estamos fazendo várias melhorias na Câmara, objetivando  diminuir  custos.  Já  tivemos bons resultados em 2013 e teremos mais resultados positivos em 2014.” Disse o presidente Elmar Francisco Thom. É a Câmara Municipal de Santa Maria de Jetibá trabalhando com transparência e responsabilidade.


9

FEVEREIRO DE 2014


10

FEVEREIRO DE 2014


11

FEVEREIRO DE 2014

Walter Teixeira

SANTA TERESA

Teresenses no Caminho de Santiago de Compostela

A Catedral de Santiago de Compostela foi construída entre 1075 e 1128 em estilo românico

Q

uando escreveu “Diário de um Mago”, o escritor Paulo Coelho talvez não imaginasse que iria influenciar uma  legião  de  brasileiros  a percorrer  o Caminho  de Santiago.  O vitoriense Jorge  Salvi (teresense por  adoção) Paulo Coelho t am b ém

incursionou  pelo tema  com  “As Emoções  Não Ficam  no  Caminho”. Mais de cem  obras  narram e romanceiam histórias  místicas, emocionantes e misteriosas  do  “Caminho”. O Caminho de Santiago  é  reconhecido  pelo  Conselho  da  Europa como o Primeiro Itinerário Cultural  Europeu  e  Patrimônio Mundial  da  UNESCO. P e l o “C a m i nho” passaram  em peregrinações grandes personalidades da época medieval e  contemporânea,  como São  Francisco  de  Assis,  a princesa Ingrid da Suécia, Santa

Isabel  de  Portugal,  Santa Brígida da Suécia, o pintor holandês Jean Van Eyck, o escritor  Paulo  Coelho  e muitos outros. O Caminho existe desde o século IX. Conta  a  tradição  que  o apóstolo Tiago pregou a palavra  de  Cristo  na Hispânia após a morte de  Jesus.  Em  seu  retorno  à  Judéia  foi  martirizado e  seu  corpo  levado  de  volta à  Ibéria  e  ali  secretamente sepultado.  Nossos  heróis  teresenses, Tiãosinho Tótola, Jota Dornelas  e  Rubinho  Pizziolo,

partiram da cidade espanhola de Pamplona (famosa pela festa de San  Fermin,  onde  os  touros bravos  são  soltos  nas  ruas  para delírio dos turistas que gostam de fortes e perigosas emoções), passaram por Burgos, Leon, Astorga,  Ponferrada,  Lugo, Arca  do Pino até chegarem a Santiago de Compostela,  num  trajeto  que durou  cerca  de  quatorze  dias. Muito  esforço,  fé  e  reflexão marcaram o “Caminho” para os três  peregrinos  teresenses. Tiãosinho  Tótola  entusiasmado com a beleza das igrejas e  castelos  da  idade  média, exclamou: “nós gostamos  tanto  que  pretendemos  repetir  o Caminho”!

Tiãosinho Tótola

T ião sinh fundo a o T ó tola te ndo Cat edra ao l d e C o m de Santiag o p o st ela

Tiãosinho, Jota e Rubinho Pizziolo

Cidade de Pamplona (Espanha)

Flagrante da cerimônia comemorativa ao Dia do Imigrante Italiano e aos 123 anos de Emancipação Política do Município realizada no dia 21 de fevereiro no auditório da Escola Santa Catarina.

Bryan Lee, Blues Etílicos, Arthur Maia, Wagner Tiso e Marcos Valle no Festival de Jazz, Blues e Bossa

O

  III  Festival  Internacional de Jazz, Blues e Bossa de Santa Teresa em sua versão 2014, acontecerá entre  os  dias  06,  07  e  08  de junho. Com muita expectativa aguarda-se  a  confirmação  da presença  do gui tarrista  de blues,  Bryan  Lee  natural  do estado de Wisconsin. Lee que perdeu  a  visão  aos  oito  anos é considerado uma lenda viva do  blues.  Já  se  apresentou

com B.B.King, Albert Collins, Larry Garner, Mike Zeto e outras feras.  Blues  Etílicos  possivelmente  outra  atração,

Wagner Tiso

foi  a  principal  banda  nacional Melodia e Ivan Luiz. O músico, a  criar  um  público  fiel  nesse arranjador,  regente,  pianista  e segmento, dividindo o palco com compositor  Wagner  Tiso  é  preBuddy Guy,  B.B.King e Robert sença certa ao lado da Cray.  Outra  presença  de  destaque  é  a  de Arthur  Maia, músico  que  participou Marcos Valle dos   festivais  internacionais  “New  York  Jazz Festival, “Festival de Jazz de Paris” e o “Lugano Jazz”. Já acompanhou artistas do porte de  Lulu  Santos, Djavan,  Luiz

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo. Também está confirmada a apresentação do autor de “Viola Enluarada”, Marcos Valle, um dos  artistas  mais  importantes da  MPB.  É  compositor,  cantor e  instrumentista. O  Festival promete  ser  arrasador  com  outras presenças de  renome  como Saulo Simonassi, Raul de Souza, R o b s o n   Fe r n a n d e s ,  P e d r o Alcântara,  Duofel,  Brasilidade Geral e Chico Pinheiro. Arthur Maia

Bryan Lee

Blues Etílicos


12

FEVEREIRO DE 2014

Floricultura JU FLORES

3

PRODUTOS E SERVIÇOS

Lanchonete e Pizzaria do Pavão,  entregas  em domicilio  (  Pizzas  – Rose Decorações Lanches – Porções ) Tel.: Tudo em decorações 3263-2261 // 9914-2984

Tudo em cestas, buquês e ornamentação de festas em geral. 9880-1770 3263-2850/9714-4180

FUNERÁRIA SÃO de  igrejas  e  plantas VICENTE Atendimento ornamentais. Tel: (27) 24  horas -  SMJ  - Cel.: 3263-0131 / 9983-0350 CENTRAL GÁS - Gás e 9868-2753 - Afonso CláÁgua.  Entrega  Grátis udio - Tel.: (27) 3735-1517 Restaurante 3263-2623 // 9973-7197

P I M E N TAS

Servindo delicioso almoço todos os dias a partir das 10:00 hs. COMIDA CASEIRA Av. Frederico Grulke, 471 - Centro - SMJ. 9700-1129

“Cuidando de Você!”

Vendemos Bicicletas Novas, Consertos e Acessórios em Geral 3263-2074

LANA Salão Unissex, Mega Hair Conserto de máquinas de 9927-7676/9958-7956 lavar e motores elétricos em geral. Av. Frederico Grulke, 1819 - Rua Nova. 9701-6479 / 9849-1617

“Você liga e ele traz” Tel.:  (27)  3263-1113 9962-8995 // 9959-1018 FUNERÁRIA SÃO VICENTE Atendimento 24 horas  -  SMJ  - Cel.: 9868-2753 - Afonso Cláudio - Tel.: (27) 3735-1517

ANUNCIE ANUNCIE ANUNCIE

AQUI 219 219 2 9 3 -2 221 326 3263 3 326

Recarregamos o seu cartucho na hora. A cada 5 recargas você ganha uma grátis

3263-2611

219 2 3 326

ALUGO Aluga-se salas comerciais

A N U N C I E

A N U N C I E

A N U N C I E

AQUI 219 2 3 326

com recepção e banheiro. Em frente ao Fórum (próximo ao Hospital) - 2º andar.

9852-0329 / 9943-0696


FEVEREIRO DE 2014

13

Jornal A NOTÍCIA

23 anos fazendo História * 23 anos trazendo Cultura

EM DEUS SENDO FRACOS NOS TORNAMOS FORTES

E

ra  de  uma  fragilidade  impressionante. A  robustez  de suas  convicções  destoavam da forma física que a enfermidade já fragilizara com o tempo. Era intenso e ao mesmo tempo comovente olhar para ela, porque no mesmo momento que  nos  despertava  comoção,  também despertava uma sensação de paz que  é  muito  difícil  de  descrever. Estava vivendo  um momento complicado de sua vida e por razões de saúde estava muito debilitada. E foi assim  que  ela  me  procurou  como advogado.  Deveria  eu  ajuizar  uma ação  para  que  conseguisse  um medicamento que poderia modificar a sua vida para melhor. Ela veio ao meu encontro um dia em que muitos problemas tinham ocorrido e em que a  paciência  e  a  tolerância  haviam extrapolado  os  seus  limites.  No entanto ao me deparar com ela, senti que algo estava mudando. Em vez de falar, de pedir, de querer algo, a sua primeira reação ao me encontrar foi dar-me um abraço. Não é um simples abraço. Era o abraço. Um abraço forte que  nem  parecia  vir  de  braços  tão frágeis. Um abraço caloroso que nada tinha a ver com aquele corpo que já estava meio frio. Um abraço deter-

minado  que  em  nada  lembrava  a condição física de quem o dava. E eu ali, recebi aquele abraço como quem recebe um presente que esperava há muito  tempo.  Não  era  apenas  um abraço  com  braços  como  todos aqueles que a convivência social nos faz  receber  todos  os  dias.  Naquele abraço,  daquela  senhora  frágil  e debilitada, estavam incluídos braços, olhos, coração, alma. Era muito mais

que  um  apenas  “abraçar”.  Era  um afago que ela fazia à minha alma que há muito estava esperando como se pudesse  depois  desse  abraço  descansar  em  uma  nuvem  de  paz  e  de conforto. Aquela Senhora não tinha ideia  do  que  estava  me  proporcionando  e  pode  ser  mesmo  que ela  jamais tenha essa noção porque se  trata  de  uma  pessoa  simples, uma  pequena  lavradora  que  na sua  humildade  e  na  sua  pequenez talvez  nem  perceba  que  pequenos

gestos como o abraço que ela me deu, têm um poder imenso quando fazem que  abraços  sejam  mais  que  o  entrelaçar  de  braços  mas  que  sejam também o encontro de sorrisos e de almas  que  precisando  uma  das  outras, se acolhem e se ajudam mutuamente.  E  pude  entender  então  uma passagem  bíblica  que  fala:  Em Deus  sendo  fracos  somos  fortes. Quando  confiamos  nossa  vida  a Ele,  mesmo  que  a  enfermidade,  a dificuldade,  os  problemas  nos  atinjam  continuamos  fortes  ou  nos fortalecemos  ainda  mais,  a  ponto de  poder  ajudar  o  outro  nem  que seja  através  de  um  simples  abraço. Era  a  vida  me  dando  mais  uma lição.  A  lição  que  a  fortaleza  verdadeira  vem  de  Deus,  que  não  é nenhuma vergonha se sentir ou estar fraco  às  vezes  e  sobretudo  que  podemos  ajudar  os  outros,  de  forma simples e com humildade como um abraço, mesmo quando o corpo físico já não esteja mais em condição, mas quando a alma nos permite este tipo de ação. Homenagem a uma  grande  mulher, corajosa, guerreira e vencedora: Edina Kuster Andrioli. José Renato Coan

“Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram Citação... pecadores na sua constituição, assim também, pela obediência de Um só, Citação... muitos se tornarão justos na sua constituíção.” Romanos 5:19

Pagando Lebre por Gato

E

m Davos na Suíça, para uma platéia  de  investidores internacionais, executivos de grandes empresas, o Governo brasileiro procurou passar mensagem de otimismo para aplicações no país, mas a pregação não vingou. Porque a mídia mundial, pelo menos semanalmente, apresenta  quadros  da  realidade brasileira nos terrenos da economia e das finanças e todos os empresários, que poderiam se interessar, conhecem os  aspectos  negativos  da  política econômica, dos investimentos a fundo perdido (como as dezenas de obras de  grande  porte  paralisadas  ou simplesmente  abandonadas  -  vide PAC), a endêmica corrupção iniciada com os mensaleiros (hoje quase heróis da  pátria  apesar  de    culpados  e condenados pelo STF) e os projetos eleitoreiros  que  sugam  verbas  públicas  e  só  têm  a  finalidade  de conquistar  votos.  Desta  forma,  a presença  da  numerosa  delegação brasileira em Davos, que culminou com uma “esticada” em Lisboa antes de ir a Havana pedir a benção de Fidel Castro e inaugurar obras custeadas com verbas do BNDES, isto é, suado dinheiro do povo, não teve a menor utilidade. Foi um passeio pago pelos impostos. Mais um. Por  outro  lado,  há  uma  grande preocupação em Brasília, pelo menos nos  setores  responsáveis  pela  propaganda  institucional  do  Governo, com vistas às eleições que se aproximam velozmente, pela repulsa aos

faraônicos estádios construídos para a Copa da Mundo. O alerta vermelho foi ligado quando a caravana da presidente Dilma Rousseff foi atacada por manifestantes na chegada à Arena das Dunas, no Rio Grande do Norte e exigiu  a  presença  de  fortíssimo esquema de segurança (Forças Armadas, Polícias Militar e Civil, Segurança Nacional e Polícia Federal). Povo sem escolas,  sem  hospitais,  sem  transporte, sem empregos, sem segurança, entendeu  ser  uma  provocação  a inauguração e partiu para a agressão. Contido  pelo  esquema,  o  fato  assustou,  principalmente  por  ocorrências similares no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Rio Grande do Sul. Na verdade ela não tem culpa pelo evento em nosso país. Quem armou a lambança foi seu antecessor e mentor eleitoral que não pode ser desagradado pois é, ainda, a “grande esperança”. A partir  deste  mês  os  brasileiros assistirão na mídia eletrônica e lerão na grande imprensa sobre os “resultados maravilhosos da Copa do Mundo nos estádios padrão FIFA”, o que vai parecer que todos vamos ganhar...  Se  a  “ministra”  Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação da  Presidência da República, defenestrada da função por áulicos do grupo comunista  do  Palácio  do  Planalto, contasse os critérios de distribuição dos 270 milhões gastos com a “imagem” de Dilma, o país ficaria estarrecido por pagar para ser enganado. Reis de Souza

MÉDICOS CUBANOS PROTESTAM R E V I S T A

O

M

A C A D Ê M I C A

 Jornal “A Notícia” sentese muito honrado por ter recebido  Diploma  e  Medalha oferecidos  pela  conceituada Revista  Acadêmica  na  passagem dos seus vinte anos de circulação  ininterrupta  que festejou  em  2013.  Os  nossos aplausos  para  o  seu  Editor,  o

Jornalista Reis de Sousa, e para  todos  os  seus  colaboradores  que  dignificam  esse Órgão  Oficial  da Academia Brasileira  de  Estudos  e  Pesquisas Literárias. O serviço que a Revista Acadêmica presta é de  extrema  relevância  para  a Cultura Brasileira.

édica cubana arrolada por  programa  eleitoreiro  do  Governo  Federal,  a  Dra.  Ramona  Matos Rodriguez, desertou de seu posto no interior paraense e viajou para Brasília  onde  pediu  refúgio  e abrigo  a  setores  políticos  e, preliminarmente,  recebeu  guarida  na  Câmara  Federal. A  distinta  tomou  a  providência  ao constatar que fora enganada por dois Governos, o de Cuba e o do Brasil, com referência a trabalho, condições  e,  sobretudo,  pagamentos pela atividade. Reclamou também das condições draconianas do contrato de trabalho que estabelece  que férias  só  podem ser  em  Cuba  e  que  não  seria permitida sua viagem para qualquer outro país, já que impedida por policiais brasileiros no aeroporto.  E  ainda,  na  vigência  do contrato,  a  relatar  a  visita  de cubanos,  parentes  ou  não,  e  os motivos das visitas. O casamento com brasileiros fica, em princípio,

descartado.  O  salário  de  mil dólares,  dos  quais  quatrocentos seriam  pagos  no  Brasil,  seria remetido para sua família em Cuba. O Governo cubano ficaria com o excedente, repassado diretamente por  organismos  internacionais. Ora,  a  doutora  descobriu  que  o salário de um médico brasileiro é de  cerca  de  R$  30.000,00,  no interior  do  país,  e  chegou  à conclusão  de  que  estava  sendo tungada por “especialistas” e sem pedir  as  contas  foi  procurar ajuda  no  Congresso  Nacional. Informação  que  ainda  não  ganhou  as  manchetes  é  que  o “Programa  Mais  Médicos”,  do Ministério  da  Saúde,  procurando  sanar  a  completa  omissão federal  no  atendimento  médico nacional (afinal as eleições vêm aí) é a de que mais de 20 cubanos já  desistiram  das  funções  e pediram  retomo  ainda  que  não saibam  que  tipo  de  retaliações podem sofrer quando da chegada  a  Havana. A  médica  pediu

refúgio político ao Brasil mas é bom lembrar  que  em 2007,  durante os jogos Pan-Americanos, dois boxeadores fugiram do alojamento e pediram o refúgio. O ministro  da  Justiça  da  época, Tarso  Genro,  os  acolheu  e  os entregou à Polícia Federal com a recomendação de desembarcá-los diretamente  nas  mãos  das  autoridades  policiais  cubanas. Insistentes, os dois atletas, após período  nas  masmorras  dos Castro,  fugiram  novamente  e solicitaram asilo aos EE.UU., onde se  encontram  hoje.  Outra  espécie  de  salvaguarda  é  o  asilo diplomático,  concedido  pela Presidente da República, mas este não adianta  sequer  pedir.  Resta à  Dra.  Ramona  aguardar  momento  de  negligência  de  seus vigilantes e ganhar os jardins da embaixada norte-americana, pedindo  o  asilo.  No  Brasil,  neste Governo, vai ser difícil... Dirmar de Caireyt Jornalista em Brasília

Esta página é patrocinada por Hildegardt Berger


14

FEVEREIRO DE 2014


ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente da CAF SERRANA – Cooperativa dos Agricultores Familiares da Região Serrana do ES, convoca os Senhores cooperados, para a Assembleia Geral Ordinária, que se realizará no Centro de Vivência do Idoso de Alto Rio Possmoser no dia 30 de março de 2014, em última convocação às 14:00 (quatorze horas), a fim de deliberarem sobre: ORDEM DO DIA: I – Prestação de contas do exercício de 2013, compreendendo: a) Relatório de gestão; b) Balanço Patrimonial; c) Demonstração das Sobras apuradas ou das perdas decorrentes das insuficiências das contribuições para cobertura dos dispêndios; d) Parecer do Conselho Fiscal; II – Destinação das sobras apuradas; III – Eleição dos Componentes do Conselho Fiscal; IV – Plano de atividades da sociedade para o exercício social seguinte V – Quaisquer assuntos de Interesse social Santa Maria de Jetibá – ES, 27 de Fevereiro de 2014. EVELSON SANCHE MUNIZ Diretor Presidente

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE AGO 2014 COOPERAÇÃO – COOPERATIVA EDUCACIONAL CENTRO SERRANA CPNJ: 39 615 273/0001-86 O Presidente da COOPERAÇÃO – Cooperativa Educacional Centro Serrana, inscrita no CNPJ/MF – 39.615.273/0001-86, no uso das atribuições conferidas pelo Estatuto Social, convoca os senhores cooperados para se reunirem em Assembléia Geral Ordinária (AGO) que se realizará na sede da cooperativa, no dia 31 de Março de 2014, em primeira convocação às 16:00 horas, com a presença de 2/3 dos cooperados, em segunda convocação às 17:00 horas, no mesmo dia e local, com a presença de metade mais um do número total de cooperados, e persistindo a falta e quorum legal, em terceira e última convocação, às 18:00 horas, com a presença mínima de 10 (dez) cooperados, a fim de deliberarem sobre a seguinte. ORDEM DO DIA: I - Prestação de Contas do Exercício de 2013 compreendendo: Relatório de Gestão; Balanço Patrimonial; Demonstração de Sobras ou Perdas e demais Demonstrativos; Parecer do Conselho Fiscal. II - Destinação das Sobras ou Rateio das Perdas; III - Eleição dos membros do Conselho Fiscal. IV - Plano de Trabalho para 2014. Declara-se que o nº de cooperados em condições de votar é de 14 (quatorze). Santa Maria de Jetibá - ES, 28 de fevereiro de 2014. Maurílio Ramos da Cruz - Presidente


2

FEVEREIRO DE 2014

Câmara Municipal de Santa Maria de Jetibá CONTRATO Nº

002/2014

PROJETO DE LEI - PODER LEGISLATIVO

VIGÊNCIA

CREDOR

DESCRIÇÃO

VALOR

02/01/2014 A 01/01/2015

Ágape Assessoria e Consultoria LTDA

Dispõe sobre a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de Web, contemplando manutenção do sistema de legislação online, compilação da legislação do Município e hospedagem da base de dados.

R$ 750,00 Mensal

ERRATA: Na edição passada do Jornal A Noticia, foi publicado o Contrato nº 02 da empresa Posto Manancial LTDA ME, sendo que o correto é Contrato nº 03.

ADITIVO CONTRATUAL Nº

001/2013

VIGÊNCIA

CREDOR

DESCRIÇÃO

26/12/2013 A 15/01/2014

MT Soluções e Serviços Técnicos LTDA

Termo Aditivo ao Contrato de prestação de serviços Nº 28/2013, que tem por objeto a elaboração de projetos de ampliação e reforma do prédio da Câmara Municipal.

INDICAÇÃO Nº

AUTOR

DESCRIÇÃO

DATA APROVAÇÃO

Indica drenagem e pavimentação asfáltica da estrada que dá acesso a Pousada das Águas. Indica drenagem, pavimentação asfáltica da estrada que tem inicio na Rodovia Afonso Schwab, km 6, e finalizando no Comercial Hortifruti Plaster em São Sebastião de Belém. Indica calçamento do pátio da Escola Municipal de Santa Luzia.

17/02/2014

Indica a ampliação do calçamento do pátio da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB de Santa Maria. Indica a construção e instalação de fossas sépticas para a comunidade de Alto São Sebastião.

17/02/2014

Indica a construção de uma ponte de concreto, próximo a residência do Senhor 312/2013 Selene Jastrow Alfredo Seick, na localidade de Caramuru. Indica a construção de fossas sépticas para a comunidade de Rio Veado.

17/02/2014

83/2013

Elmar Francisco Thom Elmar Francisco Thom

98/2013

218/2013

Elmar Francisco Thom 253/2013 Clóvis Braun

298/2013 Luiz Orlando de Oliveira e Valdevino Manske 309/2013 Joel Ponath

AUTOR

AUTOR

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pelo presente Edital, ficam convocados todos os funcionários públicos efetivos (ativo, inativo e pensionista), para reunião em Assembléia Geral, a ser realizada no dia 27 de março de 2014 (quintafeira), com a primeira chamada às 17:00 horas e a segunda chamada às 17:30 horas, no Centro de Vivência do Idoso (casa da 3ª idade), situada á Rua Dalmácio Espindula, nº 302, Centro, Santa Maria de Jetibá – ES. Para a seguinte: ORDEM DO DIA: Prestação de Contas do Exercício Financeiro de 2013. Assuntos gerais. Santa Maria de Jetibá – ES, 20 de fevereiro de 2014 ROQUE JOSÉ PASOLINI - Presidente do IPS/SMJ Rua dos Imigrantes, nº 40, Centro, Cep: 29.645 000, Santa Maria de Jetibá - ES - Fone: (027) 3263-1680

DESCRIÇÃO

Poder Veto ao Projeto de Lei Nº 043/2013 – Que Mensagem Nº 078/2013 Executivo institui o Fundo Municipal de Habitação no Município de Santa Maria de Jetibá. Veto ao Projeto de lei Nº 045/2013 – Que Poder Mensagem Nº 081/2013 Executivo altera disposições da Lei Municipal Nº 1.146/ 2009, que consolida a Gestão Democrática do Sistema Municipal de ensino.

03/02/2014

17/02/2014

17/02/2014

DATA APROVAÇÃO

17/02/2014

17/02/2014

PORTARIAS DATA

DESCRIÇÃO

22

03/02/2014

23

04/02/2014

24

12/02/2014

Suspende as férias regulamentares da servidora Alexandra Schulz ocupante do cargo de Diretora Geral de provimento em comissão, a partir de 03 de fevereiro de 2014, em virtude da necessidade de seus serviços. Constitui COMISSÃO ESPECIAL para elaborar EMENDA REVISIONAL da LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA DE JETIBÁ. Substitui membro da COMISSÃO ESPECIAL para elaborar EMENDA REVISIONAL da LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA DE JETIBÁ.

17/02/2014

17/02/2014

DATA APROVAÇÃO

VETO DO PODER EXECUTIVO

17/02/2014

DESCRIÇÃO

65/2013 Selene Jastrow Institui a semana de conscientização, prevenção e combate a verminose no município. 52/2013 Clóvis Braun, Dispõe sobre a denominação da Rua Hilário Florentino Berger, em Alto Santa Maria. Boening e Roberval Stuhr Dispõe sobre a proibição do ingresso ou Arlindo 60/2013 permanência de pessoas utilizando capacete Lagass e ou qualquer outro tipo de cobertura que Roberval oculta a face nos estabelecimentos Stuhr comerciais, públicos ou privados.

17/02/2014

Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Santa Maria de Jetibá - ES

-

Prestigie o Poder Legislativo Santamariense assistindo às Sessões Camarárias


Edição 268 fevereiro 2014